Você está na página 1de 12

73ª Turma de

UFU - Universidade Federal de Uberlândia - 2010


Solenidades Homenageados
16 de Fevereiro de 2011 às 20h Professores:
Culto Ecumênico em Ação de Graças Prof. Dr. Leonardo Francisco Soares
Santuário de Nossa Senhora Aparecida Prof.Dr. Maria de Fátima Fonseca Guilherme de Castro

17 de Fevereiro de 2011 às 20h Funcionário:


Colação de Grau Maria Abadia Brígida Carvalho
Palácio de Cristal

19 de Fevereiro de 2011 às 22h


Coquetel Baile (Convite Individual)
Palácio de Cristal
foto
10x15
E os demais formandos da 73º turma de Letras da Univer-
sidade Federal de Uberlândia – UFU, sentem-se honrados
em convidar Vossa Senhoria e família para as solenidades
de sua formatura.

Uberlândia, fevereiro de 2011


A Deus Aos Pais
O maior pecado do ser humano é ignorar sua força interior, seu poder A vocês, que nos deram a vida e nos ensinaram a vivê-la com dignidade,
criador e sua herança divina. Sempre estiveste ao meu lado, nas minhas não bastaria um obrigado. A vocês, que iluminaram os caminhos obscuros
quedas, nas minhas fraquezas, nas lutas e controvérsias, vitórias e der- com afeto e dedicação para que os trilhássemos sem medo e cheios de
rotas. Sei que, principalmente agora, estás ao meu lado. Obrigado por esperanças, não bastaria um muito obrigado.
compartilhar esse momento. Obrigado por tudo que vi, ouvi e aprendi. A vocês, que se doaram inteiros e renunciaram aos seus sonhos, para
Obrigado pela graça. Obrigado pelo dom da vida! que, muitas vezes, pudéssemos realizar os nossos. Pela longa espera e
compreensão durante nossas longas viagens, não bastaria um muitíssimo
obrigado. A vocês, pais por natureza, por opção e amor, não bastaria dizer
que não temos palavras para agradecer tudo isso. Mas é o que nos aconte-
ce agora, quando procuramos arduamente uma forma verbal de exprimir
uma emoção ímpar. Uma emoção que jamais seria traduzida por palavras.
Amamos vocês!
Aos Mestres Aos Amigos
“A um homem nada se pode ensinar. Tudo que podemos fazer é ajudá lo No início éramos muitos. Muitos rostos novos na faculdade, muitas men-
a encontrar as coisas dentro de si mesmo.” Galileu Galilei. tes com pensamentos diferentes e prontas para adquirir e compartilhar
Nosso agradecimento especial aos nossos professores a quem orgulhosa- nosso conhecimento com nossos novos amigos. Infelizmente, alguns nos
mente chamamos de mestres. Muito obrigado por todo o conhecimento deixaram e, como é impossível ser amigo de todos, o que era muito no
partilhado, pela troca de experiências, pela paciência e pelo incentivo. primeiro dia, diminuiu...
Vocês constituiram bases que ajudaram a construir muito do que sabe- Durante todo esse tempo fomos colegas, amigos e até irmãos, choramos e
mos e principalmente muito do que somos hoje. Àqueles que preferiram sorrimos juntos e compartilhamos momentos bons e ruins, mas, ainda as-
colocar mais obstáculos no caminho, nossos sinceros agradecimentos, sim inesquecíveis. E agora, percebemos que quatro anos foi muito pouco
vocês criaram em nós uma garra capaz de enfrentar qualquer desafio. A para dividir e viver tudo o que desejávamos.
vocês mestres, nossa profunda admiração, respeito e gratidão. O que resta agora é a saudade que sentiremos da faculdade, não só da
sala de aula, dos professores e dos amigos, mas de todo e qualquer lugar
onde aprendemos a ser feliz. Aos nossos colegas que são e continuarão
amigos, até breve. Aos nossos amigos que são e pra empre serão irmãos,
não existe adeus...
Aos Funcionarios
“Há homens que lutam um dia e são bons; há outros que lutam um ano
e são melhores; há aqueles que lutam muitos anos e são muito bons.
Porém há os que lutam toda a vida, estes são imprescindíveis.” Bertold
Brecht.
Foram eles que garantiram o serviço bem feito, muitas vezes oculto,
mas sempre com dedicação. Com muitas destas pessoas criamos
laços afetivos, algumas nem chegamos a conhecer, mas é inegável a
importância que tiveram durante toda nossa trajetória. A vocês que,
por toda dedicação ao trabalho, nos ofereceram condições de percorrer
esse caminho, nosso sincero agradecimento, respeito e reconhecimento.
Juramento
Solenemente eu juro no desempenho de minhas funções de edu-
cador transmitir com lealdade, integridade e honestidade os en-
sinamentos humanos e científicos que façam dos jovens a mim
confiados profissionais e cidadãos conscientes e responsáveis. Se
criar “Homens” eu conseguir, sentir-me-ei realizado. Juro incuti-
lhes o amor a Deus, ao próximo e a Nação que os abriga. Assim eu
juro.
Sibelle Moraes Resende Esther Durant Urias Naiara Alves Duarte Déborah Virgínia de A. Oliveira Maryane Coelho Arruda
Pereira

Deborah Paola Santana Taís Fernandes de Almeida Vanessa Cruvinel Rayana Melo Paula Gabrielle Zuchetti Paula Fonseca de Paula
Camila Vitor Corrêa Jane Miler L. Oliveira Lilian Lima

Letícia Morais Flávia Motta de Paula Isabel Silva Alves


Lorraine Belz Silva Gabriela Morais Carrijo Quianzala Bruno Felipe Santos

Mariana Rafaela Batista Cristiane Manzan Perine Marcella Renata Ferreira


Silva Peixoto
Mensagem Final
Sou livre quando amo o que faço. Sou livre quando aceito que o mais
importante é a minha consciência. Sou livre quando sei que, na hora
do fracasso é sempre tempo de começar outra vez. Sou livre quando
sou capaz de amar o instante da vida que eu tenho nas mãos.
Quando se percebe que sentir é muito mais honesto que dizer que
sente; Quando se crê que o adeus é somente para aqueles que que-
rem dizer adeus; Quando se vê que nem sempre estar junto é estar
perto, fica tudo mais simples e puro...
Sabe, é muito mais fácil acreditar que ninguém se vai, ou então que
vamos todos juntos. Que esta “vontade” de ir embora se transforme
na calma e na paz que mereço. Porque metade de mim é a partida,
mas a outra metade é a saudade.
73ª Turma de Letras - UFU - Universidade Federal de Uberlândia - 2010

Interesses relacionados