Você está na página 1de 64

JAN E I R O DE 2 02 2

34567
EDI Ç ÃO DE LETRAS GRANDES

NOSSO TEXTO DO ANO PARA 2022:


“Não faltará nada de bom aos
que buscam a Jeová.” — SAL. 34:10

ESTUDOS PARA AS SEMANAS DE:


28 DE FEVEREI RO– 3 DE ABRI L DE 2022
ESTUDO 1

“Não faltará nada


de bom aos que
buscam a Jeová”
NOSSO TEXTO DO ANO PARA 2022:
“Não faltará nada de bom aos que buscam a Jeová.”
— SAL. 34:10.

CÂNTICO 4
“Jeová é o meu Pastor”

O QUE VAMOS VER


Nosso texto do ano foi tirado do Salmo 34:10: “Não
faltará nada de bom aos que buscam a Jeová.” Muitos
servos de Jeová hoje não têm muito em sentido material
e levam uma vida simples. Então por que podemos dizer
que ‘não falta nada de bom’ para eles? E por que enten-
der o que essas palavras significam vai nos preparar
para o que vem pela frente?
2
DAVI estava fugindo para salvar a sua vida. Saul, o po-
deroso rei de Israel, estava decidido a matá-lo. Enquan-
to fugia, Davi parou na cidade de Nobe. Ali, ele pediu
ao sacerdote Aimeleque cinco pães para ele e seus ho-
mens comerem. (1 Sam. 21:1, 3) Depois, Davi e seus
homens tiveram que se abrigar numa caverna. (1 Sam.
22:1) O que aconteceu para Davi chegar a esse ponto?
2 Saul estava completamente cego de inveja. Ele inve-
java a habilidade de Davi nas guerras e o carinho que as
pessoas tinham por ele. Saul também tinha plena cons-
ciência de que, por causa da desobediência dele, Jeová
o havia rejeitado como rei e que Davi seria o próximo
rei de Israel. (Leia 1 Samuel 23:16, 17.) Mas Saul ainda
era o rei. Ele tinha um exército e o apoio de muitas pes-
soas. Por isso, Davi não tinha outra escolha a não ser
fugir. Será que Saul realmente pensava que ele podia lu-
tar contra Jeová e impedir Davi de se tornar rei? (Isa.
55:11) A Bíblia não responde essa pergunta, mas pode-
mos ter certeza de uma coisa: ninguém que luta contra
Jeová, nem mesmo um rei, tem como vencer!
3 Davi era uma pessoa humilde. Ele não escolheu ser
o rei de Israel. Foi Jeová que designou Davi para ser
rei. (1 Sam. 16:1, 12, 13) Para Saul, Davi era seu pior

1. Em que situação difícil Davi estava?


2. Que coisas ruins Saul fez? (1 Samuel 23:16, 17)
3. Apesar de tudo o que estava acontecendo na vida de Davi, como
ele se sentia?

JANEIRO DE 2022 3
inimigo. Mas Davi não culpava a Jeová por tudo o que
estava acontecendo; ele nem mesmo reclamava da falta
de comida e de ter que morar numa caverna. Na verda-
de, foi provavelmente nessa época, enquanto Davi esta-
va escondido nessa caverna, que ele escreveu as pala-
vras do texto deste ano: “Não faltará nada de bom aos
que buscam a Jeová.” — Sal. 34:10.
4 Muitos servos de Jeová não têm alimento suficien-
te nem outras coisas necessárias.1 E a pandemia da
covid-19 tem agravado ainda mais essa situação. Quan-
to mais perto estivermos da “grande tribulação”, piores

1 Veja “Perguntas dos Leitores”, na Sentinela de 15 de setembro de


2014.

4. Que perguntas vamos ver neste estudo, e por que elas são im-
portantes?

Mesmo durante
dificuldades, Davi
sentia que ‘não faltava
nada de bom’ para ele
(Veja os parágrafos 1 a 3.)
as coisas vão ficar. (Mat. 24:21) Com isso em mente, va-
mos ver a resposta a quatro perguntas neste estudo: Em
que sentido ‘não faltou nada de bom’ para Davi? Por
que precisamos aprender a estar contentes com o que
temos? Por que podemos confiar que Jeová vai cuidar
de nós? E como podemos nos preparar agora para o
futuro?

“NADA ME FALTARÁ”
5 Davi disse que “não faltará nada de bom” aos que
servem a Jeová. Ele usou palavras parecidas ao escre-
ver o Salmo 23. Por isso, esse salmo pode nos ajudar a
entender o que Davi quis dizer. (Leia Salmo 23:1-6.)
Davi começa o Salmo 23 com as seguintes palavras:
“Jeová é o meu Pastor. Nada me faltará.” Depois disso,
Davi continua falando sobre coisas que realmente têm
valor na vida: as bênçãos espirituais que ele tinha por
aceitar a Jeová como seu Pastor. Jeová guiava Davi
“nos caminhos da justiça” e sempre estava com ele, nos
bons e maus momentos. Para Davi, servir a Jeová era
como se “deitar em verdes pastagens”. Mas ele sabia que
mesmo assim teria problemas na vida e teria inimigos.
Às vezes, ele se sentia bem desanimado, como se esti-
vesse andando “pelo vale de densas trevas”. Mas Davi
sabia que, com Jeová como seu Pastor, ele não ‘teme-
ria mal algum’.

5-6. Como o Salmo 23:1-6 nos ajuda a entender as palavras do tex-


to do ano?

JANEIRO DE 2022 5
6Então em que sentido ‘não faltou nada de bom’ para
Davi? Davi tinha tudo o que precisava para continuar
tendo uma amizade forte com Jeová. Ele não precisava
ter muitas coisas em sentido material para ser feliz.
Davi estava contente com o que recebia de Jeová. Para
ele, a coisa mais importante era ter a bênção e a prote-
ção de seu Deus.
7
As palavras que Davi escreveu mostram como é im-
portante termos um ponto de vista equilibrado sobre
coisas materiais. Não é errado ter bens materiais. O
problema é deixar essas coisas serem as mais importan-
tes na nossa vida. Essa foi uma lição que alguns cristãos
que viviam na Judeia aprenderam. (Leia Lucas 21:20-
24.) Jesus já tinha avisado que a cidade de Jerusalém
seria “cercada por exércitos acampados”. Quando isso
acontecesse, eles deveriam ‘fugir para os montes’. Fugir
da cidade salvaria a vida deles, mas eles teriam que abrir
mão de muita coisa. Alguns anos atrás, A Sentinela dis-
se o seguinte sobre aqueles cristãos na Judeia: “Aban-
donaram campos e lares, nem mesmo retirando seus
bens das casas. Confiantes na proteção e no apoio de
Jeová, colocaram a adoração Dele à frente de tudo o
mais que podia ter parecido importante.”
8 Que lição podemos aprender com o que aconteceu

7. De acordo com Lucas 21:20-24, que situação difícil os cristãos


que viviam na Judeia tiveram que enfrentar?
8. Que lição importante podemos aprender com o que aconteceu
com os cristãos que viviam na Judeia?

6 A SENTINELA
com os cristãos que viviam na Judeia? A Sentinela men-
cionada no parágrafo anterior disse o seguinte: “Pode
haver ainda provas quanto a como encaramos as coisas
materiais; são elas a coisa mais importante ou é mais
importante a salvação de todos os que estão do lado de
Deus? Deveras, nossa fuga pode envolver algumas difi-
culdades e privações. Teremos de estar prontos para fa-
zer o que for necessário, assim como fizeram nossos ir-
mãos do primeiro século, que fugiram da Judeia.”1
9 Você consegue imaginar como deve ter sido difícil
para aqueles cristãos abandonar tudo o que tinham e
ter que começar a vida do zero? Eles precisaram ter fé
que Jeová iria prover o necessário. Outra coisa que aju-
dou aqueles cristãos foi um conselho que Paulo deu aos
hebreus uns cinco anos antes de os romanos cercarem
Jerusalém. Ele disse o seguinte: “Que o seu modo de
vida seja livre do amor ao dinheiro; fiquem satisfeitos
com as coisas que têm. Pois ele disse: ‘Eu nunca deixa-
rei você e nunca o abandonarei.’ Para que fiquemos
cheios de coragem e digamos: ‘Jeová é o meu ajudador;
não terei medo. O que me pode fazer o homem?’ ” (Heb.
13:5, 6) Com certeza foi mais fácil para os cristãos que
seguiram esse conselho de Paulo se adaptarem e terem
uma vida mais simples fora da Judeia. Eles não tinham

1 Veja A Sentinela de 1.u de maio de 1999, página 19.

9. Que certeza podemos ter ao ler as palavras de Paulo em Hebreus


13:5, 6?

JANEIRO DE 2022 7
dúvidas de que Jeová cuidaria deles. E as palavras de
Paulo nos ajudam a ter a mesma certeza: Jeová sempre
vai nos dar o que precisamos em sentido material.

“ESTAREMOS CONTENTES COM ISSO”


10O apóstolo Paulo deu um conselho parecido para
Timóteo; um conselho que também se aplica para nós
hoje. Ele disse: “Assim, tendo o que comer e o que ves-
tir, estaremos contentes com isso.” (1 Tim. 6:8) Será
que isso quer dizer que não podemos gastar dinheiro
com uma boa comida, ter uma casa boa ou comprar
roupas novas de vez em quando? Não era isso que Pau-
lo queria dizer. Paulo queria dizer que precisamos estar
contentes, tendo muito ou tendo pouco. (Fil. 4:12) Esse
era o “segredo” de Paulo para ser feliz. O que temos de
mais precioso na vida é a nossa amizade com Jeová, e
não alguma coisa material. — Hab. 3:17, 18.
11
Pode ser que a gente ache que precisa muito de uma
coisa. Mas será que é isso que Jeová acha? Pense no que
Moisés disse para os israelitas depois de eles terem pas-
sado 40 anos no deserto: “Jeová, seu Deus, o tem aben-
çoado em tudo que você tem feito. Ele sabe muito bem
da sua jornada por este grande deserto. Jeová, seu
Deus, esteve com você estes 40 anos, e não lhe faltou

10. Qual era o “segredo” de Paulo para ser feliz?


11. Que lição aprendemos com as palavras de Moisés sobre estar
contentes com o que temos?

8 A SENTINELA
Não faltou nada para os israelitas durante os 40 anos que passaram
no deserto. E nós? Será que estamos contentes com o que temos?
(Veja o parágrafo 11.)

nada.” (Deut. 2:7) Jeová cuidou dos israelitas todo


aquele tempo. Durante 40 anos, eles tiveram maná para
comer. Além disso, as roupas que eles tinham quando
saíram do Egito não se gastaram enquanto estavam no
deserto. (Deut. 8:3, 4) Pode ser que para alguns do
povo aquilo não fosse o suficiente, mas Moisés lembrou
aos israelitas que eles tinham tudo o que precisavam.
Nós precisamos ser iguais a Moisés e estar contentes
com o que temos. Se dermos valor até mesmo para as
pequenas coisas que Jeová nos dá e virmos isso como
bênçãos da parte dele, vamos agradar ao nosso Deus.
JANEIRO DE 2022 9
TENHA CERTEZA QUE JEOVÁ
VAI CUIDAR DE VOCÊ
12Davi sabia que Jeová é um Deus leal e que faz ques-
tão de cuidar daqueles que o amam. Quando Davi esta-
va passando por uma situação difícil e escreveu o Sal-
mo 34, ele tinha plena confiança de que “o anjo de
Jeová” estava acampando “ao redor” dele. (Sal. 34:7)
Talvez Davi estivesse comparando o anjo de Jeová a um
soldado que está sempre atento à possível presença do
inimigo. Davi era um homem corajoso e Jeová tinha
prometido que ele seria o próximo rei. Mesmo assim,
Davi não confiou na sua habilidade de lançar pedras
com uma funda ou de usar a espada para derrotar os ini-
migos. (1 Sam. 16:13; 24:12) Ele confiava completamen-
te em Jeová. Davi sabia que o anjo de Jeová sempre
socorre aqueles que temem a Deus. É claro que não es-
peramos que Jeová realize milagres para nos proteger
de situações difíceis. Mas temos certeza de que quem
confia em Jeová nunca sofrerá um dano permanente.
13 Em breve, nossa confiança em Jeová vai ser colo-
cada à prova. Quando um grupo de nações, chamado na
Bíblia de Gogue de Magogue, atacar o povo de Deus,

12. O que mostra que Davi confiava em Jeová, e não em suas ha-
bilidades?
13. Por que vamos parecer indefesos quando Gogue de Magogue
atacar? E por que não precisaremos ter medo? (Veja a imagem da
capa.)

10 A SENTINELA
talvez nos sentiremos completamente indefesos. Preci-
saremos ter certeza de que Jeová pode e vai nos de-
fender. Para as nações, vamos parecer ovelhas com-
pletamente indefesas, como se ninguém pudesse nos
proteger. (Eze. 38:10-12) Nós seremos um alvo fácil
para elas porque não aprendemos a lutar e estaremos
desarmados. As nações não conseguirão ver o que nós
conseguiremos ver com os olhos da fé: milhares de an-
jos acampados ao redor do povo de Deus, prontos para
nos defender. Imagine como vai ser a reação das nações
quando perceberem que os exércitos no céu estão do
nosso lado! — Apo. 19:11, 14, 15.

PREPARE-SE AGORA PARA O FUTURO


14 O que podemos fazer para nos preparar para o que
vem à frente? Em primeiro lugar, não podemos dar va-
lor demais às coisas materiais porque um dia teremos
que deixar essas coisas para trás. Também precisamos
estar contentes com as coisas que temos e com aquilo
que é mais importante: a nossa amizade com Jeová.
Quanto mais conhecermos o nosso Deus, mais certeza
teremos de que quando Gogue de Magogue nos atacar
Jeová nos protegerá.
15 Outra coisa ajudou Davi quando ele passou por

14. O que podemos fazer agora para nos preparar para o que está
por vir?
15. Por que Davi sabia que podia confiar em Jeová?

JANEIRO DE 2022 11
dificuldades; algo que também pode nos ajudar. Ele dis-
se: “Provem e vejam que Jeová é bom; feliz o homem
que se refugia nele.” (Sal. 34:8) Essas palavras mostram
que Davi sabia por experiência própria que podia con-
fiar na ajuda de Jeová. Ele sempre confiou no seu Deus,
e Jeová nunca o abandonou. Quando Davi era jovem e
teve que enfrentar o gigante filisteu Golias, ele disse:
“Hoje mesmo Jeová entregará você nas minhas mãos.”
(1 Sam. 17:46) Depois, o rei Saul tentou várias vezes
matar Davi. Mas “Jeová estava com” Davi. (1 Sam.
18:12) Ele sabia que Jeová sempre estaria ao lado dele
e que o ajudaria a enfrentar os problemas.
16 Quanto mais confiarmos em Jeová agora, mais cer-
teza teremos de que ele vai nos ajudar no futuro. Por
exemplo, precisamos ter fé e confiança em Jeová quan-
do vamos conversar com o nosso patrão pedindo um dia
para assistir a uma assembleia ou a um congresso. Tam-
bém é preciso ter fé ao conversar com o patrão para
ajustar o horário de trabalho e conseguir assistir às reu-
niões e participar na pregação. Agora, imagine que o
patrão não aceite o nosso pedido e acabe nos demitin-
do. Será que teremos fé em Jeová, confiando que ele
nunca vai nos abandonar e sempre vai dar tudo o que
precisamos? (Heb. 13:5) Muitos que estão no tempo
integral contam experiências que mostram o quanto
Jeová foi fiel e cuidou deles quando mais precisaram.

16. Em que situações poderíamos sentir a bondade de Jeová?

12 A SENTINELA
17
Com Jeová do nosso lado, não precisamos ter
medo do que vai acontecer no futuro. Se colocarmos
Jeová sempre em primeiro lugar em nossas vidas, ele
nunca vai nos abandonar. Para nos ajudar a confiar em
Jeová e lembrar da importância de nos prepararmos
agora para as dificuldades que vêm pela frente, o Corpo
Governante escolheu o Salmo 34:10 como texto para o
ano de 2022: “Não faltará nada de bom aos que buscam
a Jeová.”

17. Qual é o texto para o ano de 2022, e por que esse texto foi
escolhido?

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
IMAGENS Página 4: Mesmo tendo que fugir de Saul e se esconder
numa caverna, Davi sempre foi grato às coisas que Jeová dava a ele.
Página 9: Depois que os israelitas saíram do Egito, Jeová providenciou
o maná e fez com que suas roupas não estragassem.

QUAL É A SUA RESPOSTA?


˛ Em que sentido ˛ Qual era o “se- ˛ O que podemos
podemos dizer gredo” de Paulo fazer agora para
que ‘não nos para ser feliz? nos preparar para
faltará nada o que está por
de bom’? vir?

CÂNTICO 38
Jeová vai te dar força
ESTUDO 2

O que podemos
aprender com o irmão
mais novo de Jesus?
“Tiago, escravo de Deus e do Senhor Jesus Cristo.”
— TIA. 1:1.

CÂNTICO 88
Os teus caminhos quero entender

O QUE VAMOS VER


Tiago e Jesus cresceram juntos. Por isso, Tiago conhecia
o Filho de Deus melhor do que a maioria das pessoas
daquela época. Neste estudo vamos ver o que Tiago, o
irmão mais novo de Jesus, ensinou e por que ele foi tão
importante para o início da congregação cristã.
14
TIAGO, irmão de Jesus, foi criado numa família muito
forte em sentido espiritual.1 José e Maria, seus pais,
amavam muito a Jeová e faziam o melhor para servir a
Ele. Tiago também teve outra bênção: seu irmão mais
velho se tornou o Messias. Ter nascido nessa família foi
um privilégio muito grande para Tiago!
2 Tiago tinha muitos motivos para admirar seu irmão
mais velho. (Mat. 13:55) Por exemplo, quando Jesus ti-
nha 12 anos, ele já conhecia tão bem as Escrituras que
alguns instrutores de Jerusalém ficaram impressiona-
dos com ele. (Luc. 2:46, 47) Tiago talvez tenha traba-
lhado junto com Jesus como carpinteiro. Se esse for o
caso, ele chegou a conhecer muito bem Jesus. O irmão
Nathan Knorr costumava dizer: “Você conhece uma
pessoa muito bem quando trabalha com ela.”2 Tiago
com certeza percebeu que “Jesus progredia em sabedo-
ria e em desenvolvimento físico, e no favor de Deus e
dos homens”. (Luc. 2:52) Depois de tudo isso, seria fá-
cil achar que Tiago se tornaria um dos primeiros discí-
pulos de Jesus. Mas não foi isso que aconteceu.

1 Neste estudo, vamos nos referir a Tiago como irmão de Jesus. Mas
na verdade ele era meio-irmão de Jesus. Foi Tiago quem escreveu o
livro bíblico que leva o seu nome.
2 Nathan Knorr foi um membro do Corpo Governante. Ele terminou sua
carreira na Terra em 1977.

1. Como era a família de Tiago?


2. Que motivos Tiago tinha para admirar seu irmão mais velho?

JANEIRO DE 2022 15
3 Durante todo o tempo que Jesus pregou, Tiago
nunca se tornou um discípulo dele. (João 7:3-5) Na ver-
dade, Tiago talvez tenha sido um dos parentes de Jesus
que achou que ele tinha ‘perdido o juízo’. (Mar. 3:21) E,
pelo visto, Tiago não estava com a mãe deles, Maria,
quando Jesus foi pregado na estaca de tortura. — João
19:25-27.
4 Depois de um tempo, Tiago começou a ter fé em Je-
sus. Ele se tornou um ancião com muitas responsabili-
dades na congregação. Neste estudo, vamos ver duas li-
ções que podemos aprender com Tiago: (1) por que
precisamos continuar humildes e (2) como podemos
melhorar nossa maneira de ensinar outros.

CONTINUE HUMILDE ASSIM COMO TIAGO


5 Quando foi que Tiago se tornou um seguidor leal de
Jesus? Após sua ressurreição, Jesus “apareceu a Tiago
e, então, a todos os apóstolos”. (1 Cor. 15:7) Depois dis-
so, Tiago se tornou um dos discípulos de Jesus. Ele es-
tava junto com os apóstolos em Jerusalém quando eles
receberam espírito santo. (Atos 1:13, 14) Mais tarde,
Tiago teve a alegria de servir como um membro do
corpo governante. (Atos 15:6, 13-22; Gál. 2:9) E, antes
do ano 62, ele foi inspirado por Deus para escrever uma

3. O que Tiago achou de Jesus quando ele começou a pregar?


4. Que lições vamos ver neste estudo?
5. O que Tiago fez depois que Jesus apareceu para ele?

16 A SENTINELA
Tiago cresceu junto
com Jesus e, por isso,
teve a chance de
conhecê-lo muito bem
(Veja o parágrafo 2.)

carta para os cristãos ungidos. Até hoje, todos nós po-


demos aprender muito com essa carta, não importa se
a nossa esperança é viver para sempre na Terra ou no
céu. (Tia. 1:1) De acordo com o historiador judeu Jose-
fo, Tiago foi morto por ordem do sumo sacerdote judai-
co Ananias, filho de Anás. Tiago permaneceu fiel a
Jeová até o fim de sua vida na Terra.
6 Tiago era humilde. Por que podemos dizer isso? Veja
a diferença entre Tiago e os líderes religiosos da época.
Quando Tiago viu as provas claras de que Jesus era o
Filho de Deus, ele humildemente aceitou isso. Mas os
principais sacerdotes em Jerusalém não fizeram o mes-
mo. Por exemplo, eles sabiam que Jesus realmente tinha
ressuscitado Lázaro. Mas em vez de aceitarem que Je-
sus foi enviado por Jeová, eles tentaram matar Jesus e
até Lázaro. (João 11:53; 12:9-11) E um tempo depois,

6. Qual era a diferença entre Tiago e os líderes religiosos da época?

JANEIRO DE 2022 17
quando o próprio Jesus foi ressuscitado, eles tentaram
esconder isso das pessoas. (Mat. 28:11-15) O orgulho
desses líderes religiosos era tão grande que eles acaba-
ram rejeitando o Messias.
7Lição: seja humilde e deixe Jeová ensinar você. Se
não tomarmos cuidado, o orgulho pode aos poucos en-
durecer nosso coração. Veja o que aconteceu com os
fariseus. O coração deles era tão duro por causa do or-
gulho que não conseguiram aceitar as provas claras de
que Jesus era o Filho de Deus. O orgulho é perigoso e
pode acabar nos afastando de Jeová. (João 12:37-40)
Foi justamente por causa disso que os fariseus acaba-
ram perdendo a chance de ter vida eterna. (Mat. 23:13,
33) Então é muito importante deixarmos que a Bíblia e
o espírito santo de Jeová moldem a nossa personalida-
de e o nosso modo de pensar. Isso vai nos ajudar a to-

7. Por que não devemos ser orgulhosos?

Quando Jesus
apareceu para Tiago,
ele humildemente
aceitou que Jesus era
o Messias e se tornou
um discípulo fiel dele
(Veja os parágrafos 5 a 7.)
mar boas decisões. (Tia. 3:17) A humildade de Tiago fez
com que ele aceitasse ser moldado por Jeová. E como
vamos ver, foi justamente por ser humilde que ele con-
seguiu se tornar um instrutor tão bom.

SEJA UM BOM INSTRUTOR COMO TIAGO


8 Tiago não teve uma educação de destaque. Com cer-
teza os líderes religiosos daquela época viam Tiago do
mesmo modo como viam os apóstolos Pedro e João,
como “homens comuns e sem instrução”. (Atos 4:13)
Mesmo assim, Tiago se tornou um ótimo instrutor, e
isso fica muito claro quando lemos o livro bíblico que
ele escreveu. Pode ser que, assim como Tiago, não te-
nhamos muito estudo. Mas com a ajuda do espírito san-
to de Jeová e com todo o treinamento que recebemos
da organização dele, também podemos aprender a ser
bons instrutores. Então vamos ver o que fazia Tiago ser
um instrutor tão bom assim, e como podemos imitar o
exemplo dele.
9 Tiago não usava palavras difíceis nem dava explica-
ções complicadas. Por causa disso, quando Tiago ensina-
va, as pessoas sabiam o que precisavam fazer e como
podiam fazer isso. Por exemplo, Tiago ensinou que os
cristãos podem sofrer injustiças e, mesmo assim, não
se tornar pessoas amargas. Veja só como ele escreveu

8. O que pode nos ajudar a ser bons instrutores?


9. De que maneira Tiago ensinava?

JANEIRO DE 2022 19
isso de modo simples: “Consideramos felizes os que
perseveraram. Vocês ouviram falar da perseverança de
Jó e viram o resultado que Jeová proporcionou; viram
que Jeová tem grande compaixão e é misericordioso.”
(Tia. 5:11) Tiago ensinava usando as Escrituras, e não
suas próprias ideias. Nesse caso, ele usou a Palavra de
Deus para ajudar as pessoas a entender que Jeová sem-
pre recompensa aqueles que são leais, assim como Jó.
Tiago usava palavras simples e explicava as coisas de
uma maneira fácil de entender. Assim, ele não chamava
atenção para ele mesmo, mas dava honra para Jeová.
10 Lição: ensine de modo simples e use a Bíblia. Quan-
do ensinamos a Bíblia para alguém, nosso objetivo não
deve ser mostrar o quanto sabemos, mas sim o quanto
Jeová sabe e o quanto ele nos ama. (Rom. 11:33) Pode-
mos conseguir isso se sempre usarmos a Bíblia quando
formos ensinar. Por exemplo, em vez de falarmos para
o nosso estudante o que nós faríamos no lugar dele, se-
ria melhor considerar alguns exemplos da Bíblia. Assim,
ele vai entender o que Jeová pensa e sente sobre o as-
sunto. Dessa forma, nossos estudantes vão aprender
que o importante é agradar a Jeová, não a nós.
11 Tiago era realista. Ao lermos a carta de Tiago, fica
claro que ele conhecia bem os irmãos e as fraquezas que

10. De que maneira podemos imitar Tiago quando formos ensinar


outros sobre Jeová?
11. Que fraquezas alguns cristãos tinham, e que conselho Tiago
deu para eles? (Tiago 5:13-15)

20 A SENTINELA
tinham que enfrentar. Por exemplo, alguns cristãos de-
moravam um pouco mais para colocar em prática algu-
mas orientações. (Tia. 1:22) Outros davam mais aten-
ção para quem era rico. (Tia. 2:1-3) E alguns tinham
dificuldade em controlar a língua. (Tia. 3:8-10) Por
isso, Tiago deu conselhos diretos sobre o que eles pre-
cisavam fazer. Ele era realista e enxergava os problemas
sérios que os irmãos tinham. Mas ele sabia que os ir-
mãos poderiam mudar. Tiago aconselhou esses irmãos
de uma maneira bondosa, mas sem deixar de ir direto
ao ponto. Além disso, ele incentivou os irmãos a procu-
rarem a ajuda dos anciãos para conseguirem fazer essas
mudanças. — Leia Tiago 5:13-15.
12 Lição: Seja realista e não perca as esperanças. Te-
mos que ser realistas e reconhecer que muitos dos nos-
sos estudantes têm dificuldade em aplicar os conselhos
da Bíblia. (Tia. 4:1-4) Pode levar algum tempo até que
alguns consigam se livrar de hábitos ruins e comecem a
desenvolver as qualidades de um cristão. Assim como
Tiago, também precisamos ser diretos com os nossos
estudantes e dizer no que eles precisam melhorar. Pre-
cisamos também ser positivos, confiando que Jeová vai
atrair as pessoas humildes a ele e dar a força que preci-
sam para fazer mudanças na vida. — Tia. 4:10.
13 Tiago não se achava melhor do que os outros. Para

12. Que confiança podemos ter?


13. O que Tiago achava sobre si mesmo? (Tiago 3:2 e nota)

JANEIRO DE 2022 21
ele, todos os cristãos eram como seus “amados irmãos”.
(Tia. 1:16, 19; 2:5) Tiago também não achava que era
mais importante do que os outros só porque foi irmão
de Jesus ou porque tinha muitas responsabilidades. Ele
nunca dava a impressão de que era perfeito. Pelo con-
trário, ele se incluiu ao dizer as seguintes palavras: “To-
dos nós cometemos erros muitas vezes.” — Leia Tiago
3:2 e nota.
14Lição: lembre-se de que todos nós pecamos. Não
podemos achar que somos melhores do que os nossos
estudantes. Por quê? Se dermos a impressão de que
nunca erramos, eles podem ficar desanimados achando
que nunca vão conseguir fazer o que Deus pede. Mas se
admitirmos que nem sempre é fácil colocar em prática
os princípios da Bíblia e explicarmos como Jeová nos
ajudou a fazer mudanças na vida, vamos ajudar os nos-
sos estudantes a ver que eles também podem servir a
Jeová.
15Tiago usava ilustrações para tocar o coração das
pessoas. Sem dúvida, Tiago tinha a ajuda do espírito
santo. Mas é bem provável que ele tenha aprendido mui-
to com as ilustrações do seu irmão mais velho, Jesus.
Em sua carta, Tiago usou ilustrações simples e práticas.
— Leia Tiago 3:2-6, 10-12.

14. Por que é importante dizer para os estudantes que nós tam-
bém erramos?
15. Como eram as ilustrações de Tiago? (Tiago 3:2-6, 10-12)

22 A SENTINELA
As ilustrações de Tiago eram simples,
claras e tocavam o coração
(Veja os parágrafos 15 e 16.)

16Lição: use ilustrações que toquem o coração. A ilus-


tração certa pode abrir os olhos de uma pessoa. O que
você quer ensinar vai ficar bem claro e gravado na men-
te dela. As ilustrações de Jesus faziam isso. Ninguém
contava ilustrações tão bem quanto ele, e Tiago apren-
deu muito com seu irmão. Vamos ver uma ilustração de
Tiago e ver por que ela é tão boa.
17 Leia Tiago 1:22-25. Essa ilustração funciona muito
bem por vários motivos. Primeiro, Tiago já tinha bem
em mente o que queria ensinar. Nessa ilustração, ele
queria ensinar que para a Palavra de Deus realmente fa-
zer diferença na nossa vida não basta apenas lermos a

16. O que acontece quando usamos uma boa ilustração?


17. Por que podemos dizer que a ilustração de Tiago 1:22-25 fun-
ciona tão bem?

JANEIRO DE 2022 23
Bíblia, temos que colocar em prática o que estamos
aprendendo. Tiago fez uma ilustração com uma coisa
que todo mundo conhecia: um espelho. E qual era a li-
ção da ilustração? Não faria nenhum sentido um homem
se olhar no espelho, ver que seu rosto está sujo e não fa-
zer nada. Do mesmo modo, não faria nenhum sentido
ler a Palavra de Deus, ver que você precisa fazer alguma
mudança na sua personalidade, mas não fazer nada.
18 Como podemos imitar Tiago e usar boas ilustra-
ções? Você pode fazer três coisas: (1) Escolher uma
ilustração que vai deixar mais fácil para o seu estudan-
te entender o que você está ensinando. (2) Fazer ilus-
trações com coisas que as pessoas conhecem bem.
(3) Deixar claro o que a ilustração quer ensinar. Mas e
se você acha difícil fazer boas ilustrações? Você pode
usar o Índice das Publicações da Torre de Vigia. Em “Ilus-
trações” você vai encontrar vários exemplos que pode
usar. Mas lembre-se que as ilustrações são como um mi-
crofone: quando uma pessoa fala no microfone, a voz
dela se destaca das outras pessoas. As ilustrações tam-
bém destacam as lições que queremos ensinar. Por isso
precisamos tomar cuidado e usar ilustrações só nos
pontos principais. Com certeza queremos ser bons ins-
trutores, não para chamar atenção para nós mesmos,
mas para ajudar o maior número possível de pessoas a
fazer parte da família feliz de Jeová.

18. Que três pontos devemos lembrar para conseguirmos fazer


boas ilustrações?

24 A SENTINELA
19
É verdade que nenhum de nós teve o privilégio de
crescer com um irmão mais velho que fosse perfeito.
Mas temos o privilégio de servir a Jeová junto com nos-
sa família espiritual, nossos irmãos cristãos. Quando
passamos tempo, aprendemos e pregamos com nossos
irmãos, mostramos que amamos e damos valor a eles.
Se nos esforçarmos em seguir de perto o exemplo que
Tiago nos deixou, vamos dar honra ao nosso Deus e aju-
dar as pessoas que têm um coração sincero a se ache-
gar ao nosso amoroso Pai, Jeová.

19. Como podemos mostrar que damos valor para nossa família
espiritual?

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
IMAGEM Página 23: Para ensinar como é perigoso usar mal a língua,
Tiago fez uma ilustração de uma chama pequena, algo que todo mundo
conhecia.

QUAL É A SUA RESPOSTA?


˛ Por que precisa- ˛ Por que precisa- ˛ Por que precisa-
mos ser humildes? mos ensinar de mos usar boas
modo simples? ilustrações?

CÂNTICO 114
Seja paciente
ESTUDO 3

O que as lágrimas de
Jesus nos ensinam?
“Jesus começou a chorar.” — JOÃO 11:35.

CÂNTICO 17
“Eu quero!”

O QUE VAMOS VER


Jesus passou por emoções tão fortes que, em alguns
momentos, ele chorou. Neste estudo, vamos ver três
ocasiões em que Jesus chorou, e o que podemos
aprender com cada uma delas.
26
QUAL foi a última vez que você chorou? Algumas vezes
choramos de alegria. Mas na maioria das vezes chora-
mos de tristeza. Por exemplo, é difícil segurar as lágri-
mas quando alguém que amamos morre. Laura, uma
irmã dos Estados Unidos, escreveu: “Às vezes, eu me
sentia tão arrasada com a morte da minha filha que
parecia que nada podia me consolar. Nessas horas, eu
sentia que o meu coração doía tanto que não conseguia
entender como eu ainda continuava viva.”1
2 Nós também podemos chorar por outros motivos.
Hiromi, uma pioneira no Japão, disse: “De vez em quan-
do, eu me sinto muito desanimada com a falta de inte-
resse das pessoas em aprender sobre a Bíblia. Às vezes,
eu oro para Jeová chorando e peço a ajuda dele para
encontrar alguém que queira aprender a verdade.”
3 Você já se sentiu alguma vez como Laura ou Hiro-
mi? Muitos de nós já nos sentimos assim. (1 Ped. 5:9)
Queremos ‘servir a Jeová com alegria’. (Sal. 100:2) Mas,
às vezes, acabamos servindo a ele com lágrimas por cau-
sa da dor de perder alguém na morte, do desânimo ou
de situações que testam nossa lealdade a Deus. (Sal.
6:6) O que pode nos ajudar a enfrentar todas essas
situações?

1 Alguns nomes foram mudados.

1-3. Que situações podem nos fazer chorar?

JANEIRO DE 2022 27
4 O exemplo de Jesus pode nos ajudar. Jesus também
enfrentou situações difíceis que o fizeram chorar. (João
11:35; Luc. 19:41; 22:44; Heb. 5:7) Neste estudo, vamos
ver o que podemos aprender com as lágrimas de Jesus.
Vamos ver também o que pode nos ajudar a lidar com
situações que nos fazem chorar.

JESUS CHOROU POR SEUS AMIGOS


5 No ano 32, Jesus perdeu um amigo querido na mor-
te; Lázaro ficou doente e morreu. (João 11:3, 14) Láza-
ro tinha duas irmãs, Maria e Marta, e Jesus amava mui-
to essa família. As duas mulheres ficaram arrasadas com
a perda do seu irmão. Depois de Lázaro ter morrido, Je-
sus viajou para Betânia, onde Maria e Marta moravam.

4. O que vamos ver neste estudo?


5. O que você aprendeu sobre Jesus ao ler João 11:32-36?

Imite a Jesus e dê apoio


para quem perdeu alguém
(Veja os parágrafos 5 a 9.)
Quando Marta ficou sabendo que Jesus estava ali, ela
foi correndo ao encontro dele. Tente imaginar a triste-
za na voz de Marta quando ela disse: “Senhor, se esti-
vesse aqui, meu irmão não teria morrido.” (João 11:21)
Depois, ao ver Maria e outros chorando, Jesus também
“começou a chorar”. — Leia João 11:32-36.
6 Por que Jesus chorou naquele momento? O Estudo
Perspicaz das Escrituras dá a seguinte resposta: “A morte
de seu amigo Lázaro, e o resultante pesar para as irmãs
de Lázaro, moveram Jesus a ‘gemer e verter lágrimas’.”1
Pode ser que Jesus tenha pensado em como seu amigo
Lázaro sofreu por causa daquela doença, e como ele
deve ter se sentido quando percebeu que estava morren-
do. E, com certeza, ver Marta e Maria tristes daquele jei-
to também fez Jesus chorar. Se você já perdeu um ami-
go ou alguém da família, com certeza você consegue
entender como Jesus se sentiu. Agora vamos ver três
lições que podemos aprender com esse relato.
7 Jeová entende os seus sentimentos. A Bíblia diz que
Jesus é “a representação exata” de Jeová. (Heb. 1:3) En-
tão, quando Jesus chorou, com certeza seu Pai também
se sentiu triste. (João 14:9) Se você está enfrentando a
dor de perder alguém na morte, saiba que Jeová não só

1 Veja Estudo Perspicaz das Escrituras, volume 2, página 96.

6. Por que Jesus chorou?


7. O que as lágrimas que Jesus derramou por seus amigos nos en-
sinam sobre Jeová?

JANEIRO DE 2022 29
entende os seus sentimentos como também se sente tris-
te junto com você. Ele quer muito cuidar de você e ali-
viar a dor terrível que está sentindo. — Sal. 34:18; 147:3.
8 Jesus quer muito ressuscitar quem você perdeu na
morte. Antes de chorar, Jesus garantiu para Marta que
Lázaro ‘se levantaria’. E ela sabia que Jesus estava falan-
do a verdade. (João 11:23-27) Marta era uma serva fiel
de Jeová e, por isso, com certeza ela sabia que os pro-
fetas Elias e Eliseu tinham ressuscitado pessoas no pas-
sado. (1 Reis 17:17-24; 2 Reis 4:32-37) E ela deve ter ou-
vido sobre as ressurreições que o próprio Jesus tinha
feito. (Luc. 7:11-15; 8:41, 42, 49-56) Marta tinha certe-
za de que iria ver seu irmão de novo. E você pode ter a
mesma certeza: você vai ver de novo seus amigos e pa-
rentes que já morreram! As lágrimas que Jesus derra-
mou quando estava consolando seus queridos amigos
são prova de que ele quer muito trazer de volta essas
pessoas que já morreram.
9 Você pode apoiar quem perdeu alguém. Jesus chorou
com Marta e Maria. Mas ele também ouviu o que elas
tinham a dizer e falou palavras de consolo para elas. Nós
também podemos imitar esse exemplo de Jesus. Dan,
um ancião que mora na Austrália, diz: “Eu precisei de
muita ajuda depois que a minha esposa morreu. E mui-

8. Por que podemos ter certeza de que Jesus vai trazer de volta
aqueles que já morreram?
9. Assim como Jesus, como podemos dar apoio para aqueles que
perderam alguém na morte? Dê um exemplo.

30 A SENTINELA
tos casais se colocaram à disposição para me ouvir a
qualquer hora do dia ou da noite. Eles me deixavam fa-
lar tudo que eu estava sentindo e não ficavam sem jeito
quando eu começava a chorar. Além disso, eles me de-
ram ajuda prática. Tinha dias que eu não conseguia fazer
nada, mas eles lavavam meu carro, faziam compras e até
cozinhavam pra mim. E eles sempre oravam junto comi-
go. Eles provaram que eram verdadeiros amigos e que
eram irmãos dispostos a ajudar em ‘tempos de aflição’.”
— Pro. 17:17.

JESUS CHOROU PELAS PESSOAS


QUE NÃO ACEITARAM A SUA MENSAGEM
10 No dia 9 de nisã do ano 33, Jesus foi para Jerusa-
lém. Enquanto ele entrava na cidade, muitas pessoas se
juntaram para recebê-lo. Elas colocaram suas roupas no
chão pelo caminho que ele ia passar, reconhecendo Je-
sus como o rei delas. Com certeza, aquele foi um dia
muito feliz. (Leia Lucas 19:36-40.) Por isso, os discípu-
los devem ter achado estranha a reação de Jesus quan-
do eles entraram na cidade. “Quando [Jesus] chegou
perto, observou a cidade e chorou por ela.” Com lágri-
mas nos olhos, Jesus disse o que iria acontecer com as
pessoas de Jerusalém. — Luc. 19:41-44.
11 Jesus se sentiu triste porque sabia que, apesar de as

10. O que aconteceu quando Jesus chegou em Jerusalém no dia


9 de nisã?
11. Por que Jesus chorou pelas pessoas de Jerusalém?

JANEIRO DE 2022 31
pessoas o terem recebido bem, a maioria dos judeus não
iria dar ouvidos à mensagem que ele pregava. Por causa
dessa atitude, Jerusalém seria destruída e os judeus
que sobrevivessem seriam levados como escravos. (Luc.
21:20-24) As palavras de Jesus se cumpriram. A maio-
ria infelizmente rejeitou a mensagem dele. E no seu ter-
ritório? As pessoas aceitam bem a mensagem que você
prega? Se a maioria não dá muita atenção, o que você
pode aprender do exemplo de Jesus? Vamos ver mais
três lições.
12 Jeová se importa com as pessoas. As lágrimas de Je-
sus nos fazem lembrar de como Jeová também se impor-
ta com as pessoas. A Bíblia diz: “[Ele] não deseja que
ninguém seja destruído, mas deseja que todos alcancem
o arrependimento.” (2 Ped. 3:9) Também podemos mos-
trar que amamos nosso próximo por nos esforçar em
tocar o coração das pessoas com as boas novas. — Mat.
22:39.1
13Jesus fazia o seu melhor na pregação. Jesus amava
as pessoas e pregava em qualquer oportunidade. (Luc.

1 Em Mateus 22:39, a palavra grega traduzida como “próximo” pode se


referir a uma pessoa que mora perto, mas também pode se referir a
qualquer pessoa com quem se tem algum tipo de contato.

12. O que as lágrimas que Jesus derramou nos ensinam sobre


Jeová?
13-14. Como Jesus mostrou que tinha pena das pessoas, e como
podemos fazer o mesmo?

32 A SENTINELA
Imite a Jesus e pregue
em horários diferentes
(Veja os parágrafos 13 e 14.)

19:47, 48) Por que ele fazia isso? Porque tinha pena das
pessoas. Às vezes, eram tantas pessoas querendo ouvir
Jesus que ele e seus discípulos não tinham nem tempo
para comer. (Mar. 3:20) Jesus chegou a pregar até de
noite porque um homem queria ouvir a mensagem dele
nesse horário. (João 3:1, 2) É verdade que a maioria das
pessoas não deram ouvidos a Jesus nem se tornaram
seus discípulos. Mas com certeza todas elas receberam
um bom testemunho. Nós também queremos que todos
tenham a oportunidade de ouvir as boas novas. (Atos
10:42) E, para isso, pode ser que precisemos fazer
alguns ajustes no nosso ministério.
14 Esteja disposto a se adaptar. Se sempre pregarmos
no mesmo horário, pode ser que não consigamos encon-
trar pessoas que queiram aprender a verdade. Uma
pioneira chamada Matilda disse: “Eu e meu marido
JANEIRO DE 2022 33
tentamos pregar para as pessoas em horários diferentes.
De manhã cedo, nós pregamos num território comer-
cial. Ao meio-dia, quando a maioria das pessoas está na
rua, usamos o carrinho de publicações. E mais para o
fim do dia, nós conseguimos encontrar as pessoas em
casa.” Em vez de sempre pregarmos num horário que é
melhor para nós, precisamos nos ajustar para pregar em
horários em que vamos conseguir encontrar mais pes-
soas. Se fizermos isso, podemos ter certeza que Jeová
vai ficar muito feliz.

JESUS CHOROU PORQUE ESTAVA


PREOCUPADO COM O NOME DE SEU PAI
15 No final da noite de 14 de nisã do ano 33, Jesus foi
até o jardim de Getsêmani. Lá, ele abriu o coração a
Jeová. (Leia Lucas 22:39-44.) Jesus “fez pedidos e sú-
plicas, com fortes clamores e lágrimas”. (Heb. 5:7) So-
bre o que Jesus orou na última noite antes de morrer?
Ele orou pedindo força para fazer a vontade de Jeová e
continuar leal até o fim. Jeová ouviu essa súplica e
enviou um anjo para fortalecê-lo.
16 Jesus chorou no jardim de Getsêmani porque esta-
va muito preocupado. Ele sabia que seria acusado de não
ter respeito por Deus ou pelo nome de Deus. Ele tam-
bém sabia que tinha uma grande responsabilidade: per-

15. De acordo com Lucas 22:39-44, o que aconteceu na última noi-


te de Jesus na Terra?
16. Por que Jesus estava tão preocupado no jardim de Getsêmani?

34 A SENTINELA
Imite a Jesus e suplique
a ajuda de Jeová
(Veja os parágrafos 15 a 17.)

manecer leal e apoiar a soberania de Jeová. Se você está


enfrentando uma situação muito difícil que está testan-
do sua lealdade a Jeová, o que você pode aprender com
as lágrimas de Jesus? Veja três lições que serão de ajuda.
17 Jeová escuta nossas súplicas. Jeová escutou os pedi-
dos que Jesus fez. Por quê? Porque a maior preocupa-
ção de Jesus era continuar leal a seu Pai e defender o
nome Dele. Se tivermos essa mesma preocupação, Jeová
vai responder às nossas orações quando pedirmos aju-
da. — Sal. 145:18, 19.
18Jesus entende como nos sentimos. Quando estamos
passando por uma situação difícil, é muito bom conver-

17. O modo como Jeová respondeu às orações de Jesus nos ensi-


na o quê?
18. Por que podemos dizer que Jesus é como um amigo?

JANEIRO DE 2022 35
sar com um amigo que nos entende, principalmente se
ele já tiver passado pela mesma coisa que nós. Jesus é
como esse amigo. Ele sabe o que é se sentir fraco e pre-
cisar de ajuda. Jesus entende nossas fraquezas e vai fa-
zer de tudo para nos dar ajuda “no tempo certo”. (Heb.
4:15, 16) Jesus aceitou a ajuda de um anjo quando esta-
va no jardim de Getsêmani. Nós também precisamos
aceitar a ajuda que Jeová nos dá, seja por meio de uma
publicação, um vídeo, um discurso, um ancião ou um
amigo maduro.
19 Você vai receber “a paz de Deus”. Quando oramos a
Jeová, ele nos dá a força que precisamos. Sentimos “a
paz de Deus, que está além de toda compreensão”. (Fil.
4:6, 7) Essa paz vai acalmar o nosso coração e nos aju-
dar a colocar os pensamentos no lugar. Foi isso que
aconteceu com uma irmã chamada Luz. Ela disse: “Eu
me sinto muito sozinha e sofro muito por causa disso.
Às vezes, eu me sinto tão mal que eu acho que Jeová não
me ama. Quando isso acontece, eu paro e, na mesma
hora, conto para Jeová como estou me sentindo. A ora-
ção me ajuda a controlar meus sentimentos.” As palavras
da irmã Luz deixam claro que a oração pode nos dar paz.
20Estudar sobre as lágrimas de Jesus nos consola e
nos ensina lições práticas. Vimos que precisamos dar

19. O que pode nos ajudar a enfrentar situações difíceis que tes-
tam nossa lealdade a Deus? Dê um exemplo.
20. As lágrimas de Jesus nos ensinam que lições?

36 A SENTINELA
apoio para aqueles que perderam alguém na morte, e
confiar que Jeová e Jesus vão nos ajudar se nós passar-
mos por isso. Vimos também que precisamos imitar o
amor de Jeová e Jesus ao pregar e ensinar. E como
aprendemos, é muito bom saber que Jeová e seu Filho
entendem nossos sentimentos e nossas fraquezas e que-
rem nos ajudar. Isso com certeza nos consola muito. En-
tão vamos continuar aplicando o que aprendemos neste
estudo até o dia em que Jeová cumprir a sua maravilho-
sa promessa de ‘enxugar dos nossos olhos toda lágrima’.
— Apo. 21:4.

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
IMAGENS Página 28: Jesus consolando Maria e Marta. Nós também
podemos consolar uma pessoa que perdeu alguém na morte.
Página 33: Jesus estava disposto a ensinar Nicodemos à noite.
Devemos estudar a Bíblia com as pessoas no horário que for melhor
para elas. Página 35: Jesus orou para conseguir ser leal a Jeová.
Precisamos fazer o mesmo quando enfrentamos desafios.

QUE LIÇÕES VOCÊ APRENDEU SOBRE JESUS EM . . .


˛ João 11:35 ˛ Lucas 19:41 ˛ Lucas 22:44;
Hebreus 5:7

CÂNTICO 120
Seja humilde como Jesus
ESTUDO 4

Por que assistimos


à Celebração?
“Persistam em fazer isso em memória de mim.” — LUC. 22:19.

CÂNTICO 20
Jeová nos deu o seu melhor

O QUE VAMOS VER


Para nós, é um privilégio assistir à Celebração todos
os anos, não importa se temos a esperança de viver para
sempre no céu ou na Terra. Neste estudo, vamos ver que
motivos a Bíblia dá para assistirmos à Celebração, e por
que é importante fazermos isso.
38
VOCÊ já perdeu alguém que você amava muito? Com
certeza você ainda se lembra dessa pessoa, não impor-
ta quanto tempo tenha passado. Todo ano, na data em
que ela morreu, você sem dúvida se lembra dela com
muito carinho.
2 Todos os anos, milhões de pessoas no mundo todo
se reúnem na data em que Jesus morreu. (1 Ped. 1:8)
Nessa ocasião, lembramos da esperança que temos: fi-
car livres do pecado e da morte por causa do sacrifí-
cio que Jesus fez por nós. (Mat. 20:28) Jesus quer que
seus seguidores lembrem da morte dele. Na noite antes
de morrer, ele deixou isso bem claro ao dizer: “Persis-
tam em fazer isso em memória de mim.”1 — Luc. 22:19.
3 Dos milhões de pessoas que assistem à Celebração
todos os anos, poucas têm a esperança de viver no céu.
A maioria tem a esperança de viver aqui mesmo, na Ter-
ra. Neste estudo, vamos ver que razões temos para as-
sistir à Celebração, seja qual for a nossa esperança.
Vamos ver também por que assistir à Celebração é im-
portante para nós. Então vamos começar vendo por
que os ungidos precisam estar presentes na Celebração.

1 Essas palavras também foram traduzidas como: “Façam isto para se


lembrar de mim.” (Bíblia Fácil de Ler)

1-2. (a) Quando nos lembramos com ainda mais carinho de al-
guém que morreu? (b) Na noite antes de morrer, o que Jesus disse
para seus discípulos fazer?
3. O que vamos ver neste estudo?

JANEIRO DE 2022 39
POR QUE OS UNGIDOS
ASSISTEM À CELEBRAÇÃO?
4 Os ungidos assistem à Celebração todos os anos e
participam nela, comendo do pão e bebendo do vinho.
Mas por que eles fazem isso? Para entendermos melhor,
precisamos saber o que aconteceu na última noite de
Jesus aqui na Terra. Jesus e os discípulos tinham aca-
bado de comemorar uma festividade dos judeus chama-
da Páscoa. Daí, Jesus deu início à Ceia do Senhor, o que
nós chamamos hoje de Celebração da morte de Cristo.
Nessa ocasião, ele passou o pão e o vinho para os seus
11 apóstolos fiéis e disse para eles comerem e beberem.
Além disso, Jesus falou com eles sobre dois pactos, ou
acordos: o novo pacto e o pacto do Reino.1 (Luc. 22:19,
20, 28-30) Por causa desses pactos, os apóstolos se tor-
nariam reis e sacerdotes no céu. E esses pactos também
abrem as portas para um pequeno número de seguido-
res de Jesus terem esse mesmo privilégio. (Apo. 5:10;
14:1) Por fazerem parte desses dois pactos, só o restan-
te ungido2 come do pão e bebe do vinho na Celebração.

1 Para mais informações sobre o novo pacto e o pacto do Reino, veja


o estudo “Vocês se tornarão ‘um reino de sacerdotes’ ”, na Sentinela
de 15 de outubro de 2014, páginas 15 a 17.
2 ENTENDA MELHOR: A expressão restante ungido se refere aos cris-
tãos ungidos que ainda estão vivos na Terra.

4. Por que os ungidos comem do pão e bebem do vinho na Cele-


bração?

40 A SENTINELA
5 Mas existe outro motivo de os ungidos darem tan-
to valor para a Celebração: essa é uma boa ocasião
para eles meditarem na esperança que têm. Jeová deu a
eles uma esperança maravilhosa: ter vida imortal no
céu, servindo junto com Jesus Cristo e os outros un-
gidos, e ainda ter o privilégio de estar na presença do
próprio Jeová Deus! (1 Cor. 15:51-53; 1 João 3:2) Os
ungidos sabem que para conseguir alcançar essa espe-
rança, eles precisam ser fiéis a Jeová até a morte de-
les aqui na Terra. (2 Tim. 4:7, 8) Eles ficam muito feli-
zes de meditar na esperança que têm. (Tito 2:13) Mas
e as “outras ovelhas”? (João 10:16) Por que elas assis-
tem à Celebração?

POR QUE AS OUTRAS OVELHAS


ASSISTEM À CELEBRAÇÃO?
6 As outras ovelhas vão à Celebração, mas não co-
mem do pão nem bebem do vinho. Elas ficam felizes de
apenas assistir à Celebração. Em 1938 foi a primeira vez
que as pessoas que têm esperança de viver na Terra fo-
ram convidadas oficialmente para assistir à Celebra-
ção. A Sentinela de 1.u de março de 1938 disse: “É in-
teiramente justo e próprio que [as outras ovelhas]
estejam presentes nessa reunião, observando o que se

5. Que esperança os ungidos têm, e o que eles precisam fazer para


alcançar essa esperança?
6. Por que as outras ovelhas assistem à Celebração?

JANEIRO DE 2022 41
faz . . . Este deve ser e é tempo de regozijo para [elas]
também.” As outras ovelhas ficam muito felizes de as-
sistir à Celebração, da mesma forma que um convida-
do fica muito feliz de assistir a uma cerimônia de ca-
samento.
7 As outras ovelhas também gostam de meditar na es-
perança que têm. Por isso, elas têm muito interesse em
ouvir o discurso da Celebração. Esse discurso fala so-
bre o que Jesus e os 144 mil ungidos vão fazer a favor
da humanidade durante o Reinado de Mil Anos de Cris-
to. Jesus, com a ajuda dos ungidos, vai transformar a
Terra num paraíso e levar a humanidade à perfeição.
Para os milhões de pessoas que assistem à Celebração,
é muito emocionante imaginar como será o futuro
aqui na Terra quando se cumprirem as profecias de
Isaías 35:5, 6; 65:21-23 e Apocalipse 21:3, 4. Imaginar
como será a vida no novo mundo, junto com nossos pa-
rentes e amigos, vai fortalecer a nossa esperança e a
nossa determinação de servir a Jeová para sempre.
— Mat. 24:13; Gál. 6:9.
8As outras ovelhas também assistem à Celebração
por outro motivo. Qual? Elas querem mostrar o seu
amor e apoio aos ungidos. A Bíblia já dizia que os un-

7. Por que as outras ovelhas acham importante ouvir o discurso da


Celebração?
8. Que outro motivo as outras ovelhas têm para assistir à Celebra-
ção?

42 A SENTINELA
gidos e as outras ovelhas trabalhariam juntos. Vamos
analisar três profecias que mostram isso.
9 Leia Zacarias 8:23. Essa profecia faz uma bela des-
crição do que as outras ovelhas sentem por seus ir-
mãos ungidos. As palavras “um judeu” e “vocês” se re-
ferem ao mesmo grupo: o restante ungido. (Rom. 2:28,
29) Os “dez homens de todas as línguas das nações”
representam as outras ovelhas. Elas se ‘agarram firme-
mente’, ou seja, se apegam lealmente aos ungidos,
adorando juntos a Jeová. É por isso que elas fazem
questão de estarem presentes na noite da Celebração,
dando apoio de todo o coração aos ungidos.
10 Leia Ezequiel 37:15-19, 24, 25. Jeová está cum-
prindo essa profecia ao fazer com que os ungidos e as
outras ovelhas trabalhem juntos e sejam bem unidos. A
profecia fala de dois bastões. Aqueles que têm a espe-
rança de viver no céu são como o bastão “para Judá”
(a tribo em que os reis de Israel eram escolhidos por
Jeová), e os que têm a esperança de viver na Terra são
como o bastão “de Efraim”.1 Jeová uniria esses dois

1 Para saber mais sobre a profecia dos dois bastões de Ezequiel capí-
tulo 37, veja A Adoração Pura de Jeová É Restaurada!, páginas 130 a
135, parágrafos 3 a 17.

9. Como a profecia de Zacarias 8:23 mostra o que as outras ove-


lhas sentem pelos ungidos?
10. Como Jeová está cumprindo a profecia de Ezequiel 37:15-19,
24, 25?

JANEIRO DE 2022 43
grupos para se tornarem “um só bastão”. Isso significa
que esses dois grupos servem juntos obedecendo ao
seu Rei, Jesus Cristo. Uma prova disso é que todo ano
os ungidos e as outras ovelhas assistem juntos à Cele-
bração, não como dois grupos separados, mas como
“um só rebanho, com um só pastor”. — João 10:16.
11Leia Mateus 25:31-36, 40. Quem são “as ovelhas”
dessa ilustração? Elas são os justos que vivem na épo-
ca do fim e têm a esperança de viver na Terra. Jesus
também as chamou de “outras ovelhas”. Elas têm a res-
ponsabilidade de ajudar os cristãos ungidos que ainda
estão na Terra. As outras ovelhas fazem isso principal-
mente por participar da enorme tarefa de pregar e fa-
zer discípulos de todas as pessoas. — Mat. 24:14;
28:19, 20.
12 Todo ano, nas semanas anteriores à Celebração, as
outras ovelhas apoiam os cristãos ungidos por traba-
lhar numa campanha mundial de pregação. O objetivo
dessa campanha é convidar pessoas interessadas para
assistir à Celebração. (Veja o quadro “Você está se pre-
parando para a Celebração?”.) As outras ovelhas tam-
bém ajudam a organizar a Celebração nas suas con-
gregações, mesmo que não tenha nenhum ungido na

11. Qual é a principal maneira de “as ovelhas” apoiarem os irmãos


de Cristo? (Mateus 25:31-36, 40)
12-13. De que outros modos as outras ovelhas apoiam os irmãos
de Cristo?

44 A SENTINELA
congregação. Para elas, é um grande privilégio ajudar
os irmãos de Cristo dessas maneiras. As outras ovelhas
sabem que para Jesus qualquer ajuda que derem aos un-
gidos é como se fosse para ele mesmo. — Mat. 25:37-40.
13Seja qual for nossa esperança, que outros motivos
todos nós temos para assistir à Celebração?

POR QUE TODOS NÓS


ASSISTIMOS À CELEBRAÇÃO?
14 Assistir à Celebração é uma maneira de agradecer
o amor que Jeová e Jesus mostraram por nós. Jeová já
mostrou de muitas maneiras diferentes que nos ama.
Mas uma maneira foi especial. Por amor, Jeová enviou
seu querido Filho para sofrer e morrer por nós. (João
3:16) E ninguém forçou Jesus, ele fez isso por amor.
(João 15:13) Nunca vamos conseguir retribuir todo o
amor que Jeová e Jesus mostraram por nós. Mas po-
demos mostrar nossa gratidão por tudo o que eles fi-
zeram pelo modo como levamos a vida a cada dia. (Col.
3:15) É por isso que assistimos à Celebração: para me-
ditar no amor que eles têm por nós e para mostrar o
amor que temos por eles.
15Nós damos muito valor ao resgate. (Mat. 20:28)
Para os ungidos, o resgate é muito valioso porque

14. De que maneira Jeová e Jesus mostraram amor por nós?


15. Por que o resgate é muito valioso para os ungidos e para as ou-
tras ovelhas?

JANEIRO DE 2022 45
Você está se preparando
para a Celebração?

ANTES DA CELEBRAÇÃO
˘ Tente apoiar o máximo que você puder a campanha
do convite da Celebração. Faça uma lista das
pessoas que você quer convidar.

˘ Ore e pense seriamente na possibilidade de sair


como pioneiro auxiliar durante o mês da Celebração.

˘ Tire um tempo para estudar artigos que falam


sobre a Celebração e o resgate. Assim, você vai
aumentar sua gratidão pelo que Jeová e Jesus
fizeram por você. Por exemplo, você pode estudar
os capítulos 14 e 23 do livro Achegue-se a Jeová
e o capítulo 17 do livro ‘Venha Ser Meu Seguidor’.

˘ Faça a leitura da Bíblia para a Celebração


que aparece no livreto Examine as Escrituras
Diariamente. Tire um tempo para meditar nos
últimos dias de Jesus na Terra, na morte e na
ressurreição dele.

46 A SENTINELA
NA NOITE DA CELEBRAÇÃO
˘ Chegue cedo para cumprimentar os visitantes e
aqueles que estão inativos.

˘ Preste atenção ao discurso e acompanhe na sua


Bíblia os textos que o orador falar.

˘ Logo depois que o discurso acabar, tente conversar


com algum visitante. Você pode tirar as dúvidas que
ele tiver e, se ele mostrar interesse, você ou outra
pessoa pode fazer uma visita para ele.

DEPOIS DA CELEBRAÇÃO
Faça uma visita para alguém que mostrou interesse e
ofereça um estudo bíblico na brochura Seja Feliz para
Sempre!.

JANEIRO DE 2022 47
torna possível a esperança de viverem no céu. Por te-
rem fé no sacrifício de Jesus, os ungidos são declara-
dos justos por Jeová e são adotados por ele como seus
filhos. (Rom. 5:1; 8:15-17, 23) O resgate também é mui-
to valioso para as outras ovelhas. Por causa da fé que
têm no sacrifício de Jesus, elas podem ter uma posi-
ção limpa perante Jeová, o privilégio de servir a ele de
maneira aceitável e a esperança de sobreviver à “gran-
de tribulação”. (Apo. 7:13-15) Então quer você tenha a
esperança de viver no céu ou de viver na Terra, você
pode mostrar que o resgate é muito valioso para você
por assistir à Celebração todos os anos.
16Outro motivo de assistirmos à Celebração é que
queremos obedecer a Jesus. Seja qual for a nossa espe-
rança, todos nós queremos obedecer à ordem que Je-
sus deu. Na noite antes de morrer, ele disse: “Persis-
tam em fazer isso em memória de mim.” — 1 Cor.
11:23, 24.

POR QUE É IMPORTANTE


ASSISTIR À CELEBRAÇÃO?
17Nós ficamos mais próximos de Jeová. (Tia. 4:8)
Como já vimos, a Celebração é uma boa ocasião para
nos lembrarmos da esperança que Jeová nos deu e
para meditarmos no amor que ele mostrou por nós.

16. Que outro motivo temos para assistir à Celebração?


17. Como a Celebração nos aproxima mais de Jeová?

48 A SENTINELA
(Jer. 29:11; 1 João 4:8-10) Pensar nessas coisas faz
nosso amor por Jeová ficar mais forte e nos aproxima
mais dele. — Rom. 8:38, 39.
18 Nós ficamos mais determinados a imitar o exemplo
de Jesus. (1 Ped. 2:21) Para preparar o coração nos
dias antes da Celebração, nós lemos alguns trechos da
Bíblia sobre os últimos dias de Jesus aqui na Terra.
Daí, na noite da Celebração, o discurso que é feito nos
ajuda a lembrar do amor que Jesus mostrou por nós.
(Efé. 5:2; 1 João 3:16) Quando lemos sobre a vida de
Jesus e meditamos nela, ficamos ainda mais determi-
nados a “continuar andando assim como ele andou”.
— 1 João 2:6.
19 Nós ficamos ainda mais decididos a continuar ami-
gos de Jeová. (Judas 20, 21) Nossa amizade com Jeová
vai continuar bem forte se: obedecermos a ele, alegrar-
mos o coração dele e fizermos o nosso máximo para
santificar o nome dele. (Pro. 27:11; Mat. 6:9; 1 João
5:3) Assistir à Celebração nos ajuda a estar determina-
dos a continuar vivendo de um jeito que agrada a
Jeová, como se estivéssemos dizendo: ‘Eu amo o Se-
nhor e quero continuar te servindo para sempre!’

18. Meditar no exemplo de Jesus vai nos dar a determinação de


fazer o quê?
19. Nossa amizade com Jeová vai continuar bem forte se fizermos
o quê?

JANEIRO DE 2022 49
20 Quer nossa esperança seja viver para sempre no
céu ou na Terra, todos nós temos bons motivos para
assistir à Celebração. Essa é uma data em que nos lem-
bramos da morte de alguém que amamos muito: Jesus
Cristo. Além disso, nos lembramos do amor que Jeová
nos mostrou quando enviou seu Filho como resgate.
Essa foi a maior demonstração de amor que alguém já
poderia ter feito. Neste ano, a Celebração vai ser na
noite de sexta-feira, 15 de abril. Nós amamos muito a
Jeová e a Jesus. Por isso, nada é mais importante do
que estarmos presentes na Celebração da morte de
Cristo.

20. Que bons motivos temos para assistir à Celebração?

QUAL É A SUA RESPOSTA?


˛ Por que os ˛ Por que as outras ˛ Por que é impor-
ungidos assistem ovelhas assistem tante para todos
à Celebração? à Celebração? nós assistir à
Celebração?

CÂNTICO 16
Jeová escolheu nosso Rei
ESTUDO 5

Use o seu tempo “do


melhor modo possível”
“Estejam bem atentos para não andarem como tolos,
mas como sábios, usando o seu tempo do melhor modo
possível.” — EFÉ. 5:15, 16.

CÂNTICO 8
Jeová é um refúgio

O QUE VAMOS VER


Jeová é o nosso melhor Amigo. Damos muito valor à nos-
sa amizade com ele e queremos conhecê-lo melhor. As-
sim como leva tempo para conhecer alguém, leva tempo
para fortalecer nossa amizade com Jeová. Mas nós temos
uma vida muito agitada. Então como podemos tirar tem-
po para nos achegar ao nosso Pai celestial? E por que é
bom fazermos isso?
51
NÓS gostamos de estar com as pessoas que amamos.
Por exemplo, um casal que se ama gosta de passar
tempo juntos. Os jovens gostam de estar com os
seus amigos. E todos nós gostamos de passar tempo
com nossos irmãos da congregação. Mas acima de
tudo, nós amamos passar tempo com o nosso Deus.
Como podemos fazer isso? Por orar a ele, ler a Bíblia
e meditar nas suas promessas e nas suas belas qua-
lidades. Não concorda que o tempo que passamos
com Jeová é muito precioso? — Sal. 139:17.
2 É verdade que gostamos de passar tempo com
Jeová, mas isso nem sempre é fácil. Nós levamos
uma vida agitada, e por isso pode ser difícil encon-
trar tempo para as atividades espirituais. Traba-
lho, família e outras responsabilidades podem exigir
muito do nosso tempo. Por isso podemos achar que
não temos tempo para orar, estudar ou meditar.
3 Também precisamos ter cuidado com outra coi-
sa. Podemos ficar tão ocupados com atividades que
não são necessariamente erradas que ficamos sem
tempo para nos achegar a Jeová. Pense na questão
da diversão. Todos nós precisamos descansar e nos
divertir. Mas mesmo quando o tipo de diversão que
1. Como podemos passar tempo com Jeová?
2. Por que nem sempre é fácil passar tempo com Jeová?
3. Precisamos ter cuidado com que outra coisa?

52 A SENTINELA
escolhemos é bom, se gastarmos tempo demais com
isso, podemos ficar com pouco tempo para ativida-
des espirituais. Por isso precisamos manter a diver-
são no devido lugar. — Pro. 25:27; 1 Tim. 4:8.
4 Neste estudo, nós vamos ver por que precisamos
estabelecer as prioridades certas. Também vamos
ver como podemos usar o tempo que passamos com
Jeová do melhor modo possível e por que é bom fa-
zermos isso.

FAÇA BOAS ESCOLHAS E ESTABELEÇA


AS PRIORIDADES CERTAS
5 Escolha o melhor modo de usar a vida. Os jovens
normalmente se preocupam com o que vão fazer da
sua vida. De um lado, os seus professores e paren-
tes que não são cristãos talvez os incentivem a fazer
faculdade para conseguir uma carreira de sucesso.
Isso provavelmente tomaria muito tempo. Por outro
lado, os pais e os amigos da congregação talvez in-
centivem o jovem a usar a sua vida no serviço de
Jeová. O que pode ajudar um jovem que ama a
Jeová a tomar a melhor decisão? Ele pode ler Efé-
sios 5:15-17. (Leia.) Depois, ele pode meditar nas
4. O que vamos ver neste estudo?
5. Como o texto de Efésios 5:15-17 pode ajudar um jovem a esco-
lher o melhor modo de usar sua vida?

JANEIRO DE 2022 53
seguintes perguntas: ‘Qual é “a vontade de Jeová”?
Que escolha vai agradar a ele? Que decisão vai me
ajudar a usar o meu tempo do melhor modo possí-
vel?’ Como diz o texto de Efésios, “os dias são
maus”, e este mundo governado por Satanás logo vai
acabar. Por isso seria sábio usar a nossa vida de um
modo que agrade a Jeová.
6 Estabeleça as prioridades certas. Às vezes, para
usar o nosso tempo do melhor modo possível, vamos
precisar escolher entre duas atividades que não são
erradas. Por exemplo, pense em quando Jesus visi-
tou Marta e Maria. Com certeza, Marta estava ani-
mada por receber Jesus em sua casa e queria prepa-
rar uma refeição bem caprichada. Já a irmã dela,
Maria, aproveitou aquela oportunidade para se sen-
tar perto de Jesus e ouvir o que ele tinha para ensi-
nar. Marta tinha boas intenções, mas Maria “esco-
lheu a melhor parte”. (Luc. 10:38-42, segunda nota)
Com o tempo, Maria talvez tenha se esquecido do
que eles comeram naquele dia. Mas com certeza, ela
nunca se esqueceu do que aprendeu com Jesus. Para
Maria, o tempo que ela passava com Jesus era mui-
to precioso. Nós também damos muito valor ao tem-
po que passamos com Jeová. Como podemos usar
esse tempo do melhor modo possível?
6. Que escolha Maria fez, e por que essa foi uma boa escolha?

54 A SENTINELA
USE O SEU TEMPO COM JEOVÁ
DO MELHOR MODO POSS ÍVEL
7 Não se esqueça de que orar, estudar e meditar faz
parte da nossa adoração. Quando oramos, nós fala-
mos com o nosso Pai celestial, que nos ama muito.
(Sal. 5:7) Quando estudamos a Bíblia, nós encontra-
mos “o conhecimento de Deus”, a pessoa mais sábia
que existe. (Pro. 2:1-5) Quando meditamos, nós
pensamos nas belas qualidades de Jeová e nas suas
maravilhosas promessas para o futuro. Com certe-
za, esse é o melhor modo de usar o seu tempo, não
acha? Mas já que nossa vida é tão agitada, como po-
demos usar o tempo do melhor modo possível?
8 Se possível, escolha um lugar tranquilo. Pense no
exemplo de Jesus. Antes de começar o seu ministé-
rio, Jesus passou 40 dias no deserto. (Luc. 4:1, 2)
Naquele lugar calmo, Jesus pôde orar a Jeová e me-
ditar na vontade do seu Pai para ele. Fazer isso com
certeza preparou Jesus para as provas que ele logo
iria enfrentar. O que você pode aprender com o
exemplo de Jesus? Se sua família for grande, pode
ser difícil encontrar um lugar tranquilo dentro de
7. Por que é muito importante orar, estudar e meditar?
8. Como Jesus usou o tempo que passou no deserto, e o que
aprendemos com isso?

JANEIRO DE 2022 55
O que acha de procurar
um lugar tranquilo para
fazer o seu estudo
pessoal?
(Veja os parágrafos 8 e 9.)

casa. Nesses casos, talvez seja melhor ir para outro


lugar. É isso o que uma irmã chamada Julie faz
quando quer orar a Jeová. Ela e o marido moram
num apartamento pequeno na França, e Julie nem
sempre consegue ficar sozinha, sem distrações. Ela
conta: “Por isso eu vou caminhar no parque todo
dia. Lá, eu consigo ficar sozinha, me concentrar e
realmente conversar com Jeová.”
9Jesus tinha uma vida bem ocupada. Durante o
seu ministério, multidões iam atrás dele para todo
lugar que ele ia, e queriam a sua atenção. Apesar
disso, Jesus tirava tempo para orar a Jeová. Certa
vez, “a cidade toda estava reunida” para vê-lo. Mes-
mo assim, antes de amanhecer, ele fez questão de ir
a “um lugar isolado” para passar um tempo sozinho
com o seu Pai. — Mar. 1:32-35.
9. Como Jesus mostrou que dava valor à sua amizade com Jeová?

56 A SENTINELA
10 Na noite antes de morrer, já no fim do seu mi-
nistério, Jesus mais uma vez procurou um lugar
tranquilo para orar e meditar. Ele foi até o jardim de
Getsêmani. (Mat. 26:36) Naquela noite, Jesus deu
para os seus discípulos um conselho muito impor-
tante sobre oração.
11 Pense no que aconteceu naquela noite. Quando
Jesus e os discípulos chegaram ao jardim de Getsê-
mani, já era bem tarde, talvez mais de meia-noite.
Jesus disse para eles: “Mantenham-se vigilantes”, e
se afastou para orar. (Mat. 26:37-39) Mas enquanto
ele estava orando, os apóstolos dormiram. Quando
Jesus voltou e os encontrou dormindo, ele disse
mais uma vez: “Mantenham-se vigilantes e orem
continuamente.” (Leia Mateus 26:40, 41.) Jesus sa-
bia que eles estavam cansados e muito aflitos. Ele foi
compreensivo, reconhecendo que “a carne é fraca”.
Mas o que aconteceu? Jesus foi orar mais duas ve-
zes e, quando voltou, encontrou os apóstolos dor-
mindo. — Mat. 26:42-45.
12Escolha a hora certa. Às vezes, podemos nos
sentir estressados ou cansados demais para orar. Já
10-11. Que conselho Jesus deu para os seus apóstolos em Mateus
26:40, 41, mas o que aconteceu?
12. O que podemos fazer quando nos sentimos estressados ou
cansados demais para orar?

JANEIRO DE 2022 57
se sentiu assim? Você não é o único. O que você
pode fazer então? Algumas pessoas que tinham o
costume de orar antes de dormir descobriram que
muitas vezes é melhor orar mais cedo, quando estão
menos cansadas. Outros perceberam que a posição
em que ficam enquanto oram faz diferença. Mas e
se você se sente muito ansioso ou desanimado de-
mais para orar? Diga para Jeová como você se sen-
te. Pode ter certeza de que o nosso Pai amoroso vai
entender. — Sal. 139:4.
13Ao estudar, cuidado com as distrações. A oração
não é a única forma de fortalecer nossa amizade
com Jeová. Também podemos fazer isso por estudar
a Bíblia e assistir às reuniões. O que você pode fa-
13. Por que os aparelhos eletrônicos podem atrapalhar o nosso
tempo com Jeová?

O que acha de orar


quando não estiver
tão cansado?
(Veja o parágrafo 12.)
O que acha de não
responder mensagens
ou e-mails durante
as reuniões?
(Veja os parágrafos 13 e 14.)

zer para aproveitar bem o tempo que separou para


essas atividades? Pergunte-se: ‘O que costuma me
distrair durante as reuniões e quando estou tentan-
do estudar?’ Algo que pode atrapalhar é receber li-
gações, e-mails ou mensagens no celular ou em ou-
tro aparelho eletrônico. Esses aparelhos são muito
úteis, e bilhões de pessoas têm um. Mas alguns pes-
quisadores descobriram que só o fato de o celular
estar perto de nós já pode nos distrair. Um profes-
sor de psicologia disse que “a pessoa não consegue
se concentrar no que está fazendo” e é como se “a
mente estivesse em outro lugar”. Antes de as nossas
assembleias e congressos começarem, normalmente
é dado um anúncio para deixarmos os aparelhos
eletrônicos no modo silencioso para não distrair
JANEIRO DE 2022 59
outros. Será que podemos fazer a mesma coisa para
que esses aparelhos não distraiam a gente quando
estamos passando tempo com Jeová?
14 Peça a ajuda de Jeová para se concentrar. Às ve-
zes, podemos ficar pensando em outras coisas en-
quanto estamos estudando ou assistindo às reu-
niões. Se isso acontecer com você, peça a ajuda de
Jeová. É verdade que pode ser difícil nos concentrar
em coisas espirituais quando estamos ansiosos ou
preocupados. Mas fazer isso é muito importante.
Então ore pedindo a paz de Deus, que vai proteger
não só o seu coração, mas também a sua “mente”.
— Leia Filipenses 4:6, 7.

POR QUE É BOM PASSARMOS


TEMPO COM JEOVÁ?
15 É muito bom tirarmos tempo para conversar
com Jeová, escutar a ele e pensar sobre ele. Por
quê? Primeiro, porque você vai tomar decisões me-
lhores. A Bíblia garante que “quem anda com sábios
se tornará sábio”. (Pro. 13:20) Então, se você passar
tempo com Jeová, a pessoa mais sábia que existe,
com certeza você vai se tornar mais sábio. Você vai
14. De acordo com Filipenses 4:6, 7, como Jeová pode nos ajudar
a nos concentrar?
15. Por que é bom passarmos tempo com Jeová?

60 A SENTINELA
entender melhor como tomar decisões que vão agra-
dar a ele e não vão magoá-lo.
16 Segundo, você vai se tornar um instrutor melhor.
Um dos nossos objetivos principais quando estuda-
mos a Bíblia com alguém é ajudar essa pessoa a amar
a Jeová. Quando passamos tempo com o nosso Pai
celestial, nosso amor por ele aumenta. Daí, fica mais
fácil ajudarmos nosso estudante a amar a Jeová
também. Foi isso o que aconteceu com Jesus. Ele fa-
lava com tanto amor do seu Pai que os seus seguido-
res se sentiram motivados a também amar a Jeová.
— João 17:25, 26.
17 Terceiro, sua fé vai ficar mais forte. Pense no
que acontece quando você pede para Jeová orienta-
ção, consolo e ajuda. Toda vez que ele responde sua
oração, sua fé nele fica mais forte. (1 João 5:15) Ou-
tra coisa que ajuda a aumentar a nossa fé é o estu-
do pessoal. Afinal, a Bíblia diz que “a fé segue ao
que se ouve”. (Rom. 10:17) Quando estudamos a Bí-
blia, nós estamos como que ouvindo a Jeová. Mas
para termos uma fé forte, não basta só aprender so-
bre Jeová. O que mais precisamos fazer?
16. Por que passar tempo com Jeová nos ajuda a ser instrutores
melhores?
17. Por que a oração e o estudo pessoal aumentam a nossa fé?

JANEIRO DE 2022 61
18 Precisamos meditar no que aprendemos. Pense
no que aconteceu com o escritor do Salmo 77. Ele fi-
cou aflito porque achava que ele e os israelitas ti-
nham sido rejeitados por Jeová. O salmista ficou tão
ansioso que não conseguia dormir. (Versículos 2-8)
O que ele fez então? Ele disse a Jeová: “Meditarei
em todos os teus atos e refletirei nas tuas ações.”
(Versículo 12) É claro que o salmista sabia o que
Jeová já tinha feito pelo Seu povo no passado. Mes-
mo assim, ele ficou ansioso e se perguntou: “Esque-
ceu-se Deus de mostrar favor, ou será que sua ira fez
a sua misericórdia cessar?” (Versículo 9) Daí, o sal-
mista meditou nas obras de Jeová e no fato de que
Ele já tinha mostrado misericórdia e compaixão pelo
Seu povo no passado. (Versículo 11) Qual foi o re-
sultado? O salmista ficou convencido de que Jeová
nunca ia abandonar o Seu povo. (Versículo 15) Da
mesma forma, se você meditar no que Jeová já fez
pelo Seu povo, e no que ele já fez por você pessoal-
mente, sua fé também vai ficar mais forte.
19Quarto e mais importante, o seu amor por Jeová
vai aumentar. Mais do que qualquer outra qualida-
de, é o amor que vai motivar você a obedecer a
Jeová, a fazer sacrifícios para agradar a ele e a per-
18. Como o Salmo 77 mostra a importância de meditar?
19. Que outro motivo temos para passar tempo com Jeová?

62 A SENTINELA
severar diante de qualquer dificuldade. (Mat. 22:37-
39; 1 Cor. 13:4, 7; 1 João 5:3) E nada é mais precio-
so do que o nosso amor por Jeová e nossa amizade
com ele! — Sal. 63:1-8.
20 Nunca se esqueça de que orar, estudar e medi-
tar faz parte da nossa adoração. Assim como Jesus,
procure um lugar tranquilo para passar tempo com
Jeová. Evite as distrações. E peça a ajuda de Jeová
para se concentrar durante as atividades espirituais.
Se você usar o seu tempo do melhor modo possível
agora, Jeová vai abençoar você com vida eterna no
Paraíso. — Mar. 4:24.
20. O que você está decidido a fazer para usar bem o seu tempo
com Jeová?

QUAL É A SUA RESPOSTA?


˛ O que Jesus fez ˛ Como podemos ˛ Por que é bom
para cuidar da usar o nosso passarmos tempo
sua amizade tempo do melhor com Jeová?
com Jeová? modo possível?

CÂNTICO 28
Quem pode ser amigo de Jeová?
34567 ˙
January 2022
Vol. 143, No. 1 PORTUGUESE (Brazil)

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Estudo 1 X 28 de fevereiro–6 de março 2
“Não faltará nada de bom aos que buscam a Jeová”
_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Estudo 2 X 7-13 de março 14
O que podemos aprender com o irmão
mais novo de Jesus?
_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Estudo 3 X 14-20 de março 26
O que as lágrimas de Jesus nos ensinam?
_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Estudo 4 X 21-27 de março 38
Por que assistimos à Celebração?
_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Estudo 5 X 28 de março–3 de abril 51
Use o seu tempo “do melhor modo possível”

IMAGEM DA CAPA:
Pode ser que, durante a grande tribulação, Gogue de Magogue nos ataque em
nossas casas. Mas podemos ficar tranquilos já que Jesus e seus anjos estarão
atentos a esse ataque e vão nos defender. (Veja o estudo 1, parágrafo 13.)

Esta revista não é vendida. Ela faz parte de um trabalho


voluntário para ajudar as pessoas no mundo todo a entender
a Bíblia. As despesas desse trabalho são cobertas por
donativos. Para fazer um donativo, acesse donate.jw.org. Acesse o site jw.org
Se não houver nenhuma observação, os textos bíblicos citados ou capture o código
nesta revista são da Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada.
´

s
A Sentinela, janeiro de 2022. A Sentinela (ISSN 0043-1087) e publicada
pela Watchtower Bible and Tract Society of New York, Inc., Wallkill, New
˜ ´ ´
York, U.S.A., e pela Associaçao Torre de Vigia de Bıblias e Tratados, Cesario
˜
wlp22.01-T

Lange, Sao Paulo, Brasil. ˘ 2021 Watch Tower Bible and Tract Society of
210929

Pennsylvania. Impressa no Brasil.

Você também pode gostar