Você está na página 1de 22

NOME DATA

EMPRESA
FRENTE

1 Elementos da NR34 - Item 10


1.0 As operações de movimentação eletromecânicas de cargas somente devem ser realizadas po
identificação e documentação que possam ser rastreado

Deve ser garantido que os equipamentos de movimentação de cargas e seus acessórios s


1.1 operacional e certificados, com identificação e documentação que possa

Deve ser elaborado o Prontuário dos Equipamentos contendo, no mínimo, as


a) cópia do manual de operação fornecido pelo fabricante, em língua portuguesa, e na ind
reclassificação do equipamento por órgão certificador externo cr
b) especificações técnicas;
1.2
c) programa de inspeção, manutenção e certificação;
d) registro das inspeções, manutenções e certificações
e) plano de ação para correção das não conformidades encontradas durante as inspeçõe
f) identificação e assinatura do responsável técnico indicado pela empresa para imp

4 Antes de iniciar a jornada de trabalho, o operador deve inspecionar e registrar em lista de


seguintes itens:
a) freios;
b) embreagens;
c) controles;
d) mecanismos da lança;
e) anemômetro;
1.3
f) mecanismo de deslocamento;
g) dispositivos de segurança de peso e curso;
h) níveis de lubrificantes, combustível e fluido refrigeran
i) instrumentos de controle no painel;
j) cabos de alimentação dos equipamentos;
k) sinal sonoro e luminoso;
l) eletroímã.
Antes de iniciar a jornada de trabalho, o sinaleiro deve inspecionar e registrar em lista de v
movimentação de cargas, contemplando, no mínimo, os seguin
a) moitões;
b) grampos;
c) ganchos;
d) manilhas;
e) distorcedores;
1.4 f) cintas, estropos e correntes;
g) cabos de aço;
h) clips;
i) pinos de conexões, parafusos, travas e demais dispositiv
j) roldanas da ponta da lança e do moitão;
k) olhais;
l) patolas;
m) grampo de içamento;
n) balanças.

A certificação dos equipamentos de movimentação de cargas e seus assessórios d


critérios:
1.5 a) ser realizada por profissional legalmente habilitado, com registro no Conselho
Arquitetura - CREA;
b) ser registrada em Relatório de Inspeção;
c) atender à periodicidade especificada pelo órgão certificador e/o

O Relatório de Inspeção deve conter:


a) os itens inspecionados e as não conformidades encontradas, descrevendo as impe
1.6 operação do equipamento de guindar;
b) as medidas corretivas adotadas para as não conformidades im
c) o cronograma de correção para as irregularidades não impeditivas, que não repre
saúde, isoladamente ou em conjunto.

1.7 O equipamento somente será liberado para operar após a correção das não co

1.8 O equipamento reprovado e/ou inoperante deve ter essa situação consignada em seu Pront
nova certificação.
1.9 É proibida a utilização de cabos de fibras naturais na movimentação de ca
1.10 Deve ser realizada APR quando a Segurança no Trabalho e/ou responsável da ope

1.11 A operação de movimentação de cargas deve ser impedida em condições climáticas adv

Para movimentar cargas, deve ser adotado o seguinte procedimento


a) proibir ferramentas ou qualquer objeto solto;
b) garantir que a carga esteja distribuída uniformemente entre os ramais da lingad
c) certificar-se que o peso seja compatível com a capacidade do eq
d) garantir que o gancho do equipamento de guindar esteja perpendicular à peça a se
centro de gravidade da carga;
e) utilizar guia, em material não condutor de eletricidade, para posic
f) sinalizar a área de movimentação, garantindo a proibição do trânsito ou da perma
suspensa;
g) sinalizar, desenergizar e aterrar as redes elétricas aéreas localizadas nas áreas
impossibilidade da desenergização, assegurar que o dispositivo suspenso, ao ser mov
distâncias da zona controlada em relação às redes elétricas (conforme Anexo I da N
1.12 aterrado;
h) assegurar que os dispositivos e acessórios de movimentação de carga tenham iden
forma indelével e de fácil visualização;
i) somente utilizar ganchos dos moitões com trava de segur
j) garantir que os cilindros de gases, bombonas e tambores somente sejam transportad
dispositivo apropriado;
k) proibir jogar e arrastar os acessórios de movimentação de
l) garantir que o cabo de aço e/ou cintas não entrará em contato direto com as arestas
m) proibir a movimentação simultânea de cargas com o mesmo eq
n) proibir a interrupção da movimentação mantendo a carga su
o) ao interromper ou concluir a operação, manter os controles na posição neutra, freios
e desenergizado.

Os locais destinados aos patolamentos dos equipamentos de guindar devem obede


1.13 profissional legalmente habilitado, que deve estar disponível no esta

A cabine de operação do equipamento de guindar deve disp


a) mobiliário do posto de trabalho e condições ambientais ergonômicas, em con
b) proteção contra insolação e intempéries;
1.14 c) piso limpo e isento de materiais;
d) tabela de cargas máxima em todas as condições de uso, escrita em língua portugues
de fácil visualização pelo operador.

Antes de iniciar as operações com equipamentos de movimentação de cargas


1.15
assegurado que os trilhos ou pantógrafos estejam desobstruídos e os batentes

5 Antes de iniciar a operação de ponte rolante comandada por controle remoto


transmissor:
a) corresponde ao equipamento a ser comandado;
1.16 b) contém numeração correspondente ao equipamento
c) está no sentido correto de funcionamento;
d) será utilizado conforme as instruções do fabricante.

1.17 6 A utilização de gruas em condições de ventos superiores a quarenta e dois qui


permitida mediante trabalho assistido, limitada a setenta e dois quilôm
1.18 A movimentação
O sinaleiro deve aérea
estardesempre
carga deve serde
no raio orientada
visão dopor sina
operad
1.19 Na impossibilidade da visualização do operador, deve ser empregada comunicaç
1.20 O sinaleiro deve usar identificação de fácil visualização,
intermediário. diurna/noturna, que o
trabalhadores da
O operador deve obedecer unicamente às instruções dadas peloárea de operação.
sinaleiro, exceto
1.21
de acidente.
O sinaleiro deve receber treinamento com carga horária e conteúdo programátic
1.22
1.23 Para os operadores, além do estabelecidoAnexo
no itemI, item 2, desta
34.10.21, Norma.
deve ser ministrado tre
acordo com o Anexo I, item 3, desta Norma.
LISTA DE VERIFICAÇÃO

- Item 10 Referência Visão Oceanpact


vem ser realizadas por trabalhador capacitado e autorizado 34.10.1
possam ser rastreados.

as e seus acessórios sejam utilizados em perfeito estado


umentação que possam ser rastreados. 34.10.2

endo, no mínimo, as seguintes informações:


a portuguesa, e na indisponibilidade deste, é permitida a
ertificador externo credenciado;
écnicas;
34.10.3
enção e certificação;
nções e certificações;
s durante as inspeções, manutenções ou certificações;
ela empresa para implementar este procedimento.

e registrar em lista de verificação (checklist), no mínimo, os


s:

s;
lança;
o;
34.10.4
ocamento;
de peso e curso;
vel e fluido refrigerante;
ole no painel;
equipamentos;
minoso;
egistrar em lista de verificação (checklist) os acessórios de
no mínimo, os seguintes itens:

es;
orrentes; 34.10.5
o;

as e demais dispositivos;
ça e do moitão;

mento;

s e seus assessórios deve obedecer aos seguintes

registro no Conselho Regional de Engenharia e 34.10.6


REA;
rio de Inspeção;
órgão certificador e/ou fabricante

deve conter:
descrevendo as impeditivas e as não impeditivas à
o de guindar; 34.10.6.1
não conformidades impeditivas;
itivas, que não representem perigo à segurança e à
em conjunto.

correção das não conformidades impeditivas 34.10.6.2

signada em seu Prontuário, e somente poderá operar após 34.10.7


ão.
movimentação de cargas ou de pessoas. 34.10.8
u responsável da operação considerar necessário 34.10.9

dições climáticas adversas e/ou iluminação deficiente. 34.10.10

eguinte procedimento operacional:


quer objeto solto;
re os ramais da lingada, estabilizada e amarrada;
m a capacidade do equipamento;
endicular à peça a ser içada, verificando a posição do
da carga;
etricidade, para posicionar a carga;
trânsito ou da permanência de pessoas sob a carga

localizadas nas áreas de movimentação ou, na


suspenso, ao ser movimentado, guarde o dobro das
nforme Anexo I da NR-10), mantendo o guindaste
34.10.11
de carga tenham identificação de carga máxima, de
visualização;
s com trava de segurança;
te sejam transportados na posição vertical, dentro de
riado;
de movimentação de cargas;
direto com as arestas das peças durante o transporte;
rgas com o mesmo equipamento;
o mantendo a carga suspensa;
posição neutra, freios aplicados, travamento acionado
do.

guindar devem obedecer a projeto elaborado por


tar disponível no estabelecimento. 34.10.12

de guindar deve dispor de:


ergonômicas, em conformidade com a NR-17;
o e intempéries;
e materiais; 34.10.13
em língua portuguesa, afixada no interior da cabine e
o operador.

vimentação de cargas sobre trilhos, deve ser


34.10.14
truídos e os batentes em perfeitas condições.

por controle remoto, deve ser garantido que o

o a ser comandado;
ente ao equipamento; 34.10.15
funcionamento;
ruções do fabricante.

a quarenta e dois quilômetros por hora só será 34.10.16


setenta e dois quilômetros por hora.
ser orientada
o de visão dopor sinaleiro.
operador. 34.10.17
mpregada comunicação via rádio e/ou sinaleiro 34.10,18
diurna/noturna, que o diferencie dos demais
o. 34.10.19
eelo
operação.
sinaleiro, exceto quando for constatado risco 34.10.20
onteúdo programático em conformidade com o
a Norma. 34.10.21
eve ser ministrado treinamento complementar, de 34.10.22
3, desta Norma.
Evidência esperada CONFORME NÃO CONFORME TRATATIVA
conforme

conforme

conforme Não aplicavel a nosso escopo

conforme Não aplicavel a nosso escopo


conforme Não aplicavel a nosso escopo

conforme

conforme

conforme

conforme
conforme
conforme

conforme

conforme

conforme

conforme

conforme

conforme

conforme
conforme
conforme
conforme
conforme
conforme
conforme
Verificar se a equipe DOF e Oceanpact são treinados em NR34

escopo

escopo
escopo
LISTA D

NOME DATA
EMPRESA
FRENTE

1 Elementos da N2170 Petrobras

Esta Norma fixa os critérios para execução da inspeção em serviço de manilha de


1.0 linga, cinta, patesca, distorcedor, balancim (spreadbar), soquete, olhal de suspensã
(anelão), esticador, elo, grampo e corrente.

1.1 4.14.2
Todos os acessórios
Inspecionar de movimentação
visualmente de cargade
quanto à existência devem ser submetidos
corrosão, à inspe
trincas, deformaçõ
1.2 conforme descrito na PETROBRAS N-1597, e quando aplicável, realizar ensaio com
líquido penetrante conforme descrito na PETROBRAS N-1596
4.3 A periodicidade das inspeções deve ser determinada em função das condições
1.3 acessório. Recomenda-se que o período sem inspeção não ultrapasse 12 meses para acessórios.
Realizar inspeção e verificação de todo acessório de movimentação de carga
primeira utilização. [Prática Recomendada]
4.4 As lingas devem ser inspecionadas em intervalos máximos de 12 meses confor
1.4
ABNT NBR 13541-2.
4.5 O intervalo de inspeções das cintas utilizadas em movimentação de cargas não
1.5 a 12 meses. NOTA Sempre que o acessório apresentar indícios de utilização anormal ou i
inspeção.
4.6 Durante as inspeções devem ser consultados os registros de inspeção anteri
1.6 existentes, e a como
4.7 Acessórios documentação
ganchos, relativa
manilhas,à rastreabilidade de fornecimento
esticador, elo, linga, oucarga
cinta, anel de fabrica
(a
1.7 recebimento de acessório novo ou transferido para unidade.
suspensão, grampo, corrente e soquetes não devem ser recuperados. Diante da id
1.8 4.8 Os olhais confeccionados
necessidadecom cabos de aço
ou existência devem seguir
de reparos, devemaser
classificação confo
descartados.
11900-3.
1.9 4.9 Não é permitida a soldagem em acessórios de movimentação de carga forjado
4.10 As inspeções e relatórios devem ser realizados por responsável técnico com reg
1.10 de classe CREA ou CFT.
1.11
1.12
1.13
1.14
1.15
1.16
1.17
1.18
1.19
1.20
1.21
1.22
1.23
LISTA DE VERIFICAÇÃO EM LDB

s Visão Oceanpact Evidência esperada CONFORME

ço de manilha de carga, gancho,


olhal de suspensão, anel de carga
ente.

bmetidos à inspeçõese periódicas.


incas, deformações desgaste
ealizar ensaio complementar de
OBRAS N-1596
ão das condições de uso de cada
para acessórios. [Prática Recomendada]. NOTA
entação de cargas antes da
dada]
12 meses conforme descrito na

ão de cargas não deve ser superior


ação anormal ou indevida, separar para

e inspeção anteriores, quando


imento
a, anel deoucarga
fabricação, quando
(anelão), olhal do
de
para unidade.
ados. Diante da identificação de
lassificação
er conforme ABNT NBR
descartados.
o de carga forjados ou fundidos.
l técnico com registro no conselho
NÃO CONFORME TRATATIVA

Você também pode gostar