Você está na página 1de 9

Exercício 11

Questão 1 Æ Verificando-se a existência de lotes,


estaremos perante o FIFO ou o LIFO.
Æ Na operação nº 2, a mercadoria vendida
saíu do lote mais antigo, pelo que o
método utilizado é o FIFO.

Questão 2 Æ Outros métodos possíveis:


• Custo médio
• Custo específico (produtos diferentes)
• LIFO (não está previsto nas IAS)

Æ Taxa de inflação baixa: impacto reduzido,


pelo que todos os métodos conduzem a
resultados semelhantes.

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 1

Exercício 11 – Questão 3

A1 = número de unidades vendidas (do 1º lote)


= 1500-100 = 1400

A2 = valor unitário a que a quantidade A1 saíu


de armazém
= 87€

A3 = valor total a que a quantidade A1 saíu de


armazém
= 1400 x 87€
= 121,800€
© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 2
Exercício 11 – Questão 3

B1 = valor unitário das unidades devolvidas


= 87€

B2 = valor total a que a devolução foi registada


no armazém
= 500 x 87€
= 43,500€

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 3

Exercício 11 – Questão 3

C1 = número de unidades vendidas (de 3 lotes)


= 600+400+1,500 = 2,500

C2 = valor unitário a que a quantidade C1


saíram de armazém
= 87€, 85€ e 90€ (correspondentes a cada
lote)

C3 = valor total a que a quantidade C1 saíu de


armazém
= 600 x 87€ + 400 x 85€ + 1,500 x 90€
= 221,200€

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 4


Exercício 11 – Questão 3

D1 = valor unitário das unidades devolvidas


= 90€
(as despesas de transporte não são devolvidas)

D2 = valor total a que a nossa devolução foi


registada no armazém
= 200 x 90€
= 18,000€

¾ Atenção ao valor total deste lote, que


deve incluir a totalidade das despesas de
transporte incorridas na operação 5,
aumentando, por isso, o valor unitário de
cada unidade, de 103€ para 105€

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 5

Exercício 11 – Questão 3

E1 = valor unitário lote mais antigo em armazém,


depois de considerar uma quebra normal
= 400 x 90€ / 350
= 103€
(mesmo valor total do lote, com menos unidades
em armazém)

F1 = valor total da mercadoria em armazém


= 281,700€

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 6


Exercício 11 – Questão 4.2 Venda a 120€

711 Vendas - mercadorias 2433 IVA liquidado

168,000 35,280

2111 Clientes c/c gerais

203,280

32 Mercadorias 611 CMVMC

121,800 121,800

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 7

Exercício 11 – Questão 4.3 Devol. de cliente

717 Devol. Vendas 2434 IVA Reg a favor empr

60,000 12,600

2111 Clientes c/c gerais

72,600

611 CMVMC 32 Mercadorias

43,500 43,500

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 8


Exercício 11 – Questão 4.4 Venda a 140€

711 Vendas - mercadorias 2433 IVA liquidado

350,000 73,500

12 DO

423,500

32 Mercadorias 611 CMVMC

221,200 221,200

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 9

Exercício 11 – Questão 4.5 Compra 1500 un

31 Compras - mercadorias 2432 IVA dedutível

154,500 154,500 32,445

32 Mercadorias

154,500

2211 Fornec c/c gerais

186,945

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 10


Exercício 11 – Questão 4.6 Nossa devolução

317 Devolução de compras 2434 IVA Reg a fav Estado

18,000 3,780
18,000

32 Mercadorias

18,000

2211 Fornec c/c gerais

21,780

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 11

Exercício 11 – Questão 4.7 Quebra normal

¾ Não há qualquer movimento contabilístico

¾ Na ficha de armazém regista-se a saída


em quantidade e mantem-se o valor total
da mercadoria

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 12


Exercício 11 – Questão 5

611 CMVMC 711 Vendas - mercadorias

2) 121,800 3) 43,500 518,000 2) 168,000

4) 221,200 299,500 4) 350,000

717 Devoluções vendas

3) 60,000 60,000
811 RAI

299,500 518,000
60,000 Sd = 158,500

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 13

Exercício 11 – Questão 6

IAS 2, parágrafo 11

11. Os custos de compra dos inventários incluem o preço de


compra, direitos de importação e outros impostos (que não
sejam os posteriormente recuperáveis das entidades fiscais
pela entidade) e custos de transporte, manuseamento e
outros custos directamente atribuíveis à aquisição de bens
acabados, materiais e serviços. Descontos comerciais,
abatimentos e outros itens semelhantes deduzem-se na
determinação dos custos de compra.

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 14


Exercício 11 – Questão 7

¾ Existências Finais = 281,700€


(da ficha de armazém)

¾ CMVMC = 299,500
(da questão 5)

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 15

Exercício 11 – Questão 8

¾ Notas Anexas:
• Inventários
• Custo das Vendas

Inventários:

31.12.2005 31.12.2004
Mercadorias 281.700 € X
Perdas por imparidade 0 -50.000 €
Saldo Final 281.700 € X - 50.000

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 16


Exercício 11 – Questão 8
Custo das Vendas (SEM a reversão da perda de imparidade):
31.12.2005
Inventário inicial 444,700 €
+ Compras 136,500 €
+/- Regularização de Existências 0€
- Inventário final -281,700 €
Custo das vendas 299,500 €

Custo das Vendas (COM a reversão da perda de imparidade):


31.12.2005
Inventário inicial 394,700 € (ver nota)
+ Compras 136,500 €
+/- Regularização de Existências 0€

Nota: O Inventário Inicial é inferior ao - Inventário final -281,700 €


do cenário anterior uma vez que - Perdas de imparidade 0
existe um dado adicional: em
31/12/04 estava registada uma + Reversão das Perdas de imparidade 50,000
perda por imparidade de 50,000€. Custo das vendas 299,500 €

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 17

Exercício 11 – Questão 9

Æ Quando se lança o custo do transporte em FSE, a margem bruta das


vendas é superior, visto que o CMV desce, mas:

a) - se todo o lote comprado tiver sido vendido, o resultado


operacional não se altera, visto que os custos de FSE sobem
em valor igual ao da descida do CMV

b) - se o lote não tiver sido vendido, no todo ou em parte, então


aumentam-se os custos acima do correcto; e o resultado
operacional desce.

© - Contabilidade Financeira II – 2007/ 2008 – 2º Semestre 18

Você também pode gostar