Você está na página 1de 3

POLICIA MILITAR DA BAHIA

CENTRO DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE PRAÇAS


UNIDADE DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL

PLANO DE CURSO

CURSO DE FORMAÇÃO DE SOLDADOS/2008

Disciplina: Educação Física


Carga Horária: 20 horas/aula
Módulo: II

1. EMENTA

Estuda os problemas de saúde da sociedade atual; busca alternativas para a


melhora da qualidade de vida, com reflexão sobre a necessidade de ocupação do
tempo livre; educa para a compreensão do esporte e da atividade física no mundo
contemporâneo; educa para o lazer; estuda os componentes da aptidão física, com
reflexão sobre a importância desses conhecimentos para a promoção e
manutenção da saúde e qualidade de vida; oferece aprendizado teórico e prático.

2. OBJETIVOS
2.1 Objetivo Geral
Conhecer, organizar e interferir no espaço de forma autônoma, enfatizando o corpo
em seu aspecto físico, cognitivo e afetivo, em suas múltiplas determinações
econômicas, culturais e sociais; reconhecer a Educação Física como uma
necessidade básica do ser humano e um direito do cidadão, bem como, priorizar o
desenvolvimento de aptidões físicas necessárias ao desempenho da atividade
policial militar.

2.2 Objetivos Específicos


- Conhecer as regras dos desportos a serem utilizados;
- Compreender a periodização e os princípios do treinamento desportivo;
- Executar metodologicamente os desportos aplicados;
- Despertar o interesse pela prática de modalidades desportivas:
- Desenvolver aptidão física para o desporto;
- Promover bem-estar físico e mental;.
- Aplicar modalidades desportivas, implementando variações a estas;
- Conhecer os fundamentos do desporto utilizado;
Conhecer técnicas de manutenção das aptidões físicas necessárias à atividade
policial militar.
3. CONTEÚDO PROGRÁMÁTICO (Tópicos / Temas)
Conhecimento sobre:
Item 1
Fundamentos teóricos dos desportos aplicados; regras do desporto desejado;
educativos para a prática do desporto desejado; educativos e processo pedagógico
aplicado ao desporto, Palestras relacionadas à atividade física; Termoregulação;
Fatores de risco; Tabelas e protocolos de aferição de atividade física; Noções de
prescriçãode exercícios; Mitos e verdades na manutenção da atividade física.

Item 2
Caminhada, trote, corrida de curta e média duração; circuitos aeróbios; Atividade de
relaxamento e combate ao estresse; atividades lúdicas; princípios do treinamento
desportivo; musculação; circuitos de RML; jogos de revezamentos, técnicas de
alongamento e flexibilidade; e relaxamento; ginástica de musculação; exercícios
físicos utilizando as vias energéticas aeróbia e anaeróbia, como: caminhada, trote,
corrida de curta e média duração; circuitos aeróbios; seção de treinamento
neuromuscular, prescrição / periodização de treinamentos físicos e desportivos
princípios do treinamento desportivo; corrida de longa distância; circuitos de RML;
jogos de revezamentos; técnicas de alongamento e flexibilidade; exercícios de
relaxamento; atividades lúdicas

4. METODOLOGIA

Instrutor e alunos são concebidos como sujeitos da aprendizagem, com atuação


responsável, capaz de reconstruir o conhecimento estabelecido ou ensinado, com
base nas suas próprias experiências, no suporte de conhecimentos técnico-
científicos, bem como, na reflexão das características do contexto social, político,
econômico e cultural.
- Procedimentos didáticos: exposição participada, discussão de textos e de
exercícios, relatos de experiências, estudo dirigido e seminários em sala de aula;
prática de atividades e exercícios físicos, bem como, desportos dirigidos no terreno.

5. SISTEMA DE AVALIAÇÃO
- Conforme Portaria CG 081/01 de 99: (uma) a cada dez horas aulas. Sendo, uma
VC (teórica) de peso 1 e uma VF (TAF) de peso 2. Os assuntos da prova teórica ,
estão descritos no item 1 do conteúdo programático;
- Na VF serão aplicados os critérios de avaliação publicados nas Diretrizes de
Avaliação Física no BGOnº070, de 18abr de 2007 e no Manual de Avaliação Física
da PMBA, publicado na Separata ao BGO nº 166, de 05Set2006, exceto natação,
de acordo com o que está descrito no Item 2 do conteúdo programático.

6. RECURSOS
Retroprojetor e transparências, multimídia, TV e vídeo, álbum seriado, cartazes,
lousa, artigos científicos, questionários e roteiros de estudo.
7. REFERÊNCIAS
7.1 Bibliográfica Básica

- MCARDLE W. D. e colaboradores, fisiologia do Exercício, Energia, Nutrição e


Desenvolvimento Humano, 4ª edição, 1998;
- DANTAS E. H. M., A Prática de Preparação Física, 4ª Edição, Editora SHAPE,
1998;
- MARINS, J.C.B. e Giannichi, R.S., Avaliação e Prescrição da Atividade Física,
Editora SHAPE, 1996;
-DE ROSE, E. H. e Ribeiro, J.P., Fisiologia Esportiva, Editora Guanabara
KOOGAN, 1998.

7.2 Bibliográfica Complementar

- Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), Volume 7;


-200 Jogos Infantis - MIRANDA, Nicanor, Ed. Itatiaia, Belo Horizonte, 1989.

7.3 Eletrônicas

- http://dtr2004.saude.gov.br/nutricao/documentos/faqguiaalimentar.pdf
- http://www.farmacia.ufg.br/necaf/Guia_Alimentar.pdf
- http://www2.uol.com.br/simbolo/atrevida/
- http://www.webciencia.com/11_28musculos.htm

Você também pode gostar