Você está na página 1de 9

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS E SERVIÇOS

MEMORIAL DESCRITIVO TÉCNICO DE


ALTERAÇÃO DE REDE DE
DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA
E ILUMINAÇÃO PÚBLICA

PROJETO DE REQUALIFICAÇÃO URBANA

RUA JOÃO ALFREDO

TERMO DE REFERÊNCIA JOÃO ALFREDO


PROJETO EXECUTIVO SMIM - V5 (10173692) SEI 19.0.000134637-0

PORTO ALEGRE/RS

EMISSÃO: DEZEMBRO/2021

REVISÃO 02
PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE

PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA RUA JOÃO ALFREDO

SUMÁRIO

1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS – OBJETIVOS .......................................................... 3


2. CONCEPÇÃO DO PROJETO .................................................................................. 3
3. NORMAS UTILIZADAS ............................................................................................ 4
4. REDE DE ENERGIA ELÉTRICA PRIMÁRIA MT .................................................... 4
5. REDE DE ENERGIA ELÉTRICA SECUNDÁRIA BT .............................................. 4
6. POSTEAMENTO....................................................................................................... 5
7. ATERRAMENTO ...................................................................................................... 5
8. PROTEÇÕES EM MÉDIA TENSÃO ........................................................................ 6
9. POTÊNCIA INSTALADA .......................................................................................... 6
10. QUEDA DE TENSÃO ............................................................................................... 8
11. CONSIDERAÇÕES FINAIS ..................................................................................... 9
12. ANEXOS ................................................................................................................... 9

ENCOP E NGENHARIA L TDA


AV. CORONEL APARÍCIO BORGES, 965 SALA 202 E 302.
CEP 90680-570 - PORTO ALEGRE/RS 2
FONE/FAX: (51) 30284799 / 33525073 - E-MAIL:ENCOP@ENCOP.COM
PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE

PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA RUA JOÃO ALFREDO

1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS – OBJETIVOS

Este Memorial Descritivo é parte integrante do Projeto de Requalificação Urbana da Rua


João Alfredo, com base no Termo de Referência João Alfredo - Projeto Executivo SMIM - V5
(10173692) SEI 19.0.000134637-0.

O projeto está localizado no Bairro Cidade Baixa, Porto Alegre /RS, área que abrange ruas e
edificações com valor histórico para a cidade. Totalizando aproximadamente 15.000,00m²,
propõe-se a requalificação urbana da Rua João Alfredo, com acessos limítrofes pelas Avenidas
Loureiro da Silva e Aureliano Figueiredo Pinto, bem como os acessos às suas ruas relacionadas.

Os materiais a serem empregados na obra serão especificados neste documento,


propiciando a devida compreensão dos aspectos construtivos do projeto e a sua correta
execução. Em conjunto com as informações que aqui seguem, deverão também ser consultados
os demais projetos complementares: Executivo Geométrico, Executivo de Pavimento,
Estrutural, Drenagem Superficial, Sinalização Viária, Turística e Programação Visual, Executivo
Estrutural, Elétrico, entre outros. As especificações apresentadas têm como objetivo estabelecer
as condições que deverão reger, em conformidade com o Projeto de Arquitetura, a execução
dos serviços requisitados pela Contratante, definindo os critérios técnicos básicos de cada
serviço em particular e fixando as condições mínimas a serem observadas na aquisição,
fornecimento e emprego de materiais.

2. CONCEPÇÃO DO PROJETO

O projeto segue as diretrizes e critérios determinados no Edital, bem como atende as


considerações dos técnicos do GT do contrato e as legislações pertinentes, com predominância
no Caderno Técnico de Diretrizes e Especificações Técnicas para Aprovação de Projeto de
Iluminação Pública da IPSUL e na ABNT NBR 5101, a qual diz respeito aos procedimentos de
instalação para iluminação pública.

A adequação da rede de energia elétrica existente na via é necessária pela readequação das
calçadas e estreitamento da via em alguns pontos específicos, conforme projeto arquitetônico,
porém ressalta-se aqui que nenhuma alteração deve impactar negativamente no sistema
elétrico existente, já que não foi proposta nenhum acréscimo de carga, mas sim um decréscimo
de 51% da potência instalada para carga de serviço público na via.

As alterações propostas neste projeto visam a melhoria também do sistema elétrico da via,
com alteração e padronização de postes, tipo de alimentadores em média tensão e baixa tensão,
engastamento de poste e demais equipamentos para as estruturas necessárias, bem como
projeto em anexo.

ENCOP E NGENHARIA L TDA


AV. CORONEL APARÍCIO BORGES, 965 SALA 202 E 302.
CEP 90680-570 - PORTO ALEGRE/RS 3
FONE/FAX: (51) 30284799 / 33525073 - E-MAIL:ENCOP@ENCOP.COM
PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE

PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA RUA JOÃO ALFREDO

3. NORMAS UTILIZADAS

A execução das instalações elétricas deverá atender as exigências do memorial, do projeto,


das normas da ABNT e das normas, padrões e especificações da concessionária.

Principais normas utilizadas:

- ABNT NBR 5410 – Instalações Elétricas em Baixa Tensão

- ABNT NBR 14039 – Instalações Elétricas de MT de 1,0kV a 36,2kV

- ABNT NBR 5356 – Transformadores para a Distribuição de Energia Elétrica

- RIC BT – Regulamento de Instalações Consumidoras em Baixa Tensão

- RIC MT – Regulamento de Instalações Consumidoras em Média Tensão

- NTD 00.001 – Elaboração de Projetos de Redes Aéreas de Distribuição Urbanas

- PTD 00.007 – Estruturas para Redes de Distribuição Aérea Urbanas e Rurais com Cabos
Cobertos em Espaçadores

- PAD-11.026 – Nomenclatura de Estruturas de Redes de Distribuição Secundárias

- P-11.002 – Estruturas para Montagem de Redes Aéreas de Distribuição Urbana Secundária


com Cabos Multiplexados.

4. REDE DE ENERGIA ELÉTRICA PRIMÁRIA MT

Em conformidade com as exigências da Prefeitura para a adequação da via em questão, foi


proposta uma padronização de toda a rede elétrica em média tensão na via, alterando todas as
estruturas e rede MT existente em cabo de alumínio nu por condutores de alumínio com
cobertura XLPE 15kV, 3#50mm², fixados em espaçadores conforme NTD-00.001 e estruturas
conforme PAD-11.007.

As estruturas utilizadas para sustentação da rede primária do tipo compacta foram N3CE,
CN3, CE1A, CE2, CSH2, distribuídas conforme projeto específico.

5. REDE DE ENERGIA ELÉTRICA SECUNDÁRIA BT

Em conformidade com as exigências da Prefeitura para a adequação da via em questão, foi


proposta uma padronização de toda a rede elétrica em baixa tensão na via, alterando todas as

ENCOP E NGENHARIA L TDA


AV. CORONEL APARÍCIO BORGES, 965 SALA 202 E 302.
CEP 90680-570 - PORTO ALEGRE/RS 4
FONE/FAX: (51) 30284799 / 33525073 - E-MAIL:ENCOP@ENCOP.COM
PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE

PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA RUA JOÃO ALFREDO

estruturas e rede BT existente para condutores de alumínio multiplexados com isolamento XLPE
0,6-1,0kV com neutro nu, fixados em isoladores tipo roldana conforme NTD-00.001 e estruturas
conforme P-11.002.

Todos os trechos de rede de distribuição de energia elétrica em baixa tensão foram


projetados em rede trifásica 3#70(70) mm² ou 3#120(120) mm²- XLPE 0,6-1,0kV

Como não se obteve nenhuma informação da CEEE-D em função das demandas referentes
aos circuitos existentes, não foi calculada queda de tensão e nem condições térmicas dos
condutores de baixa tensão.

6. POSTEAMENTO

Todos os postes existentes na via foram substituídos por postes cônicos de concreto,
conforme os padrões da CEEE-D.

Não foram instalados estaiamentos de postes ou cruzetas. A compensação dos esforços


resultantes nas ancoragens de rede foi definida de acordo com as normas da
concessionária.

O engastamento dos postes de concreto deve ser realizado conforme rege o Anexo
D da NTD-00.001, de acordo o esforço nominal do poste apresentado na implantação.

O cálculo de esforços dos postes foi realizado conforme a tabela da NTD fornecida
pela CEEE-D e consta no documento denominado como “Anexo E1 – Cálculo de esforços
nos postes”.

7. ATERRAMENTO

A carcaça dos transformadores e acessórios será aterrada através de cabo de cobre


nu 35 mm², devendo a resistência não ultrapassar 10 Ohms em qualquer época do ano.

Na instalação de postes de concreto com base concretada deve ser previsto a


instalação de uma haste de aterramento e respectivo fio de cobre 6 AWG por dentro do
poste para permitir futuros aterramentos.

Os neutros dos circuitos secundários devem ser interligados e aterrados por meio de
haste de aterramento.

ENCOP E NGENHARIA L TDA


AV. CORONEL APARÍCIO BORGES, 965 SALA 202 E 302.
CEP 90680-570 - PORTO ALEGRE/RS 5
FONE/FAX: (51) 30284799 / 33525073 - E-MAIL:ENCOP@ENCOP.COM
PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE

PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA RUA JOÃO ALFREDO

Não deve haver ponto de rede secundária afastado mais de 100 metros de um
aterramento.

8. PROTEÇÕES EM MÉDIA TENSÃO

Todas as proteções em média tensão existentes na via deverão ser deslocadas


para os novos postes e estruturas propostas, bem como projeto legal.

Onde for proposta alteração na proteção em média tensão, nos postes com
transformadores, serão instaladas chaves fusíveis tipo Load Buster, 15kV-300A com elos
fusíveis de 6K para os transformadores de 112,5kVA.

As chaves fusíveis projetadas devem ter capacidade de interrupção assimétrica


de 10kA, conforme item 4.2.12.3 da NTD 00.001, para tensão primária 13,8kV.

Nos postes com transformadores serão instalados para-raios tipo poliméricos


12kV-10kA, que serão aterrados conforme exigências da concessionária e ABNT,
utilizando-se cabo de cobre nu 25mm², considerando-se uma resistência em relação à
terra igual ou inferior a 10 Ohms em qualquer época do ano.

9. POTÊNCIA INSTALADA

Para o projeto em questão, como se trata de uma readequação da Rua João Alfredo,
foram propostas apenas alterações nas cargas utilizadas pelo Poder Público, para tanto
a Tabela 1 representa as cargas incrementadas na via, bem como seu tipo de
acionamento e transformador referente.

Nos canteiros dos dois extremos da Rua João Alfredo foram deixadas duas esperas
para instalação provisória de esculturas, as quais devem ter carga máxima instalada do
equipamento de 1.000W, exclusivamente para iluminação, restritas à tecnologia LED.

ENCOP E NGENHARIA L TDA


AV. CORONEL APARÍCIO BORGES, 965 SALA 202 E 302.
CEP 90680-570 - PORTO ALEGRE/RS 6
FONE/FAX: (51) 30284799 / 33525073 - E-MAIL:ENCOP@ENCOP.COM
PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE

PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA RUA JOÃO ALFREDO

TABELA 1 - QUADRO DE CARGAS


RUA JOÃO ALFREDO
QUADRO DE CARGAS GERAL
Potência Potência Potência
Descrição da Fator de
TR Acionam. Medição unitária Quantidade total aparente
luminária potência
[W] [W] [VA]
LUM. PÚBLICAS INDIVIDUAL NÃO
19,6 4 78 0,95 82,53
IP001 - IP004 FOTOCÉL. MEDIDA
TR-01
LUM. DECORATIVAS CPO
CCM#1 35,0 6 210 0,95 221,05
ID015 - ID019 POSTE P52
LUM. PÚBLICAS INDIVIDUAL NÃO
19,6 6 118 0,95 123,79
IP005 - IP010 FOTOCÉL. MEDIDA
LUM. DECORATIVAS CPO
CCM#2 35,0 14 490 0,95 515,79
ID001 - ID014 POSTE P59
TR-02
ESPERA PARA CPO
CCM#2 1.000,0 1 1.000 0,95 1.052,63
ESCULTURA POSTE P59
LUM. DECORATIVAS CPO
CCM#3 35,0 8 280 0,95 294,74
ID020 - ID027 POSTE P47
LUM. PÚBLICAS INDIVIDUAL NÃO
19,6 3 59 0,95 61,89
IP011 - IP013 FOTOCÉL. MEDIDA
LUM. DECORATIVAS CPO
TR-03 CCM#5 35,0 5 175 0,95 184,21
ID039 - ID047 POSTE P59
PERGOLADO E CPO
CCM#5 18,0 10 180 0,95 189,47
PARADA DE ÔNIBUS POSTE P59
LUM. PÚBLICAS INDIVIDUAL NÃO
19,6 3 59 0,95 61,89
IP014 - IP016 FOTOCÉL. MEDIDA
LUM. DECORATIVAS CPO
TR-04 CCM#4 35,0 11 385 0,95 405,26
ID028 - ID038 POSTE P39
CPO
PERGOLADO CCM#4 18,0 5 90 0,95 94,74
POSTE P39
LUM. PÚBLICAS INDIVIDUAL NÃO
19,6 2 39 0,95 41,26
IP017 E IP019 FOTOCÉL. MEDIDA
LUM. DECORATIVAS CPO
TR-05 CCM#7 35,0 7 245 0,95 257,89
ID055 - ID061 POSTE P18
CPO
PARADA DE ÔNIBUS CCM#7 18,0 5 90 0,95 94,74
POSTE P18
LUM. PÚBLICAS INDIVIDUAL NÃO
19,6 2 39 0,95 41,26
IP018 E IP020 FOTOCÉL. MEDIDA
TR-06
LUM. DECORATIVAS CPO
CCM#7 35,0 7 245 0,95 257,89
ID048 - ID054 POSTE P24
LUM. PÚBLICAS INDIVIDUAL NÃO
19,6 5 98 0,95 103,16
IP021 - IP025 FOTOCÉL. MEDIDA
LUM. DECORATIVAS CPO
ID062 - ID070 E CCM#8 35,0 12 420 0,95 442,11
POSTE P6
TR-07 ID076 - ID078
ESPERA PARA CPO
CCM#8 1.000,0 1 1.000 0,95 1.052,63
ESCULTURA POSTE P6
LUM. DECORATIVAS CPO
CCM#9 35,0 5 175 0,95 184,21
ID071 - ID075 POSTE P13
Carga total instalada existente na via: 7.052W
Carga total projetada na via: 5.475W

ENCOP E NGENHARIA L TDA


AV. CORONEL APARÍCIO BORGES, 965 SALA 202 E 302.
CEP 90680-570 - PORTO ALEGRE/RS 7
FONE/FAX: (51) 30284799 / 33525073 - E-MAIL:ENCOP@ENCOP.COM
PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE

PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA RUA JOÃO ALFREDO

10. QUEDA DE TENSÃO

As quedas de tensão nos trechos dos alimentadores foram calculadas em


consonância com as seguintes equações, tendo as variáveis referente às características
dos alimentadores representados na Tabela 2. As distâncias dos alimentadores foram
calculadas conforme projeto em anexo, considerando-se um enrolamento de um metro
de folga em cada caixa de passagem para as redes subterrâneas dos alimentadores dos
painéis de medidores.

Como não se tem informação sobre as cargas dos ramais existentes na via, não foi
realizado o cálculo de queda de tensão dos alimentadores de distribuição secundária.

Para o cálculo de queda de tensão para os circuitos exclusivos para iluminação


pública, referente às luminárias decorativas e luminárias em paradas de ônibus e
pergolados projetados na via, foi considerado o sistema de carga distribuída, calculando-
se a queda de tensão no trecho, no ponto em questão e acumulada conforme a seguinte
Equação, referente às quedas de tensão para circuitos bifásicos:
2 × 𝐼 × 𝑙 × (𝑅. cos 𝜑 + 𝑋 sin 𝜑)
𝑄𝑇(%) = × 100%
𝑉×𝑛

Onde:
- 𝐼 é a corrente nominal do disjuntor a jusante em Amperes (A);
- 𝑙 é o comprimento do alimentador em quilômetros (km);
- 𝑅 é a resistência por quilômetros em Ohm por quilômetro (Ω/km);
- 𝑋 é a reatância do condutor em Ohm por quilômetro (Ω/km);
- 𝜑 é o ângulo de fase em graus (º);
- 𝑉 é a tensão nominal de linha em Volts (V);
- 𝑛 é o número de alimentadores.
TABELA 2 - RESISTÊNCIA ELÉTRICA E REATÂNCIA INDUTIVA DE FIOS E CABOS ISOLADOS EM PVC, EPR E XLPE
EM CONDUTOS FECHADOS (VALORES EM Ω/KM)

Seção Transversal
R (Ω/km) X (Ω/km)
(mm²)
2,5 7,41 8,87
4 4,61 5,52
6 3,08 3,69

ENCOP E NGENHARIA L TDA


AV. CORONEL APARÍCIO BORGES, 965 SALA 202 E 302.
CEP 90680-570 - PORTO ALEGRE/RS 8
FONE/FAX: (51) 30284799 / 33525073 - E-MAIL:ENCOP@ENCOP.COM
PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE

PROJETO DE REVITALIZAÇÃO DA RUA JOÃO ALFREDO

Os cálculos de queda de tensão estão apresentados no arquivo em anexo,


denominado “Anexo E2 – Quedas de tensão”.

11. CONSIDERAÇÕES FINAIS

A execução dos serviços será de acordo com as normas e exigências da ABNT, e toda e
qualquer modificação que seja necessária, quando da execução, deverá ter o aval do projetista,
sem o qual cessará a responsabilidade ficando a cargo da construtora.

12. ANEXOS

• Anexo E1 – Cálculo de esforços nos postes;

ENCOP ENGENHARIA LIMITADA

ENCOP E NGENHARIA L TDA


AV. CORONEL APARÍCIO BORGES, 965 SALA 202 E 302.
CEP 90680-570 - PORTO ALEGRE/RS 9
FONE/FAX: (51) 30284799 / 33525073 - E-MAIL:ENCOP@ENCOP.COM

Você também pode gostar