Você está na página 1de 4

LÍNGUA PORTUGUESA Conformativa: TABELA VERDADE

--------------------------------------------- Tudo ocorreu como estava previsto. P Q Result.


PERÍODO COMP. POR COORDENAÇ.: Conparativa:
Aproximou-se,/ observou tudo ao Ele tem estudado como um obstinado. P ^ Q (P e Q) V V V
redor,/ nada disse. - Três Orações Final:
Coordenadas Assindéticas. Sentei-me na primeira fila, a fim de que P v Q (P ou Q) F F F
Aproximou-se/ e observou tudo ao pudesse ouvir melhor. P v Q (Ou P ou Q VV ou FF = F
redor,/ mas nada disse. Proporcional:
1ª oração – oração coordenada assindética. Quanto menos trabalho, tanto menos P → Q (Se... então) V F F
2ª oração – oração coordenada sindética vontade tenho de trabalhar.
P ↔ Q (Se e somente se) VV ou FF = V
aditiva. Temporal: Exemplo Acima.
3ª oração – oração coordenada sindética NEGATIVAS
adversativa. MORFOSSINTAXE: P^Q ~p ou ~q
TIPOS: aditivas (e, nem, como),
1) As flores são um belo presente. PvQ ~p e ~q
adversativas (mas), alternativas
2) Toda mulher aprecia ganhar flores.
(ou...ou), explicativas (isto é) e P→Q P e ~q
3) Gostamos muito do perfume das
conclusivas (logo, portanto).
flores. P↔Q [(p e ~q) ou (q e ~p)]
----------------------------------------------
4) Patrícia gosta muito de flores.
PERÍODO COMP. POR SUBORDIN.: EQUIVALÊNCIAS
5) Nem tudo são flores.
Orações Subordinadas Substantivas P→Q ~P v Q OU Q v ~P
6) Flores, por que sois tão belas?
(cumprem função de substantivo)
1) Enunciado – Suj.Simples.
Tipos: P→Q ~P → ~Q
2)O.D. - Completa o sentido do V.T.D.
Subjetiva - Ocupa função de sujeito.
3)Compl. Nom. -completa “perfume”.
É preciso que o grupo melhore. ARGUMENTAÇÃO
4)O.I. - Completa o sentido do V.T.I.
V.L + Predicativo + O.S.S.Subjetiva Argumento é uma relação que associa um conjunto
5)Predicativo do sujeito,além de caracterizar
Consta que eles já foram presos. de proposições (p1,p2,p3,...pn) ou premissas ou hi-
o sujeito, se liga a este por V.L., conf. um
V.I + O.S.S.Subjetiva. póteses e uma proposição C chamada conclusão.
caso de Pred. Nominal.
Predicativa - ocupa a função do A estrutura lógica das premissas acarretam C.
6) Vocativo – Invoca um chamamento.
predicativo do sujeito. Ex: Todos os cientistas são loucos.
-------------------------------------------
A dúvida é se você virá.     Einstein é cientista.
Suj. + V.L + O.S.S.Predicativa VERBOS:     Einstein é louco (C)
A verdade é que você não virá. Todos os cariocas são alegres.
Suj. + VL + O. S. S. Predicativa Intransitivo: A criança dorme.     Todas as pessoas alegres vão à praia
Objetiva Direta: ocupa a função do V.L: Relaciona o sujeito a seu atributo.     Todos os cariocas vão à praia ©
objeto direto. Completa o sentido de um Indicando estado/mudança de estado. Exemplo (questão): “Toda criança gosta de passear
Verbo Transitivo Direto. O Bebê é/está/ficou calmo. no Metrô de São Paulo.”
Nós queremos que você fique. Transitivo: (sem sentido completo) “Existem crianças que são inteligentes.”
Suj. + VTD + O. S. S. Obj. Direta V.T.Direto: O aluno comprou os livros que
Objetiva Indireta: ocupa a função do havíamos pedido / A bruxa bebeu de sua
objeto indireto. poção mágica. - Objeto direto / Objeto direto
A mulher precisa de que alguém a ajude. com prep. não obrigatória.
Sujeito + VTI + O. S. S. Obj. Indireta V.T.Indireto: Os filhos devem obedecer aos
Completiva Nominal: ocupa a função de pais. V.T.Direto e Indireto: O Jornal
um compl. nominal. dedicou / uma página / à notícia.
Toda criança tem necessidade de que alguém --------------------------------------------
a ame. COLOCAÇÃO PRONOMINAL
Sujeito + VTD + Obj. Dir. + O. S. S. Comp. É o estudo da colocação dos pronomes
Nom. oblíquos átonos (me, te, se, o, a, lhe, nos, Pelo gráfico, observamos claramente que se todas
Apositiva: ocupa a função de um aposto. vos, os, as, lhes) em relação ao verbo. Os as crianças gostam de passear no metrô e existem
Toda a família tem a mesma expectativa: pronomes átonos podem ocupar 3 posições: crianças inteligentes, então alguma criança que gos-
que eu passe no vestibular. antes do verbo (próclise), no meio do ta de passear no Metrô de São Paulo é inteligente.
verbo (mesóclise) e depois do verbo Proposição: Verdadeira/Falsa.
Sujeito + VTD + Objeto Direto + O. S. S.
(ênclise). Esses pronomes se unem aos Argumento Dedutivo: Válido/Inválido.
Apositiva
verbos pois são “fracos” na pronúncia. Argumento Indutivo: não é válido.
Orações Subordinadas Adjetivas
- Mesóclise: Futuro do presente, futuro do Argumento é válido quando sua conclusão é
(possuem valor/função de adjetivo)
pretérito (caçar-me-ão, caçar-me-iam). consequência obrigatória das premissas.
Esta foi uma redação bem-sucedida.
Exceção: palavra atrativa (não me Cespe: É válido o seguinte argumento: Se Ana
Período simples – Subs+Adj.Adn.
convidarão). cometeu um crime perfeito, então Ana não é
Esta foi uma redação que fez sucesso.
- Ênclise: verbos no infinitivo, verbos no suspeita, mas (e) Ana não cometeu um crime
Oração principal + O.S.Adjetiva
imperativo, gerúndio, verbo no início de perfeito, então Ana é suspeita.
Orações Subordinadas Adverbiais
Naquele momento, senti uma das maiores frase. Exceção: gerúndio precedido de
emoções de minha vida. preposição ou palavra atrativa. (em se
Adjunto Adverbial tratando de... /não nos revelando...).
Quando vi a estátua, senti uma das maiores - Próclise – todo o resto.
emoções de minha vida. RACIOCÍNIO LÓGICO
Oração Sub. Adverbial Temporal PROPOSIÇÕES LÓGICAS
Tipos: causais, comparativas, concessivas, Frases exclamativas, interrogativas, imperativas e
condicionais, conformativas, consecutivas, optativas (desejo) não são preposições lógicas.
finais, proporcionais e temporais. Uma proposição lógica é uma oração (com verbo)
Causal: declarativa com dois valores possíveis: V. e Falso.
O fato do enunciado ter falado apenas que “Ana não
A cidade foi alagada porque o rio “Ele é um advogado talentoso” - pronome da 3ª
cometeu um crime perfeito”, não nos diz se ela é
transbordou. pessoa não permite saber “quem é ele”
suspeita ou não. Por isso temos duas possibilidades
Consecutiva: -Paradoxos não são Proposições Lógicas.
(ver bonecos). Logo, a questão está errada, pois
A casa fedia tanto que ela desistiu da -Ou é verdadeira ou falsa. Não há outra poss.
não podemos afirmar, com certeza, que Ana é
compra. suspeita. Logo, o argumento é inválido.
Condicional: Premissas V + Conclusão V = Argum. Válido
Deixe um recado se você não me encontrar Premissas V + Conclusão F = Argum. Inválido
em casa. ---------------------------------------------------------------
Concessiva:
Embora tudo tenha sido planejado, ocorreram
vários imprevistos
PROPOSIÇÕES CATEGÓRICAS (uma já foi util. na primeira). 3.5.4.3.2.1.2 = 720
PROP: “Todo a é B”. NEG: “Algum A não é B”. N=2160+2160-720= 3600 → 3600/5500= 5/7
PROP: “Algum A é B”. NEG: “Nenhum A é B”. Ordem 5/7 é a chance de começar ou terminar com vogal.
--------------------------------------------------------------- das R: a chance de não inic./terminar c/ vogal é de 2/7.
Problema: Os senhores A, B e C concorriam à
liderança de certo partido político. Para escolher o ARRANJO SIMPLES: (ordem importa - pódio)
líder, cada eleitor votou apenas em dois candidatos Quantas “palavras” (com sentido ou não) de 5 letras
de sua preferência. Houve 100 votos para A e B, 80 distintas podemos formar com as 20 primeiras letras
votos para B e C e 20 votos para A e C. Em conse- do nosso alfabeto?
quência, quem venceu? Resolução: A20,5= 20! = 20.19.18.17.16.15 = 1860480
operações com fração: Multiplicação > Divisão > (20-5)! 15!
MMC > Soma > Subtração.
R: venceu B, com 180 RACIOCÍNIO LÓGICO (CONTINUAÇÃO)
votos.
MMC: COMBINAÇÃO SIMPLES:
(ordem do pódio não importa – comissão)
A megassena consiste em uma cartela de 60
números dentre os quais devemos acertar 6 (prêmio
principal), portanto temos uma combinação onde n
= 60 e p = 6, sessenta números tomados seis a
Problema: Dez mil aparelhos de TV foram
seis.
examinados depois de um ano de uso e constatou-
se que 4.000 deles apresentavam problemas de
imagem, 2.800 tinham problemas de som e 3.500
não apresentavam nenhum dos tipos de problema --------------------------------------------------------------
citados. Então o número de aparelhos que TEORIA DOS CONJUNTOS:
apresentavam somente problemas de imagem é: 
Subconjuntos: A={1,3,5,7,9} B={3,7}
B está em A, ou B ⊂ A ou B é Subconjunto de A
Diferença: B - A={5} e A - B={1,2,7}
União (A∪B): Se A={1,2,3,4,7} e B={3,4,5} então
A∪B={1,2,3,4,5,7}.
Intersecção (A∩ B): Se A={1,2,3,4,7} e
B={3,4,5} então A∩ B={3,4}.
Conjunto Complementar: O que sobra da
intersecção, ou seja, CAB={1,2,5,7}. ---------------------------------------------------------------
--------------------------------------------------------------- LEI 8.112/90
Resolução: “x” é a quantidade de TVs que apresen-
tam simultaneamente probl. de Imagem e Som. REGRA DE TRÊS: MODELO BUROCRÁTICO / BUROCRACIA
Portanto, o número de TVs que apresentam apenas Modelo: FIP - Formalidade, Impess., Profission.
problema de imagem deve ser 4000-x. Identificar as grandezas, padronizar medidas
(segundos, metros, etc), localizar x, identificar se as DISFUNÇÕES DA BUROCRACIA: Perda de noção
I + x + S + N = 1000 → x=300 → 4000-x=3700. global/auto-referencialismo (esquecer porque está
--------------------------------------------------------------- grandezas são inversamente ou diretamente ali), lentidão na comunicação e no processo deci-
proporcionais. Exemplo: “Sabe-se que uma má-
OPERAÇÃO COM FRAÇÕES: quina copiadora imprime 80 cópias em 1 minuto e sório, Formalização Excessiva, Preocupação com as
15 segundos. O tempo necessário para que 7 má- regras e não com o resultado, Rigidez e falta de
Adição: MMC da base, soma dividendo. quinas copiadoras, de mesma capacidade que a pri- inovação.
meira citada, possam imprimir 3 360 cópias é de:” Funções do Estado: O poder estatal enquanto uno
e indivisível, se divide em três funções:
Cópias ˅ Tempo ˅ Impressoras ˄ Legislativa, Jurisdicional, Administrativa.
Administração Pública:
80 75 1 I - Conceito:
3360 x 7
a)CONCEITO SUBJETIVO: consiste nos agentes,
Resolução: x = 1 . 3360 = 75x336 = 450seg. órgãos, entidades que desempenham a atividade
75 7 80 7x8 administrativa.
DIVISÃO PROPORCIONAL: b) CONCEITO OBJETIVO: consiste na atividade
pública administrativa desempenhada pelo sujeito
Exemplo: Três técnicos judiciários arquivaram um (agentes, órgãos e entidades públicas).
total de 382 processos, em quantidades inversa- II – Finalidade: Satisfazer o interesse público
Multiplicação: (de lados dif. do “=”, mult.cruzado) mente proporcionais às suas respectivas idades: 28, III – Organização Administrativa:
32 e 36 anos. Nessas condições, é correto afirmar Administração direta (pessoas jurídicas de direito
que o número de processos arquivados pelo mais público, e entidades políticas - podem fazer leis):
velho foi: Resolução: X=28 anos. Y=32. Z=36. União Federal, Estados membros, Distrito Federal,
1 , 1 , 1 → 144. 126, 112 Municípios.
28 32 36 4032 4032 4032 Administração Indireta:
x = arquivou 144 processos. - AUTARQUIAS (pess. jurídicas de direito público):
Y = arquivou 126 processos. criadas por lei, tutela (controle finalístico), desen-
Z = arquivou 112 processos. <--- Resposta. volvem atividades típicas do estado. Ex: INSS
-------------------------------------------------------------- --- Autarquias especiais, como agências reguladoras
Divisão: PERMUTAÇÃO SIMPLES: (COMO ORGANIZAR)
(que podem criar atos normativos abaixo da lei) e
(mantem consórcios públicos.
Escolhendo ao acaso um dentre todos os anagramas- FUNDAÇÕES (personalidade jurídica de direito
primeira, da palavra MASCOTE, a probabilidade de que seja privado que desenvolve atividade de cunho social).
inverte as um que não comece nem termine por vogal é de: Ex: FUNASA (público) / Ex: Fund. Pe. Anchieta (pv.)
Nº Total de anagramas: 7.6.5.4.3.2.1 = 5040 - EMPRESAS PÚBLICAS E ECONOMIAS MISTAS:
seguintes). Número de anagramas que começam com vogal – Criadas por lei, pessoas jurídicas de direito privado.
são sete posições para colocar as letras, e na Serviço Público ou Atividade Econômica.
primeira posição entende-se que só cabem 3 → Empresa Pública x Economia mista:
3.6.5.4.3.2.1 = 2160 anag. inic. c/vogal. Capital Público / Capital misto
Número de anagramas que terminam com vogal – Qualquer forma societária (S.A,LTDA) / S.A.
mesma chance de terminar ou começar = 2160. Justiça Federal / Justiça Estadual
Entre esses, há os que terminam e começam com
vogal. Cabem 3 na primeira posição e 2 na última IV- Princípios da Administração Pública
Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade Exemplos: presidente da republica, prefeito, Servidor estável perde o cargo:
e Eficiência (LIMPE) vereadores, senadores e ministros do STF e TCU. Demissão em virtude de sentença judicial transitada
a)Legalidade: a administração só pode fazer o que a Agentes Administrativos: servidores públicos, em julgado ou mediante PAD;
lei determina ou autoriza. empregados públicos ou servidores temporários. Exoneração mediante procedimento de avaliação
Para os particulares, pode fazer tudo que a lei não Agente Honorífico: Mesários, Jurados. periódica de desempenho ou por limite de gasto
proíba. Agente Delegado: Notários, Interpretes, Leiloeiros. com pessoal. 50% receita liquida de União e 60%
b) Impessoalidade: a administração deverá atuar de Agente Credenciado: credenciados pelo Estado para dos demais entes.
forma objetiva, impessoal. Atuar sem privilégio, representá-lo em situação especifica que deman-
distinção, preconceito, autopromoção pessoal no dam conhecimentos especializados. Agente político não é regido pela lei 8.112/90 e sim,
desempenho da atividade administrativa. pela constituição;
c) Moralidade: a administração deverá agir com Concurso Público: É imprescindível para nomeação Cargo vitalício: membros do MP (promotor) e
ética, boa-fé na atuação e probidade. de cargo efetivo, Será de provas ou provas e títulos; membros da magistratura (juizes);
Instrumentos para defesa da Moralidade: Pode ser realizado em 2 etapas; Função comissionada é só para servidor efetivo;
Ação Popular, Ação Civil Pública de Improbidade Validade de até 2 anos, podendo ser prorrogado Cargo comissionado é para servidor efetivo ou não;
administrativa, Controle externo exercido pelos uma única vez, por igual período; Prover é preencher o cargo;
tribunais de contas, Comissões parlamentares de - Aprovação em concurso não dá direito à posse Só é servidor ao tomar posse, antes é nomeado;
Inquérito (CPIs). mas, se nomeado, tem direito à posse. O STF afirma que não existe direito adquirido em
d) Publicidade: a atividade administrativa deverá ser regime jurídico dos servidores públicos;
em regra pública e acessível ao público. NOMEAÇÃO: Na nomeação se dá o provimento A posse não é um contrato administrativo;
originário de um cargo. Nomeação de servidor sem O mês para o servidor é de 30 dias.
Exceções: Existe situações em que as informações concurso pode ser desfeita antes da posse; Só há
são mantidas sob sigilo. Quando a atuação envolver posse após nomeação, para provimento efetivo ou Tipos de Provimento:
segurança do Estado ou da Sociedade. Do princípio não, em DOU. Originário: só por nomeação, por decreto ou
da publicidade engloba dois subprincípios do direito portaria.
administrativo: Princípio da transparência e Posse Derivado: é o ato de preenchimento de um cargo
Princípio da divulgação oficial. É a investidura em cargo público; Ocorre com quando já existe um vinculo anterior com a
Objetivo da publicidade: Exteriorizar a vontade da a assinatura do respectivo termo em que cons- administração como: promoção, reintegração,
administração pública ta as atribuições, deveres e direitos; O termo da remoção e reversão.
Tonar exigível o conteúdo do ato posse não pode ser alterado unilateralmente; Readaptação: Limitação física.
Desencadear a produção de efeitos do ato Ocorre no prazo de 30 dias da nomeação ou do Horizontal: vencimento, nível de escolaridade,
administrativo término do impedimento; Pode ser feita por pro- especialização mantidos;
Permitir o controle da legalidade curação especifica; Só há posse se existir aprova- Independe de estabilidade ou das limitações terem
e) Eficiência: a administração deverá atuar com ção de inspeção medica; Requisitos para a inves- decorrido de acidente em serviço;
presteza, com perfeição, com rendimento funcional. tidura (art. 5° da 8.112/90): Declaração de não - Reversão: aposentados com menos de 70 anos.
Eficiência seria o modo pelo qual se exerce a acumular cargos, empregos ou funções públicas Por cessação da aposentadoria: Independente de
função administrativa. A eficácia diz respeito aos ilicitamente; Declaração de bens e valores que con- estabilidade ou de cargo em vacância.
meios e instrumentos empregados pelo agente. E a stituem o patrimônio. Se o nomeado não toma A pedido, no interesse da Administração: Voluntária,
efetividade é voltada para os resultados de sua posse no prazo legal, torna-se sem efeito o ato depende de estabilidade, vacância, requisição e
atuação. de nomeação (não é exon. nem demissão). aposentado a menos de 5 anos.
a) Supremacia do interesse público sobre o privado: Recebe remuneração ativa (e não aposentadoria).
Ex.: Desapropriação - Reintegração: cancelamento de demissão por vício
Exercício: É o efetivo desempenho das atribuições
b) Indisponibilidade do interesse público: o agente do processo (dir. retroativos).
do cargo; Ocorre em até 15 dias a partir da posse;
público não pode abdicar do interesse público. - Recondução: servidor estável volta ao cargo de
Para aqueles que entram em exercício titularizando
c) Razoabilidade: bom senso origem ao ser reprovado em estágio probatório.
função de confiança esta data coincide com a pu-
d) Proporcionalidade: Deverá haver adequação Aproveitamento: forma de provimento derivada
blicação do ato de designação, salvo quando o ser-
entre os meio empregados e os objetivos. horizontal por investidura do servidor em dispo-
vidor estiver afastado ou de licença (neste caso não
e) Devido processo legal: é garantia de liberdade. nibilidade em cargo de vencimento e atribuições
poderá exceder 30 dias). As vantagens do cargo e a
equivalentes ao que possuía antes da ociosidade.
contraprestação pecuniária vêm com o exercício;
Lei 8112/90 Disponibilidade decorre de estabilidade (regra);
Jornada de trabalho máxima é de 40 horas sema-
Cada uma das esferas de Governo pode adotar Acompanhamento pelo SIPEC.
nais, sendo o mínimo de 6 horas e o Maximo de 8
qualquer dos regimes jurídicos existentes: Promoção: forma de provimento derivada
horas por dia; Servidor que toma posse e não
estatutário ou celetista. Pode ainda haver adoção vertical, onde ocorre aumento do nível de
entra em exercício dentro do prazo
concomitante de regimes distintos; A Lei 8112/90 complexidade das atribuições e, conseqüentemente,
estabelecido será exonerado ex-ofício.
institui o Regime Jurídico dos servidores públicos do vencimento (verticalidade).
civis da União, Autarquias, inclusive as especiais, e Formas de Vacância:
Estágio Probatório
as Fundações Públicas Federais;
Destina-se a avaliar a aptidão e a capacidade do
Campo de aplicação: somente a União:
servidor para o desempenho do cargo;  Remoção é o deslocamento do servidor no
Executivo: Pres. da República, Ministérios,
Sempre que o servidor mudar de cargo inicia-se âmbito do mesmo quadro, com ou sem mudança de
Autarquias e Fundações Públicas Federais.
novo estágio probatório; sede. A Remoção pode acontecer:
Legislativo: SF e CD;
Fatores de avaliação: "RAPID”: (responsabilidade, - de oficio, no interesse da administração;
Judiciário: Todos os tribunais (exceto TJ dos assiduidade, produtividade, iniciativa, disciplina). - a pedido, a critério da administração;
Estados); E também TCU e MPU (Federal, DFT, Prazo de estágio probatório: 36 meses (STF) ou 24 - a pedido vinculado, independente do interesse da
Trabalho, Militar e Eleitoral). meses (8112/90). Em vigor, 36 meses. administração: saúde, acompanhar cônjuge ou em
Diferença entre Servidor Público e Funcionário O estágio probatório ocorre no cargo e não no ser- virtude de processo seletivo promovido de acordo
Público está no Código Penal e na CF/88. viço publico; A homologação de desempenho do com o órgão onde o servidor esteja lotado.
Cargo: Ocupado pelo Servidor. servidor ocorrerá 4 meses antes do fim do estágio Redistribuição: implica no deslocamento do
Emprego: CLT probatório; O servidor em estágio probatório não cargo de provimento efetivo para outro órgão ou
Função: Atribuição ou conjunto de atribuições. pode receber as licenças: para capacitação profis- entidade do mesmo poder. Sempre acontecerá no
Função de confiança: é exercida exclusivamente por sional, para desempenho de mandato classista e
interesse da administração.
servidor de cargo efetivo, destina-se apenas ás para assuntos particulares; O servidor em estágio Outras formas de vacância: Readaptação. Recon-
atribuições de direção, chefia ou assessoramento probatório pode exercer cargo em comissão ou dução. Promoção. Falecimento. Aposentadoria.
para brasileiros ou estrangeiros na forma da lei. função comissionada; O estágio probatório pode Demissão. Exoneração. Posse em cargo inacum,
Todo cargo ou emprego possui função. Todavia, ficar suspenso por licenças. Vencimento é a retribuição pecuniária pelo
poderá haver função sem ter emprego ou cargo.
exercício do cargo.
Agente Público: toda ou qualquer pessoa, com ou Servidor reprovado em estágio probatório:
Remuneração é o vencimento mais as vantagens
sem vinculo, com ou sem remuneração, - Se estável: será reconduzido ao cargo ante- (gratificações permanentes) de caráter pessoal.
transitoriamente ou não, que exerça uma função do riormente ocupado (Se vago dá-se provimento,
Estado. Se extinto fica em disponibilidade, Se estiver É vedada a acumulação remunerada de cargos
Agente Político – todos aqueles componentes do ocupado, o ocupante fica e o reconduzido será públicos, exceto: A de dois cargos de professor;
governo nos seus primeiros escalões, investidos em aproveitado).
A de um cargo de professor com outro, técnico ou
cargos, empregos, funções, mandatos ou comissões – Se não estável será exonerado.
cientifico; A de dois cargos privativos de médicos.
para o exercício de atribuições constitucionais.
Aos Juizes é vedado ainda que em disponibilidade,
outro cargo ou função, salvo uma de magistério. •Punição branda ou rigorosa;
•Branda: até 30 dias – precedida de sindicância
Exoneração: Dispensa. (término: 30 dias + 30 dias);
Falhar no estágio probatório, não entrar em •Rigorosa: de 31 a 90 dias – precedida de “PAD”
exercício após a posse, por excesso de gasto com (término 60 dias + 60 dias);
pessoasl, não-efetivo (a pedido da autori.). •Por escrito nos assentamentos funcionais;
•Prazo prescricional: 2 anos;
Demissão - sempre motivada - punição: •Cancelamento de registro: 5 anos.
- Por crime, inassiduidade (60 dias interpolados), •Obs.: Conversão em multa: 50% sobre o
improbidade, abandono de cargo, incontinencia/ vencimento ou remuneração diária, proporcionais
conduta escandalosa, insubordinação, Ofensa física, aos dias em que restaria suspenso.
aplicação irregular de dinheiro público, revelação de •Irregularidades: art. 117, inc. XVII, XVIII e negar-
segredo de cargo, lesão ao erário, dilapidação de se a exame médico determinado pela
patrimônio, corrupção, crimes contra licitação, Administração.
acúmulo ilegal de cargos (não decidiu em 10 dias •Este último enseja suspensão por 15 dias, passiva
virou PAD), de “arrependimento”.
•Regra: tudo que deve ser punido com rigor, mas
Vantagens: não cabe demissão, leva a suspensão.
Ajuda de custo: até 3 salários. c) Demissão:
Despesa de mudança (uma para casal). •Punição rigorosa;
Um ano para família receber $$$ do óbito. •Precedida de “PAD” ou Rito Sumário;
Diárias por dia, afastamento da sede em caráter •Rito Sumário para as seguintes irregularidades:
eventual ou transitório. Pela metade se não houver - Acúmulo de cargos: empregos e funções públicas;
pernoite. Não é paga se for característica do cargo. - Inassiduidade habitual: 60 dias, interpolados em
GRATIFICAÇÕES: Retribuição por função de chefia, 12 meses, de ausências injustificadas;
direção ou assessoramento, Cargo em comissão ou - Abandono de cargo: mais de 30 dias consecutivos
função de confiança. de ausências injustificadas
Natalina: 1/12 da rem de dezembro. •Prazo prescricional: 5 anos;
Exonerado recebe proporcional. •Cancelamento de registro: – ;
Adicionais: Insalubre: 10-20% •Irregularidade: art. 117, inc. IX ao XVI e art. 132.
Perigo: 15% - Penoso - 15% d) Cassação de Proventos:
Add. Zona de Fronteira. Raio-x- duas férias de 20 •Cassação de proventos de aposentadoria ou
dias por ano. Hora-extra: 50% sobre normal, disponibilidade em decorrência de irregularidade
máximo duas por dia. Noturno entre 22-5hs, 25% passiva de demissão praticada quando na ativa.
da hora, que equivale a 52:30min. e) Destituição:
1/3 da remuneração nas férias. De cargo em comissão
Férias: Após 12 meses de serviço, máxima De funções de confiança
acumulação de dois períodos. Pago até 2 dias antes
do gozo. Pode ser tirado em até 3 vezes.

Licença para parente doente: presença necessária,


junta médica confirma. 30+30 dias remunerados,
até 90 sem remuneração.
Acompanhar conjuge: indeterminado, sem
remuneração. Exercício provisório: compatibilidade
de cargos.
Serviço militar: não remunerado. Até 30 dias da
baixa deve retornar.
Licença para atividade política: sem remuneração e
opcional entre escolha partidária e registro na J.E.
Remunerada: de 3 meses da inscrição na J.E,
Licença: até 10 dias depois da eleição.
Capacitação com remuneração a cada quinquênio,
até 3 meses.
Interesses particulares: até 3 anos, sem
remuneração, interromp. qualquer momento.
Falecimento de parentes/casamento: 8 dias
Licença médica: 30 dias perito, 30 dias junta,
inspeção para prorrogação ou aposentadoria.
Gestante: 120 dias a partir do 1 dia do nono mes.
Prematuro a partir do parto. Aborto e Natimorto tem
30 dias para voltar. 1h por dia de lactação até 6
meses da criança. Pai: 5 dias.
Mãe adotante: 90 dias.
Prisão: 2/3, 1/2 quando definitiva. Cessa na soltura.

Aux. Natalidade: equivale ao menor salário do ser-


viço público. Paga por natimorto. 50% bonus por
gemeo. 2 pensões: opção.
4. Regime Disciplinar e Processo
Administrativo Disciplinar:
a) Advertência:
•Punição branda;
•Por escrito nos assentamentos funcionais;
•Prazo prescricional: 180 dias
•Cancelamento de registro: 3 anos;
•Procedimento necessário: sindicância;
•Prazo para término da sindicância: 30 dias + 30
dias; •Irregularidades: art. 117, inc. I ao VIII e XIX.
Destituição de comissão: só por susp. ou demis.

b) Suspensão:

Você também pode gostar