Você está na página 1de 4

Lista 8 – Ondas eletromagnéticas, vetor de Poynting e polarização

Utilize c = 2,998 x 108 m/s. 3 – Qual é o comprimento de onda da onda eletromag-


nética emitida pelo sistema oscilador-antena da Figura
1 – A partir da Figura 1, determine
2 se L = 0,253 µH e C = 25,0 pF?
a) o menor e
(R.: 4,74 m)
b) o maior comprimento de onda para o qual a
sensibilidade do olho humano é igual à metade 4 – Alguns lasers de neodímio-vidro podem produzir 100
da sensibilidade máxima. TW de potência em pulsos de 1,0 ns com um compri-
mento de onda de 0,26 µm. Qual é a energia contida
Determine também
em um desses pulsos?
c) o comprimento de onda,
(R.: 1,0 x 105 J)
d) a frequência e
e) o período da luz à qual o olho humano é mais 5 – Em uma onda rádio plana o valor máximo do campo
sensível. elétrico é 5,00 V/m. Calcule:

a) o valor máximo da campo magnético;


b) a intensidade da onda.

(R.: a) 1,67 x 10-8 T; b) 3,31 x 10-2 W/m²)

6 – O campo elétrico máximo a uma distância de 10 m


de uma fonte pontual isotrópica é 2,0 V/m. Quais são:

a) o valor máximo do campo magnético e


b) a intensidade média da luz a essa distância da
fonte?
Figura 1
c) Qual a potência da fonte?
(R.: a) ~ 515 nm; b) 610 nm; c) 555 nm; d) 5,41 x 1014 Hz;
(R.: a) 6,7 x 10-9 T; b) 5,3 x 10-3 W/m²; c) 6,7 W)
e) 1,85 x 10-15 s)
7 – Frank D. Drake, um investigador do programa SETI
2 – O objetivo do Projeto Seafarer era construir uma gi-
(Search for Extra-Terrestrial Intelligence, ou seja, Busca
gantesca antena subterrânea, com uma área da ordem
de Inteligência Extraterrestre), disse uma vez que o
de 10.000 km², para transmitir sinais de rádio que pu-
grande radiotelescópio de Arecibo, em Porto Rico (Fi-
dessem ser captados por submarinos a grandes profun-
gura 3), “é capaz de detectar um sinal que deposite em
didades. Se o comprimento de onda efetivo desses si-
toda a superfície da Terra uma potência de apenas um
nais de rádio fosse 1,0 x 104 raios terrestres, qual seria:
picowatt”.
a) a frequência e
a) Qual é a potência que a antena do radiotelescó-
b) o período da radiação emitida?
pio de Arecibo receberia de um sinal como
Normalmente as ondas eletromagnéticas são muito ate- esse? O diâmetro da antena é de 300 m.
nuadas ao se propagarem em materiais condutores de b) Qual teria que ser a potência de uma fonte iso-
eletricidade, como a água salgada. trópica situada no centro de nossa galáxia para
que um sinal com essa potência chegasse à
(R.: a) 4,7 x 10-3 Hz; b) 2,1 x 102 s) Terra? O centro da galáxia fica a 2,2 x 104 anos-
luz de distância.

Figura 2
perpendicularmente a uma das faces circulares (com
menos de 2,60 mm de diâmetro) de um cilindro perfei-
tamente refletor, que é mantido suspenso pela pressão
da radiação do laser. A massa específica do cilindro é
1,20 g/cm³. Qual é a altura H do cilindro?

Figura 3

(R.: a) 1,4 x 10-22 W; b) 1,1 x 1015 W)


Figura 4
8 – A luz do Sol, no limite superior da atmosfera terres-
(R.: 4,91 x 10-7 m)
tre, tem uma intensidade de 1,40 kW/m². Calcule:
13 – Pretende-se levitar uma pequena esfera, total-
a) Em e
mente absorvente, 0,500 m acima de uma fonte lumi-
b) Bm para a luz solar nessa altitude, supondo tra-
nosa pontual e isotrópica fazendo com que a força para
tar-se de uma onda plana.
cima exercida pela radiação seja igual ao peso da esfera.
(R.: a) 1,03 x 103 V/m; b) 3,43 x 10-6 T) A esfera tem 2,00 mm de raio e uma massa específica
de 19,0 g/cm³.
9 – Um avião que se encontra a uma distância de 10 km
de um transmissor de rádio recebe um sinal com uma a) Qual deve ser a potência da fonte luminosa?
intensidade de 10 µW/m². Determine a amplitude: b) Mesmo que fosse possível construir uma fonte
com essa potência, por que o equilíbrio da es-
a) do campo elétrico e fera seria instável?
b) do campo magnético associado ao sinal na po-
sição do avião. (R.: a) 4,68 x 1011 W; b) simetria)
c) Se o transmissor irradia uniformemente ao
14 – A intensidade I da luz emitida por uma fonte pon-
longo de um hemisfério, qual é a potência da
tual e isotrópica é medida em função da distância r da
transmissão?
fonte. A Figura 5 mostra a intensidade I em função do
(R.: a) 8,7 x 10-2 V/m; b) 2,9 x 10-10 T; c) 6,3 x 103 W) inverso do quadrado da distância, r-2. A escala do eixo
vertical é definida por IS = 200 W/m², e a escala do eixo
10 – Uma fonte pontual isotrópica emite luz com um horizontal é definida por rS-2 = 8,00 m-2. Qual é a potên-
comprimento de onda de 500 nm e uma potência de cia da fonte?
200 W. Um detector de luz é posicionado a 400 m da
𝜕𝐵
fonte. Qual é a máxima taxa 𝜕𝑡
com a qual a compo-
nente magnética da luz varia com o tempo na posição
do detector?

(R.: 3,44 x 106 T/s)

11 – Qual é a pressão de radiação a 1,5 m de distância


de uma lâmpada de 500 W? Suponha que a superfície
sobre a qual a pressão é exercida está voltada para a Figura 5
lâmpada e é perfeitamente absorvente. Suponha tam-
(R.: 2,5 x 10² W)
bém que a lâmpada irradia uniformemente em todas as
direções. 15 – Quando um cometa se aproxima do Sol o gelo da
superfície do cometa sublima, liberando íons e partícu-
(R.: 5,9 x 10-8 Pa)
las de poeira. Como os íons possuem carga elétrica são
12 – Na Figura 4 o feixe de um laser com 4,60 W de po- empurrados pelas partículas carregadas do vento solar
tência e D = 2,60 mm de diâmetro é apontado para cima,
e formam uma cauda de íons, retilínea, que aponta ra- que a componente vertical. Um banhista fica de pé e co-
dialmente para longe do Sol (Figura 6). As partículas de loca óculos polarizadores que eliminam totalmente a
poeira (eletricamente neutras) são empurradas para componente horizontal do campo elétrico.
longe do Sol pela força da luz solar. Suponha que as par-
a) Que fração da intensidade luminosa total chega
tículas de poeira são esféricas, têm uma massa especí-
aos olhos do banhista?
fica de 3,5 x 10³ kg/m³ e são totalmente absorventes.
b) Ainda usando óculos, o banhista se deita de
G = 6,674 x 10-11 m³/kg.s² lado na areia. Que fração da intensidade lumi-
nosa total chega agora aos olhos do banhista?
a) Que raio deve ter uma partícula para descrever
uma trajetória retilínea, como a trajetória b da (R.: a) 0,16 b) 0,84)
figura?
18 – Na Figura 8 um feixe de luz não-polarizada passa
b) Se o raio da partícula é maior que o valor calcu-
por um conjunto de três filtros polarizadores. Os ângu-
lado no item a, a trajetória se encurva para
los θ1, θ2 e θ3 das direções de polarização são medidos
longe do Sol, como a trajetória a, ou para perto
no sentido anti-horário no sentido positivo do eixo y
do Sol, como a trajetória c?
(não estão desenhados em escala). Os ângulos θ1 e θ3
são fixos, mas o ângulo θ2 pode ser ajustado. A Figura 9
mostra a intensidade da luz que atravessa o conjunto
em função de θ2 (a escala do eixo de intensidade não é
conhecida.) Que porcentagem da intensidade inicial da
luz é transmitida pelo conjunto para θ2 = 30°?

Figura 6
Figura 8
(R.: a) 1,7 x 10-7 m; b) perto)

16 – Na Figura 7 um feixe de luz inicialmente não pola-


rizado atravessa três filtros polarizadores cujas direções
de polarização fazem ângulos de θ1 = θ2 = θ3 = 50° com
a direção do eixo y. Que porcentagem da intensidade
inicial da luz é transmitida pelo conjunto?

Figura 9

(R.: 9,4%)

19 – Queremos fazer a direção de polarização de um


feixe de luz polarizada girar de 90° fazendo o feixe pas-
sar por um ou mais filtros polarizadores.

a) Qual é o número mínimo de filtros necessários?


b) Qual é o número mínimo de filtros necessários
Figura 7
se a intensidade da luz transmitida deve ser
(R.: 0,045%) mais de 60% da intensidade original?

17 – Na praia a luz em geral é parcialmente polarizada (R.: a) 2; b) 5)


devido às reflexões na areia e na água. Em uma certa
20 – Na Figura 8 um feixe de luz não-polarizada atra-
praia, em um certo dia, no final da tarde a componente
vessa um conjunto de três filtros polarizadores. Os ân-
horizontal do vetor campo elétrico é 2,3 vezes maior
gulos θ1, θ2 e θ3 das direções de polarização são medi-
dos no sentido anti-horário, a partir do semieixo posi-
tivo y positivo (os ângulos não estão desenhados em es-
cala). Os ângulos θ1 e θ3 são fixos, mas o ângulo θ2 pode
ser ajustado. A Figura 10 mostra a intensidade da luz
que atravessa o conjunto em função de θ2 (a escala do
eixo de intensidade não é conhecida.) Que porcentagem
da intensidade inicial da luz é transmitida pelo conjunto
para θ2 = 90°?

Figura 10

(R.: 7,3%)

Você também pode gostar