Você está na página 1de 21

Aula 3:

Introdução ao ProModel
Modelos 1A
2

Aula 3
Introdução ao ProModel
Modelo exemplo 01
Modelo 1A
3 Aula 3

Introdução ao ProModel
 Conhecendo o ProModel 2018 Student
4 Aula 3

Introdução ao ProModel
 Principais elementos:
 Locais (Locations)
 Entidades (Entities)
 Chegadas (Arrivals)
 Processos (Processing)
 Recursos (Resources)

O ProModel utiliza uma linguagem gráfica, com


cada elemento possuindo uma caixa de
ferramentas para trabalho;
 Clicando na caixa de elementos e depois no Layout
desenvolvido, cria-se um elemento, sendo que
cada elemento é registrado em uma tabela
associada.
5 Aula 3
Exemplo 1
 Objetivos:
 Inserir Configurações gerais;
 Apresentar os comandos: Locais, entidades, chegadas e
processos;
 Realizar uma primeira simulação;
 Verificar os relatórios após a rodada.
6 Aula 3
Exemplo 1
 Informações Gerais
 Sempre inserir um título para o modelo;
 Determinar a biblioteca gráfica (conjunto de imagens);
 Escolher unidades de medidas padrões.
7 Aula 3

Exemplo 1 – Construir locais

 Pode-se trocar os nomes dos locais;


 Não coloque acentos e cedilha;
 Se você quiser apagar um Local não basta apagar a figura no
layout. Selecione o nome do Local na linha de programação e
clique com o botão direito em Editar e Excluir.
8 Aula 3

Exemplo 1 – Construir locais


9 Aula 3

Exemplo 1 – Construir Entidades


 Clicando em um
desenho do da
biblioteca gráfica, ele
aparecerá
automaticamente na
linha de
programação;
 Pode-se trocar o
nome e aumentar o
tamanho na barra de
rolagem;
 Não aparecerá no
layout, porém
aparecerá na
simulação visual.
10 Aula 3

Exemplo 1 – Construir Chegadas


 Definir por onde a Entidade (peça) entra no sistema;
 Definir:
 Local que entrará;
 Qual entidade entra (se mais do que uma);
 Quantidade que entra de uma vez;
 Em qual minuto entrará a primeira;
 Quantas vezes entrará a entidade;
 Qual a frequência de entradas.
11 Aula 3

Exemplo 1 – Construir Processos

 Clique na primeira figura e na próxima da sequência;


 Na última, clique na figura e peça para rotear para
Saída, à esquerda abaixo;
 Visualize nas linhas de programação se os processos
estão corretos.
12 Aula 3

Exemplo 1 – Simulação e Resultados

 Ir em Opções da
Simulação:
 Definir tempo de
simulação;
 Definir número de
replicações;
 Iniciar ou não em
pausa;
 Rodar Simulação;
 Analisar os resultados.
13 Aula 3

Exemplo 1 – Simulação e Resultados


14 Aula 3
Modelo 1A
 Objetivos:
 Apresentar os comandos do ProModel:
 Contador e nível para Locais;
 Alterar biblioteca;
 Colocar pano de fundo;
 Comando WAIT;
 Comando MOVE FOR;

 Realizar simulação;
 Visualizar resultados.
15 Aula 3
Modelo 1A

 Inserir Informações Gerais: nome do modelo, escala


de tempo, alterar biblioteca;
 Inserir Locais;
 Inserir contadores (desmarcar item “novo”);
 Inserir Pano de fundo (tornar mais agradável a
visualização do modelo;
 Inserir entidades;
 Inserir chegadas;
 Inserir processos (com tempos de operações e
transporte);
 Simular por 10h;
 Visualizar operações ocorrendo;
 Visualizar resultados.
16 Aula 3
Modelo 1A
 Inserindo processos:
 WAIT – tempo processando dentro de um local. Trocar
vírgulas por ponto.
 Ex. Wait 3 => processa por 3 minutos (tempo das
configurações iniciais);
 Wait 3 min, Wait 1.5 seg, Wait 5 h
17 Aula 3
Modelo 1A
 Inserindo processos:
 MOVE FOR– tempo de transporte de um local para
outro.
 Ex.
Move for 2
 Move for 2.6 seg

 Significado das cores:

Máquina operando Máquina ociosa Máquina bloqueada


18 Aula 3

Modelo 1A
 Análise dos Resultados:
 Houve falhas nas chegadas por capacidade
insuficiente?
 Há gargalo produtivo?
 Quanto produziu o sistema nas 10h?
19 Aula 3
Lembretes
 Sempre salve seu arquivo, principalmente antes de
rodar a simulação;
 Manter o mínimo possível de entidades, pois as
mesmas necessitam de mais tempo de
processamento do computador;
 Utilize comandos como o COMBINE ou JOIN, LOAD,
entre outros, para reduzir o número de entidades;
 A visualização é importante em alguns casos,
portanto, mantenha-a bem agradável esteticamente;
 Lembre-se que para simular é necessário ter um
objetivo que é alcançado nos resultados da
simulação.
20 Aula 3

Exercícios Aula 3
 Encaminhar pela plataforma Teams, zipado (.zip ou .rar)
com o nome da dupla:
 Modelo Exemplo (extensão .mod);
 Modelo 1A (extensão .mod);
 Questões do artigo:
 GOLENDZINER, A. M.; LEMOS, F. O. Aplicação da simulação
computacional no balanceamento de uma linha de
montagem do setor automotivo. In: ENCONTRO NACIONAL DE
ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 40, Foz do Iguaçu/PR, 2020. Anais
do XL ENEGEP 2020.
a) Diante dos passos teóricos de modelagem e simulação
apresentados na figura 1 do artigo, quais e como cada um
deles foi realizado durante o trabalho?
b) Qual o objeto de estudo e os objetivos do mesmo?
c) Quais os resultados propostos após a aplicação da
modelagem e simulação? Estão de acordo com os
objetivos?

Você também pode gostar