Você está na página 1de 2

HSM - GERENCIAMENTO HIERÁRQUICO DE ARMAZENAMENTO

Os projetos de ECM trabalham com conteúdos não-estruturados,


não estruturados, normalmente de
tamanhos consideráveis, exigindo muito dos recursos de armazenamento. A melhor
mídia de armazenamento está
está sempre ligada à relação custo/benefício, e não existe
uma regra geral. Para cada caso devemos sempre avaliar a capacidade necessária,
os tempos de resposta requeridos e, a partir daí, com base no custo, chegar às
mídias e suas capacidades.

tilização de mais de uma mídia de armazenamento nos projetos de


É comum a utilização
ECM e, para atender capacidades e tempos de resposta, é necessário a utilização
de softwares de HSM (Gerenciamento Hierárquico de Armazenamento) que
automaticamente fazem a migração dos documentos
documentos menos consultados para
mídias mais lentas e mais baratas e mantém os mais consultados em mídas mais
rápidas e, conseqüentemente mais caras.

Quando se procura velocidade, a mídia recomendada é a magnética. Os discos


magnéticos são disponibilizados em estruturas redundantes chamadas de RAID ou
Disk Array. Essas estruturas nada mais são que um conjunto de discos magnéticos
que, por processos de redundância, garantem que a informação não seja perdida
nos casos em que um disco se danifique.
danifi

Os discos ópticos são utilizados quando se necessitam de grandes volumes de


armazenamento, com menos exigência na velocidade de recuperação e que, por
razões de custo, não justificaria a instalação de discos magnéticos.

Quando falamos de discos ópticos estamos nos referindo a todas as mídias que
podem ser lidas e/ou gravadas através do laser. Nesse grande grupo temos CD,
DVD, WORM ( após gravado o dado não pode ser alterado) e discos ópticos
regraváveis.

Poderíamos assumir que o primerio nível de HSM são os discos magnéticos e o


segundo nível, o dos discos ópticos. Entretanto, nos últimos anos, notamos que a
tecnologia Centera vem rapidamente substituindo os discos ópticos nesse segundo
nível hierárquico de armazenamento. Centera é uma tecnologiatecnolog em disco
magnético, que utiliza discos mais lentos e mais baratos, compatíveis com discos
ópticos.

Através do Centera, podemos ter uma implementação de tecnologia WORM em


discos magnéticos na qual se pode programar por quanto tempo o arquivo será
mantido
tido sem permitir sua alteração. Os grandes fabricantes de storage tem
apresentado essa solução em conjunto com fornecedores de ECM e já encontramos
softwares com opções de configuração Centera na estrutura de HSM.
Na seqüência hierárquica de armazanamento, temos as fitas magnéticas (DLT) e o
microfilme. O microfilme é necessário quando o documento convertido do papel
precisa ser armazenado por longo tempo ou existe uma exigência legal, pois dentro
da nossa legislação pode-se utilizar o microfilme como cópia legal do documento em
papel original, fato que ainda não é válido para a imagem da maioria dos
documentos.

É comum a implantação de sistemas hibridos, onde a imagem é utilizada para


agilizar o processo de consulta e o microfilme para garantir a legalidade do sistema.
Nesses caso, o sistema de HSM destruirá a imagem armazenada no meio digital
após determinado tempo sem uso e caso necessite disponibilizá-la novamente,
permitirá que o sistema converta o documento do filme para imagem digital em um
disco magnético de consulta.