Você está na página 1de 184

1

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


2

BRUNO NYKIEL

MANUAL DO CONCURSO DA
POLÍCIA FEDERAL
O Guia Definitivo da 1ª Fase
Versão 2021

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


3

Revisão de texto: Aparisa Coêlho e Victor Lopes Costa Serra


Capa: Daniel Rebouças – Editora Motres
Layout e diagramação: Lilia Ferreira
Versão: Agosto de 2021.

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução, armazenamento ou transmissão de partes


deste livro, através de quaisquer meios, sem prévia autorização por escrito.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


4

SUMÁRIO
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
5

Sumário
INTRODUÇÃO .................................................................................................................... 7
O EDITAL DO CONCURSO .............................................................................................. 10
CARGOS POLICIAIS INFORMAÇÕES IMPORTANTES ................................................. 12
REQUISITOS PARA TOMAR POSSE NOS CARGOS POLICIAIS .............................. 17

O CONCURSO .................................................................................................................. 21
DISCIPLINAS COBRADAS NO ÚLTIMO CONCURSO ................................................ 28

A PROVA OBJETIVA........................................................................................................ 31
AGENTE DE POLÍCIA FEDERAL ................................................................................. 37

ESCRIVÃO DE POLÍCIA FEDERAL ............................................................................. 44

PAPILOSCOPISTA DE POLÍCIA FEDERAL ................................................................ 49

DELEGADO DE POLÍCIA FEDERAL............................................................................ 52

A PROVA DISCURSIVA ................................................................................................... 57


AGENTE DE POLÍCIA FEDERAL ................................................................................. 61

ESCRIVÃO DE POLÍCIA FEDERAL ............................................................................. 68

PAPILOSCOPISTA DE POLÍCIA FEDERAL ................................................................ 74

DELEGADO DE POLÍCIA FEDERAL............................................................................ 76

COMO SUA DISCURSIVA SERÁ CORRIGIDA – APF/EPF/PPF ................................. 84

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


6

COMO SUA DISCURSIVA SERÁ CORRIGIDA – DPF ................................................. 88

O TESTE DE APTIDÃO FÍSICA ........................................................................................ 91


TESTE DE BARRA FIXA............................................................................................... 95

TESTE DE IMPULSÃO HORIZONTAL ......................................................................... 99

TESTE DE NATAÇÃO DE 50 METROS...................................................................... 103

TESTE DE CORRIDA DE 12 MINUTOS...................................................................... 107

DIGITAÇÃO..................................................................................................................... 110
EXAME MÉDICO ............................................................................................................. 113
AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA ......................................................................................... 117
INVESTIGAÇÃO SOCIAL E/OU FUNCIONAL ............................................................... 122
PROVA ORAL ................................................................................................................. 126
CONSIDERAÇÕES FINAIS ............................................................................................ 132
ANEXO I - OBJETOS DE AVALIAÇÃO – APF .............................................................. 135
ANEXO II - OBJETOS DE AVALIAÇÃO - EPF .............................................................. 142
ANEXO III - OBJETOS DE AVALIAÇÃO - PPF ............................................................. 149
ANEXO IV - OBJETOS DE AVALIAÇÃO – DPF ............................................................ 156
ANEXO V - EXAMES SOLICITADOS ............................................................................. 172
ANEXO VI – DOENÇAS INCAPACITANTES ................................................................. 177

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


7

1
INTRODUÇÃO
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
8

A ideia deste livro surgiu depois de receber inúmeras dúvidas de estudantes que me
acompanham nas redes sociais. Procurei agrupá-las ao longo dos meses para
descobrir do que realmente eles precisavam.

Durante minha preparação a informação sempre foi muito complicada de ser


encontrada. Só existiam alguns blogs de cursinhos e fóruns não muito confiáveis.
Lembro que ficava horas e horas lendo as atualizações desses locais e muitas vezes
ainda ficava com muitas dúvidas em relação ao Concurso da Polícia Federal.

Como também não conhecia alguém que tivesse passado no certame, fiquei meses
pesquisando para começar a entender todas as etapas e como funcionava o processo
seletivo.

Não era raro encontrar pessoas divulgando muitas informações erradas e isso
dificultava ainda mais a minha preparação. Se tivesse tido acesso a este livro,
certamente teria economizado muitas horas de pesquisa, focando no que realmente
importa: estudar as matérias que caem no concurso.

Com uma linguagem leve, neste livro você aprenderá rapidamente todas as principais
informações da primeira fase do concurso para Agente, Escrivão, Papiloscopista e
Delegado de Polícia Federal.

Na parte inicial, detalhei os requisitos para se tornar um Policial Federal, as


atribuições, a remuneração atual e a projeção salarial para os próximos anos. Depois
analisei minuciosamente os últimos concursos, com as matérias cobradas e o
percentual de cada disciplina em relação ao total da prova.

Ademais, é possível encontrar também as informações sobre a prova discursiva,


mostrando como efetivamente a banca examinadora corrige a avaliação.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


9

Por fim, os detalhes do teste físico, dos exames médicos, da avaliação psicológica, da
prova oral e da avaliação de títulos.

Por isso, a leitura atenta deste manual é impreterível e essencial para o candidato que
almeja uma das vagas no quadro da Polícia Federal.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


10

2
O EDITAL DO CONCURSO

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


11

Pergunta do professor: Você sabe o que é o edital do


concurso?

O Edital é a “lei” do seu concurso público. É o lugar em que são estabelecidas as


regras, as etapas, os assuntos cobrados nas provas objetiva e discursiva e as demais
informações importantes do processo seletivo. A banca que tradicionalmente
organiza os concursos da Polícia Federal é o Centro de Seleção e de Promoção de
Eventos – CEBRASPE e os últimos editais podem ser encontrados na página
http://www.cespe.unb.br.

Recomendo, quando acabar este livro, fazer uma leitura dos principais pontos do
edital para complementar e consolidar todo o conteúdo abordado aqui.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


12

3
CARGOS POLICIAIS
INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


13

O requisito principal para tomar posse no cargo é o diploma, devidamente registrado,


de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de
ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

Recebo muitas dúvidas de candidatos referentes a esse item. O edital não exige uma
graduação específica para os cargos de Agente, Escrivão e Papiloscopista,
consequentemente, qualquer diploma de nível superior será aceito.

“E os tecnólogos?”, as pessoas perguntam. Até hoje, eles também foram validados,


desde que sejam reconhecidos pelo Ministério da Educação como de nível superior.
Não importa também ser um curso à distância ou presencial.

Muita atenção para não confundir os tecnólogos com os cursos técnicos. Estes são de
nível médio e possuem o objetivo principal de preparar o estudante para o mercado
de trabalho.

Para o cargo de Delegado é necessário ser bacharel em Direito e ter 3 anos de prática
jurídica ou policial. Antigamente não era necessário comprovar esta prática, porém,
depois de aprovada a Lei 13.047/2014, para tomar posse no cargo é imprescindível
comprovar este requisito.

Segundo o último Edital, considera-se atividade jurídica:

a) a exercida com exclusividade por bacharel em Direito;


b) o efetivo exercício de advocacia, inclusive voluntária, com a participação
anual mínima em 5 (cinco) atos privativos de advogado em causas ou
questões distintas, conforme o Estatuto da Advocacia;
c) o exercício de cargo, emprego ou função, inclusive de magistério superior,
que exija a utilização preponderante de conhecimentos jurídicos;

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


14

d) o exercício de função de conciliador em tribunais judiciais, juizados especiais,


varas especiais, anexos de juizados especiais ou de varas judiciais, assim como
o exercício de mediação ou de arbitragem na composição de litígios, pelo
período mínimo de 16 (dezesseis) horas mensais e durante 1 (um) ano.

Além desses quatro itens que a banca especificou, existe ainda a possibilidade de
comprovação da atividade através de uma certidão circunstanciada, expedida pelo
órgão competente, indicando as atribuições e a prática reiterada de atos que exijam
a utilização preponderante de conhecimento jurídico.

É a hipótese de um técnico administrativo, por exemplo, que trabalha em um


gabinete de um juiz. Apesar dele possuir um cargo que não é exclusivo de direito, ele,
no dia a dia, exerce as atribuições da carreira jurídica.

Importante destacar que é vedada a contagem de tempo de estágio ou de qualquer


outra atividade anterior à conclusão do curso de Direito.

Em relação à comprovação da atividade policial, será considerado o efetivo exercício


de cargo público, de natureza policial, na Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal,
Polícia Ferroviária Federal, polícias civis e(ou) polícia penal; o tempo de atividade
militar nas Forças Armadas, polícias militares e(ou) corpo de bombeiros militares; e o
tempo de atividade como agente socioeducativo.

Por fim, faz-se necessário salientar que os períodos de atividade jurídica e policial
poderão ser somados. Com efeito, se o candidato foi advogado por dois anos e
trabalhou mais um ano como agente da Polícia Civil, o requisito de 3 anos seria
cumprido.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


15

Entre as atribuições do Agente de Polícia Federal – APF – estão as de executar


investigações e operações policiais na prevenção e na repressão a ilícitos penais,
dirigir veículos policiais, cumprir medidas de segurança orgânica e desempenhar
outras atividades de natureza policial e administrativa.

Já o Escrivão de Polícia Federal – EPF – cumpre, sobretudo, as formalidades


processuais e as de lavrar termos e autos do processo. Ele pode também atuar nos
procedimentos policiais de investigação.

Por sua vez, as atribuições do Papiloscopista de Polícia Federal – PPF – são de executar
toda a cadeia de custódia de fragmentos e impressões papilares, realizar exames e
emitir laudos oficiais, operar e dirigir bancos automatizados de identificação humana
civil e criminal, dentre outras.

Por fim, o Delegado de Polícia Federal é responsável por instaurar e presidir


procedimentos policiais de investigação, comandar a execução de investigações
relacionadas com a prevenção e repressão de ilícitos penais, supervisionar e executar
missões de caráter sigiloso, bem como desempenhar outras atividades, semelhantes
ou destinadas a apoiar o órgão na consecução dos seus fins.

A Polícia Federal contém área para todos os perfis, do operacional sem rotina ao
burocrata que gosta de cumprir uma jornada de horário determinada.

No final de 2016, o governo federal concedeu um reajuste para as carreiras da Polícia


Federal. O reajuste foi concedido de forma escalonada, e a última parcela foi dada em
2019.

Ao tomar posse, o servidor começa na terceira classe, e a primeira ascensão


profissional ocorre depois de três anos, passando então para a segunda. Após isso,
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
16

serão necessários mais cinco anos para a classe superior subsequente e assim
sucessivamente até atingir o final da carreira. Dessa forma, o policial chega na classe
Especial, a última da carreira, com treze anos de efetivo exercício.

Segue o subsídio atual relacionado a cada categoria:

Subsídio (em R$)

Categoria Delegado de Polícia Agente, Escrivão


Federal e Perito e Papiloscopista
Criminal Federal de Polícia Federal
Especial 30.936,91 18.651,79
Primeira
27.846,74 15.267,27
Classe
Segunda
24.298,42 13.044,41
Classe
Terceira
23.692,74 12.522,50
Classe

Quer um estímulo melhor que esse??

COMO AGENTE, POR EXEMPLO, SUA REMUNERAÇÃO INICIAL


SERÁ DE R$12.522,50 + R$458 DO AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO,
TOTALIZANDO R$12.980,50, OU ENTÃO, COMO DELEGADO,
R$24.150,74.

Vale ou não vale a pena se sacrificar nos estudos???

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


17

A jornada de trabalho é de 40 horas semanais, em regime de tempo integral com


dedicação exclusiva. Todos os policiais têm direito a 1 (uma) hora de atividade física
por dia de trabalho. Isso quer dizer que, na prática, de segunda a sexta, o servidor
exercerá suas funções durante sete horas, e terá obrigatoriamente que se exercitar
durante uma hora, totalizando a jornada diária de oito horas.

Como a atividade policial não tem muita rotina, é comum, em alguns dias, trabalhar
bem mais do que o previsto. Alguns serviços devem ser feitos nas madrugadas e nos
finais de semana, já que, geralmente, é a hora preferida por alguns infratores para
praticarem seus crimes.

Não existe o pagamento de horas extras para os policiais que trabalham mais de 40
horas durante a semana. O que acontece é o regime de compensação de horário, em
que o servidor deverá acertar com a chefia a melhor maneira de compensar essas
horas trabalhadas a mais.

REQUISITOS PARA TOMAR POSSE NOS CARGOS POLICIAIS

Os requisitos para tomar posse foram definidos no edital do concurso. O Supremo


Tribunal Federal - STF autoriza que eles sejam comprovados somente na data da
posse, com exceção da idade mínima de dezoito anos, que deve ser comprovada na
data da matrícula no Curso de Formação Policial. Segue a lista:

a) Ser aprovado no concurso público e não ter sido eliminado na investigação


social.
b) Ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade
portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
18

portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos


termos do § 1º do artigo 12 da Constituição Federal.
c) Estar em gozo dos direitos políticos.
d) Estar quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo
masculino.
e) Estar quite com as obrigações eleitorais.
f) Possuir carteira de identidade civil e carteira nacional de habilitação,
categoria “B”, no mínimo.
g) Possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior
em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior
reconhecida pelo MEC.
h) Ter idade mínima de 18 anos completos na data de matrícula no Curso de
Formação Profissional.
i) Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo.
j) Ter 3 (três) anos de atividade jurídica ou policial, para ingresso no cargo de
Delegado de Polícia Federal.

Apesar de serem requisitos para tomar posse, no momento da matrícula no Curso de


Formação, será necessário entregar todos os documentos comprobatórios.

E se o candidato ainda estiver cursando o curso superior e não tiver o diploma em


mãos? Nesse caso, ele deverá comprovar que até o final do curso de formação terá
este documento. Isso é para a União não perder dinheiro formando uma pessoa que
não terá condições de tomar posse posteriormente.

Muita atenção ao item f: carteira de motorista. O candidato deve possuir carteira


nacional de habilitação, categoria “B”, no mínimo. Isso se faz necessário para dirigir

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


19

as viaturas durante o exercício profissional e, caso o estudante deixe para tirar a carta
muito em cima da hora, pode ser que não dê tempo de concluir todo o processo.

Os outros itens, geralmente, não ocasionam muitos problemas, porém, é


recomendável desde já preencher todos esses requisitos, a fim de evitar dor de
cabeça no futuro.

No quadro a seguir, coloquei algumas perguntas reais que recebi de alguns candidatos
e que servirão para complementar o conteúdo do curso.

Pergunta 01: Existe limite de idade para ingresso?


Resposta: Não existe limite de idade para ingresso, como ocorre geralmente em
alguns concursos militares. No caso da Polícia Federal, assim como em qualquer
cargo regido pela Lei 8.112/90, deve-se respeitar a idade máxima de 75 anos,
conforme estabelecido na Constituição Federal de 1988. Em relação à idade
mínima, para tomar posse no cargo, será necessário ter pelo menos 18 anos.

Pergunta 02: Em relação a tatuagens, tenho um braço fechado e uma das


canelas também, isso seria algum empecilho para ingressar como agente?
Resposta: De forma alguma. Na Polícia Federal, tatuagem é aceita, desde que,
claro, não faça apologia a qualquer tipo de crime.

Pergunta 03: O policial empossado recebe alguma ajuda de custo ou sugestão


da Polícia Federal no novo local de trabalho ou ele próprio que corre atrás da
casa para morar?
Resposta: O órgão não possui a obrigação de fornecer nenhuma ajuda de custo
ou conselhos ao novo servidor que será empossado. Os colegas da nova lotação
que geralmente fornecem dicas de onde morar na nova cidade. Os gastos com
o deslocamento são totalmente arcados pelo novo servidor.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


20

Pergunta 04: Gostaria de me informar em relação à altura. A altura impede o


ingresso na polícia??
Resposta: De forma alguma. Não existe requisito mínimo ou máximo de altura
no Concurso.

Pergunta 05: Gostaria de saber se posso prestar o concurso de Agente da PF ou


PRF com a graduação em modalidade licenciatura em química.
Resposta: Pode. Não importa a graduação, o curso só deve ser reconhecido pelo
MEC como de nível superior.

Pergunta 06: Eu ainda estou cursando a faculdade e gostaria de saber se posso


fazer o concurso e, se passar, o que devo fazer.
Resposta: Recebo muito esse tipo de pergunta. Você pode sim fazer o concurso,
porém, se passar em todas as etapas, terá que apresentar o diploma de ensino
superior no momento da posse no cargo público.

Pergunta 07: É possível solicitar a transferência de Estado?


Resposta: Sim, pelo Concurso de Remoção Interno. Quando abre um novo
certame, os servidores se mexem internamente, e as vagas dos que se
deslocaram serão supridas pelos novos aprovados.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


21

4
O CONCURSO

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


22

O último concurso da Polícia Federal foi realizado em 2021 e a banca CEBRASPE foi a
responsável pela aplicação das provas de todos os cargos.

Importante destacar que a Lei Nº 12.990, de 9 de junho de 2014, estabeleceu a


reserva aos negros de 20% das vagas oferecidas nos concursos públicos da União.
Além disso, nos concursos anteriores da PF não existiam vagas reservadas para
candidatos com deficiência, já que o órgão acreditava que as atribuições de um
policial não eram compatíveis com essa determinação constitucional.

Em 2013, porém, o Supremo Tribunal Federal proferiu uma decisão em que o órgão
deveria sim reservar para cada cargo/área 5% das vagas para esses candidatos.

Com isso, a distribuição das vagas desse concurso foi a seguinte:

Vagas para Vagas reservadas Vagas reservadas


Cargo/Área ampla aos candidatos aos candidatos
concorrência negros com deficiência
91 25 7
Cargo 1: Delegado de Polícia Federal
669 179 45
Cargo 2: Agente de Polícia Federal
300 80 20
Cargo 3: Escrivão de Polícia Federal
62 17 5
Cargo 4: Papiloscopista Policial Federal

O CEBRASPE é famoso pelo critério adotado: 1 questão errada anula 1 questão certa.
Realmente é desesperador para quem está começando e, muitas vezes, eu já saí dos
simulados com uma nota muito baixa, quase negativa. Isso cria uma sensação muito

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


23

ruim na medida em que parece que não estamos avançando no conhecimento das
disciplinas.

Além disso, se você não souber a melhor técnica para fazer a prova, dificilmente será
aprovado. Esse estilo de banca não admite aventureiros e estudantes apressados de
última hora. Acredito que esse não seja o seu caso, já que está desde já procurando
informações para se preparar melhor.

Os concursos foram bastante concorridos, conforme podemos perceber na tabela a


seguir, com número de inscritos, demanda por vaga e nota de corte.

Delegado de Polícia Federal em 2021


Condição Inscritos Vagas Demanda por Nota de corte
vaga

Ampla 27.751 91 304,96 94


concorrência

Cotas 4.451 25 178,04 90

Portadores 421 7 60,14 78


de
deficiência

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


24

Agente de Polícia Federal em 2021


Condição Inscritos Vagas Demanda por Nota de corte
vaga

Ampla 222.631 669 332,78 75


concorrência

Cotas 36.343 179 203,03 68

Portadores 1.099 45 42,42 48


de
deficiência

Escrivão de Polícia Federal em 2021


Condição Inscritos Vagas Demanda por Nota de corte
vaga

Ampla 53.611 300 178,70 66


concorrência

Cotas 8.865 80 110,91 59

Portadores 698 20 34,90 51


de
deficiência

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


25

Papiloscopista de Polícia Federal em 2021


Condição Inscritos Vagas Demanda por Nota de corte
vaga

Ampla 17.622 62 284,23 64


concorrência

Cotas 2.669 17 157,00 55

Portadores 235 5 47,00 48


de
deficiência

Não se desespere com esses números. Sei que eles assustam, mas na prática temos
muitas pessoas que só fazem a prova por fazer. São os famosos paraquedistas que
resolvem de última hora prestar o concurso para ver no que vai dar. O resultado é
fácil de imaginar, não é mesmo?

Serão 5 a 7 etapas no certame, a depender do cargo, e o candidato deverá ser


aprovado em todas elas, conforme quadro a seguir:

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


26

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


27

A primeira e a segunda etapas (provas objetiva e discursiva) são realizadas no mesmo


dia e serão eliminatórias e classificatórias.

Depois dessas desgastantes etapas, ainda não será possível comemorar a aprovação
com os familiares. Isso porque os aprovados dentro do número de vagas serão
convocados para o curso de formação policial, ministrado pela Academia Nacional de
Polícia em Brasília. É um período de muito aprendizado, provas, pressão, alegrias e
algumas dificuldades. O curso também é eliminatório e deverá ser levado com muita
atenção.

Mas o objetivo desse guia é prepará-lo para a primeira etapa do certame. Por isso,
para não tirar o foco e fazer você perder um tempo precioso, resolvi não tecer
comentários sobre a Academia.

Com o passar dos meses da sua preparação, você pode pesquisar algumas coisas
dessa outra fase. Acredito que agora não é o momento. Foco total na primeira etapa.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


28

DISCIPLINAS COBRADAS NO ÚLTIMO CONCURSO

Nos últimos certames, tivemos até onze disciplinas cobradas na prova objetiva, como
no caso para Papiloscopista da PF. Segue abaixo a relação completa, com a divisão
por cargo:

Agente de Polícia Federal


1. Língua Portuguesa
2. Noções de Direito Administrativo
3. Noções de Direito Constitucional

Bloco 1 4. Noções de Direito Penal e Processual Penal

Matérias 5. Legislação Especial


6. Estatística
7. Raciocínio Lógico

Bloco 2 8. Informática
Bloco 3 9. Contabilidade Geral

Escrivão de Polícia Federal


1. Língua Portuguesa
2. Noções de Direito Administrativo
3. Noções de Direito Constitucional

Bloco 1 4. Noções de Direito Penal e Processual Penal


Matérias 5. Legislação Especial
6. Estatística
7. Raciocínio Lógico

Bloco 2 8. Informática
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
29

9. Contabilidade Geral
Bloco 3
10. Arquivologia

Papiloscopista de Polícia Federal


1. Língua Portuguesa
2. Noções de Direito Administrativo
3. Noções de Direito Constitucional

Bloco 1 4. Noções de Direito Penal e Processual Penal


5. Legislação Especial
Matérias 6. Estatística
7. Raciocínio Lógico

Bloco 2 8. Informática
9. Biologia
Bloco 3 10. Física
11. Química

Delegado de Polícia Federal


1. Direito Administrativo
2. Direito Constitucional
3. Direito Civil
4. Direito Processual Civil
5. Direito Empresarial
Matérias Bloco 1 6. Direito Internacional e Público e Cooperação Internacional
7. Direito Penal
8. Direito Processual Penal
9. Criminologia
10. Direito Previdenciário
11. Direito Financeiro e Tributário

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


30

Os conteúdos detalhados de cada uma delas podem ser acessados no ANEXO I (APF),
II (EPF), III (PPF) e IV (DPF) deste livro. Muitos candidatos ficam assustados com a
quantidade de assuntos a serem estudados, porém, utilizando as técnicas de estudo
que ensino no curso PROJETO POLÍCIA, disponível no site PREPOL
(www.prepol.com.br), você será capaz de priorizar o que realmente importa,
aprenderá a melhor maneira de fazer seu ciclo de estudos, a fazer as revisões
sistemáticas e a ter disciplina com o pensamento no médio prazo, aumentando assim
suas chances de aprovação.

Será reprovado na prova objetiva e eliminado do concurso público o candidato aos


cargos de Agente de Polícia Federal, Escrivão de Polícia Federal e Papiloscopista
Policial Federal que se enquadrar em pelo menos um dos itens a seguir:

a) obtiver nota inferior a 6,00 pontos no bloco I da prova objetiva (P1).


b) obtiver nota inferior a 3,00 pontos no bloco II da prova objetiva (P1).
c) obtiver nota inferior a 2,00 pontos no bloco III da prova objetiva (P1).
d) obtiver nota inferior a 48,00 pontos no conjunto dos três blocos da prova
objetiva.
Já para o cargo de Delegado, será reprovado na prova objetiva e eliminado do
concurso público o candidato que obtiver nota inferior a 48,00 pontos na prova
objetiva (P1).

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


31

5
A PROVA OBJETIVA

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


32

A prova teve 120 itens, e, tradicionalmente, o CEBRASPE cria questões com um


conteúdo mais superficial ao compararmos com outras bancas. O fato da questão
errada anular a certa, porém, torna o desenvolvimento da prova extremamente difícil
para quem não tem uma base boa na maioria das disciplinas. Muitos candidatos,
quando olham a quantidade de disciplinas no edital, ficam desesperados e estudam
de maneira totalmente desorganizada, dando foco a partes do conteúdo menos
importantes. Ao não analisar as últimas provas, é comum valorizar algumas matérias
que, na verdade, valeram muito pouco no certame.

Acredito que, por estar buscando a carreira policial federal como foco, você tenha um
gosto por investigações e nada melhor que começar a desenvolver suas técnicas
mesmo antes de se tornar um policial!

É HORA DE INVESTIGAR AS ÚLTIMAS PROVAS OBJETIVAS.

Importante destacar que, em 2018, houve uma inovação no concurso com a divisão
da prova em bloco I, II e III, o que se repetiu no concurso de 2021. Mesmo assim, o
CEBRASPE não divulga a relação de questões de cada disciplina dentro dos blocos com
mais de uma matéria, porém é possível verificar a tendência da banca ao investigar
as últimas provas do cargo almejado.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


33

1) Você conhece o PROJETO POLÍCIA?

O PROJETO POLÍCIA é um curso de técnicas de


estudos, totalmente on-line, com 10 horas de
conteúdo. O objetivo principal é que você entre hoje
e já no próximo dia comece aplicando todas as
técnicas. É tudo bem prático.

É um curso rápido, porém você terá suporte durante


12 (doze) meses para tirar todas as dúvidas que
surgirem.

O PROJETO POLÍCIA serve para qualquer concurso


da área policial e afins, como Polícia Federal, Polícia
Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar e
DEPEN. Agora o estudante poderá se preparar para
qualquer um desses concursos com qualidade.

2) Quem vai ministrar esse curso?


O Professor Bruno do instagram @futurofederal. Em 2012, aos 24 anos, ele
conseguiu a aprovação em 41º lugar no Concurso de Agente de Polícia Federal,
com mais de 100 mil inscritos, e agora ensinará as técnicas de estudo que
utilizou para conseguir mudar sua vida.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


34

3) Você deseja ser APROVADO no próximo concurso da Polícia Federal?


O método funcionou não só com o Bruno, mas também com vários alunos que
seguiram à risca todas as técnicas e conseguiram ser aprovados em concorridos
concursos, como da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil e
Polícia Militar. Veja 4 depoimentos de aprovados:

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


35

4) Você está cansado de gastar dinheiro com cursinho e ainda não encontrou
uma forma de estudo eficiente?
Esse é um grande problema que o curso consegue solucionar rapidamente.
Muitos alunos chegam ao treinamento cheios de materiais de diversos
cursinhos, e não sabem como utilizá-los da melhor maneira. É justamente isso
que ele ensina no treinamento: um método simples para você seguir o seu
caminho sozinho, alcançando assim sua aprovação.
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
36

5) Posso tirar qualquer dúvida no treinamento?


Sim, claro! Estaremos durante o curso disponíveis para você tirar qualquer
dúvida por 12 (doze) meses. Esse suporte é fundamental para a melhor
evolução nos estudos.

6) Existe alguma garantia para participar desse curso?


Você terá uma garantia incondicional de 7 dias para testar todo o curso. Se você
realmente não gostar do treinamento, pode pedir a devolução do seu
investimento com apenas um e-mail de solicitação.

7) Como consigo me matricular no curso?


Aconselhamos sempre ficar de olho no instagram @futurofederal e cadastrar
seu melhor e-mail na lista de espera do treinamento, para que possamos avisar
sobre as próximas turmas.
Você também pode realizar esse sonho! Às vezes, só está faltando um
empurrão para enfim conseguir sua aprovação.

8) Ainda tenho dúvidas sobre o curso, como posso tirá-las?


Manda no Whatsapp de suporte do curso: 11-95025-8434
Clica no link para iniciar a conversa: Http://wa.me/5511950258434

Então vamos agora voltar com maiores informações sobre o concurso?

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


37

AGENTE DE POLÍCIA FEDERAL


Vale a pena analisar os concursos a partir de 2009, pois houve uma grande mudança
nesse ano e a partir de então se observa uma constância nos assuntos cobrados.
Observe no gráfico abaixo a divisão de questões do certame de 2009.

As disciplinas de direito valeram um pouco mais de 25% do total de itens e as outras


matérias, com exceção de português e informática, foram divididas de maneira
uniforme.

Agora veja que a divisão de questões do concurso de 2012 foi bem parecida com a de
2009:

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


38

Os últimos concursos para Agente de Polícia Federal têm demonstrado um objetivo


do órgão de atrair pessoas com as mais variadas formações.

Antigamente, nesse certame, era comum encontrar muitas questões da parte de


direito (Constitucional, Administrativo, Penal, Processo Penal e Legislação Especial),
especialmente por causa das atribuições do cargo. O resultado disso foi que muitas
pessoas formadas em Direito acabavam passando no concurso mesmo estudando
para outras carreiras e muitos deles utilizavam o cargo como trampolim, até passar
para Delegado ou outro cargo jurídico.

Esse fato vem gradualmente mudando e é possível observar a redução da quantidade


de questões dessas matérias, a exemplo da tabela abaixo com a divisão de questões
do concurso para APF, realizado em 2014, em que essas disciplinas foram reduzidas
para menos de 16,66% do total da prova.
Agente de Polícia Federal 2014
Matérias Qtd de questões
Português 30
Informática 18

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


39

Raciocínio Lógico 14
Atualidades 8
Administração 10
Contabilidade 10
Economia 10
Direito Penal 4
Direito Processual Penal 4
Direito Administrativo 4
Direito Constitucional 4
Legislação Especial 4
TOTAL 120
O quadro abaixo facilita a visualização da distribuição das questões.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


40

No concurso de 2018, houve uma grande mudança com a divisão da prova em blocos.
Matérias que até então vinham sendo cobradas (Atualidades, Economia e
Administração) saíram e o peso de Informática e Contabilidade aumentou muito.
Mesmo assim, a tendência dos últimos anos se confirmou, e a prova veio com poucas
questões de Direito, observe no quadro abaixo:

Agente de Polícia Federal 2018


Bloco Matérias Qtd de questões
Português 24
Direito Administrativo 4
Direito Constitucional 4
Direito Penal e Direito 5
I
Processual Penal
Legislação Especial 3
Estatística 10
Raciocínio Lógico 10
II Informática 36
III Contabilidade 24
TOTAL 120

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


41

Uma matéria que pegou todo de surpresa nesse concurso foi estatística. Por ser uma
disciplina muito complexa para aprender em pouco tempo, a maioria dos candidatos
resolveu deixar as questões em branco. Realmente o custo x benefício deve ser
sempre bem analisado na fase pós-edital.

O concurso de 2021 repetiu o número de questões por bloco, porém reduziu ainda
mais o peso das matérias de Direito, enquanto em contrapartida aumentaram as
questões de Estatística e Raciocínio Lógico.
Agente de Polícia Federal 2021
Bloco Matérias Qtd de questões
I Português 24

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


42

Direito Administrativo 3
Direito Constitucional 3
Direito Penal e Direito 3
Processual Penal
Legislação Especial 3
Estatística 12
Raciocínio Lógico 12
II Informática 36
III Contabilidade 24
TOTAL 120

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


43

Muitas pessoas têm a falsa impressão de que, para serem aprovadas no certame,
necessitam fazer o curso de Direito. Faz-se necessário ressaltar que somente as
matérias de Português, Informática, Contabilidade, Estatística e Raciocínio Lógico,
juntas, representaram 90% do total de questões.

A vacância a pedido do servidor aprovado em outro cargo é muito ruim para o órgão
e, quanto maior a pluralidade de formação, mais rica fica a capacidade da Polícia
Federal de solucionar os crimes.

Nesse último concurso, o órgão procurou um perfil de profissional com bons


conhecimentos em Informática e Contabilidade, atribuições muito importantes para
as operações em curso, como no caso da Lava Jato.

Infelizmente, não dá para saber como será a distribuição de questões por matérias do
próximo concurso. O mais recomendado é chegar na prova com uma média boa em
todas as disciplinas, a fim de não ser surpreendido pela banca.

Caso o tempo seja curto, porém, o candidato deverá focar nas disciplinas com maiores
chances de pontuar para aumentar a sua média final.

Nos dois tipos de preparação, curto e longo prazo, é fundamental chegar na prova
com uma excelente base em Português, Informática e Contabilidade, uma vez que
essas três matérias fizeram a diferença no último certame para o cargo de Agente de
Polícia Federal.

Agora que você já sabe como foram os últimos concursos para Agente e a previsão
para o próximo, vamos partir para análise dos de Escrivão.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


44

ESCRIVÃO DE POLÍCIA FEDERAL


Verifique abaixo as disciplinas cobradas no certame de 2009:

Direito Questões EPF2009


Constitucional
Legislação Especial
Direito
Administrativo Português
Direito Processual
Penal

Direito Penal

Administração Informática

Atualidades

Arquivologia Raciocínio Lógico

Assim como no de APF em 2009, as disciplinas de Direito valeram um pouco mais de


25% do total de itens. Português, Informática, Raciocínio Lógico e Arquivologia
representaram juntas 62% de toda a prova.

O concurso de 2012 foi bem parecido com o de 2009, mas o peso dessas quatro
matérias caiu um pouco, e as relacionadas com Direito aumentaram:

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


45

Questões EPF2012
Legislação Especial
Direito Constitucional
Português
Direito Administrativo

Direito Processual
Penal

Informática

Direito Penal

Raciocínio Lógico
Administração

Atualidades Arquivologia

Observe a importância de Português, Raciocínio Lógico, Informática e Arquivologia.


Juntas, elas representaram mais do que todas as de Direito.

No certame de 2018, houve uma mudança significativa não só com a exclusão de


algumas disciplinas anteriormente cobradas (Atualidades e Administração), como
também com o aumento da relevância de Informática e Arquivologia, além da
inclusão de Contabilidade e Estatística, matérias que até então não eram cobradas
para Escrivão.
Escrivão de Polícia Federal 2018
Bloco Matérias Qtd de questões
Português 24
I Direito Administrativo 4
Direito Constitucional 4

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


46

Direito Penal e Direito 5


Processual Penal
Legislação Especial 3
Estatística 10
Raciocínio Lógico 10
II Informática 36
III Contabilidade 12
Arquivologia 12
TOTAL 120

Nesse concurso, ficou nítido o perfil do candidato que o órgão procurava: domínio em
Informática. O peso somente dessa disciplina foi de 30% do total da prova, mais do
que o dobro da importância das matérias de Direito.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


47

Já o concurso de 2021, além de reduzir o peso das matérias de Direito, trouxe como
novidade o aumento do conteúdo de Contabilidade, diminuindo o peso de
Arquivologia no Bloco III, como podemos ver a seguir:
Escrivão de Polícia Federal 2021
Bloco Matérias Qtd de questões
Português 24
Direito Administrativo 3
Direito Constitucional 3
Direito Penal e Direito 3
I
Processual Penal
Legislação Especial 3
Estatística 12
Raciocínio Lógico 12
II Informática 36
III Contabilidade 18
Arquivologia 6
TOTAL 120

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


48

O candidato deve se atentar a isso em sua preparação, na medida em que é muito


melhor na reta final focar os estudos em Informática e Português, por exemplo, do
que querer se aprofundar em Direito Administrativo e Constitucional.

O recomendável, porém, é o estudo de médio a longo prazo, em que o estudante


conseguirá ter uma base sólida de todos os itens do edital, a fim de não ser
surpreendido pela banca examinadora.

Agora que você já sabe como foram os últimos concursos para Escrivão e a previsão
para o próximo, vamos partir para análise dos de Papiloscopista.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


49

PAPILOSCOPISTA DE POLÍCIA FEDERAL


Verifique abaixo as disciplinas cobradas no certame de 2018:

Podemos observar que nesta prova Português e Informática foram responsáveis por
50% das questões, sendo a outra metade do certame bem dividida entre as matérias
restantes, com Raciocínio Lógico e Estatística se destacando um pouco mais.

O concurso mais recente, de 2021, trouxe poucas mudanças no conteúdo exigido,


porém com a retirada de Arquivologia e uma distribuição mais assimétrica entre as
matérias restantes do Bloco III.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


50

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


51

Seguindo a lógica do concurso de 2021, fica evidente a necessidade de priorizar as


disciplinas de Português e de Informática, assim como Raciocínio Lógico e Estatística,
matérias que estão se tornando tendência nos concursos policiais e apresentam 70%
do peso desta prova.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


52

DELEGADO DE POLÍCIA FEDERAL


O concurso para Delegado de Polícia Federal de 2018 teve como principal destaque
as matérias de Direito Penal e Direito Processual Penal, algo muito comum em provas
para Delta, seguidas por Direito Constitucional e Direito Administrativo, observe:

Delegado de Polícia Federal 2018


Bloco Matérias Qtd de questões

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


53

Direito Administrativo 15
Direito Constitucional 15
Direito Civil 3
Direito Processual Civil 3
Direito Empresarial 3
Direito Internacional 7
I
Direito Penal 38
Direito Processual Penal 18
Criminologia 3
Direito Previdenciário 8
Direito Financeiro e 7
Tributário

Agora vejamos a prova de 2021:

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


54

DPF 2021
Qtd de
Matérias questões % Relevância
Penal 28 0,23 Alta
Processo Penal 28 0,23 Alta
Constitucional 15 0,13 Alta
Administrativo 15 0,13 Alta
Previdenciário 8 0,07 média

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


55

Internacional 7 0,06 baixa


Tributário 5 0,04 baixa
Empresarial 3 0,03 baixa
Processo Civil 3 0,03 baixa
Civil 3 0,03 baixa
Criminologia 3 0,03 baixa
Finaneiro 2 0,02 baixa
0 0,00 baixa
TOTAL 120 1,00

Pode-se observar uma congruência com o Edital anterior, de forma que o candidato
pode se espelhar com confiança nessa distribuição de questões para o próximo
certame. As disciplinas de Direito Penal, Processual Penal, Constitucional e
Administrativo são a base para qualquer ciclo de estudos de quem almeja o cargo de
Delegado de Polícia Federal.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


56

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


57

6
A PROVA DISCURSIVA
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
58

A prova discursiva de Agente, Escrivão e


Papiloscopista, de caráter eliminatório e
classificatório, valerá 13,00 pontos e
consistirá na elaboração de texto dissertativo
com no máximo 30 linhas.

Será eliminado do concurso público o


candidato que obtiver menos de 6,50 pontos
nessa fase.

É a segunda etapa do concurso público, e a


classificação do estudante deverá ser em até 3
(três) vezes o número das vagas disponíveis
para ter sua redação corrigida.

Por exemplo, no caso do concurso de APF, em


2021, foram 669 vagas para ampla
concorrência, de sorte que o candidato
classificado no máximo em 2.007º (3x669) na
prova objetiva conseguiu ter a sua discursiva corrigida.

Já para Escrivão, foram 300 vagas para ampla concorrência e a última correção foi do
candidato classificado em 900 (3x300). No caso de Papiloscopista, foram 62 vagas
para ampla concorrência, com a correção de 186 redações (3x62).

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


59

Atenção: a prova discursiva deverá ser feita em letra legível,


com caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material
transparente.

Alguns candidatos desavisados recebem nota 0 (zero) nessa prova. Sabe por quê? No
final da folha, assinam o próprio nome igual fazem com algum documento emitido.

O edital é claro em afirmar que a folha de texto definitivo da prova discursiva não
poderá ser assinada, rubricada e (ou) conter qualquer palavra e (ou) marca que a
identifique em outro local que não seja o indicado, sob pena de ser anulada.

Dessa forma, a detecção de qualquer marca identificadora no espaço destinado à


transcrição dos textos definitivos acarretará nota 0,00 na prova discursiva.

Você receberá duas folhas para a confecção dessa redação, uma será o rascunho, e a
outra, a definitiva a ser entregue à banca. No rascunho, você pode desenhar,
rabiscar, deixar cair água, chocolate, sujar com a gordura daquele frango desossado
que você comeu no meio do concurso (acredite, acontece), enfim, pode fazer o que
quiser.

Muita atenção com a definitiva. Além de não poder conter nenhum dos itens citados
anteriormente, procure manter a aparência com uma letra apresentável e parágrafos
alinhados.

No último concurso, o examinador teve que corrigir pelo menos 4.500 (contando com
o cargo de Delegado) discursivas, e começar já causando uma boa impressão pode
auxiliar bastante na nota. Inclusive, dos 13,00 pontos dessa prova, até 0,50 ponto será

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


60

atribuído ao quesito apresentação (legibilidade, respeito às margens e indicação de


parágrafos) e estrutura textual (organização das ideias em texto estruturado).

Com isso, é inaceitável tirar menos que 0,50 ponto nessa prova depois de todas essas
informações.

Não queira inventar moda comprando uma caneta preta que nunca usou. Algumas
pessoas resolvem fazer diferente e usam no dia da prova uma caneta cara de uma
marca conceituada, mas que solta muito mais tinta do que estão acostumadas. O
resultado é que a folha definitiva fica muito esquisita e a aparência fica péssima. Já
começam com um ponto negativo com o examinador.

Nessa prova, a banca pode cobrar qualquer item do conteúdo programático do edital.
Assim como aconteceu na prova objetiva, é importante também fazer uma análise
pormenorizada dos últimos concursos, a fim de saber a tendência da organizadora.

Para o cargo de Delegado de Polícia Federal, a prova discursiva, de caráter


eliminatório e classificatório, aborda os objetos de avaliação de Direito
Administrativo, Direito Constitucional, Direito Penal e Direito Processual Penal, tem
valor máximo de 24,00 pontos e é composta de duas partes:

a) três questões dissertativas, de até 30 linhas cada, com valor máximo de 4,00 pontos
cada uma; e
b) elaboração de uma peça profissional, de até 90 linhas, com valor máximo de 12,00
pontos.

Como vocês podem perceber, a prova discursiva para o cargo de Delegado de Polícia
Federal é extensa e por conta disso é feita em um turno separado da prova objetiva.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


61

E agora chegou o momento que o futuro federal mais gosta.

É HORA DE INVESTIGAR AS ÚLTIMAS PROVAS DISCURSIVAS.

AGENTE DE POLÍCIA FEDERAL


No concurso de 2009, o tema foi bastante abstrato e não demandou um
conhecimento específico do candidato, observe:

Discursiva do Concurso de Agente de Polícia Federal em 2009

Em 20 de agosto de 2007, o governo federal lançou o Programa Nacional


de Segurança Pública com Cidadania (PRONASCI), por meio da Medida Provisória nº
384, comprometendo-se a investir R$ 6,707 bilhões, até o fim de 2012, em um
conjunto de 94 ações, que envolveriam dezenove ministérios, em intervenções
articuladas com estados e municípios.
O PRONASCI enfatiza princípios que tratam de direitos humanos e
eficiência policial, intensidade da repressão policial na defesa de direitos e liberdades
e papel histórico da polícia na construção da democracia. Esse programa tem o mérito
de valorizar a contribuição dos municípios para a segurança pública, rompendo os
preconceitos restritivos, oriundos de uma leitura limitada do artigo 144 da
Constituição — contribuição que não se esgota na criação de guardas civis; estende-
se à implantação de políticas sociais preventivas. Outro princípio essencial desse
programa afirma que a segurança é matéria de Estado, não de governo, situando-a,
portanto, acima das disputas político-partidárias.

Luiz Eduardo Soares. A Política Nacional de Segurança Pública: histórico, dilemas e


perspectivas. In: Estudos Avançados, USP, 21 (61), 2007, p. 91-2 (com adaptações).

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


62

Considerando que o texto acima tenha caráter unicamente motivador, redija um texto
dissertativo que aborde, necessariamente, os seguintes aspectos:
➢ relação entre eficiência policial e direitos do cidadão;
➢ finalidade da repressão policial e sua intensidade;
➢ aparelho policial como um dos pilares da sociedade democrática.

Qualquer pessoa poderia fazer uma dissertativa sobre esse assunto. A generalização
facilita a vida do candidato, na medida em que o examinador não pode cobrar um
argumento específico para atribuir uma boa nota. Existem diversas maneiras de
responder essa questão.

Diferente disso seria uma dissertativa que cobrasse quais são os atributos e os
requisitos dos atos administrativos. Aqui, se o estudante não listar todos os atributos
(presunção relativa de legitimidade, imperatividade, autoexecutoriedade e
tipicidade) e os requisitos (competência, finalidade, forma, motivo e objetivo), o
examinador não poderá atribuir pontuação máxima à redação.

No certame de 2012, a banca resolveu restringir e cobrar um tema mais objetivo. Isso
dificulta sobremaneira a vida do estudante, porquanto a organizadora pode cobrar
um assunto específico sobre qualquer parte da matéria. Segue a seguir a questão:
Discursiva do Concurso de Agente de Polícia Federal em 2012

O Departamento de Polícia Civil do Estado de São Paulo vem investigando os crimes


cometidos por três pessoas, maiores e capazes, que atuam no roubo de cargas
transportadas em operações interestaduais nos estados de São Paulo, Mato Grosso e

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


63

Mato Grosso do Sul. As empresas transportadoras afetadas pelas ações dos


criminosos são totalmente privadas, ou seja, não possuem participação financeira de
nenhum ente da Federação, não havendo, portanto, em decorrência desses delitos,
prejuízo patrimonial direto à União. Em operação destinada a prender em flagrante
os criminosos, apenas um deles foi preso. No momento da prisão, ele ofereceu, ao
chefe da equipe policial, cem mil reais para que fosse informalmente libertado. A
proposta não foi aceita, e a prisão do criminoso foi efetuada, de acordo com as
formalidades legais.

Com base na situação hipotética apresentada acima, redija um texto dissertativo que
responda, necessariamente e de maneira fundamentada, aos seguintes
questionamentos:
➢ Havendo necessidade de repressão uniforme dos crimes acima mencionados,
poderá o Departamento de Polícia Federal investigar os delitos contra o
patrimônio (roubos)?
➢ Na situação considerada, a proposta feita pelo criminoso ao chefe da equipe
policial configurou crime contra a administração pública? Em caso afirmativo,
especifique o delito.

Se o candidato não soubesse bem a parte de Direito Penal que cuida dos crimes contra
a administração pública, e as atribuições da Polícia Federal na Constituição Federal,
dificilmente conseguiria uma nota boa nessa prova.

Já no concurso realizado em 2014, a banca cobrou um tema de atualidade, porém


bastante generalizado, observe:

Discursiva do Concurso de Agente de Polícia Federal em 2014

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


64

Um relatório do Conselho de Segurança da Organização das Nações


Unidas constatou que 15 mil pessoas viajaram à Síria e ao Iraque para combater pelo
Estado Islâmico e por grupos extremistas semelhantes. De acordo com o relatório,
essas pessoas saíram de mais de 80 países, o que inclui um grupo de países que não
havia enfrentado desafios anteriores com relação à Al Qaeda. Os números reforçam
recentes estimativas dos serviços de inteligência dos Estados Unidos da América sobre
o escopo do problema dos combatentes estrangeiros, que, conforme o relatório,
agravou-se apesar das ações agressivas das forças antiterroristas e das redes mundiais
de vigilância. Os números referentes ao período iniciado em 2010 são superiores aos
números referentes ao total de combatentes estrangeiros nas fileiras terroristas entre
1990 e 2010 — e continuam crescendo.

Folha de S. Paulo, 1.º/11/2014, p. 10, caderno Mundo 2 (com adaptações).

Considerando que o fragmento de texto acima tem caráter unicamente motivador,


redija um texto dissertativo acerca do tema a seguir.

A CIVILIZAÇÃO CONTEMPORÂNEA E O TERRORISMO

Ao elaborar seu texto, aborde, necessariamente, os seguintes aspectos:


➢ o 11 de Setembro de 2001 e a nova escalada terrorista; [valor: 4,00 pontos]
➢ o Estado Islâmico: intolerância e agressividade; [valor: 4,00 pontos]
➢ a reação mundial ao terrorismo. [valor: 4,00 pontos]

Não importam quais os argumentos utilizados pelo candidato, a banca não poderá
cobrar um determinado. É importante sempre fundamentar os quesitos utilizados,
com o objetivo de dar maior credibilidade à argumentação.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


65

No certame de 2018, o tema também foi bastante genérico, observe:

Discursiva do Concurso de Agente de Polícia Federal em 2018

O preâmbulo da Constituição Federal de 1988 (CF) dispõe que o Estado


democrático se destina a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a
liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como
valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada
na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução
pacífica das controvérsias.
A missão das forças policiais é garantir ao cidadão o exercício dos direitos
e das garantias fundamentais previstos na CF e nos instrumentos internacionais
subscritos pelo Brasil (art. 5.º, § 2.º, da CF). O cumprimento dessa missão exige
preparo dos integrantes das corporações policiais, que devem perseguir
incansavelmente a verdade dos fatos sem se afastar da estrita observância ao
ordenamento jurídico vigente, que deve ser observado por todos, em respeito ao
Estado democrático de direito.
Wlamir Leandro Motta Campos. Polícia Federal e o Estado democrático.
Internet: <www.direitonet.com.br> (com adaptações)

O Brasil se efetivou como um país democrático de direito após a


promulgação da CF — também chamada de Constituição Cidadã, por contar com
garantias e direitos fundamentais que reforçam a ideia de um país livre e pautado na
valorização do ser humano. Com a ruptura do antigo sistema ditatorial, o Estado tinha
a necessidade de resgatar a importância dos direitos humanos, negligenciados até
então, porquanto, desde 1948, havia-se erigido a Declaração Internacional dos
Direitos Humanos no mundo.
Já no art. 1.º da CF, afirma-se a condição de Estado democrático de direito
fundamentado em cidadania e dignidade da pessoa humana. O Brasil, por ser
signatário de tratados internacionais de direitos humanos, tem como princípio, em
suas relações internacionais, a prevalência dos direitos humanos.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


66

Yara Gonçalves Emerik Borges. A atividade policial e os direitos


humanos. Internet: <www.ambitojuridico.com.br> (com adaptações).

A partir das ideias dos textos precedentes, que têm caráter unicamente motivador,
redija um texto dissertativo acerca do seguinte tema.

O PAPEL DA POLÍCIA FEDERAL NO APRIMORAMENTO DA DEMOCRACIA BRASILEIRA

Em seu texto,
➢ discorra sobre o papel constitucional e social da Polícia Federal e sua relação
com os direitos humanos; [valor: 4,00 pontos]
➢ cite contribuições da Polícia Federal relevantes para a manutenção do Estado
democrático de direito, especialmente relacionadas aos direitos humanos;
[valor: 4,00 pontos]
➢ apresente sugestões de implantação de ações e(ou) projetos que possam
contribuir futuramente para o aprimoramento da democracia brasileira.
[valor: 4,40 pontos]

Já no último certame, em 2021, o tema novamente foi bastante genérico, porém o


texto motivador entregou para o candidato todo material que ele precisava para
produzir seu texto:

Discursiva do Concurso de Agente de Polícia Federal em 2021

Constituição da República Federativa do Brasil de 1988


Art 5.º [...] III — ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou
degradante; [...] X — são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


67

das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral


decorrente de sua violação; XI — a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela
podendo penetrar sem consentimento do morador, salvo em caso de flagrante delito
ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o dia, por determinação judicial; XII
— é inviolável o sigilo da correspondência e das comunicações telegráficas, de dados
e das comunicações telefônicas, salvo, no último caso, por ordem judicial, nas
hipóteses e na forma que a lei estabelecer para fins de investigação criminal ou
instrução processual penal; [...] XLIX — é assegurado aos presos o respeito à
integridade física e moral; [...]
Art. 144. A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é
exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do
patrimônio, através dos seguintes órgãos: I — polícia federal; [...]

Conforme o artigo 144 da Constituição Federal (CF), a Polícia Federal (PF) é um dos
órgãos encarregados de garantir o exercício do direito à segurança pública, expresso
no texto constitucional. Em sua atuação para a garantia desse direito, a PF e os
agentes que atuam em seu nome deparam-se com a necessidade de observância de
outros direitos previstos na CF, a exemplo dos apresentados acima, ainda que de sua
atuação possa resultar a restrição a algum direito, como o da liberdade. A partir
dessas informações e dos trechos da CF apresentados, redija um texto dissertativo a
respeito do seguinte tema.
A ATUAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL E A GARANTIA DOS DIREITOS E DAS GARANTIAS
FUNDAMENTAIS
Em seu texto, aborde os seguintes aspectos:
➢ o papel da polícia na garantia do direito à segurança pública; [valor: 3,50
pontos]
➢ a observância dos direitos previstos na CF como garantia da validade dos atos
praticados pela polícia; [valor: 4,50 pontos]
➢ o desempenho da função de policial federal e o respeito aos direitos humanos como
valor da Polícia Federal. [valor: 4,50 pontos]

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


68

Na prova discursiva não foi possível encontrar a tendência da banca, uma vez que o
assunto cobrado variou de um concurso para o outro.

Vamos agora para a análise do concurso para EPF.

ESCRIVÃO DE POLÍCIA FEDERAL


No concurso de 2009, o tema a princípio assustou (Convenção de Palermo), mas o
candidato preparado certamente conseguiu uma boa nota.

Discursiva do Concurso de Escrivão de Polícia Federal em 2009

Nos últimos anos, o mundo foi colocado diante de uma realidade nova: os sindicatos
do crime ultrapassaram as fronteiras geográficas dos países, com os objetivos de
obter maiores resultados nas operações delituosas e assegurar proteção e
impunidade a seus agentes. Em razão disso, a comunidade das nações entendeu a
importância da criação de acordos internacionais para uma ação conjunta contra o
crime transnacional organizado. No ano de 1998, a Assembleia Geral da Organização
das Nações Unidas (ONU) determinou a criação de um comitê de trabalho com o fim
específico de elaborar uma convenção internacional para enfrentar esses crimes. Em
dezembro de 1999, realizou-se em Palermo, Itália, uma reunião para a assinatura da
Convenção das Nações Unidas contra o Crime Organizado Transnacional — a
Convenção de Palermo —, que identificou que os países estão diante de um
gravíssimo problema, que só pode ser eliminado mediante uma ação conjunta da
comunidade das nações. Essa Convenção, que foi adotada pela ONU em novembro de
2000, na Assembleia Geral do Milênio, é suplementada por três documentos que
abordam áreas específicas de atuação do crime organizado: • o protocolo para
prevenir, suprimir e punir o tráfico de pessoas, especialmente mulheres e crianças; •
o protocolo contra o contrabando de imigrantes por terra, ar e mar; • o protocolo
contra a fabricação ilegal e o tráfico de armas de fogo, incluindo peças, acessórios e

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


69

munições. O problema da corrupção também foi abordado nos documentos; neles há


propostas para agravar as sanções contra esse tipo de crime. A Convenção trata,
ainda, de aspectos relacionados com a extradição de criminosos e a transferência de
presos, respeitando a legislação nacional dos países. O Congresso Nacional do nosso
país aprovou, em maio de 2003, o texto da Convenção de Palermo, e o presidente Luiz
Inácio Lula da Silva, pelo Decreto n.º 5.015, de 12 de março de 2004, sacramentou a
adesão do Brasil a esse documento.

Considerando que o texto acima tenha caráter unicamente motivador, redija um texto
dissertativo que aborde, necessariamente, os seguintes aspectos:
➢ importância da Convenção de Palermo;
➢ crime organizado e direitos humanos;
➢ medidas de combate ao poder financeiro do crime organizado.

Mesmo que o candidato nunca tivesse ouvido falar em Convenção de Palermo, a


banca facilitou e explicou de uma maneira geral no texto introdutório. Foi solicitado
que abordasse apenas a importância dela, um tema bastante genérico e que facilita
sobremaneira a vida do aluno, pois existem diversas maneiras de responder.

Já no certame de 2012, a banca resolveu restringir e cobrar um tema mais objetivo:

Discursiva do Concurso de Escrivão de Polícia Federal em 2012

Juca, brasileiro, maior, capaz, após viagem ao Uruguai, ingressou no


território nacional trazendo em sua bagagem dezesseis equipamentos de informática
de origem estrangeira, especificamente placas e processadores para

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


70

microcomputadores, desacompanhados da documentação legal, sem pagamento de


tributos devidos e sem autorização da autoridade competente para ingresso dos bens
no país. Juca pretendia montar máquinas caça-níqueis.
Ao desembarcar no aeroporto internacional de Brasília, Juca foi abordado
por agentes da Receita Federal e da Polícia Federal, em operação conjunta, e, após
diligências preliminares, com apreensão dos equipamentos e autuação na esfera
administrativa/fiscal, foi imediatamente conduzido e apresentado à Delegacia da
Polícia Federal para a consecução dos procedimentos legais, juntamente com toda
documentação e objetos referentes ao caso. Os bens foram avaliados pela autoridade
fiscal em R$ 40.000,00, cujos impostos devidos equivaleriam ao montante de R$
18.000,00.
Na Delegacia da Polícia Federal, Juca declarou que os bens apreendidos
seriam de propriedade de terceiros e receberia a quantia de R$ 500,00 apenas pelo
transporte e entrega. Por ser pessoa sem recursos financeiros, solicitou ao delegado
assistência jurídica da Defensoria Pública, tendo o defensor plantonista prontamente
comparecido ao local. Este, ao tomar conhecimento da situação, informou ao
delegado a impossibilidade de se efetivar, por ora, qualquer procedimento contra
Juca, tampouco a autuação do indivíduo, em face da ausência de conclusão do
procedimento administrativo fiscal, devendo ser ordenada a liberação imediata do
acusado. Caso o delegado assim não proceda, a autoridade policial e o escrivão podem
ser responsabilizados criminalmente, ante a advertência apresentada, em especial, o
escrivão, por cumprir ordem manifestamente ilegal.

Considerando a situação hipotética acima apresentada, redija um texto dissertativo,


respondendo, necessariamente e de maneira justificada, aos questionamentos a
seguir. Em seu texto, dispense fatos novos.
➢ O simples ingresso, em território nacional, dos bens descritos na situação
hipotética constitui crime? Em caso afirmativo, qual(is) seria(m) a(s)
infração(ões) penal(is) cabível(is)? [valor: 2,40 pontos]
➢ Admite-se a lavratura do auto de prisão em flagrante? Há necessidade de
instauração de inquérito policial? [valor: 5,00 pontos]

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


71

➢ O escrivão poderá ser responsabilizado caso cumpra determinação da


autoridade policial para realizar a lavratura dos documentos pertinentes ao
caso? [valor: 5,00 pontos]

Para tirar uma boa nota, o candidato deveria saber bem a parte de Direito Penal que
cuida dos crimes contra a administração pública, e as atribuições da Polícia Federal
na Constituição Federal.

Faz-se necessário ressaltar, porém, que, mesmo no caso do assunto mais específico,
cobrado em 2012, o tema não foi complexo. Com a divulgação do resultado, é possível
verificar que a maioria das notas foram altas.

Por isso, não se desespere caso não consiga ainda escrever um texto de 30 linhas
rapidamente. Com treino e dedicação, o aperfeiçoamento será constante.

No concurso de 2018, o tema foi fácil e já bastante discutido por jornais e revistas:
Maioridade Penal.

Discursiva do Concurso de Escrivão de Polícia Federal em 2018

A consolidação de um direito brasileiro democrático da criança e do


adolescente tem suas origens na Campanha Criança e Constituinte, antes mesmo da
entrada em vigor do Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei n.º 8.069/1990), por
força de princípios constitucionais que reconheceram a proteção integral e a
prioridade absoluta no estabelecimento de todas as políticas dirigidas à infância e à
juventude. A doutrina da proteção integral interfere, diretamente, na organização de
um sistema de justiça especializado e na adoção de uma legislação especial para
regulamentar todas as situações que envolvam criança ou adolescente, com especial
destaque às situações nas quais o adolescente é autor de uma infração à lei penal.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


72

Karyna Batista Sposato. Por que dizer não à redução da idade


penal. Brasília: UNICEF, 2007, p. 6. Internet:
<www.crianca.mppr.mp.br> (com adaptações).

Considerando que as informações precedentes têm caráter unicamente motivador,


redija um texto dissertativo a respeito do seguinte tema:

A RESPONSABILIDADE PENAL NO BRASIL


Em seu texto, posicione-se, de forma clara e fundamentada, a respeito da redução da
maioridade penal [valor: 4,00 pontos] e discuta os seguintes aspectos:

➢ Proteção da criança e do adolescente pelo Estado; [valor: 2,80 pontos]


➢ Redução/aumento da violência e tratamento dos adolescentes em conflito
com a lei como adultos; [valor: 2,80 pontos]
➢ Papel do poder público na elaboração de políticas sociais com potencial de
reduzir o envolvimento de adolescentes com a violência no Brasil. [valor: 2,80
pontos]

No concurso de 2021, a banca examinadora aplicou a mesma redação para os cargos


de Agente, Escrivão e Papiloscopista e escolheu um tema tranquilo de direitos e
garantias constitucionais com a atuação policial, observe:

Discursiva do Concurso de Escrivão de Polícia Federal em 2021

Constituição da República Federativa do Brasil de 1988


Art 5.º [...] III — ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou
degradante; [...] X — são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem
das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral
decorrente de sua violação; XI — a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


73

podendo penetrar sem consentimento do morador, salvo em caso de flagrante delito


ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o dia, por determinação judicial; XII
— é inviolável o sigilo da correspondência e das comunicações telegráficas, de dados
e das comunicações telefônicas, salvo, no último caso, por ordem judicial, nas
hipóteses e na forma que a lei estabelecer para fins de investigação criminal ou
instrução processual penal; [...] XLIX — é assegurado aos presos o respeito à
integridade física e moral; [...]
Art. 144. A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é
exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do
patrimônio, através dos seguintes órgãos: I — polícia federal; [...]

Conforme o artigo 144 da Constituição Federal (CF), a Polícia Federal (PF) é um dos
órgãos encarregados de garantir o exercício do direito à segurança pública, expresso
no texto constitucional. Em sua atuação para a garantia desse direito, a PF e os
agentes que atuam em seu nome deparam-se com a necessidade de observância de
outros direitos previstos na CF, a exemplo dos apresentados acima, ainda que de sua
atuação possa resultar a restrição a algum direito, como o da liberdade. A partir
dessas informações e dos trechos da CF apresentados, redija um texto dissertativo a
respeito do seguinte tema.
A ATUAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL E A GARANTIA DOS DIREITOS E DAS GARANTIAS
FUNDAMENTAIS
Em seu texto, aborde os seguintes aspectos:
➢ o papel da polícia na garantia do direito à segurança pública; [valor: 3,50
pontos]
➢ a observância dos direitos previstos na CF como garantia da validade dos atos
praticados pela polícia; [valor: 4,50 pontos]
➢ o desempenho da função de policial federal e o respeito aos direitos humanos como
valor da Polícia Federal. [valor: 4,50 pontos]

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


74

PAPILOSCOPISTA DE POLÍCIA FEDERAL


No concurso de 2018, o tema da redação foi sobre imigração, o que não foi uma
surpresa para os candidatos, devido ao quantitativo de notícias vinculadas pela mídia
sobre esse tema na época em questão.

A grande dificuldade foi, porém, o modelo de texto pedido pela CEBRASPE, que
normalmente pede 3 tópicos bem definidos. Nesse concurso foi pedido um texto
dissertativo sem os tópicos, com apenas um comando, o que pegou muitos
candidatos de surpresa.

Essa prova demonstrou que não é suficiente apenas decorar o esqueleto da redação,
é preciso ter um leque diversificado de modelos de estruturação de texto.

Discursiva do Concurso de Papiloscopista de Polícia Federal em 2018

Sem abrigos, grupos de imigrantes venezuelanos voltaram a acampar na rodoviária e


a ficar nas ruas de Manaus. A crise política, econômica e social na Venezuela, que
desencadeou um fluxo migratório para o Brasil, continua atraindo milhares de
imigrantes para o país. Em busca de sobrevivência, indígenas venezuelanos da etnia
Warao começaram a migrar para Manaus desde o início de 2017. Adultos, idosos e
crianças se abrigaram na rodoviária de Manaus e debaixo de um viaduto na Zona
Centro-Sul. Enquanto o maior abrigo foi desativado no Amazonas, a chegada dos
venezuelanos não indígenas só aumentou. As condições precárias de vida em solo
brasileiro podem favorecer a ocorrência de situações degradantes. Órgãos federais e
entidades religiosas anunciaram medidas para cobrar ações concretas da prefeitura
da cidade e dos governos federal e estadual.
Lei n.º 13.445/2017
Art. 3.º A política migratória brasileira rege-se pelos seguintes princípios e diretrizes:
I – universalidade, indivisibilidade e interdependência dos direitos humanos; II –
repúdio e prevenção à xenofobia, ao racismo e a quaisquer formas de discriminação;

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


75

III – não criminalização da migração; [...] VI – acolhida humanitária; [...] IX – igualdade


de tratamento e de oportunidade ao migrante e a seus familiares; X – inclusão social,
laboral e produtiva do migrante por meio de políticas públicas; XI – acesso igualitário
e livre do migrante a serviços, programas e benefícios sociais, bens públicos,
educação, assistência jurídica integral pública, trabalho, moradia, serviço bancário e
seguridade social; XII – promoção e difusão de direitos, liberdades, garantias e
obrigações do migrante; XVII – proteção integral e atenção ao superior interesse da
criança e do adolescente migrante;

➢ Considerando que os fragmentos de texto apresentados têm caráter


unicamente motivador, redija um texto dissertativo acerca da entrada de
imigrantes no Brasil, discutindo estratégias para a prevenção de crimes e de
violências envolvendo imigrantes no país, tanto na condição de agentes
quanto na de vítimas.

A prova de 2021, como dita anteriormente, foi a mesma entre os cargos de Agente,
Escrivão e Papiloscopista.

Discursiva do Concurso de Papiloscopista de Polícia Federal em 2021

Constituição da República Federativa do Brasil de 1988


Art 5.º [...] III — ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou
degradante; [...] X — são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem
das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral
decorrente de sua violação; XI — a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela
podendo penetrar sem consentimento do morador, salvo em caso de flagrante delito
ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o dia, por determinação judicial; XII
— é inviolável o sigilo da correspondência e das comunicações telegráficas, de dados
e das comunicações telefônicas, salvo, no último caso, por ordem judicial, nas
hipóteses e na forma que a lei estabelecer para fins de investigação criminal ou

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


76

instrução processual penal; [...] XLIX — é assegurado aos presos o respeito à


integridade física e moral; [...]
Art. 144. A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é
exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do
patrimônio, através dos seguintes órgãos: I — polícia federal; [...]

Conforme o artigo 144 da Constituição Federal (CF), a Polícia Federal (PF) é um dos
órgãos encarregados de garantir o exercício do direito à segurança pública, expresso
no texto constitucional. Em sua atuação para a garantia desse direito, a PF e os
agentes que atuam em seu nome deparam-se com a necessidade de observância de
outros direitos previstos na CF, a exemplo dos apresentados acima, ainda que de sua
atuação possa resultar a restrição a algum direito, como o da liberdade. A partir
dessas informações e dos trechos da CF apresentados, redija um texto dissertativo a
respeito do seguinte tema.
A ATUAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL E A GARANTIA DOS DIREITOS E DAS GARANTIAS
FUNDAMENTAIS
Em seu texto, aborde os seguintes aspectos:
➢ o papel da polícia na garantia do direito à segurança pública; [valor: 3,50
pontos]
➢ a observância dos direitos previstos na CF como garantia da validade dos atos
praticados pela polícia; [valor: 4,50 pontos]
➢ o desempenho da função de policial federal e o respeito aos direitos humanos como
valor da Polícia Federal. [valor: 4,50 pontos]

DELEGADO DE POLÍCIA FEDERAL


Vamos começar analisando como foram a cobrança das três questões dissertativas e
da peça profissional concurso de Delegado em 2018.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


77

Questão 1 do Concurso de Delegado de Polícia Federal em 2018

No âmbito do direito administrativo, a atuação do Estado está submetida ao chamado


regime jurídico-administrativo, que se expressa por meio do binômio prerrogativas-
sujeições. As prerrogativas são concedidas à administração pública no intuito de
fornecer os instrumentos e os meios necessários ao regular exercício de suas
atividades, com vistas à concretização do interesse público. As prerrogativas
concedidas à administração pública incluem os poderes administrativos, em especial
o poder de polícia.

Considerando que o texto precedente tem caráter unicamente motivador,


redija um texto dissertativo atendendo ao que se pede a seguir:
➢ 1 Discorra sobre o conceito de poder de polícia e cite dois exemplos de atos
administrativos que expressam esse poder; [valor: 1,20 ponto]
➢ 2 Discorra sobre os ciclos ou fases do poder de polícia; [valor: 1,20 ponto]
➢ 3 Apresente as distinções entre polícia administrativa e polícia judiciária
explicitando, para cada uma dessas polícias: o objeto de incidência, as
infrações tratadas e os órgãos competentes para seu exercício. [valor: 1,40
ponto]

Questão 2 do Concurso de Delegado de Polícia Federal em 2018

Nos autos de procedimento executivo fiscal de cobrança do imposto de renda de


pessoa jurídica, o juiz federal responsável pela vara de execuções fiscais de
determinado estado da Federação expediu ordem de interceptação de comunicação
telefônica do representante legal da empresa devedora executada, sob o fundamento
de que havia indícios da prática de sonegação e fraude fiscal. Com a negativa da
companhia telefônica em fornecer os dados e as gravações correspondentes, o
cumprimento da ordem foi dirigido à delegacia da Polícia Federal para que, sob pena
de incursão no crime de desobediência, prendesse o funcionário da companhia
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
78

telefônica responsável pelo fornecimento das comunicações telefônicas e colhesse


elementos de prova relacionados ao seu conteúdo. Autorizou-se, desde logo, o
ingresso da autoridade policial na residência e no escritório do representante legal da
empresa executada e de seus advogados, sem, contudo, especificar-se o conteúdo da
busca e apreensão. Ato contínuo, a ordem judicial foi cumprida em sua integralidade,
de modo que o juízo da execução fiscal teve acesso às gravações telefônicas que
corroboravam a prática do crime de fraude fiscal e sonegação, a partir das quais a
Polícia Federal também colheu provas do crime de remessa ilegal de divisas.

➢ Redija um texto dissertativo, abordando as normas constitucionais e os


direitos fundamentais violados na situação hipotética apresentada.
Fundamente seu texto na Constituição Federal de 1988, na jurisprudência do
STF e na doutrina. [valor: 4,00 pontos]

Questão 3 do Concurso de Delegado de Polícia Federal em 2018

Após a instauração do inquérito policial, foi apurada a formalização de um contrato


superfaturado entre a prefeitura de determinado município e uma empresa local. O
negócio jurídico, que foi realizado em regime de urgência e sem licitação, foi
viabilizado pelo prefeito do município e por um secretário municipal, responsável pela
área a que se referia o contrato, em conluio com o proprietário da empresa
contratada. Foi apurado, ainda, que a empresa contratada realizou depósitos
bancários nas contas dos referidos agentes políticos, correspondentes a percentual
do valor bruto do contrato, cabendo ao prefeito o dobro do valor depositado para o
secretário municipal. Por fim, constatou-se que, com esses valores, os beneficiados
adquiriram veículos e imóveis.

Considerando a situação hipotética precedente, redija um texto dissertativo


abordando os seguintes aspectos:

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


79

➢ 1 a definição de concurso de agentes e os requisitos para a sua caracterização;


[valor: 1,00 ponto]
➢ 2 os tipos penais configurados na situação hipotética e os elementos objetivos
desses tipos; [valor: 1,30 ponto]
➢ 3 os sujeitos ativos e passivos dos delitos apurados no inquérito policial e a
possibilidade de configuração do crime de associação criminosa na hipótese
narrada. [valor: 1,50 ponto]

Peça Profissional, Concurso de Delegado de Polícia Federal em 2018

Em uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal, Joaquim Melo foi preso ao transpor
a fronteira do Paraguai com o Brasil, mais especificamente na cidade de Foz do Iguaçu
– PR, com expressiva quantidade de cocaína acondicionada em um fundo falso
acoplado ao veículo por ele conduzido, registrado em nome de Valéria Costa. Em
razão disso, Joaquim foi apresentado à autoridade policial federal de Foz do Iguaçu, e
a substância apreendida foi encaminhada para exame preliminar, que constatou
tratar-se de cocaína pura, em um total de 5 kg. Joaquim relatou que a droga era de
propriedade de Luís Costa e que o veículo pertencia à prima de Luís, Valéria Costa,
cujo endereço foi indicado pelo autuado, o qual informou, ainda, que ela estaria em
sua residência, localizada em Foz do Iguaçu, aguardando o carregamento para, então,
transportá-lo no veículo até o interior de São Paulo, onde Luís prepararia e distribuiria
a cocaína. De imediato, Valéria foi localizada e franqueou a entrada dos policiais
federais em sua casa, que descobriram que havia no local outra quantidade de
cocaína, que também seria entregue a Luís. Joaquim e Valéria foram presos e
autuados em flagrante delito, como incursos nas sanções do art. 33, caput, c/c art. 35,
caput, e art. 40, incisos I e V, da Lei n.º 11.343/2006. No interrogatório, Valéria
afirmou que Joaquim e ela eram encarregados do transporte da droga entre o
Paraguai e o Brasil e que, quinze dias antes da prisão, já haviam entregado a Luís um
carregamento de cocaína, na mesma quantidade, oriundo do Paraguai. Segundo
Valéria e Joaquim, o entorpecente estava sendo comercializado no estado de São

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


80

Paulo. No curso do inquérito policial e no prazo dos autos, a autoridade competente


efetuou diversas diligências visando localizar Luís, porém não obteve êxito. Em razão
disso, Luís Costa foi indiciado nas mesmas sanções penais já citadas, procedendo-se à
sua qualificação indireta com base em prontuário de identificação civil, ocasião em
que se verificou tratar-se de indiciado primário, sem anotações criminais anteriores.
De acordo com o relato da equipe de investigação, Luís, após ter tomado
conhecimento da prisão dos comparsas e de seu indiciamento nos autos do inquérito
policial, fugiu para local incerto e não sabido, com a pretensão de deixar o país. Valéria
e Joaquim, após as formalidades legais decorrentes da prisão, foram recolhidos ao
sistema penitenciário, onde permanecem à disposição da justiça. Antes, porém,
relataram à autoridade policial verdadeiro temor por terem indicado Luís como
coautor do crime. Segundo eles, Luís é uma pessoa perigosa e vingativa e com fortes
contatos na facção criminosa que comanda o tráfico internacional de drogas para os
estados do Paraná e de São Paulo. Em audiência de custódia, as prisões em flagrante
de Valéria e de Joaquim foram convertidas em custódias preventivas. No prazo
estabelecido na Lei n.º 11.343/2006, foi concluído o inquérito policial com farta prova
da materialidade e da autoria dos delitos atribuídos aos indiciados, tendo a
autoridade policial concluído e relatado os autos e tendo, em apartado, representado
pela prisão de Luís Costa.

➢ Tendo em vista os fatos relatados na situação hipotética apresentada, na


qualidade de delegado da Polícia Federal que tenha presidido as investigações,
formule a representação contra Luís Costa, indicando a modalidade de prisão
cautelar que melhor se ajuste às circunstâncias apresentadas e esclarecendo
os fundamentos jurídicos do pedido. Não acrescente fatos novos.

É possível inferir que a CEBRASPE não adota um modelo único de texto dissertativo,
pedindo as questões por vezes em tópicos, por vezes comando único, sendo cobrado
do candidato o domínio de todas as formas de texto dissertativo.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


81

Vale lembrar que a prova objetiva não possui a disciplina Português, muito porque na
parte discursiva já é cobrado um vasto vocabulário do aluno.

A seguir, as discursivas da prova de 2021:

Questão 1 do Concurso de Delegado de Polícia Federal em 2021

Discorra sobre o poder de polícia administrativa, abordando os seguintes aspectos:

➢ 1 o conceito de poder de polícia administrativa, diferenciando-o de serviço


público; [valor: 0,80 ponto]
➢ 2 as condicionantes de validade; [valor: 1,00 ponto]
➢ 3 a evolução do entendimento do poder de polícia como imposição de deveres
de abstenção para o de imposição de deveres de fazer, apresentando um
exemplo; [valor: 1,00 ponto]
➢ 4 o contraste entre competência para exercer segurança pública e
competência para exercer poder de polícia administrativa. [valor: 1,00 ponto]

Questão 2 do Concurso de Delegado de Polícia Federal em 2021

Determinado detento, condenado com trânsito em julgado e cumprindo pena


definitiva pelo crime de tráfico internacional de drogas, assassinou outro preso
durante a sua remoção para um presídio federal. Ele foi surpreendido pelos policiais
federais encarregados pela remoção logo após a consumação do crime, ainda em
estado de flagrante delito. Por essa razão, a autoridade penitenciária determinou sua
colocação em isolamento sob o regime disciplinar diferenciado. O advogado do
detento, então, impetrou habeas corpus alegando que o seu cliente tinha direito à
presunção de inocência e que a submissão ao regime disciplinar diferenciado deveria
aguardar o trânsito em julgado da acusação de homicídio, em obediência ao

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


82

posicionamento do Supremo Tribunal Federal sobre o tema. Alegou, ainda, que o


cliente não poderia ser submetido diretamente ao regime disciplinar diferenciado
sem ter o prévio acesso ao seu advogado.
Com base na situação hipotética apresentada, redija, com fundamento na
Constituição Federal e na atual e majoritária posição do STF, um texto dissertativo
apontando se as alegações do advogado do detento procedem. Ao elaborar seu texto,
responda aos seguintes questionamentos:

➢ 1 O reconhecimento de falta grave no curso de execução penal deve aguardar


o trânsito em julgado de condenação criminal no juízo de conhecimento?
[valor: 1,40 ponto]
➢ 2 Nesse caso, a apuração da falta grave demandaria a instauração de processo
administrativo disciplinar? [valor: 1,20 ponto]
➢ 3 Aplicam-se, nesse caso, as Regras Mínimas das Nações Unidas para o
Tratamento de Reclusos (Regras de Nelson Mandela)? [valor: 1,20 ponto]
➢ Redija um texto dissertativo, abordando as normas constitucionais e os
direitos fundamentais violados na situação hipotética apresentada.
Fundamente seu texto na Constituição Federal de 1988, na jurisprudência do
STF e na doutrina. [valor: 4,00 pontos]

Questão 3 do Concurso de Delegado de Polícia Federal em 2021

Considerando que o direito penal brasileiro, conforme a maior parte da doutrina,


adota a teoria finalista, que determina que o crime é um ato típico, jurídico e culpável,
faça o que se pede a seguir.

➢ 1 Conceitue a culpa e a culpabilidade, diferenciando-as. [valor: 1,40 ponto]


➢ 2 Indique os elementos da culpa e da culpabilidade. [valor: 1,40 ponto]
➢ 3 Discorra sobre a cláusula de consciência. [valor: 1,00 ponto]

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


83

Peça Profissional, Concurso de Delegado de Polícia Federal em 2021

A partir de uma ligação anônima, o Núcleo de Repressão a Crimes Cibernéticos da


Polícia Federal localizou e apreendeu, na cidade de Goiânia – GO, um laptop contendo
vasto material de pornografia infantil pertencente a Juarez, falecido vítima de covid-
19. Com os dados disponíveis e utilizando um software já instalado no laptop, que
permite navegar anonimamente, ao apagar rastros e impedir que os sites
identifiquem e rastreiem o usuário, foi possível localizar na darknet um grupo com
ações de abrangência nacional, integrado por número indeterminado de pessoas não
identificadas que abusam sexualmente de crianças e adolescentes por registrarem as
imagens e, posteriormente, em salas virtuais dedicadas à pedofilia, trocarem,
venderem ou disponibilizarem gratuitamente os arquivos ilícitos. Juarez tinha um
perfil assíduo nas salas, onde interagia sob o pseudônimo Butterfly. Mensagens
localizadas no laptop indicam proximidade de Butterfly com vários integrantes do
grupo, em especial Sugardaddy e Pacman. Em que pese os esforços da equipe de
informática da Polícia Federal, até o momento não foi possível a identificação dos
membros do grupo, que são extremamente cuidadosos em suas interações nas salas
virtuais.

➢ Considerando os fatos relatados na situação hipotética apresentada, na


qualidade de delegado(a) da Polícia Federal que está presidindo o inquérito,
formule a representação pela medida mais adequada para a continuidade da
investigação, indicando os requisitos necessários ao êxito do pedido. Não
acrescente fatos novos.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


84

Pode-se observar aqui a ausência de textos motivadores em duas das questões para
o cargo de Delegado de Polícia Federal, ou seja, pede-se uma resposta mais objetiva
do candidato, que deve estar preparado para qualquer tipo de texto dissertativo.

COMO SUA DISCURSIVA SERÁ CORRIGIDA – APF/EPF/PPF

Para corrigir a redação, o CEBRASPE utiliza as seguintes siglas: 1- NDP (nota da prova
discursiva); 2- NC (nota de conteúdo); 3- TL (total de linhas) e 4- NE (número de erros).

Para chegar à nota final da discursiva (NF), a banca adota a fórmula abaixo:

NPD = NC (conteúdo) – 2 x NE (erros) / TL (linhas)

Detalhe: No concurso de 2021 o peso dos erros DUPLICOU em relação aos anos
anteriores, o que reforça a necessidade de um bom estudo de Português, a fim de
evitar erros ortográficos e morfossintáticos.

Dessa forma, vamos supor que um candidato tenha arrebentado na argumentação,


conseguindo nota máxima em todos os quesitos e na apresentação, utilizando um
texto com o total de 30 linhas.

Na correria do dia, porém, ele não prestou muita atenção e errou a grafia de 2 (duas)
palavras e a acentuação de outras 5 (cinco). Além disso, cometeu mais 5 erros de
concordância verbal e nominal. Com isso, o número total de erros foi de 10 (dez).

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


85

A Nota Final será calculada da seguinte forma:

DADOS DO CANDIDATO CORREÇÃO CEBRASPE


NC = 13,00 pontos NF = NC - 2 x NE/TL
NE = 10 erros NF= 13,00 - 20/30
TL = 30 linhas NF= 12,333
NF?

Observe que, apesar de ter fechado a nota de conteúdo, ele perdeu 0,667 pelos erros
cometidos na sua dissertação. Pode não parecer muito, não é verdade? Em concursos
concorridos como o da Polícia Federal, porém, qualquer décimo pode fazer a
diferença na classificação geral do certame.

Por isso, muita atenção nessa etapa, procure não fazer períodos muito grandes, já
que a probabilidade de cometer um erro de concordância será maior.

Ademais, em virtude de os quesitos serem avaliados separadamente, a


fundamentação de cada um deles deve ser feita em parágrafos distintos, a fim de
evitar dúvidas do examinador.

Nessa prova, cada um valeu de 3,50 pontos a 4,50 pontos. Procure separar 8 linhas
no máximo para a introdução e a conclusão, e o restante, ou seja, as 22 linhas, divida
uniformemente entre os itens cobrados. Dessa forma, dois quesitos ficariam com 7
linhas e um com 8.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


86

Você deve entender que, quanto mais objetivo e claro estiver a estrutura do seu
texto, mais fácil será para o examinador avaliar sua questão. Ele terá que corrigir mais
de mil provas, dependendo da quantidade de vagas, portanto, tente facilitar ao
máximo essa correção.

Você sabe como a banca corrige a sua prova discursiva??

Veja o exemplo da última prova.

ASPECTOS MACROESTRUTURAIS
Faixa de
Quesito Avaliado Nota
valor
1. Apresentação e estrutura textual (legibilidade, respeito às margens, 0,00 a
paragrafação) 0,50
2. Desenvolvimento do tema
2.1 O papel da polícia na garantia do direito à segurança pública 0,00 a
3,50
2.2 A observância dos direitos previstos na CF como garantia da validade dos 0,00 a
atos praticados pela polícia 4,50
2.3 O desempenho da função de policial federal e o respeito aos direitos 0,00 a
humanos como valor da Polícia Federal 4,50
ASPECTOS MICROESTRUTURAIS
Tipo de erro - linha 0 0 0 0 0 0 0 0 0 1 ... 2 2 2 2 2 2 2 2 ... 3
1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 0 1 2 3 4 5 6 7 0
Grafia/acentuação
Morfossintaxe
Propriedade
vocabular
RESULTADO

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


87

Nota no conteúdo (NC = soma das notas obtidas em cada quesito)


Número total de linhas efetivamente escritas (TL)
Número de erros (NE)
NOTA DA DISCURSIVA (NF)

Importante destacar também que, durante a preparação, à medida que o


conhecimento avançar com o passar dos meses, é fundamental fazer um curso de
estruturação de redação, pois você conhecerá técnicas de como organizar melhor a
sua dissertativa, como começar um parágrafo e como fazer a introdução e a
conclusão.

Dentro do curso Projeto Polícia, você terá acesso a 21 redações com nota máxima
de conteúdo de candidatos que fizeram o último concurso da Polícia Federal e da
Polícia Rodoviária Federal.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


88

Além disso, no treinamento tenho uma aula em que explico detalhadamente como
tirei 12,8 de 13 na redação do Concurso da Polícia Federal. É um conteúdo bem
prático e ajuda muito quem tem dificuldade em escrever. Esse estudo é muito
importante para você se preparar para a próxima prova!

Para entrar na próxima turma do curso, o melhor é mandar uma mensagem no nosso
whatsapp de suporte:

Clica no link para iniciar a conversa: Http://wa.me/5511950258434


Se o link não funcionar, adiciona este número na sua agenda e manda a mensagem:

(11) 95025-8434

Agora vamos analisar a prova discursiva de Delegado!

COMO SUA DISCURSIVA SERÁ CORRIGIDA – DPF

A apresentação e a estrutura textuais e o desenvolvimento do tema totalizarão a nota


relativa ao domínio do conteúdo (NCi), cuja pontuação máxima será limitada ao valor
de 4,00 pontos, em que i = 1, 2, 3.

A avaliação do domínio da modalidade escrita totalizará o número de erros (NEi) do


candidato, considerando-se aspectos de natureza gramatical tais como: ortografia,
morfossintaxe e propriedade vocabular;
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
89

Será calculada, então, para cada questão, a nota no texto (NQi) pela fórmula:

NQi = NCi – 0,8 ⨯ NEi ÷ TLi,

em que TLi corresponde ao número de linhas efetivamente escritas pelo candidato na


resposta à questão proposta;

A nota nas questões da prova discursiva (NQ) para o cargo de Delegado de Polícia
Federal será calculada segundo a fórmula: NQ = NQ1 + NQ2 + NQ3.

A peça profissional da prova discursiva para o cargo de Delegado de Polícia Federal


será avaliada segundo os critérios a seguir:

A apresentação e a estrutura textuais e o desenvolvimento do tema totalizarão a nota


relativa ao domínio do conteúdo (NC), cuja pontuação máxima será limitada ao valor
de 12,00 pontos;

A avaliação do domínio da modalidade escrita totalizará o número de erros (NE) do


candidato, considerando-se aspectos tais como: ortografia, morfossintaxe e
propriedade vocabular;

Será calculada, então, para cada candidato, a nota na peça profissional (NPP) pela
fórmula:

NPP = NC – 2 ⨯ NE ÷ TL,

em que TL corresponde ao número de linhas efetivamente escritas pelo candidato na


peça profissional.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


90

A nota final na prova discursiva (NFPD) para o cargo de Delegado de Polícia Federal
será calculada segundo a seguinte fórmula: NFPD = NQ + NPP.

Chegamos ao final dessa parte sobre a prova discursiva. No próximo assunto, as


provas físicas serão abordadas.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


91

7
O TESTE DE APTIDÃO FÍSICA
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
92

A prova física é uma etapa que reprova muita gente também. Infelizmente, muitos
candidatos desavisados preferem deixar para treinar somente após o resultado da
prova objetiva e discursiva, e se dão mal com essa escolha.

No concurso de 2021, devido ao cenário pandêmico causado pela covid-19, houve a


redução nos índices mínimos de cada exercício. O ideal para quem estiver se
preparando para o próximo concurso é utilizar os índices do concurso anterior, pois
assim não corre o risco de ser pego de surpresa caso os índices aumentem.

TESTE DE APTIDÃO FÍSICA EM 2021:

De acordo com os demais concursos, o Exame de Aptidão Física constará de 4 (quatro)


testes especificados a seguir já na devida ordem de execução:

1. teste em barra fixa;


2. teste de impulsão horizontal;
3. teste de natação (50 metros);
4. teste de corrida de 12 (doze) minutos.

O intervalo mínimo de execução entre um e outro será de 5 (cinco) minutos. O


candidato será considerado apto se, submetido a todos os testes, obtiver o
desempenho mínimo de 2 (dois) pontos em cada teste e o somatório mínimo de 10
(dez) pontos no conjunto dos testes, antigamente eram necessários 12 pontos.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


93

Anota aí!

➢ Tenho que fazer 2 pontos em cada teste, no mínimo.


➢ Tenho que fazer 10 pontos no somatório de todos os 4
exames (recomendado é treinar para fazer 12).

O candidato será eliminado se não atingir o desempenho mínimo em cada exame


exigido.

Os testes de barra fixa, impulsão horizontal e natação serão gravados em vídeo pela
banca e aquele que se recusar a ter a sua prova gravada será eliminado do concurso.
Para efeito de recurso, será disponibilizado o registro da gravação para quem quiser.

Agora, mais três perguntas reais de candidatos para enriquecer ainda mais este livro.

Pergunta 08: Depois da prova teórica, após quanto tempo é realizada a prova
física?
Resposta: Gosto de pegar o último concurso e tirar como exemplo, na medida
em que devemos sempre nos basear nos exames anteriores para tentar prever
como será o próximo. No concurso de Agente de Polícia Federal, realizado em
2014, a prova escrita foi dia 21 de dezembro e a prova física aconteceu dia 22
de fevereiro de 2015, ou seja, quase 2 meses depois da realização da prova
teórica. Há de se destacar também que, no concurso anterior de Agente de
Polícia Federal, em 2012, o prazo foi menor, sendo a prova teórica dia 6 de maio
e a física dia 24 de junho, ou seja, quase 1 mês e meio depois.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


94

Pergunta 09: Só se faz a prova física caso esteja dentro das vagas?
Resposta: Não. Serão convocados para o exame de aptidão física todos os
candidatos aprovados na discursiva, independentemente da classificação.

Pergunta 10: Eu escolho a localidade onde trabalhar ou é a própria Polícia


Federal que escolhe?
Resposta: Quando você estiver cursando a Academia Nacional de Polícia (ANP),
na última semana de curso, todos os alunos se reunirão no teatro arena para a
definição das lotações. Durante o curso, os candidatos farão uma série de
avaliações, que serão utilizadas na média final de cada um. De acordo com a
classificação, um por um vai até o microfone e escolhe uma cidade na lista de
lotações que será disponibilizada pela administração.

Em todos os testes, serão concedidas duas tentativas ao candidato. O intervalo entre


a primeira e a segunda tentativa será de no mínimo 5 (cinco) minutos. Será
considerada a melhor marca obtida pelo candidato entre as duas tentativas.

A seguir, serão apresentados os detalhes de cada um.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


95

TESTE DE BARRA FIXA

O teste de barra fixa não costuma reprovar muitas


pessoas. As mulheres sofriam mais nesse exame,
porém, após a decisão do Tribunal Regional Federal
determinando a mudança dos índices, o exame ficou
mais viável para atingir a nota mínima.

Para os homens, a metodologia para a preparação e


execução do teste será a seguinte:

I - Ao comando “em posição”, o candidato deverá se dependurar na barra, com


pegada livre (pronação ou supinação) e cotovelos estendidos, podendo
receber ajuda para atingir essa posição, devendo manter o corpo na vertical,
sem contato com o solo e sem contato com as barras de sustentação laterais;
II - Ao comando “iniciar”, o candidato flexionará simultaneamente os cotovelos
até o queixo ultrapassar a parte superior da barra. Em seguida, estenderá
novamente os cotovelos até a posição inicial;
III - A contagem das execuções corretas levará em consideração o seguinte:
a. o movimento só será considerado completo após a total extensão dos
cotovelos;
b. a não extensão total dos cotovelos antes do início de uma nova
execução será considerada um movimento incorreto, não sendo
computado no desempenho do candidato

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


96

Já para as mulheres, até o concurso de Agente de 2012, exigia-se uma barra completa
no mínimo. Muitas candidatas eram reprovadas nesse exame e entravam na justiça,
pois acreditavam que esse teste não era razoável.

Até então, os juízes não julgavam procedentes essas ações, e o teste continuou com
as mesmas regras.

No concurso de 2014, porém, uma decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª região


acatou uma ação e determinou a mudança desse parâmetro. A União, por meio da
Advocacia Geral da União, recorreu dessa decisão, mas não obteve êxito.

Com isso, ao invés de uma barra completa, as mulheres passaram a ser examinadas
por meio do tempo de permanência em sustentação na barra.

A metodologia de preparação e execução do teste em barra fixa para as candidatas


será a seguinte:

I- Ao comando “em posição”, a candidata deverá dependurar-se na barra com


pegada livre (pronação ou supinação), mantendo os braços flexionados e o
queixo acima da parte superior da barra, sem nela apoiar-se, podendo fazer
uso de suporte ou plataforma para atingir essa posição;
II - Depois de tomada a posição inicial pela candidata, ao comando “iniciar”,
estando ela pendurada somente pelas mãos, o avaliador da prova iniciará
imediatamente a cronometragem do tempo, devendo a candidata
permanecer na posição descrita no item I;
III - O avaliador irá cessar a contagem do tempo no instante em que a candidata
descontinuar a sustentação na posição descrita no item I (deixar que o
queixo atinja posição abaixo da parte superior da barra, ou apoiar o queixo
na barra) ou atingir o tempo máximo da tabela de pontuação.
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
97

Agora, a pontuação dos homens e das mulheres, no teste em barra fixa, será atribuída
conforme a tabela a seguir do concurso de 2021:

Os candidatos do sexo masculino devem fazer, pelo menos, 2 barras, e as do sexo


feminino, permanecer em sustentação pelo menos 15 segundos para não serem
eliminadas. Durante a execução do teste, não será permitido:

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


98

I - tocar com o(s) pé(s) o solo ou qualquer parte de sustentação da barra após o
início da cronometragem, sendo permitida a flexão de joelhos para evitar o
toque no solo;
II - após a tomada da posição inicial, receber qualquer tipo de ajuda física;
III - utilizar luva(s) ou qualquer outro artifício para proteção das mãos;
IV - apoiar o queixo na barra.

Para quem não quer passar por surpresas, o ideal é seguir esta tabela do concurso de
2018:

MASCULINO FEMININO

Número de flexões Pontos


Tempo de permanência em Pontos
Abaixo de 3 0,00 - eliminado sustentação

3 2,00 Abaixo de 15 segundos 0,00 -


eliminada
4 2,33
Igual ou superior a 15 2,00
5 2,67 segundos e abaixo de 20
segundos
6 3,00
Igual ou superior a 20 3,00
7 3,33 segundos e abaixo de 25
segundos
8 3,67
Igual ou superior a 25 4,00
9 4,00 segundos e abaixo de 30
segundos
10 4,33

11 4,67

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


99

12 5,00 Igual ou superior a 30 5,00


segundos e abaixo de 35
13 5,33 segundos

14 5,67 Igual ou superior a 35 6,00


segundos
15 6,00

Vamos agora detalhar o teste de impulsão horizontal.

TESTE DE IMPULSÃO HORIZONTAL


O teste de impulsão horizontal não costuma
eliminar muita gente, porém o fato de ter apenas
duas tentativas para executá-lo torna o exame
extremamente perigoso de deixar o nervosismo
tomar conta, caso erre o primeiro salto.

O teste de impulsão horizontal será realizado em caixa de salto (caixa de areia). Nesse
exame, geralmente é formada uma fila para organizar a ordem de execução, e os
examinadores ficam posicionados na caixa de areia com uma trena para medir o salto.

A distância total será calculada de acordo com a primeira parte do corpo que tocar o
solo após a impulsão. Assim, tente projetar seu corpo sempre para frente.

Segundo a banca, a metodologia para a preparação e execução do teste de impulsão


horizontal, para ambos os sexos, será a seguinte:

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


100

I - Ao comando “em posição”, o candidato deverá se posicionar atrás da linha de


medição inicial (5 cm de largura – fazendo parte do valor a ser medido), em
pé, estático, pés paralelos e sem tocar a linha;
II - Ao comando “iniciar”, o candidato saltará à frente com movimento
simultâneo dos pés. A marcação da distância saltada será medida a partir da
linha de medição inicial até a marca no solo, de qualquer parte do corpo, mais
próxima da linha de medição inicial, deixada pelo candidato;
III - A marcação levará em consideração o seguinte:
a. a parte do corpo que tocar o solo mais próxima da linha de saída
será referência para a marcação;
b. na aterrissagem com os pés, o calcanhar do pé que estiver mais
próximo da linha de saída será a referência.

A pontuação desse teste, para ambos os sexos, será atribuída conforme a tabela a
seguir:

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


101

Dessa forma, os homens devem pular pelo menos 1,70 metros e as mulheres 1,30
metros para não serem eliminadas. Não será permitido aos candidatos durante a
execução:

I- receber qualquer tipo de ajuda física;


II - utilizar qualquer equipamento, aparelho ou material de auxílio à impulsão;
III - perder o contato de algum dos pés com o solo antes da impulsão;
IV - tocar com o(s) pé(s) a linha de medição inicial (salto “queimado”);
V- projetar o corpo à frente com consequente rolamento.

Esse exame tem um grau médio de complexidade. Muita atenção ao fato de possuir
apenas 2 (duas) tentativas para executar. No meu Teste de Aptidão Física,
infelizmente, presenciei um fato que lembro até hoje com muita tristeza.

Antes de começar os exames, todos nervosos, pude conversar um pouco com uma
menina para tentar desviar a atenção e controlar a ansiedade. Ela tinha me dito que
fazia todos os índices com uma certa folga e estava tranquila em relação a isso.

No primeiro teste, o da barra, ela conseguiu fazer 4 (quatro) completas (antigamente


ainda era cobrado assim) e atingiu uma excelente pontuação já no início.

Depois, veio a caixa de areia. No primeiro salto, infelizmente, ela acabou queimando
ao tocar com o pé na linha inicial. Aquilo mexeu demasiadamente com seu emocional.

Eu e mais alguns colegas tentamos acalmá-la durante os 5 minutos de preparação


para a outra tentativa, dizendo para controlar o nervosismo e que ela estava
preparada para isso. Era só atingir o mínimo, já que ela se garantia nos outros testes,
para tirar os 12,00 pontos finais.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


102

Na segunda chance, ela deixou a ansiedade subir. Parece que todo o esforço de anos
de estudos estava ali, nas costas. Escorregou e caiu sentada de bunda na areia. O
choro dessa candidata mexeu muito com todos os candidatos que estavam na linha e
até hoje lembro desse fato com muito pesar.

Por isso, a dica é sempre na primeira tentativa tentar fazer o mínimo. Mesmo que
você consiga um índice muito além disso, é melhor garantir e, na segunda tentativa,
melhorar a pontuação sem esse peso nas costas.

Acho realmente injusto apenas 2 (duas) tentativas nesse teste em específico. Nos
outros, entendo e é praticamente impossível um candidato conseguir nadar ou fazer
a barra na terceira tentativa, 5 minutos depois, em um tempo melhor que o
apresentado anteriormente. Nesse teste de impulsão horizontal, porém, acredito ser
possível sim.

Não vamos brigar com a banca. Aceite essa condição e tente primeiro garantir o seu
acesso ao outro teste. Na segunda tentativa, veja se consegue melhorar essa nota.

E este foi índice do concurso de 2018:

DISTÂNCIA (metros)
Pontos
Masculino Feminino

Abaixo de 2,07 Abaixo de 1,59 0,00 –


Eliminado

De 2,07 a menos de 2,15 De 1,59 a menos de 1,67 2,00

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


103

De 2,15 a menos de 2,23 De 1,67 a menos de 1,75 3,00

De 2,23 a menos de 2,31 De 1,75 a menos de 1,83 4,00

De 2,31 a 2,38 De 1,83 a 1,90 5,00

Acima de 2,38 Acima de 1,90 6,00

Agora vamos para o teste de natação!

TESTE DE NATAÇÃO DE 50 METROS


Chegamos ao famigerado teste de natação de 50 metros.
Sem dúvida, é o exame que reprova mais candidatos. Por
isso, muita atenção e treino de longo prazo para não ser
surpreendido nessa fase do concurso.

O teste de natação deverá ser realizado em piscina com a


extensão de 25 (vinte e cinco) metros, sem bloco de
partida e dividida em raias. Não são exigidas linhas
orientadoras no fundo da piscina.

O teste poderá ser aplicado na largura de piscina de 50 metros de cumprimento ou


outra extensão, desde que, nessa largura, haja exatos 25 metros de extensão.

Muitas pessoas possuem dúvidas referentes à forma de entrada na piscina para


começar o teste. No último exame, foi facultado aos candidatos começar pulando de

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


104

fora da água, como acontece nas provas de campeonato de natação profissional, ou


começar já dentro da água com a mão apoiada na borda.

O examinador não cobrará nenhum estilo determinado. Com isso, adote o que
preferir, aquele que você nade com maior facilidade e em menor tempo. A quase
totalidade escolhe crawl, por ser uma modalidade reconhecidamente mais rápida que
as demais.

A virada dos 25 metros também é um ponto de bastante confusão. A banca também


facultou fazer a virada olímpica ou apoiar a mão na borda, virar e dar o impulso.

A grande maioria não faz a virada olímpica, já que serão necessários bastante técnica
e treino para executá-la perfeitamente. Se você não tem muita habilidade com a
natação, recomendo treinar com a segunda virada, por ser mais fácil e não ter tanto
risco de errar.

A pontuação do teste de natação, para ambos os sexos, será atribuída conforme a


tabela a seguir.

O tempo obtido no teste de natação será arredondado para baixo, desconsiderando-


se os décimos e centésimos de segundos. Assim, os homens devem nadar os 50
metros em pelo menos 55,599 segundos e as mulheres, 64,599 para passarem para
o próximo teste.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


105

Não será permitido ao candidato:

I- apoiar-se ou impulsionar-se na borda lateral, na parede lateral ou na raia;


II - na virada, parar na borda;
III - apoiar-se no fundo da piscina;
IV - dar ou receber qualquer ajuda física;
V- utilizar qualquer acessório que facilite o ato de nadar, exceto touca e óculos
próprios para natação.

Sobre a touca e os óculos, é uma escolha pessoal. No dia do exame, faça exatamente
da forma que você vem treinando. Não queira comprar os óculos de natação um dia
antes e usar no exame, pois ele poderá até mesmo atrapalhar seu tempo. Não é raro
acontecer casos em que nos óculos entra água e a pessoa tem que parar a execução
do nado.

O mais importante desse tópico é sobre o treinamento que você deve realizar
anteriormente à prova, de preferência junto com a sua preparação para o exame
objetivo.

É muito triste ver pessoas capacitadas intelectualmente, com uma excelente nota na
prova, serem reprovadas por alguns segundos na natação.
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
106

Nadar bem não se aprende de uma semana para a outra. Os outros exames são até
passíveis de desenvolvimento em um curto prazo. A natação, não.

Por isso, se você está muito longe dos índices, tente treinar toda semana, mesmo
que não tenha notícias do seu concurso. Isso auxiliará, inclusive, na preparação de
longo prazo, uma vez que é recomendado manter uma rotina saudável de atividade
física durante esse desgastante período de estudos para concursos públicos.

Os índices da natação do concurso de 2018 foram estes:

TEMPO (segundos)
Pontos
Masculino Feminino

Acima de 44 Acima de 54 0,00 – Eliminado

De 40 a 44 De 49 a 54 2,00

De 37 a menos de 40 De 45 a menos de 49 3,00

De 34 a menos de 37 De 41 a menos de 45 4,00

De 31 a menos de 34 De 37 a menos de 41 5,00

Abaixo de 31 Abaixo de 37 6,00

Agora vamos explicar o teste de corrida de 12 minutos.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


107

TESTE DE CORRIDA DE 12 MINUTOS


O teste de corrida de 12 minutos é bastante
desgastante, levando a maioria das pessoas à exaustão
após o apito final. Em virtude dessa exigência física, aqui
cada candidato terá apenas uma tentativa para realizar
o teste. Acho justo, pois é impossível conseguir melhorar
o tempo apenas 5 minutos depois.

Esse teste deverá ser aplicado em uma pista com


condições adequadas, apropriada para corrida e com marcação escalonada a cada 10
(dez) metros.

A banca não especificou o tamanho total da pista, porém, geralmente, são escolhidos
locais que tenham o formato oval, com cerca de 400 metros a volta. Caso a capital
que você escolheu fazer o certame não tenha uma com essa dimensão, a
organizadora possivelmente irá adaptá-la para ser usada no concurso, fazendo a
marcação escalonada a cada 10 metros.

Importante destacar que o piso da pista poderá ser asfáltico, concreto, sintético, de
carvão, de cascalho, de saibro, dentre outros tipos de materiais existentes.

Segundo a banca, a metodologia para a preparação e execução do teste de corrida


de 12 (doze) minutos, para os candidatos de ambos os sexos, será a seguinte:

I - O candidato deverá, no tempo de 12 (doze) minutos, percorrer a maior


distância possível. O candidato poderá, durante os 12 (doze) minutos,

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


108

deslocar-se em qualquer ritmo, correndo ou caminhando, podendo,


inclusive, parar e depois prosseguir;
II - O início e o término do teste serão indicados ao comando da banca
examinadora, emitido por sinal sonoro;
III - Após o final do teste, o candidato deverá permanecer parado ou se
deslocando em sentido perpendicular à pista, sem abandoná-la, até ser
liberado pela banca.

A pontuação do teste de corrida de 12 (doze) minutos, para os candidatos de ambos


os sexos, será atribuída conforme a tabela a seguir.

Para finalizar esta etapa, seguem os índices da corrida do concurso de 2018:

DISTÂNCIA (metros)
Pontos
Masculino Feminino

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


109

Abaixo de 2.350 Abaixo de 2.020 0,00 –


Eliminado

De 2.350 a 2.440 De 2.020 a 2.100 2,00

Acima de 2.440 a 2.530 Acima de 2.100 a 2.180 3,00

Acima de 2.530 a 2.620 Acima de 2.180 a 2.260 4,00

Acima de 2.620 a 2.710 Acima de 2.260 a 2.340 5,00

Acima de 2.710 Acima de 2.340 6,00

Meus parabéns!! Você concluiu a leitura de mais uma etapa do seu concurso público.

Para concluir, é fundamental saber desde já o seu estado atual em relação a esses
índices. Veja quantos metros você corre em 12 minutos, em quanto tempo nada os
50 metros, a quantidade de barras e a dimensão do salto.

Após esse diagnóstico inicial, tente também manter uma rotina semanal de treinos,
pois, além de auxiliar no processo de melhoria contínua do seu tempo nesses índices,
contribuirá com a sua preparação de longo prazo para as provas objetiva e discursiva.

Fazer uma atividade física alivia a tensão e libera alguns hormônios fundamentais no
controle do estresse.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


110

8
DIGITAÇÃO
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
111

Essa etapa é exclusiva para os candidatos ao cargo de Escrivão de Polícia Federal,


possui caráter eliminatório e não conta para a classificação geral no concurso.

A prova tem duração de 10 (dez) minutos e vale 10 (dez) pontos, sendo que, caso o
candidato tire menos de 5 (cinco) pontos, será considerado inapto, e
consequentemente, eliminado do concurso.

O exame consistirá na digitação de um texto de aproximadamente dois mil caracteres


e, para definir a nota, a banca utilizará o seguinte critério:

“A prova prática de digitação será avaliada quanto à produção


(número de toques líquidos por minuto – NTL) e ao número de
erros (ERROS) cometidos na transcrição do texto, da seguinte
forma: NTL é igual a (NTB – 3 × ERROS)/10, em que NTB é o
número de toques brutos (que corresponde à totalização dos
toques dados pelo candidato). Serão computados como ERROS
qualquer omissão ou excesso de letras, sinais e acentos; letras,
sinais e acentos errados; falta de espaço entre palavras;
duplicação de letras; espaço a mais entre palavras ou letras; falta
ou uso indevido de maiúsculas.”

O edital é claro ao definir que o candidato deverá estar apto para digitar em qualquer
tipo de teclado, por isso, no dia da sua prova, não espera um luminoso, com teclas
mecânicas.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


112

Basicamente é uma etapa tranquila e no último concurso ninguém foi reprovado, mas
você precisa treinar alguns dias antes para não ser surpreendido. Para isso, em casa,
utilize um teclado padrão ABNT, brasileiro, desses que encontramos em qualquer loja
de departamento de informática.

Se você tiver muita dificuldade em escrever no teclado, é recomendável, durante a


preparação para a prova objetiva, fazer um curso para aprender a digitar mais certo
e rápido. Isso, porém, é a exceção, já que em geral a grande maioria dos estudantes
se prepararam apenas depois do resultado do TAF e foram aprovados.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


113

9
EXAME MÉDICO

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


114

Essa é uma etapa mais avançada do concurso público e, para chegar até aqui, você
deve ter passado por todas as anteriores.

O exame médico, de caráter eliminatório, objetiva aferir se o candidato, com


deficiência ou não, goza de boa saúde física e psíquica para suportar os exercícios a
que será submetido durante o Curso de Formação Profissional e para desempenhar
as tarefas típicas da categoria funcional.

Os candidatos convocados deverão comparecer ao local determinado pela banca


organizadora munidos de diversos exames médicos, todos com laudos conclusivos,
realizados às suas expensas (ver no ANEXO V a relação dos solicitados no último
concurso).

Alguns editais recentes disponibilizam links on-line para o envio dos exames
laboratoriais, não havendo a necessidade de entregá-los pessoalmente. Assim sendo,
fique atento aos prazos fixados no edital.

Faz-se necessário ressaltar que esses exames terão validade de 180 dias. Assim, não
adianta apresentar um anterior a esse prazo, pois será negado pela banca.

A novidade no último concurso foi a exigência de “em todos os exames laboratoriais


e complementares, além do nome completo do candidato, deverá constar,
obrigatoriamente, a assinatura, a especialidade (obrigatoriamente com o número
de Registro de Qualificação de Especialista – RQE, ou com anexação de cópia de
documento que comprove a especialidade médica – conforme definido nos artigos 1º,
2º e 3º da Resolução do Conselho Federal de Medicina [CFM] nº 1.960/2010, de 12 de
janeiro de 2011) e o registro no órgão de classe específico do profissional responsável
e que assina o relatório médico, sendo motivo de inautenticidade destes a
inobservância ou a omissão do referido número”.
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
115

Muitos médicos não registram a sua qualificação de Especialista e a banca é taxativa


quanto a isso. Você deve antes de ir ao médico pesquisar se ele possui esse registro –
RQE – para não perder tempo e ter que refazer o exame.

Atenção: se você não for ao local determinado, ou se atrasar,


será automaticamente eliminado do certame.

Ao comparecer ao locar, além de entregar os exames, você será avaliado por uma
junta médica da banca, que fará uma anamnese e um exame físico.

Essa avaliação não costuma demorar, e os médicos fazem algumas perguntas


relacionadas com a sua saúde, medem a pressão e analisam o seu corpo de uma
maneira geral.

Posteriormente, uma equipe irá verificar os exames apresentados, já que, no dia, não
dará tempo de fazer isso.

Importante destacar que, a critério da junta médica, poderá ser solicitada a realização
de outros exames médicos, além dos previstos no Anexo II, a fim de elucidar e
complementar algum diagnóstico realizado.

A finalidade primordial dessa etapa é verificar se o candidato possui alguma doença


que o incapacitará para o exercício do cargo ou mesmo para cursar o Curso de
Formação Policial.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


116

Em virtude da objetividade do certame, a banca divulgou a lista de doenças, com as


condições clínicas, sinais ou sintomas que incapacitam o candidato no concurso
público, bem como para a posse no cargo (ver no ANEXO VI).

Basicamente, a banca verificará, com base no diagnóstico dos médicos, se o candidato


possui alguma doença dessa lista. Ao final desse procedimento, emitirá parecer
conclusivo de aptidão ou inaptidão.

Caso o candidato seja considerado inapto, a junta deverá fundamentar essa


inaptidão, na medida em que é assegurado conhecer as razões que determinaram o
resultado como inapto, bem como a possibilidade de interpor recurso.

Os aprovados seguirão para a próxima fase, a avaliação psicológica.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


117

10
AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


118

Chegamos à fase mais contraditória e problemática de todo o processo seletivo.


Infelizmente, os critérios adotados não são muito objetivos e, frequentemente, são
objetos de ações judiciais dos candidatos considerados inaptos nesses exames.

A Avaliação Psicológica, de caráter eliminatório, será realizada com base em estudo


científico das atribuições, das responsabilidades e das competências necessárias para
cada cargo policial integrante da Polícia Federal.

O último concurso da Polícia Federal trouxe uma mudança relevante. Agora a


avaliação psicológica será realizada em dois momentos.

“1º momento: realizado ao final da primeira etapa do concurso público, com


aplicação de um conjunto reduzido de testes psicológicos, sem caráter
eliminatório, para iniciar o processo de avaliação contínua, e incluirá a
emissão de laudos psicológico com critérios e percentis que serão utilizados
posteriormente em análise conjunta com os dados coletados no segundo
momento; e

2º momento: realizado durante a segunda etapa, no Curso de Formação


Profissional, de caráter eliminatório, contemplando a aplicação, correção e
análise dos resultados dos seguintes instrumentos: testes psicológicos
(escalas, inventários, questionários e métodos projetivos/expressivos);
entrevistas psicológicas semiestruturadas; registro de observação de
comportamentos individuais em aulas operacionais e por meio de processo
grupal.”

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


119

Agora a prova do primeiro momento não é mais eliminatória, sendo necessária uma
segunda etapa, durante o curso de formação policial. É uma alteração bem relevante.
A banca poderá, com a aplicação dos testes psicotécnicos, confirmar algum fato
através da observação do comportamento, ou mesmo entrevista, durante a ANP.

Anteriormente os candidatos estudavam os testes. Somente através da prova este


exame perdeu um pouco a eficácia. Agora com a confirmação durante a segunda
etapa no curso de formação esta etapa ficará mais justa e isonômica.

A banca examinadora utilizará testes psicológicos aprovados pelo Conselho Federal


de Psicologia.

Nos últimos concursos, a aplicação desses testes durou dois períodos, manhã e tarde.
Como existem muitos exercícios de atenção, memória e raciocínio, é normal ficar
bastante cansado mentalmente após esses exames.

No dia de realização da avaliação psicológica, o candidato deverá comparecer ao local


e nos horários predeterminados, munido do documento de identidade original e de
caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente.

Atenção: Essa fase faz parte do concurso.

Não haverá segunda chamada para a realização da avaliação


psicológica. Será eliminado do concurso o candidato que não
comparecer à avaliação no local, na data e nos horários
previstos para a sua realização.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


120

Tenho mais uma história triste para contar. Um colega um pouco distante que morava
na minha cidade viu no edital de convocação para agente que teria que comparecer
determinado dia no período da tarde. Ele pesquisou no arquivo o seu nome completo
e verificou que seu exame estava previsto para as 14 horas.

Ele não perguntou aos amigos e foi no dia da avaliação nesse horário. Chegando lá,
deparou-se com vários candidatos que já haviam feito uma bateria de exames na
parte da manhã.

Sem entender, foi perguntar o motivo do pessoal ter chegado cedo, já que o dele só
era à tarde. Isso mesmo. Ele simplesmente não percebeu que, no arquivo de
convocação, existiam dois horários com o nome dele, um pela manhã, às 8 horas, e
outro à tarde, às 14 horas do mesmo dia.

O resultado foi que ele perdeu o concurso. Não adianta entrar com recurso
administrativo ou judicial, visto que é obrigação do candidato verificar todas as regras
e as informações do certame.

Agora a parte mais feliz. Dois anos depois, ele passou no concurso de Escrivão, não
perdeu mais a hora de nada e já se tornou Policial Federal. Que bom!

No resultado da Avaliação Psicológica, o candidato será considerado apto ou inapto.


De acordo com a banca, a inaptidão não significa, necessariamente, incapacidade
intelectual ou existência de transtornos de personalidade, mas sim que o candidato
não atendeu aos requisitos para o desempenho das atribuições inerentes ao cargo
pretendido.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


121

Será assegurado ao candidato “inapto” conhecer as razões que determinaram a sua


inaptidão, por meio da Sessão de Conhecimento das Razões da Inaptidão, bem como
a possibilidade de interpor recurso.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


122

11
INVESTIGAÇÃO SOCIAL E/OU
FUNCIONAL

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


123

A investigação social e ou funcional é mais uma etapa do concurso público e possui


caráter eliminatório. Ela tem início por ocasião da inscrição do concurso público e
terminará com o ato de nomeação.

Um dos objetivos é analisar a conduta social e a idoneidade moral do candidato que


almeja o cargo de Policial Federal.

No momento solicitado, ele deverá preencher uma ficha de informações pessoais –


FIC - e apresentá-la à banca organizadora com alguns documentos e certidões.

Muitos alunos possuem dúvidas em relação ao que pode desclassificar nessa fase. No
próprio edital foram definidos fatos e situações que podem caracterizar conduta
social inadequada do candidato:

I – prática de ato tipificado como crime, incompatível com o exercício de cargo


policial;

II – prática de ato de improbidade administrativa;

III – prática de ato de violência física ou agressão moral;

IV – prática de ilícito administrativo no exercício da função pública;

V – prática de ato atentatório à moral e aos bons costumes;

VI – demissão de cargo público ou destituição de cargo em comissão, em qualquer


órgão da administração direta e indireta, nas esferas federal, estadual, distrital e
municipal, mesmo que com base em legislação especial;

VII – demissão por justa causa nos termos da legislação trabalhista;

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


124

VIII – existência de sentença penal condenatória transitada em julgado;

IX – participação em grupo paramilitar ou organização criminosa;

X – relacionamento ou exibição em público com pessoas de notórios e desabonadores


antecedentes criminais;

XI – vício de embriaguez;

XII – uso de droga ilícita;

XIII – prática habitual de jogo proibido;

XIV– habitualidade em descumprir obrigações legítimas;

XV – tatuagem que faça apologia a ideias discriminatórias ou ofensivas aos valores


constitucionais, que expresse ideologias terroristas, extremistas, incitem a violência
e a criminalidade, ou incentivem a discriminação de raça e sexo ou qualquer outra
força de preconceito ou, ainda, que faça alusão a ideia ou ato ofensivo à polícia.

XVI – declarações públicas ou participação em atos que signifiquem apologia ao crime,


uso de droga ilícita ou exalte organizações criminosas;

XVII – declaração falsa ou omissão de registro relevante sobre sua vida pregressa;

XVIII – outras condutas que revelem a falta de idoneidade moral do candidato.

Faz-se necessário destacar que essa lista é exemplificativa, porquanto no item XVIII a
banca declarou que outras condutas também podem caracterizar falta de idoneidade
moral do candidato.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


125

Aqui sim é uma situação que você deve se precaver desde já, caso queira se tornar
um policial. Algumas situações e amizades devem ser revistas, a fim de evitar
problemas posteriores no futuro.

O candidato poderá ser eliminado do concurso, sem prejuízo das sanções penais
cabíveis, caso:

I – deixar de apresentar quaisquer dos documentos exigidos nos itens 4 e 5 deste


anexo, nos prazos estabelecidos;

II – apresentar documentos falsos;

III – apresentar documentos rasurados;

IV – tiver sua conduta enquadrada em qualquer das alíneas previstas no item 6 deste
anexo;

V – tiver omitido informações ou faltado com a verdade, quando do preenchimento


da FIC ou de suas atualizações.

Caso a Comissão de Investigação Social identifique algum dado desfavorável ao


candidato, ela deverá informá-lo, dando o prazo de 2 (dois) dias para que apresente
justificativas.

Ao final, essa Comissão emitirá parecer recomendando ou não o candidato a passar


para a próxima etapa.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


126

12
PROVA ORAL

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


127

Esta fase ocorre somente para o cargo de Delegado de Polícia Federal, onde serão
convocados para a prova oral todos os candidatos considerados aptos na avaliação
médica.

A prova oral, de caráter eliminatório e classificatório, valerá em seu conjunto 16,00


pontos e versará sobre as matérias de Direito Administrativo, Direito Constitucional,
Direito Penal e Direito Processual Penal.

Na avaliação da prova oral, serão considerados o domínio do conhecimento jurídico,


a articulação do raciocínio, a capacidade de argumentação e o uso correto do
vernáculo.

A nota final na prova oral será o resultado da média aritmética simples das notas
atribuídas pelos examinadores.

A prova oral terá duração de até 20 minutos, tempo em que o candidato deverá ler e
responder às perguntas que lhe forem entregues por escrito, bem como responder às
arguições da banca examinadora.

Nessa fase o candidato precisa trabalhar com a paciência, pois é necessário esperar a
arguição de todos os envolvidos, ficando cada um isolado em uma sala de espera
enquanto outro colega faz a prova, sendo que nesse período já não é mais possível
utilizar livros ou aparelhos eletrônicos.

A prova oral será gravada exclusivamente pelo Cebraspe em sistema de áudio e vídeo
ou por qualquer outro meio que possibilite a sua posterior reprodução, ficando
assegurado ao candidato visualizar a gravação posteriormente.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


128

Outra curiosidade aqui é em relação ao traje, uma vez que é obrigatório o uso de
ternos para homens e traje social discreto para mulheres.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


129

13
AVALIAÇÃO DE TÍTULOS

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


130

Novamente uma fase apenas para o Cargo de Delegado de Polícia Federal, em que
serão computadas na nota final do candidato (Nota da prova objetiva + Nota da prova
discursiva) os valores referentes aos títulos, seguindo a tabela abaixo:

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


131

Para a comprovação da conclusão do curso de pós-graduação em nível de doutorado


ou de mestrado, relacionados nas alíneas A e B do quadro de títulos, será aceito o
diploma, devidamente registrado, expedido por instituição reconhecida pelo MEC.
Também será aceito certificado/declaração de conclusão de curso de doutorado ou
mestrado, expedido por instituição reconhecida pelo MEC, desde que acompanhado
do histórico escolar do candidato, no qual conste o número de créditos obtidos, as
áreas em que foi aprovado e as respectivas menções, o resultado dos exames e do
julgamento da tese ou da dissertação. Caso o histórico ateste a existência de alguma
pendência ou falta de requisito de conclusão do curso, o certificado/declaração não
será aceito.

Para comprovação da conclusão do curso de pós-graduação em nível de


especialização, relacionado na alínea C, será aceito certificado atestando que o curso
atende às normas da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 (Lei de Diretrizes e
Bases da Educação), do Conselho Nacional de Educação (CNE) ou está de acordo com
as normas do extinto Conselho Federal de Educação (CFE). Também será aceita
declaração de conclusão de pós-graduação em nível de especialização acompanhada
do respectivo histórico escolar no qual conste a carga horária do curso, as disciplinas
cursadas com as respectivas menções e a comprovação da apresentação e aprovação
da monografia, atestando que o curso atende às normas da Lei nº 9.394/1996, do CNE
ou está de acordo com as normas do extinto CFE.

Para receber a pontuação relativa ao exercício de atividade profissional descrita nas


alíneas D e E, o candidato deverá entregar declaração/certidão de tempo de serviço,
emitida pelo setor de recursos humanos da instituição, que informe o período (com
início e fim, até a data da expedição da declaração), atestando o
cargo/emprego/função, a espécie do serviço de nível superior realizado e a descrição
das atividades desenvolvidas.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


132

14
CONSIDERAÇÕES FINAIS

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


133

Espero ter ajudado você a compreender um pouco mais sobre esse difícil concurso da
Polícia Federal. Importante destacar que os concursos policiais têm uma condição
especial que impossibilita a comemoração do candidato de imediato logo após o
resultado da aprovação no exame objetivo.

Nos outros concursos, após a divulgação da classificação, o candidato já pode marcar


o churrasco com a família. É só aguardar a nomeação. Aqui, não.

Temos 5 etapas que juntas representam somente a primeira fase. Após ser aprovado
em todas, o candidato ainda passará pela segunda parte, ou seja, cursará a Academia
Nacional de Polícia – ANP durante 4 meses e meio.

Caso queira aprender a estudar corretamente, através dos nossos treinamentos, será
um prazer ajudar! Às vezes é apenas um pequeno ajuste que fará a diferença na sua
caminhada até a aprovação! Para entrar na próxima turma do curso, o melhor é
mandar uma mensagem no nosso whatsapp de suporte:

Clica no link para iniciar a conversa: Http://wa.me/5511950258434

Se o link não funcionar, adiciona este número na sua agenda e manda a mensagem:

(11) 95025-8434

Vai valer a pena. A sensação de conquista compensa qualquer esforço. Acredite!

Após o grito final na ANP, passará um filme na sua cabeça e tenho certeza de que tudo
que está vivendo nesse momento será lembrado com uma sensação indescritível de
dever cumprido.
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
134

Não desista do seu sonho. Durante todo o percurso até sua aprovação, você será
forjado um verdadeiro guerreiro e estará pronto para o que der e vier. Ao olhar para
trás, verá uma pessoa totalmente diferente.

Agora, muito melhor e mais forte.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


135

ANEXO I - OBJETOS DE
AVALIAÇÃO – APF

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


136

LÍNGUA PORTUGUESA: 1 Compreensão e interpretação de textos de gêneros


variados. 2 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. 3 Domínio da ortografia
oficial. 4 Domínio dos mecanismos de coesão textual. 4.1 Emprego de elementos de
referenciação, substituição e repetição, de conectores e de outros elementos de
sequenciação textual. 4.2 Emprego de tempos e modos verbais. 5 Domínio da
estrutura morfossintática do período. 5.1 Emprego das classes de palavras. 5.2
Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. 5.3 Relações de
subordinação entre orações e entre termos da oração. 5.4 Emprego dos sinais de
pontuação. 5.5 Concordância verbal e nominal. 5.6 Regência verbal e nominal. 5.7
Emprego do sinal indicativo de crase. 5.8 Colocação dos pronomes átonos. 6
Reescrita de frases e parágrafos do texto. 6.1 Significação das palavras. 6.2
Substituição de palavras ou de trechos de texto. 6.3 Reorganização da estrutura de
orações e de períodos do texto. 6.4 Reescrita de textos de diferentes gêneros e níveis
de formalidade. 7 Correspondência oficial (conforme Manual de Redação da
Presidência da República). 7.1 Aspectos gerais da redação oficial. 7.2 Finalidade dos
expedientes oficiais. 7.3 Adequação da linguagem ao tipo de documento. 7.4
Adequação do formato do texto ao gênero.

NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO: 1 Noções de organização administrativa.


1.1 Centralização, descentralização, concentração e desconcentração. 1.2
Administração direta e indireta. 1.3 Autarquias, fundações, empresas públicas e
sociedades de economia mista. 2 Ato administrativo. 2.1 Conceito, requisitos,
atributos, classificação e espécies. 3 Agentes públicos. 3.1 Legislação pertinente.
3.1.1 Lei nº 8.112/1990 e suas alterações. 3.1.2 Disposições constitucionais
aplicáveis. 3.2 Disposições doutrinárias. 3.2.1 Conceito. 3.2.2 Espécies. 3.2.3 Cargo,
emprego e função pública. 4 Poderes administrativos. 4.1Hierárquico, disciplinar,
regulamentar e de polícia. 4.2 Uso e abuso do poder. 5 Licitação. 5.1 Princípios. 5.2
Contratação direta: dispensa e inexigibilidade. 5.3 Modalidades. 5.4 Tipos. 5.5
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
137

Procedimento. 6 Controle da Administração Pública. 6.1 Controle exercido pela


Administração Pública. 6.2 Controle judicial. 6.3 Controle legislativo. 7
Responsabilidade civil do Estado. 7.1 Responsabilidade civil do Estado no direito
brasileiro. 7.1.1 Responsabilidade por ato comissivo do Estado. 7.1.2
Responsabilidade por omissão do Estado. 7.2 Requisitos para a demonstração da
responsabilidade do Estado. 7.3 Causas excludentes e atenuantes da
responsabilidade do Estado. 8 Regime jurídico-administrativo. 8.1 Conceito. 8.2
Princípios expressos e implícitos da Administração Pública.

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL: 1 Direitos e garantias fundamentais: direitos


e deveres individuais e coletivos; direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança
e à propriedade; direitos sociais; nacionalidade; cidadania e direitos políticos;
partidos políticos; garantias constitucionais individuais; garantias dos direitos
coletivos, sociais e políticos. 2 Poder Executivo: forma e sistema de governo; chefia
de Estado e chefia de governo. 3 Defesa do Estado e das instituições democráticas:
segurança pública; organização da segurança pública. 4 Ordem social: base e
objetivos da ordem social; seguridade social; meio ambiente; família, criança,
adolescente, idoso, índio.

NOÇÕES DE DIREITO PENAL E DE DIREITO PROCESSUAL PENAL: 1 Princípios básicos.


2 Aplicação da lei penal. 2.1 A lei penal no tempo e no espaço. 2.2 Tempo e lugar do
crime. 2.3 Territorialidade e extraterritorialidade da lei penal. 3 O fato típico e seus
elementos. 3.1 Crime consumado e tentado. 3.2 Ilicitude e causas de exclusão. 3.3
Excesso punível. 4 Crimes contra a pessoa. 5 Crimes contra o patrimônio. 6 Crimes
contra a fé pública. 7 Crimes contra a Administração Pública. 8 Inquérito policial.
8.1Histórico, natureza, conceito, finalidade, características, fundamento,
titularidade, grau de cognição, valor probatório, formas de instauração, notitia
criminis, delatio criminis, procedimentos investigativos, indiciamento, garantias do

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


138

investigado; conclusão. 9 Prova. 9.1 Preservação de local de crime. 9.2 Requisitos e


ônus da prova. 9.3 Nulidade da prova. 9.4 Documentos de prova. 9.5
Reconhecimento de pessoas e coisas. 9.6 Acareação. 9.7 Indícios. 9.8 Busca e
apreensão. 10 Restrição de liberdade. 10.1 Prisão em flagrante.

LEGISLAÇÃO ESPECIAL: 1 Lei nº 7.102/1983 e suas alterações. 2 Lei nº 10.357/2001.3


Lei nº 13.445/2017.4Lei nº 11.343/2006 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 5 Lei nº 4.898/1965 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 6 Lei nº 9.455/1997 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 7 Lei nº 8.069/1990 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 8 Lei nº10.826/2003 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 9 Lei nº 9.605/1998 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 10 Lei nº 10.446/2002 e suas alterações.

ESTATÍSTICA: 1 Estatística descritiva e análise exploratória de dados: gráficos,


diagramas, tabelas, medidas descritivas (posição, dispersão, assimetria e curtose). 2
Probabilidade. 2.1 Definições básicas e axiomas. 2.2Probabilidade condicional e
independência. 2.3 Variáveis aleatórias discretas e contínuas. 2.4Distribuição de
probabilidades. 2.5 Função de probabilidade. 2.6 Função densidade de probabilidade.
2.7 Esperança e momentos. 2.8 Distribuições especiais. 2.9 Distribuições condicionais
e independência. 2.10 Transformação de variáveis. 2.11 Leis dos grandes números.
2.12 Teorema central do limite. 2.13Amostras aleatórias. 2.14 Distribuições
amostrais. 3 Inferência estatística. 3.1 Estimação pontual: métodos de estimação,
propriedades dos estimadores, suficiência. 3.2 Estimação intervalar: intervalos de
confiança, intervalos de credibilidade. 3.3 Testes de hipóteses: hipóteses simples e
compostas, níveis de significância e potência de um teste, teste t de Student, teste
qui-quadrado. 4 Análise de regressão linear. 4.1 Critérios de mínimos quadrados e
de máxima verossimilhança. 4.2 Modelos de regressão linear. 4.3 Inferência sobre

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


139

os parâmetros do modelo. 4.4 Análise de variância. 4.5 Análise de resíduos. 5 Técnicas


de amostragem: amostragem aleatória simples, estratificada, sistemática e por
conglomerados. 5.1 Tamanho amostral.

RACIOCÍNIO LÓGICO: 1 Estruturas lógicas. 2 Lógica de argumentação: analogias,


inferências, deduções e conclusões. 3 Lógica sentencial (ou proposicional). 3.1
Proposições simples e compostas. 3.2 Tabelas-verdade. 3.3 Equivalências. 3.4 Leis
de Morgan. 3.5 Diagramas lógicos. 4 Lógica de primeira ordem. 5 Princípios de
contagem e probabilidade. 6 Operações com conjuntos. 7 Raciocínio lógico
envolvendo problemas aritméticos, geométricos e matriciais.

BLOCO II

INFORMÁTICA: 1 Conceito de internet e intranet. 2 Conceitos e modos de utilização


de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados a
internet/intranet. 2.1 Ferramentas e aplicativos comerciais de navegação, de correio
eletrônico, de grupos de discussão, de busca, de pesquisa e de redes sociais. 2.2
Noções de sistema operacional (ambiente Linux e Windows). 2.3 Acesso à distância
a computadores, transferência de informação e arquivos, aplicativos de áudio, vídeo
e multimídia. 2.4 Edição de textos, planilhas e apresentações (ambientes Microsoft
Office e BrOffice). 3 Redes de computadores. 4 Conceitos de proteção e segurança.
4.1 Noções de vírus, worms e pragas virtuais. 4.2 Aplicativos para segurança
(antivírus, firewall, anti-spyware etc.). 5 Computação na nuvem (cloud computing). 6
Fundamentos da Teoria Geral de Sistemas. 7 Sistemas de informação. 7.1 Fases e
etapas de sistema de informação. 8 Teoria da informação. 8.1 Conceitos de
informação, dados, representação de dados, de conhecimentos, segurança e
inteligência. 9 Banco de dados. 9.1 Base de dados, documentação e prototipação.
9.2 Modelagem conceitual: abstração, modelo entidade-relacionamento, análise

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


140

funcional e administração de dados. 9.3 Dados estruturados e não estruturados. 9.4


Banco de dados relacionais: conceitos básicos e características. 9.5 Chaves e
relacionamentos. 9.6 Noções de mineração de dados: conceituação e características.
9.7 Noções de aprendizado de máquina. 9.8 Noções de bigdata: conceito, premissas
e aplicação. 10 Redes de comunicação. 10.1 Introdução a redes
(computação/telecomunicações). 10.2 Camada física, de enlace de dados e
subcamada de acesso ao meio. 10.3 Noções básicas de transmissão de dados: tipos
de enlace, códigos, modos e meios de transmissão. 11 Redes de computadores:
locais, metropolitanas e de longa distância. 11.1 Terminologia e aplicações,
topologias, modelos de arquitetura (OSI/ISO e TCP/IP) e protocolos. 11.2
Interconexão de redes, nível de transporte. 12 Noções de programação python e R.
13 API (application programming interface). 14 Metadados de arquivos.

BLOCO III

CONTABILIDADE GERAL: 1 Conceitos, objetivos e finalidades da contabilidade. 2


Patrimônio: componentes, equação fundamental do patrimônio, situação líquida,
representação gráfica. 3 Atos e fatos administrativos: conceitos, fatos permutativos,
modificativos e mistos. 4 Contas: conceitos, contas de débitos, contas de créditos e
saldos. 5 Plano de contas: conceitos, elenco de contas, função e funcionamento das
contas. 6 Escrituração: conceitos, lançamentos contábeis, elementos essenciais,
fórmulas de lançamentos, livros de escrituração, métodos e processos, regime de
competência e regime de caixa. 7 Contabilização de operações contábeis diversas:
juros, descontos, tributos, aluguéis, variação monetária/ cambial, folha de
pagamento, compras, vendas e provisões, depreciações e baixa de bens. 8 Balancete
de verificação: conceitos, modelos e técnicas de elaboração. 9 Balanço patrimonial:
conceitos, objetivo, composição. 10 Demonstração de resultado de exercício:
conceito, objetivo, composição. 11 Lei nº 6.404/1976 e suas alterações, legislação

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


141

complementar e pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC).


12 Norma Brasileira de Contabilidade - NBC TSP Estrutura Conceitual, de 23 de
setembro de 2016.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


142

ANEXO II - OBJETOS DE
AVALIAÇÃO - EPF

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


143

LÍNGUA PORTUGUESA: 1 Compreensão e interpretação de textos de gêneros


variados. 2 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. 3 Domínio da ortografia
oficial. 4 Domínio dos mecanismos de coesão textual. 4.1 Emprego de elementos de
referenciação, substituição e repetição, de conectores e de outros elementos de
sequenciação textual. 4.2 Emprego de tempos e modos verbais. 5 Domínio da
estrutura morfossintática do período. 5.1 Emprego das classes de palavras. 5.2
Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. 5.3 Relações de
subordinação entre orações e entre termos da oração. 5.4 Emprego dos sinais de
pontuação. 5.5 Concordância verbal e nominal. 5.6 Regência verbal e nominal. 5.7
Emprego do sinal indicativo de crase. 5.8 Colocação dos pronomes átonos. 6
Reescrita de frases e parágrafos do texto. 6.1 Significação das palavras. 6.2
Substituição de palavras ou de trechos de texto. 6.3 Reorganização da estrutura de
orações e de períodos do texto. 6.4 Reescrita de textos de diferentes gêneros e
níveis de formalidade. 7 Correspondência oficial (conforme Manual de Redação da
Presidência da República). 7.1Aspectos gerais da redação oficial. 7.2 Finalidade dos
expedientes oficiais. 7.3 Adequação da linguagem ao tipo de documento. 7.4
Adequação do formato do texto ao gênero.

NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO: 1 Noções de organização administrativa.


1.1 Centralização, descentralização, concentração e desconcentração. 1.2
Administração direta e indireta. 1.3 Autarquias, fundações, empresas públicas e
sociedades de economia mista. 2 Ato administrativo. 2.1 Conceito, requisitos,
atributos, classificação e espécies. 3 Agentes públicos. 3.1 Legislação pertinente.
3.1.1 Lei nº 8.112/1990 e suas alterações. 3.1.2 Disposições constitucionais
aplicáveis. 3.2 Disposições doutrinárias. 3.2.1 Conceito. 3.2.2 Espécies. 3.2.3 Cargo,
emprego e função pública. 4 Poderes administrativos. 4.1Hierárquico, disciplinar,
regulamentar e de polícia. 4.2 Uso e abuso do poder. 5 Licitação. 5.1 Princípios. 5.2
Contratação direta: dispensa e inexigibilidade. 5.3 Modalidades. 5.4 Tipos. 5.5
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
144

Procedimento. 6 Controle da Administração Pública. 6.1 Controle exercido pela


Administração Pública. 6.2 Controle judicial. 6.3 Controle legislativo. 7
Responsabilidade civil do Estado. 7.1 Responsabilidade civil do Estado no direito
brasileiro. 7.1.1 Responsabilidade por ato comissivo do Estado. 7.1.2
Responsabilidade por omissão do Estado. 7.2 Requisitos para a demonstração da
responsabilidade do Estado. 7.3 Causas excludentes e atenuantes da
responsabilidade do Estado. 8 Regime jurídico-administrativo. 8.1 Conceito. 8.2
Princípios expressos e implícitos da Administração Pública.

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL: 1 Direitos e garantias fundamentais: direitos


e deveres individuais e coletivos; direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança
e à propriedade; direitos sociais; nacionalidade; cidadania e direitos políticos;
partidos políticos; garantias constitucionais individuais; garantias dos direitos
coletivos, sociais e políticos. 2 Poder Executivo: forma e sistema de governo; chefia
de Estado e chefia de governo. 3 Defesa do Estado e das instituições democráticas:
segurança pública; organização da segurança pública. 4 Ordem social: base e
objetivos da ordem social; seguridade social; meio ambiente; família, criança,
adolescente, idoso, índio.

NOÇÕES DE DIREITO PENAL E DE DIREITO PROCESSUAL PENAL: 1 Princípios básicos.


2 Aplicação da lei penal. 2.1 A lei penal no tempo e no espaço. 2.2 Tempo e lugar do
crime. 2.3 Territorialidade e extraterritorialidade da lei penal. 3 O fato típico e seus
elementos. 3.1 Crime consumado e tentado. 3.2 Ilicitude e causas de exclusão. 3.3
Excesso punível. 4 Crimes contra a pessoa. 5 Crimes contra o patrimônio. 6 Crimes
contra a fé pública. 7 Crimes contra a Administração Pública. 8 Inquérito policial. 8.1
Histórico, natureza, conceito, finalidade, características, fundamento, titularidade,
grau de cognição, valor probatório, formas de instauração, notitia criminis,
delatio criminis, procedimentos investigativos, indiciamento, garantias do

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


145

investigado; conclusão. 9 Prova. 9.1 Preservação de local de crime. 9.2 Requisitos e


ônus da prova. 9.3 Nulidade da prova. 9.4 Documentos de prova. 9.5
Reconhecimento de pessoas e coisas. 9.6 Acareação. 9.7 Indícios. 9.8 Busca e
apreensão. 10 Restrição de liberdade. 10.1 Prisão em flagrante.

LEGISLAÇÃO ESPECIAL: 1 Lei nº 7.102/1983 e suas alterações. 2 Lei nº 10.357/2001.


3 Lei nº 13.445/2017. 4 Lei nº 11.343/2006 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 5 Lei nº 4.898/1965 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 6 Lei nº 9.455/1997 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 7 Lei nº 8.069/1990 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 8 Lei nº 10.826/2003 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 9 Lei nº 9.605/1998 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 10 Lei nº 10.446/2002 e suas alterações.

ESTATÍSTICA: 1 Estatística descritiva e análise exploratória de dados: gráficos,


diagramas, tabelas, medidas descritivas (posição, dispersão, assimetria e curtose). 2
Probabilidade. 2.1 Definições básicas e axiomas. 2.2 Probabilidade condicional e
independência. 2.3 Variáveis aleatórias discretas e contínuas. 2.4 Distribuição de
probabilidades. 2.5 Função de probabilidade. 2.6 Função densidade de
probabilidade. 2.7 Esperança e momentos. 2.8 Distribuições especiais. 2.9
Distribuições condicionais e independência. 2.10Transformação de variáveis. 2.11
Leis dos grandes números. 2.12 Teorema central do limite. 2.13 Amostras aleatórias.
2.14 Distribuições amostrais. 3 Inferência estatística. 3.1 Estimação pontual: métodos
de estimação, propriedades dos estimadores, suficiência. 3.2 Estimação intervalar:
intervalos de confiança, intervalos de credibilidade. 3.3 Testes de hipóteses:
hipóteses simples e compostas, níveis de significância e potência de um teste, teste t
de Student, teste qui-quadrado. 4 Análise de regressão linear. 4.1 Critérios de
mínimos quadrados e de máxima verossimilhança. 4.2 Modelos de regressão linear.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


146

4.3 Inferência sobre os parâmetros do modelo. 4.4 Análise de variância. 4.5 Análise
de resíduos. 5 Técnicas de amostragem: amostragem aleatória simples, estratificada,
sistemática e por conglomerados. 5.1 Tamanho amostral.

RACIOCÍNIO LÓGICO: 1 Estruturas lógicas. 2 Lógica de argumentação: analogias,


inferências, deduções e conclusões. 3 Lógica sentencial (ou proposicional). 3.1
Proposições simples e compostas. 3.2 Tabelas-verdade. 3.3 Equivalências. 3.4 Leis
de Morgan. 3.5 Diagramas lógicos. 4 Lógica de primeira ordem. 5 Princípios de
contagem e probabilidade. 6 Operações com conjuntos. 7 Raciocínio lógico
envolvendo problemas aritméticos, geométricos e matriciais.

BLOCO II

INFORMÁTICA: 1 Conceito de internet e intranet. 2 Conceitos e modos de utilização


de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados a
internet/intranet. 2.1 Ferramentas e aplicativos comerciais de navegação, de correio
eletrônico, de grupos de discussão, de busca, de pesquisa e de redes sociais. 2.2
Noções de sistema operacional (ambiente Linux e Windows). 2.3 Acesso à distância
a computadores, transferência de informação e arquivos, aplicativos de áudio, vídeo
e multimídia. 2.4 Edição de textos, planilhas e apresentações (ambientes Microsoft
Office e BrOffice). 3 Redes de computadores. 4 Conceitos de proteção e segurança.
4.1 Noções de vírus, worms e pragas virtuais. 4.2 Aplicativos para segurança
(antivírus, firewall, anti-spyware etc.). 5 Computação na nuvem (cloud computing). 6
Fundamentos da Teoria Geral de Sistemas. 7 Sistemas de informação. 7.1 Fases e
etapas de sistema de informação. 8 Teoria da informação. 8.1 Conceitos de
informação, dados, representação de dados, de conhecimentos, segurança e
inteligência. 9 Banco de dados. 9.1 Base de dados, documentação e prototipação.
9.2 Modelagem conceitual: abstração, modelo entidade-relacionamento, análise

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


147

funcional e administração de dados. 9.3 Dados estruturados e não estruturados.


9.4 Banco de dados relacionais: conceitos básicos e características. 9.5Chaves e
relacionamentos. 9.6 Noções de mineração de dados: conceituação e características.
9.7 Noções de aprendizado de máquina. 9.8 Noções de bigdata: conceito, premissas
e aplicação. 10 Redes de comunicação. 10.1 Introdução a redes
(computação/telecomunicações). 10.2 Camada física, de enlace de dados e
subcamada de acesso ao meio. 10.3 Noções básicas de transmissão de dados: tipos
de enlace, códigos, modos e meios de transmissão. 11 Redes de computadores:
locais, metropolitanas e de longa distância. 11.1 Terminologia e aplicações,
topologias, modelos de arquitetura (OSI/ISO e TCP/IP) e protocolos. 11.2
Interconexão de redes, nível de transporte. 12 Noções de programação python e R.
13 API (application programming interface). 14 Metadados de arquivos.

BLOCO III

CONTABILIDADE GERAL: 1 Conceitos, objetivos e finalidades da contabilidade. 2


Patrimônio: componentes, equação fundamental do patrimônio, situação líquida,
representação gráfica. 3 Atos e fatos administrativos: conceitos, fatos permutativos,
modificativos e mistos. 4 Contas: conceitos, contas de débitos, contas de créditos e
saldos. 5 Plano de contas: conceitos, elenco de contas, função e funcionamento das
contas. 6Escrituração: conceitos, lançamentos contábeis, elementos essenciais,
fórmulas de lançamentos, livros de escrituração, métodos e processos, regime de
competência e regime de caixa. 7 Contabilização de operações contábeis diversas:
juros, descontos, tributos, aluguéis, variação monetária/ cambial, folha de
pagamento, compras, vendas e provisões, depreciações e baixa de bens. 8 Balancete
de verificação: conceitos, modelos e técnicas de elaboração. 9 Balanço patrimonial:
conceitos, objetivo, composição. 10 Demonstração de resultado de exercício:
conceito, objetivo, composição. 11 Lei nº 6.404/1976 e suas alterações, legislação

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


148

complementar e pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis


(CPC). 12 Norma Brasileira de Contabilidade -NBC TSP Estrutura Conceitual, de 23 de
setembro de 2016.

ARQUIVOLOGIA: 1 Arquivística. 1.1 Princípios e conceitos. 2 Políticas públicas de


arquivo, legislação arquivística. 3 Normas nacionais e internacionais de arquivo. 4
Sistemas e redes de arquivo. 5 Gestão de documentos; implementação de programas
de gestão de documentos. 6 Diagnóstico da situação arquivística e realidade
arquivística brasileira. 7 Protocolo. 7.1 Recebimento, registro, distribuição,
tramitação e expedição de documentos. 8 Funções arquivísticas. 8.1 Criação de
documentos. 8.2 Aquisição de documentos. 8.3 Classificação de documentos. 8.4
Avaliação de documentos. 8.5 Difusão de documentos.
8.6 Descrição de documentos. 8.7 Preservação de documentos. 9 Análise tipológica
dos documentos de arquivo. 10 Políticas de acesso aos documentos de arquivo. 11
Sistemas informatizados de gestão arquivística de documentos. 11.1 Documentos
digitais. 11.2 Requisitos. 11.3 Metadados. 12 Microfilmagem de documentos de
arquivo.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


149

ANEXO III - OBJETOS DE


AVALIAÇÃO - PPF

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


150

LÍNGUA PORTUGUESA: 1 Compreensão e interpretação de textos de gêneros


variados. 2 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. 3 Domínio da ortografia
oficial. 4 Domínio dos mecanismos de coesão textual. 4.1 Emprego de elementos de
referenciação, substituição e repetição, de conectores e de outros elementos de
sequenciação textual. 4.2 Emprego de tempos e modos verbais. 5 Domínio da
estrutura morfossintática do período. 5.1 Emprego das classes de palavras. 5.2
Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. 5.3 Relações de
subordinação entre orações e entre termos da oração. 5.4 Emprego dos sinais de
pontuação. 5.5 Concordância verbal e nominal. 5.6 Regência verbal e nominal. 5.7
Emprego do sinal indicativo de crase. 5.8 Colocação dos pronomes átonos. 6 Reescrita
de frases e parágrafos do texto. 6.1 Significação das palavras. 6.2 Substituição de
palavras ou de trechos de texto. 6.3 Reorganização da estrutura de orações e de
períodos do texto. 6.4 Reescrita de textos de diferentes gêneros e níveis de
formalidade. 7 Correspondência oficial (conforme Manual de Redação da Presidência
da República). 7.1Aspectos gerais da redação oficial. 7.2 Finalidade dos expedientes
oficiais. 7.3 Adequação da linguagem ao tipo de documento. 7.4 Adequação do
formato do texto ao gênero.

NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO: 1 Noções de organização administrativa. 1.1


Centralização, descentralização, concentração e desconcentração. 1.2 Administração
direta e indireta. 1.3 Autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de
economia mista. 2 Ato administrativo. 2.1 Conceito, requisitos, atributos, classificação
e espécies. 3 Agentes públicos. 3.1 Legislação pertinente. 3.1.1 Lei nº 8.112/1990 e
suas alterações. 3.1.2 Disposições constitucionais aplicáveis. 3.2 Disposições
doutrinárias. 3.2.1 Conceito. 3.2.2 Espécies. 3.2.3 Cargo, emprego e função pública.
4 Poderes administrativos. 4.1Hierárquico, disciplinar, regulamentar e de polícia. 4.2
Uso e abuso do poder. 5 Licitação. 5.1 Princípios. 5.2 Contratação direta: dispensa e
inexigibilidade. 5.3 Modalidades. 5.4 Tipos. 5.5 Procedimento. 6 Controle da
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
151

Administração Pública. 6.1 Controle exercido pela Administração Pública. 6.2 Controle
judicial. 6.3 Controle legislativo. 7 Responsabilidade civil do Estado. 7.1
Responsabilidade civil do Estado no direito brasileiro. 7.1.1 Responsabilidade por
ato comissivo do Estado. 7.1.2 Responsabilidade por omissão do Estado. 7.2
Requisitos para a demonstração da responsabilidade do Estado. 7.3 Causas
excludentes e atenuantes da responsabilidade do Estado. 8 Regime jurídico-
administrativo. 8.1 Conceito. 8.2 Princípios expressos e implícitos da Administração
Pública.

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL: 1 Direitos e garantias fundamentais: direitos


e deveres individuais e coletivos; direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança
e à propriedade; direitos sociais; nacionalidade; cidadania e direitos políticos;
partidos políticos; garantias constitucionais individuais; garantias dos direitos
coletivos, sociais e políticos. 2 Poder Executivo: forma e sistema de governo; chefia
de Estado e chefia de governo. 3 Defesa do Estado e das instituições democráticas:
segurança pública; organização da segurança pública. 4 Ordem social: base e
objetivos da ordem social; seguridade social; meio ambiente; família, criança,
adolescente, idoso, índio.

NOÇÕES DE DIREITO PENAL E DE DIREITO PROCESSUAL PENAL: 1 Princípios básicos.


2 Aplicação da lei penal. 2.1 A lei penal no tempo e no espaço. 2.2 Tempo e lugar do
crime. 2.3 Territorialidade e extraterritorialidade da lei penal. 3 O fato típico e seus
elementos. 3.1 Crime consumado e tentado. 3.2 Ilicitude e causas de exclusão. 3.3
Excesso punível. 4 Crimes contra a pessoa. 5 Crimes contra o patrimônio. 6 Crimes
contra a fé pública. 7 Crimes contra a Administração Pública. 8 Inquérito policial. 8.1
Histórico, natureza, conceito, finalidade, características, fundamento, titularidade,
grau de cognição, valor probatório, formas de instauração, notitia criminis,
delatio criminis, procedimentos investigativos, indiciamento, garantias do

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


152

investigado; conclusão. 9 Prova. 9.1 Preservação de local de crime. 9.2 Requisitos e


ônus da prova. 9.3 Nulidade da prova. 9.4 Documentos de prova. 9.5
Reconhecimento de pessoas e coisas. 9.6 Acareação. 9.7 Indícios. 9.8 Busca e
apreensão. 10 Restrição de liberdade. 10.1 Prisão em flagrante.

LEGISLAÇÃO ESPECIAL: 1 Lei nº 7.102/1983 e suas alterações. 2 Lei nº 10.357/2001.


3 Lei nº 13.445/2017. 4 Lei nº 11.343/2006 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 5 Lei nº 4.898/1965 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 6 Lei nº 9.455/1997 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 7 Lei nº 8.069/1990 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 8 Lei nº10.826/2003 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 9 Lei nº 9.605/1998 e suas alterações (aspectos penais e
processuais penais). 10 Lei nº 10.446/2002 e suas alterações.

ESTATÍSTICA: 1 Estatística descritiva e análise exploratória de dados: gráficos,


diagramas, tabelas, medidas descritivas (posição, dispersão, assimetria e curtose). 2
Probabilidade. 2.1 Definições básicas e axiomas. 2.2Probabilidade condicional e
independência. 2.3 Variáveis aleatórias discretas e contínuas. 2.4 Distribuição de
probabilidades. 2.5 Função de probabilidade. 2.6 Função densidade de probabilidade.
2.7 Esperança e momentos. 2.8 Distribuições especiais. 2.9 Distribuições condicionais
e independência. 2.10 Transformação de variáveis. 2.11 Leis dos grandes números.
2.12 Teorema central do limite. 2.13 Amostras aleatórias. 2.14 Distribuições
amostrais. 3 Inferência estatística. 3.1 Estimação pontual: métodos de estimação,
propriedades dos estimadores, suficiência. 3.2 Estimação intervalar: intervalos de
confiança, intervalos de credibilidade. 3.3 Testes de hipóteses: hipóteses simples e
compostas, níveis de significância e potência de um teste, teste t de Student, teste
qui-quadrado. 4 Análise de regressão linear. 4.1 Critérios de mínimos quadrados e de
máxima verossimilhança. 4.2 Modelos de regressão linear. 4.3 Inferência sobre os

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


153

parâmetros do modelo. 4.4 Análise de variância. 4.5 Análise de resíduos. 5 Técnicas


de amostragem: amostragem aleatória simples, estratificada, sistemática e por
conglomerados. 5.1 Tamanho amostral.

RACIOCÍNIO LÓGICO: 1 Estruturas lógicas. 2 Lógica de argumentação: analogias,


inferências, deduções e conclusões. 3 Lógica sentencial (ou proposicional). 3.1
Proposições simples e compostas. 3.2 Tabelas-verdade. 3.3 Equivalências. 3.4 Leis
de Morgan. 3.5 Diagramas lógicos. 4 Lógica de primeira ordem. 5 Princípios de
contagem e probabilidade. 6 Operações com conjuntos. 7 Raciocínio lógico
envolvendo problemas aritméticos, geométricos e matriciais.

BLOCO II

INFORMÁTICA: 1 Conceito de internet e intranet. 2 Conceitos e modos de utilização


de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados a
internet/intranet. 2.1 Ferramentas e aplicativos comerciais de navegação, de correio
eletrônico, de grupos de discussão, de busca, de pesquisa e de redes sociais. 2.2
Noções de sistema operacional (ambiente Linux e Windows). 2.3 Acesso à distância
a computadores, transferência de informação e arquivos, aplicativos de áudio, vídeo
e multimídia. 2.4 Edição de textos, planilhas e apresentações (ambientes Microsoft
Office e BrOffice). 3 Redes de computadores. 4 Conceitos de proteção e segurança.
4.1 Noções de vírus, worms e pragas virtuais. 4.2 Aplicativos para segurança
(antivírus, firewall, anti-spyware etc.). 5 Computação na nuvem (cloud computing). 6
Fundamentos da Teoria Geral de Sistemas. 7 Sistemas de informação. 7.1 Fases e
etapas de sistema de informação. 8 Teoria da informação. 8.1 Conceitos de
informação, dados, representação de dados, de conhecimentos, segurança e
inteligência. 9 Banco de dados. 9.1 Base de dados, documentação e prototipação.
9.2 Modelagem conceitual: abstração, modelo entidade-relacionamento, análise

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


154

funcional e administração de dados. 9.3 Dados estruturados e não estruturados. 9.4


Banco de dados relacionais: conceitos básicos e características. 9.5 Chaves e
relacionamentos. 9.6 Noções de mineração de dados: conceituação e características.
9.7 Noções de aprendizado de máquina. 9.8 Noções de bigdata: conceito, premissas
e aplicação. 10 Redes de comunicação. 10.1 Introdução a redes
(computação/telecomunicações). 10.2 Camada física, de enlace de dados e
subcamada de acesso ao meio. 10.3 Noções básicas de transmissão de dados: tipos
de enlace, códigos, modos e meios de transmissão. 11 Redes de computadores:
locais, metropolitanas e de longa distância. 11.1 Terminologia e aplicações,
topologias, modelos de arquitetura (OSI/ISO e TCP/IP) e protocolos. 11.2
Interconexão de redes, nível de transporte. 12 Noções de programação python e R.
13 API (application programming interface). 14 Metadados de arquivos.

BLOCO III

BIOLOGIA: 1 Citologia. 1.1 Composição química da matéria viva. 1.2 Organização


celular das células eucarióticas. 1.3 Estrutura e função dos componentes
citoplasmáticos. 1.4 Membrana celular. 1.5 Núcleo. 1.5.1 Estrutura, componentes e
funções. 1.5.2 Divisão celular (mitose e meiose, e suas fases). 1.6 Citoesqueleto
e movimento celular. 2 Bioquímica. 2.1 Processos de obtenção de energia na célula.
2.2 Principais vias metabólicas. 2.3 Regulação metabólica. 2.4 Metabolismo e
regulação da utilização de energia. 2.5 Proteínas e enzimas. 3 Embriologia. 3.1
Gametogênese. 3.2 Fecundação, segmentação e gastrulação. 3.3 Organogênese. 3.4
Anexos embrionários. 3.5 Desenvolvimento embrionário humano. 4Genética. 4.1
Primeira lei de Mendel. 4.2 Probabilidade genética. 4.3 Árvore genealógica. 4.4 Genes
letais. 4.5 Herança sem dominância. 4.6 Segunda lei de Mendel. 4.7 Alelos múltiplos:
grupos sanguíneos dos sistemas ABO, Rh e MN. 4.8 Determinação do sexo. 4.9
Herança dos cromossomos sexuais. 4.10 Doenças genéticas.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


155

FÍSICA: 1 Oscilações e ondas: movimento harmônico simples; energia no movimento


harmônico simples; ondas em uma corda; energia transmitida pelas ondas; ondas
estacionárias; equação de onda. 2Eletricidade: carga elétrica; condutores e isolantes;
campo elétrico; potencial elétrico; corrente elétrica; resistores; capacitores; circuitos
elétricos. 3 Óptica: óptica geométrica; reflexão; refração; polarização; interferência.
4 Espectroscopias de absorção e de emissão molecular (fluorescência).

QUÍMICA: 1 Classificação dos materiais. 2 Teoria atômico-molecular. 3 Classificação


periódica dos elementos químicos. 4 Radioatividade. 5 Interações químicas. 6
Misturas, soluções e propriedades coligativas. 7 Métodos de separação de misturas.
8 Funções químicas inorgânicas. 9 Gases. 10 Propriedades dos sólidos. 11
Estequiometria. 12 Termoquímica. 13 Cinética química. 14 Equilíbrio químico.
15Eletroquímica. 16 Química orgânica: estrutura, nomenclatura e propriedades
físicas e químicas de compostos orgânicos.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


156

ANEXO IV - OBJETOS DE
AVALIAÇÃO – DPF

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


157

DIREITO ADMINISTRATIVO: 1 Introdução ao direito administrativo. 1.1 Os diferentes


critérios adotados para a conceituação do direito administrativo. 1.2 Objeto do direito
administrativo. 1.3 Fontes do direito administrativo. 1.4 Regime jurídico-
administrativo: princípios do direito administrativo. 1.5 Princípios da administração
pública. 2 Administração pública. 2.1 Conceito de administração pública sob os
aspectos orgânico, formal e material. 2.2 Órgão público: conceito e classificação. 2.3
Servidor: cargo e funções. 2.4 Atribuições. 2.5 Competência administrativa: conceito
e critérios de distribuição. 2.6 Avocação e delegação de competência. 2.7 Ausência de
competência: agente de fato. 2.8 Administração direta e indireta. 2.9 Autarquias. 2.10
Fundações públicas. 2.11 Empresas públicas e privadas. 2.12 Sociedades de economia
mista. 2.13 Entidades paraestatais. 2.14 Dispositivos pertinentes contidos na
Constituição Federal de 1988. 3 Atos administrativos. 3.1 Conceitos, requisitos,
elementos, pressupostos e classificação. 3.2 Fato e ato administrativo. 3.3 Atos
administrativos em espécie. 3.4 Parecer: responsabilidade do emissor do parecer. 3.5
O silêncio no direito administrativo. 3.6 Cassação. 3.7 Revogação e anulação. 3.8
Processo administrativo. 3.9 Lei nº 9.784/1999 e suas alterações. 3.10 Fatos da
administração pública: atos da administração pública e fatos administrativos. 3.11
Formação do ato administrativo: elementos, procedimento administrativo. 3.12
Validade, eficácia e autoexecutoriedade do ato administrativo. 3.13 Atos
administrativos simples, complexos e compostos. 3.14 Atos administrativos
unilaterais, bilaterais e multilaterais. 3.15 Atos administrativos gerais e individuais.
3.16 Atos administrativos vinculados e discricionários. 3.17 Mérito do ato

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


158

administrativo, discricionariedade. 3.18 Ato administrativo inexistente. 3.19 Teoria


das nulidades no direito administrativo. 3.20 Atos administrativos nulos e anuláveis.
3.21 Vícios do ato administrativo. 3.22 Teoria dos motivos determinantes. 3.23
Revogação, anulação e convalidação do ato administrativo. 4 Poderes da
Administração Pública. 4.1 Hierarquia: poder hierárquico e suas manifestações. 4.2
Poder disciplinar. 4.3 Poder de polícia. 4.4 Polícia judiciária e polícia administrativa.
4.5 Liberdades públicas e poder de polícia. 4.6 Principais setores de atuação da polícia
administrativa. 5 Serviços públicos. 5.1 Concessão, permissão, autorização e
delegação. 5.2 Serviços delegados. 5.3 Convênios e consórcios. 5.4 Conceito de
serviço público. 5.5 Caracteres jurídicos. 5.6 Classificação e garantias. 5.7 Usuário do
serviço público. 5.8 Extinção da concessão de serviço público e reversão dos bens. 5.9
Permissão e autorização. 6 Intervenção no domínio econômico: desapropriação. 7
Licitações. 7.1 Conceito, finalidades, princípios e objeto. 7.2 Obrigatoriedade,
dispensa, inexigibilidade e vedação. 7.3 Modalidades. 7.4 Procedimento, revogação e
anulação. 7.5 Sanções penais. 7.6 Normas gerais de licitação. 7.7 Legislação
pertinente: Lei nº 8.666/1993 e suas alterações; Lei nº 10.520/2002, bem como
demais disposições normativas relativas ao pregão; Instrução Normativa do STN nº
1/1997 e suas alterações. 7.8 Sistema de registro de preços. 8 Contratos
administrativos. 8.1 Conceito, peculiaridades e interpretação. 8.2 Formalização. 8.3
Execução, inexecução, revisão e rescisão. 8.4 Convênios e consórcios administrativos.
9 Controle da administração pública. 9.1 Conceito, tipos e formas de controle. 9.2
Controle interno e externo. 9.3 Controle parlamentar. 9.4 Controle pelos tribunais de
contas. 9.5 Controle administrativo. 9.6 Recurso de administração. 9.7 Reclamação.
9.8 Lei nº 8.429/1992 e suas alterações. 9.9 Sistemas de controle jurisdicional da
administração pública: contencioso administrativo e sistema da jurisdição una. 9.10
Controle jurisdicional da administração pública no direito brasileiro. 9.11 Controle da
atividade financeira do Estado: espécies e sistemas. 9.12 Tribunal de Contas da União

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


159

(TCU) e suas atribuições; entendimentos com caráter normativo exarados pelo TCU.
9.13 Sistema de correição do Poder Executivo Federal: Decreto nº 5.480/2005 e suas
alterações, Decreto nº 9.681/2019 e suas alterações, Portaria CGU nº 335/2006. 9.14
Pedido de reconsideração e recurso hierárquico próprio e impróprio. 9.15 Prescrição
administrativa. 9.16 Representação e reclamação administrativas. 9.17 Advocacia
pública consultiva. 9.18 Hipóteses de manifestação obrigatória. 9.19
Responsabilidades do parecerista e do administrador público pelas manifestações
exaradas, quando age em acordo ou em desacordo com tais manifestações. 10
Agentes públicos e servidores públicos. 10.1 Agentes públicos (servidor público e
funcionário público). 10.2 Natureza jurídica da relação de emprego público. 10.3
Preceitos constitucionais. 10.4 Servidor efetivo e vitalício: garantias. 10.5 Estágio
probatório. 10.6 Servidor ocupante de cargo em comissão. 10.7 Direitos, deveres e
responsabilidades dos servidores públicos civis. 10.8 Lei nº 8.112/1990 e suas
alterações. 10.9 Lei nº 4.878/1965 e suas alterações (Regime jurídico peculiar dos
funcionários policiais civis da União e do Distrito Federal). 10.10 Regime disciplinar e
processo administrativo-disciplinar. 10.11 Improbidade administrativa. 10.12 Lei nº
8.429/1992 e suas alterações. 10.13 Lei Complementar nº 101/2000 e suas alterações
(Lei de Responsabilidade Fiscal). 10.14 Formas de provimento e vacância dos cargos
públicos. 10.15 Exigência constitucional de concurso público para investidura em
cargo ou emprego público. 11 Bens públicos. 11.1 Classificação e caracteres jurídicos.
11.2 Natureza jurídica do domínio público. 11.3 Domínio público terrestre: evolução
do regime jurídico das terras públicas (urbanas e rurais) no Brasil. 11.4 Terras
devolutas. 11.5 Vias públicas, cemitérios públicos e portos. 11.6 Utilização dos bens
públicos: autorização, permissão e concessão de uso, ocupação, aforamento,
concessão de domínio pleno. 11.7 Limitações administrativas. 11.8 Zoneamento. 11.9
Polícia edilícia. 11.10 Zonas fortificadas e de fronteira. 11.11 Florestas. 11.12
Tombamento. 11.13 Servidões administrativas. 11.14 Requisição da propriedade

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


160

privada. 11.15 Ocupação temporária. 12 Responsabilidade civil do Estado. 12.1


Responsabilidade patrimonial do Estado por atos da administração pública: evolução
histórica e fundamentos jurídicos. 12.2 Teorias subjetivas e objetivas da
responsabilidade patrimonial do Estado. 12.3 Responsabilidade patrimonial do
Estado por atos da administração pública no direito brasileiro. 13 Direito
administrativo disciplinar. 13.1 Fontes; princípios; ilícito de direito administrativo
disciplinar; procedimentos disciplinares da administração pública. 13.2 Lei nº
8.112/1990 e suas alterações: regime disciplinar. 13.3 Lei nº 9.784/1999 e suas
alterações. 13.4 Decreto nº 59.310/1966. 13.5 Lei nº 9.266/1996 e suas alterações.
13.6 Lei nº 11.358/2006 e suas alterações.
DIREITO CONSTITUCIONAL: 1 Direito constitucional. 1.1 Natureza, conceito e objeto.
1.2 Perspectiva sociológica. 1.3 Perspectiva política. 1.4 Perspectiva jurídica. 1.5
Fontes formais. 1.6 Concepção positiva. 2 Constituição. 2.1 Sentidos sociológico,
político e jurídico; conceito, objetos e elementos. 2.2 Classificações das constituições.
2.2.1 Constituição material e constituição formal. 2.2.2 Constituição-garantia e
constituição-dirigente. 2.3 Normas constitucionais. 3 Poder constituinte:
fundamentos do poder constituinte; poder constituinte originário e derivado;
reforma e revisão constitucionais; limitação do poder de revisão; emendas à
Constituição. 4 Controle de constitucionalidade. 4.1 Conceito e sistemas de controle
de constitucionalidade. 4.2 Inconstitucionalidade: por ação e por omissão. 4.3
Sistema brasileiro de controle de constitucionalidade. 5 Fundamentos constitucionais
dos direitos e deveres fundamentais. 5.1 Direitos e deveres individuais e coletivos. 5.2
Direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade. 5.3 Direitos
sociais, nacionalidade, cidadania e direitos políticos. 5.4 Partidos políticos. 5.5
Garantias constitucionais individuais. 5.6 Garantias dos direitos coletivos, sociais e
políticos. 5.7 Remédios do direito constitucional. 6 Poder Legislativo: fundamento,
atribuições e garantias de independência. 7 Processo legislativo: fundamento e

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


161

garantias de independência, conceito, objetos, atos e procedimentos. 8 Poder


Executivo. 8.1 Forma e sistema de governo. 8.2 Chefia de Estado e chefia de governo.
8.3 Atribuições e responsabilidades do presidente da República. 9 Poder Judiciário.
9.1 Disposições gerais. 9.2 Supremo Tribunal Federal. 9.3 Superior Tribunal de Justiça
9.4 Tribunais regionais federais e juízes federais. 9.5 Tribunais e juízes dos estados.
9.6 Funções essenciais à justiça. 10 Defesa do Estado e das instituições democráticas.
10.1 Segurança pública. 10.2 Organização da segurança pública. 11 Atribuições
constitucionais da Polícia Federal. 12 Ordem social. 12.1 Base e objetivos da ordem
social. 12.2 Seguridade social. 12.3 Educação, cultura e desporto. 12.4 Ciência e
tecnologia. 12.5 Comunicação social. 12.6 Meio ambiente. 12.7 Família, criança,
adolescente e idoso. 12.8 Índios.
DIREITO CIVIL: 1 Lei de Introdução às normas do Direito Brasileiro, pessoa natural,
pessoa jurídica, personalidade, domicílio, residência, bens, diferentes cargos de bens,
fatos jurídicos, prescrição e decadência, negócios jurídicos. 2 Posse. 2.1 Classificação,
aquisição, efeitos e perda. 2.2 Propriedade: aquisição e perda da propriedade, direito
real sobre coisa alheia, responsabilidade civil, teoria da culpa e do risco. 2.3 Lei nº
8.866/1994 (Depositário infiel). 3 Comerciante ou empresário comercial. 3.1
Condições para o exercício da atividade comercial. 3.2 Obrigação e privilégios dos
comerciantes. 3.3 Sociedades comerciais: noções gerais, personalidade jurídica,
dissolução e liquidação. 3.4 Sociedade por quotas de responsabilidade limitada. 3.5
Sociedades por ações: características gerais; responsabilidade dos sócios. 4 Títulos de
crédito: atributos gerais; integração das leis uniformes de Genebra no direito
brasileiro; nota promissória; duplicata; cheque.
DIREITO PROCESSUAL CIVIL: 1 Jurisdição: natureza; conceito; características;
espécies; problemática da jurisdição voluntária; princípios; estrutura constitucional
(poder judiciário, organização judiciária, atividade jurisdicional, atividades essenciais
à justiça); equivalentes jurisdicionais (autotutela, autocomposição, mediação

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


162

conciliação, arbitragem e dispute board). 2 Jurisdição constitucional das liberdades e


seus principais mecanismos: habeas corpus no processo civil; mandado de segurança
individual e coletivo; habeas data; ação popular; ação civil pública; natureza,
conceitos, hipóteses de cabimento e detalhes procedimentais de cada modalidade. 3
Competência. 3.1 Conceito, critérios de distribuição, espécies. 3.2 Identificação do
foro competente. 3.3 Modificações (conexão, continência, prevenção), perpetuatio
jurisdictionis, conflitos positivos e negativos. 3.4 Competência interna e internacional
(concorrente e exclusiva), homologação de sentença estrangeira. 3.5 Competência da
justiça federal. 4 Tutela. 4.1 Tutelas jurídica e jurisdicional; tutelas processual e
satisfativa; tutelas inicial e final. 4.2 Tutelas de urgência e da evidência: conceito,
espécies, extensão, profundidade. 4.3 Antecipação dos efeitos da tutela: natureza,
conceito, características, limites e estabilização da tutela provisória. 4.4 Tutela
cautelar: natureza e conceito; distinção em relação à antecipação de tutela. 4.5 Poder
geral de cautela. 5 Da formação, da suspensão e da extinção do processo.
DIREITO EMPRESARIAL: 1 Direito comercial. 1.1 Origem; evolução histórica;
autonomia; fontes; características. 1.2 Empresário: caracterização; inscrição;
capacidade; teoria da empresa e seus perfis.
2 Teoria geral dos títulos de créditos. 2.1 Títulos de créditos: letra de câmbio; cheque;
nota promissória; duplicata. 2.2 Aceite; aval; endosso; protesto; prescrição. 2.3 Ações
cambiais. 3 Espécies de empresa. 3.1 Responsabilidade dos sócios. 3.2 Distribuição de
lucros. 3.3 Sócio oculto. 3.4 Segredo comercial. 4 Teoria geral do direito societário.
4.1 Conceito de sociedade; personalização da sociedade. 4.2 Classificação das
sociedades: sociedades não personificadas; sociedades personificadas; sociedade
simples; sociedade em nome coletivo; sociedade em comandita simples; sociedade
em comandita por ações; sociedade cooperada; sociedades coligadas. 4.3 Liquidação;
transformação; incorporação; fusão; cisão; sociedades dependentes de autorização.
4.4 Sociedade limitada; sociedade anônima. 4.5 Estabelecimento empresarial. 4.6

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


163

Recuperação judicial; recuperação extrajudicial; falência do empresário e da


sociedade empresária. 4.7 Institutos complementares do direito empresarial:
registro; nome; prepostos; escrituração; propriedade industrial. 5 Sistema Financeiro
Nacional: constituição; competência das entidades integrantes; instituições
financeiras públicas e privadas; liquidação extrajudicial de instituições financeiras;
sistema financeiro da habitação.
DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO E COOPERAÇÃO INTERNACIONAL: 1 Direito
internacional público: conceito, fontes e princípios. 2 Atos internacionais. 2.1
Tratados: validade; efeitos; ratificação; promulgação; registro, publicidade; vigência
contemporânea e diferida; incorporação ao direito interno; violação; conflito entre
tratado e norma de direito interno; extinção. 2.2 Convenções, acordos, ajustes e
protocolos. 2.3 Aspectos penais do Protocolo de São Luís (Decreto nº 3.468/2000).
2.4 Convenção das Nações Unidas contra o crime organizado transnacional
(Convenção de Palermo); Decreto nº 5.015/2004. 2.5 Decreto nº 5.017/2004
(protocolo adicional à convenção das Nações Unidas contra o crime organizado
transnacional relativo à prevenção, repressão e punição do tráfico de pessoas, em
especial mulheres e crianças). 2.6 Atribuições do Departamento de Polícia Federal
para questões decorrentes de tratados internacionais. 3 Personalidade internacional.
3.1 Estado; imunidade à jurisdição estatal; consulados e embaixadas. 3.2
Organizações internacionais: conceito; natureza jurídica; elementos caracterizadores;
espécies. 3.3 População; nacionalidade; tratados multilaterais; estatuto da igualdade.
3.4 Estrangeiros: vistos; deportação, expulsão e extradição: fundamentos jurídicos;
reciprocidade e controle jurisdicional. 3.5 Asilo político: conceito, natureza e
disciplina. 4 Proteção internacional dos direitos humanos. 4.1 Declaração Universal
dos Direitos Humanos. 4.2 Direitos civis, políticos, econômicos e culturais. 4.3
Mecanismos de implementação. 5 Conflitos internacionais. 5.1 Meios de solução:
diplomáticos, políticos e jurisdicionais. 5.2 Cortes internacionais. 6 Domínio público

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


164

internacional: mar; águas interiores; mar territorial; zona contígua; zona econômica;
plataforma continental; alto-mar; rios internacionais; espaço aéreo; normas
convencionais; nacionalidade das aeronaves; espaço extra-atmosférico. 7
Cooperação internacional: espécies e procedimentos. 8 Cooperação policial
internacional. 9 Cooperação jurídica internacional em matéria penal. 10 Lei nº
13.445/2017. 11 Decreto nº 154/1991. 12 Decreto nº 3.468/2000. 13 Decreto nº
5.015/2004. 14 Decreto nº 5.016/2004. 15 Decreto nº 5.017/2004. 16 Decreto nº
5.687/2006. 17 Decreto nº 5.941/2006. 18 Decreto nº 6.340/2008. 19 Decreto nº
8.833/2016.
DIREITO PENAL: 1 Introdução ao direito penal. 1.1 Conceito, caracteres e função do
direito penal. 1.2 Princípios básicos do direito penal. 1.3 Relações com outros ramos
do direito. 1.4 Direito penal e política criminal. 2 A lei penal. 2.1 Características,
fontes, interpretação, vigência e aplicação. 2.2 Lei penal no tempo e no espaço. 2.3
Imunidade. 2.4 Condições de punibilidade. 2.5 Concurso aparente de normas. 3 Teoria
geral do crime. 3.1 Conceito, objeto, sujeitos, conduta, tipicidade, culpabilidade. 3.2
Bem jurídico. 3.3 Tempo e lugar do crime. 3.4 Punibilidade. 3.5 Concurso de crimes e
crime continuado. 4 Teoria do tipo. 4.1 Crime doloso e crime culposo. 4.2 Crime
qualificado pelo resultado e crime preterdoloso. 4.3 Erro de tipo. 4.4 Classificação
jurídica dos crimes. 4.5 Crimes comissivos e omissivos. 4.6 Crimes de dano e de perigo.
4.7 Punibilidade: causas de extinção da punibilidade. 4.8 Iter criminis. 4.9
Consumação e tentativa. 4.10 Desistência voluntária e arrependimento eficaz. 4.11
Arrependimento posterior. 4.12 Crime impossível. 5 Ilicitude. 5.1 Causas de exclusão
da ilicitude: estado de necessidade, legítima defesa, estrito cumprimento do dever
legal e exercício regular de direito. 6 Teoria geral da culpabilidade. 6.1 Fundamentos,
conceito, elementos e conteúdo. 6.2 Princípio de culpabilidade. 6.3 Culpabilidade e
pena. 6.4 Causas de exclusão da culpabilidade. 6.5 Imputabilidade. 6.6 Erro de
proibição. 7 Concurso de agentes: autoria e participação; conduta delituosa;

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


165

resultado; relação de causalidade; imputação. 8 Teoria geral da pena. 8.1 Cominação


das penas. 8.2 Penas privativas de liberdade. 8.3 Penas restritivas de direitos. 8.4
Regimes de pena. 8.5 Pena pecuniária. 8.6 Medidas de segurança. 8.7 Aplicação da
pena. 8.8 Elementares e circunstâncias. 8.9 Causas de aumento e de diminuição das
penas. 8.10 Fins da pena. 8.11 Livramento condicional e suspensão condicional da
pena. 8.12 Efeitos da condenação. 8.13 Execução penal. 9 Extinção da punibilidade.
9.1 Conceito, causas gerais e específicas, momentos de ocorrência. 9.2 Prescrição:
conceito, teorias, prazos para o cálculo da prescrição, termos iniciais, causas
suspensivas ou impeditivas, causas interruptivas. 10 Crimes. 10.1 Crimes contra a
pessoa. 10.2 Crimes contra o patrimônio. 10.3 Crimes contra a propriedade imaterial.
10.4 Crimes contra a propriedade intelectual. 10.5 Crimes contra a organização do
trabalho. 10.6 Crimes contra o sentimento religioso e contra o respeito aos mortos.
10.7 Crimes contra a dignidade sexual. 10.8 Crimes contra a família. 10.9 Crimes
contra a incolumidade pública. 10.10 Crimes contra a paz pública. 10.11 Crimes contra
a fé pública. 10.12 Crimes contra a administração pública. 10.13 Crimes contra as
finanças públicas. 10.14 Lei nº 11.343/2006 e suas alterações (Tráfico ilícito e uso
indevido de substâncias entorpecentes). 10.15 Lei nº 12.850/2013 e suas alterações
(Crime organizado). 10.16 Lei nº 7.492/1986 (Crimes contra o sistema Financeiro
Nacional). 10.17 Lei nº 8.137/1990 e suas alterações (Crimes contra a ordem
econômica e tributária e as relações de consumo). 10.18 Lei nº 9.613/1998 e suas
alterações (Lavagem de dinheiro). 10.19 Lei nº 8.176/1991 (Crimes contra a ordem
econômica). 10.20 Lei nº 8.072/1990 e suas alterações (Crimes hediondos). 10.21 Lei
nº 7.716/1989 e suas alterações (Crimes resultantes de preconceitos de raça ou de
cor). 10.22 Lei nº 9.455/1997 e suas alterações (Crimes de tortura). 10.23 Lei nº
9.605/1998 e suas alterações (Crimes contra o meio ambiente). 10.24 Crimes de
responsabilidade (Decreto-Lei nº 201/1967 e suas alterações, Lei nº 1.079/1950 e
suas alterações e Lei nº 8.176/1991). 10.25 Lei nº 11.101/2005 e suas alterações

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


166

(Crimes falimentares). 10.26 Lei nº 8.666/1993 e suas alterações (Crimes nas


licitações e contratos da administração pública). 11 Lei nº 13.869/2019 (Crimes de
abuso de autoridade). 12 Lei nº 10.826/2003 e suas alterações (Estatuto do
desarmamento). 13 Lei nº 5.553/1968 e suas alterações (Apresentação e uso de
documento de identificação pessoal). 14 Lei nº 8.078/1990 e suas alterações (Código
de proteção e defesa do consumidor). 15 Lei nº 6.001/1973 e suas alterações
(Estatuto do Índio). 16 Lei nº 8.069/1990 e suas alterações (Estatuto da Criança e do
Adolescente). 17 Lei nº 9.296/1996 (Interceptação telefônica). 18 Lei nº 12.037/2009
e suas alterações. 19 Lei nº 4.737/1965 e suas alterações (Código Eleitoral). 20 Lei nº
7.210/1984 e suas alterações (Execução penal). 21 Lei nº 5.250/1967 e suas
alterações (Lei de Imprensa). 22 Lei nº 9.099/1995 e suas alterações (Juizados
especiais criminais). 23 Lei nº 13.146/2015 e suas alterações (Crimes previstos no
Estatuto da Pessoa com Deficiência). 24 Lei 10.741/2003 e suas alterações (Crimes
cometidos contra idosos). 25 Jurisprudência e Súmulas dos Tribunais Superiores.
DIREITO PROCESSUAL PENAL: 1 Direto processual penal. 1.1 Princípios gerais,
conceito, finalidade, características. 1.2 Fontes. 1.3 Lei processual penal: fontes,
eficácia, interpretação, analogia, imunidades. 1.4 Sistemas de processo penal. 2
Inquérito policial. 2.1 Histórico; natureza; conceito; finalidade; características;
fundamento; titularidade; grau de cognição; valor probatório; formas de instauração;
notitia criminis; delatio criminis; procedimentos investigativos; indiciamento;
garantias do investigado; conclusão; prazos. 2.2 Atribuições da polícia federal na
persecução criminal: Lei nº 10.446/2002; jurisdição; competência; conexão e
continência; prevenção; questões e procedimentos incidentes. 2.3 Competência da
justiça federal, dos tribunais regionais federais, do STJ e do STF, conflito de
competência. 3 Processo criminal: finalidade, pressupostos e sistemas. 4 Ação penal.
4.1 Conceito, características, espécies e condições. 4.2 Sujeitos do processo: juiz,
Ministério Público, acusado e seu defensor, assistente, curador do réu menor,

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


167

auxiliares da justiça, assistentes, peritos e intérpretes, serventuários da justiça,


impedimentos e suspeições. 5 Juizados especiais criminais: aplicação na justiça
federal. 6 Termo circunstanciado de ocorrência; atos processuais; forma, lugar e
tempo. 7 Provas. 7.1 Conceito, objeto, classificação e sistemas de avaliação. 7.2
Princípios gerais da prova, procedimento probatório. 7.3 Valoração. 7.4 Ônus da
prova. 7.5 Provas ilícitas. 7.6 Meios de prova: perícias, interrogatório, confissão,
testemunhas, reconhecimento de pessoas e coisas, acareação, documentos, indícios.
7.7 Busca e apreensão: pessoal, domiciliar, requisitos, restrições, horários. 8 Prisão.
8.1 Conceito, espécies, mandado de prisão e cumprimento. 8.2 Prisão em flagrante.
8.3 Prisão temporária. 8.4 Prisão preventiva. 8.5 Princípio da necessidade, prisão
especial, liberdade provisória. 8.6 Fiança. 9 Sentença criminal. 9.1 Juiz, Ministério
Público, acusado e defensor, assistentes e auxiliares da justiça. 9.2 Citação, intimação,
interdição de direito. 9.3 Processos dos crimes de responsabilidade dos funcionários
públicos. 9.4 Sentença: coisa julgada, habeas corpus, mandado de segurança em
matéria criminal. 10 Processo criminal de crimes comuns. 10.1 Lei nº 11.343/2006 e
suas alterações (Tráfico ilícito e uso indevido de substâncias entorpecentes). 10.2 Lei
nº 12.850/2013 e suas alterações (Crime organizado). 10.3 Lei nº 7.492/1986 e suas
alterações (Crimes contra o sistema Financeiro Nacional). 10.4 Lei nº 8.137/1990 e
suas alterações (Crimes contra a ordem econômica e tributária e as relações de
consumo). 10.5 Lei nº 9.613/1998 e suas alterações (Lavagem de dinheiro). 10.6 Lei
nº 8.072/1990 e suas alterações (Crimes hediondos). 10.7 Lei nº 7.716/1989 e suas
alterações (Crimes resultantes de preconceitos de raça ou de cor). 10.8 Lei nº
9.455/1997 e suas alterações (Crimes de tortura). 10.9 Lei nº 9.605/1998 e suas
alterações (Crimes contra o meio ambiente). 10.10 Crimes de responsabilidade
(Decreto-Lei nº 201/1967 e suas alterações, Lei nº 1.079/1950 e suas alterações e Lei
nº 8.176/1991). 10.11 Lei nº 11.101/2005 e suas alterações (Crimes falimentares).
10.12 Lei nº 8.666/1993 e suas alterações (Crimes nas licitações e contratos da

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


168

administração pública); Lei nº 12.037/2009 e suas alterações. 11 Lei nº 9.296/1996


(Interceptação telefônica). 12 Lei nº 13.869/2019 (Crimes de abuso de autoridade).
13 Lei nº 10.826/2003 e suas alterações (Estatuto do desarmamento). 14 Lei nº
5.553/1968 e suas alterações (Apresentação e uso de documento de identificação
pessoal). 15 Lei nº 8.078/1990 e suas alterações (Código de Proteção e Defesa do
Consumidor). 16 Lei nº 6.001/1973 e suas alterações (Estatuto do Índio). 17 Lei nº
8.069/1990 e suas alterações (Estatuto da Criança e do Adolescente). 18 Lei nº
4.737/1965 e suas alterações (Código Eleitoral). 19 Lei nº 7.210/1984 e suas
alterações (Execução Penal). 20 Lei nº 5.250/1967 e suas alterações (Lei de Imprensa).
21 Lei nº 9.099/1995 e suas alterações (Juizados especiais criminais). 22 Lei nº
12.830/2013. 23 Lei nº 13.257/2016 e suas alterações. 24 Lei nº 12.737/2012 (Lei de
Crimes Cibernéticos). 25 Jurisprudência e Súmulas dos Tribunais Superiores.
CRIMINOLOGIA: 1 Criminologia. 1.1 Conceito. 1.2 Métodos: empirismo e
interdisciplinaridade. 1.3 Objetos da criminologia: delito, delinquente, vítima,
controle social. 2 Funções da criminologia. 2.1 Criminologia e política criminal. 2.2
Direito penal. 3 Modelos teóricos da criminologia. 3.1 Teorias sociológicas. 3.2
Prevenção da infração penal no Estado democrático de direito. 3.3 Prevenção
primária. 3.4 Prevenção secundária. 3.5 Prevenção terciária. 3.6 Modelos de reação
ao crime.
DIREITO PREVIDENCIÁRIO: 1 Seguridade social. 1.1 Conceito e disciplina
constitucional. 1.2 Princípios e objetivos. 1.3 Saúde, assistência social e previdência
social. 2 Financiamento da seguridade social. 2.1 Normas constitucionais. 2.2
Contribuições sociais para custeio da seguridade social. 2.3 Contribuições da União.
2.4 Contribuições do empregador, da empresa e de entidades equiparadas. 2.5
Contribuição do empregador doméstico. 2.6 Contribuição do segurado. 2.7 Salário de
contribuição: conceito, parcelas integrantes e não integrantes. 2.8 Outras receitas da
seguridade social. 2.9 Arrecadação e recolhimento das contribuições. 2.10 Obrigações

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


169

das empresas. 2.11 Prazos de recolhimento, juros, multa e atualização monetária.


2.12 Obrigações acessórias. 2.13 Prova da inexistência do débito. 3 Regime geral de
previdência social. 3.1 Normas constitucionais. 3.2 Planos de benefícios da
previdência social. 3.3 Segurados obrigatórios. 3.4 Segurados facultativos. 3.5
Aquisição, manutenção, perda e reaquisição da qualidade de segurado. 3.6
Dependentes. 3.7 Regras gerais aplicáveis aos benefícios. 3.8 Período de carência. 3.9
Cálculo do valor do benefício. 3.10 Salário de benefício. 3.11 Renda mensal do
benefício. 3.12 Reajustamento do valor do benefício. 3.13 Período básico de cálculo
e fator previdenciário. 3.14 Benefícios em espécie. 3.15 Benefícios dos segurados.
3.16 Benefícios dos dependentes. 3.17 Serviços da previdência social. 3.18 Cumulação
de benefícios. 3.19 Contagem recíproca de tempo de serviço. 4 Decadência e
prescrição. 4.1 Decadência e prescrição para os beneficiários. 4.2 Decadência e
prescrição para o INSS. 5 Crimes contra a seguridade e a previdência social. 5.1
Apropriação e sonegação de contribuição previdenciária. 5.2 Estelionato contra o
INSS. 5.3 Crimes contra a fé pública em detrimento do INSS. 5.4 Crimes contra a
administração pública em detrimento do INSS. 5.5 Inserção de dados falsos em
sistemas de informações. 5.6 Modificação ou alteração não autorizada em sistemas
de informação. 5.7 Extinção e suspensão de punibilidade. 5.8 Constituição prévia e
definitiva da contribuição previdenciária no âmbito administrativo. 6 Aspectos
criminais da legislação previdenciária: Lei nº 8.212/1991 e suas alterações, Lei nº
8.213/1991 e suas alterações, Decreto nº 3.048/1999 e suas alterações.
DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO: 1 Finanças públicas na Constituição Federal de
1988. 1.1 Orçamento: conceito e espécies, natureza jurídica, princípios
orçamentários. 1.2 Normas gerais de direito financeiro. 1.3 Fiscalização e controle
interno e externo dos orçamentos. 2 Despesa pública. 2.1 Conceito e classificação;
disciplina constitucional dos precatórios. 2.2 Receita pública. 2.2.1 Conceito,
ingressos e receitas. 2.2.2 Classificação: receitas originárias e receitas derivadas. 3

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


170

Dívida ativa da União de natureza tributária e não tributária; crédito público; dívida
pública. 4 Sistema Tributário Nacional. 4.1 Limitações constitucionais ao poder de
tributar. 4.2 Repartição de competências na federação brasileira. 4.3 Delegação de
arrecadação. 4.4 Discriminação constitucional das rendas tributárias. 4.5 Legislação
sobre o sistema tributário brasileiro. 4.6 Definição de tributo e espécies de tributos.
5 Fontes do direito tributário. 5.1 Conceito de fonte; fontes formais do direito
tributário. 5.2 Legislação tributária: leis, tratados, convenções internacionais, normas
complementares. 5.3 Vigência da legislação tributária. 5.4 Aplicação da legislação
tributária. 5.5 Interpretação e integração da legislação tributária. 6 Obrigação
principal e acessória: fato gerador; sujeitos ativo e passivo; capacidade tributária;
domicílio tributário; responsabilidade tributária; solidariedade tributária;
responsabilidade dos sucessores; responsabilidade por infrações. 7 Crédito tributário.
7.1 Constituição; lançamento; modalidades; suspensão. 7.2 Compensação,
restituição, transação, remissão, prescrição e decadência. 7.3 Conversão de depósito
em renda. 7.4 Consignação em pagamento. 7.5 Decisão administrativa irreformável e
decisão judicial passada em julgado. 7.6 Restituição do tributo transferido; restituição
de juros e multas; correção monetária. 7.7 Suspensão da exigibilidade do crédito
tributário. 8 Competência tributária. 8.1 Não exercício da competência. 8.2
Competência residual e extraordinária. 8.3 Limitações da competência. 8.4 Princípios
da legalidade e da tipicidade. 8.5 Princípio da anualidade. 8.6 Proibição de tributos
interlocais. 8.7 Imunidade e isenção. 8.8 Uniformidade tributária. 8.9 Tributação das
concessionárias. 8.10 Sociedades mistas e fundações. 8.11 Imunidade recíproca. 8.12
Extensão da imunidade às autarquias. 9 Impostos federais: impostos sobre o
comércio exterior; imposto sobre produtos industrializados (IPI); imposto sobre
operações de crédito, câmbio e seguro, ou relativas a títulos ou valores mobiliários
(IOF). 10 Impostos de renda. 10.1 Regimes jurídicos. 10.2 Imposto de renda pessoas
jurídicas. 10.3 Imposto de renda pessoas físicas. 11 Fato gerador: taxas e preços

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


171

públicos; taxas contratuais e facultativas; contribuições para a seguridade social;


contribuição sobre o lucro; regime da COFINS e da CIDE; empréstimo compulsório;
limitações constitucionais do empréstimo compulsório na Constituição Federal de
1988. 12 Administração tributária: procedimento fiscal; sigilo fiscal e prestação de
informações; dívida ativa; certidões e cadastro.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


172

ANEXO V - EXAMES
SOLICITADOS

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


173

Durante a avaliação médica realizada por junta médica do Cebraspe deverão ser
apresentados pelos candidatos os seguintes exames médicos (todos com laudos
conclusivos) e avaliações médicas especializadas (com laudos descritivos e
conclusivos):

I – sangue: hemograma completo (com contagem de plaquetas), glicemia de jejum,


ureia, creatinina, ácido úrico, colesterol (total e frações – LDL, HDL e VLDL),
triglicerídeos, gama-GT, fosfatase alcalina, transaminases (TGO/TGP), bilirrubinas
(total e frações), sorologia para doença de Chagas, VDRL (ou sorologia para sífilis),
perfil sorológico completo para hepatite B (incluindo obrigatoriamente: HBsAg,
HBeAg, Anti HBc (IgM e IgG), Anti HBe, Anti HBs), sorologia para Hepatite C (Anti HVC)
e tipagem sanguínea (grupo ABO e fator Rh);

II – urina: Elementos Anormais e Sedimento (EAS);

III – fezes: Exame Parasitológico de Fezes (EPF);

IV – antidrogas: exame com janela de detecção mínima de 90 dias realizado por meio
de amostra de queratina para detecção de:

a) maconha e metabólicos do delta-9THC;

b) cocaína;

c) anfetaminas (inclusive metabólitos e seus derivados);

d) opiáceos;

e) fenciclidina (PCP).

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


174

3.1.1 Ao inscrever-se no certame, o candidato autoriza a coleta de material para


realização de outros exames antidrogas, a qualquer tempo, no interesse da Polícia
Federal.

V – neurológicos:

a) laudo descritivo e conclusivo de consulta médica (anamnese e exame físico)


realizada por médico especialista (neurologista) com RQE ou documento
comprobatório de sua especialidade, segundo Resolução CFM nº 1.960/2010, que
deve adicional e obrigatoriamente citar o resultado do seguinte exame laboratorial:

b) eletroencefalograma (EEG), com laudo;

VI – cardiológicos:

a) relatório descritivo e conclusivo de consulta médica (anamnese e exame físico)


realizada por médico especialista (cardiologista), com RQE ou documento
comprobatório de sua especialidade, segundo Resolução CFM nº 1.960/2010, que
deve adicional e obrigatoriamente citar os resultados dos seguintes exames médicos:
eletrocardiograma (ECG), com laudo (descritivo e conclusivo) e ecocardiograma
bidimensional com Doppler, com laudo (descritivo e conclusivo);

VII – pulmonares:

a) radiografia de tórax em projeções póstero-anterior (PA) e perfil esquerdo, com


laudo – descritivo e conclusivo (que deve obrigatoriamente avaliar a área cardíaca);

b) prova de função pulmonar (espirometria), com e sem broncodilatador, com laudo


(descritivo e conclusivo);

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


175

VIII – oftalmológicos:

a) laudo descritivo e conclusivo de consulta médica realizada por especialista


(oftalmologista), com RQE ou documento comprobatório de sua especialidade,
segundo Resolução CFM nº 1.960/2010, que deve adicional e obrigatoriamente citar
os seguintes aspectos (e resultados de exames médicos):

b) acuidade visual sem correção;

c) acuidade visual com correção;

d) tonometria;

e) biomicroscopia;

f) fundoscopia;

g) motricidade ocular;

h) senso cromático (teste completo de Ishihara – 24 pranchas);

i) medida do campo visual por meio de campimetria computadorizada, com laudo;

j) topografia de córnea com laudo

h) retinografia colorida com laudo

IX – otorrinolaringológicos:

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


176

a) laudo descritivo e conclusivo de consulta médica realizada por médico especialista


(otorrinolaringologista), que deve adicional e obrigatoriamente citar o seguinte
exame laboratorial: audiometria tonal, com laudo;

X – radiografia das colunas lombar e sacral (lombossacra), em projeções


anteroposterior (AP) e perfil com laudo e medida dos ângulos de Cobb e(ou) de
Ferguson, se e quando houver qualquer desvio nesses segmentos da coluna vertebral;

XI – ecografia de abdome total, com laudo;

XII – psiquiátrico:

a) laudo descritivo e conclusivo de consulta médica psiquiátrica realizada por médico


especialista (psiquiatra), com RQE ou documento comprobatório de sua
especialidade, segundo Resolução CFM nº 1.960/2010, que deve obrigatoriamente
citar: consciência, orientação, atenção, pensamento (curso, forma e conteúdo),
memória, sensopercepção, humor/afeto, cognição/inteligência, capacidade de
tirocínio e juízo crítico, linguagem, uso (ou não) de medicamentos psicotrópicos
(psicofármacos).

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


177

ANEXO VI – DOENÇAS
INCAPACITANTES

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


178

LISTA DE DOENÇAS INCAPACITANTES


I – cabeça e pescoço:
a) tumores malignos na área de cabeça e pescoço; b) alterações estruturais da
glândula tireoide, com repercussões em seu desenvolvimento; c) deformidades
congênitas ou cicatrizes deformantes ou aderentes que causem bloqueio funcional
na área de cabeça e pescoço;
II – ouvido e audição:
a) perda auditiva maior que 25 decibéis nas frequências de 500, 1000 e 2000 Hz
(hertz); b) perda auditiva maior que 30 decibéis isoladamente nas frequências de 500,
1000 e 2000 Hz (hertz); c) otosclerose; d) labirintopatia; e) otite média crônica;
III – olhos e visão:
a) acuidade visual a seis metros: avaliação de cada olho separadamente; acuidade
visual com a melhor correção óptica: serão aceitos – 20/20 em ambos os olhos e até
20/20 em um olho e 20/40 no outro olho; b) motilidade ocular extrínseca: as
excursões oculares devem completamente ser normais; c) discromatopsia moderada
e grave (deuteranopia, protanopia, tritanopia e acromatopsia). Serão aceitas até três
interpretações incorretas no teste completo de Ishihara (24 pranchas); d) pressão
intraocular: fora dos limites compreendidos entre 10 a 18 mmHg; e) cirurgia refrativa:
será aceita desde que tenha resultado em acuidade visual mínima necessária à
aprovação; f) infecções e processos inflamatórios crônicos, ressalvadas as
conjuntivites agudas e hordéolo; g) ulcerações, tumores, exceto o cisto benigno
palpebral; h) opacificações corneanas; i) sequelas de traumatismos e queimaduras; j)
doenças congênitas e adquiridas, incluindo desvios dos eixos visuais (estrabismo
superior a 10 dioptrias prismáticas); k) ceratocone; l) lesões retinianas, retinopatia
diabética; m) glaucoma crônico com alterações papilares e(ou) no campo visual,
mesmo sem redução da acuidade visual; n) doenças neurológicas ou musculares;
Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.
179

IV – boca, nariz, laringe, faringe, traqueia e esôfago:


a) anormalidades estruturais congênitas ou não, com repercussão funcional; b) desvio
acentuado de septo nasal, quando associado à repercussão funcional; c) mutilações,
tumores, atresias e retrações; d) fístulas congênitas ou adquiridas não corrigidas e
com repercussão funcional; e) infecções crônicas ou recidivantes; f) deficiências
funcionais na mastigação, respiração, fonação e deglutição;
V – pele e tecido celular subcutâneo:
a) infecções bacterianas ou micóticas crônicas ou recidivantes; b) micoses profundas;
c) parasitoses cutâneas extensas; d) eczemas alérgicos cronificados ou infectados; e)
expressões cutâneas das doenças autoimunes; f) ulcerações, edemas ou cicatrizes
deformantes que poderão vir a comprometer a capacidade funcional de qualquer
segmento do corpo; g) hanseníase; h) psoríase grave com repercussão sistêmica; i)
eritrodermia; j) púrpura; k) pênfigo: todas as formas; l) úlcera de estase, anêmica,
microangiopática, arteriosclerótica e neurotrófica; m) colagenose – lúpus
eritematoso sistêmico, dermatomiosite, esclerodermia; n) paniculite nodular –
eritema nodoso; o) neoplasia maligna;
VI – sistema pulmonar:
a) distúrbio da função ventilatória pulmonar de qualquer natureza – asma, doença
pulmonar obstrutiva crônica (DPOC); b) tuberculose ativa pulmonar e em qualquer
outro órgão; c) sarcoidose; d) pneumoconiose; e) tumores malignos do pulmão ou
pleura; f) radiografia de tórax: deverá ser normal, avaliando-se a área cardíaca, não
são incapacitantes alterações de pouca significância e(ou) aquelas desprovidas de
potencialidade mórbida e não associadas a comprometimento funcional;
VII – sistema cardiovascular:
a) doença coronariana; b) miocardiopatias; c) hipertensão arterial sistêmica, não
controlada (duas ou mais medidas em avaliação médica em consultório maior ou igual
a 140 mmHg de pressão sistólica e/ou maior ou igual a 90 mmHg de pressão

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


180

diastólica; e/ou monitorização ambulatorial da pressão arterial (MAPA) com média


de pressão sistólica maior ou igual a 120 mmHg no sono, 130 mmHG nas 24H E/OU
135 mmHg na vigília e/ou com médica de pressão diastólica maior ou igual a 70 mmHg
no sono, 80 mmHg nas 24h e/ou 85 mmHg na vigília ou com sinais de repercussões
em órgão alvo); d) hipertensão pulmonar; e) cardiopatia congênita, ressalvada a
comunicação interatrial (CIA), a comunicação interventricular (CIV) e a persistência
do canal arterial (PCA) – desde que corrigidas cirurgicamente, e a presença de valva
aórtica bicúspide, desde que não esteja associada a repercussão funcional; f)
valvulopatia adquirida, ressalvado o prolapso de valva mitral que não esteja associado
a repercussão funcional; g) pericardite crônica; h) arritmia cardíaca complexa e(ou)
avançada; i) linfedema; j) fístula arteriovenosa; k) angiodisplasia; l) arteriopatia
oclusiva crônica – arteriosclerose obliterante, tromboangeíte obliterante, arterites;
m) arteriopatia não oclusiva – aneurismas, mesmo após correção cirúrgica; n)
arteriopatia funcional – doença de Raynaud, acrocianose, distrofia simpático reflexa;
o) síndrome do desfiladeiro torácico;
VIII – abdome e trato intestinal:
a) hérnia da parede abdominal com protusão do saco herniário à inspeção ou
palpação; b) visceromegalias; c) formas graves de esquistossomose e de outras
parasitoses (como por exemplo: doença de Chagas, Calazar, malária, amebíase
extraintestinal); d) história de cirurgia significativa ou ressecção importante (quando
presente deve-se apresentar relatório cirúrgico, descrevendo o motivo da operação,
relatório descritivo do ato operatório, além de resultados de exames histopatológicos
– quando for o caso); e) doenças hepáticas e pancreáticas; f) lesões do trato
gastrointestinal ou distúrbios funcionais, desde que significativos; g) tumores
malignos; h) doenças inflamatórias intestinais; i) obesidade mórbida;
IX – aparelho genito-urinário:

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


181

a) anormalidades congênitas ou adquiridas da genitália, rins e vias urinárias,


associadas a repercussões funcionais; b) uropatia obstrutiva crônica; c) prostatite
crônica; d) rim policístico; e) insuficiência renal de qualquer grau; f) nefrite intersticial;
g) glomerulonefrite; h) sífilis secundária latente ou terciária; i) varicocele e(ou)
hidrocele em fase de indicação cirúrgica; j) orquite e epididimite crônica; k)
criptorquidia; l) urina: sedimentoscopia e elementos anormais mostrando presença
de: cilindruria, proteinuria (++), hematuria (++), glicosúria (correlacionar com glicemia
de jejum), atentando-se no fato de que a presença de proteinuria e(ou) hematúria em
candidatas do gênero feminino pode representar variante da normalidade, quando
associadas ao período menstrual; m) a existência de testículo único na bolsa não é
incapacitante desde que a ausência do outro não decorra de anormalidade congênita;
n) hipospádia balânica não é incapacitante;
X – aparelho osteomioarticular:
X.1 – doenças osteomioarticulares:
a) doença infecciosa óssea e articular (osteomielite); b) alteração de eixo que
comprometa a força e a estabilidade das articulações; c) alteração óssea ou muscular
que comprometa a força e a estabilidade dos membros superiores e inferiores; d)
“genu recurvatum” com mais de 5° além da posição neutra em Radiografia em
projeção lateral, em decúbito dorsal com elevação ao nível do calcâneo de 10 cm em
situação de relaxamento; e) “genu varum” que apresente distância bicondilar maior
do que 7 cm, cujas radiografias realizadas em posição ortostática com carga, mostrem
ângulo de 5º, com tolerância de mais ou menos 3º, no gênero masculino, no eixo
anatômico; f) “genu valgum” que apresente distância bimaleolar maior do que 7 cm,
cujas radiografias realizadas em posição ortostática com carga, mostrem ângulo de
5º, no gênero masculino, no eixo anatômico; g) discrepância no comprimento dos
membros inferiores observada ao exame clínico, com encurtamento maior que 10
mm (1,0 cm), o que deve ser confirmado mediante exame de escanometria dos

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


182

membros inferiores; h) presença de material de síntese, exceto quando utilizado para


fixação de fraturas, desde que estas estejam consolidadas, sem nenhum déficit
funcional do segmento acometido, sem presença de sinais de infecção óssea; i)
doenças ou anormalidades dos ossos, músculos e articulações, congênitas ou
adquiridas, inflamatórias, infecciosas, neoplásticas e traumáticas; casos duvidosos
deverão ser esclarecidos por parecer especializado; j) distúrbios osteomusculares
relacionados ao trabalho ou lesões por esforço repetitivo, incluindo tendinopatias em
membros superiores e inferiores;
X.2 – coluna vertebral:
a) espondilólise, espondilolistese, hemivértebra, tumores vertebrais (benignos e
malignos); b) discopatia (doença degenerativa discal), laminectomia, passado de
cirurgia de hérnia discal, pinçamento discal lombar do espaço intervertebral
(protrusão e/ou extrusão discal); c) escoliose desestruturada e descompensada,
apresentando ângulo de Cobb maior do que 10°, com tolerância de até 3°; d) lordose
acentuada em coluna lombossacra, associada com ângulo de Ferguson maior do que
45° (mensurado em radiografia digital em posição ortostática e paciente descalço); e)
hipercifose que ao estudo radiológico apresente ângulo de Cobb maior do que 45° e
com acunhamento de mais de 5° em três corpos vertebrais consecutivos;
X.3 – articulações:
a) artrose em qualquer articulação; b) próteses articulares de quaisquer espécies; c)
luxação recidivante ou inveterada de qualquer articulação, inclusive ombros; d)
frouxidão ligamentar generalizada ou localizada de qualquer articulação, inclusive
ombros; e) instabilidades em qualquer articulação; f) fratura viciosamente
consolidada, pseudoartrose; g) doença inflamatória e degenerativa
osteomioarticular, incluindo as necroses avasculares em quaisquer ossos e as
osteocondrites e suas sequelas; h) artropatia gotosa; i) contraturas musculares
crônicas, contratura de Dupuytren; j) tumor ósseo e muscular; k) deformidades

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


183

congênitas ou adquiridas dos pés (pé cavo-varo, pé plano rígido, hálux-valgo, hálux-
varo, hálux-rigidus, sequela de pé torto congênito, dedos em garra com calosidade ou
não, calosidade aquileia, dedo extranumerário, coalizões tarsais); l) ausência parcial
ou total, congênita ou traumática de qualquer segmento das extremidades; m)
qualquer diminuição da amplitude do movimento em qualquer articulação dos
membros superiores e inferiores, da coluna vertebral ou pelve;
XI – doenças metabólicas e endócrinas:
a) diabetes mellitus tipo 1 e tipo 2; b) tumores hipotalâmicos e hipofisários; c)
disfunção hipofisária e tireoidiana sintomática e(ou) não controlada; d) tumores da
tiroide, com exceção dos cistos tireoideanos insignificantes e desprovidos de
potencialidade mórbida; e) tumores de suprarrenal e suas disfunções congênitas ou
adquiridas; f) hipogonadismo primário ou secundário; g) distúrbios do metabolismo
do cálcio e fósforo, de origem endócrina; h) erros inatos do metabolismo; i)
desenvolvimento anormal, em desacordo com a idade cronológica; j) doença
metabólica;
XII – sangue e órgãos hematopoiéticos:
a) anemias, exceto as de etiologia carencial; b) doença linfoproliferativa maligna –
leucemia, linfoma; c) doença mieloproliferativa - mieloma múltiplo, leucemia,
policitemia vera; d) hiperesplenismo; e) agranulocitose; f) distúrbios hereditários e
adquiridos da coagulação e da anticoagulação e deficiências da anticoagulação
(trombofilias);
XIII – doenças neurológicas:
a) infecção do sistema nervoso central; b) doença vascular do cérebro e da medula
espinhal; c) síndrome pós-traumatismo cranioencefálico; d) distúrbio do
desenvolvimento psicomotor; e) doença degenerativa e heredodegenerativa,
distúrbio dos movimentos; f) distrofia muscular progressiva; g) doenças
desmielinizantes e esclerose múltipla; h) epilepsias e convulsões; i)

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.


184

eletroencefalograma: presença de achados fora dos padrões de normalidade; j)


distúrbio sensitivo ou motor (polineuropatia, miastenia gravis, doença de Parkinson
etc.);
XIV – doenças psiquiátricas:
a) transtornos mentais e de comportamento decorrentes do uso de substâncias
psicoativas; b) esquizofrenia, transtornos esquizotípicos e delirantes; c) transtornos
do humor; d) transtorno de ansiedade generalizada, transtorno misto ansioso e
depressivo, transtorno de estresse pós-traumático, transtorno obsessivo compulsivo,
transtorno dissociativos (de conversão), transtornos somatoformes; e) transtornos de
ansiedade; f) transtornos do espectro autista; g) transtornos de personalidade e de
comportamento; h) retardo mental; i) dependência de álcool e drogas;
XV – doenças reumatológicas:
a) artrite reumatoide; b) vasculites sistêmicas primárias e secundárias
(granulomatose de Wegener, poliangiite microscópica, síndrome de Churg-Strauss,
poliarterite nodosa, doença de Kawasaki, arterite de Takayasu), arterite de células
gigantes, púrpura de Henoch-Shölein; c) lúpus eritromatoso sistêmico; d)
fibromialgia; e) síndrome de Sjögren; f) síndrome de Behçet; g) síndrome de Reiter;
h) espondilite anquilosante; i) dermatopolimiosite; j) esclerordemia;
XVI – tumores e neoplasias:
a) qualquer tumor maligno; b) tumores benignos dependendo da localização,
repercussão funcional e potencial evolutivo.
XVII – Resultado positivo no exame toxicológico ou antidrogas para uma ou mais das
seguintes substâncias entorpecentes (e seus metabólitos) que podem causar
dependência química ou psíquica: maconha; metabólicos do delta-9 THC; cocaína;
anfetaminas (inclusive metabólitos e seus derivados) e opiáceos e fenciclidina (PCP),
realizado na fase da avaliação médica ou a qualquer tempo, durante a realização do
concurso.

Distribuição Gratuita | PREPOL - http://www.prepol.com.br - Todos os direitos reservados.

Você também pode gostar