Você está na página 1de 19

UNIVERSIDADE PEDAGÓGICA

ESCOLA SUPERIOR DE CONTABILIDADE E GESTÃO

CURSO: GE/GC DISCIPLINA: PTP III GESTÃO FINANCEIRA – L


Ֆ PL
DOCENTES: GRUPO DATA:
15/11/2020

DISCIPLINA: PTP III GESTÃO FINANCEIRA

Introdução ao estudo
Objectivos:
- Definir Gestão Financeira,
- Definir os objectivos da empresa
- Definir as funções da gestão numa empresa
- Definir o que é uma gestão empresarial,
- Apontar quais os requisitos básicos e pessoais incluindo personalidade para um
gestor empresarial

A Essência da Função Financeira

A essência da função financeira são os investimentos financeiros e as decisões sobre


dividendos numa organização.
A gestão financeira é geralmente definida pelas funções e responsabilidades dos
gestores financeiros. Assim, as funções do gestor financeiro consistem no
planeamento sobre a obtenção e utilização dos fundos com vista a maximização do
valor da empresa ou firma.
As importantes tarefas do gestor envolvem:
-Planeamento - estabelece um intercâmbio com todo o executivo da empresa
responsável pelos planos gerais da empresa.
- Zelar pelos investimentos e decisões financeiras bem como a sua aplicação.
- Coordenar com os outros gestores da empresa ou do negocio para ajudar a empresa a
operar o mais eficientemente.
Todas as decisões empresariais envolvem implicações financeiras as suas dimensões
tidas em conta.
De uma forma geral a essência da função financeira é o investimento que depende do
financiamento (este pode ser por emissão de novas acções, obrigações, etc.) e que a
posterior gera os resultados, sendo necessário a definição de políticas de dividendos.

O lugar das Finanças na empresa

Segundo Pierre Conso, não existe uma regra que permite definir o lugar da função
financeira e o seu conjunto digo conteúdo para o conjunto das empresas.
As dimensões das empresa, o seu passado leva a que a organização ou estrutura Sá
das empresas não seja a mesma e como tal, o lugar e o conteúdo das finanças nestas a
ser diferente.

A função financeira no organigrama

A função financeira faz parte da função administrativa no sentido mais lato, por
oposição as funções industrial, comercial e social.
O grau da dissociação da função administrativa e financeira depende da dimensão da
empresa. Inclui-se nesta função todas as actividades que não dependem das outras
funções.
Encontramos não só a função financeira, mas também o tratamento da informação, a
administração geral e o controle de Gestão. São normalmente as actividades
representativas desta função , as seguintes:
-Financeiras- analise financeira, plano financeiro, operações financeiras, tesouraria,
panificação.
-Tratamento da informação- contabilidade analítica, controle de gestão, informática,
etc.

Funções do Gestor Financeiro


Segundo Getman, as funções do gestor financeiro são:
- analise e planeamento financeiro aqui os dados financeiros são transformados
de uma forma que possa ser usada para assentar a posição financeira da
empresa, avaliar a necessidade de aumentar a capacidade produtiva da
empresa e determinar o tipo de financiamento adicional que deve ser feito.
- Administração da estrutura do activo da empresa- o gestor financeiro
determina com posição os tipos de activos encontrados no balanço da empresa.
A determinação da melhor estrutura do activo para a empresa requer
conhecimento das operações passadas e futuras da empresa, a compreensão
dos objectivos que deverão ser alcançados a longo prazo.
- Administração da estrutura financeira aqui deve s pensar e determinar lugar na
composição mais adequada de financiamento a curto prazo e a longo prazo
( esta é uma decisão que afecta a lucratividade e a liquidez da empresa)
- Tem de se saber quais as melhores fontes de financiamento a curto prazo e
longo prazo.

Oportunidades de carreira em finanças

As finanças consistem em 3 áreas principais e que são interrelacionadas:


1- mercados monetários e de capitais
2- investimentos
3- administração financeira

As Responsabilidades do Gestor Financeiro

A tarefa do gestor financeiro é adquirir fundos e usa-los de forma que maximize o


valor da empresa. Segue-se algumas actividades especificas.
1º Previsão e planeamento- o gestor financeiro deve integrar com outros
executivos ao olhar o futuro e elaborar os planos que moldarão a futura posição da
empresa.
2º Importantes decisões de investimento e financiamento- uma empresa bem
sucedida deve ter um rápido crescimento das vendas, o que requer investimento
em equipamento, stock, em fabrica. Deve ajudar a determinar a taxa crescimento
óptimo das vendas e ajudar a decidir quais activos específicos deve ser adquiridos,
indicando a melhor maneira de financiamento.
Exemplo: Financiamento com divida ou capital próprio? E se optar pela divida,
ela deverá ser de longo prazo ou curto prazo.
3º Coordenação e controle – o gestor financeiro deve interagir com outros
executivos a fim de garantir que a empresa seja operada de forma mais eficiente
possível.
4º Transação com mercados financeiros- o gestor financeiro deve lidar com os
mercados monetários e de capital.
5º A analise financeira consiste na aplicação de instrumentos específicos apartir
dos documentos de síntese contabilístico (Balanço, Mapa de Demonstração de
Resultados e Mapa de Origem e aplicação de Fundos).
6º Realização de longo prazo implica a manutenção de relações com o mercado
financeiro e com o conjunto dos intermediários e organismos financeiros
7º Gestão de Tesouraria dos activos financeiros- tem por objectivo, o conjunto dos
activos circulantes e normalmente as disponibilidades e o credito a clientes bem
como o crédito de fornecedores e os créditos bancários no sentido lato.
8º A informação financeira externa contempla as relações com os accionistas, a
bolsa, a imprensa económica e financeira e as instituições.
9º A política de resultados tem a ver com a escolha de amortizações (fontes de
autofinanciamento) e a escolha do montante da distribuição de dividendo. Estas
decisões dependem do conselho de administração, mas são preparadas pelo
responsável financeiro.
Em suma, os gestores financeiros devem lidar com os mercados monetários e de
capital, digo decidem que activos suas empresas deve adquirir, como esses activos
devem ser financiados e como a empresa deve gerir seus recursos. Se essas
responsabilidades forem desempenhadas optimamente, os gestores financeiros
ajudarão a maximizar os valores de suas empresa, e isso também maximizará o
bem estar de longo prazo daqueles que compram da empresa ou trabalham para
ela.

A empresa e as funções da sua gestão


Gestor empresarial
O papel do gestor financeiro
Para desenvolverem a sua actividade, as empresas necessitam de uma variedade
quase infinidade de activos reais.
Alguns são activos corpóreos, como os equipamentos, as instalações fabris e os
escritórios.
Outros são incorpóreos, como os conhecimentos tecnológicos, as marcas
registadas e as patentes. Todos eles têm de ser comprados.

Para obter dinheiro necessário, a empresa vende pedaços de papel chamados activos
financeiros ou títulos.
Esses pedaços de papel tem valor porque representam direitos sobre os activos reais
da empresa e as disponibilidades originadas por eles.
Por exemplo, se a empresa pedir um empréstimo ao banco, este fica na posse de um
activo financeiro que lhe dá direito a uma serie de pagamentos de juros e ao
reembolso do capital emprestado. Os activos reais da empresa tem de produzir
disponibilidades suficientes para fazer face a estes pagamentos. Os activos financeiros
incluem, para além dos empréstimos bancários, as acções, as obrigações, os encargos
decorrentes de locação financeira.

O papel do gestor financeiro

O gestor financeiro posiciona-se entre a actividade operacional da empresa e os


mercados financeiros, onde os investidores adquirirem os activos financeiros emitidos
pela empresa.

Operações da empresa (um Gestor Financeiro Mercados Financeiros (os


conjunto de activos reais) investidores detém activos
financeiros)

Os investidores adquirem títulos das empresas


Este diagrama leva nos:
1º em que activos reais a empresa deve investir? A decisão de investimento orçamento
de investimento.
2º Como deve ser obtido o dinheiro para o financiamento? Decisão de financiamento.
Em ultima estancia o gestor responde pelos accionistas da empresa, que são os donos.
Qualquer decisão que aumente o valor da empresa é benéfica. Assim pode se dizer
que uma decisão de investimento será aquela em que a compra de um activo real
produz um valor superior ao seu custo.
Gestor deve saber:
- Em que forma os investimentos variam na empresa,
- A decisão de investimento não deve ser isolada dos mercados financeiros,
- O gestor deve considerar os factores tempo e incerteza.
- O gestor financeiro deve considerar os juros sobre empréstimos.
O que acontece quando a empresa investe em activos que não criam
disponibilidade e o que deve fazer.

Os objectivos da Empresa

Os objectivos da empresa são analisados segundo a óptica temporal:


1- a curto prazo é a maximização do lucro um objectivo que é consistente com os
accionistas.
2- A médio e longo prazo é o de maximizar o valor da empresa. Esta é a tarefa
principal do gestor financeiro, mas não deve esquecer os accionistas que
pressionam receber dividendos, para isso constitui o motivo principal pelo
qual os accionistas investem.
Ao constituir as necessárias reservas garante o saneamento financeiro no sentido
de se poder auto financiar e ampliar a actividade contribuindo para aumentar os
futuros recebimentos aos accionistas e aumentar o seu prestigio devido o
crescimento e desenvolvimento da sua empresa. Porem, a sua situação financeira
se estiver debilitada por ventura, devido a distribuição desmedida de dividendos,
então o valor da empresa declina e baixa o valor das acções dos accionistas.
3- Responsabilidade social – a maximização do valor da empresa, envolve a
eficiência, novos produtos, novas tecnologias e aumento do emprego que
aumentará a quantidade e a qualidade do produto oferecido.
O cumprimento do objectivo de longo prazo pressupõe se na satisfação do
objectivo de curto prazo.
Razões para o fracasso da maximização do lucro

Esse objectivo de maximização do lucro fracassa por várias razões:


- O tempo de retorno ignorado,
- Os fluxos de caixa disponíveis para os accionistas;
- O risco
O tempo de retorno ignorado
Tendo em vista que a empresa pode obter um rendimento sobre os recursos que
ela recebe, o recebimento prévio de recursos é preferível ao recebimento posterior.
Ex:
LPA (lucro por acção em USD)
Investimento 1 2 3 Total
X 1,40 1,00 0,40 2,80
Y 0,60 1,00 1,40 3,00
Neste exemplo o investimento X provê um LPA maior no primeiro ano. O LPA
no primeiro ano pode ser reinvestido para prover maiores receitas futuras.
Os fluxos de caixa disponíveis para os accionistas
Os lucros não representam necessariamente fluxos de caixa disponíveis aos
accionistas. Os accionistas recebem fluxo de caixa na forma de dividendos pagos
em dinheiro, ou pela venda de suas acções por um preço maior do que o pago
inicialmente. Maior LPA não significa necessariamente que o Conselho de
Administração da empresa vai votar pelo aumento do pagamento de dividendos.
Mais ainda, maiores lucros por acção não significam necessariamente um preço
mais alto das acções. Somente quando os lucros são acompanhados pela
expectativa de um aumento nos fluxos de caixa futuros, pode-se esperar um
acréscimo no preço das acções.
Risco
A maximização de lucros também não leva em consideração o risco.
Risco é a chance de que os resultados reais possam diferir daqueles esperados. O
retorno e o risco são os determinantes chaves do preço das acções, que
representam a riqueza dos accionistas.
O fluxo de caixa e o risco afectam o preço das acções diferentes: um fluxo de
caixa maior é geralmente associado a um maior preço das acções. Um risco maior
tende a resultar em um preço das acções mais baixo, pois o accionista deve ser
compensado pelo risco maior. Em geral os accionistas são avessos ao risco, isto é
a postura de evitar o risco.

Meta do Gestor Financeiro


Os objectivos dos accionistas são normalmente distintos dos gestores. As acções
dos gestores financeiros devem ser tomadas para alcançar os objectivos dos
proprietários da empresa, seus accionistas. Na maioria dos casos, se os
administradores financeiros têm sucesso, eles vão também alcançar os seus
próprios objectivos financeiros e profissionais. Portanto, administradores
financeiros precisam saber quais são os objectivos dos proprietários da empresa.
Muitas pessoas acreditam que o objectivo do proprietário é sempre maximizar os
lucros.

Maximização da Riqueza do Accionista


A meta da empresa e por conseguinte de todos os gestores ou gerentes e
empregados é maximizar a riqueza dos proprietários da empresa. A riqueza dos
proprietários de sociedades anónimas é mensurada pelo preço das acções, que por
sua vez é baseado no tempo de retorno dos resultados (fluxos de caixa), na sua
magnitude e no seu risco. Quando se considera cada alternativa de decisão
financeira, em termos de seu impacto no preço das acções da empresa,
administradores financeiros devem aceitar somente aquelas acções que aumentam
o valor esperado da acção. Tendo em vista que o preço da acção representa a
riqueza do proprietário na empresa, a maximização do preço da acção é
consistente com a maximização da riqueza do proprietário.
EVA (valor económico adicionado) é a medida usada por muitas empresas para
determinar se o investimento contribui positivamente para a riqueza dos
proprietários.
EVA= Custos dos recursos utilizados para financiar o investimento de seus lucros
operacionais após impostos. Os investimentos com a EVA positivo aumentam o valor
da riqueza do accionista e aqueles com EVA negativa reduzem o valor da riqueza do
accionista.
A popularidade do EVA se deve tanto a sua relativa simplicidade, quanto á sua forte
ligação com a maximização da riqueza do proprietário. Os defensores do EVA
acreditam que ele demonstra uma forte correlação com os preço das acções (EVA>
são associados a preços de acções aumentando e vice-versa).
Esta medida é simplesmente a aplicação remodelada de uma técnica padrão de tomada
de decisões de investimento chamada valor presente líquido (VPL).

Formas alternativas da organização empresarial

Há três formas principais de organização empresarial:


1- Empresa individual,
2- Sociedade e
3- Sociedade anónima.
Em termos de quantidade, cerca de 80% das empresas são geridas como empresas
individuais, ao passo que as restantes estão igualmente divididas entre parcerias e
sociedades anónimas.

Empresa individual

Empresa individual é uma empresa de propriedade de um indivíduo.


Vantagens
Existem 3 vantagens a destacar:
- Ela é fácil e barata de se formar,
- Esta sujeita a poucos regulamentos do governamentais e
- Não paga imposto de renda de sociedade anónima.

Desvantagens ou limitações
Existem 3 desvantagens a destacar:
- É difícil obter grandes somas de capital,
- O proprietário tem um passivo pessoal ilimitado para as divididas da empresa,
que podem resultar em perdas que ultrapassam o valor investido na empresa e
- A vida de uma empresa como indivíduo é limitada a pessoa que a criou. Por
essas três razões, as empresas individuais são restritas primordialmente a
pequenas operações empresariais. Contudo, empresas são frequentemente
iniciadas dessa forma e depois transformadas em sociedades anónimas quando
seu crescimento faz com que as desvantagens de ser individual superam as
vantagens.
Contudo, no mundo 75% de todas as empresas são de firma individual. A firma
individual é um pequeno negócio. O proprietário, juntamente com alguns
empregados, opera o negócio. Ele ou ela normalmente conseguem capital recursos
pessoais ou através de empréstimos e são responsáveis por todas as decisões de
negócios.

Sociedades ou Sociedade Limitada

Uma sociedade é uma empresa de propriedade de duas ou mais pessoas.


Vantagens
As grandes vantagens estão no baixo custo e na facilidade de sua criação.
Desvantagens
As desvantagens são semelhantes com as da empresa individual:
- Passivo ilimitado
- Vida limitada da organização e
- Dificuldades de transferencias de propriedade
- Dificuldades de levantar grandes quantias de capital.
Sociedades perfazem em torno de 10% de todos os negócios são tipicamente
maiores do que sociedades anónimas. Empresas de finanças, seguros e de bens
imóveis são os tipos mais comuns de sociedades. Sociedades de contabilidade de
empresa aberta e corretagem de acções muitas vezes têm um grande número de
sócios.
A maioria das sociedades é estabelecida através de um documento conhecido
como contrato social. É um contrato escrito usado para estabelecer formalmente
uma sociedade de negócios.
Sociedade Anónima (corporation)

Sociedade anónima é uma entidade legal criada por um estado, com separação e
distinção entre seus donos e administradores, com vida ilimitada, fácil
transferencia de propriedade e passivo ilimitado.
Vantagens
As separações conferem 3 grandes vantagens:
- Vida ilimitada pode ser continuada depois que seu proprietários e
administradores falecerem.
- Fácil transferência de direito de propriedade
- Passivo ilimitado.

As sociedades anónimas oferecem significativas vantagens sobre empresas


individuais e a sociedade, mas tem duas desvantagens principais:
1ª Os lucros estão sujeitos á dupla tributação - os lucros da empresa são tributados
e então qualquer lucro pago como dividendos é taxado novamente como renda aos
accionistas.
2ª A formação de uma sociedade anónima é muito burocrático e os seus
procedimentos são complexos e onerosos do que os requeridos em nome
individual ou sociedade.
Enquanto uma empresa individual ou sociedade pode iniciar suas operações sem
muita burocracia, na formação de uma sociedade anónima, os incorpóreos
precisam contratar um advogado para preparar uma carta – patente e uma serie de
estatutos.
1º Nome da sociedade
2º Tipo de actividade que desempenhara,
3º Valor do capital accionário
4º Numero de directores
5º Nome e endereços dos directores.
Apesar de apenas 15% de todos os negócios serem sociedades anónimas, essas são
responsáveis por quase 90% das receitas de negócios e 80% dos lucros líquidos.
Apesar de as sociedades anónimas estarem envolvidas em todos os tipos de
negócios, as empresas industriais são responsáveis pela maior parte das receitas e
dos lucros líquidos dos negócios de sociedades anónimas.
Os proprietários de uma sociedade anónima são seus accionistas, cuja propriedade
é evidenciada ou por acções ordinárias ou acções preferenciais.
Acções ordinárias são a forma mais pura e básica de propriedade de uma
sociedade anónima.
Dividendos são distribuições periódicas de lucros entre os accionistas de uma
empresa.
Conselho de Administração é um grupo eleito pelos accionistas da sociedade
anónima e que tem a autoridade final na condução dos negócios da sociedade
anónima e na concepção da politica geral da empresa.
Stakeholders
O que são stakeholders são grupos como empregados, clientes, fornecedores e
credores, que têm uma ligação económica directa com a empresa.
Apesar de a maximização da riqueza dos accionistas ser a meta principal,
recentemente muitas empresas ampliaram seu enfoque para incluir os interesses os
interesses dos stakeholders da mesma forma que os accionistas. O objectivo dos
stakeholders não é maximizar o bem estar mas sim preservá-lo. Essa questão é
considerada como parte da responsabilidade social.

Responsabilidade Social

Responsabilidade social é o conceito de que as empresas deveriam estar


activamente preocupadas com o bem estar da sociedade em geral.
Ética - são padrões de conduta ou de comportamento moral. A Ética empresarial
pode ser considerada a atitude e a conduta de uma empresa em relação aos
funcionários, clientes, comunidade e accionistas. Altos padrões de comportamento
ético requerem que uma empresa trate cada participante de maneira justa e
honesta.
O compromisso de uma empresa para com a ética empresarial pode ser avaliado
pela tendência da empresa e de seus funcionários de acatar as leis e os
regulamentos relativos a factores como segurança e qualidade do produto, praticas
justas de emprego, praticas justas de marketing e vendas, uso de informação
confidencial para lucro pessoal, envolvimento da comunidade, suborno e
pagamentos ilegais para governos estrangeiros para fechamento de negócios.

Vantagens do comportamento Ético

- evita multas e despesas legais,


- aumenta a confiança do público,
- atrai negócios de clientes que apreciam e apoiam essa política,
- apoia e mantém funcionários da mais alta importância,
- apoia a viabilidade económica das comunidades em que opera.
A maioria das empresas tem actualmente vigorosos códigos de comportamento
ético e conduz programas de treinamento a fim de assegurar que todos os
funcionários compreendam o comportamento correcto em diferentes situações
empresariais e é importante que a alta administração esteja abertamente
comprometida com o comportamento ético e que comunique esse comportamento
por meio das próprias atitudes, bem como da política, das directrizes e do sistema
de punição/recompensa da empresa.

A Questão da Agência
Nos sabemos que a meta do gestor financeiro é de maximizar a riqueza dos
proprietários da empresa. Portanto, a alta administração pode ser vista como um
agente dos proprietários que a contrataram e lhe deram a autoridade de tomada de
decisão para administrar a empresa.
Tecnicamente, qualquer administrador que é proprietário de menos de 100% da
empresa é, em algum grau, um agente dos proprietários.
Na teoria, a maioria dos administradores financeiros concordam com a meta de
maximização da riqueza dos proprietários. Na prática, no entanto, os
administradores estão também preocupados com a sua riqueza pessoal,
estabilidade no emprego, assim como com benefícios supérfluos, tais como ter
escritórios, tais como ter escritórios e carros de luxo, ser sócio de clubes de laser,
andar em limusines, tudo á custa da empresa. Tais preocupações podem tornar os
administradores relutantes ou sem vontade de correr mais do que um risco
moderado, se eles percebem que isso pode resultar na perda de seu emprego e
causar prejuízo á sua riqueza pessoal. O resultado é um rendimento abaixo de seu
potencial máximo, assim como uma perda potencial de riqueza dos seus
proprietários.

Problema de agência
A partir desse conflito da propriedade e das metas pessoais, surge o problema de
agência que é a probabilidade de que administradores possam colocar metas
pessoais á frente de metas da sociedade anónima.
Os problemas da agência podem ser prevenidos ou minimizados com recursos a
dois factores:
 Forças do mercado;
 Custos de agência.
Forças do Mercado
Uma força de mercado é formada pelos principais accionistas, particularmente
grandes investimentos institucionais, tais como fundos mútuos, companhias de seguro
e fundos de pensão. Esses portadores de grandes blocos de acções da empresa
começaram em anos recentes a exercer pressão sobre a performance da alta
administração. Quando necessário, eles exercitam seu direito de voto como
accionistas para substituir os administrações de baixa performance.
Outra força de mercado é a aquisição hostil do controle accionaria por outra empresa
que acredite que possa aumentar o valor da empresa através de uma reorganização das
operações de gerenciamento e financiamento. A constante ameaça de tomada do
controle accionaria tende a motivar a administração a agir no melhor interesse dos
proprietários da empresa, ao tentar maximizar o valor da acção.

Custos de agência.
Para minimizar problemas da agência e contribuir para a maximização da riqueza dos
proprietários, os accionistas incorrem em custos de agência. Esses são custos de
monitoramento do comportamento da administração, assegurando contra actos
desonestos da administração e dando aos administradores o incentivo financeiro para
maximizar o valor da acção. A abordagem mais popular, poderosa e cara é estruturar a
forma de remuneração da alta administração para corresponder á maximização do
valor da acção. O objectivo é dar nos administradores incentivos para agir de acordo
com o melhor interesse dos proprietários. Os planos de incentivos mais popular são o
de dar opções de compra de acções para a administração. Essas opções permitem aos
administradores que comprem acções a um preço de mercado estabelecido. Se o
mercado subsequentemente aumenta, os administradores serão recompensados ao
poderem revender suas acções a um valor de mercado mais alto. Mais empresas estão
também oferecendo planos de performance, que vinculam a remuneração da
administração a medidas como lucro por acção (LPA), crescimento em LPA, ou
outras taxas de resultados. O uso de planos de incentivos ou performance
aparentemente motivam os administradores a operarem de uma forma coerente com a
maximização do valor da acção. Adicionalmente, pacotes de remuneração bem
estruturados permitem ás empresas contratarem os melhores administradores
possíveis.
Em suma: Problema de agência é a probabilidade de que administradores possam
colocar metas pessoais á frente de metas da sociedade anónima.
Custo de agência é o custo incorrido pelos accionistas para minimizar problemas da
agência.
Opções de compra de acções é um incentivo que permite á administração comprar
acções ao preço de mercado ajustado no momento da sua concessão.

Os erros mais comuns na Gestão Financeira

A inexistência de uma adequada gestão financeira pelas empresas provoca uma série
problemas de análise, planeamento e controle financeiro das suas actividades operacionais,
entre os quais citamos:

1. Não ter as informações corretas sobre saldo de caixa, valor dos estoques das mercadorias,
valor das contas a receber, valor das contas a pagar, volume das despesas fixas ou financeiras,
etc. Isso ocorre porque não há o registro adequado das transações realizadas.

2. Não saber se a empresa está ou não tendo lucro em suas atividades operacionais, em razão
da não elaboração de demonstrativo de resultados.

3. Não calcular corretamente o preço de venda dos produtos, pelo desconhecimento dos
custos e das despesas.

4. Não conhecer corretamente o volume, a origem dos recebimentos, a quantidade e o destino


dos pagamentos, porque não há elaboração do fluxo de caixa.

5. Não saber o valor patrimonial da empresa, o que ocorre quando não é feito um balanço
patrimonial.

6. Não saber quanto os sócios retiram de pró-labore porque não existe um valor fixo para a
remuneração deles.

7. Não conhecer corretamente o custo das mercadorias vendidas porque não há um registro
adequado de estoque.

8. Não saber corretamente o valor das despesas fixas da companhia, porque as despesas
pessoais dos sócios e as da própria empresa não são calculadas separadamente.
9. Não saber administrar corretamente o capital de giro, pelo desconhecimento do ciclo
financeiro das operações.

10. Não fazer análise e planejamento financeiro porque não existe um sistema de informações
gerenciais (fluxo de caixa, demonstrativo de resultados e balanço patrimonial)

AULA PRATICA nº 1

1. Leia o testo seguinte: as empresas geralmente compram activos ------(a)----------.


Estas incluem não só activos corpóreos, tais como---------(b)--------, mas também
activos incorpóreos, tais como ---------------(c)-----------.Para poder pagar esses
activos, a empresa vende activos----------------(d)------------, tais como -----------
(e)-----------.A decisão respeitante a escolha dos activos a adquirir é usualmente
designada por decisão de ------------------(f)---------------ou-------------(g)--------------.
A decisão respeitante a obtenção dos recursos financeiros é geralmente designada por
decisão de -------------------(h)-----------------.
Coloque cada um dos seguintes termos nos espaços mais apropriados: Financiamento,
Reais, Obrigações, investimento, aviões, financiamento, orçamento de investimentos,
marcas comerciais da empresa.
2. Quais dos seguinte activos são reais e quais são financeiros?
a) Uma participação no capital social.
b) Documento representativo de uma divida pessoal.
c) Uma marca comercial
d) Um avião
e) Um terreno não urbanizado
f) O saldo da conta de depósitos á ordem da empresa
g) Uma força de vendas experiente e deligente
h) Uma obrigação de uma empresa.
3- Quais as vantagens e desvantagens de iniciar uma actividade comercial sob a forma de:
a) Empresa em nome individual?
b) Sociedade do tipo em nome colectivo?
c) Sociedade anónima?
4- Faça a correspondência entre as características a seguir indicadas com um dos tipos de
empresas mencionadas entre parênteses:
a) A propriedade e a gestão não coincidem (empresa em nome
individual, sociedade anónima).
b) Os proprietários têm responsabilidades ilimitadas pelas dívidas da
empresa (empresário em nome individual, sociedade anónima).
c) Os lucros da empresa e os rendimentos dos seus proprietários são
colectados separadamente (sociedade do tipo em nome colectivo,
sociedade anónima)
d) A empresa pode mudar de proprietários sem que isso afecte a sua
actividade (empresa em nome individual, sociedade anónima).
5- Que remunerações exigem os investidores para correr riscos?
6- O que são finanças? Explique como este campo afecta toda organização.
7- Aponte razões pelas quais a maximização do lucro não é consistente com a
maximização da riqueza dos accionistas.
8- O que é risco? Porque tanto o risco quanto os retornos devem ser considerados pelo
gestor financeiro?
9- O que é o valor económico adicionado (EVA)? Como é usado?
10- Qual é a diferença entre gestor financeiro e um contabilista.
11 Debruce-se sobre a importância da inflação na gestão financeira.
12- Fale sobre os objectivos da empresa.
13- Debruce-se sobre o que é um gestor financeiro e qual é a sua importância numa
empresa, não se esquecendo do seu lugar.
14- O que é responsabilidade social.
15- Quais são as habilidades requeridas de um gestor de uma empresa ou organização.
16- O que ser ético? Qual é o seu papel para o desenvolvimento de uma organização.
17- O que são finanças? Explique como este campo afecta toda organização.
18- Descreva o campo de actuação da administração financeira. Compare este campo de
actuação com os serviços financeiros.
19- Porque o estudo da administração financeira é importante, sem levar em consideração
a área específica de responsabilidade que uma pessoa tem dentro de uma empresa?
20- Quais são as três formas básicas de organização empresarial? Qual a forma mais
comum? Qual forma é dominante em termos de receitas de negócios e lucros líquidos?
Porque?
21- Descreva o papel e a relação básica entre as partes mais importantes em uma
sociedade anónima – accionista, conselho de administração e presidente. Como são
comparados os proprietários da sociedade anónima?
22- Quais actividades financeiras são executadas pelo director tesoureiro, ou gestor
financeiro, em uma empresa?
23- Qual é o princípio fundamental usado na administração financeira?
24- Quais são as principais diferenças entre contabilidade e finanças com relação á ênfase
sobre fluxos de caixa e tomada de decisões?
25- Quais são as três actividades chaves do gerente financeiro relacionados ao balanço da
empresa?
26- Liste três razões pelas quais a maximização do lucro não é consistente com a
maximização da riqueza dos accionistas.
27- O que é risco? Porque tanto o risco quanto os retornos devem ser considerados pelo
gestor financeiro?
28- Qual é a meta da empresa e por conseguinte de seus administradores e empregados?
Como pode ser mensurada a conquista dessa meta?
29- Quem são os stakeholders e que importância é dada a eles em busca da meta da
empresa? Porque?
30- Por que a ética da sociedade anónima é importante? Discuta a relação que se acredita
existir entre a ética e o valor da acção.
31- Quais as formas principais de organização empresarial? Quais as vantagens e
desvantagens de cada uma?
32- A taxa de retorno "normal" sobre o investimento seria a mesma em todos os sectores?
As taxas de retorno "normais" mudam com o passar do tempo? Explique.
33- Se a taxa de inflação aumentasse, o papel do gerente financeiro aumentaria ou
diminuiria em importância em relação a outros executivos? Explique.
34- A maximização da riqueza do accionista deveria ser considerada um objectivo de
longo prazo ou curto prazo? Por exemplo, se uma medida provavelmente aumentará os
preços das acções de uma empresa de seu valor actual de 20 USD para 25 USD, em seis
meses, e para 30 USD, em cinco anos, e outra medida provavelmente manterá as acções a
20 USD por vários anos e depois deverá aumentá-la para 40 USD em cinco anos, que
medida seria melhor? Você pode pensar em algumas medidas empresariais específicas
que poderiam apresentar essas tendências gerais?
35- Baseando-se em seus conhecimentos de contabilidade, você pode pensar em alguma
diferença de procedimento contábil que poderia dificultar a comparação do desempenho
relativo das diferentes empresas?
36- Teria a administração de uma empresa em um sector oligopolista ou competitivo mais
probabilidade de se envolver no que poderia ser chamado de práticas "socialmente
consistentes"? Explique seu raciocínio.
37- Qual a diferença entre a maximização dos preços das acções e a maximização dos
lucros? Sob que condições a maximização dos lucros poderia não levar á maximização
dos preços das acções?
38- Se fosse o presidente de uma grande sociedade anónima, você tomaria decisões para
maximizar o bem-estar dos accionistas ou seus interesses pessoais? Quais as medidas que
os accionistas adoptariam para assegurar a coincidência dos interesses da administração e
dos accionistas? Quais outros factores poderiam influenciar as medidas da administração?
39- O presidente da United Semiconductor fez esta declaração no relatório anual da
empresa: "O objectivo primordial da United é aumentar o valor das acções ordinárias com
o passar do tempo". Mais adiante, no relatório, foram feitas os seguintes comunicados:
a) A companhia contribuíra com 1,5 USD milhão para a orquestra sinfónica de San
Francisco, cidade onde está sediada.
b) A companhia está gastando 500 USD milhões para abrir uma nova fábrica no México:
Nenhuma receita será produzida pela fabrica durante quatro anos, de forma que os lucros
ficarão achatados durante esse período, em oposição ao que seria se decidissem não abrir
a nova fábrica.
c) A companhia está aumentando seu uso relativo da divida. Embora os activos tenham
sido anteriormente financiados com 35% de capital de terceiros e 65% de capital próprio,
a partir de agora o mix será de meio a meio para cada parte.
d) A companhia utiliza muita electricidade em suas operações manufactureiras e gera a
maior parte da energia que utiliza por conta própria. Há planos para utilizar combustível
nuclear em vez de carvão para produzir electricidade no futuro.
e) A companhia tem pago metade de seus lucros como dividendos, retendo a outra
metade. Daqui para a frente, ela pagará apenas 30% como dividendos.
Explique como os accionistas, clientes e funcionários da United reagiriam a cada uma
dessas medidas e, então, como cada medida afectaria os preços das acções da empresa.
40) O que é o problema de agência? Como as forças do mercado agem para prevenir ou
minimizar esse problema?
41) Defina custos de agência e explique porque as empresas incorrem nesses custos.
Como as empresas tentam estruturar a compensação dos seus executivos para prevenir ou
minimizar os problema de agência?

Você também pode gostar