Você está na página 1de 23

História e Geografia da Amazônia

Professor MSc. Marcos Alfaia

Itacoatiara/AM
2022
Formação do Espaço Geográfico da Amazônia

O Amazonas possui a
maior extensão dentre
os estados do Brasil.
Sua expansão começa
depois da “descoberta”
da América pelos
espanhóis em 1492.
Ilustração de
Intrepix/
4
SHUTTERSTOCK
Expedições Espanholas na Amazônia

Tratado de Tordesilhas (1494):


Território amazonense sob o
domínio da Espanha.
Diversas expedições
espanholas para o interior
do continente em busca de
riquezas.

5
Expedições Espanholas na Amazônia

Gonzalo Pizarro (1539): parte de


Quito (Equador) em direção ao
Oceano Atlântico.

Obra: Retrato de Pizarro, de


Amable-Paul Coutan. Óleo s/tela.
Coleção palácio de Versailles/ 6
WIKIMEDIACOMMONS.
Expedições Espanholas na Amazônia

Francisco de Orellana (1539-


1542): atravessa todo o Rio
Amazonas.

Ilustração de German Vizulis/


SHUTTERSTOCK.
7
Expedições Portuguesas na Amazônia
Expansão do Movimento Bandeirante: exploração da
Amazônia.
Alargamento do território navegando pela calha dos rios
Amazonas e Solimões.

Obra: A conquista do Amazonas (1907), de


Antônio Parreiras. Foto de Tetraktys [CC-
PD-MarkColeção] Museu Histórico do Pará,
Belém, Brasil/WIKIMEDIACOMMONS.
8
Expedição de Pedro Teixeira (1637)

Reconheceu as particularidades do rio


Amazonas, dos indígenas, da vegetação
e dos pontos estratégicos.

Assim, o projeto geopolítico


português delimitava vantajosas áreas
para Portugal.

Obra: Posse da Amazônia,


de Fernandes Machado.
Coleção Museu Palista/
WIKIMEDIACOMMONS.
7
Primeiro Período da Expansão Portuguesa
1616: Implantação da cidade de Belém com função
de defesa.
Estava estrategicamente localizada no estuário da Baía
de Guajará.

Obra: A fundação da cidade de Nossa


Senhora de Belém do Grão-Pará,
Theodoro Braga, 1908. Acervo de mdc.
revista de arquitetura e urbanismo.

11
Segundo Período da Expansão Portuguesa

• Implantação de outros fortins e


expansão de aldeias missionárias.

• 1655: procura, coleta e comércio de


especiarias, denominadas “drogas do
sertão”. Forte de São José da Barra do Rio Negro, de João
André Schwebel. Coleção de Biblioteca Nacional
do Brasil/WIKIMEDIACOMMONS.

• Esquema baseado em fortins, aldeias


missionárias e mão-de- escrava.
9
Terceiro Período da Expansão Portuguesa (1755)

• Aumento do extrativismo vegetal.


• Ampliação do lucro como estratégia de
produção.
• Criação de fortes no alto curso dos rios. Elevação de
46 aldeias à categoria de vila. Criação da Capitania
de São José do Rio Negro.
Quarto Período da Expansão Portuguesa

• (Séc. XVIIIe XIX)


• Estagnação econômica e urbana.
• Panorama mundial não favorece
produtos tropicais.
• Decadência de Belém.
• Capital Barcelos é transferido para
Obra: Manaus, 1865. Autor Jacques
Lugar da Barra (1786 – 1799) Burkhart. Aquarela. Disponível em: http://
olimpiareisresque.blogspot.com/2013/12/
viajantes-barra-do-rio-negro.html

11
Quinto Período - Boom da borracha

Forte crescimento da demanda


externa da borracha para fabricação
de pneus.

Melhora no sistema de transporte


com introdução da máquina a
vapor.
Processamento de borracha, Manaus, 1906.
Disponível em: https://www.wikiwand.com/
en/Amazon_rubber_boom

12
Mão de obra pelos paraenses e, posteriormente, por
nordestinos.

Disponibilidade de capitais.

Surgimento de novos núcleos


urbanos.
Processamento de borracha, Manaus, 1906.
Disponível em: https://www.wikiwand.com/
en/Amazon_rubber_boom
Caracterização do Território do Amazonas

Área: 1.570.946km²
Altitude da sede: 92m
Municípios: 62

Mapa do Amazonas editado pela Agência Nacional de Águas (ANA).


Acervo e memória 2020. Disponível em: https://progestao.ana.gov.
br/progestao-1/acompanhamento-programa/memorias-progestao/
memorias-progestao-2020/am_memoria_progestao_22_2020_coapp_ 17
sas_video_8abr2020.pdf
Questão 1

(PSC 2003) A borracha brasileira propiciou o


desenvolvimento industrial de vários países, mas
na Amazônia foi responsável apenas por um
pequeno período faustoso, no qual, segundo se
diz, “uma minoria chegou a acender charuto com
dinheiro”.
Dentre as alternativas, a que melhor caracteriza
este pequeno período, do ponto de vista
econômico, foi:
a) a criação de indústrias de base produzindo
equipamentos que diminuíram a atividade predatória
e aumentaram a produtividade.
b) a valorização da terra e a corrida aos cartórios para
assegurar a posse dos coronéis de barranco.
c) o aumento do poder aquisitivo dos seringueiros
proveniente da prática do aviamento.
d) a diversificação da economia geradora do crescimento
autossustentado.
e) a introdução da navegação a vapor e o investimento na
compra destas embarcações pelo capital nacional.
Questão 2
Sobre a extração das chamadas “drogas do Sertão”
durante o Brasil Colônia, analise se é correto dizer que:

a) a extração começou como forma de economia alternativa


à abundância de ouro.
b) a principal região de extração era a da Floresta Amazônica.
c) os jesuítas não tiveram nenhum papel relevante na
extração de “drogas do Sertão”.
d) uma das “drogas do Sertão” mais cobiçadas era o ópio.
e) as “drogas do Sertão” não tinham nenhum uso
medicinal ou culinário.
Gabarito Questão 1
Resposta: E

Comentário: A navegação a vapor impulsionou


grandemente o desenvolvimento econômico da
região amazônica durante o século XIX, sobretudo por
ter se associado ao ciclo econômico da borracha, que
atraiu grandes investimentos e um largo contingente
de pessoas para essa região, formando centros
urbanos importantes, como o de Belém (no Estado do
Pará) e o de Manaus (no estado do Amazonas).
Questão 2
Resposta: B

Comentário: A região da Floresta Amazônica


foi o grande centro de extração de especiarias
– ou “drogas do Sertão”, como também eram
conhecidas. Entre essas especiarias, estavam o
guaraná, o urucum, a castanha-do-pará, o fumo,
a mandioca, o açaí etc.
Resumindo

O Amazonas possui uma grande extensão a


partir das expedições espanholas e
portuguesas na região, que permitiram um
controle do território. Além disso, o estado
recebeu pouco incentivos de desenvolvimento
e reordenação territorial por conta da baixa
quantidade de população.
Diversas expedições espanholas para o
interior do continente em busca de
riquezas.

 Gonzalo Pizarro (1539): parte de Quito


(Equador) em direção ao Oceano Atlântico.
 Francisco de Orellana (1539-1542): atravessa
todo o Rio Amazonas.
 Expedição de Pedro Teixeira (1637):
Reconheceu as particularidades do rio
Amazonas, das comunidades indígenas, da
vegetação e dos pontos estratégicos.
 Assim, nesse momento, o projeto geopolítico
português delimitava vantajosas áreas para
Portugal.
Obrigado.

Apostilas e materiais para os Concursos da PM e PC 2021/2022:


(92) 99351-4004

Você também pode gostar