Você está na página 1de 7

pléctica — introdução pléctica

o que é o determinismo clássico? Será um ramo inicial a


linguagem matemática, com as suas entidades abstractas
rebento novo da mecânica, mas é Einstein que comenta
“... na Mecânica Quântica, com os seus estados e
Física, Antropologia, Economia, Sociologia, etc., e que
procura, de acordo com a nossa visão reducionista, os
Introdução
e bem definidas, em oposição à linguagem comum? transições, já não é mesmo possível distinguir claramente poucos, tão poucos quanto possível, elementos simples relegada para as conversas de café. Mas, afinal, não foi a
Independentemente da sua génese, é cada vez mais claro a Física da Química”. que constituem o complexo. A ciência actual, com meia Sociedade Francesa de Física quem recentemente alugou
que há ramificações erradas, no sentido de que não A ciência tem olhado a realidade pela razão, uma visão dúzia de partículas e de interacções, construiu os protões, um café (um café “art nouveau” em Saint-Germain) para
contribuíram para o avanço da ciência ou que procuram estreita uma vez que a emoção, por exemplo, contempla os átomos, as células, as galáxias. A ciência estende agora conversar sobre Física com toda a gente, como parte da
apressadamente refundir-se. Quase no nosso tempo, horizontes mais amplos. A complexidade é uma nova essa construção, sendo a complexidade um novo objecto sua reunião anual? É que as ciências não se podem
sabemos de ramificações que se fizeram e desfizeram: síntese da ciência e talvez aproxime estas duas da ciência. Não se iludam os leitores de Gell-Mann: está ignorar umas às outras. Mais do que isso, o mundo real
até ao fim do século XVII, a Física e a Química eram perspectivas, talvez faça a fusão das duas culturas, em causa ciência dura. está presente na totalidade das ciências.
domí-nios ortogonais, que se reencontraram quando a aproximando o cientista e o filósofo. A complexidade, a O encontro “Fronteiras da Ciência”, incluindo como Na sua comunicação, Gell-Mann aborda a quantificação
Física começa a invadir os domínios das propriedades da meio caminho entre a ordem e o caos, ao tratar a Física e tópicos “Cosmos, Matéria e Complexidade, Vida e Homem, de aspectos que associamos à complexidade, mas
matéria (e a interessar-se menos pela Mecânica Celeste). a Biologia, não pode deixar de nos surpreender: a lei do Sociedade e Futuro” tem, pois, razão de ser. “É necessário apresenta sobretudo algumas reflexões que procuram
Mais de uma década antes de surgir o electrão na Física, aumento da entropia, o aumento da desordem, por um suplementar os estudos especializados com um olhar generalizar este conceito, inquirir da sua génese, prever o
a sua carga elementar e universal era essencialmente lado, e a evolução biológica e social que, por outro lado, muito atento, mesmo que grosseiro, do todo”, diz Murray seu comportamento, procurar noções intuitivas de
considerada apenas na Electroquímica. está associada a transições para níveis mais complexos. Gell-Mann. Acrescenta, no entanto, o que todos bem complexidade, e compreender o modo como esta pode
A Espectroscopia, que nos leva às galáxias mais distantes, Mas, por agora, a complexidade é simplesmente uma sabemos: que o prestígio social e académico recompensa emergir da simplicidade.
é bem Física e Química, tanto na sua génese como nas ciência, com a sua metodologia e a sua instrumentação, os que estudam cuidadosamente alguns aspectos de um
suas aplicações. A Mecânica Quântica surge-nos como um que utiliza as mesmas técnicas abstractas conhecidas da problema, enquanto a discussão do grande conjunto é * Departamento de Física da Universidade de Coimbra,
policarpo@filip3.fis.uc.pt

Murray Gell-Mann * É um prazer comunicar com Coimbra através do sistema efectiva seria o comprimento de uma descrição extrema-
de teleconferência. Lamento muito não poder estar mente comprimida das regularidades de uma determinada
presente pessoalmente, pois gostaria, desde há muito entidade. A compactação — a eliminação da redundância
tempo, de visitar essa antiga e maravilhosa universidade. — é muito importante; de outra forma, o comprimento da
Vamos hoje debruçar-nos sobre o tema a que chamo mensagem preocupar-nos-ia muito pouco.

Pléctica:
pléctica, o estudo da simplicidade e da complexidade. No meu livro “O Quark e o Jaguar” [1], refiro o caso de
No Instituto de Santa Fé, que ajudei a criar, lidamos uma professora primária que pediu aos seus alunos que
principalmente com assuntos que se relacionam com a escrevessem uma redacção de 300 palavras como trabalho
simplicidade e a complexidade. Cheguei ao nome pléctica de casa para o fim de semana. Um aluno, que passou
da seguinte forma. A palavra “complexo” vem de plexus, o fim de semana a brincar na rua (como eu terei feito
que significava originalmente “entrelaçado”, e com-, que quando criança), gatafunhou à pressa já na segunda-feira
significa “uns com outros”, ou seja complexo significa de manhã o seguinte: «Ontem os vizinhos tiveram um
“entrelaçado de uns com outros”. Do mesmo modo, “simples” incêndio na cozinha. Pus a cabeça de fora da janela e
deriva de raízes que significam “dobrados uma única vez”. comecei a gritar “fogo! fogo! fogo! fogo! fogo! fogo!…”».

o estudo da
As palavras latinas que sigificam “entrelaçado” e “dobrado” Escreveu a palavra fogo um número de vezes suficiente
têm a sua origem mais remota na raiz indo-europeia plek-. para cumprir a exigência das 300 palavras da redacção.
Em grego, esta raiz origina plektos, que significa Contudo, ele poderia ter comprimido aquela descrição
“entrelaçado”. Assim, ao usar a palavra plectics estou a dizendo «[…] Pus a cabeça de fora da janela e comecei a
descrever o tema da simplicidade e da complexidade sem gritar “fogo!” duzentos e oitenta vezes», mas a professora

simplicidade
dizer se estou a falar sobre algo simples ou complexo. insistia num ensaio com 300 palavras. Um modo de consi-
Então, o que entendemos por complexidade e pelo seu derar a compactação consiste na utilização do conceito de
oposto, simplicidade? Seriam precisos muitos conceitos, conteúdo algorítmico de informação, com o qual muitos
muitas grandezas, para captar todos os diferentes signi- estão certamente familiarizados. Ele foi definido para uma
ficados implícitos no nosso uso da palavra complexidade. cadeia de bits [2], que é uma cadeia de zeros e uns, ou

e da complexidade
Mas existe um conceito — a que chamo complexidade uma entidade descrita por uma cadeia de zeros e uns.
efectiva — que representa de forma bastante aproximada O conteúdo algorítmico de informação é o comprimento
aquilo que normalmente queremos dizer quando usamos do programa mais curto que pode fazer com que um dado
esta palavra em linguagem vulgar ou no discurso computador universal U imprima aquela cadeia de bits e,
científico. Uma definição não-técnica de complexidade de seguida, termine imediatamente o cálculo.

6 Gazeta de Física Gazeta de Física 7


pléctica pléctica

Qualquer tipo de definição que utiliza o comprimento da que estamos a fazer a distinção entre as regularidades Então, em ambos os casos extremos, para uma cadeia o comportamento de objectos no universo, ou determinar
descrição, mesmo o comprimento de uma descrição muito no padrão e várias outras características da gravata que muito simples e para uma muito desordenada, existe uma comportamentos a assumir pelo sistema adaptável
concisa, envolve sempre uma certa arbitrariedade ou consideramos aleatórias ou acidentais, tais como as complexidade efectiva pequena. A complexidade efectiva complexo: a descrição pode ser melhor ou pior; as
dependência contextual. Estamos a descrever uma dada nódoas de sopa ou as pequenas irregularidades no pode ser grande apenas entre estes extremos, para previsões podem revelar-se verdadeiras ou falsas; a
entidade e a descrição está codificada sob a forma de uma tecido… Estas características não estão incluídas na qualquer coisa que caia entre as situações extremas de prescrição de um determinado comportamento no mundo
cadeia de bits. Obviamente que é relevante o grau de descrição. ordem e desordem, qualquer coisa que tenha muitas real pode resultar em sucesso ou em fracasso, sobrevivên-
pormenor com que descrevemos o objecto. Em Física regularidades diferentes. cia ou desaparecimento. Estas consequências desenvol-
chama-se a isto granularidade grossa. A linguagem na Padrões de gravatas e bits Não há um procedimento matemático bem definido que vidas no mundo real são então devolvidas ao sistema
qual está expressa a descrição original pode também Se nos concentrarmos apenas nas regularidades permita garantidamente encontrar todas as regularidades adaptável complexo, de forma a condicionar os processos
interessar, e o conhecimento e a compreensão do mundo apresentadas pelo padrão desta outra gravata, de uma cadeia de bits ou de uma entidade descrita por ela. internos de selecção entre os vários esquemas em compe-
partilhados com o nosso correspondente são certamente concluímos que, contrariamente à anterior, ela é bastante Em geral, identificamos regularidades através de infor- tição. (Apesar de um esquema ter de possuir algum grau
importantes. Todas estas coisas ajudam a determinar complexa. É uma gravata de Austin, no Texas, pintada mação partilhada, conhecida tecnicamente por informação de estabilidade ou robustez, tem também de ser capaz de
o comprimento da descrição. Quando a descrição é então à mão, e levaria muito tempo a descrever a regularidade mútua. Se processarmos uma cadeia de bits de certa experimentar pequenas variações, sofrer mutações mais
codificada sob a forma de uma cadeia de bits para ser do seu padrão. maneira e verificarmos que, depois, a podemos dividir em drásticas ou mesmo de ser substituível por outro.)
impressa por um computador, passamos a ter uma A sua complexidade efectiva é elevada. Estas gravatas duas ou mais partes e que estas partilham um conjunto de
dependência contextual adicional, devida à convenção estiveram na moda há dois ou três anos, mas agora estão informação, então podemos concluir que existe uma Sistemas adaptáveis complexos e esquemas
utilizada no códico escolhido e também à escolha do fora de moda e regressámos às gravatas simples, muitas regularidade nessa cadeia. Apesar da informação mútua Todos os exemplos de sistemas adaptáveis complexos
computador universal. Mas, se considerarmos toda esta vezes com riscas horizontais em vez de diagonais. ser um diagnóstico da regularidade, ela não nos fornece existentes na Terra, pelo menos todos aqueles que
dependência do contexto, podemos fornecer uma Consideremos agora uma cadeia de bits constituída uma medida do conteúdo algorítmico de informação dessa conhecemos, estão relacionados de alguma forma com a
definição mais técnica da complexidade efectiva: unicamente por uns. Ela é, obviamente, muito simples, regularidade; por isso, a informação mútua é bastante vida, embora não sejam necessariamente formas de vida
o conteúdo algorítmico de informação das regularidades visto que é tão fácil descrever a sua regularidade. Tem distinta da complexidade efectiva. ou mesmo partes ou associações de sistemas vivos. Além
de um objecto. Isto significa que a totalidade do conteúdo uma complexidade efectiva muito pequena tal como um Embora haja mecanismos que permitem identificar disso, têm uma tendência para originar outros sistemas
algorítmico de informação do objecto é dividido em dois baixo conteúdo algorítmico de informação. regularidades, não existe, tal como já indiquei, nenhum adaptáveis complexos.
termos — um que descreve as suas regularidades e outro No outro extremo da escala de conteúdo algorítmico de procedimento matemático que possa garantir a identificação Entre os sistemas adaptáveis complexos do nosso planeta
que descreve as restantes características, que são informação teríamos uma longa cadeia de bits quase sem de todas as regularidades. Então, a complexidade efectiva, encontram-se as reacções químicas pré-bióticas que
consideradas acidentais ou aleatórias. regularidades — uma cadeia de zeros e uns incompressível o conteúdo algorítmico de informação das regularidades, originaram as formas primordiais de vida. Assim, a
depende em parte de quem ou do que descreve o objecto. evolução biológica é um sistema adaptável complexo,
Voltemos às nossas gravatas. Recordemos que, quando tal como o comportamento de cada organismo individual
analisámos a complexidade efectiva dos padrões, ignorá- resultante da evolução biológica. Partes dos organismos
mos os diferentes tipos de manchas. Contudo, suponha- podem também funcionar como sistemas adaptáveis
mos que éramos empregados de uma lavandaria a seco. complexos — por exemplo, o nosso sistema imunológico.
Nesse caso, não daríamos grande importância aos padrões O funcionamento do cérebro humano, conduzindo à
das gravatas; em vez disso, concentrar-nos-iamos nas aprendizagem e ao pensamento individual, é também um
nódoas de sopa, de sangue, de vinho, etc. Estas são as re- sistema adaptável complexo. Podemos também observar
gularidades importantes para o empregado da lavandaria. o comportamento de grupos organizados de pessoas:
O que são os sistemas que identificam regularidades a evolução cultural humana em geral é um sistema adap-
perceptíveis e comprimem a sua descrição numa tável complexo e as organizações humanas, tais como as
mensagem breve? Estes sistemas são aquilo que empresas, evoluem como sistemas adaptáveis complexos.
designamos por sistemas adaptáveis complexos, os Há também sistemas adaptáveis complexos não-vivos.
sistemas que aprendem ou se adaptam ou evoluem do Os nossos computadores são agora suficientemente
mesmo modo que os seres vivos. Cada um de nós é um sofisticados para possibilitar que neles se estabeleçam
sistemas destes, capaz de identificar regularidades sistemas adaptáveis complexos, em geral através da
Grupo fundador do Instituto de Santa Fé. Gell-Mann é o terceiro em baixo, a contar da direita. perceptíveis na cadeia de dados que nos atinge e de utilização de software. Onde está, neste caso, a ligação
distingui-las daquilo que percepcionamos como aleatório com a vida? Bem, existe uma concordância generalizada
Deixem-me usar estas gravatas como exemplo. Aqui no ou “aleatória”, sem regularidades excepto o comprimento. ou acidental, comprimindo de seguida a descrição dessas que os “maníacos dos computadores” que aperfeiçoaram
Novo México usamos estas gravatas tradicionais feitas O seu conteúdo algorítmico de informação é muito regularidades numa mensagem breve. o software para estes sistemas adaptáveis complexos nos
pelos índios locais; mas noutros sítios, em ocasiões algo elevado. Na verdade, ele toma o valor máximo possível Podemos descrever o modo como um sistema adaptável computadores são, de facto, seres vivos!…
mais formais como esta, usaríamos uma gravata normal. para aquele comprimento de cadeia. O programa mais complexo funciona. Ele começa por receber uma cadeia de O que são, então, os esquemas? Consideremos um sistema
Há alguns anos, estas gravatas com riscas diagonais curto para a descrever seria um que dissesse “Escrever” dados sobre o universo, incluindo ele próprio. Certas adaptável complexo muito familiar que envolve muitos
paralelas vermelhas e amarelas estavam muito na moda. seguido pela própria cadeia de bits. Apesar de ter o maior regularidades presentes nos dados são identificadas e seres humanos, nomeadamente o empreendimento
Podemos ver que esta gravata é muito simples. conteúdo algorítmico de informação possível, a sua comprimidas numa mensagem muito curta, a que chamo científico, no qual a maior parte de nós participa.
O comprimento da sua descrição é trivial — podemos complexidade efectiva é novamente muito pequena, uma esquema. Este esquema pode ser usado, conjuntamente Os esquemas são aqui as teorias. As teorias são robustas
fornecer apenas as cores, largura e espaçamento das riscas vez que não possui quaisquer regularidades excepto com alguns dados adicionais presentes na cadeia de dados e sobrevivem, em geral, quando alcançam sucesso na
e a cor de fundo da gravata. Contudo, deve notar-se o comprimento. original, para descrever características do universo, prever previsão das propriedades do mundo real. Quando

8 Gazeta de Física Gazeta de Física 9


pléctica pléctica

Qualquer tipo de definição que utiliza o comprimento da que estamos a fazer a distinção entre as regularidades Então, em ambos os casos extremos, para uma cadeia o comportamento de objectos no universo, ou determinar
descrição, mesmo o comprimento de uma descrição muito no padrão e várias outras características da gravata que muito simples e para uma muito desordenada, existe uma comportamentos a assumir pelo sistema adaptável
concisa, envolve sempre uma certa arbitrariedade ou consideramos aleatórias ou acidentais, tais como as complexidade efectiva pequena. A complexidade efectiva complexo: a descrição pode ser melhor ou pior; as
dependência contextual. Estamos a descrever uma dada nódoas de sopa ou as pequenas irregularidades no pode ser grande apenas entre estes extremos, para previsões podem revelar-se verdadeiras ou falsas; a
entidade e a descrição está codificada sob a forma de uma tecido… Estas características não estão incluídas na qualquer coisa que caia entre as situações extremas de prescrição de um determinado comportamento no mundo
cadeia de bits. Obviamente que é relevante o grau de descrição. ordem e desordem, qualquer coisa que tenha muitas real pode resultar em sucesso ou em fracasso, sobrevivên-
pormenor com que descrevemos o objecto. Em Física regularidades diferentes. cia ou desaparecimento. Estas consequências desenvol-
chama-se a isto granularidade grossa. A linguagem na Padrões de gravatas e bits Não há um procedimento matemático bem definido que vidas no mundo real são então devolvidas ao sistema
qual está expressa a descrição original pode também Se nos concentrarmos apenas nas regularidades permita garantidamente encontrar todas as regularidades adaptável complexo, de forma a condicionar os processos
interessar, e o conhecimento e a compreensão do mundo apresentadas pelo padrão desta outra gravata, de uma cadeia de bits ou de uma entidade descrita por ela. internos de selecção entre os vários esquemas em compe-
partilhados com o nosso correspondente são certamente concluímos que, contrariamente à anterior, ela é bastante Em geral, identificamos regularidades através de infor- tição. (Apesar de um esquema ter de possuir algum grau
importantes. Todas estas coisas ajudam a determinar complexa. É uma gravata de Austin, no Texas, pintada mação partilhada, conhecida tecnicamente por informação de estabilidade ou robustez, tem também de ser capaz de
o comprimento da descrição. Quando a descrição é então à mão, e levaria muito tempo a descrever a regularidade mútua. Se processarmos uma cadeia de bits de certa experimentar pequenas variações, sofrer mutações mais
codificada sob a forma de uma cadeia de bits para ser do seu padrão. maneira e verificarmos que, depois, a podemos dividir em drásticas ou mesmo de ser substituível por outro.)
impressa por um computador, passamos a ter uma A sua complexidade efectiva é elevada. Estas gravatas duas ou mais partes e que estas partilham um conjunto de
dependência contextual adicional, devida à convenção estiveram na moda há dois ou três anos, mas agora estão informação, então podemos concluir que existe uma Sistemas adaptáveis complexos e esquemas
utilizada no códico escolhido e também à escolha do fora de moda e regressámos às gravatas simples, muitas regularidade nessa cadeia. Apesar da informação mútua Todos os exemplos de sistemas adaptáveis complexos
computador universal. Mas, se considerarmos toda esta vezes com riscas horizontais em vez de diagonais. ser um diagnóstico da regularidade, ela não nos fornece existentes na Terra, pelo menos todos aqueles que
dependência do contexto, podemos fornecer uma Consideremos agora uma cadeia de bits constituída uma medida do conteúdo algorítmico de informação dessa conhecemos, estão relacionados de alguma forma com a
definição mais técnica da complexidade efectiva: unicamente por uns. Ela é, obviamente, muito simples, regularidade; por isso, a informação mútua é bastante vida, embora não sejam necessariamente formas de vida
o conteúdo algorítmico de informação das regularidades visto que é tão fácil descrever a sua regularidade. Tem distinta da complexidade efectiva. ou mesmo partes ou associações de sistemas vivos. Além
de um objecto. Isto significa que a totalidade do conteúdo uma complexidade efectiva muito pequena tal como um Embora haja mecanismos que permitem identificar disso, têm uma tendência para originar outros sistemas
algorítmico de informação do objecto é dividido em dois baixo conteúdo algorítmico de informação. regularidades, não existe, tal como já indiquei, nenhum adaptáveis complexos.
termos — um que descreve as suas regularidades e outro No outro extremo da escala de conteúdo algorítmico de procedimento matemático que possa garantir a identificação Entre os sistemas adaptáveis complexos do nosso planeta
que descreve as restantes características, que são informação teríamos uma longa cadeia de bits quase sem de todas as regularidades. Então, a complexidade efectiva, encontram-se as reacções químicas pré-bióticas que
consideradas acidentais ou aleatórias. regularidades — uma cadeia de zeros e uns incompressível o conteúdo algorítmico de informação das regularidades, originaram as formas primordiais de vida. Assim, a
depende em parte de quem ou do que descreve o objecto. evolução biológica é um sistema adaptável complexo,
Voltemos às nossas gravatas. Recordemos que, quando tal como o comportamento de cada organismo individual
analisámos a complexidade efectiva dos padrões, ignorá- resultante da evolução biológica. Partes dos organismos
mos os diferentes tipos de manchas. Contudo, suponha- podem também funcionar como sistemas adaptáveis
mos que éramos empregados de uma lavandaria a seco. complexos — por exemplo, o nosso sistema imunológico.
Nesse caso, não daríamos grande importância aos padrões O funcionamento do cérebro humano, conduzindo à
das gravatas; em vez disso, concentrar-nos-iamos nas aprendizagem e ao pensamento individual, é também um
nódoas de sopa, de sangue, de vinho, etc. Estas são as re- sistema adaptável complexo. Podemos também observar
gularidades importantes para o empregado da lavandaria. o comportamento de grupos organizados de pessoas:
O que são os sistemas que identificam regularidades a evolução cultural humana em geral é um sistema adap-
perceptíveis e comprimem a sua descrição numa tável complexo e as organizações humanas, tais como as
mensagem breve? Estes sistemas são aquilo que empresas, evoluem como sistemas adaptáveis complexos.
designamos por sistemas adaptáveis complexos, os Há também sistemas adaptáveis complexos não-vivos.
sistemas que aprendem ou se adaptam ou evoluem do Os nossos computadores são agora suficientemente
mesmo modo que os seres vivos. Cada um de nós é um sofisticados para possibilitar que neles se estabeleçam
sistemas destes, capaz de identificar regularidades sistemas adaptáveis complexos, em geral através da
Grupo fundador do Instituto de Santa Fé. Gell-Mann é o terceiro em baixo, a contar da direita. perceptíveis na cadeia de dados que nos atinge e de utilização de software. Onde está, neste caso, a ligação
distingui-las daquilo que percepcionamos como aleatório com a vida? Bem, existe uma concordância generalizada
Deixem-me usar estas gravatas como exemplo. Aqui no ou “aleatória”, sem regularidades excepto o comprimento. ou acidental, comprimindo de seguida a descrição dessas que os “maníacos dos computadores” que aperfeiçoaram
Novo México usamos estas gravatas tradicionais feitas O seu conteúdo algorítmico de informação é muito regularidades numa mensagem breve. o software para estes sistemas adaptáveis complexos nos
pelos índios locais; mas noutros sítios, em ocasiões algo elevado. Na verdade, ele toma o valor máximo possível Podemos descrever o modo como um sistema adaptável computadores são, de facto, seres vivos!…
mais formais como esta, usaríamos uma gravata normal. para aquele comprimento de cadeia. O programa mais complexo funciona. Ele começa por receber uma cadeia de O que são, então, os esquemas? Consideremos um sistema
Há alguns anos, estas gravatas com riscas diagonais curto para a descrever seria um que dissesse “Escrever” dados sobre o universo, incluindo ele próprio. Certas adaptável complexo muito familiar que envolve muitos
paralelas vermelhas e amarelas estavam muito na moda. seguido pela própria cadeia de bits. Apesar de ter o maior regularidades presentes nos dados são identificadas e seres humanos, nomeadamente o empreendimento
Podemos ver que esta gravata é muito simples. conteúdo algorítmico de informação possível, a sua comprimidas numa mensagem muito curta, a que chamo científico, no qual a maior parte de nós participa.
O comprimento da sua descrição é trivial — podemos complexidade efectiva é novamente muito pequena, uma esquema. Este esquema pode ser usado, conjuntamente Os esquemas são aqui as teorias. As teorias são robustas
fornecer apenas as cores, largura e espaçamento das riscas vez que não possui quaisquer regularidades excepto com alguns dados adicionais presentes na cadeia de dados e sobrevivem, em geral, quando alcançam sucesso na
e a cor de fundo da gravata. Contudo, deve notar-se o comprimento. original, para descrever características do universo, prever previsão das propriedades do mundo real. Quando

8 Gazeta de Física Gazeta de Física 9


pléctica pléctica

observações realizadas cuidadosamente conduzem do que a nomenclatura inventada por outro cientista. número de possibilidades. Outros teóricos acreditam que
sistematicamente a resultados que não concordam com Por vezes, uma aparente complexidade não reflecte uma há muitas bioquímicas possíveis, das quais temos apenas
a teoria, então esta é modificada ou substituída por outra. complexidade efectiva elevada. Além do comprimento um exemplo aqui na Terra. Se aceitarmos as ideias do
Além do empreendimento científico, no qual os esquemas do programa mais curto que faria um determinado primeiro conjunto de teóricos, a bioquímica tem uma
são as teorias, podemos considerar a evolução biológica, computador universal imprimir a descrição das complexidade efectiva reduzida porque pode ser obtida a
onde os esquemas são os genótipos, e a evolução da regularidades da entidade em questão, temos também de partir das leis da Física. A forma de a obter pode, contu-
sociedade humana, onde os esquemas são as leis, considerar quanto tempo levaria o computador a imprimir do, ser longa, o que implicaria uma boa dose de profundi-
tradições, mitos, costumes, e por aí fora. Estes esquemas a descrição com esse programa simples. Esta propriedade dade lógica. Por outro lado, se os outros teóricos estive-
são constituídos por unidades que Richard Dawkins é conhecida por profundidade lógica das regularidades, rem correctos, a bioquímica na Terra tem uma complexi-
baptizou de memes, que desempenham um papel análogo conforme foi discutido por Charles Bennett. dade efectiva apreciável, visto que dependerá tanto dos
ao dos genes na evolução biológica. Conjuntos de memes acidentes inesperados e casuais da história como da Física
constituem o DNA cultural para a evolução social. Complexidade aparente e complexidade efectiva fundamental.
Voltemos de novo aos sistemas adaptáveis complexos nos Consideremos, por exemplo, os níveis de energia de um Este problema conduz à questão do modo como surge a
computadores. Existem algoritmos genéticos, que se núcleo atómico. As regras que determinam esses níveis de complexidade no Universo. De onde surge a complexidade
baseiam numa analogia muito imperfeita com a evolução energia parecem, à primeira vista, muito complicadas, mas efectiva? Aqueles que estudam as leis fundamentais da
biológica. Existem as designadas redes neuronais, que se acreditamos actualmente que elas se podem obter a partir Física acreditam, tal como eu, que essas leis são extrema-
baseiam numa analogia muito imperfeita com a forma de duas teorias físicas simples: a electrodinâmica quântica mente simples. Existem apenas duas dessas leis.
como se pensa que o sistema nervoso humano — em (a teoria quântica de campos das interacções A primeira é uma teoria unificada de todas as partículas
especial o cérebro — funciona. Mas poderia haver muitos electromagnéticas) e a cromodinâmica quântica (a teoria elementares e de todas as forças da Natureza. Pode ser que
mais. Poderíamos ter dezenas de tipos diferentes de quântica de campos dos quarks e gluões). Acreditamos esta teoria tenha já sido formulada, na forma da maravi-
métodos computacionais adaptáveis e tais métodos não que, se unificássemos estas duas teorias, obteríamos uma lhosa candidata que brotou da teoria das supercordas que
têm de se basear em analogias com modelos do cérebro ou descrição muito pormenorizada dos núcleos atómicos, hoje é conhecida por “Teoria M”. O outro princípio funda- Acidentes congelados e história do Universo
da evolução biológica. Tem de existir uma classe muito incluindo os valores de todos os seus níveis de energia. mental da Física é a condição inicial do Universo, nas O notável escritor argentino Jorge Luís Borges escreveu
vasta de sistemas adaptáveis complexos nos Mas os cálculos são extremamente longos e difíceis nos proximidades do início da sua expansão, há cerca de 10 um pequeno conto intitulado “O Jardim das Encruzilha-
computadores. O que é esta classe? Que membros dessa computadores actualmente existentes, usando métodos mil milhões de anos. Esta pode também ser simples. das”, no qual alguém construiu, sob a forma de jardim,
classe podem ser utilizados para resolver cada tipo de conhecidos de cálculo, e a maior parte deles não foram De facto, algumas ideias específicas têm sido propostas um modelo de histórias ramificadas do Universo.
problema? Sabemos que existem alguns problemas para os ainda efectuados. Este é, pois, um caso em que estamos segundo as quais a condição inicial do Universo poderia Pensemos apenas nos vários acidentes inesperados e casu-
quais os algoritmos genéticos são adequados, enquanto, aparentemente a lidar com algo muito complexo, mas que ser simples. ais que tiveram como resultado nós próprios: a pequena
noutros casos, estes algoritmos não têm utilidade tem, de facto, uma complexidade efectiva reduzida, embora Há cem anos, teríamos dito que, fornecidas a teoria flutuação que produziu a nossa Galáxia; os aconteci-
nenhuma. O mesmo se pode dizer das redes neuronais — possua bastante profundidade lógica. Por outras palavras, fundamental e a condição inicial, poderíamos, em princí- mentos que foram responsáveis pela formação do nosso
há certos problemas de optimização, por exemplo, para o problema envolve um programa curto, mas que está pio, prever toda a história do Universo. Mas hoje sabemos sistema solar; os acidentes que determinaram as caracte-
os quais as redes neuronais funcionam muito bem, mas associado a um tempo de computação muito longo. que não é assim. As nossas teorias são probabilísticas em rísticas da Terra; os acidentes que deram origem à vida,
existem outros para os quais não funcionam. Pode Consideremos agora um caso em que não estamos ainda vez de serem totalmente determinísticas. Por isso, a durante a alvorada da história da Terra; todos os acidentes
demonstrar-se que não existe nenhum sistema adaptável certos se a complexidade aparente reflecte a existência de história do Universo é determinada simultaneamente por associados à evolução biológica que, conjuntamente com
complexo num computador que seja bom para todos os uma grande complexidade efectiva ou de uma grande estes dois princípios fundamentais e pela sequência incon- a selecção natural, conduziram ao aparecimento das
problemas de optimização. Cada um tem o seu domínio profundidade lógica. Constituem as características cebivelmente longa de acidentes inesperados e casuais formas de vida actuais, incluindo os seres humanos;
de aplicabilidade, e é um grande desafio para a teoria universais da bioquímica na Terra um sistema único? Ou com vários resultados possíveis. Antes de cada aconteci- e, depois, os acidentes do espermatozóide e do ovo, da
compreender todas as classes de sistemas adaptáveis há muitos tipos diferentes de bioquímicas possíveis para mento, só estão disponíveis as probabilidades relativas selecção sexual, do desenvolvimento no interior do útero
complexos nos computadores e descobrir qual é o melhor sistemas que se assemelham à vida florescentes noutros associadas aos vários resultados possíveis. Um exemplo e na infância que conduziram a cada um dos adultos que
para cada espécie de problema. planetas, que gravitam em torno de outras estrelas, muito simples retirado da experiência laboratorial é a somos nós.
Devo agora chamar a atenção para o facto de nem toda noutras partes do Universo? Não parece existir nada desintegração radioactiva de um núcleo atómico, com Agora, de entre os acidentes inesperados e casuais da
a gente usar a minha notação. John Holland, o inventor particularmente especial no nosso sistema solar ou no emissão, por exemplo, de uma partícula alfa. A direcção história do Universo, alguns são mais geradores de
original dos algoritmos genéticos e meu colega e amigo, nosso planeta ou, por isso, na vida, que apareceu cedo na segundo a qual essa partícula é ejectada é absolutamente informação mútua, mais geradores de regularidades do
usa uma terminologia diferente. Aquilo a que eu chamo Terra, logo após ter terminado o intenso bombardeamento indeterminável antes de ela ser observada; todas as direc- que outros. A flutuação que deu origem à nossa Galáxia,
sistema adaptável complexo é algo semelhante ao que ele a que esta esteve sujeita. É mais provável, então, que haja ções são igualmente prováveis. No entanto, quando ela é, por exemplo, pode não ser considerada muito importante
designa por modelo interno. Ele usa o termo sistema muitos mais planetas no Universo que possuam qualquer de facto, observada, torna-se fácil descobrir a direcção à escala cósmica, mas, para tudo o que existe nessa galá-
adaptável complexo para designar o que eu chamaria de coisa semelhante à vida, isto é, sistemas adaptáveis segundo a qual foi emitida. xia, é de enorme importância que ela tenha tido oportuni-
agregação fraca de sistemas adaptáveis complexos que complexos com uma química que se assemelha de alguma Podemos pensar nas histórias alternativas do Universo dade de surgir. Da mesma forma, muitos eventos na histó-
se assemelham um aos outros. (Exemplos destes incluem maneira à bioquímica terrestre. Mas terão essas bioquími- como formando uma árvore ramificada, com uma deter- ria da humanidade representam ramificações com conse-
um mercado constituído por investidores e um sistema cas de ser iguais? Ou há uma vasta gama de possíveis minada probabilidade associada a cada um dos ramos. quências de enorme relevância para a história futura da
ecológico constituído por organismos.) Ao usarmos bioquímicas? Não sabemos realmente e os especialistas À medida que o tempo passa e uma dada ramificação é humanidade na Terra.
diferentes terminologias, estamos ambos a ilustrar não estão de acordo nesta matéria. atingida, um dos seus ramos é seleccionado. Contudo, Hoje em dia, os historiadores gostam de referir Annie
o famoso adágio que afirma que um cientista mais Alguns deles pensam que os constrangimentos fundamentais antes da ramificação surgir, existem apenas probabilidades Oakley, a famosa mulher pistoleira do elenco do
facilmente usaria a escova de dentes de outra pessoa da Física limitam as bioquímicas a apenas um reduzido para as diferentes alternativas. espectáculo “Buffalo Bill Cody’s Wild West Show”, que

10 Gazeta de Física Gazeta de Física 11


pléctica pléctica

observações realizadas cuidadosamente conduzem do que a nomenclatura inventada por outro cientista. número de possibilidades. Outros teóricos acreditam que
sistematicamente a resultados que não concordam com Por vezes, uma aparente complexidade não reflecte uma há muitas bioquímicas possíveis, das quais temos apenas
a teoria, então esta é modificada ou substituída por outra. complexidade efectiva elevada. Além do comprimento um exemplo aqui na Terra. Se aceitarmos as ideias do
Além do empreendimento científico, no qual os esquemas do programa mais curto que faria um determinado primeiro conjunto de teóricos, a bioquímica tem uma
são as teorias, podemos considerar a evolução biológica, computador universal imprimir a descrição das complexidade efectiva reduzida porque pode ser obtida a
onde os esquemas são os genótipos, e a evolução da regularidades da entidade em questão, temos também de partir das leis da Física. A forma de a obter pode, contu-
sociedade humana, onde os esquemas são as leis, considerar quanto tempo levaria o computador a imprimir do, ser longa, o que implicaria uma boa dose de profundi-
tradições, mitos, costumes, e por aí fora. Estes esquemas a descrição com esse programa simples. Esta propriedade dade lógica. Por outro lado, se os outros teóricos estive-
são constituídos por unidades que Richard Dawkins é conhecida por profundidade lógica das regularidades, rem correctos, a bioquímica na Terra tem uma complexi-
baptizou de memes, que desempenham um papel análogo conforme foi discutido por Charles Bennett. dade efectiva apreciável, visto que dependerá tanto dos
ao dos genes na evolução biológica. Conjuntos de memes acidentes inesperados e casuais da história como da Física
constituem o DNA cultural para a evolução social. Complexidade aparente e complexidade efectiva fundamental.
Voltemos de novo aos sistemas adaptáveis complexos nos Consideremos, por exemplo, os níveis de energia de um Este problema conduz à questão do modo como surge a
computadores. Existem algoritmos genéticos, que se núcleo atómico. As regras que determinam esses níveis de complexidade no Universo. De onde surge a complexidade
baseiam numa analogia muito imperfeita com a evolução energia parecem, à primeira vista, muito complicadas, mas efectiva? Aqueles que estudam as leis fundamentais da
biológica. Existem as designadas redes neuronais, que se acreditamos actualmente que elas se podem obter a partir Física acreditam, tal como eu, que essas leis são extrema-
baseiam numa analogia muito imperfeita com a forma de duas teorias físicas simples: a electrodinâmica quântica mente simples. Existem apenas duas dessas leis.
como se pensa que o sistema nervoso humano — em (a teoria quântica de campos das interacções A primeira é uma teoria unificada de todas as partículas
especial o cérebro — funciona. Mas poderia haver muitos electromagnéticas) e a cromodinâmica quântica (a teoria elementares e de todas as forças da Natureza. Pode ser que
mais. Poderíamos ter dezenas de tipos diferentes de quântica de campos dos quarks e gluões). Acreditamos esta teoria tenha já sido formulada, na forma da maravi-
métodos computacionais adaptáveis e tais métodos não que, se unificássemos estas duas teorias, obteríamos uma lhosa candidata que brotou da teoria das supercordas que
têm de se basear em analogias com modelos do cérebro ou descrição muito pormenorizada dos núcleos atómicos, hoje é conhecida por “Teoria M”. O outro princípio funda- Acidentes congelados e história do Universo
da evolução biológica. Tem de existir uma classe muito incluindo os valores de todos os seus níveis de energia. mental da Física é a condição inicial do Universo, nas O notável escritor argentino Jorge Luís Borges escreveu
vasta de sistemas adaptáveis complexos nos Mas os cálculos são extremamente longos e difíceis nos proximidades do início da sua expansão, há cerca de 10 um pequeno conto intitulado “O Jardim das Encruzilha-
computadores. O que é esta classe? Que membros dessa computadores actualmente existentes, usando métodos mil milhões de anos. Esta pode também ser simples. das”, no qual alguém construiu, sob a forma de jardim,
classe podem ser utilizados para resolver cada tipo de conhecidos de cálculo, e a maior parte deles não foram De facto, algumas ideias específicas têm sido propostas um modelo de histórias ramificadas do Universo.
problema? Sabemos que existem alguns problemas para os ainda efectuados. Este é, pois, um caso em que estamos segundo as quais a condição inicial do Universo poderia Pensemos apenas nos vários acidentes inesperados e casu-
quais os algoritmos genéticos são adequados, enquanto, aparentemente a lidar com algo muito complexo, mas que ser simples. ais que tiveram como resultado nós próprios: a pequena
noutros casos, estes algoritmos não têm utilidade tem, de facto, uma complexidade efectiva reduzida, embora Há cem anos, teríamos dito que, fornecidas a teoria flutuação que produziu a nossa Galáxia; os aconteci-
nenhuma. O mesmo se pode dizer das redes neuronais — possua bastante profundidade lógica. Por outras palavras, fundamental e a condição inicial, poderíamos, em princí- mentos que foram responsáveis pela formação do nosso
há certos problemas de optimização, por exemplo, para o problema envolve um programa curto, mas que está pio, prever toda a história do Universo. Mas hoje sabemos sistema solar; os acidentes que determinaram as caracte-
os quais as redes neuronais funcionam muito bem, mas associado a um tempo de computação muito longo. que não é assim. As nossas teorias são probabilísticas em rísticas da Terra; os acidentes que deram origem à vida,
existem outros para os quais não funcionam. Pode Consideremos agora um caso em que não estamos ainda vez de serem totalmente determinísticas. Por isso, a durante a alvorada da história da Terra; todos os acidentes
demonstrar-se que não existe nenhum sistema adaptável certos se a complexidade aparente reflecte a existência de história do Universo é determinada simultaneamente por associados à evolução biológica que, conjuntamente com
complexo num computador que seja bom para todos os uma grande complexidade efectiva ou de uma grande estes dois princípios fundamentais e pela sequência incon- a selecção natural, conduziram ao aparecimento das
problemas de optimização. Cada um tem o seu domínio profundidade lógica. Constituem as características cebivelmente longa de acidentes inesperados e casuais formas de vida actuais, incluindo os seres humanos;
de aplicabilidade, e é um grande desafio para a teoria universais da bioquímica na Terra um sistema único? Ou com vários resultados possíveis. Antes de cada aconteci- e, depois, os acidentes do espermatozóide e do ovo, da
compreender todas as classes de sistemas adaptáveis há muitos tipos diferentes de bioquímicas possíveis para mento, só estão disponíveis as probabilidades relativas selecção sexual, do desenvolvimento no interior do útero
complexos nos computadores e descobrir qual é o melhor sistemas que se assemelham à vida florescentes noutros associadas aos vários resultados possíveis. Um exemplo e na infância que conduziram a cada um dos adultos que
para cada espécie de problema. planetas, que gravitam em torno de outras estrelas, muito simples retirado da experiência laboratorial é a somos nós.
Devo agora chamar a atenção para o facto de nem toda noutras partes do Universo? Não parece existir nada desintegração radioactiva de um núcleo atómico, com Agora, de entre os acidentes inesperados e casuais da
a gente usar a minha notação. John Holland, o inventor particularmente especial no nosso sistema solar ou no emissão, por exemplo, de uma partícula alfa. A direcção história do Universo, alguns são mais geradores de
original dos algoritmos genéticos e meu colega e amigo, nosso planeta ou, por isso, na vida, que apareceu cedo na segundo a qual essa partícula é ejectada é absolutamente informação mútua, mais geradores de regularidades do
usa uma terminologia diferente. Aquilo a que eu chamo Terra, logo após ter terminado o intenso bombardeamento indeterminável antes de ela ser observada; todas as direc- que outros. A flutuação que deu origem à nossa Galáxia,
sistema adaptável complexo é algo semelhante ao que ele a que esta esteve sujeita. É mais provável, então, que haja ções são igualmente prováveis. No entanto, quando ela é, por exemplo, pode não ser considerada muito importante
designa por modelo interno. Ele usa o termo sistema muitos mais planetas no Universo que possuam qualquer de facto, observada, torna-se fácil descobrir a direcção à escala cósmica, mas, para tudo o que existe nessa galá-
adaptável complexo para designar o que eu chamaria de coisa semelhante à vida, isto é, sistemas adaptáveis segundo a qual foi emitida. xia, é de enorme importância que ela tenha tido oportuni-
agregação fraca de sistemas adaptáveis complexos que complexos com uma química que se assemelha de alguma Podemos pensar nas histórias alternativas do Universo dade de surgir. Da mesma forma, muitos eventos na histó-
se assemelham um aos outros. (Exemplos destes incluem maneira à bioquímica terrestre. Mas terão essas bioquími- como formando uma árvore ramificada, com uma deter- ria da humanidade representam ramificações com conse-
um mercado constituído por investidores e um sistema cas de ser iguais? Ou há uma vasta gama de possíveis minada probabilidade associada a cada um dos ramos. quências de enorme relevância para a história futura da
ecológico constituído por organismos.) Ao usarmos bioquímicas? Não sabemos realmente e os especialistas À medida que o tempo passa e uma dada ramificação é humanidade na Terra.
diferentes terminologias, estamos ambos a ilustrar não estão de acordo nesta matéria. atingida, um dos seus ramos é seleccionado. Contudo, Hoje em dia, os historiadores gostam de referir Annie
o famoso adágio que afirma que um cientista mais Alguns deles pensam que os constrangimentos fundamentais antes da ramificação surgir, existem apenas probabilidades Oakley, a famosa mulher pistoleira do elenco do
facilmente usaria a escova de dentes de outra pessoa da Física limitam as bioquímicas a apenas um reduzido para as diferentes alternativas. espectáculo “Buffalo Bill Cody’s Wild West Show”, que

10 Gazeta de Física Gazeta de Física 11


pléctica

acidentes congelados se sobrepõe à sua eliminação,


surgem então coisas cada vez mais complexas com
o decorrer do tempo. Não é, naturalmente, verdadeiro que
cada coisa individual se torne mais complexa. Longe
disso; por exemplo, organismos e civilizações morrem
e ficam, obviamente, muito menos complexos nesse
processo. Mas o que podemos afirmar é que, em muitos
casos, o conteúdo de complexidade tende a crescer à
medida que o tempo passa, de tal forma que são produzi-
das entidades cada vez mais complexas.
O aparecimento com o tempo de entidades progressiva-
mente mais complexas não é, de forma nenhuma,
incompatível com a famosa segunda lei da Termodinâmi-
ca, que afirma que a desordem média, a entropia, de um
sistema fechado tem tendência para aumentar com o
tempo. Mas isso é assim no caso da desordem média —
esteve em digressão pela Europa em 1889. Num dos não há nada que impeça a existência de mecanismos de
números do espectáculo, Annie Oakley propunha-se, com auto-organização capazes de produzir ordem local a
um tiro, fazer saltar parte de um charuto da boca de um expensas de uma maior desordem noutro lugar.
espectador que se oferecesse como voluntário. Conhecemos muitos mecanismos de auto-organização,
Normalmente, ninguém se oferecia voluntariamente para por exemplo a atracção gravitacional, que produziu as
esta experiência arriscada, e o seu marido, também ele um galáxias, estrelas, planetas, rochas, etc.
famoso atirador, saltava para a frente com o seu charuto. Do mesmo modo, temperaturas baixas originam formas
Annie Oakley acertava nas cinzas do charuto do seu belas e regulares como os cristais ou os flocos de neve.
marido e a assistência aplaudia. Mas em Berlim, em 1889, Deixem-me concluir colocando uma interrogação sobre
surgiu um voluntário da audiência — o Kaiser. Ele estava o futuro. Continuarão a surgir no Universo coisas cada
no trono há pouco mais de um ano quando se ofereceu vez mais complexas? Bem, nós não temos a certeza,
para ser a vítima do número de destreza de Annie Oakley. mas podemos especular. Muitos físicos teóricos acreditam,
Ela estava preocupada com a sua pontaria — tinha bebido apesar de até agora as experiências não o terem ainda
muito — mas não teve escolha. O Kaiser retirou a cinta do provado, que acabará por se descobrir que o protão é
seu caro havano, aparou-lhe a ponta com o seu cortador instável. Se for assim, então os núcleos atómicos são
de prata, colocou-o na boca e acendeu-o. Annie apontou instáveis, com tempos de vida talvez da ordem de
à extremidade do charuto e acertou nas cinzas. Ela não grandeza de 1035 anos (isto é, um um seguido de 35 zeros
matou o Kaiser, mas o que aconteceria se o tivesse feito? - um número enorme de anos). Passado algum desse
A História teria sido provavelmente bastante diferente. tempo, grande parte dos núcleos teria desaparecido e
A Primeira Guerra Mundial teria sido muito diferente — os átomos e as moléculas teriam desaparecido também.
de facto, poderia nunca ter acontecido — e por aí fora. A maioria das regularidades com que estamos familiari-
Aqui temos um exemplo de um acidente congelado, um zados teria desaparecido e poderia então acontecer que
acontecimento casual que produz uma grande quantidade entidades mais complexas não continuassem a surgir.
de informação mútua futura numa porção do Universo De facto, o conteúdo de complexidade poderia começar
que nos interessa. a encolher quando a maior parte dos núcleos tivesse
Podemos agora responder à pergunta: porque é que há, desaparecido. Contudo, este não é assunto que nos deva
em tantos domínios da experiência, uma tendência para preocupar de imediato. Temos hoje em dia, certamente,
que, à medida que o tempo passa, surjam entidades cada preocupações muito mais prementes!...
vez mais complexas? As leis fundamentais da Natureza,
como vimos, são muito simples, incluindo a condição * Santa Fe Institute, Santa Fé, E. U. A.
inicial do Universo, mas essas leis são probabilísticas.
(Subtítulos da responsabilidade da redacção)
A evolução histórica dá-se numa árvore ramificada de
probabilidades, com acidentes junto às ramificações. NOTAS
Alguns desses acidentes — os acidentes congelados — [1] “O Quark e o Jaguar: Aventuras no Simples e no Complexo”, Gradiva, Lisboa, 1997.
são mais importantes do que outros. À medida que o [2] bit = binary digit, em português, algarismo binário.
tempo flui, mais e mais acidentes congelados podem ser
acumulados, tornando possível a emergência de mais Crédito da figura da página 11:
e mais regularidades. Se a acumulação de resultados de G. Frazer, E. Lillestøl e I. Sellevag, “À Descoberta do Definito”, Bertrand, Lisboa, 1995.

12 Gazeta de Física
artigos
Uma normal
muito
anormal
na
ro
lam J. P. Silva *
A. J. Silvestre **

A linha da força de reacção normal a um plano tem sempre de


passar pelo centro da massa do corpo? Neste artigo, os autores
sustentam que não é forçoso que assim aconteça, e propõem um método
de explicação que é simultaneamente pedagógico e divertido.

Introdução
O objectivo deste artigo é apresentar um método completamente absurdas que derivam do diagrama de
pedagógico e lúdico de explicar aos alunos que a linha de corpo livre proposto pelos alunos para descrever o
acção da força de reacção normal a um plano não tem equilíbrio estático de um corpo sobre um plano inclinado
forçosamente que passar pelo centro de massa (CM) do com atrito (ver Fig. 1).
corpo. Esta questão põe-se, por exemplo, no caso de um
objecto colocado sobre um plano inclinado e deve ser
discutida após o estudo da dinâmica de rotação.
Naturalmente, é sempre possível apresentar a solução
correcta do problema ab initio. Contudo, verificámos que
muitos alunos de mecânica do ensino superior (que, na
maioria dos casos, já foram confrontados com a solução
correcta do problema) continuam a desenhar a reacção
normal do plano sobre o corpo no centro de massa do
corpo. Surpreendentemente, uma grande percentagem
destes alunos desenha correctamente a força de atrito
paralela ao plano e na linha que separa o corpo do plano
(ver Fig. 1). Figura 1 — Diagrama de corpo livre proposto frequentemente pelos alunos para
Este facto levou-nos a ensaiar um jogo no qual o o estudo do equilíbrio estático de um objecto sobre um plano inclinado. O que
professor e os alunos vão obtendo sucessivas conclusões está mal?

Gazeta de Física 13

Você também pode gostar