Você está na página 1de 5

25730 . 5 - Direito Internacional Público e Privado - 20202.

AB

Avaliação On-Line 5 (AOL 5) - Questionário


Nota finalEnviado: 24/09/20 20:33 (BRT)
10/10

1. Pergunta 1

/1

Acerca do tema Controvérsias Internacionais, assinale a alternativa correta.

1. A Corte Internacional de Justiça – CIJ, com sede em Haia (Países Baixos), é tratada nos artigos 92 a 96 da
Carta da ONU, com funcionamento regulado pelo Pacto de San José da Costa Rica.
2. A CIJ é considerada o único órgão judiciário na Sociedade Internacional, uma vez que seus Estados-
membros têm a possibilidade de submeter litígios.
3. A CIJ é orientada por seu Estatuto e aplica-se apenas a Estados, excluindo outros sujeitos de Direito
Internacional, como as organizações internacionais e o indivíduo, exceto para emissão de pareceres
consultivos que podem ser solicitados por Organizações Internacionais. Resposta correta
4. O Tribunal Internacional do Direito do Mar, da Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar de
1982, conhecida como a Convenção de Montego Bay de 1982 efetivou-se com o objetivo precípuo de velar
pela Convenção, mas não pelo meio ambiente marinho.
5. O uso da força será legitimo, inclusive quando não for aplicado por um órgão ou organização
internacional competente ou exercido como ato de legítima defesa.

2. Pergunta 2

/1

Assinale a alternativa que apresenta organizações internacionais.

1. Santa Sé e Organização Mundial do Comércio.


2. Organização Mundial do Comércio e Coca-Cola.
3. Mercosul e Santa Sé.
4. Banco Mundial e Banco do Brasil.
5. Organização das Nações Unidas e Organização dos Estados Americanos. Resposta correta
3. Pergunta 3

/1

Leia as sentenças a seguir e assinale a alternativa correta.

1. Organizações internacionais, como a ONU e a Santa Sé, possuem personalidade jurídica internacional.
2. Os Estados podem ser considerados sujeitos de Direito Internacional, por isso não considerados como
atores.
3. A pessoa é um sujeito pleno de Direito Internacional.
4. Na Nova Ordem Internacional também se trabalha com a ideia de atores internacionais, que, mesmo sem
possuir personalidade jurídica internacional, possuem poder de influenciar o meio internacional. Resposta
correta
5. As corporações transnacionais são consideradas tanto sujeitos quanto atores no direito internacional.

4. Pergunta 4

/1

A respeito das organizações internacionais (OIs), assinale a alternativa correta.

1. Organização internacional é a associação voluntária de sujeitos de Direito Internacional criada para


desenvolver da melhor maneira possível as relações entre os Estados, permitindo-lhes cumprir em conjunto
as funções que não poderiam realizar separadamente, uma vez que existem certos problemas que só podem
ser resolvidos com a colaboração dos demais membros da Sociedade Internacional. Resposta correta
2. No cenário internacional atual, as OIs atuam em diversas áreas, desde a manutenção da paz entre os
Estados até o incentivo ao livre comércio e ao desenvolvimento econômico, podendo operar em áreas
diversas das que estão determinadas em seus Estatutos.
3. Todas as OIs possuem um nível elevado de dependência em suas ações, gerindo-se com grande
interferência dos Estados que, a initio, criaram-nas.
4. A primeira organização internacional criada foi a Comissão Central para a Navegação do Reno, em 1815,
integrada pela Suíça, Alemanha, França Bélgica e Holanda. Tinha por objetivo regulamentar o comércio
marítimo no Mar Morto.
5. Após a eclosão da Segunda Guerra Mundial, que gerou a destruição de boa parte da Europa, e com o
crescimento simultâneo do socialismo no Hemisfério Leste, ganhou força a ideia de construção de uma
ordem internacional voltado no Direito não mais apenas ligada à ideia de sobreposição do poder,
contribuindo-se, desta forma, para uma diminuição de organizações internacionais.
5. Pergunta 5

/1

Marque a alternativa correta correspondente à classificação dos sujeitos de Direito Internacional em função da sua
situação jurídica.

1. Sujeitos ativos seriam apenas os Estados e a Igreja Católica; transitórios seriam as organizações
internacionais e os beligerantes.
2. Sujeitos permanentes gozariam da faculdade de cooperar diretamente na formação do Direito
Internacional positivo (por exemplo, Estados, Igreja Católica, certas associações de Estados e algumas
organizações internacionais).
3. O Tratado não precisa “ter nome de tratado”, como expresso no elemento “diversas denominações”,
basta que haja a manifestação de vontade.
4. Ainda que na relação com corporações internacionais, os Estados atuaram dentro do Direito
Internacional Público.
5. Sujeitos de direitos e sujeitos de deveres seriam a regra, apesar de haver entidades a quem o Direito
Internacional atribua apenas direitos (por exemplo, indivíduos com direito de petição junto a tribunais ou
organizações internacionais) ou só imponha obrigações (como os indivíduos julgados por crimes de
guerra).Resposta correta

6. Pergunta 6

/1

A respeito das organizações internacionais e do Estado como sujeitos de Direito Internacional, assinale a alternativa
correta.

1. Os Estados são os únicos dotados de soberania, por isso são os únicos que têm capacidade de celebrar
tratados.
2. São elementos constitutivos do Estado a soberania e o território, apenas.
3. O reconhecimento do Estado pela ONU é pré-requisito para existência de um Estado.
4. Além de sujeitos de Direito Internacional, também são considerados atores na sociedade internacional.
Resposta correta
5. Ainda contemporaneamente, não se admite questionar a posição dos Estados como principais sujeitos
de Direito Internacional.
7. Pergunta 7

/1

Silva (2018) aponta que para alcançar os objetivos do Mercosul serão utilizados quais instrumentos?

1. Um programa de liberação comercial.


2. Um regime geral de origem, a ser adotado no período de transição, até 1995.
3. Um sistema de solução de controvérsias da Cláusula de Salvaguarda.
4. A constituição de subgrupos de trabalho do Grupo de Mercado Comum – GMC.
5. A celebração apenas de acordos bilaterais. Resposta correta

8. Pergunta 8

/1

Assinale a alternativa que indica os sujeitos de Direito Internacional.

1. Pessoa humana e corporações transnacionais.


2. Estados e ONGs.
3. Organizações internacionais e corporações transnacionais.
4. Corporações transnacionais e ONGs.
5. Santa Sé e pessoa humana. Resposta correta
9. Pergunta 9

/1

Sobre as teorias das relações internacionais, assinale a alternativa correta.

Ocultar opções de resposta

1. Para a Teoria Radical das Relações Internacionais o indivíduo busca de poder e os Estados atuam da
mesma forma, ou seja, o Estado busca do seu próprio interesse, definido em termos de poder. O poder, neste
viés, é entendido em termos dos recursos materiais necessários para prejudicar fisicamente ou coagir
outros Estados, ou seja, lutar e ganhar guerras.
2. Ao se analisar a sociedade internacional numa perspectiva liberal, o cenário global está fundamentado
em três pressupostos: a natureza anárquica, a competição pelo poder e a lógica do conflito. Nesta concepção,
o Estado é visto como ator unitário.
3. A tradição Liberal das Relações Internacionais acredita no progresso humano na sociedade civil
moderna alcançada por meio da economia capitalista. Nesse sentindo, a Teoria Liberal entende que a
natureza humana é boa, sendo possível às pessoas uma melhora de suas condições morais e materiais,
viabilizando o progresso social e a paz duradoura. Resposta correta
4. Para a Teoria Radical, o conteúdo das relações internacionais deve ser materialmente possível (não
pode violar jus cogens e deve haver a intenção de se obrigar (não é possível fazer-se ato unilateral obrigando
outro Estado).
5. Os realistas apresentam uma teoria anticapitalista por meio da perspectiva do mundo contemporâneo,
entendendo que as mudanças que ocorreram pós 1989, em realidade, em pouco alteraram a Sociedade
Internacional, que, para estes, continua dividido entre Estados ricos e poderosos e Estados altamente
dependentes de outro lado.
10. Pergunta 10

/1

São requisitos para existência do Estado:

1. população e território.
2. população, território e soberania. Resposta correta
3. participar de organizações Internacionais.
4. reconhecimento da CIJ.
5. reconhecimento da ONU.

Você também pode gostar