Você está na página 1de 2

Amanda Rodrigues Cappi

Amanda Leanne Rainha

NUTRIÇÃO UNIMEP – 6º SEMESTRE


NUTRIGENÔMICA – ARTIGO I – 19/11/2020

1. Discuta como o conhecimento do genoma humano, à partir do Projeto


Genoma Humano, propiciou o desenvolvimento da Nutrigenômica.
O genoma, contem a informação da vida, ele possui todas as sequências
de DNA de um organismo, todos os genes necessários a vida. O projeto
genoma humano surgiu após a descoberta do genoma, cujo o objetivo foi
identificar e fazer o mapeamento, dos genes existentes no DNA humano e
identificar as 3 milhões de bases que compõem o DNA, isso ajudou muito
com o desenvolvimento da nutrigenômica, pois, com os genes e bases
identificados e mapeados foi possível estudar os genes em larga escala o
que tornou muito mais fácil analisar sua interação com os componentes
dietéticos.
2. O que são polimorfismos genéticos? Como se aplicam nos estudos de
nutrigenômica?
Os polimorfismos são variações genéticas que aparecem como
consequências de mutações, podendo ter diferentes classificações
dependendo da mutação original. A categoria mais básica de
polimorfismo é originada a partir de uma simples mutação, quando ocorre
uma troca de um nucleotídeo por outro. Outros polimorfismos
conhecidos ocorrem quando há inserção ou deleção de pedaços do DNA.
Eles se aplicam na nutrigenômica por que dependendo da interação dos
componestes dietéticos com o genoma, os polimorfismos podem ser
potencializados ou compensados, tanto na consequência da dieta sobre
expressão genica quanto a consequência do polimorfismo sobre a dieta.
3. À partir do texto, como a Nutrigenômica pode ser definida?
A Nutrigenômica é definida como ciência que visa conhecer e
compreender o funcionamento e a interação do genoma humano com os
componentes dietéticos, ou seja, estuda a influência da alimentação na
expressão genica.
4. Como os componentes dietéticos (bioativos) podem “modular” o genoma?
Relacione com a ação gene-nutriente.
Na forma direta bioativa os componentes dietéticos interagem com
fatores de transcrição no núcleo da célula e induzem ou inibem a
transcrição dos genes, modulando o genoma.
5. “Com os conhecimentos do genoma, a expressão dos genes e a influência
de compostos alimentares, algumas doenças podem ser amenizadas e até
mesmo impedidas de se manifestar”.
Após a leitura do artigo, você acredita que essa ciência nova terá um papel
preponderante no futuro da Nutrição? Justifique.
Sim, pois, com os estudos da nutrigenômica, já podemos personalizar
dietas para , reduzir os riscos de doenças e talvez com o avanço desses
estudos seja possível identificar com precisão quais grupos ou
indivíduos se beneficiariam ou não do consumo de determinado alimento,
que pode impedir doenças.

Você também pode gostar