Você está na página 1de 24

Ciências da Natureza

e suas Tecnologias

COMPETÊNCIA
2

Energia,
circuitos elétricos
e consumo racional
Competência de área 2
Identificar a presença e aplicar as tecnologias associadas às ciências naturais em diferentes contextos.

H5 - Dimensionar circuitos ou dispositivos elétricos de uso cotidiano.


H6 - Relacionar informações para compreender manuais de instalação ou utilização de aparelhos, ou sistemas tecno-
lógicos de uso comum.
H7 - Selecionar testes de controle, parâmetros ou critérios para a comparação de materiais e produtos, tendo em vista
a defesa do consumidor, a saúde do trabalhador ou a qualidade de vida. Organizador:
Mateus Prado
Expediente Edição N2-B

Idealizador e Organizador: Mateus Prado

Diretor de Criação: José Geraldo da Silva Junior

Projeto Gráfico: Daniel Paiva

Designers: Daniel Paiva e Lucas Paiva


Natureza

Nota:
Muito zelo e técnica foram empregados na edição desta obra. No entanto, por se tratarem de questões já utilizadas nas
provas do ENEM, podem ocorrer casos de erros gramaticais ou discussões quanto à exatidão das respostas e conceitos
empregados nas questões.  Em qualquer das hipóteses, solicitamos a comunicação ao nosso Serviço de Atendimento ao
Cliente (errata@guiaenem.org.br), para que possamos esclarecer ou encaminhar cada caso.
Energia, Circuitos Elétricos e Consumo Racional
COMPETÊNCIA
2

Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
mpetência :
dessa co za
Incidência Ciências da Nature

8%
ro v a d e
na p

Identificar a presença e aplicar as tecnologias associadas às ciências naturais em diferentes contextos.

A competência 2 de Ciências da Natureza trata de alguns temas muito presentes em nossa volta, a maioria deles ligados
à disciplina de física.
O principal tema é aquele que envolve dispositivos elétricos: geradores e receptores elétricos, circuitos elétricos em
série e em paralelo, leis de Kirchhoff, representação gráfica de circuito elétrico e capacitores. Além disso, será preciso conhe-
cer outros conceitos, como o de resistência, tensão, potência e corrente. O ENEM poderá pedir que o aluno calcule o gasto de
energia de vários equipamentos elétricos e avalie sua eficiência, ou ainda que calcule o consumo de energia elétrica de um
indivíduo ou de uma casa. Certifique-se também de saber quais são as medidas elétricas e de conseguir estabelecer relações
entre grandezas.
Campo Magnético, força magnética, linhas de campo magnético e campo magnético terrestre são temas que, apesar
de não muito frequentes, podem ser cobrados nessa competência.
É comum, nas questões desse tópico, aparecerem manuais de utilização de equipamentos tecnológicos, e espera-se
que o aluno consiga inferir as informações e aplicá-las.
Além disso, a competência também pode exigir que o aluno tenha a capacidade de comparar vários tipos de produtos,
sejam elétricos, alimentícios, de limpeza, vestuário, entre outros. São comuns perguntas como: “qual o melhor do ponto de
vista nutricional?”, “qual produto tem a melhor relação custo benefício?”, “qual é o ambientalmente mais responsável?” e
“qual produto realmente tem as características ofertadas?”

Propondo essa competência, o ENEM quer saber se você é capaz de:

• Dimensionar circuitos ou dispositivos elétricos de uso cotidiano.

COMPETÊNCIA 2 - Energia, Circuitos Elétricos e Consumo Racional 3


Natureza
Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.

• Relacionar informações para compreender manuais de instalação ou utilização de aparelhos, ou sistemas tecnológicos de
uso comum.
• Selecionar testes de controle, parâmetros ou critérios para a comparação de materiais e produtos, tendo em vista a defesa do
consumidor, a saúde do trabalhador e a qualidade de vida.

Desenvolvendo e aprimorando habilidades e competências

1.Vamos ver se você consegue seguir as orientações de um manual. No site “Show de Física”, da UNESP(www.rc.unesp.br/
showdefisica), há orientações sobre alguns experimentos. Tente realizar as atividades propostas. Com isso você aproveita,
também, para aprender um pouco mais sobre os conceitos de física que poderão ser cobrados na prova.
2. Pesquise os conceitos, funcionalidades e aplicações dos circuitos elétricos em série dos circuitos elétricos em paralelo.
Depois que conseguir diferenciar os dois tipos, procure deduzir qual é o tipo de circuito empregado em cada cômodo de sua
casa, escola ou trabalho (não é pra mexer nos fios - só vale deduzir pelo conceito e indicações de uso, ok?).
3. A ONG “ProTeste” (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor), entre outros trabalhos, realiza vários testes de compa-
ração entre as marcas de produtos usados no nosso cotidiano. Vale a pena conhecer um pouco mais. Consulte o site http://
www.proteste.org.br.
4.O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) é uma fonte rica de informações relacionadas à ava-
liação dos produtos no Brasil. Consulte o caso dos brinquedos perigosos, dos bancos de plástico, e outros testes que lhe
interessarem. Acesse através do site: www.inmetro.gov.br.

Traga para a aula uma tabela com diversos eletrodomésticos e indique qual o gasto aproximado, por hora, de cada equi-
pamento. Divida sua sala em cinco grupos. Cada um deles representará uma pessoa da família: pai, mãe, filha, filho e sogra.
Cada membro da família (cada grupo) deverá relatar seus hábitos de consumo de energia, indicando quanto tempo usam
por mês em cada equipamento. Todos os eletrodomésticos da casa devem entrar na conta, inclusive secador de cabelos,
videogame, TV, carregador de celular, etc. Relatados os gastos de cada um e apresentados à sala, cada grupo deverá cal-
cular o gasto mensal de cada membro da família e o total mensal da casa, em kW/h. Após comparar os resultados e corrigir
possíveis erros nos cálculos, proponha um debate para que os membros da família representem seus interesses e discutam
uma solução a fim de que a conta de energia da residência seja reduzida em 30%.

4 Ciências da Natureza e suas Tecnologias


fornecida ao motor do elevador para ele operar com lotação

Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
ATIVIDADES máxima, considere que a tensão seja contínua, que a acelera-
ção da gravidade vale 10 m/s2 e que o atrito pode ser despreza-
do. Nesse caso, para um elevador lotado, a potência média de
saída do motor do elevador e a corrente elétrica máxima que
1 passa no motor serão respectivamente de
O manual de instruções de um aparelho de ar condi-
cionado apresenta a seguinte tabela, com dados técnicos para a) 24 kW e 109 A.
diversos modelos: b) 32 kW e 145 A.
c) 56 kW e 255 A.
Corrente
Capacidade de
Potência elétrica
Eficiência Vazão
Frequência d) 180 kW e 818 A.
refrigeração energética de ar
kW/(BTU/h)
(W) – ciclo
COP (W/W) (m3/h)
(Hz) e) 240 kW e 1090 A.
frio (A)
3,52/(12.000) 1.193 5,8 2,95 550 60
5,42/(18.000) 1.790 8,7 2,95 800 60 3
Atualmente, existem inúmeras opções de celulares com
5,42/(18.000) 1.790 8,7 2,95 800 60
telas sensíveis ao toque (touchscreen). Para decidir qual esco-
6,45/(22.000) 2.188 10,2 2,95 960 60 lher, é bom conhecer as diferenças entre os principais tipos de
6,45/(22.000) 2.188 10,2 2,95 960 60 telas sensíveis ao toque existentes no mercado. Existem dois sis-
temas básicos usados para reconhecer o toque de uma pessoa:
Disponível em: http://www.institucional.brastemp.com.br.
Acesso em: 13 jul. 2009 (adaptado). • O primeiro sistema consiste de um painel de vidro normal, re-
coberto por duas camadas afastadas por espaçadores. Uma
Considere-se que um auditório possua capacidade para 40 camada resistente a riscos é colocada por cima de todo o con-
pessoas, cada uma produzindo uma quantidade média de calor, junto. Uma corrente elétrica passa através das duas camadas
e que praticamente todo o calor que flui para fora do auditório enquanto a tela está operacional. Quando um usuário toca a
o faz por meio dos aparelhos de ar-condicionado. Nessa situa- tela, as duas camadas fazem contato exatamente naquele pon-
ção, entre as informações listadas, aquelas essenciais para se to. A mudança no campo elétrico é percebida, e as coordena-
determinar quantos e/ou quais aparelhos de ar-condicionado das do ponto de contato são calculadas pelo computador.
são precisos para manter, com lotação máxima, a temperatura
interna do auditório agradável e constante, bem como deter- • No segundo sistema, uma camada que armazena carga elé-
minar a espessura da fiação do circuito elétrico para a ligação trica é colocada no painel de vidro do monitor. Quando um
desses aparelhos, são usuário toca o monitor com o seu dedo, parte da carga elé-
trica é transferida para o usuário, de modo que a carga na
a) vazão de ar e potência. camada que a armazena diminui. Esta redução é medida nos
b) vazão de ar e corrente elétrica - ciclo frio. circuitos localizados em cada canto do monitor. Consideran-
c) eficiência energética e potência. do as diferenças relativas de carga em cada canto, o compu-
d) capacidade de refrigeração e frequência. tador calcula exatamente onde ocorreu o toque.
e) capacidade de refrigeração e corrente elétrica – ciclo frio.
Disponível em: http://eletronicos.hsw.uol.com.br. Acesso em: 18 set. 2010 (adaptado).

2 O elemento de armazenamento de carga análogo ao exposto no


Os motores elétricos são dispositivos com diversas
segundo sistema e a aplicação cotidiana correspondente são,
aplicações, dentre elas, destacam-se aquelas que proporcio-
respectivamente,
nam conforto e praticidade para as pessoas. É inegável a pre-
ferência pelo uso de elevadores quando o objetivo é o trans-
a) receptores – televisor.
porte de pessoas pelos andares de prédios elevados. Nesse
b) resistores – chuveiro elétrico.
caso, um dimensionamento preciso da potência dos motores
c) geradores – telefone celular.
utilizados nos elevadores é muito importante e deve levar em
d) fusíveis – caixa de força residencial.
consideração fatores como economia de energia e segurança.
e) capacitores – flash de máquina fotográfica.
Considere que um elevador de 800 kg, quando lotado com oito
pessoas ou 600 kg, precisa ser projetado. Para tanto, alguns
parâmetros deverão ser dimensionados. O motor será ligado à 4
Os espelhos retrovisores, que deveriam auxiliar os mo-
rede elétrica que fornece 220 volts de tensão. O elevador deve toristas na hora de estacionar ou mudar de pista, muitas vezes
subir 10 andares, em torno de 30 metros, a uma velocidade causam problemas. É que o espelho retrovisor do lado direito,
constante de 4 metros por segundo. Para fazer uma estimati- em alguns modelos, distorce a imagem, dando a impressão de
va simples da potência necessária e da corrente que deve ser que o veículo está a uma distância maior do que a real.

COMPETÊNCIA 2 - Energia, Circuitos Elétricos e Consumo Racional 5


Natureza

Este tipo de espelho, chamado convexo, é utilizado com o obje- Para que o detector funcione adequadamente como indicado no
Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.

tivo de ampliar o campo visual do motorista, já que no Brasil se texto, quais devem ser as características desses parâmetros?
adota a direção do lado esquerdo e, assim, o espelho da direita
fica muito distante dos olhos do condutor. a) Pequena resistência dos fios de ligação, alta tensão aplicada
e alta resistência interna no medidor.
Disponível em: http://noticias.vrum.com.br. Acesso em: 3 nov. 2010 (adaptado) b) Alta resistência dos fios de ligação, pequena tensão aplicada
e alta resistência interna no medidor.
Sabe-se que, em um espelho convexo, a imagem formada está c) Alta resistência dos fios de ligação, alta tensão aplicada e re-
mais próxima do espelho do que este está do objeto, o que pare- sistência interna desprezível no medidor.
ce entrar em conflito com a informação apresentada na reporta- d) Pequena resistência dos fios de ligação, alta tensão aplicada
gem. Essa aparente contradição é explicada pelo fato de: e resistência interna desprezível no medidor.
e) Pequena resistência dos fios de ligação, pequena tensão apli-
a) a imagem projetada na retina do motorista ser menor do que o cada e resistência interna desprezível no medidor.
objeto.
b) a velocidade do automóvel afetar a percepção da distância.
c) o cérebro humano interpretar como distante uma imagem pequena. 7
d) o espelho convexo ser capaz de aumentar o campo visual do A eficiência das lâmpadas pode ser comparada utilizando
motorista. a razão, considerada linear, entre a quantidade de luz produzida e
e) o motorista perceber a luz vinda do espelho com a parte lateral o consumo. A quantidade de luz é medida pelo fluxo luminoso, cuja
do olho. unidade é o lúmen (lm). O consumo está relacionado à potência
elétrica da lâmpada que é medida em watt (W). Por exemplo, uma
lâmpada incandescente de 40 W emite cerca de 600 lm, enquanto
uma fluorescente de 40 W emite cerca de 3 000 lm.
5
O manual de instruções de um computador apresenta as
seguintes recomendações para evitar que o cabo de alimentação Disponível em http://tecnologia.terra.com.br. Acesso em 29 fev. 2012 (adaptado).
de energia elétrica se rompa:
A eficiência de uma lâmpada incandescente de 40 W é
• Ao utilizar a fonte de alimentação, acomode adequadamente o
cabo que vai conectado à tomada, evitando dobrá-lo. a) maior que a de uma lâmpada fluorescente de 8 W, que pro-
duz menor quantidade de luz.
• Ao conectar ou desconectar o computador da tomada elétrica, b) maior que a de uma lâmpada fluorescente de 40 W, que pro-
segure o cabo de alimentação pelo plugue e não pelo fio. duz menor quantidade de luz.
c) menor que a de uma lâmpada fluorescente de 8 W, que pro-
Caso o usuário não siga essas recomendações e ocorra o dano duz a mesma quantidade de luz.
previsto, a consequência para o funcionamento do computador d) menor que a de uma lâmpada fluorescente de 40 W, pois
será a de que consome maior quantidade de energia.
e) igual a de uma lâmpada fluorescente de 40 W, que consome
a) os seus componentes serão danificados por uma descarga elétrica. a mesma quantidade de energia.
b) a velocidade de processamento de dados diminuirá sensivelmente.
c) a sua fiação interna passará a sofrer um aquecimento excessivo.
d) o monitor utilizado passará a apresentar um brilho muito fraco. 8
e) os seus circuitos elétricos ficarão sem circulação de corrente. Considere a seguinte situação hipotética: ao preparar o
palco para a apresentação de uma peça de teatro, o iluminador
deveria colocar três atores sob luzes que tinham igual brilho e
6 os demais, sob luzes de menor brilho. O iluminador determinou,
Um detector de mentiras consiste em um circuito elétrico então, aos técnicos, que instalassem no palco oito lâmpadas
simples do qual faz parte o corpo humano. A inserção do corpo incandescentes com a mesma especificação (L1 a L8), interliga-
humano no circuito se dá do dedo indicador da mão direita até das em um circuito com uma bateria, conforme mostra a figura.
o dedo indicador da mão esquerda. Dessa forma, certa corrente
elétrica pode passar por uma parte do corpo. Um medidor sensível L1 L4 L7
(amperímetro) revela um fluxo de corrente quando uma tensão é
aplicada no circuito. No entanto, a pessoa que se submete ao de- L2 L5
tector não sente a passagem da corrente. Se a pessoa mente, há E L8
uma ligeira alteração na condutividade de seu corpo, o que altera L3 L6
a intensidade da corrente detectada pelo medidor.

No dimensionamento do detector de mentiras, devem ser levados Nessa situação, quais são as três lâmpadas que acendem com
em conta os parâmetros: a resistência elétrica dos fios de ligação, o mesmo brilho por apresentarem igual valor de corrente fluin-
a tensão aplicada no circuito e a resistência elétrica do medidor. do nelas, sob as quais devem se posicionar os três atores?

6 Ciências da Natureza e suas Tecnologias


a) L1, L2 e L3.

Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
Anotações
b) L2, L3 e L4.
c) L2, L5 e L7.
d) L4, L5 e L6.
e) L4, L7 e L8.

9
Uma estudante que ingressou na universidade e, pela
primeira vez, está morando longe da sua família, recebe a sua pri-
meira conta de luz:

Medidor Consumo Leitura Cód Emissão Id. Bancária

Mun.
consu-
Nº Leitura kWh Dia Mês Banco Ag. S. José
midor 21 01/04/2009
7131312 7295 260 31 03 222 999-7 das
951672
Moças

Consumo dos últimos 12 meses em kWh Descrição

253 Mar/08 278 Jun/08 272 Set/08 265 Dez/08


247 Abr/08 280 Jul/08 270 Out/08 266 Jan/09 Fornecimento ICMS
255 Mai/08 275 Ago/08 260 Nov/08 268 Fev/09

Base de Cálculo
Alíquota Valor Total
ICMS

R$ 130,00 25% R$ 32,50 R$ 162,50

Se essa estudante comprar um secador de cabelos que consome


1000 W de potência e considerando que ela e suas 3 amigas uti-
lizem esse aparelho por 15 minutos cada uma durante 20 dias no
mês, o acréscimo em reais na sua conta mensal será de

a) R$ 10,00.
b) R$ 12,50.
c) R$ 13,00.
d) R$ 13,50.
e) R$ 14,00.

10
Todo carro possui uma caixa de fusíveis, que são utiliza-
dos para a proteção dos circuitos elétricos. Os fusíveis são cons-
tituídos de um material de baixo ponto de fusão, como o estanho,
por exemplo, e se fundem quando percorridos por uma corrente
elétrica igual ou maior do que aquela que são capazes de suportar.
O quadro a seguir mostra uma série de fusíveis e os valores de
corrente por eles suportados.

Fusível Corrente Elétrica (A)


Azul 1,5
Amarelo 2,5
Laranja 5,0
Preto 7,5
Vermelho 10,0

Um farol usa uma lâmpada de gás halogênio de 55 W de potência


que opera com 36 V. Os dois faróis são ligados separadamente,
com um fusível para cada um, mas, após um mau funcionamento,
o motorista passou a conectá-los em paralelo, usando apenas um

COMPETÊNCIA 2 - Energia, Circuitos Elétricos e Consumo Racional 7


Natureza

fusível. Dessa forma, admitindo-se que a fiação suporte a carga


Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.

dos dois faróis, o menor valor de fusível adequado para a proteção 12


A instalação elétrica de uma casa envolve várias eta-
desse novo circuito é o pas, desde a alocação dos dispositivos, instrumentos e apa-
relhos elétricos, até a escolha dos materiais que a compõem,
a) azul. passando pelo dimensionamento da potência requerida, da
b) preto. fiação necessária, dos eletrodutos*, entre outras.
c) laranja.
d) amarelo. Para cada aparelho elétrico existe um valor de potência as-
e) vermelho. sociado. Valores típicos de potências para alguns aparelhos
elétricos são apresentados no quadro seguinte:

11 Aparelhos Potência (W)


A figura a seguir ilustra as principais fontes de emissões Aparelho de som 120
mundiais de gás carbônico, relacionando-as a nossas compras Chuveiro elétrico 3.000
domésticas (familiares). Ferro elétrico 500
Televisor 200
Geladeira 200
Rádio 50

*Eletrodutos são condutos por onde passa a fiação de uma


instalação elétrica, com a finalidade de protegê-la.

A escolha das lâmpadas é essencial para obtenção de uma


boa iluminação. A potência da lâmpada deverá estar de acor-
do com o tamanho do cômodo a ser iluminado. O quadro a
seguir mostra a relação entre as áreas dos cômodos (em m²)
e as potências das lâmpadas (em W), e foi utilizado como re-
ferência para o primeiro pavimento de uma residência.

Potência Lâmpada (W)


Área do Cômodo (m2) Sala/copa/ Quarto, varanda
Banheiro
cozinha e corredor
Até 6,0 60 60 60
6,0 a 7,5 100 100 60
7,5 a 10,5 100 100 100

3m 2,8 m

geladeira
Chuveiro TV
Compre verde: como nossas compras podem ajudar a salvar o planeta. Época, n. 515, 31 Elétrico
março 2008.
lâmpada 2,1 m
3m
lâmpada lâmpada
Com base nas informações da figura, é observado que as emis-
sões de gás carbônico estão diretamente ligadas às compras Ferro Elétrico 1,5 m aparelho de som
domésticas. Deste modo, deduz-se das relações de produção e rádio
lâmpada
consumo apresentadas que

a) crescimento econômico e proteção ambiental são políticas pú- Obs.: Para efeitos dos cálculos das áreas, as paredes são
blicas incompatíveis. desconsideradas.
b) a redução da atividade industrial teria pouco impacto nas emis-
sões globais de gás carbônico. Considerando a planta baixa fornecida, com todos os apare-
c) os fluxos de carbono na biosfera não são afetados pela ativida- lhos em funcionamento, a potência total, em watts, será de
de humana, pois são processos cíclicos.
d) a produção de alimentos, em seu conjunto, é diretamente res- a) 4.070.
ponsável por 17% das emissões de gás carbônico. b) 4.270.
e) haveria decréscimo das emissões de gás carbônico se o con- c) 4.320.
sumo ocorresse em áreas mais próximas da produção. d) 4.390.
e) 4.470.

8 Ciências da Natureza e suas Tecnologias


Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
13 Anotações

Observe a tabela seguinte. Ela traz especificações técnicas cons-


tantes no manual de instruções fornecido pelo fabricante de uma
torneira elétrica

Especificações Técnicas
Modelo Torneira
Tensão Nominal (Volts ~) 127 220
(Frio) Desligado
Potência Nominal (Watts) (Morno) 2.800 3.200 2.800 3.200
(Quente) 4.500 5.500 4.500 5.500
Corrente Nominal (Ampéres) 35,4 43,3 20,4 25,0
Fiação Mínima (Até 30 m) 6 mm2 10 mm2 4 mm2 4 mm2
Fiação Mínima (Acima de 30 m) 10 mm2 16 mm2 6 mm2 6 mm2
Disjuntor (Ampéres) 40 50 25 30

Disponível em: http://www.cardal.com.br/manualprod/Manuais/Torneira%20Suprema/


Manual_Torneira_Suprema_roo.pdf

Considerando que o modelo de maior potência da versão 220 V


da torneira suprema foi inadvertidamente conectada a uma rede
com tensão nominal de 127 V, e que o aparelho está configurado
para trabalhar em sua máxima potência. Qual o valor aproximado
da potência ao ligar a torneira?

a)1.830 W
b) 2.800 W
c) 3.200 W
d) 4.030 W
e) 5.500 W

14
A energia elétrica consumida nas residências é medida,
em quilowatt-hora, por meio de um relógio medidor de consumo.
Nesse relógio, da direita para esquerda, tem-se o ponteiro da uni-
dade, da dezena, da centena e do milhar. Se um ponteiro estiver
entre dois números, considera-se o último número ultrapassado
pelo ponteiro.

Suponha que as medidas indicadas nos esquemas seguintes te-


nham sido feitas em uma cidade em que o preço do quilowatt-hora
fosse de R$ 0,20.

Leitura atual
0 0 0 0
1 9 9 1 1 9 9 1
2 8 2 8 2
3 7 3 7 3
4 6 6 4 4 6 6 4
5 5 5 5

Leitura do mês passado


0 0 0 0
1 9 9 1 1 9 9 1
2 8 2 8 2
3 7 3 7 3
4 6 6 4 4 6 6 4
5 5 5 5

FILHO, A.G.; BAROLLI, E. Instalação Elétrica. São Paulo: Scipione, 1997.

COMPETÊNCIA 2 - Energia, Circuitos Elétricos e Consumo Racional 9


Natureza

O valor a ser pago pelo consumo de energia elétrica registrado O superaquecimento da fiação, devido a esse aumento da
Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.

seria de corrente elétrica, pode ocasionar incêndios, que seriam evi-


tados instalando-se fusíveis e disjuntores que interrompem
a) R$ 41,80. essa corrente, quando a mesma atinge um valor acima do
b) R$ 42,00. especificado nesses dispositivos de proteção.
c) R$ 43,00.
d) R$ 43,80. Suponha que um chuveiro instalado em uma rede elétrica de
e) R$ 44,00. 110 V, em uma residência, possua três posições de regulagem
da temperatura da água. Na posição verão utiliza 2 100 W, na
posição primavera, 2 400 W, e na posição inverno, 3 200 W.
15
A resistência elétrica de um fio é determinada pela suas GREF. Física 3: Eletromagnetismo. São Paulo: EDUSP, 1993 (adaptado).
dimensões e pelas propriedades estruturais do material. A condu-
tividade ( σ) caracteriza a estrutura do material, de tal forma que Deseja-se que o chuveiro funcione em qualquer uma das três
a resistência de um fio pode ser determinada conhecendo-se L, o posições de regulagem de temperatura, sem que haja ris-
comprimento do fio e A, a área de seção reta. A tabela relaciona o cos de incêndio. Qual deve ser o valor mínimo adequado do
material à sua respectiva resistividade em temperatura ambiente. disjuntor a ser utilizado?

Tabela de condutividade a) 40 A
Material Condutividade (S.m/mm²) b) 30 A
Alumínio 34,2 c) 25 A
Cobre 61,7 d) 23 A
Ferro 10,2 e) 20 A
Prata 62,5
Tungstênio 18,8

17
Mantendo-se as mesmas dimensões geométricas, o fio que apre- O cádmio, presente nas baterias, pode chegar ao
senta menor resistência elétrica é aquele feito de solo quando esses materiais são descartados de maneira
irregular no meio ambiente ou quando são incinerados. Di-
a) tungstênio. ferentemente da forma metálica, os íons Cd²+ são extrema-
b) alumínio. mente perigosos para o organismo, pois eles podem subs-
c) ferro. tituir íons Ca²+, ocasionando uma doença degenerativa nos
d) cobre. ossos, tornando-os muito porosos e causando dores inten-
e) prata. sas nas articulações. Podem ainda inibir enzimas ativadas
pelo cátion Zn²+, que são extremamente importantes para o
funcionamento dos rins. A figura mostra a variação do raio
16 de alguns metais e seus respectivos cátions.
Quando ocorre um curto-circuito em uma instalação
elétrica, como na figura, a resistência elétrica total do circui-
to diminui muito, estabelecendo-se nele uma corrente muito
elevada.
Ca Na Cd Al Zn

197 pm 191 pm 152 pm 143 pm 137 pm

Ca2+ Na1+ Cd2+ Al3+ Zn2+

100 pm 102 pm 103 pm 53 pm 83 pm

FIGURA 1: Raios atômicos e iônicos de alguns metais.

ATKINS, P; JONES, L. Princípios de química: Questionando a vida moderna e o meio


ambiente. Porto Alegre: Bookman, 2001 (adaptado).

10 Ciências da Natureza e suas Tecnologias


Com base no texto, a toxicidade do cádmio em sua forma iônica é

Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
Anotações
consequência de esse elemento
a) apresentar baixa energia de ionização, o que favorece a forma-
ção do íon e facilita sua ligação a outros compostos.
b) possuiu tendência de atuar em processos biológicos mediados
por cátions metálicos com cargas que variam de +1 a +3.
c) possuir raio e carga relativamente próximos aos de íons metáli-
cos que atuam nos processos biológicos, causando interferên-
cia nesses processos.
d) apresentar raio iônico grande, permitindo que ele cause inter-
ferência nos processos biológicos em que, normalmente, íons
menores participam.
e) apresentar carga +2, o que permite que ele cause interferência
nos processos biológicos em que, normalmente, íons com car-
gas menores participam.

18
Com a frequente adulteração de combustíveis, além de
fiscalização, há necessidade de prover meios para que o consu-
midor verifique a qualidade do combustível. Para isso, nas bombas
de combustível existe um densímetro, semelhante ao ilustrado na
figura. Um tubo de vidro fechado fica imerso no combustível, de-
vido ao peso das bolinhas de chumbo colocadas no seu interior.
Uma coluna vertical central marca a altura de referência, que
deve ficar abaixo ou no nível do combustível para indicar que sua
densidade está adequada. Como o volume do líquido varia com a
temperatura mais que o do vidro, a coluna vertical é preenchida
com mercúrio para compensar variações de temperatura.

Mercúrio

Bolinhas de chumbo
Combustível

De acordo com o texto, a coluna vertical de mercúrio, quando


aquecida,

a) indica a variação da densidade do combustível com a tempe-


ratura.
b) mostra a diferença de altura da coluna a ser corrigida.
c) mede a temperatura ambiente no momento do abastecimento.
d) regula a temperatura do densímetro de acordo com a do am-
biente.
e) corrige a altura de referência de acordo com densidade do lí-
quido.

COMPETÊNCIA 2 - Energia, Circuitos Elétricos e Consumo Racional 11


Natureza

Tendo por base os esquemas mostrados, em quais casos a


Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.

19 lâmpada acendeu?
Em um manual de um chuveiro elétrico são encon-
tradas informações sobre algumas características técnicas,
ilustradas no quadro, como a tensão de alimentação, a potên- a) (1), (3), (6)
cia dissipada, o dimensionamento do disjuntor ou fusível, e a b) (3), (4), (5)
área da seção transversal dos condutores utilizados. c) (1), (3), (5)
d) (1), (3), (7)
Características Técnicas e) (1), (2), (5)
Especificação
Modelo A B
Tensão (V~) 127 220 21
O quadro seguinte foi extraído da seção de solução de
0 0
Seletor de problemas de um manual de fogão a gás.
Potência 2 440 2 540
Temperatura
(Watt) 4 400 4 400
Multitemperaturas Problemas Causas Correções
5 500 6 000
Botões de comando não foram Verifique os botões e repita
Disjuntor ou Fusível (Ampère) 50 30 selecionados corretamente as operações indicadas no
Seção de condutores (mm2) 10 4 para o cozimento. item “Como Usar”.
O forno não Na instalação elétrica da Ligue o disjuntor ou
funciona residência o disjuntor está chame um eletricista de sua
(não liga) desligado ou falta energia confiança.
Uma pessoa adquiriu um chuveiro do modelo A e, ao ler o elétrica. Abra o registro.
O registro de gás está fechado. Verifique se o gás não está
manual, verificou que precisava ligá-lo a um disjuntor de 50 Chama amarela/vermelha. no fim.
amperes. No entanto, intrigou-se com o fato de que o disjun- O forno solta
Limpe o forno após cada
Forno sujo de gordura ou molho utilização conforme item
tor a ser utilizado para uma correta instalação de um chuveiro fumaça
“Limpeza e Manutenção”
do modelo B devia possuir amperagem 40% menor. Há formação
Os alimentos são deixados
Não deixe os alimentos no
de umidade nos forno por mais de 15 minutos
muito tempo no interior do forno
alimentos no após a finalização do
após o término do cozimento.
Considerando-se os chuveiros de modelos A e B, funcionan- interior do forno cozimento.
do à mesma potência de 4 400 W, a razão entre as suas res- Assa muito lento Os tempos de cozimento e a
Consulte o item tempo na
Tabela de Tempos e Tempe-
pectivas resistências elétricas, RA e Rb, que justifica a diferen- / assa muito temperatura selecionada não
raturas. Verifique se o gás
rápido estão corretos.
ça de dimensionamento dos disjuntores, é mais próxima de: não está no fim.
Após acender o queimador,
Queimador não permaneça com o botão de
O sistema bloqueia gás não foi
a) 0,3. permanece
desativado corretamente.
controle pressionado por
aceso 10 segundos até desativar o
b) 0,6. sitema bloqueia gás.
c) 0,8.
d) 1,7.
e) 3,0. Ao saborear um alimento preparado no fogão a gás, o consu-
midor observa que, embora devidamente assado, o alimento
contém mais água que o esperado.
20 Sabendo que a receita foi preparada de forma correta, então,
Um curioso estudante, empolgado com a aula de circuito
elétrico que assistiu na escola, resolve desmontar sua lanterna. de acordo com o fabricante do fogão, o problema é que o
Utilizando-se da lâmpada e da pilha, retiradas do equipamento,
e de um fio com as extremidades descascadas, faz as seguintes a) gás estava no final, o que reduziu a temperatura da chama,
ligações com a intenção de acender a lâmpada: deixando-a amarela.
b) cozinheiro demorou muito para retirar o alimento do forno
após o cozimento.
c) botão de comando não foi selecionado corretamente para
o cozimento.
4 d) tempo de cozimento e a temperatura selecionada estavam
1 2 3 incorretos.
e) forno estava sujo de gordura ou molho, necessitando de
limpeza.

5 6 7
22
Um consumidor desconfia que a balança do supermer-
cado não está aferindo corretamente a massa dos produtos. Ao
GONCALVES FILHO, A.; BAROLLI, E. Instalação Elétrica: investigando e aprendendo.
chegar a casa resolve conferir se a balança estava descalibra-
São Paulo: Scipione, 1997 (adaptado).
da. Para isso, utiliza um recipiente provido de escala volumétri-

12 Ciências da Natureza e suas Tecnologias


ca, contendo 1,0 litro d’água. Ele coloca uma porção dos legumes

Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
Anotações
que comprou dentro do recipiente e observa que a água atinge a
marca de 1,5 litro e também que a porção não ficara totalmente
submersa, com 31 de seu volume fora d’água. Para concluir o tes-
te, o consumidor, com ajuda da internet, verifica que a densidade
dos legumes, em questão, é a metade da densidade da água, onde
Págua = 1 g/m3. No supermercado a balança registrou a massa da
porção de legumes igual a 0,500 kg (meio quilograma).

Considerando que o método adotado tenha boa precisão, o con-


sumidor concluiu que a balança estava descalibrada e deveria
ter registrado a massa da porção de legumes igual a

a) 0,073 kg.
b) 0,167 kg.
c) 0,250 kg.
d) 0,375 kg.
e) 0,750 kg.

23
No manual de uma máquina de lavar, o usuário vê o símbolo:

Este símbolo orienta o consumidor sobre a necessidade de a


máquina ser ligada a

a) um fio terra para evitar sobrecarga elétrica.


b) um fio neutro para evitar sobrecarga elétrica.
c) um fio terra para aproveitar as cargas elétricas do solo.
d) uma rede de coleta de água da chuva.
e) uma rede de coleta de esgoto doméstico.

24
Em dias com baixas temperaturas, as pessoas utilizam
casacos ou blusas de lã com o intuito de minimizar a sensação
de frio. Fisicamente, esta sensação ocorre pelo fato de o corpo
humano liberar calor, que é a energia transferida de um corpo
para outro em virtude da diferença de temperatura entre eles.

A utilização de vestimenta de lã diminui a sensação de frio,


porque

a) possui a propriedade de gerar calor.


b) é constituída de material denso, o que não permite a entrada
do ar frio.
c) diminui a taxa de transferência de calor do corpo humano
para o meio externo.
d) tem como principal característica a absorção de calor, faci-
litando o equilíbrio térmico.
e) está em contato direto com o corpo humano, facilitando a
transferência de calor por condução.

COMPETÊNCIA 2 - Energia, Circuitos Elétricos e Consumo Racional 13


Natureza

b)
Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.

25 Pilha
Chuveiros elétricos possuem uma chave para regulagem da
temperatura verão/inverno e para desligar o chuveiro. Além disso, é L V
possível regular a temperatura da água, abrindo ou fechando o re-
gistro. Abrindo, diminui-se a temperatura e fechando, aumenta-se. A

Aumentando-se o fluxo da água há uma redução na sua tempera-


tura, pois c) Pilha

a) aumenta-se a área da superfície da água dentro do chuveiro, au- L A


mentando a perda de calor por radiação.
b) aumenta-se o calor específico da água, aumentando a dificuldade V
com que a massa de água se aquece no chuveiro.
c) diminui-se a capacidade térmica do conjunto água/chuveiro, dimi-
d) Pilha
nuindo também a capacidade do conjunto de se aquecer.
d) diminui-se o contato entre a corrente elétrica do chuveiro e a
L V
água, diminuindo também a sua capacidade de aquecê-la.
e) diminui-se o tempo de contato entre a água e a resistência do
A
chuveiro, diminuindo a transferência de calor de uma para a outra.

Pilha
26 e) V
Alimentos como carnes, quando guardados de maneira ina-
L
dequada, deterioram-se rapidamente devido à ação de bactérias e
fungos. Esses organismos se instalam e se multiplicam rapidamente
A
por encontrarem aí condições favoráveis de temperatura, umidade
e nutrição. Para preservar tais alimentos é necessário controlar a
presença desses microrganismos. Uma técnica antiga e ainda bas-
tante difundida para preservação desse tipo de alimento é o uso do 28
Para ligar ou desligar uma mesma lâmpada a partir
sal de cozinha (NaCℓ).
de dois interruptores, conectam-se os interruptores para que
a mudança de posição de um deles faça ligar ou desligar a
Nessa situação, o uso do sal de cozinha preserva os alimen-
lâmpada, não importando qual a posição do outro. Esta liga-
tos por agir sobre os microrganismos
ção é conhecida como interruptores paralelos. Este interrup-
tor é uma chave de duas posições constituída por um polo e
a) desidratando suas células.
dois terminais, conforme mostrado nas figuras de um mesmo
b) inibindo sua síntese proteica.
interruptor. Na Posição I a chave conecta o polo ao terminal
c) inibindo sua respiração celular.
superior, e na Posição II a chave o conecta ao terminal inferior.
d) bloqueando sua divisão celular.
e) desnaturando seu material genético.

27
Um eletricista precisa medir a resistência elétrica de
uma lâmpada. Ele dispõe de uma pilha, de uma lâmpada (L), de
alguns fios e de dois aparelhos: um voltímetro (V), para medir
a diferença de potencial entre dois pontos, e um amperímetro
(A), para medir a corrente elétrica. Posição I Posição II

O circuito elétrico montado pelo eletricista para medir essa O circuito que cumpre a finalidade de funcionamento descrita
resistência é no texto é:

a) Pilha a)

14 Ciências da Natureza e suas Tecnologias


b)

Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
Anotações

c)

d)

e)

29
Uma residência possui dois aparelhos de TV, duas ge-
ladeiras, um computador, um ferro elétrico e oito lâmpadas
incandescentes. A resistência elétrica de cada equipamento
está representada pela figura I. A tensão elétrica que alimenta
a rede da residência é de 120 V.

Figura I

40Ω 60Ω 40Ω 120Ω 20Ω

COMPETÊNCIA 2 - Energia, Circuitos Elétricos e Consumo Racional 15


Natureza

Um eletricista fez duas ligações, que se encontram representa- energia elétrica que consome. As lâmpadas LED convertem até
Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.

das pelas figuras II e III. 40%. Essa diminuição no desperdício de energia traz benefí-
cios evidentes ao meio ambiente.

A evolução da luz. Energia. In: Veja, 19 dez. 2007. Disponível em:


Figura II
http://veja.abril.com.br/191207/p_118.shtml.

Uma lâmpada LED que ofereça a mesma luminosidade que


uma lâmpada incandescente de 100 W deverá ter uma potên-
Amperímetro
cia mínima de

a) 12,5 W.
b) 25 W.
c) 40 W.
d) 60 W.
Figura III e) 80 W.

31 Carros passarão a utilizar sistema elétrico de 42 volts


Amperímetro

A maioria das pessoas já teve problemas com a bateria do


carro. Ela tem uma vida útil e, de tempos em tempos, precisa
ser substituída. O que alguns não sabem é que essa bateria
fornece energia a uma tensão de 12 volts. A indústria automo-
bilística americana acaba de formalizar um grupo de estudos
para padronizar a adoção de um sistema elétrico de 42 volts.
Com base nas informações, verifica-se que a corrente indicada As preocupações alegadas são de compatibilizar os sistemas
pelo amperímetro da figura e garantir a segurança dos usuários.

a) II registrará uma corrente de 10 A. O sistema atualmente utilizado é, tecnicamente, o sistema de


b) II registrará uma corrente de 12 A. 14 volts. Essa é a tensão que o alternador deve suprir para
c) II registrará uma corrente de 0,10 A. manter carregada uma bateria de 12 volts. O novo sistema su-
d) III registrará uma corrente de 16,6 A. prirá uma tensão de 42 volts, suficiente para manter carregada
e) III registrará uma corrente de 0,14 A. uma bateria de 36 volts.

Disponível em: http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.


php?artigo=010170010907. Acesso em: 01 maio 2009.

30
Um motorista, conduzindo à noite, percebe que o pneu do carro
A evolução da luz: as lâmpadas LED já substituem com gran- furou e, para iluminar o local, dispõe de uma lâmpada de 30 W e
des vantagens a velha invenção de Thomas Edison fiação para ligá-la à bateria do carro. A diferença, em módulo,
da corrente elétrica que passa pela lâmpada, com o motor des-
A tecnologia do LED é bem diferente da das lâmpadas incandes- ligado, entre o sistema atualmente utilizado e o sistema novo,
centes e fluorescentes. A lâmpada LED é fabricada com material em ampère, é de
semicondutor que, semelhante ao usado nos chips de computa-
dor, quando percorrido por uma corrente elétrica, emite luz. O a) 0,80.
resultado é uma peça muito menor, que consome menos energia b) 0,93.
e tem uma durabilidade maior. Enquanto uma lâmpada comum c) 1,43.
tem vida útil de 1.000 horas e uma fluorescente, de 10.000 horas, d) 1,67.
a LED rende entre 20.000 e 100.000 horas de uso ininterrupto. e) 3,50

Há um problema, contudo: a lâmpada LED ainda custa mais


caro, apesar de seu preço cair pela metade a cada dois anos. 32
Essa tecnologia não está se tornando apenas mais barata. Está O chuveiro elétrico é um dispositivo capaz de transfor-
também mais eficiente, iluminando mais com a mesma quanti- mar energia elétrica em energia térmica, o que possibilita a
dade de energia. elevação da temperatura da água. Um chuveiro projetado para
funcionar em 110 V pode ser adaptado para funcionar em 220 V,
Uma lâmpada incandescente converte em luz apenas 5% da de modo a manter inalterada sua potência.

16 Ciências da Natureza e suas Tecnologias


Uma das maneiras de fazer essa adaptação é trocar a resistên-

Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
Anotações
cia do chuveiro por outra, de mesmo material e com o(a)

a) dobro do comprimento do fio.


b) metade do comprimento do fio.
c) metade da área da seção reta do fio.
d) quádruplo da área da seção reta do fio.
e) quarta parte da área da seção reta do fio.

33
Um eletricista analisa o diagrama de uma instalação
elétrica residencial para planejar medições de tensão e cor-
rente em uma cozinha. Nesse ambiente existem uma geladeira
(G), uma tomada (T) e uma lâmpada (L), conforme a figura. O
eletricista deseja medir a tensão elétrica aplicada à geladeira,
a corrente total e a corrente na lâmpada. Para isso, ele dispõe
de um voltímetro (V) e dois amperímetros (A).

Fase
V Voltímetro
G T L
A Amperímetro
Neutro

Para realizar essas medidas, o esquema da ligação desses ins-


trumentos está representado em:

a) Fase A
A
V
T
G L
Neutro

b) Fase
V
A T L A
G
Neutro

c) Fase

A V G T L A

Neutro

d) Fase
A
A V G T
L
Neutro

Fase
e) A
V G T
L
Neutro A

COMPETÊNCIA
Guia ENEM - Atividades 2/ -Mateus
Energia, Circuitos
Prado Elétricos e Consumo Racional
/ www.guiaenem.org.br/resolucao/atividades 17
Natureza

34 Para que as duas lâmpadas possam funcionar de acordo com


Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.

Um circuito em série é formado por uma pilha, uma lâm- suas especificações e o circuito tenha menor perda possível, a
pada incandescente e uma chave interruptora. Ao se ligar a estrutura do circuito elétrico deverá ser de dois bocais ligados em
chave, a lâmpada acende quase instantaneamente, irradiando
calor e luz. Popularmente, associa-se o fenômeno da irradia- a) série e usar fios de maior espessura.
ção de energia a um desgaste da corrente elétrica, ao atra- b) série e usar fios de máximo comprimento.
vessar o filamento da lâmpada, e à rapidez com que a lâmpada c) paralelo e usar fios de menor espessura.
começa a brilhar. Essa explicação está em desacordo com o d) paralelo e usar fios de maior espessura.
modelo clássico de corrente. e) paralelo e usar fios de máximo comprimento.

De acordo com o modelo mencionado, o fato de a lâmpada


acender quase instantaneamente está relacionado à rapidez
com que 37
O Instituto Luiz Coimbra (UFRJ) lançou o primeiro ôni-
bus urbano movido a hidrogênio do Hemisfério Sul, com tecno-
a) o fluido elétrico se desloca no circuito.
logia inteiramente nacional. Sua tração provém de três fontes
b) as cargas negativas móveis atravessam o circuito.
de energia, sendo uma delas a pilha de combustível, na qual o
c) a bateria libera cargas móveis para o filamento da lâmpada.
hidrogênio, gerado por um processo eletroquímico, reage com
d) o campo elétrico se estabelece em todos os pontos do cir-
o oxigênio do ar, formando água.
cuito.
e) as cargas positivas e negativas se chocam no filamento da FRAGA, I. Disponível em: http://cienciahoje.uol.com.br. Acesso em: 20 jul. 2010
lâmpada. (adaptado).

A transformação de energia que ocorre na pilha de combustí-


35 vel responsável pelo movimento do ônibus decorre da energia
Medir temperatura é fundamental em muitas aplica-
ções, e apresentar a leitura em mostradores digitais é bastante cinética oriunda do(a)
prático. O seu funcionamento é baseado na correspondência
entre valores de temperatura e de diferença de potencial elé- a) calor absorvido na produção de água.
trico. Por exemplo, podemos usar o circuito elétrico apresen- b) expansão gasosa causada pela produção de água.
tado, no qual o elemento sensor de temperatura ocupa um dos c) calor liberado pela reação entre o hidrogênio e o oxigênio.
braços do circuito (Rs) e a dependência da resistência com a d) contração gasosa causada pela reação entre o hidrogênio
temperatura é conhecida. e o oxigênio.
e) eletricidade gerada pela reação de oxirredução do hidrogê-
nio com o oxigênio.

38
Quando a luz branca incide em uma superfície me-
tálica, são removidos elétrons desse material. Esse efeito é
utilizado no acendimento automático das luzes nos postes de
iluminação, na abertura automática das portas, no fotômetro
fotográfico e em sistemas de alarme.

Esse efeito pode ser usado para fazer a transformação de


energia
Para um valor de temperatura em que Rs = 100 Ω, a leitura
apresentada pelo voltímetro será de
a) nuclear para cinética.
a) + 6,2 V. d) – 0,3 V. b) elétrica para radiante.
b) + 1,7 V. e) – 6,2 V. c) térmica para química.
c) + 0,3 V. d) radiante para cinética.
e) potencial para cinética.

36
Um grupo de amigos foi passar o fim de semana em um
acampamento rural, onde não há eletricidade. Uma pessoa le- 39
vou um gerador a diesel e outra levou duas lâmpadas, diferen- Uma pessoa, lendo o manual de uma ducha que aca-
tes fios e bocais. Perto do anoitecer, iniciaram a instalação e bou de adquirir para a sua casa, observa o gráfico, que rela-
verificaram que as lâmpadas eram de 60 W – 110 V e o gerador ciona a vazão na ducha com a pressão, medida em metros de
produzia uma tensão de 220 V. coluna de água (mca).

18 Ciências da Natureza e suas Tecnologias


14

Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
Anotações
12
10
Vazão (L/min)

8
6
4
2
0
1 2 3 4 5 6 7 8 9
Pressão Estática (mca)

Nessa casa residem quatro pessoas. Cada uma delas toma um


banho por dia, com duração média de 8 minutos, permanecen-
do o registro aberto com vazão máxima durante esse tempo.
A ducha é instalada em um ponto seis metros abaixo do nível
da lâmina de água, que se mantém constante dentro do reser-
vatório.

Ao final de 30 dias, esses banhos consumirão um volume de


água, em litros, igual a

a) 69 120. d) 8 640.
b) 17 280. e) 2 880.
c) 11 520.

40
Um sistema de iluminação foi construído com um cir-
cuito de três lâmpadas iguais conectadas a um gerador (G) de
tensão constante. Esse gerador possui uma chave que pode
ser ligada nas posições A ou B.

1 2
X X

3
X

A
+
G B
-

Considerando o funcionamento do circuito dado, a lâmpada 1


brilhará mais quando a chave estiver na posição

a) B, pois a corrente será maior nesse caso.


b) B, pois a potência total será maior nesse caso.
c) A, pois a resistência equivalente será menor nesse caso.
d) B, pois o gerador fornecerá uma maior tensão nesse caso.
e) A, pois a potência dissipada pelo gerador será menor nesse caso.

COMPETÊNCIA 2 - Energia, Circuitos Elétricos e Consumo Racional 19


Natureza

retimento dessas tomadas, bem como daquelas dos próprios


Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.

41 aparelhos.
O funcionamento dos geradores de usinas elétricas ba-
seia-se no fenômeno da indução eletromagnética, descoberto
por Michael Faraday no século XIX. Pode-se observar esse fe- Os riscos citados são decorrentes da
nômeno ao se movimentar um ímã e uma espira em sentidos
opostos com módulo da velocidade igual a v, induzindo uma a) resistividade da conexão, que diminui devido à variação de
corrente elétrica de intensidade i, como ilustrado na figura. temperatura do circuito.
b) corrente elétrica superior ao máximo que a tomada múltipla
pode suportar.
c) resistência elétrica elevada na conexão simultânea de apa-
relhos eletrodomésticos.
d) tensão insuficiente para manter todos os aparelhos eletro-
domésticos em funcionamento.
e) intensidade do campo elétrico elevada, que causa o rompi-
mento da rigidez dielétrica da tomada múltipla.

A fim de se obter uma corrente com o mesmo sentido da apre- 44


sentada na figura, utilizando os mesmos materiais, outra possi- Fusíveis são dispositivos de proteção de um circuito
bilidade é mover a espira para a elétrico, sensíveis ao excesso de corrente elétrica. Os mode-
los mais simples consistem de um filamento metálico de baixo
a) esquerda e o ímã para a direita com polaridade invertida. ponto de fusão, que se funde quando a corrente ultrapassa
b) direita e o ímã para a esquerda com polaridade invertida. determinado valor, evitando que as demais partes do circuito
c) esquerda e o ímã para a esquerda com mesma polaridade. sejam danificadas. A figura mostra um diagrama de um circuito
d) direita e manter o ímã em repouso com polaridade invertida. em que o fusível F protege um resistor R de 12 Ω, uma lâmpada
e) esquerda e manter o ímã em repouso com mesma polari- L de 6 W e um alto-falante que conduz 1 A.
dade.

F
12 V
42 R 12 Ω L 6W 1A
Para a proteção contra curtos-circuitos em residências
são utilizados disjuntores, compostos por duas lâminas de me-
tais diferentes, com suas superfícies soldadas uma à outra, ou
seja, uma lâmina bimetálica. Essa lâmina toca o contato elétri-
co, fechando o circuito e deixando a corrente elétrica passar.
Quando da passagem de uma corrente superior à estipulada
Sabendo que esse fusível foi projetado para trabalhar com uma
(limite), a lâmina se curva para um dos lados, afastando-se do
corrente até 20% maior que a corrente nominal que atravessa
contato elétrico e, assim, interrompendo o circuito. Isso ocorre
esse circuito, qual é o valor, em amperes, da corrente máxima
porque os metais da lâmina possuem uma característica física
que o fusível F permite passar?
cuja resposta é diferente para a mesma corrente elétrica que
passa no circuito.
a) 1,0
b) 1,5
A característica física que deve ser observada para a escolha
c) 2,0
dos dois metais dessa lâmina bimetálica é o coeficiente de
d) 2,5
e) 3,0
a) dureza.
b) elasticidade.
c) dilatação térmica.
d) compressibilidade.
e) condutividade elétrica. 45
A figura apresenta a comparação dos gastos de três
tipos de lâmpadas residenciais de mesmo brilho, durante cinco
anos. Considera-se a utilização média de vinte pontos de luz,
utilizando em média dez lâmpadas acesas durante 6 horas ao
43
Os manuais de fornos micro-ondas desaconselham, custo de R$ 0,30, para cada 1 kWh consumido.
sob pena de perda da garantia, que eles sejam ligados em
paralelo juntamente a outros aparelhos eletrodomésticos por
meio de tomadas múltiplas, popularmente conhecidas como
“benjamins” ou “tês”, devido ao alto risco de incêndio e der-

20 Ciências da Natureza e suas Tecnologias


Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
Anotações

Fluorescente
Incandescente compacta LED

Investimento
R$ 60,00 R$ 360,00 R$ 2.800,00
na compra
Potência média 60 W 16 W 8W
Consumo de energia 6 480 kWh 1 728 kWh 864 kWh
Lâmpadas trocadas 110 20 Zero
Gasto com energia R$ 1.944,00 R$ 518,00 R$ 259,20
Gasto com lâmpadas
r$ 330,00 R$ 360,00 Zero
trocadas

Disponível em: http://planetasustentavel.abril.com.br. Acesso em: 2jul. 2012 (adaptado).

Com base nas informações, a lâmpada energeticamente mais


eficiente, a mais viável economicamente e a de maior vida útil
são, respectivamente

a) fluorescente compacta, LED, LED.


b) LED, fluorescente compacta, LED.
c) fluorescente compacta, incandescente, LED.
d) LED, incandescente, fluorescente compacta.
e) fluorescente compacta, fluorescente compacta, LED.

46
As cercas elétricas instaladas nas zonas urbanas são
dispositivos de segurança planejados para inibir roubos e de-
vem ser projetadas para, no máximo, assustar as pessoas que
toquem a fiação que delimita os domínios de uma propriedade.
A legislação vigente que trata sobre as cercas elétricas de-
termina que a unidade de controle deverá ser constituída, no
mínimo, de um aparelho energizador de cercas que apresente
um transformador e um capacitor. Ela também menciona que o
tipo de corrente elétrica deve ser pulsante.

Considere que o transformador supracitado seja constituído


basicamente por um enrolamento primário e outro secundário,
e que este último está ligado indiretamente à fiação. A função
do transformador em uma cerca elétrica é

a) reduzir a intensidade de corrente elétrica associada ao se-


cundário.
b) aumentar a potência elétrica associada ao secundário.
c) amplificar a energia elétrica associada a este dispositivo.
d) proporcionar perdas de energia do primário ao secundário.
e) provocar grande perda de potência elétrica no secundário.

COMPETÊNCIA 2 - Energia, Circuitos Elétricos e Consumo Racional 21


Natureza
Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.

47
No território brasileiro, existem períodos do ano que
apresentam queda na umidade do ar, fazendo com que o ar
fique bastante seco. Nessa época, é comum observar que as
pessoas, ao saírem do carro e tocarem a maçaneta da porta,
levam pequenos choques elétricos. Além disso, pessoas que fi-
cam muito tempo em contato com aparelhos eletrodomésticos,
ou que dormem com roupas feitas de determinados materiais,
como a seda, ao tocarem objetos metálicos, também sentem
as descargas elétricas, ou seja, levam um choque elétrico.

O corpo humano sofre com esse fenômeno de descarga elétri-


ca, comportando-se como um condutor, pois

a) oferece resistência nula ao movimento da quantidade líqui-


da de carga através do corpo.
b) permite que uma quantidade líquida de carga se desloque
com facilidade através do corpo.
c) permite que uma quantidade líquida de carga se desloque
com dificuldade através do corpo.
d) reduz o deslocamento da quantidade líquida de carga em
função do aumento da diferença de potencial.
e) alterna a capacidade de deslocamento da quantidade líquida
de carga no corpo, facilitando ou dificultando o fenômeno.

48
Uma pessoa quer instalar uma iluminação decorati-
va para as festas de final de ano. Para isso, ela adquire um
conjunto de 44 lâmpadas ligadas em série. Na sua residência
a tensão da rede elétrica é de 220 V e a tomada utilizada pode
fornecer o máximo de 4 A de intensidade de corrente.

Quais as especificações das lâmpadas que devem ser utiliza-


das para obter o máximo de potência na iluminação?

a) 5 V e 4 W
b) 5 V e 20 W
c) 55 V e 4 W
d) 220 V e 20 W
e) 220 V e 880 W

22 Ciências da Natureza e suas Tecnologias


Anotações

COMPETÊNCIA 2 - Energia, Circuitos Elétricos e Consumo Racional


Reprodução proibida. A cópia dessa distribuição das questões do ENEM por competência caracteriza dano ao direito autoral. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.

23
Natureza

Um projeto:

Editora

Você também pode gostar