Você está na página 1de 5

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ

CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE-CCS


DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM
DISCIPLINA: SAÚDE DO ADULTO DE IDOSO II
PROFESSORES: Dra. Maria Helena
Dra. Elaine Rangel
Ms. Carlos Alberto

APLICAÇÃO DO HISTÓRICO DE ENFERMAGEM


Karla Jéssica Araújo Fortes
Viviane L. Lages de O. Neves

TERESINA, PI

ABRIL/2011
1- INTRODUÇÃO

O processo de enfermagem é a dinâmica das ações sistematizadas


e inter-relacionadas, visando à assistência ao ser humano. Caracteriza- se pelo
inter-relacionamento e dinamismo de suas fases ou passos (HORTA, 1979). De
acordo com Wanda Horta, o processo de enfermagem compreende seis fases
inter-relacionadas: histórico de enfermagem, diagnóstico de enfermagem, plano
assistencial, prescrição, evolução e prognóstico de enfermagem.
O histórico de enfermagem constitui o primeiro passo do processo
de enfermagem, e com ele é possível levantar dados significativos, que
permitem entender o paciente holisticamente.
O objetivo deste trabalho é aplicar o histórico de enfermagem em
paciente internada na Clínica Neurológica do Hospital Getúlio Vargas.
2- DESENVOLVIMENTO

I.M, 52 anos, sexo feminino, católica, mãe de 3 filhos, dona de casa,


natural de Floriano, segue em 27 º dia de internação hospitalar devido a
tratamento cirúrgico por causa de meningioma recorrente. Já esteve
hospitalizada outras três vezes para execução de cirurgias. Relata alergia à
dipirona e faz uso de Hidantal. Procurou o hospital porque sentia dores de
cabeça intermitentes. No momento, apresenta-se consciente, orientada, fásica.
Pele e mucosas hipocoradas (+/++++), hidratadas, anictéricas, íntegras.
Higiene bucal satisfatória. MMSS direito com déficit motor e sensitivo e MMII
direito com déficit motor parcial. Sinais vitais fisiológicos, AC 2T rítmica, AP
fisiológica, mamas simétricas e sem nódulos palpáveis. Abdômen plano, sem
massas palpáveis, sem visceromegalias. Nega hipertensão e diabetes.Aceita a
dieta por VO, sem restrições. Diurese e evacuações fisiológicas. Sono e
repouso insatisfatórios devido à ansiedade. Sem queixas no momento.

Diagnósticos de Enfermagem:

• Padrão de mobilidade comprometido;


• Padrão de sono e repouso comprometido;
• Dor.

Intervenções de Enfermagem:

• Verificar SSVV de 6/6h; 12 18 24 06


• Supervisionar nível de consciência; 09 15 21
• Supervisionar eliminações fisiológicas; 12 18
• Supervisionar sono e repouso;
• Promover conforto e segurança;
• Estimular ingestão da dieta; 7 12 18
• Assistir no movimento articular de braços e pernas;
• Treinar equilíbrio;
• Treinar técnica da marcha.
3- CONCLUSÃO

Diante da experiência proporcionada pela prática da disciplina, pode-


se examinar a importância do histórico para a sistematização da assistência de
enfermagem, direcionando o estabelecimento dos diagnósticos e o plano de
cuidados. Partindo do pressuposto de que os conhecimentos são mais úteis se
aplicados de forma sistemática, conclui-se que o histórico contribui para uma
assistência mais eficiente e dinâmica.

Além disso, também pode-se observar a não aplicação do histórico


na maioria dos casos, o que caracteriza negligência por parte dos profissionais
de enfermagem.Diante disso, podemos concluir que a enfermagem ainda
engatinha no quesito sistematização o que dificulta o reconhecimento e
desenvolvimento da área como ciência.
4- REFERÊNCIAS

• Horta, Wanda de Aguiar. Processo de enfermagem. São Paulo : EPU


1979.