Você está na página 1de 2

Nome Completo: GABRIELLY FERREIRA MOTA RGM: 26441501

Instituição: UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL Data: 13/11/2021


Curso: PEDAGOGIA
Disciplina: ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM GESTÃO
EDUCACIONAL - 100h

Atenção: Consulte o arquivo de orientações para ler a proposta desta atividade. O texto
deve ter de 25 a 30 linhas.

A educação inclusiva tem sido um grande desafio para políticas públicas


quanto para educação. Logo, a educação inclusiva promove condições para que o aluno
com deficiência possam fazer parte do ambiente escolar de práticas educativas
acolhedoras. De acordo com estatuto a educação no que diz respeito às crianças com
deficiência, ressalta o compromisso social que exemplifica a necessidade da elaboração
de um sistema educacional consistente vinculados a projetos educacionais e políticos,
que engloba a formação humana na sociedade.

Vigotski (1997) argumentava em seus escritos, no que tange à educação


como distintiva do desenvolvimento e com acentuada atenção no ensino escolar, que o
ensino direcionado à criança com deficiência deveria estar firmado nas mesmas
concepções de desenvolvimento humano ou desenvolvimento cultural de qualquer
indivíduo. Os estudos deste autor se apresentam de maneira considerável e intencional
na contemporaneidade pelo modo de contemplar a deficiência, o desenvolvimento, a
educação e de interligá-los.

Atualmente, os esforços relacionados às projeções de transformações das


condições existentes de acesso, progressão e permanência na escola pública são
evidentes e é importante destacar as conquistas que marcaram toda a área da educação,
inclusive da educação especial. Kassar (2011) afirma que por conta da escolha de
programas dependentes de investimentos, os desafios se tornam evidentes e acaba-se
por contar com uma única forma de atendimento àqueles alunos com deficiência, que
não supre as demandas e características. É importante unir teoria e prática, levando-se
em consideração a perspectiva histórico-cultural e também a individualidade e
singularidade de cada aluno.
Nesse contexto, a educação inclusiva é um grande desafio para
desenvolvimento das práticas escolares e para os professores pois é necessário
disseminar ensinamentos sobre a prática inclusiva nas salas de ensino regular,
realizando reflexões e estimulando o processo de ensino e aprendizagem destacando os
valores sociais da inclusão. Assim, criar projeto para estimular o inclusão social dos
alunos especiais, eliminando barreias para participação em conjunto de acordo com as
necessidades específicas promovendo autonomia através da educação inclusiva.

Referências

Débora DAINEZ; Ana Luiza Bustamante SMOLKA. A função social da escola em


discussão, sob a perspectiva da educação inclusiva. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 45,
e187853, 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1678-4634201945187853.
KASSAR, Mônica de Carvalho Magalhães. Percursos da constituição de uma política
brasileira de educação especial inclusiva. Revista Brasileira de Educação Especial,
Bauru, v. 17, n. esp. p. 41-58, 2011. Disponível em:
<http://www.scielo.br/pdf/rbee/v17nspe1/05.pdf>.
MARINHO, Carla Cristina; OMOTE, Sadao. Concepções de futuros professores a
respeito da Educação Inclusiva e Educação Especial. Revista Educação Especial,
vol. 30, núm. 59, septiembre diciembre, 2017, pp. 629-641.
VYGOTSKI, Lev Semyonovich. Obras escogidas, v. V. Madrid: Visor, 1997.

Você também pode gostar