Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CURSO DE LICENCIATURA INTERDISCIPLINAR EM


CIÊNCIAS NATURAIS/QUÍMICA
CAMPUS GRAJAÚ

PLANO DE ENSINO
DADOS DA DISCIPLINA
Nome da Disciplina: SEMINÁRIO PARA FORMAÇÃO DOCENTE EM CIÊNCIAS
NATURAIS
Curso: Curso de licenciatura interdisciplinar em Ciências Naturais/Química
Carga Horária Semanal (h/a): 4 Carga Horária Semestral (h/a): 60
Teórica: 4 Teórica: 60 Total: 60
Docente Responsável: Suellen Alves de Azevedo

Ementa
Abordagem histórica da construção da área de ensino de ciências em âmbito nacional e
internacional. A construção da identidade docente para o ensino de ciências. Discussão das
principais ênfases da produção acadêmica em pesquisa da formação da docência em
educação das ciências naturais. Orientação de construção de projetos de pesquisa sobre
trabalho docente em Ciências Naturais. O Professor Pesquisador de sua própria prática e o
Dinamismo do Conhecimento. Identificação de Práticas Pedagógicas desenvolvidas em
diferentes ambientes escolares.

Objetivos Gerais
Esta disciplina objetiva capacitar o aluno a planejar, organizar e executar os seus projetos
de pesquisa na área docente.
Objetivos Específicos
 Exercitar a reflexão e a discussão sobre a especificidade da pesquisa em ciências
naturais
 A partir dos pré-projetos de pesquisa analisar, sua problematização, seu quadro
teórico e instâncias operacionais necessárias para sua viabilização.
 Desenvolver práticas pedagógicas em diferentes ambientes escolares.
Conteúdo Programático
 Senso comum x conhecimento científico.
 Ciência seus métodos e classificação.
 Abordagem histórica da construção da área de ensino de ciências em âmbito
nacional e internacional.
 A construção da identidade docente para o ensino de ciências.
 Etapas de elaboração de um projeto de pesquisa.
 Gêneros textuais acadêmicos.
 Modos de fazer referência e citação.
 Apresentação de trabalhos científicos.
 Apresentação de trabalhos em eventos acadêmicos.
 Tecnologias para apresentação de trabalhos científicos.
 Apresentação de temas relacionados às Ciências naturais por acadêmicos;
Carga Horária Total: 90
ESTRATÉGIAS DE ENSINO E APRENDIZAGEM (METODOLOGIAS DE SALA
DE AULA)
Exposição dialogada do conteúdo, com a utilização de quadro e projetor de mutim como
equipamentos de apoio. Fixação do assunto com exercícios individuais e em grupo.
Pesquisa sobre tema específico com apresentação oral. Estudo dirigido sobre textos
específicos.
O professor, responsável pela disciplina, indicará ajustes e possibilidades de melhoria no
projeto de pesquisa e apresentação de trabalhos.
AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM
Serão usados como critério de avaliação, isolados ou em associação, os seguintes itens:
 Presença durante a realização das aulas;
 Participação em sala de aula;
 Provas escritas;
 Trabalhos, seminários;
 Projeto de pesquisa e apresentação de seminários.
Avaliação

A avaliação será desenvolvida por meio de duas provas subjetivas aplicadas durante
o semestre letivo e apresentação de seminários. As avaliações terão valor total de 10,0
(dez) pontos.
Serão utilizados ainda, aspectos como: participação ativa em atividades
Individuais ou grupo; resolução de exercícios e questionários discursivos em sala
de aula; frequência; pontualidade e interesse demonstrados.

Avaliação de Seminários

Trabalho Escrito
 Capa, Folha de rosto, Resumo, Sumário, Introdução, Objetivo, Desenvolvimento,
Conclusão e Bibliografia (Regras ABNT).
Anexo: Plano de Aula.

Apresentação Oral
Tempo máx.: 30 min.
Equipamentos: Projetor de Slides, Quadro e Pincel.
Pesquisa: Livros, Revistas, Bibliotecas, Internet e entrevistar Professores ou Autoridades
Ambientais.

RECURSOS DIDÁTICOS
 Recursos multimídia;
 Quadro branco, pincéis,
 Livros textos;
 Artigos científicos;
 Estudos de caso.
REFERÊNCIA BÁSICA
BRANDÃO, Carlos R. Repensando a Pesquisa Participante. São Paulo: Editora
Brasiliense, 1987.
CHASSOT, A. Alfabetização científica: questões e desafios para a educação. Ed. Unijuí,
Ijuí, 2000. CHASSOT, A. & OLIVEIRA, R.J. de (orgs.). Ciência, ética e cultura na
educação. Ed. UNISINOS, São Leopoldo, 1998.
FAZENDA, Ivani. A Pesquisa em Educação e as Transformações do Conhecimento.
Campinas: Editora Papirus, 1995. Física na Escola. Publicação da Sociedade Brasileira de
Física.
LUDKE, Menga. Pesquisa em Educação: Abordagens Qualitativas. Porto Alegre: Editora
ArtMed, 1997.
NÓVOA, Antonio. Os Professores e sua Formação. Lisboa: Editora Dom Quixote, 1992.
Revista Brasileira do Ensino de Física. Publicação da Sociedade Brasileira de Física.
THIOLLENT, Michel. Metodologia da Pesquisa-Ação. São Paulo: Cortez Editora, 2000.
REFERÊNCIA COMPLEMENTAR
XAVIER, Antonio Carlos. Como fazer e apresentar trabalhos científicos em eventos
acadêmicos. Recife. Editora Rêspel, 2010.
Data de emissão: 03 / 04 / 2017

Docente responsável Coordenador de Curso

Você também pode gostar