Você está na página 1de 714

ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO


Fazendo a diferença social

ASSENTAMENTO GUAIRCURUS – BONITO – MS


2020

  
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

ODILSON ARRUDA SOARES


Prefeito Municipal

ROSELI FÁTIMA GAMBIM


Secretária Municipal de Educação e Cultura

REINALDO DIAS DA SILVA


Diretor Escolar

ANA MÁRCIA BORGES MAFALDA


Departamento de Coordenação Pedagógica

LIVANILDO FERNANDES DA SILVA


WALMIR BISPO DE SOUZA
Coordenadores Pedagógico

PAULO CESAR PASOLD


Presidente da Associação de Pais e Mestres

ÍNDICE
1
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

1.Identificação........................................................................................03
2.Apresentação do Projeto Político Pedagógico...................................03
3. Missão................................................................................................06
4. Visão..................................................................................................06
5. Valores...............................................................................................06
6. Histórico da Escola............................................................................06
6.1 Diagnóstico......................................................................................08
7. Organização da Escola......................................................................08
7.a – Proposta de trabalho (plano de ação)..........................................09
7.1 – Gestão Escolar.............................................................................24
7.2 – Organização do tempo e Espaço.................................................25
8. Relações entre a escola e a comunidade.........................................34
9. Critérios e formas de avaliação de aprendizagem............................36
10. Acompanhamento do processo de ensino e aprendizagem...........41
10.a Conselho de classe......................................................................42
11. Indicadores de qualidade................................................................43
11.1. Avaliação diagnóstica da Semec-2019........................................46
12. Formação Continuada....................................................................48
13. Avaliação interna.............................................................................49
14. Comissões de elaboração do PPP..................................................56
15. avaliação do PPP e aprovação......................................................56
16. Referências......................................................................................57
17. Anexos.............................................................................................59
Anexo I - Calendário
Anexo II - Matriz Curricular
Anexo III Quadro de Funcionários
Anexo IV - Formulário Avaliação Interna
Anexo V – Currículos
Anexo VI - Projetos
1.IDENTIFICAÇÃO
1.1– Nome da escola: Escola Municipal Rural Ozório Jacques .Endereço:
2
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Assentamento Guaicurus, lote 01, quadra 09, no município de Bonito – MS- E -mail
emrozorio.jacques@gmail.com. Telefone: (67) 3255 3235
1.2- Órgão mantenedor: Secretaria Municipal de Educação e Cultura
1.3- Estado: Mato Grosso do Sul
1.4- Município: Bonito
1.6- Ato de criação: Lei nº 364 de 25 de agosto de 1995.
1.7- Denominação: Atual denominação: Lei Nº 799 de 25 de maio de
1999.
1.8- Autorização de funcionamento: Deliberação CEE/MS Nº 9138, de 16
de setembro de 2009, que autoriza o funcionamento do Ensino Fundamental, por 3
anos, a partir de 2009. Publicada no Diário Oficial do Estado nº 7.560, de
09/10/2009, pág. 5.

Em 2012 iniciou -se o processo em que a escola não atendeu aos


requisitos no âmbito de acessibilidade para autorização, foi retomado em 2020 e
encontra-se em andamento o processo.

2. APRESENTAÇÃO DO PROJETO POLITICO-PEDAGÓGICO

O Projeto Político Pedagógico da Escola Municipal Rural Ozório Jacques


resultou de um processo de trabalhos desencadeados pela direção, coordenação,
professores, APM, pais e alunos da Instituição Escolar, com o objetivo d e oferecer
continuidade, oportunidade de intensificar e desenvolver as ações cooperativas para
melhoria do Ensino e aprendizagem.
A Escola Municipal Rural Ozório Jacques está inserida numa comunidade
essencialmente agropastoril, ou seja, os habitantes que são proprietários das
parcelas de terra, a maioria se empenha na criação de gado de corte, com exceção
de alguns que criam gado leiteiro para a produção de leite, queijo e doce. Os demais
que vivem na vila e que não são detentores de lote, estes trabalham nas fazendas
adjacentes ou prestam pequenos serviços aos proprietários de lotes.
A transformação da região chegou com a intensa produção de plantações
3
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

de lavoura de milho, soja e feijão. E em detrimento a estes movimentos econômicos


veio a tecnologia de ponta como máquinas de última geração, toda informatizada e a
criação e engorda de animais em forma de confinamento usando também a
tecnologia.
Partindo deste princípio, a escola tem que além de preparar os alunos
para a vida; também tem que lançar informações para que eles possam ter espaço
neste mercado de trabalho tão competitivo.
A Escola tem o dever de fazer a leitura social e humana e procurar ajudar
sua comunidade a se encaixar neste novo modelo de produção.
Sendo assim, o cidadão que sairá da escola deverá ter preparo ou pelo
menos noção da complexidade que o cerceia. A escola desenvolverá uma educação
voltada para instruir os seus alunos na sua formação e visão do mundo atual
visando prepará-lo para o embate fora dela ou dentro do seu espaço de ação como
sujeito em construção de sua própria história.
O presente Projeto tem como objetivo principal um novo caminho no dia-
a-dia. Esta busca deve ter como ponto de partida uma mudança de postura de todos
os envolvidos e consequentemente uma tomada de consciência que resulte numa
prática pedagógica adequada à nossa realidade.
Para isso, optou-se pela metodologia do planejamento participativo
porque proporciona o diálogo, a comunicação, a interação, que foram fatores
relevantes para o intercâmbio de experiências, vivências e integrações entre os
envolvidos.
A reestruturação deste projeto deu-se após uma pesquisa, através de
questionários junto aos pais, professores, alunos e quadro administrativo desta
Instituição Escolar. Isto não quer dizer que seja algo pronto e acabado, haja visto
que reformularemos, visando e aperfeiçoando o trabalho.
No mundo contemporâneo, com o avanço da tecnologia e dos meios de
comunicação de massa, acompanhamos a um processo de profundas mudanças a
que são submetidas nossas crianças por essas novas formas de aprendizagem, de
lazer e comunicação.
A preocupação com essa realidade é atendida na Lei de Diretrizes e
4
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Bases da Educação nº 9394/96, na BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e no


Currículo unificado no estado de MS que incumbe os Estabelecimentos de Ensino a
elaborar, reestruturar e executar seu Projeto Político Pedagógico, foi o que nos
motivou a reestruturá-lo.
Também diante de tais fatos é que os profissionais desta Instituição se
propuseram neste momento juntamente com a comunidade escolar da Escola
Municipal Rural Ozório Jacques a reestruturação do mesmo, não apenas como uma
exigência ou modismo, mas sim como uma busca de soluções para todos os
problemas relacionados com a educação, que sejam proporcionados em sua maioria
pelo grande avanço da sociedade moderna, no qual essa nova geração de alunos,
exige uma retomada de novas práticas, com metodologias ativas, para que assim
possamos desenvolver em nossos alunos a capacidade de aprendizagem, tendo em
vista a construção do conhecimento, aquisição de habilidades e a formação de
atitudes e valores, bem como a compreensão social do mundo em que está inserido.
Tem por objetivo geral Democratizar, garantir e oportunizar o acesso do
educando ao conhecimento, resgatando o ensino de qualidade, socializando
integralmente o indivíduo para que ele se torne um cidadão crítico, consciente e
participativo.
A reestruturação desta Proposta Política Pedagógica tem como um dos
objetivos fazer a adequação de acordo com a BNCC e o Currículo MS.
A Base Nacional Comum Curricular (BNCC), 2017, é um documento de
caráter normativo que define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens
essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e
modalidades da Educação Básica, de modo a que tenham assegurados seus
direitos de aprendizagem e desenvolvimento, em conformidade com o que preceitua
o Plano Nacional de Educação (PNE). O documento normativo aplica-se
exclusivamente à educação escolar, tal como a define o § 1º do Artigo 1º da Lei de
Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB, Lei nº 9.394/1996)1, e está
orientado pelos princípios éticos, políticos e estéticos que visam à formação humana
integral e à construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva, como
fundamentado nas Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica
5
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

3. MISSÃO
A Escola Municipal Rural Ozório Jacques tende oferecer ensino de
excelência à comunidade e propiciar condições para uma aprendizagem
significativa, empírica, atualizada e eficaz, que prepare alunos competentes, éticos e
com argumentação sólida, crítica e inovadora e de respeito ao próximo.
A Escola Municipal Rural Ozório Jacques luta por uma sociedade mais
justa e autônoma, tendo com critério o respeito mútuo, a organização, o direito a
diferença, a solidariedade e a participação ativa do indivíduo em sua sociedade. O
aluno enquanto cidadão é considerado sujeito de seu próprio desenvolvimento e
responsável pela construção de uma escola democrática e competente.

4. VISÃO
Ser um centro inovador de aprendizagem integral que educa para a
cidadania global comprometida com a formação dos educandos críticos, éticos e
conscientes do compromisso com a realidade social e o desenvolvimento
sustentável.

5. VALORES
A Escola Municipal Rural Ozório Jacques terá sempre como norma a
defesa dos princípios éticos, o respeito e a igualdade como valores:
1.Amor e serviço - colocar o nosso conhecimento em prol do bem da
comunidade;

6. HISTÓRICO DA ESCOLA

A Escola Municipal Rural Ozório Jacques, localizada no Assentamento


Guaicurus, lote 01, quadra 09, no município de Bonito, Estado de Mato Grosso do
Sul, mantida pela Prefeitura Municipal de Bonito é administrada pela Secretaria
Municipal de Educação e Cultura, localizada a Rua Cel. Pilad de Rebuá nº 1780.
A primeira intitulação da escola foi “Escola Municipal Pilad Rebuá”.
6
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Em 1995, o prefeito Darci João Bigaton, no uso de suas atribuições legais


denomina através do Ato de Lei 364 de 15 de agosto de 1995 a titulação da escola
para “Escola Municipal Rural de 1º Grau de Bonito – Pólo”, ficando a ela integradas
como salas emergentes as seguintes Escola Municipais Rurais: Escola Municipal
Rural Alto Salobra; Escola Municipal Rural Baia das Garças; Escola Municipal Rural
Baia Negra; Escola Municipal Rural Boa Vista; Escola Municipal Rural Campininha;
Escola Municipal Rural Escola Municipal Rural Cafezal; Escola Municipal Rural
Dorvalina Dorneles Teixeira; Escola Municipal Rural Isaura Guimarães; Escola
Municipal Rural Limal; Escola Municipal Rural Lalima; Escola Municipal Rural Nova
Esperança; Escola Municipal Rural Pitangueira; Escola Municipal Rural Primavera;
Escola Municipal Rural Pres. Castelo Branco; Escola Municipal Rural Serra Limpa;
Escola Municipal Rural São Sebastião; Escola Municipal Rural São Paulo; Escola
Municipal Rural Vila Rica; Escola Municipal Rural Vista Alegre; Escola Municipal
Rural Vereador Onadir Trindade.
Em 15 de agosto de 1995, o prefeito Jose Arthur de Figueiredo, através
da Lei nº 697, sanciona a Lei que dá a denominação “ Escola Municipal Rural de 1º
Grau Ozório Jacques” – Pólo, que ficou centralizada à Secretaria Municipal de
Educação e Desenvolvimento Social para fins de expedição de documentos e
escrituração escolar.
Sob Lei 741/97 o prefeito Nercy Soares dos Santos aprova, sanciona e
promulga a Lei denominando entre outras providencias a denominação da escola
para “Escola Municipal Rural de 1º Grau Ozório Jacques” - Polo
Em 25 de maio de 1999 sob gestão do prefeito Nercy Soares dos Santos,
no uso de suas atribuições legais sancionou a Lei nº 799/99 com nova denominação
para “Escola Municipal Rural Ozório Jacques” – Polo e suas extensões, revogando a
Lei 741/97.
A referida escola recebeu esse nome em homenagem a um dos
fundadores de Bonito, o qual foi eleito vereador no ano de 1949.

6.1. DIAGNÓSTICO

7
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

A Escola Municipal Rural Ozório Jacques, uma escola rural, atende


alunos que moram na vila e sítios do Assentamento Guaicurus e fazendas vizinhas,
tendo acesso ao transporte escolar nos turnos matutino e vespertino.
Na localidade temos carência de internet, distante da área urbana, não se
tem praças, quadras, bibliotecas ou seja, ambiente cultural muito limitado, porém
muitas igrejas, abrangendo muitas religiões, como catolica e evangelica.
Os alunos são de familias de assentados, que vivem da agricultura
familiar, em que a maioria possui baixa escolaridade.
A minoria dos alunos possuem celular.
No Assentamento possui a Associação de mulheres AMAG.
Próximo da escola há um atendimento à saude a cada 15 dias, com
médico(clinico geral) e dentista.
É uma comunidade participativa, que tem a escola como aliada, como
referência no atendimento seja escolar como em busca de quaisquer informação.
Os alunos possuem muito respeito aos professores, turmas tranquilas,
curiosas, não apresentando indisciplina na escola.
No quadro discente da escola contamos com alguns alunos indígenas,
moradores na vila e fazendas, bem como na aldeia indígena “São João”, que faz
limite com o Assentamento, onde a escola está localizada.
Não há alunos portadores de necessidades educativas especiais.

7. ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA

A escola possui 16 funcionários, conforme apresentado no quadro de


lotação (ANEXO III), assim distribuidos: 04 funcionários no quadro administrativo,
sendo 01 zelador efetivo,01 ASD (Auxiliar de Serviços Diversos) efetivo, 02 pelo
Programa “Fazendo Bonito”, programa este que contrata pessoas de baixa renda ou
que esteja desempregado, por dez meses, recebendo um salário mínimo, 02
coordenadores, cada um em um período na coordenação e outro em sala de aula e
8
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

o diretor,que é nomeado pelo executivo e 7 professores.


A área do terreno: 2.117,50 m2 e a área construída: 271,04 m2.
Contém 52 alunos matriculados no turno matutino, com três salas de
aula, sendo uma de 4º ano, uma de multietapa com 6º e 7º ano e outra de
multietapa com 8º e 9º ano. No vespertino há 45 alunos, sendo uma sala de Pré
-Escola, uma de multietapa com 1º e 2º ano e outra de multietapa com o 3º e 5º
ano.
A escola não possui sala de tecnologia,sala de apoio,laboratórios. Possui
sete docentes, todos com nível superior. Possui também sala da coordenação
pedagógica, sala de direção e secretaria, sala de professores, cozinha,banheiros: 01
masculino,01 feminino e 01 para professores e funcionários,despensa, refeitório,
depósito.
Não há quadra de esportes,porém há espaços para aulas práticas de
Educação Física. Também possui horta, onde as verduras colhidas são usadas para
o preparo da alimentação escolar.
Obs. As salas de aula não possuem uma metragem igual, são todas
diferentes no tamanho.

7.a- PROPOSTA DE TRABALHO PARA MEDIDAS DE MELHORIA DA


ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA E DO DESEMPENHO (PLANO DE AÇÃO)

A educação oferecida nesta escola vincula-se ao mundo do trabalho e a


prática social, inspirada nos princípios de liberdade e nos ideais de solidariedade
humana, tendo por finalidade o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo
para o exercício da cidadania e uma formação comum indispensável que lhe ofereça
meios para progredir no trabalho e em estudos posteriores.
Definimos Escola como um ambiente de experiencias, havendo
igualdade de condições e respeito à criança, aos jovens, oferecendo condições para
que ela se desenvolva intelectualmente e satisfaça seus anseios, tendo seus direitos
e cumprindo seus deveres.
A pretensão desta Instituição Escolar é favorecer este ambiente,
9
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

possibilitando ao aluno o desenvolvimento de suas potencialidades, seja ação


motora, verbal e mental, de forma que se possa posteriormente, intervirem no
processo sociocultural e inovar a sociedade. Sendo algo que possibilite o aluno a ter
um interesse intrínseco à sua própria ação.
Podem-se constatar no estabelecimento, relações entre a cooperação
e a formação do desenvolvimento intelectual. Existindo assim, nesta escola, uma
verdadeira atividade intelectual baseada em ações, investigações e pesquisas
espontâneas e uma livre cooperação dos alunos entre si, e não apenas entre
professores e alunos.
A relação professor-aluno é fundamental para que o processo
educacional se desenvolva com êxito. Quando esta relação não se efetiva mantendo
o devido respeito por parte de ambos, não há educação. Para tanto se deve criar
uma relação baseada no respeito mútuo, de cooperação, de ajuda e parceria ao
longo desse processo.
Os professores desta Instituição Escolar estarão engajados numa prática
transformadora, procurando desmistificar e questionando com os alunos a cultura
dominante, valorizando a linguagem e a cultura deste; criando condições para que
cada um deles analise e reflita seu contexto e produzindo cultura. Criando, assim,
condições para que, juntamente com os alunos, a consciência ingênua seja
superada para que estes possam perceber as contradições da sociedade e grupos
em que vivem.
Haverá preocupação com cada aluno em si, desenvolvendo o diálogo,
oportunizando a aprendizagem, a cooperação, a união, a organização, buscando
soluções comuns aos problemas, fazendo assim com que os alunos participem
juntamente com os professores do processo educacional., visando formar uma
comunidade, exercendo atividades variadas, defendendo interesses, reunindo
esforços e recursos para consecução desse fim comum, onde reine a justiça, a
solidariedade, a ética, a competência, a eficácia, nos trabalhos desenvolvidos, a
prosperidade, o respeito recíproco visando à dignidade humana, para assim
promovermos a paz no meio em que vivemos.
A escola criará meios para despertar nos alunos o espírito participativo,
10
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

fazendo-os integrantes em grêmios, associações, conselhos ou qualquer


agrupamento social que vise o bem da comunidade, pautado em valores morais.
Conforme a Base Nacional Comum Curricular, que determina os direitos
de aprendizagem de todo aluno cursando a Educação Básica no Brasil, essa escola
terá como fio condutor as 10 Competências Gerais.
Essas competências serão desenvolvidas pelos estudantes ao longo de
todos os anos da Educação Básica e, por isso, permeiam cada um dos
componentes curriculares, das habilidades e das aprendizagens essenciais
especificados no documento da BNCC e em nosso curriculo.
As Competências Gerais serão tratadas de forma transdisciplinar,
presentes em todas as áreas de conhecimento e etapas da educação. Elas “foram
definidas a partir dos direitos éticos, estéticos e políticos assegurados pelas
Diretrizes Curriculares Nacionais e de conhecimentos, habilidades, atitudes e
valores essenciais para a vida no século 21”.

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DA EDUCAÇÃO INFANTIL E DO


ENSINO FUNDAMENTAL
Os currículos são organizados de acordo com o disposto na Lei de
Diretrizes e Bases da Educação Nacional, nas Diretrizes Curriculares Nacionais de
cada etapa da educação básica e na Base Nacional Comum Curricular.
O currículo da Educação Infantil foi organizado em situações de
aprendizagem e desenvolvimento que envolvendo as interações e as brincadeiras
articuladas pelas diferentes linguagens que a criança utiliza para se expressar,
conviver, participar, brincar, explorar, conhecer-se, elaborando e ampliando as
experiências e os conhecimentos, que passam pelas múltiplas relações
estabelecidas com a natureza e a sociedade, pelas múltiplas linguagens que ela
expressa em situações variadas, pelas múltiplas interações que vivencia com seus
pares e com os adultos que a cercam e que permitem que se constitua como ser
humano.
A criança se desenvolve amplamente a partir da sua própria atividade
mediante as relações estabelecidas com os outros seres humanos, as parcerias que
11
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

se formam nas relações com os adultos e com outras crianças e as condições


adequadas de vida e de educação. Nas primeiras décadas do século XX, Vigotski
(1998) já havia apontado que a criança, desde bem pequena, é capaz de
estabelecer relações com as outras e com as coisas, em um processo em que
percebe os significados e se apropria dos mesmos, atribuindo-lhes sentido.
As Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil – DCNEI
definem como eixos norteadores das práticas pedagógicas as interações e a
brincadeira. Com o objetivo de garantir à criança acesso a processos de apropriação
e articulação de conhecimentos e aprendizagens de diferentes linguagens, assim
como o direito à proteção, saúde, liberdade, confiança, ao respeito, à dignidade,
convivência e a interação com outras crianças e adultos, foram estabelecidos na
Base Nacional Comum Curricular (BNCC) seis direitos de aprendizagem e
desenvolvimento que deverão permear as vivências de todas as crianças brasileiras.
São eles:
Conviver;
Brincar;
Participar;
Explorar;
Expressar;
Conhecer-se
A organização curricular da Educação Infantil, em conformidade com a
BNCC está estruturada em cinco campos de experiências e, a partir deles, foram
definidos os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento das crianças. Essa forma
de organização curricular requer a articulação dos saberes das crianças, associados
às suas experiências, aos conhecimentos que fazem parte do patrimônio artístico,
cultural, ambiental, científico e tecnológico, em consonância com as orientações das
DCNEI (2009).

Considerando a ampliação desses saberes e conhecimentos e a


concepção de currículo definida nas DCNEI (2009), os campos de experiências nos
quais se organiza a BNCC são:
12
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

O eu, o outro e o nós;


Corpo, gstos e movimentos;
Traços, sons, cores e formas;
Escuta, fala, pensamento e imaginação e
Espaço, tempos, quantidades, relações e transformações.

Os campos de experiencias e as açõs didaticas


Entendemos que o cuidar e o educar são princípios fundamentais na
Educação Básica. Portanto, o professor levará em consideração a relevância social
e cultural dos objetivos, assegurando a progressão nos saberes para a formação
integral das crianças, nas dimensões afetivas, cognitivas, físicas, sociais e culturais.
Nesse sentido, as ações didáticas aqui propostas são possibilidades que
poderão ser ampliadas pelos professores a partir de concepções comuns de
educação, criança, ensino, aprendizagem e avaliação, definidas em cada Proposta
Pedagógica. Nessas escolhas coletivas o professor terá como imprimir a
intencionalidade pedagógica, planejando de forma sistemática, porém de maneira
contextualizada visando à garantia do direito das crianças de ampliar seus
conhecimentos e de frequentar uma instituição educativa de qualidade.
A organização curricular do ensino fundamental é pautada nos princípios:
I éticos:
a) de justiça, solidariedade, liberdade e autonomia;
b) de respeito à dignidade humana e de compromisso com a promoção do bem de
todos, contribuindo para combater e eliminar quaisquer outras formas de
discriminação;

II - políticos:
a) de reconhecimento dos direitos e deveres inerentes à cidadania, de respeito ao
bem comum e à preservação do regime democrático e dos recursos ambientais;
b) da busca da equidade no acesso à educação, à saúde, ao trabalho, aos bens e
outros benefícios;
c) da exigência de diversidade de tratamento para assegurar a igualdade de direitos
13
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

aos estudantes que apresentem diferentes necessidades;


d) da redução da pobreza e das desigualdades sociais e regionais;

III - estéticos:
a) do cultivo da sensibilidade juntamente com a racionalidade;
b) do enriquecimento das formas de expressão e do exercício da criatividade;
c) da valorização das diferentes manifestações culturais, especialmente a da cultura
brasileira;
d) da construção de identidades plurais e solidárias.
Os princípios da organização curricular da educação básica estendem-se
à educação especial, assim como as diretrizes nacionais para a educação especial
às etapas e modalidades da educação básica.
O ensino fundamental tem por objetivo a formação do cidadão, mediante:
I - o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos o
pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo;
II - a compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, das artes, da
tecnologia e dos valores em que se fundamenta a sociedade;
III - a aquisição de conhecimentos e habilidades e a formação de atitudes e valores
como instrumentos para uma visão crítica do mundo;
IV - o fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de solidariedade humana e
de tolerância recíproca em que se assenta a vida social.

O currículo do ensino fundamental contém, obrigatoriamente, uma base


nacional comum complementada por uma parte diversificada, as quais não podem
ser consideradas como dois blocos distintos, devendo ser planejadas, executadas
e avaliadas como um todo integrado. Assegurando a abordagem transversal e
integradora de temas exigidos por legislação e normas específicas, e temas
contemporâneos relevantes, que influenciam a vida humana em escala global,
regional e local, tais como:
I - educação para o trânsito;
IX - processo de envelhecimento, respeito, valorização e direitos dos
14
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

idosos;
X - educação alimentar e nutricional;
XI - promover medidas de conscientização, prevenção e do combate a
todos os tipos de violência, principalmente a intimidação sistemática (bullying) no
âmbito das escolas;
XII saúde, sexualidade e gênero, vida familiar e social;
II - direitos das crianças e dos adolescentes;
III - educação ambiental;
IV - educação para o consumo;
V - educação fiscal;
VI - trabalho, ciência e tecnologia;
VII - cultura sul-mato-grossense e diversidade cultural;
VIII - - educação financeira;
XIII - educação em direitos humanos;
XIV - educação digital;
XV - superação de discriminações e preconceitos, tais como racismo,
sexismo, homofobias e outros.
A organização da oferta do ensino fundamental pauta-se, dentre outras,
nas seguintes diretrizes:
I - planejamento sistemático das atividades de ensino;
II - definição das competências específicas dos profissionais integrantes
da comunidade interna;
III - adoção de metodologias inovadoras e integradoras com vistas ao
alcance do rendimento escolar do estudante;
IV - valorização dos saberes adquiridos pelos estudantes fora do
ambiente escolar;
V - desenvolvimento de atividades e práticas pertinentes trazidas pela
comunidade, promovendo a sua integração no processo educativo, de forma a
diversificar a rotina escolar e ampliar os conhecimentos historicamente
acumulados;
VI - planejamento e desenvolvimento de atividades em outros ambientes
15
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

da comunidade e da região, desde que sejam asseguradas as medidas de


segurança aos estudantes;
VII - desenvolvimento de trabalhos em equipe e de projetos coletivos,
envolvendo professores e estudantes de diferentes faixas etárias;
VIII - desenvolvimento de projetos interdisciplinares, abrangendo as
diferentes áreas do conhecimento;
IX- proposição e desenvolvimento de projetos de pesquisa, utilizando
diferentes recursos;
X - atendimento especial a grupos com habilidades ou dificuldades
específicas;
XI - desenvolvimento de normas de convivência, visando ao exercício da
cidadania, à promoção de valores e de respeito ao bem comum.
Os conteúdos que compõem a base nacional comum e a parte
diversificada têm origem no desenvolvimento das linguagens, no mundo do
trabalho, na cultura e na tecnologia, na produção artística, nas atividades
desportivas e corporais, e na área da saúde.
Os conteúdos referentes à História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena e
às Relações Étnico-Raciais são ministrados em todo o currículo do ensino
fundamental, em especial nos componentes curriculares Arte e História.
O ensino de História deve assegurar as contribuições das diferentes
culturas e etnias para a formação do povo brasileiro, especialmente das matrizes
indígena, africana e europeia.
A Educação e o Ensino para o Trânsito é operacionalizada por meio de
projetos interdisciplinares incorporados ao currículo de todas as etapas da
educação básica.
O ensino da Cultura Sul-Mato-Grossense é parte do currículo da
educação básica, mais especificamente nos componentes curriculares Arte e
História.
O ensino da Arte, especialmente em suas expressões regionais, constitui
componente curricular obrigatório da educação básica.

16
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

A carga horária anual da etapa do ensino fundamental é de 800


(oitocentas) horas relogio, distribuídas no decorrer de 200 (duzentos) dias letivos,
não estando incluída a carga horária destinada aos exames finais.
Esta Unidade Escolar em conformidade com a BNCC e Currículo MS,
organiza o Ensino Fundamental em cinco áreas do conhecimento. Essas áreas,
como bem aponta o Parecer CNE/CEB nº 11/201025, “favorecem a comunicação
entre os conhecimentos e saberes dos diferentes componentes curriculares”
(BRASIL, 2010). Elas se intersectam na formação dos alunos, embora se preservem
as especificidades e os saberes próprios construídos e sistematizados nos diversos
componentes. Em que cada área de conhecimento explicita seu papel na formação
integral dos alunos DA EDUCAÇÃO Infantil e do Ensino Fundamental destacando as
particularidades para o Ensino Fundamental – Anos Iniciais e o Ensino Fundamental
– Anos Finais, considerando tanto as características do alunado quanto as
especificidades e demandas pedagógicas dessas fases da escolarização.
Cada área de conhecimento estabelece competências específicas de
área, cujo desenvolvimento deve ser promovido ao longo dos nove anos. Essas
competências explicitam como as dez competências gerais se expressam nessas
áreas.
Nas áreas que abrigam mais de um componente curricular (Linguagens e
Ciências Humanas), também são definidas competências específicas do
componente (Língua Portuguesa, Arte, Educação Física, Língua Inglesa, Geografia
e História) a ser desenvolvidas pelos alunos ao longo dessa etapa de escolarização.
As competências específicas possibilitam uma articulação horizontal entre
as áreas, perpassando todos os componentes curriculares, e também a articulação
vertical, ou seja, a progressão entre o Ensino Fundamental – Anos Iniciais e o
Ensino Fundamental – Anos Finais e a continuidade das experiências dos alunos,
considerando suas especificidades. Para garantir o desenvolvimento das
competências específicas, cada componente curricular apresenta um conjunto de
habilidades. Essas habilidades estão relacionadas a diferentes objetos de
conhecimento – aqui entendidos como conteúdo, conceitos e processos –, que, por
sua vez, são organizados em unidades temáticas.
17
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

O currículo do ensino fundamental ( ANEXO V) está organizado em


anos, abrange a população na faixa dos 6 (seis) aos 14 (quatorze) anos de idade e
se estende, também, a todos os que, na idade própria, não tiveram condições de
frequentá-lo, com duração de 9 (nove) anos, estrutura-se em:
I - anos iniciais, com 5 (cinco) anos de duração, atendendo à faixa etária
de 6 (seis) a 10 (dez) anos;
II - anos finais, com 4 (quatro) anos de duração, atendendo à faixa etária
de 11 (onze) a 14 (quatorze) anos.
No primeiro e segundo ano do ensino fundamental, a ação pedagógica
tem como foco a alfabetização, garantindo aos estudantes a apropriação do sistema
de escrita alfabética, a compreensão leitora e a escrita de textos adequados à faixa
etária desses estudantes.
Os dois anos iniciais do ensino fundamental, asseguram aos estudantes:
I - a apropriação do sistema de escrita alfabética, a compreensão leitora e
a escrita de textos com complexidade adequada à faixa etária dos estudantes;
II - o desenvolvimento da capacidade de ler e escrever números,
compreender suas funções, bem como o significado e uso das quatro operações
matemáticas.
Em relação às 5 (cinco) áreas de conhecimento e parte diversificada, o
currículo do ensino fundamental, está assim organizado:
I - Linguagens:
a) Língua Portuguesa;
b) Arte;
c) Educação Física;
d) Língua Inglesa;

II - Matemática:
a) Matemática;

III - Ciências da Natureza:


a) Ciências;
18
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

IV - Ciências Humanas:
a) História;
b) Geografia;

V - Ensino Religioso:
a) Ensino Religioso.
A oferta do componente curricular Ensino Religioso, para as escolas da
Rede municipal, do 6° ao 9°, é obrigatória, sendo a matrícula facultativa ao
estudante.

Avaliação
A avaliação da aprendizagem é um tema em constante discussão no
cenário educacional, visto que se trata de uma etapa imprescindível e indissociável
do cotidiano escolar. Porém, é fundamental superar a concepção histórica que a
considera sinônimo de medir, atribuir notas e classificar – ação seletiva e excludente
– em nome de uma prática comprometida com a aprendizagem e que possibilite ao
professor repensar e reconstruir incessantemente seu exercício pedagógico.
Esta Unidade escolar conforme a Lei de Diretrizes e Bases da Educação
Nacional – LDB e em conformidade com a proposta do Currículo MS, adotado por
esta escola, propõe a avaliação como meio de diagnosticar o desempenho e de
promover novos conhecimentos, alicerçada numa perspectiva dinâmica,
diversificada, inclusiva, democrática, comprometida com o desenvolvimento integral,
valorizando o diálogo e a mediação, objetivando a melhoria permanente da
aprendizagem, portanto, coerente com os mais diversos modos de aprender.
Face ao exposto, o processo avaliativo será um caminho para
potencializar a aprendizagem, dessa forma norteando o trabalho do professor,
fornecendo subsídios para orientar o seu fazer pedagógico, possibilitando, quando
necessário, o replanejamento das suas atividades, refletindo sobre objetivos,
estratégias metodológicas e avaliativas. Será, portanto um meio para acompanhar o
desenvolvimento de crianças, adolescentes e jovens no cotidiano escolar.
19
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Diante dessa proposta, os professores irão realizar planejamentos


flexíveis, que estabeleçam diálogos com as experiências cotidianas da escola e
reflitam a diversidade do público atendido, com um papel essencial no processo,
tendo claro que o propósito da avaliação está alicerçado no ato de conhecer,
compreender e respeitar os indivíduos de acordo com suas diferenças, bem como
nas estratégias próprias de aprendizagem. Dessa forma, conseguirá planejar
atividades avaliativas que atendam às necessidades de cada um e do grupo como
um todo.
Nesse contexto, os instrumentos de avaliação serão planejados com a
finalidade de subsidiar a análise em relação à aprendizagem, observando as
dificuldades das crianças, dos adolescentes e dos jovens e incentivando-os para que
possam prosseguir e aprender de forma significativa e contínua.
Os instrumentos avaliativos serão diversificados, com critérios claros,
condizentes com a prática pedagógica e com os objetivos do processo de ensino e
aprendizagem, atendendo às especificidades e intencionalidades, não devendo sua
escolha ser aleatória, pois possui um caráter metódico e pedagógico (SILVA, 2010).
Portanto, o trabalho do professor contemplará a diversidade do público
atingido, levando a uma análise investigativa dos dados e que retrate o nível de
conhecimento em que os alunos se encontram em prol do processo de
aprendizagem. O ato avaliativo só se concluirá com a tomada de decisão acerca do
que fazer com a situação detectada, com a consequente indicação de caminhos
adequados para a ampliação dos saberes, alicerçando suas concepções de
formação de pessoas em sua integralidade – autônomas, críticas e conscientes.
Esta escola adotará a avaliação da aprendizagem dos estudantes de forma
processual, formativa e somativa, além de ser contínua, cumulativa e diagnóstica,
cujo resultado deverá expressar o rendimento diário, bimestral, anual e final.
A escola oferece o processo de classificação, em conformidade com o
previsto no Regimento Escolar.
A avaliação da aprendizagem dos estudantes, que frequentam turmas de
aceleração de estudos, é responsabilidade dos docentes que nelas atuam,
apreciada pelo Conselho de Classe, lavrados em Atas e arquivadas na escola em
20
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

conformidade com as normas vigentes.


A obtenção de aceleração de estudos, com aproveitamento suficiente,
será registrada nas Atas de Resultados Finais específicas da turma de aceleração
de estudos e o estudante deverá ser posicionado no ano compatível com a sua
idade.
O registro escolar, dos documentos que atestam os resultados da
avaliação da aprendizagem para a devida regularidade da aceleração de estudos,
será realizado em conformidade com a legislação vigente.
A escola tambem oferece o Avanço Escolar, que significa a promoção do
estudante para a fase de estudos superior àquela em que se encontra matriculado,
desde que apresente características especiais e que comprove maturidade e pleno
domínio dos conhecimentos relativos ao ano escolar em que está posicionado., em
que será oferecido ao requisitante e ou ao alu no que apresentar um aproveitamento
igual ou superior a 80% (oitenta por cento) nos componentes curriculares cursados
nos 3 (três) anos anteriores ao que se encontra matriculado; O aproveitamento será
a média resultante da somatória das notas dos bimestres. Os documentos referentes
ao processo, objeto do avanço escolar, devem ser arquivados no prontuário do
estudante, devidamente visados pelo servidor responsável pela inspeção escolar.
Na Educação Infantil, a avaliação não tem caráter de promoção,
inclusive para o acesso ao ensino fundamental, e visa diagnosticar e acompanhar o
desenvolvimento da criança em todos os seus aspectos. é um instrumento de
reflexão sobre a prática pedagógica na busca de melhores caminhos para orientar a
aprendizagem e o desenvolvimento das crianças nos seus aspectos: afetivo, físico,
cognitivo, cultural e social. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - Lei n.
9.394/96, no que se refere à avaliação na Educação Infantil, dispõe no artigo 31,
incisos I e V, que:
Art. 31. A educação infantil será organizada de acordo com as seguintes
regras comuns:
I - avaliação mediante acompanhamento e registro do desenvolvimento
das crianças, sem o objetivo de promoção, mesmo para o acesso ao ensino
fundamental;
21
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

V - expedição de documentação que permita atestar os processos de


desenvolvimento e aprendizagem da criança (BRASIL, 1996).
Portanto , a avaliação levará em conta o desenvolvimento infantil, não
para medir o conhecimento da criança, “sem o objetivo de seleção, promoção ou
classificação”, conforme a Resolução CNE/CEB n. 005/2009, mas sim para
conhecê-la, auxiliar no seu desenvolvimento, comparando o nível de conhecimento
prévio com o que ela adquiriu no processo de aprendizagem, considerando que
cada criança tem seu tempo e faz sua própria leitura dos objetos. Portanto, há que
se atentar para o fato de que os objetivos e os avanços no processo de
aprendizagem acontecem e se manifestam em diferentes tempos e formas distintas
para cada criança. A aquisição de conhecimentos não acontece de forma linear; a
análise deve ser individual e gradativa.
Para o registro do desenvolviemnto da criança será utilizado fichas, em
que serão informados os aspectos físicos, psicológicos, intelectual e social,
mediante os múltiplos registros por meio da observação, dos relatorios e portfolios
atentando à realização das atividades, das brincadeiras e das interações das
crianças, que, além de acompanhar e avaliar, chegue às famílias com o objetivo de
conhecerem o trabalho desenvolvido na escola.
No 1º (primeiro) ano do ensino fundamental os docentes devem elaborar
Parecer Descritivo sobre as atividades de avaliação, nos mesmos parâmetros da
educação infantil, utilizando-se do Instrumento de Registro de Aprendizagem,
elaborado e disponibilizado pela SEMEC.
O docente deverá adotar diversas atividades avaliativas e estratégias de
ensino, com objetivos claramente definidos em cada atividade proposta, planejando,
elaborando e redimensionando as atividades avaliativas, quando necessário,
garantindo que os objetivos educativos determinados sejam alcançados.
Cabe à direção e coordenação pedagógica acompanhar a aplicação de
diversas atividades avaliativas, com vistas à aprendizagem dos estudantes.
A apuração do rendimento escolar do estudante do 1º (primeiro) ano do
ensino fundamental é registrada, bimestralmente, por meio de Instrumento de
Registro da Aprendizagem, emitido pelos professores da turma.
22
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

A apuração do rendimento escolar, no ensino fundamental é calculada


por meio da média aritmética dos resultados bimestrais, de acordo com a seguinte
fórmula:
1º MB + 2º MB + 3º MB + 4º MB = MA
I- MA = 6,0
II - MA = Média Anual por componente curricular;
III - MB = Média Bimestral por componente curricular.
Quando o estudante, na etapa do ensino fundamental realizar a matrícula
após o início do ano letivo, os índices de aproveitamento da aprendizagem serão
considerados a partir da data da matrícula.
A atribuição de notas é o resultado da aplicação de várias técnicas e
instrumentos de avaliação.
Ao final de cada bimestre do ano letivo é registrada uma média que
represente o aproveitamento escolar do estudante para cada componente curricular,
a partir do 2º (segundo) ano do ensino fundamental.
É encaminhado para exame final o estudante com média anual inferior a
6,0 (seis).
O estudante que não atingir a frequência mínima de 75% (setenta e cinco
por cento) da carga horária, à qual esteja obrigado a cursar, não tem direito de
prestar o exame final, independentemente dos resultados obtidos no
aproveitamento.

Progressão continuada

Do 1o (primeiro) para o 2o (segundo) ano do ensino fundamental o estudante usufrui


da progressão continuada (PC).
Cabe à direção e à coordenação pedagógica organizar, acompanhar e
avaliar o planejamento e a execução do trabalho pedagógico realizado pelo corpo
docente das etapas do ensino fundamental, de acordo com as diretrizes emanadas
da Secretaria de Municipal de Educação.
23
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

A Secretaria de Municipal de Educação deve proporcionar capacitação


aos professores, com objetivo de melhorar a atuação pedagógica.
Fica a cargo da Secretaria Municipal de Educação adequar a lotação de
professores para a implantação das Matrizes Curriculares aprovadas, nos termos da
legislação própria.

7.1. GESTÃO ESCOLAR

A Direção desta Instituição de Ensino é responsável pela administração


da escola, executando, supervisionando e coordenando todas as atividades do
estabelecimento, quer administrativa, quer pedagógica, quer financeira, e é exercida
por profissional graduado em nível V. Na ausência do Diretor(a) o coordenador(a)
pode responder por ela.
A Direção Escolar deverá conferir atentamente a Matriz Curricular a ser
implantada, certificando os componentes curriculares e a carga horária.
Os gestores desta Instituição, respeitando as normas comuns e as do
Sistema Municipal, Estadual e Federal de Ensino:
 Elaboram e executa o seu Projeto Político Pedagógico;
 Asseguram o cumprimento dos dias letivos e horas-aula estabelecidas;
 Velam pelo cumprimento do Plano de Trabalho de cada docente;
 Proveem meio para a recuperação paralela em período contrário ao
que os alunos estudam;
 Se relacionam com as famílias através de reuniões, debates,
promoções etc.;
 Informam aos pais e responsáveis sobre a frequência e rendimentos
dos alunos, trabalho em parceria com o Conselho Tutelar e Promotoria.
Compete à Direção Escolar a apresentação e ampla divulgação, do
calendário e do conteúdo ao corpo docente e demais segmentos da comunidade
escolar, com leitura criteriosa nos dias de Jornada Pedagógica e zelar pelo seu
cumprimento
24
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

A Coordenação Pedagógica é responsável imediata pela função


destinada a superintender, articular, coordenar e supervisionar a estrutura e a
organização do funcionamento pedagógico educacional da escola, em direta
subordinação à Direção. O Coordenador(a) Pedagógico poderá ser um Especialista
em Educação, concursado para o cargo ou um professor(a) coordenador(a),
Pedagogo(a) concursado ou designado(a) pela Secretaria Municipal de Educação e
Cultura.
Por ora, o Diretor é encarregado de todos os registros da vida escolar
dos alunos, bem como do arquivamento e correspondência geral da Escola e está
subordinado a Secretária de Educação e Cultura, exercendo a função de secretário
Escolar.
Por ser uma escola Rural, o diretor desenvolve duas funções: direção e
secretário. O quadro docente hoje conta com 07 professores, todos habilitados em
nível superior, sendo somente 03 em área específica (02 em Letras e 01 em
História).

7.2. ORGANIZAÇÃO DO TEMPO E ESPAÇO

A Instituição atendendo aos dispostos na Constituição Federal, Conselho


Estadual de Educação e LDB da Educação oferecem:
Educação Infantil, atendendo a faixa etária de 04 a 05 anos de idade;
Ensino Fundamental I e II, desenvolvidos em 09 anos, sendo do 1º ao 9º
ano;
A carga horária anual é de 840 horas distribuídas em 200 dias letivos de
efetivo trabalho escolar, conforme Calendário Escolar (ANEXO I).
A duração da aula é de 50 (cinquenta) minutos, sendo que a jornada
mínima diária nos anos iniciais e finais do ensino fundamental é de 4h10min (quatro
horas e dez minutos).
O horário escolar semanal obedece à seguinte organização:
I - anos iniciais:

25
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

a) 17 (dezessete) aulas para o professor regente dos componentes


curriculares Ciências, Matemática, História, Geografia e Língua Portuguesa;
b) 8 (oito) aulas distribuídas para os professores que ministram os componentes
curriculares de Arte, Educação Física, Língua Inglesa;
b) II - anos finais - 5 (cinco) aulas, diárias, durante os cinco dias da
semana.
Compreendendo por área, conforme Matriz Curricular (ANEXO II):
a) 2 aulas por semana para os componentes curriculares: Ciências, ,
História, Geografia, Noções básicas de Turismo, Língua Estrangeira Moderna Inglês
e Educação Física
b)01 aula por semana para os componentes curriculares: Ensino
Religioso e Arte
c)06 aulas por semana para o componente curricular Língua portuguesa
d)05 aulas por semana para o componente curricular Matemática.
O Calendário Escolar consiste em expressar a ordenação temporal das
atividades previstas pela Instituição Escolar, obedecendo a legislação vigente,
contendo as seguintes indicações prioritariamente:
Período inicial de matrícula;
Início das atividades docentes;
Feriados;
Previsão mensal de carga horária e dias letivos;
Reunião de Conselho de Classe;
Exame final;
Recesso e Férias Escolares;

Serão considerados dias letivos aqueles em que as aulas forem normais e


ou comemoração cívicas e festivas na Instituição Escolar, ou ainda em atividades
extraclasse, com a participação efetiva de professores e alunos.
Quando houver necessidade de interrupção de aulas, o cumprimento
dessas deverá ser efetivado, em formas: presencial, aulas programadas e ou
Atividades Pedagogicas Complemntares, atraves de Ensino remoto Emergencial ou
26
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Aulas EAD, alterando-se assim, o Calendário Escolar.


O ano escolar só pode ser encerrado após os cumprimentos de carga
horária e dias letivos fixados nas normas legal vigentes.
São cinco aulas diárias de 50(cinquenta minutos) cada uma, iniciando o
turno matutino às 7h e término às 11h20min com intervalo de 10(dez) minutos de
intervalo(recreio). No turno vespertino inicia às 13h e término às 17h20min com
intervalo de 10(dez) minutos(recreio).
Matricula
A matrícula é a medida administrativa que formaliza o ingresso legal do
estudante na escola, é requerida pelo candidato, se maior de idade, ou pai/mãe ou
responsável, se menor de idade.
A direção da escola, no ato da matrícula, fica obrigada a dar ciência ao
estudante, se maior de idade, ou pai/mãe ou responsável, se menor de idade, do
Projeto Político-Pedagógico e do Regimento Escolar.

Aos candidatos à matrícula exigir-se-ão os seguintes documentos:


I - requerimento assinado pelo estudante, se maior de idade, ou pai/mãe
ou responsável, se menor de idade;
II - cópia da Certidão de Nascimento ou Casamento, acompanhada do
original, para conferência e autenticação pela secretaria da escola;
III - cópia do Cadastro de Pessoa Física (CPF), se houver;
IV - Ementa Curricular, se for o caso;
V - Guia de Transferência, original;
VI - Histórico Escolar, original, se for o caso;
VII - cópia da Carteira de Vacinação, conforme legislação vigente;
VIII - cópia do comprovante de residência, ou declaração, se for o caso;
IX - cópia do cartão do SUS;
X - cópia do documento de comprovação de guarda legal, do estudante
menor de idade, conforme o caso.
No caso do matriculando não possuir a Carteira de Vacinação, seu
responsável terá o prazo de 30 (trinta) dias para providenciá-la, junto ao órgão
27
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

competente. Quando do não cumprimento do prazo estipulado, a direção da escola


deverá comunicar ao Conselho Tutelar e à Coordenação Geral do Programa
Nacional de Imunizações, da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), para as
providências necessárias. Em caso excepcional, a escola pode aceitar cópia da
Cédula de Identidade (RG), em substituição aos documentos desde que
acompanhada do documento original, para conferência e autenticação.
Quando da matrícula de estudante estrangeiro, exigir-se-á cópia da
documentação comprobatória de seu registro no Serviço de Estrangeiro da Polícia
Federal, observadas, ainda, as exigências previstas na legislação vigente.
Quando da matrícula em Regime de Progressão Parcial, a escola
observará os critérios definidos pela Resolução.
Quando da matrícula de estudante com deficiência, transtornos globais
do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação, os pais ou o responsável,
deverão informar à escola, mediante laudo que identifique o tipo de deficiência ou
superdotação.
No ato da matrícula, o estudante, se maior de idade, ou pai/mãe ou
responsável, se menor de idade, aceitarão e obrigar-se-ão a respeitar o disposto
nesta Resolução e as determinações do Regimento Escolar, que deverão estar à
disposição para seu conhecimento.
Ao assinar o requerimento de matrícula, o interessado confirma que está
de acordo com os dispositivos dos referidos documentos.
A matrícula, mediante a apresentação apenas de Declaração de
Escolaridade, terá seu deferimento condicionado ao preenchimento do Termo de
Compromisso e assinatura prévia do estudante, se maior de idade, ou pai/mãe ou
responsável, se menor de idade.
Deferida a matrícula, os documentos apresentados passam a integrar o
prontuário do estudante.
As irregularidades de vida escolar, constatadas após o deferimento da
matrícula, são de inteira responsabilidade da direção da escola, exceto no caso de
matrícula com apresentação da Declaração de Escolaridade.
considerada matrícula cancelada (MC) a efetivada com documentos
28
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

falsos ou adulterados.
Quando da matrícula de estudantes com escolaridade proveniente do
exterior, a escola recipiendária deverá realizar a equivalência de estudos, conforme
a legislação vigente.
A idade para ingresso no 1 o (primeiro) ano do ensino fundamental será
de 6 (seis) anos completos ou a completar até o dia 31 de março do ano em que
ocorrer a matrícula.
As crianças que completarem 6 (seis) anos após a data estabelecida
deverão ser matriculadas na Educação Infantil, na pré-escola.
A matrícula inicial poderá ser realizada em qualquer época do ano letivo,
desde que haja vaga.
A matrícula por transferência é aquela pela qual o estudante, ao se
desvincular de uma escola, vincula-se a outra congênere, para prosseguimento dos
estudos.
Quando houver dificuldade de traduzir conceitos em notas, cabe ao
Conselho de Classe da escola recipiendária decidir sobre o significado dos símbolos
ou conceitos usados.
Em caso de matrícula de estudante oriundo de escola com organização
curricular diferenciada, a escola irá elaborar um Portaria mediante classificação,
acompanhada pela SEMEC, por análise documental, para posicionar o estudante,
preservando sua vida escolar pregressa.
A aceitação da matrícula por transferência de estudante com
escolaridade procedente de país estrangeiro depende do cumprimento, por parte do
interessado, de todos os requisitos legais vigentes.
Quando da matrícula realizada por meio de Declaração de Escolaridade,
a direção da escola procederá ao deferimento da matrícula, mediante preenchimento
de Termo de Compromisso, a ser assinado pelo estudante, se maior de idade, ou
pai/mãe ou responsável, se menor de idade, assegurando: que a transferência seja
entregue em conformidade com o prazo estabelecido na Declaração de
Escolaridade da escola de origem e/ou com o Termo de Compromisso firmado na
escola recipiendária; que a matrícula seja cancelada se não houver a entrega da
29
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

transferência no prazo estabelecido na declaração de escolaridade e/ou Termo de


Compromisso firmado na escola; dar conhecimento prévio da classificação, por
avaliação, ao estudante se maior de idade, ou pai/mãe ou responsável, se menor de
idade, com lavratura da decisão em Ata.

Classificação
Para a realização da classificação, o estudante, se maior de idade, ou
pai/mãe ou responsável, se menor de idade, deve requerer a classificação, em
conformidade com o previsto no Regimento Escolar.
Os registros referentes ao aproveitamento e à assiduidade do estudante,
até a data da matrícula na escola recipiendária, são atribuições exclusivas da escola
de origem.

Inclusão
A Constituição Federal (1988) e a Lei de Diretrizes e Base da Educação
Nacional, Lei nº 9394/96, estabelecem que a educação seja um direito de todos,
garantindo atendimento educacional especializado aos portadores de necessidades
especiais.
A Educação Inclusiva propõe que todas as pessoas com necessidades
especiais estejam matriculadas na sala regulares, nossa escola se tornará mais
democrática à medida que acolher, educar e ensinar a todos, ao mesmo tempo em
que respeite as diferenças individuais estimulando em especial o desenvolvimento
da capacidade do aluno de aprender a aprender.
A Educação Inclusiva tem sido conceituada como um processo de educar
em conjunto e de maneira incondicional, nas classes do ensino regular, beneficiando
a todos independente de condições físicas, sociais ou intelectuais. O compromisso
desta Instituição Escolar é saber respeitar as diferenças e particularidades,
cultivando sentimentos de respeito e de solidariedade.
A Instituição Escolar deverá mudar de postura adequando-se -para
receber os portadores de necessidades educativas, pois, os portadores de
necessidades especiais têm o direito de ingressar o momento que desejar no ensino
30
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

regular e aqueles que transferidos devem ser matriculados com alunos com
igualdade de grau de escolarização.
Com relação ao currículo e avaliação da aprendizagem no artigo 59,
I(LDB), diz que devem ser os mesmos aplicados aos outros alunos, variando
somente na metodologia que deve ser adaptada as necessidades de cada um.
Quanto ao rendimento escolar no artigo 24, V(LDB), ressalta que deverá
ser contínuo e cumulativo, devendo levar em considerações as adaptações
curriculares necessárias, prevalecendo os aspectos qualitativos e os aspectos de
comportamento social.
A inclusão no ensino fundamental pode variar de acordo com a deficiência
e o modo de ser atendido esse aluno portador de necessidades especiais.
O aluno incluso transferido deverá receber da escola o histórico escolar
acompanhado de uma ficha de avaliação e cópia do parecer pedagógico assinado
pelo professor regente de sua turma e deverá ser confidencial quando necessário à
escola em que irá recebê-lo.
O aluno PNES que estiverem em sala regular deverá obter os mesmos
direitos de promoção estabelecidos para os demais alunos.
Através da Lei nº 1.121 de 19 de outubro de 2010 ficou instituído no
âmbito do Município de Bonito MS o “Dia e a semana Municipal da Pessoa com
Necessidades Especiais” onde será comemorado anualmente no dia 03 de
dezembro e será integrado no calendário oficial de eventos do município. Na
semana da Pessoa com Necessidades Especiais o município promoverá ações
culturais, esportivas, recreativas e educativas com a participação das pessoas com
necessidades especiais e das instituições que as representam e realizará entre
outras atividades.
Os passeios turísticos deverão ser realizados com ônibus ou veículos
adaptados, se necessário, com programação elaborada de acordo com os
interesses e necessidades da comunidade envolvida, contemplando locais e áreas
rurais e urbanas consideradas turísticas ou de preservação ambiental.
OBS.A escola não possui alunos portadores de necessidades especiais.
A família e a escola formam uma equipe. É fundamental que ambas
31
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

sigam os mesmos princípios e critérios, como a mesma direção em relação aos


objetivos que desejam atingir.
Ressalta-se que mesmo tendo objetivos em comum, cada uma deve
fazer sua parte para que atinja o caminho do sucesso, que visa conduzir crianças e
jovens a um futuro melhor. O ideal é que família e escola tracem as mesmas metas
de forma simultânea, propiciando ao aluno uma segurança na aprendizagem de
forma que venha criar cidadãos críticos capazes de enfrentar a complexidade de
situações que surgem na sociedade.
Existem diversas contribuições que tanto a família quanto a escola
podem oferecer, propiciando o desenvolvimento pleno respectivamente dos seus
filhos e dos seus alunos. Alguns critérios devem ser considerados como prioridade
para ambas as partes.
Para garantir um ambinete propicio ao desenvolvimento das habilididades
a escola tem como estratégias: Planejar ações integradas com base nas reais
necessidades; Proporcionar ao aluno uma educação mais humana e participativa;
Possibilitar aos envolvidos uma ampla participação nas discussões nas decisões
relativas ao funcionamento da escola tanto no que diz respeito ao administrativo
quanto ao pedagógico; Proporcionar aos professores uma formação continuada
sobre novas posturas e propostas em educação; Realizar encontros pedagógicos
para troca de experiências; Buscar a interdisciplinaridade; Manter o crescimento
constante do processo ensino-aprendizagem através da construção do
conhecimento e autoavaliações; Trabalhar com as diferenças individuais e, com a
aprendizagem própria de cada aluno; Planejar estratégias para recuperar os alunos
que não alcançaram índices suficientes; Organizar e promover atividades culturais
inter e extraclasse; Incentivar a leitura, interpretação e produções da escrita; Buscar
e manter o bom relacionamento entre alunos e funcionários; Participar das
atividades e promoções locais; Desenvolver visitas aos alunos com deficiências de
presença à escola; Buscar e manter o bom relacionamento entre professores e
direção.
A leitura infantil deve acontecer desde quando a criança inicia seus
primeiros contatos com o concreto e esse ato deve ser estimulado primeiramente
32
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

pela família pois, desde que a criança começa a entender o mundo ela tem o direito
de desfrutar dessa maravilha que é a leitura e, essa prática deverá persistir
principalmente no cotidiano em sala de aula, porém não só como uma atividade
rotineira mas, prazerosa como uma arte e prazer.
Quanto a leitura e escrita: As instituições de ensino, em seus moldes
atuais, estão sendo consideradas, por teóricos e educadores, como instituições
falidas, que não cumprem mais sua missão: integrar o indivíduo ao meio social em
que vive. Isto se deve porque escolas impõem um modo único de saber, não se
adaptando ao pluralismo cultural. Por isso, mudanças de paradigmas são
necessárias, com o objetivo de tornar mais eficiente o dia-a-dia escolar. Este artigo
discute a necessidade de ressignificação do trabalho do professor para que este,
independentemente de sua área de atuação, utilize o ensino da leitura e da escrita
como prática social, considerando suas próprias experiências, teorias acadêmicas
fundamentadas.
Dessa forma serão promovidas mudanças significativas na escola, para
que esta possa ser um instrumento de inserção do sujeito na sociedade pós-
moderna. Para cumprir esse intento, os professores, profissionais da educação
devem ser estimulados a uma verdadeira inovação pedagógica, fundamentada em
práticas e concepções educacionais, mediada também pela Tecnologia da
Informação e Comunicação.
Quanto aos recursos tecnológicos: A comunicação é uma necessidade
humana e como tal, lançamos mão diariamente das mais diversas tecnologias para
nos relacionarmos melhor na hora da troca de informações, no registro dos fatos,
nas demonstrações dos sentimentos e nas expressões das ideias, por estar numa
área rural, não dispomos de uma internet de ponta, mas utilizamos o que dispomos
para realizar pesquisas, novas atividades, comunicação com a familia e com o
proprio aluno.
É certo que os cursos mediados tecnologicamente contribuem para o
planejamento e implementação de aulas mais dinâmicas, levam os alunos a
explorarem de maneira significativa as tecnologias para ampliar seus conhecimentos
e atuação no mercado de trabalho e no meio em que vivem. Portanto acreditamos
33
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

que aquilo que os docentes realizam com as ferramentas tecnológicas é o grande


diferencial no seu trabalho e não somente as tecnologias por si só.

8. RELAÇÕES ENTRE A ESCOLA E A COMUNIDADE

A educação abrange os processos formativos que se desenvolvem na


vida familiar na convivência humana, no trabalho, nas instituições de ensino e
pesquisa, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas
manifestações culturais.
Esta Unidade escolar possui uma APM (Associação de Pais e Mestres)
sendo uma Entidade Civil, com personalidade Jurídica, sem fins lucrativos que
colabora com o aprimoramento do processo educacional, presta assistência ao
aluno, representa as aspirações da comunidade e dos pais junto à Instituição de
Ensino, mobiliza recursos humanos, angaria recursos materiais para a manutenção
do estabelecimento de ensino e para realizações de projetos escolares e aplica
corretamente os recursos do PDDE na escola, verbas anuais federais que são
enviadas para a Instituição Escolar, esta unidade já foi contemplada com o PDDE e
o PMALFA. É regida por um estatuto próprio, nos termos da legislação vigente. É
compreendido por um Presidente (pai de aluno) e Vice, primeiro e segundo
tesoureiro (professor e pai de aluno), primeiro e segundo secretário (professor e pai
de aluno), três Fiscais Deliberativos (pais de alunos), um Diretor de Esportes( pai de
aluno) , um Diretor Cultural e um Diretor Social ( pais de alunos) e ou professor). As
reuniões acontecem geralmente nas dependencias da escola bimestralmente ou
quando se fizer necessaria.

Conselho Escolar
O Conselho Escolar é articulado com a gestão da Escola Municpal Rural
Ozorio Jacques e fundamentado nos princípios legais que regem a gestão
democrática da educação. Constitui-se em colegiado de natureza consultiva,
deliberativa, fiscalizadora e mobilizadora, formado por representantes de todos os
34
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

segmentos da comunidade escolar.


A escola possui um Conselho Escolar, que tem a finalidade de
dinamizar sua atuação e facilitar a organização e tem como finalidade aprovar seu
regimento interno elaborado em consonância com a legislação vigente; aprovar o
Projeto Político Pedagógico do Estabelecimento de Ensino em consonância com a
Secretaria Municipal de Educação; criar e garantir formas de participação efetiva e
democrática da comunidade escolar; divulgar periódica e sistematicamente
informações eferentes ao uso de recursos financeiros, resultados obtidos e
qualidade dos serviços prestados; Participar do processo de discussão,elaboração
ou alteração do regimento escolar ou seus segmentos; propor e coordenar a
discussão junto aos segmentos da comunidade escolar e votar alterações no
currículo escolar, respeitando a legislação vigente; convocar assembleias gerais;
participar da elaboração do calendário escolar, no que competir ao estabelecimento
de ensino; fiscalizar a gestão administrativa, pedagógica e financeira do
estabelecimento de ensino;acompanhar a evolução dos indicadores educacionais
(ausência escolar, aprovação, aprendizagem, retenção entre outros) propondo,
quando necessário, intervenções pedagógcas visando à melhoria da qualidade
social da educação escolar.
O Conselho Escolar é composto pelo diretor desta escola, como
“membro nato”; por 02 (dois) pais de alunos; 02 (dois) alunos de 12 anos acima; 03
(três) professores e 01 (um) funcionário administrativo. O Conselho Escolar elege
entre seus membros um presidente,um vice-presidente e um secretário.
O Conselho Escolar reuni ordinariamente uma vez por mês e
extraordinariamente, quando for necessário, e funciona somente com quórum
mínimo de metade mais 01(um) de seus membros. E suas reuniões são registradas
em um livro Ata, que se encontra nos arquivos da escola..

Familia na escola
As reuniões e encontros do Projeto Família e Escola, serão feitos
conforme o calendário escolar ou de caráter de urgência quando todos têm que
tomar decisão em comum.
35
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Ocorrerá de forma participativa, com apresentações de trabalhos e


projetos desenvolvidos pelos alunos, a comunidade e os alunos serão convidados a
se apresentarem numa proposta cultural. Será um momento de interação, fortalendo
a relação familia/escola, em a comunidade deverá ser ouvida.
Os pais têm livre acesso a escola e em qualquer momento.

9. CRITÉRIOS E FORMAS DE AVALIAÇÃO DE APRENDIZAGEM

A avaliação da aprendizagem tem como premissas legais os artigos 12,


13 e 24 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional que em síntese nos
quais esta escola se reporta às incumbencias para tal, com seus docentes no
cumprimento das regras da organização da Educação Basica.
Dessa forma propõe-se em provimento de meios de recuperação dos
aprendizes de menor rendimento, zelando pela aprendizagem das crianças e
adolescentes, estabelecendo estratégias de recuperação e avaliação contínua e
cumulativa de desempenho, com prevalência dos aspectos qualitativos sobre os
quantitativos e dos resultados ao longo do período sobre os de eventuais provas
finais.
De acordo com o Parecer CNE/CEB n. 11/2010 “A avaliação do
estudante, a ser realizada pelo professor e pela escola, é redimensionadora da ação
pedagógica e deve assumir um caráter processual, formativo e participativo, ser
contínua, cumulativa e diagnóstica” (BRASIL, p. 123, 2010).
Portanto, torna-se relevante o diagnóstico individual das crianças e dos
adolescentes para que o professor organize o trabalho pedagógico de modo a
ampliar os conhecimentos de todos os sujeitos.
Dessa forma, o docente utilizará instrumentos avaliativos que o favoreçam
na coleta do maior número de informações que traduzam os conhecimentos
apreendidos, não apreendidos e os ainda não adquiridos.
Destacam-se como condições necessárias ao docente para o ato de
avaliar: selecionar estratégias didáticas coerentes com as habilidades a serem
desenvolvidas e aos objetos de conhecimento apreendidos; estabelecer diferentes
36
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

instrumentos avaliativos e que estes estejam em conformidade com as habilidades e


objetos de conhecimentos desenvolvidos nas atividades; reconhecer variáveis que
interferem no processo avaliativo; e conhecer os processos de aprendizagem nas
crianças e nos adolescentes. Além disso, ter clareza na relação direta entre objetos
de conhecimentos, habilidades, metodologias e instrumentos avaliativos.
Por fim, cremos que o docente possui papel fundamental no processo de
avaliação, haja vista que avaliar é um dos itens do processo de aprendizagem e que
não pode ser resumida a realização de testes, provas, atribuição de notas ou
conceitos, mas sim à atividade de mediação. Nesse sentido, o docente, enquanto
profissional mediador possibilitará às crianças e aos adolescentes a ampliação dos
conhecimentos, bem como agirá de maneira autônoma, com responsabilidade,
resiliência e determinação.
Nesse processo de mediação, o professor assume uma postura reflexiva
da aprendizagem, que sustentará e orientará sua intervenção pedagógica. Reflexão
essa que considerará a avaliação como mediadora, a favor da democratização e
permanência do estudante na escola e promoção qualitativa, que ocorrerá mediante
uma postura e compromisso do professor com a realidade educacional e social que
enfrenta, visando ao progresso dos estudantes nos estudos, aprendizagem e
sucesso em seu desempenho, avaliando a criança, o adolescente e o jovem, a si
mesmo, a própria avaliação, os erros e sucessos, assim, realizando as devidas
interferências, com base nos resultados obtidos. Dessa forma, considerando os
ritmos de aprendizagem de cada estudante, oportunizando a descoberta de
melhores soluções, com avaliação mediadora e sucesso no desempenho. Ainda,
acompanhando passo a passo o processo de ensino-aprendizagem, com objetivos
propostos a fim de constatar progressos, dificuldades e reorientar o trabalho para
correção necessárias, sendo assim uma reflexão sobre o nível de qualidade do
trabalho escolar, tanto do professor quanto dos alunos.
É parte integrante do nosso processo educativo, e visa determinar o
alcance dos objetivos educacionais: fornecendo as bases para o planejamento;
propiciando ao aluno, condições de avaliar o seu conhecimento e desenvolver o
espírito crítico; aperfeiçoando o processo ensino-aprendizagem e apurando o
37
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

rendimento escolar do aluno, em vistas a sua promoção e continuidade de estudos.


Será realizada de forma contínua sistemática e integral, ao longo de todo
o processo ensino-aprendizagem, observando o comportamento do aluno nos
domínios cognitivo, afetivo e psicomotor, através de diferentes técnicas e
instrumentos, nas etapas de Educação Infantil e Ensino Fundamental, utilizando da
observação, registros, portfolios, testes, avaliações, simulados, Feedback 360º: uma
avaliação em grupo que tem o objetivo de analisar os estudantes em âmbitos
individual e grupal, elaborarando um formulário com perguntas que estimulem a
reflexão; orientando os alunos a fazerem uma autoavaliação com base nas
perguntas; solicitando a apresentação das respostas; indicando à turma para avaliar
os colegas; Rubrica: definindo as expectativas de aprendizagem e de desempenho;
elaborando uma tabela com os objetivos; estabelecendo níveis de aprendizagem
para identificar o domínio dos alunos; orientando a reflexão dos estudantes sobre o
aprendizado.
Os alunos serão avaliados através de provas mensais, bimestrais e
trabalhos extraclasse, podendo ser feito de forma descritiva ou oralmente,
observando o desenvolvimento individual e, sendo aplicados recursos que venha
auxiliar o educando, respeitando os valores sociais, as habilidades, os
conhecimentos, as atitudes e competências adquiridas, que serão entregues na
secretaria pelo coordenador(a) Pedagógico(a) ao final do semestre e no
encerramento do ano letivo.
Entre as possibilidades de avaliação estão: dimensões de esforço e
dedicação, proficiência ou avanço pelas etapas da atividade, e habilidades e
competências exercidas.
Na Educação Infantil a avaliação fara-se mediante acompanhamento e
registro do seu desenvolvimento, sem objetivo de promoção, mesmo para o acesso
ao Ensino Fundamental, atraves de observação, registro e portfolio, finalizando com
o preenchimento de uma ficha padrão em que se faz o acompanhamento da
aquisição e ou desenvolvimento das habilidades, segundo a BNCC, proposta para
cada etapa.

38
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

No 1º ano, será diagnóstica, contínua e final integradora, mediante


observação sistemática e constante do desempenho do educando, considerando
além do conhecimento, a atenção, o interesse, as habilidades, a responsabilidade, a
participação, a assiduidade e a pontualidade nas realizações dos trabalhos
escolares, devendo preponderar os aspectos qualitativos sobre os quantitativos,
através de uma planilha elaborada pela escola.
Ao final de cada bimestre, será realizado um conselho com a participação
do diretor, coordenador, professores de todas as áreas, da secretária da escola,
quando houver, e um representante de cada turma da Instituição.
A presidência do Conselho de Classe será exercida pelo Coordenador da
Instituição de Ensino.
A recuperação da aprendizagem se dará ao longo de todo processo de
forma paralela e ao final do 4º bimestre para oportunizar o acesso à serie/ano
seguinte.
A Aceleração de Estudos e Avanço Escolar é o procedimento utilizado por
esta Instituição Escolar com a finalidade de reposicionar o educando em ano
diferente daquele em curso.
A Aceleração e o Avanço Escolar terão como referência a avaliação de
competências nas matérias da base comum do currículo, em consonância com o
Projeto Pedagógico desta Instituição.
A avaliação será elaborada, aplicada e corrigida pelo professor da turma
em acordo com a coordenação pedagógica e, poderá ser solicitada pelo professor,
com base na avaliação diagnóstica, pelo próprio educando, quando maior, ou pelo
pai ou responsável, quando menor, mediante requerimento dirigido à Direção
Escolar isto até 30(trinta) dias após o início do ano letivo para alunos que iniciaram
nesta instituição, ou em qualquer época do ano letivo para alunos matriculados
através de transferência do ano em curso.
O aluno retido fará avaliação nas áreas de conhecimento que não
apresentou resultado satisfatório; quando o aluno ficar retido por falta fará a
avaliação em todas as áreas de conhecimento. O aluno que mediante os resultados
obtidos no processo de Aceleração de estudo no ano posterior a que se encontra,
39
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

deverá efetuar nova matrícula no ano seguinte.


A apuração do rendimento escolar será calculada por meio da média
aritmética dos resultados bimestrais através da seguinte fórmula:
1º Bim + 2º Bim +3º Bim + 4º Bim
MA= Média Anual
MA = 6,0
Bim= Média do bimestre

EXAME FINAL

Será encaminhado para Exame Final o educando com média anual


inferior a 6,0(seis) e frequência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento)
O educando poderá prestar Exame em todas as áreas de conhecimento
do Ensino Fundamental.
O cálculo da média final dar-se-á com o resultado da média anual
multiplicada por 3(três) mais a média da recuperação final multiplicada por 2(dois),
dividida por 5(cinco) através da seguinte fórmula:

MA x 3 + MRF X 2
MF =-----------------------------------------= 5,0
5

MF = Média Final
MA = Média Anual
MRF = Média de Recuperação Final

Será considerado aprovado após Exame Final o educando que obtiver por
área de conhecimento média igual ou superior a 5,0 (cinco)

A recuperação da Aprendizagem é parte integrante do processo educativo


e visa:
40
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Dar oportunidade aos alunos para assumir as suas responsabilidades


pessoais com a aprendizagem, identificando as suas necessidades;
Proporcionar o alcance dos requisitos do educando considerado
indispensável para a sua aprovação;
Diminuir o alto índice de evasão e repetência;
Esse processo deverá ser aplicado na medida em que forem sendo
detectadas as deficiências na aprendizagem.
A Recuperação da Aprendizagem deverá consistir na revisão de
conteúdos ministrados, reavaliação e revisão dos resultados obtidos, visando
estimular e estar compromissado com o processo de permanente crescimento do
educando.
A Educação é um dever da família e do Estado, devendo ser inspirada
nos princípios de liberdade e nos ideais de solidariedade humana, tendo por
finalidade o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da
cidadania e sua qualificação para o trabalho e para garantir o ensino de qualidade.

10. ACOMPANHAMENTO DO PROCESSO DE ENSINO E


APRENDIZAGEM

POLÍTICA NACIONAL DE ALFABETIZAÇÃO


O decreto de nº 9.765, de 11 de abril de 2019,institui a Política Nacional
de Alfabetização, por meio da qual a União, em colaboração com os Estados, o
Distrito Federal e os Municípios, implementará programas e ações voltados à
promoção da alfabetização baseada em evidências científicas, com a finalidade de
melhorar a qualidade da alfabetização no território nacional e de combater o
analfabetismo absoluto e o analfabetismo funcional, no âmbito das diferentes etapas
e modalidades da educação básica e da educação não formal.
A Escola Municipal Rural Ozório Jacques para alcançar suas metas e chegar
aos objetivos propostos dotará das seguintes ações:

41
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

 Realizar campanhas e mobilizações envolvendo a comunidade para


que todas as crianças e adolescentes frequentem a escola;
 Trabalhar em parceria com o Conselho Tutelar da Criança e do
Adolescente e com a promotoria de Justiça para tornar frequente a
presença dos alunos;
 Solicitar a mantenedora, medidas possíveis para a melhoria do
espaço físico da escola;
 Oferecer atividades extra- classe e/ou esportivas no contraturno;
 Contribuir para que a escola se torne mais agradável e atraente;
 Desenvolver projetos de recuperação junto aos alunos com
dificuldades, visando melhorias no ensino-aprendizagem;
 Desenvolver atividades interativas visando ativar o bom
relacionamento e a interação escola/comunidade,
 Controlar a frequência dos alunos e evitar punições;
 Realizar entrevistas com os pais e envolvidos para sugestões e
contribuições;
 Proporcionar uma ação pedagógica de qualidade, que aperfeiçoe o
desenvolvimento da clientela, de modo a garantir êxito no processo
de ensino-aprendizagem;
 Manter os currículos atualizados e adequados â necessidade da
clientela;

10.a. - CONSELHO DE CLASSE

É realizado o Conselho de Classe a cada encerramento de Bimestre. Este


Conselho é um órgão colegiado, de natureza consultiva eu assuntos didáticos de
cada classe existente nesta Instituição Escolar, e tem por finalidade proporcionar um
espaço específico de reflexão, decisão e ação sobre o processo de avaliação, não
só dos alunos da escola em si, como também do Projeto Político Pedagógico
desenvolvido pela escola. É um dos momentos mais importantes da escola, pois
através de avaliações sucessivas, a equipe escolar pode reunir-se para repensar a
prática educativa e deliberar sobre reajustes a serem realizados no planejamento do
curso, da disciplina da turma e/ou da aula. Cabe ainda ao Conselho decidir junto à
Coordenação Escolar sobre a promoção, retenção ou necessidade de recuperação
do aluno que apurados os resultados de aproveitamento, se encontrem em

42
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

situações limítrofes, também analisar e sugerir a adoção de livros e assuntos


didáticos. Será constituído conforme Regimento Interno desta Instituição Escolar. A
reunião dar-se-á bimestralmente e por turma, levando sempre em consideração os
seguintes aspectos: 1º momento: cada professor apresenta um quadro da situação
global da turma e de sua prática educativa, destacando experiências pedagógicas
realizadas com sucesso e dificuldades específicas na aprendizagem dos alunos; 2º
momento: avaliação coletiva; características positivas da turma; aspectos que
devem melhorar; possíveis causas do não rendimento e aprendizagem; o que se faz
de concreto para criar as melhores condições para que a aprendizagem pudesse
acontecer; 3º momento: avaliar o processo ensino-aprendizagem da turma; definir o
que cabe: aos alunos, aos professores, ao coordenador a direção.
Bimestralmente será realizado o Conselho de Classe, com
acompanhamento e assessoramento da equipe diretiva e posterior elaboração de
gráficos demonstrativos do rendimento dos alunos.

11- INDICADORES DE QUALIDADE

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) é o indicador


que traça um panorama da qualidade da educação no Brasil e possibilita o
estabelecimento de metas para a melhoria do ensino. O IDEB é calculado a cada
dois anos, a partir de dados sobre aprovação e abandono escolar (obtidos no Censo
Escolar) e das médias de desempenho dos alunos no Saeb e na Prova Brasil. O
IDEB sintetiza dois aspectos importantes: a aprendizagem dos alunos e o fluxo, que
é o tempo que os estudantes levam para concluir cada etapa do ensino básico.
Portanto, para melhorar o IDEB de uma escola ou de um sistema de
ensino, deve-se aumentar o nível de aprendizagem dos alunos e reduzir as taxas de
reprovação e abandono. Se um sistema de ensino estiver seus alunos para obter
resultados de melhor qualidade na avaliação, diminuirá a taxa de aprovação. E o
IDEB indicará a necessidade de melhoria do sistema. Se ao contrário, o sistema
apressar a aprovação do aluno sem melhoria na aprendizagem, o resultado da
43
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

avaliação indicará igualmente a necessidade de melhoria na escola/sistema.


Portanto, para melhorar o IDEB, escolas e redes de ensino deve investir de forma
equilibrada na qualidade da aprendizagem e no fluxo.
Cada escola pode auto avaliar o seu desempenho. A escala do IDEB
varia de 0 a 10. O sistema educacional do Brasil apresenta hoje um IDEB de 4,4
para os anos iniciais do Ensino Fundamental 1º ao 5º ano e de 6º ao 9º ano 4,4 e de
3,4 no Ensino Médio. Para garantir a melhoria da qualidade da educação no país, o
Ministério da Educação estipulou metas intermediárias para todas as escolas e
redes, de modo que o Brasil atinja, em 2021, um IDEB de 6,0 nos anos iniciais do
Ensino Fundamental, de 5,5 nos anos finais e de 5,2 no Ensino Médio.
O mapa dos Índices de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) dos
1.242 municípios prioritários nas ações do Ministério da Educação mostra que 1.135
atingiram ou superaram as metas fixadas para o ano de 2007 na quarta série do
Ensino Fundamental. Os municípios prioritários nas ações do MEC recebem, além
de recursos financeiros, apoio técnico para diagnóstico da situação educacional,
para a definição e confecção de projetos, formação de gestores, aquisição de
equipamentos. Na avaliação do Ministério, os dados do IDEB de 2007 mostram que
o apoio técnico oferecido aos municípios está ajudando a melhorar a qualidade da
educação Pública.
A reação positiva pode ser verificada em muitos municípios.
Os dados da região Centro-Oeste integram os índices de
desenvolvimento da educação básica de todo Brasil, por município e por escola,
divulgados pelo Ministério da Educação.
O IDEB é uma fotografia do desempenho dos estudantes do 5º ao 9º ano
do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, obtido nas avaliações realizadas pelo
MEC a cada dois anos. A média nacional do IDEB alcançada em 2007 é de 4,2
pontos no 5º ano do Ensino Fundamental. A projeção foi de 3,9.
As redes públicas da Educação Básica que alcançaram índices acima de
5,0 pontos estão próximas do patamar dos países mais desenvolvidos e
industrializados do mundo, de acordo com tabelas da Organização para a
Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). A meta do Ministério da
44
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Educação é que todas as redes alcancem seis pontos em 2022, ano bicentenário da
Independência do Brasil.
Cálculo – O Cálculo do índice da Educação Básica combina o
desempenho dos alunos dos sistemas estaduais e municipais na Prova Brasil com
dados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB), provas aplicadas a
cada dois anos. A Prova Brasil é um teste de leitura e matemática para turmas de
quarta e oitava séries do Ensino Fundamental (ou quinto e nono anos, no sistema de
nove anos). Os alunos do Ensino Médio fazem o Saeb, que também avalia
habilidades em Língua Portuguesa (foco da leitura) e matemática (resolução de
problemas). O Saeb é uma avaliação por amostra.
Os resultados da escola são:
Anos Iniciais do Ensino Fundamental
Os resultados marcados em verde referem-se ao Ideb que atingiu a meta.
Fonte: Saeb e Censo Escolar.

Municipal
Da Escola

Taxa de Aprovação

Indicador
de
Ano 1º 2º 3º 4º 5º
rendiment
o

201 100, 77, 83, 83, 88,


0,86
7 0 8 3 3 9

Saeb

Média
Matemática Língua Portuguesa

Proficiên Proficiênc Proficiên Proficiênc

45
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

ia ia
cia cia
Padroniza Padroniza
Média Média
da da

191,5 5,0 189,5 5,1 5,06

Ideb

Ano Meta Valor fonte

2017 4,4

http://idebescola.inep.gov.br/ideb/escola/dadosEscola/50014269

Obs: * Número de participantes no SAEB insuficiente para que os


resultados sejam divulgados.
** Sem média no SAEB 2017: Não participou ou não atendeu os requisitos
necessários para ter o desempenho calculado. Os resultados marcados em

46
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

verde referem-se ao Ideb que atingiu a meta.

11.1. AVALIAÇÃO DIAGNOSTICA DA SEMEC – 2019


Entendemos por Avaliação Diagnóstica, uma avalição no início de um
processo de aprendizagem, que tem a função de obter informações sobre os
conhecimentos, aptidões e competências dos estudantes com vista à organização
dos processos de ensino e aprendizagem de acordo com as situações identificadas.
Esta Avaliação tem por objetivo, no início do Ano Letivo, identificar as
características de aprendizagem do aluno com a finalidade de escolher o tipo de
trabalho mais adequado a tais características, colocando em evidência os aspectos
fortes e fracos de cada aluno, identificando o ponto adequado de entrada em uma
sequência da aprendizagem, permitindo a partir daí determinar o modo de ensino
mais adequado. Com esse tipo de avaliação prevenimos a detecção tardia das
dificuldades de aprendizagem dos alunos ao mesmo tempo em que se busca
conhecer, principalmente, as aptidões, os interesses e as capacidades e
competências enquanto pré-requisitos para futuras ações pedagógicas.
Uma das mais importantes características da avaliação diagnóstica é o
seu aspecto preventivo, já que ao conhecer as dificuldades dos alunos no início do
processo educativo, é possível prever suas reais necessidades e trabalhar em prol
de seu atendimento. Uma outra característica refere-se a possibilidade que a
avaliação diagnóstica tem de determinar as causas das dificuldades de
aprendizagens persistentes em alguns alunos.
As informações obtidas, irão auxiliar a rede municipal de ensino bem
como as unidades escolares, para as quais serão repassados os resultados, a
planejar intervenções iniciais, propondo procedimentos que levem os alunos a atingir
novos patamares de conhecimento. Ou seja, seus resultados servem para explorar,
identificar, adaptar e predizer acerca das competências e aprendizagens dos alunos,
dando um ponto de partida aos planejamentos das aulas, redirecionando em quais
descritores será o foco maior.
A aplicação das avaliações se dará na segunda quinzena do mês de
março. As avaliações do Ensino Fundamental I e II serão todas xerocadas. As
47
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

referidas avaliações foram aplicadas pela equipe da SEMEC sob olhar da Secretária
de Educação e Cultura.
Diante dos resultados obtidos, abaixo expostos, concluímos que há uma
defasagem acentuada em produção de textos, necessitando de um olhar voltado a
desenvolvimento de projetos que envolvam a escrita. Também apontou grandes
dificuldades nos 7º e 8º Anos em Português, 7º ao 9º Anos em matemática. Será
direcionado pela SEMEC formações aos coordenadores e professores, de encontro
com Currículo MS e a BNCC, para que novas metodologias sejam aplicadas pelos
professores em sala de aula atendendo essas necessidades apresentadas.
Obtivemos os seguintes resultados em 2019:
1º 2º 3º 4 º 5º 6º 7º 8º 9º
ano ano ano ano ano ano ano ano ano
Língua 6,1 5,57 4,3 8 7,1 6,5 4,43 5,09 9,71
Portuguesa 3 4
Produção 3,94 2 3,33 3,6 6 2 8,73 8
de texto
Matemática 7,57 5,6 6,22 5,8 6 3,86 5 4,71
5 3

12. FORMAÇÃO CONTINUADA

A busca por novas estratégias levou profissionais a pesquisarem a


aquisição de leitura e escrita e, acreditaram que a prática sendo realizada através de
jogos, brincadeiras e fantasias poderia tornar o ensino mais interessante,
participativo, levando muitos a refletirem sobre as suas práticas e ações didáticas
descobrindo novos métodos e procedimentos na qual venham obter maior êxito nas
ações pedagógicas. A formação continuada se faz necessário em meio a tantas
inovações pedagógicas, visando um ensino de qualidade considerando a
importância e a relevância dos anos iniciais do ensino fundamental.

12.1 CAPACITAÇÃO CONTINUADA DE PESSOAL


48
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

É uma preocupação constante desta Instituição Escolar a capacitação de


seu pessoal, sobretudo dos professores, pois acreditamos ser desta forma que
alcançamos nossos objetivos de elevar nosso padrão de desempenho. Para tanto, a
Direção desta Escola estará constantemente solicitando e realizando com o
assessoramento da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Bonito MS as
seguintes ações:
Programa de Formação Continuada;
Cursos de Capacitação;
Palestras com profissionais especializados.

A Escola estará dispensando os professores ou funcionários, quando


necessário ou houver solicitação pela SEMEC(Secretaria Municipal de Educação e
Cultura), para participar de Programas de Formação e/ou treinamento na área,
conforme o artigo 63 da Lei de Diretrizes e Base da Educação, havendo assim
reposição com outro funcionário, para que não fique pendente o serviço prestado
pela Instituição Escolar.
De acordo com a Resolução da Secretaria Municipal de Educação e
Cultura/fevereiro de 2004, o professor que participar do Programa de Formação
Continuada, terá direito no mês, um dia de folga sendo este dia na sua hora-
atividade, ou então, cumprir durante o mês apenas duas horas de sua hora-
atividade.

13. AVALIAÇÃO INTERNA

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DO PROCESSO EDUCATIVO


A Escola Municipal Rural Ozório Jacques realizará a Avaliação
Institucional de acordo com a DEL. CEE/MS nº 6363/2001, como mecanismo
sistemático e contínuo sobre as condições estruturais, pedagógicas e de
49
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

funcionamento da Instituição Escolar, com vistas ao aperfeiçoamento da qualidade


de ensino oferecido e com base no Projeto Político Pedagógico.
O processo de Avaliação Institucional na escola teve início no final do ano
de 2005 e será desenvolvido a cada dois anos nos anos subsequentes.
A Avaliação interna envolverá os diferentes segmentos que integram a
comunidade escolar: pais alunos, professores, funcionários, diretores, secretários,
coordenadores etc.
Todos os processos avaliativos internos serão consolidados através de
registros em forma de relatório.
O acompanhamento e avaliação do Processo Educativo Institucional
Interno serão organizados e desenvolvidos em forma de projetos(anexo) o qual
incidirá sobre os critérios a seguir:
Critérios – Avaliação Interna
Cumprimento da Legislação do ensino: será avaliado pelos segmentos da
comunidade escolar, verificando se a Instituição Escolar está atuando em
conformidade com o que estabelece a LDB 9394/96, Regimento Escolar,
Resoluções, Deliberações e Pareceres relativos à Educação Básica.
Execução do Projeto Político Pedagógico: Será avaliada por uma
Comissão de Avaliação Institucional constituída por membros representantes de
todos os segmentos da comunidade escolar,
Formação Inicial e Continuada de dirigentes, professores e funcionários.
A Instituição Escolar oportuniza a seus dirigentes, professores e funcionários o
acesso à formação continuada de diversas naturezas e de acordo com as
possibilidades e necessidades.
Será observado, discutido, analisado e registrado o desenvolvimento do
processo de mudanças de atitudes dos profissionais.
Desempenho de dirigentes, professores e funcionários.
Dirigentes: Será avaliado se estão articulados todo o trabalho em torno do
Projeto Político Pedagógico e no cumprimento da legislação de ensino.
Professores:
Organização da coletividade; trabalho com o conhecimento; realidade;
50
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

objetivo;
conteúdo; metodologia e avaliação.
Relacionamento com o nível administrativo, pedagógico e comunitário da
instituição.
Funcionários: Relacionamento interpessoal com todos os segmentos da
comunidade escolar.
Desempenho de suas atribuições.
Conhecimento das legislações.

Organização da escrituração e do arquivo escolar: Será avaliada a


acessibilidade aos documentos, bem como uma organização criteriosa que
possibilite fluir um trabalho de qualidade.

Articulação com a família e a comunidade externa: Serão realizadas


reuniões de pais, APM, de amigos da escola e parceiros, para discussão de
questões que afligem tanto os pais como os educadores: avaliação da participação
deles em reuniões pedagógicas, administrativas e comemorativas e envolvimento
em ações concretas na escola.
Desempenho dos alunos frente aos objetivos propostos e as
competências desenvolvidas: os alunos serão avaliados continuamente dentro do
processo global de avaliação das áreas de conhecimento.

Será observado a participação e o envolvimento dos alunos nos projetos


interdisciplinares e em outras ações contidas no Projeto Político Pedagógico e,
analisadas as mudanças frente aos objetivos propostos.

Qualidade do espaço físico, instalações do espaço físico, instalações,


equipamentos e adequações às suas finalidades: será analisado se o espaço físico
e as instalações garantem as condições de segurança necessária e se os
equipamentos disponíveis são adequados e suprem as necessidades da
comunidade escolar.
RESULTADOS

51
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

GRÁFICO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL INTERNA 2019/2020


QUESTIONÁRIO AOS PAIS

1.Satisfação com a organização da escola

3% 7%

34%
21%

36%

Muito insatisfeito Insatisfeito Pouco satisfeito Satisfeito Muito satisfeito

2.Satisfação com as instalações e higiene

3% 5%

36% 19%

37%

Muito insatisfeito Insatisfeito Pouco satisfeito Satisfeito Muito satisfeito

52
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

3.Satisfação com o envolvimento e participação


2%
7%

35%
21%

35%

Muito insatisfeito Insatisfeito Pouco satisfeito Satisfeito Muito satisfeito

4.Satisfação com a acessibilidade aos serviços

7%
26% 11%

24%

32%

Muito insatisfeito Insatisfeito Pouco satisfeito Satisfeito Muito satisfeito

53
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

5.Satisfação com resultados e serviços

Muito insatisfeito Insatisfeito Pouco satisfeito Satisfeito Muito satisfeito

6.Satisfação com a gestão

2%
13%

26%
59%

Muito insatisfeito Insatisfeito Pouco satisfeito Satisfeito Muito satisfeito

54
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

7.Satisfação com o usos dos livros literários da biblioteca

7%
26% 11%

24%

32%

Muito insatisfeito Insatisfeito Pouco satisfeito Satisfeito Muito satisfeito

QUESTIONÁRIO COM CORPO DOCENTE

De acordo com os itens, indique sua opinião assinalando sim,em parte ou


não
8

0
SIM Em parte Não

55
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

14. COMISSÕES DE ELABORAÇÃO DO PROJETO POLITICO-


PEDAGÓGICO
A escola conta com a participação dos profissionais da Educação na
elaboração do Projeto Político Pedagógico e tem espaço para a participação da
comunidade escolar através da Avaliação Institucional e reuniões de Conselho e da
APM local.
Foram formados grupos de estudo para análise do atual, estudo da BNCC
e do Currículo MS, para adequação deste.
Grupo de gestores: Diretor Reinaldo Dias da Silva, coordenador Livanildo
Fernandes da Silva e Walmir Bispo de Souza.
Grupo de professores:Andréia Bispo de Souza,Djalmir dos Santos
Silva,Getúlio Luiz de Souza Júnior, Mariana Aparecida da Rocha
Alcântara,Marinalva de Souza e Nilza Alves de Souza.
Grupo do administrativo:José Antonio Moreira,Doralino Aparecido Alves
de Souza.
Representantes de pais (APM): Paulo Cesar Pasold, Margarida da
Conceição,Ozana Grangeiro Dias,Cristina Medina de Oliveira.

15. AVALIAÇÃO DO PROJETO POLITICO PEDAGOGICO E EQUIPE


RESPONSAVEL PELA APROVAÇÃO

Ao reestruturar este Projeto Político Pedagógico, nos preocupamos em


atender a todas as reivindicações dos envolvidos bem como os anseios de nossos
alunos. Revendo o projeto já existente, tivemos que refazer muitos itens e
acrescentarmos outros que não existiam. Preocupamo-nos com a qualidade de
ensino e com a sociedade, preparando o aluno para a sua inserção à comunidade
com competência leitora e escritora, bem como uma visão do mundo.
Esta revisão nos permitiu um repensar do fazer pedagógico de forma
coerente, incluindo a organização da escola como um todo e do nosso trabalho na
dinâmica interna dentro e fora da sala de aula.
Fez-nos refletir e garantir dentro desse projeto a nossa obrigação de
56
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

diminuir ou talvez até de evitar a repetência e a evasão, garantindo a permanência


dos alunos na escola.
Organizamos a questão da inclusão, como também garantimos a
qualificação de profissionais, garantindo o direito ao aperfeiçoamento profissional
permanente, propiciando a formação continuada de todos os profissionais desta
Instituição Escolar.
Novos programas federais foram acrescentados, como: Mais
Alfabetização, Educação Conectada e Política Nacional de Alfabetização.
Reestruturando coletivamente este Projeto Político Pedagógico,
oportunizamos o acesso ao conhecimento, socializando integralmente nossos
anseios procuramos garantir aos alunos o acesso ao conhecimento, sua integração
com os colegas e com a sociedade, preparando-os para serem cidadãos críticos e
conscientes de seus deveres.
O PPP apos restruturação foi enviado para a equipe tecnica da SEMEC:
Vanderleice Aparecida Barros Perin e Ana marcia Borges Mafalda para parececer e
aprovação.

19 – REFERÊNCIAS

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais


da Educação Básica. Brasília: MEC, SEB, DICEI, 2013. Disponível em <
http://portal.mec.gov.br/docman/julho-2013-pdf/13677
Diretrizes-educacao-basica2013-pdf/file> Acessado em 3 jan 2018.
_______.
Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. – Brasília: Senado
Federal, Coordenação de Edições Técnicas, 2017. 58 p. _______.
Portaria MEC N. 1.570, de 20 de dezembro de 2017. Homologa a Base
Nacional Curricular Comum.
CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO DO SUL.
Estabelece normas para a educação básica no Sistema Estadual de Ensino
57
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Deliberação N° 10.814, de 10 de março de 2016.


CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Institui e orienta a implantação
da Base Nacional Comum Curricular, a ser respeitada obrigatoriamente ao longo das
etapas e respectivas modalidades no âmbito da Educação Básica.
Resolução nº 2, de 22 de dezembro de 2017. VEIGA, Ilma Passos.
Projeto político-pedagógico da escola: uma construção possível.
Campinas: Papirus, 2004. WITTMANN, L. Gestão Democrática. Curitiba, PR: Ed.
IBEPEX, 2004.
BNCC
Curriculo MS

ANEXO I
58
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

ANEXO 1 ( PARTE 2)

59
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

ANEXO II

60
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

61
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

ANEXO II- QUADRO DE FUNCIONÁRIOS

62
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

ANEXO IV

63
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

FORMULÁRIO - AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL INTERNA


DOCENTE
De acordo com os itens, indique sua opinião assinalando sim, em parte ou
não.
1-Projeto Político Pedagógico. Sim Em Não
parte
Tem conhecimento do projeto, participa na elaboração e
execução de metas e ações?
2-Área que atua: Planejamento e replanejamento.
Busca conhecimento necessário e avalia as tarefas que realiza?
3-Alunos com Necessidades Educacionais Especiais.
Elabora e aplica conteúdo diferenciado?
4-Ambiente de Trabalho.
Utiliza uma comunicação aberta, transparente e produtiva?
5-Docente e Comunidade Escolar.
Mantém um relacionamento interpessoal?
6-Infraestrutura física específica para atividades
administrativas dos professores.
Quanto ao número de usuários em quantidade e qualidade,
grau de segurança, limpeza, ventilação, iluminação,
manutenção e conservação, bem como equipamentos
disponíveis são adequados?
7-Projetos de atividades de classe e extraclasse.
Elabora e aplica instrumentos diversificados, analisa os
resultados com os alunos e incentiva participação?
8-Direção e Coordenação.
Mantém relacionamento interpessoal, orienta e assessora o
professor tecnicamente e pedagogicamente de forma a
adequar o seu trabalho aos objetivos da unidade escolar ao
bem da educação?
9-PDDE – Programa de Dinheiro Direto na Escola –
Aplicação e prestação de contas.
Tem conhecimento e acesso?
10-Estatuto do Magistério, Estatuto da criança e do
Adolescente, Lei Orgânica de Bonito/MS, Lei 9.394/96 e
Constituição Federal - 1988
Tem conhecimento, procura estar informado nas alterações das
64
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

leis?
12- Implantação do Sistema Online
A tecnologia abre caminho para a automação de diversas
tarefas, potencializando o controle e a produção. Nas
instituições de ensino essas vantagens também podem ser
aproveitadas. Pensando nesse prisma foi implantado o sistema
online nas escolas da rede municipal. Qual a sua satisfação em
relação a implantação desse sistema?

DIREÇÃO
De acordo com os itens, indique sua opinião assinalando sim, em parte ou
não.
1-Projeto Político Pedagógico. Sim Em Não
parte
Tem conhecimento do projeto, participa na elaboração e
execução de metas e ações?
2-Direção e comunidade.
Mantém um relacionamento interpessoal?
3-Direção e docente.
Busca envolver constantemente o corpo docente da escola
em ações que proporciona o crescimento profissional e
pessoal?
4-PDDE - Programa de Dinheiro Direto na Escola -
Aplicação e prestação de contas.
Tem conhecimento e acesso?
5-Regimento interno.
Tem conhecimento, cumpre e procura estar sempre
informado das alterações?
6-Escrituração e Arquivo escolar: organização.
Organiza e supervisiona adequadamente?
7-Calendário Escolar.
Acompanha o cumprimento do calendário escolar?
8-Direção e coordenação pedagógica.
Assessora os coordenadores, tecnicamente e
pedagogicamente de forma a adequar seu trabalho aos
objetivos da unidade escolar ao bem da educação?
9-Legislação – atribuição conferidas.
65
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Determina e cumpre?
10-Estatuto do Magistério , Estatuto da criança e do
Adolescente, Lei Orgânica de Bonito/MS, Lei 9.394/96 e
Constituição Federal – 1.988.
Tem conhecimento, procura estar informado nas alterações
das leis?
12- Implantação do Sistema Online
A tecnologia abre caminho para a automação de diversas
tarefas, potencializando o controle e a produção. Nas
instituições de ensino essas vantagens também podem ser
aproveitadas. Pensando nesse prisma foi implantado o
sistema online nas escolas da rede municipal. Qual a sua
satisfação em relação a implantação desse sistema?

Data:____/____/____

FUNCIONÁRIOS ADMINISTRTIVOS
De acordo com os itens, indique sua opinião assinalando sim, em parte ou
não.
1-Projeto Político Pedagógico. Sim Em Não
parte
Tem conhecimento do projeto, participa na elaboração e
execução de metas e ações?
2-Funcionário e comunidade escolar.
Mantém um relacionamento interpessoal?
3-Responsabilidade no trabalho.
Utiliza com responsabilidade os equipamentos específicos do
seu trabalho?
4-Patrimônio escolar.
Zela e cuida?
5-Funções atribuídas.
Organiza e administra com êxito
6-Materiais de consumo e permanente.
Zela e faz economia
7-PDDE - Programa de Dinheiro Direto na Escola -
66
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Aplicação e prestação de contas.


Tem conhecimento e acesso?
8-Postura no trabalho.
Adota uma postura ética, responsável e honesta no trabalho?
9-Infraestrutura física em geral.
Quanto ao número de usuários em quantidade e qualidade,
grau de segurança, limpeza, ventilação, iluminação,
manutenção e conservação, bem como os equipamentos
disponíveis, são adequados?

Data:____/____/_____

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA
De acordo com os itens, indique sua opinião assinalando sim, em parte
ou não.

1-Projeto Político Pedagógico. Sim Em Não


part
e
Tem conhecimento do projeto, participa na elaboração e
execução de metas e ações?
2-Coordenação e comunidade.
Mantém um relacionamento interpessoal?
3-Ambiente de Trabalho.
Utiliza uma comunicação aberta, transparente e produtiva?
4-Coordenação e docente.
Busca envolver constantemente o corpo docente da escola
em ações que proporciona o crescimento profissional e
pessoal?
5-PDDE - Programa de Dinheiro Direto na Escola -
Aplicação e prestação de contas.
Tem conhecimento e acesso?
6-Alunos com Necessidades Educacionais Especiais.

67
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Coordena e ajuda na elaboração para a aplicação de


conteúdo diferenciado?
7-Projetos de atividades de classe e extraclasse.
Coordena e ajuda na elaboração de instrumentos
diversificados, analisa os resultados com os professores e os
incentiva a realizar novos projetos?
8- Coordenação e Direção
pedagógicas de forma a adequar o seu trabalho aos objetivos
da unidade escolar ao bem da educação?
9-Regimento interno.
Tem conhecimento, cumpre e procura estar sempre informado
das alterações?
10-Calendário Escolar.
Acompanha o cumprimento do calendário escolar?
11-Estatuto do Magistério , Estatuto da criança e do
Adolescente, Lei Orgânica de Bonito/MS, Lei 9.394/96 e
Constituição Federal – 1.988.
Tem conhecimento, procura estar informado nas alterações
das leis?
12- Implantação do Sistema Online
A tecnologia abre caminho para a automação de diversas
tarefas,potencializando o controle e a produção. Nas
instituições de ensino essas vantagens também podem ser
aproveitadas. Pensando nesse prisma foi implantado o
sistema online nas escolas da rede municipal.Qual a sua
satisfação em relação a implantação desse sistema?
Data:____/____/______

QUESTIONÁRIO AOS PAIS


Reconhece-se a importância da família e da sua colaboração no processo
educativo. Com este questionário pretende-se conhecer o grau de satisfação dos
pais relativamente ao ensino que seus filhos/educandos recebem na escola que

68
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

frequentam e a percepção que tem sobre o seu funcionamento global e sobre o


relacionamento que mantém com a escola.
1- SATISFAÇÃO COM A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA
Assinale com um X uma alternativa em cada linha
1= Muito Insatisfeito, 2=Insatisfeito, 3= Pouco Satisfeito,
4=Satisfeito, 5= Muito Satisfeito

ITENS 1 2 5
1 2 3 4 5
1.1 Conheço o Projeto Político da Escola.
1.2 Conheço o Regulamento Interno da Escola.
1.3 O ensino que é dado ao(s) meu(s)
filho(s)/educando(s) corresponde às minhas
expectativas.
1.4 Tenho confiança na escola.
1.5 A organização e o funcionamento da escola são
bons.
1.6 Sinto que há segurança na escola.
1.7 A escola preocupa-se com a segurança na
circulação dos alunos à entrada e saída da
escola.
1.8 Estou satisfeito(a) por o(s) meu(s) filho(s)
frequentarem esta escola.
1.9 Sou informado periodicamente, sobre os
progressos e dificuldades do(s) meu(s) filho(s).
1.10 Estou satisfeito com o atendimento que a escola
proporciona aos pais/encarregados de educação.
As regras de disciplina na escola
fomentam um bom clima escolar.
1.11 A escola comunica com os pais/encarregados de
educação de forma clara e simples.
1.12 A escola preocupa-se em desenvolver no(s)
meu(s) filho(s) o respeito pelos outros e o espírito
de tolerância.
1.13 Em relação a reunião de pais
69
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

2-SATISFAÇÃO COM AS INSTALAÇÕES E HIGIENE


As instalações da escola são mantidas num bom estado de conservação, higiene e
segurança.
1= Muito Insatisfeito, 2=Insatisfeito, 3= Pouco Satisfeito,
4=Satisfeito, 5= Muito Satisfeito

SATISFAÇÃO 1 2 3 4 5
2.1 Estou satisfeito com as instalações da
escola.
2. Quanto a limpeza do pátio
2
2. Quanto a organização em sala, dos
3 móveis
2. Quanto a higiene nos banheiros
4
2. A portaria possui segurança.
5
2. Quanto a merenda escolar
6
2. Quanto a higiene na cozinha
7
2. As salas são compatíveis ao número de
8 alunos

3. SATISFAÇÃO COM O ENVOLVIMENTO E PARTICIPAÇÃO


70
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

1 2
3.1 As famílias são incentivadas a participar nas
atividades escolares.
3.2 Participo e tomo iniciativas nas atividades da
escola.
3.3 Sinto-me respeitado pelo pessoal docente da
escola.
3.4 As opiniões das famílias são tidas em
consideração.
3.5 O Diretor de Turma promove a participação dos
pais/encarregados de educação no processo de
ensino e aprendizagem.
3.6 Há uma boa relação entre os professores e os
alunos.
3.7 Tenho confiança nos professores do(s) meu(s)
filho(s).
3.8 As regras de disciplina da escola incutem o
respeito pelos outros.
3.9 Tenho uma boa relação com os professores do(s)
meu(s) filho(s).
3.10 Tenho recomendado esta escola a outras
famílias/amigos.
3.11 A escola colabora com as famílias para evitar que
os alunos faltem às aulas.
3.12 Ao comparecer na escola sou bem atendido na
secretaria

4. SATISFAÇÃO COM A ACESSIBILIDADE AOS SERVIÇOS


1= Muito Insatisfeito, 2=Insatisfeito, 3= Pouco Satisfeito,
4=Satisfeito, 5= Muito Satisfeito

1 2 3 4 5
4.1 Os serviços de secretaria têm instalações
adequadas para o atendimento do público em

71
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

termos de acessibilidade e de espaço.


4.2 Os funcionários que lidam habitualmente com o
público (pessoal de secretaria, auxiliares da ação
educativa, vigilantes, funcionário da portaria,
outros) estão claramente identificados.
4.3 As informações prestadas, quer aos alunos, quer
às famílias são sempre exatas, claras e
atualizadas.
4.4 A direção possui atendimento em sala própria

5. SATISFAÇÃO COM RESULTADOS E SERVIÇOS

1 2 3 4 5
5 Gosto da maneira como ensinam o(s) meu(s)
.1 filho(s).
5 Estou satisfeito com os serviços prestados pela
.2 Escola.
5 O ensino que o(s) meu(s) filho(s) têm é um
.3 ensino de qualidade.
5 O tempo de aprendizagem em sala de aula é
.4 bem aproveitado.
5 Os professores desenvolvem no(s) meu(s)
.5 filho(s), hábitos de estudo e de trabalho
autônomo.
5 Os alunos têm professores que os ajudam nas
.6 suas dificuldades.
5 Estou satisfeito com o apoio dado pelos
.7 professores ao(s) meu(s) filho(s).
5 Sou informado periodicamente, sobre os
.8 progressos e dificuldades do(s) meu(s) filho(s).
5 Recebo orientação sobre como o(s) meu(s)
.9 filho(s)/educando(s) devem estudar.
5 A escola desenvolve no(s) meu(s) filho(s) o
.10 gosto pela aprendizagem.
5 Considero os critérios e instrumentos de

72
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

.11 avaliação dos


alunos adequados e articulados com o ensino
que é desenvolvido na escola.

6 – SATISFAÇÃO COM A GESTÃO


1= Muito Insatisfeito, 2=Insatisfeito, 3= Pouco Satisfeito,
4=Satisfeito, 5= Muito Satisfeito

SATISFAÇÃO 1 2 3 4 5
1 2 3 4 5
6 Atendimento da Direção
.1
6 Direção comprometida
.2
6 Atendimento do Serviço Pedagógico da
.3 coordenadora
6 Atendimento da Secretaria
.4
6 Distribuição dos Materiais escolares
.5
6 Sistema de controle de frequência
.6
6 Atendimento telefônico
.7
6 Editais (bilhetes e avisos)
.8
6 Eventos na escola
.9
6 Direção democrática, que aceita sugestões
.10
6 Participação da escola em eventos sociais
.11
6 O Diretor comunica aos pais/encarregados de
.12 educação o horário de atendimento.

73
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

7- SATISFAÇÃO COM USO DOS LIVROS LITERÁRIOS DA BIBLIOTECA


1 2 3 4 5
1 2 3 4 5
Atendimento aos alunos/Formas de acesso aos livros
Acervo disponível
Computador (Internet)
Acesso aos vídeos
Horário de funcionamento
Projetos de leitura

No seu entender, o que falta para estar mais satisfeito com a


organização e atendimento de sua escola, para uma educação de qualidade, dê
sua sugestão:

ANEXO V

CURRICULO EDUCAÇÃO INFANTIL

CRIANÇAS PEQUENAS (4 ANOS A 5 ANOS E 11 MESES)

OBJETIVOS DE AÇÕES
APRENDIZAGE DIDÁTICAS
ME
DESENVOLVIM
ENTO
(MS.EI03CG01. s. 01) Propor às crianças o brincar cotidianamente,
Criar com o corpo formas utilizando práticas corporais criativas para realizar
diversificadas de expressão jogos e brincadeiras, criar e representar personagens

74
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

de sentimentos, sensações e no faz de conta.


emoções, tanto nas Promover brincadeiras nas quais as crianças
situações do cotidiano tenham de superar desafios motores como a
quanto em brincadeiras, amarelinha, caça ao tesouro, circuitos etc.
dança, teatro e
Propiciar momentos em que as crianças possam
música.
interagir e se expressar por meio de gestos e
(MS.EI03CG02. s. 02)
movimentos, jogos tradicionais, jogos de construção,
Demonstrar controle e
jogos motores, jogos rítmicos, jogos de percepção e
adequação do uso de seu
jogos de faz de conta.
corpo em brincadeiras e
jogos, escuta e Proporcionar situações para as crianças utilizarem
reconto de histórias, equipamentos midiáticos para gravar: microfone,
atividades artísticas, celular, gravadores e câmeras.
dentre outras Estimular a criança a produzir movimento,
possibilidades. promovendo a autoconfiança e atitudes de
(MS.EI03CG03. s. 03)
respeito quanto à sua produção e a dos outros.
Criar movimentos, gestos,
Formular atividades em que as crianças possam
olhares e mímicas em
experimentar diferentes formas de equilíbrio,
brincadeiras, jogos e
variando as superfícies e os apoios de corpo.
atividades artísticas, como
dança, teatro e música. Possibilitar situações e brincadeiras em que as

Explorar com crianças reconheçam as partes do seu corpo e de

confiança suas seus colegas, respeitando as diferenças corporais

possibilidades de ação relativas ao gênero, etnia, faixa etária como também

e movimento. expressar seus sentimentos.


(MS.EI03CG04. s. 04) Favorecer a autonomia das crianças em relação aos
Adotar hábitos de cuidados com seu corpo.
autocuidado relacionados a
Promover atividades em que as crianças cantem e
higiene, alimentação,
recriem diferentes cantigas e parlendas (batendo
conforto e aparência.
(MS.EI03CG05. s. 05) palmas, assoviando, sussurrando etc.).

Coordenar suas Propor situações em que as crianças possam

75
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

habilidades manuais no explorar elementos da cultura corporal


atendimento adequado a relacionadas às brincadeiras, à mímica, à dança ou
seus interesses e arte circense e outros considerados pertinentes
necessidades, em para que as crianças se expressem e se
situações diversas. comuniquem.
(MS. EI03CG00. n. 06)
Incentivar e orientar a construção de brinquedos
Explorar o espaço,
com o uso de material reciclável.
orientando-se
corporalmente: frente, Proporcionar situações em que as crianças possam
atrás, em cima, brincar de faz de conta de diversas formas: sozinhas,
embaixo dentro, fora, perto, com o grupo, com outras turmas de forma livre e
longe, esquerda e direita. orientada.
(MS. EI03CG00. n. 07)
Permitir que as crianças possam descobrir e
Participar de práticas
expressar suas capacidades, por meio da ação
culturais que envolvam
criativa e da expressão da emoção.
atividades e brincadeiras
Organizar propostas que envolvam histórias,
tradicionais relacionadas
brincadeiras, jogos, danças e canções que digam
ao movimento do seu
respeito às tradições de sua comunidade e de
corpo,
outras.
respeitando a diversidade.
(MS. EI03CG00. n. 08) Possibilitar meios de deslocamento, habilidades
Explorar com confiança de força, velocidade, resistência e flexibilidade
suas possibilidades de ação nos jogos e brincadeiras dos quais as crianças
criando seus próprios participam.
movimentos. Propor circuitos e brincadeiras em que a criança
(MS. EI03CG00. n. 09)
seja encorajada a superar seus medos, limites,
Expressar-se por meio de
insegurança e favorecer a cooperação entre as
dança e dramatizações,
crianças.
bem como por outras
formas de expressão, Disponibilizar acervo de fantasias, roupas,

sentimentos e emoções. acessórios e outros materiais para fomentar o faz de


(MS. EI03CG00. n. 10) conta.

76
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Explorar de forma global Orientar as crianças sobre as situações de risco na


os movimentos corporais, instituição.
desenvolvendo as
capacidades de
locomoção, equilíbrio,
coordenação e
lateralidade.
(MS. EI03CG00. n. 11)
Identificar situações de
risco no ambiente mais
próximo.

CURRICULO ENSINO FUNDAMENTAL I

ARTE - 1° ANO
COMPETENCIAS ESPECIFICAS

1. Explorar, conhecer, fruir e analisar criticamente práticas e produções artísticas e culturais do


seu entorno social, dos povos indígenas, das comunidades tradicionais brasileiras e de
diversas sociedades, em distintos tempos e espaços, para reconhecer a arte como um
fenômeno cultural, histórico, social e sensível a diferentes contextos e dialogar com as
diversidades.

2. Compreender as relações entre as linguagens da Arte e suas práticas integradas, inclusive


aquelas possibilitadas pelo uso das novas tecnologias de informação e comunicação, pelo
cinema e pelo audiovisual, nas condições particulares de produção, na prática de cada
linguagem e nas suas articulações.
3. Pesquisar e conhecer distintas matrizes estéticas e culturais – especialmente aquelas
manifestas na arte e nas culturas que constituem a identidade brasileira –, sua tradição e

77
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

manifestações contemporâneas, reelaborando-as nas criações em Arte.


4. Experienciar a ludicidade, a percepção, a expressividade e a imaginação, resinificando
espaços da escola e de fora dela no âmbito da Arte.
5. Mobilizar recursos tecnológicos como formas de registro, pesquisa e criação artística.
6. Estabelecer relações entre arte, mídia, mercado e consumo, compreendendo, de forma
crítica e problematizadora, modos de produção e de circulação da arte na sociedade.
7. Problematizar questões políticas, sociais, econômicas, científicas, tecnológicas e culturais,
por meio de exercícios, produções, intervenções e apresentações artísticas.
8. Desenvolver a autonomia, a crítica, a autoria e o trabalho coletivo e colaborativo nas artes.
9. Analisar e valorizar o patrimônio artístico nacional e internacional, material e imaterial, com
suas histórias e diferentes visões de mundo.
1º BIMESTRE

ARTE - 1° ANO
2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento

Dança Contextos e práticas (MS.EF15AR08.s.08)


Experimentar e apreciar formas distintas de
manifestações da dança presentes em diferentes
contextos, cultivando a percepção, o imaginário, a
capacidade de simbolizar e o repertório corporal.
Elementos da (MS.EF15AR09.s.09)
linguagem Estabelecer relações entre as partes do corpo e
destas com o todo corporal na construção do
movimento dançado.
Elementos da (MS.EF15AR10.s.10)
linguagem Experimentar diferentes formas de orientação no
espaço (deslocamentos, planos, direções, caminhos
etc.) e ritmos de movimento (lento, moderado e
rápido) na construção do movimento dançado.
Processos de (MS.EF15AR11.s.11)
78
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

criação Criar e improvisar movimentos dançados de modo


individual, coletivo e colaborativo, considerando os
aspectos estruturais, dinâmicos e expressivos dos
elementos constitutivos do movimento, com base
nos
códigos de dança.
Processos de (MS.EF15AR12.s.12)
criação Discutir, com respeito e sem preconceito, as
experiências pessoais e coletivas em dança
vivenciadas na escola, como fonte para a
construção de vocabulários e repertórios próprios.
Artes integradoras Processos de (MS.EF15AR23.s.25)
criação Reconhecer e experimentar, em projetos
temáticos, as relações processuais entre diversas
linguagens
artísticas.
ARTE - 1° ANO
3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Música Contextos e práticas (MS.EF15AR13.s.13)
Música Identificar e apreciar criticamente diversas formas e
gêneros de expressão musical, reconhecendo e
analisando os usos e as funções da música em
diversos contextos de circulação, em especial,
aqueles da vida cotidiana.
Elementos da (MS.EF15AR14 .s.14)
linguagem Perceber e explorar os elementos constitutivos da
música (altura, intensidade, timbre, melodia, ritmo
etc.), por meio de jogos,
brincadeiras, canções e práticas diversas de
composição/criação, execução e apreciação
79
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

musical.
Materialidades (MS.EF15AR15.s.15)
Explorar fontes sonoras diversas, como as
existentes no próprio corpo (palmas, voz, percussão
corporal), na natureza e em objetos cotidianos,
reconhecendo os elementos constitutivos da música
e as características de instrumentos musicais
variados.
Notação e registro (MS.EF15AR16.s.16)
musical Explorar diferentes formas de registro musical não
convencional (representação gráfica de sons,
partituras criativas etc.), bem como procedimentos e
técnicas de registro em áudio e audiovisual, e
reconhecer a notação musical convencional.
Processos de (MS.EF15AR17.s.17)
criação Experimentar improvisações, composições e
sonorização de histórias, entre outros, utilizando
vozes, sons corporais e/ou instrumentos musicais
convencionais ou não convencionais, de modo
individual, coletivo e colaborativo.
Artes integradoras Matrizes estéticas e (MS.EF15AR24.s.26)
culturais Caracterizar e experimentar brinquedos,
brincadeiras, jogos, danças, canções e histórias de
diferentes matrizes estéticas e culturais.
Patrimônio cultural (MS.EF15AR25.s.27)
Conhecer e valorizar o patrimônio cultural, material
e imaterial, de culturas diversas, em especial a
brasileira, incluindo-se suas matrizes indígenas,
africanas e europeias, de diferentes épocas,
favorecendo a construção de vocabulário e
repertório relativos às diferentes linguagens
artísticas.

80
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

ARTE - 1° ANO
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Teatro
Elementos da (MS.EF15AR19.s.19)
linguagem Descobrir teatralidades na vida cotidiana,
identificando elementos teatrais (variadas
entonações de voz, diferentes fisicalidades,
diversidade de personagens e narrativas etc.).
Processos de (MS.EF15AR20.s.20)
criação Experimentar o trabalho colaborativo, coletivo e
autoral em improvisações teatrais e processos
narrativos criativos em teatro, explorando desde
a teatralidade dos gestos e das ações do
cotidiano até
elementos de diferentes matrizes estéticas e
culturais.
(MS.EF15AR21.s.21)
Exercitar a imitação e o faz de conta,
ressignificando objetos e fatos e experimentando-
se no lugar do outro, ao compor e encenar
acontecimentos cênicos, por meio de músicas,
imagens, textos ou outros pontos de partida, de
forma intencional e reflexiva.
(MS.EF15AR22.s.22)
Experimentar possibilidades criativas de movimento
e de voz na criação de um personagem teatral,
discutindo estereótipos.
Contextos e práticas (MS.EF15AR18.s.18)
Reconhecer e apreciar formas distintas de
manifestações do teatro presentes em diferentes

81
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

contextos, aprendendo a ver e a ouvir histórias


dramatizadas e cultivando a percepção, o
imaginário, a capacidade de simbolizar e o
repertório ficcional.
(MS.EF15AR00.n.23)
Conhecer histórias, brincadeiras, contos e lendas,
mundiais, nacionais e do Mato Grosso do Sul,
desenvolvendo a capacidade imaginativa.
(MS.EF15AR00.n.24)
Compreender com naturalidade as reações
emocionais provenientes das atividades práticas
teatrais, através de diversas experiências.
Artes integradoras Arte e tecnologia (MS.EF15AR26.s.28)
Explorar diferentes tecnologias e recursos digitais
(multimeios, animações, jogos eletrônicos,
gravações em áudio e vídeo, fotografia, softwares
etc.) nos processos de criação artística.

CIÊNCIAS - 1° ANO
COMPETENCIAS ESPECIFICAS

1. Compreender as Ciências da Natureza como empreendimento humano e o conhecimento


científico como provisório, cultural e histórico.
2. Compreender conceitos fundamentais e estruturas explicativas das Ciências da Natureza,
bem como dominar processos, práticas e procedimentos da investigação científica, de modo
a sentir segurança no debate de questões científicas, tecnológicas, socioambientais e do
mundo do trabalho, continuar aprendendo e colaborar para a construção de uma sociedade
justa, democrática e inclusiva.
3. Analisar, compreender e explicar características, fenômenos e processos relativos ao mundo

82
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

natural, social e tecnológico (incluindo o digital), como também as relações que se


estabelecem entre eles, exercitando a curiosidade para fazer perguntas, buscar respostas e
criar soluções (inclusive tecnológicas) com base nos conhecimentos das Ciências da
Natureza.
4. Avaliar aplicações e implicações políticas, socioambientais e culturais da ciência e de suas
tecnologias para propor alternativas aos desafios do mundo contemporâneo, incluindo
aqueles relativos ao mundo do trabalho.
5. Construir argumentos com base em dados, evidências e informações confiáveis, negociar e
defender ideias e pontos de vista que promovam a consciência socioambiental e o respeito a
si próprio e ao outro, acolhendo e valorizando a diversidade de indivíduos e de grupos
sociais, sem preconceitos de qualquer natureza.
6. Utilizar diferentes linguagens e tecnologias digitais de informação e comunicação para se
comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos e resolver problemas
das Ciências da Natureza de forma crítica, significativa, reflexiva e ética.
7. Conhecer, apreciar e cuidar de si, do seu corpo e bem-estar, compreendendo-se na
diversidade humana, fazendo-se respeitar e respeitando o outro, recorrendo aos
conhecimentos das Ciências da Natureza e as suas tecnologias.
8. Agir pessoal e coletivamente com respeito, autonomia, responsabilidade, flexibilidade,
resiliência e determinação, recorrendo aos conhecimentos das Ciências da Natureza para
tomar decisões frente a questões científico-tecnológicas e socioambientais e a respeito da
saúde individual e coletiva, com base em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e
solidários.
1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
(MS.EF01CI01.s.01)
Comparar características de diferentes materiais
presentes em objetos de uso cotidiano, discutindo
Características dos sua origem, os modos como são descartados e
Matéria e energia materiais como podem ser usados de forma mais consciente.

83
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

(MS.EF01CI07.a.02)
Identificar e reconhecer materiais de
diferentes formas e texturas
(MS.EF01CI08.a.03)
Conhecer e diferenciar os resíduos recicláveis e
não recicláveis identificando alguns impactos
ambientais provocados por ambos.
CIÊNCIAS - 1° ANO
2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Características dos (MS.EF01CI09.a.04)
materiais Reconhecer e valorizar o uso consciente dos
materiais utilizando as práticas propostas pelos
cinco R: repensar, reduzir, recusar, reutilizar e
Matéria e energia reciclar.

Vida em evolução Corpo humano (MS.EF01CI02.s.05)


Respeito à Localizar, nomear e representar graficamente
diversidade (por meio de desenhos) partes do corpo humano
e explicar suas funções.
CIÊNCIAS - 1° ANO
3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Corpo humano (MS.EF01CI10.a.06)
Respeito à Relacionar as partes do corpo responsáveis pela
diversidade percepção e aquisição de informações como cheiro,
temperatura, sonoridade, gosto e cor.
Corpo humano (MS.EF01CI03.s.07)
Vida em evolução

84
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Respeito à Discutir as razões pelas quais os hábitos de


diversidade higiene do corpo (lavar as mãos antes de
comer, escovar os dentes, limpar os olhos, o
nariz e as orelhas etc.) são necessários para
a manutenção da saúde.
Corpo humano (MS.EF01CI04.s.08)
Respeito à Comparar características físicas entre os
diversidade colegas, reconhecendo a diversidade e a
importância da valorização, do acolhimento e do
respeito às diferenças.
CIÊNCIAS - 1° ANO
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Escalas de tempo (MS.EF01CI05.s.09)
Identificar e nomear diferentes escalas de tempo: os
períodos diários (manhã, tarde, noite) e a sucessão
de dias, semanas, meses e anos.
(MS.EF01CI06.s.10)
Terra e universo
Selecionar exemplos de como a sucessão de
dias e noites orienta o ritmo de atividades
diárias de seres humanos e de outros seres
vivos.

85
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

EDUCAÇÃO FÍSICA - 1º ANO

COMPETENCIAS ESPECÍFICAS

1-Compreender a origem da cultura corporal de movimento e seus vínculos com a organização


da vida coletiva e individual.

2-Planejar e empregar estratégias para resolver desafios e aumentar as possibilidades de


aprendizagem das práticas corporais, além de se envolver no processo de ampliação do acervo
cultural nesse campo.

3-Refletir, criticamente, sobre as relações entre a realização das práticas corporais e os


processos de saúde/doença, inclusive no contexto das atividades laborais

4-Identificar a multiplicidade de padrões de desempenho, saúde, beleza e estética corporal,


analisando, criticamente, os modelos disseminados na mídia e discutir posturas consumistas e
preconceituosas.

5-Identificar as formas de produção dos preconceitos, compreender seus efeitos e combater


posicionamentos discriminatórios em relação às práticas corporais e aos seus participantes.

6-Interpretar e recriar os valores, os sentidos e os significados atribuídos às diferentes práticas


corporais, bem como aos sujeitos que delas participam.

7-Reconhecer as práticas corporais como elementos constitutivos da identidade cultural dos


povos e grupos.

8-Usufruir das práticas corporais, de forma autônoma, para potencializar o envolvimento em


contextos de lazer, ampliar as redes de sociabilidade e a promoção da saúde.

86
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

9-Reconhecer o acesso às práticas corporais como direito do cidadão, propondo e produzindo


alternativas para sua realização no contexto comunitário.

10-Experimentar, desfrutar, apreciar e criar diferentes brincadeiras, jogos, danças, ginásticas,


esportes, lutas e práticas corporais de aventura, valorizando o trabalho coletivo e o
protagonismo.

1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
(MS.EF12EF01.s.01)
Experimentar, fruir e recriar diferentes brincadeiras e
jogos da cultura popular presentes no contexto
comunitário e regional, reconhecendo e respeitando
Brincadeiras e jogos as diferenças individuais de desempenho dos
da cultura popular colegas.
(MS.EF12EF02.s.02)
Brincadeiras e jogos presentes no
Explicar, por meio de múltiplas linguagens (corporal,
contexto comunitário
visual, oral e escrita), as brincadeiras e os jogos
e regional
populares do contexto comunitário e regional,
reconhecendo e valorizando a importância desses
jogos e brincadeiras para suas culturas de origem.
(MS.EF12EF00.a.03)
Posicionar-se criticamente a partir de suas
experiências.
(MS.EF12EF00.a.04)
Explorar experiências pessoais, sociais e culturais
vivenciadas no seu cotidiano por meio de
brincadeiras e
jogos.
87
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

EDUCAÇÃO FÍSICA - 1º ANO

2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Esportes Esportes de marca (MS.EF12EF05.s.05)
Esportes de precisão Experimentar e fruir, prezando pelo trabalho coletivo
e pelo protagonismo, a prática de esportes de marca
e de precisão, identificando os elementos comuns a
esses esportes.
Conhecimento Corpo, Saúde e (MS.EF12EF00.n.10)
sobre o corpo. Espaço temporal. Identificar e reconhecer as partes do corpo e adotar
hábitos de higiene e alimentação saudável.
(MS.EF12EF00.n.11)
Analisar o posicionamento do corpo em relação a
objetos e a interação com os outros.
EDUCAÇÃO FÍSICA - 1º ANO

3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Ginásticas Ginástica geral (MS.EF12EF07.s.06)
Experimentar, fruir e identificar diferentes
elementos básicos da ginástica (equilíbrios,
saltos, giros, rotações, acrobacias, com e sem
materiais) e da
ginástica geral, de forma individual e em pequenos
grupos, adotando procedimentos de segurança.
(MS.EF12EF10.s.07)
Descrever, por meio de múltiplas linguagens
(corporal, oral, escrita e audiovisual), as
características dos elementos básicos da
ginástica e da ginástica geral, identificando a
presença desses elementos em distintas práticas
88
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

corporais.
EDUCAÇÃO FÍSICA - 1º ANO

4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Danças Danças do contexto (MS.EF12EF11.s.08)
comunitário e Experimentar e fruir diferentes danças do contexto
regional comunitário e regional (rodas cantadas, brincadeiras
Danças do contexto rítmicas e expressivas), e recriá-las, respeitando as
comunitário e diferenças individuais e de desempenho corporal.
(MS.EF12EF12.s.09)
regional
Identificar os elementos constitutivos (ritmo, espaço,
gestos) das danças do contexto comunitário e
regional, valorizando e respeitando as
manifestações de diferentes culturas.

GEOGRAFIA - 1° ANO
1º BIMESTRE

COMPETENCIAS ESPECIFICAS

1. Utilizar os conhecimentos geográficos para entender a interação sociedade/natureza e


exercitar o interesse e o espírito de investigação e de resolução de problemas.
2. Estabelecer conexões entre diferentes temas do conhecimento geográfico, reconhecendo
a importância dos objetos técnicos para a compreensão das formas como os seres humanos
fazem uso dos recursos da natureza ao longo da história.

3. Desenvolver autonomia e senso crítico para compreensão e aplicação do raciocínio


geográfico na análise da ocupação humana e produção do espaço, envolvendo os princípios
de analogia, conexão, diferenciação, distribuição, extensão, localização e ordem.

89
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

4. Desenvolver o pensamento espacial, fazendo uso das linguagens cartográficas e


iconográficas, de diferentes gêneros textuais e das geotecnologias para a resolução de
problemas que envolvam informações geográficas.

5. Desenvolver e utilizar processos, práticas e procedimentos de investigação para


compreender o mundo natural, social, econômico, político e o meio técnico-científico e
informacional, avaliar ações e propor perguntas e soluções (inclusive tecnológicas) para
questões que requerem conhecimentos científicos da Geografia.

6. Construir argumentos com base em informações geográficas, debater e defender ideias e


pontos de vista que respeitem e promovam a consciência socioambiental e o respeito à
biodiversidade e ao outro, sem preconceitos de qualquer natureza.

7. Agir pessoal e coletivamente com respeito, autonomia, responsabilidade, flexibilidade,


resiliência e determinação, propondo ações sobre as questões socioambientais, com base
em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e solidários.

1º BIMESTRE
Unidades Temáticas Objetos de Habilidades
conhecimento
O modo de vida (MS.EF01GE01.s.01)
das crianças em Descrever características observadas de seus
diferentes lugares lugares de vivência (moradia, escola etc.) e
de vivência identificar semelhanças e diferenças entre esses
O modo de vida lugares.
das crianças em (MS.EF01GE02.s.02)

diferentes lugares Identificar semelhanças e diferenças entre jogos e


de vivência brincadeiras de diferentes épocas e lugares.
Situações de (MS.EF01GE04.s.03)
O sujeito e seu lugar
convívio em Discutir e elaborar, coletivamente, regras de
no mundo
diferentes lugares convívio em diferentes espaços (sala de aula, escola
etc.).
90
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Situações de (MS.EF01GE03.s.04)
convívio em Identificar e relatar semelhanças e diferenças de
diferentes lugares usos do espaço público (praças, parques) para o
lazer e diferentes manifestações.
GEOGRAFIA - 1° ANO
2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Mundo do Diferentes tipos de (MS.EF01GE06.s.05)
trabalho moradia existentes Descrever e comparar diferentes tipos de moradia
no seu dia a dia ou objetos de uso cotidiano (brinquedos, roupas,
mobiliários), considerando técnicas e materiais
utilizados em sua produção.
(MS.EF01GE07.s.06)
Descrever atividades de trabalho relacionadas com
o dia a dia da sua comunidade.
GEOGRAFIA - 1° ANO
3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Formas de Pontos de (MS.EF01GE08.s.07)
representação e referência Criar mapas mentais e desenhos com base em
pensamento itinerários, contos literários, histórias inventadas e
espacial brincadeiras.
(MS.EF01GE09.s.08)
Elaborar e utilizar mapas simples para localizar
elementos do local de vivência, considerando
referenciais espaciais (frente e atrás, esquerda e
direita, em cima e embaixo, dentro e fora) e tendo o
corpo como referência.
Conexões e Ciclos naturais e a (MS.EF01GE05.s.09)
escalas vida cotidiana Observar e descrever ritmos naturais (dia e noite,
91
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

variação de temperatura, umidade etc.) em


diferentes escalas espaciais e temporais,
comparando a sua realidade com outras.
GEOGRAFIA - 1° ANO
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Natureza, ambientes Condições de vida (MS.EF01GE10.s.10)
e qualidade de vida nos lugares de Descrever características de seus lugares de
vivência vivência relacionadas aos ritmos da natureza
(chuva, vento, calor etc.).
(MS.EF01GE11.s.11)
Associar mudanças de vestuário e hábitos
alimentares em sua comunidade ao longo do ano,
decorrentes da variação de temperatura e umidade
no ambiente.

HISTÓRIA - 1° ANO

8. Compreender acontecimentos históricos, relações de poder e processos e mecanismos


de transformação e manutenção das estruturas sociais, políticas, econômicas e culturais
ao longo do tempo e em diferentes espaços para analisar, posicionar-se e intervir no
mundo contemporâneo.
9. Compreender a historicidade no tempo e no espaço, relacionando acontecimentos e
processos de transformação e manutenção das estruturas sociais, políticas, econômicas
e culturais, bem como problematizar os significados das lógicas de organização
cronológica
10. Elaborar questionamentos, hipóteses, argumentos e proposições em relação a
documentos, interpretações e contextos históricos específicos, recorrendo a diferentes
linguagens e mídias, exercitando a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos, a
cooperação e o respeito.
92
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

11. Identificar interpretações que expressem visões de diferentes sujeitos, culturas e


povos com relação a um mesmo contexto histórico, e posicionar-se criticamente com
base em princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários.
12. Analisar e compreender o movimento de populações e mercadorias no tempo e
no espaço e seus significados históricos, levando em conta o respeito e a solidariedade
com as diferentes populações.
13. Compreender e problematizar os conceitos e procedimentos norteadores da
produção historiográfica.
14. Produzir, avaliar e utilizar tecnologias digitais de informação e comunicação de
modo crítico, ético e responsável, compreendendo seus significados para os diferentes
grupos ou estratos sociais.

1º BIMESTRE
Unidades Temáticas Objetos de Habilidades
conhecimento
As fases da vida e a (MS.EF01HI01.s.01)
ideia de Identificar aspectos do seu crescimento por meio do
temporalidade registro das lembranças particulares ou de
(passado, presente, lembranças dos membros de sua família e/ou de sua
Mundo pessoal: meu futuro) comunidade.
As diferentes formas (MS.EF01HI02.s.02)
lugar no mundo
de organização da Identificar a relação entre as suas histórias e as
família e da histórias de sua família e de sua comunidade
comunidade: os
(MS.EF01HI03.s.03)
vínculos pessoais e
Descrever e distinguir os seus papéis e
as relações de
responsabilidades relacionados à família, à escola e
amizade
à comunidade.

HISTÓRIA - 1° ANO

93
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Mundo pessoal: meu A escola e a (MS.EF01HI04.s.04)
lugar no mundo diversidade do grupo Identificar as diferenças entre os variados ambientes
social envolvido em que vive (doméstico, escolar e da comunidade),
reconhecendo as especificidades dos hábitos e das
regras que os regem.
Mundo pessoal: A vida em casa, a (MS.EF01HI05.s.05)
eu, meu grupo vida na escola e Identificar semelhanças e diferenças entre jogos e
social e meu formas de brincadeiras atuais e de outras épocas e lugares.
tempo representação social
e espacial: os jogos
e brincadeiras como
forma de interação
social e espacial
HISTÓRIA - 1° ANO
3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Mundo pessoal: A vida em (MS.EF01HI06.s.06)
eu, meu grupo família: Conhecer as histórias da família e da escola e
social e meu diferentes identificar o papel desempenhado por diferentes
tempo configurações e sujeitos em diferentes espaços.
(MS.EF01HI07.s.07)
vínculos
Identificar mudanças e permanências nas formas de
organização familiar.

HISTÓRIA - 1° ANO
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


94
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

conhecimento
Mundo pessoal: eu, A escola, sua (MS.EF01HI08.s.08)
meu grupo social e representação Reconhecer o significado das comemorações e
meu tempo espacial, sua história festas escolares, diferenciando-as das datas festivas
e seu papel na comemoradas no âmbito familiar ou da comunidade.
comunidade

MATEMÁTICA - 1º ANO

COMPETENCIAS ESPECIFICAS

1. Reconhecer que a Matemática é uma ciência humana, fruto das


necessidades e preocupações de diferentes culturas, em diferentes
momentos históricos, e é uma ciência viva, que contribui para
solucionar problemas científicos e tecnológicos e para alicerçar
descobertas e construções, inclusive com impactos no mundo do
trabalho.
2. Desenvolver o raciocínio lógico, o espírito de investigação e a capacidade de produzir
argumentos convincentes, recorrendo aos conhecimentos matemáticos para
compreender e atuar no mundo.
3. Compreender as relações entre conceitos e procedimentos dos diferentes campos da
Matemática (Aritmética, Álgebra, Geometria, Estatística e Probabilidade) e de outras
áreas do conhecimento, sentindo segurança quanto à própria capacidade de construir e
aplicar conhecimentos matemáticos, desenvolvendo a autoestima e a perseverança na
busca de soluções.
4. Fazer observações sistemáticas de aspectos quantitativos e qualitativos presentes nas
práticas sociais e culturais, de modo a investigar, organizar, representar e comunicar
informações relevantes, para interpretá-las e avaliá-las crítica e eticamente, produzindo
argumentos convincentes.
5. Utilizar processos e ferramentas matemáticas, inclusive tecnologias digitais disponíveis,
para modelar e resolver problemas cotidianos, sociais e de outras áreas de
95
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

conhecimento, validando estratégias e resultados.


6. Enfrentar situações-problema em múltiplos contextos, incluindo-se situações
imaginadas, não diretamente relacionadas com o aspecto prático-utilitário, expressar
suas respostas e sintetizar conclusões, utilizando diferentes registros e linguagens
(gráficos, tabelas, esquemas, além de texto escrito na língua materna e outras
linguagens para descrever algoritmos, como fluxogramas, e dados).
7. Desenvolver e/ou discutir projetos que abordem, sobretudo, questões de urgência social,
com base em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e solidários, valorizando a
diversidade de opiniões de indivíduos e de grupos sociais, sem preconceitos de qualquer
natureza.
8. Interagir com seus pares de forma cooperativa, trabalhando coletivamente no
planejamento e desenvolvimento de pesquisas para responder a questionamentos e na
busca de soluções para problemas, de modo a identificar aspectos consensuais ou não
na discussão de uma determinada questão, respeitando o modo de pensar dos colegas
e aprendendo com eles.
Unidades Temáticas Objetos de Habilidades
conhecimento
Contagem de rotina (MS.EF01MA01.s.01)
Contagem Utilizar números naturais como indicador de
ascendente e quantidade ou de ordem em diferentes situações
descendente cotidianas e reconhecer situações em que os
Reconhecimento de números não indicam contagem nem ordem, mas
números no contexto sim código de identificação.
Números diário: indicação de
quantidades,
indicação de ordem
ou indicação de
código para a
organização de
informações.
Quantificação de (MS.EF01MA02.s.02)

96
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

elementos de uma Contar de maneira exata ou aproximada,


coleção: estimativas, utilizando diferentes estratégias como o
contagem um a um, pareamento e outros agrupamentos.
pareamento ou outros
agrupamentos e
comparação.
Quantificação de (MS.EF01MA03.s.03)
elementos de uma Estimar e comparar quantidades de objetos de
coleção: estimativas, dois conjuntos (em torno de 20 elementos), por
contagem um a um, estimativa e/ou por correspondência (um a um,
pareamento ou outros dois a dois) para indicar “tem mais”, “tem menos”
agrupamentos e ou “tem a mesma quantidade”.
comparação.
Leitura, escrita e (MS.EF01MA04.s.04)
comparação de Contar a quantidade de objetos de coleções até
números naturais 100 unidades e apresentar o resultado por
(até 100). registros verbais e simbólicos, em situações de
Reta numérica. seu interesse, como jogos, brincadeiras, materiais
da sala de aula, entre outros.
Construção de fatos (MS.EF01MA00.n.08)
básicos da adição. Estabelecer a relação entre unidades e dezenas
com e sem suporte de materiais concretos e reta
numérica.
Padrões figurais e (MS.EF01MA09.s.11)
Álgebra
numéricos: Organizar e ordenar objetos familiares ou
investigação de representações por figuras, por meio de atributos,
regularidades ou tais como cor, forma e medida.
padrões em
sequências.
Sequências (MS.EF01MA10.s.12)
recursivas: Descrever, após o reconhecimento e a
observação de regras explicitação de um padrão (ou regularidade), os

97
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

usadas utilizadas em elementos ausentes em sequências recursivas de


seriações numéricas números naturais, objetos ou figuras.
(mais 1, mais 2,
menos 1, menos 2,
por exemplo).
Geometria Localização de (MS.EF01MA11.s.13)
objetos e de pessoas Descrever a localização de pessoas e de objetos
no espaço, utilizando no espaço em relação à sua própria posição,
diversos pontos de utilizando termos como à direita, à esquerda, em
referência e frente, atrás.
vocabulário
apropriado.
Grandezas e Medidas de tempo: (MS.EF01MA17.s.19)
medidas unidades de medida Reconhecer e relacionar períodos do dia, dias
de tempo, suas da semana e meses do ano, utilizando
relações e o uso do calendário, quando necessário.
calendário.
MATEMÁTICA - 1º ANO

2º BIMESTRE
Unidades Temáticas Objetos de Habilidades
conhecimento
Contagem de rotina (MS.EF01MA01.s.01)
Contagem Utilizar números naturais como indicador de
ascendente e quantidade ou de ordem em diferentes situações
descendente cotidianas e reconhecer situações em que os
Reconhecimento de números não indicam contagem nem ordem, mas
números no contexto sim código de identificação.
Números diário: indicação de
quantidades,
indicação de ordem
ou indicação de

98
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

código para a
organização de
informações.
Quantificação de (MS.EF01MA02.s.02)
elementos de uma Contar de maneira exata ou aproximada,
coleção: estimativas, utilizando diferentes estratégias como o
contagem um a um, pareamento e outros agrupamentos.
pareamento ou outros
agrupamentos e
comparação.
Quantificação de (MS.EF01MA03.s.03)
elementos de uma Estimar e comparar quantidades de objetos de
coleção: estimativas, dois conjuntos (em torno de 20 elementos), por
contagem um a um, estimativa e/ou por correspondência (um a um,
pareamento ou outros dois a dois) para indicar “tem mais”, “tem menos”
agrupamentos e ou “tem a mesma quantidade”.
comparação.
Leitura, escrita e (MS.EF01MA04.s.04)
comparação de Contar a quantidade de objetos de coleções até
números naturais 100 unidades e apresentar o resultado por
(até 100). registros verbais e simbólicos, em situações de
Reta numérica. seu interesse, como jogos, brincadeiras, materiais
da sala de aula, entre outros.
Construção de fatos (MS.EF01MA00.n.08)
básicos da adição. Estabelecer a relação entre unidades e dezenas
com e sem suporte de materiais concretos e reta
numérica.
Padrões figurais e (MS.EF01MA09.s.11)
Álgebra
numéricos: Organizar e ordenar objetos familiares ou
investigação de representações por figuras, por meio de atributos,
regularidades ou tais como cor, forma e medida.
padrões em

99
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

sequências.
Sequências (MS.EF01MA10.s.12)
recursivas: Descrever, após o reconhecimento e a
observação de regras explicitação de um padrão (ou regularidade), os
usadas utilizadas em elementos ausentes em sequências recursivas de
seriações numéricas números naturais, objetos ou figuras.
(mais 1, mais 2,
menos 1, menos 2,
por exemplo).
Geometria Localização de (MS.EF01MA11.s.13)
objetos e de pessoas Descrever a localização de pessoas e de objetos
no espaço, utilizando no espaço em relação à sua própria posição,
diversos pontos de utilizando termos como à direita, à esquerda, em
referência e frente, atrás.
vocabulário
apropriado.
Grandezas e Medidas de tempo: (MS.EF01MA17.s.19)
medidas unidades de medida Reconhecer e relacionar períodos do dia, dias
de tempo, suas da semana e meses do ano, utilizando
relações e o uso do calendário, quando necessário.
calendário.
MATEMÁTICA - 1º ANO

3º BIMESTRE
Unidades Temáticas Objetos de Habilidades
conhecimento
Contagem de rotina (MS.EF01MA01.s.01)
Contagem Utilizar números naturais como indicador de
ascendente e quantidade ou de ordem em diferentes situações
descendente cotidianas e reconhecer situações em que os
Reconhecimento de números não indicam contagem nem ordem, mas
números no contexto sim código de identificação.

100
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Números diário: indicação de


quantidades,
indicação de ordem
ou indicação de
código para a
organização de
informações.
Leitura, escrita e (MS.EF01MA05.s.05)
comparação de Comparar números naturais de até duas ordens
números naturais em situações cotidianas, com e sem suporte da
(até 100). reta numérica.
Reta numérica.
Leitura, escrita e (MS.EF01MA00.n.06)
comparação de (Re) Conhecer antecessor e sucessor de números
números naturais naturais de até duas ordens em situações
(até 100). cotidianas.
Reta numérica.
Sequências (MS.EF01MA10.s.12)
recursivas: Descrever, após o reconhecimento e a
observação de regras explicitação de um padrão (ou regularidade), os
usadas utilizadas em elementos ausentes em sequências recursivas
Álgebra seriações numéricas de números naturais, objetos ou figuras.
(mais 1, mais 2,
menos 1, menos 2,
por exemplo).
Geometria Localização de (MS.EF01MA12.s.14)
objetos e de pessoas Descrever a localização de pessoas e de objetos
no espaço, utilizando no espaço segundo um dado ponto de
diversos pontos de referência, compreendendo que, para a utilização
referência e de termos que se referem à posição, como
vocabulário direita, esquerda, em cima, em baixo, é
apropriado. necessário explicitar-se o referencial.
101
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Grandezas e Medidas de tempo: (MS.EF01MA18.s.20)


medidas unidades de medida Produzir a escrita de uma data, apresentando o dia,
de tempo, suas o mês e o ano, e indicar o dia da semana de uma
relações e o uso do data, consultando calendários.
calendário.
Medidas de (MS.EF01MA15.s.17)
comprimento, massa Comparar comprimentos, capacidades ou
e capacidade: massas, utilizando termos como mais alto, mais
comparações e baixo, mais comprido, mais curto, mais grosso,
unidades de medida mais fino, mais largo, mais pesado, mais leve,
não convencionais. cabe mais, cabe menos, entre outros, para
ordenar objetos de uso cotidiano.
Probabiliade e Noção de acaso (MS.EF01MA20.s.22)
estatistica Classificar eventos envolvendo o acaso, tais como
“acontecerá com certeza”, “talvez aconteça” e “é
impossível acontecer”, em situações do cotidiano.
MATEMÁTICA - 1º ANO

4º BIMESTRE
Unidades Temáticas Objetos de Habilidades
conhecimento
Construção de fatos (MS.EF01MA06.s.07)
básicos da adição Construir fatos básicos da adição e utilizá-los em
procedimentos de cálculo para resolver
problemas.
Construção de fatos (MS.EF01MA00.n.08)
básicos da adição. Estabelecer a relação entre unidades e dezenas
com e sem suporte de materiais concretos e reta
Números
numérica.
Composição e (MS.EF01MA07.s.09)
decomposição de Compor e decompor número de até duas ordens,
números naturais. por meio de diferentes adições, com o suporte de
material manipulável, contribuindo para a
102
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

compreensão de características do sistema de


numeração decimal e o desenvolvimento de
estratégias de cálculo.
Padrões figurais e (MS.EF01MA09.s.11)
numéricos: Organizar e ordenar objetos familiares ou
investigação de representações por figuras, por meio de
regularidades ou atributos, tais como cor, forma e medida.
Álgebra padrões em
sequências.
Sequências (MS.EF01MA10.s.12)
recursivas: Descrever, após o reconhecimento e a
observação de regras explicitação de um padrão (ou regularidade), os
usadas utilizadas em elementos ausentes em sequências recursivas de
seriações numéricas números naturais, objetos ou figuras.
(mais 1, mais 2,
menos 1, menos 2, por
exemplo).
Geometria Figuras geométricas (MS.EF01MA13.s.15)
espaciais: Relacionar figuras geométricas espaciais (cones,
reconhecimento e cilindros, esferas e blocos retangulares) a objetos
relações com objetos familiares do mundo físico.
familiares do mundo
físico.
Grandezas e Medidas de tempo: (MS.EF01MA16.s.18)
medidas unidades de medida Relatar em linguagem verbal ou não verbal
de tempo, suas sequência de acontecimentos relativos a um
relações e o uso do dia, utilizando, quando possível, os horários
calendário. dos eventos.
Probabiliade e Leitura de tabelas e (MS.EF01MA21.s.23)
estatistica de gráficos de Ler dados expressos em tabelas e em gráficos de
colunas simples colunas simples.
MATEMÁTICA - 1º ANO

103
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

4º BIMESTRE
Unidades Temáticas Objetos de Habilidades
conhecimento
Construção de fatos (MS.EF01MA06.s.07)
básicos da adição Construir fatos básicos da adição e utilizá-los em
procedimentos de cálculo para resolver
problemas.
Construção de fatos (MS.EF01MA00.n.08)
básicos da adição. Estabelecer a relação entre unidades e dezenas
com e sem suporte de materiais concretos e reta
Números
numérica.
Composição e (MS.EF01MA07.s.09)
decomposição de Compor e decompor número de até duas ordens,
números naturais. por meio de diferentes adições, com o suporte de
material manipulável, contribuindo para a
compreensão de características do sistema de
numeração decimal e o desenvolvimento de
estratégias de cálculo.
Problemas envolvendo (MS.EF01MA08.s.10)
diferentes significados Resolver e elaborar problemas de adição e de
da adição e da subtração, envolvendo números de até dois
subtração (juntar, algarismos, com os significados de juntar,
acrescentar, separar, acrescentar, separar e retirar, com o suporte de
retirar). imagens e/ou material manipulável, utilizando
estratégias e formas de registro pessoais.
Padrões figurais e (MS.EF01MA09.s.11)
numéricos: Organizar e ordenar objetos familiares ou
investigação de representações por figuras, por meio de
regularidades ou atributos, tais como cor, forma e medida.
Álgebra padrões em
sequências.
Sequências (MS.EF01MA10.s.12)

104
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

recursivas: Descrever, após o reconhecimento e a


observação de regras explicitação de um padrão (ou regularidade), os
usadas utilizadas em elementos ausentes em sequências recursivas de
seriações numéricas números naturais, objetos ou figuras.
(mais 1, mais 2,
menos 1, menos 2, por
exemplo).
Geometria Figuras geométricas (MS.EF01MA14.s.16)
planas: Identificar e nomear figuras planas (círculo,
reconhecimento do quadrado, retângulo e triângulo) em desenhos
formato das faces de apresentados em diferentes disposições ou em
figuras geométricas contornos de faces de sólidos geométricos.
espaciais
Grandezas e Sistema monetário (MS.EF01MA19.s.21)
medidas brasileiro: Reconhecer e relacionar valores de moedas e
reconhecimento de cédulas do sistema monetário brasileiro para
cédulas e moedas. resolver situações simples do cotidiano do
estudante.
Probabiliade e Coleta e organização (MS.EF01MA22.s.24)
estatistica de informações Realizar pesquisa, envolvendo até duas variáveis
Registros pessoais categóricas de seu interesse e universo de até 30
para comunicação de elementos, e organizar dados por meio de
informações representações pessoais.
coletadas
LÍNGUA PORTUGUESA - 1º ANO

COMPETENCIAS ESPECIFICAS
 Reconhecer o texto comolugar de manifestação e negociação de sentidos, valores e ideolog
 Compreender a lingua como fenonemo cultural, historico, social, variavel, heterogeneo e
sensivel aos contextos de uso, reconhecendo-a como meio de construção de identidades de
seus usuarios e da comuniodade a que pertencem.
 Apropriar-se da linguagem escrita, recohecendo-a como forma de interação nos diferentes
campos de atuação da vida social e utilizando-a para ampliar suas possibiliades de participa
105
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

cultura letrada, de construir conhecimentos (inclusive escolares) e de se envolver com maior


autonomia e protagonismo na via social.
 Ler, escutar e produzir textos orais e escritos e multissemioticos que circulam em diferentes
campos de atuação e midias, com compreenção, autonomia, fluencia e criticiae, de modo a
expressar e partilhar informações, experiencias, ideias e sentimentos, e continuar aprenendo
 Compreender o fenobnemo da variação linguistica, demonstrando atitudee respeitosa diante
variedades linguisticas e rejeitando preconceitos linguistios.
 Empregar, nas interções sociais, a variedade e o estilo de linguagem adequados a situação
comunicativa, ao(s) interlocturer(es) e ao genero do discruso genero/textual.
 Analisar informações, argumentos e opiniões ,anisfestados em interações sociais e nos meio
de comunicação, posicionando-se etica e criticamente em relaçao a conteudos discriminator
que ferem direitos humanos e ambientais.
 Selecionar textos e livros para leitura integral, de acordo com objetivos, interessses e projeto
pessoais ( estudo, formação pessoal, entreterimento, pesquisa, trabalho etc.)
 Envolver-se em praticas de leitura literaria que possibilitem o esenvolveimento do senso ese
para fruição, valorizando a literatura e outras manifestações artistico-culturais como formas d
acesso as dimensões ludicas, de imaginario e encantamento, reconhecendo o poptencial
transformador e humanizador da experiencia com a literatura.
 Mobilizar praticas da cultura digital, diferentes linguagens, midias e ferramentas digitais para
expandir as formas de produzir sentidos (nos procesos de compreensão e produção), apren
refletir sobre o mundo e realizar diferentes projetos autorais.

1º BIMESTRE

Práticas de CAMPOS Objeto de Habilidades


Linguagem conhecimento
Todos os campos Protocolos de leitura MS.EF01LP01.s.01)
(Compartilhada
Leitura/escuta

e autonoma)

de atuação Reconhecer que textos são lidos e


escritos da esquerda para a direita e de
cima para baixo da página

106
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Reconstrução das (MS.EF15LP01.s.01)


condições de produção Identificar a função social de textos
e recepção de textos que circulam em campos da vida
social dos quais participa
cotidianamente (a casa, a rua, a
comunidade, a escola) e nas mídias
impressa, de massa e digital,
reconhecendo para que foram
produzidos, onde circulam, quem os
produziu e a quem se destinam.

Atuação no Leitura de imagens em (MS.EF15LP14.s.14)


campo da vida narrativas visuais Construir o sentido de histórias em
cotidiana quadrinhos e tirinhas, relacionando
imagens e palavras e interpretando
recursos gráficos (tipos de balões, de
letras, onomatopeias).

Atuação no Formação do leitor (MS.EF15LP15.s.15)


campo artistico- literário Reconhecer que os textos literários
iterario fazem parte do mundo do imaginário
e apresentam uma dimensão lúdica,
de encantamento, valorizando-os, em
sua diversidade cultural, como
patrimônio artístico da humanidade.
Escrita (compartilhada e

Todos os campos Correspondência (MS.EF01LP02.s.02)


de atuação fonema-grafema Escrever, espontaneamente ou por
autônoma)

ditado, palavras e frases de forma


alfabética – usando letras/grafemas
que representem fonemas.

Construção do sistema (MS.EF01LP03.s.03)


107
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

alfabético/ Convenções Observar escritas convencionais,


da escrita comparando-as às suas produções
escritas, percebendo semelhanças e
diferenças.
Campo a vida Escrita compartilhada (MS.EF01LP21.s.21)
publica Escrever, em colaboração com os
colegas e com a ajuda do professor,
listas de regras e regulamentos que
organizam a vida na comunidade
escolar, dentre outros gêneros do
campo da atuação cidadã,
considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do
texto.

Todos os Planejamento de texto (MS.EF15LP05.s.05)


oralidadde Produção
de textos
(escrita

ccampos de Planejar, com a ajuda do professor, o


atuação texto que será produzido,
Todos os campos Oralidade (MS.EF15LP09.s.09)
considerando a situação
de atuação pública/Intercâmbio Expressar-se em situações de
compartil
hada e

conversacional em sala intercâmbio oral com clareza,


de aula preocupando-se em ser
compreendido pelo interlocutor e
usando a palavra com tom de voz
audível, boa articulação e ritmo
adequado.

Atuação no Contagem de (MS.EF15LP19.s.19)


campo artistico- histórias Recontar oralmente, com e sem
iterario apoio de imagem, textos literários
lidos pelo professor.

108
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES
Análise linguística/ semiótica (Alfabetização)

Todos os Conhecimento do (MS.EF01LP04.s.04)


ccampos de alfabeto do português do Distinguir as letras do alfabeto de
atuação Brasil outros sinais gráficos.
(MS.EF01LP10.s.10)
Nomear as letras do alfabeto e
recitá-lo na ordem das letras.
Construção do sistema (MS.EF01LP05.s.05)
alfabético Reconhecer o sistema de escrita
alfabética como representação dos
sons da fala.

LÍNGUA PORTUGUESA - 1º ANO

2º BIMESTRE

Práticas de CAMPOS Objeto de Habilidades


Linguagem conhecimento
Leitura/escuta (Compartilhada e autonoma)

Todos os campos Estratégia de leitura (MS.EF15LP02.s.02 )


de atuação Estabelecer expectativas em relação
ao texto que vai ler (pressuposições
antecipadoras dos sentidos, da forma
e da função social do texto),
apoiando-se em seus conhecimentos
prévios sobre as condições de
produção e recepção desse texto, o
gênero, o suporte e o universo
temático, bem como sobre saliências
textuais, recursos gráficos, imagens,
dados da própria obra (índice,
prefácio etc.), confirmando

109
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

antecipações e inferências realizadas


antes e durante a leitura de textos,
checando a adequação das hipóteses
realizadas.

(MS.EF15LP03.s.03)
Localizar informações explícitas em
textos.

Atuação na vida Leitura de imagens em (MS.EF15LP14.s.14)


cotidiana narrativas visuais Construir o sentido de histórias em
quadrinhos e tirinhas, relacionando
imagens e palavras e interpretando
recursos gráficos (tipos de balões, de
letras, onomatopeias).
Compreensão em (MS.EF12LP04.s.04)
leitura Ler e compreender, em colaboração
com os colegas e com a ajuda do
professor ou já com certa autonomia,
listas, agendas, calendários, avisos,
convites, receitas, instruções de
montagem (digitais ou impressos),
dentre outros gêneros do campo da
vida cotidiana, considerando a
situação comunicativa e o
tema/assunto do texto e relacionando
sua forma de organização à sua
finalidade.

Compreensão em (MS.EF01LP16.s.16)
Campo a vida
leitura Ler e compreender, em colaboração
cotidiana
com os colegas e com a ajuda do
110
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

professor, quadras, quadrinhas,


parlendas, trava- línguas, dentre
outros gêneros do campo da vida
cotidiana, considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do
texto e relacionando sua forma de
organização à sua finalidade.

Compreensão em (MS.EF12LP17.s.17)
Campo das
leitura Ler e compreender, em colaboração
práticas e
com os colegas e com a ajuda do
estuddo e
professor, enunciados de tarefas
pesquisa
escolares, diagramas, curiosidades,
pequenos relatos de experimentos,
entrevistas, verbetes de enciclopédia
infantil, entre outros gêneros do
campo investigativo, considerando a
situação comunicativa e o
tema/assunto do texto.

Atuação no campo Formação do leitor (MS.EF15LP15.s.15)


artístico-literário literário Reconhecer que os textos literários
fazem parte do mundo do imaginário
e apresentam uma dimensão lúdica,
de encantamento, valorizando-os, em
sua diversidade cultural, como
patrimônio artístico da humanidade.

Apreciação (MS.EF15LP17.s.17)
estética/Estilo Apreciar poemas visuais e
concretos, observando efeitos de
sentido criados pelo formato do
111
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

texto na página, distribuição e


diagramação das letras, pelas
ilustrações e por outros efeitos
visuais.

Campo artistico- Apreciação (MS.EF12LP18.s.18)


literário estética/Estilo Apreciar poemas e outros textos
versificados, observando rimas,
sonoridades, jogos de palavras,
reconhecendo seu pertencimento ao
mundo imaginário e sua dimensão
de encantamento, jogo e fruição.
Escrita (compartilhada e autônoma)

Todos os campos Correspondência (MS.EF01LP02.s.02)


de atuação fonema-grafema Escrever, espontaneamente ou por
ditado, palavras e frases de forma
alfabética – usando letras/grafemas
que representem fonemas.

Construção do sistema (MS.EF01LP03.s.03)


alfabético/ Convenções Observar escritas convencionais,
da escrita comparando-as às suas produções
escritas, percebendo semelhanças e
diferenças.

112
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Campo a vida Escrita compartilhada (MS.EF01LP21.s.21)


publica Escrever, em colaboração com os
colegas e com a ajuda do professor,
listas de regras e regulamentos que
organizam a vida na comunidade
escolar, dentre outros gêneros do
campo da atuação cidadã,
considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do
texto.

Campo artistico- Escrita autônoma e (MS.EF01LP25s.25)


literário compartilhada Produzir, tendo o professor como
escriba, recontagens de histórias lidas
pelo professor, histórias imaginadas
ou baseadas em livros de imagens,
observando a forma de composição
de textos narrativos (personagens,
enredo, tempo e espaço).
Produção de textos

Todos os campos Revisão de textos (MS.EF15LP06.s.06)


compartilhada e

de atuação Reler e revisar o texto produzido


atuonoma
(escrita

com a ajuda do professor e a


colaboração dos colegas, para
corrigi-lo e aprimorá-lo, fazendo
cortes, acréscimos, reformulações,

113
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES
oralidadde

Todos os Escuta atenta (MS.EF15LP10.s.10)


ccampos de Escutar, com atenção, falas de
atuação professores e colegas, formulando
perguntas pertinentes ao tema e
solicitando esclarecimentos sempre
que necessário.

Atuação no Contagem de (MS.EF15LP19.s.19)


campo artistico- histórias Recontar oralmente, com e sem
iterario apoio de imagem, textos literários
lidos pelo professor.
Análise linguística/ semiótica (Alfabetização)

Todos os Construção do sistema (MS.EF01LP06.s.06)


ccampos de alfabético e da ortografia Segmentar oralmente palavras em
atuação sílabas.
(MS.EF01LP07.s.07)
Identificar fonemas e sua
representação por letras.
(MS.EF01LP08.s.08)
Relacionar elementos sonoros (sílabas,
fonemas, partes de palavras) com sua
representação escrita.
Atuação na vida Forma de composição do (MS.EF12LP07.s.07)
cotidiana texto Identificar e (re)produzir, em cantiga,
quadras, quadrinhas, parlendas,
trava-línguas e canções, rimas,
aliterações, assonâncias, o ritmo de
fala relacionado ao ritmo e à melodia
das músicas e seus efeitos de
sentido.

114
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Campo a vidda Forma de composição do (MS.EF12LP14.s.14)


pública texto Identificar e reproduzir, em
fotolegendas de notícias, álbum de
fotos digital noticioso, cartas de leitor
(revista infantil), digitais ou impressos,
a formatação e diagramação
específica de cada um desses
gêneros, inclusive em suas versões
orais.

Campo artistico- Formas de (MS.EF12LP19.s.19)


literário composição de textos Reconhecer, em textos versificados,
poéticos rimas, sonoridades, jogos de
palavras, palavras, expressões,
comparações, relacionando-as com
sensações e associações.

Formas de (MS.EF01LP26.s.26)
composição de Identificar elementos de uma
narrativas narrativa lida ou escutada, incluindo
personagens, enredo, tempo e
espaço.

LÍNGUA PORTUGUESA - 1º ANO

3º BIMESTRE

Práticas de CAMPOS Objeto de Habilidades


Linguagem conhecimento
TODOS OS Estratégia de leitura (MS.EF15LP04.s.04)
(Compartilhada
Leitura/escuta

e autonoma)

CAMPOS DE Identificar o efeito de sentido


ATUAÇÃO produzido pelo uso de recursos
expressivos gráfico-visuais em
textos multissemióticos.
115
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Decodificação/Fluên cia (MS.EF12LP01.s.01)


de leitura Ler palavras novas com precisão na
decodificação, no caso de palavras
de uso frequente, ler globalmente,
por memorização.

Leitura de imagens em (MS.EF15LP14.s.14)


ATUAÇÃO NO
narrativas visuais Construir o sentido de histórias em
CAMPO DA VIDA
quadrinhos e tirinhas, relacionando
COTIDIANA
imagens e palavras e interpretando
recursos gráficos (tipos de balões,
de letras, onomatopeias).

Compreensão em (MS.EF01LP16.s.16)
Campo a vida
leitura Ler e compreender, em
cotidiana
colaboração com os colegas e com
a ajuda do professor, quadras,
quadrinhas, parlendas, trava-
línguas, dentre outros gêneros do
campo da vida cotidiana,
considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do
texto e relacionando sua forma de
organização à sua finalidade.

Compreensão em (MS.EF12LP17.s.17)
Campo das
leitura Ler e compreender, em colaboração
práticas e
com os colegas e com a ajuda do
estuddo e
professor, enunciados de tarefas
pesquisa
escolares, diagramas, curiosidades,
pequenos relatos de experimentos,
116
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

entrevistas, verbetes de enciclopédia


infantil, entre outros gêneros do
campo investigativo, considerando a
situação comunicativa e o
tema/assunto do texto.

Atuação no Leitura colaborativa e (MS.EF15LP16.s.16)


CAMPO autônoma Ler e compreender, em colaboração
ARTÍSTICO- com os colegas e com a ajuda do
LITERÁRIO: professor e, mais tarde, de maneira
autônoma, textos narrativos de
maior porte como contos (populares,
de fadas, acumulativos, de
assombração etc.) e crônicas.
Escrita (compartilhada e autônoma)

Todos os campos Correspondência (MS.EF01LP02.s.02)


de atuação fonema-grafema Escrever, espontaneamente ou por
ditado, palavras e frases de forma
alfabética – usando letras/grafemas
que representem fonemas.

Construção do sistema (MS.EF01LP03.s.03)


alfabético/ Convenções Observar escritas convencionais,
da escrita comparando-as às suas produções
escritas, percebendo semelhanças
e diferenças.

117
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Campo a vida Escrita compartilhada (MS.EF01LP21.s.21)


publica Escrever, em colaboração com os
colegas e com a ajuda do professor,
listas de regras e regulamentos que
organizam a vida na comunidade
escolar, dentre outros gêneros do
campo da atuação cidadã,
considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do
texto.

Escrita compartilhada (MS.EF12LP11.s.11)


Escrever, em colaboração com os
colegas e com a ajuda do
professor, fotolegendas em
notícias, manchetes e lides em
notícias, álbum de fotos digital
noticioso e notícias curtas para
público infantil, digitais ou
impressos, dentre outros gêneros
do campo jornalístico,
considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do
texto.
Produção de textos

Todos os campos Edição de textos (MS.EF15LP07.s.07)


compartilhada e

de atuação Editar a versão final do texto, em


atuonoma
(escrita

colaboração com os colegas e com


a ajuda do professor, ilustrando,
quando for o caso, em suporte
adequado, manual ou digital.

118
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES
oralidadde

Todos os Características da (MS.EF15LP11.s.11)


ccampos de conversação Reconhecer características da
atuação espontânea conversação espontânea presencial,
respeitando os turnos de fala,
selecionando e utilizando, durante a
conversação, formas de tratamento
adequadas, de acordo com a
situação e a posição do interlocutor.

Aspectos não linguísticos (MS.EF15LP12.s.12)


(paralinguísticos) no ato Atribuir significado a aspectos não
da fala linguísticos (paralinguísticos)
observados na fala, como direção
do olhar, riso, gestos, movimentos
da cabeça (de concordância ou
discordância), expressão corporal,
tom de voz.

Atuação na vida Produção de texto oral (MS.EF12LP06.s.06)


cotiidiana Planejar e produzir, em colaboração
com os colegas e com a ajuda do
professor, recados, avisos, convites,
receitas, instruções de montagem,
dentre outros gêneros do campo da
vida cotidiana, que possam ser
repassados oralmente por meio de
ferramentas digitais, em áudio ou
vídeo, considerando a situação
comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do texto.

119
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Campo das Planejamento de texto (MS.EF01LP23.s.23)


práticas e oral Exposição oral Planejar e produzir, em colaboração
estuddo e com os colegas e com a ajuda do
pesquisa professor, entrevistas, curiosidades,
dentre outros gêneros do campo
investigativo, que possam ser
repassados oralmente por meio de
ferramentas digitais, em áudio ou
vídeo, considerando a situação
comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do texto.

Todos os Construção do sistema (MS.EF01LP09.s.09)


Análise linguística/ semiótica

ccampos de alfabético e da ortografia Comparar palavras, identificando


atuação semelhanças e diferenças entre sons
(Alfabetização)

de sílabas iniciais, mediais e finais.


Conhecimento das (MS.EF01LP11.s.11)
diversas grafias do Conhecer, diferenciar e relacionar
alfabeto/ Acentuação letras em formato imprensa e
cursiva, maiúsculas e minúsculas.
Segmentação de (MS.EF01LP12.s.12)
palavras/Classificaç ão Reconhecer a separação das
de palavras por número palavras, na escrita, por espaços em
de sílabas branco.

120
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Atuação na vida Forma de composição do (MS.EF12LP07.s.07)


cotidiana texto Identificar e (re)produzir, em cantiga,
quadras, quadrinhas, parlendas,
trava-línguas e canções, rimas,
aliterações, assonâncias, o ritmo de
fala relacionado ao ritmo e à melodia
das músicas e seus efeitos de
sentido.

Campo a via Forma de composição do (MS.EF12LP14.s.14)


publica texto Identificar e reproduzir, em
fotolegendas de notícias, álbum de
fotos digital noticioso, cartas de leitor
(revista infantil), digitais ou
impressos, a formatação e
diagramação específica de cada um
desses gêneros, inclusive em suas
versões orais.

(MS.EF12LP15.s.15)
Identificar a forma de composição
de slogans publicitários.
LÍNGUA PORTUGUESA - 1º ANO

4º BIMESTRE

Práticas de CAMPOS Objeto de Habilidades


Linguagem conhecimento
TODOS OS Formação de leitor (MS.EF12LP02.s.02)
(Compartilhada
Leitura/escuta

e autonoma)

CAMPOS DE Buscar, selecionar e ler, com a


ATUAÇÃO mediação do professor (leitura
compartilhada), textos que circulam
em meios impressos ou digitais, de

121
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

acordo com as necessidades e


interesses.

Construção do sistema (MS.EF12LP03.s.03)


alfabético/ Copiar textos breves, mantendo
Estabelecimento de suas características e voltando para
relações anafóricas na o texto sempre que tiver dúvidas
referenciação e sobre sua distribuição gráfica,
construção da coesão espaçamento entre as palavras,
escrita das palavras e pontuação.

Compreensão em leitura (MS.EF12LP04.s.04)


Ler e compreender, em colaboração
com os colegas e com a ajuda do
professor ou já com certa
autonomia, listas, agendas,
calendários, avisos, convites,
receitas, instruções de montagem
(digitais ou impressos), dentre
outros gêneros do campo da vida
cotidiana, considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do
texto e relacionando sua forma de
organização à sua finalidade.

Escrita compartilhada (MS.EF12LP05.s.05)


Planejar e produzir, em colaboração
com os colegas e com a ajuda do
professor, (re)contagens de
histórias, poemas e outros textos
versificados (letras de canção,
quadrinhas, cordel), poemas visuais,
122
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

tiras e histórias em quadrinhos,


dentre outros gêneros do campo
artístico-literário, considerando a
situação comunicativa e a finalidade
do texto.
Escrita autônoma e (MS.EF01LP17.s.17)
CAMPO DA VIDA
compartilhada Planejar e produzir, em colaboração
COTIDIANA:
com os colegas e com a ajuda do
professor, listas, agendas,
calendários, avisos, convites,
receitas, instruções de montagem e
legendas para álbuns, fotos ou
ilustrações (digitais ou impressos),
dentre outros gêneros do campo da
vida cotidiana, considerando a
situação comunicativa e o
tema/assunto/ finalidade do texto.

(MS.EF01LP18.s.18)
Registrar, em colaboração com os
colegas e com a ajuda do
professor, cantigas, quadras,
quadrinhas, parlendas, trava-
línguas, dentre outros gêneros do
campo da vida cotidiana,
considerando a situação
comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do texto.

Campo a vida Compreensão em (MS.EF12LP08.s.08)


pública leitura Ler e compreender, em colaboração
com os colegas e com
123
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

a ajuda do professor, fotolegendas


em notícias, manchetes e lides em notícias, álbum de fotos digital
noticioso e notícias curtas para público infantil, dentre outros
gêneros do campo jornalístico, considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do texto.

(MS.EF12LP09.s.09)
Ler e compreender, em colaboração
com os colegas e com a ajuda do
professor, slogans, anúncios
publicitários e textos de campanhas
de conscientização destinados ao
público infantil, dentre outros
gêneros do campo publicitário,
considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do
texto.

(MS.EF12LP10.s.10)
Ler e compreender, em colaboração
com os colegas e com a ajuda do
professor, cartazes, avisos, folhetos,
regras e regulamentos que
organizam a vida na comunidade
escolar, dentre outros gêneros do
campo da atuação cidadã,
considerando a
situação comunicativa e o
tema/assunto do texto.
Atuação no Formação do leitor (MS.EF15LP18.s.18)
campo artistico- literário/Leitura Relacionar texto com ilustrações e
iterario multissemiótica outros recursos gráficos.
124
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES
Escrita (compartilhada e autônoma)

Todos os Correspondência (MS.EF01LP02.s.02)


campos de fonema-grafema Escrever, espontaneamente ou por
atuação ditado, palavras e frases de forma
alfabética – usando letras/grafemas
que representem fonemas.
Construção do sistema (MS.EF01LP03.s.03)
alfabético/ Convenções Observar escritas convencionais,
da escrita comparando-as às suas produções
escritas, percebendo semelhanças
e diferenças.
Campo a vida Escrita compartilhada (MS.EF12LP11.s.11)
pública Escrever, em colaboração com os
colegas e com a ajuda do
professor, fotolegendas em
notícias, manchetes e lides em
notícias, álbum de fotos digital
noticioso e notícias curtas para
público infantil, digitais ou
impressos, dentre outros gêneros
do campo jornalístico,
considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do
texto.

125
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

(MS.EF12LP12.s.12)
Escrever, em colaboração com os
colegas e com a ajuda do professor,
slogans, anúncios publicitários e
textos de campanhas de
conscientização destinados ao
público infantil, dentre outros
gêneros do campo publicitário,
considerando a situação
comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do texto.

Campo das Produção de textos (MS.EF01LP22.s.22)


práticas e Planejar e produzir, em colaboração
estuddo e com os colegas e com a ajuda do
pesquisa professor, diagramas, entrevistas,
curiosidades, dentre outros gêneros
do campo investigativo, digitais ou
impressos, considerando a situação
comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do texto.

Todos os Utilização de tecnologia (MS.EF15LP08.s.08)


Produção
de textos
(escrita

campos de digital Utilizar software, inclusive


atuação programas de edição de texto, para
editar e publicar os textos
compartilh

atuonoma
ada e

126
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES
oralidadde

Todos os Relato oral/Registro (MS.EF15LP13.s.13)


ccampos de formal e informal Identificar finalidades da interação
atuação oral em diferentes contextos
comunicativos (solicitar
informações, apresentar opiniões,
informar, relatar experiências etc.).

Atuação na vida Produção de texto oral (MS.EF12LP06.s.06)


cotidiana Planejar e produzir, em colaboração
com os colegas e com a ajuda do
professor, recados, avisos, convites,
receitas, instruções de montagem,
dentre outros gêneros do campo da
vida cotidiana, que possam ser
repassados oralmente por meio de
ferramentas digitais, em áudio ou
vídeo, considerando a situação
comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do
texto.

Ccampo da vida Produção de texto oral (MS.EF01LP19.s.19)


cotidiana Recitar parlendas, quadras,
quadrinhas, trava-línguas, com
entonação adequada e observando
as rimas.

127
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Campo a vida Produção de texto oral (MS.EF12LP13.s.13)


pública Planejar, em colaboração com os
colegas e com a ajuda do professor,
slogans e peça de campanha de
conscientização destinada ao
público infantil que possam ser
repassados oralmente por meio de
ferramentas digitais, em áudio ou
vídeo, considerando a situação
comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do texto.

Campo das Planejamento de texto (MS.EF01LP23.s.23)


práticas e oral Exposição oral Planejar e produzir, em colaboração
estuddo e com os colegas e com a ajuda do
pesquisa professor, entrevistas, curiosidades,
dentre outros gêneros do campo
investigativo, que possam ser
repassados oralmente por meio de
ferramentas digitais, em áudio ou
vídeo, considerando a situação
comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do texto.
(Alfabetização)

Todos os Construção do sistema (MS.EF01LP13.s.13)


linguística/
semiótica

ccampos de alfabético Comparar palavras, identificando


Análise

atuação semelhanças e diferenças entre


sons de sílabas iniciais, mediais e
finais.

128
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Pontuação (MS.EF01LP14.s.14)
Identificar outros sinais no texto
além das letras, como pontos finais,
de interrogação e exclamação e
seus efeitos na entonação.
Sinonímia e (MS.EF01LP15.s.15)
antonímia/ Agrupar palavras pelo critério de
Morfologia/ aproximação de significado
Pontuação (sinonímia) e separar palavras pelo
critério de oposição de significado
(antonímia).

Atuação na vida Forma de composição do (MS.EF12LP07.s.07)


cotidiana texto Identificar e (re)produzir, em cantiga,
quadras, quadrinhas, parlendas,
trava-línguas e canções, rimas,
aliterações, assonâncias, o ritmo de
fala relacionado ao ritmo e à melodia
das músicas e seus efeitos de
sentido.

Campo da vida Forma de composição (MS.EF01LP20.s.20)


ccotidiana do texto Identificar e reproduzir, em listas,
agendas, calendários, regras,
avisos, convites, receitas,
instruções de montagem e legendas
para álbuns, fotos ou ilustrações
(digitais ou impressos), a
formatação e diagramação
específica de cada um desses
gêneros.

129
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Campo da via Forma de composição do (MS.EF12LP15.s.15)


publica texto Identificar a forma de composição
de slogans publicitários.
(MS.EF12LP16.s.16)
Identificar e reproduzir, em anúncios
publicitários e textos de campanhas
de conscientização destinados ao
público infantil (orais e escritos,
digitais ou impressos), a formatação
e diagramação específica de cada
um desses gêneros, inclusive o uso
de imagens.

Campo das Forma de composição (MS.EF01LP24.s.24)


práticas e dos textos/Adequação do Identificar e reproduzir, em
estudo e texto às normas de enunciados de tarefas escolares,
pesquisa escrita diagramas, entrevistas,
curiosidades, digitais ou impressos,
a formatação e diagramação
específica de cada um desses
gêneros, inclusive em suas versões
orais.

CURRICULO 2º ANO

ARTE - 2° ANO
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento

130
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Artes visuais Sistemas da (MS.EF15AR07.s.07)


linguagem Reconhecer algumas categorias do sistema das
artes visuais (museus, galerias, instituições,
artistas, artesãos, curadores etc.).
Teatro Contextos e práticas (MS.EF15AR18.s.18)
Reconhecer e apreciar formas distintas de
manifestações do teatro presentes em diferentes
contextos, aprendendo a ver e a ouvir histórias
dramatizadas e cultivando a percepção, o
imaginário, a capacidade de simbolizar e o repertório
ficcional.
Elementos da (MS.EF15AR19.s.19)
linguagem Descobrir teatralidades na vida cotidiana,
identificando elementos teatrais (variadas
entonações de voz, diferentes fisicalidades,
diversidade de personagens e narrativas etc.).
Processos de (MS.EF15AR20.s.20)
criação Experimentar o trabalho colaborativo, coletivo e
autoral em improvisações teatrais e processos
narrativos criativos em teatro, explorando desde
a teatralidade dos gestos e das ações do
cotidiano até
elementos de diferentes matrizes estéticas e
culturais.
Processos de (MS.EF15AR21.s.21)
criação Exercitar a imitação e o faz de conta,
ressignificando objetos e fatos e experimentando-
se no lugar do outro, ao compor e encenar
acontecimentos cênicos, por meio de músicas,
imagens, textos ou outros pontos de partida, de
forma intencional e reflexiva.
(MS.EF15AR22.s.22)

131
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Experimentar possibilidades criativas de movimento


e de voz na criação de um personagem teatral,
discutindo estereótipos.
Contextos e práticas (MS.EF15AR00.n.23)
Conhecer histórias, brincadeiras, contos e lendas,
mundiais, nacionais e do Mato Grosso do Sul,
desenvolvendo a capacidade imaginativa.
(MS.EF15AR00.n.24)
Compreender com naturalidade as reações
emocionais provenientes das atividades práticas
teatrais, através de diversas experiências.

CIÊNCIAS - 2° ANO
1º BIMESTRE

COMPETENCIAS ESPECIFICAS

9. Compreender as Ciências da Natureza como empreendimento humano e o conhecimento


científico como provisório, cultural e histórico.
10. Compreender conceitos fundamentais e estruturas explicativas das Ciências da
Natureza, bem como dominar processos, práticas e procedimentos da investigação
científica, de modo a sentir segurança no debate de questões científicas, tecnológicas,
socioambientais e do mundo do trabalho, continuar aprendendo e colaborar para a
construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva.
11. Analisar, compreender e explicar características, fenômenos e processos relativos ao
mundo natural, social e tecnológico (incluindo o digital), como também as relações que se
estabelecem entre eles, exercitando a curiosidade para fazer perguntas, buscar respostas
e criar soluções (inclusive tecnológicas) com base nos conhecimentos das Ciências da
Natureza.
12. Avaliar aplicações e implicações políticas, socioambientais e culturais da ciência e de
132
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

suas tecnologias para propor alternativas aos desafios do mundo contemporâneo,


incluindo aqueles relativos ao mundo do trabalho.
13. Construir argumentos com base em dados, evidências e informações confiáveis,
negociar e defender ideias e pontos de vista que promovam a consciência socioambiental
e o respeito a si próprio e ao outro, acolhendo e valorizando a diversidade de indivíduos e
de grupos sociais, sem preconceitos de qualquer natureza.
14. Utilizar diferentes linguagens e tecnologias digitais de informação e comunicação para
se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos e resolver
problemas das Ciências da Natureza de forma crítica, significativa, reflexiva e ética.
15. Conhecer, apreciar e cuidar de si, do seu corpo e bem-estar, compreendendo-se na
diversidade humana, fazendo-se respeitar e respeitando o outro, recorrendo aos
conhecimentos das Ciências da Natureza e as suas tecnologias.
16. Agir pessoal e coletivamente com respeito, autonomia, responsabilidade, flexibilidade,
resiliência e determinação, recorrendo aos conhecimentos das Ciências da Natureza para
tomar decisões frente a questões científico-tecnológicas e socioambientais e a respeito da
saúde individual e coletiva, com base em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e
solidários.
1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Propriedades e usos (MS.EF02CI01.s.01)
dos materiais Identificar de que materiais (metais, vidro, etc.) são
Prevenção de feitos os objetos que fazem parte da vida cotidiana,
acidentes como esses objetos são utilizados e com quais
Matéria e energia domésticos materiais eram produzidos no passado.

(MS.EF01CI07.a.02)
Identificar e reconhecer materiais de diferentes
formas e texturas

CIÊNCIAS - 2° ANO

133
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Vida e evolução (MS.EF01CI08.a.03)
Conhecer e diferenciar os resíduos recicláveis e não
Propriedades e recicláveis identificando alguns impactos ambientais
usos dos provocados por ambos.
materiais
Prevenção de
acidentes
domésticos

Seres vivos no (MS.EF02CI04.s.04)


ambiente Plantas Descrever características de plantas e animais
(tamanho, forma, cor, fase da vida, local onde se
desenvolvem etc.) que fazem parte de seu cotidiano
e relacioná-las ao ambiente em que eles vivem.
CIÊNCIAS - 2° ANO
3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Vida e evolução Seres vivos no (MS.EF02CI05.s.05)
ambiente Plantas Investigar a importância da água e da luz para a
manutenção da vida de plantas em geral.
Seres vivos no (MS.EF02CI06.s.06)
ambiente Plantas Identificar as principais partes de uma planta (raiz,
caule, folhas, flores e frutos) e a função
desempenhada por cada uma delas, e analisar as
relações entre as plantas, o ambiente e os demais
seres vivos.
CIÊNCIAS - 2° ANO

134
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Terra e Universo Movimento (MS.EF02CI07.s.07)
aparente do Sol no Descrever as posições do Sol em diversos horários
céu do dia e associá-las ao tamanho da sombra
O Sol como fonte de projetada.
luz e calor
Movimento (MS.EF02CI08.s.08)
aparente do Sol no Comparar o efeito da radiação solar (aquecimento e
céu reflexão) em diferentes tipos de superfície (água,
O Sol como fonte areia, solo, superfícies escura, clara e metálica etc.).
de luz e calor

EDUCAÇÃO FÍSICA - 2º ANO

COMPETENCIAS ESPECÍFICAS

Compreender a origem da cultura corporal de movimento e seus vínculos com a organização da


vida coletiva e individual.

Planejar e empregar estratégias para resolver desafios e aumentar as possibilidades de


aprendizagem das práticas corporais, além de se envolver no processo de ampliação do acervo
cultural nesse campo.

Refletir, criticamente, sobre as relações entre a realização das práticas corporais e os processos
de saúde/doença, inclusive no contexto das atividades laborais

Identificar a multiplicidade de padrões de desempenho, saúde, beleza e estética corporal,


analisando, criticamente, os modelos disseminados na mídia e discutir posturas consumistas e

135
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

preconceituosas.

Identificar as formas de produção dos preconceitos, compreender seus efeitos e combater


posicionamentos discriminatórios em relação às práticas corporais e aos seus participantes.

Interpretar e recriar os valores, os sentidos e os significados atribuídos às diferentes práticas


corporais, bem como aos sujeitos que delas participam.

Reconhecer as práticas corporais como elementos constitutivos da identidade cultural dos povos
e grupos.

Usufruir das práticas corporais, de forma autônoma, para potencializar o envolvimento em


contextos de lazer, ampliar as redes de sociabilidade e a promoção da saúde.

Reconhecer o acesso às práticas corporais como direito do cidadão, propondo e produzindo


alternativas para sua realização no contexto comunitário.

Experimentar, desfrutar, apreciar e criar diferentes brincadeiras, jogos, danças, ginásticas,


esportes, lutas e práticas corporais de aventura, valorizando o trabalho coletivo e o
protagonismo.

1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
(MS.EF12EF01.s.01)
Experimentar, fruir e recriar diferentes brincadeiras
e jogos da cultura popular presentes no contexto
Brincadeiras e jogos comunitário e regional, reconhecendo e
Brincadeiras e jogos respeitando as diferenças individuais de
da cultura popular desempenho dos colegas.

136
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

presentes no (MS.EF12EF00.a.02)
contexto comunitário Compreender o que é a informação antiética
e regional durante e após as brincadeiras e jogos
vivenciados.

Esportes Esportes de marca (MS.EF12EF05.s.09)


Esportes de precisão Experimentar e fruir, prezando pelo trabalho
coletivo e pelo protagonismo, a prática de esportes
de marca e de precisão, identificando os elementos
comuns a esses esportes.
EDUCAÇÃO FÍSICA - 2º ANO

2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Conhecimento sobre Corpo, Saúde e (MS.EF12EF00.n.19)
o corpo. Espaço temporal. Identificar e reconhecer as partes do corpo e adotar
hábitos de higiene e alimentação saudável.
(MS.EF12EF00.n.20)
Analisar o posicionamento do corpo em relação a
objetos e a interação com os outros.
Brincadeiras e jogos Brincadeiras e jogos (MS.EF12EF02.s.03)
da cultura popular Explicar, por meio de múltiplas linguagens
presentes no (corporal, visual, oral e escrita), as brincadeiras e
contexto comunitário os jogos populares do contexto comunitário e
e regional regional, reconhecendo e valorizando a importância
desses jogos e brincadeiras para suas culturas de
origem.
(MS.EF12EF00.a.04)
Utilizar o pensamento criativo para propor
diferentes alternativas durante as brincadeiras e
jogos.
Esportes Esportes de marca (MS.EF12EF05.s.09)

137
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Esportes de precisão Experimentar e fruir, prezando pelo trabalho


coletivo e pelo protagonismo, a prática de
esportes de marca e de precisão, identificando os
elementos comuns a esses esportes.
(MS.EF12EF06.s.10)
Discutir a importância da observação das normas
e das regras dos esportes de marca e de precisão
para assegurar a integridade própria e as dos
demais participantes.
(MS.EF12EF00.a.11)
Identificar a presença dos efeitos positivos e
negativos da tecnologia diante das atividades
esportivas vivenciadas.
EDUCAÇÃO FÍSICA - 2º ANO

3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento

Ginásticas Ginástica geral (MS.EF12EF08.s.13)


Planejar e utilizar estratégias para a execução de
diferentes elementos básicos da ginástica e da
ginástica geral.
(MS.EF12EF09.s.14)
Participar da ginástica geral, identificando as
potencialidades e os limites do corpo, e
respeitando as diferenças individuais e de
desempenho corporal.
(MS.EF12EF10.s.15)
Descrever, por meio de múltiplas linguagens
(corporal, oral, escrita e audiovisual), as
características dos elementos básicos da
ginástica e da ginástica geral, identificando a

138
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

presença desses elementos


em distintas práticas corporais.
Brincadeiras e jogos Brincadeiras e jogos (MS.EF12EF03.s.05)
da cultura popular Planejar e utilizar estratégias para resolver desafios
presentes no de brincadeiras e jogos populares do contexto
contexto comunitário comunitário e regional, com base no
e regional reconhecimento das características dessas
práticas.
(MS.EF12EF00.a.06)
Posicionar-se criticamente a partir de suas
experiências
de forma coorporativa.
EDUCAÇÃO FÍSICA - 2º ANO

4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Brincadeiras e jogos Brincadeiras e jogos (MS.EF12EF04.s.07)
da cultura popular Colaborar na proposição e na produção de
presentes no alternativas para a prática, em outros momentos e
contexto comunitário espaços, de brincadeiras e jogos e demais
e regional práticas corporais tematizadas na escola,
produzindo textos (orais, escritos, audiovisuais)
para divulgá-las na escola e na
comunidade.
(MS.EF12EF00.a.08)
Explorar experiências pessoais, sociais e culturais
vivenciadas no seu cotidiano por meio de
brincadeiras e jogos.
Danças Danças do contexto (MS.EF12EF11.s.16)
comunitário e Experimentar e fruir diferentes danças do contexto
regional comunitário e regional (rodas cantadas,
brincadeiras rítmicas e expressivas), e recriá-las,
139
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

respeitando as diferenças individuais e de


desempenho corporal.
(MS.EF12EF12.s.17)
Identificar os elementos constitutivos (ritmo,
espaço, gestos) das danças do contexto
comunitário e regional, valorizando e respeitando
as manifestações de diferentes culturas.
(MS.EF12EF00.n.18)
Compreender o que é o preconceito e suas
consequências durante as atividades proposta
em
dança.

GEOGRAFIA - 2° ANO

15. Utilizar os conhecimentos geográficos para entender a interação sociedade/natureza e


exercitar o interesse e o espírito de investigação e de resolução de problemas.
16. Estabelecer conexões entre diferentes temas do conhecimento geográfico,
reconhecendo a importância dos objetos técnicos para a compreensão das formas como os
seres humanos fazem uso dos recursos da natureza ao longo da história.

17. Desenvolver autonomia e senso crítico para compreensão e aplicação do raciocínio


geográfico na análise da ocupação humana e produção do espaço, envolvendo os princípios
de analogia, conexão, diferenciação, distribuição, extensão, localização e ordem.

18. Desenvolver o pensamento espacial, fazendo uso das linguagens cartográficas e


iconográficas, de diferentes gêneros textuais e das geotecnologias para a resolução de
problemas que envolvam informações geográficas.

19. Desenvolver e utilizar processos, práticas e procedimentos de investigação para


compreender o mundo natural, social, econômico, político e o meio técnico-científico e

140
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

informacional, avaliar ações e propor perguntas e soluções (inclusive tecnológicas) para


questões que requerem conhecimentos científicos da Geografia.

20. Construir argumentos com base em informações geográficas, debater e defender


ideias e pontos de vista que respeitem e promovam a consciência socioambiental e o
respeito à biodiversidade e ao outro, sem preconceitos de qualquer natureza.

21. Agir pessoal e coletivamente com respeito, autonomia, responsabilidade, flexibilidade,


resiliência e determinação, propondo ações sobre as questões socioambientais, com base
em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e solidários.

1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
O sujeito e seu lugar Convivência e (MS.EF02GE01.s.01)
no mundo interações entre Descrever a história das migrações no bairro ou
O sujeito e seu lugar pessoas na comunidade em que vive.
no mundo comunidade
(MS.EF02GE02.s.02)
Comparar costumes e tradições de diferentes
populações inseridas no bairro ou comunidade
em que vive, reconhecendo a importância do
respeito às diferenças.
2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Conexões e escalas A Paisagem e (MS.EF02GE05.s.03)
suas Analisar mudanças e permanências,
transformações comparando imagens de um mesmo lugar em
diferentes tempos.
Riscos e (MS.EF02GE03.s.04)
cuidados nos Comparar diferentes meios de transporte e de
141
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

meios de comunicação, indicando o seu papel na conexão


transporte e de entre lugares, e discutir os riscos para a vida e
comunicação para o ambiente e seu uso responsável.
Experiências (MS.EF02GE04.s.05)
da comunidade Reconhecer semelhanças e diferenças nos hábitos,
no tempo e no nas relações com a natureza e no modo de viver de
espaço pessoas em diferentes lugares.
3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Formas de Localização, (MS.EF02GE08.s.06)
representação e orientação e Identificar e elaborar diferentes formas de
pensamento espacial representação representação (desenhos, mapas mentais,
espacial maquetes) para representar componentes da
paisagem dos lugares de vivência.
Localização, (MS.EF02GE09.s.07)
orientação e Identificar objetos e lugares de vivência (escola e
representação moradia) em imagens aéreas e mapas (visão
espacial vertical) e fotografias (visão oblíqua).
Localização, (MS.EF02GE10.s.08)
orientação e Aplicar princípios de localização e posição de
representação objetos (referenciais espaciais, como frente e
espacial atrás, esquerda e direita, em cima e embaixo,
dentro e fora) por meio de representações
espaciais da sala de aula e da escola.
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Mundo do trabalho Tipos de (MS.EF02GE06.s.09)
trabalho em Relacionar o dia e a noite a diferentes tipos de
lugares e atividades sociais (horário escolar, comercial, sono
tempos etc.).

142
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

diferentes
Tipos de (MS.EF02GE07.s.10)
trabalho em Descrever as atividades econômicas (minerais,
lugares e agropecuárias, industriais) de diferentes lugares,
tempos identificando os impactos ambientais.
diferentes
Natureza, Os usos dos (MS.EF02GE11.s.11)
ambientes e recursos Reconhecer a importância do solo e da água
qualidade de vida naturais: solo e para a vida, identificando seus diferentes usos
água no campo (plantação e extração de materiais, entre outras
e na cidade possibilidades) e os impactos desses usos no
cotidiano da cidade e do campo.

HISTÓRIA - 2° ANO
1º BIMESTRE

1. Compreender acontecimentos históricos, relações de poder e processos e mecanismos


de transformação e manutenção das estruturas sociais, políticas, econômicas e culturais
ao longo do tempo e em diferentes espaços para analisar, posicionar-se e intervir no
mundo contemporâneo.
2. Compreender a historicidade no tempo e no espaço, relacionando acontecimentos e
processos de transformação e manutenção das estruturas sociais, políticas, econômicas e
culturais, bem como problematizar os significados das lógicas de organização cronológica
3. Elaborar questionamentos, hipóteses, argumentos e proposições em relação a
documentos, interpretações e contextos históricos específicos, recorrendo a diferentes
linguagens e mídias, exercitando a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos, a
cooperação e o respeito.
4. Identificar interpretações que expressem visões de diferentes sujeitos, culturas e povos
com relação a um mesmo contexto histórico, e posicionar-se criticamente com base em
princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários.
5. Analisar e compreender o movimento de populações e mercadorias no tempo e no
143
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

espaço e seus significados históricos, levando em conta o respeito e a solidariedade com


as diferentes populações.
6. Compreender e problematizar os conceitos e procedimentos norteadores da produção
historiográfica.
7. Produzir, avaliar e utilizar tecnologias digitais de informação e comunicação de modo
crítico, ético e responsável, compreendendo seus significados para os diferentes grupos ou
estratos sociais.

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
(MS.EF02HI01.s.01)
Reconhecer espaços de sociabilidade e identificar
os motivos que aproximam e separam as pessoas
em diferentes grupos sociais ou de parentesco.
(MS.EF02HI02.s.02)
Identificar e descrever práticas e papéis sociais que
A noção do “Eu” e
as pessoas exercem em diferentes comunidades.
A comunidade e seus do “Outro”:
(MS.EF02HI03.s.03)
registros comunidade,
Selecionar situações cotidianas que remetam à
convivências e
percepção de mudança, pertencimento e memória.
interações entre
pessoas

LÍNGUA INGLESA - 2º ANO

COMPETENCIAS ESPECIFICAS

Identificar o lugar de si e o do outro em um mundo plurilíngue e multicultural, refletindo,


criticamente, sobre como a aprendizagem da Língua Inglesa contribui para a inserção dos
sujeitos no mundo globalizado, inclusive no que concerne ao mundo do trabalho.

Comunicar-se na Língua Inglesa, por meio do uso variado de linguagens em mídias impressas,
144
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

ou digitais, reconhecendo-a como ferramenta de acesso ao conhecimento, de ampliação das


perspectivas e de possibilidades para a compreensão dos valores e interesses de outras
culturas e para o exercício do protagonismo social.

Identificar similaridades e diferenças entre a Língua Inglesa e a língua materna/outras línguas,


articulando-as a aspectos sociais, culturais e identitários, em uma relação intrínseca entre
língua, cultura e identidade.

Elaborar repertórios linguístico-discursivos da Língua Inglesa, usados em diferentes países e po


grupos sociais distintos dentro de um mesmo país, de modo a reconhecer a diversidade
linguística como direito e valorizar os usos heterogêneos, híbridos e multimodais emergentes
nas sociedades contemporâneas.

Utilizar novas tecnologias, com novas linguagens e modos de interação, para pesquisar,
selecionar, compartilhar, posicionar-se e produzir sentidos em práticas de letramento na Língua
Inglesa, de forma ética, crítica e responsável.

Conhecer diferentes patrimônios culturais, materiais e imateriais, difundidos na Língua Inglesa,


com vistas ao exercício da fruição e da ampliação de perspectivas, no contato com diferentes
manifestações artístico-culturais.

1º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


CAMPOS DE Temáticas conhecimento
ATUAÇÃO
Vocabulários (MS.EF02LI00.n.02)
cotidianos Interagir em Língua Inglesa,
Interação discursiva fazendo uso da repetição de
sons e vocábulos, tais como: At
the city, Transportation, Weather
ORALIDADE (season),
145
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Temperature, Food and drinks


(lunch / dinner), Feelings,
Professions, de
modo a criar vínculo com a língua
em questão

DIMENSÃO A Língua Inglesa Repertóri (MS.EF02LI00.n.01)


INTERCULTURAL no cotidiano da o Recordar por meio de revisão
criança sociocultu oral, leitura e de escrita, o
ral conteúdo assimilado durante o
ano letivo anterior de modo a
ampliar a dimensão
intercultural.

ESCRITA Estratégias de Uso da (MS.EF02LI00.n.08)


escrita linguagem Vivenciar situações de uso da
escrita por meio de atividades
lúdicas e informais além do
uso de recurso midiáticos,
percebendo a semelhança
gráfica, à imagem e ao som.
LÍNGUA INGLESA - 2º ANO

2º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


CAMPOS DE Temáticas conhecimento
ATUAÇÃO
Interação discursiva Vocabulários (MS.EF02LI00.n.02)
cotidianos Interagir em Língua Inglesa,
fazendo uso da repetição de
sons e vocábulos, tais como: At
the city, Transportation, Weather
146
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

ORALIDADE (season),
Temperature, Food and drinks
(lunch / dinner), Feelings,
Professions, de
modo a criar vínculo com a língua
em questão
Repertório (MS.EF02LI00.n.03)
sociocultural Propiciar repertório sociocultural
por meio de vocabulários e
situações que envolvam
interação discursiva com o uso
de imagens, flashcards a fim de
construir novos
conhecimentos.
DIMENSÃO A Língua Inglesa Repertóri (MS.EF02LI00.n.01)
INTERCULTURAL no cotidiano da o Recordar por meio de revisão
criança sociocultu oral, leitura e de escrita, o
ral conteúdo assimilado durante o
ano letivo anterior de modo a
ampliar a dimensão
intercultural.
ESCRITA Estratégias de Uso da (MS.EF02LI00.n.08)
escrita linguagem Vivenciar situações de uso da
escrita por meio de atividades
lúdicas e informais além do
uso de recurso midiáticos,
percebendo a semelhança
gráfica, à imagem e ao som.
Gramática Numbers 1 to 20 (MS.EF02LI00.n.09)
Identificar os valores numéricos
para utilizá-los em contextos
variados.
147
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

LÍNGUA INGLESA - 2º ANO

3º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


CAMPOS DE Temáticas conhecimento
ATUAÇÃO
Interação discursiva Repertório (MS.EF02LI00.n.03)
sociocultural Propiciar repertório sociocultural
por meio de vocabulários e
situações que envolvam
interação discursiva com o uso
ORALIDADE de imagens, flashcards a fim de
construir novos
conhecimentos.
Funções e usos (MS.EF02LI00.n.04)
da Língua Utilizar as expressões em
Inglesa em sala Língua Inglesa compreendidas
de aula em salas de aula a fim de
(Classroom estimular a
language) comunicação.
LEITURA Estratégias de leitura Compreensão (MS.EF02LI00.n.06)
textual Analisar textos ou histórias
literárias conhecidas na Língua
Portuguesa buscando assimilá-
las à Língua Inglesa para
entendimento, compreensão e
conhecimento das novas
palavras.
DIMENSÃO A Língua Inglesa Presença (MS.EF02LI00.n.11)
INTERCULTURAL no cotidiano da da Língua Utilizar as diferentes
criança Inglesa no linguagens (corporal, musical,
cotidiano plástica, oral e escrita)
148
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

ajustadas às intenções e
situações de comunicação, de
forma a compreender e ser
compreendido
ESCRITA Gramática Numbers 1 to 20 (MS.EF02LI00.n.09)
Identificar os valores
numéricos para utilizá-los em
contextos variados.
LÍNGUA INGLESA - 2º ANO

4º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


CAMPOS DE Temáticas conhecimento
ATUAÇÃO
Interação discursiva Funções e usos (MS.EF02LI00.n.04)
da Língua Utilizar as expressões em
Inglesa em sala Língua Inglesa compreendidas
de aula em salas de aula a fim de
(Classroom estimular a
ORALIDADE language) comunicação.
Compreensão Estratégias de (MS.EF02LI00.n.05)
auditiva compreensão de Utilizar, em contexto lúdico,
vocábulos e movimentos, gestos e olhares
sons, em brincadeiras, jogos e
simultaneament atividades artísticas como
e dança, teatro de fantoches e
música, de modo a interagir
socialmente.
LEITURA Leitura visual Vocabulários (MS.EF02LI00.n.07)
cotidianos Analisar os vocábulos voltados
ao cotidiano com a finalidade de
fazer leitura visual.

149
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

DIMENSÃO A Língua Inglesa Presença (MS.EF02LI00.n.11)


INTERCULTURAL no cotidiano da da Língua Utilizar as diferentes
criança Inglesa no linguagens (corporal, musical,
cotidiano plástica, oral e escrita)
ajustadas às intenções e
situações de comunicação, de
forma a compreender e ser
compreendido
ESCRITA Gramática Adjectives (MS.EF02LI00.n.010)
Indicar características a
colegas, família e objetos em
inglês para assimilação das
qualidades.

MATEMÁTICA - 2º ANO

COMPETENCIAS ESPECIFICAS

1. Reconhecer que a Matemática é uma ciência humana, fruto das necessidades e


preocupações de diferentes culturas, em diferentes momentos históricos, e é uma
ciência viva, que contribui para solucionar problemas científicos e tecnológicos e para
alicerçar descobertas e construções, inclusive com impactos no mundo do trabalho.
2. Desenvolver o raciocínio lógico, o espírito de investigação e a capacidade de produzir
argumentos convincentes, recorrendo aos conhecimentos matemáticos para
compreender e atuar no mundo.
3. Compreender as relações entre conceitos e procedimentos dos diferentes campos da
Matemática (Aritmética, Álgebra, Geometria, Estatística e Probabilidade) e de outras
áreas do conhecimento, sentindo segurança quanto à própria capacidade de construir
e aplicar conhecimentos matemáticos, desenvolvendo a autoestima e a perseverança
na busca de soluções.
4. Fazer observações sistemáticas de aspectos quantitativos e qualitativos presentes nas
práticas sociais e culturais, de modo a investigar, organizar, representar e comunicar
150
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

informações relevantes, para interpretá-las e avaliá-las crítica e eticamente, produzindo


argumentos convincentes.
5. Utilizar processos e ferramentas matemáticas, inclusive tecnologias digitais
disponíveis, para modelar e resolver problemas cotidianos, sociais e de outras áreas
de conhecimento, validando estratégias e resultados.
6. Enfrentar situações-problema em múltiplos contextos, incluindo-se situações
imaginadas, não diretamente relacionadas com o aspecto prático-utilitário, expressar
suas respostas e sintetizar conclusões, utilizando diferentes registros e linguagens
(gráficos, tabelas, esquemas, além de texto escrito na língua materna e outras
linguagens para descrever algoritmos, como fluxogramas, e dados).
7. Desenvolver e/ou discutir projetos que abordem, sobretudo, questões de urgência
social, com base em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e solidários,
valorizando a diversidade de opiniões de indivíduos e de grupos sociais, sem
preconceitos de qualquer natureza.
8. Interagir com seus pares de forma cooperativa, trabalhando coletivamente no
planejamento e desenvolvimento de pesquisas para responder a questionamentos e na
busca de soluções para problemas, de modo a identificar aspectos consensuais ou não
na discussão de uma determinada questão, respeitando o modo de pensar dos
colegas e aprendendo com eles.

1º BIMESTRE

Unidades Objetos de conhecimento Habilidades


Temáticas
Leitura, escrita, comparação (MS.EF02MA01.s.01)
e ordenação de números de Comparar e ordenar números naturais (até a
até três ordens pela ordem de centenas) pela compreensão de
compreensão de características do sistema de numeração decimal
características do sistema (valor posicional e função do zero).
de numeração decimal (valor
posicional e papel do zero).
Leitura, escrita, comparação (MS.EF02MA02.s.02)

151
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

e ordenação de números de Fazer estimativas por meio de estratégias


até três ordens pela diversas a respeito da quantidade de objetos de
compreensão de coleções e registrar o resultado da contagem
características do sistema desses objetos (até 1000 unidades).
de numeração decimal (valor
posicional e papel do zero)
Leitura, escrita, comparação (MS.EF02MA03.s.03)
Números
e ordenação de números de Comparar quantidades de objetos de dois
até três ordens pela conjuntos, por estimativa e/ou por
compreensão de correspondência (um a um, dois a dois, entre
características do sistema outros), para indicar “tem mais”, “tem menos” ou
de numeração decimal (valor “tem a mesma quantidade”, indicando, quando for
posicional e papel do zero) o caso, quantos a mais e quantos a menos.
Construção de fatos (MS.EF02MA05.s.06)
fundamentais da adição e da Construir fatos básicos da adição e subtração e
subtração utilizá- los no cálculo mental ou escrito.
Problemas envolvendo (MS.EF02MA06.s.07)
diferentes significados da Resolver e elaborar problemas de adição e de
adição e da subtração subtração, envolvendo números de até três
(juntar, acrescentar, separar, ordens, com os significados de juntar,
retirar) acrescentar, separar, retirar, utilizando estratégias
pessoais ou convencionais.
Construção de sequências (MS.EF02MA09.s.10)
repetitivas e de sequências Construir sequências de números naturais em
recursivas ordem crescente ou decrescente a partir de um
número qualquer, utilizando uma regularidade
Álgebra estabelecida.
Identificação de regularidade (MS.EF02MA11.s.12)
de sequências e Descrever os elementos ausentes em sequências
determinação de elementos repetitivas e em sequências recursivas de
ausentes na sequência números naturais, objetos ou figuras.
Geometria Figuras geométricas (MS.EF02MA14.s.15)
espaciais (cubo, bloco Reconhecer, nomear e comparar figuras
152
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

retangular, pirâmide, cone, geométricas espaciais (cubo, bloco retangular,


cilindro e esfera): pirâmide, cone, cilindro e esfera), relacionando-as
reconhecimento e com objetos do mundo físico.
características
Grandezas Medidas de tempo: intervalo (MS.EF02MA18.s.19)
e medidas de tempo, uso do calendário, Indicar a duração de intervalos de tempo entre
leitura de horas em relógios duas datas, como dias da semana e meses do
digitais e ordenação de ano, utilizando calendário, para planejamentos e
datas organização de agenda.
MATEMÁTICA - 2º ANO

2º BIMESTRE

Unidades Objetos de conhecimento Habilidades


Temáticas
NUMEROS Composição e (MS.EF02MA04.s.04)
decomposição de números Compor e decompor números naturais de até três
naturais (até 1000) ordens, com suporte de material manipulável, por
meio de diferentes adições.

Composição e (MS.EF02MA00.n.05)
decomposição de números Realizar agrupamento de quantidades de objetos
naturais (até 1000) de um conjunto, reunindo os objetos de dois a
dois, construindo a ideia de quantidades pares e
ímpares.

Problemas envolvendo (MS.EF02MA07.s.08)


adição de parcelas iguais Resolver e elaborar problemas de
(multiplicação) multiplicação(por 2, 3, 4 e 5) com a ideia de
adição de parcelas iguais por meio de estratégias
e formas de registro pessoais, utilizando ou não
suporte de imagens e/ou material manipulável.

Problemas envolvendo (MS.EF02MA08.s.09)


153
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

significados de dobro, Resolver e elaborar problemas envolvendo


metade, triplo e terça parte dobro, metade, triplo e terça parte, com o
suporte de imagens ou material manipulável,
utilizando estratégias pessoais.
Identificação de regularidade (MS.EF02MA10.s.11)
Álgebra de sequências e Descrever um padrão (ou regularidade) de
determinação de elementos sequências repetitivas e de sequências
ausentes na sequência recursivas, por meio de palavras, símbolos ou
desenhos.

Geometria Localização e (MS.EF02MA12.s.13)


movimentação de Identificar e registrar, em linguagem verbal ou não
pessoas e objetos no verbal, a localização e os deslocamentos de
espaço, segundo pontos pessoas e de objetos no espaço, considerando
de referência, e indicação mais de um ponto de referência, e indicar as
de mudanças de mudanças de direção e de sentido.
direção e sentido
Grandezas Medida de comprimento: (MS.EF02MA16.s.17)
e medidas unidades não padronizadas Estimar, medir e comparar comprimentos de lados
e padronizadas (metro, de salas (incluindo contorno) e de polígonos,
centímetro e milímetro) utilizando unidades de medida não padronizadas
e padronizadas (metro, centímetro e milímetro) e
instrumentos adequados.

Probabilida Análise da ideia de aleatório (MS.EF02MA21.s.22)


de e em situações do cotidiano Classificar resultados de eventos cotidianos
estatística aleatórios como “pouco prováveis”, “muito
prováveis”, “improváveis” e “impossíveis”.
MATEMÁTICA - 2º ANO

3º BIMESTRE

Unidades Objetos de conhecimento Habilidades

154
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Temáticas
Composição e (MS.EF02MA00.n.05)
decomposição de números Realizar agrupamento de quantidades de objetos
naturais (até 1000) de um conjunto, reunindo os objetos de dois a
dois, construindo a ideia de quantidades pares e
Números ímpares.

Problemas envolvendo (MS.EF02MA07.s.08)


adição de parcelas iguais Resolver e elaborar problemas de
(multiplicação) multiplicação(por 2, 3, 4 e 5) com a ideia de
adição de parcelas iguais por meio de estratégias
e formas de registro pessoais, utilizando ou não
suporte de imagens e/ou material manipulável.

Problemas envolvendo (MS.EF02MA08.s.09)


significados de dobro, Resolver e elaborar problemas envolvendo dobro,
metade, triplo e terça parte metade, triplo e terça parte, com o suporte de
imagens ou material manipulável, utilizando
estratégias pessoais.
Geometria Esboço de roteiros e de (MS.EF02MA13.s.14)
plantas simples Esboçar roteiros a ser seguidos ou plantas de
ambientes familiares, assinalando entradas,
saídas e alguns pontos de referência.

Grandezas Medida de capacidade e de (MS.EF02MA17.s.18)


e medidas massa: unidades de medida Estimar, medir e comparar capacidade e massa,
não convencionais e utilizando estratégias pessoais e unidades de
convencionais (litro, mililitro, medida não padronizadas ou padronizadas (litro,
cm3, grama e quilograma) mililitro, grama e quilograma).
Sistema monetário (MS.EF02MA20.s.21)
brasileiro: reconhecimento Estabelecer a equivalência de valores entre
de cédulas e moedas e moedas e cédulas do sistema monetário
equivalência de valores brasileiro para resolver situações cotidianas.
155
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Probabilida Coleta, classificação e (MS.EF02MA22.s.23)


de e representação de dados em Comparar informações de pesquisas
estatística tabelas simples e de dupla apresentadas por meio de tabelas de dupla
entrada e em gráficos de entrada e em gráficos de colunas simples ou
colunas barras, para melhor compreender aspectos da
realidade próxima.

MATEMÁTICA - 2º ANO

4º BIMESTRE

Unidades Objetos de conhecimento Habilidades


Temáticas
Composição e (MS.EF02MA00.n.05)
decomposição de números Realizar agrupamento de quantidades de objetos
naturais (até 1000) de um conjunto, reunindo os objetos de dois a
Números dois, construindo a ideia de quantidades pares e
ímpares.

Problemas envolvendo (MS.EF02MA07.s.08)


adição de parcelas iguais Resolver e elaborar problemas de
(multiplicação) multiplicação(por 2, 3, 4 e 5) com a ideia de
adição de parcelas iguais por meio de estratégias
e formas de registro pessoais, utilizando ou não
suporte de imagens e/ou material manipulável.

Problemas envolvendo (MS.EF02MA08.s.09)


significados de dobro, Resolver e elaborar problemas envolvendo dobro,
metade, triplo e terça parte metade, triplo e terça parte, com o suporte de
imagens ou material manipulável, utilizando
estratégias pessoais.

Geometria Figuras geométricas planas (MS.EF02MA15.s.16)


156
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

(círculo, quadrado, retângulo Reconhecer, comparar e nomear figuras planas


e triângulo): reconhecimento (círculo, quadrado, retângulo e triângulo), por
e características meio de características comuns, em desenhos
apresentados em diferentes disposições ou em
sólidos geométricos.

Grandezas Medidas de tempo: intervalo (MS.EF02MA19.s.20)


e medidas de tempo, uso do calendário, Medir a duração de um intervalo de tempo por
leitura de horas em relógios meio de relógio digital e registrar o horário do
digitais e ordenação de início e do fim do intervalo.
datas
Probabilida Coleta, classificação e (MS.EF02MA23.s.24)
de e representação de dados em Realizar pesquisa em universo de até 30
estatística tabelas simples e de dupla elementos, escolhendo até três variáveis
entrada e em gráficos de categóricas de seu interesse, organizando os
colunas dados coletados em listas, tabelas e gráficos de
colunas simples.

LÍNGUA PORTUGUESA - 2º ANO


1º BIMESTRE
COMPETENCIAS ESPECIFICAS
1. Compreender a língua como fenômeno cultural, histórico, social, variável, heterogêneo
e sensível aos contextos de uso, reconhecendo-a como meio de construção de
identidades de seus usuários e da comunidade a que pertencem.
2. Apropriar-se da linguagem escrita, reconhecendo-a como forma de interação no
diferentes campos de atuação da vida social e utilizando-a para ampliar sua
possibilidades de participar da cultura letrada, de construir conhecimentos (inclusive
escolares) e de se envolver com maior autonomia e protagonismo na vida social.
3. Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e multissemióticos que circulam em
diferentes campos de atuação e mídias, com compreensão, autonomia, fluência e
criticidade, de modo a se expressar e partilhar informações, experiências, ideias e
157
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

sentimentos, e continuar aprendendo.


4. Compreender o fenômeno da variação linguística, demonstrando atitude respeitosa
diante de variedades linguísticas e rejeitando preconceitos linguísticos.
5. Empregar, nas interações sociais, a variedade e o estilo de linguagem adequados à
situação comunicativa, ao (s) interlocutor(es) e ao gênero do discurso/gênero textual.
6. Analisar informações, argumentos e opiniões manifestados em interações sociais e no
meios de comunicação, posicionando-se ética e criticamente em relação a conteúdos
discriminatórios que ferem direitos humanos e ambientais.
7. Reconhecer o texto como lugar de manifestação e negociação de sentidos, valores e
ideologias.
8. Selecionar textos e livros para leitura integral, de acordo com objetivos, interesses e
projetos pessoais (estudo, formação pessoal, entretenimento, pesquisa, trabalho etc.).
9. Envolver-se em práticas de leitura literária que possibilitem o desenvolvimento do
senso estético para fruição, valorizando a literatura e outras manifestações artístico
culturais como formas de acesso às dimensões lúdicas, de imaginário e encantamento
reconhecendo o potencial transformador e humanizador da experiência com a
literatura.
10. Mobilizar práticas da cultura digital, diferentes linguagens, mídias e ferramentas digitais
para expandir as formas de produzir sentidos (nos processos de compreensão e
produção), aprender e refletir sobre o mundo e realizar diferentes projetos autorais.
11.
1º BIMESTRE
Práticas CAMPOS Objeto de conhecimento Habilidades
de
Linguage
m
(Compartilhada e

Todos os Reconstrução das condições de (MS.EF15LP01.s.01)


Leitura/escuta

autonoma)

campos de produção e recepção de textos Identificar a função social de textos qu


atuação circulam em campos da vida social do
quais participa cotidianamente (a casa
a rua, a comunidade, a escola) e nas
mídias impressa, de massa e digital,
158
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

reconhecendo para que foram


produzidos, onde circulam, quem os
produziu e a quem se destinam.

Estratégia de leitura (MS.EF15LP02.s.02 )

Estabelecer expectativas em relação


ao texto que vai ler (pressuposições
antecipadoras dos sentidos, da form
e da função social do texto),
apoiando-se em seus conhecimentos
prévios sobre as condições de
produção e recepção desse texto, o
gênero, o suporte e o universo
temático, bem como sobre saliências
textuais, recursos gráficos, imagens,
dados da própria obra (índice,
prefácio etc.), confirmando
antecipações e inferências realizada
antes e durante a leitura de textos,
checando a
adequação das hipóteses realizadas

(MS.EF15LP03.s.03)
Localizar informações explícitas em
textos.

Decodificação/ Fluência de (MS.EF12LP01.s.01)


leitura Ler palavras novas com precisão na
decodificação, no caso de palavras d
uso frequente, ler globalmente, por

159
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

memorização.

Campo a Compreensão em leitura (MS.EF12LP08.s.08)


vida Ler e compreender, em colaboração
PUBLICA com os colegas e com a ajuda do
professor, fotolegendas em notícias,
manchetes e lides em notícias, álbum
de fotos digital noticioso e notícias
curtas para público infantil, dentre
outros gêneros do campo jornalístico
considerando a situação comunicativ
e o tema/assunto do texto.

(MS.EF12LP09.s.09)
Ler e compreender, em colaboração
com os colegas e com a ajuda do
professor, slogans, anúncios
publicitários e textos de campanhas d
conscientização destinados ao públic
infantil, dentre outros gêneros do
campo publicitário, considerando a
situação comunicativa e o
tema/assunto do texto.
Formação do leitor literário (MS.EF15LP15.s.15)
Atuação no Reconhecer que os textos literários
campo fazem parte do mundo do imaginário
artistio- apresentam uma dimensão lúdica, de
literário encantamento, valorizando-os, em su
diversidade cultural, como patrimônio
artístico da humanidade.
Leitura colaborativa e autônoma (MS.EF15LP16.s.16)
Ler e compreender, em colaboração
160
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

com os colegas e com a ajuda do


professor e, mais tarde, de maneira
autônoma, textos narrativos de maio
porte como contos (populares, de
fadas, acumulativos, de assombraçã
etc.) e crônicas.

Apreciação estética/Estilo (MS.EF15LP17.s.17)


Apreciar poemas visuais e concretos,
observando efeitos de sentido criados
pelo formato do texto na página,
distribuição e diagramação das letras
pelas ilustrações e por outros efeitos
visuais.

Todos os Oralidade pública/Intercâmbio (MS.EF15LP09.s.09)


campos de conversacional em sala de Expressar-se em situações de
atuação aula intercâmbio oral com clareza,
preocupando-se em ser
compreendido pelo interlocutor e
usando a palavra com tom de voz
audível, boa articulação e ritmo
oralidade

adequado.

Campo da Produção de texto oral (MS.EF02LP15.s.15)


vida Cantar cantigas e canções,
cotidiana obedecendo ao ritmo e à melodia.
Atuação no Contagem de histórias (MS.EF15LP19.s.19)
campo Cantar cantigas e canções,
artistico- obedecendo ao ritmo e à melodia.
literario

161
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Todos os Construção do sistema (MS.EF02LP01.s.01)


campos de alfabético/ Convenções da Copiar textos breves, mantendo suas
atuação escrita características e voltando para o texto
sempre que tiver dúvidas sobre sua
distribuição gráfica, espaçamento ent
as palavras, escrita das palavras e
pontuação.
Campo da Escrita autônoma e (MS.EF02LP13.s.13)
vida compartilhada Planejar e produzir bilhetes e cartas,
Escrita (compartilhada e

cotidiana em meio impresso e/ou digital, dentre


outros gêneros do campo da vida
cotidiana, considerando a situação
comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do texto.

Campo das Produção de textos (MS.EF02LP22.s.22)


praticas de Planejar e produzir, em colaboração
estudo e com os colegas e com a ajuda do
pesquisa professor, pequenos relatos de
experimentos, entrevistas, verbetes d
enciclopédia infantil, dentre outros
autônoma)

gêneros do campo investigativo,


digitais ou impressos, considerando
situação comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do texto.

Escrita autônoma (MS.EF02LP23.s.23)


Planejar e produzir, com certa
autonomia, pequenos registros de
observação de resultados de
pesquisa, coerentes com um tema
investigado.
162
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Todos os Planejamento de texto (MS.EF15LP05.s.05)


campos de Planejar, com a ajuda do professor, o
atuação texto que será produzido, considerand
a situação comunicativa, os
interlocutores (quem escreve/para
Produção de textos (escrita compartilhada e autonoma

quem escreve); a finalidade ou o


propósito (escrever para quê); a
circulação (onde o texto vai circular);
suporte (qual é o portador do texto); a
linguagem, organização e forma do
texto e seu tema, pesquisando em
meios impressos ou digitais, sempre
que for preciso, informações
necessárias à produção do texto,
organizando em tópicos os dados e a
fontes pesquisadas.
Revisão de textos (MS.EF15LP06.s.06)
Reler e revisar o texto produzido com
ajuda do professor e a colaboração do
colegas, para corrigi-lo e aprimorá-lo,
fazendo cortes, acréscimos,
reformulações, correções de ortografi
e pontuação.

163
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Análise linguística/ semiótica (Alfabetização)


Todos os Construção do sistema MS.EF02LP02.s.02)
campos de alfabético e da ortografia Segmentar palavras em sílabas e
atuação remover e substituir sílabas iniciais,
mediais ou finais para criar novas
palavras.

(MS.EF02LP03.s.03)
Ler e escrever palavras com
correspondências regulares diretas
entre letras e fonemas (f, v, t, d, p, b)
correspondências regulares
contextuais (c e q; e e o, em posição
átona em final de palavra).

(MS.EF02LP04.s.04)
Ler e escrever corretamente palavras
com sílabas CV, V, CVC, CCV,
identificando que existem vogais em
todas as sílabas.

(MS.EF02LP05.s.05)
Ler e escrever corretamente palavras
com marcas de nasalidade (til, m, n).
Conhecimento do alfabeto do (MS.EF02LP06.s.06)
português do Brasil Perceber o princípio acrofônico que
opera nos nomes das letras do
alfabeto.
Conhecimento das diversas (MS.EF02LP07.s.07)
grafias do alfabeto/ Acentuação Escrever palavras, frases, textos
curtos nas formas imprensa e cursiv

164
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Campo da Forma de composição do texto MS.EF02LP16.s.16)


vida Identificar e reproduzir, em bilhetes,
cotidiana recados, avisos, cartas, e-mails,
receitas (modo de fazer), relatos
(digitais ou impressos), a formatação
diagramação específica de cada um
desses gêneros.

(MS.EF02LP17.s.17)
Identificar e reproduzir, em relatos de
experiências pessoais, a sequência
dos fatos, utilizando expressões que
marquem a passagem do tempo
(“antes”, “depois”,
“ontem”, “hoje”, “amanhã”, “outro dia”
“antigamente”, “há muito tempo” etc.)
e o nível de informatividade
necessário.

LÍNGUA PORTUGUESA - 2º ANO


2º BIMESTRE
Práticas CAMPOS Objeto de conhecimento Habilidades
de
Linguage
m
(Compartilhada e

Todos os Reconstrução das condições (MS.EF15LP01.s.01)


Leitura/escuta

autonoma)

campos de de produção e recepção de Identificar a função social de textos


atuação textos que circulam em campos da vida
social dos quais participa
cotidianamente (a casa, a rua, a
comunidade, a escola) e nas mídias
impressa, de massa e digital,
165
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

reconhecendo para que foram


produzidos, onde circulam, quem os
produziu e a quem se destinam.
Estratégia de leitura (MS.EF15LP02.s.02 )
Estabelecer expectativas em relação
ao texto que vai ler (pressuposições
antecipadoras dos sentidos, da form
e da função social do texto),
apoiando-se em seus conhecimentos
prévios sobre as condições de
produção e recepção desse texto, o
gênero, o suporte e o universo
temático, bem como sobre saliências
textuais, recursos gráficos, imagens,
dados da própria obra (índice,
prefácio etc.), confirmando
antecipações e inferências realizada
antes e durante a leitura de textos,
checando a
adequação das hipóteses
realizadas.
Atuação no Leitura de imagens em (MS.EF15LP14.s.14)
Campo a narrativas visuais Construir o sentido de histórias em
vida quadrinhos e tirinhas, relacionando
cotidiana imagens e palavras e interpretando
recursos gráficos (tipos de balões, d
letras, onomatopeias).
Compreensão em leitura (MS.EF12LP17.s.17)
Campo das Ler e compreender, em colaboração
praticas de com os colegas e com a ajuda do
estudo e professor, enunciados de tarefas
pesquisa escolares, diagramas, curiosidades,
166
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

pequenos relatos de experimentos,


entrevistas, verbetes de enciclopédi
infantil, entre outros gêneros do
campo investigativo, considerando a
situação comunicativa e o
tema/assunto do texto.
Atuação no Formação do leitor literário (MS.EF15LP15.s.15)
campo Reconhecer que os textos literários
artistico- fazem parte do mundo do
literario imaginário e apresentam uma
dimensão lúdica, de encantamento,
valorizando-os, em sua diversidade
cultural, como patrimônio artístico
da humanidade.
campo Formação do leitor (MS.EF15LP18.s.18)
artistico- literário/Leitura Relacionar texto com ilustrações e
literario multissemiótica outros recursos gráficos.
oralidade

Todos os Oralidade pública/Intercâmbio (MS.EF15LP09.s.09)


campos de conversacional em sala de Expressar-se em situações de
atuação aula intercâmbio oral com clareza,
preocupando-se em ser
compreendido pelo interlocutor e
usando a palavra com tom de voz
audível, boa articulação e ritmo
adequado.
Campo da Produção de texto oral (MS.EF02LP15.s.15)
vida Cantar cantigas e canções,
cotidiana obedecendo ao ritmo e à melodia.
Campo da Produção de texto oral (MS.EF12LP13.s.13)
vida publica Planejar, em colaboração com os
colegas e com a ajuda do professor,
slogans e peça de campanha de

167
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

conscientização destinada ao públic


infantil que possam ser repassados
oralmente por meio de ferramentas
digitais, em áudio ou vídeo,
considerando a situação
comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do texto.
Atuação no Contagem de histórias (MS.EF15LP19.s.19)
campo Recontar oralmente, com e sem
artistico- apoio de imagem, textos literários
literario lidos pelo professor.
Todos os Construção do sistema (MS.EF02LP01.s.01)
campos de alfabético/ Convenções da Utilizar, ao produzir o texto, grafia
atuação escrita correta de palavras conhecidas ou
Escrita (compartilhada e

com estruturas silábicas já dominada


letras maiúsculas em início de frases
em substantivos próprios,
segmentação entre as palavras, pont
final, ponto de interrogação e ponto d
exclamação.

Correspondência fonema- (MS.EF01LP02.s.02)


grafema Escrever, espontaneamente ou por
ditado, palavras e frases de forma
alfabética – usando letras/grafemas
autônoma)

que representem fonemas.


Construção do sistema (MS.EF01LP03.s.03)
alfabético/ Convenções da Observar escritas convencionais,
escrita comparando-as às suas produções
escritas, percebendo semelhanças e
diferenças.

168
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Campo da Escrita compartilhada (MS.EF12LP11.s.11)


vida publica Escrever, em colaboração com os
colegas e com a ajuda do professor,
fotolegendas em notícias, manchetes
e lides em notícias, álbum de fotos
digital noticioso e notícias curtas para
público infantil, digitais ou impressos
dentre outros gêneros do campo
jornalístico, considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do
texto.
Produção

Todos os Revisão de textos (MS.EF15LP06.s.06)


de textos
(escrita

campos de Reler e revisar o texto produzido com


atuação a ajuda do professor e a colaboraçã
dos colegas, para corrigi-lo e
Análise linguística/ semiótica (Alfabetização)

Todos os Construção do sistema (MS.EF02LP01.s.01)


compartilha

campos de alfabético/ Convenções da Utilizar, ao produzir o texto, grafia


autonoma
da e

atuação escrita correta de palavras conhecidas ou


com estruturas silábicas já dominada
letras maiúsculas em início de frases
em substantivos próprios,
segmentação entre as palavras, pont
final, ponto de interrogação e ponto d
exclamação.

Construção do sistema (MS.EF02LP02.s.02)


alfabético e da ortografia Segmentar palavras em sílabas e
remover e substituir sílabas iniciais,
mediais ou finais para criar novas
palavras.

169
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

(MS.EF02LP03.s.03)
Ler e escrever palavras com
correspondências regulares diretas
entre letras e fonemas (f, v, t, d, p, b)
correspondências regulares contextua
(c e q; e e o, em posição átona em fin
de palavra).
Morfologia (MS.EF02LP11.s.11)
Formar o aumentativo e o diminutivo
de palavras com os sufixos -ão e -inh
/ -zinho.

Campo da Forma de composição do texto (MS.EF12LP14.s.14)


vida publica Identificar e reproduzir, em
fotolegendas de notícias, álbum de
fotos digital noticioso, cartas de
leitor (revista infantil), digitais ou
impressos, a formatação e
diagramação específica de cada um
desses gêneros, inclusive em suas
versões orais.
Campo das Forma de composição dos (MS.EF02LP25.s.25)
praticas de textos/Adequação do texto às Identificar e reproduzir, em relatos de
estudo e normas de escrita experimentos, entrevistas, verbetes d
pesquisa enciclopédia infantil, digitais ou
impressos, a formatação e
diagramação específica de cada um
desses gêneros, inclusive em suas
versões orais.

170
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Campo Formas de composição de (MS.EF12LP19.s.19)


artistico- textos poéticos Reconhecer, em textos versificados,
literario rimas, sonoridades, jogos de
palavras, palavras, expressões,
comparações, relacionando-as com
sensações e associações.
LÍNGUA PORTUGUESA - 2º ANO
3º BIMESTRE
Práticas CAMPOS Objeto de conhecimento Habilidades
de
Linguage
m
Leitura/escuta (Compartilhada e autonoma)

Todos os Estratégia de leitura (MS.EF15LP03.s.03)


campos de Localizar informações explícitas
atuação em textos.
Estratégia de leitura (MS.EF15LP04.s.04)
Identificar o efeito de sentido
produzido pelo uso de recursos
expressivos gráfico- visuais em
textos multissemióticos.
Atuação no Compreensão em leitura (MS.EF12LP04.s.04)
Campo a Ler e compreender, em colaboração
vida com os colegas e com a ajuda do
cotidiana professor ou já com certa autonomia
listas, agendas, calendários, avisos,
convites, receitas, instruções de
montagem (digitais ou impressos),
dentre outros gêneros do campo da
vida cotidiana, considerando a
situação comunicativa e o
tema/assunto do texto e relacionando
sua forma de organização à sua

171
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

finalidade.
Campo da Compreensão em leitura (MS.EF02LP12.s.12)
vida Ler e compreender com certa
cotiddiana autonomia cantigas, letras de canção
dentre outros gêneros do campo da
vida cotidiana,
considerando a situação comunicativ
e o tema/assunto do texto e
relacionando sua forma de
organização à sua finalidade.

Campo a Compreensão em leitura (MS.EF12LP09.s.09)


vida Ler e compreender, em colaboração
PUBLICA com os colegas e com a ajuda do
professor, slogans, anúncios
publicitários e textos de campanhas d
conscientização destinados ao público
infantil, dentre outros gêneros do
campo publicitário, considerando a
situação comunicativa e o
tema/assunto do texto.
Imagens analíticas em textos (MS.EF02LP20.s.20)
Campo das Reconhecer a função de textos
praticas de utilizados para apresentar informaçõe
estudo e coletadas em atividades de pesquisa
pesquisa (enquetes, pequenas entrevistas,
registros de experimentações).
Atuação no Leitura colaborativa e (MS.EF15LP16.s.16)
campo autônoma Ler e compreender, em colaboração
artistico- com os colegas e com a ajuda do
literario professor e, mais tarde, de maneira
autônoma, textos narrativos de maio
172
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

porte como contos (populares, de


fadas, acumulativos, de assombraçã
etc.) e crônicas.

Apreciação estética/Estilo (MS.EF15LP17.s.17)


Apreciar poemas visuais e concretos
observando efeitos de sentido criado
pelo formato do texto na página,
distribuição e diagramação das letras
pelas ilustrações e por outros efeitos
visuais.
oralidade

Todos os Escuta atenta (MS.EF15LP10.s.10)


campos de Escutar, com atenção, falas de
atuação professores e colegas, formulando
perguntas pertinentes ao tema e
solicitando esclarecimentos sempre
que necessário.
Características da (MS.EF15LP11.s.11)
conversação espontânea Reconhecer características da
conversação espontânea presencia
respeitando os turnos de fala,
selecionando e utilizando, durante a
conversação, formas de tratamento
adequadas, de acordo com a
situação e a posição do interlocutor.

Campo da Produção de texto oral (MS.EF12LP06.s.06)


vida Planejar e produzir, em colaboração
cotidiana com os colegas e com a ajuda do
professor, recados, avisos, convites
receitas, instruções de montagem,
173
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

dentre outros gêneros do campo da


vida cotidiana, que possam ser
repassados oralmente por meio de
ferramentas digitais, em áudio ou
vídeo, considerando a situação
comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do texto.

Campo da Produção de texto oral (MS.EF02LP19.s.19)


vida publica Planejar e produzir, em colaboração
com os colegas e com a ajuda do
professor, notícias curtas para públic
infantil, para compor jornal falado qu
possa ser repassado oralmente ou
em meio digital, em áudio ou vídeo,
dentre outros gêneros do campo
jornalístico, considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do
texto.

Campo das Planejamento de texto oral (MS.EF02LP24.s.24)


praticas de Exposição oral Planejar e produzir, em colaboração
estudo e com os colegas e com a ajuda do
pesquisa professor, relatos de experimentos,
registros de observação, entrevistas,
dentre outros gêneros do campo
investigativo, que possam ser
repassados oralmente por meio de
ferramentas digitais, em áudio ou
vídeo, considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto/

174
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

finalidade do texto.

Todos os Correspondência fonema- (MS.EF01LP02.s.02)


campos de grafema Escrever, espontaneamente ou por
atuação ditado, palavras e frases de forma
alfabética – usando letras/grafemas
que representem fonemas.
Construção do sistema (MS.EF01LP03.s.03)
alfabético/ Convenções da Observar escritas convencionais,
Escrita (compartilhada e

escrita comparando-as às suas produções


escritas, percebendo semelhanças e
diferenças.
Campo da Escrita autônoma e (MS.EF02LP14.s.14)
vida compartilhada Planejar e produzir pequenos relatos
cotidiana de observação de processos, de fatos
de experiências pessoais, mantendo a
características do gênero,
considerando a situação comunicativa
e o tema/assunto do texto.
Campo da Escrita compartilhada (MS.EF12LP12.s.12)
autônoma)

vida Publica Escrever, em colaboração com os


colegas e com a ajuda do professor,
slogans, anúncios publicitários e texto
de campanhas de conscientização
destinados ao público infantil, dentre
outros gêneros do campo publicitário
considerando a situação comunicativ
e o tema/ assunto/finalidade do texto.

Campo Escrita autônoma e (MS.EF02LP27.s.27)


artistico compartilhada Reescrever textos narrativos literário
literario lidos pelo professor.

175
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES
Produção
de textos Todos os Edição de textos (MS.EF15LP07.s.07)
(escrita
campos de Editar a versão final do texto, em
atuação colaboração com os colegas e com
a ajuda do professor, ilustrando,
Análise linguística/ semiótica (Alfabetização)

Todos os Conhecimento das diversas (MS.EF02LP07.s.07)


compartilha

campos de grafias do alfabeto/ Acentuação Escrever palavras, frases, textos


autonoma
da e

atuação curtos nas formas imprensa e cursiva

Segmentação de (MS.EF02LP08.s.08)
palavras/Classificação de Segmentar corretamente as
palavras por número de sílabas palavras ao escrever frases e textos.

Campo da Forma de composição do texto (MS.EF02LP16.s.16)


vida Identificar e reproduzir, em bilhetes,
cotidiana recados, avisos, cartas, e-mails,
receitas (modo de fazer), relatos
(digitais ou impressos), a formatação
e diagramação específica de cada um
desses gêneros.

(MS.EF02LP17.s.17)
Identificar e reproduzir, em relatos de
experiências pessoais, a sequência
dos fatos, utilizando expressões que
marquem a passagem do tempo
(“antes”, “depois”,
“ontem”, “hoje”, “amanhã”, “outro dia”
“antigamente”, “há muito tempo” etc.)
e o nível de informatividade
necessário.

176
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Campo Formas de composição de (MS.EF02LP28.s.28)


artistico- narrativas Reconhecer o conflito gerador de um
literario narrativa ficcional e sua resolução,
além de palavras, expressões e frase
que caracterizam personagens e
ambientes.

Campo da Forma de composição do texto (MS.EF12LP15.s.15)


vida publica Identificar a forma de composição
de slogans publicitários.

Campo Formas de composição de (MS.EF02LP29.s.29)


artistico textos poéticos visuais Observar, em poemas visuais,
literario formato do texto na página, a
ilustrações e outros efeitos visuais.
LÍNGUA PORTUGUESA - 2º ANO
4º BIMESTRE
Práticas CAMPOS Objeto de conhecimento Habilidades
de
Linguage
m
Leitura/escuta (Compartilhada e

Todos os Decodificação/ Fluência de (MS.EF12LP01.s.01)


campos de leitura Ler palavras novas com precisão na
atuação decodificação, no caso de palavras
autonoma)

de uso frequente, ler globalmente,


por memorização.
Formação de leitor (MS.EF12LP02.s.02)
Buscar, selecionar e ler, com a
mediação do professor (leitura
compartilhada), textos que circulam
em meios impressos ou digitais, de
acordo com as necessidades e
interesses.
177
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Construção do sistema (MS.EF12LP03.s.03)


alfabético/ Estabelecimento de Copiar textos breves, mantendo suas
relações anafóricas na características e voltando para o text
referenciação e construção da sempre que tiver dúvidas sobre sua
coesão distribuição gráfica, espaçamento
entre as palavras, escrita das palavra
e pontuação.

Atuação no Escrita compartilhada (MS.EF12LP05.s.05)


Campo a Planejar e produzir, em colaboração
vida com os colegas e com a ajuda do
cotidiana professor, (re)contagens de histórias
poemas e outros textos versificados
(letras de canção, quadrinhas, corde
poemas
visuais, tiras e histórias em
quadrinhos, dentre outros gêneros
do campo artístico- literário,
considerando a situação
comunicativa e a finalidade do texto

Campo a Compreensão em leitura (MS.EF12LP10.s.10)


vida Ler e compreender, em colaboração
PUBLICA com os colegas e com a ajuda do
professor, cartazes, avisos, folhetos,
regras e regulamentos que organizam
a vida na comunidade escolar, dentre
outros gêneros do campo da atuação
cidadã, considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do
texto.

178
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Pesquisa (MS.EF02LP21.s.21)
Campo das Explorar, com a mediação do
praticas de professor, textos informativos de
estudo e diferentes ambientes digitais de
pesquisa pesquisa, conhecendo suas
possibilidades.
Aatuação Apreciação estética/Estilo (MS.EF12LP18.s.18)
no campo Apreciar poemas e outros textos
artisticoliter versificados, observando rimas,
ario sonoridades, jogos de palavras,
reconhecendo seu pertencimento ao
mundo imaginário e sua dimensão d
encantamento, jogo e fruição.

campo Formação do leitor literário (MS.EF02LP26.s.26)


artistico- Ler e compreender, com certa
literario autonomia, textos literários, de
gêneros variados, desenvolvendo o
gosto pela leitura.
oralidade

Todos os Aspectos não linguísticos (MS.EF15LP12.s.12)


campos de (paralinguísticos) no ato da fala Atribuir significado a aspectos não
atuação linguísticos (paralinguísticos)
observados na fala, como direção do
olhar, riso, gestos, movimentos da
cabeça (de concordância ou
discordância), expressão corporal,
tom de voz.

Relato oral/Registro formal e (MS.EF15LP13.s.13)


informal Identificar finalidades da interação

179
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

oral em diferentes contextos


comunicativos (solicitar informações
apresentar opiniões, informar, relata
experiências etc.).
Todos os Construção do sistema (MS.EF02LP01.s.01)
campos de alfabético/ Convenções da Utilizar, ao produzir o texto, grafia
atuação escrita correta de palavras conhecidas ou
com estruturas silábicas já dominada
letras maiúsculas em início de frases
em substantivos próprios,
segmentação entre as palavras, pont
Escrita (compartilhada e

final, ponto de interrogação e ponto d


exclamação.

Campo da Escrita autônoma e (MS.EF02LP14.s.14)


vida compartilhada Planejar e produzir pequenos relatos
cotidiana de observação de processos, de fatos
de experiências pessoais, mantendo a
características do gênero,
considerando a situação comunicativa
e o tema/assunto do texto.

Campo da Escrita compartilhada (MS.EF02LP18.s.18)


autônoma)

vida publica Planejar e produzir cartazes e folheto


para divulgar eventos da escola ou da
comunidade, utilizando linguagem
persuasiva e elementos textuais e
visuais (tamanho da letra, leiaute,
imagens) adequados ao gênero,
considerando a situação comunicativ
e o tema/assunto do texto.

180
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES
Produção
de textos Todos os Utilização de tecnologia (MS.EF15LP08.s.08)
(escrita
campos de digital Utilizar software, inclusive programa
atuação de edição de texto, para editar e
publicar os textos produzidos,
Análise linguística/ semiótica (Alfabetização)

Todos os Construção do sistema (MS.EF02LP04.s.04)


compartilha

campos de alfabético e da ortografia Ler e escrever corretamente palavras


autonoma
da e

atuação com sílabas CV, V, CVC, CCV,


identificando que existem vogais em
todas as sílabas.
(MS.EF02LP05.s.05)
Ler e escrever corretamente palavra
com marcas de nasalidade (til, m, n)

Segmentação de (MS.EF02LP08.s.08)
palavras/Classificação de Segmentar corretamente as
palavras por número de sílabas palavras ao escrever frases e textos.

Pontuação (MS.EF02LP09.s.09)
Usar adequadamente ponto final,
ponto de interrogação e ponto de
exclamação.

Sinonímia e (MS.EF02LP10.s.10)
antonímia/Morfologia/ Identificar sinônimos de palavras de
Pontuação texto lido, determinando a diferença d
sentido entre eles, e formar antônimo
de palavras encontradas em texto lido
pelo acréscimo do prefixo de negação
in-/im-.

181
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Atuação no Forma de composição do texto (MS.EF12LP07.s.07)


Campo da Identificar e (re)produzir, em cantiga,
vida quadras, quadrinhas, parlendas,
cotidiana trava-línguas e canções, rimas,
aliterações, assonâncias, o ritmo de
fala relacionado ao ritmo e à melodia
das músicas e seus efeitos de
sentido.

campo da Forma de composição do texto (MS.EF12LP16.s.16)


vida publica Identificar e reproduzir, em anúncios
publicitários e textos de campanhas
de conscientização destinados ao
público infantil (orais e escritos,
digitais ou impressos), a formatação
diagramação específica de cada um
desses gêneros, inclusive o uso de
imagens.

Campo Formas de composição de (MS.EF12LP19.s.19)


artistico textos poéticos Reconhecer, em textos versificados,
iterario rimas, sonoridades, jogos de palavra
palavras, expressões, comparações,
relacionando-as com sensações e
associações.

3º ANO

ARTE - 3° ANO
COMPETENCIAS ESPECIFICAS

1. Explorar, conhecer, fruir e analisar criticamente práticas e produções artísticas e culturais do

182
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

seu entorno social, dos povos indígenas, das comunidades tradicionais brasileiras e de
diversas sociedades, em distintos tempos e espaços, para reconhecer a arte como um
fenômeno cultural, histórico, social e sensível a diferentes contextos e dialogar com as
diversidades.

2. Compreender as relações entre as linguagens da Arte e suas práticas integradas, inclusive


aquelas possibilitadas pelo uso das novas tecnologias de informação e comunicação, pelo
cinema e pelo audiovisual, nas condições particulares de produção, na prática de cada
linguagem e nas suas articulações.

3. Pesquisar e conhecer distintas matrizes estéticas e culturais – especialmente aquelas


manifestas na arte e nas culturas que constituem a identidade brasileira –, sua tradição e
manifestações contemporâneas, reelaborando-as nas criações em Arte.

4. Experienciar a ludicidade, a percepção, a expressividade e a imaginação, resinificando


espaços da escola e de fora dela no âmbito da Arte.

5. Mobilizar recursos tecnológicos como formas de registro, pesquisa e criação artística.

6. Estabelecer relações entre arte, mídia, mercado e consumo, compreendendo, de forma


crítica e problematizadora, modos de produção e de circulação da arte na sociedade.

7. Problematizar questões políticas, sociais, econômicas, científicas, tecnológicas e culturais,


por meio de exercícios, produções, intervenções e apresentações artísticas.

8. Desenvolver a autonomia, a crítica, a autoria e o trabalho coletivo e colaborativo nas artes.

9. Analisar e valorizar o patrimônio artístico nacional e internacional, material e imaterial, com


suas histórias e diferentes visões de mundo.

183
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Contextos e práticas (MS.EF15AR01.s.01)
Identificar e apreciar formas distintas das artes
visuais tradicionais e contemporâneas, cultivando a
percepção, o imaginário, a capacidade de simbolizar
e o repertório imagético.
Elementos da (MS.EF15AR02.s.02)
linguagem Explorar e reconhecer elementos constitutivos das
artes visuais (ponto, linha, forma, cor, espaço,
movimento etc.).
Matrizes estéticas e (MS.EF15AR03.s.03)
culturais Reconhecer e analisar a influência de distintas
matrizes estéticas e culturais das artes visuais nas
manifestações artísticas das culturas locais,
regionais e nacionais.
Artes visuais Materialidades (MS.EF15AR04.s.04)
Experimentar diferentes formas de expressão
artística (desenho, pintura, colagem, quadrinhos,
dobradura, escultura, modelagem, instalação, vídeo,
fotografia etc.), fazendo uso sustentável de
materiais, instrumentos, recursos e técnicas
convencionais e não convencionais.
Processos de (MS.EF15AR05.s.05)
criação Experimentar a criação em artes visuais de modo
individual, coletivo e colaborativo, explorando
diferentes espaços da escola e da comunidade.

(MS.EF15AR06.s.06)
Dialogar sobre a sua criação e as dos colegas, para
alcançar sentidos plurais.
184
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Sistemas da (MS.EF15AR07.s.07)
linguagem Reconhecer algumas categorias do sistema das
artes visuais (museus, galerias, instituições, artistas,
artesãos, curadores etc.).
Artes integradas Processos de (MS.EF15AR23.s.25)
criação Reconhecer e experimentar, em projetos temáticos,
as relações processuais entre diversas linguagens
artísticas.
ARTE - 3° ANO
2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Dança Contextos e práticas (MS.EF15AR08.s.08)
Dança Experimentar e apreciar formas distintas de
Dança manifestações da dança presentes em diferentes
contextos, cultivando a percepção, o imaginário, a
capacidade de simbolizar e o repertório corporal.
Elementos da (MS.EF15AR09.s.09)
linguagem Estabelecer relações entre as partes do corpo e
destas com o todo corporal na construção do
movimento dançado.
Elementos da (MS.EF15AR10.s.10)
linguagem Experimentar diferentes formas de orientação no
espaço (deslocamentos, planos, direções, caminhos
etc.) e ritmos de movimento (lento, moderado e
rápido) na construção do movimento dançado.
Processos de (MS.EF15AR11.s.11)
criação Criar e improvisar movimentos dançados de modo
individual, coletivo e colaborativo, considerando os
aspectos estruturais, dinâmicos e expressivos dos
elementos constitutivos do movimento, com base
nos

185
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

códigos de dança.
Processos de (MS.EF15AR12.s.12)
criação Discutir, com respeito e sem preconceito, as
experiências pessoais e coletivas em dança
vivenciadas na escola, como fonte para a
construção de vocabulários e repertórios próprios.
Artes integradas Matrizes estéticas e (MS.EF15AR24.s.26)
culturais Caracterizar e experimentar brinquedos,
brincadeiras, jogos, danças, canções e histórias de
diferentes matrizes estéticas e culturais.
Arte e tecnologia (MS.EF15AR26.s.28)
Explorar diferentes tecnologias e recursos digitais
(multimeios, animações, jogos eletrônicos,
gravações em áudio e vídeo, fotografia, softwares
etc.) nos processos de criação artística.
ARTE - 3° ANO
3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Música Elementos da (MS.EF15AR14 .s.14)
Música linguagem Perceber e explorar os elementos constitutivos da
música (altura, intensidade, timbre, melodia, ritmo
etc.), por meio de jogos, brincadeiras, canções e
práticas diversas de composição/criação, execução
e apreciação musical.
Materialidades (MS.EF15AR15.s.15)
Explorar fontes sonoras diversas, como as
existentes no próprio corpo (palmas, voz, percussão
corporal), na natureza e em objetos cotidianos,
reconhecendo os elementos constitutivos da música
e as características de instrumentos musicais
variados.

186
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Notação e registro (MS.EF15AR16.s.16)


musical Explorar diferentes formas de registro musical não
convencional (representação gráfica de sons,
partituras criativas etc.), bem como procedimentos e
técnicas de registro em áudio e audiovisual, e
reconhecer a notação musical convencional.
Processos de (MS.EF15AR17.s.17)
criação Experimentar improvisações, composições e
sonorização de histórias, entre outros, utilizando
vozes, sons corporais e/ou instrumentos musicais
convencionais ou não convencionais, de modo
individual, coletivo e colaborativo.
Artes integradas Patrimônio cultural (MS.EF15AR25.s.27)
Conhecer e valorizar o patrimônio cultural, material e
imaterial, de culturas diversas, em especial a
brasileira, incluindo-se suas matrizes indígenas,
africanas e europeias, de diferentes épocas,
favorecendo a construção de vocabulário e
repertório relativos às diferentes linguagens
artísticas.
Arte e tecnologia (MS.EF15AR26.s.28)
Explorar diferentes tecnologias e recursos digitais
(multimeios, animações, jogos eletrônicos,
gravações em áudio e vídeo, fotografia, softwares
etc.) nos processos de criação artística.
ARTE - 3° ANO
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Teatro Contextos e práticas (MS.EF15AR18.s.18)
Teatro Reconhecer e apreciar formas distintas de
manifestações do teatro presentes em diferentes
187
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

contextos, aprendendo a ver e a ouvir histórias


dramatizadas e cultivando a percepção, o
imaginário, a capacidade de simbolizar e o repertório
ficcional.
Elementos da (MS.EF15AR19.s.19)
linguagem Descobrir teatralidades na vida cotidiana,
identificando elementos teatrais (variadas
entonações de voz, diferentes fisicalidades,
diversidade de personagens
e narrativas etc.).
Processos de (MS.EF15AR20.s.20)
criação Experimentar o trabalho colaborativo, coletivo e
autoral em improvisações teatrais e processos
narrativos criativos em teatro, explorando desde
a teatralidade dos gestos e das ações do
cotidiano até elementos de diferentes
matrizes estéticas e culturais.
Processos de (MS.EF15AR21.s.21)
criação Exercitar a imitação e o faz de conta,
ressignificando objetos e fatos e experimentando-
se no lugar do outro, ao compor e encenar
acontecimentos cênicos, por meio de músicas,
imagens, textos ou outros pontos de partida, de
forma intencional e reflexiva.
Processos de (MS.EF15AR22.s.22)
criação Experimentar possibilidades criativas de movimento
e de voz na criação de um personagem teatral,
discutindo estereótipos.
Contextos e práticas (MS.EF15AR00.n.23)
Conhecer histórias, brincadeiras, contos e lendas,
mundiais, nacionais e do Mato Grosso do Sul,
desenvolvendo a capacidade imaginativa.
Contextos e práticas (MS.EF15AR00.n.24)
188
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Compreender com naturalidade as reações


emocionais provenientes das atividades práticas
teatrais, através de diversas experiências.
Artes integradas Patrimônio cultural (MS.EF15AR25.s.27)
Conhecer e valorizar o patrimônio cultural, material
e imaterial, de culturas diversas, em especial a
brasileira, incluindo-se suas matrizes indígenas,
africanas e europeias, de diferentes épocas,
favorecendo a construção de vocabulário e
repertório relativos às diferentes linguagens
artísticas.
Arte e tecnologia (MS.EF15AR26.s.28)
Explorar diferentes tecnologias e recursos digitais
(multimeios, animações, jogos eletrônicos,
gravações em áudio e vídeo, fotografia, softwares
etc.) nos processos de criação artística.

CIÊNCIAS - 3° ANO

COMPETENCIAS ESPECIFICAS

1. Compreender as Ciências da Natureza como empreendimento humano e o


conhecimento científico como provisório, cultural e histórico.

2. Compreender conceitos fundamentais e estruturas explicativas das Ciências da


Natureza, bem como dominar processos, práticas e procedimentos da investigação
científica, de modo a sentir segurança no debate de questões científicas, tecnológicas,
socioambientais e do mundo do trabalho, continuar aprendendo e colaborar para a
189
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva.

3. Analisar, compreender e explicar características, fenômenos e processos relativos ao


mundo natural, social e tecnológico (incluindo o digital), como também as relações que se
estabelecem entre eles, exercitando a curiosidade para fazer perguntas, buscar respostas
e criar soluções (inclusive tecnológicas) com base nos conhecimentos das Ciências da
Natureza.

4. Avaliar aplicações e implicações políticas, socioambientais e culturais da ciência e de


suas tecnologias para propor alternativas aos desafios do mundo contemporâneo, incluindo
aqueles relativos ao mundo do trabalho.

5. Construir argumentos com base em dados, evidências e informações confiáveis,


negociar e defender ideias e pontos de vista que promovam a consciência socioambiental
e o respeito a si próprio e ao outro, acolhendo e valorizando a diversidade de indivíduos e
de grupos sociais, sem preconceitos de qualquer natureza.

6. Utilizar diferentes linguagens e tecnologias digitais de informação e comunicação para


se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos e resolver
problemas das Ciências da Natureza de forma crítica, significativa, reflexiva e ética.

7. Conhecer, apreciar e cuidar de si, do seu corpo e bem-estar, compreendendo-se na


diversidade humana, fazendo-se respeitar e respeitando o outro, recorrendo aos
conhecimentos das Ciências da Natureza e as suas tecnologias.

8. Agir pessoal e coletivamente com respeito, autonomia, responsabilidade, flexibilidade,


resiliência e determinação, recorrendo aos conhecimentos das Ciências da Natureza para
tomar decisões frente a questões científico-tecnológicas e socioambientais e a respeito da
saúde individual e coletiva, com base em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e
solidários.

190
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
(MS.EF03CI01.s.01)
Produzir diferentes sons a partir da vibração de
variados objetos e identificar variáveis que influem
Produção de som nesse fenômeno.
(MS.EF03CI02.s.02)
Efeitos da luz nos
Experimentar e relatar o que ocorre com a
Matéria e energia materiais
passagem da luz através de objetos transparentes
Saúde auditiva e
(copos, janelas de vidro, lentes, prismas, água etc.),
visual
no contato com superfícies polidas (espelhos) e na
intersecção com objetos opacos (paredes, pratos,
pessoas e outros objetos de uso cotidiano).
(MS.EF03CI03.s.03)
Discutir hábitos necessários para a manutenção da
saúde auditiva e visual considerando as condições
do ambiente em termos de som e luz.
CIÊNCIAS - 3° ANO
2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Vida e evolução Características e (MS.EF03CI04.s.04)
desenvolvimento Identificar características sobre o modo de vida (o
dos animais que comem, como se reproduzem, como se
deslocam etc.) dos animais mais comuns no
ambiente próximo.
(MS.EF03CI05.s.05)
Descrever e comunicar as alterações que ocorrem
desde o nascimento em animais de diferentes
meios terrestres ou aquáticos, inclusive o homem.
(MS.EF03CI06.s.06)

191
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Comparar alguns animais e organizar grupos com


base em características externas comuns
(presença de penas, pelos, escamas, bico, garras,
antenas, patas etc.).
CIÊNCIAS - 3° ANO
3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Terra e Universo Características (MS.EF03CI07.s.07)
da Terra Identificar características da Terra (como seu
Observação do céu formato esférico, a presença de água, solo etc.),
com base na observação, manipulação e
comparação de diferentes formas de representação
do planeta (mapas, globos, fotografias etc.).

(MS.EF03CI08.s.08)
Observar, identificar e registrar os períodos diários
(dia e/ou noite) em que o Sol, demais estrelas, Lua e
planetas estão visíveis no céu.
CIÊNCIAS - 3° ANO
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Terra e Universo Características (MS.EF03CI09.s.09)
da Terra Comparar diferentes amostras de solo do entorno
Observação do da escola com base em características como cor,
céu Usos do solo textura, cheiro, tamanho das partículas,
permeabilidade etc.
(MS.EF03CI10.s.10)
Identificar os diferentes usos do solo (plantação
e extração de materiais, dentre outras

192
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

possibilidades), reconhecendo a importância do


solo para a agricultura e para a vida.
(MS.EF03CI11.s.11)
Relacionar os registros feitos a partir das
observações dos períodos diários às estações do
ano, bem como sua influência nas atividades
humanas (agricultura e pecuária) e processos
naturais (floração, frutificação), oportunizando
reflexões socioambientais.

EDUCAÇÃO FÍSICA - 3º ANO

Compreender a origem da cultura corporal de movimento e seus vínculos com a organização da


vida coletiva e individual.

Planejar e empregar estratégias para resolver desafios e aumentar as possibilidades de


aprendizagem das práticas corporais, além de se envolver no processo de ampliação do acervo
cultural nesse campo.

Refletir, criticamente, sobre as relações entre a realização das práticas corporais e os processos
de saúde/doença, inclusive no contexto das atividades laborais

Identificar a multiplicidade de padrões de desempenho, saúde, beleza e estética corporal,


analisando, criticamente, os modelos disseminados na mídia e discutir posturas consumistas e
preconceituosas.

Identificar as formas de produção dos preconceitos, compreender seus efeitos e combater


posicionamentos discriminatórios em relação às práticas corporais e aos seus participantes.

193
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Interpretar e recriar os valores, os sentidos e os significados atribuídos às diferentes práticas


corporais, bem como aos sujeitos que delas participam.

Reconhecer as práticas corporais como elementos constitutivos da identidade cultural dos povos
e grupos.

Usufruir das práticas corporais, de forma autônoma, para potencializar o envolvimento em


contextos de lazer, ampliar as redes de sociabilidade e a promoção da saúde.

Reconhecer o acesso às práticas corporais como direito do cidadão, propondo e produzindo


alternativas para sua realização no contexto comunitário.

Experimentar, desfrutar, apreciar e criar diferentes brincadeiras, jogos, danças, ginásticas,


esportes, lutas e práticas corporais de aventura, valorizando o trabalho coletivo e o
protagonismo.

1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Brincadeiras e jogos (MS.EF35EF01.s.01)
Brincadeiras e jogos da cultura popular Experimentar e fruir brincadeiras e jogos
presentes no populares do Brasil e do mundo, incluindo aqueles
contexto comunitário de matriz indígena e africana, e recriá-los,
e regional valorizando a importância desse patrimônio
histórico cultural.

EDUCAÇÃO FÍSICA - 3º ANO

2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


194
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

conhecimento
Conhecimento Corpo, Saúde e (MS.EF35EF00.n.10)
corporal Espaço temporal. Identificar alterações corporais durante a
execução de atividades
físicas.
(MS.EF35EF00.n.11)
Vivenciar os movimentos considerando os planos
do corpo humano: sagital / horizontal / frontal /
anteroposterior / vertical /
transversal / longitudinal.
Esportes Esportes de campo (MS.EF35EF05.s.04)
e taco Esportes de Experimentar e fruir diversos tipos de esportes de
rede/parede campo e taco, rede/parede e invasão,
Esportes de invasão. identificando seus elementos comuns e criando
estratégias individuais e coletivas básicas para
sua execução, prezando pelo trabalho coletivo e
pelo protagonismo.
Ginásticas Ginástica geral (MS.EF35EF07.s.05)
Experimentar e fruir, de forma coletiva,
combinações de diferentes elementos da ginástica
geral (equilíbrios, saltos, giros, rotações,
acrobacias, com e sem materiais), propondo
coreografias com diferentes temas do cotidiano.
EDUCAÇÃO FÍSICA - 3º ANO

3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Danças Danças do (MS.EF35EF09.s.06)
Brasil e do Experimentar, recriar e fruir danças populares do
mundo Danças Brasil e do mundo e danças de matriz indígena e
de matriz africana, valorizando e respeitando os diferentes
indígena e africana sentidos e significados dessas danças

195
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Danças da cultura em suas culturas de origem.


(MS.EF35EF00.a.07)
Sul-mato-grossense.
Identificar e experimentar as danças da cultura
Sul-mato- grossense, no contexto regional.
Danças do (MS.EF35EF10.s.08)
Brasil e do Comparar e identificar os elementos constitutivos
mundo Danças comuns e diferentes (ritmo, espaço, gestos) em
de matriz danças populares do Brasil e do mundo e danças
indígena e africana de matriz indígena e africana.
Conhecimento Corpo, Saúde e (MS.EF35EF00.n.10)
corporal Espaço temporal. Identificar alterações corporais durante a
execução de atividades
físicas.
EDUCAÇÃO FÍSICA - 3º ANO

4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Conhecimento Corpo, Saúde e (MS.EF35EF00.n.10)
corporal Espaço temporal. Identificar alterações corporais durante a
execução de atividades
físicas.
Lutas Lutas do (MS.EF35EF09.s.09)
contexto Experimentar, fruir e recriar diferentes lutas
comunitário e presentes no contexto comunitário e regional e
regional lutas de matriz indígena e africana.
Lutas de matriz
indígena e africana
Brincadeiras e jogos Brincadeiras e jogos (MS.EF35EF02.s.02)
populares do Brasil e Planejar e utilizar estratégias para possibilitar a
do mundo participação segura de todos os estudantes em
Brincadeiras e jogos brincadeiras e jogos populares do Brasil e de matriz
de matriz indígena e indígena e africana.

196
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

africana.
(MS.EF35EF00.a.03)
Identificar e utilizar os jogos e brincadeiras
relatados por pais, avós ou pessoas idosas da
comunidade, relacionando-os aos contextos
socioculturais de cada época.

GEOGRAFIA - 3° ANO

22. Utilizar os conhecimentos geográficos para entender a interação sociedade/natureza e


exercitar o interesse e o espírito de investigação e de resolução de problemas.
23. Estabelecer conexões entre diferentes temas do conhecimento geográfico,
reconhecendo a importância dos objetos técnicos para a compreensão das formas como os
seres humanos fazem uso dos recursos da natureza ao longo da história.

24. Desenvolver autonomia e senso crítico para compreensão e aplicação do raciocínio


geográfico na análise da ocupação humana e produção do espaço, envolvendo os princípios
de analogia, conexão, diferenciação, distribuição, extensão, localização e ordem.

25. Desenvolver o pensamento espacial, fazendo uso das linguagens cartográficas e


iconográficas, de diferentes gêneros textuais e das geotecnologias para a resolução de
problemas que envolvam informações geográficas.

26. Desenvolver e utilizar processos, práticas e procedimentos de investigação para


compreender o mundo natural, social, econômico, político e o meio técnico-científico e
informacional, avaliar ações e propor perguntas e soluções (inclusive tecnológicas) para
questões que requerem conhecimentos científicos da Geografia.

27. Construir argumentos com base em informações geográficas, debater e defender


ideias e pontos de vista que respeitem e promovam a consciência socioambiental e o
respeito à biodiversidade e ao outro, sem preconceitos de qualquer natureza.
197
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

28. Agir pessoal e coletivamente com respeito, autonomia, responsabilidade, flexibilidade,


resiliência e determinação, propondo ações sobre as questões socioambientais, com base
em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e solidários.

1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
O sujeito e seu lugar A cidade e o campo: (MS.EF03GE01.s.01)
no mundo aproximações e Identificar e comparar aspectos culturais dos grupos
diferenças sociais de seus lugares de vivência, seja na cidade,
seja no campo.

A cidade e o campo: (MS.EF03GE02.s.02)


Identificar e aproximações e Identificar, em seus lugares de vivência, marcas de
comparar aspectos diferenças contribuição cultural e econômica de grupos de
culturais dos grupos diferentes origens.
sociais de seus
(MS.EF03GE03.s.03)
lugares de vivência,
Reconhecer os diferentes modos de vida de povos e
seja na cidade, seja
comunidades tradicionais em distintos lugares.
no campo.

GEOGRAFIA - 3° ANO
2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Conexões e escalas Paisagens naturais e (MS.EF03GE04.s.04)
antrópicas em Explicar como os processos naturais e históricos
transformação atuam na produção e na mudança das paisagens
naturais e antrópicas nos seus lugares de vivência,
comparando-os a outros lugares.
Mundo do trabalho Matéria-prima e (MS.EF03GE05.s.05)
198
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

indústria Identificar alimentos, minerais e outros produtos


cultivados e extraídos da natureza, comparando as
atividades de trabalho em diferentes lugares.
GEOGRAFIA - 3° ANO
3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Formas de Representações (MS.EF03GE06.s.07)
representação e cartográficas Identificar e interpretar imagens bidimensionais e
pensamento tridimensionais em diferentes tipos de representação
espacial cartográfica.
Representações (MS.EF03GE07.s.08)
cartográficas Reconhecer e elaborar legendas com símbolos de
diversos tipos de representações em diferentes
escalas cartográficas.
GEOGRAFIA - 3° ANO
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Natureza, ambientes Impactos das (MS.EF03GE09.s.09)
e qualidade de vida atividades humanas Investigar os usos dos recursos naturais, com
destaque para os usos da água em atividades
cotidianas (alimentação, higiene, cultivo de plantas
etc.), e discutir os problemas ambientais provocados
por esses usos.
Impactos das (MS.EF03GE10.s.10)
atividades Identificar os cuidados necessários para
humanas utilização da água na agricultura e na geração de
Impactos das energia de modo a garantir a manutenção do
atividades humanas provimento de água potável.
(MS.EF03GE11.s.11)
Comparar os impactos das atividades econômicas
199
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

urbanas e rurais sobre o ambiente físico natural,


assim como os riscos provenientes de ferramentas e
máquinas.
Produção, circulação (MS.EF03GE08.s.12)
e consumo Relacionar a produção de lixo doméstico ou da
escola aos problemas causados pelo consumo
excessivo e construir propostas para o consumo
consciente, considerando a ampliação de hábitos
de redução, reuso e reciclagem/descarte de
materiais consumidos em casa, na escola e/ou no
entorno.

HISTÓRIA - 3° ANO
1º BIMESTRE

1. Compreender acontecimentos históricos, relações de poder e processos e mecanismos


de transformação e manutenção das estruturas sociais, políticas, econômicas e culturais ao
longo do tempo e em diferentes espaços para analisar, posicionar-se e intervir no mundo
contemporâneo.
2. Compreender a historicidade no tempo e no espaço, relacionando acontecimentos e
processos de transformação e manutenção das estruturas sociais, políticas, econômicas e
culturais, bem como problematizar os significados das lógicas de organização cronológica
3. Elaborar questionamentos, hipóteses, argumentos e proposições em relação a
documentos, interpretações e contextos históricos específicos, recorrendo a diferentes
linguagens e mídias, exercitando a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos, a
cooperação e o respeito.
4. Identificar interpretações que expressem visões de diferentes sujeitos, culturas e povos
com relação a um mesmo contexto histórico, e posicionar-se criticamente com base em
princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários.
5. Analisar e compreender o movimento de populações e mercadorias no tempo e no
espaço e seus significados históricos, levando em conta o respeito e a solidariedade com
200
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

as diferentes populações.
6. Compreender e problematizar os conceitos e procedimentos norteadores da produção
historiográfica.
7. Produzir, avaliar e utilizar tecnologias digitais de informação e comunicação de modo
crítico, ético e responsável, compreendendo seus significados para os diferentes grupos ou
estratos sociais.

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
As pessoas e os O “Eu”, o “Outro” e (MS.EF03HI01.s.01)
grupos que compõem os diferentes grupos Identificar os grupos
a cidade e o sociais e étnicos que populacionais que formam a
município compõem a cidade e cidade, o município e a
os municípios: os região, as relações
desafios sociais, estabelecidas entre eles e os
culturais e eventos que marcam a
ambientais formação da cidade, como
do lugar onde vive fenômenos migratórios (vida
rural/vida urbana),
desmatamentos, estabelecimento de grandes
empresas etc.
(MS.EF03HI02.s.02)
Selecionar, por meio da consulta de fontes de
diferentes naturezas, e registrar acontecimentos
ocorridos ao longo do tempo na cidade ou região em
que vive.
MS.EF03HI03.s.03)
Identificar e comparar pontos de vista em relação a
eventos significativos do local em que vive,
aspectos relacionados a condições sociais e à
presença de diferentes grupos sociais e culturais,
201
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

com especial destaque para as culturas africanas,


indígenas e de migrantes.
HISTÓRIA - 3° ANO
2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
O lugar em que vive Os patrimônios (MS.EF03HI04.s.04)
históricos e culturais Identificar os patrimônios históricos e culturais de
da cidade e/ou do sua cidade ou região e discutir as razões culturais,
município em que sociais e políticas para que assim sejam
vive considerados.
A produção dos (MS.EF03HI05.s.05)
marcos da Identificar os marcos históricos do lugar em que
memória: os vive e compreender seus significados.
lugares de (MS.EF03HI06.s.06)

memória (ruas, Identificar os registros de memória na cidade

praças, escolas, (nomes de ruas, monumentos, edifícios etc.),

monumentos, discutindo os critérios que explicam a escolha

museus etc.) desses nomes.

HISTÓRIA - 3° ANO
3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
O lugar em que vive A produção dos (MS.EF03HI07.s.07)
marcos da memória: Identificar semelhanças e diferenças existentes
formação cultural da entre comunidades de sua cidade ou região, e
população descrever o papel dos diferentes grupos sociais que
as formam.
HISTÓRIA - 3° ANO
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


202
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

conhecimento
O lugar em que vive A produção dos (MS.EF03HI08.s.08)
marcos da memória: Identificar modos de vida na cidade e no campo no
a cidade e o campo, presente, comparando-os com os do passado.
(MS.EF03HI09.s.09)
aproximações e
Mapear os espaços públicos no lugar em que vive
diferenças
(ruas, praças, escolas, hospitais, prédios da
Prefeitura e da Câmara de Vereadores etc.) e
identificar suas funções.
(MS.EF03HI10.s.10)
Identificar as diferenças entre o espaço doméstico,
os espaços públicos e as áreas de conservação
ambiental, compreendendo a importância dessa
distinção.
(MS.EF03HI11.s.11)
Identificar diferenças entre formas de trabalho
realizadas na cidade e no campo, considerando
também o uso da tecnologia nesses diferentes
contextos.
(MS.EF03HI12.s.12)
Comparar as relações de trabalho e lazer do
presente com as de outros tempos e espaços,
analisando mudanças e permanências.

LÍNGUA INGLESA - 3º ANO

COMPETENCIAS ESPECIFICAS
1- Identificar o lugar de si e o do outro em um mundo plurilíngue e multicultural, refletindo,
criticamente, sobre como a aprendizagem da Língua Inglesa contribui para a inserção dos
sujeitos no mundo globalizado, inclusive no que concerne ao mundo do trabalho.
203
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

2- Comunicar-se na Língua Inglesa, por meio do uso variado de linguagens em mídias


impressas, ou digitais, reconhecendo-a como ferramenta de acesso ao conhecimento, de
ampliação das perspectivas e de possibilidades para a compreensão dos valores e
interesses de outras culturas e para o exercício do protagonismo social.

3- Identificar similaridades e diferenças entre a Língua Inglesa e a língua materna/outras


línguas, articulando-as a aspectos sociais, culturais e identitários, em uma relação
intrínseca entre língua, cultura e identidade.

4- Elaborar repertórios linguístico-discursivos da Língua Inglesa, usados em diferentes


países e por grupos sociais distintos dentro de um mesmo país, de modo a reconhecer a
diversidade linguística como direito e valorizar os usos heterogêneos, híbridos e
multimodais emergentes nas sociedades contemporâneas.

5- Utilizar novas tecnologias, com novas linguagens e modos de interação, para pesquisar,
selecionar, compartilhar, posicionar-se e produzir sentidos em práticas de letramento na
Língua Inglesa, de forma ética, crítica e responsável.

6- Conhecer diferentes patrimônios culturais, materiais e imateriais, difundidos na Língua


Inglesa, com vistas ao exercício da fruição e da ampliação de perspectivas, no contato
com diferentes manifestações artístico-culturais.

1º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


CAMPOS DE Temáticas conhecimento
ATUAÇÃO
Interação discursiva Vocabulários (MS.EF03LI00.n.02)
cotidianos Interagir em Língua Inglesa
ORALIDADE fazendo uso da repetição de sons e
204
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

vocábulos, tais como: Time, School


subjects, Likes and dislikes,
Relatives, Countries and
Nationalities de modo a criar
vínculo com a língua em questão.
DIMENSÃO A Língua Inglesa no Repertório (MS.EF03LI00.n.01)
INTERCULTURAL cotidiano da criança sociocultural Recordar por meio de revisão oral,
escrita e de leitura, o conteúdo
aprendido durante o ano letivo
anterior de modo a ampliar a
dimensão
intercultural.
ESCRITA Práticas de escrita Days of the (MS.EF03LI00.n.08)
week, Months of Criar o Calendário diário de sala
the year, School para contextualizar vocábulos e
schedule expressões em Inglês
Gramática Numbers 1 to 40 (MS.EF03LI00.n.10)
CONHECIMENTO
Identificar e utilizar os valores
S LINGUISTICOS
numéricos para aplicá-los em
contextos diversos.
LÍNGUA INGLESA - 3º ANO

2º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


CAMPOS DE Temáticas conhecimento
ATUAÇÃO
Interação discursiva Days of the (MS.EF03LI00.n.03)
week, Months of Utilizar o Calendário diário de sala
ORALIDADE the year, School para contextualizar vocábulos e
schedule expressões em Língua Inglesa que
indiquem períodos cronológicos
Compreensão Estratégias de (MS.EF03LI00.n.06)
auditiva compreensão de Utilizar, em contexto lúdico,
205
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

vocábulos e movimentos, gestos e olhares


sons, em brincadeiras, jogos e
simultaneament atividades artísticas como
e dança, teatro de fantoches e
música, de modo a interagir
socialmente.
LEITURA Estratégias de leitura Compreensão (MS.EF03LI00.n.07)
textual Analisar textos ou histórias
literárias conhecidas na Língua
Portuguesa buscando assimilá-las
à Língua Inglesa para
entendimento e conhecimento em
seu sentido global.
DIMENSÃO A Língua Inglesa no Presença da (MS.EF03LI00.n.13)
INTERCULTURAL cotidiano da criança Língua Inglesa Utilizar as diferentes linguagens
no cotidiano, (corporal, musical, plástica, oral
conforme a faixa e escrita) ajustadas às
etária diferentes intenções e situações
de comunicação, de forma a
compreender e
ser compreendido.
ESCRITA Estratégias de Uso da (MS.EF03LI00.n.09)
escrita linguagem Identificar e utilizar
corretamente o vocabulário
oferecido, aplicando-o em
contextos de atividades
escritas.
Gramática Numbers 1 to 40 (MS.EF03LI00.n.10)
CONHECIMENTO
Identificar e utilizar os valores
S LINGUISTICOS
numéricos para aplicá-los em
contextos diversos.

206
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

LÍNGUA INGLESA - 3º ANO

3º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


CAMPOS DE Temáticas conhecimento
ATUAÇÃO
Interação discursiva Repertório (MS.EF03LI00.n.04)
sociocultural Propiciar repertório sociocultural
ORALIDADE por meio de pequenos diálogos
e com uso de imagens,
flashcards a fim de construir
novos
conhecimentos.
Compreensão Estratégias de (MS.EF03LI00.n.06)
auditiva compreensão de Utilizar, em contexto lúdico,
vocábulos e movimentos, gestos e olhares
sons, em brincadeiras, jogos e
simultaneament atividades artísticas como
e dança, teatro de fantoches e
música, de modo a interagir
socialmente.
DIMENSÃO A Língua Inglesa no Presença (MS.EF03LI00.n.13)
INTERCULTURAL cotidiano da criança da Língua Utilizar as diferentes linguagens
Inglesa no (corporal, musical, plástica, oral
cotidiano, e escrita) ajustadas às
conforme a faixa diferentes intenções e situações
etária de comunicação, de forma a
compreender e
ser compreendido.
LEITURA Estratégias de leitura Compreensão (MS.EF03LI00.n.07)
textual Analisar textos ou histórias
literárias conhecidas na Língua
207
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Portuguesa buscando assimilá-las


à Língua Inglesa para
entendimento e conhecimento em
seu sentido global.
ESCRITA Estratégias de Uso da (MS.EF03LI00.n.09)
escrita linguagem Identificar e utilizar
corretamente o vocabulário
oferecido, aplicando-o em
contextos de atividades
escritas.
Gramática Adjectives (MS.EF03LI00.n.11)
CONHECIMENTO
Indicar características para
S LINGUISTICOS
membros da família em inglês a fim
de descrevê-los.
LÍNGUA INGLESA - 3º ANO

4º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


CAMPOS DE Temáticas conhecimento
ATUAÇÃO
Interação discursiva Funções e usos (MS.EF03LI00.n.05)
da Língua Utilizar as expressões em Língua
ORALIDADE Inglesa em sala Inglesa em sala de aula a fim de
de aula estimular a comunicação.
(Classroom
language)
Compreensão Estratégias de (MS.EF03LI00.n.06)
auditiva compreensão de Utilizar, em contexto lúdico,
vocábulos e movimentos, gestos e olhares
sons, em brincadeiras, jogos e
simultaneament atividades artísticas como
e dança, teatro de fantoches e

208
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

música, de modo a interagir


socialmente.
DIMENSÃO A Língua Inglesa no Presença da (MS.EF03LI00.n.13)
INTERCULTURAL cotidiano da criança Língua Inglesa Utilizar as diferentes linguagens
no cotidiano, (corporal, musical, plástica, oral
conforme a faixa e escrita) ajustadas às
etária diferentes intenções e situações
de comunicação, de forma a
compreender e
ser compreendido.
ESCRITA Estratégias de Uso da (MS.EF03LI00.n.09)
escrita linguagem Identificar e utilizar
corretamente o vocabulário
oferecido, aplicando-o em
contextos de atividades
escritas.
Gramática Routine verbs (MS.EF03LI00.n.12)
CONHECIMENTO
Empregar, de forma inteligível,
S LINGUISTICOS
os verbos get up, get dressed,
wash face, brush teeth, brush
hair, eat, drink, take a shower
para
descrever rotinas.

209
LÍNGUA PORTUGUESA - 3º ANO
COMPETENCIAS ESPECIFICAS
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
1. Compreender a língua como fenômeno cultural, histórico, social, variável,
MUNICÍPIO DE BONITO
heterogêneo e sensível aosSECRETARIA
contextos de uso,
MUNICIPAL reconhecendo-a
DE EDUCAÇÃO E CULTURAcomo meio de
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES
construção de identidades de seus usuários e da comunidade a que pertencem.

2. Apropriar-se da linguagem escrita, reconhecendo-a como forma de interação nos


diferentes campos de atuação da vida social e utilizando-a para ampliar suas
possibilidades de participar da cultura letrada, de construir conhecimentos (inclusive
escolares) e de se envolver com maior autonomia e protagonismo na vida social.

3. Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e multissemióticos que circulam em


diferentes campos de atuação e mídias, com compreensão, autonomia, fluência e
criticidade, de modo a se expressar e partilhar informações, experiências, ideias e
sentimentos, e continuar aprendendo.

4. Compreender o fenômeno da variação linguística, demonstrando atitude respeitosa


diante de variedades linguísticas e rejeitando preconceitos linguísticos.

5. Empregar, nas interações sociais, a variedade e o estilo de linguagem adequados à


situação comunicativa, ao (s) interlocutor(es) e ao gênero do discurso/gênero
textual.

6. Analisar informações, argumentos e opiniões manifestados em interações sociais e


nos meios de comunicação, posicionando-se ética e criticamente em relação a
conteúdos discriminatórios que ferem direitos humanos e ambientais.

7. Reconhecer o texto como lugar de manifestação e negociação de sentidos, valores e


ideologias.

8. Selecionar textos e livros para leitura integral, de acordo com objetivos, interesses e
projetos pessoais (estudo, formação pessoal, entretenimento, pesquisa, trabalho
etc.).

9. Envolver-se em práticas de leitura literária que possibilitem o desenvolvimento do


senso estético para fruição, valorizando a literatura e outras manifestações artístico-
culturais como formas de acesso às dimensões lúdicas, de imaginário 210
e
encantamento, reconhecendo o potencial transformador e humanizador da
experiência com a literatura.

10. Mobilizar práticas da cultura digital, diferentes linguagens, mídias e ferramentas


ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

MATEMÁTICA - 3º ANO

COMPETENCIAS ESPECIFICAS

1. Reconhecer que a Matemática é uma ciência humana, fruto das necessidades e


preocupações de diferentes culturas, em diferentes momentos históricos, e é uma ciência
viva, que contribui para solucionar problemas científicos e tecnológicos e para alicerça
descobertas e construções, inclusive com impactos no mundo do trabalho.
2. Desenvolver o raciocínio lógico, o espírito de investigação e a capacidade de produzi
argumentos convincentes, recorrendo aos conhecimentos matemáticos para
compreender e atuar no mundo.
3. Compreender as relações entre conceitos e procedimentos dos diferentes campos da
Matemática (Aritmética, Álgebra, Geometria, Estatística e Probabilidade) e de outra
áreas do conhecimento, sentindo segurança quanto à própria capacidade de construir e
aplicar conhecimentos matemáticos, desenvolvendo a autoestima e a perseverança na
busca de soluções.
4. Fazer observações sistemáticas de aspectos quantitativos e qualitativos presentes nas
práticas sociais e culturais, de modo a investigar, organizar, representar e comunica
informações relevantes, para interpretá-las e avaliá-las crítica e eticamente, produzindo
argumentos convincentes.
5. Utilizar processos e ferramentas matemáticas, inclusive tecnologias digitais disponíveis
para modelar e resolver problemas cotidianos, sociais e de outras áreas de
conhecimento, validando estratégias e resultados.
6. Enfrentar situações-problema em múltiplos contextos, incluindo-se situações imaginadas

211
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

não diretamente relacionadas com o aspecto prático-utilitário, expressar suas respostas e


sintetizar conclusões, utilizando diferentes registros e linguagens (gráficos, tabelas
esquemas, além de texto escrito na língua materna e outras linguagens para descreve
algoritmos, como fluxogramas, e dados).
7. Desenvolver e/ou discutir projetos que abordem, sobretudo, questões de urgência social
com base em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e solidários, valorizando a
diversidade de opiniões de indivíduos e de grupos sociais, sem preconceitos de qualque
natureza.
8. Interagir com seus pares de forma cooperativa, trabalhando coletivamente no
planejamento e desenvolvimento de pesquisas para responder a questionamentos e na
busca de soluções para problemas, de modo a identificar aspectos consensuais ou não
na discussão de uma determinada questão, respeitando o modo de pensar dos colegas e
aprendendo com eles.

1º BIMESTRE

Unidades Objetos de conhecimento Habilidades


Temáticas
Leitura, escrita, (MS.EF03MA01.s.01)
comparação e ordenação Ler, escrever e comparar números naturais de até
de números naturais de a ordem de unidade de milhar, estabelecendo
quatro ordens relações entre os registros numéricos e em língua
materna.
Explorar as diferentes formas de contar presentes
nos povos indígenas
Composição e (MS.EF03MA02.s.02)
Números
decomposição de Identificar características do sistema de
números naturais numeração decimal, utilizando a composição e a
decomposição de número natural de até quatro
ordens.
Construção de fatos (MS.EF03MA03.s.03)
fundamentais da adição, Construir e utilizar fatos básicos da adição e da
subtração e multiplicação multiplicação para o cálculo mental ou escrito.
212
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Reta numérica

Problemas envolvendo (MS.EF03MA06.s.06)


significados da adição e Resolver e elaborar problemas de adição e
da subtração: juntar, subtração com os significados de juntar,
acrescentar, separar, acrescentar, separar, retirar, comparar e
retirar, comparar e completar quantidades, utilizando diferentes
completar quantidades estratégias de cálculo exato ou aproximado,
incluindo cálculo mental.

Álgebra Identificação e descrição (MS.EF03MA10.s.10)


de regularidades em Identificar regularidades em sequências
sequências numéricas ordenadas de números naturais, resultantes da
recursivas realização de adições ou subtrações sucessivas,
por um mesmo número, descrever uma regra de
formação da sequência e determinar elementos
faltantes ou seguintes.
Figuras geométricas (MS.EF03MA13.s.13)
espaciais (cubo, bloco Associar figuras geométricas espaciais (cubo,
retangular, pirâmide, bloco retangular, pirâmide, cone, cilindro e esfera)
cone, cilindro e esfera): a objetos do mundo físico e nomear essas figuras.
reconhecimento, análise
de características e
Geometria planificações

Figuras geométricas (MS.EF03MA14.s.14)


espaciais (cubo, bloco Descrever características de algumas figuras
retangular, pirâmide, geométricas espaciais (prismas retos, pirâmides,
cone, cilindro e esfera): cilindros, cones), relacionando-as com suas
reconhecimento, análise planificações.
de características e
213
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

planificações

Significado de medida e (MS.EF03MA17.s.17)


de unidade de medida Reconhecer que o resultado de uma medida
depende da unidade de medida utilizada.
Medidas de tempo: leitura (MS.EF03MA22.s.22)
de horas em relógios Ler e registrar medidas e intervalos de tempo,
Grandezas
digitais e analógicos, utilizando relógios (analógico e digital) para
e medidas
duração de eventos e informar os horários de início e término de
reconhecimento de realização de uma atividade e sua duração.
relações entre unidades
de medida de tempo

Probabilid Análise da ideia de acaso (MS.EF03MA25.s.25)


ade e em situações do cotidiano: Identificar, em eventos familiares aleatórios, todos
estatística espaço amostral os resultados possíveis, estimando os que têm
maiores ou menores chances de ocorrência.
MATEMÁTICA - 3º ANO

2º BIMESTRE

Unidades Objetos de conhecimento Habilidades


Temáticas
Composição e (MS.EF03MA02.s.02)
decomposição de Identificar características do sistema de
números naturais numeração decimal, utilizando a composição e a
decomposição de número natural de até quatro
ordens.
Construção de fatos (MS.EF03MA03.s.03)
fundamentais da adição, Construir e utilizar fatos básicos da adição e da
subtração e multiplicação multiplicação para o cálculo mental ou escrito.
Números
Reta numérica
Construção de fatos (MS.EF03MA04.s.04)
fundamentais da adição, Estabelecer a relação entre números naturais e

214
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

subtração e pontos da reta numérica para utilizá-la na


multiplicação. ordenação dos números naturais e também na
Reta numérica. construção de fatos da adição e da subtração,
relacionando-os com
deslocamentos para a direita ou para a esquerda.
Procedimentos de (MS.EF03MA05.s.05)
cálculo (mental e escrito) Utilizar diferentes procedimentos de cálculo
com números naturais: mental e escrito para resolver problemas
adição e subtração significativos envolvendo adição e subtração com
números naturais.
Álgebra Identificação e descrição (MS.EF03MA10.s.10)
de regularidades em Identificar regularidades em sequências
sequências numéricas ordenadas de números naturais, resultantes da
recursivas realização de adições ou subtrações sucessivas,
por um mesmo número, descrever uma regra de
formação da sequência e determinar elementos
faltantes ou seguintes.
Figuras geométricas (MS.EF03MA13.s.13)
espaciais (cubo, bloco Associar figuras geométricas espaciais (cubo,
retangular, pirâmide, bloco retangular, pirâmide, cone, cilindro e esfera)
cone, cilindro e esfera): a objetos do mundo físico e nomear essas figuras.
reconhecimento, análise
de características e
Geometria planificações
Figuras geométricas (MS.EF03MA14.s.14)
espaciais (cubo, bloco Descrever características de algumas figuras
retangular, pirâmide, geométricas espaciais (prismas retos, pirâmides,
cone, cilindro e esfera): cilindros, cones), relacionando-as com suas
reconhecimento, análise planificações.
de características e
planificações

215
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Significado de medida e (MS.EF03MA18.s.18)


de unidade de medida Escolher a unidade de medida e o instrumento
mais apropriado para medições de comprimento,
tempo e capacidade.
Medidas de comprimento MS.EF03MA19.s.19)
Grandezas
(unidades não Estimar, medir e comparar comprimentos,
e medidas
convencionais e utilizando unidades de medida não padronizadas e
convencionais): registro, padronizadas mais usuais (metro, centímetro e
instrumentos de medida, milímetro) e diversos instrumentos de medida
estimativas e
comparações
Probabilid Leitura, interpretação e (MS.EF03MA26.s.26)
ade e representação de dados Resolver problemas cujos dados estão
estatística em tabelas de dupla apresentados em tabelas de dupla entrada,
entrada e gráficos de gráficos de barras ou de colunas.
barras
MATEMÁTICA - 3º ANO

3º BIMESTRE

Unidades Objetos de conhecimento Habilidades


Temáticas
Construção de fatos (MS.EF03MA03.s.03)
fundamentais da adição, Construir e utilizar fatos básicos da adição e da
subtração e multiplicação multiplicação para o cálculo mental ou escrito.
Reta numérica
Construção de fatos (MS.EF03MA04.s.04)
fundamentais da adição, Estabelecer a relação entre números naturais e
subtração e pontos da reta numérica para utilizá-la na
multiplicação. ordenação dos números naturais e também na
Números
Reta numérica. construção de fatos da adição e da subtração,
relacionando-os com
deslocamentos para a direita ou para a esquerda.
Problemas envolvendo (MS.EF03MA06.s.06)
216
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

significados da adição e Resolver e elaborar problemas de adição e


da subtração: juntar, subtração com os significados de juntar,
acrescentar, separar, acrescentar, separar, retirar, comparar e
retirar, comparar e completar quantidades, utilizando diferentes
completar quantidades estratégias de cálculo exato ou aproximado,
incluindo cálculo mental.
Problemas envolvendo (MS.EF03MA07.s.07)
diferentes significados da Resolver e elaborar problemas de multiplicação
multiplicação e da divisão: (por 2, 3, 4, 5 e 10) com os significados de adição
adição de parcelas iguais, de parcelas iguais e elementos apresentados em
configuração retangular, disposição retangular, utilizando diferentes
repartição em partes iguais e estratégias de cálculo e registros.
medida.
Álgebra Relação de igualdade (MS.EF03MA11.s.11)
Compreender a ideia de igualdade para escrever
diferentes sentenças de adições ou de subtrações
de dois números naturais que resultem na mesma
soma ou diferença.
Figuras geométricas (MS.EF03MA13.s.13)
espaciais (cubo, bloco Associar figuras geométricas espaciais (cubo,
retangular, pirâmide, bloco retangular, pirâmide, cone, cilindro e esfera)
cone, cilindro e esfera): a objetos do mundo físico e nomear essas figuras.
reconhecimento, análise
de características e
Geometria planificações
Figuras geométricas (MS.EF03MA15.s.15)
planas (triângulo, Classificar e comparar figuras planas (triângulo,
quadrado, retângulo, quadrado, retângulo, trapézio e paralelogramo)
trapézio e em relação a seus lados (quantidade, posições
paralelogramo): relativas e comprimento) e vértices.
reconhecimento e
análise de características
217
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Medidas de capacidade e (MS.EF03MA20.s.20)


de massa (unidades não Estimar e medir capacidade e massa, utilizando
convencionais e unidades de medida não padronizadas e
convencionais): registro, padronizadas mais usuais (litro, mililitro,
Grandezas estimativas e quilograma, grama e miligrama), reconhecendo-
e medidas comparações as em leitura de rótulos e embalagens, entre
outros.
Comparação de áreas (MS.EF03MA21.s.21)
por superposição Comparar, visualmente ou por superposição,
áreas de faces de objetos, de figuras planas ou de
desenhos.
Probabilid Leitura, interpretação e (MS.EF03MA27.s.27)
ade e representação de dados Ler, interpretar e comparar dados apresentados
estatística em tabelas de dupla em tabelas de dupla entrada, gráficos de barras
entrada e gráficos de ou de colunas, envolvendo resultados de
barras pesquisas significativas, utilizando termos como
maior e menor frequência, apropriando-se desse
tipo de linguagem para compreender aspectos da
realidade sociocultural significativos.
MATEMÁTICA - 3º ANO

4º BIMESTRE

Unidades Objetos de conhecimento Habilidades


Temáticas
Procedimentos de cálculo (MS.EF03MA05.s.05)
(mental e escrito) com Utilizar diferentes procedimentos de cálculo
números naturais: adição mental e escrito para resolver problemas
e subtração significativos envolvendo adição e subtração com
números naturais.
Problemas envolvendo (MS.EF03MA07.s.07)
diferentes significados Resolver e elaborar problemas de multiplicação
da multiplicação e da (por 2, 3, 4, 5 e 10) com os significados de adição

218
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Números divisão: adição de de parcelas iguais e elementos apresentados em


parcelas iguais, disposição retangular, utilizando diferentes
configuração estratégias de cálculo e registros.
retangular, repartição
em partes iguais e
medida.
Problemas envolvendo (MS.EF03MA08.s.08)
diferentes significados da Resolver e elaborar problemas de divisão de um
multiplicação e da número natural por outro (até 10), com resto zero
divisão: adição de e com resto diferente de zero, com os significados
parcelas iguais, de repartição equitativa e de medida, por meio de
configuração retangular, estratégias e registros pessoais.
repartição em partes
iguais e medida.
Significados de metade, (MS.EF03MA09.s.09)
terça parte, quarta parte, Associar o quociente de uma divisão com resto
quinta parte e décima parte zero de um número natural por 2, 3,
4, 5 e 10 às ideias de metade, terça, quarta,
quinta e décima partes.
Álgebra Relação de igualdade (MS.EF03MA11.s.11)
Compreender a ideia de igualdade para escrever
diferentes sentenças de adições ou de subtrações
de dois números naturais que resultem na mesma
soma ou diferença.
Localização e (MS.EF03MA12.s.12)
movimentação: Descrever e representar, por meio de esboços de
representação de objetos trajetos ou utilizando croquis e maquetes, a
e pontos de referência movimentação de pessoas ou de objetos no
espaço, incluindo mudanças de direção e sentido,
com base em diferentes pontos de referência.
Congruência de figuras (MS.EF03MA16.s.16)
Geometria
geométricas planas Reconhecer figuras congruentes, usando

219
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

sobreposição e desenhos em malhas


quadriculadas ou triangulares, incluindo o uso de
tecnologias digitais.
Medidas de tempo: (MS.EF03MA23.s.23)
leitura de horas em Ler horas em relógios digitais e em relógios
relógios digitais e analógicos e reconhecer a relação entre hora e
analógicos, duração de minutos e entre minuto e segundos.
Grandezas eventos e
e medidas reconhecimento de
relações entre unidades
de medida de tempo
Sistema monetário (MS.EF03MA24.s.24)
brasileiro: Resolver e elaborar problemas que envolvam a
estabelecimento de comparação e a equivalência de valores
equivalências de um monetários do sistema brasileiro em situações de
mesmo valor na utilização compra, venda e troca.
de diferentes cédulas e
moedas
Probabilid Coleta, classificação e (MS.EF03MA28.s.28)
ade e representação de dados Realizar pesquisa envolvendo variáveis
estatística referentes a variáveis categóricas em um universo de até 50 elementos,
categóricas, por meio de organizar os dados coletados utilizando listas,
tabelas e gráficos tabelas simples ou de dupla entrada e representá-
los em gráficos de colunas simples, com e sem
uso de tecnologias digitais.

4º ANO

ARTE - 4° ANO
1º BIMESTRE

220
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS
1. Explorar, conhecer, fruir e analisar criticamente práticas e produções artísticas e culturais do
seu entorno social, dos povos indígenas, das comunidades tradicionais brasileiras e de
diversas sociedades, em distintos tempos e espaços, para reconhecer a arte como um
fenômeno cultural, histórico, social e sensível a diferentes contextos e dialogar com as
diversidades.

2. Compreender as relações entre as linguagens da Arte e suas práticas integradas, inclusive


aquelas possibilitadas pelo uso das novas tecnologias de informação e comunicação, pelo
cinema e pelo audiovisual, nas condições particulares de produção, na prática de cada
linguagem e nas suas articulações.

3. Pesquisar e conhecer distintas matrizes estéticas e culturais – especialmente aquelas


manifestas na arte e nas culturas que constituem a identidade brasileira –, sua tradição e
manifestações contemporâneas, reelaborando-as nas criações em Arte.

4. Experienciar a ludicidade, a percepção, a expressividade e a imaginação, resinificando


espaços da escola e de fora dela no âmbito da Arte.

5. Mobilizar recursos tecnológicos como formas de registro, pesquisa e criação artística.

6. Estabelecer relações entre arte, mídia, mercado e consumo, compreendendo, de forma


crítica e problematizadora, modos de produção e de circulação da arte na sociedade.

7. Problematizar questões políticas, sociais, econômicas, científicas, tecnológicas e culturais,


por meio de exercícios, produções, intervenções e apresentações artísticas.

8. Desenvolver a autonomia, a crítica, a autoria e o trabalho coletivo e colaborativo nas artes.

9. Analisar e valorizar o patrimônio artístico nacional e internacional, material e imaterial, com


221
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

suas histórias e diferentes visões de mundo.

1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Contextos e práticas (MS.EF15AR01.s.01)
Identificar e apreciar formas distintas das artes
visuais tradicionais e contemporâneas, cultivando a
percepção, o imaginário, a capacidade de simbolizar
Artes visuais e o repertório imagético.
Elementos da (MS.EF15AR02.s.02)
linguagem Explorar e reconhecer elementos constitutivos das
artes visuais (ponto, linha, forma, cor, espaço,
movimento etc.).
Matrizes estéticas e (MS.EF15AR03.s.03)
culturais Reconhecer e analisar a influência de distintas
matrizes estéticas e culturais das artes visuais nas
manifestações artísticas das culturas locais,
regionais e nacionais.
ARTE - 4° ANO
2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Artes visuais Materialidades (MS.EF15AR04.s.04)
Experimentar diferentes formas de expressão
artística (desenho, pintura, colagem, quadrinhos,
dobradura, escultura, modelagem, instalação,
vídeo, fotografia etc.), fazendo uso sustentável de
materiais, instrumentos, recursos e técnicas
convencionais e não convencionais.
Contextos e práticas (MS.EF15AR08.s.08)
222
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Experimentar e apreciar formas distintas de


manifestações da dança presentes em diferentes
contextos, cultivando a percepção, o imaginário, a
capacidade de simbolizar e o repertório corporal.
Elementos da (MS.EF15AR09.s.09)
linguagem Estabelecer relações entre as partes do corpo e
destas com o todo corporal na construção do
movimento dançado.
Elementos da (MS.EF15AR10.s.10)
Dança
linguagem Experimentar diferentes formas de orientação no
espaço (deslocamentos, planos, direções, caminhos
etc.) e ritmos de movimento (lento, moderado e
rápido) na construção do movimento dançado.
Processos de (MS.EF15AR11.s.11)
criação Criar e improvisar movimentos dançados de modo
individual, coletivo e colaborativo, considerando os
aspectos estruturais, dinâmicos e expressivos dos
elementos constitutivos do movimento, com base
nos
códigos de dança.
Processos de (MS.EF15AR12.s.12)
criação Discutir, com respeito e sem preconceito, as
experiências pessoais e coletivas em dança
vivenciadas na escola, como fonte para a
construção de vocabulários e repertórios próprios.
ARTE - 4° ANO
3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Artes visuais Processos de (MS.EF15AR05.s.05)
criação Experimentar a criação em artes visuais de modo
individual, coletivo e colaborativo, explorando

223
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

diferentes espaços da escola e da comunidade.

(MS.EF15AR06.s.06)
Dialogar sobre a sua criação e as dos colegas,
para alcançar sentidos plurais.
Contextos e práticas (MS.EF15AR13.s.13)
Identificar e apreciar criticamente diversas formas e
gêneros de expressão musical, reconhecendo e
analisando os usos e as funções da música em
diversos contextos de circulação, em especial,
aqueles da vida cotidiana.
Elementos da (MS.EF15AR14 .s.14)
Música
linguagem Perceber e explorar os elementos constitutivos da
música (altura, intensidade, timbre, melodia, ritmo
etc.), por meio de jogos, brincadeiras, canções e
práticas diversas de composição/criação, execução
e apreciação musical.
Materialidades (MS.EF15AR15.s.15)
Explorar fontes sonoras diversas, como as
existentes no próprio corpo (palmas, voz, percussão
corporal), na natureza e em objetos cotidianos,
reconhecendo os elementos constitutivos da música
e as características de instrumentos musicais
variados.
Notação e registro (MS.EF15AR16.s.16)
musical Explorar diferentes formas de registro musical não
convencional (representação gráfica de sons,
partituras criativas etc.), bem como procedimentos e
técnicas de registro em áudio e audiovisual, e
reconhecer a notação musical convencional.
Processos de (MS.EF15AR17.s.17)
criação Experimentar improvisações, composições e

224
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

sonorização de histórias, entre outros, utilizando


vozes, sons corporais e/ou instrumentos musicais
convencionais ou não convencionais, de modo
individual, coletivo e colaborativo.
ARTE - 4° ANO
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Artes visuais Sistemas da (MS.EF15AR07.s.07)
linguagem Reconhecer algumas categorias do sistema das
artes visuais (museus, galerias, instituições,
artistas, artesãos, curadores etc.).
Teatro Contextos e práticas (MS.EF15AR18.s.18)
Reconhecer e apreciar formas distintas de
manifestações do teatro presentes em diferentes
contextos, aprendendo a ver e a ouvir histórias
dramatizadas e cultivando a percepção, o
imaginário, a capacidade de simbolizar e o repertório
ficcional.
Elementos da (MS.EF15AR19.s.19)
linguagem Descobrir teatralidades na vida cotidiana,
identificando elementos teatrais (variadas
entonações de voz, diferentes fisicalidades,
diversidade de personagens
e narrativas etc.).
Processos de (MS.EF15AR20.s.20)
criação Experimentar o trabalho colaborativo, coletivo e
autoral em improvisações teatrais e processos
narrativos criativos em teatro, explorando desde
a teatralidade dos gestos e das ações do
cotidiano até elementos de diferentes
matrizes estéticas e culturais.
225
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Processos de (MS.EF15AR21.s.21)
criação Exercitar a imitação e o faz de conta,
ressignificando objetos e fatos e experimentando-
se no lugar do outro, ao compor e encenar
acontecimentos cênicos, por meio de músicas,
imagens, textos ou outros pontos de partida, de
forma intencional e reflexiva.
Processos de (MS.EF15AR22.s.22)
criação Experimentar possibilidades criativas de movimento
e de voz na criação de um personagem teatral,
discutindo estereótipos.
Contextos e práticas (MS.EF15AR00.n.23)
Conhecer histórias, brincadeiras, contos e lendas,
mundiais, nacionais e do Mato Grosso do Sul,
desenvolvendo a capacidade imaginativa.
Contextos e práticas (MS.EF15AR00.n.24)
Compreender com naturalidade as reações
emocionais provenientes das atividades práticas
teatrais, através de diversas experiências.

CIÊNCIAS - 4° ANO

COMPETENCIAS ESPECIFICAS

17. Compreender as Ciências da Natureza como empreendimento humano e o conhecimento


científico como provisório, cultural e histórico.

18. Compreender conceitos fundamentais e estruturas explicativas das Ciências da Natureza


bem como dominar processos, práticas e procedimentos da investigação científica, de modo a

226
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

sentir segurança no debate de questões científicas, tecnológicas, socioambientais e do mundo


do trabalho, continuar aprendendo e colaborar para a construção de uma sociedade justa
democrática e inclusiva.

19. Analisar, compreender e explicar características, fenômenos e processos relativos ao


mundo natural, social e tecnológico (incluindo o digital), como também as relações que se
estabelecem entre eles, exercitando a curiosidade para fazer perguntas, buscar respostas e
criar soluções (inclusive tecnológicas) com base nos conhecimentos das Ciências da Natureza

20. Avaliar aplicações e implicações políticas, socioambientais e culturais da ciência e de


suas tecnologias para propor alternativas aos desafios do mundo contemporâneo, incluindo
aqueles relativos ao mundo do trabalho.

21. Construir argumentos com base em dados, evidências e informações confiáveis, negocia
e defender ideias e pontos de vista que promovam a consciência socioambiental e o respeito a
si próprio e ao outro, acolhendo e valorizando a diversidade de indivíduos e de grupos sociais
sem preconceitos de qualquer natureza.

22. Utilizar diferentes linguagens e tecnologias digitais de informação e comunicação para s


comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos e resolver problema
das Ciências da Natureza de forma crítica, significativa, reflexiva e ética.

23. Conhecer, apreciar e cuidar de si, do seu corpo e bem-estar, compreendendo-se na


diversidade humana, fazendo-se respeitar e respeitando o outro, recorrendo aos
conhecimentos das Ciências da Natureza e as suas tecnologias.

24. Agir pessoal e coletivamente com respeito, autonomia, responsabilidade, flexibilidade


resiliência e determinação, recorrendo aos conhecimentos das Ciências da Natureza para
tomar decisões frente a questões científico-tecnológicas e socioambientais e a respeito da
saúde individual e coletiva, com base em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e
solidários.
227
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Misturas (MS.EF04CI01.s.01)
Transformações Identificar misturas na vida diária, com base em
reversíveis e não suas propriedades físicas observadas,
Matéria e energia reversíveis reconhecendo sua composição.
Misturas (MS.EF04CI02.s.02)
Transformações Testar e relatar transformações nos materiais do
reversíveis e dia a dia quando expostos a diferentes condições
não reversíveis (aquecimento, resfriamento, luz e umidade).
Misturas (MS.EF04CI03.s.03)
Transformações Concluir que algumas mudanças causadas por
reversíveis e aquecimento ou resfriamento são reversíveis
não reversíveis (como as mudanças de estado físico da água) e
outras não (como o cozimento do ovo, a queima
do papel etc.).
CIÊNCIAS - 4° ANO
2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Vida e evolução Cadeias (MS.EF04CI04.s.04)
alimentares Analisar e construir cadeias alimentares
simples simples, reconhecendo a posição ocupada
Microrganismo pelos seres vivos nessas cadeias e o papel do
s Sol como fonte primária de energia na
produção de alimentos.
Cadeias (MS.EF04CI05.s.05)
alimentares Descrever e destacar semelhanças e diferenças
simples entre o ciclo da matéria e o fluxo de energia entre
Microrganismo os componentes vivos e não vivos de um

228
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

s ecossistema.
Cadeias (MS.EF04CI06.s.06)
alimentares Relacionar a participação de fungos e bactérias
simples no processo de decomposição, reconhecendo a
Microrganismo importância ambiental desse processo.
s
CIÊNCIAS - 4° ANO
3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Vida e evolução Cadeias (MS.EF04CI07.s.07)
alimentares Verificar a participação de microrganismos na
simples produção de alimentos, combustíveis,
Microrganismos medicamentos, entre outros.
Cadeias (MS.EF04CI08.s.08)
alimentares Propor, a partir do conhecimento das formas de
simples transmissão de alguns microrganismos (vírus,
Microrganismos bactérias e protozoários), atitudes e medidas
adequadas para prevenção de doenças a eles
associadas.
CIÊNCIAS - 4° ANO
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Terra e Universo Pontos (MS.EF04CI09.s.09)
cardeais Identificar os pontos cardeais, com base no
Calendários, registro de diferentes posições relativas do Sol
fenômenos e da sombra de uma vara (gnômon).
cíclicos e
cultura
Pontos (MS.EF04CI10.s.10)
cardeais Comparar as indicações dos pontos cardeais
229
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Calendários, resultantes da observação das sombras de uma


fenômenos vara (gnômon) com aquelas obtidas por meio de
cíclicos e uma bússola.
cultura
Pontos (MS.EF04CI11.s.11)
cardeais Associar os movimentos cíclicos da Lua e da
Calendários, Terra a períodos de tempo regulares e ao uso
fenômenos desse conhecimento para a construção de
cíclicos e calendários em diferentes culturas.
cultura

GEOGRAFIA - 4° ANO

29. Utilizar os conhecimentos geográficos para entender a interação sociedade/natureza e


exercitar o interesse e o espírito de investigação e de resolução de problemas.
30. Estabelecer conexões entre diferentes temas do conhecimento geográfico,
reconhecendo a importância dos objetos técnicos para a compreensão das formas como os
seres humanos fazem uso dos recursos da natureza ao longo da história.

31. Desenvolver autonomia e senso crítico para compreensão e aplicação do raciocínio


geográfico na análise da ocupação humana e produção do espaço, envolvendo os princípios
de analogia, conexão, diferenciação, distribuição, extensão, localização e ordem.

32. Desenvolver o pensamento espacial, fazendo uso das linguagens cartográficas e


iconográficas, de diferentes gêneros textuais e das geotecnologias para a resolução de
problemas que envolvam informações geográficas.

33. Desenvolver e utilizar processos, práticas e procedimentos de investigação para


compreender o mundo natural, social, econômico, político e o meio técnico-científico e
230
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

informacional, avaliar ações e propor perguntas e soluções (inclusive tecnológicas) para


questões que requerem conhecimentos científicos da Geografia.

34. Construir argumentos com base em informações geográficas, debater e defender


ideias e pontos de vista que respeitem e promovam a consciência socioambiental e o
respeito à biodiversidade e ao outro, sem preconceitos de qualquer natureza.

35. Agir pessoal e coletivamente com respeito, autonomia, responsabilidade, flexibilidade,


resiliência e determinação, propondo ações sobre as questões socioambientais, com base
em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e solidários.

1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
O sujeito e seu Território e (MS.EF04GE01.s.01)
lugar no mundo diversidade Selecionar, em seus lugares de vivência e em
cultural suas histórias familiares e/ou da comunidade,
elementos de distintas culturas (indígenas, afro-
brasileiras, de outras regiões do país, latino-
americanas, europeias, asiáticas etc.),
valorizando o que é próprio em cada uma delas e
sua contribuição para a formação da cultura
local, regional e brasileira.
Processos (MS.EF04GE02.s.02)
migratórios no Descrever processos migratórios e suas
Brasil contribuições para a formação da sociedade
brasileira.
Conexões e escalas Territórios (MS.EF04GE06.s.03)
étnico- culturais Identificar e descrever territórios étnico-culturais
existentes no Brasil, tais como terras indígenas e
231
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

de comunidades remanescentes de quilombos,


reconhecendo a legitimidade da demarcação
desses territórios.
GEOGRAFIA - 4° ANO
2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Natureza, Conservação e (MS.EF04GE11.s.04)
ambientes e degradação da Identificar as características das paisagens
qualidade de vida natureza naturais e antrópicas (relevo, cobertura vegetal,
rios etc) no ambiente em que vive, bem como a
ação humana na conservação ou degradação
dessas áreas.
Conexões e escalas Relação campo (MS.EF04GE04.s.05)
e cidade Reconhecer especificidades e analisar a
interdependência do campo e da cidade,
considerando fluxos econômicos, de informações,
de ideias e de pessoas.

GEOGRAFIA - 4° ANO
3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Mundo do trabalho Trabalho no (MS.EF04GE07.s.06)
campo e na Comparar as características do trabalho no
cidade campo e na cidade.
Produção, (MS.EF04GE08.s.07)
circulação e Descrever e discutir o processo de produção
consumo (transformação de matérias- primas), circulação e
consumo de diferentes produtos.
Conexões e escalas Unidades (MS.EF04GE05.s.08)
político- Distinguir unidades político- administrativas oficiais
232
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

administrativas nacionais (Distrito, Município, Unidade da


do Brasil Federação e grande região), suas fronteiras e sua
hierarquia, localizando seus lugares de vivência.
GEOGRAFIA - 4° ANO
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Formas de Sistema de (MS.EF04GE09.s.09)
representação e orientação Utilizar as direções cardeais na localização de
pensamento componentes físicos e humanos nas paisagens
espacial rurais e urbanas.
Elementos (MS.EF04GE10.s.10)
constitutivos dos Comparar tipos variados de mapas, identificando
mapas suas
características, elaboradores, finalidades, diferenças
e semelhanças.
O sujeito e seu Instâncias do (MS.EF04GE03.s.11)
lugar no mundo poder público e Conhecer funções e papéis dos órgãos do poder
canais de público municipal e canais de participação social na
participação gestão do Município, incluindo a Câmara de
social Vereadores, Conselhos Municipais e Associações
de bairros.

HISTÓRIA - 4° ANO
1º BIMESTRE

1. Compreender acontecimentos históricos, relações de poder e


processos e mecanismos de transformação e manutenção das
estruturas sociais, políticas, econômicas e culturais ao longo do
tempo e em diferentes espaços para analisar, posicionar-se e intervir
no mundo contemporâneo.
233
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

2. Compreender a historicidade no tempo e no espaço, relacionando acontecimentos e


processos de transformação e manutenção das estruturas sociais, políticas, econômicas e
culturais, bem como problematizar os significados das lógicas de organização cronológica
3. Elaborar questionamentos, hipóteses, argumentos e proposições em relação a
documentos, interpretações e contextos históricos específicos, recorrendo a diferentes
linguagens e mídias, exercitando a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos, a
cooperação e o respeito.
4. Identificar interpretações que expressem visões de diferentes sujeitos, culturas e povos
com relação a um mesmo contexto histórico, e posicionar-se criticamente com base em
princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários.
5. Analisar e compreender o movimento de populações e mercadorias no tempo e no
espaço e seus significados históricos, levando em conta o respeito e a solidariedade com
as diferentes populações.
6. Compreender e problematizar os conceitos e procedimentos norteadores da produção
historiográfica.
7. Produzir, avaliar e utilizar tecnologias digitais de informação e comunicação de modo
crítico, ético e responsável, compreendendo seus significados para os diferentes grupos ou
estratos sociais.

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Transformações e A ação das pessoas, (MS.EF04HI01.s.01)
permanências nas grupos sociais e Reconhecer a história como resultado da ação do
trajetórias dos comunidades no ser humano no tempo e no espaço, com base na
grupos humanos tempo e no espaço: identificação de mudanças e permanências ao longo
nomadismo, do tempo.
(MS.EF04HI02.s.02)
agricultura, escrita,
Identificar mudanças e permanências ao longo do
navegações,
tempo, discutindo os sentidos dos grandes marcos
indústria, entre
da história da humanidade (nomadismo,
outras.

234
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

desenvolvimento da agricultura e do pastoreio,


criação da indústria etc.).
O passado e o (MS.EF04HI03.s.03)
presente: a noção de Identificar as transformações ocorridas na cidade ao
permanência e as longo do tempo e discutir suas interferências nos
lentas modos de vida de seus habitantes, tomando como
transformações ponto de partida o presente.
sociais e culturais
HISTÓRIA - 4° ANO
2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Circulação de A circulação de (MS.EF04HI04.s.04)
pessoas, produtos e pessoas e as Identificar as relações entre os indivíduos e a
culturas transformações no natureza e discutir o significado do nomadismo e da
Circulação de meio natural fixação das primeiras comunidades humanas.
(MS.EF04HI05.s.05)
pessoas, produtos e
Relacionar os processos de ocupação do campo a
culturas
intervenções na natureza, avaliando os resultados
dessas intervenções.
A invenção do (MS.EF04HI06.s.06)
comércio e a Identificar as transformações ocorridas nos
circulação de processos de deslocamento das pessoas e
produtos mercadorias, analisando as formas de adaptação ou
marginalização.
HISTÓRIA - 4° ANO
3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
As rotas terrestres, (MS.EF04HI07.s.07)
fluviais e marítimas e Identificar e descrever a importância dos caminhos
seus impactos para terrestres, fluviais e marítimos para a dinâmica da
235
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Circulação de a formação de vida comercial.


pessoas, produtos e cidades e as
culturas transformações do
meio natural
O mundo da (MS.EF04HI08.s.08)
tecnologia: a Identificar as transformações ocorridas nos meios de
integração de comunicação (cultura oral, imprensa, rádio,
pessoas e as televisão, cinema, internet e demais tecnologias
exclusões sociais e digitais de informação e comunicação) e discutir
culturais seus significados para os diferentes grupos ou
estratos sociais.
HISTÓRIA - 4° ANO
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
As questões O surgimento da (MS.EF04HI09.s.09)
históricas relativas espécie humana no Identificar as motivações dos processos migratórios
às migrações continente africano e em diferentes tempos e espaços e avaliar o papel
sua expansão pelo desempenhado pela migração nas regiões de
mundo destino.
Os processos (MS.EF04HI10.s.10)
migratórios para a Analisar diferentes fluxos populacionais e suas
formação do contribuições para a formação da sociedade
Brasil: os grupos brasileira.
(MS.EF04HI11.s.11)
indígenas, a
Analisar, na sociedade em que vive, a existência ou
presença
não de mudanças associadas à migração (interna e
portuguesa e a
internacional).
diáspora forçada
dos africanos
Os processos
migratórios do final

236
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

do século XIX e
início do século XX
no Brasil As
dinâmicas internas
de migração no
Brasil a partir dos
anos 1960
Os processos (MS.EF04HI00.n.12)
migratórios na Analisar, na sociedade Sul- mato-grossense o
história de Mato fenômeno da confluência de diferentes grupos
Grosso do Sul: a étnicos, associados à ondas migratórias (interna e
formação de sua internacional), e compreender a influência do
identidade e suas intercâmbio com países vizinhos.
características
regionais.

EDUCAÇÃO FÍSICA - 4º ANO

Compreender a origem da cultura corporal de movimento e seus vínculos com a organização da


vida coletiva e individual.

Planejar e empregar estratégias para resolver desafios e aumentar as possibilidades de


aprendizagem das práticas corporais, além de se envolver no processo de ampliação do acervo
cultural nesse campo.

Refletir, criticamente, sobre as relações entre a realização das práticas corporais e os processos
de saúde/doença, inclusive no contexto das atividades laborais

Identificar a multiplicidade de padrões de desempenho, saúde, beleza e estética corporal,


analisando, criticamente, os modelos disseminados na mídia e discutir posturas consumistas e

237
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

preconceituosas.

Identificar as formas de produção dos preconceitos, compreender seus efeitos e combater


posicionamentos discriminatórios em relação às práticas corporais e aos seus participantes.

Interpretar e recriar os valores, os sentidos e os significados atribuídos às diferentes práticas


corporais, bem como aos sujeitos que delas participam.

Reconhecer as práticas corporais como elementos constitutivos da identidade cultural dos povos
e grupos.

Usufruir das práticas corporais, de forma autônoma, para potencializar o envolvimento em


contextos de lazer, ampliar as redes de sociabilidade e a promoção da saúde.

Reconhecer o acesso às práticas corporais como direito do cidadão, propondo e produzindo


alternativas para sua realização no contexto comunitário.

Experimentar, desfrutar, apreciar e criar diferentes brincadeiras, jogos, danças, ginásticas,


esportes, lutas e práticas corporais de aventura, valorizando o trabalho coletivo e o
protagonismo.

1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
(MS.EF35EF02.s.01)
Planejar e utilizar estratégias para possibilitar a
participação segura de todos os estudantes em
brincadeiras e jogos populares do Brasil e de
Brincadeiras e jogos matriz indígena e africana.
da cultura popular

238
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Brincadeiras e jogos presentes no (MS.EF35EF00.a.02)


contexto comunitário Identificar e utilizar os jogos e brincadeiras
e regional relatados por pais, avós ou pessoas idosas da
comunidade, relacionando-os aos contextos
socioculturais de cada época.

(MS.EF35EF00.a.03)
Experimentar e fruir de diversos tipos de jogos
de mesa e tabuleiro,
identificando e criando estratégias.

(MS.EF35EF03.s.04)
Descrever, por meio de múltiplas linguagens
(corporal, oral, escrita, audiovisual), as
brincadeiras e os jogos populares do
Brasil e de matriz indígena e africana, explicando
suas características e a importância desse
patrimônio histórico cultural na preservação das
diferentes culturas.

EDUCAÇÃO FÍSICA - 4º ANO

2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Esportes Esportes de campo (MS.EF35EF05.s.05)
e taco Esportes de Experimentar e fruir diversos tipos de esportes de
rede/parede campo e taco, rede/parede e invasão, identificando
Esportes de invasão. seus elementos comuns e criando estratégias
Esportes de campo individuais e coletivas básicas para sua execução,
e taco Esportes de prezando pelo trabalho coletivo e pelo
rede/parede protagonismo.

239
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Esportes de invasão
(MS.EF35EF06.s.06)
Diferenciar os conceitos de jogo e esporte,
identificando as características que os constituem
na contemporaneidade e suas manifestações
(profissional e comunitária/lazer).

Conhecimento Corpo, Saúde e (MS.EF35EF00.n.15)


corporal Espaço temporal. Identificar alterações corporais durante a execução
de atividades físicas.
(MS.EF35EF00.n.16)
Vivenciar os movimentos considerando os planos
do corpo humano: sagital / horizontal / frontal /
anteroposterior / vertical / transversal / longitudinal.

EDUCAÇÃO FÍSICA - 4º ANO

3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Ginásticas Ginástica geral (MS.EF35EF07.s.07)
Experimentar e fruir, de forma coletiva,
combinações de diferentes elementos da ginástica
geral (equilíbrios, saltos, giros, rotações,
acrobacias, com e sem materiais), propondo
coreografias com diferentes temas do cotidiano.

(MS.EF35EF08.s.08)
Planejar e utilizar estratégias para resolver
desafios na execução de elementos básicos de
apresentações coletivas de ginástica geral,
reconhecendo as potencialidades e os limites do
corpo e adotando

240
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

procedimentos de segurança.

EDUCAÇÃO FÍSICA - 4º ANO

4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Danças Danças do Brasil (MS.EF35EF00.c.09)
e do mundo Identificar e experimentar as danças da cultura
Danças de matriz Sul-mato- grossense, no contexto regional.
indígena e africana
Danças da cultura
Sul-mato-grossense

Danças do (MS.EF35EF10.s.10)
Brasil e do Comparar e identificar os elementos constitutivos
mundo Danças comuns e diferentes (ritmo, espaço, gestos) em
de matriz danças populares do Brasil e do mundo e danças
indígena e africana de matriz indígena e africana.

(MS.EF35EF12.s.11)
Identificar situações de injustiça e preconceito
geradas e/ou presentes no contexto das danças
e demais práticas corporais e
discutir alternativas para superá-las.
Lutas Lutas do contexto (MS.EF35EF13.s.12)
comunitário e Experimentar, fruir e recriar diferentes lutas
regional Lutas de presentes no contexto comunitário e regional e
matriz indígena e lutas de matriz indígena e africana.
(MS.EF35EF14.s.13)
africana
Planejar e utilizar estratégias básicas das lutas do
contexto comunitário e regional e lutas de matriz
indígena e africana experimentadas, respeitando o

241
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

colega como oponente e as normas de segurança.

(MS.EF35EF15.s.14)
Identificar as características das lutas do
contexto comunitário e regional e lutas de matriz
indígena e africana, reconhecendo as
diferenças entre lutas e brigas e entre lutas e as
demais práticas corporais.

LÍNGUA INGLESA - 4º ANO

COMPETENCIAS ESPECIFICAS

1-Identificar o lugar de si e o do outro em um mundo plurilíngue e multicultural, refletindo,


criticamente, sobre como a aprendizagem da Língua Inglesa contribui para a inserção dos
sujeitos no mundo globalizado, inclusive no que concerne ao mundo do trabalho.

2-Comunicar-se na Língua Inglesa, por meio do uso variado de linguagens em mídias


impressas, ou digitais, reconhecendo-a como ferramenta de acesso ao conhecimento, de
ampliação das perspectivas e de possibilidades para a compreensão dos valores e interesses de
outras culturas e para o exercício do protagonismo social.

3-Identificar similaridades e diferenças entre a Língua Inglesa e a língua materna/outras línguas,


articulando-as a aspectos sociais, culturais e identitários, em uma relação intrínseca entre
língua, cultura e identidade.

4-Elaborar repertórios linguístico-discursivos da Língua Inglesa, usados em diferentes países e


por grupos sociais distintos dentro de um mesmo país, de modo a reconhecer a diversidade
linguística como direito e valorizar os usos heterogêneos, híbridos e multimodais emergentes
242
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

nas sociedades contemporâneas.

5-Utilizar novas tecnologias, com novas linguagens e modos de interação, para pesquisar,
selecionar, compartilhar, posicionar-se e produzir sentidos em práticas de letramento na Língua
Inglesa, de forma ética, crítica e responsável.

6-Conhecer diferentes patrimônios culturais, materiais e imateriais, difundidos na Língua Inglesa


com vistas ao exercício da fruição e da ampliação de perspectivas, no contato com diferentes
manifestações artístico-culturais.

1º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


CAMPOS DE Temáticas conhecimento
ATUAÇÃO
Interação Vocabulários (MS.EF04LI00.n.02)
discursiva cotidianos Interagir em Língua Inglesa
ORALIDADE fazendo uso da repetição de sons e
vocábulos, tais como: Around
Town, Sports, Human body, The
five senses de modo a criar vínculo
com a língua em questão.
(MS.EF04LI00.n.03)
Interagir em grupos a fim de
socializar informações pessoais por
meio de repertório sociocultural
construído até o momento
DIMENSÃO A Língua Inglesa Repertório (MS.EF04LI00.n.01)
INTERCULTURAL no cotidiano da sociocultural Recordar por meio de revisão oral,
criança escrita e de leitura, o conteúdo
aprendido durante o ano letivo
anterior de modo a ampliar a

243
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

dimensão intercultural
ESCRITA Estratégia e prática Uso da (MS.EF04LI00.n.08)
de escrita linguagem Identificar e utilizar corretamente o
vocabulário oferecido, aplicando-o
em contextos de atividades escritas
como pequenos
diálogos e/ou historinhas.
Gramática Direções (MS.EF04LI00.n.09)
CONHECIMENTOS
Propiciar lateralidade de modo a
LINGUISTICOS
nortear o sujeito quanto a sua
localização.
LÍNGUA INGLESA - 4º ANO

2º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


CAMPOS DE Temáticas conhecimento
ATUAÇÃO
Interação Informações (MS.EF04LI00.n.03)
discursiva Pessoais Interagir em grupos a fim de
ORALIDADE socializar informações pessoais
por meio de repertório
sociocultural
construído até o momento.
LEITURA Estratégias de Compreensão (MS.EF04LI00.n.07)
leitura textual Apresentar textos de gêneros
diversificados em Língua
Inglesa para compreensão de
novos vocabulários e a
finalidade dos textos em seu
sentido
global.
DIMENSÃO A Língua Inglesa Presença da (MS.EF04LI00.n.14)

244
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

INTERCULTURAL no cotidiano da Língua Inglesa Utilizar as diferentes linguagens


criança no cotidiano, (corporal, musical, plástica, oral e
conforme a escrita) ajustadas às diferentes
faixa etária intenções e situações de
comunicação, de forma a
compreender e ser
compreendido.

ESCRITA Estratégia e prática Uso da (MS.EF04LI00.n.08)


de escrita linguagem Identificar e utilizar
corretamente o vocabulário
oferecido, aplicando-o em
contextos de atividades escritas
como pequenos
diálogos e/ou historinhas.
LEITURA Estratégias de Compreensão (MS.EF04LI00.n.07)
leitura textual Apresentar textos de gêneros
diversificados em Língua
Inglesa para compreensão de
novos vocabulários e a
finalidade dos textos em seu
sentido
global.
Gramática Forma (MS.EF04LI00.n.10)
CONHECIMENTOS
imperativa Conhecer e aplicar a forma
LINGUISTICOS
imperativa no sentido de dar
ordens e orientar em relação aos
comandos e direções.
Números 1 a 60 (MS.EF04LI00. O trabalho em equipe, com o uso
n.13) de jogos de tabuleiro e jogos/
Identificar e aplicativos online, além de
utilizar os atividades que integrem a
245
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

valores matemática, favorece a


numéricos para identificação e utilização
aplicá-los em adequada dos valores numéricos
contextos em contextos variados reais e/ou
diversos. imagéticos que incluam o uso de
dinheiro
(moedas e notas impressas).
LÍNGUA INGLESA - 4º ANO

3º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


CAMPOS DE Temáticas conhecimento
ATUAÇÃO
Interação Repertório (MS.EF04LI00.n.04)
discursiva sociocultural Propiciar repertório sociocultural
ORALIDADE por meio de pequenos diálogos,
imagens, flashcards, textos e
filmes como processo de
aprendizagem a fim de construir
novos
conhecimentos.
DIMENSÃO A Língua Inglesa Presença da (MS.EF04LI00.n.14)
INTERCULTURAL no cotidiano da Língua Inglesa Utilizar as diferentes linguagens
criança no cotidiano, (corporal, musical, plástica, oral e
conforme a escrita) ajustadas às diferentes
faixa etária intenções e situações de
comunicação, de forma a
compreender e ser
compreendido.

ESCRITA Estratégia e prática Uso da (MS.EF04LI00.n.08)


de escrita linguagem Identificar e utilizar
246
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

corretamente o vocabulário
oferecido, aplicando-o em
contextos de atividades escritas
como pequenos
diálogos e/ou historinhas.
LEITURA Estratégias de Compreensão (MS.EF04LI00.n.07)
leitura textual Apresentar textos de gêneros
diversificados em Língua
Inglesa para compreensão de
novos vocabulários e a
finalidade dos textos em seu
sentido
global.
Gramática Verbos de ação (MS.EF04LI00.n.11)
CONHECIMENTOS
Conhecer os verbos que
LINGUISTICOS
indiquem ações habituais
(walk, ride, run, jump, play,
study, read, write, swim,
paint, climb, dance, sleep)
Números 1 a 60 (MS.EF04LI00. O trabalho em equipe, com o uso
n.13) de jogos de tabuleiro e jogos/
Identificar e aplicativos online, além de
utilizar os atividades que integrem a
valores matemática, favorece a
numéricos para identificação e utilização
aplicá-los em adequada dos valores numéricos
contextos em contextos variados reais e/ou
diversos. imagéticos que incluam o uso de
dinheiro
(moedas e notas impressas).
LÍNGUA INGLESA - 4º ANO

247
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

4º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


CAMPOS DE Temáticas conhecimento
ATUAÇÃO
Interação Funções e usos (MS.EF04LI00.n.05)
discursiva da Língua (Re)conhecer e utilizar, de modo
ORALIDADE Inglesa em sala inteligível, as expressões em
de aula Língua Inglesa em sala de aula
(Classroom para conversas formais e informais
language) além de fazer solicitações de forma
polida.
Compreensão oral Estratégias de (MS.EF04LI00.n.06)
compreensão de (Re)conhecer os vocábulos
vocabulários cotidianos em diálogos e
conversas, com apoio de
imagens, textos e atividades
lúdicas com o objetivo de
utilizá-los adequadamente
conforme o contexto.
DIMENSÃO A Língua Inglesa Presença da (MS.EF04LI00.n.14)
INTERCULTURAL no cotidiano da Língua Inglesa Utilizar as diferentes linguagens
criança no cotidiano, (corporal, musical, plástica, oral e
conforme a escrita) ajustadas às diferentes
faixa etária intenções e situações de
comunicação, de forma a
compreender e ser
compreendido.

ESCRITA Estratégia e prática Uso da (MS.EF04LI00.n.08)


de escrita linguagem Identificar e utilizar
corretamente o vocabulário

248
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

oferecido, aplicando-o em
contextos de atividades escritas
como pequenos
diálogos e/ou historinhas.
LEITURA Estratégias de Compreensão (MS.EF04LI00.n.07)
leitura textual Apresentar textos de gêneros
diversificados em Língua
Inglesa para compreensão de
novos vocabulários e a
finalidade dos textos em seu
sentido
global.
Gramática Verbo (MS.EF04LI00.n.12)
CONHECIMENTOS
Modal Identificar e utilizar o verbo modal
LINGUISTICOS
can/abilities CAN, de modo a expressar
habilidades.

LÍNGUA PORTUGUESA - 4º ANO

COMPETENCIAS ESPECIFICAS

1. Compreender a língua como fenômeno cultural, histórico, social, variável, heterogêneo


sensível aos contextos de uso, reconhecendo-a como meio de construção de identidades
seus usuários e da comunidade a que pertencem.

2. Apropriar-se da linguagem escrita, reconhecendo-a como forma de interação nos diferen


campos de atuação da vida social e utilizando-a para ampliar suas possibilidades de partic
da cultura letrada, de construir conhecimentos (inclusive escolares) e de se envolver com ma
autonomia e protagonismo na vida social.

3. Ler, escutar e produzir textos orais, escritos e multissemióticos que circulam em diferen
campos de atuação e mídias, com compreensão, autonomia, fluência e criticidade, de mod
249
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

se expressar e partilhar informações, experiências, ideias e sentimentos, e contin


aprendendo.

4. Compreender o fenômeno da variação linguística, demonstrando atitude respeitosa diante


variedades linguísticas e rejeitando preconceitos linguísticos.

5. Empregar, nas interações sociais, a variedade e o estilo de linguagem adequados à situa


comunicativa, ao (s) interlocutor(es) e ao gênero do discurso/gênero textual.

6. Analisar informações, argumentos e opiniões manifestados em interações sociais e nos me


de comunicação, posicionando-se ética e criticamente em relação a conteúdos discriminató
que ferem direitos humanos e ambientais.

7. Reconhecer o texto como lugar de manifestação e negociação de sentidos, valores


ideologias.

8. Selecionar textos e livros para leitura integral, de acordo com objetivos, interesses e proje
pessoais (estudo, formação pessoal, entretenimento, pesquisa, trabalho etc.).

9. Envolver-se em práticas de leitura literária que possibilitem o desenvolvimento do se


estético para fruição, valorizando a literatura e outras manifestações artístico-culturais co
formas de acesso às dimensões lúdicas, de imaginário e encantamento, reconhecend
potencial transformador e humanizador da experiência com a literatura.

10. Mobilizar práticas da cultura digital, diferentes linguagens, mídias e ferramentas digitais p
expandir as formas de produzir sentidos (nos processos de compreensão e produçã
aprender e refletir sobre o mundo e realizar diferentes projetos autorais.

1º BIMESTRE

Práticas de CAMPOS Objeto de Habilidades


250
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Linguagem conhecimento
Leitura/escuta (Compartilhada e autonoma)
Todos os Reconstrução das (MS.EF15LP01.s.01)
campos de condições de Identificar a função social de textos que
atuação produção e circulam em campos da vida social dos qu
recepção de participa cotidianamente (a casa, a rua, a
textos comunidade, a escola) e nas mídias
impressa, de massa e digital, reconhecen
para que foram produzidos, onde circulam
quem os produziu e a quem se destinam.

Estratégia de leitura (MS.EF15LP02.s.02 )

Estabelecer expectativas em relação ao


texto que vai ler (pressuposições
antecipadoras dos sentidos, da forma e da
função social do texto), apoiando-se em
seus conhecimentos prévios sobre as
condições de produção e recepção desse
texto, o gênero, o suporte e o universo
temático, bem como sobre saliências
textuais, recursos gráficos, imagens, dado
da própria obra (índice, prefácio etc.),
confirmando antecipações e inferências
realizadas antes e durante a leitura de
textos, checando a
adequação das hipóteses realizadas.
(MS.EF15LP03.s.03)
Localizar informações explícitas em textos.

Decodificação/ (MS.EF35LP01.s.01)
Fluência de leitura Ler e compreender, silenciosamente e, em
seguida, em voz alta, com autonomia e
251
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

fluência, textos curtos com nível de


textualidade adequado.

Campo a vida Compreensão (MS.EF04LP09.s.09)


cotidiana em leitura Ler e compreender, com autonomia,
boletos, faturas e carnês, dentre outros
gêneros do campo da vida cotidiana, de
acordo com as convenções do gênero
(campos, itens elencados, medidas de
consumo, código de barras) e consideran
a situação comunicativa e a finalidade do
texto.

Campo da Compreensão (MS.EF04LP14.s.14)


vida pública em leitura Identificar, em notícias, fatos, participante
local e momento/tempo da ocorrência do f
noticiado.

(MS.EF04LP15.s.15)
Distinguir fatos de opiniões/sugestões em
textos (informativos, jornalísticos,
publicitários etc.).

Campo das Pesquisa (MS.EF35LP17.s.17)


praticas de Buscar e selecionar, com o apoio do
estudo e professor, informações de interesse sobre
pesquisa fenômenos sociais e naturais, em textos q
circulam em meios impressos ou digitais.
oralidade

Todos os Oralidade (MS.EF15LP09.s.09)


campos de pública/Intercâmbi Expressar-se em situações de intercâmbi
atuação o conversacional oral com clareza, preocupando-se em ser
252
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

em sala de aula compreendido pelo interlocutor e usando


palavra com tom de voz audível, boa
articulação e ritmo adequado.

Escuta atenta (MS.EF15LP10.s.10)


Expressar-se em situações de intercâmbi
oral com clareza, preocupando-se em ser
compreendido pelo interlocutor e usando
palavra com tom de voz audível, boa
articulação e ritmo adequado.

Campo as Escuta de textos (MS.EF35LP18.s.18)


praticas dde orais
estudo e Escutar, com atenção, apresentações de
pesquisa trabalhos realizadas por colegas, formuland
perguntas pertinentes ao tema e solicitando
esclarecimentos sempre que necessário.

Compreensão de (MS.EF35LP19.s.19)
textos orais Recuperar as ideias principais em situaçõe
formais de escuta de exposições,
apresentações e palestras.

253
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Produção de textos (escrita compartilhada e autonoma


Todos os Planejamento (MS.EF15LP05.s.05)
campos de de texto Planejar, com a ajuda do professor, o text
atuação que será produzido, considerando a situa
comunicativa, os interlocutores (quem
escreve/para quem escreve); a finalidade
o propósito (escrever para quê); a circulaç
(onde o texto vai circular); o suporte (qual
o portador do texto); a linguagem,
organização e forma do texto e seu tema,
pesquisando em meios impressos ou
digitais, sempre que for preciso, informaç
necessárias à produção do texto,
organizando em tópicos os dados e as
fontes pesquisadas.

Edição de textos (MS.EF15LP07.s.07)


Editar a versão final do texto, em
colaboração com os colegas e com a ajud
do professor, ilustrando, quando for o cas
em suporte adequado, manual ou digital.

Construção do (MS.EF35LP07.s.07)
sistema Utilizar, ao produzir um texto, conhecimen
alfabético/ linguísticos e gramaticais, tais como
Convenções da ortografia, regras básicas de concordância
escrita nominal e verbal, pontuação (ponto final,
ponto de exclamação, ponto de interrogaç
vírgulas em enumerações) e pontuação do
discurso direto, quando for o caso.

254
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Campo da Escrita (MS.EF35LP15.s.15)


vida cotidiana colaborativa Opinar e defender ponto de vista sobre te
polêmico relacionado a situações
vivenciadas na escola e/ou na comunidad
utilizando registro formal e estrutura
adequada à argumentação, considerando
situação comunicativa e o tema/assunto d
texto.

(MS.EF04LP11.s.11)
Planejar e produzir, com autonomia, carta
pessoais de reclamação, dentre outros
gêneros do campo da vida cotidiana, de
acordo com as convenções do gênero ca
e com a estrutura própria desses textos
(problema, opinião, argumentos),
considerando a situação comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do texto.

255
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Campo as Escrita autônoma (MS.EF04LP22.s.22)


praticas dde Planejar e produzir, com certa autonomia
estudo e verbetes de enciclopédia infantil, digitais
pesquisa impressos, considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto/finalidade
texto.

(MS.EF04LP25.s.25)
Planejar e produzir, com certa autonomia,
verbetes de dicionário, digitais ou impress
considerando a situação comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do texto.

Campo Escrita (MS.EF35LP27.s.27)


artistico- autônoma Ler e compreender, com certa autonomia,
iterario textos em versos, explorando rimas, sons
jogos de palavras, imagens poéticas
(sentidos figurados) e recursos visuais e
sonoros.

(MS.EF35LP00.n.28)
Criar, com certa autonomia, textos em vers
explorando rimas, sons e jogos de palavras
imagens poéticas
(sentidos figurados) e recursos visuais e
sonoros.

256
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Todos os Construção do (MS.EF35LP12.s.12)


Análise linguística/ semiótica

campos de sistema alfabético Recorrer ao dicionário para esclarecer


atuação e da ortografia dúvida sobre a escrita de palavras,
especialmente no caso de palavras com
(Alfabetização

relações irregulares fonema-grafema.

(MS.EF35LP13.s.13)
Recorrer ao dicionário para esclarecer
dúvida sobre a escrita de palavras,
especialmente no caso de palavras com
relações irregulares fonema-grafema.

Forma de (MS.EF35LP16.s.16)
composição do Identificar e reproduzir, em notícias,
texto manchetes, lides e corpo de notícias simp
para público infantil e cartas de reclamaçã
(revista infantil), digitais ou impressos, a
formatação e diagramação específica de
cada um desses gêneros, inclusive em su
versões orais.

Campo as Forma de (MS.EF04LP23.s.23)


praticas dde composição Identificar e reproduzir, em notícias,
estudo e dos textos manchetes, lides e corpo de notícias simp
pesquisa Coesão e para público infantil e cartas de reclamaçã
articuladores (revista infantil), digitais ou impressos, a
formatação e diagramação específica de
cada um desses gêneros, inclusive em su
versões orais.

LÍNGUA PORTUGUESA - 4º ANO


257
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

2º BIMESTRE

Práticas de CAMPOS Objeto de Habilidades


Linguagem conhecimento
Leitura/escuta (Compartilhada e autonoma)

Todos os Reconstrução das (MS.EF15LP01.s.01)


campos de condições de Identificar a função social de textos que
atuação produção e circulam em campos da vida social dos qu
recepção de participa cotidianamente (a casa, a rua, a
textos comunidade, a escola) e nas mídias
impressa, de massa e digital, reconhecen
para que foram produzidos, onde circulam
quem os produziu e a quem se destinam.

Estratégia de (MS.EF15LP03.s.03)
leitura Localizar informações explícitas em texto

Formação do leitor (MS.EF35LP21.s.21)


Campo
literário Ler e compreender, de forma autônoma
artístico
textos literários de diferentes gêneros e
literário
extensões, inclusive aqueles sem
ilustrações, estabelecendo preferências p
gêneros, temas, autores.
Atuação no Leitura de (MS.EF15LP14.s.14)
Campo da imagens em Construir o sentido de histórias em
vida cotidiana narrativas quadrinhos e tirinhas, relacionando image
visuais e palavras e interpretando recursos gráfic
(tipos de balões, de letras, onomatopeias
Campo das Compreensão em (MS.EF04LP19.s.19)
praticas de leitura Ler e compreender textos expositiv
estudo e de divulgação científica para crianças,
pesquisa considerando a situação comunicativa e o
tema/ assunto do texto.

258
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Atuação no Formação do leitor (MS.EF15LP15.s.15)


Campo literário Reconhecer que os textos literários fazem
artistico parte do mundo do imaginário e apresent
literario uma dimensão lúdica, de encantamento,
valorizando-os, em sua diversidade cultu
como patrimônio artístico da humanidade
oralidade

Todos os Oralidade (MS.EF15LP09.s.09)


campos de pública/Intercâmbi Expressar-se em situações de
atuação o conversacional intercâmbio oral com clareza, preocupand
em sala de aula se em ser compreendido pelo interlocutor
usando a palavra com tom de voz audível
boa articulação e ritmo adequado.
Campo da Produção de texto (MS.EF04LP12.s.12)
vida cotidiana oral Assistir, em vídeo digital, a programa infa
com instruções de montagem, de jogos
brincadeiras e, a partir dele, planejar e
produzir tutoriais em áudio ou vídeo.
Campo as Escuta de textos (MS.EF35LP18.s.18)
praticas dde orais Escutar, com atenção, apresentações de
estudo e trabalhos realizadas por colegas, formuland
pesquisa perguntas pertinentes ao tema e solicitando
esclarecimentos sempre que necessário.
Compreensão de (MS.EF35LP19.s.19)
textos orais Recuperar as ideias principais em situaçõ
formais de escuta de exposições,
apresentações e palestras.
Atuação no Contagem de (MS.EF15LP19.s.19)
campo histórias Recontar oralmente, com e sem apoio de
artistico imagem, textos literários lidos pelo
literario professor.

259
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Produção de textos (escrita compartilhada e autonoma


Todos os Revisão de (MS.EF15LP06.s.06)
campos de textos Reler e revisar o texto produzido com a
atuação ajuda do professor e a colaboração dos
colegas, para corrigi-lo e aprimorá-lo,
fazendo cortes, acréscimos, reformulaçõe
correções de ortografia e pontuação.
Edição de textos (MS.EF15LP07.s.07)
Editar a versão final do texto, em
colaboração com os colegas e com a ajud
do professor, ilustrando, quando for o cas
em suporte adequado, manual ou digital.
Construção do (MS.EF35LP07.s.07)
sistema Utilizar, ao produzir um texto, conhecimen
alfabético/ linguísticos e gramaticais, tais como
Convenções da ortografia, regras básicas de concordânci
escrita nominal e verbal, pontuação (ponto final,
ponto de exclamação, ponto de
interrogação, vírgulas em enumerações) e
pontuação do discurso direto, quando for
caso.
Campo da Escrita (MS.EF04LP16.s.16)
vida pública colaborativa Produzir notícias sobre fatos ocorridos no
universo escolar, digitais ou impressas, pa
o jornal da escola, noticiando os fatos e se
atores e comentando decorrências, de
acordo com as convenções do gênero not
e considerando a situação comunicativa e
tema/assunto do texto.

260
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Campo Escrita (MS.EF35LP26.s.25)


artistico- autônoma e Ler e compreender, com certa autonomia
iterario compartilhada narrativas ficcionais que apresentem
cenários e personagens, observando os
elementos da estrutura narrativa: enredo,
tempo, espaço, personagens, narrador e
construção do
discurso indireto e discurso direto
Todos os Construção do (MS.EF04LP01.s.01)
Análise linguística/ semiótica (Alfabetização

campos de sistema alfabético Grafar palavras utilizando regras de


atuação e da ortografia correspondência fonema-grafema regulare
diretas e contextuais.
Construção do (MS.EF04LP02.s.02)
sistema Ler e escrever, corretamente, palavras co
alfabético e da sílabas VV e CVV em casos nos quais a
ortografia combinação VV (ditongo) é reduzida na
língua oral (ai, ei, ou).
Morfologia (MS.EF35LP14.s.14)
Identificar em textos e usar na
produção textual pronomes pessoais,
possessivos e demonstrativos, como recur
coesivo anafórico.
Campo a vida Forma de (MS.EF04LP18.s.18)
pública composição Analisar o padrão entonacional e a
dos textos expressão facial e corporal de âncoras de
jornais radiofônicos ou televisivos e de
entrevistadores/entrevistados.

261
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Campo as Forma de MS.EF04LP24.s.24)


praticas dde composição Identificar e reproduzir, em seu formato,
estudo e dos textos tabelas, diagramas e gráficos em relatório
pesquisa Adequação de observação e pesquisa, como forma d
do texto às apresentação de dados e informações.
normas de
escrita
Campo Formas de (MS.EF35LP29.s.30)
artistico composição de Identificar, em narrativas, cenário,
literario narrativas personagem central, conflito gerador,
resolução e o ponto de vista com base no
qual histórias são narradas, diferenciando
narrativas em primeira e terceira pessoas
Discurso direto (MS.EF35LP30.s.31)
e indireto Diferenciar discurso indireto e discurso
direto, determinando o efeito de sentido d
verbos de enunciação e explicando o uso
variedades linguísticas no discurso direto
quando for o caso.
Forma de (MS.EF04LP27.s.27)
composição de Identificar, em textos dramáticos,
textos marcadores das falas das personagens e
dramáticos cena.
Atuação no Formação do (MS.EF15LP18.s.18)
Campo leitor Relacionar texto com ilustrações e outros
artistico literário/Leitura recursos gráficos.
literario multissemiótica
LÍNGUA PORTUGUESA - 4º ANO

3º BIMESTRE

Práticas de CAMPOS Objeto de Habilidades


Linguagem conhecimento
262
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Leitura/escuta (Compartilhada e autonoma)


Todos os Estratégia de (MS.EF35LP04.s.04)
campos de leitura Inferir informações implícitas nos texto
atuação lidos.
Estratégia de leitura (MS.EF35LP05.s.05)
Inferir o sentido de palavras ou expressões
desconhecidas em textos, com base no
contexto da frase ou do texto.
Campo a vida Compreensão (MS.EF04LP09.s.09)
cotidiana em leitura Ler e compreender, com autonomia,
boletos, faturas e carnês, dentre outros
gêneros do campo da vida cotidiana, de
acordo com as convenções do gênero
(campos, itens elencados, medidas de
consumo, código de barras) e consideran
a situação comunicativa e a finalidade do
texto.
Compreensão (MS.EF04LP10.s.10)
em leitura Ler e compreender, com autonomia, carta
pessoais de reclamação, dentre outros
gêneros do campo da vida cotidiana, de
acordo com as convenções do gênero ca
e considerando a situação comunicativa e
tema/assunto/finalidade do texto.
Campo das Imagens analíticas (MS.EF04LP20.s.20)
praticas de em textos Reconhecer a função de gráficos,
estudo e diagramas e tabelas em textos, como form
pesquisa de apresentação de dados e informações
Campo Formação do leitor (MS.EF35LP21.s.21)
artistico literário Ler e compreender, de forma autônoma,
literario textos literários de diferentes gêneros e
extensões, inclusive aqueles sem ilustraçõ
estabelecendo preferências por gêneros,

263
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

temas, autores.
Atuação no Leitura (MS.EF15LP16.s.16)
Campo colaborativa e Ler e compreender, em colaboração com
artistico autônoma colegas e com a ajuda do professor e, ma
literario tarde, de maneira autônoma, textos
narrativos de maior porte como contos
(populares, de fadas, acumulativos, de
assombração etc.) e crônicas.
Apreciação (MS.EF15LP17.s.17)
estética/Estilo Apreciar poemas visuais e concretos,
observando efeitos de sentido criados pel
formato do texto na página, distribuição e
diagramação das letras, pelas ilustrações
por outros efeitos visuais.
oralidade

Todos os Características da (MS.EF15LP11.s.11)


campos de conversação Reconhecer características da
atuação espontânea conversação espontânea presencial,
respeitando os turnos de fala, selecionand
e utilizando, durante a conversação, form
de tratamento adequadas, de acordo com
situação e a posição do interlocutor.
Aspectos não (MS.EF15LP12.s.12)
linguísticos Atribuir significado a aspectos não
(paralinguísticos) linguísticos (paralinguísticos) observados
no ato da fala fala, como direção do olhar, riso, gestos
movimentos da cabeça (de concordância
discordância), expressão corporal, tom d
voz.
Campo da Planejamento e (MS.EF04LP17.s.17)
vida pública produção de texto Produzir jornais radiofônicos ou televisivo
entrevistas veiculadas em rádio, TV e na
internet, orientando-se por roteiro ou texto

264
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

demonstrando conhecimento dos gêneros


jornal falado/televisivo e entrevista.
Campo as Compreensão de (MS.EF35LP19.s.19)
praticas dde textos orais Recuperar as ideias principais em situaçõe
estudo e formais de escuta de exposições,
pesquisa apresentações e palestras.
Planejamento de (MS.EF35LP20.s.20)
texto oral Expor trabalhos ou pesquisas escolares, e
Exposição oral sala de aula, com apoio de recursos
multissemióticos (imagens, diagrama, tabe
etc.), orientando-se por roteiro escrito,
planejando o tempo de fala e adequando
linguagem à situação comunicativa.
Campo Declamação (MS.EF35LP28.s.29)
artistico Declamar poemas, com entonação, postu
literario e interpretação adequadas.
Produção de textos (escrita

Todos os Construção do (MS.EF35LP07.s.07)


compartilhada e autonoma

campos de sistema Utilizar, ao produzir um texto, conhecimen


atuação alfabético/ linguísticos e gramaticais, tais como
Convenções da ortografia, regras básicas de concordânci
escrita nominal e verbal, pontuação (ponto final,
ponto de exclamação, ponto de
interrogação, vírgulas em enumerações) e
pontuação do discurso direto, quando for
caso.

265
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Construção do (MS.EF35LP08.s.08)
sistema Utilizar, ao produzir um texto, recursos de
alfabético/ referenciação (por substituição lexical ou p
Estabelecimento pronomes pessoais, possessivos e
de relações demonstrativos), vocabulário apropriado a
anafóricas na gênero, recursos de coesão pronominal
referenciação e (pronomes anafóricos) e articuladores de
construção da relações de sentido (tempo, causa,
coesão oposição, conclusão, comparação), com
nível
suficiente de informatividade.
Planejamento de (MS.EF35LP09.s.09)
texto/Progressão Organizar o texto em unidades de sentido,
temática e dividindo-o em parágrafos segundo as
paragrafação normas gráficas e de acordo com as
características do gênero
textual.
Escrita (MS.EF35LP15.s.15)
colaborativa Opinar e defender ponto de vista sobre tem
polêmico relacionado a situações vivencia
na escola e/ou na comunidade, utilizando
registro formal e estrutura adequada à
argumentação, considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto do texto.

266
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Campo as Produção de textos (MS.EF04LP21.s.21)


praticas dde Planejar e produzir textos sobre temas de
estudo e interesse, com base em resultados de
pesquisa observações e pesquisas em fontes de
informações impressas ou eletrônicas,
incluindo, quando pertinente, imagens e
gráficos ou tabelas simples, considerando
situação comunicativa e o tema/assunto d
texto.
Campo Escrita (MS.EF35LP25.s26)
artistico- autônoma e Criar narrativas ficcionais, com cer
iterario compartilhada autonomia, utilizando detalhes descritivo
sequências de eventos e imagens
apropriadas para sustentar o sentido do te
e marcadores de tempo, espaço e de fala
personagens.
Todos os Morfologia (MS.EF04LP08.s.08)
Análise linguística/ semiótica (Alfabetização

campos de Reconhecer e grafar, corretamente, palavra


atuação derivadas com os sufixos - agem, -oso, -ez
-izar/-isar (regulares morfológicas).
Conhecimento (MS.EF04LP03.s.03)
do alfabeto do Localizar palavras no dicionário para
português do esclarecer significados, reconhecendo o
Brasil/Ordem significado mais plausível para o contexto
alfabética/Poliss que deu origem à consulta.
emia
Conheciment (MS.EF04LP04.s.04)
o das Usar acento gráfico (agudo ou
diversas circunflexo) em paroxítonas terminadas em
grafias do i(s), -l, -r, -ão(s).
alfabeto/
Acentuação
267
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Campo a vida Forma de (MS.EF35LP16.s.16)


cotidiana composição Identificar e reproduzir, em notícias,
dos textos manchetes, lides e corpo de notícias simp
para público infantil e cartas de reclamaçã
(revista infantil), digitais ou impressos, a
formatação e diagramação específica de
cada um desses gêneros, inclusive em su
versões orais.
Campo as Forma de MS.EF04LP24.s.24)
praticas dde composição Identificar e reproduzir, em seu formato,
estudo e dos textos tabelas, diagramas e gráficos em relatório
pesquisa Adequação de observação e pesquisa, como forma d
do texto às apresentação de dados e informações.
normas de
escrita
Campo Forma de (MS. EF35LP31.s.32)
artistico composição de Identificar, em textos versificados, efeitos
literario textos poéticos sentido decorrentes do uso de recursos
rítmicos e sonoros e de metáforas
Forma de (MS.EF04LP26.s.26)
composição de Observar, em poemas concretos, o forma
textos poéticos a distribuição e a diagramação das letras
visuais texto na página.
LÍNGUA PORTUGUESA - 4º ANO

4º BIMESTRE

Práticas de CAMPOS Objeto de Habilidades


Linguagem conhecimento
Leitura/escut

Todos os Estratégia de (MS.EF35LP06.s.06)


campos de leitura Recuperar relações entre partes de um
a

atuação texto, identificando substituições lexicais


(de substantivos por sinônimos) ou
268
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

(Compartilhada e autonoma)
pronominais (uso de pronomes anafóricos
– pessoais, possessivos, demonstrativo
que contribuem para a continuidade do
texto.
Formação de leitor (MS.EF35LP02.s02)
Selecionar livros da biblioteca e/ou do
cantinho de leitura da sala de aula e/ou
disponíveis em meios digitais para leitura
individual, justificando a escolha e
compartilhando com os colegas sua opiniã
após a leitura.
Compreensão (MS.EF35LP03.s.03)
Identificar a ideia central do texto,
demonstrando compreensão global.
Apreciação (MS.EF35LP23.s.23)
Campo
estética/Estilo Apreciar poemas e outros textos
artistico
versificados, observando rimas, aliteraçõe
literario
e diferentes modos de divisão dos versos
estrofes e refrões e seu efeito de sentido.
Textos dramáticos (MS.EF35LP24.s.24)
Identificar funções do texto dramático
(escrito para ser encenado) e sua
organização por meio de diálogos entre
personagens e marcadores das falas das
personagens e de cena.
Leitura (MS.EF15LP16.s.16)
colaborativa e Ler e compreender, em colaboraçã
autônoma com os colegas e com a ajuda do profess
e, mais tarde, de maneira autônoma, text
narrativos de maior porte como contos
(populares, de fadas, acumulativos, de
assombração etc.) e crônicas.
Apreciação (MS.EF15LP17.s.17)
269
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

estética/Estilo Apreciar poemas visuais e concret


observando efeitos de sentido criados pe
formato do texto na página, distribuição e
diagramação das letras, pelas ilustrações
por outros efeitos visuais.
oralidade

Todos os Relato (MS.EF15LP13.s.13)


campos de oral/Registro Identificar finalidades da interação
atuação formal e informal oral em diferentes contextos comunicativo
(solicitar informações, apresentar opiniões
informar, relatar experiências etc.).
Forma de (MS.EF35LP10.s.10)
composição de Identificar gêneros do discurso oral,
gêneros orais utilizados em diferentes situações e
contextos comunicativos, e suas
características linguístico-expressivas e
composicionais (conversação espontâne
conversação telefônica, entrevistas
pessoais, entrevistas no rádio ou na TV
debate, noticiário de rádio e TV, narração
jogos esportivos no rádio e TV, aula, deb
etc.).
Variação (MS.EF35LP11.s.11)
linguística Ouvir gravações, canções, textos falados
em diferentes variedades linguísticas,
identificando características regionais,
urbanas e rurais da fala e respeitando as
diversas variedades linguísticas como
características do uso da língua por
diferentes grupos regionais ou diferentes
culturas locais, rejeitando preconceitos
linguísticos.
Campo as Compreensão de (MS.EF35LP19.s.19)
270
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

praticas dde textos orais Recuperar as ideias principais em situaçõe


estudo e formais de escuta de exposições,
pesquisa apresentações e palestras.
Planejamento de (MS.EF35LP20.s.20)
texto oral Expor trabalhos ou pesquisas escolares, e
Exposição oral sala de aula, com apoio de recursos
multissemióticos (imagens, diagrama, tabe
etc.), orientando-se por roteiro escrito,
planejando o tempo de fala e adequando
linguagem à situação comunicativa.
Produção de textos (escrita compartilhada e autonoma

Todos os Construção do (MS.EF35LP08.s.08)


campos de sistema Utilizar, ao produzir um texto, recursos de
atuação alfabético/ referenciação (por substituição lexical ou p
Estabeleciment pronomes pessoais, possessivos e
o de relações demonstrativos), vocabulário apropriado a
anafóricas na gênero, recursos de coesão pronominal
referenciação e (pronomes anafóricos) e articuladores de
construção da relações de sentido (tempo, causa,
coesão oposição, conclusão, comparação), com
nível
suficiente de informatividade.
Planejamento de (MS.EF35LP09.s.09)
texto/Progressão Organizar o texto em unidades de sentido,
temática e dividindo-o em parágrafos segundo as
paragrafação normas gráficas e de acordo com as
características do gênero
textual.

271
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Escrita (MS.EF35LP15.s.15)
colaborativa Opinar e defender ponto de vista sobre te
polêmico relacionado a situações
vivenciadas na escola e/ou na comunidad
utilizando registro formal e estrutura
adequada à argumentação, considerando
situação comunicativa e o tema/assunto d
texto.
Campo as Produção de textos (MS.EF04LP21.s.21)
praticas dde Planejar e produzir textos sobre temas de
estudo e interesse, com base em resultados de
pesquisa observações e pesquisas em fontes de
informações impressas ou eletrônicas,
incluindo, quando pertinente, imagens e
gráficos ou tabelas simples, considerando
situação comunicativa e o tema/assunto d
texto.
Escrita autônoma (MS.EF04LP22.s.22)
Planejar e produzir, com certa autonomia,
verbetes de enciclopédia infantil, digitais o
impressos, considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto/finalidade
texto.
Todos os Pontuação (MS.EF04LP05.s.05)
Análise linguística/

campos de Identificar a função na leitura e usar,


(Alfabetização

atuação adequadamente, na escrita ponto final, de


semiótica

interrogação, de exclamação, dois-pontos e


travessão em diálogos (discurso direto),
vírgula em enumerações e em separação d
vocativo e de aposto.

272
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Morfologia (MS.EF04LP06.s.06)
alterar para Identificar em textos e usar na produção
Morfossintaxe textual a concordância entre substantivo o
pronome pessoal e verbo (concordância
verbal).
Morfossintax (MS.EF04LP07.s.07)
e Identificar em textos e usar na
produção textual a concordância entre artig
substantivo e adjetivo (concordância no gru
nominal).
Campo a vida Forma de (MS.EF35LP16.s.16)
cotidiana composição Identificar e reproduzir, em notícias,
dos textos manchetes, lides e corpo de notícias
simples para público infantil e cartas de
reclamação (revista infantil), digitais ou
impressos, a formatação e diagramação
específica de cada um desses gêneros,
inclusive em suas versões orais.

MATEMÁTICA - 4º ANO

1º BIMESTRE

COMPETENCIAS ESPECIFICAS

1. Reconhecer que a Matemática é uma ciência humana, fruto das necessidades e


preocupações de diferentes culturas, em diferentes momentos históricos, e é uma
ciência viva, que contribui para solucionar problemas científicos e tecnológicos e para
alicerçar descobertas e construções, inclusive com impactos no mundo do trabalho.
2. Desenvolver o raciocínio lógico, o espírito de investigação e a capacidade de produzir
argumentos convincentes, recorrendo aos conhecimentos matemáticos para compreender
e atuar no mundo.
3. Compreender as relações entre conceitos e procedimentos dos diferentes campos da
273
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Matemática (Aritmética, Álgebra, Geometria, Estatística e Probabilidade) e de outras áreas


do conhecimento, sentindo segurança quanto à própria capacidade de construir e aplicar
conhecimentos matemáticos, desenvolvendo a autoestima e a perseverança na busca de
soluções.
4. Fazer observações sistemáticas de aspectos quantitativos e qualitativos presentes nas
práticas sociais e culturais, de modo a investigar, organizar, representar e comunicar
informações relevantes, para interpretá-las e avaliá-las crítica e eticamente, produzindo
argumentos convincentes.
5. Utilizar processos e ferramentas matemáticas, inclusive tecnologias digitais
disponíveis, para modelar e resolver problemas cotidianos, sociais e de outras áreas de
conhecimento, validando estratégias e resultados.
6. Enfrentar situações-problema em múltiplos contextos, incluindo-se situações
imaginadas, não diretamente relacionadas com o aspecto prático-utilitário, expressar suas
respostas e sintetizar conclusões, utilizando diferentes registros e linguagens (gráficos,
tabelas, esquemas, além de texto escrito na língua materna e outras linguagens para
descrever algoritmos, como fluxogramas, e dados).
7. Desenvolver e/ou discutir projetos que abordem, sobretudo, questões de urgência
social, com base em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e solidários, valorizando
a diversidade de opiniões de indivíduos e de grupos sociais, sem preconceitos de qualquer
natureza.
8. Interagir com seus pares de forma cooperativa, trabalhando coletivamente no
planejamento e desenvolvimento de pesquisas para responder a questionamentos e na
busca de soluções para problemas, de modo a identificar aspectos consensuais ou não na
discussão de uma determinada questão, respeitando o modo de pensar dos colegas e
aprendendo com eles.

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Sistema de (MS.EF04MA01.s.01)
numeração Ler, escrever e ordenar números naturais até a
decimal: leitura, ordem de dezenas de milhar.

274
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

escrita,
comparação e
ordenação de
números naturais
Números de até cinco
ordens
Composição e (MS.EF04MA02.s.02)
decomposição de Mostrar, por decomposição e composição, que
um número todo número natural pode ser escrito por meio de
natural de até adições e multiplicações por potências de dez,
cinco ordens, por para compreender o sistema de numeração
meio de adições decimal e desenvolver estratégias de cálculo.
e multiplicações
por potências de
10
Propriedades das (MS.EF04MA03.s.03)
operações para o Resolver e elaborar problemas com números
desenvolvimento naturais envolvendo adição e subtração,
de diferentes utilizando estratégias diversas, como cálculo,
estratégias de cálculo mental e algoritmos, além de fazer
cálculo com estimativas do resultado.
números naturais (MS.EF04MA04.s.04)
Utilizar as relações entre adição e subtração, bem
como entre multiplicação e divisão, para ampliar
as estratégias de cálculo.

Problemas (MS.EF04MA06.s.06)
envolvendo Resolver e elaborar problemas envolvendo
diferentes diferentes significados da multiplicação (adição de
significados da parcelas iguais, organização retangular e
multiplicação e da proporcionalidade), utilizando estratégias
divisão: adição de diversas, como cálculo por estimativa, cálculo
275
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

parcelas iguais, mental e algoritmos.


configuração
retangular,
proporcionalidade
, repartição
equitativa e
medida
Problemas de (MS.EF04MA08.s.08)
contagem Resolver, com o suporte de imagem e/ou material
manipulável, problemas simples de contagem,
como a determinação do número de
agrupamentos possíveis ao se combinar cada
elemento de uma coleção com todos os
elementos de outra, utilizando estratégias e
formas de registro pessoais.
Sequência (MS.EF04MA11.s.11)
numérica Identificar regularidades em sequências
recursiva formada numéricas compostas por múltiplos de um número
por múltiplos de natural.
Álgebra um número
natural
Relações entre (MS.EF04MA13.s.13)
adição e Reconhecer, por meio de investigações, utilizando
subtração e entre a calculadora quando necessário, as relações
multiplicação e inversas entre as operações de adição e de
divisão subtração e de multiplicação e de divisão, para
aplicá-las na resolução de problemas.

Medidas de (MS.EF04MA22.s.22)
tempo: leitura de Ler e registrar medidas e intervalos de tempo em
Geometria horas em relógios horas, minutos e segundos em situações
digitais e relacionadas ao seu cotidiano, como informar os
276
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

analógicos, horários de início e término de realização de uma


duração de tarefa e sua duração.
eventos e
relações entre
unidades de
medida de tempo
Problemas (MS.EF04MA25.s.25)
Grandezas e utilizando o Resolver e elaborar problemas que envolvam
medidas sistema situações de compra e venda e formas de
monetário pagamento, utilizando termos como troco e
brasileiro desconto, enfatizando o consumo ético,
consciente e responsável.

Probabilidade e Análise de (MS.EF04MA26.s.26)


estatística chances de Identificar, entre eventos aleatórios cotidianos,
eventos aqueles que têm maior chance de ocorrência,
aleatórios reconhecendo características de resultados mais
prováveis, sem utilizar frações.
MATEMÁTICA - 4º ANO

2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Composição e (MS.EF04MA02.s.02)
decomposição de Mostrar, por decomposição e composição, que
um número todo número natural pode ser escrito por meio de
natural de até adições e multiplicações por potências de dez,
cinco ordens, por para compreender o sistema de numeração
meio de adições decimal e desenvolver estratégias de cálculo.
e multiplicações
Números por potências de
10
Propriedades das (MS.EF04MA03.s.03)
277
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

operações para o Resolver e elaborar problemas com números


desenvolvimento naturais envolvendo adição e subtração, utilizando
de diferentes estratégias diversas, como cálculo, cálculo mental
estratégias de e algoritmos, além de fazer estimativas do
cálculo com resultado.
números naturais
Propriedades das (MS.EF04MA04.s.04)
operações para o Utilizar as relações entre adição e subtração, bem
desenvolvimento como entre multiplicação e divisão, para ampliar
de diferentes as estratégias de cálculo.
estratégias de
cálculo com
números naturais
Sequência (MS.EF04MA12.s.12)
numérica Reconhecer, por meio de investigações, que há
recursiva formada grupos de números naturais para os quais as
por números que divisões por um determinado número resultam em
Álgebra deixam o mesmo restos iguais, identificando regularidades.
resto ao ser
divididos por um
mesmo número
natural diferente
de zero
Relações entre (MS.EF04MA13.s.13)
adição e Reconhecer, por meio de investigações, utilizando
subtração e entre a calculadora quando necessário, as relações
multiplicação e inversas entre as operações de adição e de
divisão subtração e de multiplicação e de divisão, para
aplicá-las na resolução de problemas.
Localização e (MS.EF04MA16.s.16)
movimentação: Descrever deslocamentos e localização de
Geometria pontos de pessoas e de objetos no espaço, por meio de
278
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

referência, malhas quadriculadas e representações como


direção e sentido desenhos, mapas, planta baixa e croquis,
Paralelismo e empregando termos como direita e esquerda,
perpendicularism mudanças de direção e sentido, intersecção,
o transversais, paralelas e perpendiculares.
Medidas de (MS.EF04MA20.s.20)
Grandezas e comprimento, Medir e estimar comprimentos (incluindo
medidas massa e perímetros), massas e capacidades, utilizando
capacidade: unidades de medida padronizadas mais usuais,
estimativas, valorizando e respeitando a cultura local.
utilização de
instrumentos de
medida e de
unidades de
medida
convencionais
mais usuais
Áreas de figuras (MS.EF04MA21.s.21)
construídas em Medir, comparar e estimar área de figuras planas
malhas desenhadas em malha quadriculada, pela
quadriculadas contagem dos quadradinhos ou de metades de
quadradinho, reconhecendo que duas figuras com
formatos diferentes podem ter a mesma medida de
área.
Probabilidade e Leitura, (MS.EF04MA27.s.27)
estatística interpretação e Analisar dados apresentados em tabelas simples
representação de ou de dupla entrada e em gráficos de colunas ou
dados em tabelas pictóricos, com base em informações das
de dupla entrada, diferentes áreas do conhecimento, e produzir
gráficos de texto com a síntese de sua análise.
colunas simples e
agrupadas,
279
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

gráficos de barras
e colunas e
gráficos pictóricos
MATEMÁTICA - 4º ANO

3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Propriedades das (MS.EF04MA05.s.05)
operações para o Utilizar as propriedades das operações para
desenvolvimento desenvolver estratégias de cálculo.
de diferentes
estratégias de
cálculo com
números naturais
Problemas (MS.EF04MA06.s.06)
Números
envolvendo Resolver e elaborar problemas envolvendo
diferentes diferentes significados da multiplicação (adição de
significados da parcelas iguais, organização retangular e
multiplicação e da proporcionalidade), utilizando estratégias diversas,
divisão: adição de como cálculo por estimativa, cálculo mental e
parcelas iguais, algoritmos.
configuração
retangular,
proporcionalidade
, repartição
equitativa e
medida
Problemas (MS.EF04MA07.s.07)
envolvendo Resolver e elaborar problemas de divisão cujo
diferentes divisor tenha no máximo dois algarismos,
significados da envolvendo os significados de repartição

280
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

multiplicação e da equitativa e de medida, utilizando estratégias


divisão: adição de diversas, como cálculo por estimativa, cálculo
parcelas iguais, mental e algoritmos.
configuração
retangular,
proporcionalidade
, repartição
equitativa e
medida
Propriedades da (MS.EF04MA14.s.14)
igualdade Reconhecer e mostrar, por meio de exemplos,
que a relação de igualdade existente entre dois
termos permanece quando se adiciona ou se
Álgebra subtrai um mesmo número a cada um desses
termos.
Figuras (MS.EF04MA17.s.17)
geométricas Associar prismas e pirâmides a suas
Geometria espaciais planificações e analisar, nomear e comparar seus
(prismas e atributos, estabelecendo relações entre as
pirâmides): representações planas e espaciais.
reconhecimento,
representações,
planificações e
características
Medidas de (MS.EF04MA23.s.23)
Grandezas e temperatura em Reconhecer temperatura como grandeza e o grau
medidas grau Celsius: Celsius como unidade de medida a ela associada
construção de e utilizá-lo em comparações de temperaturas em
gráficos para diferentes regiões do Brasil ou no exterior ou,
indicar a variação ainda, em discussões que envolvam problemas
da temperatura relacionados ao aquecimento global.
(mínima e
281
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

máxima) medida
em um dado dia
ou em uma
semana
Probabilidade e Diferenciação (MS.EF04MA28.s.28)
estatística entre variáveis Realizar pesquisa envolvendo variáveis
categóricas e categóricas e numéricas e organizar dados
variáveis coletados por meio de tabelas e gráficos de
numéricas colunas simples ou agrupadas, com e sem uso de
Coleta, tecnologias digitais.
classificação e
representação de
dados de
pesquisa
realizada
MATEMÁTICA - 4º ANO

4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Problemas (MS.EF04MA07.s.07)
envolvendo Resolver e elaborar problemas de divisão cujo
diferentes divisor tenha no máximo dois algarismos,
significados da envolvendo os significados de repartição equitativa
multiplicação e da e de medida, utilizando estratégias diversas, como
divisão: adição de cálculo por estimativa, cálculo mental e algoritmos.
parcelas iguais,
Números configuração
retangular,
proporcionalidade
, repartição
equitativa e
282
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

medida
Números (MS.EF04MA09.s.09)
racionais: frações Reconhecer as frações unitárias mais usuais
unitárias mais (1/2, 1/3, 1/4, 1/5, 1/10 e 1/100)
usuais (1/2, 1/3, como unidades de medida menores do que uma
1/4, 1/5, 1/10 e unidade, utilizando a reta numérica como recurso.
1/100)
Números (MS.EF04MA10.s.10)
racionais: Reconhecer que as regras do sistema de
representação numeração decimal podem ser estendidas para a
decimal para representação decimal de um número racional e
escrever valores relacionar décimos e centésimos com a
do sistema representação do sistema monetário brasileiro.
monetário
brasileiro
Propriedades da (MS.EF04MA15.s.15)
igualdade Determinar o número desconhecido que torna
verdadeira uma igualdade que envolve as
operações fundamentais com números naturais.
Álgebra
Ângulos retos e (MS.EF04MA18.s.18)
não retos: uso de Reconhecer ângulos retos e não retos em
Geometria dobraduras, figuras poligonais com o uso de dobraduras,
esquadros e esquadros ou softwares de geometria.
softwares
Simetria de (MS.EF04MA19.s.19)
reflexão Reconhecer simetria de reflexão em figuras e
em pares de figuras geométricas planas e utilizá-la
na construção de figuras congruentes, com o uso de
malhas quadriculadas e de softwares de geometria.
Medidas de (MS.EF04MA24.s.24)
Grandezas e temperatura em Registrar as temperaturas máxima e mínima
medidas grau Celsius: diárias, em locais do seu cotidiano, e elaborar
283
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

construção de gráficos de colunas com as variações diárias da


gráficos para temperatura, utilizando, inclusive, planilhas
indicar a variação eletrônicas.
da temperatura
(mínima e
máxima) medida
em um dado dia
ou em uma
semana

ARTE - 5° ANO
COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS
1. Explorar, conhecer, fruir e analisar criticamente práticas e produções artísticas e culturais do
seu entorno social, dos povos indígenas, das comunidades tradicionais brasileiras e de
diversas sociedades, em distintos tempos e espaços, para reconhecer a arte como um
fenômeno cultural, histórico, social e sensível a diferentes contextos e dialogar com as
diversidades.

2. Compreender as relações entre as linguagens da Arte e suas práticas integradas, inclusive


aquelas possibilitadas pelo uso das novas tecnologias de informação e comunicação, pelo
cinema e pelo audiovisual, nas condições particulares de produção, na prática de cada
linguagem e nas suas articulações.

3. Pesquisar e conhecer distintas matrizes estéticas e culturais – especialmente aquelas


manifestas na arte e nas culturas que constituem a identidade brasileira –, sua tradição e
manifestações contemporâneas, reelaborando-as nas criações em Arte.

4. Experienciar a ludicidade, a percepção, a expressividade e a imaginação, resinificando


284
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

espaços da escola e de fora dela no âmbito da Arte.

5. Mobilizar recursos tecnológicos como formas de registro, pesquisa e criação artística.

6. Estabelecer relações entre arte, mídia, mercado e consumo, compreendendo, de forma


crítica e problematizadora, modos de produção e de circulação da arte na sociedade.

7. Problematizar questões políticas, sociais, econômicas, científicas, tecnológicas e culturais,


por meio de exercícios, produções, intervenções e apresentações artísticas.

8. Desenvolver a autonomia, a crítica, a autoria e o trabalho coletivo e colaborativo nas artes.

9. Analisar e valorizar o patrimônio artístico nacional e internacional, material e imaterial, com


suas histórias e diferentes visões de mundo.

1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Contextos e práticas (MS.EF15AR01.s.01)
Identificar e apreciar formas distintas das artes
visuais tradicionais e contemporâneas, cultivando a
percepção, o imaginário, a capacidade de simbolizar
e o repertório imagético.

Elementos da (MS.EF15AR02.s.02)
linguagem Explorar e reconhecer elementos constitutivos das
artes visuais (ponto, linha, forma, cor, espaço,
movimento etc.).

Matrizes estéticas e (MS.EF15AR03.s.03)


culturais Reconhecer e analisar a influência de distintas
285
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

matrizes estéticas e culturais das artes visuais nas


Artes visuais manifestações artísticas das culturas locais,
regionais e nacionais.

Materialidades (MS.EF15AR04.s.04)
Experimentar diferentes formas de expressão
artística (desenho, pintura, colagem, quadrinhos,
dobradura, escultura, modelagem, instalação, vídeo,
fotografia etc.), fazendo uso sustentável de
materiais, instrumentos, recursos e técnicas
convencionais e não convencionais.

ARTE - 5° ANO
2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Materialidades (MS.EF15AR04.s.04)
Experimentar diferentes formas de expressão
artística (desenho, pintura, colagem, quadrinhos,
dobradura, escultura, modelagem, instalação, vídeo,
fotografia etc.), fazendo uso sustentável de
materiais, instrumentos, recursos e técnicas
convencionais e não convencionais.

Processos de (MS.EF15AR05.s.05)
criação Experimentar a criação em artes visuais de modo
Artes visuais
individual, coletivo e colaborativo, explorando
diferentes espaços da escola e da comunidade.

(MS.EF15AR06.s.06)
Dialogar sobre a sua criação e as dos colegas, para

286
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

alcançar sentidos plurais.

Artes integradas Matrizes estéticas e (MS.EF15AR24.s.26)


culturais Caracterizar e experimentar brinquedos,
brincadeiras, jogos, danças, canções e histórias de
diferentes matrizes estéticas e culturais.
Dança Contextos e práticas (MS.EF15AR08.s.08)
Experimentar e apreciar formas distintas de
manifestações da dança presentes em diferentes
contextos, cultivando a percepção, o imaginário, a
capacidade de simbolizar e o repertório corporal.
Elementos da (MS.EF15AR09.s.09)
linguagem Estabelecer relações entre as partes do corpo e
destas com o todo corporal na construção do
movimento dançado.
Elementos da (MS.EF15AR10.s.10)
linguagem Experimentar diferentes formas de orientação no
espaço (deslocamentos, planos, direções,
caminhos etc.) e ritmos de movimento
(lento, moderado e rápido) na construção do
movimento dançado.
Processos de (MS.EF15AR11.s.11)
criação Criar e improvisar movimentos dançados de modo
individual, coletivo e colaborativo, considerando os
aspectos estruturais, dinâmicos e expressivos dos
elementos constitutivos do movimento, com base
nos códigos de dança.
Processos de (MS.EF15AR12.s.12)
criação Discutir, com respeito e sem preconceito, as
experiências pessoais e coletivas em dança
vivenciadas na escola, como fonte para a
construção de vocabulários e repertórios próprios.

287
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

ARTE - 5° ANO
3º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


Temáticas conhecimento
Processos de criação (MS.EF15AR05.s.05)
Experimentar a criação em artes visuais de modo
individual, coletivo e colaborativo, explorando
Artes visuais diferentes espaços da escola e da comunidade.

(MS.EF15AR06.s.06)
Dialogar sobre a sua criação e as dos colegas, para
alcançar sentidos plurais.

Música Contextos e práticas (MS.EF15AR13.s.13)


Identificar e apreciar criticamente diversas formas e
gêneros de expressão musical, reconhecendo e
analisando os usos e as funções da música em
diversos contextos de circulação, em especial,
aqueles da vida cotidiana.

Elementos da (MS.EF15AR14 .s.14)


linguagem Perceber e explorar os elementos constitutivos da
música (altura, intensidade, timbre, melodia, ritmo
etc.), por meio de jogos, brincadeiras, canções e
práticas diversas de composição/criação, execução
e apreciação musical.

Materialidades (MS.EF15AR15.s.15)
Explorar fontes sonoras diversas, como as
existentes no próprio corpo (palmas, voz, percussão
corporal), na natureza e em objetos cotidianos,

288
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

reconhecendo os elementos constitutivos da música


e as características de instrumentos musicais
variados.

Notação e registro (MS.EF15AR16.s.16)


musical Explorar diferentes formas de registro musical não
convencional (representação gráfica de sons,
partituras criativas etc.), bem como procedimentos e
técnicas de registro em áudio e audiovisual, e
reconhecer a notação musical convencional.

Processos de criação (MS.EF15AR17.s.17)


Experimentar improvisações, composições e
sonorização de histórias, entre outros, utilizando
vozes, sons corporais e/ou instrumentos musicais
convencionais ou não convencionais, de modo
individual, coletivo e colaborativo.

Artes integradas Arte e tecnologia (MS.EF15AR26.s.28)


Explorar diferentes tecnologias e recursos digitais
(multimeios, animações, jogos eletrônicos,
gravações em áudio e vídeo, fotografia, softwares
etc.) nos processos de criação artística.

ARTE - 5° ANO
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Sistemas da (MS.EF15AR07.s.07)
Artes visuais linguagem Reconhecer algumas categorias do sistema das
artes visuais (museus, galerias, instituições, artistas,
artesãos, curadores etc.).
289
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Artes integradas Processos de (MS.EF15AR23.s.25)


criação Reconhecer e experimentar, em projetos temáticos,
as relações processuais entre diversas linguagens
artísticas.
Teatro Contextos e práticas (MS.EF15AR18.s.18)
Reconhecer e apreciar formas distintas de
manifestações do teatro presentes em diferentes
contextos, aprendendo a ver e a ouvir histórias
dramatizadas e cultivando a percepção, o
imaginário, a capacidade de simbolizar e o repertório
ficcional.

(MS.EF15AR20.s.20)
Experimentar o trabalho colaborativo, coletivo e
autoral em improvisações teatrais e processos
narrativos criativos em teatro, explorando desde
a teatralidade dos gestos e das ações do
cotidiano até elementos de diferentes matrizes
estéticas e culturais.

(MS.EF15AR21.s.21)
Exercitar a imitação e o faz de conta,
ressignificando objetos e fatos e experimentando-
se no lugar do outro, ao compor e encenar
acontecimentos cênicos, por meio de músicas,
imagens, textos ou
outros pontos de partida, de forma intencional e
reflexiva.

(MS.EF15AR22.s.22)
Experimentar possibilidades criativas de movimento

290
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

e de voz na criação de um personagem teatral,


discutindo estereótipos.

Contextos e práticas (MS.EF15AR00.n.23)


Conhecer histórias, brincadeiras, contos e lendas,
mundiais, nacionais e do Mato Grosso do Sul,
desenvolvendo a capacidade imaginativa.
(MS.EF15AR00.n.24)
Compreender com naturalidade as reações
emocionais provenientes das atividades práticas
teatrais, através de diversas experiências.

CIÊNCIAS - 5° ANO

COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS

25. Compreender as Ciências da Natureza como empreendimento humano e o


conhecimento científico como provisório, cultural e histórico.

26. Compreender conceitos fundamentais e estruturas explicativas das Ciências da


Natureza, bem como dominar processos, práticas e procedimentos da investigação
científica, de modo a sentir segurança no debate de questões científicas, tecnológicas,
socioambientais e do mundo do trabalho, continuar aprendendo e colaborar para a
construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva.

27. Analisar, compreender e explicar características, fenômenos e processos relativos ao


mundo natural, social e tecnológico (incluindo o digital), como também as relações que se
estabelecem entre eles, exercitando a curiosidade para fazer perguntas, buscar respostas
e criar soluções (inclusive tecnológicas) com base nos conhecimentos das Ciências da
Natureza.
291
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

28. Avaliar aplicações e implicações políticas, socioambientais e culturais da ciência e de


suas tecnologias para propor alternativas aos desafios do mundo contemporâneo, incluindo
aqueles relativos ao mundo do trabalho.

29. Construir argumentos com base em dados, evidências e informações confiáveis,


negociar e defender ideias e pontos de vista que promovam a consciência socioambiental
e o respeito a si próprio e ao outro, acolhendo e valorizando a diversidade de indivíduos e
de grupos sociais, sem preconceitos de qualquer natureza.

30. Utilizar diferentes linguagens e tecnologias digitais de informação e comunicação para


se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos e resolver
problemas das Ciências da Natureza de forma crítica, significativa, reflexiva e ética.

31. Conhecer, apreciar e cuidar de si, do seu corpo e bem-estar, compreendendo-se na


diversidade humana, fazendo-se respeitar e respeitando o outro, recorrendo aos
conhecimentos das Ciências da Natureza e as suas tecnologias.

32. Agir pessoal e coletivamente com respeito, autonomia, responsabilidade, flexibilidade,


resiliência e determinação, recorrendo aos conhecimentos das Ciências da Natureza para
tomar decisões frente a questões científico-tecnológicas e socioambientais e a respeito da
saúde individual e coletiva, com base em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e
solidários.

1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Propriedades (MS.EF05CI01.s.01)
físicas dos Explorar fenômenos da vida cotidiana que
materiais evidenciem propriedades físicas dos materiais –
Ciclo hidrológico como densidade, condutibilidade térmica e

292
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Consumo elétrica, respostas a forças magnéticas,


consciente solubilidade, respostas a forças mecânicas
Reciclagem (dureza, elasticidade etc.), entre outras.

Propriedades (MS.EF05CI02.s.02)
Matéria e energia
físicas dos Aplicar os conhecimentos sobre as mudanças de
materiais estado físico da água para explicar o ciclo
Ciclo hidrológico hidrológico e analisar suas implicações na
Consumo agricultura, no clima, na geração de energia
consciente elétrica, no provimento de água potável e no
Reciclagem equilíbrio dos ecossistemas regionais (ou locais).

Propriedades (MS.EF05CI03.s.03)
físicas dos Selecionar argumentos que justifiquem a
materiais importância da cobertura vegetal para a
Ciclo hidrológico manutenção do ciclo da água, a conservação dos
Consumo solos, dos cursos de água e da qualidade do ar
consciente atmosférico.
Reciclagem
Propriedades (MS.EF05CI04.s.04)
físicas dos Identificar os principais usos da água e de outros
materiais materiais nas atividades cotidianas, para discutir e
Ciclo hidrológico propor formas sustentáveis de utilização desses
Consumo recursos.
consciente
Reciclagem
Propriedades (MS.EF05CI05.s.05)
físicas dos Construir propostas coletivas para um consumo
materiais mais consciente e criar soluções tecnológicas
Ciclo hidrológico para o descarte adequado e a reutilização ou
Consumo reciclagem de materiais consumidos na escola
consciente e/ou na vida cotidiana.
293
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Reciclagem
CIÊNCIAS - 5° ANO
2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Matéria e energia Propriedades (MS.EF05CI03.s.03)
físicas dos Selecionar argumentos que justifiquem a
materiais importância da cobertura vegetal para a
Ciclo hidrológico manutenção do ciclo da água, a conservação dos
Consumo solos, dos cursos de água e da qualidade do ar
consciente atmosférico.
Reciclagem
Propriedades (MS.EF05CI04.s.04)
físicas dos Identificar os principais usos da água e de outros
materiais materiais nas atividades cotidianas, para discutir
Ciclo hidrológico e propor formas sustentáveis de utilização desses
Consumo recursos.
consciente
Reciclagem
Propriedades (MS.EF05CI05.s.05)
físicas dos Construir propostas coletivas para um consumo
materiais mais consciente e criar soluções tecnológicas
Ciclo hidrológico para o descarte adequado e a reutilização ou
Consumo reciclagem de materiais consumidos na escola
consciente e/ou na vida cotidiana.
Reciclagem
CIÊNCIAS - 5° ANO
3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Vida e evolução Nutrição do (MS.EF05CI06.s.06)

294
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

organismo Selecionar argumentos que justifiquem por que


Hábitos os sistemas digestório e respiratório são
alimentares considerados corresponsáveis pelo processo de
Integração entre nutrição do organismo, com base na identificação
os sistemas das funções desses sistemas.
digestório,
respiratório e
circulatório
Nutrição do (MS.EF05CI07.s.07)
organismo Justificar a relação entre o funcionamento do
Hábitos sistema circulatório, a distribuição dos nutrientes
alimentares pelo organismo e a eliminação dos resíduos
Integração entre produzidos.
os sistemas
digestório,
respiratório e
circulatório
Nutrição do (MS.EF05CI08.s.08)
organismo Organizar um cardápio equilibrado com base nas
Hábitos características dos grupos alimentares
alimentares (nutrientes e calorias) e nas necessidades
Integração entre individuais (atividades realizadas, idade, sexo
os sistemas etc.)
digestório, para a manutenção da saúde do organismo.
respiratório e
circulatório
Nutrição do (MS.EF05CI09.s.09)
organismo Discutir a ocorrência de distúrbios nutricionais
Hábitos (como obesidade, subnutrição etc.) entre
alimentares crianças e jovens a partir da análise de seus
Integração entre hábitos (tipos e quantidade de alimento ingerido,
os sistemas prática de atividade física etc.).
295
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

digestório,
respiratório e
circulatório
CIÊNCIAS - 5° ANO
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Terra e Universo Constelações e (MS.EF05CI10.s.10)
mapas celestes Identificar algumas constelações no céu, com o
Movimento de apoio de recursos (como mapas celestes e
rotação da Terra aplicativos digitais, entre outros), e os períodos do
Periodicidade das ano em que elas são visíveis no início da noite.
fases da Lua
Instrumentos
óticos
Constelações e (MS.EF05CI11.s.11)
mapas celestes Associar o movimento diário do Sol e das demais
Movimento de estrelas no céu ao movimento de rotação da Terra.
rotação da Terra
Periodicidade das
fases da Lua
Instrumentos
óticos
Constelações e (MS.EF05CI12.s.12)
mapas celestes Concluir sobre a periodicidade das fases da Lua,
Movimento de com base na observação e no registro das formas
rotação da Terra aparentes da Lua no céu ao longo de, pelo menos,
Periodicidade das dois meses.
fases da Lua
Instrumentos
óticos
Constelações e (MS.EF05CI13.s.13)
296
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

mapas celestes Projetar e construir dispositivos para observação à


Movimento de distância (luneta, periscópio etc.), para observação
rotação da Terra ampliada de objetos (lupas, microscópios) ou para
Periodicidade das registro de imagens (máquinas fotográficas) e
fases da Lua discutir usos sociais desses dispositivos.
Instrumentos
óticos

EDUCAÇÃO FÍSICA - 5º ANO

1º BIMESTRE

COMPETÊNCIAS ESPECIFICAS

1-Compreender a origem da cultura corporal de movimento e seus vínculos com a organização


da vida coletiva e individual.

2-Planejar e empregar estratégias para resolver desafios e aumentar as possibilidades de


aprendizagem das práticas corporais, além de se envolver no processo de ampliação do acervo
cultural nesse campo.

3-Refletir, criticamente, sobre as relações entre a realização das práticas corporais e os


processos de saúde/doença, inclusive no contexto das atividades laborais

4-Identificar a multiplicidade de padrões de desempenho, saúde, beleza e estética corporal,


analisando, criticamente, os modelos disseminados na mídia e discutir posturas consumistas e
preconceituosas.

5-Identificar as formas de produção dos preconceitos, compreender seus efeitos e combater


posicionamentos discriminatórios em relação às práticas corporais e aos seus participantes.

297
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

6-Interpretar e recriar os valores, os sentidos e os significados atribuídos às diferentes práticas


corporais, bem como aos sujeitos que delas participam.

7-Reconhecer as práticas corporais como elementos constitutivos da identidade cultural dos


povos e grupos.

8-Usufruir das práticas corporais, de forma autônoma, para potencializar o envolvimento em


contextos de lazer, ampliar as redes de sociabilidade e a promoção da saúde.

9-Reconhecer o acesso às práticas corporais como direito do cidadão, propondo e produzindo


alternativas para sua realização no contexto comunitário.

10-Experimentar, desfrutar, apreciar e criar diferentes brincadeiras, jogos, danças, ginásticas,


esportes, lutas e práticas corporais de aventura, valorizando o trabalho coletivo e o
protagonismo.

1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento

(MS.EF35EF00.n.01)
Experimentar e fruir de diversos tipos de jogos
de mesa e tabuleiro, identificando e criando
Brincadeiras e jogos estratégias.
da cultura popular
Brincadeiras e jogos presentes no
(MS.EF35EF03.s.02)
contexto comunitário
Descrever, por meio de múltiplas linguagens
e regional
(corporal, oral, escrita, audiovisual), as
brincadeiras e os jogos populares do Brasil e de
matriz indígena e africana, explicando suas

298
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

características e a importância desse patrimônio


histórico cultural na preservação das
diferentes culturas.

(MS.EF35EF04.s.03)
Recriar, individual e coletivamente, e
experimentar, na escola e fora dela, brincadeiras e
jogos populares do Brasil e do mundo, incluindo
aqueles de matriz indígena e africana, e demais
práticas corporais tematizadas na escola,
adequando-as aos espaços públicos disponíveis.

2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Esportes Esportes de campo
e taco Esportes de (MS.EF35EF05.s.04)
rede/parede Experimentar e fruir diversos tipos de esportes de
Esportes de invasão campo e taco, rede/parede e invasão, identificando
seus elementos comuns e criando estratégias
individuais e coletivas básicas para sua execução,
prezando pelo trabalho coletivo e pelo
protagonismo.

(MS.EF35EF06.s.05)
Diferenciar os conceitos de jogo e esporte,
identificando as características que os constituem
na contemporaneidade e suas manifestações
(profissional e comunitária/lazer).

299
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Conhecimento sobre Corpo, Saúde e


o corpo Espaço temporal. (MS.EF35EF00.n.13)
Identificar alterações corporais durante a execução
de atividades físicas.

3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Ginásticas Ginástica geral
(MS.EF35EF07.s.06)
Experimentar e fruir, de forma coletiva,
combinações de diferentes elementos da ginástica
geral (equilíbrios, saltos, giros, rotações,
acrobacias, com e sem materiais), propondo
coreografias com diferentes temas do cotidiano.

(MS.EF35EF08.s.07)
Planejar e utilizar estratégias para resolver
desafios na execução de elementos básicos de
apresentações coletivas de ginástica geral,
reconhecendo as potencialidades e os limites do
corpo e adotando procedimentos de segurança.

Danças Danças do
Brasil e do MS.EF35EF00.c.08)
mundo Danças Identificar e experimentar as danças da cultura sul-
de matriz mato- grossense, no contexto regional.
indígena e
africana Dança
da Cultura Sul-
mato-grossense
300
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Danças do
Brasil e do (MS.EF35EF11.s.09)
mundo Danças Formular e utilizar estratégias para a execução de
de matriz elementos constitutivos das danças populares do
indígena e Brasil e do mundo, e das danças de matriz indígena
Africana e africana.

(MS.EF35EF12.s.10)
Identificar situações de injustiça e preconceito
geradas e/ou presentes no contexto das danças
e demais práticas corporais e discutir alternativas
para superá-las.

4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Lutas Lutas do
contexto (MS.EF35EF14.s.11)
comunitário e Planejar e utilizar estratégias básicas das lutas do
regional contexto comunitário e regional e lutas de matriz
indígena e africana experimentadas, respeitando o
colega como oponente e as normas de segurança.

Lutas de matriz (MS.EF35EF15.s.12)


indígena e Identificar as características das lutas do
africana contexto comunitário e regional e lutas de matriz
indígena e africana, reconhecendo as diferenças
entre lutas e brigas e entre lutas e as demais
práticas corporais.
301
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Conhecimento sobre Corpo, Saúde e


o corpo Espaço temporal. (MS.EF35EF00.n.14)
Vivenciar os movimentos considerando os planos
do corpo humano: sagital / horizontal / frontal /
anteroposterior / vertical.

GEOGRAFIA - 5° ANO
COMPETENCIAS ESPECIFICAS

1. Utilizar os conhecimentos geográficos para entender a interação


sociedade/natureza e exercitar o interesse e o espírito de
investigação e de resolução de problemas.

2. Estabelecer conexões entre diferentes temas do conhecimento geográfico, reconhecendo


a importância dos objetos técnicos para a compreensão das formas como os seres humanos
fazem uso dos recursos da natureza ao longo da história.

3. Desenvolver autonomia e senso crítico para compreensão e aplicação do raciocínio


geográfico na análise da ocupação humana e produção do espaço, envolvendo os princípios
de analogia, conexão, diferenciação, distribuição, extensão, localização e ordem.

4. Desenvolver o pensamento espacial, fazendo uso das linguagens cartográficas e


iconográficas, de diferentes gêneros textuais e das geotecnologias para a resolução de
problemas que envolvam informações geográficas.

5. Desenvolver e utilizar processos, práticas e procedimentos de investigação para


compreender o mundo natural, social, econômico, político e o meio técnico-científico e
informacional, avaliar ações e propor perguntas e soluções (inclusive tecnológicas) para
questões que requerem conhecimentos científicos da Geografia.

6. Construir argumentos com base em informações geográficas, debater e defender ideias e


pontos de vista que respeitem e promovam a consciência socioambiental e o respeito à
302
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

biodiversidade e ao outro, sem preconceitos de qualquer natureza.

7. Agir pessoal e coletivamente com respeito, autonomia, responsabilidade, flexibilidade,


resiliência e determinação, propondo ações sobre as questões socioambientais, com base
em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e solidários.

1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Conexões e Unidades (MS.EF05GE00.n.01) Distinguir unidades político-
escalas político- administrativas oficiais nacionais (Distrito,
administrativas Município, Unidade da Federação e grande
do Brasil região), suas fronteiras e sua hierarquia,
localizando seus lugares de vivência.

O sujeito e seu Dinâmica (MS.EF05GE01.s.02)


lugar no mundo populacional Descrever e analisar dinâmicas populacionais na
Unidade da Federação em que vive,
estabelecendo relações entre migrações e
condições de infraestrutura.

Diferenças étnico- (MS.EF05GE02.s.03)


raciais e étnico- Identificar diferenças étnico- raciais e étnico-
culturais e culturais e desigualdades sociais entre grupos de
desigualdades diferentes territórios.
sociais
GEOGRAFIA - 5° ANO
2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Conexões e Território, redes e (MS.EF05GE03.s.04)
303
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

escalas urbanização Identificar as formas e funções das cidades e


analisar as mudanças sociais, econômicas e
ambientais provocadas pelo seu crescimento.

Formas de Estudo da (MS.EF05GE00.n.06)


representação e Cartografia Identificar os elementos de um mapa e
pensamento interpretar legendas, símbolos e cores.
espacial
(MS.EF05GE09.s.07)
Estabelecer conexões e hierarquias entre diferentes
cidades, utilizando mapas temáticos e
representações gráficas.

Mapas e imagens (MS.EF05GE08.s.08)


de satélite Analisar transformações de paisagens nas
cidades, comparando sequência de fotografias,
fotografias aéreas e imagens de satélite de
épocas diferentes.

GEOGRAFIA - 5° ANO
3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Natureza, Conservação e (MS.EF05GE00.n.09)
ambientes e degradação da Identificar as características das paisagens
qualidade de natureza naturais e antrópicas (relevo, cobertura vegetal,
vida hidrografia e clima) no ambiente do Mato Grosso
do Sul, bem como a ação humana na conservação
ou degradação dessas áreas.
Mundo do trabalho Trabalho e (MS.EF05GE05.s.10)
inovação Identificar e comparar as mudanças dos tipos de
tecnológica trabalho e desenvolvimento tecnológico na
304
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

agropecuária, na indústria, no comércio e nos


serviços.

(MS.EF05GE06.s.1 (MS.EF05GE06.s.11)
1) Identificar e comparar transformações dos meios
Identificar e de transporte e de comunicação.
comparar
transformações
dos meios de
transporte e de
comunicação.

(MS.EF05GE07.s.1 (MS.EF05GE07.s.12)
2) Identificar os diferentes tipos de energia utilizados
Identificar os na produção industrial, agrícola e extrativa e no
diferentes tipos de cotidiano das populações.
energia utilizados
na produção
industrial, agrícola
e extrativa e no
cotidiano das
populações.

GEOGRAFIA - 5° ANO
4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento
Natureza, Qualidade (MS.EF05GE10.s.13)
ambientes e ambiental Reconhecer e comparar atributos da qualidade
qualidade de ambiental e algumas formas de poluição dos
vida cursos de água e dos oceanos (esgotos, efluentes

305
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

industriais, marés negras etc.).

Diferentes (MS.EF05GE11.s.14)
tipos de Identificar e descrever problemas ambientais que
poluição ocorrem no entorno da escola e da residência
(lixões, indústrias poluentes, destruição do
patrimônio histórico etc.), propondo soluções
(inclusive tecnológicas) para esses problemas.

Gestão pública da (MS.EF05GE12.s.15)


qualidade de vida Identificar órgãos do poder público e canais de
participação social responsáveis por buscar
soluções para a melhoria da qualidade de vida
(em áreas como meio ambiente, mobilidade,
moradia e direito à cidade) e discutir as propostas
implementadas por esses órgãos que afetam a
comunidade em que vive.

HISTÓRIA - 5° ANO

COMPETENCIAS ESPECIFICAS

1. Compreender acontecimentos históricos, relações de poder e processos e mecanismos


de transformação e manutenção das estruturas sociais, políticas, econômicas e culturais ao
longo do tempo e em diferentes espaços para analisar, posicionar-se e intervir no mundo
contemporâneo.
2. Compreender a historicidade no tempo e no espaço, relacionando acontecimentos e
processos de transformação e manutenção das estruturas sociais, políticas, econômicas e
culturais, bem como problematizar os significados das lógicas de organização cronológica
3. Elaborar questionamentos, hipóteses, argumentos e proposições em relação a
documentos, interpretações e contextos históricos específicos, recorrendo a diferentes

306
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

linguagens e mídias, exercitando a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos, a


cooperação e o respeito.
4. Identificar interpretações que expressem visões de diferentes sujeitos, culturas e povos
com relação a um mesmo contexto histórico, e posicionar-se criticamente com base em
princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários.
5. Analisar e compreender o movimento de populações e mercadorias no tempo e no
espaço e seus significados históricos, levando em conta o respeito e a solidariedade com
as diferentes populações.
6. Compreender e problematizar os conceitos e procedimentos norteadores da produção
historiográfica.
7. Produzir, avaliar e utilizar tecnologias digitais de informação e comunicação de modo
crítico, ético e responsável, compreendendo seus significados para os diferentes grupos ou
estratos sociais.

1º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento

Povos e culturas: O que forma um (MS.EF05HI01.s.01)


meu lugar no mundo povo: do nomadismo
Identificar os processos de formação das culturas e
e meu grupo social aos primeiros povos
dos povos, relacionando-os com o espaço
sedentarizados.
geográfico ocupado.
Municipio de Bonito.

As formas de (MS.EF05HI02.s.02)
organização social e
Identificar os mecanismos de organização do poder
política: a noção de
político com vistas à compreensão da ideia de
Estado
Estado e/ou de outras formas de ordenação social.

HISTÓRIA - 5° ANO

307
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

2º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento

Povos e culturas: O papel das religiões (MS.EF05HI03.s.03)


meu lugar no mundo e da cultura para a
Analisar o papel das culturas e das religiões na
e meu grupo social formação dos povos
composição identitária dos povos antigos.
antigos

Cidadania, (MS.EF05HI04.s.04)
diversidade cultural
Associar a noção de cidadania com os princípios de
e respeito às
respeito à diversidade, à pluralidade e aos direitos
diferenças sociais,
humanos.
culturais e históricas
(MS.EF05HI05.s.05)

Associar o conceito de cidadania à conquista de


direitos dos povos e das sociedades,
compreendendo- o como conquista histórica.

3º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento

Registros da história: As tradições orais e (MS.EF05HI06.s.06)


linguagens e culturas a valorização da
Comparar o uso de diferentes linguagens e
memória
tecnologias no processo de comunicação e avaliar
O surgimento da os significados sociais, políticos e culturais
escrita e a noção de atribuídos a elas.
fonte para a (MS.EF05HI07.s.07)
transmissão de
saberes, culturas e Identificar os processos de produção, hierarquização
e difusão dos marcos de memória e discutir a
308
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

histórias presença e/ou a ausência de diferentes grupos que


compõem a sociedade na nomeação desses marcos
de memória.

4º BIMESTRE

Unidades Temáticas Objetos de Habilidades


conhecimento

Registros da história: As tradições orais e (MS.EF05HI08.s.08)


linguagens e culturas a valorização da
Identificar formas de marcação da passagem do
memória
tempo em distintas sociedades, incluindo os povos
O surgimento da indígenas originários e os povos africanos.
escrita e a noção de (MS.EF05HI09.s.09)
fonte para a
transmissão de Comparar pontos de vista sobre temas que
saberes, culturas e impactam a vida cotidiana no tempo presente, por
histórias meio do acesso a diferentes fontes, incluindo orais

Os patrimônios (MS.EF05HI10.s.10)
materiais e
Inventariar os patrimônios materiais e imateriais da
imateriais da
humanidade e analisar mudanças e permanências
humanidade
desses patrimônios ao longo do tempo.

LÍNGUA INGLESA - 5º ANO

COMPETENCIAS ESPECIFICAS

1-Identificar o lugar de si e o do outro em um mundo plurilíngue e multicultural, refletindo,


criticamente, sobre como a aprendizagem da Língua Inglesa contribui para a inserção dos
sujeitos no mundo globalizado, inclusive no que concerne ao mundo do trabalho.

309
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

2-Comunicar-se na Língua Inglesa, por meio do uso variado de linguagens em mídias


impressas, ou digitais, reconhecendo-a como ferramenta de acesso ao conhecimento, de
ampliação das perspectivas e de possibilidades para a compreensão dos valores e interesses de
outras culturas e para o exercício do protagonismo social.

3-Identificar similaridades e diferenças entre a Língua Inglesa e a língua materna/outras línguas,


articulando-as a aspectos sociais, culturais e identitários, em uma relação intrínseca entre
língua, cultura e identidade.

4-Elaborar repertórios linguístico-discursivos da Língua Inglesa, usados em diferentes países e


por grupos sociais distintos dentro de um mesmo país, de modo a reconhecer a diversidade
linguística como direito e valorizar os usos heterogêneos, híbridos e multimodais emergentes
nas sociedades contemporâneas.

5-Utilizar novas tecnologias, com novas linguagens e modos de interação, para pesquisar,
selecionar, compartilhar, posicionar-se e produzir sentidos em práticas de letramento na Língua
Inglesa, de forma ética, crítica e responsável.

6-Conhecer diferentes patrimônios culturais, materiais e imateriais, difundidos na Língua Inglesa


com vistas ao exercício da fruição e da ampliação de perspectivas, no contato com diferentes
manifestações artístico-culturais.
1º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


CAMPOS DE Temáticas conhecimento
ATUAÇÃO
Interação Informações (MS.EF05LI00.n.02)
discursiva Pessoais Utilizar os conteúdos já
ORALIDADE estudados nos anos
anteriores, a fim de socializar
informações pessoais.
310
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Repertório (MS.EF05LI00.n.03)
sociocultural Propiciar repertório sociocultural
por meio de pequenos diálogos,
imagens, flashcards, textos e
filmes a fim de construir novos
conhecimentos.
DIMENSÃO A Língua Repertório (MS.EF05LI00.n.01)
INTERCULTURAL Inglesa no sociocultural Recordar por meio de revisão
cotidiano da oral, escrita e de leitura, o
criança conteúdo aprendido durante o
ano letivo anterior de modo a
ampliar a dimensão
intercultural.
LEITURA Estratégias Compreensã (MS.EF05LI00.n.06)
de leitura o textual Apresentar textos de gêneros
diversificados em Língua Inglesa
para compreensão de novos
vocabulários e a finalidade dos
textos em seu sentido global.
ESCRITA Estratégias Uso da (MS.EF05LI00.n.09)
de escrita linguagem Identificar e utilizar corretamente
o vocabulário oferecido,
aplicando-o em contextos de
atividades escritas como
pequenos diálogos e /ou
histórias.
Gramática Números 1 a 80 (MS.EF05LI00.n.10)
CONHECIMENTO
Identificar e utilizar os valores
S LINGUISTICOS
numéricos para aplicá-los em
contextos diversos.
LÍNGUA INGLESA - 5º ANO

311
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

2º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


CAMPOS DE Temáticas conhecimento
ATUAÇÃO
Interação Informaçoes (MS.EF05LI00.n.02)
discursiva Pessoais Utilizar os conteúdos já
ORALIDADE Interação estudados nos anos
discursiva anteriores, a fim de socializar
informações pessoais.
Repertório (MS.EF05LI00.n.03)
sociocultural Propiciar repertório sociocultural
por meio de pequenos diálogos,
imagens, flashcards, textos e
filmes a fim de construir novoS
conhecimentos.
Funções e (MS.EF05LI00.n.04)
usos da (Re)conhecer e utilizar, de modo
Língua inteligível, as expressões em
Inglesa em Língua Inglesa em sala de aula
sala de aula para conversas formais e informais
(Classroom além de fazer solicitações de
language) forma polida.
DIMENSÃO A Língua Presença da (MS.EF05LI00.n.14)
INTERCULTURAL Inglesa no Língua Utilizar as diferentes linguagens
cotidiano da Inglesa no (corporal, musical, plástica, oral e
criança cotidiano, escrita) ajustadas às diferentes
conforme a intenções e situações de
faixa etária comunicação, de forma a
compreender e ser
compreendido.
LEITURA Estratégias Compreensã (MS.EF05LI00.n.06)
de leitura o textual Apresentar textos de gêneros
312
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

diversificados em Língua Inglesa


para compreensão de novos
vocabulários e a finalidade dos
textos em seu sentido global.
ESCRITA Estratégias Uso da (MS.EF05LI00.n.09)
de escrita linguagem Identificar e utilizar corretamente
o vocabulário oferecido,
aplicando-o em contextos de
atividades escritas como
pequenos diálogos e /ou
histórias.
Gramática Números 1 a 80 (MS.EF05LI00.n.10)
CONHECIMENTO
Identificar e utilizar os valores
S LINGUISTICOS
numéricos para aplicá-los em
contextos diversos.
LÍNGUA INGLESA - 5º ANO

3º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


CAMPOS DE Temáticas conhecimento
ATUAÇÃO
Interação Repertório (MS.EF05LI00.n.03)
discursiva sociocultural Propiciar repertório sociocultural
ORALIDADE por meio de pequenos diálogos,
imagens, flashcards, textos e
filmes a fim de construir novos
conhecimentos.
Funções e (MS.EF05LI00.n.04)
usos da (Re)conhecer e utilizar, de modo
Língua inteligível, as expressões em
Inglesa em Língua Inglesa em sala de aula
sala de aula para conversas formais e

313
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

(Classroom informais além de fazer


language) solicitações de forma polida.
DIMENSÃO A Língua Presença da (MS.EF05LI00.n.14)
INTERCULTURAL Inglesa no Língua Utilizar as diferentes linguagens
cotidiano da Inglesa no (corporal, musical, plástica, oral e
criança cotidiano, escrita) ajustadas às diferentes
conforme a intenções e situações de
faixa etária comunicação, de forma a
compreender e ser
compreendido.
LEITURA Estratégias Mídias (MS.EF05LI00.n.07)
de leitura Sociais Interagir na Língua Inglesa por
meio de recursos midiáticos
(Apps, games, emoticons) de
modo a criar vínculo com a
língua em questão.
ESCRITA Estratégias Uso da (MS.EF05LI00.n.09)
de escrita linguagem Identificar e utilizar corretamente
o vocabulário oferecido,
aplicando-o em contextos de
atividades escritas como
pequenos diálogos e /ou
histórias.
Gramática Tempo verbal (MS.EF05LI00.n.11)
CONHECIMENTO
presente simples Recordar os verbos get up, get
S LINGUISTICOS
dressed, wash face, brush teeth,
brush hair, eat, drink, take a
shower para descrever rotinas no
tempo verbal do presente simples.
LÍNGUA INGLESA - 5º ANO

4º BIMESTRE

314
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Unidades Objetos de Habilidades


CAMPOS DE Temáticas conhecimento
ATUAÇÃO
Interação Funções e (MS.EF05LI00.n.04)
discursiva usos da (Re)conhecer e utilizar, de modo
ORALIDADE Língua inteligível, as expressões em
Inglesa em Língua Inglesa em sala de aula
sala de aula para conversas formais e informais
(Classroom além de fazer solicitações de
language) forma polida.
Compree Estratégias (MS.EF05LI00.n.05)
nsão oral de (Re)conhecer os vocábulos
compreensã cotidianos em diálogos e
o de conversas, com apoio de
vocabulários imagens, textos e atividades
lúdicas com o objetivo de utilizá-
los adequadamente de acordo
com cada contexto.
DIMENSÃO A Língua Presença da (MS.EF05LI00.n.14)
INTERCULTURAL Inglesa no Língua Utilizar as diferentes linguagens
cotidiano da Inglesa no (corporal, musical, plástica, oral e
criança cotidiano, escrita) ajustadas às diferentes
conforme a intenções e situações de
faixa etária comunicação, de forma a
compreender e ser
compreendido.
LEITURA Estratégias Mídias (MS.EF05LI00.n.08)
de leitura Sociais (Re) conhecer por meio de
(Classroom recursos midiáticos, situações
language) em que haja expressões que
denotem o uso de conversas
formais e informais e pedidos de
315
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

forma polida em Língua Inglesa.


ESCRITA Estratégias Uso da (MS.EF05LI00.n.09)
de escrita linguagem Identificar e utilizar corretamente
o vocabulário oferecido,
aplicando-o em contextos de
atividades escritas como
pequenos diálogos e /ou
histórias.
Gramática Pronomes (MS.EF05LI00.n.12)
CONHECIMENTO
interrogativos Conhecer e identificar os
S LINGUISTICOS
diferentes pronomes
interrogativos, para perguntar a
respeito de pessoas, objetos,
lugares ou causas.

MATEMÁTICA - 5º ANO

COMPETÊNCIAS ESPECIFICAS

1. Reconhecer que a Matemática é uma ciência humana, fruto das necessidades e


preocupações de diferentes culturas, em diferentes momentos históricos, e é uma
ciência viva, que contribui para solucionar problemas científicos e tecnológicos e para
alicerçar descobertas e construções, inclusive com impactos no mundo do trabalho.
2. Desenvolver o raciocínio lógico, o espírito de investigação e a capacidade de produzir
argumentos convincentes, recorrendo aos conhecimentos matemáticos para compreender e
atuar no mundo.
3. Compreender as relações entre conceitos e procedimentos dos diferentes campos da
Matemática (Aritmética, Álgebra, Geometria, Estatística e Probabilidade) e de outras áreas
do conhecimento, sentindo segurança quanto à própria capacidade de construir e aplicar
conhecimentos matemáticos, desenvolvendo a autoestima e a perseverança na busca de
soluções.
4. Fazer observações sistemáticas de aspectos quantitativos e qualitativos presentes nas
316
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

práticas sociais e culturais, de modo a investigar, organizar, representar e comunicar


informações relevantes, para interpretá-las e avaliá-las crítica e eticamente, produzindo
argumentos convincentes.
5. Utilizar processos e ferramentas matemáticas, inclusive tecnologias digitais
disponíveis, para modelar e resolver problemas cotidianos, sociais e de outras áreas de
conhecimento, validando estratégias e resultados.
6. Enfrentar situações-problema em múltiplos contextos, incluindo-se situações
imaginadas, não diretamente relacionadas com o aspecto prático-utilitário, expressar suas
respostas e sintetizar conclusões, utilizando diferentes registros e linguagens (gráficos,
tabelas, esquemas, além de texto escrito na língua materna e outras linguagens para
descrever algoritmos, como fluxogramas, e dados).
7. Desenvolver e/ou discutir projetos que abordem, sobretudo, questões de urgência
social, com base em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e solidários, valorizando a
diversidade de opiniões de indivíduos e de grupos sociais, sem preconceitos de qualquer
natureza.
8. Interagir com seus pares de forma cooperativa, trabalhando coletivamente no
planejamento e desenvolvimento de pesquisas para responder a questionamentos e na
busca de soluções para problemas, de modo a identificar aspectos consensuais ou não na
discussão de uma determinada questão, respeitando o modo de pensar dos colegas e
aprendendo com eles.

1º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


Temáticas conhecimento

Sistema de (MS.EF05MA01.s.01)
numeração decimal:
Ler, escrever e ordenar números naturais até a
leitura, escrita e
ordem das centenas de milhar com
ordenação de
compreensão das principais características do
números naturais (de
sistema de numeração decimal.
317
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

até seis ordens)

Números racionais (MS.EF05MA02.s.02)


expressos na forma
Ler, escrever e ordenar números racionais na
decimal e sua
forma decimal com compreensão das principais
representação na
características do sistema de numeração
reta numérica
decimal, utilizando, como recursos, a
Números
composição e decomposição e a reta numérica.

Comparação e (MS.EF05MA05.s.05)
ordenação de
Comparar e ordenar números racionais positivos
números racionais na
(representações fracionária e decimal),
representação
relacionando-os a pontos na reta numérica.
decimal e na
fracionária utilizando
a noção de
equivalência

Problemas: adição e (MS.EF05MA07.s.07)


subtração de
Resolver e elaborar problemas de adição e
números naturais e
subtração com números naturais e com
números racionais
números
cuja representação

racionais, cuja representação decimal seja finita,


decimal é finita
utilizando estratégias diversas, como cálculo por
estimativa, cálculo mental e algoritmos

Problemas de (MS.EF05MA09.s.09)
contagem do tipo: “Se
Resolver e elaborar problemas simples de
cada objeto de uma
contagem envolvendo o princípio multiplicativo,
coleção A for
como a determinação do número de
combinado com todos
agrupamentos possíveis ao se combinar cada
318
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

os elementos de uma elemento de uma coleção com todos os


coleção B, quantos elementos de outra coleção, por meio de
agrupamentos desse diagramas de árvore ou por tabelas.
tipo podem ser
formados?”

Propriedades da (MS.EF05MA10.s.10)
igualdade e noção
Concluir, por meio de investigações, que a
de equivalência
relação de igualdade existente entre dois
membros permanece ao adicionar, subtrair,
multiplicar ou dividir cada um desses membros
por um mesmo número, para construir a noção
Álgebra de equivalência.

Grandezas (MS.EF05MA12.s.12)
diretamente
Resolver problemas que envolvam variação de
proporcionais
proporcionalidade direta entre duas grandezas,
Problemas
para associar a quantidade de um produto ao
envolvendo a partição
valor a pagar, alterar as quantidades de
de um todo em duas
ingredientes de receitas, ampliar ou reduzir escala
partes proporcionais
em mapas, entre outros.

Plano cartesiano: (MS.EF05MA14.s.14)


coordenadas
Utilizar e compreender diferentes representações
cartesianas (1º
para a localização de objetos no plano, como
Geometria quadrante) e
mapas, células em planilhas eletrônicas e
representação de
coordenadas geográficas, a fim de desenvolver
deslocamentos no
as primeiras noções de coordenadas cartesianas.
plano cartesiano

(MS.EF05MA15.s.15)

319
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Interpretar, descrever e representar a localização


ou movimentação de objetos no plano cartesiano
(1º quadrante), utilizando coordenadas
cartesianas, indicando mudanças de direção e de
sentido e giros.

Medidas de (MS.EF05MA19.s.19)
comprimento, área,
Grandezas e Resolver e elaborar problemas envolvendo
massa, tempo,
medidas medidas das grandezas comprimento, área,
temperatura e
massa, tempo, temperatura e capacidade,
capacidade: utilização
recorrendo a transformações entre as unidades
de unidades
mais usuais em contextos socioculturais.
convencionais e
relações entre as
unidades de medida
mais usuais

Espaço amostral: (MS.EF05MA22.s.22)


análise de chances
Apresentar todos os possíveis resultados de um
de eventos aleatórios
experimento aleatório, estimando se esses
resultados são igualmente prováveis ou não.

Probabilidade e Leitura, coleta, (MS.EF05MA24.s.24)


estatística classificação
Interpretar dados estatísticos apresentados em
interpretação e
textos, tabelas e gráficos (colunas ou linhas),
representação de
referentes a outras áreas do conhecimento ou a
dados em tabelas de
outros contextos, como saúde e trânsito, e
dupla entrada, gráfico
produzir textos com o objetivo de sintetizar
de colunas agrupadas,
conclusões.
gráficos pictóricos e
gráfico de linhas

320
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

MATEMÁTICA - 5º ANO

2º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


Temáticas conhecimento

Sistema de (MS.EF05MA01.s.01)
numeração decimal:
Ler, escrever e ordenar números naturais até a
leitura, escrita e
ordem das centenas de milhar com
ordenação de
compreensão das principais características do
números naturais (de
sistema de numeração decimal.
até seis ordens)

Números racionais (MS.EF05MA02.s.02)


expressos na forma
Ler, escrever e ordenar números racionais na
decimal e sua
forma decimal com compreensão das principais
representação na
características do sistema de numeração
reta numérica
Números decimal, utilizando, como recursos, a
composição e decomposição e a reta numérica.

Representação (MS.EF05MA03.s.03)
fracionária dos
Identificar e representar frações (menores e
números racionais:
maiores que a unidade), associando- as ao
reconhecimento,
resultado de uma divisão ou à ideia de parte de
significados, leitura e
um todo, utilizando a reta numérica como recurso.
representação na reta
numérica

Comparação e (MS.EF05MA04.s.04)
ordenação de números
Identificar frações equivalentes.
racionais na
representação decimal
e na fracionária
321
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

utilizando a noção de
equivalência

Problemas: adição e (MS.EF05MA07.s.07)


subtração de
Resolver e elaborar problemas de adição e
números naturais e
subtração com números naturais e com
números racionais
números
cuja representação

racionais, cuja representação decimal seja finita,


decimal é finita
utilizando estratégias diversas, como cálculo por
estimativa, cálculo mental e algoritmos

Problemas de (MS.EF05MA09.s.09)
contagem do tipo: “Se
Resolver e elaborar problemas simples de
cada objeto de uma
contagem envolvendo o princípio multiplicativo,
coleção A for
como a determinação do número de agrupamentos
combinado com todos
possíveis ao se combinar cada elemento de uma
os elementos de uma
coleção com todos os elementos de outra coleção,
coleção B, quantos
por meio de diagramas de árvore ou por tabelas.
agrupamentos desse
tipo podem ser
formados?”

Propriedades da (MS.EF05MA10.s.10)
igualdade e noção
Concluir, por meio de investigações, que a
de equivalência
relação de igualdade existente entre dois
membros permanece ao adicionar, subtrair,
multiplicar ou dividir cada um desses membros
por um mesmo número, para construir a noção
Álgebra de equivalência.

Plano cartesiano: (MS.EF05MA15.s.15)

322
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

coordenadas Interpretar, descrever e representar a localização


cartesianas (1º ou movimentação de objetos no plano cartesiano
quadrante) e (1º quadrante), utilizando coordenadas cartesianas,
representação de indicando mudanças de direção e de sentido e
deslocamentos no giros.
plano cartesiano

Figuras geométricas (MS.EF05MA16.s.16)


espaciais:
Associar figuras espaciais a suas planificações
reconhecimento,
(prismas, pirâmides, cilindros e cones) e analisar,
Geometria representações,
nomear e comparar seus atributos.
planificações e
características

Medidas de (MS.EF05MA19.s.19)
comprimento, área,
Grandezas e Resolver e elaborar problemas envolvendo
massa, tempo,
medidas medidas das grandezas comprimento, área,
temperatura e
massa, tempo, temperatura e capacidade,
capacidade: utilização
recorrendo a transformações entre as unidades
de unidades
mais usuais em contextos socioculturais.
convencionais e
relações entre as
unidades de medida
mais usuais

Cálculo de (MS.EF05MA23.s.23)
probabilidade de
Determinar a probabilidade de ocorrência de um
eventos
resultado em eventos aleatórios, quando todos
equiprováveis
os resultados possíveis têm a mesma chance de

Probabilidade e ocorrer (equiprováveis).

estatística Leitura, coleta, (MS.EF05MA24.s.24)

323
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

classificação Interpretar dados estatísticos apresentados em


interpretação e textos, tabelas e gráficos (colunas ou linhas),
representação de referentes a outras áreas do conhecimento ou a
dados em tabelas de outros contextos, como saúde e trânsito, e
dupla entrada, gráfico produzir textos com o objetivo de sintetizar
de colunas agrupadas, conclusões.
gráficos pictóricos e
gráfico de linhas

MATEMÁTICA - 5º ANO

3º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


Temáticas conhecimento

Comparação e (MS.EF05MA04.s.04)
ordenação de
Identificar frações equivalentes.
números racionais na
representação
decimal e na
fracionária utilizando
a noção de
equivalência

Problemas: (MS.EF05MA08.s.08)
multiplicação e
Resolver e elaborar problemas de multiplicação
divisão de números
Números e divisão com números naturais e com números
racionais cuja
racionais cuja representação decimal é finita
representação
(com multiplicador natural e divisor natural e
decimal é finita por
diferente de zero), utilizando estratégias
números naturais
diversas, como cálculo por estimativa, cálculo
mental e algoritmos.
324
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

Problemas de (MS.EF05MA09.s.09)
contagem do tipo: “Se
Resolver e elaborar problemas simples de
cada objeto de uma
contagem envolvendo o princípio multiplicativo,
coleção A for
como a determinação do número de
combinado com todos
agrupamentos possíveis ao se combinar cada
os elementos de uma
elemento de uma coleção com todos os elementos
coleção B, quantos
de outra coleção, por meio de diagramas de
agrupamentos desse
árvore ou por tabelas.
tipo podem ser
formados?”

Problemas: adição e (MS.EF05MA07.s.07)


subtração de
Resolver e elaborar problemas de adição e
números naturais e
subtração com números naturais e com
números racionais
números
cuja representação

racionais, cuja representação decimal seja finita,


decimal é finita
utilizando estratégias diversas, como cálculo por
estimativa, cálculo mental e algoritmos

Propriedades da (MS.EF05MA11.s.11)
igualdade e noção
Resolver e elaborar problemas cuja conversão
de equivalência
em sentença matemática seja uma igualdade
com uma operação em que um dos termos é
desconhecido.

Grandezas (MS.EF05MA12.s.12)
Álgebra
diretamente
Resolver problemas que envolvam variação de
proporcionais
proporcionalidade direta entre duas grandezas,
Problemas
para associar a quantidade de um produto ao
envolvendo a partição
valor a pagar, alterar as quantidades de
de um todo em duas
325
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

partes proporcionais ingredientes de receitas, ampliar ou reduzir escala


em mapas, entre outros.

Figuras geométricas (MS.EF05MA17.s.17)


planas:
Reconhecer, nomear e comparar polígonos,
características,
considerando lados, vértices e ângulos, e
Geometria representações e
desenhá-los, utilizando material de desenho ou
ângulos
tecnologias digitais.

Áreas e perímetros (MS.EF05MA20.s.20)


de figuras poligonais:
Grandezas e Concluir, por meio de investigações, que figuras
algumas relações
medidas de perímetros iguais podem ter áreas diferentes
e que, também, figuras que têm a mesma área
podem ter perímetros diferentes.

Leitura, coleta, (MS.EF05MA24.s.24)


classificação
Interpretar dados estatísticos apresentados em
interpretação e
textos, tabelas e gráficos (colunas ou linhas),
representação de
referentes a outras áreas do conhecimento ou a
dados em tabelas de
Probabilidade e outros contextos, como saúde e trânsito, e
dupla entrada, gráfico
estatística produzir textos com o objetivo de sintetizar
de colunas
conclusões.
agrupadas, gráficos
pictóricos e gráfico de
linhas

Leitura, coleta, (MS.EF05MA25.s.25)


classificação
Realizar pesquisa envolvendo variáveis
interpretação e
categóricas e numéricas, organizar dados
representação de
coletados por meio de tabelas, gráficos de
dados em tabelas de
colunas, pictóricos e de linhas, com e sem uso de
dupla entrada, gráfico
326
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
MUNICÍPIO DE BONITO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
ESCOLA MUNICIPAL RURAL OZÓRIO JACQUES

de colunas agrupadas, tecnologias digitais, e apresentar texto escrito


gráficos pictóricos e sobre a finalidade da pesquisa e a síntese dos
gráfico de linha resultados.

MATEMÁTICA - 5º ANO

4º BIMESTRE

Unidades Objetos de Habilidades


Temáticas conhecimento

Problemas: adição e (MS.EF05MA0