Você está na página 1de 2

UNIVERIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

CENTRO UNIVERSITÁRIO NORTE DO ESPÍRITO SANTO

Lista 3ª Área

1) Ligas constituídas de platina e de ródio, com diferentes composições, são utilizadas como
sensores de temperatura. Para 1 g de uma liga contendo apenas platina e ródio, na proporção de
10% em massa de ródio, calcule a massa e o número de átomos de platina. (Dados: Massas
atômicas: Rh = 103 e Pt = 195) Resp.:0,9 g; 2,77 x 1021.

2) A adenina é uma das bases que formam o ATP. Sabendo que a sua massa molar vale 135,1 g/mol
e contém 44,45% de C, 3,73% de H e 51,82% de N, em massa, determine sua fórmula molecular. R.
C5H5N5.

3) Os airbags automotivos enchem-se quando a azida de sódio, NaN3, decompõe-se rapidamente


em seus elementos constituintes:
2NaN3(s)  2Na(s) + 3 N2(g)
a) Calcule, em número de mols, a quantidade de N2 produzida pela decomposição de 2,5 mol de
NaN3?R. 3,75 mols
b) Quantos gramas de NaN3 são necessários para formar 6,0 g de gás nitrogênio? R. 9,28g
c) Quantos gramas de NaN3 são necessários para produzir 20 mL de gás nitrogênio se a densidade
do gás é 1,25g/L? R. 0,039g

4) São colocadas para reagir uma com a outra as massas de 1 g de sódio metálico (Na) e 1 g de
cloro gasoso (Cℓ2): 2Na + Cℓ2 → 2NaCℓ. Considerando que o rendimento da reação é de 100%,
qual a massa de NaCℓ? R. 1,65g

5) A determinação da porcentagem de hidróxido de sódio (NaOH) na soda cáustica pode ser feita
pela reação de neutralização com ácido clorídrico, conforme a seguinte reação:
NaOH + HCℓ → NaCℓ + H2O
Partindo de 200 g de soda cáustica, foram obtidos 234 g de NaCℓ. Qual a porcentagem de pureza
dessa soda cáustica? Resp. : 80%

6) O gás hilariante (N2O) pode ser obtido pela decomposição térmica do nitrato de amônio
(NH4NO3). Se de 4 g do sal obtivermos 2 g do gás hilariante, podemos prever qual é a porcentagem
de pureza do sal? R. 91 %

7) Quantos mL de solução de Pb(NO3)2 0,750M reagem completamente com 1,00L de solução de


NaCl 2,25M? A equação balanceada é Pb(NO3)2(aq) + 2NaCl(aq) → PbCl2 (s) + 2NaNO3 (aq)
R. 1,50 x 103 mL.

8) a. Quantos mililitros de uma solução estoque de 14,8 mol/L de NH3 é necessário para preparar
100 mL de 0,25 mol/L de NH3? b. Se você diluir 10 mL da solução estoque para um volume final
de 0,25 L, qual será a concentração da solução diluída? R. a) 1,69 mL b) 0,59 mol/L

9) Determine a concentração em mol L–1 de uma solução aquosa de H3PO4 resultante da mistura
de 400 mL de solução aquosa de H3PO4 (2 mol L–1) com 1.500 mL de solução do mesmo ácido
com concentração 9,8 g L–1. R. 0,5 mol/L

10) Quantos mL de HCl 0,812 M são necessários para titular 1,33 g de NaOH até o ponto de
equivalência? R. 40,9 mL

11) Uma determinada reação química gera um produto gasoso, do qual foi coletada uma amostra
para análise. Verificou-se que a amostra, pesando 0,32 g e ocupando 492 mL a 27 ºC e a 1 atm de
pressão, obedece à lei dos gases ideais. Qual é a massa de 1 mol desse gás (massa molar)? R.
16g/mol

12) Etileno gasoso (CH2 = CH2) e hidrogênio (H2) puros reagem quantitativamente um com o
outro, na presença de um catalisador de platina, para formar etano (CH3CH3) como único produto.
Um volume de 600 mL de uma mistura desses reagentes, contendo excesso de hidrogênio, tem uma
pressão de 52 mmHg a uma temperatura de 50 ºC. Completada a reação, a pressão cai para 33,8
mmHg no mesmo volume e à mesma temperatura. Calcule, em número de mols, o excesso de
hidrogênio. R. 0,47 mol

13) Explosivos são eficientes quando produzem um grande número de moléculas gasosas na explo-
são. A nitroglicerina, por exemplo, detona de acordo com a seguinte equação química
2C3H5N3O9 → 6CO2(g) + 3N2(g) + 5H2O(g) + ½O2(g)
Qual é o volume de gás gerado na queima de 227 g de nitroglicerina? (Considerar todos os gases
formados como ideais e nas seguintes condições: P = 1 atm; R = 0,082 atm L mol K; T = 47 ºC. R.
V= 190 L.

14) Uma amostra de óxido de cromo III contaminada com impureza inerte é reduzida com hidrogê-
nio de acordo com equação abaixo:
Cr2O3 + 3H2 → 2Cr + 3H2O
Qual volume de H2, medido nas CNTP, será necessário para purificar 5 g de óxido de crômio III
contendo 15% de impurezas? R. 1,80 L

15) O acetaldeído é um líquido comum que se vaporiza com facilidade. Num frasco de 125 mL de
acetaldeído, observa-se pressão de 331 mmHg, a 0ºC, e a densidade do vapor é 0,855 g/L. Qual a
massa molecular do acetaldeído? R. 44 g/mol

16) O argônio gasoso é dez vezes mais denso que o hélio gasoso na mesma temperatura e pressão.
Qual o gás que se efunde mais rapidamente? Qual a razão entre as velocidades de efusão? R. He,
velocidade He = 3,2 vezes velocidade Ar

17) Pode-se usar como anestésico a mistura de halotano e oxigênio (C 2HBrClF3 + O2). Imagine que
um reservatório tem esta mistura com as seguintes pressões parciais: P(halotano) = 170 mmHg e
P(O2) = 570 mmHg.
a) Qual a razão entre o número de moles do halotano e o número de moles de O2? R. 0,30 mol de
halotano/ 1 mol de O2
b) Se o reservatório contiver 160 g de O2, quantos gramas de C2HBrClF3 estarão presentes?R. 290 g

18) É possível fazer um vulcão, em miniatura, no laboratório usando o dicromato de amônio. Este
composto ao ser aquecido, se decompõe
(NH4)2Cr2O7(s) → N2(g) + 4H2O(g) + Cr2O3(s)

Se 5,0 g de dicromato de amônio forem usados, e se os gases da reação forem recolhidos num balão
de 3,0 L, a 23 ºC, qual a pressão total do gás nesse balão? Quais as pressões parciais do N 2 e da
H2O? R. P total = 0,80 atm, P N2 = 0,16 atm, P H2O = 0,64 atm.