Você está na página 1de 3

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ – IFPA

CONHECIMENTO CIENTÍFICO E SUAS DEFINIÇÕES:


RESUMO CRÍTICO

PROFESSOR: DR. HAROLDO DE


VASCONCELOS BENTES
DISCIPLINA: FILOSOFIA III

FLÚVIO MORAES PACHECO


20182264573
I2263TB

BELÉM/PA - 2021
1
INTRODUÇÃO

O conhecimento científico pode ser definido como um saber, um estudo ou


uma informação que se baseia na metodologia científica. À princípio, destaca-se não
apenas a experimentação desse tipo de saber, mas também é fundamental ressaltar a
observação dos processos e o caráter crítico da construção e fomentação desse tipo
específico de conhecimento.

O objetivo do conhecimento científico é de, de maneira principal, oferecer


dados plausíveis, interpretações factíveis da realidade e soluções para alguns dos
problemas vivenciados e enfrentados pelos seres humanos. A ciência, nessa perspectiva,
é baseada nesse tipo de conhecimento e metodologia, sendo, ainda, de suma importância
e relevância nas sociedades contemporâneas e, de maneira mais relevante ainda, em
tempos pandêmicos.

DESENVOLVIMENTO

O conhecimento científico pode ser obtido por meio da prática laboratorial ou


por meio da utilização dos artifícios racionais. Uma das principais características desse
tipo de conhecimento é a observação sistemática, que é caracterizada, sobretudo, pela
observação pragmática e disciplinada de um objeto de estudo de forma sistemática e
regrada, buscando, dessa maneira, ir além do pensado, imaginado ou proposto no senso
comum (OKA. 2019).

Outra característica desse tipo de conhecimento é a experimentação controlada,


que é configurada, sobremaneira, pela busca, sempre que possível, pela realização e
utilização de experimentos e métodos cujas base são empíricas para a obtenção de dados
que constituirão parte do conhecimento científico.

Além do mais, cabe ressaltar, ainda, que o conhecimento científico apresenta-


se como provisório, ou seja, na maioria das vezes, não é concebido como uma verdade
absoluta, mas sim em probabilidades, estatísticas e estimativas, dado que o
conhecimento produzido, principalmente, por meio dos experimentos, ocorre em
contextos específicos, dependendo dos equipamentos, observações e dos cientistas que
interpretaram tais informações. Desse modo, o conhecimento científico está sujeito a

2
algumas variáveis, podendo, sempre, passar por problematizações e análises
questionadoras.

A partir disso, há, também, essa capacidade crítica presente na construção,


desenvolvimento e finalização do conhecimento científico. Nesse sentido, é
imprescindível o senso crítico, a capacidade de questionar, refletir, perguntar,
reformular uma hipótese, uma tese ou uma afirmação ao engendrar um conhecimento
que seja, de fato, científico. Sendo assim, de forma bastante distinta do conhecimento
religioso, baseado em verdades dogmáticas e absolutas, a metodologia científica não
aceita verdades inquestionáveis ou teorias irrefutáveis como bases ou fontes de
conhecimento (ALVES, 1993).

Ademais, é essencial destacar que o conhecimento científico, como dito


anteriormente, não oferece verdades inquestionáveis, mas sim teorias finais,
fundamentadas a partir de experimentações, teses lógicas e pesquisas. Dessa forma, as
ciências baseiam-se em questões e teses bem formuladas e sistemáticas, representadas
pelas teorias científicas.

CONCLUSÃO

Diante disso, nota-se que o conhecimento científico é de extrema importância


no contexto social moderno, tendo bases sistemáticas e rígidas na produção de suas
teses e teorias. Por meio da observação, questionamento e experimentação, as ciências
se apresentam aos seres humanos como ferramentas para obtenção de dados que podem
resultar em resoluções de problemas, como pandemias, e facilitação da vida cotidiana
dos indivíduos.

REFERÊNCIAS

ALVES, Rubens. Filosofia da Ciência: Introdução ao jogo e suas regras. São Paulo:
Brasiliense, 1993

OKA, Mateus. Conhecimento científico. Todo Estudo, 2019. Disponível em:


https://www.todoestudo.com.br/filosofia/conhecimento-cientifico. Acesso em: 02 de
April de 2021

Você também pode gostar