Você está na página 1de 22

CENTRO INTEGRADO DE DESENVOLVIMENTO DO

TRABALHADOR “LUIZ ADELAR SCHEUER”


Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE MINAS GERAIS – FIEMG

Flávio Roscoe Nogueira


Presidente da FIEMG
Presidente do Conselho Regional do SENAI DR-MG

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL – SENAI


Departamento Regional de Minas Gerais – DR/MG

Christiano Paulo de Mattos Leal


Diretor Regional do SENAI DR-MG

Ricardo Aloysio e Silva


Gerente de Educação e Tecnologia

João Tomaz da Silva Junior


Gestão de Operações SESI SENAI DR-MG

Alessandra Teixeira
Mariana Rodrigues Alves de Souza
Equipe de elaboração na GET – Gerência de Educação e Tecnologia (Base comum do
documento)

Gerência de Educação e Tecnologia


Revisão

Célio Alves Pereira


Sandra dos Anjos Batista
Equipe de elaboração na escola (peculiaridades da escola)

Sandra dos Anjos Batista


Célio Alves Pereira
Regiane Maria da Silva
Equipe de revisão na escola (peculiaridades da escola)

1
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

Caro (a) aluno (a),

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI é uma instituição que zela pela
qualidade dos serviços que oferece, e essa qualidade está diretamente ligada ao nível de
comprometimento e organização de todos aqueles envolvidos no processo educacional.

Este manual pretende ser um instrumento de acesso às informações importantes sobre a


estrutura da escola SENAI em que o aluno se matriculou, bem como, resumo das principais
normas e regras do SENAI MG.

Aqui o aluno encontrará informações importantes sobre a estrutura e o funcionamento do


SENAI, as normas, os regulamentos e as diretrizes que irão orientar a sua vida estudantil.

Esperamos que, com informações claras, o aluno possa se organizar e cumprir seus
compromissos com a instituição.

Toda a equipe está à disposição para esclarecimento de dúvidas, assim como, recebimento
de sugestões pertinentes.

Seja bem vindo ao SENAI.

2
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

SUMÁRIO

1. APRESENTAÇÃO DO SENAI ................................................................................................................. 5


2. APRESENTAÇÃO DA ESCOLA ............................................................................................................... 5
3. DA EDUCAÇÃO MEDIADA POR TECNOLOGIA PARA CURSOS TÉCNICOS ............................................ 5
4. DOS PRESSUPOSTOS PEDAGÓGICOS .................................................................................................. 6
4.1. Estratégias de Aprendizagem Desafiadoras .................................................................................. 7
4.2. Estratégias de Ensino ..................................................................................................................... 7
5. AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM, CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO E RECUPERAÇÃO .............................. 8
5.1. Critérios De Aprovação .................................................................................................................. 9
5.2. Avaliação Final do Processo Formativo – Cursos Técnicos............................................................ 9
5.3. Revisão de Avaliação ..................................................................................................................... 9
5.4. Recuperação .................................................................................................................................. 9
6. FREQUÊNCIA ....................................................................................................................................... 9
7. EVASÃO ............................................................................................................................................. 10
8. TRANCAMENTO E DESISTÊNCIA/CANCELAMENTO DO CURSO ........................................................ 10
8.1. Trancamento ............................................................................................................................... 10
8.2. Desistência / Cancelamento ........................................................................................................ 10
9. MUDANÇA DE TURNO E TRANSFERÊNCIA ........................................................................................ 10
10.RECURSOS PEDAGÓGICOS ................................................................................................................ 11
10.1. Progressão Parcial .............................................................................................................. 11
10.2. Reclassificação ................................................................................................................... 11
10.3. Aproveitamento de Estudos .............................................................................................. 11
11.ESTÁGIO ............................................................................................................................................ 12
12.AVALIAÇÕES DE CURSO .................................................................................................................... 12
12.1. SAEP – Sistema de Avaliação de Educação Profissional .................................................... 12
13.HORÁRIO ESCOLAR ........................................................................................................................... 12
14.DIREITOS DO ALUNO SENAI /MG...................................................................................................... 12
15.DEVERES DO ALUNO SENAI /MG ...................................................................................................... 13
16.É VEDADO AO ALUNO SENAI /MG .................................................................................................... 14
17.MEDIDAS DISCIPLINARES .................................................................................................................. 15
18.UNIFORME ........................................................................................................................................ 15
19.AÇÕES DE SAÚDE E SEGURANÇA NO AMBIENTE EDUCACIONAL ..................................................... 16
20.NORMAS PARA UTILIZAÇÃO DAS OFICINAS E LABORATÓRIOS ........................................................ 16
21.BIBLIOTECA ....................................................................................................................................... 16

3
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

22.MATERIAL DIDÁTICO......................................................................................................................... 17
23.MEDICAMENTOS............................................................................................................................... 17
24.SITUAÇÃO ESPECIAL E ENTREGA DE ATESTADO/ LAUDO MÉDICO/ DECLARAÇÃO .......................... 17
25.INFORMAÇÕES FINANCEIRAS ........................................................................................................... 18
26.DISPOSIÇÕES GERAIS ........................................................................................................................ 18
26.1. Sobre o Crachá do Aluno ................................................................................................... 18
26.2. Bens dos Alunos ................................................................................................................. 18
26.3. Estacionamento ................................................................................................................. 18
27.SOBRE A EQUIPE ............................................................................................................................... 18
28.SOBRE A CIÊNCIA DESSE MANUAL E O TERMO DE CONHECIMENTO E COMPROMISSO ................. 20

4
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

1. APRESENTAÇÃO DO SENAI

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI é a maior rede de Educação Profissional da


América Latina e foi criado pelo Decreto-Lei nº 4.048, de 22/1/1942, sendo uma entidade jurídica de
direito privado, com sede e foro na Capital da República, organizada e dirigida pela Confederação
Nacional da Indústria-CNI (Art.2º do Decreto-Lei Federal nº 9576, de 12/8/1946 e Art. 3º do
Regimento aprovado pelo Decreto-Lei Federal nº 494, de 10/01/1962).

O SENAI de Minas Gerais possui um sistema de ensino-aprendizagem que prioriza a inserção dos
seus alunos no mundo do trabalho, o desenvolvimento do potencial empreendedor e gerencial e a
capacidade de promover metodologias de trabalho orientadas para os novos paradigmas de
produção, com atuação marcante em diversas áreas profissionais.

A Metodologia SENAI de Educação profissional incorpora as


melhores práticas da formação com base em competências
desenvolvidas ao longo de sua existência.

Essa metodologia contempla três métodos: Perfil Profissional,


Desenho Curricular e Prática Pedagógica; que garantem a
organização e a oferta de cursos orientados para o pleno
atendimento dos desafios oriundos dos novos contextos do
mundo do trabalho e da educação.

Com a Metodologia SENAI de Educação Profissional o SENAI


ressalta o seu compromisso com a formação profissional de
qualidade, criando as melhores condições para que os seus
alunos possam realizar com maior autonomia a condução dos
seus processos de formação e de aperfeiçoamento profissional,
assegurando que possam estar em sintonia permanente com as
demandas do mercado de trabalho.

2. APRESENTAÇÃO DA ESCOLA

A Unidade CIDT-LAS – Centro Integrado de Desenvolvimento do Trabalhador ”Luiz Adelar Scheuer”-


está localizada na Rodovia BR 040 Km 773, Bairro Barreira do Triunfo, Juiz de Fora/MG. A escola fica
no parque industrial da fábrica da Mercedes-Benz, responsável pela sua inauguração, em 26 de
setembro de 2002. A escola iniciou suas atividades com a 1ª turma de Aprendizagem Industrial
visando o atendimento a esta mesma empresa.

O CIDT-LAS está estruturado nos termos do Regimento Escolar Unificado das Escolas do
SENAI/MG, sendo mantida, supervisionada e/ou assistida pelo Departamento Regional de Minas
Gerais.

Os cursos oferecidos nesta unidade escolar poderão, mediante convênio, se desenvolver em regime
de parceria com Empresas, Instituições Sociais, Prefeituras, Órgãos Públicos ou outros
estabelecimentos de ensino.

A escola tem como objetivo geral contribuir para o desenvolvimento técnico e tecnológico das
indústrias, através da Educação Profissional, Assessoria Técnica e Tecnológica e Informação
Tecnológica.

3. DA EDUCAÇÃO MEDIADA POR TECNOLOGIA PARA CURSOS TÉCNICOS

Todos os cursos técnicos serão executados utilizando-se a mediação por tecnologia em momentos
específicos das unidades curriculares.

A partir do Meu SENAI, plataforma que conecta alunos e docentes por meio de uma conta única, você
terá acesso ao Google for Education, e todos os recursos disponíveis. Vamos utilizar o Google

5
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

Classroom com foco em uma rotina de estudo com atividades interativas e interessantes. É tudo
muito simples, prático e intuitivo!

Para entender melhor sobre as aulas mediadas por tecnologia você receberá o Guia do Aluno –
Educação Mediada por Tecnologia.

4. DOS PRESSUPOSTOS PEDAGÓGICOS

O SENAI-MG tem por objetivo formar um trabalhador integral, cidadão, capaz de atuar de forma
crítica, consciente, participativa, com mobilidade e flexibilidade, tanto na vida cotidiana pessoal
quanto no mundo do trabalho e que busque sua formação profissional ao longo da vida.

Em seu processo de formação, o SENAI-MG busca possibilitar que seus alunos tenham condições de
desenvolver-se para cidadania, desenvolver a visão de totalidade do ser e do mundo, múltiplas
inteligências e o exercício da atividade produtiva, a partir do desenvolvimento de hard skill
(competências técnicas) e soft skills (capacidades socioemocionais).

Nesse contexto, o SENAI adota uma metodologia de ensino, que tem por objetivo propiciar ao aluno
as condições necessárias para o desenvolvimento das competências profissionais necessárias ao
exercício profissional, visando uma atuação profissional coerente com as imposições da
contemporaneidade, do mundo produtivo e da própria sociedade.

A Metodologia SENAI de Educação Profissional - MSEP visa o desenvolvimento de competências,


por meio da mobilização de conhecimentos, habilidades e atitudes para que o aluno desempenhe
funções e/ou atividades típicas, segundo padrões de qualidade e produtividade requeridos pela
natureza do trabalho assumido no mundo do trabalho.

Na MSEP, há o pressuposto de ruptura de conceitos e práticas tradicionais e a implementação de


uma nova compreensão do propósito educacional, sob a perspectiva de que o aluno assume o papel
de protagonista de sua aprendizagem, apoiado pelo Docente, que atua como mediador, tendo como
responsabilidade a condução do processo de ensino.

6
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

4.1. Estratégias de Aprendizagem Desafiadoras

Na MSEP, as estratégias de aprendizagem adotadas, têm abordagens desafiadoras, pois buscam


promover a reflexão e a tomada de decisão por parte dos alunos, na busca de soluções para os
desafios estabelecidos no percurso formativo.

Os conteúdos teóricos são ministrados coletivamente, por meio de estratégias diversificadas. As


estratégias têm cunho dinâmico, lúdico, relacional, interdisciplinar e participativo, buscando a
aquisição do conhecimento e desenvolvimento de competências e habilidades no educando, por
meio de técnicas diversificadas, escolhidas pelo docente, as quais possibilitam ao aluno as seguintes
experiências: pesquisa, investigação, discussão, debate, argumentação e diálogo.

Além dos conhecimentos técnicos adquiridos, busca-se a aplicabilidade dos conceitos elaborados em
experiências do cotidiano do mercado de trabalho e da indústria, exercitando a habilidade de
planejar, observar, questionar e raciocinar.

O SENAI DR/MG ao adotar em seus pressupostos pedagógicos, tais estratégias de aprendizagem


desafiadoras, leva em consideração
variáveis que têm como referência:

- Escolha de estratégia(s) que melhor favoreça(m) o desenvolvimento de capacidades de


acordo com os domínios cognitivos, psicomotores e afetivos, a serem desenvolvidos durante
o curso de formação profissional.
- Estratégia(s) que permita(m) atender o nível de complexidade dos conhecimentos a serem
trabalhados durante o curso de formação profissional.
- Carga horária suficiente para a execução de situação(ões) de aprendizagem(ns), para
realização da(s) estratégia(s) de aprendizagem(ns) escolhida(s).
- Seleção de espaços e recursos didáticos que viabilizem a realização da(s) estratégia(s) de
aprendizagem(ns) escolhida(s).

Portanto, o SENAI DR/MG desenvolve um sistema de ensino e aprendizagem que privilegia a


aproximação com o mundo do trabalho, o desenvolvimento do potencial empreendedor e gerencial e
a capacidade de promover metodologias de trabalho orientadas para os novos paradigmas de
produção, com atuação marcante em diversas áreas profissionais.

4.2. Estratégias de Ensino

As estratégias de ensino adotadas pelo SENAI DR/MG são fundamentadas na promoção de


aprendizagens significativas, contextualizadas e motivadoras, requerendo efetiva atuação do
docente, na proposição de atividades concretas, para contribuição do desenvolvimento de
capacidades e apropriação de conhecimentos,
planejando e empregando distintas estratégias.

7
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

5. AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM, CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO E RECUPERAÇÃO

A partir de seus pressupostos pedagógicos e alinhado à MSEP, o SENAI DR/MG realiza o processo
de avaliação da aprendizagem, sob a perspectiva de que esse momento também é um momento de
ensino e não apenas de verificação daquilo alcançado, pelo aluno no processo formativo, visando
assim, torná-lo mais autônomo e crítico a respeito de seu próprio desempenho e das funções
profissionais, para as quais ele está se qualificando.

Para tanto, o SENAI DR/MG em seu processo de avaliação da aprendizagem, considera todas as
funções da avaliação na perspectiva do desenvolvimento de competências.

Assim, o processo de avaliação do SENAI DR/MG além de ter como objetivo identificar, medir,
investigar e analisar o desempenho dos alunos, também tem o como propósito dar informações para
a retroalimentação dos processos de ensino e aprendizagem, seja para ratificar ou corrigir o
direcionamento do docente e da própria escola quanto às ações realizadas na jornada formativa.

Para tanto, a escola adota diversificados


instrumentos de avaliação, afastando-se
da exploração exagerada da
memorização e da falta de critérios para
correção. Combina-se, portanto diferentes
instrumentos, uma vez que a avaliação é
processual e para que não sejam
limitadas as oportunidades para que o
aluno revele aquilo que foi aprendido e
aquilo que ainda está em processo de
desenvolvimento.

8
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

5.1. Critérios De Aprovação

O aluno dos cursos de Aprendizagem Industrial, Educação Profissional Técnica de Nível Médio e
Especialização Profissional Técnica de Nível Médio é considerado aprovado ou concluinte dos
estudos, caso obtenha:

 Nota final igual ou superior a 60 (sessenta) pontos em cada unidade curricular,


distribuídos em atividades avaliativas diversificadas.
 Frequência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento) da carga horária total
presencial oferecida no módulo, ou no período letivo ou no curso.

5.2. Avaliação Final do Processo Formativo – Cursos Técnicos

Serão distribuídos 100 (cem) pontos durante a realização de cada unidade curricular.

5.3. Revisão de Avaliação

O aluno tem o prazo de até 02 (dois) dias úteis, contados a partir da data de divulgação do resultado,
para solicitar a revisão da avaliação e esclarecer dúvidas quanto à nota recebida.

5.4. Recuperação

A recuperação é parte integrante do processo da aprendizagem e deve ser entendida como


verificação contínua dos estudos e criação de novas situações de aprendizagem.

 Recuperação Paralela: promovida durante a realização da unidade curricular, em que


deverão ser utilizadas estratégias de ensino diferenciadas a fim de proporcionar o alcance
das capacidades previstas na unidade curricular.
 Recuperação Final: realizada em períodos previamente definidos pela escola, conforme
determinado em calendário escolar. O objetivo é proporcionar aos alunos, que obtiveram
na(s) unidade(s) curricular(es) nota final entre 40 (quarenta) e 59 (cinquenta e nove) pontos,
as condições para a aquisição das competências até então não alcançadas e a pontuação
necessária à aprovação.

Para o aluno que obtiver nota superior a 60 (sessenta) pontos na recuperação final, deve ser
registrada a nota mínima para aprovação, ou seja, 60 (sessenta) pontos para fins de escrituração
escolar. Caso o aluno não obtenha 60 (sessenta) pontos na recuperação final, prevalece a maior
nota. E o aluno que obtiver nota inferior a 40 (quarenta) pontos não terá direito à recuperação
final, sendo reprovado automaticamente na unidade curricular.

6. FREQUÊNCIA

A frequência às aulas é obrigatória e as faltas podem ser justificadas em situações amparadas por
lei, o que deverá ser comprovado por meio de documentos oficiais, como atestado, laudo médico ou
declarações.

O aluno que não alcançar o mínimo de 75% de frequência no módulo/período letivo, e também não
obtiver nota suficiente em todas as unidades curriculares, será automaticamente reprovado.
Notas:
Em casos específicos, se o aluno não atender os 75% de frequência exigida, mas obtiver
nota suficiente em todas as unidades curriculares, poderá ser submetido à análise e
deferimento do Conselho de Classe para prosseguir com seus estudos, após aplicação do
recurso pedagógico da Reclassificação. Esses casos específicos são: doenças
comprovadas; gestação; prestação de serviço militar e trabalho em regime de turno.

A frequência dos alunos com contrato de Aprendizagem é informada mensalmente à


empresa contratante.

9
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

7. EVASÃO

A evasão escolar ocorrerá se o aluno deixar de frequentar as aulas, caracterizando o abandono da


escola durante módulo/período letivo ou quando o aluno não comparecer na escola para realização
da rematrícula.

O aluno que evadir só poderá retornar ao curso mediante novo processo seletivo.

Será considerado evadido do curso o aluno que estiver infrequente em 15% ou mais,
consecutivamente, considerando a carga horária total do módulo, período letivo ou curso ou o aluno
que não comparecer para realização da rematrícula.

A simples infrequência às aulas e/ou a não participação nas atividades escolares, não desobriga o
aluno/responsável legal do (s) pagamento (s) previsto (s) no contrato.

8. TRANCAMENTO E DESISTÊNCIA/CANCELAMENTO DO CURSO

8.1. Trancamento

O trancamento de matrícula somente poderá ser processado nos cursos Técnicos de Nível Médio,
obedecendo ao período máximo de 03 (três) anos para conclusão, contados a partir da data da
matrícula, e deve ser solicitado pelo aluno ou o seu responsável legal, se for menor de idade, na
Secretaria Escolar, através de Requerimento Padrão.

O trancamento poderá ser solicitado apenas uma vez e desde que tenha concluído o 1º
módulo com êxito. O retorno às atividades letivas fica condicionado à oferta da escola, à
análise do plano de curso vigente e ao período estipulado para a conclusão do curso.

O trancamento de matrícula somente poderá ocorrer entre o término de um módulo e início de outro,
nunca durante o módulo ou período letivo e só será permitido se o aluno não apresentar débitos
financeiros. O trancamento de matrícula só será permitido se o aluno não apresentar débitos
financeiros.

8.2. Desistência / Cancelamento

Caso o aluno não queira dar continuidade ao curso, deve formalizar o pedido de desistência da sua
matrícula, em requerimento padrão, descrevendo o que o levou a fazer essa solicitação.

O aluno poderá ter a sua matrícula cancelada a qualquer momento pela escola, de acordo com as
seguintes hipóteses:
 Quando maior de 18 anos, descumprir as normas disciplinares da escola reiteradas vezes e,
após a aplicação de todas as medidas disciplinares cabíveis;
 Quando menor de idade, que seja reincidente em faltas disciplinares graves ou que tenha
cometido infração grave;
 Quando da apresentação de documentos adquiridos por meios ilícitos ou adulterados.

9. MUDANÇA DE TURNO E TRANSFERÊNCIA

A solicitação para mudança de turno/turma e transferência deverá ser realizada pelo aluno ou o seu
responsável legal, se for menor de idade, por meio de Requerimento Padrão, na Secretaria Escolar.

As transferências de alunos da escola SENAI ou o ingresso de aluno no SENAI, por meio de


transferência podem ser efetuados em qualquer época do ano para aluno regularmente matriculado,
conforme disponibilidade de vaga.

10
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

A transferência somente é permitida para os cursos Técnicos de Nível Médio.

A transferência de curso só poderá ser realizada na mesma escola, para cursos presenciais,
mediante as seguintes condições:
 Impossibilidade de fechamento de turma;
 Disponibilidade de vaga em outro curso do mesmo eixo tecnológico;
 Aceitação do aluno pela troca de curso, com termo de aceite por escrito;
 Por solicitação do aluno, desde que haja disponibilidade de vaga e condições para a
continuidade de estudos.

Não será realizada a transferência de aluno entre cursos presenciais e a distância. O deferimento da
solicitação está condicionado à disponibilidade de vagas e compatibilidade de horários entre os
turnos.

10. RECURSOS PEDAGÓGICOS

10.1. Progressão Parcial


Se o aluno não obtiver rendimento escolar de 60% em até 03 (três) unidades curriculares, mas
alcançar o mínimo de 75% (setenta e cinco por cento) de frequência no período ou módulo,
poderá continuar os seus estudos nos períodos ou módulos subsequentes, por meio do
recurso da Progressão Parcial.

Esse recurso pode ser aplicado somente nos alunos dos Cursos Técnicos presenciais e na
Aprendizagem Industrial com mais de um período letivo. Para aplicação deste recurso na
Aprendizagem Industrial, deve ser atendida a condição de que o aluno conclua o curso antes de
completar 24 anos de idade, exceto para os alunos com deficiência.

10.2. Reclassificação
Quando o aluno obtiver aproveitamento igual ou superior a 60 (sessenta) pontos em todas as
unidades curriculares e frequência inferior a 75% (setenta e cinco por cento) do total das aulas
ministradas no período ou módulo, poderá ser aplicado o recurso da reclassificação para que o aluno
possa prosseguir os seus estudos, mediante condições abaixo:

 Alunos acometidos de doenças que os impeçam de frequentar as atividades escolares, desde que
apresentem laudo médico dentro do prazo estabelecido no regimento escolar;
 Aluna gestante;
 Alunos convocados para o serviço militar;
 Alunos que trabalham comprovadamente em regime de turno;
 Outras situações que, comprovadamente, impeçam o aluno de frequentar as aulas.

Mediante as justificativas protocoladas, compete ao Conselho de Classe, analisá-las e deferir ou


indeferir a aplicação do recurso.

10.3. Aproveitamento de Estudos


O aproveitamento de estudos é a possibilidade para que o aluno possa aproveitar estudos realizados
e concluídos com êxito, em outras escolas e instituições ou no mundo do trabalho, bem como na
escola SENAI.

Este recurso deve ser solicitado na secretaria da escola, antes do período de matrícula ou
rematrícula e conforme data pré-estabelecida no calendário escolar. A solicitação será
analisada pela equipe técnico-pedagógica, mediante documentação apresentada, critérios
estabelecidos e avaliação, quando aplicável.

Nota:
O aluno que tiver deferido o seu processo de aproveitamento de estudos não está
dispensado de realizar a avaliação final do processo formativo que contempla as
competências de todas as unidades curriculares pertencentes ao módulo curso, período
letivo.

11
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

Este recurso não pode ser aplicado para alunos que tenham celebrado contrato de
Aprendizagem Industrial com empresas.

11. ESTÁGIO

O Estágio é optativo sendo possível realizar somente durante a fase escolar (matriculado e
frequente), conforme Lei 11.788 de 25/09/2008. Deve ser assegurando que a área do estágio esteja
de acordo com o currículo do curso. Caso o aluno tenha recebido uma proposta de estágio, deve
procurar a equipe técnico-pedagógica para maiores informações.

12. AVALIAÇÕES DE CURSO

12.1. SAEP – Sistema de Avaliação de Educação Profissional

Ao final de cada curso, os alunos concluintes dos cursos Técnicos de Nível Médio, realizarão o
SAEP, que consiste em uma avaliação instituída pelo SENAI Nacional, que tem como objetivo medir
o desempenho e o alcance do perfil profissional dos estudantes dos cursos técnicos.

13. HORÁRIO ESCOLAR

As escolas do SENAI/MG possuem horários de entrada e saída padronizados e o aluno deve


sempre manter a pontualidade, que é indispensável para o bom andamento das aulas.

Não é permitida a saída em horário de aulas, somente em casos de extrema urgência e com a
devida comunicação. Para alunos menores de idade, somente é permitida a saída mediante
autorização prévia dos pais e/ou responsável legal.

Para o caso no qual o aluno menor de idade se sentir indisposto, o funcionário da escola
entrará em contato solicitando que um responsável venha buscá-lo. Para própria segurança do
aluno, ele não poderá ser liberado somente com apresentação de bilhete ou por contato
telefônico.

TURNO ENTRADA LANCHE SAÍDA

Manhã 8:00 15 minutos 12:00

Tarde 13:00 15 minutos 17:00

Caso ocorra algum atraso, a tolerância para entrar na escola é de no máximo 10 minutos.
Ultrapassando esse limite, o aluno receberá falta na primeira aula, tendo o direito de entrar na
segunda aula.

São considerados casos especiais para entrada na escola fora do horário:


 Comprovação de exames médicos ou de laboratório;
 Comprovação, por meio de documento de trabalho em regime de escala;
 Comprovação, por meio de documento, da apresentação do aluno no serviço militar.

14. DIREITOS DO ALUNO SENAI /MG

 Ter asseguradas as condições necessárias para o seu desenvolvimento educacional e


profissional.
 Ter acesso aos documentos normativos da escola.
 Receber orientações necessárias para a constante melhoria do seu desenvolvimento escolar.
 Acessar, utilizar e frequentar a biblioteca, desde que observado o regulamento da mesma.

12
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

 Utilizar os recursos tecnológicos da escola SENAI DR/MG, desde que observadas às regras para
utilização destes recursos.
 Valer-se de atestado médico para justificar a ausência, desde que o laudo seja entregue à
coordenação ou à supervisão no prazo-limite de até (05) cinco dias consecutivos, após o
início de suas faltas.
 Solicitar mudança de turno por motivos relacionados com a vida profissional.
 Justificar faltas superiores a 5 (cinco) dias, quando se tratar de perda de parentes de até 1º grau
e cônjuges, serviço eleitoral, casamento e viagem a serviço, apresentando documento
comprobatório em até 5 (cinco) dias após o regresso às atividades. Caso as justificativas das
ausências sejam analisadas e deferidas pelas equipes técnico-pedagógica da escola, o aluno
deverá realizar novas atividades, inclusive avaliativas, caso necessário.
 Efetuar trancamento ou desistência de matrícula, desde que observado rigorosamente o
Regimento das escolas do SENAI/MG e o Projeto Político Pedagógico da escola.
 Participar dos órgãos colegiados, do conselho escolar ou de comissões escolares, conforme
definições contidas no Projeto Político Pedagógico da escola.
 Integrar-se aos programas, projetos e planos da escola SENAI ou ser atendido pelos mesmos,
desde que observados os regulamentos dessas atividades.
 Ter acesso às informações e aos critérios dos programas de benefícios aos alunos.
 Participar dos processos de avaliação interna e externa da escola SENAI.
 Apresentar sugestões ou reclamações visando à melhoria da instituição, do processo
educacional e do sistema de avaliação com a coordenação, supervisão ou gerência da escola
SENAI.
 Ter assegurado o cumprimento do contrato de prestação de serviços educacionais, quando
aplicável.
 Receber resultados de seu desempenho escolar periodicamente.

São direitos da família do aluno menor de idade:


 Ter acesso às informações e às orientações que visem a melhoria do desempenho escolar do
aluno.
 Participar de eventos, reuniões e assembleias que propiciem a busca de soluções para os
problemas ou atendam às necessidades da escola e do aluno.
 Ser ouvida em seus interesses, nas expectativas e nos problemas que concorram para a
compreensão do desenvolvimento do aluno.
 Ser informada sobre a frequência escolar e o desenvolvimento da aprendizagem do aluno.

15. DEVERES DO ALUNO SENAI /MG

 Conhecer e cumprir as normas educacionais dispostas no Regimento Escolar.


 Adotar, na conduta escolar, os princípios do Projeto Político Pedagógico da escola, com
observância dos pilares aprender a ser, aprender a conviver, aprender a conhecer e aprender a
fazer.
 Cumprir as condições previstas no contrato de prestação de serviços educacionais, quando
aplicável, nos programas, na legislação educacional, no regimento e nas normas escolares.
 Manter a documentação completa e o endereço atualizado na secretaria escolar.
 Manter a escola informada sobre os aspectos que não possam ser omitidos em relação a sua
saúde, integridade física e mental.
 Cumprir rigorosamente os prazos (de matrícula, de avaliações, de entrega de livros, entre outros)
estabelecidos pela escola.
 Comportar-se adequadamente nas áreas de circulação da escola e de convívio social.
 Ter uma conduta pautada pelo diálogo e o respeito aos colegas, docentes e demais empregados
do SENAI.
 Desenvolver espírito de cooperação e solidariedade.
 Zelar pelo material, pelas máquinas, por equipamentos, livros e todos os recursos didáticos,
garantindo a continuidade do seu uso por toda a comunidade escolar.
 Preservar a imagem, o patrimônio físico, histórico e cultural do SENAI DR/MG.
 Assumir o desenvolvimento das competências propostas para o curso como princípio
organizador da vida escolar.
 Observar rigorosamente o cumprimento dos horários das aulas.
 Participar de programas de avaliação interna ou externa do curso.

13
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

 Não assumir a autoria de trabalhos, iniciativa ou soluções de problemas dos quais não tenha
participado.
 Cumprir as regras estabelecidas na escola relacionadas com o uso de equipamentos
eletroeletrônicos, o acesso às áreas bem como as restrições ao fumo e aos jogos com cartas
(baralho).
 Comparecer às aulas regularmente e pontualmente, realizando as atividades propostas pelo
docente.
 Participar de eventos (feiras, seminários, visitas técnicas, entre outros) promovidos pela escola.
 Cumprir as normas e os procedimentos de saúde e segurança no trabalho.
 Utilizar uniforme escolar nas dependências da escola, de acordo com as exigências da
instituição de ensino.
 Ao ingressar nos cursos do SENAI, declarar estar ciente de que, não estão incluídos na
prestação de serviços educacionais e nem são remunerados pelo preço nele estabelecido,
os serviços especiais de recuperação, reforço, dependência, adaptação, reciclagem,
transporte escolar, segunda chamada, exames especiais, fornecimento de segunda via de
documentos, uniforme, lanche e atividades extracurriculares, que poderão ser objetos de
cobrança à parte, bem como demais itens opcionais e de uso facultativo para o aluno.
 Ao ingressar nos cursos do SENAI, declarar estar ciente de que, o curso no qual está se
matriculando, possui manuseio de máquinas e equipamentos que pode envolver riscos de
acidentes.
 Ao ingressar nos cursos do SENAI, declarar estar ciente de que, o SENAI DR/MG não se
responsabiliza por seus bens pessoais, enquanto no uso de suas dependências ou durante sua
permanência na unidade operacional/escola, bem como por meios de transportes estacionados
(automóveis e bicicletas) nas suas dependências e objetos deixados no interior do veículo.
 Ao ingressar nos cursos do SENAI, declarar estar ciente de que, a responsabilidade por danos
decorrentes do uso indevido da internet nas dependências e equipamentos do SENAI, bem
como dos sistemas específicos utilizados é exclusiva do aluno, ou responsável legal, nos casos
dos alunos menores de idade, intencionalmente ou não, a terceiros, decorrentes do uso e acesso
indevido a sites e páginas da Internet uso indevido de senhas de terceiros, bem como da
postagem, por correio eletrônico (e-mail), de qualquer conteúdo que seja inadequado e/ou
impróprio para menores de idade.
 Ao ingressar nos cursos do SENAI, declarar estar ciente de que, a não devolução do(s) livro(s)
emprestado(s) pela biblioteca, implicará em cobrança do valor de mercado da obra no boleto da
próxima mensalidade.

São deveres da família do aluno menor de idade:


 Conhecer e cumprir as normas educacionais dispostas no Regimento Escolar;
 Incentivar a participação do aluno nas atividades realizadas pela escola, visando o seu pleno
desenvolvimento, o preparo para o exercício da cidadania e a sua qualificação para o trabalho;
 Colaborar com a escola nas ações educativas voltadas para o respeito às normas de liberdade e
convivência;
 Comparecer à escola e a demais atos pedagógicos inerentes ao processo de acompanhamento
escolar do aluno;
 Ajudar o aluno na interpretação e no cumprimento das normas escolares;
 Assegurar a frequência do aluno nas atividades escolares.
 Acompanhar o desempenho escolar do aluno.

16. É VEDADO AO ALUNO SENAI /MG

 Entrar em sala de aula, oficina e outras dependências de ensino ou delas retirar-se sem a
devida permissão do docente.
 Sair das dependências da escola, sem autorização da supervisão técnica, pedagógica ou
de funcionário designado.
 Ocupar-se com outras atividades, durante as aulas.
 Levar para a escola materiais estranhos às atividades escolares.
 Promover movimentos de hostilidade ou desprestígio à escola, a seus empregados e a
autoridades constituídas ou participar desses movimentos.
 Praticar atos ofensivos à moral e aos bons costumes que caracterize assédio moral ou
sexual.

14
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

 Realizar, sob qualquer pretexto, atividades utilizando o nome da escola sem autorização
prévia da direção.
 Usar o emblema do SENAI DR/MG ou o nome ou iniciais da escola em peças de indumentária,
sem prévia autorização da direção.
 Cometer injúria ou calúnia contra colegas ou empregados da escola ou praticar contra eles atos
de violência.
 Utilizar-se de material pertencente a terceiros sem autorização desses.
 Permanecer antes do início das aulas, ou em seus intervalos, fora dos recintos apropriados ou
transitar pelas dependências da escola durante as horas de aula, sem a devida autorização.
 Usar ou comercializar qualquer tipo de entorpecente ou bebida alcoólica nas dependências da
escola.
 Promover coleta de assinaturas, dentro ou fora da escola e sem prévia autorização, para tratar
de assuntos diretamente relacionados com o SENAI DR/MG.
 Divulgar assuntos que envolvam o nome da escola, de seus servidores ou de colegas em
qualquer meio, sem que esteja devidamente autorizado.
 Usar trajes incompatíveis com as normas vigentes ou que possam favorecer a ocorrência de
acidentes.
 Comercializar produtos e serviços no ambiente escolar.
 Utilizar celular em sala de aula ou oficinas/laboratórios, salvo em atividades com fins
pedagógicos.
 Exigir qualquer recurso que não esteja garantido no Regimento Escolar.
 Utilizar computadores disponibilizados pela escola para outros fins, além de educacional,
podendo a escola restringir o acesso a qualquer conteúdo que possa ser considerado
inadequado ou impróprio à sua formação.
 Utilizar indevidamente os equipamentos de informática e a internet, nas dependências da
escola, bem como causar danos, intencionalmente ou não a terceiros, decorrentes do uso
indevido a sites, páginas na internet, senhas, correio eletrônico, redes sociais, bem como
postagens em redes sociais de qualquer conteúdo inadequado, que denigra a imagem da
instituição, ou que seja imprópria para menores de idade.

17. MEDIDAS DISCIPLINARES

Medidas disciplinares são ações adotadas pela escola junto ao aluno que não observar os itens
dispostos nesse documento, bem como no Regimento Escolar e no Projeto Político Pedagógico.

São consideradas medidas disciplinares, em ordem de aplicação:

1º Advertência oral com o devido registro.


2º Advertência por escrito para ser assinada pelo aluno, se for maior de idade, ou pelo pai
ou responsável, caso o aluno seja menor de idade.
3º Suspender o aluno maior de idade em até 05 (cinco) dias letivos, consecutivos, em caso
de reincidência e após advertência por escrito.
4º Afastar o aluno menor de idade das atividades regulares em sala de aula, por período
não superior a 05 (cinco) dias, propiciando um local específico para sua permanência na
escola para dar continuidade ao curso. A medida é aplicada em caso de reincidência de
atos indisciplinares e após advertência por escrito.
5º Aplicar outras medidas disciplinares cabíveis, após dar ciência aos pais ou responsáveis,
e encaminhar para os órgãos competentes – Conselho Tutelar, Ministério Público e Polícia
Militar, quando necessário.

Se a falta cometida pelo aluno for considerada um ato infracional, a direção tomará as medidas
cabíveis, de acordo com a legislação vigente e sob orientação dos órgãos competentes. São
considerados atos infracionais: violência física e violência verbal, que agrida moralmente a quaisquer
agentes educacionais, violência ao patrimônio da escola, porte de armas de fogo ou armas brancas,
uso e comércio de drogas, assédio moral, assédio sexual, roubo e furto e crime cibernético.
Dependendo da gravidade da falta praticada, qualquer sanção pode ser aplicada,
independentemente, da ordem em que as faltas sejam enumeradas.

18. UNIFORME

15
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

Para os cursos Técnicos de Nível Médio e de Aprendizagem Industrial, o SENAI adota modelo
padrão de uniforme, para utilização nos turnos manhã e tarde.

Nota:
Não é permitido o uso de qualquer peça que descaracterize o ambiente escolar, tais como
camisa de futebol, camiseta sem manga, bermuda, roupa curta, decotada ou transparente,
sandália, boné, touca, camisa de cunho ofensivo e outros.

19. AÇÕES DE SAÚDE E SEGURANÇA NO AMBIENTE EDUCACIONAL

A escola aplica as normas de saúde, higiene e segurança, riscos e impactos ambientais no


desenvolvimento dos cursos e operação das atividades regulares, devendo todo aluno seguir essas
normas.

É obrigatório o uso dos Equipamentos de Proteção Individual – EPIs e Equipamentos de Proteção


Coletiva – EPCs pelos alunos, de acordo com as especificidades de cada curso e prática. Os EPIs e
EPCs, quando forem obrigatórios e não forem descartáveis, devem ser fornecidos pela escola a título
de empréstimo, depois de higienizados.

Quando for necessário o uso de calçado de segurança, para as práticas nas oficinas, sua utilização é
obrigatória.

Para o aluno de curso de Aprendizagem Industrial que possui contrato de Aprendizagem, o SENAI
solicita à empresa a possibilidade do fornecimento do calçado de segurança desde o início do curso,
principalmente para os aprendizes que realizarão a prática profissional na empresa. No entanto, o
fornecimento para as aulas práticas nas dependências do SENAI, quando obrigatórias, é facultativo
à empresa contratante. Se a empresa optar pelo não fornecimento durante a fase escolar, a escola
deve fornecer o calçado de segurança a título de empréstimo, quando obrigatória sua utilização.

Nota:
A participação do aluno menor de idade em visitas técnicas e/ou outras atividades
desenvolvidas fora das dependências do SENAI está condicionada, obrigatoriamente, da
expressa autorização do seu responsável legal.

20. NORMAS PARA UTILIZAÇÃO DAS OFICINAS E LABORATÓRIOS

 É proibida a utilização de anéis, relógios, colares, correntes, brincos, piercings, alargadores e


outros objetos de adorno e de uso pessoal durante o trabalho com máquinas, uma vez que eles
criam pontos de agarramento que podem dar origem a acidentes com lesões graves.
 É obrigatória a utilização dos EPI’s, conforme a prática profissional. Em nenhuma hipótese o aluno
poderá permanecer na oficina sem os equipamentos exigidos.
 É proibido o trânsito de pessoas entre as máquinas, principalmente quando estiver ocorrendo aula
prática. Alunos com cabelo comprido deverão prendê-los no momento de realização de aula
prática.
 É obrigatório uso de Equipamento de Proteção Individual que ofereça proteção eficiente e eficaz
contra os riscos presentes no ambiente de ensino quando da realização de atividade ou
permanência em laboratórios e oficinas. O uso de equipamento de proteção individual não
dispensa a necessidade de adoção de outras medidas cabíveis para a eliminação ou controle de
riscos.
 É de responsabilidade também do aluno, zelar por sua segurança, não adotando qualquer tipo de
ação que ofereça risco e respeitando as orientações informadas por seu instrutor.

21. BIBLIOTECA

O acervo das Bibliotecas do SENAI/MG está disponível para consultas e empréstimos domiciliares
para todos os alunos. A consulta ao catálogo do acervo pode ser feita pela web através do sistema
Pergamum em terminais localizados nas Bibliotecas ou de outros locais que o público tenha acesso,
inclusive por smartphones e tablets.

 Endereço de acesso web: www.fiemg.com.br/bibliotecaweb

16
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

 Endereço de acesso mobile: www.fiemg.com.br/biblioteca

Para usufruir dos serviços de empréstimo e renovação de materiais, o aluno deve estar cadastrado
na biblioteca de sua escola de origem e em dia com seus compromissos nesse ambiente.

Prazos de Empréstimo:
 Alunos de cursos presenciais podem retirar até 03 (três) itens com prazo de 07 (sete) dias para
a devolução;
 Alunos de cursos EaD podem retirar até 03 (três) obras, com prazo de 15 (quinze) dias para
devolução;
 O empréstimo da Coleção de reserva será realizado por hora;
 Não é permitido empréstimo domiciliar de obras de referência, tais como enciclopédias,
dicionários, manuais, bibliografias, diretórios e/ou outras publicações consideradas de
referência pelo bibliotecário (obras raras, esgotadas, materiais especiais, etc.).

Materiais devolvidos com atraso:


 A devolução de material emprestado (livros) em atraso acarretará a suspensão dos serviços de
empréstimo por 01 (um) dia, para cada obra e cada dia de atraso;
 Os alunos que tiverem com atraso superior a 07 (sete) dias corridos de devolução de
exemplares emprestados na biblioteca da escola serão comunicados por meio de uma
advertência por escrito que o valor de mercado da obra será cobrado em boleto a parte do
curso, exceto para os alunos da modalidade Aprendizagem Industrial e de programas
especiais, nos quais os convênios/contratos proíbam qualquer tipo de cobrança aos alunos;
 Os alunos da modalidade Aprendizagem Industrial, se não devolverem a obra durante o
período de 07 (sete) dias corridos, após a comunicação por advertência, deverão realizar a
reposição da obra, por indicação do bibliotecário responsável.

Nota:
Em casos de extravio (perda e roubo) e danos será solicitada a reposição da obra, conforme
regulamento da biblioteca.

22. MATERIAL DIDÁTICO

O material didático disponibilizado durante os cursos de Aprendizagem Industrial e de programas


especiais, com convênios/contratos específicos, será fornecido aos alunos a título de empréstimo(
Aprendizagem Industrial) ou o acesso será realizado por meio da estante virtual no site
http://digital.mflip.com.br/pub/senai/?flip=estante2#!/books/cover. Caso o aluno não devolva o
material ao final do curso/módulo, será cobrado o valor correspondente ao material didático não
devolvido.

Para os cursos Técnicos o material didático será disponibilizado por meio da estante virtual no site
http://digital.mflip.com.br/pub/senai/?flip=estante2#!/books/cover.

Nota:
Programa Trilhas de Futuro: Aluno recebe material didático impresso, sem necessidade de
devolução.

23. MEDICAMENTOS

A escola não fornecerá nenhum medicamento. Quando estiver fazendo uso de qualquer
medicamento, o aluno, ou o seu responsável legal, deverá trazê-lo de casa e apresentar cópia,
juntamente com o original, de receitas expedidas pelos médicos para medicamentos a serem
ministrados no horário letivo.

24. SITUAÇÃO ESPECIAL E ENTREGA DE ATESTADO/ LAUDO MÉDICO/ DECLARAÇÃO

17
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

O aluno terá direito às orientações dos docentes, à reposição das atividades desenvolvidas, de
acordo com disponibilidade da escola, e acesso ao material didático necessário aos estudos,
quando:
- For acometido de doença, desde que apresente laudo médico comprovando a sua
incapacidade temporária;
- Trabalhar em regime de turno, desde que apresente declaração da empresa que comprove a
alternância de horários (se aplica apenas para alunos de curso Técnico de Nível Médio);
- For convocado para o serviço militar, inclusive para os Tiros de Guerra, desde que as faltas
ocorram comprovadamente por motivos de obrigações decorrentes dessas condições;
- For aluna gestante, desde que as faltas ocorram comprovadamente por meio de atestado ou
laudo médico.

Nota:
Os documentos comprobatórios devem ser protocolados na Secretaria Escolar, no
prazo máximo de até 05 (cinco) dias consecutivos, contados a partir da 1ª data da falta.

25. INFORMAÇÕES FINANCEIRAS

Não estão incluídos nos contratos de Prestação de Serviços Educacionais, nem são remunerados
pelo preço nele estabelecido, os serviços especiais de recuperação, reforço, dependência,
adaptação, reciclagem, transporte escolar, segunda chamada de exames especiais e fornecimento
de segunda via de documentos, os opcionais e de uso facultativo para o aluno, bem como merenda e
material didático de uso individual e obrigatório, que poderão ser objeto de ajuste à parte e conforme
tabela anual divulgada pela escola.

26. DISPOSIÇÕES GERAIS

26.1. Sobre o Crachá do Aluno

O crachá é o instrumento de identificação do aluno, fornecido gratuitamente pelo SENAI,


sendo de uso pessoal e intransferível. Enquanto estiver dentro das dependências do SENAI,
o aluno deve utilizá-lo de forma visível. No caso de emissão de segunda via do crachá, o
aluno deve arcar com o custo.

26.2. Bens dos Alunos

O SENAI não se responsabiliza pelos bens particulares dos seus alunos. Portanto, cada
aluno deverá zelar e guardar os seus bens, responsabilizando pelos mesmos, dentro das
dependências do SENAI.

26.3. Estacionamento

O SENAI não garante estacionamento para os seus alunos e não se responsabiliza pela
guarda e segurança dos veículos de alunos.

27. SOBRE A EQUIPE

A escola possui uma equipe especializada e dedicada, responsável por resolver as situações sobre a
sua vida escolar. O aluno, ou seu responsável legal, deverá procurar o profissional abaixo descrito,
conforme a especificidade do assunto.

PROFISSIONAL RESPONSABILIDADE QUEM É

É o profissional mediador no processo de ensino e


aprendizagem, que tem a responsabilidade de
Instrutor(a) construir caminhos que levem o aluno a Todos Instrutores
desenvolver as competências necessárias ao
mundo do trabalho.

18
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

PROFISSIONAL RESPONSABILIDADE QUEM É

É de responsabilidade do diretor, dentre outras


atribuições, administrar, planejar, coordenar, Vander José Montesse do
Direção
organizar, orientar, monitorar e avaliar projetos e Amaral
atividades para a operacionalização da escola.

Este setor é responsável pelos processos de


escrituração escolar, como ações de planejamento,
organização, orientação, acompanhamento e
execução. Algumas das atribuições:
 Atendimento/Informações gerais;
Atendimento/ Regiane Maria da Silva
 Matrícula,
Secretaria
 Renovação de matrícula;
Escolar
 Emissão de documentos (declarações,
histórico escolar, diplomas e certificados);
 Processos de Transferência e
Cancelamento de cursos;
 Emissão de crachá.

Setor responsável pela coordenação técnica dos


cursos, especialmente no que se refere às
atividades práticas desenvolvidas dentro e fora das
oficinas e laboratórios, bem como auxílio à Célio Alves Pereira -Supervisor
supervisão pedagógica nos assuntos de natureza
técnica: Francisco Jaime da Silva Analista
Supervisão  Assuntos relacionados ao desenvolvimento Técnico
Técnica técnico dos instrutores;
 Visitas técnicas e acompanhamento da
prática na empresa;
 Infraestrutura;
 Conteúdo técnico;
 Análise técnica para fins de aproveitamento
de estudos.

Responsável pelo planejamento e


acompanhamento das atividades educacionais,
coordenando e acompanhando as atividades dos
instrutores e o desenvolvimento dos alunos, visando
a sua formação integral. Responsável também pelo
atendimento e orientação dos instrutores e alunos
nos assuntos educacionais. Algumas das Sandra dos Anjos Batista –
atribuições: Pedagoga
Pedagogia  Acompanhamento de faltas e desempenho Daniele Márcia da Silva – Analista
dos alunos; pedagógico
 Calendário escolar;
 Assuntos relacionados à metodologia e
didática dos instrutores;
 Questões disciplinares;
 Recursos Pedagógicos;
 Contratação de aprendizes.

19
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

PROFISSIONAL RESPONSABILIDADE QUEM É

Setor responsável por administrar e organizar o Fernanda Cristina Valadão


acervo bibliográfico da escola. Algumas atribuições:
Biblioteca  Empréstimo local e domiciliar;
Auxiliar: Bárbara Aparecida
 Normalização;
 Orientação das pesquisas bibliográficas. Camargo Silva de Carvalho
Horário de funcionamento:
 De segunda-feira a sexta-feira de 8:00 às 17:00

28. SOBRE A CIÊNCIA DESSE MANUAL E O TERMO DE CONHECIMENTO E COMPROMISSO

Faz parte desse manual, o “Termo de Conhecimento e Compromisso” que deve ser assinado pelo
aluno maior de 18 (dezoito) anos, ou responsável legal, para os casos de aluno menor de idade,
declarando ter recebido o referido documento e estar ciente das informações contidas,
comprometendo-se a cumprir o que nele está disposto.

 SAIBA MAIS SOBRE O SENAI: www.fiemg.com.br/senai

20
Manual Padronizado do Aluno SENAI/MG | 2021

TERMO DE CONHECIMENTO E COMPROMISSO


1. O aluno e o seu responsável legal deve ter acesso ao Manual do Aluno 2021 e assinar
o referido Termo de conhecimento e compromisso.
2. A Escola deve arquivar o referido termo na pasta do aluno.

Eu __________________________________________, responsável pelo (a) aluno

(a) aluno menor de idade ______________________________________________,

da turma _____________________, turno ___________, do curso

____________________________________, declaro ter recebido o Manual do

Aluno SENAI DR/MG 2021 e, estar ciente das informações contidas,

comprometendo-me a cumprir o que neste está disposto.

_______________________ (Cidade), _______ de _______________ de 2021.

__________________________________________________
Assinatura do aluno, ou do responsável legal
(quando o aluno for menor de idade)

21

Você também pode gostar