Você está na página 1de 13

NÚCLEO DE ESTUDOS EM PERCEPÇÃO AMBIENTAL – UMA LIGAÇÃO

EFICAZ ENTRE ATIVIDADE ACADÊMICA, SOCIEDADE E O MERCADO


DE TRABALHO

Roosevelt S. Fernandes
Valdir José de Sousa

Resumo

A criação, em fins de 2003, do Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental / NEPA, na


UNIVIX, foi uma forma de conciliar a pesquisa voltada à temática ambiental, interna à
instituição, através de um modelar e diferenciado programa de extensão, com as demandas
de alunos, professores, empresas e instituições de ensino superior externas ao cenário
acadêmico da UNIVIX, tendo o cuidado de assegurar o apoio / participação destas mesmas
entidades no próprio programa, tornando-o auto-sustentável.

A proposta de implantação do NEPA, visionário por parte de seu idealizador – Prof. Mestre
Roosevelt S. Fernandes - consolidou uma aplicação efetiva e mensurável dos modelos de
inter , intra e trans disciplinaridade, no âmbito interno e externo à instituição, com reflexos
positivos, através de resultados mensuráveis, no processo de interação /parcerias com
empresas e instituições de ensino, com o envolvimento de alunos e professores de todos os
cursos da UNIVIX.

Hoje, após pouco mais de dois anos de atividades, a produção científica e premiações
recebidas pelo grupo e a estruturação de convênios com outras instituições de ensino
(dentro e fora do ES), bem como a aplicação das metodologias desenvolvidas em empresas,
são evidências concretas que a iniciativa foi coroada de sucesso, assegurando ganhos
concretos para alunos e professores da instituição, além das empresas e instituições de
ensino superior parceiras, que estão utilizando a metodologia desenvolvida pelo NEPA nas
áreas ambiental, educacional e social, como pode ser observado da síntese das pesquisas
até agora realizadas, sintetizadas no presente texto.

Reconhecido hoje no âmbito estadual, o NEPA se consolida como um centro de referência


para a discussão da temática da “percepção ambiental”, caminhando para assegurar
idêntica posição no cenário nacional, fato que deverá ocorrer com a promoção do “I
Encontro Nacional de Percepção Ambiental como Instrumento de Gestão”, que o NEPA
promove em março de 2006, em Vitória – ES.

O NEPA, desde sua implantação, vem se mostrando independente, do ponto de vista


financeiro, da Faculdade Brasileira – UNIVIX, cobrindo a totalidade de suas despesas com a
participação de professores e alunos em eventos (nacionais e internacionais), bem como da
oferta de bolsa de extensão para alunos ligados ao núcleo, através de apoio de empresas
(destaque para a Cia. Siderúrgica de Tubarão / CST).

Portanto, um exemplo objetivo de empreendedorismo (alunos e professores) que


caracteriza um bom exemplo de “experiência de sucesso” (junto à sociedade).

____________________________________________________________________________________
Proibida cópia total ou parcial sem referência ao NEPA
NEPA – Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental
1 - A UNIVIX

Em março de 1999 a UNIVIX inicia suas atividades oferecendo os cursos de Administração,


Ciências Contábeis, Engenharia de Produção Civil e Farmácia. Em fevereiro de 2000 iniciou
o curso de Arquitetura e Urbanismo, totalizando cinco cursos em funcionamento. Hoje a
UNIVIX já conta também com os cursos de Direito, Enfermagem, Engenharia Elétrica e
Psicologia, totalizando nove cursos em funcionamento, e Medicina, que inicia no segundo
semestre deste ano, além de manter atividades na área de pós-graduação (MBA em
Engenharia Ambiental e MBA em Gestão Estratégica de Petróleo e Gás Natural).

2 - Meio Ambiente na UNIVIX

A discussão da temática ambiental na UNIVIX vem sendo abordada em duas frentes


complementares.
* A primeira (foco inter e multidisciplinar), é a forma mais clássica, na qual as questões
ambientais são inseridas nas grades dos cursos, tanto nos de graduação quanto nos de pós-
graduação.

* A outra, envolvendo todos os cursos da instituição, diz respeito à implantação de um


núcleo específico de discussão da temática ambiental (Núcleo de Estudos em Percepção
Ambiental / NEPA) que envolve professores e alunos de todos os cursos, contando com um
programa de bolsas de iniciação científica, apoiado por empresas.

3 - Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental - NEPA

O Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental – NEPA, criado pelo curso de Engenharia de


Produção Civil em 2003, vem desenvolvendo pesquisas voltadas à avaliação da percepção
ambiental em segmentos formadores de opinião.
O núcleo é formado por professores e alunos dos cursos de Engenharia de Produção Civil,
Administração, Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Elétrica, Direito e Psicologia.,
objetivando um enfoque multidisciplinar (processamento de dados, estatística, química,
engenharia ambiental, direito, psicologia, saúde ambiental e ocupacional, etc),
possibilitando o atendimento das demandas de pesquisas de interesse dos próprios alunos
ou propostas pelos professores.

Inicialmente, o principal objetivo do NEPA foi o desenvolvimento de um instrumento


pedagógico, passível de ser aplicado a alunos e professores da instituição, tendo como base
a análise da percepção ambiental, permitindo a identificação e, sobretudo, quantificação de
tal percepção frente às múltiplas facetas do conhecimento ambiental.

Tal instrumento, aplicado ao corpo docente e discente de uma instituição de ensino,


permitiria estruturar a forma de encaminhamento do conhecimento ambiental a ser
disponibilizado a alunos e, complementarmente, reforçada junto aos professores. A
metodologia proposta permitiria atuar sobre as vulnerabilidades identificadas nos
segmentos docente e discente, objetivando condições concretas para o aprimoramento do
conhecimento da temática ambiental. Tal intervenção ocorreria através de atividades
direcionadas como workshops, seminários, vídeos, palestras de especialistas, discussão de
casos, circulação de bibliografias, definição de temas a serem trabalhados com os alunos de
forma inter e multidisciplinar, programas de extensão, visitas técnicas, programa de
estágios em empresas e órgãos de controle ambiente, entre outras.

No contexto acima, um processo de transferência de conhecimento (ensino de meio


ambiente) até então considerado como uma iniciativa estática (oferta regular de uma
disciplina padrão) se transforma num processo dinâmico, sustentado em informações
quantitativas, passíveis de reavaliação periódica. Tal fato consolidou uma proposta
____________________________________________________________________________________
Proibida cópia total ou parcial sem referência ao NEPA
NEPA – Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental
pedagógica diferenciada e mais eficaz no encaminhamento da temática ambiental nas
instituições de ensino.

A escolha da temática “Percepção Ambiental” foi produto de um estudo prévio muito


cuidadoso. Optou-se por este tema, pois era intenção de seu idealizador estabelecer uma
forma diferenciada de oferta da disciplina “Ciências do Ambiente”, direcionando-a as
efetivas necessidades dos alunos e não, apenas, ao atendimento das exigências curriculares
estabelecidas pelo MEC. Por outro lado, aspecto não menos importante, o instrumento
favorecia uma ação multi,inter e trans disciplinar no processo de inserção da variável
ambiental ao longo de toda a grade curricular dos cursos, e não apenas através de uma
disciplina oferecida pontual e regularmente.

Lançando mão de questionários especialmente desenvolvidos para cada tipo de aplicação, o


NEPA, que concentra esforços nas áreas educacional, social e ambiental, vem usando a
percepção ambiental (PA) como instrumento pedagógico auxiliar no encaminhamento da
temática ambiental no âmbito educacional, bem como em aplicações ligadas a empresas,
além de convênios de transferência da metodologia para outras instituições de ensino
(Fundação Novo Milênio, CEFET – RJ, SESI – FINDES, entre outras)

É importante destacar que a base do sucesso de uma pesquisa envolvendo PA está


diretamente ligada à qualidade do questionário adotado. Tal questionário deve estar
estruturado à luz dos objetivos a que se pretende como pesquisa e, sobretudo, considerar o
tipo / nível dos entrevistados.

A produção científica do NEPA vem se destacando através da participação em eventos


nacionais e internacionais, publicação de artigos em revistas técnicas de circulação
nacional.. O NEPA também se destaca na área de premiações, visto que já recebeu o Prêmio
Ecologia 2003 (promovido pela Secretaria de Estado para Assuntos de Meio Ambiente e
Recursos Hídricos do Estado do Espírito Santo), dupla Menção Honrosa no Prêmio Conselho
Superior de Meio Ambiente, da Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo (2003
e 2004).

4 - Produção Científica do NEPA

Resumo: O processo desenvolvimentista do Espírito Santo vem sendo extremamente


intenso, resultando numa pressão sensível sobre os recursos naturais, ocasionando
diferentes impactos ambientais, bem como efeitos econômicos e sociais.
Este fato, associado às discussões sobre a necessidade de um novo modelo de
desenvolvimento baseado na sustentabilidade, premissa cada vez mais presente nas
discussões e ações conduzidas pelas instituições de ensino / pesquisa, empresariais e,
sobretudo, nas responsáveis pela elaboração de políticas públicas, demonstra a necessidade
de se melhor identificar e quantificar o que a sociedade pensa sobre as condições
ambientais da região onde vive, caso Grande Vitória.
Devido à atualidade e importância desta temática, procurando manter a vanguarda nessa
discussão no Espírito Santo, a UNIVIX, desenvolveu um estudo na linha de mensurar a
percepção de um segmento específico de formadores de opinião, professores e alunos de
uma instituição de ensino superior, em Vitória-ES.
O trabalho está sustentado em um questionário onde os entrevistados explicitam sua
percepção sobre: identificação dos problemas ambientais da região; ações individuais na
área ambiental; desenvolvimento associado a efeitos ambientais; papel do governo, das
indústrias e da sociedade. Como conclusão, a análise dos dados permitiu uma avaliação
ampla do nível de conscientização ambiental de um importante grupo de formadores de
opinião.

Abstract: Faculdade Brasileira – UNIVIX, located in the city of Vitória, state of Espírito
Santo, Brazil, is a college of about 2000 students, has areas of study in Law, Nursing,
Business Administration, Accounting, Pharmacy and Biochemistry, Architecture and City
____________________________________________________________________________________
Proibida cópia total ou parcial sem referência ao NEPA
NEPA – Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental
Planning, Psychology, Electrical Engineering and Civil-Production Engineering*. The Civil-
Production Engineering Department has undertaken a leading role in developing research on
the evaluation of Environmental/Social Perception in segments of society responsible for
public opinion.. One of the aims of the research in the environmental area was the
development of a pedagogical instrument that could applied to college freshmen, which
could render possible the identification and the quantification of the interviewees’ perception
in relation to the several areas of the environmental knowledge. Such procedure aimed the
identification of “information gaps”, as well “ distorted information” which were unduly part
of the knowledge of those interviewed (Students’ Environmental Perception). Therefore,
once identified the vulnerabilities of the environmental knowledge of the new students who
enter college, it is possible to plan, in an objective way, most effectively, the solution of the
identified problems which characterize not only new students of different departments, but
also different groups of new students of a same department. By applying the same
instrument to the college teaching staff (Professors’ Environmental Perception), it is possible
to direct the environmental knowledge which will be given to the students (a specific course
or a multidisciplinary action). Simultaneously, as far as professors are concerned, the
suggested methodology allows us to act upon the vulnerabilities identified in the college
teaching staff, aiming the refinement of the knowledge of the environmental subject
(specific workshops, extracurricular courses, oriented visits, etc). For the new professors it
is possible, by adapting the same methodology, to identify the areas where it is necessary
to interfere in order to equalize the environmental knowledge of the whole college teaching
staff. In this new context, a process of transmitting knowledge to students, so far
considered static, (that is, a standard course in Environment regularly offered to every
group of freshmen) transformed itself in a dynamic process, based on quantitative
information periodically reevaluated, adapting itself to the real necessities of each group
and/or department. Such fact consolidated a distinct pedagogical project which is more
efficient for the approach of the environmental subject in schools. To support the
methodology, a questionnaire was developed, adapted to the level in which it will be applied
(middle school to university), containing multiple choice questions and, for some specific
items, a demand of justification of the choice. The experience, so far consolidated and
introduced in the Civil-Production Engineering Department of UNIVIX, was made available in
publications presented in several technical events of national scope. At this moment a
survey is being undertaken which involves about 1.500 teachers of public schools (district
and state schools), comprising two districts of Espírito Santo state. The survey has gained
the support of a large company located in the area. The objective is to prediagnose the
necessities of the environmental knowledge of the segment subject of study and, starting
from those necessities, to define an environmental education program to be offered to those
teachers. Such program would focus the deficiencies identified. The new pedagogical
project, not exactly in terms of the instrument used for its development (use of
questionnaires), but in terms of the methodology developed (management of the
continuous process of the refinement of the discussion of the environmental subject in
schools), has aroused the interest of many schools in the area, which has led UNIVIX to
make information available to those interested. The suggested methodology can also be
used in communities in their area of influence (interested groups), for the evaluation of the
results perceived by society deriving from environmental and/or social programs, supported
by a company or institution, in a certain area (environmental and social responsibility of
businesses and companies). At the present moment NEPA (Center of Studies of
Environmental Perception) is planning a research focused on the evaluation of
environmental perception of the different segments of society in relation to the knowledge
of the environmental basic legislation (environmental citizenship) and of the effective action
of the environmental control governmental agencies. NEPA is organized by the Civil-
Production Engineering Department, having as founding members the departments of
Psychology, Law, Nursing and Electrical Engineering, having in its composition Professors
with at least a Master’s Degree, who use a multidisciplinary structure. Further information
can be obtained with the Coordinator of the Center, Prof. Roosevelt Silva Fernandes, M.S.
in the email “ nepa@ebrnet.com.br “

____________________________________________________________________________________
Proibida cópia total ou parcial sem referência ao NEPA
NEPA – Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental
5 -FERNANDES, R. S., PELISSARI V. B., et al. Percepção ambiental dos alunos da Faculdade
Brasileira - UNIVIX – Vitória - ES. In: Congresso Brasileiro de Pesquisas Ambientais e
Saúde, julho 2003, Santos - SP. Anais e resumo.

Resumo:

A discussão da temática ambiental no contexto da sociedade é fato imprescindível.


Entretanto, ainda não é tão evidente a correta percepção dos indivíduos em termos da real
dimensão das variáveis ambientais e seus efeitos. Na linha de identificar esta percepção em
um segmento específico da sociedade, professores e alunos de ensino superior, aplicou-se
um questionário onde os mesmos explicitaram sua percepção a temas como, identificação
dos problemas ambientais da Grande Vitória, papel do governo, das indústrias, da
sociedade, dos órgãos públicos, permitindo uma avaliação ampla do nível de
conscientização ambiental de um importante grupo de formadores de opinião.
Abstract: Each individual perceives, reacts and responds in different ways in relation to the
environment in which he is inserted. The deriving behavior is the result of perception
(individual and collective) of the cognitive processes, judgments, expectations and life
experience of each one. The studies of environmental perception (EP) allow us to
understand better the interaction of man with his environment, his desires, judgment
criteria and conducts, inferred from the analysis of socio-economic segments which behave
in different ways in society. Observations resulting from such analyses allow the stimulation
of environmental awareness and active citizenship, in relation to the several aspects of the
environmental question. This paper presents the results of a study aimed at the evaluation
of the perception of different socio-economic segments of the society of the metropolitan
area of the city of Vitoria in view of the question of the rational use of water.

6 - FERNANDES, R. S., PELISSARI, V. B., et al. Percepção ambiental dos alunos da


Faculdade Brasileira - UNIVIX – Vitória - ES. in: VII ENCONTRO NACIONAL SOBRE GESTÃO
EMPRESARIAL E MEIO AMBIENTE / ENGEMA, novembro de 2003, Fundação Getúlio Vargas,
Universidade de São Paulo.

Resumo:

A discussão da temática ambiental no contexto da sociedade (partes interessadas) é fato


imprescindível. Entretanto, ainda não é tão evidente a correta percepção dos indivíduos em
termos da real dimensão das variáveis ambientais e seus efeitos. Na linha de identificar esta
percepção em um segmento específico da sociedade, alunos de uma instituição de ensino
superior, aplicou-se um questionário onde os mesmos explicitaram sua percepção a temas
como, identificação dos problemas ambientais da Grande Vitória, papel do governo, das
indústrias, da sociedade, dos órgãos públicos, permitindo uma avaliação ampla do nível de
conscientização ambiental de um importante grupo de formadores de opinião. Tal iniciativa
consolidou o desenvolvimento de um instrumento pedagógico voltado ao aprimoramento do
ensino da temática ambiental nas instituições de ensino, bem como em aplicações de
avaliação de programas ambientais e/ou sociais desenvolvidos pelas indústrias, junto às
partes interessadas.

7 - FERNANDES, R. S., PIANESOLA, M. M., MARIANI, M. E. Estado da Arte da Percepção


Ambiental no Brasil. Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental – NEPA / UNIVIX, em fase
final de conclusão, 2004.

8 - FERNANDES, R. S. et. al, Percepção da Sociedade frente à Problemática do Uso Racional


da Água – Vitória / ES, Associação Nacional de Pós-Graduação , Pesquisas em Ambiente e
Sociedade / ANPAS, II Encontro Anual, GT 10 – Meio Ambiente, Sociedade e educação,
Resumo, 26 a 29 de maio, S.Paulo, 2004., Prêmio FINDES-CONSUMA de Meio Ambiente
2005, na categoria “Relações com Partes Interessadas”, ENGEMA 2005 – Fundação Getúlio
Vargas, Rio de Janeiro, nov / 2005

____________________________________________________________________________________
Proibida cópia total ou parcial sem referência ao NEPA
NEPA – Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental
Resumo: Aspéctos relacionados à temática ambiental vem se tornando um assunto comum
e prioritário na sociedade brasileira, principalmente depois da realização da Conferência das
Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio 92), realizada na cidade do Rio
de Janeiro em 1992 e, mais recentemente, em 2003 (Brasília), nas Conferências Infanto-
Juvenil e a Nacional de Meio Ambiente. Após esses eventos, muito se falou e vem se falando
sobre meio ambiente no Brasil, no entanto, ainda não é tão evidente a correta percepção
que os indivíduos evidenciam sobre o assunto, principalmente com relação a real dimensão
das variáveis ambientais e seus efeitos sobre o ambiente como um todo.

Grupo de bolsista do NEPA que desenvolveu a pesquisa de


Uso Racional de Água

ENVIRONMENTAL PERCEPTION OF DIFFERENT SOCIAL ECONOMIC SEGMENTS OF THE


POPULATION IN VIEW OF THE PROBLEM RELATED TO THE RATIONAL USE OF
WATER

Abstract - In spite of the many private and public initiatives towards the awareness of the
population related to the rational use of water resources, a gap is observed between the
contents of such initiatives and the effective changes in the behavior, both in the individuals
and in the population as a whole.

Aware of this situation,the "Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental-NEPA" of the


"Faculdade Brasileia-UNIVIX" in Vitoria,Espirito Santo,Brasil, started a work program
designed specifically for water resources, which involves professors(holding M.Sc and Ph.D
degrees) and students participating in extension programs, all of them members of the
NEPA-UNIVIX.

In the first phase of the program, the neighborhoods of Mata da Praia and Praia de
Camburi, both upper middle class and in the Metropolitan Area of the city of Vitoria,
encompassing 40 apartment buildings and a total of 1,615 apartments, were surveilled. The
sample included 11 apartment buildings and 225 apartments.

A questionnaire specially developed, containing 21 questions related to water resources


subject, was applied. The data gathered were used to make a diagnosis of the perception in
each building and of the social economic segment of the population surveilled.
The apartment residents and guests were given the results at the same time that they were
made aware of the topic. Objective ways, both individual and collective, related to the
rational use of water in residential condominiums were also presented and discussed.

The acceptance of the program was measured by the number of residents and guests that
attended the meetings and by the level of the discussions

____________________________________________________________________________________
Proibida cópia total ou parcial sem referência ao NEPA
NEPA – Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental
Subsequent meetings, six months later, were scheduled with the residents in order to keep
the program going and continually evaluate the results.

The survey was then extended to other neighborhoods, Jardim Camburi (middle class) and
the community around the UNIVIX campus, Goiabeiras (lower middle class), thus covering 3
different social economic segments of the population in the Metropolitan Area of Vitoria.

The proposed work and methodology of NEPA was discussed with the community in an open
event called "Jornada Univix". Practical solutions for the rational use of water were
presented with the participation of the community, involved or not in the survey. The
faculty staff of Univix presented and discussed forms of implementing solutions for the
rational use of water, making available technical support to the segments interested in
implementing them, thus making possible an interaction between the community and

9 - FERNANDES, R. S. et al, Percepção Ambiental de Segmentos Sócio-econômicos da


Região Metropolitana de Vitória frente à Temática do Uso Racional de Água, II World
Environmental Education Congress, Rio de Janeiro, set de 2004.

Resumo:

Apesar das várias iniciativas, públicas e privadas, voltadas à conscientização da sociedade


em relação à temática do uso racional dos recursos hídricos, o que ainda se observa é um
preocupante distanciamento entre o conteúdo de tais iniciativas e a efetiva mudança de
comportamento (individual e coletiva) por parte da sociedade. Consciente deste fato, o
Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental – NEPA, da Faculdade Brasileira – UNIVIX,
Vitória / ES, desenvolveu um programa voltado especificamente à área de recursos hídricos,
envolvendo professores, mestres, doutores e alunos de extensão ligados ao núcleo.
O NEPA vem se dedicando, desde sua implantação, a utilizar a percepção ambiental como
instrumento de gestão junto a segmentos formadores de opinião, com foco nas áreas
ambiental, educacional e social. O detalhamento dessas pesquisas pode ser melhor
analisado através da bibliografia ao final do presente trabalho.
Como exemplo, apresentamos o programa desenvolvido pelo NEPA, focando três segmentos
sócio-econômicos de Vitória – ES, voltado à avaliação do nível de percepção da sociedade
frente à problemática do uso racional da água.
O programa se caracteriza por uma fase inicial, onde se estimula a motivação da sociedade
através da aplicação de um questionário e posterior discussão dos resultados. Nesta fase
trabalhamos as mudanças de comportamento individuais (reunião em cada um dos edifícios
envolvidos na pesquisa) lançando as bases para um enfoque de visão coletiva
(complementar), voltado à apresentação de soluções, técnica e economicamente viáveis,
que objetivem o uso racional da água.
A primeira etapa do programa visou o bairro Mata da Praia, Praia de Camburi, Vitória - ES,
onde dos 40 (quarenta) edifícios cadastrados (total de 1.615 apartamentos), cobriu 11
(onze) edifícios, envolvendo 225 apartamentos, atendendo ao plano de amostragem
definido.
Concluídas as etapas nos bairros Jardim Camburi e Goiabeiras, a proposta do NEPA prevê a
realização, em novembro, de um evento (“Jornada UNIVIX – Soluções práticas para o uso
racional da água ”), com a participação da sociedade (envolvida ou não com a pesquisa),
onde o corpo docente da UNIVIX abordará formas de encaminhar a implantação de soluções
de ações coletivas, disponibilizando apoio técnico / estudos econômicos para os segmentos
interessados (interação comunidades / instituição de ensino).

____________________________________________________________________________________
Proibida cópia total ou parcial sem referência ao NEPA
NEPA – Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental
Grupo de bolsistas do NEPA que desenvolveu a pesquisa
Projeto Sacolin

10 - FERNANDES, R. S. et al., Percepção Ambiental de Segmentos da Sociedade frente a


Comportamentos Relacionados ao Uso Racional de Água, Global Congresso n Engineering
and Technology Education, Santos – SP, março de 2005.

Abstract: Each individual perceives, reacts and responds in different ways in relation to the
environment in which he is inserted. The deriving behavior is the result of perception
(individual and collective) of the cognitive processes, judgments, expectations and life
experience of each one. The studies of environmental perception (EP) allow us to
understand better the interaction of man with his environment, his desires, judgment
criteria and conducts, inferred from the analysis of socio-economic segments which behave
in different ways in society. Observations resulting from such analyses allow the stimulation
of environmental awareness and active citizenship, in relation to the several aspects of the
environmental question. This paper presents the results of a study aimed at the evaluation
of the perception of different socio-economic segments of the society of the metropolitan
area of the city of Vitoria in view of the question of the rational use of water.

Reunião com os moradores de um dos edifícios pesquisados no projeto Uso Racional da


Água, para apresentação e discussão dos resultados da pesquisa.

____________________________________________________________________________________
Proibida cópia total ou parcial sem referência ao NEPA
NEPA – Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental
11 - GONÇALVES, C. M.; MARIANI, M. E.; MIRANDA, M. P. Percepção ambiental de
professores da Faculdade Brasileira / UNIVIX – Vitória – ES. Prêmio Ecologia 2003 e Menção
Honrosa no Prêmio Conselho de Meio Ambiente da Federação das Indústrias do Estado do
Espírito Santo, 2003.

Resumo: Hoje as informações circulam numa velocidade que impressiona, mas a


transformação de informação em conhecimento é mais demorada, por esse motivo se faz
necessário saber analisar e tratar as informações.
Os sentidos humanos estão entre o que se pode considerar as principais fontes de
informações sobre a qualidade do meio ambiente. A percepção ambiental permite usufruto
estético, ao mesmo tempo em que alerta sobre a degradação ambiental. No entanto, a
limitação dos sentidos humanos leva-nos a não detectar verdadeiramente os problemas
ambientais, mas, com certeza, o conhecimento científico aplicado ao estudo da percepção
ambiental ampliará a consciência ecológica.
Os resultados da pesquisa, no geral, mostraram que os professores possuem uma
significativa percepção dos problemas ambientais da região da Grande Vitória. Do ponto de
vista dos alunos, no que tange ao processo de execução da pesquisa agora apresentada, a
interação entre disciplinas, necessárias ao desenvolvimento do trabalho (Ciências do
Ambiente, Processamento de Dados, entre outras) foi fundamental, permitindo a correlação
entre conteúdos afins, de uma forma dinâmica e altamente motivante por parte dos alunos,
vislumbrando efeitos práticos de conceitos teóricos explicitados em sala de aula. Portanto, o
Projeto Interdisciplinar - PI, não somente nesta pesquisa, mas em todas suas demais
intervenções no curso de EPC, vem sendo um fator diferencial e criativo, de fundamental
importância na formação dos alunos.
A luz dessa importância, no caso particular do trato da temática ambiental, foi criado o
NEPA, que vem desenvolvendo, produto da interação entre professores e alunos, através do
PI, outras pesquisas, nas quais um maior número de alunos do curso de EPC vem atuando e
aprimorando seus conhecimentos nas diversas áreas da engenharia.
A experiência até então consolidada pelo Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental -
NEPA/IES está disponibilizada em trabalhos publicados e apresentados em vários eventos
técnicos de âmbito nacional.
Neste momento, está em fase de desenvolvimento uma pesquisa, envolvendo cerca de
1.500 professores do ensino público fundamental (de escolas municipais e estaduais),
abrangendo dois municípios do Estado do Espírito Santo, com apoio de uma grande
empresa localizada na região.
O NEPA está estruturando uma pesquisa voltada à avaliação da percepção ambiental de
diferentes segmentos da sociedade em relação ao conhecimento da legislação ambiental e
da ação, competência legal e nível de atendimento dos órgãos normativos de controle
ambiental.
A metodologia também permite que a definição de um Programa de Educação Ambiental
seja antecedida da aplicação de um pré-questionário de avaliação da percepção ambiental,
facilitando, através de fatos quantificados (deficiências no conhecimento ambiental), a
adequada programação a ser oferecida à comunidade pré-avaliada.
A metodologia proposta pode ser utilizada para a avaliação, junto a comunidades de sua
área de influência, dos resultados percebidos pela sociedade decorrentes de programas
ambientais e/ou sociais, mantidos por uma empresa em uma dada região.
Em se tratando da nova proposta metodológica desenvolvida pelo NEPA, não em termos do
instrumento utilizado para seu desenvolvimento (uso de questionários), mas em termos da
forma desenvolvida para sua aplicação e obtenção de resultados (avaliação cruzada entre
alunos e professores), vem despertando interesse por parte de outras instituições de
ensino, fato que vem levando a IES a disponibilizar a metodologia aos interessados.
No âmbito do curso de EPC/IES o desenvolvimento do estudo está permitindo definir
elementos concretos para o direcionamento da discussão da temática ambiental,
principalmente, Ciências do Ambiente, estruturando ações para áreas específicas a serem
trabalhadas junto aos alunos, bem como identificar outros cursos oferecidos pela IES onde a
temática ambiental possa ser formalmente inserida em sua grade curricular.
Como linha complementar dos trabalhos do NEPA, o objetivo está voltado a ampliar a
abordagem dos aspectos ambientais abordados no questionário, com a inclusão de novas
____________________________________________________________________________________
Proibida cópia total ou parcial sem referência ao NEPA
NEPA – Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental
questões relacionadas aos impactos sociais e econômicos (percepção social e econômica)
decorrentes do desenvolvimento acelerado.
Este trabalho constitui uma base de informações valiosa a partir do qual pode-se
desenvolver ações tendo em vista a defesa do meio ambiente.

Reunião com lideranças comunitárias do bairro Goiabeiras voltada à


estruturação da pesquisa Uso Racional da Água.

12 - FERNANDES, R. S. et al, Percepção Ambiental de Segmentos Diferenciados da


Sociedade Frente à Problemática do Uso Racional da Água. In: IX Simpósio Nacional de
Sistemas Prediais. Universidade de Goiás. 18 e 19 de maio de 2005.

Resumo: O Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental – NEPA, da Faculdade Brasileira –


Vitória / ES, integra professores e alunos no estudo da percepção ambiental em segmentos
formadores de opinião, tendo como foco as áreas educacional, social e ambiental. Entre
suas pesquisas realizadas e publicadas (Percepção Ambiental de Professores e Alunos da
Faculdade Brasileira, Influência dos Apelos Ecológicos frente ao Perfil de Compra dos
Consumidores, Diagnóstico da Percepção Ambiental de Professores do Ensino Fundamental
Base Para a Formatação de um Programa de Educação Ambiental, Percepção da Sociedade
em Termos do Conhecimento da Legislação Ambiental, etc), dedicou-se este ano a
Percepção Ambiental da Sociedade Frente à Problemática do Uso Racional da Água. Na
Região Metropolitana de Vitória – ES, selecionou-se três segmentos socioeconômicos –
bairros da Mata da Praia, Jardim Camburi e Goiabeiras – e através de um questionário,
foram avaliados e comparados os diferentes comportamentos dos segmentos amostrados.
Tal questionário cobriu itens como, por exemplo, conhecimento das fontes de água da
região, tempo que as atuais fontes ainda têm condições de abastecimento, fontes
alternativas para o futuro, consumos médios de água para atividades do dia-a-dia (banho
de ducha, escovar os dentes, fazer a barba, etc), avaliação da atuação do Poder Público e
das instituições de ensino no contexto da conscientização da importância do uso racional da
água, entre outras. Para cada segmento amostrado foram realizadas reuniões específicas
para apresentação dos resultados da pesquisa e apresentação de comportamentos a serem
adotados voltados ao uso racional da água. Posteriormente, em evento público, aberto a
sociedade, foi realizado um seminário onde foram apresentadas alternativas técnicas
disponíveis (aproveitamento da água de chuva, uso de poços de pequena profundidade,
reuso de água, etc), bem como os níveis de investimentos necessários à implantação das
mesmas e o tempo de retorno dos investimentos.

13 - PELISSARI, V. B., FERNANDES, R. S., et al. Percepção ambiental dos alunos da


Faculdade Brasileira – UNIVIX, Vitória, ES. V Simpósio Estadual sobre Saneamento e Meio
Ambiente, 11 a 15 de agosto, 2003. Vitória, ES

____________________________________________________________________________________
Proibida cópia total ou parcial sem referência ao NEPA
NEPA – Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental
Resumo: O processo desenvolvimentista do Espírito Santo vem sendo extremamente
intenso, resultando numa pressão sensível sobre os recursos naturais, ocasionando
diferentes impactos ambientais, bem como efeitos econômicos e sociais. Isto, associado às
discussões sobre a necessidade de um novo modelo de desenvolvimento baseado na
sustentabilidade, premissa cada vez mais presente nas discussões e ações conduzidas pelas
instituições de ensino/pesquisa, empresariais e, sobretudo, nas responsáveis pela
elaboração de políticas públicas, demonstra a necessidade de se melhor identificar e
quantificar o que a sociedade pensa sobre as condições ambientais da região onde vivem,
caso Grande Vitória. Devido à atualidade e importância desta temática, procurando manter
a vanguarda nessa discussão no Espírito Santo, a UNIVIX, desenvolveu um estudo na linha
de mensurar a percepção ambiental de um segmento específico de formadores de opinião,
professores e alunos de uma instituição de ensino superior, em Vitória-ES. O trabalho
caucionou-se em um questionário onde os entrevistados explicitaram sua percepção sobre:
identificação dos problemas ambientais da região; ações individuais na área ambiental;
desenvolvimento associado a efeitos ambientais; papel do governo, das indústrias e da
sociedade. Como conclusão, a análise dos dados permitiu uma avaliação ampla do nível de
conscientização ambiental de um importante grupo de formadores de opinião.

14 - PELISSARI V. B. et. al. Uso da percepção ambiental como instrumento de gestão


educacional e ambiental. In: 23° Congresso Brasileiro de Engenharia Ambiental e Sanitária.
ABES. 18 a 23 de setembro de 2005. Campo Grande, MS.

Resumo: Lançando mão de questionário especialmente desenvolvido, o Núcleo de Estudos


em Percepção Ambiental – NEPA – da Faculdade Brasileira – UNIVIX, Vitória, ES, vem
usando a percepção ambiental como instrumento pedagógico auxiliar no encaminhamento
do ensino da temática ambiental.
O questionário é aplicado a alunos ingressantes na instituição visando identificar, em
relação ao conhecimento ambiental original, as “lacunas de informação”, bem como
“informações distorcidas”. Tais aspectos são levados em consideração quando do
planejamento das atividades a serem oferecidas (visão inter e multidisciplinar) aos alunos.
Igual procedimento é adotado com professores que chegam à instituição. A partir das
informações dos docentes e discentes é montado um plano de intervenção de modo a atuar
sobre as vulnerabilidades identificadas.
Idêntica metodologia vem também sendo utilizada como instrumento de pré-diagnóstico do
conhecimento ambiental de comunidades a que se pretende oferecer programas de
educação ambiental, na avaliação da eficácia de programas ambientais e sociais
desenvolvidos por empresas, influências dos apelos ecológicos sobre o comportamento de
compra do consumidor, entre outras aplicações.

Abstract: Using a specific questionnaire, the Center of Studies of Environmental Perception


- NEPA – of Faculdade Brasileira – UNIVIX, Vitória/ES, initiated researches using
environmental perception (EP) as a pedagogical instrument aiding the process of the
refinement of the teaching of the environmental subject. The questionnaire applied to
students and professors joining the college aimed the identification of “information gaps” as
well as “distorted information” in relation to the original environmental knowledge. Such
aspects were taken into account at the time of the planning of the activities being offered
to students and professors (interdisciplinary and multidisciplinary view). An identical
methodology is also being used by NEPA as an instrument of a prediagnosis of the
environmental knowledge of communities being offered programs of Environmental
Education, evaluation of the effects of ecological appeals upon the buying characteristics of
consumers, as well as the verification of the efficiency of the image of environmental or
social programs developed by companies in their areas of influence, among other activities.
The use of environmental perception (EP) as an instrument of management has a large
potential, as demonstrated by work/papers developed by NEPA.

15 – MERIGUETI, B. A. , FERNANDES, R. S., Avaliação da Percepção Ambiental de Gerentes,


Funcionários, Familiares e da Comunidade do Entorno das Empresas Marmocil e Granasa

____________________________________________________________________________________
Proibida cópia total ou parcial sem referência ao NEPA
NEPA – Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental
Ltda, programa de bolsa de iniciação tecnológica estabelecido prlo CNPq, CNI, IEL, FINDES,
denominado Programa BITEC, março, 2005.

Evento público, realizado no auditório da Rede Gazeta de Comunicações, quando foram


apresentados e debatidos com a sociedade os resultados da pesquisa Uso Racional da Água
nos bairros de Mata da Praia, Jardim Camburi e Goiabeiras

16 – FERNANDES, R.S. et. al. – “Avaliação da Percepção da Cidadania Ambiental” , nov /


2005

Estágio : pesquisas em andamento, no âmbito do ES e fora do estado (todas por convênio


com o NEPA)

5 – Convênios de transferência da metodologia desenvolvida pelo NEPA

O Núcleo vem formalizando convênios de apoio e transferência de metodologia na área do


uso da Percepção Ambiental como instrumento de gestão (áreas ambiental, educacional
social), com instituições de ensino (fundamental, média e superior sediadas no Espírito
Santo e fora dele..
Tais convênios visam a intervenção, apoiada pelo NEPA, em três estágios complementares :

 atuação junto aos professores (conduzida pelo NEPA)


 atuação junto aos alunos (conduzida pelos professores da instituição com
acompanhamento do NEPA)
 atuação junto à comunidade do entorno da instituição (conduzida por alunos,
professores e parcerias locais, com a participação do NEPA)

O programa estruturado pelo NEPA foi concebido de modo a iniciar a interação no âmbito da
instituição de ensino (alunos e professores), consolidada, em fase posterior, por uma
interação efetiva com a comunidade do seu entorno, visando a aproximação da sociedade
com a instituição,

____________________________________________________________________________________
Proibida cópia total ou parcial sem referência ao NEPA
NEPA – Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental
A inserção de parceiros – Secretarias Municipais de Educação e de Meio Ambiente,
empresas, lideranças comunitárias, etc – reveste a ação de um cunho amplo, assegurando o
sucesso e a perenidade da iniciativa.

Entre os convênios firmados pelo NEPA – UNIVIX, merecem destaque :

 Convênio de Cooperação IEMA – SEAMA / NEPA – UNIVIX, voltado ao


desenvolvimento de ações de cooperação técnica, acadêmica e científica na área de meio
ambiente.
 Convênio de Cooperação Técnica e Científica CST / NEPA – UNIVIX, voltado a
concessão de bolsas de extensão para alunos ligados ao NEPA, bem como cobertura de
despesas para deslocamentos de professores, ligados ao núcleo, quando em eventos fora do
estado.
 Convênio de Cooperação Institucional entre NEPA – UNIVIX e a Escola Estadual de
Ensino Médio e Fundamental Victorio Bravin, Marechal Floriano – ES
 Convênio de Cooperação Institucional entre NEPA – UNIVIX e a Fundação Novo
Milênio, Vitória – ES
 Convênio de Cooperação Institucional entre NEPA – UNIVIX e o CEFET – RJ
 Convênio com SESI-ES (Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo /
FINDES), voltado à adoção do programa “Uso Racional da Água”, em todas as unidades
educacionais do Espírito Santo.
 Convênio com a Comissão Organizadora da II Conferência Estadual Infanto-Juvenil
pelo Meio Ambiente (Secretaria Estadual de Educação – SEDU) para implantação do
Programa “Cidadania Ambiental”, nos delegados nos colégios que participarão da
Conferência.

____________________________________________________________________________________
Proibida cópia total ou parcial sem referência ao NEPA
NEPA – Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental

Você também pode gostar