Você está na página 1de 3

UFF/EEIMVR-VEP00008

SEGURANÇA INDUSTRIAL (V3)

EQUIPE SOCIAL

EXERCÍCIO CONCEITUAL 1

DATA: 28/06/21

Integrantes:
Allan de Oliveira Alves Alberice

Ana Beatriz Da Silva Valladares

Arthur de Castro Fonseca

Brunno Abreu Rocha

Caio Felipe Leitoguinho

Cibely Corrêa Lima

Erik Fabiano Souza Silva

Igor Cesar da Silva Monnerat

Paulo Cristiano Marques Pereira Filho

Suéli de Campos Oliveira

Mariana D'Assiê Ferreira

José Eugênio Monteiro de Camargo Filho

João Batista Cruz


Aspectos sociais relacionados aos acedentes de trabalho
O entendimento sobre os múltiplos fatores que podem contribuir para os acidentes
de trabalho tem sofrido significativas alterações nas últimas duas ou três décadas. Tais
fatores deixaram de ser concebidos apenas como fenômenos fortuitos e individuais,
passando também a ser integrados na sua análise, fatores sociais e organizacionais. É
pertinente lembrar que os acidentes de trabalho podem acarretar problemas graves para
os trabalhadores (lesões permanentes ou a própria morte), mas as consequências destes
eventos vão muito além do drama inerente ao próprio trabalhador acidentado, pois
podem também afetar, ainda que indiretamente, suas famílias, os colegas de trabalho,
seus empregadores e a sociedade em geral.
Nesse sentido, há de se destacar primeiro o sofrimento da família junto ao
acidentado, debilitando o âmbito do equilíbrio emocional e de sobrevivência do núcleo
familiar. Segundo, com relação a própria empresa, causando uma desestabilidade
quantitativa, no sentido da diminuição do número de trabalhadores para realizarem as
atividades, e qualitativa, que diz respeito a perda da qualidade da mão de obra do
acidentado, que por vezes, desempenhava um papel relevante e de difícil substituição
dentro da equipe de trabalho. Depois, o impacto sobre a sociedade como um todo, uma
vez que sobrecarrega de uma forma ainda mais acintosa os serviços de assistência
médica hospitalar e, a depender do caso, danos ambientais.
Os problemas físicos que podem advir de um acidente de trabalho não é o único
problema de saúde enfrentado por aqueles acometidos pela fatalidade. O impacto
psicológico no trabalhador acidentado também é um problema muito grande, pois além
de poder passar por um processo doloroso de recuperação, uma possível mutilação
afetaria sua autoestima assim como poderia afetar seus sonhos sociais ou profissionais.
Embora no Brasil tenham mecanismos de suporte ao vitimado, como leis que
respaldam o trabalhador, fornecendo direito a ressarcimento e auxilio governamental,
a longo prazo pode haver um impacto financeiro significativo. Por sua vez, o acidente
em si pode atuar como um limitante à ascensão econômica do trabalhador assim como
de sua família. Fator que deve ser levado em conta uma vez que a maioria dos vitimados
são pessoas de maior vulnerabilidade social.
Em síntese, é notório que os impactos sociais de um acidente de trabalho resultem,
com muita veemência, em consequência negativas tanto no âmbito individual do
trabalhador e das pessoas ao seu redor, quanto no processo produtivo da empresa a que
ele se vincula, podendo acarretar baixo rendimento nos resultados da mesma. Diante a
esse exposto, tornasse clara a necessidade de direitos básicos do trabalhador, assim
como um maior empenho na educação de segurança do trabalho. Em um cenário em
que há uma redução drásticas da ignorância sobre a segurança em ambiente de trabalho,
é possível vislumbrar uma grande redução dos casos de acidente, assim como um
grande impacto positivo na sociedade em decorrência deste fato.
Bibliografia
https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2020-11/ibge-informalidade-
atinge-416-dos-trabalhadores-no-pais-em-2019

http://www.feevale.br/Comum/midias/515715e1-044c-426c-8925-
87cadcf46643/5%20-
IMPORT%C3%82NCIA%20DA%20PREVEN%C3%87%C3%83O%20DE%20ACI
DENTES%20NO%20SETOR%20DE%20CONSTRU%C3%87%C3%83O%20pdf.p
df

http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-
42812005000200012

https://conect.online/blog/quais-sao-as-consequencias-do-acidente-de-trabalho/

https://journals.openedition.org/configuracoes/213

Você também pode gostar