Você está na página 1de 1

Gestão Financeira

Exercício

Suponha que o balanço da empresa X, para um determinado ano é o seguinte:

Aplicações de Fundos (euros) Origens de Fundos (euros)

Imobilizado Total 600 000 Capital Social 200 000


Amortizações (60 000) Resultados Líquidos 100 000
Existências 200 000 Empréstimos Bancários
(Médio Prazo) 300 000
Clientes c/c 110 000 Fornecedores c/c 145 000
Clientes – Títulos a Receber 50 000 Empréstimos Bancários 47 500
Provisão para Cobranças Estado e outros
Duvidosas (7 500) Entes Públicos 125 000
Caixa e Bancos 25 000

Total 917 500 Total 917 500

São conhecidas ainda as seguintes informações adicionais:

- A reserva de segurança de tesouraria é de 20 000 euros;


- O crédito concedido não titulado excede em 10 000 euros o que foi negociado, mas
este valor é facilmente mobilizável;
- O plafond bancário para desconto de letras é de 75 000 euros e encontram-se
descontados títulos no montante de 50 000 euros;
- Há stocks especulativos de matérias-primas no valor de 10 000 euros;
- Os empréstimos bancários (curto prazo) não são renováveis;
- O crédito anormal de fornecedores atinge os 25 000 euros;
- O crédito do Estado situa-se a um nível normal, mas inclui 100 000 euros de impostos
sobre o rendimento a liquidar ao Estado.

Determine:

a) O fundo de maneio necessário;


b) O fundo de maneio;
c) A situação de tesouraria, explicitando os elementos activos de tesouraria (EAT) e os
elementos passivos de tesouraria (EPT).