Você está na página 1de 2

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL CRUZEIRO DO SUL

DIRETORA: LANA GLAYCE DIAS PROFESSORA: IRLANE MATOS


DISCIPLINA: ESTUDOS AMAZÔNICOS 2º BIMESTRE-JUNHO
SÉRIE: 8º ANO TURMAS: F8M901 E F8M902
ALUNO(A): _______________________________________________________
DINÂMICA POPULACIONAL NA AMAZÔNIA
Segundo as estimativas do IBGE, a população brasileira atual é de mais de 213.188.000 habitantes. Temos a
sexta maior população do mundo segundo estimativas da ONU. A região amazônica é a região menos povoada e menos
populosa do país. Isso se deve, historicamente, ao processo de colonização, que foi mais tardia em comparação ao
restante do país, e, também, por questões de dimensões territoriais, pois se trata da maior região brasileira, o que
possibilita menor densidade demográfica (número de habitantes por km²).
Houve uma fase em que a Amazônia era considerada um “vazio demográfico”. Esse pensamento foi responsável
por várias atrocidades contra os nossos povos tradicionais e também contra imigrantes que foram encaminhados para a
região de forma irresponsável por governos que não tiveram a sensibilidade de procurar conhecer as particularidades do
uso da terra e das relações dos povos da floresta e das beiras de rio com o território.
Para a nossa região, já na fase da República, foram enviados trabalhadores de outras regiões para os seringais
na virada do século XIX para o XX (para aproveitar o sucesso das exportações da borracha nativa) e na II Guerra
Mundial (para apoiar os países Aliados). Mas o momento mais crítico dessa política de povoamento da Amazônia foi o
regime militar que anunciou a região como “terra sem homens para homens sem-terra”, e que encaminhou inúmeras
famílias para cá com a promessa de novas oportunidades, porém com o objetivo real de explorar nossos recursos naturais
em larga escala. A abertura de rodovias federais, implantação de projetos de assentamentos rurais para imigrantes e a
promessa de empregos nos grandes projetos de infraestrutura e mineração foram as marcas da estratégia e da propaganda
dos governos militares.
Hoje sabemos que esse conceito de vazio demográfico não se aplica à nossa realidade. Ainda assim, fica muito
difícil reverter os erros do passado. As consequências desses erros ainda são sentidas até os dias de hoje nas nossas
cidades, no campo e na floresta. Para o jornalista Lúcio Flávio Pinto, “fatos que marcaram a abertura de outras fronteiras
no passado são reeditados na atual “corrida” à Amazônia, como matança de índios, conflitos fatais pela posse da terra,
pistoleiros de aluguel executando pessoas incômodas, trabalho mantido sob regime de escravidão, desrespeito aos mais
essenciais direitos humanos, ocorrência de doenças já extintas nas partes mais desenvolvidas”, são algumas dessas
consequências sociais que persistem.
População, usos do território e urbanização
A população da Amazônia Legal aumentou de 8,2 milhões em 1972 para 28,1 milhões de habitantes em 2020, o que
representa 13% da população brasileira. A densidade demográfica na região é ainda baixa: 5,6 habitantes por km². Em relação
aos estados, o Pará é o mais populoso, com 8,8 milhões, seguido por Maranhão (5,9 milhões) e Amazonas (4,2 milhões). Por
outro lado, o Amapá (862 mil) e Roraima (631 mil) são os estados menos populosos na região.
A Amazônia Legal possui 45% do território composto por Áreas Protegidas. Essas áreas distribuem-se em Unidades
de Conservação (UC) de Uso Sustentável com aproximadamente 11%, Proteção Integral com 8%, Terras Indígenas (TI) com
23%, Áreas de Proteção Ambiental (APA) com 3% e Terras Quilombolas (TQ) com apenas 0,2% da área da região. Em
seguida, as áreas com Cadastro Ambiental Rural (26%), os assentamentos rurais (8%), as áreas militares (1%) e outras áreas
(20%) completam o território da região. (https://amazonia2030.org.br/fatos-da-amazonia-2021/)
O Pará, que é o nosso estado, apresenta baixa densidade demográfica (cerca de 6 hab./km²). Certamente que
essa densidade demográfica é apenas uma média, pois em algumas áreas há maior concentração de população e em
outras há baixos índices de ocupação populacional. Só a cidade de Belém, por exemplo, tem uma população de quase
1,5 milhão de habitantes, segundo estimativas atuais do IBGE. Mesmo assim, de acordo com o último Censo do IBGE,
o Pará apresenta índice de urbanização abaixo de 70%, um dos mais baixos do país. De qualquer maneira, a urbanização
da população no estado é crescente, muito em função dos conflitos agrários e do remanejamento involuntário de famílias
de área de construção de hidrelétricas, entre outros fatores que provocam esse processo.
Cerca de 74% da população amazônica vive em cidades. As capitais são mais populosas, pois muitas pessoas
procuram essas cidades por oferecerem mais estrutura e oportunidades. É interessante destacar que a maioria das nossas
cidades são consideradas cidades rurais, ou seja, cidades que mantêm vínculos profundos com o campo e a floresta.
ATIVIDADE
I.Assinale com um X a alternativa correta:
1.A Amazônia é uma região muito conhecida pela sua natureza, mas pouco se fala sobre a nossa população. No entanto,
a região apresenta uma dinâmica populacional interessante, com vários momentos que se diferenciam entre si e muitas
singularidades de acordo com as diversas áreas. Sobre as características da dinâmica populacional da nossa região, é
verdadeiro afirmar:
a)A Amazônia é a região mais povoada e a menos populosa do Brasil.
b)A Amazônia é um grande vazio demográfico.
c)A Amazônia tem a maioria da sua população vivendo em cidades.
d)A Amazônia tem um total de habitantes que representa apenas 1,3% da população brasileira.

2. A densidade demográfica na Amazônia Legal, apesar das políticas de povoamento, é ainda baixa: 5,6 habitantes por km².
Qual é o estado mais populoso da região?
a)Pará. b)Maranhão. c)Amazonas. d)Amapá.

II.Responda:
1.Os conjuntos de imagens A e B representam dois momentos diferentes das políticas governamentais de povoamento da
Amazônia. Identifique cada um desses momentos e os objetivos dos governos da época.
IMAGENS A

R:_____________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
IMAGENS B

R:_____________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
2.Cite algumas das consequências sociais negativas da política de povoamento realizada pelos governos brasileiros
desde os governos militares na Amazônia.
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
BOM ESTUDO!

Você também pode gostar