Você está na página 1de 29

PALAVRAS DO

“MESTRE ARION”
RESPOSTAS DE FRANZ BARDON
ÀS PERGUNTAS DE SEUS ESTUDANTES

PRIMEIRA PARTE

QUESTÕES
E COMENTÁRIOS
RELATIVOS AO PLANO MENTAL

1-O QUE É A VONTADE?


A Vontade é o atributo fundamental do Espírito; ela é um aspecto do Elemento Universal Fogo.
Como qualidade, a Vontade se expressa pelo conteúdo do desejo ou pelo objetivo deste desejo.
Na verdade, a maior parte dentre nós, faz um esforço quando quer alguma coisa, mas eles não tem o
verdadeiro poder para fazer com que este desejo se realize, é por isso que eles continuam a desejar.
Enquanto quantidade, a Vontade é o poder que brota a partir de si, e que nos permite realizar,
produzir, colocar em operação e assim como nossas inclinações.

2-O QUE É A FÉ?


A fé se expressa fundamentalmente pela sua qualidade. Geralmente é baseado em uma crença
particular, ou a existência de Deus ou em alguma outra coisa.
Contudo, a fé, como quantidade, é o poder que reside na convicção absoluta e inabalável no que nós
acreditamos certamente verdadeiro. Fé, na sua aspecto de "poder" é um complemento, é o meio que
canaliza a parte impulsiva da Vontade. Fé, quando isso ocorre, é o mais elevado aspecto do
Princípio Acásico.

3-ASPECTOS DO INTELECTO E INTELIGÊNCIA: A MEMÓRIA E O


DISCERNIMENTO. A CAPACIDADE DE IDENTIFICAR E DIFERENCIAR.
O Intelecto ou a Inteligência é um atributo fundamental do Espírito Eterno. É um Aspecto do
Elemento Universal Ar no Plano Mental. Inteligência ou Intelecto pode ser medido, assim, ele recai
sob o conceito de quantidade. Com isso, entendemos, reconhecemos, diferenciamos, julgamos e
todos nós lembramos de tudo.
A qualidade do Intelecto ou da Inteligência é o conteúdo que ela expressa. A correspondência física
da Inteligência reside no peito onde prevalece o Elemento Ar. De acordo com a Filosofia da Índia, a
sede do Intelecto e da Vontade está localizado, em relação ao corpo astral, na testa, entre as
sobrancelhas. A Memória é um aspecto do intelecto. Sua qualidade é o seu conteúdo (pensamentos,
eventos, imagens, impressões, percepções, etc. que extrai a partir de suas reservas.

4-O QUE SÃO AS EMOÇÕES, A VIDA E O AMOR?


Os sentimentos, a vida e o amor são todos os aspectos do Elemento Universal Água, que é um
atributo fundamental do Espírito Eterno no Plano Mental. O sentimento, como qualidade, se
expressa em percepções: agradável, desagradável, horrível, pura, etc. Como quantidade, o
sentimento é estabelecido como um exemplo de todos os sentimentos normais controlados pela
Vontade, dos sentimentos apaixonados que estão além do controle ou ainda em sentimentos
discretos ou muito baixos, quase imperceptíveis. O sentimento se expressa em todos os planos pelo
seu conteúdo e pelo poder de ação.
A Vida é o resultado da ação dos Elementos dentro do Imã Quadripolar e isso, em todos os Planos
deste último. Como uma qualidade, ela se manifesta nos seres humanos pela radiação polarizada
dos atributos de cada um dos Elementos. Quanto à expressão desta qualidade, referem-se aos
ensinamentos da Aura, A qualidade da Vida também é evidente no conceito de Impermanência
(quer dizer que é um termo determinado).
Ele se expressa assim:
a) Pelo Espaço e Tempo no Plano Físico;
b) Pelo Espaço no Plano Astral;
c) Pela Eternidade, sem Tempo ou Espaço, no Plano Mental.
A vida se expressa também, enquanto quantidade, em qualquer atividade ou movimento suscetível
de ser medido.
O Amor é uma Lei Universal. Para ser reconhecido por Suas criaturas, Deus Se Dividiu ele mesmo,
em Seu nível mais Elevado de Amor, em "mais" e "menos". Isto significa que Ele dividiu cada
criatura e a cada coisa criada em duas polaridades, ativo e passivo, positivo e negativo, e isso deu
origem a uma absoluta e imutável Lei no Universo. O Amor enquanto quantidade se expressa pela
sua extensão. Pelo Amor, exprimimos a nossa relação positiva com todas as coisas que nós
amamos. O Amor pode ser controlado pela Vontade.
Na verdade, as paixões são causadas por um amor descontrolado, o que significa amor passional,
um amor de natureza sexual, por exemplo, as paixões podem, portanto, vir de um ardente amor
sensual ou bem um amor em excesso de riqueza, de animais, de pais, de filhos, de marido ou da
esposa. No entanto, há também um amor não controlado dirigido a Deus, vivido pelos místicos.
O Amor, controlado pela Vontade nos protege de um estado atormentado, nos expressa qual é sua
natureza, de maneira consistente com as nossas capacidades e a nossa percepção do mérito real da
pessoa amada.
A conclusão inevitável é, naturalmente, nós amamos o nosso Criador, mais do que qualquer coisa. É
o Amor mais elevado, mais puro e mais poderoso.
A qualidade do Amor, como um atributo do Espírito Eterno, se manifesta pela sua radiação, sua
polaridade e seus diferentes modos de expressão.

5-O QUE É O INSTINTO DE AUTOPRESERVAÇÃO?


O instinto de autopreservação é o mais baixo aspecto do Princípio Acasico.
Ele existe em cada Plano, dependendo das circunstâncias e causas de sua manifestação.
Esse instinto, como quantidade, se manifesta pelo poder, é maior quando nossa vida está ameaçada,
no caso de doenças mortais, por exemplo, ou acidentes graves, o risco de guerra, etc.
Como qualidade, este instinto é revelado no desejo de viver tanto tempo quanto possível no Plano
Físico.
Podemos determinar os aspectos e as forças positivas deste instinto quando são exercidos propósitos
nobres, os aspectos e as forças tornam-se negativas quando se quer prolongar a sua vida por razões
egoístas.
6-O QUE É A CONSCIENCIA DE SI
A auto-consciência é um estado onde nós sabemos quem somos. Tal Consciência significa que nós
nos identificamos mentalmente com o Ideal Divino, o mais elevado, o Eterno Espírito que existe
dentro de nós.
A Consciência do "Eu" é um atributo fundamental do Espírito no Plano Mental; ela é um aspecto do
Elemento Universal da Terra. Ela é também um espelho das nossas qualidades de natureza ativa. O
pensamento, como qualidade, é a força ativa que emana de si mesmo. A Consciência do "Eu"
contém todos os atributos fundamentais do Espírito, isto é, os Elementos: Fogo, Ar e Água, que
mostram, respectivamente, a Vontade, a Inteligência e o Amor (sentimentos e vida). Atua em todo o
corpo como uma energia e esta atividade é a quantidade; ela também está presente no sangue.
No nível mental, o corpo mental, a Consciência está localizada no cérebro.

7-O QUE É O SUBCONSCIENTE


O subconsciente é o espelho de todas as nossas faltas, tem a sua sede no corpo astral ao nível do
diencéfalo (cérebro intermediário). Descontrolado, ele é nosso inimigo. Isto é especialmente
verdade à noite onde predomina a existência do Espaço, mas não mais do Tempo e que o corpo
físico e a consciência de vigília estão em repouso.
Podemos controlar nosso Subconsciente por auto-sugestão, pouco antes de dormirmos, ordenando-
lhe para fazer algo que é bom para nós, obrigando-nos em seguida a remeter-se ao conteúdo de
nossa mente onde existe o oposto do defeito a eliminar, isto é, a qualidade.
O conceito de quantidade relacionada ao Subconsciente está no poder e na pressão exercida pelo
conteúdo negativo deste último.

8 – OS ELEMENTOS, FORA DO TEMPO E DO ESPAÇO, E SEUS EFEITOS

Entre os Cinco Elementos, é preciso distinguir os Quatro que vêm do mais alto, o mais poderoso, o
Elemento mais incompreensível e indefinível dentre a maioria deles, o Acasa.
Estes Quatro Elementos Universais são: o Fogo, o Ar, a Água e a Terra. Cada um deles tem dois
pólos, um ativo ou positivo e outro passivo ou negativo, seus atributos e poderes respectivamente,
como sabemos, são o Quadripolo Magnético.
No Plano Mental, o Fogo, o Ar, a Água e a Terra estão trabalhando como Elementos Universais,
sem limitação de Tempo e Espaço.
O Princípio Acásico afeta todos os planos Universais, fora da influência do Tempo e do Espaço; é
chamado Éter Eterno ou Mundo das Causas. Ele também contém tudo o que foi criado no Universo
e, portanto, ele contém o Quadripolo Magnético como o Fluído Eletromagnético, este é a expressão
da Lei Universal, o mais alto, que rege o macrocosmo e o microcosmo.
As Idéias Primordiais ou "Elementos Primários" são as Qualidades Primordiais que, pela força de
um desejo correspondentem a cada um deles, também geram quantidade.
O Acasa esconde a Qualidade e a Quantidade relativa aos Elementos.
9 – O QUE É O ASCETISMO MENTAL?

Ascetismo mental significa observação da decência e disciplina, da ordem e da pureza, em cada


pensamento, mas também implica estar atento às imagens e impressões que, a partir do Mundo das
Causas, venha à nossa Consciência através o corpo mental, para conseguir esse objetivo, usamos
nossa vontade.

10 – O QUE É O PENSAMENTO?

O ato de pensar envolve a noção de qualidade e de quantidade.


O pensamento tem dois aspectos: a nossa Consciência de vigília é a parte ativa e o nosso
Subconsciente é a parte passiva.
A Consciência e o Subconsciente contem as qualidades do pensamento; quanto à quantidade do
mesmo, ele aumenta a capacidade mental do pensador.

11 – O QUE É O CONHECIMENTO E O QUE É A SABEDORIA?

O Conhecimento é um atributo Ativo do Elemento do Ar, que depende da nossa inteligência, de


nossa inteligência, de nossa memória, de nossos talentos, de nossa sensibilidade e nossa
maturidade mental, de nossa capacidade de identificar qualquer coisa e, finalmente, nossa
capacidade de discernimento e pouco importa como adquirimos esse Conhecimento, tanto no plano
teórico, quanto no plano prático por meio de experiências.
A Sabedoria também é um atributo do elemento Universal Ar, mas não depende de memória, do
intelecto, da inteligência e do conteúdo da mente, embora Conhecimento e Sabedoria sejam, de
certa forma, idênticos.
A fonte da Sabedoria está em Deus, no Princípio de Causalidade, em todos os Planos do Acasa.
A Sabedoria depende da capacidade de se identificar com o Divino, da maturidade, da perfeição, da
pureza e da nobreza de coração do indivíduo. Nós alcançamos a Sabedoria através da inspiração e
intuição. Nosso grau de Sabedoria indica nosso nível de Desenvolvimento.
O Conhecimento e a Sabedoria implicam que nós conhecemos todas as Leis do Macrocosmo e do
Microcosmo, que devem ser considerados sob qualquer ponto de vista de Sabedoria sem descuidar
do ponto de vista da mente, ou seja, as Leis Universais devem ser entendidas de modo bi-polar.
O Conhecimento e A Sabedoria podem ser medidos; eles são, conseqüentemente, relacionados
ao conceito de quantidade; quanto à sua respectiva qualidade, ela é expressa por tudo o que geram.

12 – O QUE É A FÉ MANIFESTA?
A Fé manifesta é uma firme e absoluta convicção que torná-se realidade: é aquilo que nós
consideramos e criamos pelo poder da nossa Vontade e nossa visualização. A Vontade é de natureza
elétrica e seu polo oposto, para atingir seu objetivo, é a fé manifesta, ela pode mover montanhas.
Usando esses dois princípios, a Vontade e a Fé, que correspondem respectivamente ao Fluido
Elétrico e ao Fluido Magnéticos, tudo foi criado.
Se nós quisermos adquirir o Poder de Criar, o Poder da Vontade, a capacidade de visualizar, assim
como a Fé manifesta, devemos nos identificar ao Princípio Acásico que existe dentro de nós como
Espírito Eterno.
A Fé manifesta pode ser medida pelo grau de desenvolvimento e maturidade de um indivíduo;
Exemplo: a cura da mulher que acreditava que estaria bem assim que tocasse a vestimenta do
Mestre Jesus.

13 – QUAL É A DIFERENÇA EXISTENTE ENTRE A IDENTIFICAÇÃO E A


CONVICÇÃO?
Adquirimos o Conhecimento através da Identificação; pela Convicção, que é a Fé Manifesta,
podemos garantir que essa Identificação está, na verdade, de acordo com as Leis Universais e por
isso é verdade.
O ato de se identificar com tudo o que existe é o conceito de qualidade ligado à Identificação. O
poder de se identificar internamente, no fundo, à Essência de tudo que é criado - uma Identificação
de cada ser representa o poder de Identificação, é a noção de quantidade.
Ao identificarmos alguma coisa, usamos todos os nossos sentidos externos e quando necessário, nós
também utilizamos nossos sentidos internos.
A Identificação é um aspecto do Elemento Ar. A Convicção é um aspecto da Fé, ligada à Verdade
absoluta e à todas as Leis Universais; ela é gerada pela nossa Fé e se reflete diretamente no
Princípio Acásico.

14 – O QUE É O CAOS E O QUE É A HARMONIA?


Caos-ou-desarmonia é um estado de negatividade que é gerado, de acordo com as Leis universais
por tendências negativas que se opõem à Harmonia.
Harmonia é um estado de conformidade com as Leis Universais, que regem todo o universo, seja de
forma positiva ou negativa. Nós Observamos que tudo o que foi criado como um todo, está unido
com uma precisão absoluta, como o funcionamento de um espetáculo. Se Caos surge em algum
lugar, ele é imediatamente compensado de uma forma natural e em conformidade com essas leis.
Caos e Harmonia são os atributos de um determinado estado; eles constituem a qualidade do
Presente. Do ponto de vista da quantidade, isso depende de sua capacidade respectiva de se opor ao
Princípio Acásico ou, ao contrário, para lhe dar cumprimento.

15-QUE SÃO AS LARVAS, OS ELEMENTAIS E OS ELEMENTARES?


Uma Larva pode ser feita de matéria mental ou bem de matéria astral; ela é geralmente uma
criatura astral, porque é criada pela repetição constante de pensamento intenso, alimentada por uma
paixão especial, por um mau hábito ou outros defeitos. Uma pessoa geralmente cria estes seres de
forma imprudente à partir da substância astral ou mental, portanto, extraída de seu próprio corpo
mental ou corpo astral.
Uma Larva é, na realidade, uma semi-criatura que vive nos sub-planos, os mais baixo do Plano
Mental e do Plano Astral. Alimenta-se de substâncias mentais ou astrais – pelo Plano onde ela vive,
que faz à paixão particular ou defeito que a criou. Ela tem uma forma ou concha que tem uma
correspondência com o “padrão criador" e tem um forte instinto de auto preservação. No Caminho
do Hermetismo, uma Larva, altamente desenvolvida, é geralmente um obstáculo muito difícil de
superar. A pessoa cria Larvas quando ele não conseguiu controlar os seus defeitos e então ela se vê
cercada por todo o enxame que ela forma. As Larvas sempre à espreita, no ambiente dessa pessoa,
as oportunidades favoráveis para despertar a paixão através da qual se alimentam as suas custas.
Um Elemental é um ser criado de substância mental tecido do corpo mental de um Mago.
Isto cria o Elemental à partir de elementos individuais, dependendo da finalidade que motiva à sua
criação; e dá forma e os atributos de acordo com as tarefas à que se destina e transmite uma parte da
sua própria consciência e um nome; determina a duração da sua vida, apresenta um trabalho a
realizar e, finalmente, se aparta. Desde que o Elemental não pode criar para si um escudo astral
capaz de atuar no Plano Astral, ele vive e atua no Plano Mental; quando ele trabalha, ele se nutre da
substância mental de seu criador e se trabalha em nome de outros seres humanos, ele pode tirar a
sua alimentação diretamente da substância mental universal.
Na regra geral, um Elemental recebeu do Mago, durante a sua criação, uma predisposição única e
em seguida, executa uma única tarefa. Finalmente, o Elemental não pode executar trabalho que o
próprio Mago não pode assumir por causa de suas próprias falhas.
Um Elementário é um composto de substância astral; ele é criado por um Mago. Na regra geral,
esta criação é consciente e produzida a partir de elementos específicos da substância astral tecida do
corpo astral do mago. É equipado com um ou mais atributos e tem uma parte da consciência de seu
criador. Tem, além disso, um nome e um forma particular e sua vida é predeterminada. O Mago
encarrega o Elementário da execução de tarefas múltiplas; uma vez concluídas, o Elementário se
dissolve em geral na substância astral original de onde foi extraído. Na verdade, ele vive somente
no Plano Astral e se alimenta da substância astral de seu criador; ele tem um instinto muito forte de
auto-preservação. Normalmente inteligente, ele tende à tornar-se independente se o Mago não
consegue manter firmemente sob sua vontade e seu controle.
Portanto, é extremamente importante que cada Elementário tenha uma duração de vida limitada; e
isso significa que o Mago deve dar ordens estritas para se dissolver completamente depois do
trabalho a ser realizado, senão este ser poderia causar todos os tipos de males em detrimento de seu
criador e este último seria o responsável pelas ações de suas criaturas.

16 -QUAIS SÃO OS MÉTODOS PARA MELHORAR A VONTADE, A FÉ E O


INTELECTO.
Podemos melhorar a Vontade, a Fé e o Intelecto por auto-sugestão. Nós podemos também reforçar
a Vontade fazendo exercícios sobre os cinco sentidos (a visão, a audição, o tato, o paladar e o
olfato), bem como o ascetismo, a oração mágica, a introspecção e uma luta constante contra os
defeitos antes que a maestria completa sobre eles seja adquirida; finalmente, ela é fortalecida pela
vitória sobre todos os obstáculos que surgem na prática de exercícios espirituais e durante qualquer
outra situação da vida.
Reforçamos nossa Fé pela Consciência: quando nós fazemos todos os exercícios e trabalhos
mágicos, devemos fazê-los sendo conscientes de sermos um Espírito Eterno e não um ser humano
comum; por tal método imitamos o Próprio Deus em Suas Atividades Criadoras.
Graças à oração, à um gesto ou algo semelhante, entramos em uma espécie de transe e
mergulhamos conscientemente no ambiente interior adequado. Reforçamos igualmente a nossa Fé
pelo sucesso e pela verificação da realidade das verdades particulares.
Nós melhoramos a Inteligência pelo estudo diligente das Leis Universais, através da meditação, a
Identificação, o discernimento, a educação geral e o conhecimento. Esta abordagem conduz ao
enobrecimento de nosso caráter, é a perfeição da mente, da alma e do corpo, qualidades que
permitem obter em seguida:
O Reforço da ligação da nossa Consciência à nossa Alma e ao Princípio Acásico ou para a
Inteligências que prevalecem neste último. A Inspiração e a Intuição como resultados de uma
profunda meditação e da prática de exercícios relacionados com o Elemento Ar Universal e a Eterna
Luz Universal, que são equipadas com inteligência Incomensurável e Incompreensível.

17 – COMO AUMENTAR NOSSA CONSCIÊNCIA?


Nós aumentamos nossa Consciência através de técnicas que incluem todos os exercícios atuando
sobre a visão, a audição e tato. Podemos também ampliar e fortalecer pela auto-sugestão, a
meditação e a oração.

18 -QUAIS DIFERENÇAS EXISTEM DENTRO DAS DIVERSAS AÇÕES DOS


ELEMENTOS SOBRE O PLANO MENTAL?
Sobre o Plano Mental, os Elementos agem sem a influência do Tempo e do Espaço.
Quando se trata de criações mentais, de pensamentos abstratos ou de imagens visualizadas
carregando uma finalidade única, a carga delas se faz pelo Elemento Fogo por meio do Fluido
Elétrico Puro. Estes são os pensamentos de natureza essencialmente elétrica.
Pela ação do Elemento Água sobre o Plano Mental, estamos lidando com pensamentos de natureza
essencialmente magnética; quando os pensamentos provêm de uma carga no Elemento
Ar, então eles são de natureza neutra, quando, finalmente, eles provêm de uma carga no Elemento
Terra, eles são feitos de puro Fluido Eletromagnético.
O Elemento Fogo geralmente atua no Plano Mental de forma expansiva, ele produz a luz e o calor.
O Elemento Água se expressa pelos atributos opostos: tensão, frio e escuridão.
O Ar neutraliza e equilibra os efeitos do fogo e da água, quanto à terra, ela solidifica, consolida os
outros Três elementos e limita os seus respectivos efeitos.
Além disso, a Terra é fortalecida pelo Quadripolo Magnético, ou seja, o Fluido Eletromagnético
inerente ao Elemento Terra. Sobre os aspectos mais elevados do Plano Mental, um ser humano pode
adquirir:
. Pelo Elemento Fogo: tudo aquilo que diz respeito ao Poder;
. Pelo Elemento Ar: a onisciência, a pureza e a clareza mental assim como conhecimento das Leis
Universais;
. Pelo Elemento Água: Amor e a Vida Eterna;
. Pelo Elemento Terra: a imortalidade e a onipresença, em outras palavras, a Eternidade.
Além disso, os atributos fundamentais do Espírito Eterno correspondem, no Plano Mental, aos
diferentes atributos dos Elementos:
. O Fogo corresponde à Vontade;
. O Ar corresponde à Inteligência;
. A Água corresponde ao Amor (sentimentos e Vida);
. A Terra corresponde à Consciência.

19 - COMO, NO PLANO MENTAL, AS AÇÕES RESPECTIVAS DO FLUIDO ELÉTRICO


E DO FLUIDO MAGNÉTICO SE DIFEREM?
O Fluido Elétrico gera a expansão, o calor e a luz no Plano Mental, enquanto que o Fluido
Magnético emite o oposto: a constrição, o frio e a escuridão. O Fluido Elétrico satisfaz os
pensamentos abstratos de calor, de expansão e de dinamismo. O Fluido magnético satisfaz os
atributos opostos.
O Fluido Elétrico, por exemplo, se expressa pela Vontade, enquanto o Fluido Magnético se
expressa pelo pólo oposto à Vontade, isto é, pela Fé, um outro aspecto do Poder Universal.
Vemos também o Fluido Elétrico na ação “ativa” constante, em vigor e movimento, em atividades
criativas, no desenvolvimento e as rajadas (liberação, explosão) revolucionárias.
No Plano Mental, o Fluido Magnético se expressa em atributos opostos, na evolução e descanso
eterno.

20 – QUAL É O PODER DA IMAGINAÇÃO?


O poder relacionado à faculdade de imaginar é uma capacidade dos seres humanos.
Nela está a qualidade que nos permite visualizar vivamente, em posse plena da atividade de nossos
cinco sentidos (a visão, a audição, o olfato, o tato, o paladar); ela permite-nos visualizar também
uma pessoa em todas as circunstâncias de sua vida, ou talvez alguém qualquer, uma idéia, um tema
de discussão, um pensamento, uma imagem, a qualidade e a essência de uma determinada questão,
etc.
Esta faculdade se aplica particularmente aos exercícios espirituais, mas também à vida cotidiana.
O conceito de quantidade relacionada com a capacidade de imaginar se expressa pela intensidade ou
fraqueza da fixação em trabalho deste último.

21 – QUAL É A DIFERENÇA ENTRE UM ELEMENTAL E UMA IMAGEM CRIADA POR


VISUALIZAÇÃO?
Uma forma criada por visualização é a imagem exata do que é visualizado, a realidade é que
criamos com a ajuda da vontade, da concentração, do poder da imaginação e da Fé manifesta.
Em contraste, um Elemental é um ser que criamos de maneira mágica a partir da substância mental
e de elementos específicos e para a qual damos um nome.
Este ser recebe uma parte de nossa consciência, ele realiza determinadas tarefas, ele tem um instinto
de preservação e, finalmente, se alimenta da substância mental que nos emanam do Plano Mental,
substância que nós tínhamos anteriormente extraído conscientemente do Universo e que nos vão em
seguida, uma vez a carga feita.

22 – QUAL É O ALIMENTO DO CORPO MENTAL?


O corpo mental se alimenta dos pensamentos que circulam no Plano Mental, bem como das
imagens e das impressões recolhidas por meio dos sentidos.

23 – Como um ser consciente se manifesta sobre o plano astral e sobre o plano físico?
Um ser consciente se expressa no plano astral através de seu corpo astral, de sua alma, e, então, no
seio do Magneto Quadripolar, com todos os seus atributos e capacidades.
Um ser consciente se expressa no plano físico através de seu corpo astral cuja energia vital se
irradia em diversas cores, cada uma delas correspondendo à uma polaridade ligada às ações
respectivas dos elementos.
Esta emanação dos atributos dos elementos, chamada de aura, revela como é fundamentalmente um
ser humano diante de sua estrutura elemental.
Um ser consciente, portanto, se manifesta no plano físico através de seu corpo físico com todas as
capacidades elementais que estruturam o seu corpo astral.
A maior parte destas são análogas aos atributos de cada um dos Quatro Elementos que se
manifestam no Magneto Quadripolar sobre o qual influencia o Tempo e o Espaço.
24 – O que é a concentração, a meditação, a fixação, a contemplação e a imaginação
descontrolada?
A concentração consiste em influenciar o pensamento sobre um ponto ou fazê-lo aderir a um ponto
(um objeto, um ser, um conceito abstrato, uma idéia, uma imagem, uma percepção, etc.)
Ela comporta três níveis: o primeiro é aquele de uma concentração não interrompida com duração
de doze segundos, que chamamos de dharana;
O segundo é aquele de uma concentração de doze vezes doze segundos (144seg ou 2min24seg), que
chamamos de dhyana;
O terceiro consiste em uma concentração com duração de doze vezes doze vezes doze segundos
(1728seg ou 28min48seg), que chamamos de samadhi, que significa extase, a fusão entre aquele
que se concentra e o objeto de sua concentração.
A meditação tem por objetivo decompor ou analisar uma questão, um conceito abstrato, uma idéia,
um pensamento, uma imagem, etc; tem por tendência discernir todos os aspectos e detalhes,
fazendo este mesmo trabalho sobre todos os Planos da forma que conhecemos: com Vontade,
Inteligência e Amor.
A fixação é a medida exata, a estabilização e a manutenção ininterrupta do pensamento que se
produz durante a concentração, sobre um objeto particular, uma idéia, um ponto, etc.
A contemplação é a percepção mental, a reflexão ou análise, efetuada sobre os diversos Planos de
um objeto particular, de uma questão, de uma idéia, de um ser, de uma imagem, de uma impressão,
de um pensamento e de seus atributos respectivos. Por exemplo, se nós quisermos ter certeza de que
uma imagem ou objeto existe realmente, devemos olhá-lo com os olhos abertos e em seguida com
os olhos fechados. Se a imagem não mudar ou não desaparecer, realmente é algo real, de outra
forma será uma ilusão.
A imaginação descontrolada é normalmente alimentada pela beleza de um objeto. Ela tem um
efeito excitante sobre nossos sentidos, que aumenta através de estímulos diversos. A imaginação
sempre tem uma coloração e uma orientação subjetiva e provisória, de acordo com o caráter do
indivíduo que imagina e o seu humor em determinado momento.

25-O QUE PODE SER SUBSTITUÍDO PELOS EXERCÍCIOS?


Nós podemos substituir pelos exercícios a meditação, a auto-sugestão, a Fé, a oração, a
introspecção, os atos nobres, o ascetismo, a sabedoria, o conhecimento, o silêncio, amor e a
humildade.

26 – QUAL É O OBJETIVO DOS EXERCÍCIOS?


Ao realizar os exercícios, enobrecemos, desenvolvemos e reforçamos a nossa mente, nosso
psiquismo e nosso corpo físico; ao fazê-lo, fortalecemos principalmente todos os atributos ativos de
cada um dos Quatro Elementos Universais que operam em nós e à nossa volta e penetram assim os
Conceitos Divinos que se manifestam igualmente em nós e em toda parte; nós começamos com
Conceitos que podem ser discernidos no Plano, o mais baixo (o Plano físico) e, progredindo para o
alto, continuamos até nos tornarmos Um com Deus.

27-COMO O PRINCÍPIO ACÁSICO FUNCIONA NO PLANO MENTAL?


O Princípio Acásico é, em relação ao Plano Mental, um Mundo de Causas, que não está sujeito nem
ao Tempo nem ao Espaço.
Este é o Princípio mais elevado, o Poder mais incompreensível; porquanto não foi criado, Ele criou
tudo e tem orientado todos.
Na estrutura de um ser humano, o Princípio Acásico é superior ao Mundo Mental de um indivíduo;
é o que domina e governa o ser, tanto em seu corpo mental e na sua Consciência; na verdade, ele
também dirige o Princípio Divino que é a Consciência em sua própria estrutura: intuição,
inspiração, fé e o instinto de preservação de Si.
O Princípio Acásico cria, ao realizarmos nossos exercícios, os obstáculos no Mundo Mental
individual, pois, sendo um Mundo de Causas que contém as Idéias Originais, emite-as para o Plano
Mental; essas idéias se degeneram em pensamentos, imagens e visualizações diversas, que
perturbam nossa prática, no entanto, reforça nossa vontade na medida que desenvolvemos nosso
controle.
A matriz mental é feita da substância, o produto mais fino do Princípio do Acásico. Ele conecta o
corpo mental ao corpo astral e transfere todos os pensamentos, imagens móveis e impressões à
Consciência Mental.
O Princípio Acásico se expressa, no Plano Mental, por pensamentos de natureza elétrica, magnética,
eletromagnética ou neutra; estes são a manifestação de Idéias Fundamentais, encerradas no Mundo
das Causas que é o Princípio.
Este último age em nossa Consciência e em nosso Subconsciente graças a essas Idéias se tornarem
"pensamentos ": nós os captamos, os processamos, os compreendemos e, ou nós os aceitamos, ou
nós os rejeitamos.

28 - COMO SE DETERMINA O DESTINO NO PLANO MENTAL?


Todos os pensamentos, as imagens, as impressões, etc., são as sementes de "causas" no Plano
Mental; eles penetram, se registram cuidadosamente e precisamente no Aspecto Causal do Plano
Mental.
De acordo com seus valores intrínsecos, esses pensamentos podem gerar, pela Lei, os efeitos
positivos ou negativos e as conseqüências que lhe são próprias; eles têm, obviamente, uma enorme
influência sobre o caráter do pensador.
As memórias ou as reflexões tanto quanto os efeitos causados pelos pensamentos agem na pessoa
em questão: eles enobrecem ela quando sua natureza é positiva, mas quando esta última é negativa,
eles agridem ela até que tenha compensado seus erros e tenha absorvido as suas causas.

29 - QUAL É A DIFERENÇA ENTRE “MATURIDADE ESPIRITUAL” E “ALTO


DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL”?
Um ser com "a Maturidade Espiritual" sabe se identificar com o Princípio Divino; ele tem o
conhecimento íntimo das Realidades Universais; ele tornou-se uma parte do Princípio Divino e
procura os meios e a inspiração para continuar essa Identificação com um nível superior.
Um ser "Altamente desenvolvido ao Plano Espiritual" já está plenamente identificado com o
Princípio Divino e continua no Caminho de um Enobrecimento e de uma Perfeição ainda mais alta.

30 – COMO A SUBSTÂNCIA MENTAL E A SUBSTÂNCIA ASTRAL AGEM SOBRE A


CONSCIÊNCIA ESPIRITUAL?
A substância mental e a substância astral agem pelo intermédio de impressões ou de percepções
projetadas num sentido espiritual; na verdade, elas alcançam a Consciência Espiritual, na origem
portanto de todos os Planos, através da matriz mental. No seio desta, estas impressões agem sem ser
limitadas pelo Tempo e o Espaço; no Plano Astral, eles operam unicamente no Espaço.
As impressões recebidas são tratadas pela Consciência Espiritual através de atributos de cada um
dos Quatro Elementos em atividade no corpo mental e no corpo astral.

31 – O QUE É O CORPO MENTAL E QUAL É SUA FUNÇÃO?


A matriz mental, de natureza quadripolar, une o corpo mental e o corpo astral; ela é feita da
substância espiritual (Acásica) a mais fina, esta que guia as funções da Consciência Espiritual; ela
transmite a esta as imagens e impressões de todos os Planos com a ajuda dos sentidos físicos, astrais
e mentais, presentes nos corpos correspondentes.

32 – ATRAVÉS DE QUAIS MÉTODOS A FACULDADE DE VISUALIZAÇÃO PODE SER


APURADA?
A faculdade de visualização pode ser apurada por meio de estimulantes especiais: exaltação do
pensamento e dos sentimentos pela beleza, a música, a natureza, a canção, o amor, os perfumes, os
incensos, etc.

33 – QUAIS SÃO OS ATRIBUTOS DA MATRIZ MENTAL?


A matriz mental é de natureza quadripolar e permite a atividade da Consciência Espiritual dentro do
corpo astral; ela é de natureza eletromagnética e dirige os pensamentos e as imagens mentais para a
Consciência Espiritual. Por fim, une o corpo mental ao corpo astral.

34 – PARA QUAL OBJETIVO TENDE A ATIVIDADE DA MATRIZ MENTAL?


A matriz mental, pela sua natureza quadripolar, possui todos os atributos e poderes do Espírito
Eterno Que age, graças ao seu intermédio, sobre o corpo astral; este último é “sua concha”.
Quando da morte de um ser humano, o Espírito Eterno abandona suas duas conchas, ou seja, o
corpo físico e o corpo astral. Ele leva com Ele, no Plano Mental, todos os atributos e as capacidades
que este ser possuía ao fim de sua vida material sobre Terra e conserva a matriz mental.

35 – QUAL É A DIFERENÇA ENTRE UM CONCEITO E UM PENSAMENTO?


Um ser humano pode, ou encontrar por si mesmo um Conceito, ou obter numa reflexão, de acordo
com seu próprio nível de desenvolvimento e maturidade, num conjunto mental, que engloba o
Conceito.
O pensamento é apenas o molde do Conceito que, através da matriz mental, atinge a Consciência
Espiritual. Conceito provem do Mundo das Causas.

36 – COMO O ESPÍRITO RECEBE OS PENSAMENTOS?


O Espírito recebe todos os pensamentos através da matriz mental, que é um canal de transmissão de
todos os pensamentos e de todas as imagens mentais.

37 – O QUE ACONTECE QUANDO O CORPO MENTAL TRANSMITE OS


PENSAMENTOS?
Quando o corpo mental, ou melhor, o Mental Superior, transmite pensamentos, a telepatia é
possível, esta é a transmissão de pensamentos, no Plano Mental, através da aplicação em atividade
do Princípio Acásico, sem a restrição de Tempo ou do Espaço.

38 – COMO SE EXPRESSÃO OS PENSAMENTOS NO PLANO ASTRAL E NO PLANO


FÍSICO?
Os pensamentos são captados por um sentido físico muito habilmente desenvolvido, o sentido da
audição mental; o qual transmite ao ouvido astral -os pensamentos- provindo, portanto, das
"impressões ", em seguida, eles atingem à consciência de vigília (ou consciência mental) por
intermédio da matriz mental; neste ponto estamos conscientes deles e nós os gerenciamos.

39 – O QUE É UMA CONDENSAÇÃO?


Se focarmos o poder da nossa vontade, de nosso intelecto, de nossas emoções e de nossa “Fé
manifesta”, em qualquer coisa que nós visualizarmos e se nós carregarmos e aumentarmos em
seguida esta acumulação de força por intermédio de uma força oposta ou de uma resistência
qualquer, resultará uma condensação de tal coisa. Portanto, isto é, na verdade, nós colocamos em
operação a ação dos Quatro Elementos em nossa Consciência cotidiana.

40 – O QUE É A TELEPATIA?
A Telepatia é a transmissão de pensamentos. Em geral, nós transmitimos todos; nós o fazemos
também quando falamos com uma pessoa para que ela execute uma tarefa em particular.
Nós emitimos nossos pensamentos ao seio do Plano Mental e o Acasa transmite-os, sem restrição de
Tempo e do Espaço, ao sentido de audição sutil do destinatário.

41 – O QUE É A AURA MENTAL?


A Aura mental é feita de radiação colorida que representam os respectivos atributos do Mental ou
melhor, da matriz mental dos Quatro Elementos com seus pólos positivo e negativo.

42 – COMO OS CONCEITOS DE ETERNIDADE E INFINITO SÃO PERCEBIDOS PELO


MENTAL HUMANO?
O Reino do Mental humano representa o Infinito e a Eternidade como um vazio absoluto
provocando o medo em todas as criaturas.

43 - COMO, NO PLANO MENTAL, FORMA-SE A DIFERENÇA ENTRE OS


PENSAMENTOS ELÉTRICOS E OS PENSAMENTOS MAGNÉTICOS?
No Plano Mental, os pensamentos de uma natureza elétrica despertam em nós sentimentos de
calor, de descanso e de relaxamento; e os pensamentos de natureza magnética nos dão uma
sensação de frieza e constrição.

44 – O QUE É A HARMONIA – E A DESARMONIA – DO MENTAL?


Os pensamentos, as imagens mentais e as formações mentais vagas, mas de natureza positiva, que
nós emitimos no Plano Mental, despertam em nós sentimentos de harmonia, satisfação, beleza,
alegria e simpatia. Eles evocam em nós a harmonia.
Os pensamentos, as imagens mentais e as formações mentais vagas, mas de natureza negativa,
despertam em nós a dissonância, a aversão, a frustração, a feiúra e a tristeza – em outras palavras, a
desarmonia.
Harmonia e desarmonia são expressas, todas duas, pela Lei e nós devemos ser capazes de exercer
sobre as duas nosso controle.

45 – COMO OS PENSAMENTOS SE EXPRESSAM DE MANEIRA POSITIVA E


NEGATIVA E COMO ELES PODEM SER MUDADOS?
Os pensamentos positivos são expressos de forma positiva no seio da Consciência cotidiana e os
pensamentos negativos se expressão no seio do Subconsciente. Nós adquirimos a capacidade de
discernir todos os pensamentos, os quais sejam positivos ou negativos, pela introspecção cotidiana,
pela classificação segundo sua afinidade elementar (os Quatro Elementos e os suas duas
polaridades, respectivamente).
Nós podemos, justamente, superar os pensamentos negativos lutando com eles de quatro formas
diferentes:
1-Usando uma vontade firme, ou seja, o Poder da Vontade, destruindo assim a sua eficácia;
2-Pela transmutação, mudando pensamentos negativos em pensamentos positivos; ou seja,
mudando os pensamentos negativos pelos seus opostos, de forma passiva;
3-Ao permitir que pensamentos negativos passem rapidamente pelo nosso mental sem prestar
nenhuma atenção, até que desapareçam;
4-Pela auto-sugestão sistemática.

46 – EM QUE CIRCUNSTÂNCIAS NÓS PODEMOS UTILIZAR O ISOLAMENTO, A


TRANSMUTAÇÃO, A AUTO-SUGESTÃO OU O COMBATE?
Nós nos isolamos dos outros para não sermos infectados pelos atributos negativos dos Elementos ou
pelas paixões de um ser desequilibrado com que temos relação próxima; nós nos isolamos também
para realizar operações mágicas, quando queremos, por exemplo, nos tornar invisíveis.
Nós transmutamos não apenas os pensamentos e os atributos dados, mas também os poderes, as
várias circunstâncias, os males, as fantasias, os sentimentos, as ações, as impressões, as percepções,
as imagens, etc. que nós queremos mudar.
Em todos os casos, só nobres objetivos devem ser perseguidos.
Através da auto-sugestão, podemos melhorar e enobrecer o nosso caráter, nossa disposição de
espírito. Além disso, nós reforçamos a nossa mente e a preparamos para conseguir realizar o que
não podemos cumprir com nossas capacidades normais; caso em que, nós podemos mesmo obter
algum sucesso graças a este método.
A auto-sugestão se aplica apenas ao nosso desenvolvimento astral -ou psíquico- e mental.
Pela luta, nós eliminamos nossos defeitos e superamos não importa quais obstáculos,
particularmente todos aqueles que surgem quando fazemos nossos exercícios.
Nesta batalha, nós usamos o Poder da nossa Vontade, o poder da visualização, da concentração, de
nossa Consciência e de todas as nossas capacidades e qualidades.

47 – QUAL É O TRABALHO DO DEUS PESSOAL E UNIVERSAL NA ESFERA


MENTAL?
No Reino Mental, nosso Deus Pessoal trabalha pelo intermédio da intuição e da inspiração. Ele nos
conduz, através de pensamentos, a Lhe reconhecer assim como a enobrecer o nosso caráter.
Ele orienta o nosso Princípio Divino, oriundo do Espírito Eterno, pelo qual nós nos aproximamos
um pouco mais Dele à cada dia e que nós nos identifiquemos finalmente com Ele.
O Deus Universal coloca, no Reino Mental, os obstáculos em nosso Caminho Ascendente
até que nós adquirimos domínio completo dos atributos dos Elementos Universais.
Isso tudo é percebido, particularmente, nos exercícios de introspecção, nos outros exercícios e
também na vida cotidiana. O Deus Universal se expressa em nós pelo Plano Mental e igualmente
na nossa Consciência como um Estado Negativo, não possuindo Tempo nem Espaço, como um
Nada Absoluto, um Vazio.

48 – QUAIS SÃO AS ANALOGIAS EXISTENTES ENTRE O PLANO MENTAL E O


PLANO FÍSICO COM RESPEITO A NATUREZA? EXEMPLO: COMO AGE O ÁLCOOL,
OS NARCÓTICOS E OS ESTIMULANTES?
Quando você consome álcool, de forma regular, especialmente quando há uma paixão - nosso
pensamento (portanto, o Plano Mental) se enfraquece.
Assim, o álcool diminui ou paralisa a Consciência e o Subconsciente, o intelecto, a memória, a
velocidade de percepção, a capacidade de reconhecimento e de diferenciação; ele age, além disso,
também sobre os sentimentos e a vontade.
O consumo de álcool aumenta a paixão por embriaguez e, no Plano Físico, ele danifica o sistema
nervoso (cérebro, cerebelo, medula espinhal). O álcool é uma bebida ardente contendo uma alta
concentração do Princípio Fogo. Quando uma pessoa se dedique a este tipo de bebida de forma
regular, ela inicia uma forte perturbação deste Elemento que pode aumentar em quantidade no
organismo até que um mal grave se desenvolva, atacando assim todo o sistema nervoso e a
Consciência sensorial.
O mesmo princípio se aplica ao consumo de narcóticos e dos excitantes. Eles alcançam, por vezes,
pela estimulação, os sentidos físicos, desta forma enfraquecendo, desenvolvendo uma clarividência,
uma clariaudiência, uma clariolfatência ou uma clarigustatência provisória.
No entanto, essas faculdades psíquicas podem ser nada além de aparências, alucinação.
Nestes dois tipos de abuso, nós tratamos de manifestações muito prejudiciais que conduzem, às
vezes, os indivíduos às clínicas psiquiátricas.
A Natureza, a Lei Universal, reage a essas perturbações fortemente negativas enviando uma força
tendendo à reequilibrar à situação.
Um grave desequilíbrio do Fogo no Plano Mental e no Plano Astral provoca frequentemente uma
entrada consciente dentro da Quarta Dimensão, o que significa que a pessoa em questão se percebe
como estando liberta do Tempo e do Espaço.
Além disso, esta perturbação atua simultaneamente sobre os sentidos, especialmente os olhos, que
são regidos pelo Elemento Fogo. Essa pessoa pode subitamente ver o ambiente e os seres dos
Planos que são geralmente invisíveis ou bem ela pode ter alucinações provindas de seu
Subconsciente assim ativado e dos seus sentidos excessivamente estimulados.

49 – COMO TRABALHAR OS ELEMENTOS NO CERNE DO CORPO MENTAL? AS


FUNÇÕES INDUTIVAS E AS FUNÇÕES DEDUTIVAS DO MENTAL.
Dentro do corpo mental, os Quatro Elementos trabalham assim:
.os Elementos ativos, o Fogo e o Ar, trabalham de maneira indutiva e rítmica tanto no corpo, bem
como fora dele.
.os Elementos Passivos, a Água e a Terra, trabalham de uma maneira dedutiva. Eles comprimem,
condensam e trabalham de forma rítmica no interior do corpo e no exterior dele.

50 – COMO OS PENSAMENTOS, O DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL E A


MATURIDADE SÃO REGISTRADAS NO PLANO MENTAL, NO MUNDO DAS CAUSAS
E NOS ÉTERES?
No cerne do Plano Mental, os pensamentos são registrados na Memória Cósmica; são registrados
como "causas" no Mundo das Causas e como "conseqüências" no Acasa.
A maturidade e o desenvolvimento espiritual de um indivíduo são registrados como "Sabedoria" no
Plano Mental.
O alto nível de desenvolvimento de um ser parece, no Mundo das Causas, como um equilíbrio
absoluto entre os Elementos, enquanto que nos Éteres, revela um ser humano bem equilibrado.
Um tal ser não é mais assunto do Destino, mas é diretamente responsável diante do Acasa, isto é, a
Providência.

51 – O QUE É A EVOLUÇÃO MENTAL?


A evolução mental é o desenvolvimento interior e invisível dos atributos dos Elementos Universais
agindo sobre o corpo mental e o Plano Mental; ele conduz aquele que desta forma trabalhou sobre si
mesmo à união com Deus.
Esta evolução é essencialmente a manifestação, realizada passo a passo, de todos os Conceitos
Divinos, no cerne do mental, começando pelo nível mais baixo e levando ao mais alto, este é o
significado da frase: "Tornar-se um com Deus".

52 - O QUE É A LANGUIDEZ ESPIRITUAL?


A Languidez Espiritual é um desejo ardente de se identificar com Deus, no significado oculto e
hermético do termo, porque nos tornamos conscientes da existência do Princípio Divino em nós-
mesmos.
É também o mesmo desejo de se identificar com as Leis Universais que regem tanto ao
Macrocosmo quanto ao Microcosmo.
Um desejo ardente é também um anseio particular que nós emitimos no Plano Mental para que se
realize; mas, sem o conhecimento e aplicação do processo adequado, este anseio, esta languidez,
não será cumprida.
No entanto, se somos motivados por um desejo sincero, mas que nos falta os meios adequados ou as
capacidades necessárias para esta realização, então a maneira de conseguir pode nos ser indicada.
Portanto, no caso onde ignoramos isso, uma parte de nosso desejo – que é em si uma prece mágica a
verão realizada pelo fato mesmo da existência deste último.

53 – O QUE SIGNIFICA “POLARIDADE MENTAL”?


A polaridade da mente é conjuntamente formada pelo pólo ativo que é a Consciência e o pólo
passivo que é o Subconsciente. O Fluido Elétrico e o Fluido Magnético constituem igualmente a
polaridade do Plano Mental.

54 – O QUE SÃO “SIMPATIA” E “AVERSÃO” NO MUNDO MENTAL?


No Plano Mental, a "simpatia" é a atração exercida sobre nós pelos pensamentos que nos
são agradáveis, nos fascinam e nos inspiram; eles estão relacionados a um Elemento particular;
isto é, na realidade, do Elemento e de uma de suas duas polaridades que dominam o nosso caráter.
No entanto, alguns pensamentos despertam em nós a "aversão" porque eles estão relacionados a um
ou vários Elementos e uma de suas polaridades respectivas – que nós não suportamos, isso perturba
a nossa harmonia interior.
Nossas simpatias e aversões dependem da ação recíproca dos Elementos.

55 – O QUE É CONSIDERADO COMO “HARMONIA MORAL” NO MUNDO MENTAL?


"A harmonia moral", no Plano Mental, é manifestada pela ascese espiritual; o que implica o
domínio de nossos pensamentos pela observância, neste domínio, da decência, da disciplina, da
pureza e da ordem.

56 – COMO UM CLARIVIDENTE PODE RECONHECER O DESTINO NO MUNDO


MENTAL?
Um clarividente entra em transe e, através da visualização, ele se concentra sobre o Princípio
Acásico do Mundo Mental ligado a um indivíduo dado; ele pode em seguida claramente ler o
passado, Presente e futuro deste último. Ele pode obter o mesmo resultado usando um espelho
mágico.

57 – COMO A CONSCIÊNCIA MENTAL CONTINUA A EXISTIR NO ALÉM APÓS A


DISSOLUÇÃO DO CORPO ASTRAL?
Uma vez que o homem atravesse o Plano Físico sua Consciência continua a existir no Plano Astral
graças a seu corpo astral e, em seguida, perde este último em razão da ação dissolvente dos
Elementos sobre este corpo.
Então, a Consciência entra automaticamente no Plano Mental, onde ela continua a existir na parte
deste Plano com o qual ela está vibracionalmente em fase.
Quanto mais uma pessoa era pura e bem equilibrada no Plano Físico, quanto aos Elementos
constituintes de sua estrutura, mais elevada será a subdivisão mental onde ela permanecerá e àquela
se adaptará. Depois de um certo tempo, ele retornará de novo no Mundo Físico para trabalhar no
reequilíbrio dos Elementos que compõem sua estrutura, e também quanto ao enobrecimento do seu
caráter e no aperfeiçoamento espiritual do seu ser.

58 – QUAIS SÃO OS ESTADOS PSÍQUICOS CHAMADOS “TRANSE MEDIÚNICO”,


“CLARIVIDÊNCIA” E “ESPIRITISMO”?
Quando uma pessoa se projeta em Consciência no Plexo Solar e que se une assim com os Éteres
superiores, surge o que nós chamamos de "um estado de transe".
A verdadeira mediunidade situa-se no corpo, efetuada de forma passiva, mas controlada pela
vontade – com um ser pertencente ao Mundo visível.
A clarividência é, num ser humano, a capacidade de ver tudo aquilo que ele deseja ver, estejam seus
olhos físicos abertos ou fechados, quer aquilo esteja no Mundo Físico ou nos Mundos invisíveis. E
pouco importa que nós utilizemos para esse fim uma bola de cristal, uma taça cheia de água, um
espelho mágico ou superfície polida de uma peça de mobiliário, etc.
A qualidade daquilo que é visto depende da pureza do caráter do vidente. A clarividência depende
então, naquilo que concerne ao vidente:
. De uma habilidade inata, um talento;
. De seu desenvolvimento espiritual;
. Do desenvolvimento de seu corpo astral.
Esses três fatores são desenvolvidos principalmente pela ação da Luz Universal.
O espiritismo é o processo pelo qual um Médium - que está a princípio posto em estado de transe
pela prece, pelo extase ou qualquer outro meio, entra em contacto com seres pertencentes aos
Mundos invisíveis de maneira passiva e sem que se exerça o controle de sua vontade, este modo de
contato é muito prejudicial.
Embora o Médium possa às vezes contactar um ser do Plano Astral que seja bom, ele confunde
o espírito de uma pessoa morta com um fantasma.
Através do direcionamento do mesmo pensamento, nós podemos criar também centenas de
fantasmas; e ocorre que o Subconsciente dum Médium esteja também envolvido nessa criação.
Um Médium que se envolva no espiritismo, ou mesmo qualquer um que não esteja, é simplesmente
um instrumento nas mãos de poderes incontroláveis que o submetem, sem que sua vontade possa
intervir, sobre as influências prejudiciais dos seres que residem na parte inferior do Plano Astral.

59 – O QUE É O SONAMBULISMO?
Pessoa "sonambula" está sofrendo de uma doença da alma que revela uma grave distorção do
Fluido Eletromagnético.
Aqueles que sofrem esta doença têm um Fluido Magnético extremamente perturbado: esse engendra
uma diminuição da força inerente ao centro de gravidade da pessoa em questão, e esta última perde
o contato com a força de gravitação terrestre.
Este fenômeno é provocado pela influência da lua, ele se produz geralmente no meio da noite,
quando a pessoa está dormindo.
Esta última, que está como "atingida" por esse mal, se torna assim leve como uma pluma, ela
pode mover-se como uma mosca na parede e subir ladeiras muito íngremes e perigosas, sem
qualquer esforço; ela pode mesmo andar por um fio telegráfico, mas esta é uma manifestação
patológica.

60 – O QUE SÃO A POSSESSÃO, A EPILEPSIA, A DANÇA DE SÃO VITO*?


QUAIS SÃO AS CAUSAS DESSES MALES?
A possessão ou obsessão têm sua origem nas alucinações.
Elas estão relacionadas com uma fratura particular da Consciência (a esquizofrenia) por meio de
impressões múltiplas agindo, através de nossos cinco sentidos, de maneira inesperada, involuntária
e sem o concurso de qualquer que seja fora de nós mesmos. É um estado patológica, indesejável.
A epilepsia e a dança de São Vito são males causados pelo perturbação de uma polaridade, esta que
resulta de um desequilíbrio existente entre as trocas energéticas do corpo astral e do corpo mental.
Estes males são curados pela Lei relativa as polaridades.
Por exemplo, o cérebro de uma mulher sendo elétrico, pode ser curada com ajuda do magnetismo; e
o cérebro de um homem sendo magnético, pode ser curado com ajuda da eletricidade.
*n.t. Dança de São Vito, termo em desuso para Coréia de Sydenham.

61 – O QUE ESTIMULA A MENTE? O INCENSO, A MÚSICA RELIGIOSA E A PRECE.


A fim de melhor realizar as operações mágicas ou entrar em contato com os Seres espirituais
invisíveis, nos utilizamos os estimulantes - incenso, música religiosa e prece, que nos possibilita
acesso à Quarta Dimensão quando agindo sobre os nossos sentidos mentais.

62 – QUAL É A LINGUAGEM QUE PERMITE A COMUNICAÇÃO NO PLANO


MENTAL? COMO UM ESPÍRITO FALA A OUTRO.
No Plano Mental, um espírito comunica-se geralmente com outro por meio de imagens, de gestos e
símbolos semelhantes aos que o Subconsciente nos diz quando dormimos. Os espíritos mais
avançados comunicam-se, uns com os outros, pelo intermédio da audição mental, razão que os
permite compreender todas as línguas.

63 – COMO AS PERCEPÇÕES SÃO TRANSMITIDAS A NOSSA CONSCIÊNCIA


MENTAL?
As percepções são transmitidas a nossa consciência Mental pelo nossos sentidos físicos, a seguir
pelos nossos sentidos astrais e enfim, pelo intermédio da matriz mental; graças à essa que tomamos
Consciência.
Esta última, em seguida, gera estas percepções através do corpo astral e do corpo físico.

64 – O QUE É A PASSIVIDADE MENTAL?


A passividade mental resulta da submissão de nossa vontade, ou melhor, dos atributos de nosso
subconsciente, de natureza passiva, à uma outra vontade. Aquele que age assim atira-se em uma
situação de dependência.
A passividade mental pode também ser definida como uma indiferença absoluta aos seus próprios
defeitos durante o exercício de introspecção. Este é o fato, obviamente, duma pessoa que permanece
sob o controle de sua própria vontade.

65 – QUAL É O ESTADO NATURAL DA MENTE?


Este é o estado do Espírito no cerne do princípio Acásico: sem pensamentos, sem sentimentos, sem
percepções, livre do Tempo e do Espaço e de toda atividade mental; este é o repouso absoluto, o
nada, o vazio.

Fim da Primeira Parte

SEGUNDA PARTE

QUESTÕES
E COMENTÁRIOS
RELATIVOS AO PLANO ASTRAL

1 – O QUE SIGNIFICA A PALAVRA ASTRAL


O mundo Astral e o corpo astral de um ser humano devem sua existência ao Princípio Acásico
graças à ação do Fluido Elétrico e do Fluido Magnético. O Plano Astral existe dentro do Espaço;
nele encontramos registrado tudo aquilo que teve lugar sobre a terra até hoje, e tudo aquilo que
acontecerá no futuro; dito de outra forma, nele encontramos o passado, o presente e o futuro.
A parte Acásica ou Etérica deste Plano é circulada pelas vibrações dos dois Fluidos, criadores de
todas as coisas. Este Plano é o fundamento da vida, de toda a existência: da luz, da escuridão, do
som, da cor e do ritmo. Tudo aquilo lá tem sua origem; ele é a emanação do Eterno; ele está na
Quarta Dimensão. No seu cerne vivem as almas dos humanos mortos, Elementários, as Larvas,
seres que constituem os Elementos: os espíritos da Água, dos bosques, das Fadas, dos Sátiros, etc.
Os Elementais pertencentes ao Fogo são as Salamandras, ao Ar, os Silfos, à Água, as Ondinas e as
Sereias, à Terra, os Gnomos. Figurativamente, a palavra "Astral" também pode implicar o Princípio
Acásico, o mais elevado, aquele que criou o Mundo Astral e que controla assim este último.

2 – QUAIS SÃO OS ATRIBUTOS FUNDAMENTAIS DO CORPO ASTRAL?


Os atributos fundamentais do corpo astral, em correspondência com os pertencentes aos Quatro
Elementos, são: a resistência (Fogo), a diligência (Air), a paciência (Água) e a Estabilidade (Terra).

3 – QUAL É O FUNDAMENTO DA VIDA DO CORPO ASTRAL E COMO ESTE SE


NUTRE?
A vida do corpo astral é baseado na presença, nele, do Espírito Eterno, ele se nutre pela respiração.

4 – QUAIS SÃO AS FUNÇÕES DOS ELEMENTOS NO CERNE DO CORPO ASTRAL?


As funções dos Elementos no cerne do corpo astral são idênticas aquelas que prevalecem no corpo
físico:
-O elemento fogo:
"Na sua polaridade ativa, tem uma função construtiva;
"Na sua polaridade negativa, tem uma função destrutiva;
-O elemento Água:
"Na sua polaridade ativa, é o doador de Vida;
"Na sua polaridade negativa, a uma função dissolvente;
-O elemento Ar: a uma função equilibrante, compensadora das funções interativas do Fogo e da
Água;
-O Elemento Terra: une os Elementos precedentes, tem esta junção por sua capacidade de
solidificar; é isto que faz crescer, mas também o que destrói o corpo astral.

5 – COMO AS DIFERENTES CARACTERÍSTICAS HUMANAS SE MANIFESTAM NO


CORPO ASTRAL?
De acordo com a predominância de um Elemento no corpo astral de um ser humano, nós obtemos
quatro temperamentos ou quatro características diferentes:
. Predominância de Fogo: temperamento colérico
. Predominância de Ar: temperamento otimista
. Predominância de Água: temperamento melancólico
. Predominância de Terra: temperamento fleumático
Dependendo da intensidade daquela composição, e a polaridade de cada Elemento individual, nós
temos uma relação com uma característica mais ou menos equilibrada.

6 – O QUE É A AURA ASTRAL?


A Aura Astral é a junção das emanações provenientes da ação, no cerne do corpo astral, de cada um
dos Quatro Elementos (de todos os seus atributos e a respectiva dupla polaridade).
7 – O QUE UNE O CORPO MENTAL E O CORPO ASTRAL?
O corpo mental e o corpo astral são ligados pela matriz mental, graças às influências
eletromagnéticas dos Quatro Elementos.

8 – O CORPO ASTRAL É MORTAL?


O corpo astral é mortal; ele é um simples instrumento do Espírito Eterno.

9 – O QUE ACONTECE NO ALÉM QUANDO O CORPO MENTAL ABANDONA O


CORPO ASTRAL?
Quando um Ser, no seu corpo mental, abandona seu corpo astral e deixa assim este último sobre o
Plano Astral, o corpo astral se dissolve, revertendo as partículas da substância, tecendo este Plano.

10 – QUAIS SÃO AS FUNÇÕES DO CORPO ASTRAL DURANTE NOSSO SONO?


Desde que o corpo astral tem as mesmas funções que o corpo físico, ele descansa em nosso sono e
inala de maneira mais eficiente as substâncias astrais das quais se fortifica. De mais, seus próprios
sentidos constituem um instrumento de acesso ao Subconsciente, cuja atividade é mais intensa
durante o sono, por onde se exprimi.

11 – QUAIS SÃO AS CAPACIDADES OCULTAS DO CORPO ASTRAL?


O corpo astral pode ter as capacidades ocultas a seguir: visão, audição, olfato, tato e paladar. Todas
essas faculdades representam o equilíbrio absoluto entre os Elementos. O corpo astral e o corpo
mental podem se separar graças ao afrouxamento da "corda da vida" (ou externalização desse ao
corpo físico), que liga o corpo físico e o corpo astral. Um ser pode se aventurar no Plano astral (ele
começa uma viagem astral) quando está sobre seu corpo mental, este estando unido ao seu corpo
astral. Nós podemos restituir o corpo astral invisível e o isolar do corpo mental e do corpo físico.
Pela Psicometria, um Mago cria uma ligação astral com toda pessoa que tocou um objeto; ele pode
ler, graças a esta ligação, os eventos passados e presentes que hão marcado este objeto e que
ocorrerão no futuro.
O corpo astral pode ser submetido a nossa vontade; ele pode se conectar a cada Inteligencia e se
identificar a ela; ele pode fazer o mesmo com toda Entidade Divina de grau muito elevado assim
como cada Divindade.
De mais, a alma, ou antes o corpo astral, é capaz, após um desenvolvimento específico, de criar uma
junção homogênea entre os Quatro Elementos trabalhados em si; pode controlar as atividades
destes, assim como aquelas dos Elementos conduzidos ao seu interior, tanto quanto os que se
estendem ao exterior de si mesmo.
Ele é igualmente um instrumento capaz de controlar o Princípio Acásico incluído em si; de fato,
graças a este último, pode conscientemente se colocar em estado de transe.
Ele também tem a capacidade de utilizar os Elementos a partir do Acasa, com ajuda de rituais
apropriados. Enfim, ele pode ser impregnado dos Quatro Atributos mais elevados de Deus.

12 – QUAIS SÃO AS CAPACIDADES DO CORPO ASTRAL LIGADAS À


ELETRICIDADE E AO MAGNETISMO?
Nós podemos preencher ou impregnar o corpo astral de calor, de luz, de fato, de Fluido Elétrico; de
outra parte nós podemos a ele condensar o frio e a constrição.
A matriz astral possui os atributos dos dois Fluidos, Elétrico e Magnético. A clarividência é uma
capacidade do corpo astral de natureza elétrica; a psicometria é uma das capacidades de natureza
magnética.
Nós podemos definir a mediunidade como uma faculdade dependente do poder do Fluido
Magnético. Em conformidade à ação, no corpo astral, dos Quatro Elementos em sua dupla
polaridade respectivamente, os temperamentos (Fogo: colérico; Ar: otimista; Água: melancólico;
Terra: fleumático) têm a capacidade de se expressar.
A Aura, que é a emanação em forma de cores dos atributos dos Quatro Elementos, pode ser de
natureza ou seja elétrica ou seja magnética de acordo com o temperamento em questão.
Existe, no corpo astral, Centros feitos da substância dos Quatro Elementos; o ser humano consciente
do seu corpo mental se serve dos poderes ligados e estes Centros aos fins particulares:
. O Svadhisthana Chacra é o Centro do Elemento Água; e tem as capacidades e os poderes
dependentes do Fluido Magnético;
. O Manipura Chacra é o Centro do Elemento Fogo; e tem as capacidades e os poderes dependentes
do Fluido Elétrico;
. O Sahasrara Chacra é o Centro mais elevado; e está ligado aos centros inferiores pelo Canal
Central, Sushumna, por este último e também pelos Canais chamados de Ida (veiculando o
Fluido Elétrico) e Pingala (veiculando o Fluido Magnético) circulam o Princípio Acásico.

13 – COMO SE MANIFESTA A POLARIDADE DE UM ELEMENTO NO CORPO


ASTRAL?
A polaridade elementar se manifesta, no corpo astral, por uma radiação própria à cada Elemento,
deste nasce a irradiante Aura colorida. Um clarividente pode conhecer observando ela os
fundamentos e particularidades do caráter de uma pessoa.

14 – O QUE É A HARMONIA E A DESARMONIA, AGINDO NO CORPO ASTRAL?


A Harmonia, no corpo astral, resulta do equilíbrio entre, por um lado, pelos Quatro Elementos e
por outro lado, as freqüências vibratórias respectivas do Fluido Elétrico e do Fluido Magnético
circulantes nesta última.
A Desarmonia é um desequilíbrio entre os atributos dos Elementos e correspondem à atividade do
Fluido Elétrico e do Fluido Magnético. Harmonia e Desarmonia são todos dois a expressão da Lei
Universal.

15 – O QUE AGE SOBRE O CORPO ASTRAL?


A introspecção, o ascetismo próprio ao corpo astral, as forças atuantes positivas e negativas,
diversos exercícios e preces, a auto-sugestão, a sugestão, a compreensão de Conceitos Divinos e o
prezar da Consciência do Verdadeiro "Eu": então, isso que age sobre o corpo astral. Em resumo,
nós podemos dizer que nós influenciamos ele pesquisando, em cada domínio de nossa vida, aquilo
que é essencialmente nobre e perfeito e desenvolvendo todos os aspectos de nosso caráter.

16 – O QUE ENTENDE POR VITALIDADE DO CORPO ASTRAL?


A vitalidade do corpo astral é a energia que desce por ele, que sobe em seguida para finalmente
jorrar fora do Centro localizado na parte superior do crânio, o Chacra Sahasrara.
No Canal Central Sushumna, esta energia é de natureza Acásica, nos Canais laterais, Ida e Pingala,
ela é de natureza eletromagnética. A energia vital mantém e conecta todos os Centros do corpo
astral.

17 – POR QUAL MEIO O MENTAL AGE SOBRE O CORPO ASTRAL?


O Mental atua sobre o corpo astral graças à matriz mental; ela dirige e mantém atividade mental no
cerne do Plano Astral.

18 – O QUE É CHAMADO “FILTRO ASTRAL”?


O filtro astral é a Consciência, o Princípio Acásico, pelo qual passam cada pensamento, cada
percepção, cada estado de ser e cada emoção.

19 – COMO AGEM OS CONDENSADORES FLUÍDICOS NO CORPO ASTRAL?


Pela expressão "condensadores fluídicos" nós devemos entender os "acumuladores”, àqueles
poderes inerentes ao Fluído Elétrico e ao Fluído Magnético – ou as energias dos Quatro Elementos
Universais – juntando-se e se mantendo por um período indeterminado.
Quando a ocasião se apresenta, se carregam de um desejo particular com ajuda do Princípio
Acásico.
Os condensadores são feitos de substâncias sólidas, líquidas ou gasosas (em razão da essência deste
último); e tem uma grande capacidade de conservar a energia dos Elementos e são utilizados para
fazer agir estes últimos no desenvolvimento do corpo astral.
Para uso normal, os condensadores fluídicos simples são suficientes, mas para acumular uma
grande quantidade de energia ou para trabalhar sobre os desejos antes de agirem no Plano Físico,
– com ajuda de ações mentais e astrais – nós vamos recorrer, obviamente, aos "condensadores
fluídicos compostos" feitos a partir de extratos vegetais; nós criamos, por exemplo, os Elementais
ou os bonecos de cera, nós animaremos as imagens ou qualquer outra materialização.

20 – COMO SE MANIFESTAM AS PERTUBAÇÕES DO CORPO ASTRAL?


As pertubações do corpo astral se manifestam por diversos males: insuficiência psíquica,
sonambulismo, epilepsia, atributos negativos dos Elementos não equilibrados por seus opostos
positivos, atenção psíquica débil e outras doenças de natureza astral.
Estes males provêm de graves perturbações seviciantes no cerne do Fluido Elétrico e do Fluido
Magnético que provocam os disturbios nas permutas energéticas entre o corpo astral e o corpo
físico, ou entre o corpo astral e o corpo mental.

21 – MÉTODOS DE CURA ASTRAL.


Nós curamos os males psíquicos de uma pessoa concentrando intensamente nela a energia vital que
nós carregamos do desejo de a curar completamente. Para fazer isso, nós extraimos esta energia do
Universo, então nós dirigimos ela, sem a fazer passar por nosso próprio corpo, para o corpo astral
do interessado.
Graças a este procedimento, nós evitamos enfraquecer nossa própria vitalidade e impedimos ao
mesmo tempo a mistura de nosso "Od" (nosso Fluido Eletromagnético) com o seu; se nós agirmos
de outro modo, nós podemos nos infectar dos males que ele sofre.
Qualquer enfermidade, como o sonambulismo, a epilepsia, e a dança de São Vito, pode ser curada
fortificando o Fluido, o mais fraco.
Por toda parte aonde exista uma perturbação nas permutas entre o corpo mental e o corpo astral, um
Mago pode agir reforçando ou enfraquecendo, conforme o caso, a ação dos Elementos ou os dois
Fluidos (Elétrico e Magnético).

22 – O QUE É A EXTERIORIZAÇÃO DO CORPO ASTRAL?


A exteriorização é uma separação, operada em toda consciência, do corpo astral do corpo físico. Em
primeiro lugar, nós saímos de nosso corpo físico com a ajuda de nosso corpo mental, então, pela
visualização e a vontade, nós tiramos o corpo astral fora do corpo físico.
Em seguida, nós entramos – estando previamente em nosso corpo mental – no corpo astral e
começamos a respirar por ele. Desde este instante, o corpo físico quase não respira.
O corpo físico está conectado ao corpo astral e ao corpo mental deixando a matriz astral.
Se, durante a exteriorização, alguém toca o corpo físico, aparentemente morto, esta ligação se
rompe imediatamente e a morte verdadeira sobrevirá.

23 – O QUE É UM CORPO ASTRAL PERFEITO?


Um corpo astral terá alcançado a perfeição devindo a ser Um com Deus.

24 – QUAIS RELAÇÕES O CORPO ASTRAL E O CORPO MENTAL MANTÉM COM O


CORPO FÍSICO?
O corpo astral é o centro de todos os atributos e poderes do Espírito. Ele é o instrumento do
Espírito Eterno no Plano Astral e recebe pelo seus sentidos todas as percepções provindas do
mundo físico. Estas são transmitidos para a matriz astral, que as envia por sua vez a Consciência
Mental.
O Mental está, então, ligado a estas percepções graças ao corpo astral e ao corpo físico.
O corpo astral transfere suas próprias experiências para o corpo físico pelo intermédio do Fluido
Eletromagnético inerente aos Quatro Elementos; o corpo físico pode, então, os compreender em seu
próprio Plano. Todas estas actividades são, naturalmente, guiadas pelo Espírito Eterno.
O corpo astral é ligado ao corpo mental pela matriz mental e ao corpo físico pela matriz astral.

25 – COMO O ACASA AGE NO CORPO ASTRAL?


O Acasa age sobre o corpo astral pelo poder de uma parte da Vontade ativa do Espírito Eterno (Que
faz parte do Princípio Acásico), de outra parte da visualização; ele age enfim pela Fé Manifestada e,
então, pelo Poder Criativo.
O Acasa age pelo intermédio do Fluido Eletromagnético inerente à matriz mental (que é, nos seres
humanos, a substância mais espiritual) e envia todas informações para o corpo astral e para matriz
astral.
Em outras palavras, os Quatro Elementos emanam seus atributos e suas energias contidas no
Espírito Eterno sobre controle da matriz astral, na polaridade que lhe corresponda, ao cerne desse.
Assim, o Espírito Eterno transmite ao corpo astral os atributos de cada um dos Quatro Elementos.

26 – QUAL É O CARMA DO CORPO ASTRAL


O Carma do corpo astral é constituído de um conjunto de "causas" que um ser humano criou no
Plano Astral. Estas "causas", quer sejam positivas ou negativas, engendrão os "efeitos” e as
conseqüências no cerne deste Plano. Tudo isto está igualmente registrado ou mantido na memória,
de forma meticulosa no Mundo das Causas inerente ao Plano Astral.

27 – COMO A DURAÇÃO DA VIDA DO CORPO ASTRAL PODE SER PROLONGADA E


QUAL É SUA INFLUÊNCIA SOBRE A SUBSTÂNCIA MENTAL?
A duração da vida do corpo astral pode ser prolongada pelo enobrecimento contínuo de nosso
caráter, em todas as facetas deste último, até que nós atinjamos o equilíbrio absoluto entre os Quatro
Elementos que o constituem. Ao agir assim, nós enobrecemos também o corpo mental e o corpo
físico; o equilibrío elementar necessário é automaticamente transmitido a uma e a outra via,
respectivamente, a matriz mental e a matriz astral. Quando isso acontece, estes três corpos realizam
a saúde completa e sua vida é prolongada.

28 – QUAIS SÃO AS RELAÇÕES ANALÓGICAS EXISTENTES ENTRE O MUNDO


ASTRAL E O CORPO ASTRAL?
O Mundo Astral, chamado também de "Plano Astral", é um Mundo Invisível, engendrado pelo
Princípio Acásico por meio do Fluido Elétrico e do Fluido Magnético ligado aos Quatro Elementos.
Às vezes, o Plano Astral é também chamado de “A Quarta Dimensão” (liberto do Tempo e do
Espaço), pelo que tudo o que aconteceu, acontece ou acontecerá no Mundo Físico, dito de outra
forma, o passado, o presente e o futuro lá estão selados. Neste plano, as vibrações elétricas e
magnéticas se movem e se difundem. Tudo o que foi criado, em seu cerne, sua origem: luz,
escuridão, som, cor, ritmo, todo o leque de possibilidades que oferece a vida.
O Mundo Astral necessita de Espaço para existir. Ali é que vivem o corpo astral dos falecidos, os
Elementares, as Larvas, os Elementais (Fogo: Salamandras; Ar: Silfos; Água: Ondinas ou Sereias;
Terra: Gnomos); de mais lá residem os Satírios, os Silvos, os Espíritos da Água, etc.
O corpo astral é feito da substância que constitue o Plano Astral; ele é por isso análogo a este
último. Ele se nutre dessa substância; ele a inala. Todos os atributos dos Elementos, do Movimento,
da Árvore da Vida, têm igualmente suas analogias no Mundo Astral. Os seres que ali vivem têm
uma existência transitória, como tem o corpo astral de um ser humano.

29 – COMO DESPERTAR O GÊNIO DO CORPO ASTRAL?


O Gênio do corpo astral é despertado pela impregnação deste corpo das Virtudes Divinas, as mais
altas que correspondem aos Quatro Elementos Universais.
30 – O QUE É A MEDIUNIDADE E O QUE É O ESPIRITISMO?
A Mediunidade é a capacidade do corpo mental, do corpo astral e do corpo físico de se submeter, de
maneira passiva, à influência de poderes e de seres específicos.
Esta faculdade de mediação entre vários Planos pode se excercer igualmente de maneira consciente,
de acordo com nosso controle e nossa vontade. Sem a participação deste último, a Mediunidade
torna-se um contato descontrolado com os seres e os poderes não dominados, pertencentes aos
mundos invisíveis; isto é o que nós chamamos de Espiritismo.

31 – PREPARAÇÃO DO CORPO ASTRAL COM OS ATRIBUTOS DIVINOS.


A preparação do corpo astral com ajuda dos Atributos Divinos trata da realização, em seu cerne, da
Onipotência, da Sabedoria ou Onisciência, de todo o Amor Compaixão ou Misericórdia assim como
da Eternidade.
Estes Quatro Atributos fundamentais dos Elementos Universais se caracterizam pela Onipresença.
Esta realização é nossa ligação concreta com a Ideação Divina, a mais elevada, desse modo presente
no corpo astral; é finalmente a Identificação de nós mesmos com Deus.

32 – QUAL É O SIGNIFADO OCULTO DA PALAVRA “MORAL”, AGINDO NO CORPO


ASTRAL?
Nós consideramos que o corpo astral é o instrumento, o mais puro e o mais belo, do Espírito Eterno;
ele reune os atributos imaculados, as crenças ativas e passivas, que nos enobrecem continuamente.
Desta característica vem esta sentença: "Eu sou aquilo que sou" - (Êxodo 3:14).

33 – O QUE É O SONO?
O sono é um estado de inconsciência durante o qual o corpo físico e o corpo astral estão em
repouso. Unicamente o Subconsciente trabalha, no cerne do Mental, liberto, então, do Tempo e do
Espaço. As impressões com que o corpo mental se nutre e se satisfaz durante o dia são classificadas
durante o sono; dito de outra forma, eles entram em uma relação particular com os pensamentos
contidos no Subconsciente.
Durante o sono, o corpo mental é carregado e fortificado de uma energia nova, esta que nos
dá a sensação bem conhecida de ser "regenerado de novo".
Se assim é necessário, conselhos são dados através de sonhos que, em geral, vão tratar da
organização ou planejamento de nossa vida pessoal.

34 – O QUE É UM SONHO?
Um sonho é uma expressão de nosso Subconsciente que continua a trabalhar durante o sono quando
nossa Consciência de vigília está inerte, em repouso. Em regra geral, nos sonhos se refletem,
distorcidos, os acontecimentos que concernem ainda ao nosso caráter, nossas capacidades e nossos
pensamentos.
Às vezes os sonhos nos ensinam ou nos avisam por meio de símbolos. Eles nos falam na linguagem
da Natureza, pelas imagens.

35 – COMO AGE O SUBCONSCIENTE NO CORPO ASTRAL?


A ação do Subconsciente no corpo astral se apercebe pelas falhas, paixões, sentires voluptuosos,
pensamentos, visualizações e imagens que, bem ao certo, não estão suficientemente condensados
para poderem se manifestar sobre o Plano Físico.
No entanto, o Subconsciente pode se expressar em uma situação (uma oportunidade, uma tentação),
que preenche certas condições favoráveis à uma densificação sobre o Plano Físico.

36 – COMO OS ASPECTOS NEGATIVOS DO CARATER SÃO TRANSMITIDOS DO


CORPO ASTRAL AO CORPO MENTAL E AO CORPO FÍSICO?
As percepções preenchidas de pensamentos e imagens – que expressam nossos defeitos ou nossas
qualidades – são apercebidas e captadas pelos nossos sentidos físicos, mentais e astrais. Pelo
intermédio da matriz mental, essas percepções penetram no Subconsciente mental que procura os
dar vida, sem o consentimento da nossa vontade, com a ajuda do corpo astral, do corpo mental ou
do corpo físico, conforme o Plano que o Subconsciente escolheu para concretizar sua realização.
Esta é praticamente e automaticamente efetuada com o concurso dos Elementos Universais do
Magneto Quadripolar, em acordo com seus atributos respectivos, a força dirigente sendo o
Subconsciente.

37 – COMO SÃO CRIADAS, NO PLANO FÍSICO, AS SITUAÇÕES POSITIVAS E


NEGATIVAS QUE NASCEM NO PLANO MENTAL OU NO CORPO MENTAL E SE
DENSIFICAM ATRAVÉS DO PLANO ASTRAL OU O CORPO ASTRAL?
1 – Em primeiro lugar, um pensamento particular aparece em nosso intelecto no cerne do Plano
mental e, se ele pode ser concretizado, ele se acompanha de uma imagem, de uma visualização.
O surgimento desse pensamento imagem liberto da atividade do Elemento Ar. Simultaneamente,
este pensamento se colore, de acordo com o sentimento que ele suscita; esse concerne à atividade
do Elemento Água. Pelo que então, nós tratamos da expressão de um atributo ativo, nossa Vontade
e nossa Fé desenvolvem esse pensamento pela visualização e a fixação na nossa Consciência
através da matriz mental.
Graças à intensa ação da Consciência, a qualidade que foi pensada ou a imagem colorida que foi
concebida, atinge o Plano Astral através da matriz astral. No Plano Astral, uma condensação ocorre
sob a influência do Fluido Elétrico e do Fluido Magnético: pela vestimenta em operação do poder
constritivo, a neutralização do Elemento Ar e a solidificação operada pelo Elemento Terra. Todo
esse processo se efetua graças à ação do mental no corpo astral, no cerne do Plano Astral e já no
Espaço.
Nós vamos atingir, no presente, o estado ou poder dos Elementos, que tem construído esta situação,
começa a se densificar e a se fortalecer com intensidade. Quando a densificação se produz, a
situação pensada se torna uma realidade no Plano Físico graças à eficiência dos Elementos
operando sobre o Plano físico; os quais possuem as mesmas capacidades que os Elementos agindo
sobre o Plano Astral.
Esta ação é homogênea à partir do Mundo Causal até ao Plano Físico, isto é, no Tempo e Espaço.
Se o mental decide que uma qualidade ou um conceito, um pensamento ou uma imagem deve se
realizar no corpo mental, no Plano mental, então o estado original do pensamento é mantido, sem
alteração alguma; dito de outra forma, sem a ação do Tempo nem do Espaço – esta que é a regra no
Plano Mental ou no Plano Causal.
2 – Quando nós criamos uma situação no Plano Astral permanecendo passivos, nós empregamos o
mesmo procedimento que na nossa intervenção ativa. No entanto, no lugar de trabalhar com a
Vontade, a Fé ou a visualização e um estado de Consciência normal, nosso Subconsciente se mete
ao trabalho, usando de seus atributos negativos em um ambiente e com as condições que lhe são
favoráveis. Para nós, é evidentemente muito importante distinguir o positivo do negativo e lutar
contra este último. Em efeito, nós não devemos jamais consentir à negatividade adquirir domínio
sobre nós.

38 – QUAL É A INFLUÊNCIA DAS ENTIDADES NO CORPO ASTRAL?


As entidades ou os seres do mundo invisível não podem agir no corpo astral de um Mago
quando que este os contata em plena Consciência, pois ele os domina, bem
evidentemente, pela sua vontade e que em fim ele usa esse tipo de contato para fins
nobres. Mesmo se estes seres são de elevadas Inteligências ou de Espíritos servis, eles
não podem agir sobre seu corpo astral que de acordo com sua vontade e em relação ao
grau de desenvolvimento deste corpo.
Estes seres podem fortalecer suas qualidades, suas capacidades, sua saúde e realizar
seus desejos do momento que tendem ao Bem. No caso de Médiuns dados ao
Espiritismo, os numerosos seres de um grau tanto bem elevado quanto baixo – por
exemplo, as almas dos mortos, suas sombras, os fantasmas ou as larvas, podem
geralmente agir em seu corpo astral, quer este seja para fazer bem ou mal.

39 – QUAIS SÃO OS CHACRAS DO CORPO ASTRAL?


Segundo a Filosofia hindu, os chacras são os Centros energéticos, ligados aos Elementos
e situados no corpo astral.
Eles são governados pelo Centro, o mais elevado, o Sahasrara Chacra, chamado “o
Lotus de Mil Pétalas”, e são ligados uns aos outros por aquilo que é chamado de
"Sushumna”, o Canal que veicula o Princípio Acásico.

40 – QUAL É O PAPEL DA IDA, DA PINGALA E DA SUSHUMNA NO CORPO ASTRAL?


Ida é o Fluido Elétrico e Pingala o Fluido Magnético. Todos dois circundados pela Sushumna por
meio do Princípio Acasa. Sushumna se estende do Centro, o mais elevado, Sahasrara Chacra (que
está sob o crânio) até ao Centro, o mais baixo, o Muladhara Chakra, conectando sob sua passagem
a todos os outros. Ida e Pingala correspondem, na realidade, ao Magneto Quadripolar com sua
dupla polaridade, eles formam os Centros do corpo astral e, com Sushumna (o Acasa), eles formam
a quintessência de nossa energia vital.

41 – COMO OS QUATRO ATRIBUTOS DIVINOS SE MANIFESTAM NO CORPO


ASTRAL DE UM HUMANO ORDINÁRIO E NAQUELE SER QUE TEM ALCANÇADO A
PERFEIÇÃO?
O ser humano ordinário pensa que os Quatro Atributos Divinos existem fora de si mesmo.
De acordo com os conceitos relativos à sua Religião, existe no Céu um Deus Todo-Poderoso, Sábio,
Onisciente, Amoroso, Caridoso e Imortal. Em seu corpo astral estes Atributos Divinos se
manifestam claramente pela sua fé como Inteligência, Amor, Devoção e Consciência.
Um ser humano tendo atingido a Perfeição ao unificar os Quatro Atributos Divinos apercebendo-se
como sendo Deus em si mesmo; ele se desenvolveu, passo a passo; isso significa que ele impregnou
seu corpo astral desses Elevados Atributos. Enfim, ele os reuniu em um único Conceito e este
proceder o perfaz capacitado a experimentar e a manifestar, em seu corpo astral e na mais fina
textura deste, a Idéia deste que é Deus.

42 – POR QUE A CLARIVIDÊNCIA E A CLARIAUDIÊNCIA SÃO UMA


CARACTERÍSTICA PROBLEMÁTICA? COMO SE DESENVOLVEM E QUAIS SÃO AS
EVENTUAIS CONSEQÜÊNCIAS PATOLÓGICAS?

A Clarividência e a clariaudiência são as capacidades ocultas que permitem ver e ouvir além do
Tempo e do Espaço. Pouco importa que nós tratemos daquilo que está no passado, presente ou no
porvir ou que nós vejamos ou ouçamos os defuntos ou outros seres similares.

I – A clarividência

Existem diversos tipos de clarividência:

1º A clarividência natural: ela é a melhor.

2º A clarividência desencadeada por um distúrbio involuntário dos Elementos constituintes do


corpo mental: ela resulta de grande choque ou bem do impacto no cérebro em razão de doenças
diversas. Pode as vezes desenvolver esta faculdade a um grau mais ou menos elevado,
especialmente como conseqüência de um choque ou perturbação emocional. Os Médiuns cuja
clarevidência pode ser provocada pelos seres invisíveis pertencem a esta categoria. Aqueles que
provocam esta capacidade por meio de narcóticos, tais como ópio, o haxixe, etc; se incluem
igualmente dentro desta categoria os que fazem mal à sua saúde e estes, sobre todos os Planos;
muitos deles acabam dentro de clínicas psiquiátricas. Por conseqüência, aquele que vem
desenvolver clariaudiência não deverá jamais empregar a este fim os meios se duvidosos e se
prejudiciais.

3º Clarividência pela paralisia da visão: um outro método que permite o desenvolvimento da


clarividência consiste em enfraquecer ou paralisar temporariamente o orgão da visão. Fixar um
objeto refletido sobre um espelho mágico, olhar sobre uma bola de cristal ou uma pedra preciosa
podem provocar igualmente a clarividência, mas estes métodos não são convenientes para todo
mundo. Pelo uso deles, não necessita que o nervo óptico seja atingido; contudo, pelos olhos dum
Mago que está desejando clarividência, os objetos mencionados acima são simplesmente um
auxílio. A clarividência se fundamenta sobre o talento ou o desenvolvimento astral dum individuo e
ela não depende de sua evolução pessoal.

4º Clarividência desenvolvida pelos exercícios: Enfim, nós devemos promover a clarividência que
nós adquirimos pelo desenvolvimento adequado em Magia, mais precisamente, pela prática de
exercícios para os olhos. Para este fim, nós devemos ter uma idéia clara desta que é a Luz
Universal, no seu aspecto Fogo, que, de acordo com a Lei de Correspondência, governa os olhos e a
Vontade. Nós não alcançaremos algum resultado se nós não temos um conceito da Luz Universal
que seja perfeita, simples e possível ser visualizada.

Exercício:

.Absorver a Luz Universal, primeiro inalando em todo o corpo físico e o corpo astral;
.Condensar a Luz contida nestes corpos, nos olhos físicos a seguir os astrais; condensar bem
esta Luz nos globos oculares;
.Projetar nesta Luz, em vossa concentração, a faculdade de clarividência visualizando que
esta Luz penetra tudo, vê tudo claramente e, enfim, que o Tempo e o Espaço não são um obstáculo a
sua visão;
.Reter esta Luz nos olhos durante dez minutos aproximadamente;
.Devolver a Luz ao Universo afim de que vossos olhos retornem ao seu estado normal; se
vós não fizerdes isto vossos olhos não poderão mais fazer a distinção entre visão do Plano Físico e a
visão dos Mundos Invisíveis.
.Para acelerar os resultados vós podeis utilizar uma “água mágica”, ou seja, um
Condensador fluídico.

II – Clariaudiência

O desenvolvimento da clariaudiência é idêntica aquela da clarividência.


Esta faculdade nos permite perceber as vozes vindas de muito longe; ela pode se manifestar em nós
como um pensamento ouvido à voz alta; esta voz pode também provir do mais profundo de nós-
mesmos, da região do coração ou bem do plexo solar. Depois de estudos sérios, nós podemos
entender tudo pela clariaudiência como se nós conversássemos normalmente com qualquer um. Os
meios usuais podem despertar a clarividência assim como as patologias que resultam
equivalentemente pela clariaudiência e a psicometria.
Afim de desenvolver a clariaudiência, faça o seguinte:

.Utilize como condensador fluídico uma forte decocção de camomila e de água


desmineralizada;
.Carregue o condensador lingando ao Elemento Ar com idéia seguinte: provocar a
clariaudiência;
.Umidifique dois cotonetes com o Condensador;
.Coloque os cotonetes úmidos a meio caminho de vosso canal auditivo;
.Visualize que o Princípio Acásico invade todo vosso ser;
.Concentrei-vos sobre vossos dois ouvidos e visualize que eles são capazes da clariaudiência
absoluta;
.Concentrei-vos mais sobre isto e meditai;
.Devolva o Princípio Acásico para o Acasa Universal;
.Retire os cotonetes de vossos ouvidos os conservando num lugar que não caia em mãos
malignas.
Incompleto
Em tradução!