Você está na página 1de 40

CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE

SANTARÉM

DETERMINAÇÃO DE TENSÃO
ADMISSIVEL DO SOLO
Turma : Engenharia Civil
Disciplina : Fundações

Prof. MSc. Renato Aguiar


TIPOS DE FUNDAÇÕES – NBR 6122/2019
✓ Fundação rasa (direta ou superficial): elemento de
fundação cuja base está assentada em profundidade inferior a
duas vezes a menor dimensão da fundação, recebendo aí as
tensões distribuídas que equilibram a carga aplicada; para
esta definição adota-se a menor profundidade, caso esta não
seja constante em todo o perímetro da fundação
TIPOS DE FUNDAÇÕES – NBR 6122/2019
✓ Fundação profunda: elemento de fundação que transmite
a carga ao terreno ou pela base (resistência de ponta) ou por
sua superfície lateral (resistência de fuste) ou por uma
combinação das duas, sendo sua ponta ou base apoiada em
uma profundidade superior a oito vezes a sua menor
dimensão em planta e no mínimo 3,0 m; quando não for
atingido o limite de oito vezes, a denominação é justificada.
Neste tipo de fundação incluem-se as estacas e os tubulões
TIPOS DE CARREGAMENTO PARA
DIMENSIONAMENTO

✓ Fundações Superficiais
Tensão (KPa)

CÁLCULO DE TENSÃO
ADMISSÍVEL

✓ Fundações Profundas
Carga (KN)
MÉTODOS PARA DETERMINAÇÃO DA TENSÃO
ADMISSíVEL – NBR 6122/19
✓ Prova de carga sobre placa

✓ Métodos teóricos

✓ Métodos semi-empíricos
PROVA DE CARGA SOBRE PLACA – NBR 6489
✓ Este ensaio procura reproduzir o comportamento de
uma sapata quando solicitada.
✓ Comumente é realizado utilizando-se uma placa rígida
de ferro fundido com 80cm de diâmetro.
✓ Esta é carregada por meio de um macaco hidráulico
que reage contra uma caixa carregada ou contra um
sistema de tirantes.
PROVA DE CARGA SOBRE PLACA – NBR 6489

✓ Prova de carga sobre placa


PROVA DE CARGA SOBRE PLACA – NBR 6489
✓ Baseado no valor da pressão aplicada (lida no
manômetro acoplado ao macaco hidráulico) e o recalque
medido no deflectômetro, traça-se a curva pressão x
recalque.
✓ A pressão é aplicada em estágios, sendo que cada
novo estágio é aplicado após a estabilização dos recalques
do carregamento anterior.
✓ Anota-se também o tempo de início e término de cada
estágio.
PROVA DE CARGA SOBRE PLACA – NBR 6489
✓ A curva pressão x recalque é determinada ligando-se
os pontos estabilizados (linha pontilhada).
CAPACIDADE DE CARGA

✓ Prova de carga sobre placa


PROVA DE CARGA SOBRE PLACA – NBR 6489
✓ Na maioria das vezes, a curva pressão x recalque é
representada entre dois pontos extremos.
✓ A ruptura denominada como geral, ocorre em solos
resistentes (argilas rijas ou areias compactas), apresentam
tensão de ruptura bem definida (𝜎r).
✓ A ruptura denominada como local, ocorre em solos
menos resistentes (argilas moles ou areias fofas), não
apresentam tensão de ruptura bem definida (𝜎r).
PROVA DE CARGA SOBRE PLACA – NBR 6489

✓ Na maioria das vezes, a curva pressão x recalque é


representada entre dois pontos extremos.
PROVA DE CARGA SOBRE PLACA – NBR 6489
✓ A estimativa do valor da tensão admissível do solo,
decorrente de um ensaio de prova de carga (desprezando-
se o efeito do tamanho da sapata), é determinada por:
PROVA DE CARGA SOBRE PLACA – NBR 6489
✓ Em que 𝜎25 é a tensão correspondente a um recalque de
25mm (ruptura convencional).
✓ E 𝜎 10 é a tensão correspondente a um recalque de
10mm (limitação de recalque).
✓ Para a interpretação dos resultados do ensaio de prova
de carga em placa é importante conhecer o perfil geotécnico
do solo, a fim de evitar erros nas análises.
✓ Um exemplo seria se no subsolo existirem camadas
compressíveis em profundidade que não sejam solicitadas
pelas tensões aplicadas pela fundação (figura a seguir).
PROVA DE CARGA SOBRE PLACA – NBR 6489

✓ A prova de carga não terá qualquer valor para se estimar a


tensão admissível da fundação, visto que o bulbo de
pressões desta é algumas vezes maior que o da placa.
QUESTÃO 1
• (ENADE 2011) Foi executada uma
prova de carga em placa de
acordo com a NBR 6489 (1984)
em um terreno onde será
executado um prédio em
fundação direta (sapata).
O resultado do ensaio é
apresentado na figura ao lado.
QUESTÃO 2 – Obras Geotécnicas
• Analisando-se o resultado do ensaio apresentado na figura,
qual é a área de uma sapata quadrada isolada cuja carga do
pilar é de 1000 kN, considerando o peso próprio da sapata
como 5% da carga do pilar?
QUESTÃO 1
• DIMENSIONAMENTO DA ÁREA DA SAPATA
QUESTÃO 1
• TIPO DE RUPTURA

𝑅𝑈𝑃𝑇𝑈𝑅𝐴 𝐿𝑂𝐶𝐴𝐿 𝑅𝑈𝑃𝑇𝑈𝑅𝐴 𝐺𝐸𝑅𝐴𝐿

• Em que 𝜎25 é a tensão correspondente a um recalque de 25mm


(ruptura convencional).
• 𝜎10 é a tensão correspondente a um recalque de 10mm (limitação
de recalque).
•𝜎R é a tensão de ruptura.
QUESTÃO 1
• Tensão do solo
• Qual o tipo de ruptura? 225 450

450
= =225KPa
2

=225KPa

• ÁREA DA SAPATA

1000+1000∗0,05
Ab= =4,67m² 𝑅𝑈𝑃𝑇𝑈𝑅𝐴 𝐿𝑂𝐶𝐴𝐿
225
QUESTÃO 1
• Analisando-se o resultado do ensaio apresentado na figura,
qual é a área de uma sapata quadrada isolada cuja carga do
pilar é de 1000 kN, considerando o peso próprio da sapata
como 5% da carga do pilar?
MÉTODOS TEÓRICOS – MECÂNICA DOS SOLOS
✓ As formulações para determinação da capacidade de
carga são desenvolvidas a partir do conhecimento do tipo
de ruptura que o solo pode sofrer e das condições de
carregamento aos quais é solicitado.

✓ Terzaghi;
✓ Skempton;
✓ Vesic;
✓ Meyerhoff.
MÉTODOS TEÓRICOS – MECÊNICA DOS SOLOS
✓ MÉTODO DE TERZAGHI

q= 𝛾. ℎ
MÉTODOS TEÓRICOS – MECÊNICA DOS SOLOS
Ruptura Geral
✓ MÉTODO DE TERZAGHI
Ruptura Local
MÉTODOS TEÓRICOS – MECÊNICA DOS SOLOS
Ruptura Geral
✓ MÉTODO DE TERZAGHI
Ruptura Local
MÉTODOS TEÓRICOS – MECÊNICA DOS SOLOS
✓ MÉTODO DE TERZAGHI

𝜎R
𝜎adm =
3
MÉTODOS SEMI EMPÍRICOS

✓ Usa como referência ensaios de campo (SPT e CPT)


para determinação da tensão admissível.

✓ Formulação de Meyerhoff
✓ Formulação de Terzaghi
✓ Formulação de Ubirajara
MÉTODOS SEMI EMPÍRICOS
✓ Definição do Nspt a ser utilizado
✓ Menor valor (mais conservador)
✓ Média do SPT no alcance do bulbo de tensões
MÉTODOS SEMI EMPÍRICOS
✓ Formulação de Meyerhoff. (Solos Arenosos e Fundação
Superficial)

✓ 𝜎a = Tensão admissível do solo;


✓ Nspt = Número de golpes do ensaio de Nspt na
profundidade desejada;
✓ B = Menor dimensão da fundação (m);
✓ D = Profundidade de Assentamento (m);
✓ Resultado em (t/m²) para (kgf/cm²) dividir por 10.
MÉTODOS SEMI EMPÍRICOS
✓ Formulação de Terzaghi (Areia Seca)
✓ (B ≤ 1,30m) (B > 1,30m)

✓ 𝜎a = Tensão admissível do solo;


✓ Nspt = Número de golpes do ensaio de Nspt na
profundidade desejada;
✓ Resultado em (kgf/cm²).
MÉTODOS SEMI EMPÍRICOS
✓ Formulação de Terzaghi (Argilas)

✓ 𝜎a = Tensão admissível do solo;


✓ Nspt = Número de golpes do ensaio de Nspt na
profundidade desejada;
✓ B = Dimensão da fundação (m);
✓ L = Dimensão da fundação (m);
✓ Resultado em (t/m²) para (kgf/cm²) dividir por 10.
MÉTODOS SEMI EMPÍRICOS
✓ Formulação de Ubirajara – Proposta para Belém
(Acima do N.A sem circulação de água)

✓ 𝜎a = Tensão admissível do solo;


✓ Nspt = Número de golpes do ensaio de Nspt na
profundidade desejada;
✓ Abaixo do N.A considerar redução de 50% no valor da sa
✓ Resultado em (kgf/cm²).
MÉTODOS SEMI EMPÍRICOS
✓ Formulação de Ubirajara – Proposta para Belém
(Acima do N.A com circulação de água)

✓ 𝜎a = Tensão admissível do solo;


✓ N = Número de golpes do ensaio de SPT na
profundidade desejada – 30cm finais;
✓ N’ = Número de golpes do ensaio de SPT na
profundidade desejada – 30cm iniciais
✓ Resultado em (kgf/cm²).
MÉTODOS SEMI EMPÍRICOS
✓ Formulação de Ubirajara – Proposta para Belém
(Abaixo do N.A com circulação de água)

✓ 𝜎a = Tensão admissível do solo;


✓ N = Número de golpes do ensaio de SPT na
profundidade desejada – 30cm finais;
✓ N’ = Número de golpes do ensaio de SPT na
profundidade desejada – 30cm iniciais
✓ Resultado em (kgf/cm²).
MÉTODOS SEMI EMPÍRICOS
✓ Para o cálculo da tensão admissível pelos métodos semi
empíricos, considere uma fundação com dimensões de 1m x
1m, assentada a uma profundidade de 1m. Analise o laudo
de sondagem a seguir.
CAPACIDADE DE CARGA
✓EXERCÍCIO
✓ Estimar a tensão admissível de uma fundação direta a
partir do resultado de uma prova de carga sobre placa,
conforme abaixo. Desprezar o efeito do tamanho da
fundação.
MÉTODOS SEMI EMPÍRICOS
✓ EXERCÍCIO
✓ Para o cálculo da tensão admissível pelos métodos semi
empíricos, considere uma fundação com dimensões de 1m x
1m, assentada a uma profundidade de 1m. Analise o laudo
de sondagem a seguir.

Você também pode gostar