Você está na página 1de 10

A #Fabstart apresenta à comunidade o seu Glossário de termos do startupeiro ;)

Queremos que, cada vez mais, todos falem a mesma língua em uma única direção: inovar.
Para isso, vamos esquentando os motores para aprender o que cada termo significa?

Aporte
Subsídio para projetos específicos, em geral. No mundo empreendedor, se refere ao
investimento financeiro para a startup.

Benchmarking
Investigação de mercado, com objetivo de avaliar uma empresa em relação à concorrência,
identificando os diferenciais competitivos dessas empresas.

Brainstorm ou Brainstorming
Criada por Alex Osborn nos anos 40, é a técnica mais popular de geração de ideais. Se refere a
um grupo de pessoas que se reúne para gerar o maior número de ideais possíveis, sem
restrições ou censuras.

Break even
Ponto em que o gasto mensal total da empresa é igual a sua receita líquida mensal, representa
o momento em que a startup alcança estabilidade relativa e já se sustetando sozinha.

Bootstrapping
Processo no qual o próprio empreendedor financia os gastos, ideias, pagamentos e projetos da
sua empresa, sem investimento de terceiros, seja por capital próprio ou por sustentabilidade
da empresa.

Burn rate
Se refere ao montante total de dinheiro que uma startup gasta mensalmente, traduzido do
inglês literal “taxa de queima”; O que para um foguete ou avião é o combustível, para uma
startup é dinheiro que será utilizado para impulsionar para cima e para frente.

Business model / modelo de negócios


Esse documento é essencial no processo de criação de uma empresa, aporta técnicas e
processos que serão necessárias para tirar a ideia do papel e torná-la real. Inclui, por exemplo,
as atividades realizadas, a situação do mercado, custos, orçamentos, relacionamento com os
clientes, entre outros.

Business plan / plano de negócios


Esse documento delimita como será realizado o business model. É o planejamento de dados da
empresa, sócio, detalhe de produtos e serviços, métricas e diferentes estratégias, como
marketing e comunicação.
O Business plan geralmente é apresentado aos potenciais investidores.

Capital de giro
Responsável por manter a empresa em pé caso haja recessão, baixa receita ou outros
problemas. Esse recurso pode cobrir custos extras da empresa.

Captação de recursos
Como o nome indica, captar recursos é o esforço feito para obter investimentos, seja através
de empréstimos bancários, fundos de financiamento ou investidores-anjo.

Canvas do Modelo de Negócio


O método Canvas é um modelo de negócios, ou business model, muito utilizado no mundo
empreendedor.
Sua estratégia consiste em planejar e desenvolver os valores e metas de uma empresa, através
de um mapa visual formado por nove blocos com tópicos como: segmentação de clientes,
custos, recursos e parcerias, fontes de receita, atividades principais, dentre outros.

Crowdfunding
Uma tendência atual de empresas e startups que estão em busca de um financiamento para
tirar as suas ideias do papel, o crowdfunding, também chamado de financiamento coletivo, é
feito através de plataformas online especializadas.
É a famosa “vaquinha”, mas nesse caso são oferecidas recompensas e, em muitos casos, a
oportunidade de o consumidor testar os produtos da empresa antes que eles cheguem ao
mercado.

Customer Development
Empresas iniciantes costumam enfrentar problemas ao definir seu modelo de negócios por
fazerem uma visão errônea sobre o mercado em que atuam.
O Customer Development permite que tudo possa ser testado, validado e mudado quando
preciso, mesmo que o produto já tenha sido lançado.

Deal Breaker
É o fator crucial que impede uma negociação seja fechada, é o momento da quebra de um
acordo e um dos maiores pesadelos dos empreendedores.

Design Thinking
É uma metodologia de inovação baseada na forma de pensar dos designers e que foi
amplamente divulgado por Tim Brown, CEO da Ideo, empresa de Design. O Design Thinking se
destaca por gerar inovações centradas no cliente e por combinar pesquisa e empatia, geração
de ideias e prototipagem.

Due Diligence
É um processo de auditoria feito por investidores, no qual são avaliadas todos os setores,
business model, business plan e até as possíveis irregularidades de uma startup.
É uma etapa delicada, geralmente feita por especialistas.

Early Adopter
Pioneiro na adoção de novas tecnologias, produtos ou comportamentos sendo assim uma
figura estratégica na adoção de uma inovação.

Escalabilidade
É a capacidade de replicar um produto, ou serviço, de maneira rápida e efetiva (sem
necessariamente aumentar seus custos na mesma proporção), com o intuito de atender um
mercado consumidor de massa ou um grande público.

Franquias
Pode não ser uma novidade, mas as franquias devem fazer parte do glossário do
empreendedorismo.
O sistema de negócios se dá quando o proprietário de uma marca cede a outro empresário o
direito de vender e distribuir os seus produtos, sempre seguindo um modelo padrão e regras de
conduta próprias da marca.

Funil de vendas
O funil de vendas é um modelo que permite identificar cada etapa do processo de vendas e
criar estratégias próprias para atrair potenciais clientes e transformá-los em consumidores
reais.

Google Analytics
Essa ferramenta do Google é utilizada para acompanhar as visitas e conversões de uma
empresa no mundo virtual, e especialmente, dos seus concorrentes.

Growth Capital
É um investimento feito com o intuito de apoiar o crescimento de uma empresa, após ela ter
seus produtos e serviços lançados no mercado e já ser conhecida pelos consumidores.

Growth Hacking
Um novo conceito de marketing de conteúdo que preza pelo dinamismo, uso da criatividade e
gestão tecnológica inovadora para desenvolver marcas, estratégias e, principalmente,
melhorar a experiência dos usuários.

Ideation/ideação

Termo atualmente utilizado para definir as sessões de geração e/ou avaliação de ideias.
Normalmente, envolvem Brainstorming e outras técnicas.

Investidor-anjo
São profissionais experientes que acreditam, e possuem capital disponível, para investir em
empresas iniciantes.
Em troca eles recebem um percentual da empresa investida.
Além do dinheiro, esses investidores trazem toda a infraestrutura, mentoria e contatos para
fazer o negócio que investiram prosperar.

J
Joint venture
Parceria entre duas empresas com o objetivo de obter lucros financeiros ou operacionais.

KPI
É a sigla correspondente a Key Performance Indicator, ou Indicador de Chave de Desempenho,
que mede o desempenho de todos os processos de uma empresa para colaborar com o
cumprimento de suas métricas e objetivos para o futuro.

Lean startup
Lean startup é um conjunto de processos utilizados por empreendedores para desenvolver
produtos e atingir mercados com a máxima eficiência, através do ágil desenvolvimento de
softwares, adoção de códigos abertos e desenvolvimento de produtos – que contam com a
interação direta dos seus consumidores ou clientes.

Mapas Mentais ou Mind Mapping


Prática criada pelo psicólogo Tony Buzan, aconselha pessoas a transformar seu pensamento em
imagens construídas a partir de uma ideia central que se ramifica para outras ideias
secundárias, Os mapas mentais favorecem o pensamento sistêmico, a compreensão de um
problema e a criatividade

Meetup
Encontro de integrantes de comunidades de startups ou empreendedores de pequenas e
médias empresas, para discutir ideias, trocar experiências e aumentar o networking.

MEI
Sigla referente a Micro Empreendedor Individual.
É a condição de grande parte dos empreendedores brasileiros, que trabalham por conta
própria e se firmam como empresários após trabalho árduo e muitos desafios.

Métricas
As métricas são sistemas que permitem mensurar o desempenho das ações de marketing de
uma empresa, tendências e comportamentos do público.
Essas estratégias podem medir o resultado de uma campanha, melhores oportunidades de
negócios e a resposta da clientela.

Mentor
É a figura mais importante para empreendedores que estão começando os seus negócios, mas
que ainda lidam com a falta de conhecimento, insegurança e desafios do mercado.
O mentor é responsável por orientar as melhores decisões, propor ideias inovadoras e
estruturar o plano de negócios.

MVP (Minimum Viable Product)


Versão simplificada de um produto que já pode ser inserida no mercado e utilizada pelo cliente.
É importante a prova de conceito para demonstrar a viabilidade do negócio. Possuindo o MVP
e a prova de conceito é um sinal de que a startup já apresenta, concretamente, um produto ou
serviço desejado por um público.

NDA (Non-Disclosure Agreement)


É um acordo de confidencialidade sobre as cláusulas e informações da negociação entre as
empresas e os seus investidores.
Esse sigilo é garantido através de contrato, que reforça que dados importantes não cheguem ao
conhecimento público.

Networking
De uma maneira mais simples, é a rede de contatos e relacionamentos que os empreendedores
conseguem manter com profissionais, fornecedores e potenciais clientes que podem beneficiar
o seu negócio.
É um dos termos mais importantes do glossário do empreendedorismo, e um dos impulsos que
as startups e microempresas precisam para o seu crescimento.

Oceano Azul ou Blue Ocean


Tipo de estratégia desenvolvida por W. Chan Kim e Renée Mauborgne, propõe a criação de
produtos ou serviços inéditos, para os quais a concorrência será irrelevante. O termo é assim
chamado em oposição à Estratégia do Oceano Vermelho, na qual o enfoque está em superar a
concorrência.
Open Source
Um software de código aberto que pode ser utilizado para a criação de programas importantes
no desenvolvimento tecnológico de uma empresa

Open innovation

Outsourcing
É a expressão em inglês para o que conhecemos como terceirização.
Ou seja, é a ação na qual uma empresa é contratada para desenvolver uma área específica de
outra empresa.

Patente
O título de propriedade temporária sobre uma invenção, nome ou ideia, para evitar roubos e
plágios.
É concedida pelo Estado, que pede aos seus criadores um documento detalhado com todo o
conteúdo técnico do que está sendo protegido.

Pitch
É a breve apresentação realizada por empreendedores, principalmente para investidores,
quando precisam mostrar o seu produto, a missão da sua empresa e o potencial do seu negócio.

Pivot
Termo inspirado pela manobra feita por jogadores de basquete, quando o jogador deixa uma
perna fixa e gira rapidamente em torno dessa, explorando outras direções e possibilidades de
ataque com uma perna livre. No mundo do negócio, o pivot se refere ao momento em que uma
empresa decide mudar algo: modelo de negócios, produto ou serviço, etc; mas guardando a
essência do seu negócio.

PME
A sigla que se refere às pequenas e médias empresas, que contam com até 49 e 249
colaboradores, respectivamente.

Prototipagem
Forma de materializar uma ideia para facilitar sua compreensão e discussão com pessoas
interessadas. O Design Thinking, que tem a prototipagem como uma de suas etapas, aconselha
o uso de material de baixo custo para a realização dos protótipos para que eles sejam
facilmente modificados, aprimorados ou descartados.
R

ROI
Sigla para Return on Investment, ou Retorno sobre Investimento, em português.
De uma forma mais simples é a relação entre o que foi investido e o lucro em ações e
campanhas de marketing.

Royalties
É o valor cobrado pela utilização do nome e estrutura de uma empresa para os seus
franqueados.
Esse pagamento costuma ser feito mensalmente e corresponde a uma porcentagem do
faturamento dessas franquias.

Runway
Da tradução literal do inglês, “Runway” é a pista utilizada pelo avião para decolar. É o tempo
que uma startup dispõe antes de precisar um novo aporte financeiro, ou seja, o número de
meses que a empresa consegue continuar operando.

SEO (Search Engine Optimization)


Conjunto de técnicas e estratégias que visam melhorar o posicionamento de sites e
e-commerces em mecanismos de busca como o Google.

Spin-off
Criação de um negócio novo com base em uma empresa maior chamada de empresa-mãe.

Stakeholders
Os stakeholders são todas as pessoas que possuem uma participação direta, ou indireta, na
criação e dia a dia de uma empresa.
Como parte desse segmento estão os clientes, os fornecedores, os acionistas, os
colaboradores, os sócios, até outros setores da sociedade como órgãos públicos e
governamentais.

Startups
Todo empreendedor já deve ter falado pelo menos uma vez sobre as startups.
Essa denominação tem sido amplamente utilizada para definir negócios iniciantes e com alto
potencial de crescimento da área de tecnologia.
Suas principais características são nascerem de uma boa ideia e serem extremamente
inovadoras.
A maioria dos empreendedores que escolhem desenvolver projetos nesse segmento conta com
poucos recursos e uma equipe reduzida, tendo como aliados o seu próprio “feeling”,
conhecimento, habilidades e coragem de se arriscar em um mercado incerto.

Valuation
É o termo em inglês para a “avaliação” sobre o valor de mercado de uma empresa.
Esse processo é baseado em estimativas, sob as quais analistas recomendam a compra, ou não,
das ações desse negócio na bolsa de valores.
Pode ser dividido entre pre e post money, ou seja, antes e depois de um aporte de investimento.

Validação
É uma espécie de suporte e uma forma de aprovação do trabalho, atendimento e serviço
oferecido por uma empresa.
É um exercício constante e o principal objetivo de negócios que estão começando, pois garante
que o que estão fazendo está trazendo resultados, e segue no caminho certo.

VC (Venture Capital)
Tradução para ‘‘capital de risco’’, os VC’s são recursos investidos para financiar os primeiros
passos de uma empresa para que ela consiga se expandir.

Webinar
É uma das formas de comunicação mais recentes do mundo virtual.
A videoconferência possui apenas uma via e permite a interação entre usuários através de um
chat, onde se pode enviar perguntas e comentários que são respondidas ao vivo pelo
palestrante.

Fontes:
https://saiadolugar.com.br/glossario-do-empreendedorismo/
http://www.giselakassoy.com.br/glossario

Você também pode gostar