Você está na página 1de 14

www.qconcursos.

com

1 Q1686325 Pedagogia > Temas Educacionais Pedagógicos , A Didática e o Processo de Ensino e Aprendizagem
Ano: 2021 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: SEED-PR Prova: CESPE / CEBRASPE - 2021 - SEED-PR - Professor - Conhecimentos

Básicos

A relação de con ança entre o professor e o pedagogo permite o estabelecimento de apoio mútuo entre esses pro ssionais,
do que resultam trocas positivas de experiências para o aprimoramento do processo de ensino e aprendizagem. Acerca da
parceria entre esses dois pro ssionais, assinale a opção correta.

A observação de sala de aula fortalece a con ança entre os envolvidos desde que seja, necessariamente, planejada
A
pelo professor e executada pelo pedagogo.

O conhecimento do cotidiano da sala de aula visa à superação de uma realidade voltada para números e frequência,
B
de modo a proporcionar ações planejadas em conjunto.

O professor é o responsável por de nir os propósitos da observação, enquanto os aspectos a serem observados são
C
de nidos pelo pedagogo, sendo a proposta de ações de nida em comum acordo.

Na observação de sala de aula, cabe ao pedagogo a parte teórica, e ao professor, a aplicação de metodologias ativas,
D
procurando o aprimoramento do processo de ensino e aprendizagem.

Primeiramente, o professor de ne os critérios de observação e planeja as ações pedagógicas em sala de aula e, em


E
seguida, o pedagogo avalia a qualidade desse trabalho, propondo medidas para aperfeiçoamento dessas ações.

2 Q1686324 Pedagogia > Legislação da Educação , Base Nacional Comum Curricular - BNCC
Ano: 2021 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: SEED-PR Prova: CESPE / CEBRASPE - 2021 - SEED-PR - Professor - Conhecimentos

Básicos

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) preconiza que as decisões pedagógicas estejam dirigidas para o
desenvolvimento de competências. Assim, o que os estudantes devem saber, para que sejam provocados a fazer uso
desses conhecimentos, deve ser explicitado pelas competências que referenciam as ações necessárias para a garantia das
aprendizagens essenciais. A respeito do desenvolvimento de competências na educação, assinale a opção correta.

A comparação de competências aos recursos, ao saber-fazer e ao saber-ser evidencia a perspectiva da construção


A
pessoal.

B O estudante se torna competente ao realizar o somatório de conhecimentos, habilidades e valores.

O desenvolvimento de competências fortalece as ações que asseguram as aprendizagens, superando a dicotomia


C
teoria-prática e enraizando os valores educativos.

As competências indicam, de maneira clara, o que deve ser ensinado aos estudantes para permitir-lhes alcançar
D
sucesso pessoal e pro ssional.

E Ao descrever as ações, o saber-fazer explica e possibilita as decisões pedagógicas e seu êxito.

Direito da Criança e do Adolescente - Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) - Lei nº 8.069 de 1990 >
3 Q1686323
Crimes e Infrações Administrativas do ECA , Crimes Praticados contra a Criança e o Adolescente
Ano: 2021 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: SEED-PR Prova: CESPE / CEBRASPE - 2021 - SEED-PR - Professor - Conhecimentos

Básicos

Texto CB1A1-I
     Há quem valorize, mas também quem subestime o poder das férias. Pais de alunos pedem aos professores para passar
atividades a serem feitas nos meses de férias, e os próprios docentes aproveitam os dias sem aulas para estudar e planejar
o próximo semestre. Manter a mente funcionando é ótimo. Mas descansar, além de bom, é necessário, segundo médicos e
especialistas. 
   De acordo com Li Li Min, neurologista da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Campinas, o cérebro tem
redes que exercem diferentes funções: algumas que fazem a pessoa enxergar, outras que nos ajudam a nos organizar, lidar
com di culdades, elaborar estratégias. Em situações de estresse — quando nosso organismo acha que estamos sob
ameaça, de alguma maneira, ou sob pressão intensa —, “alguns circuitos particulares no cérebro são ativados, que são os
de sobrevivência. O corpo ca de prontidão, alerta para enfrentar qualquer situação. Só que esse é um estado que você
precisa ativar e desativar”, indica.
     O que acontece com o indivíduo que trabalha por longas jornadas, sem tirar férias, é que esse estado de alerta nunca é
desligado. “Se você ca muito tempo nessa tensão, o seu organismo e o seu cérebro não conseguem voltar ao estado
normal”, alerta Li Li Min. “Ligado nesse circuito de estresse, ele não consegue ativar as funções de criatividade ou
elaboração, porque está focado na sobrevivência. Esse é um con ito perigoso”. Por isso descansar é tão importante.
    A doutora Gislaine Gil, coordenadora do curso Cérebro Ativo do hospital Sírio Libanês, em São Paulo, explica que essa é
uma primeira vantagem das férias: a ausência de tensão. “Diante da pressão dos prazos de entrega de trabalhos e provas,
aumenta a ansiedade de professores e alunos. A ansiedade aumenta o índice de cortisol no nosso organismo, uma
substância liberada pelo hipotálamo”. Com isso, temos uma sensação de desconforto e chegamos a sentir dores musculares
e nas costas. Nas férias, com a ausência da ansiedade e consequentemente do cortisol, o humor da pessoa melhora, e ela
ca mais disposta e relaxada. 
     Mas há outras vantagens. Durante as férias, a qualidade do sono melhora, já que também se costuma dormir mais horas:
não há tanta necessidade de acordar cedo ou tarefas que te deixam até tarde da noite acordado. Isso também é bené co ao
cérebro.
Paula Peres. Por que o cérebro precisa de descanso? In: Revista Nova Escola.
Internet: <novaescola.org.br> (com adaptações)

A pedido da direção de determinada escola da rede de ensino estadual e com a autorização do conselho escolar e da
associação de pais e mestres, com a intenção de coibir o ingresso de armas e drogas na escola, servidores da escola têm
revistado, quase sempre, todos os alunos, indiscriminadamente, abrangendo revista pessoal e de bolsas, pastas e mochilas,
tanto na ocasião da entrada dos alunos na escola quanto a qualquer momento, mesmo com os alunos já em sala de aula. De
acordo com as disposições do Estatuto da Criança e do Adolescente, a referida conduta dos servidores no ambiente escolar
é

permitida, uma vez que, consentida pela escola, pelas famílias e pela comunidade, pode reduzir drasticamente os
A
índices de violência tanto dentro quanto fora do recinto escolar, o que bene cia toda a comunidade.

uma prática aparentemente abusiva, mas necessária à segurança coletiva, pois a sensação de desconforto causada
B
aos alunos é transitória, enquanto a solução para o problema da violência na escola é efetiva.

uma prática arbitrária do Estado, porém que se justi ca em prol do interesse coletivo de segurança, na medida em que
C
não atinge qualquer direito ou garantia constitucional.

permitida, desde que todos os alunos sejam tratados indiscriminadamente de modo igual, sem se submeter eventual
D
aluno suspeito a situação constrangedora ou vexatória perante os demais estudantes.

uma prática que pode caracterizar crime, pois submete os alunos que estão sob a autoridade, guarda e vigilância da
E
escola a vexame e constrangimento.

Direito da Criança e do Adolescente - Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) - Lei nº 8.069 de 1990 >
4 Q1686322
Prevenção , Direitos Fundamentais no ECA , Direito à Educação, Cultura, Esporte e Lazer
Ano: 2021 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: SEED-PR Prova: CESPE / CEBRASPE - 2021 - SEED-PR - Professor - Conhecimentos

Básicos

Texto CB1A1-I
     Há quem valorize, mas também quem subestime o poder das férias. Pais de alunos pedem aos professores para passar
atividades a serem feitas nos meses de férias, e os próprios docentes aproveitam os dias sem aulas para estudar e planejar
o próximo semestre. Manter a mente funcionando é ótimo. Mas descansar, além de bom, é necessário, segundo médicos e
especialistas. 
   De acordo com Li Li Min, neurologista da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Campinas, o cérebro tem
redes que exercem diferentes funções: algumas que fazem a pessoa enxergar, outras que nos ajudam a nos organizar, lidar
com di culdades, elaborar estratégias. Em situações de estresse — quando nosso organismo acha que estamos sob
ameaça, de alguma maneira, ou sob pressão intensa —, “alguns circuitos particulares no cérebro são ativados, que são os
de sobrevivência. O corpo ca de prontidão, alerta para enfrentar qualquer situação. Só que esse é um estado que você
precisa ativar e desativar”, indica.
     O que acontece com o indivíduo que trabalha por longas jornadas, sem tirar férias, é que esse estado de alerta nunca é
desligado. “Se você ca muito tempo nessa tensão, o seu organismo e o seu cérebro não conseguem voltar ao estado
normal”, alerta Li Li Min. “Ligado nesse circuito de estresse, ele não consegue ativar as funções de criatividade ou
elaboração, porque está focado na sobrevivência. Esse é um con ito perigoso”. Por isso descansar é tão importante.
    A doutora Gislaine Gil, coordenadora do curso Cérebro Ativo do hospital Sírio Libanês, em São Paulo, explica que essa é
uma primeira vantagem das férias: a ausência de tensão. “Diante da pressão dos prazos de entrega de trabalhos e provas,
aumenta a ansiedade de professores e alunos. A ansiedade aumenta o índice de cortisol no nosso organismo, uma
substância liberada pelo hipotálamo”. Com isso, temos uma sensação de desconforto e chegamos a sentir dores musculares
e nas costas. Nas férias, com a ausência da ansiedade e consequentemente do cortisol, o humor da pessoa melhora, e ela
ca mais disposta e relaxada. 
     Mas há outras vantagens. Durante as férias, a qualidade do sono melhora, já que também se costuma dormir mais horas:
não há tanta necessidade de acordar cedo ou tarefas que te deixam até tarde da noite acordado. Isso também é bené co ao
cérebro.
Paula Peres. Por que o cérebro precisa de descanso? In: Revista Nova Escola.
Internet: <novaescola.org.br> (com adaptações)

Julgue os itens a seguir, com base nas disposições do Estatuto da Criança e do Adolescente a respeito de maus-tratos,
reiteração de faltas injusti cadas à escola, evasão escolar e elevados níveis de repetência de alunos.
I O descumprimento da obrigação de comunicar ao conselho tutelar os casos suspeitos de maus-tratos de crianças e
adolescentes pode con gurar infração administrativa punível com multa. II O dirigente de estabelecimento de ensino
fundamental deve comunicar ao conselho tutelar faltas reiteradas e injusti cadas de estudante, assim que percebê-las, a
m de esgotar os meios para que o aluno retorne à sala de aula a tempo de aproveitar o ano letivo. III A não comunicação,
ao conselho tutelar, de elevados níveis de repetência de estudantes de uma escola de ensino fundamental não enseja
sanção para os dirigentes desse estabelecimento de ensino. IV A mera suspeita da ocorrência de maus-tratos contra criança
ou adolescente gera a obrigatoriedade de comunicação do fato ao conselho tutelar, porém, quando os maus-tratos são
efetivamente con rmados, a autoridade a ser comunicada é o Ministério Público. Estão certos apenas os itens

A I e II.

B I e III.

C III e IV.

D I, II e IV.

E II, III e IV.

5 Q1686321 Português >


Ano: 2021 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: SEED-PR Prova: CESPE / CEBRASPE - 2021 - SEED-PR - Professor - Conhecimentos

Básicos

Texto CB1A1-I
     Há quem valorize, mas também quem subestime o poder das férias. Pais de alunos pedem aos professores para passar
atividades a serem feitas nos meses de férias, e os próprios docentes aproveitam os dias sem aulas para estudar e planejar
o próximo semestre. Manter a mente funcionando é ótimo. Mas descansar, além de bom, é necessário, segundo médicos e
especialistas. 
   De acordo com Li Li Min, neurologista da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Campinas, o cérebro tem
redes que exercem diferentes funções: algumas que fazem a pessoa enxergar, outras que nos ajudam a nos organizar, lidar
com di culdades, elaborar estratégias. Em situações de estresse — quando nosso organismo acha que estamos sob
ameaça, de alguma maneira, ou sob pressão intensa —, “alguns circuitos particulares no cérebro são ativados, que são os
de sobrevivência. O corpo ca de prontidão, alerta para enfrentar qualquer situação. Só que esse é um estado que você
precisa ativar e desativar”, indica.
     O que acontece com o indivíduo que trabalha por longas jornadas, sem tirar férias, é que esse estado de alerta nunca é
desligado. “Se você ca muito tempo nessa tensão, o seu organismo e o seu cérebro não conseguem voltar ao estado
normal”, alerta Li Li Min. “Ligado nesse circuito de estresse, ele não consegue ativar as funções de criatividade ou
elaboração, porque está focado na sobrevivência. Esse é um con ito perigoso”. Por isso descansar é tão importante.
    A doutora Gislaine Gil, coordenadora do curso Cérebro Ativo do hospital Sírio Libanês, em São Paulo, explica que essa é
uma primeira vantagem das férias: a ausência de tensão. “Diante da pressão dos prazos de entrega de trabalhos e provas,
aumenta a ansiedade de professores e alunos. A ansiedade aumenta o índice de cortisol no nosso organismo, uma
substância liberada pelo hipotálamo”. Com isso, temos uma sensação de desconforto e chegamos a sentir dores musculares
e nas costas. Nas férias, com a ausência da ansiedade e consequentemente do cortisol, o humor da pessoa melhora, e ela
ca mais disposta e relaxada. 
     Mas há outras vantagens. Durante as férias, a qualidade do sono melhora, já que também se costuma dormir mais horas:
não há tanta necessidade de acordar cedo ou tarefas que te deixam até tarde da noite acordado. Isso também é bené co ao
cérebro.
Paula Peres. Por que o cérebro precisa de descanso? In: Revista Nova Escola.
Internet: <novaescola.org.br> (com adaptações)

A correção gramatical do texto CB1A1-I seria mantida caso o vocábulo “Se”, em ‘Se você ca muito tempo nessa tensão, o
seu organismo e o seu cérebro não conseguem voltar ao estado normal’, fosse substituído por

A A não ser que.

B Na hipótese de.

C Caso.

D Desde que.

E Quando.

6 Q1686320 Português > Pontuação , Travessão


Ano: 2021 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: SEED-PR Prova: CESPE / CEBRASPE - 2021 - SEED-PR - Professor - Conhecimentos

Básicos

No segundo parágrafo do texto CB1A1-I, os travessões foram empregados para

A isolar um trecho no contexto.

B indicar uma citação.

C encerrar uma declaração.

D introduzir uma enumeração.

E indicar a interrupção de uma ideia.

7 Q1686318 Português > Interpretação de Textos , Noções Gerais de Compreensão e Interpretação de Texto
Ano: 2021 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: SEED-PR Prova: CESPE / CEBRASPE - 2021 - SEED-PR - Professor - Conhecimentos

Básicos

Conclui-se das ideias do texto CB1A1-I que

A o cérebro das pessoas não funciona tão bem nos períodos de férias porque elas dormem muito.

é muito importante manter a mente funcionando, por isso os professores devem passar atividades para seus alunos
B
durante as férias.

C o cérebro tem redes que exercem diferentes funções e elas nunca devem ser desativadas.

o organismo e o cérebro humanos não conseguem voltar ao estado normal quando o estado de pressão e de estresse
D
dura por um tempo prolongado.

E acordar cedo todos os dias é uma atividade bené ca para o cérebro.

Português > Interpretação de Textos ,


8 Q1681846
Signi cação Contextual de Palavras e Expressões. Sinônimos e Antônimos. , Sintaxe Uso dos conectivos
Ano: 2020 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE Provas: CESPE / CEBRASPE - 2020 -

Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE - Arquiteto ...

No texto CG1A2-I, a expressão ‘a ponto de’ (R.8) foi empregada com o mesmo sentido de

A até certo ponto.

B de todo modo.
C no ponto.

D ao modo de.

E chegando até a.

9 Q1681845 Português > Interpretação de Textos , Coesão e coerência


Ano: 2020 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE Provas: CESPE / CEBRASPE - 2020 -

Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE - Arquiteto ...

No texto CG1A2-I, o termo ‘isso’, em ‘A plasticidade do cérebro torna isso possível’ (R.17), refere-se

A ao exercício do autoconhecimento.

B à capacidade de sermos cada vez mais empáticos com a prática.

C à necessidade de se entender o que se passa dentro da própria cabeça.

D ao treinamento físico realizado em academias.

E ao ato de simpatizar com as emoções de outras pessoas.

10 Q1681844 Português > Sintaxe , Concordância verbal, Concordância nominal


Ano: 2020 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE Provas: CESPE / CEBRASPE - 2020 -

Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE - Arquiteto ...


No trecho ‘Assim como podemos treinar os bíceps na academia, e car mais fortes, podemos ser cada vez mais empáticos
com a prática’ (R. 15 a 17), do texto CG1A2-I,

A o termo ‘fortes’ está exionado no plural porque concorda com a palavra ‘bíceps’

o termo ‘empáticos’ poderia ser substituído por empático, sem prejuízo da correção gramatical e dos sentidos do
B
texto.

C os termos ‘fortes’ e ‘empáticos’ estão no plural porque concordam com o sujeito elíptico da forma verbal ‘podemos’.
as duas ocorrências da forma verbal ‘podemos’ poderiam ser substituídas por posso, sem prejuízo da correção
D
gramatical e dos sentidos do texto.

E a forma verbal ‘ car’ poderia ser substituída por carmos, mas o sentido original do trecho seria alterado.

Português > Interpretação de Textos , Morfologia - Verbos ,


Flexão verbal de tempo (presente, pretérito, futuro)
11 Q1681843
Flexão verbal de modo (indicativo, subjuntivo, imperativo) ,
Noções Gerais de Compreensão e Interpretação de Texto
Ano: 2020 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE Provas: CESPE / CEBRASPE - 2020 -

Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE - Arquiteto ...

No texto CG1A2-I, o emprego da forma verbal “seria” (R.23) expressa

A um fato que se passa no presente.

B uma concepção ou hipótese.

C um fato passado não habitual.

D algo impossível de se realizar.

E um fato ocorrido no passado e totalmente concluído.

12 Q1681842 Português > Sintaxe , Análise sintática , Uso dos conectivos


Ano: 2020 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE Provas: CESPE / CEBRASPE - 2020 -

Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE - Arquiteto ...

No trecho “Tal sentimento é uma via de mão dupla: bene cia não só quem o desenvolve, mas também o emissor” (R. 30 e
31), do texto CG1A2-I, a expressão “não só ... mas também” exprime uma relação de

A conclusão.

B consequência.

C comparação.

D oposição.

E adição.

13 Q1681841 Português > Interpretação de Textos , Tipologia Textual


Ano: 2020 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE Provas: CESPE / CEBRASPE - 2020 -

Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE - Arquiteto ...

Com relação à tipologia textual, o texto CG1A2-I é predominantemente

A injuntivo, pois incita o leitor a agir de maneira empática.

B descritivo, pois apresenta características de pessoas e lugares.

C narrativo, pois relata situações em que as pessoas agem por empatia.

D dissertativo, pois as autoras elencam ideias e opiniões acerca de um tema.


E argumentativo, pois as autoras defendem com argumentos próprios a importância da empatia.

14 Q1681840 Português > Interpretação de Textos , Noções Gerais de Compreensão e Interpretação de Texto
Ano: 2020 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE Provas: CESPE / CEBRASPE - 2020 -

Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE - Arquiteto ...

De acordo com o texto CG1A2-I, a empatia


A é inata aos seres humanos.

B consiste na capacidade de considerar o ponto de vista alheio.

C equivale ao sentimento de dó.

D corresponde à capacidade de considerar os próprios sentimentos.

E é irrelevante para a harmonia social.

15 Q1681839 Português > Interpretação de Textos , Noções Gerais de Compreensão e Interpretação de Texto
Ano: 2020 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE Provas: CESPE / CEBRASPE - 2020 -

Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE - Arquiteto ...

Segundo os dados do texto CG1A1-III e do grá co mostrado, houve

A mais brasileiros com exatamente 22 anos de idade concluindo o ensino superior em 2015 que em 1992.

B queda irrisória no número de pessoas com menos de quatro anos de estudo no período avaliado.

C aumento no número de anos de escolaridade do brasileiro adulto no período avaliado.

D diminuição do número de pessoas com o segundo ciclo do ensino fundamental completo entre 1992 e 2015.

tendência de declínio clara e persistente do número de pessoas com pelo menos o segundo ciclo do ensino
E
fundamental incompleto entre 2001 e 2015.

16 Q1681838 Português > Interpretação de Textos , Noções Gerais de Compreensão e Interpretação de Texto
Ano: 2020 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE Provas: CESPE / CEBRASPE - 2020 -

Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE - Arquiteto ...


De acordo com as informações do texto CG1A1-III e do grá co apresentado, o grupo de pessoas com pelo menos o ensino
médio incompleto

A aumentou em 10% no período entre 1992 e 2000.

B ultrapassou os 30% no nal da primeira década do século XXI.

C cresceu mais de 20% no decorrer do período avaliado.

D manteve-se em 30% nos primeiros anos da primeira década do século XXI.

E apresentou crescimento superior ao dos demais grupos avaliados entre 1992 e 2015.

Português > Interpretação de Textos ,


17 Q1681837 Signi cação Contextual de Palavras e Expressões. Sinônimos e Antônimos. , Coesão e coerência
Redação - Reescritura de texto , Problemas da língua culta
Ano: 2020 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE Provas: CESPE / CEBRASPE - 2020 -

Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE - Arquiteto ...

Assinale a opção cujo conteúdo apresenta reescrita que mantém a correção gramatical e os sentidos do seguinte trecho do
texto CG1A1-II: “À natureza do sujeito, constituída até então por pensamentos e intuições, foram acrescidos percepções,
sentimentos e emoções.” (R. 25 a 27).

Percepções, sentimentos e emoções foram somados à natureza do sujeito, a qual se constituía até então de
A
pensamentos e intuições.
Ao sujeito natural, a quem até ali apenas o pensamento e as intuições conduziam, são adicionados, percepções,
B
sentimentos e emoções.

Percepções, sentimentos e emoções foram trazidos ao sujeito, para quem a natureza original era formada apenas por
C
pensamentos e intuições.

O sujeito, que a natureza fora até aquele momento constituída por pensamentos e intuições, passa a contar também
D
com percepções, sentimentos e emoções.

A natureza do sujeito era mantida até então por pensamentos e intuição, que foram-lhes complementado por
E
percepções, sentimentos e emoções.

18 Q1681836 Português > Interpretação de Textos , Coesão e coerência , Sintaxe Uso dos conectivos
Ano: 2020 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE Provas: CESPE / CEBRASPE - 2020 -

Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE - Arquiteto ...

Sem prejuízo para os sentidos do texto CG1A1-II, feitas as devidas alterações gramaticais nas orações em que se
encontram, os conectores “Embora” (R.3), “pois” (R.11) e “porém” (R.19) poderiam ser substituídos, respectivamente, por

A Apesar de; contudo; não obstante.

B Visto que; assim; todavia.

C Conquanto; dessa forma; por conseguinte.

D Ainda que; portanto; entretanto.

E Destarte; então; sem embargo.

19 Q1681835 Português > Interpretação de Textos , Noções Gerais de Compreensão e Interpretação de Texto
Ano: 2020 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE Provas: CESPE / CEBRASPE - 2020 -

Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE - Arquiteto ...

De acordo com o texto CG1A1-II, o sujeito cartesiano

A surgiu na loso a do século atual.

B apresenta natureza dividida entre alma e corpo.

C entende a verdade como resultado da observação passional do mundo.

D de ne-se por sua relação com as pessoas de sua comunidade.

E considera a parcialidade um aspecto da natureza humana capaz de enriquecer o conhecimento.

20 Q1681834 Português > Interpretação de Textos , Redação - Reescritura de texto


Ano: 2020 Banca: CESPE / CEBRASPE Órgão: Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE Provas: CESPE / CEBRASPE - 2020 -

Prefeitura de Barra dos Coqueiros - SE - Arquiteto ...

Assinale a opção cujo conteúdo apresenta reescrita que mantém as relações de sentido e a correção gramatical do seguinte
trecho do texto CG1A1-I: “Acima de tudo, trata de compreender as variáveis incutidas nos desdobramentos da evolução
cientí co-tecnológica.” (R. 4 a 6).

Antes de qualquer coisa, é preciso compreender as variáveis consequentes nos desdobramentos da evolução da
A
ciência e da tecnologia.
Ainda mais relevante, é o dever de compreender as variáveis presentes nos desenvolvimentos cientí cos e
B tecnológicos.

Trata, sobretudo, de compreender as variáveis que estão envolvidas nos desdobramentos dos avanços cientí co-
C
tecnológicos.

D Trata-se, isso sim, de avaliar os elementos variáveis envolvidos nas consequências da evolução cientí co-tecnológica.

E Mais importante, é saber quais variáveis estão incutidas nos desdobramentos da evolução da ciência e da tecnologia.

Respostas

1: B 2: C 3: E 4: B 5: A 6: A 7: D 8: E 9: B 10: C 11: B 12: E 13: D 14: B

15: C 16: E 17: A 18: D 19: B 20: C

www.qconcursos.com

Você também pode gostar