Você está na página 1de 10

HEMATÓCRITO

é o % de sangue composto por


células pós centrifugação

FISIOLOGIA DO Homem = 40 - 50 %

SANGUE Mulher = 38 - 40 %

varia em função sexo,


altitude, grau de
atividade

1
ERITRÓCITOS OU HEMÁCIAS
PRODUÇÃO DE ERITRÓCITOS
• discos bicôncavos e anucleados

• forma variável membrana espessa

• [Eritrócitos] varia: idade, sexo e altitude


• 1ª semana de vida ⇒ saco vitelino
• Homem = 5.200.000 hemácias/mm³
• trimestre médio de gestação ⇒ fígado
• Mulher = 4.700.000 hemácias/mm³ • final gestação e pós-natal ⇒ medula óssea
• [HEMOGLOBINA] = 34 g/100 ml de célula
(ossos longos)
ª Homem = 15 g/100 ml de sangue
• após 5 anos ⇒ medula óssea
ª Mulher = 14 g/100 ml de sangue (vértebas, costelas, externo e pelve)
• ↑ idade ⇒ ↓ produtividade

GÊNESE DO ERITRÓCITO
• Hemocitoblasto (célula primitiva)

• Eritoblasto Basófilo
ª início da síntese de Hb

• Eritoblasto Policromatófilo

• Normoblasto
ª limite metabólico da Hb
34 g/100 ml

• Reticulócito

• Eritrócito

2
Neutrófilos
ƒ Núcleo com 2 a 5 lobos
ƒ Citoplasma com grânulos
Sobrevivem 4 ou 5 dias
ƒ Atraídos para o local do dano celular
por agentes quimiotáticos
ƒ Função- Principal defesa contra a infecção por
bactérias (neutrofilia)

3
Eosinófilos Basófilos
• Multilobulado
• Bilobulado
• Grânulos grandes basófilos
• Grânulos acidófilos
• Podem liberar histamina e
• Fagocitose
heparina
• Eosinofilia
Reações imunológicas localizadas
Infestações parasitárias
(tipo imediato)
Estados alérgicos
Hipersensibilidade
imediata

Monócitos/ Macrófagos
Monócitos/ Macrófagos
• Diâmetro médio de 15 a 20 µm
• Núcleo denteado (formato de rim) Funções
• Grânulos • Elaboração de tromboplastina
• 1 ou 2 dias após liberados migram tecidual, ativadores de plasminogênio
para tecidos (fígado, baço, • Fagocitose
linfáticos, pulmões) ficam por dias • Apresentadores de antígenos para
ou meses linfócitos T e B
• Secretam interleucinas
Macrófagos do sistema
reticuloendotelial IL-1- proliferação e maturação dos linfócitos T, pirogênio
IL-2- ativam linfócitos T
IL-4 e IL-5- proliferação de linfócitos B e diferenciação em
plasmócitos (anticorpos)

• 6 a 20 µm de diâmetro Linfócitos
• Linfócitos B- plasmócitos
(anticorpos de imunoglobulinas)
• Linfócitos T- resposta imune
celular
T auxiliar- incitam linfócitos B Sistema Linfático e
T supressor- inibem linf. B
Citotóxico- lise celular, rejeição Imunidade
de transplantes
Assassina natural (NK)-
destroem céls tumorais ou
infectadas por vírus

4
• Linfa
• Vasos linfáticos Funções do Sistema Linfático
• Tecido linfático
Sistema Linfático • Linfonodos • Equilíbrio hídrico
• Tonsilas
– Excesso de líquido intersticial entra nos
• Baço
capilares linfáticos e torna-se linfa
• Timo
• Absorção de gorduras
– Absorção de gorduras e outras
substâncias do trato digestório
• Defesa
– Microorganismos e outras substâncias
estranhas são retiradas da linfa pelos
linfonodos e do sangue pelo baço

Vasos linfáticos Vasos linfáticos


• Capilares linfáticos formam os
• Vasos linfáticos
– Possuem válvulas que garantem o fluxo
unidirecional
• Linfonodos: distribuídos ao longo dos
vasos, filtram a linfa
• Troncos linfáticos: jugular, subclávio,
• Retiram a linfa dos tecidos broncomediastinal, intestinal, lombar
• Capilares linfáticos • Ductos linfáticos: Direito e torácico os
– Mais permeáveis que os capilares sanguíneos quais conectam-se às grandes veias
– Fluxo unidirecional pela existência de válvulas

A linfa drena para as veias Tecido linfáticos e nódulos


• Tecido linfático
– Constituído
principalmente de
linfócitos
– Encapsulados ou não
• Nódulos linfáticos
– Numerosos em
proximidade com tecido
conectivo do sistema
digestório (Placas de
Peyer), respiratório,
urinário e reprodutivo

5
Tonsilas Tonsilas

• Grande grupo de • Grande grupo de


nódulos linfáticos na nódulos linfáticos na
nasofaringe e cavidade nasofaringe e cavidade
oral oral
• Proporciona proteção • Proporciona proteção
contra bactérias e contra bactérias e
outros microorganismos outros microorganismos
• Grupos • Grupos
– Palatinas – Palatinas
– Faríngeas – Faríngeas
– Linguais – Linguais

Baço
• Localizado no lado superior esquerdo
do abdômen
– Pode ser rompido em traumas abdominais
resultando em hemorragias, choque e
morte
• Funções
– Destruir hemácias defeituosas
– Detectar e responder a presença de
substâncias estranhas
– Reservatório de sangue (limitado)

Imunidade
Timo • Habilidade para resistir às injúrias produzidas pela
presença de substâncias como microorganismos e
substâncias químicas

Categorias
– Inata ou resistência inespecífica
• Mecanismos mecânicos: prevençao da entrada ouremo,cao de
micróbios
• Mediadores químicos: promoção de fagocitose e inflamação
• Células: envolvidas na fagocitose e produção de substâncias
– Adaptativa ou imunidade específica
• Localizado no mediastino superior • Especificidade: habilidade em reconhecer uma substância em
particular
• Divisões: Córtex and medula
• Memória: habilidade em armazenar memória de exposições
• Local de maturação de células T prévias com uma substânca em particular e responder
rapidamente

6
Imunidade inata: Células Resposta inflamatória
Células brancas – Macrófagos
– Componente celular • Monócitos que deixam
o sangue e entram nos
mais importante do tecidos
sistema imune • Células fagocíticas
– Métodos grandes
• quimiotaxia – Basófilos e mastócitos
• fagocitose • Promovem inflamação
– Neutrófilos – Eosinófilos
• Fagocíticas e • Reduzem inflamação
primeiras células a
entrar no tecido – Células assassinas
infectado naturais
• Lisam células tumorais
e infectadas por vírus

Resposta inflamatória Imunidade adaptativa


• Injúria tecidual pode causar inflamação • Envolve a habilidade em reconhecer, responder e
• Resposta iniciada por mediadores químicos que “lembrar” uma substância em particular
produzem vasodilatação, atração quimiotática e • Estimulantes
aumento da permeabilidade vascular – Antígenos: grandes moléculas
• Tipos • estranhas: não produzidas pelo corpo, introduzida do exterior
– Local: sintomas são vermelhidão, calor, inchaço, dor, • auto-antígenos: produzidos pelo corpo
perda de função – Haptenos: pequenas moléculas capazes de
– Sistêmica: sintomas são aumento no número de combinação
neutrófilos, febre e choque • Tipos
– Humoral ou mediada por anticorpo: células B
– Mediada por células: células T

Origem e Desenvolvimento dos Linfócitos

• Células B e T
– Originados na
medula óssea
vermeha
– Movem-se para os
tecidos linfáticos ou
circulam pelo
sangue
– Clones são
pequenos grupos de
linfócitos idênticos

7
Origem e Desenvolvimento dos Linfócitos Determinantes Antigênicos
• Seleção positiva • Determinantes Antigênicos
– Garante a sobrevivência de linfócitos que reagem
contra antígenos – Regiões específicas de um
• Seleção negativa determinado antígeno
– Eliminação de linfócitos que reagem contra antígenos reconhecidas por um
próprios
linfócito
• Órgãos linfáticos primários (medula óssea vermelha,
timo) • Receptores Antigênicos
– Local onde os linfócitos amadurecem a células
funcionais – Superfície do linfócito que
• Órgãos linfáticos secundários combina com o
– Local onde os linfócitos produzem uma resposta imune determinante antigênico

Complexo de Histocompatibilidade
Processamento do Antígeno
Principal (MHC)
• A ativação de linfócitos envolve
glicoproteínas da superfície celular
chamadas moléculas MHC
– Classe I: mostram antígenos na superfície de
células nucleadas, resultando na destruição
de células
– Classe II: mostram antígenos na superfície de
células apresentadoras de antígenos,
resultando na ativação de células imunes

Co-estimulação Proliferação de Células T ‘Helper’

8
Proliferação de Células B

Inibição de Linfócitos Imunidade mediada por anticorpo


• Anicorpos ou
• Tolerância: para prevenir a resposta imunoglobulinas (Ig)
do sistema imune a auto-antígenos – Classes: IgG, IgM,
IgA, IgE, IgD
– Provocada por
– Estrutura
• Destruição de linfócitos auto-reativos
• Região variável:
• Prevenção da ativação de linfócitos parte que combina
• Ativação de células T supressoras com o determinante
antigênico do
antígeno
• Região constante:
responsável pela
atividade

Ações dos anticorpos Produção de anticorpos

9
Imunidade mediada por células Imunidade adquirida
• Imunidade ativa natural
– Resulta de exposição natural a um antígeno
• Imunidade ativa artificial
– Resulta de exposição deliberada a um antígeno
• Imunidade passiva natural
– Resulta da transferência de anticorpos da mãe ao
seu feto ou recém nascido
• Antígeno ativa células T efetoras e produz células de memória • Imunidade passiva artificial
• Células T citotóxicas lisam as células infectadas por vírus, célular – Resulta da transferência de anticorpos ou células
tumoral ou transplantes de um animal imune a um não imune
• Células T citotóxicas produzem citocinas que promovem fagocitose
e inflamação

Maneiras de adquirir imunidade adaptativa

10