Você está na página 1de 86

INFORMÁTICA

Sumário
FINALIDADE E VANTAGENS DO COMPUTADOR .............................................................................. 02

HARDWARE E SOFTWARE .............................................................................................................. 04

MANIPULAÇÃO DE ARQUIVOS ....................................................................................................... 07

SISTEMAS OPERACIONAIS .............................................................................................................. 10

REDES DE COMPUTADORES E INTERNET ........................................................................................ 34

PROCESSADORES DE TEXTO ........................................................................................................... 39

PLANILHAS ELETRÔNICAS............................................................................................................... 50

APRESENTAÇÕES ........................................................................................................................... 65
FINALIDADE E VANTAGENS DO COMPUTADOR
Nos dias de hoje a informática está presente em quase todas as nossas atividades
diárias e mais corriqueiras. Essa área tão fundamental em nossas vidas teve seu início
com a necessidade de elaborar cálculos cada vez mais complexos, tornando-se a
precursora da revolução tecnológica.

A primeira máquina de calcular mecânica, denominada La Pascaline, foi desenvolvida


em 1642 por um francês de nome Blaise Pascal. Essa invenção seria o início do
desenvolvimento da Informática pelo mundo.

O primeiro computador surgiu em 1931, sendo uma máquina capaz de realizar cálculos
de forma automatizada tendo, no entanto, funções bastante restritas.

Em 1962 surge a empresa HP, com o desenvolvimento de um dispositivo com uma


grande capacidade de armazenar dados diretamente no computador, substituindo o
armazenamento em fitas. Esse dispositivo é o disco rígido, ou hard disk, ou HD como é
conhecido por nós nos dias de hoje.

Na década de 70 a Xerox desenvolve o mouse, com a finalidade de facilitar o acesso às


informações, e também a interface gráfica para uso nos computadores.

Em 1975 surge a Microsoft, fundada por Bill Gates e Paul Allen, com o objetivo de
facilitar o uso dos computadores por meio de programas amigáveis a acesso à Internet.

Em 1976 Steve Jobs e Steve Wosniack fundam a Apple, com o lançamento do primeiro
computador pessoal.

Em 1986 a IBM, em conjunto com a Microsoft, lança também um computador pessoal,


o IBM PC.

Apesar de termos nos dias de hoje várias empresas fabricantes de computadores e


programas, a Microsoft e a Apple dominam esse mercado, fornecendo acesso a novas
tecnologias a todas as pessoas.

Hoje em dia o computador faz parte de nossa vida de forma obrigatória. Com ele
podemos fazer pesquisas, redigir textos, efetuar os mais diversos tipos de cálculos,
interagir com pessoas e grupos de pessoas, acessar bancos e muitas outras coisas no
nosso dia a dia. É um equipamento capaz de processar e armazenar um grande volume
de informações, oferecendo muita rapidez e precisão no processamento de dados.

Podemos destacar como vantagens da utilização de computadores:

• Realizações de cálculos: tem a capacidade de realizar cálculos extremamente


complexos e de forma muito rápida.
• Armazenamento de dados: permitem que uma infinidade de dados e
informações sejam armazenadas de forma permanente para que sejam
recuperadas e processadas no momento em que for necessário.
• Processamento de dados: podemos efetuar cálculos, construir projetos,
trabalhar com bancos de dados, textos, elementos gráficos.
É utilizado em diversas áreas:

• Negócios: possibilitando multitarefa e oferecer eficiência, tornando as


empresas mais produtivas e contribuindo, dessa forma, com o seu crescimento.
Hoje em dia já é grande o número de empresas que trabalham em sistema de
Home Office, onde as interações entre os funcionários ocorrem por meio de
reuniões à distância com o uso de computadores.
• Medicina: possibilitando de forma muito mais rápida o diagnóstico de doenças
graves, trazendo soluções para prevenção e maior número de curas.
• Manufatura: possibilitando técnicas avançadas para a fabricação de produtos.
• Ensino: trazendo muitos recursos de pesquisa e técnicas didáticas, tanto para
professores quanto para alunos. Nesse ano de 2020, por exemplo, por causa do
distanciamento social imposto pela pandemia causada pela COVID-19,
pudemos observar o uso de forma maciça dos computadores para as aulas à
distância, trazendo o professor para dentro das casas, evitando que os alunos
fossem prejudicados pela falta de aulas presenciais.
• Engenharia: trazendo programas para projetos, programas gráficos para
elaboração de plantas, programas para cálculos complexos.
• Pessoal: por serem rápidos e fáceis de utilizar romperam barreiras, tornando a
comunicação muito mais fácil e rápida, encurtando distâncias e reduzindo
custos. Além disso, com os inúmeros aplicativos disponíveis no mercado,
permitem o entretenimento, elaboração de planilhas e textos para uso
doméstico e inúmeras outras possibilidades.
Não podemos deixar de destacar o papel dos smartphones que, muitas vezes,
substituem o uso de um computador por terem incorporado diversas funções
anteriormente executadas somente pelos microcomputadores, como é o caso de
Internet, por exemplo.
HARDWARE E SOFTWARE
Não podemos esquecer, no entanto, que o computador é uma máquina, não tem
inteligência própria. Podemos fazer uma analogia com o ser humano. Temos um corpo,
que é a parte física, e temos uma inteligência, que é uma parte que não se pode pegar.
Da mesma forma o computador: tem os componentes físicos e também tem uma
parte que não enxergamos, que é a sua inteligência.

A parte física do computador chamamos de HARDWARE, e a parte inteligente, a parte


lógica, chamamos de SOFTWARE. Uma parte não vive sem a outra, precisamos do
Hardware para que o Software funcione e vice-versa.

1. HARDWARE
O Hardware é toda a parte física do computador. Abaixo é mostrado um
esquema bem simplificado da constituição básica de um computador.

PROCESSAMENTO
ENTRADA SAÍDA
PROCESSADOR MEMÓRIA

a. ENTRADA: os dados de entrada são fornecidos por dispositivos de


entrada, ou periféricos de entrada, que fornecem toda a
comunicação do usuário com o computador. Podemos citar como
exemplos de dispositivos de entrada: teclado, CD´s, Pen Drives,
mouse, scanners, leitores de código de barras, máquina fotográfica
digital, webcan, disco rígido (ou HD).
b. PROCESSAMENTO: dispositivos que executam o processamento dos
dados, tais como:
- Processador ou CPU (Central Processing Unit – Unidade Central de
Processamento): responsável por todas as operações efetuadas com
as informações. A CPU é quem realiza as operações matemáticas,
gerencia o trânsito de dados, permite a edição de um texto, e todas
as operações realizadas pelo computador.
- Memória: responsável pelo armazenamento das informações.
Temos dois tipos de memória:
RAM (Random Access Memory – Memória de Acesso Aleatório):
armazena temporariamente os dados enquanto são processados. É
chamada de memória volátil, pois todo o seu conteúdo é apagado
quando o computador é desligado. Por exemplo: enquanto
digitamos um texto, tudo o que está sendo digitado passa pela
memória RAM, mas de forma temporária, naquele momento.
Quando o editor de textos é encerrado, se os dados não forem
salvos de alguma maneira, serão perdidos e não poderão ser
recuperados.
ROM (Read Only Memory – Memória Somente de Leitura):
armazena dados de forma permanente e já vem gravada pelo
fabricante. Seu objetivo é guardar instruções básicas para o
funcionamento do computador. Por exemplo: quando ligamos o
computador uma série de procedimentos é executada para verificar
o funcionamento dos seus componentes. Essas instruções estão
armazenadas em uma memória ROM, que já vem previamente
gravada pelo fabricante do computador.
c. SAÍDA: são dispositivos que permitem a saída de dados e também
chamados de periféricos de saída, como por exemplo: impressora,
disco rígido, monitor de vídeo, plotter.
Alguns periféricos são tanto de entrada como de saída, como por
exemplo: discos rígidos, pen drives (também chamados de memória
flash), CD´s e DVD´s.

Placa Mãe
A placa mãe é a placa principal do computador, sendo a parte responsável por
conectar e interligar todos os componentes. Formada por circuitos integrados,
capacitores, resistores e entradas conhecidas como slots para a interligação
com os dispositivos de entrada e saída, também é o local onde encontramos a
CPU e as memórias. Essa placa é conhecida como Placa Mãe (Mother Board ou
Mainboard) e fica situada dentro do gabinete do computador

Bits e Bytes
Para que toda a informação que transita pelo computador possa ser
processada de forma adequada é necessário existir uma unidade que a
represente. Dessa forma, toda informação que transita pelo computador é na
forma de bits e bytes, em forma de 0´s e 1´s. O sistema numérico usado em
informática é o sistema Binário, ou seja, todas as informações são identificadas
por sequências de zeros e uns. Um bit pode ser 0 ou 1. No entanto, para que se
possa interpretar todas as informações, é necessário que sejam representadas
por sequências de 8 bits, que denominamos byte, e que pode representar um
número, uma letra, um espaço, um símbolo. Também utilizamos o byte para
medir a capacidade do computador, como por exemplo, a quantidade de
informações que podemos armazenar em um HD, ou a quantidade de
informações de uma memória RAM. Como o sistema numérico utilizado no
computador é o binário, todos os seus valores são representados por potências
de 2.
Assim:
1K corresponde a 1024
1M corresponde a 1024x1024
1G corresponde a 1024x1024x1024
1T corresponde a 1024x1024x1024x1024
Então, quando dizemos que um HD tem a capacidade de armazenamento de
500 GB (quinhentos giga bytes) significa que sua capacidade é de
500x1024x1024x1024 bytes.

2. SOFTWARE
O software é a parte inteligente do sistema de computador, aquela que não
podemos pegar, mas que é imprescindível para que o computador funcione. É
formado pelos programas, que são linhas de comandos e instruções escritos
em uma ordem lógica e com a finalidade de executar uma tarefa, seja um
cálculo complexo até uma simples ordenação de nomes em ordem alfabética.
Podemos dividir o software em:
a. Sistema Operacional: programa responsável pelo funcionamento do
computador que, entre outras funções, gerencia a entrada e saída
de informações e a execução dos demais programas. Quando o
computador é ligado, o sistema operacional é carregado para a
memória RAM sendo o responsável pelo bom funcionamento do
computador.
Como exemplos de sistemas operacionais temos o Windows, Linux,
Unix, MacOS.
b. Programas aplicativos: são programas elaborados para uma
finalidade específica, como por exemplo, controles de estoque,
controles financeiros e outros desenvolvidos para necessidades
determinadas pelo usuário, e também aplicativos de uso geral, como
editores de texto, planilhas eletrônicas, gerenciadores de bancos de
dados, compactadores de arquivos, gravadores de mídias, antivírus e
outros.
c. Software de programação: são ferramentas utilizadas pelos
programadores e que permitem o desenvolvimento de outros
softwares. São as chamadas linguagens de programação (como C,
Java, VB, e outras).
d. Software livre: esses programas permitem que o usuário tenha a
liberdade de executar, acessar e modificar seu código fonte e
redistribuir cópias, diferentemente dos programas aplicativos que
são totalmente protegidos contra qualquer modificação que não
seja efetuada por quem o criou. Não devemos confundir, no
entanto, software livre com software gratuito. Um programa pode
ser distribuído gratuitamente sem, no entanto, que possa ser
alterado por qualquer pessoa.
MANIPULAÇÃO DE ARQUIVOS
Arquivos são locais que armazenam, no caso dos computadores, dados e informações
que podem ser documentos, planilhas, imagens, sons, bancos de dados. Os arquivos
podem ser gravados para que suas informações possam ser processadas ou
consultadas a qualquer momento. Cada programa que utilizamos gera um tipo de
arquivo, com seus padrões, formatos e peculiaridades. Assim, um arquivo gerado em
um processador de textos não pode ser aberto diretamente em um programa que
trabalha com planilhas eletrônicas.

Para que um arquivo possa ser gravado é necessário atribuir um nome a ele. É
recomendável que esse nome possa identificar o seu conteúdo facilmente, para
facilitar quando se procura por determinadas informações. Além do nome que é
atribuído pelo usuário, o programa que gera o arquivo adiciona uma extensão a esse
nome, sendo uma espécie de sobrenome e que indica qual é o tipo do arquivo. Essa
extensão é separada do nome do arquivo pelo caractere ponto (.).

Podemos citar entre os programas mais utilizados e que geram ou leem as


informações gravadas nos arquivos:

1. Processadores de texto
São programas que substituem as antigas máquinas de escrever, cujo objetivo é
trabalhar com textos. Eles permitem que digitemos um texto no computador,
podendo formatá-lo da maneira desejada, incluir tabelas, gráficos, desenhos ou
qualquer elemento gráfico, imprimir o texto em uma impressora. Alguns
exemplos de processadores de texto mais utilizados nos dias de hoje são os
seguintes:
• Microsoft Word: esse, talvez, seja o processador de textos mais utilizado
pelos usuários de microcomputador. Desenvolvido pela Microsoft, faz parte
de um conjunto de aplicativos denominado Microsoft Office.
• LibreOffice Writer: software livre para processamento de textos.
• Word Online: versão do Word que pode ser utilizada gratuitamente on line
na plataforma da Microsoft.
• WordPad: programa já instalado no Windows e que fornece os recursos
básicos para a edição de textos.
• Google Docs: funciona on line e seus arquivos podem ser compartilhados
com outras pessoas.

2. Planilhas eletrônicas
São programas cujo objetivo é realizar cálculos de forma automatizada e
rápida. Nos dias de hoje os mais utilizados são:
• Microsoft Excel: esse, talvez, seja o programa para planilhas mais utilizado
pelos usuários de microcomputador. Desenvolvido pela Microsoft, faz parte
de um conjunto de aplicativos denominado Microsoft Office.
• LibreOffice Calc: software livre para criação de planilhas eletrônicas.
• Excel OnLine: funciona da mesma forma que a versão que é instalada
normalmente nos dispositivos, mas com menos recursos, sendo
disponibilizado gratuitamente on line na plataforma da Microsoft.
• Planilhas Google: os arquivos são salvos na nuvem e podem ser
compartilhados com várias pessoas.

3. Compactadores de arquivos
Programas que compactam informações com a finalidade de ocupar menos
espaço no arquivo.
Os mais utilizados são: WinRAR, WinZip, ARJ.

4. Reprodutores de vídeo
São programas para reprodução de arquivos de vídeo. Podemos citar: VLC
Midia Player, iTunes, BS.Player, Elmedia Player

5. Design gráfico
São programas cujo objetivo é o tratamento e edição de imagens, desenhos,
fotos etc. Podemos citar os seguintes:
a) Photoshop: talvez seja o mais conhecido no mercado, permitindo a edição
de imagens pela utilização de ferramentas de excelente qualidade.
b) CorelDRAW: software muito utilizado e com ferramentas mais simples de
usar.
c) Illustrator: programa bastante completo, mas também mais complexo para
usar.
d) Gimp: software gratuito, bastante intuitivo e de fácil utilização.
e) Inkscape: software gratuito e que pode ser usado como alternativa ao
CorelDRAW.
As extensões de arquivos mostradas a seguir identificam os programas nos quais os
arquivos foram criados.

Extensões Tipo de arquivo

.doc, .docx, .txt, .rtf, .pdf Texto

.xls, .xlsx, .xlsm Planilha eletrônica


.ppt, .pptx, .pps, .pps Apresentação

.html Texto Internet

.zip, .rar Arquivos compactados

.jpeg, .jpg, .png, .tiff, .bmp, Arquivos de Imagem

.psd Photoshop

.cdr CorelDRAW

.mp3, .wav, .mid, .wma Arquivos de áudio

.avi, .mpg, .flv, .mp4, .wmv, .mov, .mkv Arquivos de vídeo

exe Arquivo executável

Para que o trabalho com os arquivos seja fácil e eficiente, é necessário que adotemos
alguns procedimentos de organização.

1. Criar nomes para os arquivos que sejam indicativos do seu conteúdo.


2. Criar um sistema de pastas de trabalho para armazenar os arquivos, onde cada
pasta possui uma identificação que informe o tipo de arquivo que está
armazenado nela. Por exemplo: uma pasta para um determinado projeto, que
só armazene os arquivos daquele projeto, uma pasta somente com
documentos do word que sejam receitas culinárias, e assim por diante.
3. Sempre verificar quais arquivos podem ser eliminados do disco, com a
finalidade de disponibilizar mais espaço de armazenamento em dispositivos de
gravação.
4. Sempre fazer backup dos arquivos, ou seja, manter cópias em dispositivos
externos ao computador, como em um HD externo, pen-drives ou sites que
oferecem armazenamento em nuvem. Esse procedimento evita perdas de
arquivos em caso de qualquer falha no computador.
SISTEMAS OPERACIONAIS
Sistemas operacionais são os programas que gerenciam todo o funcionamento do
hardware e do software do computador, tendo como função administrar os recursos
do sistema possibilitando a comunicação entre os diversos componentes.

São vários os sistemas operacionais em uso nos dias de hoje, como Windows
(desenvolvido pela Microsoft), Linux (sistema aberto e que permite modificações pelos
usuários) e macOS (desenvolvido pela Apple), sendo o Microsoft Windows o mais
popular entre eles.

Desde que foi lançado em 1985 até os dias de hoje (2021), o Windows já passou por
várias versões, sendo o Windows 10 sua última versão.

O Windows é um sistema operacional que apresenta uma interface gráfica amigável,


sendo multitarefa, ou seja, podemos trabalhar com vários programas ao mesmo
tempo.

ÁREA DE TRABALHO

A tela inicial do Windows é denominada Área de Trabalho ou Desktop, sendo a sua tela
principal.

Na Área de Trabalho temos todos os elementos para trabalhar com o Windows 10.
ELEMENTO NOME

Ícones

Botão Iniciar

Barra de Tarefas

Área de Notificação

• Ícones: representação gráfica dos programas instalados no computador.


Podemos colocar na Área de Trabalho os ícones que representam os programas
que utilizamos mais frequentemente. Por esse motivo, a Área de Trabalho de
um computador dificilmente terá os mesmos ícones que a Área de Trabalho de
um outro computador.
• Botão Iniciar: permite acessar todos os programas ou aplicativos gravados no
computador.
• Barra de Tarefas: mostra os programas em uso, permitindo acesso rápido a
eles. Pode-se alternar entre eles pressionando as teclas ALT+TAB. Podemos
adicionar qualquer programa a essa barra, mesmo que não esteja em uso.
• Área de Notificação: contém alguns ícones de programas ou aplicativos
utilizados com frequência, como controle de som, wi-fi, bateria, relógio e
outros Esses ícones variam de acordo com programas ou serviços instalados.
BOTÃO INICIAR

Esse botão permite o acesso a todos os programas ou aplicativos presentes no


computador.
Observe que temos a lista dos programas e aplicativos mais usados e que podem ser
facilmente selecionados, abaixo uma lista de todos os programas e aplicativos em
ordem alfabética e, à direita, um espaço denominado Tela Inicial que nada mais é do
que um mosaico que mostra os principais programas e aplicativos para que sejam
acessados rapidamente. Esse mosaico pode ser personalizado com os itens que
desejarmos.

JANELAS

As janelas são os locais onde os programas são executados. Cada programa ocupa uma
janela própria.

Os elementos principais que compõem uma janela são os seguintes:

ELEMENTO NOME

Botão Minimizar
Botão Maximizar

Botão Fechar

Barras de Rolagem (horizontal e


vertical)

• Botão Minimizar: reduz a janela a um ícone na Barra de Tarefas com o nome


do programa aberto e com uma linha abaixo mostrando que o programa está
em uso.
• Botão Maximizar: retorna a janela ao seu tamanho original.
• Botão Fechar: fecha a janela, encerrando o programa.
• Barras de Rolagem: permitem acessar informações que não se encontram
visíveis na tela.
DESLIGANDO O WINDOWS

Para encerrar o Windows e desligar o computador, é preciso fazer da forma correta


para que não haja o risco de perder ou mesmo danificar dados. Quando desligamos o
computador da forma correta, o Windows executa uma série de tarefas que encerram
programas abertos e terminam procedimentos em andamento protegendo, dessa
forma, as informações armazenadas ou ainda em processamento.

Para efetuar encerrar o Windows e efetuar o desligamento do computador devemos


clicar no botão Iniciar e, a seguir, selecionar Ligar/Desligar. No menu apresentado,
selecionar Desligar.
ARQUIVOS E PASTAS

Arquivos

Como já vimos anteriormente, arquivos são depósitos de informações e são gravados


pelo programa que está sendo utilizado no momento. A gravação de um arquivo é
necessária para que se possa preservar seu conteúdo para uso posterior. Por exemplo,
quando estamos digitando um texto no Word, tudo o que está sendo produzido está
armazenado temporariamente na memória RAM. Se o computador for desligado e o
texto não tiver sido gravado em um arquivo em um dispositivo de gravação, como o
HD, tudo será perdido, porque a memória RAM é volátil, perde todo o seu conteúdo
quando o computador é desligado.

Por este motivo, para preservar o trabalho que está sendo feito, é necessário gravá-lo
em um arquivo. Para isso devemos informar um nome para identificação. Esse nome
deve ser algo indicativo do seu conteúdo para que seja de fácil identificação. Você
pode atribuir qualquer nome ao arquivo. Mas cuidado! Alguns caracteres não podem
ser utilizados para fazer parte desse nome. São eles:

* (asterisco), “ (aspas), > (sinal de maior), < (sinal de menor), : (dois pontos), / (barra), |
(barra vertical), \(barra invertida) e ? (interrogação).

Esses caracteres são de uso reservado do Sistema Operacional.

Além do nome que você atribuiu, o programa que está sendo utilizado também vai
atribuir uma extensão a esse nome, indicando que tipo de arquivo é o que está sendo
gravado. Essa extensão é separada do nome por um ponto (.). No módulo anterior
você viu algumas extensões mais utilizadas.

Pastas

As pastas servem para guardar arquivos de forma organizada, para que não fiquem
espalhados pelo disco, tornando sua procura extremamente difícil. Por exemplo,
podemos ter em nosso computador uma pasta que armazene somente arquivos
gerados pelo Word. Também devemos dar nomes às pastas, e as mesmas restrições
em relação aos caracteres proibidos para nomes de arquivos também valem para
nomes de pastas. Quando você for gravar um arquivo, a primeira coisa é selecionar em
que pasta será gravado. Uma pasta não pode ter dois arquivos com o mesmo nome.

EXPLORADOR DE ARQUIVOS

Esse programa faz parte do Windows e é o responsável pelo gerenciamento de pastas


e arquivos no disco, tais como, cópia, exclusão, movimentação, troca de nome.
A tela do Explorador de Arquivos varia de acordo com os programas instalados no
computador, e também com o modo de visualização escolhido.

Faixa de Opções

A Faixa de Opções contém conjuntos de ferramentas que estão dispostas em Guias


para facilitar o uso dos diversos comandos disponíveis. No caso do Explorador de
Arquivos as guias são: Arquivo, Início, Compartilhar e Exibir. Cada guia é composta por
grupos de ferramentas.

Barra de Endereços

A Barra de Endereços indica onde está gravado o arquivo ou pasta selecionado,


mostrando todo o caminho de gravação. Nesse caso, o arquivo selecionado está na
pasta Artigos e livros, que está na pasta Sublimação, que está na pasta Documentos,
que está no HD do computador.
Painel de Navegação e Painel de Conteúdo

Do lado esquerdo da tela temos o Painel de Navegação, que mostra todas as pastas e
subpastas existentes. A exibição não se restringe somente ao HD do computador, mas
se estende a todos os dispositivos externos de gravação conectados ao computador
naquele momento (HD externo, pendrive, etc).

Do lado direito temos o Painel de Conteúdo, que mostra o conteúdo da pasta


selecionada no Painel de Navegação. Uma pasta pode conter arquivos e/ou outras
pastas.

O conteúdo do Painel de Navegação pode ser visualizado de diversas formas


diferentes, que podem ser selecionadas na guia Exibir.

Área de Transferência: copiar, recortar e colar

A Área de Transferência do Windows é uma região da memória cujo objetivo é


armazenar temporariamente itens copiados ou colados. Podemos recortar, copiar e
colar qualquer item no Windows, seja um arquivo, uma pasta, uma palavra, um texto
inteiro, uma figura, qualquer elemento.

No Explorador de Arquivos essas tarefas também podem ser facilmente executadas.


Para copiar um arquivo de uma pasta para outra, basta selecionar o arquivo (clicando
sobre ele) e copiá-lo para a Área de Transferência. Essa cópia pode ser executada pelo
pressionamento simultâneo das teclas CTRL e C (indicamos CTRL+C). A seguir, clicamos
sobre a pasta de destino selecionando-a e pressionamos, de forma simultânea, as
teclas CTRL e V (indicamos CTRL+V), colando o arquivo na pasta selecionada.

PASTA ORIGEM COPIAR ÁREA DE TRANSFERÊNCIA PASTA DESTINO


COLAR
(CTRL+C)
(CTRL+V)

ARQUIVO ARQUIVO ARQUIVO


SELECIONADO SELECIONADO SELECIONADO
Nesse caso, o arquivo é copiado para a pasta destino, mas também permanece na
pasta origem.

Se quisermos transferir o arquivo da pasta origem para a pasta destino, devemos


selecioná-lo, recortá-lo para a área de transferência (CTRL+X) e depois colá-lo (CTRL+V)
na pasta destino.

PASTA ORIGEM RECORTAR ÁREA DE TRANSFERÊNCIA PASTA DESTINO


COLAR
(CTRL+X)
(CTRL+V)

ARQUIVO ARQUIVO ARQUIVO


SELECIONADO SELECIONADO SELECIONADO

Nesse caso, o arquivo é colado na pasta destino sendo excluído da pasta origem.

OBS: Esse conceito da Área de Transferência e os comandos Copiar, Recortar e Colar


você utilizará em todos os programas que rodam no ambiente Windows.

Existem várias formas de acessar os comandos Copiar, Recortar e Colar.

• Acessando os menus de atalho pelo botão direito do mouse: ao clicar com o


botão direito do mouse sobre o nome de do arquivo, você pode escolher as
opções Copiar ou Recortar.
A seguir, dentro da pasta destino selecionada, clicar com o botão direito do
mouse sobre qualquer ponto de uma área em branco do Painel de Conteúdo e
selecionar a opção Colar.

• Acessando as ferramentas Copiar, Recortar e Colar do grupo Área de


Transferência: da mesma forma, o arquivo deve ser selecionado, copiado ou
recortado e, após selecionar a pasta destino, colado.

• Acessando as ferramentas Copiar para ou Mover para do grupo Organizar:


nesse caso o arquivo é copiado ou movido para a pasta destino sem passar pela
Área de Transferência.
• Arrastando o arquivo com o mouse: você pode selecionar o arquivo e, com o
mouse clicado, arrastá-lo até a pasta destino. Essa opção transfere o arquivo da
pasta origem para a pasta destino.

Modos de visualização do Painel de Conteúdo

Podemos visualizar as informações presentes no Painel de Conteúdo de diversas


formas. Para isso, na faixa de opções, selecionamos a guia Exibir e o grupo Layout.

• Detalhes: essa opção permite visualizar os nomes das pastas e arquivos


juntamente com muitas outras informações importantes, tais como nome
completo do arquivo ou pasta, tipo do arquivo, data de modificação, tamanho.
Essa é a opção mais completa.

• Lista

• Blocos
• Conteúdo

• Ícones (extra grandes, grandes, médios, pequenos)

Criação de uma nova pasta ou arquivo

Podemos criar novas pastas ou novos arquivos utilizando o Explorador de Arquivos.


Para isso você deve, inicialmente, selecionar a pasta dentro da qual será criada a nova
pasta ou o novo arquivo. Em seguida clique com o botão direito do mouse em
qualquer ponto de uma área em branco do Painel de Conteúdo. No menu apresentado,
selecione Novo.
Selecione, então, Pasta ou um dos tipos de arquivo listados abaixo.

Eliminação de pastas e arquivos

Para eliminar uma pasta ou arquivo no Explorador de Arquivos é necessário selecionar


o item e pressionar a tecla DELETE. Uma vez eliminado, o item é transferido para
Lixeira de onde pode ser recuperado, se necessário.

Muitas vezes, no entanto, é necessário eliminar muitos arquivos ou pastas em uma


mesma operação, para não ter que eliminar um a um. Nesse caso, todos os itens
devem ser selecionados para que a operação possa ser efetuada. Podemos ter dois
casos:

• Itens adjacentes no Painel de Conteúdo: para selecionar vários itens adjacentes


é necessário selecionar o primeiro, apontar o mouse para o último item
desejado e clicar o botão esquerdo do mouse pressionando, ao mesmo tempo,
a tecla SHIFT. Você poderá observar que todos os itens entre o primeiro e o
último são selecionados.
SELECIONA O PRIMEIRO ITEM

APONTA PARA O ÚLTIMO ITEM E


CLICA PRESSIONANDO SHIFT AO
MESMO TEMPO

• Itens não adjacentes no Painel de Conteúdo: para selecionar vários itens não
adjacentes é necessário selecionar o primeiro, apontar o mouse para o próximo
item desejado e clicar o botão esquerdo do mouse pressionando, ao mesmo
tempo, a tecla CTRL. Repita essa última seleção para selecionar todos os itens
não adjacentes desejados.

SELECIONA O PRIMEIRO ITEM

CLICA PRESSIONANDO CTRL

CLICA PRESSIONANDO CTRL

OBS: Cuidado! Ao eliminar uma pasta, se ela tiver conteúdo (outras pastas ou
arquivos), tudo será eliminado.

Lixeira

A Lixeira é uma pasta do Windows para onde vão todos os itens deletados. Na
verdade, enquanto você não excluir de forma permanente um item deletado, ele vai
continuar ocupando espaço no disco, mas se torna inacessível.

Para acessar a Lixeira no Explorador de Arquivos, clique na setinha para baixo


localizada na Barra de Endereços e selecione Lixeira.
Na guia Ferramentas da Lixeira você pode esvaziá-la ou restaurar itens selecionados. O
processo de eliminação de itens da Lixeira é irreversível.

Procure sempre verificar o que pode ser eliminado do disco do seu computador, para
otimizar o espaço de armazenamento.

Configurações

Para efetuar o gerenciamento de todo o Windows temos a opção de Configurações.


Esse conjunto de opções pode ser acessado pelo menu Iniciar.
A seguinte tela será mostrada:

1. Sistema
Essa opção permite configurar todo o sistema como: vídeo (brilho, cor,
tamanho do texto, resolução de vídeo, etc), som (saída de som, volume,
dispositivos de entrada, etc), notificações (ativar/desativar notificações geradas
por aplicativos), assistente de foco (escolher a notificação que deseja ver e
ouvir para manter o foco), energia e suspensão (gerenciar o sistema de energia
da bateria), bateria (gerenciar o uso da bateria), armazenamento (gerenciar o
espaço ocupado em disco, ativando/desativando a liberação automática de
espaço), tablet (alternar ou não para o modo tablet), multitarefas (permitir
ajuste de janelas quando abertas ao mesmo tempo), projetando neste
computador (projetar telefones) e experiências compartilhadas (permitir
compartilhamento com outros dispositivos).
2. Dispositivos:
Essa opção permite gerenciar dispositivos conectados, tais como: bluetooth
(mouses, teclados, etc), impressoras e scanners, mouse (configurar botão
principal, velocidade do cursor, roda do mouse), touchpad, digitação (verificar
ortografia, sugerir texto na digitação, etc), caneta e Windows Ink (selecionar
fonte para manuscrito), reprodução automática (reproduzir automaticamente
todas as mídias e dispositivos) e USB (notificar se houver problema na
conexão).
3. Telefone
Essa opção permite vincular um telefone ao computador.
4. Rede e Internet
Essa opção permite gerenciar opções de rede e Internet, tais como: status
(verificar e configurar status da rede), Wi-Fi (gerenciar redes Wi-Fi), Ethernet,
Conexão discada, VPN (adicionar conexão VPN), modo avião (interromper toda
a comunicação sem fio), Hotspot móvel (compartilhar conexão de Internet com
outros dispositivos) e Proxy (configurar um servidor Proxy).
5. Personalização
Essa opção permite personalizar elementos do sistema, tais como: tela de
fundo, cores, tela de bloqueio, temas, fontes, iniciar e barra de tarefas.
6. Aplicativos
Essa opção permite gerenciar o uso dos aplicativos, tais como: aplicativos e
recursos, aplicativos padrão, mapas offline, aplicativos para sites, reprodução
de vídeo e inicialização.
7. Contas
Essa opção permite gerenciar o uso da sua conta Microsoft, suas informações,
email e outras contas vinculadas, opções de entrada no dispositivo,
sincronização de informações com outros dispositivos.
8. Hora e Idioma
Essa opção permite gerenciar definições de região, data e hora, idioma,
microfone e fala.
9. Jogos
Essa opção permite o gerenciamento de jogos.
10. Facilidade de Acesso
Essa opção permite configurar facilidades de acesso como: tela, ponteiro do
mouse, cursor, lupa, cores, contraste e narrador.
11. Pesquisar
Essa opção permite gerenciar a forma de fazer pesquisas no Windows.
12. Privacidade
Essa opção permite definir aspectos de privacidade no Windows, como acesso
à câmera, localização, microfone, notificações, informações da conta, contatos,
calendário entre outras.
13. Atualização e Segurança
Essa opção permite efetuar atualizações no Windows, definir opções de
segurança, backup, recuperação do sistema, solução de problemas.
Acessórios do Windows

O Windows oferece uma série de aplicativos já instalados e que podem ser utilizados.
Para acessá-los, no menu Iniciar selecione Acessórios do Windows. Veja alguns destes
aplicativos.
1. Bloco de Notas

Esse programa permite a edição de textos sem formatação criando um texto


puro, sendo ideal para programadores escreverem seus códigos fonte de
programas.
3. Paint

Esse programa permite criar desenhos simples e editar imagens.

4. WordPad

Esse programa permite o processamento de textos e disponibiliza várias


ferramentas para formatação, inserção de imagens, entre outros recursos,
sendo uma versão simplificada do Microsoft Word.
Teclas de atalho do Windows

As teclas de atalho, como o próprio nome diz, são combinações de teclas que
permitem executar, mais rapidamente, procedimentos. A seguir são apresentadas as
principais teclas de atalho para o Windows e, muitas delas, para os programas e
aplicativos que são executados nesse ambiente.

Atalhos gerais de teclado

Teclas de atalho Ação

F1 Mostrar a Ajuda
Ctrl + C Copiar o item selecionado
Ctrl + X Recortar o item selecionado
Ctrl + V Colar o item selecionado
Ctrl + Z Desfazer uma ação
Ctrl + Y Refazer uma ação
Excluir o item selecionado e movê-lo para a
Delete (ou Ctrl + D)
Lixeira
Excluir o item selecionado sem movê-lo
Shift + Delete
inicialmente para a Lixeira
F2 Renomear o item selecionado
Ctrl + Seta para a Direita Mover o cursor para o início da próxima palavra
Ctrl + Seta para a Esquerda Mover o cursor para o início da palavra anterior
Mover o cursor para o início do próximo
Ctrl + Seta para Baixo
parágrafo
Mover o cursor para o início do parágrafo
Ctrl + Seta para Cima
anterior
Ctrl + Shift + tecla de direção Selecionar um bloco de texto
Selecionar mais de um item em uma janela ou
Shift + qualquer tecla de direção na área de trabalho, ou selecionar texto em um
documento
CTRL + qualquer tecla de direção + Barra de Selecionar vários itens separadamente em uma
espaço janela ou na área de trabalho
Selecionar todos os itens em um documento ou
Ctrl + A
em uma janela
F3 Procurar um arquivo ou uma pasta
Alt + Enter Exibir propriedades do item selecionado
Alt + F4 Fechar o item ativo ou sair do programa ativo
Alt + Barra de espaço Abrir o menu de atalho da janela ativa
Fechar o documento ativo (em programas que
Ctrl + F4 permitem vários documentos abertos
simultaneamente)
Alt + Tab Alternar entre itens abertos
Usar as teclas de direção para alternar itens
Ctrl + Alt + Tab
abertos
Ctrl + Roda de rolagem do mouse Mudar o tamanho de ícones na área de trabalho
Percorrer programas na barra de tarefas usando
Tecla do logotipo do Windows + Tab
o Aero Flip 3D
Usar as teclas de direção para percorrer
Ctrl + tecla do logotipo do Windows + Tab programas na barra de tarefas usando o Aero
Flip 3D
Alt + Esc Percorrer itens na ordem em que foram abertos
Percorrer elementos da tela de uma janela ou da
F6
área de trabalho
Exibir a lista da barra de endereços no Windows
F4
Explorer
Shift + F10 Exibir o menu de atalho do item selecionado
Ctrl + Esc Abrir o menu Iniciar
Alt + letra sublinhada Exibir o menu correspondente
Executar o comando de menu (ou outro
Alt + letra sublinhada
comando sublinhado)
F10 Ativar a barra de menus no programa ativo
Abrir o próximo menu à direita ou abrir um
Seta para a Direita
submenu
Abrir o próximo menu à esquerda ou fechar um
Seta para a Esquerda
submenu
F5 (ou Ctrl + R) Atualizar a janela ativa
Exibir a pasta um nível acima no Windows
Alt + Seta para Cima
Explorer
Esc Cancelar a tarefa atual
Ctrl + Shift + Esc Abrir o Gerenciador de Tarefas
Evitar que o CD seja executado
Shift quando inserir um CD
automaticamente
Mudar o idioma de entrada quando houver
Alt Esquerda + Shift
vários idiomas de entrada habilitados
Mudar o layout do teclado quando houver vários
Ctrl+Shift
layouts de teclado habilitados
Alterar a direção de leitura de texto em idiomas
Ctrl Direito ou Esquerdo + Shift
com leitura da direita para a esquerda

Atalhos de teclado de caixas de diálogo

Teclas de atalho Ação

Ctrl + Tab Avançar nas guias


Ctrl + Shift + Tab Voltar nas guias
Tab Avançar nas opções
Shift + Tab Voltar nas opções
Executar o comando (ou selecionar a opção)
Alt + letra sublinhada
correspondente a essa letra
Substituir o clique do mouse em muitos
Enter
comandos selecionados
Marcar ou desmarcar a caixa de seleção caso a
Barra de espaço
opção ativa seja uma caixa de seleção
Selecionar um botão caso a opção ativa seja um
Teclas de direção
grupo de botões de opção
F1 Mostrar a Ajuda
F4 Exibir os itens na lista ativa
Abrir uma pasta um nível acima caso uma pasta
Backspace esteja selecionada na caixa de diálogo Salvar
Como ou Abrir

Atalhos de teclado com a tecla de logotipo do Windows


Teclas de atalho Ação

Tecla do logotipo do Windows Abrir ou fechar o menu Iniciar.


Abrir a caixa de diálogo Propriedades do
Tecla do logotipo do Windows + Pause
Sistema.
Tecla do logotipo do Windows + D Exibir a área de trabalho.
Tecla do logotipo do Windows + M Minimizar todas as janelas.
Restaurar janelas minimizadas na área de
Tecla do logotipo do Windows + Shift + M
trabalho
Tecla do logotipo do Windows + E Abrir computador.
Procurar computadores (se estiver em uma
Tecla do logotipo do Windows + F
rede).
Tecla do logotipo do Windows + L Bloquear o computador ou trocar de usuário.
Tecla do logotipo do Windows + R Abrir a caixa de diálogo Executar.
Tecla do logotipo do Windows + T Percorrer programas na barra de tarefas.
Iniciar o programa fixado na barra de tarefas na
posição indicada pelo número. Se o programa já
Tecla do logotipo do Windows + número
estiver em execução, mudar para esse
programa.
Iniciar uma nova instância do programa fixado
Shift+Tecla do logotipo do Windows + número na barra de tarefas na posição indicada pelo
número.
Alternar para a última janela ativa do programa
Ctrl+Tecla do logotipo do Windows + número fixado na barra de tarefas na posição indicada
pelo número.
Abrir a Lista de Atalhos para o programa fixado
Alt+Tecla do logotipo do Windows + número na barra de tarefas na posição indicada pelo
número.
Percorrer programas na barra de tarefas usando
Tecla do logotipo do Windows + Tab
o Aero Flip 3D.
Usar as teclas de direção para percorrer
Ctrl+Tecla do logotipo do Windows + Tab programas na barra de tarefas usando o Aero
Flip 3D.
Mudar para o programa que exibiu uma
Ctrl+Tecla do logotipo do Windows + B
mensagem na área de notificação.
Tecla do logotipo do Windows + Barra de
Visualizar a área de trabalho
espaço
Tecla do logotipo do Windows + Seta para
Maximizar a janela.
cima
Tecla do logotipo do Windows + Seta para a
Maximizar a janela no lado esquerdo da tela.
esquerda
Tecla do logotipo do Windows + Seta para a
Maximizar a janela no lado direito da tela.
direita
Tecla do logotipo do Windows + Seta para
Minimizar a janela.
baixo
Tecla do logotipo do Windows + Home Minimizar todas as janelas, menos a ativa.
Tecla do logotipo do Windows + Shift + Seta Alongar a janela até as partes superior e inferior
para cima da tela.
Tecla do logotipo do Windows + Shift + Seta
Mover uma janela de um monitor para outro.
para a esquerda ou Seta para a direita
Tecla do logotipo do Windows + P Escolher um modo de exibição da apresentação.
Tecla do logotipo do Windows + G Percorrer gadgets.
Tecla do logotipo do Windows + U Abrir a Central de Facilidade de Acesso.
Tecla do logotipo do Windows + X Abrir o Centro de Mobilidade do Windows.

Atalhos de teclado do navegador de Internet

Teclas de atalho Ação

Ctrl + N Abrir uma nova janela


Ctrl + W Fechar a janela atual
Ctrl + Shift + N Criar uma nova pasta
End Exibir a parte inferior da janela ativa
Home Exibir a parte superior da janela ativa
F11 Maximizar ou minimizar a janela ativa
Ctrl + Ponto (.) Girar uma imagem no sentido horário
Ctrl + Vírgula (,) Girar uma imagem no sentido anti-horário
NumLock + Asterisco (*) no teclado numérico Exibir todas as subpastas da pasta selecionada
NumLock + Sinal de Adição (+) no teclado
Exibir o conteúdo da pasta selecionada
numérico
NumLock + Sinal de Subtração (-) no teclado
Recolher a pasta selecionada
numérico
Recolher a seleção atual (se estiver expandida)
Seta para a Esquerda
ou selecionar a pasta pai
Abrir a caixa de diálogo Propriedades do item
Alt + Enter
selecionado
Alt + P Exibir o painel de visualização
Alt + Seta para a Esquerda Exibir a pasta anterior
Backspace Exibir a pasta anterior
Exibir a seleção atual (se estiver recolhida) ou
Seta para a Direita
selecionar a primeira subpasta
Alt + Seta para a Direita Exibir a próxima pasta
Alt + Seta para Cima Exibir a pasta pai
Exibir todas as pastas acima da pasta
Ctrl + Shift + E
selecionada
Alterar o tamanho e a aparência dos ícones de
Ctrl + Roda de rolagem do mouse
arquivo e pasta
Alt + D Selecionar a barra de endereços
Ctrl + E Selecionar a caixa de pesquisa
Ctrl + F Selecionar a caixa de pesquisa

Atalhos de teclado da Barra de Tarefas

Teclas de atalho Ação

Abrir um programa ou abrir rapidamente outra


Shift + clique em um botão da barra de tarefas
instância de um programa
Ctrl + Shift + clique em um botão da barra de
Abrir um programa como administrador
tarefas
Shift + clique com o botão direito do mouse
Mostrar o menu da janela do programa
em um botão da barra de tarefas
Shift + clique com o botão direito do mouse
Mostrar o menu da janela do grupo
em um botão da barra de tarefas agrupado
Ctrl + clique em um botão da barra de tarefas
Alternar as janelas do grupo
agrupado

Atalhos de teclado do Paint

Teclas de atalho Ação

Ctrl + N Criar uma nova imagem


Ctrl + O Abrir uma imagem existente
Ctrl + S Salvar alterações em uma imagem
F12 Salvar a imagem como um arquivo novo
Ctrl + P Imprimir uma imagem
Alt + F4 Fechar uma imagem e sua janela do Paint
Ctrl + Z Desfazer uma alteração
Ctrl + Y Refazer uma alteração
Ctrl + A Selecionar a imagem inteira
Ctrl + X Recortar uma seleção
Ctrl + C Copiar uma seleção para a Área de
Transferência
Ctrl + V Colar uma seleção da Área de Transferência
Mover a seleção ou a forma ativa um pixel para
Seta para a Direita
a direita
Mover a seleção ou a forma ativa um pixel para
Seta para a Esquerda
a esquerda
Mover a seleção ou a forma ativa um pixel para
Seta para Baixo
baixo
Mover a seleção ou a forma ativa um pixel para
Seta para Cima
cima
Esc Cancelar uma seleção
Delete Excluir uma seleção
Ctrl + B Aplicar negrito ao texto selecionado
Aumentar em um pixel a largura de um pincel,
Ctrl + +
de uma linha ou de um contorno de forma
Diminuir em um pixel a largura de um pincel,
Ctrl + -
de uma linha ou de um contorno de forma
Ctrl + U Sublinhar texto selecionado
Ctrl + E Abrir a caixa de diálogo Propriedades
Ctrl + W Abrir a caixa de diálogo Alongar e Distorcer
Ctrl + Page Up Ampliar
Ctrl + Page Down Reduzir
F11 Exibir uma imagem em modo de tela inteira
Ctrl + R Mostrar ou ocultar a régua
Ctrl + G Mostrar ou ocultar linhas de grade
F10 ou Alt Exibir dicas de tecla
Shift + F10 Mostrar o menu de atalho atual
F1 Abrir a Ajuda do Paint

Atalhos de teclado do WordPad

Teclas de atalho Ação

Ctrl + N Criar um novo documento


Ctrl + O Abrir um documento existente
Ctrl + S Salvar alterações em um documento
F12 Salvar o documento como um arquivo novo
Ctrl + P Imprimir um documento
Alt + F4 Fechar o WordPad
Ctrl + Z Desfazer uma alteração
Ctrl + Y Refazer uma alteração
Ctrl + A Selecionar o documento inteiro
Ctrl + X Recortar uma seleção
Copiar uma seleção para a Área de
Ctrl + C
Transferência
Ctrl + V Colar uma seleção da Área de Transferência
Ctrl + B Aplicar negrito ao texto selecionado
Ctrl + I Aplicar itálico ao texto selecionado
Ctrl + U Sublinhar texto selecionado
Ctrl + = Aplicar subscrito ao texto selecionado
Ctrl + Shift + = Aplicar sobrescrito ao texto selecionado
Ctrl + L Alinhar texto à esquerda
Ctrl + E Alinhar texto no centro
Ctrl + R Alinhar texto à direita
Ctrl + J Justificar texto
Ctrl + 1 Definir espaçamento de linha simples
Ctrl + 2 Definir espaçamento de linha duplo
Ctrl + 5 Definir espaçamento de linha como 1,5
Ctrl + Shift + > Aumentar o tamanho da fonte
Ctrl + Shift + < Diminuir o tamanho da fonte
Alterar caracteres para todas as letras
Ctrl + Shift + A
maiúsculas
Ctrl + Shift + L Alterar o estilo do marcador
Ctrl + D Inserir um desenho do Microsoft Paint
Ctrl + F Localizar texto em um documento
Encontrar a próxima ocorrência do texto na
F3
caixa de diálogo Localizar
Ctrl + H Substituir texto em um documento
Ctrl + Seta para a Esquerda Mover o cursor uma palavra para a esquerda
Ctrl + Seta para a Direita Mover o cursor uma palavra para a direita
Ctrl + Seta para Cima Mover o cursor para a linha acima
Ctrl + Seta para Baixo Mover o cursor para a linha abaixo
Ctrl + Home Mover para o início do documento
Ctrl + End Mover-se para o fim do documento
Ctrl + Page Up Mover uma página acima
Ctrl + Page Down Mover uma página abaixo
Ctrl + Delete Excluir a próxima palavra
F10 Exibir dicas de tecla
Shift + F10 Mostrar o menu de atalho atual
F1 Abrir a Ajuda do WordPad
REDES DE COMPUTADORES E INTERNET
REDES DE COMPUTADORES

Quando temos dois ou mais dispositivos eletrônicos de computação conectados com o


objetivo de troca de informações temos uma Rede de Computadores ou Rede de
Dados. Cada dispositivo conectado à rede é denominado de nó de rede (ponto de
conexão). As conexões podem ser via cabo ou sem fio (Wi-Fi).

DADOS

Esta Foto de Autor

Esta Foto de Autor

Para acontecer a troca de informações, é necessário que exista uma linguagem,


chamada de protocolo, responsável pela comunicação entre os elementos da rede.
Esse protocolo é um conjunto de regras e comandos que gerenciam toda a
comunicação.

Hoje em dia, pela facilidade de conexão, é muito comum encontrarmos redes de


computadores presentes em casa, para uso doméstico.

Os exemplos mais comuns de redes de computadores são Internet, Intranet, rede local
etc.

INTERNET

A Internet é uma grande rede de computadores e servidores espalhados pelo mundo e


que trocam dados e mensagens por meio de um protocolo de comunicação.
A seguir, temos alguns dos protocolos mais utilizados na Internet.

• Protocolo TCP/IP (combinação de TCP – Transport Control Protocol – e IP


(Internet Protocol)
Conjunto de protocolos de comunicação para a navegação na Internet. O IP é
uma identificação única para cada computador conectado à Internet ou a uma
rede local. Podemos dizer que o IP é o CPF do seu computador.

• Protocolo HTPP (Hyper Text Transfer Protocol)


Esse protocolo de comunicação é a base de qualquer troca de informações na
Internet, sendo utilizado para navegação entre os sites.

• Protocolo HTTPS (Hyper Text Transfer Protocol Secure)


Esse protocolo funciona da mesma forma que o HTTP, com a diferença de
oferecer mais proteção. Os sites que possuem esse protocolo são mais seguros.

• Protocolo POP3 (Post Office Protocol 3)


Esse protocolo é utilizado para acesso à sua caixa postal no servidor de
mensagens, permitindo transferir os e-mails para um computador.

• Protocolo SMTP (Simple Main Transfer Protocol)


Esse protocolo permite o envio de mensagens de e-mail..

Conexões à Internet

O acesso à Internet é possível quando uma rede local é conectada a uma rede maior.
Podemos ter vários tipos de conexões:

• Discada (Dial Up)


Esse foi, praticamente, o primeiro tipo de conexão utilizada para acesso à
Internet. Utilizando a linha telefônica, não permite que uma ligação telefônica
normal seja efetuada enquanto estiver acessando a Internet. Apesar de
apresentar velocidade muito lenta, ainda pode ser encontrada em regiões
remotas onde não existem outros meios de conexão.

• ADSL (Asymmetric Digital Subscriber Line)


Também conhecida como Conexão Banda Larga, também utiliza a linha
telefônica, mas permite compartilhar Internet com ligações telefônicas.

• Cabo
Esse tipo de conexão é oferecido por empresas de TV a cabo e utiliza cabo
coaxial para efetuar as conexões. Nesse caso não é necessário o uso de linha
telefônica. Uma grande vantagem é a velocidade.

• Wi-Fi
Na verdade, esse é um tipo de conexão banda larga e é normalmente utilizada
domesticamente. Utilizando um equipamento denominado roteador, permite
que vários computadores acessem a Internet sem a necessidade de uma ligação
física via cabo coaxial a um modem. Cada computador precisa ter uma placa de
rede sem fio ou um conector USB de rede.

• Ad-hoc
Esse tipo de conexão transforma cada computador em um roteador,
permitindo que os vários computadores se comuniquem entre si.

• Rádio
Nesse tipo de conexão os dados são recebidos e enviados via rádio, por meio
de antenas.

• 3G/4G
Essas conexões utilizam a telefonia móvel.

Navegadores

Navegadores são programas que permitem o acesso à Internet.

Os principais navegadores utilizados são:

•Google Chrome: desenvolvido pela empresa Google.


•Internet Explorer: desenvolvido pela Microsoft.
•Mozilla Firefox: navegador livre e multiplataforma, desenvolvido pela Mozilla
Foundation.
• Edge: desenvolvido pela Microsoft, vem instalado junto com o Windows 10.
A seguir mostramos os principais atalhos de teclado que são comuns a esses
navegadores.

Teclas de Atalho Ação


CTRL+ nº da aba (de 1 até 8) Acessa a guia indicada
CTRL+W ou CTRL+F4 Fecha a guia atual
CTRL+SHIFT+T Reabre a última guia fechada
CTRL+T Abre uma nova guia
CTRL+N Abre uma nova janela
F5 Atualiza a página
CTRL+F Permite localizar alguma coisa na página
ALT+HOME Abre a página inicial
F11 Alterna entre visualização de tela inteira e
visualização normal
ESC Interrompe o carregamento de uma página
ALT+F4 Fecha o navegador
CTRL+H Mostra o histórico de navegação
CTRL+TAB Alterna entre as guias abertas
CTRL+D Adiciona a página atual aos favoritos
CTRL+P Imprime a página atual

URL (Uniform Resource Locator)

URLé um endereço único na Internet que identifica um site, um arquivo, uma pasta, qualquer
tipo de documento, mídia ou serviço na rede.

E-mail

Denomina-se e-mail à troca de mensagens por meios eletrônicos onde existe um


remetente e um destinatário.

O usuário precisa ter uma identificação, uma caixa postal, para que possa trocar
mensagens com outros usuários. Essa identificação é um endereço e tem a seguinte
estrutura:

usuário@provedor

Usuário é a identificação da pessoa no provedor de acesso, e provedor é a


identificação do provedor que ao qual a sua caixa postal pertence.

Os e-mails podem ser acessados de duas formas:

- Webmail: acesso pelo provedor utilizando um navegador.

- Programa específico: programa gerenciador de e-mail que vai gerenciar o envio e


recebimento das mensagens pelo computador.

Segurança na Internet

Por ser uma grande rede de computadores, a Internet se torna perigosa em relação a
invasões em nossos equipamentos com a finalidade de utilizar dados pessoais para
executar fraudes, vender informações confidenciais, roubando nossas senhas.
Podemos citar como principais ameaças:
• Spyware: programa espião que é instalado no computador.
• Worms: programa independente que se replica, com a finalidade de infectar
outros computadores.
• Cavalo de Troia: normalmente vem disfarçado de um programa legítimo.
• Phishing: tem como objetivo pescar informações e dados pessoais importantes
por meio de mensagens falsas.
• Spam: e-mail enviado em massa.
Para não permitir a ocorrência de vírus em nossos computadores, evitando os ataques
das ameaças, uma série de procedimentos deve ser adotada:

• Utilizar programas antivírus: instalar um programa antivírus no seu


computador. Esses programas detectam as ameaças, impedem sua atuação e
atuam na sua remoção.
• Cuidados com transações financeiras: evitar fazer transações financeiras em
redes abertas ou sem proteção de senhas.
• Mensagens por e-mail: evitar abrir anexos ou clicar em links em e-mails vindos
de estranhos.
• Sites suspeitos: evitar o acesso a sites não conhecidos ou suspeitos.
OPERADOR DE MÍDIAS SOCIAIS

Nos dias de hoje o acesso à Internet é constante para a maioria das pessoas. As
pesquisas por novidades, compras, acesso a informações é praticamente obrigatória
para a uma grande parte da população mundial.

Nesse aspecto surge a figura do Operador de Mídias Sociais, que apresenta funções
bem abrangentes, inventando estratégias para produzir conteúdos para sites ou blogs,
com a finalidade de atrair seguidores, evidenciando marcas em publicações,
precisando, para isso, conhecer os dados coletados e como trabalhar com eles nas
diversas plataformas.

Nesse aspecto a criatividade é uma ferramenta poderosa. O profissional precisa saber


coletar, processar e interpretar dados importantes sobre o público-alvo. A ascensão
desse tipo de profissional veio com o uso de smartphones e redes sociais, sendo o
responsável pela construção da imagem online de seus clientes.

Podemos resumir como é a atuação de um Operador de Mídias Sociais:

• Gera conteúdo relevante, planejando publicações e textos, interagindo com


mídias sociais, como blogs, Facebook, Tweeter, Instagram.
• Faz postagens de fotos de produtos.
• Mantém contatos com assessorias de imprensa.
• Cria anúncios, interagindo com clientes e colaboradores.
• Obtém dados para análise para que sejam criadas recomendações.
• Analisa, constantemente, a navegação pelos sites, os links existentes e os
conteúdos.
• Propõe melhorias com a finalidade de melhorar mecanismos de busca.
PROCESSADORES DE TEXTO
Processadores de texto são programas para edição de textos e que oferecem ao
usuário várias ferramentas para a produção de um texto

MICROSOFT WORD

O Microsoft Word, sem dúvida, é o processador de textos mais utilizado. Desde que foi
criado, já passou por várias versões, sendo a mais recente a versão 2019.

Ao carregar o programa, a seguinte tela será mostrada:

Essa tela permite que seja aberto um novo documento em branco e também oferece o
trabalho com novos documentos baseados em modelos já existentes.

Escolha Documento em branco e a seguinte tela será apresentada.


Os elementos dessa janela são os seguintes:

• Barra de título: mostra o nome do documento aberto e o nome do aplicativo.

• Barra de ferramentas de acesso rápido: contém os comandos mais utilizados. O


usuário pode adicionar comandos a essa barra.

• Guias: abas que contém comandos e ferramentas. A guia selecionada é


apresentada grifada.

• Faixa de opções: cada guia selecionada abre uma faixa de opções, que é
composta por grupos de comandos e ferramentas. A faixa de opções mostrada
abaixo corresponde à guia Página Inicial.

• Réguas: onde definimos tabulações, margens, tamanho do texto.


• Cursor: pequena barra vertical, que indica a posição atual no texto.

• Área de trabalho: área onde o texto será digitado.

• Barra de status: apresenta informações sobre o documento.

• Barra de rolagem: permite a movimentação do texto na tela.


O texto será digitado no local onde se encontra o cursor. Para digitá-lo, basta utiliza o
teclado do computador. Em nosso idioma muitas palavras são acentuadas e, para
produzi-las, é necessário digitar primeiro o acento e depois a letra.

Para digitar um texto, algumas teclas básicas devem ser utilizadas.

Tecla Ação
ALT Transforma algumas teclas em teclas alternativas,
ativando, por exemplo, atalhos.
BACKSPACE Apaga o caractere imediatamente à esquerda do
cursor.
BARRA DE ESPAÇO A cada vez que é pressionada, insere um espaço em
branco na posição do cursor.
CAPSLOCK Fixa a digitação em letras maiúsculas.
CTRL Pressionada juntamente com outras teclas, permite o
acesso aos atalhos de teclado.
DELETE Apaga o caractere imediatamente à direita do cursor.
ENTER Na digitação do texto, termina um parágrafo e inicia
um novo.
ESC Quando pressionada fecha o menu que estiver sendo
acessado.
F1 Aciona a função de ajuda.
INSERT Habilita ou desabilita as funções de inserção e
sobreposição de texto.
SHIFT Enquanto pressionada, ativa a digitação em letras
maiúsculas ou acessa os caracteres mostrados na
parte superior das teclas que possuem função dupla.
TAB Posiciona o cursor em pontos de tabulação definidos
no texto ou na próxima coluna de uma tabela.

Para executar alguns comandos, como copiar, formatar, recortar, é necessário que o
texto esteja selecionado. A forma mais rudimentar para selecionar um texto é clicar
com o mouse em seu início e, com o mouse clicado, arrastar até o final do texto
desejado. No entanto, algumas teclas de atalho são úteis para a seleção do texto:

Teclas Seleção
SHIFT+seta direita Um caractere à direita do cursor
SHIFT+seta esquerda Um caractere à esquerda do cursor
CTRL+SHIFT+seta direita Desde o cursor até o fim da palavra
CTRL+SHIFT+seta esquerda Desde o cursor até o início da palavra
SHIFT+END Desde o cursor até o final da linha
SHIFT+HOME Desde o cursor até o início da linha
CTRL+SHIFT+END Desde o cursor até o fim do documento
CTRL+SHIFT+HOME Desde o cursor até o início do documento
CTRL+T Todo o documento

GUIAS E GRUPOS DE COMANDOS

Guia Arquivo

Essa guia mostra a tela inicial do Word:

• Novo: abre um novo arquivo em branco e também oferece opções de abrir um


novo documento baseado em modelos pré-definidos.
• Abrir: abre um documento gravado.
• Informações: mostra as propriedades do documento ativo, permite proteger,
recuperar ou excluir documentos.
• Salvar: salva o documento com as especificações de gravação anterior. Se for a
primeira gravação, a opção se torna Salvar como automaticamente.
• Salvar como: grava o documento no local e formato desejados.
• Imprimir: imprime o documento selecionando o número de cópias, o modelo
da impressora e outras configurações.
• Compartilhar: permite compartilhar o documento no OneDrive (nuvem) para
que possa ser acessado em outros dispositivos.
• Exportar: cria uma cópia em PDF do documento ou exporta o arquivo para
outros formatos do Word.
• Transformar: transforma o documento em uma página da Web.
• Fechar: fecha o documento.
• Conta: gerencia a conta de usuário na Microsoft.
• Opções: permite consultar e modificar as opções do Word, personalizando-as.
Guia Página Inicial

a) Grupo Área de Transferência


Esse grupo contém as opções de trabalho com a Área de Transferência que são:
Colar, Recortar, Copiar e Pincel.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


CTRL+V Colar
CTRL+C Copiar
CTRL+X Recortar
CTRL+SHIFT+C, CTRL+SHIFT+V Pincel

b) Grupo Fonte
Nesse grupo vamos encontrar as ferramentas para formatar fontes: Fonte,
Tamanho da Fonte, Aumentar Tamanho da Fonte, Diminuir Tamanho da Fonte,
Maiúsculas e Minúsculas, Limpar Toda a Formatação, Negrito, Itálico,
Sublinhado, Tachado, Subscrito, Sobrescrito, Efeitos de Texto e Tipografia, Cor
do Realce do Texto e Cor da Fonte.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


CTRL+SHIFT+F Fonte
CTRL+N Negrito
CTRL+I Itálico
CTRL+S Sublinhado
CTRL+= Subscrito
CTRL+SHIFT++ Sobrescrito
CTRL+SHIFT+> Aumentar tamanho da fonte
CTRL+SHIFT+< Diminuir tamanho da fonte

c) Grupo Parágrafo
Nesse grupo vamos encontrar as ferramentas para formatação de parágrafos:
Marcadores, Numeradores, Lista de Vários Níveis, Diminuir Recuo, Aumentar
Recuo, Classificar, Mostrar Tudo, Alinhar à Esquerda, Centralizar, Alinhar à
Direita, Justificar, Espaçamento de Linha e Parágrafo, Sombreamento e Bordas.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


CTRL+* Mostrar tudo
CTRL+Q Alinhar à esquerda
CTRL+E Centralizar
CTRL+G Alinhar à direita
CTRL+J Justificar

d) Grupo Estilos
Nesse grupo temos a ferramenta Estilos que permite criar ou modificar um
estilo para o parágrafo.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


ALT+CTRL+SHIFT+S Estilos

e) Grupo Editando
Nesse grupo temos as ferramentas para localizar, substituir ou selecionar um
texto: Localizar, Substituir e Selecionar.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


CTRL+L Localizar
CTRL+U Substituir

f) Grupo Voz
Nesse grupo temos a ferramenta Ditado do Windows, que permite transformar
as palavras em texto.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


ALT+` Ditado do Office
g) Grupo Editor
Esse grupo é formado pela ferramenta Editor para verificar escrita, gramática e
ortografia.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


F7 Editor

Guia Inserir

a) Grupo Páginas
Nesse grupo temos as ferramentas para inserir páginas especiais ou quebras de
páginas: Folha de Rosto, Página em Branco, Quebra de Página.
b) Grupo Tabelas
Esse grupo é formado pela ferramenta Tabela para inserir uma tabela ao
documento.
c) Grupo Ilustrações
Esse grupo apresenta ferramentas para inserção de ilustrações ao documento:
Imagens, Formas, Ícones, Modelos 3D, SmartArt, Gráfico e Instantâneo.
d) Grupo Suplementos
Suplementos são comandos personalizados e novos recursos para aumentar a
produtividade do programa. Nesse grupo temos as ferramentas para trabalhar
com eles: Obter Suplementos, Meus Suplementos e Wikipedia.

e) Grupo Mídia
Formado pelo comando Vídeo Online permite inserir vídeos de fontes online no
documento.
f) Grupo Links
Formado pelo comando Links, permite inserir links para páginas na Web,
indicadores ou referência cruzada.
g) Grupo Comentários
Formado pelo comando Inserir Comentário permite adicionar uma anotação ou
um comentário sobre o texto selecionado.
h) Grupo Cabeçalho e Rodapé
Esse grupo permite trabalhar com cabeçalhos, rodapés e números de página:
Cabeçalho, Rodapé e Número de Página.
i) Grupo Texto
Nesse grupo temos as ferramentas: Caixa de Texto, Partes Rápidas, WordArt,
Capitular, Linha de Assinatura, Data e Hora e Objeto.
j) Grupo Símbolos
Nesse grupo temos ferramentas para inserção de símbolos e a digitação de
equações: Equação e Símbolo.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


ALT+= Inserir equação

Guia Design

Os comandos dessa guia permitem criar ou modificar o design de um documento.

a) Grupo Formatação do Documento


Esse grupo é formado pelos seguintes comandos: Temas, Conjunto de Estilos,
Cores, Fontes, Espaçamento entre Parágrafos, Efeitos, Definir como Padrão.
b) Grupo Plano de Fundo da Página
Esse grupo é formado pelos seguintes comandos: Marca-d´água, Cor da
Página, Bordas de Página.
Guia Layout

a) Grupo Configurar Página


Esse grupo contém comandos para configuração personalizada de páginas:
Margens, Orientação, Tamanho, Colunas, Quebras, Números de Linha,
Hifenização.

b) Grupo Parágrafo
Esse grupo permite trabalhar com configurações de parágrafo: Recuar à
Esquerda, Recuar à Direita, Espaçamento Antes, Espaçamento Depois.
c) Grupo Organizar
Esse grupo permite organizar os objetos dentro do documento: Posição,
Quebra de Texto Automática, Avançar, Recuar, Painel de Seleção, Alinhar,
Agrupar, Girar.
Guia Referências
a) Grupo Sumário
Esse grupo permite criar sumário para o texto: Sumário, Adicionar Texto,
Atualizar Sumário.
b) Grupo Notas de Rodapé
Esse grupo permite trabalhar com notas de rodapé e de fim: Inserir Nota de
Rodapé, Nota de Fim, Próxima Nota de Rodapé, Mostrar notas.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


ALT+CTRL+F Inserir nota de rodapé
ALT+CTRL+D Inserir nota de fim

c) Grupo Pesquisar
Esse grupo oferece comandos para pesquisa: Pesquisa Inteligente, Pesquisador.
d) Grupo Citações e Bibliografia
Esse grupo é formado pelos comandos: Inserir Citação, Gerenciar Fontes
Bibliográficas, Estilo, Bibliografia.
e) Grupo Legendas
Esse grupo é formado pelos seguintes comandos: Inserir Legenda, Inserir Índice
de Ilustrações, Atualizar Tabela, Referência Cruzada.
f) Grupo Índice
Esse grupo é formado pelos seguintes comandos: Marcar Entrada, Inserir
Índice, Atualizar Índice.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


ALT+SHIFT+X Marcar entrada

Guia Correspondências

Essa guia permite a criação de mala direta.

a) Grupo Criar
Esse grupo permite escolher o documento para a criação da mala direta:
Envelopes, Etiquetas.
b) Grupo Iniciar Mala Direta
Esse grupo é formado pelos seguintes comandos: Iniciar Mala Direta,
Selecionar Destinatários, Editar Lista de Destinatários.
c) Grupo Gravar e Inserir Campos
Esse grupo contém os seguintes comandos: Realçar Campos de Mesclagem,
Bloco de Endereço, Linha de Saudação, Inserir Campo de Mesclagem, Regras,
Coincidir Campos, Atualizar Etiquetas.
d) Grupo Visualizar Resultados
Esse grupo contém os comandos: Visualizar Resultados, Localizar Destinatário,
Verificar Erros.
e) Grupo Concluir
Esse grupo é formado pela ferramenta Concluir e Mesclar que conclui o
processo de criação da mala direta.
Guia Revisão

a) Grupo Revisão de Texto


Esse grupo permite a correção do texto: Editor, Dicionário de Sinônimos,
Contagem de Palavras.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


F7 Editor
SHIFT+F7 Dicionário de sinônimos

b) Grupo Fala
Formado pela ferramenta Ler em Voz Alta, reproduz o texto selecionado em
voz alta.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


ALT+CTRL+Espaço Ler em voz alta

c) Grupo Acessibilidade
Formado pela ferramenta Verificar Acessibilidade, verifica se o documento
segue as práticas recomendadas para acessibilidade, fornecendo
recomendações para serem seguidas.
d) Grupo Idioma
Formado pelos comandos: Traduzir, Idioma.
e) Grupo Comentários
Esse grupo é formado pelos seguintes comandos: Novo Comentário, Excluir,
Anterior, Próxima, Mostrar Comentários.
f) Grupo Controle
Esse grupo é formado pelos comandos: Controlar Alterações, Exibir para
Revisão, Mostrar Marcações, Painel de Revisões.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


CTRL+SHIFT+E Controlar alterações

g) Grupo Alterações
Formado pelos comandos: Aceitar, Rejeitar, Alteração Anterior, Próxima
Alteração.
h) Grupo Comparar
Formado pela ferramenta Comparar permite que dois documentos sejam
comparados, verificando as diferenças entre eles.
i) Grupo Proteger
Formado pelos comandos: Bloquear Autores, Restringir Edição.
j) Grupo Tinta
Formado pela ferramenta Ocultar Tinta, permite não mostrar toda a tinta do
documento.
Guia Exibir

a) Grupo Modos de Exibição


Esse grupo é formado pelos comandos: Modo de Leitura, Layout de Impressão,
Layout da Web, Estrutura de Tópicos, Rascunho.
b) Grupo Avançada
Formado pelos comandos: Foco, Leitura Avançada.
c) Grupo Movimentação de Páginas
Formado pelos comandos: Vertical, Lado a Lado.
d) Grupo Mostrar
Formado pelos comandos: Régua, Linhas de Grade, Painel de Navegação.
e) Grupo Zoom
Esse grupo é formado pelos comandos: Zoom, 100%, Uma Página, Várias
Páginas, Largura da Página.
f) Grupo Janela
Formado pelos comandos: Nova Janela, Organizar Tudo, Dividir, Exibir Lado a
Lado, Rolagem Sincronizada, Redefinir Posição, Alternar Janelas.
g) Grupo Macros
Formado pela ferramenta Macros permite gravar ou pausar uma macro que
esteja sendo gravada, bem como mostrar todas as macros gravadas.
h) Grupo SharePoint
Formado pela ferramenta Propriedades, exibe as informações do documento.
PLANILHAS ELETRÔNICAS
As planilhas eletrônicas são tabelas que possuem linhas e colunas e cuja finalidade é a
realização de cálculos.

MICROSOFT EXCEL

O Microsoft Excel é um dos aplicativos mais utilizados para o desenvolvimento de


planilhas eletrônicas. Desde que foi criado, já passou por várias versões, sendo a mais
recente a versão 2019.

Quando carregamos o Excel temos a seguinte janela:

Nessa tela de entrada podemos escolher abrir uma pasta de trabalho em branco, bem
como alguns tutoriais sobre procedimentos no Excel e também alguns modelos já pré-
definidos.

Escolha Pasta de Trabalho em Branco e a seguinte tela será apresentada.


Os elementos dessa janela são os seguintes:

• Barra de título: mostra o nome do aplicativo e da pasta de trabalho ativa.

• Barra de ferramentas de acesso rápido: contém os comandos mais utilizados,


podendo ser personalizada.

• Guias: abas que contém comandos e ferramentas. A guia selecionada é


apresentada grifada.

• Faixa de opções: cada guia selecionada abre uma faixa de opções, que é
composta por grupos de comandos e ferramentas.

• Caixa de nome: mostra a célula ou região selecionada.

• Barra de fórmulas: local onde será informado o conteúdo da célula selecionada.


• Área de trabalho: área onde serão digitados e organizados os dados.

• Guias de planilha: mostra os nomes das planilhas pertencentes à pasta de


trabalho.

• Barra de status: mostra o status da planilha.

• Barras de rolagem: permitem a movimentação da planilha na tela.

• Controle de zoom: permite ajustar o nível de zoom para visualização da


planilha.

Pasta de trabalho
A pasta de trabalho é uma coleção de planilhas, podendo ser formada por uma ou
mais planilhas. Quando gravamos uma pasta de trabalho o seu nome terá a extensão
.xlsx (.xls nas versões mais antigas do Excel).

Planilha

A planilha é uma tabela composta por linhas e colunas. As colunas são identificadas
por letras, iniciando pela coluna A e terminando na coluna XFD, totalizando 16.384
colunas. As linhas são identificadas por números, iniciando na linha 1 e terminando na
linha 1.048.576.

Célula

Uma célula é a intersecção de uma linha com uma coluna. Identificada pela posição
que ocupa na planilha, sua localização é dada pela letra da coluna seguida pelo
número da linha. Por exemplo, na figura a seguir a célula selecionada é a célula B7.

Quando uma célula é selecionada ela é mostrada com uma borda ao seu redor.

Movimentação na planilha

A movimentação entre as células da planilha pode ser feita pelo posicionamento do


mouse sobre a célula desejada ou utilizando teclas para maior agilidade.

Tecla(s) Ação
SHIFT+TAB Move para a célula anterior na mesma linha.
SETA PARA CIMA Move para a célula acima
SETA PARA BAIXO Move para a célula abaixo
SETA PARA DIREITA Move para a célula à direita
SETA PARA DIREITA Move para a célula à esquerda
PAGE DOWN Move uma tela para baixo
PAGE UP Move uma tela para cima
TAB Move para a célula à direita
CTRL+HOME Move para a primeira célula da planilha
CTRL+END Move para a última célula que contenha dados na
planilha

Tipos de dados

O Excel permite que vários tipos de dados sejam inseridos nas planilhas. São eles:

• Texto: composto por, pelo menos, um caractere não numérico. Por exemplo:
1a, Fernando, a5b. Não é possível efetuar cálculos com esse tipo de dado.
• Números: qualquer quantidade numérica ou monetária. Por exemplo: 1,
2500,89, R$ 35.
• Datas: representam datas. Por exemplo: 12/10/2020, 11-05, 20 nov.
• Horas: representam horas e devem ser informadas no padrão hh:mm:ss. Por
exemplo: 07:05, 20:08:07
• Fórmulas: instrução matemática que permite a realização de cálculos. Por
exemplo: =4+5, =A1+B1.
Criando fórmulas

Uma fórmula é uma expressão matemática que produz um resultado. Por exemplo, se
na célula A1 da planilha desejamos efetuar o cálculo 56+22, devemos selecionar a
célula A1 e digitar:
=56+22

Para informar ao Excel que estamos digitando uma fórmula, e não um texto, devemos
iniciar a digitação com o sinal de igual (=). Dessa forma, quando pressionamos a tecla
ENTER ou nos movimentamos para outra célula, o valor 78 será mostrado na célula
A1.

Veja que na Barra de Fórmulas aparece a fórmula digitada na célula, e não o resultado
da operação.
Operadores matemáticos e suas prioridades

+ Soma
- Subtração
* Multiplicação
/ Divisão
^ Exponenciação

Quando trabalhamos com expressões matemáticas devemos considerar a ordem em


que as operações envolvidas são realizadas para que o resultado seja o esperado. Da
mesma forma esse cuidado deve ser tomado quando escrevemos fórmulas ou
expressões no Excel.
Essa ordem é chamada de prioridade de operações e funciona da seguinte forma:
multiplicação e divisão são sempre efetuadas antes da soma e subtração, e a
exponenciação é sempre efetuada em primeiro lugar.
Assim, o resultado de 20-10/2 é 15, e não 5 como poderíamos pensar. Como essa é
uma expressão que contém subtração e divisão, a divisão será efetuada em primeiro
lugar par, depois, ser efetuada a subtração.
Se dois operadores consecutivos têm o mesmo nível de prioridade, a ordem em que
são calculados não tem importância.
No entanto a prioridade de cálculo pode ser alterada envolvendo em parênteses a
operação que deve ser efetuada antes.
20 – 10/2 = 15
(20 - 10) / 2 = 5
Operadores relacionais
Operadores relacionais são aqueles que estabelecem relações entre elementos, sendo
os seguintes:

Operador Símbolo
maior >
maior ou igual >=
menor <
menor ou igual <=
diferente <>

Criando fórmulas com endereços de células


A grande vantagem de trabalhar com planilhas eletrônicas é o uso de fórmulas
envolvendo endereços de células para efetuar os cálculos. Esse fato proporciona uma
grande flexibilidade, pois se a fórmula está correta e quisermos efetuar o mesmo
cálculo, mas com outros valores, basta modificar os valores nas células que a fórmula é
automaticamente recalculada.
Como exemplo, vamos criar uma fórmula na planilha para que execute o cálculo da
expressão mostrada anteriormente.
Vamos colocar na célula A1 o valor 20, na célula B1 o valor 10, na célula C1 o valor 2.
Finalmente, vamos colocar na célula D1 a fórmula para o cálculo mostrado, que é:
=A1-B1/C1
Observe o resultado. Agora, se qualquer valor for modificado nas células A1, B1 ou C1,
o valor da célula D1 será alterado.

Copiando fórmulas em planilhas

Vamos considerar a seguinte planilha que calcula o valor total pago para cada produto
em função de seu valor unitário e quantidade. Para o Produto1 a fórmula que deve ser
colocada é:

=B2*C2

Alça de
preenchimento

A fórmula para calcular o Valor Total para o Produto1 é a mesma para calcular o Valor
Total para todos os produtos. O que muda são os endereços que contém os valores
para Valor Unitário e Quantidade. Mas esses endereços mudam de forma relativa, ou
seja, mudam de acordo com a posição em que se encontram na planilha.
Para que não seja preciso inserir a fórmula para todos os produtos, podemos copiá-la
da célula D2 até a célula D11, clicando na Alça de Preenchimento (pequeno quadrado
localizado no canto inferir direito da célula selecionada). Para isso selecionamos a
célula D2 e, com o mouse clicado e posicionado sobre a Alça de Preenchimento,
arrastamos até a célula D11.

Vamos ver um outro exemplo de cópia de fórmulas. Na planilha anterior, vamos


colocar uma nova coluna que calcula o valor do desconto concedido para o preço final
do produto. Esse percentual será colocado na célula B13.

Para calcular o valor final com desconto, basta subtrair o Valor do Desconto do Valor
Total. Para o Produto1, a fórmula que deve ser colocada em E2 é:

=D2-D2*B13

Vamos copiar a fórmula paras as células de baixo, uma vez que o Valor Final é
calculado da mesma forma para todos os produtos.
Veja que o valor está correto somente para o Produto1. Isso aconteceu porque na
cópia a célula que armazena o percentual de desconto também variou relativamente
para os produtos. Mas, nesse caso, isso não pode acontecer, porque a célula B13 não
pode variar quando copiamos a fórmula para as células de baixo. Para fixar esse
endereço na célula vamos utilizar o caractere $ antes da indicação da coluna e da
linha. Esse caractere informa ao Excel que aquele valor deve ficar fixo quando a
fórmula for copiada. Assim, vamos modificar a nossa fórmula na célula E2 para:

=D2-D2*$B$13
Funções

Funções são cálculos já desenvolvidos para executar determinados procedimentos sem


que haja a necessidade de criar uma fórmula. Por exemplo, temos a função SOMA que
soma todos os valores indicados, a função MÉDIA que calcula a média aritmética de
uma série de valores informados e uma infinidade de outras funções para as mais
diversas áreas, como estatística, engenharia, financeira, funções de texto, funções
lógicas e muitas outras,

Vamos ver algumas delas e que são bastante utilizadas.

Função Soma:

A função Soma calcula a soma de um intervalo de células informado. Vamos considerar


ainda a planilha anterior e calcular a soma dos valores finais dos produtos.

Se fossemos criar uma fórmula na célula E12 para calcular essa soma, teríamos o
seguinte:

=E2+E3+E4+E5+E6+E7+E8+E9+E10+E11

Para simplificar, vamos usar a função SOMA para somar os valores contidos desde a
célula E2 até a célula E11.
Função Média:

A função Média calcula a média aritmética de um intervalo de células informado.


Vamos verificar essa função na planilha que calcula a média das notas dos alunos de
uma classe.

Função SE

A função SE permite comparar uma condição e estabelecer o que deve ser feito caso a
condição seja Falsa ou Verdadeira.

Na planilha das médias anterior, vamos colocar uma mensagem na coluna Avaliação e
que deve obedecer à condição: se a média for maior ou igual a 6,0, deve ser colocada a
mensagem Aprovado, caso contrário a mensagem deve ser Reprovado.

Então a fórmula que deve ser colocada na célula F2 é:

=SE(E2>=6;”Aprovado”;”Reprovado”)

A seguir a fórmula deve ser copiada para as demais células.


GUIAS E GRUPOS DE COMANDOS

Guia Arquivo

Essa guia mostra a tela inicial do Excel, com as seguintes opções:

• Novo: abre um novo arquivo em branco e também oferece opções de abrir um


novo documento baseado em modelos pré-definidos.
• Abrir: abre um documento gravado.
• Informações: mostra as propriedades do documento ativo, permite proteger,
recuperar ou excluir documentos.
• Salvar: salva o documento com as especificações de gravação anterior. Se for a
primeira gravação, a opção se torna Salvar como automaticamente.
• Salvar como: grava o documento no local e formato desejados.
• Imprimir: imprime o documento selecionando o número de cópias, o modelo
da impressora e outras configurações.
• Compartilhar: permite compartilhar o documento no OneDrive (nuvem) para
que possa ser acessado em outros dispositivos.
• Exportar: cria uma cópia em PDF do documento ou exporta o arquivo para
outros formatos do Excel.
• Publicar: permite publicar a pasta de trabalho no Power BI.
• Fechar: fecha o documento.
• Conta: gerencia a conta de usuário na Microsoft.
• Opções: permite consultar e modificar as opções do Excel, personalizando-as.
Guia Página Inicial

a) Grupo Área de transferência


Esse grupo é composto pelos comandos: Colar, Recortar, Copiar, Pincel.
TECLAS DE ATALHO AÇÃO
CTRL+V Colar
CTRL+C Copiar
CTRL+X Recortar

b) Grupo Fonte
Esse grupo contém os comandos: Fonte, Tamanho da Fonte, Aumentar
Tamanho da Fonte, Diminuir Tamanho da Fonte, Negrito, Itálico, Sublinhado,
Bordas, Cor do Preenchimento, Cor da Fonte.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


CTRL+N Negrito
CTRL+I Itálico
CTRL+S Sublinhado

c) Grupo Alinhamento
Esse grupo contém os seguintes comandos: Alinhar em Cima, Alinhar no Meio,
Alinhar Embaixo, Orientação, Alinhar à Esquerda, Centralizar, Alinhar à Direita,
Diminuir Recuo, Aumentar Recuo, Quebrar Texto Automaticamente, Mesclar e
Centralizar.
d) Grupo Número
Esse grupo contém os seguintes comandos: Formato de Número, Formato de
Número Contabilização, Estilo Porcentagem, Separador de Milhares, Aumentar
Casas Decimais, Diminuir Casas Decimais.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


CTRL+SHIFT+% Formata como porcentagem

e) Grupo Estilos
Esse grupo contém os seguintes comandos: Formatação Condicional, Formatar
como Tabela, Estilos de Célula.
f) Grupo Células
Esse grupo contém os seguintes comandos: Inserir, Excluir, Formatar.
g) Grupo Edição
Esse grupo apresenta os seguintes comandos: SOMA, Preencher, Limpar,
Classificar e Filtrar, Localizar e selecionar.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


Acessa as funções SOMA, MÉDIA,
ALT+= CONTAR NÚMEROS, MÁX, MÍN e a
escolha de outras funções;

Guia Inserir

a) Grupo Tabelas
Esse grupo contém os seguintes comandos: Tabela Dinâmica, Tabelas
Dinãmicas Recomendadas, Tabela.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


CTRL+ALT+T Tabela

b) Grupo Ilustrações
Formado pelo comando Ilustrações.
c) Grupo Suplementos
Formado pelo comando Suplementos.
d) Grupo Gráficos
Formado pelos comandos: Gráficos Recomendados, Inserir Gráfico de Colunas
ou de Barras, Inserir Gráfico de Linhas ou de Áreas, Inserir Gráfico de Pizza ou
de Rosca, Inserir Gráfico de Hierarquia, Inserir Gráfico de Estatística, Inserir
Gráfico de Dispersão (X,Y) ou de Bolha, Inserir Gráfico de Radar, Superfície,
Ações, Funil ou Cascata, Inserir Gráfico de Combinação, Inserir Gráfico de
Mapa, Inserir Gráfico Dinâmico.
e) Grupo Tours
Formado pelo comando Mapa 3D.
f) Grupo Minigráficos
Formado pelos comandos: Linha, Coluna, Ganhos/Perdas.
g) Grupo Links
Formado pelo comando Link.
h) Grupo Comentários
Formado pelo comando Comentário.
i) Grupo Texto
Formado pela ferramenta Texto.
j) Grupo Símbolos
Formado pelo comando Símbolos.
Guia Layout da Página

a) Grupo Temas
Formado pelos comandos: Temas, Cores, Fontes, Efeitos.
b) Grupo Configuração de Página
Formado pelos comandos: Margens, Orientação, Tamanho, Área de Impressão,
Quebras, Plano de Fundo, Imprimir Títulos.
c) Grupo Dimensionar para Ajustar
Formado pelos comandos: Largura, Altura, Escala.

d) Grupo Opções de Planilha


Esse grupo é formado pelos comandos: Exibir Linhas de Grade, Imprimir Linhas
de Grade, Exibir Títulos, Imprimir Títulos.
e) Grupo Organizar
Formado pelos comandos: Avançar, Recuar, Painel de Seleção, Alinhar,
Agrupar, Girar.
Guia Fórmulas
a) Grupo Biblioteca de Funções
Formado pelos comandos: Inserir Função, AutoSoma, Usadas Recentemente,
Financeira, Lógica, Texto, Data e Hora, Pesquisa e Referência, Matemática e
Trigonométrica.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


SHIFT+F3 Inserir Função
ALT+= AutoSoma

b) Grupo Nomes Definidos


Esse grupo é formado pelos seguintes comandos: Gerenciador de Nomes, Usar
em Fórmula, Criar a Partir da Seleção.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


CTRL+F3 Gerenciador de Nomes
CTRL+SHIFT+F3 Gerar nome automaticamente

c) Grupo Auditoria de Fórmulas


Formado pelos comandos: Rastrear Precedentes, Rastrear Dependentes,
Remover Setas, Mostrar Fórmulas, Verificação de Erros, Avaliar Fórmula, Janela
de Inspeção.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


CTRL+` Mostrar fórmulas

d) Grupo Cálculo
Formado pelos comandos: Opções de Cálculo, Calcular Agora, Calcular Planilha.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


F9 Calcular agora
SHIFT+F9 Calcular planilha ativa

Guia Dados

a) Grupo Obter e Transformar Dados


Formado pelos comandos: Obter Dados, De Text/CSV, Da Web, Da
Tabela/Intervalo, Fontes Rtecentes, Conexões Existentes.
b) Grupo Consultas e Conexões
Formado pelos comandos: Atualizar Tudo, Consultas e Conexões, Propriedades, Editar
Links.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


CTRL+ALT+F5 Atualiza os dados

c) Grupo Classificar e Filtrar


Formado pelos comandos: Classificar de A a Z, Classificar de Z a A, Classificar,
Filtro, Limpar, Reaplicar, Avançado.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


CTRL+SHIFT+L Aciona o filtro
CTRL+ALT+L Reaplica o filtro

d) Grupo Ferramentas de Dados


Esse grupo é formado pelos comandos: Texto para Colunas, Preenchimento
Relâmpago, Remover Duplicatas, Validação de Dados, Consolidar, Relações.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


CTRL+E Preencher valores automaticamente

e) Grupo Previsão
Esse grupo é formado pelos comandos: Teste de Hipóteses, Planilha de
Previsão.
Guia Revisão

a) Grupo Revisão de Texto


Formado pelos comandos: Verificar Ortografia, Dicionário de Sinônimos, Estatísticas da
Pasta de Trabalho

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


F7 Verificar ortografia
b) Grupo Acessibilidade
Formado pela ferramenta Verificar Acessibilidade.
c) Grupo Ideias
Formado pela ferramenta Ideias.
d) Grupo Idioma
Formado pela ferramenta Idioma permite escolher o idioma que deve ser
considerado nas ações de correção gramatical e ortográfica.
e) Grupo Comentários
Formado pelos comandos: Novo Comentário, Excluir, Comentário, Próximo
Comentário, Mostrar Comentários.
f) Grupo Anotações
Formado pela ferramenta Anotações.
g) Grupo Proteger
Esse grupo é formado pelos comandos: Proteger Planilha, Proteger Pasta de
Trabalho, Permitir a Edição, Descompartilhar Pasta de Trabalho.
h) Grupo Tinta
Formado pela ferramenta Ocultar Tinta.

Guia Exibir

a) Grupo Modos de Exibição


Formado pelo comando Alternar Modo de Exibição da Planilha.
b) Grupo Modos de Exibição da Pasta de Trabalho
Formado pelos comandos: Normal, Visualização de Quebra de Página, Layout
da Página, Modos de Exibição Personalizados.
c) Mostrar
Formado pelos comandos: Régua, Linhas de Grade, Barras de Fórmulas, Títulos.
d) Grupo Zoom
Formado pelos comandos: Zoom, 100%, Zoom na Seleção.
e) Grupo Janela
Formado pelos comandos: Nova Janela, Organizar Tudo, Congelar Painéis,
Dividir, Exibir Lado a Lado, Ocultar Janela, Rolagem Sincronizada, Reexibir
Janela, Redefinir Posição da Janela, Alternar Janela.
f) Grupo Macros
Formado pela ferramenta Macros.
APRESENTAÇÕES
O Microsoft PowerPoint é um programa que oferece inúmeros recursos para que você
possa criar apresentações profissionais para serem utilizadas em aulas, palestras,
demonstrações e inúmeras outras atividades.

O aplicativo faz parte do pacote Office sendo um dos mais populares.

As apresentações criadas são em forma de slides, ou telas. Nesses slides podem ser
colocados textos, figuras, vídeos, capturas de telas, sons, animações. Podem ser
utilizados modelos e uma infinidade de recursos para tornar suas apresentações mais
criativas.

Em uma apresentação cada slide terá uma função definida, devendo exibir seu
conteúdo de forma clara e sucinta. Um erro muito comum é colocar muita informação
em um slide, tornando difícil a sua visualização.

Cada slide é como uma tela em branco, e o conjunto de todos eles tem o objetivo de
mostrar uma situação que será distribuída em toda a apresentação.

Após iniciar o PowerPoint e escolher Apresentação em Branco na tela inicial, teremos a


seguinte tela:

Os componentes dessa janela são os seguintes:

• Barra de título: mostra o nome do aplicativo e da apresentação ativa.


• Barra de ferramentas de acesso rápido: contém os comandos mais utilizados
podendo ser personalizada.

• Guias: cada guia contém o acesso a diferentes ferramentas.

• Faixa de opções: cada guia selecionada abre uma faixa de opções, que é
composta por grupos de comandos e ferramentas.

• Painel de visualização dos slides: mostra todos os slides da apresentação.

• Área de trabalho: local onde o slide será trabalhado.

• Zoom: controle de zoom.

As apresentações criadas no PowerPoint podem ser salvas em dois formatos:


- .pptx (ou .ppt nas versões mais antigas): permite efetuar qualquer modificação nos
slides da apresentação.

- .ppsx (ou .pps nas versões mais antigas): o conteúdo da apresentação é exibido
automaticamente.

GUIAS E GRUPOS DE COMANDOS

Guia Arquivo

Essa guia mostra a tela inicial do PowerPoint, com as seguintes opções:

• Novo: abre uma nova apresentação em branco e também permite abrir um


novo documento baseado em modelos pré-definidos.
• Abrir: abre uma apresentação do PowerPoint já existente.
• Informações: mostra as propriedades da apresentação ativa, permite proteger,
recuperar ou excluir apresentações.
• Salvar: permite salvar a apresentação no local e formato já determinado em
gravação anterior. Se for a primeira gravação da apresentação, a opção se
torna Salvar como automaticamente.
• Salvar como: permite gravar a apresentação no local e formato desejados.
• Imprimir: imprime a apresentação selecionando o número de cópias, modelo
da impressora e outras configurações.
• Compartilhar: permite compartilhar o documento no OneDrive (nuvem).
• Exportar: permite criar uma cópia em PDF da apresentação.
• Fechar: fecha a apresentação.
• Conta: gerencia a conta de usuário da Microsoft.
• Opções: permite consultar e modificar as opções do PowerPoint,
personalizando-as.
Guia Página Inicial

a) Grupo Área de transferência


Esse grupo é composto pelos comandos: Colar, Recortar, Copiar e Pincel de
formatação.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


CTRL+V Colar
CTRL+C Copiar
CTRL+X Recortar

b) Grupo Slides
Esse grupo é composto pelas ferramentas: Novo Slide, Layout, Redefinir e
Seção.
TECLAS DE ATALHO AÇÃO
CTRL+M Novo Slide

c) Grupo Fonte
Esse grupo é composto pelas ferramentas: Fonte, Tamanho da Fonte, Aumentar
Tamanho da Fonte, Diminuir Tamanho da Fonte, Negrito, Itálico, Sublinhado,
Sombra de Texto, Tachado, Espaçamento entre Caracteres, Maiúsculas e
Minúsculas, Cor de Realce do Texto, Cor da Fonte e Limpar Toda Formatação.
TECLAS DE ATALHO AÇÃO
CTRL+N Negrito
CTRL+I Itálico
CTRL+S Sublinhado

d) Grupo Parágrafo
Esse grupo é composto pelas ferramentas: Marcadores, Numeração, Diminuir
Nível de Lista, Aumentar Nível de Lista, Espaçamento entre Linhas, Alinhar
Texto à Esquerda, Centralizar, Alinhar Texto à Direita, Justificar, Colunas,
Direção do Texto, Alinhar Texto e Converter em SmartArt.
TECLAS DE ATALHO AÇÃO
CTRL+Q Alinhar texto à esquerda
CTRL+E Centralizar
CTRL+G Alinhar texto à direita

e) Grupo Desenho
Esse grupo é composto pelas ferramentas Formas, Organizar, Estilos Rápidos,
Preenchimento da Forma, Contorno da Forma e Efeitos da Forma.
f) Grupo Editando
Esse grupo é composto pelas seguintes ferramentas: Localizar (CTRL+L),
Substituir (CTRL+U) e Selecionar.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


CTRL+L Localizar
CTRL+U Substituir

g) Grupo Ditar
Composto pela ferramenta Ditar.
h) Grupo Designer
Composto pela ferramenta Ideias de Design.
Guia Inserir

a) Grupo Slides
Composto pela ferramenta Novo Slide.
b) Grupo Tabelas
Composto pela ferramenta Tabela.
c) Grupo Imagens
Esse grupo é composto pelas seguintes ferramentas: Imagens, Instantâneo e
Álbum de Fotografias.
d) Grupo Ilustrações
Esse grupo é composto pelas ferramentas Formas, Ícones, Modelos 3D,
SmartArt e Gráfico.
e) Grupo Suplementos
Composto pela ferramenta Suplementos.
f) Grupo Links
Composto pelas ferramentas Zoom, Link e Ação.
g) Grupo Comentário
Formado pelo comando Comentário.
h) Grupo Texto
Esse grupo é formado pelas ferramentas Caixa de Texto, Cabeçalho e Rodapé,
WordArt, Data e Hora, Inserir Número do Slide e Objeto.
i) Grupo Símbolos
Formado pela ferramenta Símbolos.
j) Grupo Mídia
Composto pelas ferramentas Vídeo, Áudio e Gravação de Tela.
Guia Design

a) Grupo Temas
Formado pela ferramenta Temas.
b) Grupo Variantes
Formado pela ferramenta Variantes
c) Grupo Personalizar
Formado pelas ferramentas Tamanho do Slide e Formatar Tela de Fundo.
d) Grupo Designer
Formado pela ferramenta Ideias de Design.
Guia Transições

a) Grupo Visualização
Composto pela ferramenta Visualizar.
b) Grupo Transição para este Slide
Composto pelas ferramentas Transições e Opções de Efeito.
c) Grupo Intervalo
Composto pelos comandos Som, Duração, Aplicar a Todos, Avançar Slide Ao
Clicar com o Mouse, Avançar Slide Após (um intervalo de tempo).
Guia Animações
a) Grupo Visualização
Composto pela ferramenta Visualizar.
b) Grupo Animação
Formado pelas ferramentas Animações e Opções de Efeito.
c) Grupo Animação Avançada
Formado pelas ferramentas Adicionar Animação, Painel de Animação, Disparar
e Pincel de Animação.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


ALT+SHIFT+C Pincel de animação

d) Grupo Intervalo
Formado pelas ferramentas Início, Duração, Atrasos, Reordenar Animação
Mover Antes, Reordenar Animação Mover Depois.
Guia Apresentação de Slides

a) Grupo Iniciar Apresentação de Slides


Formado pelas ferramentas Do Começo, Do Slide Atual, Apresentar Online,
Apresentação de Slides Personalizada.
b) Grupo Configurar
Composto pelas ferramentas Configurar Apresentação de Slides, Ocultar Slide,
Testar Intervalos, Gravar Apresentação de Slides, Executar Narrações, Usar
Intervalos e Mostrar Controles de Mídia.
c) Grupo Monitores
Formado pela ferramenta Monitores.
d) Grupo Legendas e Subtítulos
Formado pela ferramenta Legendas e Subtítulos.
Guia Revisão
a) Grupo Revisão de Texto
Formado pelos comandos Verificar Ortografia (F7) e Dicionário de Sinônimos
(SHIFT+F7). mostra a contagem de células, fórmulas, gráficos e tabelas
constantes pasta de trabalho.

TECLAS DE ATALHO AÇÃO


F7 Verificar Ortografia
SHIFT+F7 Dicionário de sinônimos

b) Grupo Acessibilidade
Formado pela ferramenta Verificar Acessibilidade.
c) Grupo Ideias
Formado pela ferramenta Pesquisa Inteligente.
d) Grupo Idioma
Formado pela ferramenta Traduzir e Idioma.
e) Grupo Comentários
Formado pelas ferramentas Novo Comentário, Excluir, Anterior, Próximo e
Mostrar Comentários.
f) Grupo Comparar
Formado pelas ferramentas Comparar, Aceitar, Rejeitar, Anterior, Próximo,
Painel de Revisão e Concluir Revisão.
g) Grupo Tinta
Formado pela ferramenta Tinta.
Guia Exibir

a) Grupo Modos de Exibição de Apresentação


Formado pelas ferramentas Normal, Modo de Exibição de Estrutura de Tópicos,
Classificação de Slides, Anotações e Modo de Exibição de Leitura.
b) Grupo Modos de Exibição Mestres
Formado pelas ferramentas Slide Mestre, Folheto Mestre e Anotações Mestras.
c) Mostrar
Formado pelas ferramentas Régua, Linhas de Grade, Guias e Anotações.
d) Grupo Zoom
Formado pelas ferramentas Zoom e Ajustar à Janela.
e) Grupo Cor/Escala de Cinza
Formado pelas ferramentas Cor, Escala de Cinza e Preto e Branco.
f) Grupo Janela
Formado pelas ferramentas Nova Janela, Organizar Todas, Em Cascata, Mover
Divisão e Alternar Janelas.
g) Grupo Macros
Formado pela ferramenta Macros.

Você também pode gostar