Você está na página 1de 14

RESUMO DE ELETRICA – L2

1. QUADRO PRINCIPAL DE No QPD tem um quicklag (relé de


DISTRIBUIÇÃO - QPD subtensão) se o desarmarmos o QPD ir se
comportar como se não houvesse tensão e fará
Forma normal do QPDA: o acoplamento.

Disjuntores fechados:
N11, M13, M11, N13 e N12. C. Entregar os QPDS
Disjuntores abertos: a) Fechar no A: L11, M11 e M13.
M12 e N14. b) Fechar no B: L21, M21 e M23.

A. Forma normal do QPDB: D. Desenergizar os QPDS


Disjuntores fechados: N21, M21, M23, N23 e a) Abrir no A: M13, M11 e L11.
N22. b) Abrir no B: M23, M21 e L21.

Disjuntores abertos: M22 e N24. E. Desenergizar a barra secundária


do QPD
B. Teste de automatismo: o automatismo
a) Manual
é o que dá mais falha na estação. b) Abrir M13 se for do QPDA ou abrir o
i. QPDA: abrir L 11 que fica na SPC. Se M23 se for do QPDB.
eu tiver que fazer o automatismo devo
abrir a entrada do QPDA e fechar os Informações Importantes
dois acoplamentos com o QAC.
Para normalizar abrir os dois acoplamentos ✓ Se a chave do QGD estiver em manual
com o QAC e fechar a entrada. não ir acoplar.
ii. QPDB: abrir L21 que fica na SPC. Se ✓ Os disjuntores de entrada ficam abaixo
eu tiver que fazer o automatismo devo dos medidores (voltímetros) M12/M22.
abrir a entrada do QPDB e fechar os ✓ Onde tiver os equipamentos de medição
dois acoplamentos com o QAC. tem 2 quicklags:
Para normalizar abrir os dois acoplamentos i. Tensão de comando: é ele que
com o QAC e fechar a entrada. alimenta o comando do meu painel
iii. QPDA+QPDB= configuração diesel inteiro. Ele é branco.
Quando se faz o automatismo do diesel Caso perder uma só sinalização (não do painel
vão abrir os dois disjuntores de entrada (M11 e inteiro – que seria esse quicklag), pode ser
M21), depois abrirão os dois disjuntores lâmpada queimada.
secundários (M13 e M23), fecharão os ii. Circuito de medição e proteção:
disjuntores de acoplamento (M12 e M22) e sinaliza fora do painel e é o que faz
fechará o M01 (diesel). o automatismo. (O relé 27 é o que
comanda todo automatismo).
Forma de forçar o automatismo dos ✓ Qualquer quicklag da BT eu POSSO
QPDS sem abrir os disjuntores L11 e L21. rearmar. Para segurança passar para
manual.
✓ N11 e N21 são os disjuntores primários do
T3 e T4 respectivamente.

1
RESUMO DE ELETRICA – L2

i. Se eles estiverem com mola ✓ O que provoca a abertura de um disjuntor é


descarregada, não sinalizará do lado a falta de tensão e curto.
de fora. ✓ O que impede um disjuntor de fechar: falta
ii. Devo: Abrir a Porta e carregar mola. de tensão, chave em local, mola
Depois abrir falha (disjuntor N11 descarregada, disjuntor mal inserido e
não carrega mola quicklag desarmado.
automaticamente). ✓ Quicklag de tensão de comando não abre
iii. São os que têm mais indicações do disjuntor.
lado de fora (temperatura dos ✓ Na hora de abrir falha é pelo número do
Trafos). São os que estão “ligados” disjuntor e na comunicação é pelo nome.
ao QGDs.
iv. Para operá-los não é necessário 2. QUADRO DE ACOPLAMENTO – QAC e
passar os QPDS para manual, só DIESEL – GGD
automático. ✓ O diesel é só prioritário
✓ Os disjuntores de acoplamentos ✓ A forma normal do QAC é
secundários têm botão de sinalização desligada.
amarela, mostrando a energização da barra ✓ O diesel tem de 16 a 20 segundos
prioritária com a secundária. para entrar, se não entrar, partida
✓ Disjuntor com sobrecorrente: informar o manual. Se o tempo for maior, abrir
CCO e abrir falha. (Somente em uma falha de temporização do
situação de emergência o CCO pedirá para automatismo.
normalizar).
✓ Chave manual/automática: para comandar A. Partida manual do GGD:
os disjuntores que tem automatismo. Que a) Seletor em uma das fases – não
são: os dois de entrada dos QPDs, os de passar pelo desliga.
acoplamento secundário e os de b) Manual
acoplamento com o QAC. c) Dá a partida
✓ Isolar um equipamento significa evitar que d) Espera ± 460 V- 60hz e
a tensão chegue por cima ou por baixo. e) Fecha o disjuntor
✓ Não esquecer se o QPDA estiver fora temos
B. Parar o diesel
que comutar o QDER para o QPDB ou
a) Abrir o disjuntor
vice-versa.
✓ Situação de emergência – estação no escuro b) Paro – segurando um pouco
na operação comercial. c) Passar para o automático
d) Passar para a fase O
✓ Se a estação ficar no escuro, no mínimo
uma falha deve ser aberta.
✓ Se encontrar disjuntor aberto e não teve ✓ Se o diesel ficar muito tempo
funcionando, devo olhar de vez em
subtensão é falha (disjuntor abriu
indevidamente). quando para verificar o nível de
✓ Se foi subtensão e estava no automático a combustível – que sinalizará – abrir
falha.
falha é não fechar automaticamente.
✓ É normal um disjuntor abrir se o quicklag ✓ A mola do disjuntor de saída do diesel
desarmar, não é falha. – M01- fica descarregada. Ela somente
carrega na hora da partida.

2
RESUMO DE ELETRICA – L2

✓ Quando o Diesel entra os dois b) Inserir o N11 (QPDA)


disjuntores de entrada dos QPDS c) Fechar o Q11 (QGDA)
abrem, também abrem os da barra d) Fechar o S31 (QGDB)
secundária com a prioritária. Fecham os e) Colocar em automático
2 disjuntores de acoplamento principal
do QPD com o QAC e fecha o disjuntor E. Entregar o QGDB para
de saída do diesel. manutenção:
✓ Quando os QPDS voltarem ao normal, a) Colocar em manual
o disjuntor do diesel já abre b) Colocar o Q31 em teste (QGDA)
automaticamente. Preciso só parar o c) Abrir o Q21 (QGDB)
motor, porque ele demora uns 4 d) No QPDB colocar em local
minutos para desligar sozinho. e) Colocar o N21 em teste
✓ PDM – Painel Diesel Móvel – é um
painel, que quando o diesel estiver em F. Normalizar o QGDB:
manutenção, os cabos do caminhão são a) QPDB em local
conectados nele. b) Insiro o N21 – fechar e remoto
✓ No diesel, quando dá alarme, a gente c) QGDB em local – fechar o Q21
repõe e liga para testar. Mas abre falha d) QGDA em local – insiro o Q31 (o
de qualquer maneira. EX. baixa pressão normal é ele ficar aberto)
do óleo. e) Deixar tudo em automático

3. QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO G. Deixar a barra do QGDA


QGD desenergizada:
a) Passar o QGD e o QPD para manual
A. Normal dos QGDS:
b) Abrir o Q11
✓ Q11 e Q21 fechados
c) Abrir o N11
✓ Q31 aberto
✓ Painel em automático
H. Desenergizar o QGDB:
a) Passar o QGD e o QPD para manual
B. Automatismo:
b) Abrir o Q21
✓ QGDA: Abre o N11 no QPDA
c) Abrir o N21
✓ QGDB: Abre o N21 no QPDB
I. Entregar o T3 para manutenção:
C. Entregar o QGDA para
a) Manual
manutenção: b) Desliga na chave
a) Colocar em manual c) Fecha o Q31 (QGDA)
b) Com o Q31 aberto eu tenho segurança d) Coloca o N11 em teste (QPDA)
para abrir a seccionadora S31 e) Coloca o Q11 em teste (QGDA)
c) Abrir a S31 (QGDB) f) O QGD fica em manual
d) Abrir o Q11 (QGDA)
e) Colocar o N11 em teste J. Normalizar o T3:
a) Manual
D. Normalizar o QGDA:
b) Insiro o N11 – fechar e remoto
a) Colocar em local

3
RESUMO DE ELETRICA – L2

c) Local – insiro o Q11 e automático ou QPD e QGD


abrir o Q31 e fechar o Q11 Quando a minha estação estiver no escuro, a
minha sala estará no escuro, mas eu consigo
K. Entregar o T4 para manutenção: ver os leds acesos. Com certeza o disjuntor
a) Manual está aberto. Não tem outra situação. Ligo a
b) Desliga na chave sinalização, passar para local e fechar o
c) Fecha o Q41 (QGDB) disjuntor. Depois verifico os outros problemas.
d) Coloca o N21 em teste (QPDB)
e) Coloca o Q21 em teste (QGDB) 4. QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO DAS
f) O QGD fica em manual ESCADAS ROLANTES QDER

L. Normalizar o T4: A. Normal:


1. Manual a) Q12 e Q22 fechados
2. Insiro o N21 – fechar e remoto b) Q32 aberto
3. Local – insiro o Q21 e automático ou abrir
o Q41 e fechar o Q21 B. Automatismo:
Informações a) Abrir o N12 ou N22 (QPD)
Importantes
✓ Seccionadora não opera em C. Normalizar:
carga. Para normalizar eu tenho que ir no QDER,
✓ A seccionadora que acopla o porque ele não é automático
QGDA com o QGDB é a S31, a) Manual
não pode ser operada em carga. b) Abrir o Q32
Só quando o acoplamento c) Fechar o Q12 /Q22
estiver aberto Q31.
✓ Seccionadora aberta é para D. Entregar a barra A do QDER:
baixo a) Local
✓ Q11 – saída do Trafo ou b) Colocar em teste o Q32 (QDER)
secundário do T3. c) Colocar em teste o N12 (QPDA)
✓ N11 – primário do T3 d) Abrir o Q12 (QDER)
✓ Os QGDS alimentam várias
E. Normalizar a barra A do QDER:
cargas, entre elas: PESS, a SPC
(sistema de 48 Vcc) a) Local
✓ Todas as estações da linha 2 – b) Insiro o N12
verde- tem um PESS que sai do c) Insiro o Q32
QGD. d) Fechar o Q12
✓ De CKB para frente a fonte e) Colocar no automático – não volta
alternativa vem direto do QGD sozinho
e não do PESS como nas outras
F. Entregar a barra B do QDER:
estações.
a) Manual
b) Colocar em teste o Q32 (QDER)
c) Colocar em teste o N22 (QPDB)
d) Abrir o Q22 (QDERB)

4
RESUMO DE ELETRICA – L2

G. Normalizar a barra B do QDER: ✓ PDF cc – é alimentado do QDCC ou


1. Manual direto da USCC que alimenta a máquina
2. Insiro o N22 de chave. Senão tiver alimentação aqui,
3. Insiro o Q32 não passará trem na região.
4. Fechar o Q22
5. Colocar em automático Quem alimenta tudo isto é a chave estática.

A chave estática recebe alimentação:


Informações importantes a. Do inversor que é alimentado
pela USCC e de Brigadeiro à
✓ O circuito de medição do voltímetro Madalena vem do QDCC.
do QDER não fica do lado de fora, b. Fonte CA alternativa – é o back-
se não tiver tensão abra a Porta e ver up do inversor, quem alimenta é
se o quicklag está desarmado. o QGD.
✓ O QDER não tem automatismo c. De Brigadeiro à Clínicas é o
próprio. PESS
✓ As ERS não voltam sozinhas, tem d. Madalena e Sumaré é o QGD
que ir ao corpo ou pela IHM.
✓ Vila Madalena não tem QDER, as Se caso eu perder toda a sinalização de todos os
ERS saem do QPD. painéis será o serviço auxiliar geral, que
✓ As chaves do QDER não Podem ser comanda toda a baixa tensão e sai do QDCC
comutadas em carga. Como as ERS para comando, sinalização e proteção.
estão paradas, então elas não estão
em carga. 6. INVERSOR
✓ Se os QPDS estiverem normais, mas
✓ Vem do QGD
por algum motivo eu tenho que
✓ De brigadeiro à Clínicas é alimentado
comutar a chave do QPDA para
do QDCC
QPDB. Tenho que parar todas as
✓ Em Klabin sai direto da USCC
ERS da estação.
✓ Quando o inversor estiver sinalizando –
inversor anormal – eu devo dar uma
olhada no equipamento que o alimenta.
5. QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO DE
CORRENTE CONTÍNUA - QDCC Por ex. se for em Clínicas vejo o
QDCC.
✓ Balizamento
✓ Serviços auxiliares gerais ✓ O inversor alimenta o PDF =
✓ PDF consumidor
✓ Inversor ✓ Para saber se tem alimentação na fonte
✓ PESS – painel essencial – telefonia, alternativa → pela lâmpada ou pelo
rádio, CFTV PA, etc. voltímetro na Posição 3.
✓ No breaking: inversor, CB e PDF ca e A chave estática o normal é em automático.
PDF cc ✓ Problema na chave estática do inversor:
✓ PDF ca – via, MUX, sinalização de via BY PASS

5
RESUMO DE ELETRICA – L2

i. Colocar na Posição 2 - está tudo


zerado - tem alimentação do 7. UPS MODERNIZAÇÃO EXCLUSIVO
inversor chegando até aqui, tem PARA O CBTC
alimentação da rede, mas não ✓ Vem do QPD
alimenta o PDF que é nosso ✓ Se um dia houver falha no QPD é para
consumidor final. inverter dentro, para o outro QPD (A ou B)
ii. Na Posição 3 tem alimentação ✓ Se não conseguir fazer esta comutação,
iii. Fazer o by-pass manual fazer bi pass.
iv. 1º jogo a chave estática para fonte
alternativa 8. USCC - UNIDADE DE SUPERVISÃO DE
CORRENTE CONTÍNUA
v. 2º dentro fazer a transferência
✓ Chave deve ficar em automático
manual da chave (chave by-pass,
✓ Quando a USCC tem alarme ela entra
chave de manutenção ou chave de
em flutuação. Depois de uns 15 minutos
transferência)
eu POSSO pressionar Reposição de
Recarga Automática.
QUALQUER PROBLEMA QUE HOUVER
NO MEU INVERSOR, NÃO IMPORTA
9. BATERIAS CB1 E CB2
QUAL, FAÇA O BY PASS, MESMO QUE ✓ Os CBs são alimentados pelos QPDs
ESTIVER TUDO APAGADO. ✓ Balizamento temporiza quando falta
energia nos CBs
A. Desenergizar o inversor:
✓ Quando as baterias começam a
Vamos deixar a carga pela fonte alternativa
descarregar, a primeira consequência
a) Jogo a chave para fonte alternativa
para a subestação é a retificadora cair.
b) Desligo o inversor
Abre o E11.
c) Desligo o quicklag
✓ Quando o 125 Vcc cair
B. Energizar o inversor:
10. 22KV e RETIFICADORA
a) Ligar o filtro de cc (do lado do PESS –
botão branco menor) A. Energizar as vias: - As vias por
b) Esperar uns 30 segundos
procedimento só podem ser
c) Ligo a tensão – disjuntor
d) Desligo o filtro
energizadas às 04h30min em
e) Ligo o inversor Ponto.
f) Volto a chave para automático a) Fechar as Hs.
b) Colocar em local
✓ Para armar o quicklag do inversor tem que c) Fechar os contatores
seguir um PO d) Fechar o E 11
✓ Não pode ligar o disjuntor do QDCC com o e) Fechar os 4 feeders F11, F21, F31, F41
disjuntor de entrada do inversor ligado. f) Volto o comando para remoto
✓ Se o quicklag estiver desarmado, ir g) Avisar o CCO que os feeders e
primeiro no inversor desarmar a entrada, ir contatores estão fechados.
ao QDCC religar, volto e carrego filtro e na
hora que a luzinha vermelha acender eu
poderei ligar a entrada do inversor.

6
RESUMO DE ELETRICA – L2

B. Contatores b)- Na frente eu colocar em local


✓ Caso eu não consiga fechar os c)- Atrás coloca a alavanca e destrava
contatores tenho que avisar o CCO. d)- A RET é a última a ser aberta e
✓ O contator, no painel, pode ser operado e)- A RET será a 1º a ser fechada
com via energizada ou desenergizada. ✓ Tanto para abrir como para fechar não
✓ Contator só tem na SPC, se estiver com pode estar energizado.
problema, terá que ser feito na via. ✓ Se estiver energizado, 1º equalizo as
✓ Na via, os contatores só podem ser vias e depois abrir o E11.
operados com vias desenergizadas. ✓ Para abrir as Hs nunca esquecer de abrir
✓ Na operação “in loc.” do contator, abrir os feeders e colocar em local, pois não
a Porta, passar para local e fechar ou é necessário o E11 estar aberto, mas os
abrir o contator. feeders sim.

Dentro do painel do contator também tem quick F. Seccionadora de via na via


lag. São 3 linhas de quick lags: a) 1º localiza no mapa
b) Ir até lá
i. 1 para o CT 01
c) Via deve estar desenergizada
ii. 1 para o CT 02
d) Abrir a Porta
iii. 1 para os dois CTS
e) Passar para local
f) Abrir ou fechar
✓ Não esquecer que os contatores tem
que estar com as 6 luzes vermelhas
✓ Se eu não tiver comando elétrico, devo
✓ Se não conseguir fechar, feche primeiro
operá-la manualmente, inserindo a
os feeders.
manivela e girando
✓ condição normal é fechado e remoto
C. Desenergizar as vias:
✓ Se lá em cima estiver sinalizando
a) Local
térmico da secionadora, eu devo ir ao
b) Abrir os feeders
local, abrir a Porta, abrir a segunda
c) Abrir o E 11
Porta e pressionar o botãozinho
d) Abrir o contator
vermelho.
e) Abrir as Hs
✓ Todo equipamento que funciona com
f) Coloca tudo em remoto
motor tem esse relé de proteção.
D. Equalizar as vias
a) Local
G. Substituição de feeder
b) Abrir os feeders F11 e F31 (via 1) e/ou
a) Local
F21 e F41 (via 2)
b) Abrir o F11 por ex.
a) Fechar a seccionadora H 13 (via 1) e/ou
c) Confirmo
H 24 (via 2)
d) Fechar a seccionadora reserva que fica
b) Remoto
ao lado
E. Abrir seccionadoras de isolação as e) Fechar o feeder reserva F02
f) Passar para remoto
HS
a) - E11 aberto no SPC

7
RESUMO DE ELETRICA – L2

H. Normalizar o feeder ***ATENÇÂO – Para a retificadora


a) Local (como o E11 é carga eu fechar se eu
b) Abrir o feeder reserva F02 quiser alimentar a retificadora)
c) Abrir a seccionadora
d) Fechar o feeder F11
L. Desenergizar a barra CIV
e) Passar para remoto
É da carga para fonte
f) Avisar o CCO
a) Abrir:
I. Energizar a barra 750 Vcc b) 1º E11
a) E11 fechado c) 2º E82
b) Se eu fechar o E11 e não energizar a d) 3º E72
barra só pode ser a J11 e R11 e) 4º E02 – Em consolação é o E13

- Na operação comercial devo equalizar as vias


✓ Para fechá-las (J11 e R11) não pode M. Isolar a barra CVI que são os dois
estar em carga, então abrir o E11 e as
disjuntores de linha e de acoplamento
fechar, para depois fechar novamente o
a) Local
E11
b) Abrir
c) L08
J. Energizar a barra CIV na operação
d) E14 – linha 4
a) Local
e) L81
b) Fechar:
f) E extrair
c) 1º E02
d) 2º E72
N. Energizar a via 1
e) 3º E82
a) Fechar o contator da via 1
f) 4º E11
b) Fechar os feeders 11 e 31
g) Abrir H13 e H24
h) Fechar os 4 feeders O. Energizar as vias pela SMT
i) Remoto
Nesta sala só com a autorização do CCO.
K. Energizar a barra CIV na operação Retificadora Normal é:
de CONSOLAÇÂO
i. Vias energizadas
a) Local
ii. Feeders fechados
b) Fechar
iii. Contatores fechados
c) 1º E72
iv. Hs fechadas
d) 2º E82
e) 3º E13 – da L4
P. Vias desenergizadas
f) 4º E11 ***
Quando eu falo isso, eu estou dizendo que
g) - Abrir H13 e H24
os feeders estão abertos e o E11 está aberto
h) - Fechar os 4 feeders
i) - Remoto ✓ Sem tensão no barramento já indica que
o E11 está aberto. É só verificar no F02-
painel D05

8
RESUMO DE ELETRICA – L2

✓ Também é importante dizer que o SPAP T. Carregar molas


está atuado. a) Local
b) Tentar rearmar
Atenção: Eu POSSO ter o E11 aberto e c) Encaixar a manivela e girar
ter tensão no barramento se os feeders
estiverem fechados e os feeders da Fica sempre no meio do disjuntor

estação ao lado também estiverem U. Entregar feeder para manutenção – colocar


fechados. feeder em teste-
a) 1º fazer a substituição do feeder
Q. Isolar grupo retificador: b) Ir à SMT
- Isolar um equipamento significa evitar que a c) Local
tensão chegue por cima e por baixo. d) Abrir o cubículo
e) Pegar a manivela
a) Abrir E11
f) Apertar botão de destrave
b) Colocar em teste
g) Extrair o feeder
c) Abrir a J11 e R11
h) Deixar em local
d) E11 em teste e Hs abertas
e) Avisar o CCO que o grupo retificador A luz de fora sinalizará teste
está isolado
V. Normalizar o feeder
R. Normalizar o grupo retificador a) SMT – cubículo em local
a) 1º fechar a J11 e R11 b) Abrir e insiro o feeder
b) Depois normalizar o E11 c) Passar para remoto
c) Sempre que tiver seccionadora d) Ir para a SPC
envolvida, não importa se é alta, média e) Colocar o painel em local
ou baixa tensão, ela é a primeira a ser f) Abrir o feeder reserva F02
fechada. g) Abrir a seccionadora do feeder a ser
normalizado
S. Segurança elétrica h) Fechar o feeder
Sempre a segurança elétrica de via é em i) Colocar em remoto
cima de feeder e nas seccionadoras de j) Avisar CCO
equalização – H13 e H24 em local, ou as vezes
o CCO pede para abrir as 4 Hs e colocar a H13 Informações importantes
em local ou as duas
✓ Sempre que fizer uma manobra no
Para a realização da segurança elétrica não se 22KV deve-se avisar o CCO
abre a RET. Ela só será aberta dependendo do ✓ A partir de CKB POSSO colocar o
serviço que a manutenção ir fazer na disjuntor de 22 KV em teste
retificadora, para a via não precisa. ✓ Neste trecho não existe SPC, operamos
diretamente no cubículo.
Comunicação com o CCO: Avisar sobre a ✓ Cada disjuntor neste trecho tem sua
abertura das 4 seccionadoras de isolação e que chave local/remoto.
estão em local a H13 e H24 ✓ Para colocar em teste esses disjuntores
neste trecho, deve estar aberto e em

9
RESUMO DE ELETRICA – L2

Posição de teste ou translação, para que ✓ - Tensão do grupo fica na J11/R11 -


eu consiga inserir a alavanca. Depois é Retificadora
só girar até ficar em teste, travado ou ✓ - Tensão da retificadora fica no F02
Posição de serviço. (barramento)
✓ No outro trecho, nos cubículos, a única ✓ - Tensão na retificadora zerada significa
coisa operacional é o quick lag de mola. que o E11 está aberto.
✓ Desbloqueio de feeder é ✓ - E11 fechado e J11 aberto ir ter tensão
individualmente em cada cubículo nele, mas não chega à barra.
✓ Tudo que estiver relacionado ao feeder ✓ - UTR é o que faz a comunicação com
ímpar está na frente do painel, feeder o CCO
par está atrás. ✓ - Amarelo: 750 Vcc -feeders de tração
✓ Dentro têm quick lags de motor ✓ - Azul: 22KV
comando e sinalização ✓ - Fio azul: 125 Vcc
✓ Falta Vcc comando – rearma o quick ✓ - Fio amarelo: fio de resistência e
lag. Se não der para abrir na frente é só tomadas internas
atrás ✓ - 7: lado oeste
✓ PSO, Madalena, Sumaré e Consolação ✓ - 8: lado leste
os quick lags ficam só atrás ✓ - I símbolo de fechado
✓ Brigadeiro a Clínicas – feeder 11 e 31 é ✓ -O símbolo de aberto
na frente ✓ - Painéis: D06 – seccionadora
✓ De CKB para frente é tudo na frente ✓ D07 - contator
✓ Sempre que tiver falta de CC é no ✓ D08 – SPAP
próprio painel, só mola que não é no ✓ - Chave de comando da SPC é a
painel, é no cubículo. local/remoto
✓ Toda vez que bloquear geral, ir ✓ - De Clínicas a Brigadeiro fica no P06
bloquear disjuntor, pode bloquear até os ✓ - Na configuração nova, cada um tem o
feeders. seu
✓ Se bloquear tudo, com autorização,
desbloquear: Proteções do 22KV
i. 1º Geral (SPC no F02)
Diferencial de linha: É o que protege a linha.
ii. 2º Feeders (cubículos)
Por exemplo, se ocorrer um curto na linha entre
iii. 3º E11 – painel
CKB e Imigrantes ele ir bloquear os dois
✓ Paraíso, Consolação e Madalena tem
disjuntores do extremo da linha.
SEPECO.
✓ Ele controla todos os feeders. Se der Diferencial de barra: É ele que protege a barra
algum problema no feeder ou algum CVI de um curto na barra. Ele manda abrir
bloquear e der sinalização de SEPECO, todos os disjuntores ligados a barra e bloqueia
eu devo desligar e religar. Que é dentro. o disjuntor L08 (que faz a interligação), para
✓ Provavelmente na hora que eu o religas impedir que a tensão da barra vá à barra que
o feeder ir bloquear. Ligo para o CCO e está em curto.
o avisar. Peço autorização para
desbloquear o feeder dizendo que ele Proteção de retaguarda: É a sobrecorrente.
foi bloqueado porque o SEPECO foi Em todos os disjuntores tem essa proteção. Se
religado.

10
RESUMO DE ELETRICA – L2

falhar o diferencial, ir atuar a sobrecorrente do ✓ A linha das retificadoras não tem


disjuntor. entrada nem saída, porque elas formam
um anel.
SEPACO também é um relé de proteção – ✓ Na auxiliar, o disjuntor mais importante
feeder- em Brigadeiro é o que vem de Trianon
Relé 27: indica falta de tensão – Subtensão (é o que energiza a barra CV e CVI) se
ele abrir a estação fica no escuro. E
✓ Quem protege o Trafo é o relé de assim são com as outras estações.
sobrecorrente e o de temperatura ✓ O disjuntor L08 (disjuntor de
✓ Quem protege o grupo retificador são os acoplamento) faz a alimentação entre as
relés de temperatura, de sobrecarga e o duas barras, que alimenta a baixa
de sobrecorrente. tensão. Este disjuntor tem em todas as
✓ Alarme falta de CA de medição: É o estações.
220 que alimenta esse voltímetro ou que
alimenta o transdutor de corrente (é o Informações importantes sobre a TAS
equipamento que serve para pegar a ✓ - É importante para o CCO saber se os
indicação que tem presença de tensão E08 das estações estão fechados
na barra de 750 e mandar para este ✓ - Quando o E08 estiver fechado, um
voltímetro para permitir que o feeder
deles fechado, a TAS não restabelece
feche). Quem alimenta isso é o GGD mais. Não consigo voltar a condição
Qualquer alarme grave tem que bloquear o normal do sistema.
disjuntor, se não houver o bloqueio tem que ✓ - Para eu conseguir restabelecer a TAS,
abrir falha. os E08 devem estar abertos. Por ex. O
E08 de Madalena está fechado – eu
11. TAS-TRANSFERÊNCIA AUTOMÁTICA devo avisar o CCO para ele abrir o E08
DE SETORES de Madalena, aí irei conseguir
restabelecer.
Clínicas e Tamanduateí
✓ - A TAS inibida pode ocorrer pela falta
✓ Se não for automático é forçado de 125 Vcc ou se a TAS já foi feita
✓ Para forçar é só girar o botão ✓ - Pode socorrer em Clínicas se o E02 e
✓ Se a TAS parar no meio é só fazer à E03 estiverem normais e devem estar
forçada normais os disjuntores de saída de linha
✓ Se a sinalização estiver como INIBIDA que interligam as estações.
– faz à forçada – quando já foi feita a ✓ - Tem E08 em Vila Madalena,
estás também marca inibida Brigadeiro, Chácara Klabin e Vila
✓ O restabelecimento é feito pelo CCO ou Prudente.
pela estação ✓ - Em clínicas o estado normal é:
✓ O E02 é um dos disjuntores envolvidos Normal, YBF está alimentando o setor
na TAS – ele abre clínicas.
✓ A chave da TAS em Clínicas sempre ✓ - Em Brigadeiro o TAB (transferência
estará pedindo socorro para TTI, porque automática de barras) está inibido
é a outra única primária que tem além porque o E08 está sem comando
de YBF elétrico, porque existe um problema

11
RESUMO DE ELETRICA – L2

com o Inter travamento da TAS em ✓ Para não abrir, durante a comercial,


Clínicas. toda a estação do setor tem que passar
para integrado. Quando todas tiverem
12. SPAP passado, não abrirá feeder.
✓ A chave deve estar sempre ligada,
Normal e Integrada Vila Madalena
✓ Só mexo nesta chave quando o SPAP
fica preso. Eu desligo e religo para ✓ O TAB é desligado na barra CVI
destravar os relés. ✓ Manobra todos os dias às 04h15min -
✓ D08 – painel do SPAP Na hora que o CCO liberar o SPAP
✓ Dentro é operacional: ✓ Abrir as Hs 11, 31 e 41 e deixar em local
✓ Chave liga e desliga – o SPAP fica ✓ É fechado o E11 e F21 para alimentar o
inoperante estacionamento
✓ Chave norma e teste ✓ Às 04h30min exatamente:
✓ Chave estação/integrada a) Abre o F21
b) Abre o E11
c) Fecha as Hs
d) Energiza as vias
A. Teste do SPAP
13. IHM
Normal seriam 3 pessoas:
✓ Toda a BT, retificadora e 22KV.
1. D08
✓ O controle da elétrica fica com o CCO
2. SSO
o – fechado
3. In loco
o – aberto
B. Teste fora da operação comercial o e por dentro preto – teste
✓ Eu não preciso mexer nas chaves o Vermelho e por dentro –
internas alarme grave
✓ Atua o SPAP in loco o Tudo que estiver piscante significa
✓ Liga para a sala do D08 e confirma que está fora do normal
✓ SSO libera o Piscante vermelho – alarme grave –
✓ No trecho de Brigadeiro a Clinicas, em ir à tela de alarme e reconhece.
um determinado dia, pede-se para ✓ SCC Sistema de controle central – CCO
desligar a chave interna e confirmar na comanda
retificadora – painel de alarme – ✓ SCL Sistema de controle local – IHM
supervisão SPAP. controla.
✓ O certo é ligado, normal e integrado. ✓ Para reconhecer um alarme, eu clico em
cima do alarme – ele ir para um banco
C. Teste do SPAP durante a comercial de eventos.
✓ Colocar a chave de dentro em teste ✓ Quando há muitos alarmes, eu ir à
/estação – neste caso quando eu texto o página de alarmes e os reconheço por
SPAP não abrirá feeder. página inteira. Só os que não sumirem
✓ Teste/integrado – quando atuar o SPAP são os que realmente estão
vão abrir os feeders do setor inteiro acontecendo.
✓ Podemos filtrar os alarmes.

12
RESUMO DE ELETRICA – L2

✓ Eventos também podem ser B. Elevador


pesquisados e filtrados.
✓ Não pode estar com nenhum filtro na a) Desligar o disjuntor na casa de
hora de reconhecer o alarme. Se não máquinas no QFEL – disjuntor grande
alguns ficam sem reconhecimento. do lado esquerdo
✓ O E11 abre e não fecha mais, é alarme
grave, tem que equalizar as vias. b) Ao mesmo tempo puxe a manivela
✓ Perdi os meus dois carregadores de amarela – alívio do freio- e gire a
bateria, mas a iluminação está normal – direção amarela. Tem que aparecer o
não espero, ir e desligo o balizamento alinhamento nos cabos de aço
para não gastar.
✓ Perdi os 2 carregadores de bateria,
porque perdi todo o QPD e o diesel não C. VST – ventilação de salas técnicas
assumiu carga na operação comercial. e operacionais
✓ Ir ter que evacuar a estação, porque em O painel do VST (PVST) fica na sala de
30 minutos ir cair o balizamento e a BT- quem alimenta é o QPD. Por PO, a
estação ir ficar no escuro. ventilação das salas técnicas deve ficar ligada.
✓ Ao acabar de evacuar a estação desligo Principalmente a sala das baterias. Nas salas
o balizamento. operacionais POSSO escolher. Os ruídos são
✓ Não ir conseguir evacuar a estação em ocorrências – devo abrir falha
30 minutos, tenho que ir ao balizamento
Ventilação Principal é toda independente
e tirar do temporizador.
CCM VP. Em VMD, tem 2 entradas. Prioritária
✓ Perdi a iluminação da estação, porque
e reserva e um barramento:
eu tive um problema no QGD, só que os
carregadores estão normais, o ✓ 1 sai do QPDA e o outro do QPDB
balizamento ir durar o tempo todo. Para ✓ Falha grave (vermelha) é melhor não
a estação não ficar no escuro. Depois resetar, para a manutenção pode ver.
desligo. ✓ Os exaustores podem trabalhar juntos.
Por ex. E01 e E02, mas tem uma
14. AUXILIARES
pequena temporização na partida.
A. - Canalização – bombas ✓ CCM do túnel fica na saída de
– aguas pluviais e drenagem emergência. No caso de Vila Madalena,
O prioritário sai do CCM VP e o reserva
– esgoto sai de Sumaré.
✓ Cada exaustor tem uma veneziana.
– incêndio
Quando um estiver funcionando a
- consumo veneziana do outro fica fechada
✓ No painel a veneziana pode chamar
registro

Poço de Alívio – alivia a pressão do túnel.


Em condições normais deve ficar aberto.
Fechar em algumas situações de exaustão

13
RESUMO DE ELETRICA – L2

12. Imprimir Programação De Acesso


(PO903-A59) - Sábado a Noite
I – Insuflador – tira o ar de fora e joga para 13. Publicidade (PO910-A01) - Sábado a
dentro Noite
E – Exaustor 14. RESU em Estações Com
Transferência - Todas as Noites
PCL - Painel de comando local 15. Recolhimento Bilhetes Tarjados
(PO204-A90) - Término Comercial
PL – Painel de luz
16. Leitura De Hidrômetros (PO305-
PLT - Painel de luz do túnel A02) - Todas as Manhãs
17. WC Público - Turnos Manhã E Tarde
QF - Quadro de força – Cargas das salas
internas. Por ex. micro-ondas, chuveiro.
OTM2
QFE - Quadro de força para eventos –
estações novas
1. Comunicação Visual - Todos os
Turnos
15. ROTINAS OPERACIONAIS 2. Estrutura/ Inservíveis / Organização
Dos Ambientes - Todos os Turnos
3. Limpeza (PO904-A11) - Todos os
OTM1 Turnos
4. Jardim (PO905-A03) – Avaliação
semanal
1. Acessibilidade - Todos os Turnos
5. Medição De Filas (PO405-A13) -
2. Equipamentos / SSO / Fluxo - Todos
Turnos Manhã e/ou Tarde
os Turnos
6. Leitura De Trafos (PO101-A14) - 1°
3. Kit Primeiros Socorros / DEA
dia de cada mês
(PO501-A09) - Todos os Turnos
7. Retificadora/Auxiliar/Salas Técnicas
4. Manual de PA (PO911-B20) - 5º Dia
(PO105-A21) - Aos Domingos
Do Mês
8. Abrigo Dos Hidrantes / Extintores /
5. Planilha Bicicletário - Turno Tarde
Registro De Recalque (PO303-A03) -
6. Planilha Bicicletas - Todos os Turnos
1º e 15º do Mês
7. Planilha Solicitações Ao CCS - Todos
9. Simulação de Resgate em Elevadores
os Turnos
(PO502-A22) - 5º Dia do Mês - Turno
8. Planilha Animais - Todos os Turnos
Noite
9. Preenchimento Completo Do RDS
10. Saídas em Emergência (PO903-B16)
(PO 903-A31) - Todos os Turnos
- 1º Domingo do Mês
10. Transceptores, Baterias e
11. SFO/ Kit Resgate (PO903-B30) - 1º
Carregadores - Todos Os Turnos
Domingo do Mês
11. Teste de SPAP (PO106-A18) -
Conforme Programação em PO

14

Você também pode gostar