Você está na página 1de 2

visita para ser cobrado...

Paróquia de rio grande


CRISTO PARA TODOS – Adorando como Filhos
a) Razões pessoais
É possível que haja agravos pessoais reais ou imaginários – mal entendidos, de Deus
insultos, ou indiferença que envolvam outro membro, parente, pastor ou organização.
COMO RECUPERÁ-LOS? (Baseado no livro de Waldo J. werning)
IMPORTANTE: A RESPONSABILIDADE DE RECONQUISTAR
MEMBROS QUE SE HAJAM TORNADOS INATIVOS É DA IGREJA TODA. Enormes perdas anuais de membros atormentam as maiores igrejas, hoje em
O pastor é o líder espiritual que dirige com amor, de acordo com os preceitos expressos dia. A situação parece indicar-nos a necessidade de um planejamento para a
em Mateus 18. conservação dos membros em cada congregação. Toda igreja deveria fazer questão de
manter-se em contato direto com os seus membros inativos, se não quiser ser culpada
de “enterrar alguém vivo”.
PARA PENSAR:
A) Uma boa norma a ser observada nas visitas é deixar o outro falar. Se ele está
ESTATÍSTICA: parece que pelo menos 25% dos
magoado, devemos escutar com paciência e depois aconselhar para que discuta o
membros da maior parte das congregações devem ser
assunto com o pastor. Importante enfatizar a necessidade de compreender e perdoar (Cl
classificados como “inativos”, isto é, como pessoas que
3.13). Manter a discussão positiva e em nível espiritual. Ser ajudador, não juiz.
negligenciam habitualmente os meios da graça (palavra e Santa
Procurar ser imparcial, mas simpático.
Ceia), e como elementos fracos em mordomia e
comparecimento aos cultos. São membros apenas de nome,
B) Se alguém disser que vai tentar fazer melhor, devemos indicar gentilmente que
afastando-se da comunhão com a congregação.
precisamos do poder de Deus para fazer melhor. Se houver sinais de concordância,
agradeçamos a Deus. Sempre deixar a porta aberta para futuras visitas. Se não tiver
Um bom planejamento de conservação de almas não surge por acaso. Só pode
havido reação favorável visível, não devemos mostrar desapontamento ou insatisfação.
nascer das orações do pastor e dos membros que se preocupam com o problema.
Conscientes da responsabilidade dada por Deus a cada um para ser o guardador do seu
IMPORTANTE: O ALVO DE TODA VISITA DEVE SER AJUDAR AS
irmão – ou melhor ainda, o irmão do seu irmão – as congregações precisam
PESSOAS, NÃO CONDENÁ-LAS. Os visitadores devem estar prontos para visitar
desenvolver meios de descobrir quais os membros que estão se tornando inativos e
sempre de novo o membro faltoso. É trabalho que exige paciência. Não devemos
procurar reconquistá-los para Cristo.
desanimar se não há resultados visíveis imediatos. A recuperação de membros
indiferentes exige que se trabalhe com o arado, a grade e o ancinho antes que se possa
O problema de membros inativos deve ser encarado com grande preocupação
plantar boa semente, e exige um bocado mais trabalho antes que se possa esperar a
por ser realmente um caso de vida ou morte – vida espiritual e morte espiritual.
colheita.
Sendo assim, as pessoas não ativas na igreja formam hoje um dos mais importantes
“MAS DEUS PROVA O SEU PRÓPRIO AMOR PARA CONOSCO, PELO
campos de missão. Devemos lembrar-nos que há tanto júbilo no céu por um membro
FATO DE ter CRISTO MORRIDO POR NÓS, SENDO NÓS
reconquistado quanto por uma alma arrebatada do fogo da incredulidade. Um dos
AINDA PECADORES” (Rm 5.8)
objetivos do trabalho evangelístico organizado deve estar na ênfase do fato de que
“PORTANTO, MEUS AMDOS IRMÃOS, SEDE FIRMES,
evangelismo é tanto a preocupação de PRESERVAÇÃO como da CONQUISTA de
INABALÁVEIS E SEMPRE ABUNDANTES NA OBRA DO
uma alma, e de que o estímulo do crescimento e da piedade cristã é tão importante
SENHOR, SABENDO QUE, NO SENHOR, O VOSSO TRABALHO
quanto a conquista de uma ovelha perdida.
NÃO É VÃO” (1 Co 15.58)
Quão grande era a preocupação do apóstolo Paulo pelas almas. NO Aerópago
“o seu espírito se revoltava” quando via a cidade de Atenas voltada para a adoração de
Igreja evangélica luterana do brasil – ielb ídolos. Tão grande era a sua preocupação pelas almas que ele preferiria ser
“amaldiçoado por Cristo” se com isso pudesse unir os judeus com Cristo, pela fé. No As programações da igreja podem lhe parecer sem vida. Talvez a igreja não o esteja
jardim do Getsêmani, Jesus transpirou sangue em agonia pelas almas perdidas dos alcançando com sua mensagem. Uma pessoa pode sentir, em alguns casos, que está
homens. Um grande homem de Deus disse uma vez: “ESTOU PRONTO A IR PARA vivendo num mundo do século 20 durante a semana, mas numa atmosfera do
A PRISÀO E MORTE POR TI, MAS NÃO DESEJO IR PARA O CÉU SEM TI”. século 19 aos domingos – não tanto em matéria de doutrina como em matéria de
fala, atitudes, músicas...
Paulo escreveu aos cristãos da Galácia: “Irmãos, se alguém for surpreendido Alguém pode haver-se absorvido de tal maneira no trabalho de ganhar o seu
nalguma falta, vós, que sois espirituais, corrigi-o com espírito de brandura; e guarda-te sustento, que não reserve tempo para suas necessidades espirituais. O materialismo
para que não sejas também tentado. Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis impede a muitas pessoas de obedecerem à admoestação de procurarem em primeiro
as leis de Cristo”(Gl 6.1,2). Essa é uma exortação séria a cristãos ativos, no sentido de lugar o reino de Deus e a sua justiça. (Mateus 6.33)
se interessarem vitalmente em quaisquer relações rompidas entre membros vacilantes A falta de moral em nossa sociedade, os baixos padrões de nossos dias podem
e seu Salvador e a igreja dele. havê-lo tornado insensível para com as leis de Deus de um modo que não lhe permite
ver-se a si mesmo tal como Deus o vê. Para ele o evangelho perdeu o sentido.
O maior desserviço que podemos prestar a cristãos inativos é permitir que se Algumas pessoas não estão dispostas a encarar seus pecados e seu salvador.
afastem de Cristo, inconscientes da tragédia espiritual que vai ocorrendo em sua vida. Algumas pessoas não entendem o convite do Salvador: “toma a tua cruz e segue-
É da vontade de Deus que cristãos sinceros sejam tutores de seus irmãos em matéria de me”.
fé e vida. Só um desalmado ficaria a observar um homem se afogando sem tentar d) Razões Sociológicas
salvá-lo. Quanto pior é assistir parado enquanto uma alma vai É possível que um membro inativo tenha a impressão de não ser desejado ou
descendo lentamente à perdição eterna por desprezar o Salvador. O necessitado. É possível que ele não sentiu a comunhão que a igreja tanto fala.
amor cristão exige ação quando membros da congregação se tornam Alguns tem a impressão de que a igreja põe cerca ao redor deles, restringindo sua
espiritualmente faltosos e se privam dos meios da graça – Palavra, liberdade e ação.
batismo e Santa Ceia. Alguns talvez estejam sentindo a influência de casamentos mistos.
ALGUMAS CAUSAS DO DESVIO: Alguns talvez estejam sentindo a influência de uma tragédia no relacionamento
b) Razões Psicológicas familiar.
– Talvez tenha receio que lhe peçam serviços ou responsabilidades que não estejam e) Razões Econômicas
ao seu alcance Obrigações financeiras e mordomia cristã, se não entendidas devidamente, podem
– Talvez tema perder alguns prazeres seculares da vida. tornar-se fonte de indignação pessoal ou sentimento de culpa. Em tais casos pode
– Talvez tenha algum sentimento de culpa que o impeça de ter uma estreita ter acontecido que os membros não hajam recebido a devida motivação
comunhão com Deus. Talvez prefira fugir de Deus a encontrar-se com ele em sua escriturística para ofertar. Talvez haja vergonha... Ou porque a pessoa só recebeu
palavra. Pode ser que esteja guardando dentro de si coisas que o tornam infeliz,
frustrado e, afinal, indiferente.
c) Razões teológicas
A um membro indiferente pode faltar conhecimento adequado a respeito da Bíblia,
bem como entendimento dela. É possível que tenha crescido muito pouco em
conhecimento cristão desde os dias de sua confirmação.
Pode acontecer que tenha certas dificuldades e dúvidas teológicas das quais não
fale a ninguém. Perguntas sérias sobre a fé feitas por ele talvez tenham sido ignoradas
ou respondidas de uma maneira superficial. Talvez sinta necessidade de maior ênfase
educativa nos sermões.

Você também pode gostar