Ascaridíase, Enterobíase e Tricuríase

Disciplina Parasitologia Clínica, FCF/USP 1°semestre/2005

Profa. Dra. Irene Soares

Metazoa
Plathyhelminthes Trematoda
Schistosoma Fasciola

Aschelminthes Nematoda
Ascaris Enterobius Trichuris Strongyloides Ancylostoma Necator Toxocara Wuchereria Onchocerca

Cestoda
Taenia Hymenolepis Echinococcus

Ascaridíase
Etiologia: Ascaris lumbricoides
Filo: Aschelminthes Classe: Nematoda Família: Ascarididae Gênero: Ascaris
Popularmente conhecido como “lombriga” ou “bicha”

Morfologia • Macho: Mede cerca de 20 a 30 cm de comprimento fêmea Apresenta extremidade posterior fortemente encurvada para a face ventral • Fêmea: macho Maior nematódeo intestinal Mede cerca de 30 a 40 cm de comprimento Apresenta extremidade posterior retilínea .

grandes. ovais Membrana externa albuminosa Sem membrana externa Albuminosa (casca + fina) 45-75µm x 35-50µm Fértil 88-94µm x 39-44µm Infértil .Morfologia • Ovos: Cor castanha.

Ciclo biológico SOLO Duração: 3 semanas (meio externo) Homem Fezes Ovos não embrionados (fertéis) Ovo embrionado (não infectante) Ovo embrionado (infectante) .

HOMEM Ovos embrionados Ingestão Intestino delgado: eclosão → larva (aeróbia) Vasos sanguíneos e linfáticos Duração: 2 a 3 meses Fígado Coração Pulmão Traquéia e laringe Deglutição Estômago Intestino (jejuno e íleo): macho e fêmea → ovos Longevidade dos vermes adultos: 1 a 2 anos .

irritabilidade Obstrução intestinal: enovelamento de vermes adultos Migração de vermes adultos para outros locais (apêndice. boca ou ânus . fígado) – detectável por raios X Os vermes adultos podem sair pelo nariz. febre.Patogenia e sintomatologia Fase de invasão larvária: Síndrome de Loeffler (tosse. pneumonia) Fase intestinal: má digestão. eosinofilia. perda de peso. dores abdominais.

Vermes adultos removidos do intestino de um paciente com infecção pesada .

Resposta imune Predomínio de resposta Th2: IL-4 → IgE IL-5 → eosinofilia .

Grande produção de ovos pelas fêmeas (cerca de 200.000/dia/fêmea) .Epidemiologia Parasitose de prevalência mundial Mais frequente das helmintíases humanas (~30% da população mundial) Fatores que influenciam a alta prevalência: .Viabilidade do ovo infectante no solo por muitos meses .

Diagnóstico laboratorial Exame parasitológico de fezes: Macroscópico: pesquisa de vermes adultos Microscópico: pesquisa de ovos Métodos: Direto (com lugol) → sensibilidade >90% Sedimentação: Hoffman e Ritchie Kato-Katz (quantitativo: carga parasitária) .

Ovo infértil Ovos férteis ovo decorticado .

Enterobíase Etiologia: Enterobius vermicularis Filo: Aschelminthes Classe: Nematoda Família: Oxyuridae Gênero: Enterobius Popularmente conhecido como “oxiúro” .

Morfologia • Macho: Mede de 3 a 5 mm de comprimento Apresenta curvatura caudal • Fêmea: Mede cerca 1cm Apresenta cauda afilada Ambos possuem expansões denominadas asas cefálicas de cada lado da extremidade anterior .

Morfologia • Ovos: Medem cerca de 50-54 µm x 20-27 µm Apresentam casca fina e incolor São achatados em um dos lados (forma em D) Larva desenvolvida .

ou mais no solo Não há ciclo pulmonar Longevidade da fêmea: 35 a 50 dias .HOMEM Ciclo biológico Ovos embrionados Ingestão Intestino delgado (duodeno): eclosão → larva Duração: 1 a 2 meses Intestino grosso (ceco): verme adulto Cópula Região perianal: oviposição Ovos infectantes ≅ 6 h no homem.

Mecanismos de transmissão Heteroinfecção: Ovos (poeira ou alimentos) → vias aéreas ou boca (novo hospedeiro) Ovos (região anal) → boca (novo hospedeiro) Auto-infecção: Ovos (região perianal) → boca ou vias aéreas Eclosão (região perianal) → ânus → ceco → vermes adultos (retroinfecção) .

irritabilidade Irritação da vulva em meninas .Patogenia e Sintomatologia Muitos casos são assintomáticos Raramente causa lesões graves Sintomas associados à migração da fêmea grávida para fora do ânus: Prurido perianal noturno. insônia.

Epidemiologia Distribuição mundial Alta prevalência nas crianças em idade escolar Fêmeas eliminam grandes quantidades de ovos na região perianal .

Diagnóstico laboratorial Exame parasitológico: pesquisa de ovos ou fêmeas adultas Método: Fita gomada ou Graham (“anal swab”) Os ovos raramente são encontrados nas fezes Sensibilidade do exame de fezes (métodos de enriquecimento): < 10% .

Ovos (“anal swab”) .

Tricuríase Etiologia: Trichuris trichiura Filo: Aschelminthes Classe: Nematoda Família: Trichuridae Gênero: Trichuris Popularmente conhecido como “tricúris ou tricocéfalo” .

Morfologia • Vermes adultos: Medem de 3 a 5 cm de comprimento A porção anterior de ambos é delgada e afilada. enquanto a posterior é mais larga (1/3) .

Morfologia • Vermes adultos: O macho é menor e apresenta a extremidade posterior curvada (360° com espículo C) copulador .

Morfologia • Ovos: Medem 50-54 µm x 23 µm Apresentam formato elíptico (forma de barril) com poros salientes e transparentes em ambas as extremidades .

Ciclo biológico SOLO Fezes Homem Ovo não embrionado Meio externo 2 a 3 semanas Ovo embrionado (infectante) Longevidade dos ovos no meio ambiente: vários meses .

HOMEM Ovos embrionados Intestino delgado: eclosão → Larva Ingestão Duração: 60 a 90 dias Intestino grosso (ceco): verme adulto oviposição: cada fêmea elimina cerca de 7.000 ovos/dia Não há ciclo pulmonar Longevidade dos vermes adultos: 3 a 4 anos .

diarréia. eosinofilia. perda de apetite. insônia.Patogenia e sintomatologia Infecções leves → assintomáticas Sintomáticas: nervosismo.000 vermes) → inflamação intestinal → prolapso retal . dor abdominal Infecções pesadas (500 a 5.

Prolapso retal: exteriorização do reto através do ânus .

Epidemiologia Prevalência e intensidade da infecção maiores em crianças Frequentemente ocorre infecção dupla com Ascaris .

Diagnóstico laboratorial Exame parasitológico de fezes Exame macroscópico: pesquisa de vermes adultos (raros nas fezes) Exame microscópico: pesquisa de ovos na fezes Métodos: Direto (com lugol) Sedimentação (Hoffman e Ritchie) Kato-Katz (carga parasitária) .

Ovos .

Enterobíase.Tratamento Ascaridíase. Tricuríase Mebendazol: Inibe irreversivelmente a captação de glicose pelo verme Provoca paralização e morte progressiva do parasita Eliminação passiva do verme até o 3º dia póstratamento Os ovos eliminados pós-tratamento são inviáveis A droga praticamente não é absorvida e não interfere com o sistema de captação de glicose no homem .

Tricuríase Albendazol: Vermicida. Enterobíase. ovicida e larvicida Promove o bloqueio de absorção de glicose pelos vermes Na fase inicial causa a imobilização da musculatura do verme e na fase final a morte por paralisia muscular Age por contato direto na luz intestinal e apenas 0.5% é absorvido pelo homem .Tratamento Ascaridíase.

Tratamento Outras drogas Ascaridíase: Pamoato de pirantel Levamisol Piperazina Ivermectina (100% de eficácia) Enterobíase: Pamoato de pirvínio Tiabendazol Tricuríase: Ivermectina (associado ao Albendazol) .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful