Você está na página 1de 3

Introdução

Quando falamos em opções de pagamento, nada é mais conveniente do que o


pagamento eletrônico. Você não tem que emitir um cheque, passar um cartão de crédito
ou lidar com dinheiro vivo; tudo o que precisa fazer é inserir algumas informações no seu
navegador de Internet e clicar com o mouse. Não é de admirar que cada vez mais as
pessoas estão optando pelo pagamento eletrônico ou e-payment, como uma alternativa a
enviar cheques pelo correio.
Neste artigo, vamos dar uma olhada nos tipos de pagamento eletrônico, discutir
seus benefícios e limitações e explicar como acrescentar a capacidade de pagamento
eletrônico ao seu site.

Métodos e tipos de pagamentos eletrônicos


Um pagamento eletrônico é qualquer tipo de pagamento que não utiliza dinheiro
vivo ou cheque de papel. Os métodos de pagamentos eletrônicos incluem cartões de
crédito, cartões de débito e a rede de ACH (câmara de compensação bancária
automatizada). O sistema ACH compreende o depósito direto, débito direto e os cheques
eletrônicos (e-cheques).
Para todos estes métodos de pagamento eletrônico, há três tipos principais de transações:

1. Um pagamento único de cliente para fornecedor é geralmente usado quando


você compra pela Internet em um site de comércio eletrônico. Você clica no ícone de
compra, digita as informações do seu cartão de crédito e conclui a operação. O site
processa as informações de seu cartão de crédito e envia um e-mail notificando que
o pagamento foi recebido. Em alguns sites, você pode usar um cheque eletrônico em
vez do cartão de crédito. Para pagar por cheque eletrônico, você digita seu número
de conta corrente e os números de seu banco. O fornecedor autoriza o pagamento
através do banco do cliente, que, então, inicia uma transferência eletrônica de
fundos (TEF) ou imprime um cheque e envia pelo correio para o fornecedor.
2. Um pagamento recorrente de cliente para fornecedor quando você paga uma
conta através do débito direto programado de sua conta corrente ou uma cobrança
automática para seu cartão de crédito. Este tipo de pagamento costuma ser oferecido
por empresas de seguro de carro, empresas telefônicas e empresas de
administração de empréstimos. Alguns contratos a longo prazo (como em academias
de ginástica) requerem este tipo de programação de pagamento automático.
3. Para usar o pagamento automático banco para fornecedor, seu banco deve
oferecer um serviço chamado pagamento de boleto online. Você acessa o site de
seu banco, entra com as informações do fornecedor e autoriza o banco a transferir
eletronicamente o dinheiro de sua conta para realizar o pagamento. Na maioria dos
casos, você pode escolher se faz isso manualmente para cada conta ou se terá suas
contas automaticamente pagas no mesmo dia de cada mês.

Benefícios do pagamento eletrônico


O pagamento eletrônico é muito conveniente para o consumidor. Na maioria dos
casos, você apenas precisa entrar com suas informações de conta, tais como o número de
seu cartão de crédito e endereço para entrega, uma única vez. Essa informação é
armazenada em um banco de dados do varejista em um servidor de Web. Quando você
volta para o site, é preciso apenas fazer o login com nome de usuário e senha. Completar
a transação é simples como clicar seu mouse: tudo o que você precisa fazer é confirmar
sua compra.
Os pagamentos eletrônicos diminuem os custos para as empresas. Quanto mais
pagamentos eles podem processar eletronicamente, menos eles gastam em papel e
postagem. Oferecer pagamento eletrônico também pode ajudar a melhorar os negócios e
a manter clientes. É bem provável que um cliente volte para o mesmo site de comércio
eletrônico onde suas informações já estão inseridas e armazenadas.
Com todos os benefícios do pagamento eletrônico, não é de se admirar que seu
uso esteja crescendo. Mais de 12 bilhões de pagamentos ACH foram feitos em 2004, um
aumento de 20% desde 2003. O Estudo de Pagamentos da Reserva Federal de 2004 (em
inglês) notou que de 2000 até 2003, os pagamentos eletrônicos cresceram à medida que
os cheques diminuíram, o que sugere que os pagamentos eletrônicos estão substituindo
os cheques.
Para melhor servir seus clientes, os bancos estão rapidamente mudando para
oferecer serviços de pagamentos eletrônicos online. Na pesquisa de 2005 da Grant
Thornton de executivos de banco descobriu-se que 65% dos bancos da comunidade e
94% dos grandes bancos oferecem pagamentos online 24 horas por dia. A maioria destes
serviços é grátis para os membros e se comunicam facilmente com programas de software
pessoais, como o Quicken ou MS Money. Alternativamente, os consumidores podem se
inscrever para os serviços de pagamento de contas online como Paytrust (em inglês) ou
Yahoo! Pagamento de Conta (em inglês). Estes serviços cobram uma tarifa mensal em
troca da conveniência de pagamento de contas sem papelada.

Preocupações com o pagamento eletrônico


As maiores desvantagens do pagamento eletrônico são as preocupações com a
privacidade e a possibilidade de roubo de identidade. Felizmente, há muitos recursos
disponíveis para proteger suas informações pessoais de cair em mãos erradas.
É possível se defender contra os roubos de identidade usando um software de
proteção contra vírus e um firewall em seu computador. Você também deve ter certeza de
que está enviando suas informações de cartão de crédito para um servidor seguro. Seu
navegador de Internet notificará quando um servidor for seguro, mostrando um ícone de
cadeado ou de chave. Além disso, o endereço de um site seguro geralmente começa com
o prefixo "https" em vez de "http". Os varejistas fazem a parte deles usando criptografia de
dados, que codifica suas informações de tal modo que apenas um proprietário de uma
chave pode decodificar.
Por outro lado, algumas pessoas simplesmente não gostam de fazer pagamentos
eletrônicos. Elas acham que isso consome muito tempo e não querem mais logins e
senhas para ter que se lembrar. Outros, simplesmente preferem a familiaridade de
escrever cheques e colocá-los em envelopes dentro de caixas do correio.
Independentemente destas preocupações, o pagamento eletrônico continua ficando cada
vez mais popular.

Como configurar o pagamento eletrônico para seu negócio


Vamos dizer que você tem um pequeno negócio e quer configurar os pagamentos
online via website. Sua primeira decisão é se vai terceirizar seu pagamento ou se vai fazê-
lo em casa mesmo. Há várias empresas que ajudam nessa transação. Estes serviços
cobram uma taxa de processamento por transação.
Se você preferir processar o pagamento de casa, a primeira coisa que precisa
fazer é configurar um servidor seguro. Este é um computador que usa criptografia para
dificultar que invasores interceptem informações confidenciais. Secure Socket Layer
(SSL) é uma tecnologia usada para criptografar os dados. Você pode solicitar um
certificado SSL (em inglês) online. Além disso, é preciso fazer um acordo com o banco e
com a administradora de cartão de crédito para poder usar o serviço.
Uma vez que tenha um certificado SSL, você precisa registrar seu site com um
serviço de autenticação digital. Um certificado digital valida que o site que está recebendo
as informações de seus clientes é o correto. Isso assegura aos clientes que seu site é
legítimo e que as informações deles estão criptografadas.
Agora que você tem um servidor seguro, você vai precisar desenvolver ou comprar
um software de compras que permite que o cliente escolha os produtos de seu site e
adicione-os a um carrinho virtual. Quando os clientes estiverem prontos para concluírem
seus pedidos, eles clicam no link de conclusão que os leva até o seu servidor seguro, em
que eles entram com as informações do cartão de crédito.
Finalmente, você precisa de um sistema para processar os pagamentos do cartão
de crédito e uma conta de comerciante com um banco. Os serviços de processamento de
pagamento de cartão de crédito estão disponíveis através de empresas terceirizadas ou
mesmo com as próprias instituições. Elas fornecem um software que valida as informações
do cartão de crédito de seu cliente sobre seu servidor seguro. Algumas empresas também
escolhem aceitar cheques eletrônicos dos clientes.

Mais informações
Mais links interessantes (em inglês)
• NACHA: The Electronic Payment Association (Associação de Pagamento
Eletrônico)
Fontes
• O Estudo de Pagamentos da Reserva Federal de 2004. Sistema de Reserva
Federal, de 15 de dezembro de 2004.
http://www.frbservices.org/Retail/pdf/2004PaymentResearchReport.pdf
• "Horas nos caixas dos bancos: uma coisa do passado." WebMetro, 8 de agosto
de 2005.
http://www.webmetro.com/news1detail1.asp?id=1362
• "Os bancos passeiam pelo ARC para registrar a onda dos pagamentos ACH."
NACHA Press Release, 11 de abril de 2005.
Brandt, Jim. "A Evolução dos Serviços de Pagamentos Eletrônicos no UB." O'Reilly:
Perl.com, 9 de dezembro de 2004.
http://www.perl.com/pub/a/2004/12/09/epayment.html
• "EFTPS-Online Consegue Melhor Atualização." IRS. IR-2003-90, 21 de julho de
2003.
• Mosquera, Mary. "O IRS quer seu dinheiro - eletronicamente." Government
Computer News, 4 de abril de 2005.
http://www.gcn.com/24_7/news/35431-1.html
• Pawling, G. Patrick. "Contas online atendem milhões." iQ Magazine,
Novembro/Dezembro 2003.