Você está na página 1de 3

CURSO PREPARATÓRIO MAXIMUS

DATA: _____/_____/______
Aluno: _______________________________.
Disciplina: HISTÓRIA DO BRASIL.
SIMULAR

1. (UNAERP-SP) Em 1534, o governo português concluiu 5. (Vunesp) O Brasil foi dividido em quinze quinhões, por
que a única forma de ocupação do Brasil seria através da uma série de linhas paralelas ao equador que iam do litoral
colonização. Era necessário colonizar, simultaneamente, ao meridiano de Tordesilhas, sendo os quinhões entregues
todo o extenso território brasileiro. Essa colonização dirigida (…) [a] um grupo diversificado, no qual havia gente da
pelo governo português se deu através da: pequena nobreza, burocratas e comerciantes, tendo em
a) criação da Companhia Geral do Comércio do Estado do comum suas ligações com a Coroa.
Brasil. (B. Fausto, História do Brasil.)
b) criação do sistema de governo-geral e câmaras No texto, o historiador refere-se às
municipais. A) câmaras setoriais.
c) criação das capitanias hereditárias. B) sesmarias.
d) montagem do sistema colonial. C) colônias de povoamento.
e) criação e distribuição das sesmarias. D) capitanias hereditárias.
E) controladorias.
2. (FESO-RJ) "O governo-geral foi instituído por D. João
III, em 1548, para coordenar as práticas colonizadoras do 6. (UEL) A política econômica do mercantilismo explica, no
Brasil. Consistiriam estas últimas em dar às capitanias Brasil Colônia, a:
hereditárias uma assistência mais eficiente e promover a a) decadência da economia de subsistência no Nordeste.
valorização econômica e o povoamento das áreas não b) introdução do trabalho assalariado na agricultura.
ocupadas pelos donatários." (Manoel Maurício de c) prática econômica da substituição de importações.
Albuquerque. Pequena história da formação social brasileira. d) implementação da indústria têxtil no Sudeste.
Rio de Janeiro: Graal, 1984. p. 180.) As afirmativas abaixo e) implantação da empresa agrícola açucareira.
identificam corretamente algumas das atribuições do
governador-geral, à exceção de: 7. (UFSCar) Sobre a economia e a sociedade do Brasil no
a) Estimular e realizar expedições desbravadoras de regiões período colonial, é correto relacionar
interiores, visando, entre outros aspectos, à descoberta de A) economia diversificada de subsistência, grande
metais preciosos. propriedade agrícola e mão-de-obra livre.
b) Visitar e fiscalizar as capitanias hereditárias e reais, B) produção para o mercado interno, policultura e
especialmente aquelas que vivenciavam problemas quanto exploração da mão-de-obra indígena no litoral.
ao povoamento e à exploração das terras. C) capitalismo industrial, exportação de matérias-primas e
c) Distribuir sesmarias, particularmente para os beneficiários exploração do trabalho escravo temporário.
que comprovassem rendas e meios de valorizar D) produção de manufaturados, pequenas unidades agrícolas
economicamente as terras recebidas. e exploração do trabalho servil.
d) Regular as alianças com tribos indígenas, controlando e E) capitalismo comercial, latifúndio monocultor exportador
limitando a ação das ordens religiosas, em especial da e exploração da mão-de-obra escrava.
Companhia de Jesus.
e) Organizar a defesa da costa e promover o 8. (UNIFESP) Com relação à economia do açúcar e da
desenvolvimento da construção naval e do comércio de pecuária no nordeste durante o período colonial, é correto
cabotagem. afirmar que:
A) por serem as duas atividades essenciais e
3.  (UEL-PR) No Brasil colônia, a pecuária teve um papel complementares, portanto as mais permanentes, foram as
decisivo na: que mais usaram escravos.
a) ocupação das áreas litorâneas B) a primeira, tecnologicamente mais complexa, recorria à
b) expulsão do assalariado do campo escravidão, e a segunda, tecnologicamente mais simples, ao
c) formação e exploração dos minifúndios trabalho livre.
d) fixação do escravo na agricultura C) a técnica era rudimentar em ambas, na agricultura por
e) expansão para o interior causa da escravidão, e na criação de animais por atender ao
mercado interno.
4. (Fuvest-SP) Podemos afirmar sobre o período da D) tanto em uma quanto em outra, desenvolveram-se formas
mineração no Brasil que: mistas e sofisticadas de trabalho livre e de trabalho
a) atraídos pelo ouro, vieram para o Brasil aventureiros de compulsório.
toda espécie, que inviabilizaram a mineração. E) por serem diferentes e independentes uma da outra, não
b) a exploração das minas de ouro só trouxe benefícios para se pode estabelecer qualquer tentativa de comparação entre
Portugal. ambas.
c) a mineração deu origem a uma classe média urbana que
teve papel decisivo na independência do Brasil. 9. (Mack) Entre as funções desempenhadas pela Igreja
d) o ouro beneficiou apenas a Inglaterra, que financiou sua Católica no período colonial, destaca-se:
exploração. a) o incentivo à escravização dos nativos, pelos colonos, por
e) a mineração contribuiu para interligar as várias regiões do meio da qualificação de todos os índios como criaturas sem
Brasil e foi fator de diferenciação da sociedade. alma.
b) a tentativa de restringir a utilização de mão-de-obra armazenamento de produtos da terra, que deveriam seguir
escrava indígena, apenas aos serviços agrícolas nas áreas de para o mercado europeu.
extração do ouro e da prata. d) tanto as feitorias portuguesas fundadas ao longo do litoral
c) a orientação da educação indígena, no sentido de brasileiro quanto as fundadas nas Índias tinham idêntico
estimular a formação, na colônia, de uma elite intelectual caráter: a presença do Estado português e a ausência de
católica. interesses de particulares.
d) a imposição dos princípios cristãos por meio da e) o êxito das feitorias afastou a presença de corsários
catequese, favorecendo o avanço do processo colonizador. franceses e estimulou a criação das capitanias hereditárias.
e) a promoção da plena alfabetização com a conversão de
todos os índios e negros à fé católica. 13. (Fuvest) A produção de açúcar, no Brasil colonial:
a) possibilitou o povoamento e a ocupação de todo o
10. (Cesgranrio) O início da colonização portuguesa no território nacional, enriquecendo grande parte da população.
Brasil, no chamado período "pré-colonial" (1500-1530), foi b) praticada por grandes, médios e pequenos lavradores,
marcado pelo(a): permitiu a formação de uma sólida classe média rural.
a) envio de expedições exploratórias do litoral e pelo c) consolidou no Nordeste uma economia baseada no
escambo do pau-brasil; latifundiário monocultor e escravocrata que atendia aos
b) plantio e exploração do pau-brasil, associado ao tráfico interesses do sistema português.
africano. d) desde o início garantiu o enriquecimento da região Sul do
c) deslocamento, para a América, da estrutura administrativa país e foi a base econômica de sua hegemonia na República.
e militar já experimentada no Oriente; e) não exigindo muitos braços, desencorajou a importação
d) fixação de grupos missionários de várias ordens religiosas de escravos, liberando capitais para atividades mais
para catequizar os indígenas; lucrativas.
e) implantação da lavoura canavieira, apoiada em capitais
holandeses. 14. (Mackenzie) Duas atividades econômicas destacaram-se
durante o período colonial brasileiro: a açucareira e a
11. (Puccamp) Não, é nossa terra, a terra do índio. Isso que mineração. Com relação a essas atividades econômicas, é
a gente quer mostrar pro Brasil: gostamos muito do Brasil, correto afirmar que:
amamos o Brasil, valorizamos as coisas do Brasil porque o a) na atividade açucareira, prevalecia o latifúndio e a
adubo do Brasil são os corpos dos nossos antepassados e ruralização, a mineração favorecia a urbanização e a
todo o patrimônio ecológico que existe por aqui foi expansão do mercado interno.
protegido pelos povos indígenas. Quando Cabral chegou, a b) o trabalho escravo era predominante na atividade
gente o recebeu com sinceridade, com a verdade, e o pessoal açucareira e o assalariado na mineradora.
achou que a gente era inocente demais e aí fomos traídos: c) o ouro do Brasil foi para a Holanda e os lucros do açúcar
aquilo que era nosso, que a gente queria repartir, passou a serviram para a acumulação de capitais ingleses.
ser objeto de ambição. Do ponto de vista do colonizador, era d) geraram movimentos nativistas como a Guerra dos
tomar para dominar a terra, dominar nossa cultura, anulando Emboabas e a Revolução Farroupilha.
a gente como civilização.(Revista "Caros Amigos". ano 4. e) favoreceram o abastecimento de gêneros de primeira
no. 37. Abril/2000. p. 36). necessidade para os colonos e o desenvolvimento de uma
A respeito do início da colonização, período abordado pelo economia independente da Metrópole.
texto, pode-se afirmar que a primeira forma de exploração
econômica exercida pelos colonizadores, e a dominação 15. (UFMG) O interesse dos holandeses em ocupar áreas no
cultural e religiosa difundida pelo território brasileiro são, Brasil está relacionado com:
respectivamente, a) a conquista territorial de pontos estratégicos visando a
a) a plantation no Nordeste e as bandeiras realizadas pelos quebrar o monopólio da rota da prata.
paulistas. b) as barreiras impostas pela Espanha à participação
b) a extração das "drogas do sertão" e a implantação das flamenga no comércio açucareiro.
missões. c) os contratos preferenciais firmados entre Portugal e
c) o escambo de pau-brasil e a catequização empreendida Inglaterra.
pela Companhia de Jesus. d) as solicitações de senhores de engenho, insatisfeitos com
d) a mineração no Sudeste e a imposição da "língua geral" o supermonopólio metropolitano.
em toda a Colônia. e) a instalação de técnicas mais avançadas, visando à
e) o cultivo da cana-de-açúcar e a "domesticação" dos índios elevação da produtividade.
por meio da agricultura.
16. (PUC-RS) As invasões holandesas no Brasil, no século
12. (Ufpe) As feitorias portuguesas no Novo Mundo foram XVII, estavam relacionadas à necessidade de os Países
formas de assegurar, aos conquistadores, as terras Baixos manterem e ampliarem sua hegemonia no comércio
descobertas. Sobre essas feitorias, é correto afirmar que: do açúcar na Europa, que havia sido interrompido:
a) a feitoria foi uma forma de colonização, empregada por a) pela política de monopólio comercial da Coroa
portugueses na África, na Ásia e no Brasil, com pleno êxito portuguesa, reafirmada em represália à mobilização anti-
para a atividade agrícola. colonial dos grandes proprietários de terra;
b) as feitorias substituíram as capitanias hereditárias durante b) pelos interesses ingleses que dominavam o comércio
o Governo Geral de Mem de Sá, como proposta mais entre o Brasil e Portugal;
moderna de administração colonial. c) pela política pombalina, que objetivava desenvolver o
c) as feitorias foram estabelecimentos fundados por beneficiamento do açúcar na própria Colônia, com apoio dos
portugueses no litoral das terras conquistadas e serviam para ingleses;
d) pelos interesses comerciais dos franceses, que estavam 20. (Fatec) Podemos dizer que a economia mineradora do
presentes no Maranhão, em relação ao açúcar; século XVIII, no Brasil,
e) pela guerra de independência dos Países Baixos contra a a) era escravocrata, rigidamente estratificada do ponto de
Espanha, e seus consequentes reflexos na Colônia vista social e tinha em seu topo uma classe proprietária
portuguesa, devido à União Ibérica. bastante dependente do capital holandês.
b) baseava-se na grande propriedade e na produção para
17. (PUC-PR) Uma das principais consequências da União exportação; estimulou o aparecimento das primeiras estradas
Ibérica (1580 - 1640) para o Brasil foi: de ferro e gerou a acumulação de capital posteriormente
a) a decadência do bandeirantismo como atividade de aplicado em indústrias.
penetração, já que o Tratado de Tordesilhas deixou de c) era voltada principalmente para as necessidades do
funcionar; mercado interno; utilizava o trabalho escravo e o livre;
b) o desenvolvimento da economia mineratória, difundiu a pequena propriedade fundiária nas regiões
aproveitando-se os brasileiros da experiência espanhola interioranas do Brasil.
nesse setor; d) estimulou o aparecimento de cidades e da classe média;
c) a formação da Companhia Geral do Comércio de estruturava-se na base do trabalho livre do colono imigrante
Pernambuco, por determinação direta de Filipe II; e da pequena propriedade.
d) a eclosão de vários movimentos nativistas de tendência e) era rigidamente controlada pelo estado; empregava o
emancipadora, como a Guerra dos Emboabas; trabalho escravo, mas permitia também o aparecimento de
e) a invasão holandesa do Nordeste e a posterior decadência pequenos proprietários e trabalhadores independentes;
da cultura canavieira brasileira, com a fixação dos acabou favorecendo, indiretamente, a acumulação capitalista
holandeses nas Antilhas. que deu origem à Revolução Industrial inglesa.

18. (Univali-SC) As expedições chamadas de Entradas e 21. (Fuvest) Foram características dominantes da
Bandeiras tinham como objetivo a procura de riquezas colonização portuguesa na América:
minerais e/ou a caça ao índio para escravizá-lo e vendê-lo no a) pequenas unidades de produção diversificada, comércio
litoral. O papel histórico das Entradas e Bandeiras pode ser livre e trabalho compulsório.
assim resumido: b) grandes unidades produtivas de exportação, monopólio do
a) Determinaram a ocupação efetiva do interior do Brasil e comércio e escravidão.
deram ao nosso país sua atual configuração geográfica. c) pacto colonial, exploração de minérios e trabalho livre.
b) Contribuíram para a implantação de uma nova política d) latifúndio, produção monocultora e trabalho assalariado
colonizadora, aproximando índios e colonos. de indígenas.
c) Iniciaram aproveitamento verdadeiro das terras agrícolas e) exportação de matérias-primas, minifúndio e servidão.
do oeste mudando a situação econômica da Colônia.
d) Por razões políticas e econômicas, contribuíram para a 22. (Mackenzie) Constituíram importantes fatores para o
mudança da capital do Vice-Reino do Rio de Janeiro para a sucesso da lavoura canavieira no início da colonização do
Bahia. Brasil:
e) Respeitaram o Meridiano de Tordesilhas, evitando, assim, a) o domínio espanhol, que possibilitou o crescimento do
conflitos armados entre portugueses e espanhóis. mercado consumidor interno.
b) o predomínio da mão-de-obra livre com técnicas
19. (UFU) A atividade bandeirante marcou a atuação dos avançadas.
habitantes da Capitania de São Vicente entre os séculos XVI c) o financiamento, transporte e refinação nas mãos da
e XVIII. A esse respeito, assinale a alternativa correta: Holanda e a produção a cargo de Portugal.
a) Buscando capturar o índio para utilizá-lo como mão de d) a expulsão dos holandeses que trouxe a imediata
obra, ou para descobrir minas de metais e pedras preciosas, recuperação dos mercados e ascensão econômica dos
o chamado bandeirismo apresador e o prospector foram senhores de engenho.
importantes para a ampliação dos limites geográficos do e) a estrutura fundiária, baseada na pequena propriedade
Brasil colonial. voltada para o consumo interno.
b) As bandeiras eram empresas organizadas e mantidas pela
Metrópole, com o objetivo de conquistar e povoar o interior
da colônia, assim como garantir, efetivamente, a posse e o
domínio do território.
c) As chamadas bandeiras apresadoras tinham uma
organização interna militarizada e eram compostas
exclusivamente por homens brancos, chefiados por uma
autoridade militar da Coroa.
d) O que explicou o impulso do bandeirismo do século XVII
foi a assinatura do tratado de fronteiras com a Espanha, que
redefiniu a linha de Tordesilhas e abriu as regiões de Mato
Grosso até o Rio Grande do Sul, possibilitando a conquista e
a exploração portuguesa.
e) Derivado da bandeira de apresamento, o sertanismo de
contrato era uma empresa particular, organizada com o
objetivo de pesquisar indícios de riquezas minerais,
especialmente nas regiões de Mato Grosso e Minas Gerais.

Você também pode gostar