Você está na página 1de 7

Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira - Olhão

GEOGRAFIA – 7º ANO - PLANIFICAÇÃO SEMESTRAL (2019/2020)

TEMA I - A TERRA: ESTUDOS E REPRESENTAÇÕES


SUBTEMA APRENDIZAGENS ESSENCIAIS CONCEITOS SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM

 Elaborar esboços de paisagens descrevendo os  Observação (direta e indireta) Saída de campo:


seus elementos essenciais.  Paisagem
- Observação direta de paisagens locais, com
 Situar exemplos de paisagens no respetivo  Esboço de paisagem ficha de identificação dos seus principais
território, a diferentes escalas geográficas:  Elementos da paisagem elementos (naturais e humanos).
local, regional, nacional e continental,  Unidade de paisagem
ilustrando com diversos tipos de imagens. - Recolha de imagens, para posterior
 Multifuncionalidade da observação indireta.
Descrição
paisagem.
da paisagem
- Desenho de esboços das paisagens locais
observadas.

- Texto criativo: história de uma das paisagens


observadas, com base nos seus elementos.

Organização de uma exposição na escola.

Valores: 1; 3; 4.
Áreas de competência: A; B; D; F; H; I.
Articulação curricular: Português, Educação Visual, História.

1
Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira - Olhão
TEMA I - A TERRA: ESTUDOS E REPRESENTAÇÕES
SUBTEMA APRENDIZAGENS ESSENCIAIS CONCEITOS SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM

2
Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira - Olhão
 Reconhecer diferentes formas de representar o  Formas de representar a Trabalho de grupo: comparação de mapas (em
mundo, de acordo com a posição dos superfície terrestre: suporte de papel ou digital) de diferentes
continentes e os espaços de vivência dos projeções, espaços e fenómenos
povos, utilizando diversas projeções  globo representados.
cartográficas (suporte físico ou digital).
 planisfério - Cada grupo analisa um conjunto de mapas e
 Inferir a relatividade da representação do
território, desenhando mapas mentais, a apresenta as características á turma.
 mapa
diversas escalas.
- Sistematização das conclusões dos grupos.
 Selecionar formas de representação da  itinerário
superfície terrestre, tendo em conta a Trabalho de pares: pesquisa, na Internet de
heterogeneidade de situações e  mapa mental
outras formas de representação da superfície
acontecimentos observáveis a partir de terrestre e sua caracterização.
 esboço cartográfico
diferentes territórios.
 Reconhecer as características que conferem  fotografia aérea ⁻ Cada par faz a caracteriza das
Mapas como identidade a um lugar (bairro, região, país), representações que selecionou,
forma de comparando diferentes formas de  imagem de satélite apresentando-a à turma.
representar representação desses lugares.
a superfície  planta Exploração do Google Earth, no grupo turma:
 Inferir sobre a distorção do território
terrestre cartografado em mapas com diferentes  mapa topográfico ⁻ Localizar e ampliar o lugar onde se situa a
sistemas de projeção. escola, registando a informação visível e a
 Discutir os aspetos mais significativos da  mapa hipsométrico escala indicada no ecrã.
inserção de Portugal na União Europeia.
 Escala ⁻ Reduzir progressivamente a escala de modo a
 Distinguir mapas de grande escala de mapas de visualizar a cidade/vila; a região, o país; a
pequena escala, quanto à dimensão e ao  Unidades territoriais: Europa e o mundo. Em cada etapa registar a
pormenor da área representada. informação visível e a escala indicada no
 NUTS ecrã.
 Calcular a distância real entre dois lugares, em  distrito
itinerários definidos, utilizando a escala.  município ⁻ Fazer o mesmo tipo de análise em mapas em
 Aplicar as Tecnologias de Informação  comunidade intermunicipal suporte de papel.
 freguesia
 Sistemas de Informação  Trabalho de grupo: Cada grupo define,num
geográfica (SIG) mapa diferente (região; país, Europa; mundo)
um itinerário de viagem, calculandoas
 Informação georreferenciada distâncias a percorrer.

Valores: 1; 2; 3; 4. Áreas de competência: A; B; D; F; H; I. Articulação curricular: Matemática; Educação Visual; TIC.

3
Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira - Olhão
TEMA I- A TERRA: ESTUDOS E REPRESENTAÇÕES (continuação)
SUBTEMA APRENDIZAGENS ESSENCIAIS CONCEITOS SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM

 Descrever a localização relativa de um lugar,  Localização relativa Atividade exterior, no recreio ou nas
em diferentes formas de representação da imediações da escola, para:
superfície terrestre, utilizando a rosa-dos-  Rosa-dos-ventos - Aprendizagem da orientação pelo sol;
-ventos.
 Localização absoluta - desenho da rosa dos ventos (no chão ou em
 Descrever a localização absoluta de um lugar,
usando o sistema de coordenadas geográficas papel);
 Elementos geométricos da
Localização (latitude e longitude), em mapas de pequena
esfera terrestre: - Localização de outros espaços (casa dos
dos escala com um sistema de projeção cilíndrica.
alunos, etc.) em relação à escola.
diferentes  meridianos
elementos Jogo de equipas, na turma, com utilização das
da  meridiano de Greenwich coordenadas geográficas, na localização de
superfície lugares num mapa de parede ou projetado.
terrestre  paralelos

 equador

 hemisfério Elaboração, com aplicação das aprendizagens


relativas à escala, à orientação e à localização,
de mapas mentais, esboços cartográficos e
itinerários.

Valores: 1; 3; 4.
Áreas de competência: A; B; C; D; E; F; H; I.
Articulação curricular: Ciências Físico-Química; Português; Matemática; Educação Visual, TIC.

4
Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira - Olhão

TEMA II - A TERRA: O MEIO NATURAL


SUBTEMA APRENDIZAGENS ESSENCIAIS CONCEITOS SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM

 Distinguir clima e estado de tempo, utilizando  Clima  Exploração do site do IPMA, para
a observação direta e diferentes recursos  Estado do tempo aprendizagem da interpretação da previsão
digitais (sítio do IPMA, por exemplo). do estado do tempo e aprofundamento dos
 Elementos do clima:
conceitos relativos ao clima.
 Reconhecer a zonalidade dos climas e biomas,  temperatura
utilizando representações cartográficas (em  precipitação  Elaboração de um globo esquemático sobre a
suporte físico ou digital). distribuição das zonas climáticas e sua
 Zonas climáticas
relação com a latitude.
 Descrever impactes da ação humana na  Biomas:
Clima alteração e ou degradação de ambientes  floresta equatorial  Trabalho de grupo: pesquisa e ilustração de
e biogeográficos, a partir de exemplos concretos mapas do mundo com a vegetação e a fauna
 savana
formações e apoiados em fontes fidedignas. características de cada uma das zonas
 estepe climáticas.
vegetais*
 desértico quente
 floresta mediterrânea  Elaboração de uma ilustração da distribuição
da vegetação em altitude, numa montanha da
 floresta caducifólia
zona equatorial.
 pradaria
 floresta de coníferas  Recolher e cartografar notícias de
ocorrências que colocam em perigo o
 tundra
equilíbrio bioclimático do planeta.
 vegetação de altitude

*Atendendo ao nível de abstração exigido aos alunos para compreensão deste tema, alguns dos aspetos mais complexos transitam para o 9.º ano inserindo-se no
tema Ambiente e Sociedade.

Valores: 1; 3; 4.
Áreas de competência: A; B; C; D; F; G; H; I.
Articulação curricular: Português; Matemática; Inglês; Ciências Físico-Química; Educação Visual, TIC.

5
Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira - Olhão
TEMA II - A TERRA: O MEIO NATURAL (continuação)
SUBTEMA APRENDIZAGENS ESSENCIAIS CONCEITOS SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM

 Identificar as grandes cadeias montanhosas e  Altitude Elaborar um mapa-mundo de parede


os principais rios do Mundo, em mapas de  Mapa hipsométrico (papel de cenário, ou base de
diferentes escalas e suportes (papel ou  Curva de nível cortiça, ou…) ou uma maquete do
digital). mapa-mundo, com a localização:
 Perfil topográfico
 Relacionar a localização de formas de relevo  Forma de relevo (planície, colina, - dos grandes relevos - cordilheiras,
com a rede hidrográfica, em representações planalto, montanha, cordilheira e vale) montanhas, planaltos, planícies e
cartográficas de diferentes escalas.  Declive depressões – utilizando materiais
 Demonstrar a ação erosiva dos cursos de água e  Vertente que permitam representar as
do mar, utilizando esquemas e imagens.  Curso de água (rio, nascente, foz, diferenças de altitude.
 Identificar fatores responsáveis por situações afluente)
- dos maiores rios e suas bacias
de conflito na gestão dos recursos naturais  Planície aluvial
hidrográficas (rios podem ser
(bacias hidrográficas, litoral), utilizando  Caudal (de estiagem e ecológico) representados, por com cordas de
terminologia específica, local e nacional.  Leito (estiagem e inundação) cor e de várias espessuras).
 Identificar impactes da ação humana no  Bacia e rede hidrográfica
território, apoiados em fontes fidedignas.  Erosão fluvial Elaborar o mesmo tipo de mapa,
Relevo mas à escala da Península Ibérica (o
 Toalha freática/aquífera
 Reconhecer a necessidade da cooperação relevo e os principais rios
internacional na gestão de recursos naturais,  Litoral
portugueses inserem-se na unidade
exemplificando com casos concretos, a  Profundidade geomorfológica ibérica).
diferentes escalas.  Plataforma de abrasão
Trabalho de campo:
 Relatar situações de complementaridade e  Plataforma continental
interdependência entre regiões, países ou  Abrasão marinha - Recolher de informação
lugares na gestão de recursos hídricos.  Formas de relevo do litoral e fluvio- (questionários, fotos, vídeos, etc.)
 Sensibilizar a comunidade para a necessidade -marinhas (arriba morta e viva, praia, sobre a bacia hidrografia/troço do
de gestão sustentável do território, aplicando cabo, baía, península, ilha, arquipélago, litoral, da área geográfica da
questionários de monitorização de riscos restinga, ilha-barreira, duna, sistema escola e problemas de degradação
locais, como por exemplo, os dos cursos de lagunar, tômbolo, estuário, delta) e gestão desses espaços.
água e das áreas do litoral.  Pressão urbanística
- Organização de materiais para
exposição/apresentação/colóquio
de informação e sensibilização
sobre a realidade estudada.

6
Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira - Olhão
Valores: 1; 2; 3; 4 e 5. Áreas de competência: A; B; C; D; F; G; H; I. Articulação curricular: Português; Inglês; Ciências Físico-Química; Educação Visual, TIC.

Você também pode gostar