Você está na página 1de 8

Universidade Federal de Ouro Preto

Instituto de Ciências Exatas e Biológicas


Departamento de Física

Aluno(a): Vitória Prazeres Ballesteros Moura

Disciplina: Experimentação e Investigação no Ensino de Física


Professora responsável: Profa. Dra. Michele H. Ueno Guimaraes

Roteiro: Dilatação Térmica

Ouro Preto – MG
2021

Introdução retirada de: https://www.todamateria.com.br/dilatacao-linear/


Roteiro Original

Universidade Federal do Espírito Santo


Departamento de Química e Física / CCENS – UFES
CAMPUS ALEGRE
Laboratório 1 da Física
Atividade Experimental: Dilatação Linear

Material Necessário
01 base de sustentação metálica 10 cm x 67 cm com régua de 52 cm mais 02
hastes fixas na base para suporte dos corpos de prova e relógio comparador;
03 três corpos de prova de metais diferentes;
01 termômetro;
01 balão de destilação de 250 ml;
01 suporte para tela de amianto;
01 rolha com furo para termômetro;
01 garra para fixação e haste;
01 tubo de látex com 40 cm comprimento com conexão para corpo de prova;
01 Fonte Térmica (rabo quente);
01 flanela;
01 béquer de 250 ml.

Objetivo
Determinar o coeficiente de dilatação linear (α) para varetas metálicas distintas, a
fim de identificar os materiais que foram utilizados para a confecção de cada uma
delas.

Procedimento Experimental
1) Faça a montagem de acordo com a figura. Verificar se as conexões estão
corretas, desentupidas, posicionar a tela de amianto com a fonte térmica abaixo do
balão e a lamparina abaixo do suporte.

Introdução retirada de: https://www.todamateria.com.br/dilatacao-linear/


2) Meça a temperatura inicial do tubo T0 (temperatura ambiente). Discuta qual deve
ser a incerteza para temperatura inicial. Anote o valor mensurado com sua incerteza
na tabela 1.
3) Coloque cerca de 100 ml de água no balão e um béquer com 40 ml de água.
4) Escolha 2 entre os 3 tubos metálicos e fixe um dos escolhidos ao suporte
rosqueando o manípulo, porém sem muita pressão (basta encostar a ponta do
manípulo no tubo). A outra extremidade do tubo deve encostar-se à ponta do
medidor de dilatação (relógio comparador) de tal modo que o ponteiro dê uma volta
completa.
5) Zerar o relógio comparador:

6) Determine o comprimento inicial L01 do tubo entre o relógio e a extremidade fixa.


Anote o valor mensurado com sua incerteza na tabela 1.
7) Ligue a fonte térmica (fogareiro) e aguarde que água comece a borbulhar.
Aguarde a água entrar em processo de ebulição.
8) Aguarde até que o equilíbrio térmico seja estabelecido, ou seja, até a agulha do
mostrador ficar parada. Para isso espere que algum vapor (ou líquido com vapor)
saia pela extremidade da vareta (isso pode levar alguns minutos). Anotar a
temperatura de equilíbrio térmico da vareta Te (supostamente a mesma do balão).
Anote o valor mensurado com sua incerteza na tabela 1.
9) Obtenha o valor da dilatação do corpo de prova (indicado no relógio comparador)
multiplicando-o pela escala do mostrada no medidor. Anote o valor encontrado com
sua incerteza na tabela 1.

Introdução retirada de: https://www.todamateria.com.br/dilatacao-linear/


10) Desligue a fonte térmica. Usando a flanela umedecida, recoloque o suporte com
a tela de amianto. Em seguida molhe a flanela com água, retire o excesso de água e
coloque sobre o manípulo e o parafuso da mangueira para que eles se resfriem e
assim seja possível trocar as varetas de teste.
11) Calcule a variação de temperatura sofrida pelo tubo. Anote o valor mensurado
com sua incerteza na tabela 2.
12) Calcule o coeficiente de dilatação linear (α) da vareta. Anote o valor mensurado
com sua incerteza na tabela 2.

13) Desatarraxe o parafuso do tudo de látex (cuidado o parafuso pode ainda estar
quente), afrouxe o manípulo que fixa a vareta ao suporte e retire a vareta com o
auxílio da flanela. Se manípulo ou o parafuso estiverem duros, espere eles
esfriarem um pouco mais e tente novamente.
14) Fixe uma nova vareta ao suporte, e repita os itens 5 ao 12. Anote os valores
mensurados com suas incertezas na tabela 3.

Pontos para discussão

Introdução retirada de: https://www.todamateria.com.br/dilatacao-linear/


1 - Discuta a qualidade da suposição da temperatura de equilíbrio do balão ser a
mesma da vareta.
2 - Discuta quais critérios usados para atribuir as incertezas das temperaturas T0
(ambiente) e Ti vareta aquecida.
3 - Discuta quais fatores influenciam o valor de comprimento inicial L0. Cite alguma
forma de tornar essa medida mais precisa se achar pertinente.
4 - Compare os valores (e suas incertezas) de coeficiente de dilatação linear obtidos
(α1 e α2), com os valores tabelados do coeficiente de dilatação linear dos seguintes
materiais: Alumínio, Chumbo, Aço, Latão, Cobre ou Zinco. Dessa forma descubra
qual o provável material que constitui cada tubo.
5 - Discuta outros fatores não considerados, que poderiam afetar os resultados
obtidos

Introdução retirada de: https://www.todamateria.com.br/dilatacao-linear/


Roteiro Investigativo

Dilatação Linear

1) Introdução:

Dilatação Térmica é a variação que ocorre nas dimensões de um corpo


quando submetido a uma variação de temperatura.

De uma maneira geral, os corpos, sejam eles sólidos, líquidos ou gasosos,


aumentam suas dimensões quando aumentam sua temperatura.

Dilatação Térmica dos Sólidos

Um aumento de temperatura faz com que aumente a vibração e o


distanciamento entre os átomos que constituem um corpo sólido. Em
consequência disso, ocorre um aumento nas suas dimensões.

Dependendo da dilatação mais significativa em uma determinada


dimensão (comprimento, largura e profundidade), a dilatação dos sólidos é
classificada em: linear, superficial e volumétrica.

Dilatação Linear

A dilatação linear leva em consideração a dilatação sofrida por um corpo


apenas em uma das suas dimensões. É o que acontece, por exemplo, com um
fio, em que o seu comprimento é mais relevante do que a sua espessura,

Para calcular a dilatação linear utilizamos a seguinte fórmula:

ΔL = L0.α.Δθ

Onde,

ΔL: Variação do comprimento (m ou cm)


L0: Comprimento inicial (m ou cm)
α: Coeficiente de dilatação linear (ºC-1)
Δθ: Variação de temperatura (ºC)

Introdução retirada de: https://www.todamateria.com.br/dilatacao-linear/


Coeficientes de Dilatação Linear

O aumento da dimensão de um corpo é proporcional ao aumento da sua


temperatura, ou seja, quanto maior a temperatura, maior a dilatação.

Além disso, a dilatação depende também do tipo de material de que o


corpo é feito, motivo pelo qual é muito importante considerar os respectivos
coeficientes.

A tendência dos materiais para aumentar de volume são indicadas pelos


coeficientes. Confira a tabela e saiba qual o material que mais se dilata em
exposição ao calor:

2) Questão Problema:

Observe esta imagem:

Imagem 1: Trilhos de trem

Na sua opinião, o que aconteceu com o trilho da direita? Porque ele está diferente
do trilho da esquerda? Você acha que eles foram feitos dessa forma
propositalmente?

3) Objetivos:
1. Compreender porque fenômenos como o ilustrado na imagem 1 acontecem.
2. Encontrar soluções para que esses fenômenos não aconteçam através do
estudo da dilatação térmica.
3. Observar diferentes tipos de dilatação

Introdução retirada de: https://www.todamateria.com.br/dilatacao-linear/


4) Materiais:
1. Moedas de 1 real.
2. Base de sustentação.
3. Fonte de calor.

5) Procedimentos experimentais:
1. Monte o seu experimento de forma que você não vá se machucar. Se tiver
dificuldade, peça ajuda ao professor.
2. Aqueça a moeda de 1 real.
3. Observe o que acontece.

6) Discussões:
Em grupos, discuta:
1. O que aconteceu quando a moeda foi aquecida?
2. Porque você acha que isso aconteceu?
3. Você acha que todas as partes da moeda são feitas do mesmo material?
4. O que isso te diz sobre os coeficientes de dilatação térmica da moeda?
5. A partir de suas observações experimentais e com o seu conhecimento
prévio da matéria, você consegue explicar o que aconteceu com o trilho a
direita da imagem 1?
6. O que você faria para evitar que esse problema acontecesse novamente?

7) Avaliação:
Experimento em sala: 2
Participação nas discussões: 4
Relatório: 4

Introdução retirada de: https://www.todamateria.com.br/dilatacao-linear/

Você também pode gostar