Você está na página 1de 12

3

Índice

Introdução.........................................................................................................................................4

Estudo sobre as Leis do Movimento Rectilíneo e Uniforme............................................................5

Resumo teórico.................................................................................................................................5

Material necessário...........................................................................................................................6

Procedimentos..................................................................................................................................6

Tabela1.............................................................................................................................................6

Tabela2.............................................................................................................................................8

Procedimentos................................................................................................................................10

Analise e discussão de resultados...................................................................................................12

Conclusão.......................................................................................................................................13

Bibliografia.....................................................................................................................................14
4

Introdução

O presente relatório, vai abordar sobre Rectilíneo e Uniforme. O movimento rectilíneo uniforme
(MRU) é caracterizado pela uniformidade de espaços em intervalos de tempos iguais, o que
implica uma velocidade constante (sem aceleração). Ocorre ao longo de uma linha repta, como
no caso de um veículo que trasfega por uma pista rectilínea.

No presente relatório vamos tentar confirmar essas leis com base em uma experiencia. Nesta
experiencia, utiliza-se um trilho de ar com atrito tão pequeno que pode ser considerado
desprezível. Para descrever a cinemática de um movimento precisa-se saber como a posição e a
velocidade evoluem com o tempo. Os comportamentos da posição e da velocidade, com o tempo,
podem ser visualizados em gráficos e a equação matemática pode ser obtida pela análise dos
gráficos.
5

Estudo sobre as Leis do Movimento Rectilíneo e Uniforme

Objectivos

1. Confirmar experimentalmente as leis do Movimento Rectilíneo Uniforme.


2. Esboçar os gráficos cinemáticos da posição, velocidade e tempo.

Resumo teórico

Velocidade

Velocidade é uma grandeza vectorial que caracteriza a rapidez ou a lentidão do movimento de


um corpo.

Velocidade escalar ou rapidez

É o módulo da velocidade da partícula, isto é, a velocidade escalar é sempre positiva e não


transmite informação direccional.

No caso de movimento com rapidez constante o gráfico que representa posição em função de
tempo é uma linha recta de inclinação constante. Com isso, pode-se concluir que quanto
maior for a inclinação maior será a velocidade.

O movimento rectilíneo uniforme é caracterizado por uma velocidade constante numa


trajectória rectilínea.

Velocidade constante, significa o móvel percorre espaços iguais em intervalo de tempo iguais
ou a aceleração é nula (a=0).

A equação do espaço para este tipo de movimento é:

x (t)=x 0+ v . t

O deslocamento de um corpo a velocidade constante é equivalente à área sob o gráfico v( t)


entre os momentos correspondentes. Porem, só podemos determinar o deslocamento e não a
posição do corpo. Para isso precisamos conhecer a posição inicial do objecto que não se
indica no gráfico.
6

Material necessário

 Tubo de vidro, contendo óleo e uma bolha de água;


 Cronometro
 Marcador
 Fita métrica

Procedimentos

1. Deixamos um espaço e iniciarmos a contagem do tempo, marcando as distancias de 40 cm


e 80 cm.
2. Colocamos o tubo na posição vertical.
3. Registamos cinco vezes o tempo que a bolha de água levou para passar pelos marcos no
tubo que continha óleo.
4. Preenchemos a tabela 1 para as distâncias de 40 e 80 cm.
5. Calculamos as velocidades com os respectivos erros e analisamos os resultados.

Tabela1 Espaço de 0-40cm

No Tempo Erro (∆ t i)2 v ∆v ∆v v max v min


.%
t i(s) absoluto (s)2 (cm ̸ s) v (cm ̸ s) (cm ̸ s) (cm ̸ s)
∆ t i (s)
1 40,70 2,34 5,47
2 44,35 1,31 1,71
3 42,74 0,3 0,09 1,46 4350 40,02 40,94 39,1
4 44,20 1,16 1,34
5 43,23 0,19 0,03
Media 43,04 1,06 1,72 1,46 4350 40,02 40,94 39,1
7

1opasso

~t = t 1+t 2+t 3+ t 4 +t 5
5

~t= 40,70+ 44,35+42,74+ 44,20+ 43,23 = 215,22 =43,04 s


5 5

∆ t 1=|t 1−~t |=40,70−43,04=2,34

∆ t 2=|t 2−~t |=44,35−43,04=1,31

∆ t 3=|t 3−t~|=42,74−43,04=0,3

∆ t 4 =|t 4−t~|=44,20−43,04=1,16

∆ t 5=|t 5−t~|=43,23−43,04=0,19

∆ ~t=
∑ ∆ t = 2,34+1,31+0,3+1,16+ 0,19 = 5,3 =1,06
n 5 5

∆ t 21=2,34 2=5,47

∆ t 22=1,312=1,71

∆ t 23=0,3 2=0,09

∆ t 24 =1,162=1,34

∆ t 25=0,19 2=0,03

∆ ~t 2=
∑ ∆ t 2 = 5,47+1,71+ 0,09+ 1,34+0,03 =1,72
n 5

2opasso

∑ ( t−t )
∆ t=
√ n−1
8

∆t¿ √ ¿ ¿ ¿

5,3824+1,7161+0,09+1,3456+ 0,0361 8,5704


∆ t=
√ 4
=
4√ = √ 2,1426 = 1,46

3opasso

x 40
v= = = 0,92 m̸ s
t 43,04

4opasso

2 2
∆ v=√ ∆ x 2 +∆ t 2 = √ 40 +(1,46) = √ 1600+2,131 = √ 1602,1316 = 40,02 m̸ s

5opasso

∆v 40,02
.% ¿ .100% ¿ 4350 %
v 0,92

6opasso

v=v ± ∆ v

v =v + ∆ v → v=0,92+ 40,02 → v=40,94 m̸ s(max)


{v=v−∆ v {v=0,92−40.02 { v=39,1 m̸ s( min)

Tabela2 Espaço de 0-80cm

NO Tempo Erro (∆ti)2 v ∆v ∆v Vmax Vmin


.%
ti(s) absuluto∆ti(s) (s)2 (cm ̸ v (cm ̸ s) (cm ̸s) (cm ̸s)
s)
1 86,50 1,81 3,27
2 88,58 0,27 0,07
3 86,64 1,67 2,78 0,90 132,38 119,15 120,15 118,25
4 89,42 1,11 2,23
5 90,42 2,11 4,45
Media 88,31 1,39 1,71 0,90 132,38 119,15 120,15 118,25
9

1opasso

~t= t 1+t 2+t 3+ t 4 +t 5


5

~t= 86,50+88,58+86,64 +89,42+90,42 = 441,56 = 88,31s


5 5

∆ t 1=|t 1−~t |=|86,50−88,31|=1,81

∆ t 2=|t 2−~t |=|88,58−88,31|=0,27

∆ t 3=|t 3−t~|=|86,64−88,31|=1,67

∆ t 4 =|t 4−t~|=|89,42−88,31|=1,11

∆ t 5=|t 5−t~|=|90,42−88,31|=2,11

∆ ~t=
∑ ∆ t = 1,81+ 0,27+1,67+1,11+ 2,11 = 6,97 =1,39
n 5 5

∆ t 21=1,812=3,27

∆ t 22=0,27 2=0,07

∆ t 23=1,67 2=2,78

∆ t 24 =1,112=1,23

∆ t 25=02,11 2=4,45

∑ ∆ t 2=
∆ ~t 2=
√ n−1 √ 3,27+0,07+ 2,78+1,23+4,45
5−1
=
11,8
4 √ =1,71

2opasso

∆v=√ ∆ x 2+ ∆ t 2 = √ 802 +( 88,31)2 = √ 6400+7798,65 ¿ √ 14198,65 ¿ 119,15 cm ̸ s


10

3opasso

s 80
v= ¿ =0,90 cm̸ s s
t 88,31

4opasso

∆v 119,15
.% = .100 %=132,38 %
v 0,90

5opasso

v=v ± ∆ v v =v +∆ v → v=0,90+119,15 → v=120,15 cm̸ s


{
v=v−∆ v {
v=119,15−0,90 {
v=118,25 cm̸ s

Variante B

Procedimentos

1. Marcamos 4 distâncias separadas em 20 cm num tubo contendo óleo.


2. Registamos o tempo que a bolha de água leva para percorrer cada distância e
registamos os valores na tabela abaixo.

S(cm) 20 40 60 80
t(s) 28,40 57,34 85,64 114,14
cm 0,70 0,69 0,70 0,70
v( )
s

Dados Resolução
s 20 cm
S1 =20 cm V1 = = = 0,70 cm/s
t 28,40 s
t1 = 28,40 s
V1 = ?

Dados Resolução
S 40 cm
S2 = 40 cm V2= = = 0,69 cm/s
t 57,34 s
11

t2 = 57,34 s
V2 = ?

Dados Resolução
s 60 cm
S3 =60 cm V3 = = = 0,70 cm/s
t 85,64 s
t3 = 85,64 s
V3 = ?

Dados Resolução
s 80 cm
S4 =80 cm V4 = = = 0,70 cm/s
t 114,14 s
t4 = 114,14 s
V4 = ?

Dados Resolução
s 100 cm
S5 =100 cm V5 = = = 0,69 cm/s
t 143,72 s
t5 = 28,40 s
V5 = ?
12

Analise e discussão de resultados

Gráfico velocidade x tempo Como no MRU a velocidade é constante, a função da velocidade em


relação ao tempo também é constante. O gráfico dessa função será uma repta paralela ao eixo do
tempo. Essa repta estará acima do eixo quando a velocidade for positiva e abaixo do eixo quando
for negativa.

Quanto menor for o espaço, menor será o tempo que o móvel levara para percorrê-lo, e vice-
versa.

A distância percorrida pelo móvel desde seu ponto inicial até o ponto final é chamada de
deslocamento.

Utilizamos gráficos para descrever um movimento quando é retilíneo, pois permitem uma melhor
visualização da forma como variam as grandezas do movimento, que são a posição e o tempo.
13

Conclusão

É com grande prazer que fizemos a conclusão o presente relatório, o grupo gostaria de deixar
ficar que foi um trabalho feito com muito empenho e dedicação para que alcançamos os
conteúdos que foram apresentados no presente trabalho.

Apesar das dificuldades encontradas na obtenção de dados precisos e fontes necessárias para os
resultados da pesquisa do tema do trabalho que é confirmar experimentalmente as leis do
Movimento Rectilíneo Uniforme e esboçar os gráficos cinemáticos da posição, velocidade e
tempo
14

Bibliografia

CUMPANE, Alberto Felisberto; Fisica pela Pratica 8ª classe; texto editores; 2ª Ed; Maputo;
2007; pp 38-78

POPOV, Olga; Fisica 8ª classe; edição diname; 2007; pp 8 - 37

Você também pode gostar