Você está na página 1de 1

UNIVERSIDADE WUTIVI

LICENCIATURA EM DIREITO
DIREITO ADMINISTRATIVO II

Teste I – EAD
29/09/2021

Questões

Actos jurídicos são declarações, enunciados, são pronúncias prescritivas preordenadas a


desencadear algum efeito jurídico. Acto jurídico é uma declaração sobre alguma coisa ou
situação, dizendo como ela deve ser. Facto jurídico não é pronúncia, não é prescrição, não diz coisa
alguma. Facto jurídico não diz qualquer coisa, apenas ocorre, a lei é que fala sobre ele.
A Administração Pública não só produz actos jurídicos, mas também factos jurídicos, de
modo que é necessário separar os actos administrativos – que são actos jurídicos por meio dos
quais a Administração Pública exprime uma declaração de natureza constitutiva, declaratória,
enunciativa, modificativa ou extintiva de alguma coisa ou situação – dos factos administrativos –
que são factos jurídicos por via dos quais a Administração Pública realiza ou executa
materialmente alguma coisa. Facto administrativo é actividade material do Estado que produz
efeitos jurídicos administrativos, por exemplo, a construção de uma ponte.

1. Apresente quatro diferenças entre o acto administrativo e o facto administrativo. (4 v)


2. «Todo o acto administrativo funda-se no interesse público definido por lei». Elucide. (5,5 v)

Caso prático

A Direcção Nacional dos Recursos Minerais indeferiu um requerimento, apresentado pela


DOMBOLEMÁRMORE, no qual solicitava o licenciamento de pesquisa e exploração de uma
pedreira de calcário, para alimentar a sua fábrica de mármores situada em Montepuez. A empresa
DOMBOLEMÁRMORE, inconformada, pretende reagir, invocando o seguinte:

3. Não foram seguidas as conclusões dos pareceres solicitados a outras entidades. (5,5 v)
4. O indeferimento só se fundamentou no argumento de que o requerimento apresentado pela
empresa DOMBOLEMÁRMORE era totalmente inconveniente. (5 v)

N.B. – Resolva o caso prático, indicando, para cada motivo alegado: O tipo de ilegalidade; O tipo
de vício; O elemento viciado e sua justificação; A sanção ou a forma de invalidade do acto; e O
fundamento da sua recorribilidade contenciosa junto dos tribunais.

Bom trabalho!
Joaquim Vaz

Você também pode gostar