Você está na página 1de 132

Inspeção Veicular de Portaria Corredor Norte

Diretoria Emitente: Diretoria Corredor Norte


Anexo 06 - Check list inspeção veicular_ Portarias-contratadas e Vale (mobilizados)

CHECK LIST GUINDASTE SOBRE RODAS(PNEUS)

Contratante: Nome do Gestor do contrato/Supervisor: Matrícula:


Contratada: Gerência de área:
Local: Diretoria departamento:
N° do contrato: Data de inicio do contrato: Data de término do contrato:
Mobilização( ) Troca de veículo( ) Entrega de materias e/ou produtos( ) Renovação( ) Desmoblização( )
Data da validade do acesso:
INFORMAÇÕES DO VEÍCULO
Placa: Renavam: Ano/Modelo: Licenciamento: Tipo/espécie:
Capacidade de carga: Tacografo/Horímetro: Marca/modelo/cor:
INFORMAÇÕES DO CONDUTOR
Validade do RAC5: Nome: Matricula: CPF:
N° CNH: UF: Categoria: Data da 1° habilitação: Data do vencimento da habilitação:

Assinatura do operador/motorista:
Responsável pela verificação: Data da vistoria:

C: Signica "conforme" ou seja o equipamento está em condições de uso


NC: Signifa "não conforme, ou seja o equipamento não está em condições de uso
NA: Significa "Não Aplicável", ou seja, o item não atende mais a realidade do equipamento.
Aprovado Reprovado
Referência(legislação) Itens Itens a serem verificados C NC NA Observação/Medidas
1 Documentação
CONTRAN Nº 776 DE 13/06/2019 1.1 CRLV(impresso ou eletrônico) do Veículo/Equipamento dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 684 DE 25/07/2017 1.2 Habilitação(impressa ou eletrônica) do condutor/operador dentro do prazo de vencimento
RAC 3
RAC 5
1.3 treinamento em RAC 3 e RAC 5 dentro do prazo de vencimento

CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 1.4 Certificado de verificação e calibração do tacógrafo dentro do prazo de vencimento
PRO025209 Verificar formulário de fumaça negra – max padrão nº 2 – Escala Ringelmann ou digital
PRO023480
IBAMA nº 85 de 17/10/1996
1.5 (avaliação feita a cada 6 meses pela equipe de meio ambiente para todos os veículos movidos
CONAMA 261/99 a diesel)
PRO025209
1.6
Certificado do operador do Guindaste para modelo específico que está operando com cargo
PRO025800 horária de 20 horas e reciclagem a cada 3 anos
PRO 25209 1.7 Condições do Rotograma do trajeto e Plano de Trânsito atualizado.

Laudo do implemento (Guindauto-Munck) com ART.(Anotação de responsabilidade técnica)


NBR14768/2015 1.8
Considerando todos os dispostivos de segurança(Sensor de sobre carga, sensor de
nivelamento das patolas), fixação do Guindaste sobre o chassi do caminhão de acordo com a
NBR14768 anexo L.

Documento com Plano de manutenção preventiva do Caminhão assinado sob


responsabilidade de profissional habilitado credenciado ao CREA com ART.(Anotação de
PRO025209 1.9 responsabilidade técnica) Considerando todos os dispostivos de segurança do implemento e
Etiqueta de manutenção fixada em local visível; os mesmos sinalizando a data/km/hr da útima
e próxima manutenção
2 Sistema de iluminação/sinalização
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017
2.1
Condições dos faróis principais (faroletes, farol baixo, farol alto e neblina, luz de freio e luz de
RAC03 alerta de marcha à ré )

CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.2


Condições das lanternas delimitadoras dianteiras na cor branca(luzes de posição) e traseira na
cor vermelha(luzes de posição)
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.3 Condições das lanternas indicadoras de direção, lateral e pisca alerta na cor laranja
PRO25511
CONTRAN Nº 137 DE 07/06/2013 2.4 Condições do alarme sonoro de marcha-a-ré
NR18

3 Cabine inferior e superior


Condições gerais: limpeza Interna, assoalho e forro, escada de acesso, forro da cabine, para-
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 brisa, para-sol, bancos com encosto de cabeça, portas, janelas e tampas(capô/portas malas),
CONTRAN Nº 758, DE 20-12-2018 3.1 lavadores e limpadores de pára-brisa, espelhos retrovisores, painel de instrumento
PRO25511 (velocímetro, luzes de indicação, medidor de pressão ou indicador de pressão de ar), latarias
externa e iluminação da cabine

PRO25511 3.2 Condições dos cintos de segurança (3 pontos para todos os ocupantes)
PRO25511
NR18
3.3 Condições da cabine com climatizada

CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 3.4


Condições do tacografo sem lacre do INMETRO rompido e perfeito estado de conservação e
uso.
NR18 3.5
Teste do alarme sonoro para ser acionado pelo operador em situação de risco e/ou alerta
(obrigatório a partir de fevereiro de 2021)
Condições dos adesivos de logotipo da empresa fixado nas portas dianteiras (30cm de
PRO025209 3.6 comprimento por 10cm de altura) exceções devem ter aprovação formalizada da Segurança
Empresarial e Segurança Ocupacional.
4 Chassi/estrutura/carroceria
Resolução 552/2015 - Contran 4.1
Condições dos grampos de fixação do chassi na carroceria (sem corrosão, trincas e
deformações)
PRO25511 4.2 Condições de Tração em no mínimo dois eixos quando possuir 3 ou mais eixos.
CTB art. 230
4.3
Condições da fixação placa dianteira e traseira (selo do DETRAN e iluminação da placa
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 traseira)
RES. CONTRAN 762/18 4.4 Condições do sistema antispray (para-barro, paralamas e saias laterais)
CONTRAN Nº 14 DE 06/02/1998 4.5 Condições dos para-choques
Condições das faixas retrorefletivas nas laterais, traseira e para-choque do implemento (deve
PRO25511
4.6
constar o registro "APROVADO DENATRAN"). Cobrir 33% da extensão das laterais e 80% da
DENATRAN 1164/2010 traseira. Obs. Para mais informações sobre a forma correta de aplicação das das faixas,
consultar o DENATRAN com base na referência citada.

Placa de identificação do fabricante fixada no guindaste de forma permanente contendo as


seguintes infomações: Razão social, CNPJ e endereço do fabricante ou importador;
NBR 14768 4.7 Informações sobre tipo, modelo e capacidade; Número de série ou identificação, e ano de
fabricação; número de registro do fabricante ou importador no CREA; Peso da máquina ou
equipamento.

NBR 14768 4.8


Placa de identificação do instalador contendo as seguintes informaçãoes: Nome e endereço do
instalador; Ano de Instalação; Número de série do Guindaste e número do chassi do veículo.

5 Instalação elétrica
CTB art. 230 5.1 Condições da chave geral
CTB art. 230 5.2 Condições da fiação elétrica
CTB art. 230 5.3 Condições da bateria elétrica/ há proteção do borne positivo
6 Auxiliares
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
NR18
6.1
Condições do triângulos refletivo, chave de roda, extintor de incêndio, cones e bacia de
CONTRAN 556/2015 contenção
PTP839

Quando houver controle remoto (joystic) para movimentação de carga fora do veículo, deve
NR18 6.2
conter a identificação correspondente ao equipamento que está sendo utilizado e possuir
indicação, em língua portuguesa, dos comandos de operação (NR18/2020 pede para adequar
até fevereiro 2021)
7 Material rodante
Condições dos calços de rodas duplos na cor amarela(interligados através de cordas ou
corrente) com pega compatíveis com as dimensões dos pneus dos equipamentos móveis e
PRO025209
RAC3
7.1 seus implementos e em número suficiente para bloquear seu movimento (Dispensa-se a
utilização de calços quando o equipamento estiver patolado ou com o implemento abaixado no
nível do solo, de modo a impedir sua movimentação voluntária

CONTRAN Nº 558/80
Nota Técnica INMETRO Número: 007
7.2
Condições iguais dos pneus no mesmo eixo em simetria, desenho da banda de rodagem e
– 22/06/2015 capacidade de carga
PRO025209

PRO025209
INMETRO Portaria n.º 554, de 29 de 7.3
Pneus recapados somente no eixo traseiro com certificação INMETRO(Verificar selo da
outubro de 2015/ PRO 25209 renovadora fixado na lateral do pneu.)

8 Sistema de freio
CTB art. 230 8.1 Condições gerais do sistema de freio: sem avarias e vazamentos
CTB art. 230 8.2 Condições das lonas/disco e pastilha de freio (verificar indicador de limite de desgaste)
CTB art. 230 8.3 Condições do freio de mão (levantar e travar)
9 Sistema de direção
CTB art. 230 9.1
Condições da caixa de direção e servo-direção hidráulica (bomba hidráulica) sem vazamentos
e avarias
CTB art. 230 9.2 Condições do reservatorio de óleo da direção
CTB art. 230 9.3 Condições da barra e coluna de direção e terminais sem avarias, folgas e deformações
CTB art. 230 9.4 Condições do volante sem folgas excessiva e avarias.
10 Eixos e sistema de suspensão
CTB art. 230 10.1 Condições dos amortecedores sem folgas, vazamentos e avarias
CTB art. 230 10.2 Condições dos elementos limitadores (batentes no feixo de mola) sem folgas e avarias
CTB art. 230 10.3 Condições do embuchamento da Barra estabilizadora sem folgas e avarias
CTB art. 230 10.4 Condições dos feixes de molas (grampos, pinos de centro e abraçadeiras) sem avarias
CTB art. 230 10.5 Condições das manga de Eixo L.E e L.D sem folgas e avarias
CTB art. 230 10.6 Condições das bolsas de suspensão a ar sem avarias

CTB art. 230 10.7 Condições dos terminais e buchas do tirante da suspensão traseira sem folgas e avarias

11 Sistema Hidráulico, transmissão e Motor


PRO25800 11.1
Condições da caixa de marcha/câmbio sem vazamentos - caixa de câmbio
sincronizada(proibido caixa seca)

CTB art. 230 11.2


Condições das cruzetas do eixo cardan, luvas do pião do diferencial, luva da caixa de marcha
e luva da arvore de trasnmissão sem folgas e avarias
CTB art. 230 11.3 Condições dos rolamentos de centro do eixo cardan(arvore de transmissão)
CTB art. 230
NR12 e NR31 11.4 Condições das cinta de segurança anti-queda do eixo cardan(arvore de transmissão)
INMETRO 457/08

CTB art. 230 11.5 Condições da alavanca de mancha e sinalizalção das marchas(indicador de machas)
CTB art. 230 11.6
Condições dos componentes hidráulicos (vedações, mangueiras, fixações, cilindros, tubos)
sem vazamentos e avarias
12 Sistema de exaustão de gases(escapamento)
CTB art. 230 12.1 Condições do catalizador, tubulações e silenciador de ruído do escapamento
13 Sistema de alimentação de combustível
CTB art. 230 13.1 Condições dos tubos e mangueiras de combustível
CTB art. 230 13.2 Condições do tanque de combustível e suas vedações
14 Sistema de arrefecimento
CTB art. 230 14.1 Condições do radiador, tubos, mangueiras e conexões
CTB art. 230 14.2 Condições do reservatório de líquido de arrefecimento
CTB art. 230 14.3 Condições do ventilador do radiador
15 Lança e acessórios
RAC5
DENATRAN Nº 64 DE 24/03/2016
15.1 Condições da lança e dos cilindros hidráulico.
RAC5
NR12 15.2 Condições da trava de segurança e do gancho do moitão
NR18

DENATRAN Nº 64 DE 24/03/2016 15.3 Condições dos pinos e contra-pinos das lanças e patolas
RAC5/NR12/NR11 15.4 Condições da Indicação da capacidade de carga máxima em local visível
PRO025800
RAC 5
15.5 Condições do Anemômetro (para Guindaste acima de 75 T)

NR18 15.6
Condições do Anemômetro que indique no interior da cabine do equipamento a velocidade do
vento; (obrigatório a partir de fevereiro de 2021 para guindastes de qualquer capacidade)

ABNT NBR ISO 4309:2009 15.7 Condições dos cabos de aço dos tambores

RAC5 15.8
Condições da Chave de fim de curso (parada do equipamento e alarme ao ultrapassar o limite
de curso).

NR12 15.9 Condições do berço(suporte de apoio da lança do guindaste na sua posição recolhida)

16 Sistema de segurança e de comutação


RAC5 16.1 Condições das extensões e patolas com acionamento hidráulico
RAC5
NR12
16.2 Teste do sistema de controle de nivelamentos das patolas

RAC5 16.3
Teste do Monitoramento de pressão nas patolas (obrigatório para guindastes com capacidade
acima de 75 toneladas).
RAC5
NR12 16.4
Condições do Sensor de sobrecarga, com parada do equipamento e alarme sonoro/visual ao
NR18 ultrapassar capacidade nominal
DENATRAN Nº 64 DE 24/03/2016 16.5 Condições dos pranxões das patolas
RAC5
16.6
Condições da tabela de carga fixada próxima aos comandos (fora ou na cabine) e
NR18 identificação(sinalização) da capacidade de carga
PRO025800 16.7 Condições do aterramento do equipamento
NR12/RAC5 16.8 Condições da boteira de emergência
NR12 16.9 Teste do dispositivo/instrumento anti-acionamento acidental da operação

NR18 16.10
Condições do limitador de altura que permita a frenagem do moitão na elevação de carga
(obrigatório a partir de fevereiro de 2021)
Inspeção Veicular de Portaria Corredor Norte
PRO-025946, Rev.: 01-11/11/2020 - Classificação: Uso Interno - Pág. 1- 7 - Arquivo 2 -14

Diretoria Emitente: Diretoria Corredor Norte


Anexo 06 - Check list inspeção veicular_ Portarias-contratadas e Vale (mobilizados)

CHECK LIST ÔNIBUS, MICRO ÔNIBUS E VANS

Contratante: Nome do Gestor do contrato/Supervisor: Matrícula:


Contratada: Gerência de área:
Local: Diretoria departamento:
N° do contrato: Data de inicio do contrato: Data de término do contrato:
Mobilização( ) Troca de veículo( ) Entrega de materias e/ou produtos( ) Renovação( ) Desmoblização( )
Data da validade do acesso:
INFORMAÇÕES DO VEÍCULO
Placa: Renavam: Ano/Modelo: Licenciamento: Tipo/espécie:
Capacidade de lotação: Tacografo/Horímetro: Marca/modelo/cor:
INFORMAÇÕES DO CONDUTOR
Validade do RAC2: Nome: Matricula: CPF:
N° CNH: UF: Categoria: Data da 1° habilitação: Data do vencimento da habilitação:

Assinatura do operador/motorista:
Responsável pela verificação: Data da vistoria:

C: Signica "conforme" ou seja o equipamento está em condições de uso


NC: Signifa "não conforme, ou seja o equipamento não está em condições de uso
NA: Significa "Não Aplicável", ou seja, o item não atende mais a realidade do equipamento.
Aprovado Reprovado
Referência(legislação) Itens Itens a serem verificados C NC NA Observação/Medidas
1 Documentação
CONTRAN Nº 776 DE 13/06/2019 1.1 CRLV(impresso ou eletrônico) do Veículo/Equipamento dentro do prazo de vencimento

CONTRAN Nº 684 DE 25/07/2017 1.2 Habilitação(impressa ou eletrônica) do condutor/operador dentro do prazo de vencimento
RAC 2 1.3 treinamento em RAC 2 dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 1.4 Certificado de verificação e calibração do tacógrafo dentro do prazo de vencimento

PRO025209 Verificar formulário de fumaça negra – max padrão nº 2 – Escala Ringelmann ou digital
PRO023480
IBAMA nº 85 de 17/10/1996
1.5 (avaliação feita a cada 6 meses pela equipe de meio ambiente para todos os veículos movidos
CONAMA 261/99 a diesel)

Condições da identificação do plano de manutenção preventiva do veículo(selo de


PRO 25209 1.6 manutenção) fixado em local visível; o mesmo sinalizando a data/km/hr da útima e próxima
mantunção com a assinatura do técnico responsável.
PRO 25209 anexo 4 1.7 Certificado de Autorização de Tráfego – CAT/MOBI

PRO 25209 1.8 Condições do Rotograma do trajeto e Plano de Trânsito atualizado.


2 Sistema de iluminação/sinalização
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017
2.1
Condições dos faróis principais (faroletes, farol baixo, farol alto e neblina, luz de freio e luz de
RAC02 alerta de marcha à ré )
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.2 Condições das lanternas indicadoras de direção, lateral e pisca alerta na cor laranja
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.3 Condições dos retrorefletores traseiros na cor vermelha
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 2.4 Condições da buzina
RAC 2 2.5 Teste alarme sonoro de ré
RAC 2 2.6 Teste do sensor de ré (prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.7 Condições dos retrorefletores dianteiros na cor branca
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.8 Condições dos retrorefletores laterais na cor amarela
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.9 Condições dos retrorefletores traseiros na cor vermelha
3 Cabine do veículo/carroceria(salão)

Condições da plaqueta de identificação de Tara, Lotação, Peso Bruto Total, Razão social,
CONTRAN 290/08
CTB art. 230 e 231 3.1
CNPJ e endereço do fabricante ou importador, modelo do chassi, número de
série(identificação) e ano de fabricação. Elas indicam a capacidade de carga de caminhão e
ônibus. A Etiqueta é obrIgatória para Chassi e Implemento(carroceria montada sobre o chassi).

CTB art. 230 3.2


Condições gerais da carroceria fixada no chassi: sem trincas, corrosão acentuada e
deformação que ofereça risco a operação e condução.
CTB art. 230
3.3
Condições da fixação placa dianteira e traseira (selo do DETRAN e iluminação da placa
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 traseira)

Condições gerais: limpeza Interna, assoalho e forro, para-brisa, para-sol, portas, janelas e
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
CONTRAN Nº 758, DE 20-12-2018 3.4
tampas(capô/portas malas), lavadores e limpadores de pára-brisa, espelhos retrovisores,
PRO025209 painel de instrumento (velocímetro, luzes de indicação), latarias externa e iluminação da cabine
e salão.

3.5
Condições do ar-Condicionado, quando houver (para veículos previsto em contrato); não é
obrigatório RAC 2
RAC 2 3.6 Condições do sistema de monitoramento de localização e velocidade (telemetria)

Condições de visibilidade das película escura em veículos leves dentro da área industrial
desde que esteja em conformidade com o estabelecido no código de trânsito brasileiro. (Nos
vidros que constituem os para-brisa do veículo, o nível de transparência deve alcançar 75%.
CONTRAN Nº 254/2007
PRO025209
3.7 Para os vidros laterais dianteiros, o nível de transparência deve ser de, no mínimo, 70%.
Vidros que ocupam outras áreas do veículo podem apresentar um nível menor de
transparência. Para estes, a transparência mínima exigida é de 28%.), exceto no interior das
minas.

RAC 2 3.8
Condições do cinto de segurança 3 pontos para primeira linha de bancos e 2 pontos nos
demais bancos
RAC 2 3.9 Condições encosto de cabeça para todos ocupantes (ou banco biposto).
CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 3.10
Condições do tacografo sem lacre do INMETRO rompido e perfeito estado de conservação e
uso.
RAC 2
3.11
Condições da saídas de emergência no teto e janelas com mecanismo de abertura de
RES. CONTRAN 416/2012 e 445/2013 manuseio simples para micro ônibus e ônibus

RAC 2 3.12
Condições do Airbag frontal para motorista e passageiro do banco dianteiro(somente para
vans).

RAC 2 3.13
Condições do sistema de detecção de sonolência do condutor (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)
Condições dos adesivos de logotipo da empresa fixado nas portas dianteiras (30cm de
PRO025209 3.14 comprimento por 10cm de altura) exceções devem ter aprovação formalizada da Segurança
Empresarial e Segurança Ocupacional.

Indicação da capacidade de passageiros sentados e em pé(Os veículos de transporte público


Resolução CONTRAN Nº 445 DE
3.15
coletivo de passageiros e transporte de passageiros tipos micro-ônibus e onibus, categoria
25/06/2013 M3(>5ton), de fabricação nacional e importados, fabricados a partir de 1º de janeiro de 2014,
deverão atender aos requisitos da presente Resolução)
Condições do sistema de bloqueio de portas que impeça o movimento do veículo sem que as
portas estejam totalmente fechadas e que estas não possam ser abertas enquanto o veículo
estiver em movimento, excetuando-se, neste caso, quando o veículo estiver parando para
Resolução CONTRAN Nº 445 DE
25/06/2013
3.16 embarque e desembarque de passageiros e desde que a velocidade seja inferior a 5 km/h(Os
veículos de transporte público coletivo de passageiros e transporte de passageiros tipos micro-
ônibus e onibus, categoria M3(>5ton), de fabricação nacional e importados, fabricados a partir
de 1º de janeiro de 2014, deverão atender aos requisitos da presente Resolução)

Dispositivo na porta de serviço que permita, em caso de emergência, a abertura manual, pelo
interior do veículo, devendo possuir informação visível e acessível aos passageiros(Os
Resolução CONTRAN Nº 445 DE
25/06/2013
3.17 veículos de transporte público coletivo de passageiros e transporte de passageiros tipos micro-
ônibus e onibus, categoria M3(>5ton), de fabricação nacional e importados, fabricados a partir
de 1º de janeiro de 2014, deverão atender aos requisitos da presente Resolução)

Condições das faixas retrorefletivas para veículos de comprimento até 9 metro=> 6 faixas de
DENATRAN 1164/2010 3.18
cada lado e 2 na parte traseira. Para veículos acima de 9 metros 8 faixas de lado lado e 2 na
parte traseira. Distância minima de 500mm e maxima de 1500mm de uma para outra nas
laterais.
4 Chassi/estrutura
CTB art. 230 4.1
Condições gerais da carroceria fixada no chassi: sem trincas, corrosão acentuada e
deformação que ofereça risco a operação e condução.
Resolução 552/2015 - Contran 4.2
Condições dos grampos de fixação do chassi na carroceria (sem corrosão, trincas e
deformações)
CTB art. 230
4.3
Condições da fixação placa dianteira e traseira (selo do DETRAN e iluminação da placa
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 traseira)
CONTRAN Nº 14 DE 06/02/1998 4.4 Condições dos para-choques
CTB art. 230 4.5 Condições dos pára-lamas
5 Instalação elétrica
CTB art. 230 5.1 Condições da chave geral
CTB art. 230 5.2 Condições da fiação elétrica
CTB art. 230 5.3 Condições da bateria elétrica/ há proteção do borne positivo
6 Auxiliares
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
CONTRAN 556/2015
6.1
Condições do macaco, chave de roda, triângulo refletivo, cones, extintor de incêndio e bacia de
PTP839 contenção.
RAC 2

7 Material rodante

CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017


7.1
Condições de desgaste e avarias dos pneus (TWI mínimo de 1,6mm), rodas e aros (inclui
CTB art. 230 estepe). Verificar data de fabricação dos pneus (DOT não pode ser superior a 5 anos)

CONTRAN Nº 558/80
Nota Técnica INMETRO Número: 007
7.2
Condições iguais dos pneus no mesmo eixo em simetria, desenho da banda de rodagem e
– 22/06/2015 capacidade de carga
PRO025209

PRO025209 7.3 Condições das trava porca de roda ou sinalizador de torque


PRO025209
INMETRO Portaria n.º 554, de 29 de 7.4
Pneus recapados somente no eixo traseiro com certificação INMETRO(Verificar selo da
outubro de 2015/ PRO 25209 renovadora fixado na lateral do pneu.)

Condições dos calços de rodas duplos na cor amarela(interligados através de cordas ou


corrente) com pega compatíveis com as dimensões dos pneus dos equipamentos móveis e
PRO025209
RAC 2
7.5 seus implementos e em número suficiente para bloquear seu movimento (Dispensa-se a
utilização de calços quando o equipamento estiver patolado ou com o implemento abaixado no
nível do solo, de modo a impedir sua movimentação voluntária

Fica proibido uso de pneus renovados/recapados. Este item aplica-se imediatamente para
PRO025209 7.6
veículos e equipamentos móveis (outros caminhões) de novos contratos; para os contratos
existentes, a adequação dar-se-á em 18 (dezoito) meses a contar da data de publicação deste
documento. Fim do prazo de adequação 12.11.2021
8 Sistema de freio
CTB art. 230 8.1 Condições gerais do sitema de freio: sem avarias e vazamentos
CTB art. 230 8.2 Condições das lonas/disco e pastilha de freio (verificar indicador de limite de desgaste)
CTB art. 230 8.3 Condições do freio de mão (levantar e travar)
RAC 2 8.4
Condições do sistema retardador de velocidade do tipo primário (freio motor). Para micro
ônibus e ônibus

Condições do sistema ABS(luz amarela ABS permanece desligada no painel com veículo
RES. CONTRAN 380/2011
8.5
funcionando).
RAC 2 Obrigatório para Vans de todos os anos(RAC2 Para ônibus e micro ônibus a partir de
2014(CONTRAN)

Teste do sistema secundário retardador de velocidade elétrico ou hidráulico. Para Ônibus:


RAC 2 8.6 Veículo automotor de transporte coletivo com capacidade para mais de vinte passageiros RES.
CONTRAN N° 811 de 27.02.96. (Prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)

9 Sistema de direção
CTB art. 230 9.1
Condições da caixa de direção, reservatório de óleo da caixa de direção e servo-direção
hidráulica (bomba hidráulica) sem vazamentos e avarias
CTB art. 230 9.2 Condições da barra e coluna de direção e terminais sem avarias, folgas e deformações

CTB art. 230 9.3 Condições do volante sem folgas excessiva e avarias.
10 Eixos e sistema de suspensão
CTB art. 230 10.1 Condições dos amortecedores sem folgas, vazamentos e avarias
CTB art. 230 10.2 Condições dos elementos limitadores (batentes no feixo de mola) sem folgas e avarias
CTB art. 230 10.3 Condições do embuchamento da Barra estabilizadora sem folgas e avarias

CTB art. 230 10.4 Condições dos feixes de molas (grampos, pinos de centro e abraçadeiras) sem avarias

CTB art. 230 10.5 Condições das manga de Eixo L.E e L.D sem folgas e avarias
CTB art. 230 10.6 Condições das bolsas de suspensão a ar sem avarias
CTB art. 230 10.7 Condições dos terminais e buchas do tirante da suspensão traseira sem folgas e avarias
11 Sistema Hidráulico, transmissão e Motor
RAC 2 11.1
Condições da caixa de marcha/câmbio sem vazamentos - caixa de câmbio sincronizada
(proibido caixa seca)

CTB art. 230 11.2


Condições do motor do Sistema de arrefecimento sem vazamentos e avarias (caminhão fora
de estrada)

CTB art. 230 11.3


Condições das cruzetas do eixo cardan, luvas do pião do diferencial, luva da caixa de marcha
e luva da arvore de trasnmissão sem folgas e avarias
CTB art. 230 11.4 Condições dos rolamentos de centro do eixo cardan(arvore de transmissão)
CTB art. 230
NR12 e NR31 11.5 Condições das cinta de segurança anti-queda do eixo cardan(arvore de transmissão)
INMETRO 457/08

CTB art. 230 11.6 Condições da alavanca de marcha e sinalização das marchas(indicador de marchas)
CTB art. 230 11.7
Condições dos componentes hidráulicos (vedações, mangueiras, fixações, cilindros, tubos)
sem vazamentos e avarias
12 Sistema de exaustão de gases(escapamento)
CTB art. 230 12.1 Condições do catalizador, tubulações e silenciador de ruído do escapamento
13 Sistema de alimentação de combustível
CTB art. 230 13.1 Condições dos tubos e mangueiras de combustível
CTB art. 230 13.2 Condições do tanque de combustível e suas vedações
14 Sistema de arrefecimento
CTB art. 230 14.1 Condições do radiador, tubos, mangueiras e conexões
CTB art. 230 14.2 Condições do reservatório de líquido de arrefecimento
CTB art. 230 14.3 Condições do ventilador do radiador
15 Veículos de lavra
RAC 2
CONTRAN Nº 518/2015
15.1 Condições do cinto de segurança 3 pontos para todos ocupantes.

RAC 2 15.2
Condições do  Controle Eletrônico de Frenagem (EBD)(prazo de adequação 20.12.2020 novo
RAC)
RAC 2 15.3 Teste do Controle de estabilidade(prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
RAC 2 15.4 Teste do Tração 4x4
RAC 2 15.5 Teste do Controle de tração(prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)

RAC 2 15.6
Teste do Sistema de comunicação entre veículos e equipamentos(prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)

RAC 2 15.7
Condições do  Bandeirola visível com luz de led na ponta, definida conforme altura do maior
equipamento que circula na mina
RAC 2 15.8 Teste do  Luz intermitente, giratória ou estroboscópica
RAC 2 15.9
Teste do  Sensor de alerta de proximidade com equipamentos pesadosprazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)
Inspeção Veicular de Portaria Corredor Norte
PRO-025946, Rev.: 01-11/11/2020 - Classificação: Uso Interno - Pág. 1- 5 - Arquivo 3 -14

Diretoria Emitente: Diretoria Corredor Norte


Anexo 06 - Check list inspeção veicular_ Portarias-contratadas e Vale (mobilizados)

AUTOMÓVEIS/PICK UP/UTILITÁRIO E MINIVAN

Contratante: Nome do Gestor do contrato/Supervisor: Matrícula:


Contratada: Gerência de área:
Local: Diretoria departamento:
N° do contrato: Data de inicio do contrato: Data de término do contrato:
Mobilização( ) Troca de veículo( ) Entrega de materias e/ou produtos( ) Renovação( ) Desmoblização( )
Veículo em substituição( ) Veículo de aluguel de Balcão( ) Data da validade do acesso:

INFORMAÇÕES DO VEÍCULO
Placa: Renavam: Ano/Modelo: Licenciamento: Tipo/espécie:
Capacidade de lotação: Tacografo/Horímetro: Marca/modelo/cor:
INFORMAÇÕES DO CONDUTOR
Validade do RAC2: Nome: Matricula: CPF:
N° CNH: UF: Categoria: Data da 1° habilitação: Data do vencimento da habilitação:

Assinatura do operador/motorista:
Responsável pela verificação: Data da vistoria:

C: Signica "conforme" ou seja o equipamento está em condições de uso


NC: Signifa "não conforme, ou seja o equipamento não está em condições de uso
NA: Significa "Não Aplicável", ou seja, o item não atende mais a realidade do equipamento.
Aprovado Reprovado

Referência(legislação) Itens Itens a serem verificados C NC NA Observação/Medidas


1 Documentação
CONTRAN Nº 776 DE 13/06/2019 1.1 CRLV(impresso ou eletrônico) do Veículo/Equipamento dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 684 DE 25/07/2017 1.2 Habilitação(impressa ou eletrônica) do condutor/operador dentro do prazo de vencimento
RAC 2 1.3 treinamento em RAC 2 dentro do prazo de vencimento
PRO025209 Verificar formulário de fumaça negra – max padrão nº 2 – Escala Ringelmann ou digital
PRO023480
IBAMA nº 85 de 17/10/1996
1.4 (avaliação feita a cada 6 meses pela equipe de meio ambiente para todos os veículos movidos
CONAMA 261/99 a diesel)

Condições da identificação do plano de manutenção preventiva do veículo(selo de


PRO025209 1.5 manutenção) fixado em local visível; o mesmo sinalizando a data/km/hr da útima e próxima
mantunção com a assinatura do técnico responsável.
PRO 25209 1.6 Condições do Rotograma do trajeto e Plano de Trânsito atualizado.
2 Sistema de iluminação/sinalização
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017
2.1
Condições dos faróis principais (faroletes, farol baixo, farol alto e neblina, luz de freio e luz de
RAC02 alerta de marcha à ré )
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.2 Condições das lanternas indicadoras de direção, lateral e pisca alerta na cor laranja
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 2.3 Condições da buzina
art. 29, VII do CTB 2.4 Condições do alerta luminoso de emergência(somente para veículo de emergência)
art. 29, VII do CTB 2.5 Condições do alerta sonoro de emergência(somente para veículo de emergência)
Teste do sensor e alarme sonoro de ré para todos veículos deste check list (exceto veículos de
RAC 2 2.6 aluguel de balcão) prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC; Sendo obrigatório atualmente
para Pick-up e Caminhonete o alarme de ré.
3 Cabine do veículo/carroceria
CTB art. 230 3.1
Condições gerais da carroceria: sem trincas, corrosão acentuada e deformação que ofereça
risco a operação e condução.
3.2 Condições do ar-Condicionado (para veículos previsto em contrato); não é obrigatório RAC 2

Condições gerais: limpeza Interna, assoalho e forro, para-brisa, para-sol, bancos com encosto
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
CONTRAN Nº 758, DE 20-12-2018 3.3
de cabeça(ou banco biposto), portas, janelas e tampas(capô/portas malas), lavadores e
PRO025209 limpadores de pára-brisa frontal e traseiro, espelhos retrovisores, painel de instrumento
(velocímetro, luzes de indicação), latarias externa e iluminação da cabine
RAC 2
CONTRAN Nº 518/2015
3.4 Condições do cinto de segurança 3 pontos para todos ocupantes.

Condições do sistemas de monitoramento de localização e velocidade (telemetria). Exceto


RAC 2
3.5
veículos de aluguel de balcão e veículos mobilizados por locadoras de forma temporária ou em
PRO025209 substituição, por até 90 dias, fica restrito às áreas administrativas, sendo proibida a sua
circulação nas áreas operacionais de Mina, Usina, Ferrovia e Porto
RAC 2 3.6 Condições do Airbag frontal para motorista e passageiro do banco dianteiro

Condições dos adesivos de logotipo da empresa fixado nas portas dianteiras (30cm de
PRO025209 3.7 comprimento por 10cm de altura) exceções devem ter aprovação formalizada da Segurança
Empresarial e Segurança Ocupacional.
CONTRAN Nº 14 DE 06/02/1998
CTB art. 230
3.8 Condições dos para-choques e paralamas

CTB art. 230 3.9


Condições da placa dianteira e traseira com selo do DETRAN, iluminação e sua fixação sem
avarias

Condições de visibilidade das película escura em veículos leves dentro da área industrial
desde que esteja em conformidade com o estabelecido no código de trânsito brasileiro. (Nos
CONTRAN Nº 254/2007 vidros que constituem os para-brisa do veículo, o nível de transparência deve alcançar 75%.
3.10
PRO025209 Para os vidros laterais dianteiros, o nível de transparência deve ser de, no mínimo, 70%.
Vidros que ocupam outras áreas do veículo podem apresentar um nível menor de
transparência. Para estes, a transparência mínima exigida é de 28%.), exceto no interior das
minas.
PRO 25946
3.11
Condições das Telas de proteção antiquebra do vidro vigia (traseiro) em caminhonete e pick
Segurança Ocupacional up. (somente deverá ser cobrado como obrigatório caso esteja previsto em contrato).
Condições do Sleep Alarm (alerta de fadiga) ou outra tecnologia que alerte ou controle a fadiga
RAC 2
PRO025209
3.12 dos empregados que conduzem veículos ao longo da EFC. Se houver detector de
sonolência considerar este item NA.

Condições Extensor de caçamba para Caminhonete e Pick up, Régua de sinalização com faixa
CONTRAN N°589/2016 3.13 refletiva com inclinação de 45 graus em relação ao plano horizontal e 50,0 +/- 5,0 mm de
largura, nas cores branca e vermelha refletiva, idênticas às dispostas nos para-choques
traseiros dos veículos de carga e placa fixada visível conforme figura
4 Instalação elétrica
CTB art. 230 4.1 Condições da fiação elétrica
CTB art. 230 4.2 Condições da bateria elétrica/ há proteção do borne positivo
5 Auxiliares
CTB art. 230
RAC 2 5.1
Condições do macaco, chave de roda, triâgulo refletivo, cones e bacia de contenção(uso
PTP839 obrigatório em caminhonete)
6 Material rodante
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
6.1
Condições de desgaste e avarias dos pneus (TWI mínimo de 1,6mm), rodas e aros (inclui
CTB art. 230 estepe). Verificar data de fabricação dos pneus (DOT não pode ser superior a 5 anos)

CONTRAN Nº 558/80
Nota Técnica INMETRO Número: 007
6.2
Condições iguais dos pneus no mesmo eixo em simetria, desenho da banda de rodagem e
– 22/06/2015 capacidade de carga
PRO025209
PRO025209 6.3 Condições das trava porca de roda é obrigatório para pick-up e caminhonete
7 Sistema de freio
RES. CONTRAN 380
7.1
Condições do sistema ABS (luz amarela ABS permanece desligada no painel com veículo
RAC 2 funcionando)
CTB art. 230 7.2 Condições das lonas de freio/partilhas
CTB art. 230 7.3 Condições gerais do sitema de freio: sem avarias e vazamentos
CTB art. 230 7.4 Condições do freio de mão (levantar e travar)
8 Sistema de direção
CTB art. 230 8.1
Condições da caixa de direção, reservatório de óleo da caixa de direção e servo-direção
hidráulica (bomba hidráulica) sem vazamentos e avarias
CTB art. 230 8.2 Condições da barra e coluna de direção e terminais sem avarias, folgas e deformações
CTB art. 230 8.3 Condições do volante sem folgas excessiva e avarias.
9 Eixos e sistema de suspensão
CTB art. 230 9.1 Condições dos amortecedores sem folgas, vazamentos e avarias
CTB art. 230 9.2 Condições dos elementos limitadores (batentes no feixo de mola) sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.3 Condições do embuchamento da Barra estabilizadora sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.4 Condições dos feixes de molas (grampos, pinos de centro e abraçadeiras) sem avarias
CTB art. 230 9.5
Condições dos terminais e buchas do tirante da suspensão dianteira e traseira sem folgas e
avarias
10 Sistema Hidráulico, transmissão e Motor

RAC 2 10.1
Condições da caixa de marcha/câmbio sem vazamentos - caixa de câmbio sincronizada
(proibido caixa seca)

CTB art. 230 10.2


Condições das cruzetas do eixo cardan, luvas do pião do diferencial, luva da caixa de marcha,
luva da arvore de trasnmissão e juntas homossonéticas sem folgas excessiva e avarias
CTB art. 230 10.3 Condições dos rolamentos de centro do eixo cardan(arvore de transmissão)
CTB art. 230
NR12 e NR31 10.4 Condições das cinta de segurança anti-queda do eixo cardan(arvore de transmissão)
INMETRO 457/08

CTB art. 230 10.5 Condições da alavanca de marcha e sinalização das marchas(indicador de marchas)
CTB art. 230 10.6 Condições das vedações, mangueiras e fixações do motor sem vazamentos e avarias
11 Sistema de exaustão de gases(escapamento)
CTB art. 230 11.1 Condições do catalizador, tubulações e silenciador de ruído do escapamento
12 Sistema de alimentação de combustível
CTB art. 230 12.1 Condições dos tubos e mangueiras de combustível
CTB art. 230 12.2 Condições do tanque de combustível e suas vedações
13 Sistema de arrefecimento
CTB art. 230 13.1 Condições do radiador, tubos, mangueiras e conexões
CTB art. 230 13.2 Condições do reservatório de líquido de arrefecimento
CTB art. 230 13.3 Condições do ventilador do radiador
14 Sky Munck / Cesta aérea
RAC1 14.1 Condições do ponto de ancoragem para cinturão de segurança
RAC1 14.2 Condições de funcionamento da movimentação da plataforma ou cesto na parte inferior
RAC1 14.3 Condições do sistema estabilizador com indicador de inclinação
14.4 Condições do Sistema de bloqueio para inclinação inadequada
RAC1 14.5 Condições do sistema de travamento/frenagem das rodas (Quando não patolado)

RAC1
14.6
Condições do dispositivo de parada de emergência no painel de comando inferior e sistema de
NR12 emergência que permita a movimentação dos braços e rotação da torre em caso de pane

RAC1 14.7 Condições do sistema que permita o nivelamento do cesto e impeça seu basculamento

RAC1 14.8
Condições do Sistema que impeça a operação das sapatas estabilizadoras sem o prévio
recolhimento do braço móvel.
NR12 14.9 Condições dos controles identificados e protegidos contra uso indevido ou acidental
15 Veículos de lavra
RAC 2 15.1
Condições do  Controle Eletrônico de Frenagem (EBD)(prazo de adequação 20.12.2020 novo
RAC)
RAC 2 15.2 Teste do Controle de estabilidade(prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
RAC 2 15.3 Teste do Tração 4x4
RAC 2 15.4 Teste do Controle de tração(prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
RAC 2 15.5 Condições das  Faixa refletiva(prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)

RAC 2 15.6
Teste do Sistema de comunicação entre veículos e equipamentos(prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)

RAC 2 15.7 Condições do  Bandeirola visível com luz de led na ponta, definida conforme altura do maior
equipamento que circula na mina

RAC 2 15.8
Teste do  Sensor de alerta de proximidade com equipamentos pesadosprazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)
RAC 2 15.9 Teste do  Luz intermitente, giratória ou estroboscópica

RAC 2 15.10
Teste do  sistema de detecção de sonolência do condutor, se exigido no plano de
trãnsito(prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)

Condições dos pneus de configuração mínima AT/ATR (Todo Terreno) – Asfalto/Terra {Misto
PRO025209 15.11 50%/50%} – Ideal para modelos de terreno de Terra com dificuldades leves a moderadas para
acesso a Mina?
Inspeção Veicular de Portaria Corredor Norte
PRO-025946, Rev.: 01-11/11/2020 - Classificação: Uso Interno - Pág. 1- 6 - Arquivo 4 -14

Diretoria Emitente: Diretoria Corredor Norte


Anexo 06 - Check list inspeção veicular_ Portarias-contratadas e Vale (mobilizados)

CAMINHÃO BASCULANTE

Contratante: Nome do Gestor do contrato/Supervisor: Matrícula:


Contratada: Gerência de área:
Local: Diretoria departamento:
N° do contrato: Data de inicio do contrato: Data de término do contrato:
Mobilização( ) Troca de veículo( ) Entrega de materias e/ou produtos( ) Renovação( ) Desmoblização( )
Data da validade do acesso:
INFORMAÇÕES DO VEÍCULO
Placa: Renavam: Ano/Modelo: Licenciamento: Tipo/espécie:
Capacidade de carga: Tacografo/Horímetro: Marca/modelo/cor:
INFORMAÇÕES DO CONDUTOR
Validade do RAC3: Nome: Matricula: CPF:
N° CNH: UF: Categoria: Data da 1° habilitação: Data do vencimento da habilitação:

Assinatura do operador/motorista:
Responsável pela verificação: Data da vistoria:

C: Signica "conforme" ou seja o equipamento está em condições de uso


NC: Signifa "não conforme, ou seja o equipamento não está em condições de uso
NA: Significa "Não Aplicável", ou seja, o item não atende mais a realidade do equipamento.
Aprovado Reprovado
Referência(legislação) Itens Itens a serem verificados C NC NA Observação/Medidas
1 Documentação
CONTRAN Nº 776 DE 13/06/2019 1.1 CRLV(impresso ou eletrônico) do Veículo/Equipamento dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 684 DE 25/07/2017 1.2 Habilitação(impressa ou eletrônica) do condutor/operador dentro do prazo de vencimento
RAC 3 1.3 treinamento em RAC 3 dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 1.4 Certificado de verificação e calibração do tacógrafo dentro do prazo de vencimento
PRO025209 Verificar formulário de fumaça negra – max padrão nº 2 – Escala Ringelmann ou digital
PRO023480
IBAMA nº 85 de 17/10/1996
1.5 (avaliação feita a cada 6 meses pela equipe de meio ambiente para todos os veículos movidos
CONAMA 261/99 a diesel)

Documento com Plano de manutenção preventiva do Caminhão assinado sob


responsabilidade de profissional habilitado credenciado ao CREA com ART.(Anotação de
PRO 25209 1.6 responsabilidade técnica) Considerando todos os dispostivos de segurança do implemento e
Etiqueta de manutenção fixada em local visível; os mesmos sinalizando a data/km/hr da útima
e próxima manutenção

PRO 25209 1.7 Condições do Rotograma do trajeto e Plano de Trânsito atualizado.


2 Sistema de iluminação/sinalização
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017
2.1
Condições dos faróis principais (faroletes, farol baixo, farol alto e neblina, luz de freio e luz de
RAC03 alerta de marcha à ré )

CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.2


Condições das lanternas delimitadoras dianteiras na cor branca(luzes de posição) e traseira na
cor vermelha(luzes de posição)
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.3 Condições das lanternas indicadoras de direção, lateral e pisca alerta na cor laranja
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.4 Condições dos retrorefletores laterais na cor amarela e traseiros na cor vermelha
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 2.5 Condições da buzina
RAC 3
CONTRAN Nº 137 DE 07/06/2013
2.6 Condições do sonorizador de marcha-a-ré
3 Cabine do veículo e suplementar
Condições gerais: limpeza Interna, assoalho, escada de acesso, forro da cabine, para-brisa,
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 para-sol, bancos com encosto de cabeça, portas, janelas e tampas(capô), lavadores e
CONTRAN Nº 758, DE 20-12-2018
PRO025209
3.1 limpadores de pára-brisa, espelhos retrovisores, painel de instrumento (velocímetro, luzes de
RAC 3 indicação, medidor de pressão ou indicador de pressão de ar), latarias externa e iluminação da
cabine

CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017


RAC 3
3.2 Condições dos cintos de segurança (3 pontos para todos os ocupantes)
RAC 3 3.3 Condições do ar-Condicionado (prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 3.4 Condições do sistemas de monitoramento de localização e velocidade (telemetria).
RAC 3 3.5
Verificar se os vidros frontais do equipamento são tipo laminados (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)

Condições de visibilidade das película escura em veículos leves dentro da área industrial
desde que esteja em conformidade com o estabelecido no código de trânsito brasileiro. (Nos
CONTRAN Nº 254/2007
3.6 vidros que constituem os para-brisa do veículo, o nível de transparência deve alcançar 75%.
PRO025209 Para os vidros laterais dianteiros, o nível de transparência deve ser de, no mínimo, 70%.
Vidros que ocupam outras áreas do veículo podem apresentar um nível menor de
transparência. Para estes, a transparência mínima exigida é de 28%.), exceto no interior das
minas.
Condições dos adesivos de logotipo da empresa fixado nas portas dianteiras (30cm de
PRO025209 3.7 comprimento por 10cm de altura) exceções devem ter aprovação formalizada da Segurança
Empresarial e Segurança Ocupacional.
CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 3.8
Condições do tacografo sem lacre do INMETRO rompido e perfeito estado de conservação e
uso.
Condições do Sleep Alarm (alerta de fadiga) ou outra tecnologia que alerte ou controle a fadiga
PRO25209 3.9 dos empregados que conduzem veículos ao longo da EFC. Se houver detector de
sonolência considerar este item NA.
4 Instalação elétrica
CTB art. 230 4.1 Condições da chave geral
CTB art. 230 4.2 Condições da fiação elétrica
CONTRAN nº 776/93 4.3 Condições da bateria elétrica/ há caixa de proteção
5 Auxiliares
CONTRAN Nº 686 DE 15-08-2017 Condições do triângulo refletivo, macaco, chave de roda, extintor de incêndio e bacia de
CONTRAN 556/2015 5.1
PTP839 contenção e cones, bombonas ou pontaletes.
6 Material rodante
Condições dos calços de rodas duplos na cor amarela(interligados através de cordas ou
corrente) com pega compatíveis com as dimensões dos pneus dos equipamentos móveis e
PRO025209
RAC 3
6.1 seus implementos e em número suficiente para bloquear seu movimento (Dispensa-se a
utilização de calços quando o equipamento estiver patolado ou com o implemento abaixado no
nível do solo, de modo a impedir sua movimentação voluntária

CONTRAN Nº 558/80
Nota Técnica INMETRO Número: 007
6.2
Condições iguais dos pneus no mesmo eixo em simetria, desenho da banda de rodagem e
– 22/06/2015 capacidade de carga
PRO025209

PRO025209 6.3 Condições das trava porca de roda ou sinalizador de torque

PRO025209 Pneus recapados somente no eixo traseiro com certificação INMETRO(Verificar selo da
INMETRO Portaria n.º 554, de 29 de 6.4
outubro de 2015/ PRO 25209 renovadora fixado na lateral do pneu.)

Fica proibido uso de pneus renovados/recapados. Este item aplica-se imediatamente para
PRO025209 6.5
veículos e equipamentos móveis (outros caminhões) de novos contratos; para os contratos
existentes, a adequação dar-se-á em 18 (dezoito) meses a contar da data de publicação deste
documento. Fim do prazo de adequação 12.11.2021
7 Sistema de freio
RES. CONTRAN 380/2011 7.1
Condições do sistema ABS (luz amarela ABS permanece desligada no painel com veículo
funcionando) - apenas veículos fabricados a partir de 01/01/2014
CTB art. 230 7.2 Condições gerais do sitema de freio: sem avarias e vazamentos
CTB art. 230 7.3 Condições das lonas/disco e pastilha de freio (verificar indicador de limite de desgaste)
CTB art. 230 7.4 Condições do freio de mão (levantar e travar)
Condições do Sistema retardador de velocidade do tipo primário (freio motor) e secundário
(elétrico ou hidráulico)".
RAC 3 7.5
O sistema retardador de velocidade do tipo secundário é mandatório para equipamentos com
peso bruto total maior ou igual a 30 toneladas e seu uso em declives acentuados (Prazo de
adequação 20.12.2020 novo RAC).

8 Sistema de direção
CTB art. 230 8.1
Condições da caixa de direção, reservatório de óleo da caixa de direção e servo-direção
hidráulica (bomba hidráulica) sem vazamentos e avarias
CTB art. 230 8.2 Condições da barra e coluna de direção e terminais sem avarias, folgas e deformações
CTB art. 230 8.3 Condições do volante sem folgas excessiva e avarias.
9 Eixos e sistema de suspensão
CTB art. 230 9.1 Condições dos amortecedores sem folgas, vazamentos e avarias
CTB art. 230 9.2 Condições dos elementos limitadores (batentes no feixo de mola) sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.3 Condições do embuchamento da Barra estabilizadora sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.4 Condições dos feixes de molas (grampos, pinos de centro e abraçadeiras) sem avarias
CTB art. 230 9.5 Condições das manga de Eixo L.E e L.D sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.6 Condições das bolsas de suspensão a ar sem avarias
CTB art. 230 9.7 Condições dos terminais e buchas do tirante da suspensão traseira sem folgas e avarias
10 Sistema Hidráulico, transmissão e Motor
RAC 3 10.1
Condições da caixa de marcha/câmbio sem vazamentos - caixa de câmbio sincronizada
(proibido caixa seca)
CTB art. 230 10.2
Condições do motor do Sistema de arrefecimento sem vazamentos e avarias (caminhão fora
de estrada)

CTB art. 230 10.3


Condições das cruzetas do eixo cardan, luvas do pião do diferencial, luva da caixa de marcha
e luva da arvore de trasnmissão sem folgas e avarias
CTB art. 230 10.4 Condições dos rolamentos de centro do eixo cardan(arvore de transmissão)
CTB art. 230
NR12 e NR31 10.5 Condições das cinta de segurança anti-queda do eixo cardan(arvore de transmissão)
INMETRO 457/08

CTB art. 230 10.6 Condições da alavanca de marcha e sinalização das marchas(indicador de marchas)
CTB art. 230
10.7
Condições dos componentes hidráulicos (vedações, mangueiras, fixações, cilindros, tubos)
RAC5 sem vazamentos e avarias
11 Sistema de exaustão de gases(escapamento)
CTB art. 230 11.1 Condições do catalizador, tubulações e silenciador de ruído do escapamento
12 Sistema de alimentação de combustível
CTB art. 230 12.1 Condições dos tubos e mangueiras de combustível
CTB art. 230 12.2 Condições do tanque de combustível e suas vedações
13 Sistema de arrefecimento
CTB art. 230 13.1 Condições do radiador, tubos, mangueiras e conexões
CTB art. 230 13.2 Condições do reservatório de líquido de arrefecimento
CTB art. 230 13.3 Condições do ventilador do radiador
14 Chassi/estrutura/Implemento

Condições da plaqueta de identificação de Tara, Lotação, Peso Bruto Total, Razão social,
CONTRAN 290/08
CTB art. 230 e 231 14.1
CNPJ e endereço do fabricante ou importador, modelo do chassi, número de
série(identificação) e ano de fabricação. Elas indicam a capacidade de carga de caminhão e
ônibus. A Etiqueta é obrIgatória para Chassi e Implemento(carroceria montada sobre o chassi).

CTB art. 230 14.2


Condições gerais dos implementos no chassi: sem trincas, corrosão acentuada e deformação
que ofereça risco a operação e condução.

Resolução 552/2015 - Contran 14.3


Condições dos grampos de fixação do chassi na carroceria (sem corrosão, trincas e
deformações)
Res. 323/2009 CONTRAN
PRO25209
14.4 Condições da proteção lateral (veículos e implementos fabricados a partir de 01/01/2011)

CTB art. 230


14.5
Condições da fixação placa dianteira e traseira (selo do DETRAN e iluminação da placa
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 traseira)
RES. CONTRAN 762/18 14.6 Condições do sistema antispray (para-barro, paralamas e saias laterais)

RAC 3 14.7
Pontos de articulação, onde haja risco de esmagamento ou prensamento, com sinalização
clara e visível desse perigo
Condições do dispositivo de segurança primário - dispositivo que impede o acionamento da
CONTRAN Nº 563 DE 25/11/2015 14.8 tomada de força de forma involuntária e de modo que, para o acionamento, sejam necessários
dois comandos de acionamentos ou um comando de dois estágios
RAC 3
14.9
Condições do indicador de posição de báscula elevada/alta (visual e sonoro no painel) e
CONTRAN Nº 563 DE 25/11/2015 Inclinômentro
Condições do limitador de velocidade de deslocamento do equipamento na condição báscula
RAC 3
CONTRAN Nº 563 DE 25/11/2015
14.10 levantada (prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC) - máximo de 10km/h conforme
CONTRAN
CTB art. 230
RAC 3
14.11 Condições da identificação e sinalização de capacidade máxima de carga e tara

NR12 14.12
Condição do sistema de retenção com trava mecânica, para evitar o movimento de retorno
acidental de partes basculadas ou articuladas abertas;

RAC 3 14.13
Condições da sinalização externa de identificação da capacidade de carga/volume que permita
visualização à distância
Condições das faixas retrorefletivas nas laterais, traseira e para-choque do implemento (deve
RAC 3
14.14
constar o registro "APROVADO DENATRAN"). Cobrir 33% da extensão das laterais e 80% da
DENATRAN 1164/2010 traseira. Obs. Para mais informações sobre a forma correta de aplicação das das faixas,
consultar o DENATRAN com base na referência citada.
15 Veículos de lavra
RAC 3 15.1
Condições do Sistema de detecção de sonolência do condutor (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 15.2 Teste do tração em no mínimo dois eixos quando possuir 3 ou mais eixos
RAC 3 15.3 Teste do rádio de comunicação bidirecional.
Inspeção Veicular de Portaria Corredor Norte
PRO-025946, Rev.: 01-11/11/2020- Classificação: Uso Interno - Pág. 1- 7 - Arquivo 5 -14

Diretoria Emitente: Diretoria Corredor Norte


Anexo 06 - Check list inspeção veicular_ Portarias-contratadas e Vale (mobilizados)

CAMINHÃO MUNCK(GUINDASTE VEICULAR ARTICULADO)

Contratante: Nome do Gestor do contrato/Supervisor: Matrícula:


Contratada: Gerência de área:
Local: Diretoria departamento:
N° do contrato: Data de inicio do contrato: Data de término do contrato:
Mobilização( ) Troca de veículo( ) Entrega de materias e/ou produtos( ) Renovação( ) Desmoblização( )
Data da validade do acesso:
INFORMAÇÕES DO VEÍCULO
Placa: Renavam: Ano/Modelo: Licenciamento: Tipo/espécie:
Capacidade de carga: Tacografo/Horímetro: Marca/modelo/cor:
INFORMAÇÕES DO CONDUTOR
Validade do RAC3: Nome: Matricula: CPF:
N° CNH: UF: Categoria: Data da 1° habilitação: Data do vencimento da habilitação:

Assinatura do operador/motorista:
Responsável pela verificação: Data da vistoria:

C: Signica "conforme" ou seja o equipamento está em condições de uso


NC: Signifa "não conforme, ou seja o equipamento não está em condições de uso
NA: Significa "Não Aplicável", ou seja, o item não atende mais a realidade do equipamento.
Aprovado Reprovado
Referência(legislação) Itens Itens a serem verificados C NC NA Observação/Medidas
1 Documentação
CONTRAN Nº 776 DE 13/06/2019 1.1 CRLV(impresso ou eletrônico) do Veículo/Equipamento dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 684 DE 25/07/2017 1.2 Habilitação(impressa ou eletrônica) do condutor/operador dentro do prazo de vencimento
RAC 3
RAC 5
1.3 treinamento em RAC 3 e RAC 5 dentro do prazo de vencimento

CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 1.4 Certificado de verificação e calibração do tacógrafo dentro do prazo de vencimento
PRO025209 Verificar formulário de fumaça negra – max padrão nº 2 – Escala Ringelmann ou digital
PRO023480
IBAMA nº 85 de 17/10/1996
1.5 (avaliação feita a cada 6 meses pela equipe de meio ambiente para todos os veículos movidos
CONAMA 261/99 a diesel)

NBR11436 1.6 Manual de instruções fornecido pelo fabricante ou importador em lingua pátria

PRO025209
1.7
Certificado do operador do Guindauto(Munck) para modelo específico que está operando com
PRO025800 carga horária de 24 horas e reciclagem a cada 3 anos
Registro da inspeção periódica (em até 12 meses) - item 8.2.2
NBR14768/2015 1.8
Com a emissão de laudo de manutenção acompanhado de ART (Anotação de
Responsabilidade Técnica) de manutenção emitida por engenheiro mecânico credenciado a
um CREA da federação.(fabricados a partir de 2015)

Registro da inspeção eventual (em até 48 meses) - item 8.2.2.


NBR14768/2015 1.9
Com a emissão de laudo de manutenção acompanhado de ART (Anotação de
Responsabilidade Técnica) de manutenção emitida por engenheiro mecânico credenciado a
um CREA da federação.(fabricados a partir de 2015)

Laudo do implemento (Guindauto-Munck) com ART.(Anotação de responsabilidade técnica)


NBR14768/2015 1.10
Considerando todos os dispostivos de segurança(Sensor de sobre carga, sensor de
nivelamento das patolas), fixação do Guindaste sobre o chassi do caminhão de acordo com a
NBR14768 anexo L.

Documento com Plano de manutenção preventiva do Caminhão assinado sob


responsabilidade de profissional habilitado credenciado ao CREA com ART.(Anotação de
PRO025209 1.11 responsabilidade técnica) Considerando todos os dispostivos de segurança do implemento e
Etiqueta de manutenção fixada em local visível; os mesmos sinalizando a data/km/hr da útima
e próxima manutenção

PRO 25209 1.12 Condições do Rotograma do trajeto e Plano de Trânsito atualizado.


2 Sistema de iluminação/sinalização
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017
2.1
Condições dos faróis principais (faroletes, farol baixo, farol alto e neblina, luz de freio e luz de
RAC03 alerta de marcha à ré )

CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.2


Condições das lanternas delimitadoras dianteiras na cor branca(luzes de posição) e traseira na
cor vermelha(luzes de posição)
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.3 Condições das lanternas indicadoras de direção, lateral e pisca alerta na cor laranja
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.4 Condições dos retrorefletores laterais na cor amarela e traseiros na cor vermelha
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 2.5 Condições da buzina
RAC 3
CONTRAN Nº 137 DE 07/06/2013
2.6 Condições do sonorizador de marcha-a-ré
3 Cabine do veículo e suplementar
Condições gerais: limpeza Interna, assoalho, escada de acesso, forro da cabine, para-brisa,
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 para-sol, bancos com encosto de cabeça, portas, janelas e tampas(capô), lavadores e
CONTRAN Nº 758, DE 20-12-2018
PRO025209
3.1 limpadores de pára-brisa, espelhos retrovisores, painel de instrumento (velocímetro, luzes de
RAC 3 indicação, medidor de pressão ou indicador de pressão de ar), latarias externa e iluminação da
cabine

CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017


RAC 3
3.2 Condições dos cintos de segurança (3 pontos para todos os ocupantes)
RAC 3 3.3 Condições do ar-Condicionado (prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 3.4 Condições do sistemas de monitoramento de localização e velocidade (telemetria).
RAC 3 3.5
Verificar se os vidros frontais do equipamento são tipo laminados (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)

Condições de visibilidade das película escura em veículos leves dentro da área industrial
desde que esteja em conformidade com o estabelecido no código de trânsito brasileiro. (Nos
CONTRAN Nº 254/2007 vidros que constituem os para-brisa do veículo, o nível de transparência deve alcançar 75%.
3.6
PRO025209 Para os vidros laterais dianteiros, o nível de transparência deve ser de, no mínimo, 70%.
Vidros que ocupam outras áreas do veículo podem apresentar um nível menor de
transparência. Para estes, a transparência mínima exigida é de 28%.), exceto no interior das
minas.
Condições dos adesivos de logotipo da empresa fixado nas portas dianteiras (30cm de
PRO025209 3.7 comprimento por 10cm de altura) exceções devem ter aprovação formalizada da Segurança
Empresarial e Segurança Ocupacional.
CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 3.8
Condições do tacografo sem lacre do INMETRO rompido e perfeito estado de conservação e
uso.
Condições do Sleep Alarm (alerta de fadiga) ou outra tecnologia que alerte ou controle a fadiga
PRO25209 3.9 dos empregados que conduzem veículos ao longo da EFC. Se houver detector de
sonolência considerar este item NA.
4 Instalação elétrica
CTB art. 230 4.1 Condições da chave geral
CTB art. 230 4.2 Condições da fiação elétrica
CONTRAN nº 776/93 4.3 Condições da bateria elétrica/ há caixa de proteção
5 Auxiliares
CONTRAN Nº 686 DE 15-08-2017
CONTRAN 556/2015 5.1
Condições do triângulo refletivo, macaco, chave de roda, extintor de incêndio e bacia de
PTP839 contenção e cones, bombonas ou pontaletes.
6 Material rodante
Condições dos calços de rodas duplos na cor amarela(interligados através de cordas ou
corrente) com pega compatíveis com as dimensões dos pneus dos equipamentos móveis e
PRO025209
RAC 3
6.1 seus implementos e em número suficiente para bloquear seu movimento (Dispensa-se a
utilização de calços quando o equipamento estiver patolado ou com o implemento abaixado no
nível do solo, de modo a impedir sua movimentação voluntária

CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017


6.2
Condições de desgaste e avarias dos pneus (TWI mínimo de 1,6mm), rodas e aros (inclui
CTB art. 230 estepe). Verificar data de fabricação dos pneus (DOT não pode ser superior a 5 anos)

CONTRAN Nº 558/80
Nota Técnica INMETRO Número: 007
6.3
Condições iguais dos pneus no mesmo eixo em simetria, desenho da banda de rodagem e
– 22/06/2015 capacidade de carga
PRO025209

PRO025209 6.4 Condições das trava porca de roda ou sinalizador de torque

PRO025209
INMETRO Portaria n.º 554, de 29 de 6.5
Pneus recapados somente no eixo traseiro com certificação INMETRO(Verificar selo da
outubro de 2015/ PRO 25209 renovadora fixado na lateral do pneu.)

Fica proibido uso de pneus renovados/recapados. Este item aplica-se imediatamente para
PRO025209 6.6
veículos e equipamentos móveis (outros caminhões) de novos contratos; para os contratos
existentes, a adequação dar-se-á em 18 (dezoito) meses a contar da data de publicação deste
documento. Fim do prazo de adequação 12.11.2021
7 Sistema de freio
RES. CONTRAN 380/2011 7.1
Condições do sistema ABS (luz amarela ABS permanece desligada no painel com veículo
funcionando) - apenas veículos fabricados a partir de 01/01/2014
CTB art. 230 7.2 Condições gerais do sitema de freio: sem avarias e vazamentos
CTB art. 230 7.3 Condições das lonas/disco e pastilha de freio (verificar indicador de limite de desgaste)
CTB art. 230 7.4 Condições do freio de mão (levantar e travar)
Condições do Sistema retardador de velocidade do tipo primário (freio motor) e secundário
(elétrico ou hidráulico)".
RAC 3 7.5
O sistema retardador de velocidade do tipo secundário é mandatório para equipamentos com
peso bruto total maior ou igual a 30 toneladas e seu uso em declives acentuados (Prazo de
adequação 20.12.2020 novo RAC).
8 Sistema de direção
CTB art. 230 8.1
Condições da caixa de direção, reservatório de óleo da caixa de direção e servo-direção
hidráulica (bomba hidráulica) sem vazamentos e avarias
CTB art. 230 8.2 Condições da barra e coluna de direção e terminais sem avarias, folgas e deformações
CTB art. 230 8.3 Condições do volante sem folgas excessiva e avarias.
9 Eixos e sistema de suspensão
CTB art. 230 9.1 Condições dos amortecedores sem folgas, vazamentos e avarias
CTB art. 230 9.2 Condições dos elementos limitadores (batentes no feixo de mola) sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.3 Condições do embuchamento da Barra estabilizadora sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.4 Condições dos feixes de molas (grampos, pinos de centro e abraçadeiras) sem avarias
CTB art. 230 9.5 Condições das manga de Eixo L.E e L.D sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.6 Condições das bolsas de suspensão a ar sem avarias
CTB art. 230 9.7 Condições dos terminais e buchas do tirante da suspensão traseira sem folgas e avarias
10 Sistema Hidráulico, transmissão e Motor
RAC 3 10.1
Condições da caixa de marcha/câmbio sem vazamentos - caixa de câmbio sincronizada
(proibido caixa seca)
CTB art. 230 10.2
Condições do motor do Sistema de arrefecimento sem vazamentos e avarias (caminhão fora
de estrada)

CTB art. 230 10.3


Condições das cruzetas do eixo cardan, luvas do pião do diferencial, luva da caixa de marcha
e luva da arvore de trasnmissão sem folgas e avarias
CTB art. 230 10.4 Condições dos rolamentos de centro do eixo cardan(arvore de transmissão)
CTB art. 230
NR12 e NR31 10.5 Condições das cinta de segurança anti-queda do eixo cardan(arvore de transmissão)
INMETRO 457/08

CTB art. 230 10.6 Condições da alavanca de marcha e sinalização das marchas(indicador de marchas)
CTB art. 230
10.7
Condições dos componentes hidráulicos (vedações, mangueiras, fixações, cilindros, tubos)
RAC5 sem vazamentos e avarias
11 Sistema de exaustão de gases(escapamento)
CTB art. 230 11.1 Condições do catalizador, tubulações e silenciador de ruído do escapamento
12. Sistema de alimentação de combustível
CTB art. 230 12.1 Condições dos tubos e mangueiras de combustível
CTB art. 230 12.2 Condições do tanque de combustível e suas vedações
13 Sistema de arrefecimento
CTB art. 230 13.1 Condições do radiador, tubos, mangueiras e conexões
CTB art. 230 13.2 Condições do reservatório de líquido de arrefecimento
CTB art. 230 13.3 Condições do ventilador do radiador
14 Chassi/estrutura/Implemento

Condições da plaqueta de identificação de Tara, Lotação, Peso Bruto Total, Razão social,
CONTRAN 290/08 CNPJ e endereço do fabricante ou importador, modelo do chassi, número de
CTB art. 230 e 231 14.1
série(identificação) e ano de fabricação. Elas indicam a capacidade de carga de caminhão e
ônibus. A Etiqueta é obrIgatória para Chassi e Implemento(carroceria montada sobre o chassi).

CTB art. 230 14.2


Condições gerais dos implementos no chassi: sem trincas, corrosão acentuada e deformação
que ofereça risco a operação e condução.

Resolução 552/2015 - Contran 14.3


Condições dos grampos de fixação do chassi na carroceria (sem corrosão, trincas e
deformações)
Res. 323/2009 CONTRAN
PRO25209
14.4 Condições da proteção lateral (veículos e implementos fabricados a partir de 01/01/2011)

CTB art. 230


14.5
Condições da fixação placa dianteira e traseira (selo do DETRAN e iluminação da placa
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 traseira)
RES. CONTRAN 762/18 14.6 Condições do sistema antispray (para-barro, paralamas e saias laterais)

As cargas estão fixadas de modo a evitar que se desloquem, movam ou tombem utilizando
CONTRAN 552/2015
PRO025209
14.7 dispositivos de amarração e fixação de cargas adequadas ao equipamento e carga. Análise de
risco observando a estabilidade e amarração adequada da mesma devem ser adotadas.

Todos os caminhões carroceria, guindauto veicular articulado, traçado, articulado, tanque,


comboio e toco devem possuir sistema de proteção contra quedas adequado, escadas e
PRO025511 14.8
guarda corpos instalados ao longo da carroceria, para evitar quedas das pessoas por diferença
de nível.
Estas proteções devem possuir projeto e memória de cálculo da estrutura elaborado por
profissional legalmente habilitado

art. 4º As carroçarias de madeira deverão obedecer aos seguintes requisitos:


I - As carroçarias novas deverão ser construídas com madeira de alta
densidade e alta resistência, ter obrigatoriamente fixadores metálicos de perfil U que
comprovadamente resistam às forças solicitadas, conforme estabelecido no item 3.3 do
Anexo desta Resolução, não podendo ser considerados pontos de fixação as guardas
RES. CONTRAN 631/16 14.9 laterais e piso, se estes pontos de amarração não estiverem em contato com travessas
ou o chassi.
II - Para os veículos em circulação, deverão ser adicionados aos
dispositivos de amarração perfis metálicos em “L” ou “U” nos pontos de fixação,
fixados nas travessas da estrutura por parafusos, de modo a permitir a soldagem do
gancho nesse perfil e a garantir a resistência necessária."

RAC 3 14.10
Pontos de articulação, onde haja risco de esmagamento ou prensamento, com sinalização
clara e visível desse perigo.
Condições das faixas retrorefletivas nas laterais, traseira e para-choque do implemento (deve
RAC 3
14.11
constar o registro "APROVADO DENATRAN"). Cobrir 33% da extensão das laterais e 80% da
DENATRAN 1164/2010 traseira. Obs. Para mais informações sobre a forma correta de aplicação das das faixas,
consultar o DENATRAN com base na referência citada.
NBR14768/2015
RAC5 14.12 Condições do moitão(gancho) com travas de segurança sem avarias e deformação
PRO25800
NBR14768/2015 e RAC5 14.13 Teste das extensões e patolas com acionamento hidráulico
NBR14768/2015 e RAC5 14.14 Teste do sistema de controle de nivelamentos das patolas

NBR14768/2015 e RAC5 14.15


Teste do sensor de sobrecarga, com parada do equipamento e alarme sonoro/visual ao
ultrapassar capacidade nominal e botoeira de emergência
NBR14768/2015 e RAC5 14.16 Condições das lanças, pinos e contra-pinos sem avarias, folgas excessivas e avarias
NBR14768/2015 e RAC5 14.17 Condições dos pranchões das patolas com pega, sem avarias e deformação

Teste do acionamento com Controle remoto (joystic) para movimentação de carga fora do
NBR14768/2015 veículo. (prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC).
RAC5 14.18 Manter a identificação correspondente ao equipamento que está sendo utilizado e possuir
NR18 indicação, em língua portuguesa, dos comandos de operação (NR18/2020 pede para adequar
até fevereiro 2021)

RAC5 14.19
Teste do sistema de freio de segurança para o gancho(prazo de adequação 20.12.2020 novo
RAC)
NBR14768/2015
RAC5
14.20
Condições da tabela de carga fixada próxima aos comandos e identificação(sinalização) da
NR18 capacidade de carga.
PRO25511
NBR11436 14.21 Código de sinais de movimentação de cargas afixado em local visível
Placa de identificação do fabricante fixada no guindaste de forma permanente contendo as
seguintes infomações: Razão social, CNPJ e endereço do fabricante ou importador;
NBR 14768 14.22 Informações sobre tipo, modelo e capacidade; Número de série ou identificação, e ano de
fabricação; número de registro do fabricante ou importador no CREA; Peso da máquina ou
equipamento.

NBR 14768 14.23


Placa de identificação do instalador contendo as seguintes informaçãoes: Nome e endereço do
instalador; Ano de Instalação; Número de série do Guindaste e número do chassi do veículo.

15 Veículos de lavra
RAC 3 15.1
Condições do Sistema de detecção de sonolência do condutor (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 15.2 Teste do tração em no mínimo dois eixos quando possuir 3 ou mais eixos
RAC 3 15.3 Teste do rádio de comunicação bidirecional.
RAC 3 15.4 Teste do sistema de alerta de proximidade entre equipamentos
Inspeção Veicular de Portaria Corredor Norte
PRO-025946, Rev.: 01-11/11/2020 - Classificação: Uso Interno - Pág. 1- 7 - Arquivo 6 -14

Diretoria Emitente: Diretoria Corredor Norte


Anexo 06 - Check list inspeção veicular_ Portarias-contratadas e Vale (mobilizados)

CAMINHÃO POLIGUINDASTE

Contratante: Nome do Gestor do contrato/Supervisor: Matrícula:


Contratada: Gerência de área:
Local: Diretoria departamento:
N° do contrato: Data de inicio do contrato: Data de término do contrato:
Mobilização( ) Troca de veículo( ) Entrega de materias e/ou produtos( ) Renovação( ) Desmoblização( )
Data da validade do acesso:
INFORMAÇÕES DO VEÍCULO
Placa: Renavam: Ano/Modelo: Licenciamento: Tipo/espécie:
Capacidade de carga: Tacografo/Horímetro: Marca/modelo/cor:
INFORMAÇÕES DO CONDUTOR
Validade do RAC3: Nome: Matricula: CPF:
N° CNH: UF: Categoria: Data da 1° habilitação: Data do vencimento da habilitação:

Assinatura do operador/motorista:
Responsável pela verificação: Data da vistoria:

C: Signica "conforme" ou seja o equipamento está em condições de uso


NC: Signifa "não conforme, ou seja o equipamento não está em condições de uso
NA: Significa "Não Aplicável", ou seja, o item não atende mais a realidade do equipamento.
Aprovado Reprovado
Referência(legislação) Itens Itens a serem verificados C NC NA Observação/Medidas
1 Documentação
CONTRAN Nº 776 DE 13/06/2019 1.1 CRLV(impresso ou eletrônico) do Veículo/Equipamento dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 684 DE 25/07/2017 1.2 Habilitação(impressa ou eletrônica) do condutor/operador dentro do prazo de vencimento
RAC 3 1.3 treinamento em RAC 3 dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 1.4 Certificado de verificação e calibração do tacógrafo dentro do prazo de vencimento

PRO025209 Verificar formulário de fumaça negra – max padrão nº 2 – Escala Ringelmann ou digital
PRO023480
IBAMA nº 85 de 17/10/1996
1.5 (avaliação feita a cada 6 meses pela equipe de meio ambiente para todos os veículos movidos
CONAMA 261/99 a diesel)

Documento com Plano de manutenção preventiva do Caminhão assinado sob


responsabilidade de profissional habilitado credenciado ao CREA com ART.(Anotação de
PRO 25209 1.6 responsabilidade técnica) Considerando todos os dispostivos de segurança do implemento e
Etiqueta de manutenção fixada em local visível; os mesmos sinalizando a data/km/hr da útima
e próxima manutenção
PRO 25209 1.7 Condições do Rotograma do trajeto e Plano de Trânsito atualizado.
2 Sistema de iluminação/sinalização
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017
2.1
Condições dos faróis principais (faroletes, farol baixo, farol alto e neblina, luz de freio e luz de
RAC03 alerta de marcha à ré )

CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.2


Condições das lanternas delimitadoras dianteiras na cor branca(luzes de posição) e traseira na
cor vermelha(luzes de posição)
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.3 Condições das lanternas indicadoras de direção, lateral e pisca alerta na cor laranja
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.4 Condições dos retrorefletores laterais na cor amarela e traseiros na cor vermelha
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 2.5 Condições da buzina
RAC 3
CONTRAN Nº 137 DE 07/06/2013
2.6 Condições do sonorizador de marcha-a-ré
3 Cabine do veículo e suplementar
Condições gerais: limpeza Interna, assoalho, escada de acesso, forro da cabine, para-brisa,
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 para-sol, bancos com encosto de cabeça, portas, janelas e tampas(capô), lavadores e
CONTRAN Nº 758, DE 20-12-2018
PRO025209
3.1 limpadores de pára-brisa, espelhos retrovisores, painel de instrumento (velocímetro, luzes de
RAC 3 indicação, medidor de pressão ou indicador de pressão de ar), latarias externa e iluminação da
cabine

CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 3.2


Condições do tacografo sem lacre do INMETRO rompido e perfeito estado de conservação e
uso.
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
RAC 3
3.3 Condições dos cintos de segurança (3 pontos para todos os ocupantes)
RAC 3 3.4 Condições do ar-Condicionado (prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 3.5 Condições do sistemas de monitoramento de localização e velocidade (telemetria).
RAC 3 3.6
Verificar se os vidros frontais do equipamento são tipo laminados (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)

Condições de visibilidade das película escura em veículos leves dentro da área industrial
desde que esteja em conformidade com o estabelecido no código de trânsito brasileiro. (Nos
CONTRAN Nº 254/2007
3.7
vidros que constituem os para-brisa do veículo, o nível de transparência deve alcançar 75%.
PRO025209 Para os vidros laterais dianteiros, o nível de transparência deve ser de, no mínimo, 70%.
Vidros que ocupam outras áreas do veículo podem apresentar um nível menor de
transparência. Para estes, a transparência mínima exigida é de 28%.), exceto no interior das
minas.
Condições dos adesivos de logotipo da empresa fixado nas portas dianteiras (30cm de
PRO025209 3.8 comprimento por 10cm de altura) exceções devem ter aprovação formalizada da Segurança
Empresarial e Segurança Ocupacional.
Condições do Sleep Alarm (alerta de fadiga) ou outra tecnologia que alerte ou controle a fadiga
PRO25209 3.9 dos empregados que conduzem veículos ao longo da EFC. Se houver detector de
sonolência considerar este item NA.
4 Instalação elétrica
CTB art. 230 4.1 Condições da chave geral
CTB art. 230 4.2 Condições da fiação elétrica
CONTRAN nº 776/93 4.3 Condições da bateria elétrica/ há caixa de proteção
5 Auxiliares
CONTRAN Nº 686 DE 15-08-2017
CONTRAN 556/2015 5.1
Condições do triângulo refletivo, macaco, chave de roda, extintor de incêndio e bacia de
PTP839 contenção e cones, bombonas ou pontaletes.
6 Material rodante
Condições dos calços de rodas duplos na cor amarela(interligados através de cordas ou
corrente) com pega compatíveis com as dimensões dos pneus dos equipamentos móveis e
PRO025209
RAC 3
6.1 seus implementos e em número suficiente para bloquear seu movimento (Dispensa-se a
utilização de calços quando o equipamento estiver patolado ou com o implemento abaixado no
nível do solo, de modo a impedir sua movimentação voluntária

CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017


6.2
Condições de desgaste e avarias dos pneus (TWI mínimo de 1,6mm), rodas e aros (inclui
CTB art. 230 estepe). Verificar data de fabricação dos pneus (DOT não pode ser superior a 5 anos)

CONTRAN Nº 558/80
Nota Técnica INMETRO Número: 007
6.3
Condições iguais dos pneus no mesmo eixo em simetria, desenho da banda de rodagem e
– 22/06/2015 capacidade de carga
PRO025209

PRO025209 6.4 Condições das trava porca de roda ou sinalizador de torque

PRO025209
INMETRO Portaria n.º 554, de 29 de 6.5
Pneus recapados somente no eixo traseiro com certificação INMETRO(Verificar selo da
outubro de 2015/ PRO 25209 renovadora fixado na lateral do pneu.)

Fica proibido uso de pneus renovados/recapados. Este item aplica-se imediatamente para
PRO025209 6.6
veículos e equipamentos móveis (outros caminhões) de novos contratos; para os contratos
existentes, a adequação dar-se-á em 18 (dezoito) meses a contar da data de publicação deste
documento. Fim do prazo de adequação 12.11.2021
7 Sistema de freio
RES. CONTRAN 380/2011 7.1
Condições do sistema ABS (luz amarela ABS permanece desligada no painel com veículo
funcionando) - apenas veículos fabricados a partir de 01/01/2014
CTB art. 230 7.2 Condições gerais do sitema de freio: sem avarias e vazamentos
CTB art. 230 7.3 Condições das lonas/disco e pastilha de freio (verificar indicador de limite de desgaste)
CTB art. 230 7.4 Condições do freio de mão (levantar e travar)
Condições do Sistema retardador de velocidade do tipo primário (freio motor) e secundário
(elétrico ou hidráulico)".
RAC 3 7.5
O sistema retardador de velocidade do tipo secundário é mandatório para equipamentos com
peso bruto total maior ou igual a 30 toneladas e seu uso em declives acentuados (Prazo de
adequação 20.12.2020 novo RAC).

8 Sistema de direção
CTB art. 230 8.1
Condições da caixa de direção, reservatório de óleo da caixa de direção e servo-direção
hidráulica (bomba hidráulica) sem vazamentos e avarias
CTB art. 230 8.2 Condições da barra e coluna de direção e terminais sem avarias, folgas e deformações
CTB art. 230 8.3 Condições do volante sem folgas excessiva e avarias.
9 Eixos e sistema de suspensão
CTB art. 230 9.1 Condições dos amortecedores sem folgas, vazamentos e avarias
CTB art. 230 9.2 Condições dos elementos limitadores (batentes no feixo de mola) sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.3 Condições do embuchamento da Barra estabilizadora sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.4 Condições dos feixes de molas (grampos, pinos de centro e abraçadeiras) sem avarias
CTB art. 230 9.5 Condições das manga de Eixo L.E e L.D sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.6 Condições das bolsas de suspensão a ar sem avarias
CTB art. 230 9.7 Condições dos terminais e buchas do tirante da suspensão traseira sem folgas e avarias
10 Sistema Hidráulico, transmissão e Motor
RAC 3 10.1
Condições da caixa de marcha/câmbio sem vazamentos - caixa de câmbio sincronizada
(proibido caixa seca)
CTB art. 230 10.2
Condições do motor do Sistema de arrefecimento sem vazamentos e avarias (caminhão fora
de estrada)

CTB art. 230 10.3


Condições das cruzetas do eixo cardan, luvas do pião do diferencial, luva da caixa de marcha
e luva da arvore de trasnmissão sem folgas e avarias
CTB art. 230 10.4 Condições dos rolamentos de centro do eixo cardan(arvore de transmissão)
CTB art. 230
NR12 e NR31 10.5 Condições das cinta de segurança anti-queda do eixo cardan(arvore de transmissão)
INMETRO 457/08

CTB art. 230 10.6 Condições da alavanca de marcha e sinalização das marchas(indicador de marchas)
CTB art. 230
10.7
Condições dos componentes hidráulicos (vedações, mangueiras, fixações, cilindros, tubos)
RAC5 sem vazamentos e avarias
11 Sistema de exaustão de gases(escapamento)
CTB art. 230 11.1 Condições do catalizador, tubulações e silenciador de ruído do escapamento
12 Sistema de alimentação de combustível
CTB art. 230 12.1 Condições dos tubos e mangueiras de combustível
CTB art. 230 12.2 Condições do tanque de combustível e suas vedações
13 Sistema de arrefecimento
CTB art. 230 13.1 Condições do radiador, tubos, mangueiras e conexões
CTB art. 230 13.2 Condições do reservatório de líquido de arrefecimento
CTB art. 230 13.3 Condições do ventilador do radiador
NBR14728 14 Chassi/estrutura/Implemento

Condições da plaqueta de identificação de Tara, Lotação, Peso Bruto Total, Razão social,
CONTRAN 290/08
CTB art. 230 e 231 14.1
CNPJ e endereço do fabricante ou importador, modelo do chassi, número de
série(identificação) e ano de fabricação. Elas indicam a capacidade de carga de caminhão e
ônibus. A Etiqueta é obrIgatória para Chassi e Implemento(carroceria montada sobre o chassi).

CTB art. 230 14.2


Condições gerais dos implementos no chassi: sem trincas, corrosão acentuada e deformação
que ofereça risco a operação e condução.

Resolução 552/2015 - Contran 14.3


Condições dos grampos de fixação do chassi na carroceria (sem corrosão, trincas e
deformações)
Res. 323/2009 CONTRAN
PRO25209
14.4 Condições da proteção lateral (veículos e implementos fabricados a partir de 01/01/2011)

CTB art. 230


14.5
Condições da fixação placa dianteira e traseira (selo do DETRAN e iluminação da placa
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 traseira)
RES. CONTRAN 762/18 14.6 Condições do sistema antispray (para-barro, paralamas e saias laterais)

RAC 3 14.7
Pontos de articulação, onde haja risco de esmagamento ou prensamento, com sinalização
clara e visível desse perigo
Condições das faixas retrorefletivas nas laterais, traseira e para-choque do implemento (deve
RAC 3
14.8
constar o registro "APROVADO DENATRAN"). Cobrir 33% da extensão das laterais e 80% da
DENATRAN 1164/2010 traseira. Obs. Para mais informações sobre a forma correta de aplicação das das faixas,
consultar o DENATRAN com base na referência citada.

NR29
14.9
Condições das correntes, manilhas, olhais e pontos de fixação de elevação da caçamba
NBR 13545/95 estracionária
PRO025209
CONTRAN nº 290/2008
14.10 Condições da identificação da capacidade de carga visível a distancia
15 Veículos de lavra
RAC 3 15.1
Condições do Sistema de detecção de sonolência do condutor (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 15.2 Teste do tração em no mínimo dois eixos quando possuir 3 ou mais eixos
RAC 3 15.3 Teste do rádio de comunicação bidirecional.

RAC 3 15.4 Teste do sistema de alerta de proximidade entre equipamentos


Inspeção Veicular de Portaria Corredor Norte
PRO-025946, Rev.: 01-11/11/2020 - Classificação: Uso Interno - Pág. 1- 6 - Arquivo 7 -14

Diretoria Emitente: Diretoria Corredor Norte


Anexo 06 - Check list inspeção veicular_ Portarias-contratadas e Vale (mobilizados)

CAMINHÃO TANQUE-COMBOIO

Contratante: Nome do Gestor do contrato/Supervisor: Matrícula:


Contratada: Gerência de área:
Local: Diretoria departamento:
N° do contrato: Data de inicio do contrato: Data de término do contrato:
Mobilização( ) Troca de veículo( ) Entrega de materias e/ou produtos( ) Renovação( ) Desmoblização( )
Data da validade do acesso:
INFORMAÇÕES DO VEÍCULO
Placa: Renavam: Ano/Modelo: Licenciamento: Tipo/espécie:
Capacidade de carga: Tacografo/Horímetro: Marca/modelo/cor:
INFORMAÇÕES DO CONDUTOR
Validade do RAC3: Nome: Matricula: CPF:
N° CNH: UF: Categoria: Data da 1° habilitação: Data do vencimento da habilitação:

Assinatura do operador/motorista:
Responsável pela verificação: Data da vistoria:

C: Signica "conforme" ou seja o equipamento está em condições de uso


NC: Signifa "não conforme, ou seja o equipamento não está em condições de uso
NA: Significa "Não Aplicável", ou seja, o item não atende mais a realidade do equipamento.
Aprovado Reprovado
Referência(legislação) Itens Itens a serem verificados C NC NA Observação/Medidas
1 Documentação
CONTRAN Nº 776 DE 13/06/2019 1.1 CRLV(impresso ou eletrônico) do Veículo/Equipamento dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 684 DE 25/07/2017 1.2 Habilitação(impressa ou eletrônica) do condutor/operador dentro do prazo de vencimento
RAC 3 1.3 treinamento em RAC 3 dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 1.4 Certificado de verificação e calibração do tacógrafo dentro do prazo de vencimento

PRO025209 Verificar formulário de fumaça negra – max padrão nº 2 – Escala Ringelmann ou digital
PRO023480
IBAMA nº 85 de 17/10/1996
1.5 (avaliação feita a cada 6 meses pela equipe de meio ambiente para todos os veículos movidos
CONAMA 261/99 a diesel)

Documento com Plano de manutenção preventiva do Caminhão assinado sob


responsabilidade de profissional habilitado credenciado ao CREA com ART.(Anotação de
PRO 25209 1.6 responsabilidade técnica) Considerando todos os dispostivos de segurança do implemento e
Etiqueta de manutenção fixada em local visível; os mesmos sinalizando a data/km/hr da útima
e próxima manutenção
Condições do CIV(Certificado de Inspeção Veicular); CIPP(Certificado de inspeção para
RES. ANTT n° 3.665/11 1.7 Transporte de Produtos Perigosos); FISPQ e ficha de emergência.(dentro do prazo de
vencimento)
PRO025209
1.8
Condução de veículos/equipamentos que transportam produtos perigosos, o motorista deve
CONTRAN nº 168/2004 possuir o treinamento MOPP – Movimentação de Produtos Perigosos
PRO 25209 1.9 Condições do Rotograma do trajeto e Plano de Trânsito atualizado.
2 Sistema de iluminação/sinalização
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017
2.1
Condições dos faróis principais (faroletes, farol baixo, farol alto e neblina, luz de freio e luz de
RAC03 alerta de marcha à ré )

CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.2


Condições das lanternas delimitadoras dianteiras na cor branca(luzes de posição) e traseira na
cor vermelha(luzes de posição)
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.3 Condições das lanternas indicadoras de direção, lateral e pisca alerta na cor laranja
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.4 Condições dos retrorefletores laterais na cor amarela e traseiros na cor vermelha
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 2.5 Condições da buzina
RAC 3
CONTRAN Nº 137 DE 07/06/2013
2.6 Condições do sonorizador de marcha-a-ré
3 Cabine do veículo e suplementar
Condições gerais: limpeza Interna, assoalho, escada de acesso, forro da cabine, para-brisa,
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 para-sol, bancos com encosto de cabeça, portas, janelas e tampas(capô), lavadores e
CONTRAN Nº 758, DE 20-12-2018
PRO025209
3.1 limpadores de pára-brisa, espelhos retrovisores, painel de instrumento (velocímetro, luzes de
RAC 3 indicação, medidor de pressão ou indicador de pressão de ar), latarias externa e iluminação da
cabine

CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 3.2


Condições do tacografo sem lacre do INMETRO rompido e perfeito estado de conservação e
uso.
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
RAC 3
3.3 Condições dos cintos de segurança (3 pontos para todos os ocupantes)
RAC 3 3.4 Condições do ar-Condicionado (prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 3.5 Condições do sistemas de monitoramento de localização e velocidade (telemetria).
RAC 3 3.6
Verificar se os vidros frontais do equipamento são tipo laminados (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)

Condições de visibilidade das película escura em veículos leves dentro da área industrial
desde que esteja em conformidade com o estabelecido no código de trânsito brasileiro. (Nos
CONTRAN Nº 254/2007
3.7
vidros que constituem os para-brisa do veículo, o nível de transparência deve alcançar 75%.
PRO025209 Para os vidros laterais dianteiros, o nível de transparência deve ser de, no mínimo, 70%.
Vidros que ocupam outras áreas do veículo podem apresentar um nível menor de
transparência. Para estes, a transparência mínima exigida é de 28%.), exceto no interior das
minas.
Condições dos adesivos de logotipo da empresa fixado nas portas dianteiras (30cm de
PRO025209 3.8 comprimento por 10cm de altura) exceções devem ter aprovação formalizada da Segurança
Empresarial e Segurança Ocupacional.
Condições do Sleep Alarm (alerta de fadiga) ou outra tecnologia que alerte ou controle a fadiga
PRO25209 3.9 dos empregados que conduzem veículos ao longo da EFC. Se houver detector de
sonolência considerar este item NA.
4 Instalação elétrica
CTB art. 230 4.1 Condições da chave geral
CTB art. 230 4.2 Condições da fiação elétrica
CONTRAN nº 776/93 4.3 Condições da bateria elétrica/ há caixa de proteção
5 Auxiliares
CONTRAN Nº 686 DE 15-08-2017
CONTRAN 556/2015 5.1
Condições do triângulo refletivo, macaco, chave de roda, extintor de incêndio e bacia de
PTP839 contenção e cones, bombonas ou pontaletes.
6 Material rodante
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
6.1
Condições de desgaste e avarias dos pneus (TWI mínimo de 1,6mm), rodas e aros (inclui
CTB art. 230 estepe). Verificar data de fabricação dos pneus (DOT não pode ser superior a 5 anos)
CONTRAN Nº 558/80
Nota Técnica INMETRO Número: 007
6.2
Condições iguais dos pneus no mesmo eixo em simetria, desenho da banda de rodagem e
– 22/06/2015 capacidade de carga
PRO025209

PRO025209 6.3 Condições das trava porca de roda ou sinalizador de torque

PRO025209
INMETRO Portaria n.º 554, de 29 de 6.4
Pneus recapados somente no eixo traseiro com certificação INMETRO(Verificar selo da
outubro de 2015/ PRO 25209 renovadora fixado na lateral do pneu.)

Condições dos calços de rodas duplos na cor amarela(interligados através de cordas ou


corrente) com pega compatíveis com as dimensões dos pneus dos equipamentos móveis e
PRO025209
RAC 3
6.5 seus implementos e em número suficiente para bloquear seu movimento (Dispensa-se a
utilização de calços quando o equipamento estiver patolado ou com o implemento abaixado no
nível do solo, de modo a impedir sua movimentação voluntária

Fica proibido uso de pneus renovados/recapados. Este item aplica-se imediatamente para
PRO025209 6.6
veículos e equipamentos móveis (outros caminhões) de novos contratos; para os contratos
existentes, a adequação dar-se-á em 18 (dezoito) meses a contar da data de publicação deste
documento. Fim do prazo de adequação 12.11.2021
7 Sistema de freio
RES. CONTRAN 380/2011 7.1
Condições do sistema ABS (luz amarela ABS permanece desligada no painel com veículo
funcionando) - apenas veículos fabricados a partir de 01/01/2014
CTB art. 230 7.2 Condições gerais do sitema de freio: sem avarias e vazamentos
CTB art. 230 7.3 Condições das lonas/disco e pastilha de freio (verificar indicador de limite de desgaste)
CTB art. 230 7.4 Condições do freio de mão (levantar e travar)
Condições do Sistema retardador de velocidade do tipo primário (freio motor) e secundário
(elétrico ou hidráulico)".
RAC 3 7.5
O sistema retardador de velocidade do tipo secundário é mandatório para equipamentos com
peso bruto total maior ou igual a 30 toneladas e seu uso em declives acentuados (Prazo de
adequação 20.12.2020 novo RAC).

8 Sistema de direção
CTB art. 230 8.1
Condições da caixa de direção, reservatório de óleo da caixa de direção e servo-direção
hidráulica (bomba hidráulica) sem vazamentos e avarias
CTB art. 230 8.2 Condições da barra e coluna de direção e terminais sem avarias, folgas e deformações
CTB art. 230 8.3 Condições do volante sem folgas excessiva e avarias.
9 Eixos e sistema de suspensão
CTB art. 230 9.1 Condições dos amortecedores sem folgas, vazamentos e avarias
CTB art. 230 9.2 Condições dos elementos limitadores (batentes no feixo de mola) sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.3 Condições do embuchamento da Barra estabilizadora sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.4 Condições dos feixes de molas (grampos, pinos de centro e abraçadeiras) sem avarias
CTB art. 230 9.5 Condições das manga de Eixo L.E e L.D sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.6 Condições das bolsas de suspensão a ar sem avarias
CTB art. 230 9.7 Condições dos terminais e buchas do tirante da suspensão traseira sem folgas e avarias
10 Sistema Hidráulico, transmissão e Motor
RAC 3 10.1
Condições da caixa de marcha/câmbio sem vazamentos - caixa de câmbio sincronizada
(proibido caixa seca)
CTB art. 230 10.2
Condições do motor do Sistema de arrefecimento sem vazamentos e avarias (caminhão fora
de estrada)

CTB art. 230 10.3


Condições das cruzetas do eixo cardan, luvas do pião do diferencial, luva da caixa de marcha
e luva da arvore de trasnmissão sem folgas e avarias
CTB art. 230 10.4 Condições dos rolamentos de centro do eixo cardan(arvore de transmissão)
CTB art. 230
NR12 e NR31 10.5 Condições das cinta de segurança anti-queda do eixo cardan(arvore de transmissão)
INMETRO 457/08

CTB art. 230 10.6 Condições da alavanca de marcha e sinalização das marchas(indicador de marchas)
CTB art. 230
10.7
Condições dos componentes hidráulicos (vedações, mangueiras, fixações, cilindros, tubos)
RAC5 sem vazamentos e avarias
11.1 Sistema de exaustão de gases(escapamento)
CTB art. 230 11.1 Condições do catalizador, tubulações e silenciador de ruído do escapamento
12 Sistema de alimentação de combustível
CTB art. 230 12.1 Condições dos tubos e mangueiras de combustível
CTB art. 230 12.2 Condições do tanque de combustível e suas vedações
13 Sistema de arrefecimento
CTB art. 230 13.1 Condições do radiador, tubos, mangueiras e conexões
CTB art. 230 13.2 Condições do reservatório de líquido de arrefecimento
CTB art. 230 13.3 Condições do ventilador do radiador
14 Chassi/estrutura/Implemento

Condições da plaqueta de identificação de Tara, Lotação, Peso Bruto Total, Razão social,
CONTRAN 290/08
CTB art. 230 e 231 14.1
CNPJ e endereço do fabricante ou importador, modelo do chassi, número de
série(identificação) e ano de fabricação. Elas indicam a capacidade de carga de caminhão e
ônibus. A Etiqueta é obrIgatória para Chassi e Implemento(carroceria montada sobre o chassi).

CTB art. 230 14.2


Condições gerais dos implementos no chassi: sem trincas, corrosão acentuada e deformação
que ofereça risco a operação e condução.

Resolução 552/2015 - Contran 14.3


Condições dos grampos de fixação do chassi na carroceria (sem corrosão, trincas e
deformações)
Res. 323/2009 CONTRAN
PRO25209
14.4 Condições da proteção lateral (veículos e implementos fabricados a partir de 01/01/2011)

CTB art. 230


14.5
Condições da fixação placa dianteira e traseira (selo do DETRAN e iluminação da placa
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 traseira)
RES. CONTRAN 762/18 14.6 Condições do sistema antispray (para-barro, paralamas e saias laterais)

Todos os caminhões carroceria, guindauto veicular articulado, traçado, articulado, tanque,


comboio e toco devem possuir sistema de proteção contra quedas adequado, escadas e
PRO025511 14.7
guarda corpos instalados ao longo da carroceria, para evitar quedas das pessoas por diferença
de nível.
Estas proteções devem possuir projeto e memória de cálculo da estrutura elaborado por
profissional legalmente habilitado

RAC 3 14.8
Pontos de articulação, onde haja risco de esmagamento ou prensamento, com sinalização
clara e visível desse perigo
ABNT NBR 7500:2003 14.9 Condições dos rótulos de risco e paineis de segurança do produto transportado
Artigo 105 CTB 14.10 Condições do extintores PQS 8 Kg e com fácil acesso
CTB art. 230
14.11
Condições da fiação contida em dutos, isolamento perfeito, bateria isolada com proteção do
CONTRAN 776/93 borne positivo em perfeito estado de conservação e uso.
CTB art. 230
PTP839
14.12 Condições das, válvulas e conexões isentos de vazamentos
PRO025209
CONTRAN nº 290/2008
14.13 Condições da identificação da capacidade de carga/volume visível a distancia

Kit de emergência para o véiculo: calços de rodas com pega compatíveis com as dimensões
dos pneus e em número suficiente para bloquear seu movimento; Sendo 2 para camihão, 4
para bitrem e 6 para tritem;
NBR 9735 14.14
jogo de ferramentas: alicate universal, chave de fenda ou Philips e chave apropriada para
desconexão do cabo da bateria;
4 cones com altura de 75 cm, base 400 x 400 mm, possuindo 8 sapatas ( pés de apoio) e
na cor laranja com faixa refletiva branca

Condições das faixas retrorefletivas nas laterais, traseira e para-choque do implemento (deve
RAC 3
14.15
constar o registro "APROVADO DENATRAN"). Cobrir 33% da extensão das laterais e 80% da
DENATRAN 1164/2010 traseira. Obs. Para mais informações sobre a forma correta de aplicação das das faixas,
consultar o DENATRAN com base na referência citada.
PRO 25209 anexo 4 14.16 Condições dos engates e cabo de aterramento
15 Veículos de lavra
RAC 3 15.1
Condições do Sistema de detecção de sonolência do condutor (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 15.2 Teste do tração em no mínimo dois eixos quando possuir 3 ou mais eixos
RAC 3 15.3 Teste do rádio de comunicação bidirecional.
RAC 3 15.4 Teste do sistema de alerta de proximidade entre equipamentos
Inspeção Veicular de Portaria Corredor Norte
PRO-025946, Rev.: 01-11/11/2020 - Classificação: Uso Interno - Pág. 1- 6 - Arquivo 8 -14

Diretoria Emitente: Diretoria Corredor Norte


Anexo 06 - Check list inspeção veicular_ Portarias-contratadas e Vale (mobilizados)

CAMINHÃO PIPA

Contratante: Nome do Gestor do contrato/Supervisor: Matrícula:


Contratada: Gerência de área:
Local: Diretoria departamento:
N° do contrato: Data de inicio do contrato: Data de término do contrato:
Mobilização( ) Troca de veículo( ) Entrega de materias e/ou produtos( ) Renovação( ) Desmoblização( )
Data da validade do acesso:
INFORMAÇÕES DO VEÍCULO
Placa: Renavam: Ano/Modelo: Licenciamento: Tipo/espécie:
Capacidade de carga: Tacografo/Horímetro: Marca/modelo/cor:
INFORMAÇÕES DO CONDUTOR
Validade do RAC3: Nome: Matricula: CPF:
N° CNH: UF: Categoria: Data da 1° habilitação: Data do vencimento da habilitação:

Assinatura do operador/motorista:
Responsável pela verificação: Data da vistoria:

C: Signica "conforme" ou seja o equipamento está em condições de uso


NC: Signifa "não conforme, ou seja o equipamento não está em condições de uso
NA: Significa "Não Aplicável", ou seja, o item não atende mais a realidade do equipamento.
Aprovado Reprovado
Referência(legislação) Itens Itens a serem verificados C NC NA Observação/Medidas
1 Documentação
CONTRAN Nº 776 DE 13/06/2019 1.1 CRLV(impresso ou eletrônico) do Veículo/Equipamento dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 684 DE 25/07/2017 1.2 Habilitação(impressa ou eletrônica) do condutor/operador dentro do prazo de vencimento
RAC 3 1.3 treinamento em RAC 3 dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 1.4 Certificado de verificação e calibração do tacógrafo dentro do prazo de vencimento
PRO025209 Verificar formulário de fumaça negra – max padrão nº 2 – Escala Ringelmann ou digital
PRO023480
IBAMA nº 85 de 17/10/1996
1.5 (avaliação feita a cada 6 meses pela equipe de meio ambiente para todos os veículos movidos
CONAMA 261/99 a diesel)

Documento com Plano de manutenção preventiva do Caminhão assinado sob


responsabilidade de profissional habilitado credenciado ao CREA com ART.(Anotação de
PRO 25209 1.6 responsabilidade técnica) Considerando todos os dispostivos de segurança do implemento e
Etiqueta de manutenção fixada em local visível; os mesmos sinalizando a data/km/hr da útima
e próxima manutenção

PRO 25209 1.7 Condições do Rotograma do trajeto e Plano de Trânsito atualizado.


2 Sistema de iluminação/sinalização
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017
2.1
Condições dos faróis principais (faroletes, farol baixo, farol alto e neblina, luz de freio e luz de
RAC03 alerta de marcha à ré )

CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.2


Condições das lanternas delimitadoras dianteiras na cor branca(luzes de posição) e traseira na
cor vermelha(luzes de posição)
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.3 Condições das lanternas indicadoras de direção, lateral e pisca alerta na cor laranja
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.4 Condições dos retrorefletores laterais na cor amarela e traseiros na cor vermelha
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 2.5 Condições da buzina
art. 29, VII do CTB 2.6 Condições do alerta luminoso de emergência(somente para veículo de emergência)
RAC 3
CONTRAN Nº 137 DE 07/06/2013
2.7 Condições do sonorizador de marcha-a-ré
art. 29, VII do CTB 2.8 Condições do alerta sonoro de emergência(somente para veículo de emergência)
3 Cabine do veículo e suplementar
Condições gerais: limpeza Interna, assoalho, escada de acesso, forro da cabine, para-brisa,
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 para-sol, bancos com encosto de cabeça, portas, janelas e tampas(capô), lavadores e
CONTRAN Nº 758, DE 20-12-2018
PRO025209
3.1 limpadores de pára-brisa, espelhos retrovisores, painel de instrumento (velocímetro, luzes de
RAC 3 indicação, medidor de pressão ou indicador de pressão de ar), latarias externa e iluminação da
cabine

CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 3.2


Condições do tacografo sem lacre do INMETRO rompido e perfeito estado de conservação e
uso.
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
RAC 3
3.3 Condições dos cintos de segurança (3 pontos para todos os ocupantes)
RAC 3 3.4 Condições do ar-Condicionado (prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 3.5 Condições do sistemas de monitoramento de localização e velocidade (telemetria).
RAC 3 3.6
Verificar se os vidros frontais do equipamento são tipo laminados (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)

Condições de visibilidade das película escura em veículos leves dentro da área industrial
desde que esteja em conformidade com o estabelecido no código de trânsito brasileiro. (Nos
CONTRAN Nº 254/2007
3.7
vidros que constituem os para-brisa do veículo, o nível de transparência deve alcançar 75%.
PRO025209 Para os vidros laterais dianteiros, o nível de transparência deve ser de, no mínimo, 70%.
Vidros que ocupam outras áreas do veículo podem apresentar um nível menor de
transparência. Para estes, a transparência mínima exigida é de 28%.), exceto no interior das
minas.
Condições dos adesivos de logotipo da empresa fixado nas portas dianteiras (30cm de
PRO025209 3.8 comprimento por 10cm de altura) exceções devem ter aprovação formalizada da Segurança
Empresarial e Segurança Ocupacional.
Condições do Sleep Alarm (alerta de fadiga) ou outra tecnologia que alerte ou controle a fadiga
PRO25209 3.9 dos empregados que conduzem veículos ao longo da EFC. Se houver detector de
sonolência considerar este item NA.
4 Instalação elétrica
CTB art. 230 4.1 Condições da chave geral
CTB art. 230 4.2 Condições da fiação elétrica
CONTRAN nº 776/93 4.3 Condições da bateria elétrica/ há caixa de proteção
5 Auxiliares
CONTRAN Nº 686 DE 15-08-2017 Condições do triângulo refletivo, macaco, chave de roda, extintor de incêndio e bacia de
CONTRAN 556/2015 5.1
PTP839 contenção e cones, bombonas ou pontaletes.
6 Material rodante
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
6.1
Condições de desgaste e avarias dos pneus (TWI mínimo de 1,6mm), rodas e aros (inclui
CTB art. 230 estepe). Verificar data de fabricação dos pneus (DOT não pode ser superior a 5 anos)
CONTRAN Nº 558/80
Nota Técnica INMETRO Número: 007
6.2
Condições iguais dos pneus no mesmo eixo em simetria, desenho da banda de rodagem e
– 22/06/2015 capacidade de carga
PRO025209

PRO025209 6.3 Condições das trava porca de roda ou sinalizador de torque

PRO025209 Pneus recapados somente no eixo traseiro com certificação INMETRO(Verificar selo da
INMETRO Portaria n.º 554, de 29 de 6.4
outubro de 2015/ PRO 25209 renovadora fixado na lateral do pneu.)

Condições dos calços de rodas duplos na cor amarela(interligados através de cordas ou


corrente) com pega compatíveis com as dimensões dos pneus dos equipamentos móveis e
PRO025209
RAC 3
6.5 seus implementos e em número suficiente para bloquear seu movimento (Dispensa-se a
utilização de calços quando o equipamento estiver patolado ou com o implemento abaixado no
nível do solo, de modo a impedir sua movimentação voluntária

Fica proibido uso de pneus renovados/recapados. Este item aplica-se imediatamente para
PRO025209 6.6
veículos e equipamentos móveis (outros caminhões) de novos contratos; para os contratos
existentes, a adequação dar-se-á em 18 (dezoito) meses a contar da data de publicação deste
documento. Fim do prazo de adequação 12.11.2021
7 Sistema de freio
RES. CONTRAN 380/2011 7.1
Condições do sistema ABS (luz amarela ABS permanece desligada no painel com veículo
funcionando) - apenas veículos fabricados a partir de 01/01/2014
CTB art. 230 7.2 Condições gerais do sitema de freio: sem avarias e vazamentos
CTB art. 230 7.3 Condições das lonas/disco e pastilha de freio (verificar indicador de limite de desgaste)
CTB art. 230 7.4 Condições do freio de mão (levantar e travar)
Condições do Sistema retardador de velocidade do tipo primário (freio motor) e secundário
(elétrico ou hidráulico)".
RAC 3 7.5
O sistema retardador de velocidade do tipo secundário é mandatório para equipamentos com
peso bruto total maior ou igual a 30 toneladas e seu uso em declives acentuados (Prazo de
adequação 20.12.2020 novo RAC).

8 Sistema de direção
CTB art. 230 8.1
Condições da caixa de direção, reservatório de óleo da caixa de direção e servo-direção
hidráulica (bomba hidráulica) sem vazamentos e avarias
CTB art. 230 8.2 Condições da barra e coluna de direção e terminais sem avarias, folgas e deformações
CTB art. 230 8.3 Condições do volante sem folgas excessiva e avarias.
9 Eixos e sistema de suspensão
CTB art. 230 9.1 Condições dos amortecedores sem folgas, vazamentos e avarias
CTB art. 230 9.2 Condições dos elementos limitadores (batentes no feixo de mola) sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.3 Condições do embuchamento da Barra estabilizadora sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.4 Condições dos feixes de molas (grampos, pinos de centro e abraçadeiras) sem avarias
CTB art. 230 9.5 Condições das manga de Eixo L.E e L.D sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.6 Condições das bolsas de suspensão a ar sem avarias
CTB art. 230 9.7 Condições dos terminais e buchas do tirante da suspensão traseira sem folgas e avarias
10 Sistema Hidráulico, transmissão e Motor
RAC 3 10.1
Condições da caixa de marcha/câmbio sem vazamentos - caixa de câmbio sincronizada
(proibido caixa seca)
CTB art. 230 10.2
Condições do motor do Sistema de arrefecimento sem vazamentos e avarias (caminhão fora
de estrada)

CTB art. 230 10.3


Condições das cruzetas do eixo cardan, luvas do pião do diferencial, luva da caixa de marcha
e luva da arvore de trasnmissão sem folgas e avarias
CTB art. 230 10.4 Condições dos rolamentos de centro do eixo cardan(arvore de transmissão)
CTB art. 230
NR12 e NR31 10.5 Condições das cinta de segurança anti-queda do eixo cardan(arvore de transmissão)
INMETRO 457/08

CTB art. 230 10.6 Condições da alavanca de marcha e sinalização das marchas(indicador de marchas)
CTB art. 230
10.7
Condições dos componentes hidráulicos (vedações, mangueiras, fixações, cilindros, tubos)
RAC5 sem vazamentos e avarias
11 Sistema de exaustão de gases(escapamento)
CTB art. 230 11.1 Condições do catalizador, tubulações e silenciador de ruído do escapamento
12 Sistema de alimentação de combustível
CTB art. 230 12.1 Condições dos tubos e mangueiras de combustível
CTB art. 230 12.2 Condições do tanque de combustível e suas vedações
13 Sistema de arrefecimento
CTB art. 230 13.1 Condições do radiador, tubos, mangueiras e conexões
CTB art. 230 13.2 Condições do reservatório de líquido de arrefecimento
CTB art. 230 13.3 Condições do ventilador do radiador
14 Chassi/estrutura/Implemento

Condições da plaqueta de identificação de Tara, Lotação, Peso Bruto Total, Razão social,
CONTRAN 290/08
CTB art. 230 e 231 14.1
CNPJ e endereço do fabricante ou importador, modelo do chassi, número de
série(identificação) e ano de fabricação. Elas indicam a capacidade de carga de caminhão e
ônibus. A Etiqueta é obrIgatória para Chassi e Implemento(carroceria montada sobre o chassi).

CTB art. 230 14.2


Condições gerais dos implementos no chassi: sem trincas, corrosão acentuada e deformação
que ofereça risco a operação e condução.

Resolução 552/2015 - Contran 14.3


Condições dos grampos de fixação do chassi na carroceria (sem corrosão, trincas e
deformações)
Res. 323/2009 CONTRAN
PRO25209
14.4 Condições da proteção lateral (veículos e implementos fabricados a partir de 01/01/2011)

CTB art. 230


14.5
Condições da fixação placa dianteira e traseira (selo do DETRAN e iluminação da placa
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 traseira)
RES. CONTRAN 762/18 14.6 Condições do sistema antispray (para-barro, paralamas e saias laterais)

Todos os caminhões carroceria, guindauto veicular articulado, traçado, articulado, tanque,


comboio e toco devem possuir sistema de proteção contra quedas adequado, escadas e
PRO025511 14.7
guarda corpos instalados ao longo da carroceria, para evitar quedas das pessoas por diferença
de nível.
Estas proteções devem possuir projeto e memória de cálculo da estrutura elaborado por
profissional legalmente habilitado

RAC 3 14.8
Pontos de articulação, onde haja risco de esmagamento ou prensamento, com sinalização
clara e visível desse perigo
CTB art. 230 14.9 Identificação, Rótulo de risco e painel de segurança do produto transportado
CTB art. 230 14.10 Identificação da capacidade volumétrica de carga
Condições porta-mangotes da mangueira utilizada para transferir água potavel do caminhão
CTB art. 230 14.11 tanque para o reservatório do usuário, estar dotada de proteção nas extremidades de contato
com a água
Condições das faixas retrorefletivas nas laterais, traseira e para-choque do implemento (deve
RAC 3
14.12
constar o registro "APROVADO DENATRAN"). Cobrir 33% da extensão das laterais e 80% da
DENATRAN 1164/2010 traseira. Obs. Para mais informações sobre a forma correta de aplicação das das faixas,
consultar o DENATRAN com base na referência citada.
15 Veículos de lavra
RAC 3 15.1
Condições do Sistema de detecção de sonolência do condutor (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 15.2 Teste do tração em no mínimo dois eixos quando possuir 3 ou mais eixos
RAC 3 15.3 Teste do rádio de comunicação bidirecional.
RAC 3 15.4 Teste do sistema de alerta de proximidade entre equipamentos
Inspeção Veicular de Portaria Corredor Norte
PRO-025946, Rev.: 01-11/11/2020 - Classificação: Uso Interno - Pág. 1- 5 - Arquivo 9 -14

Diretoria Emitente: Diretoria Corredor Norte


Anexo 06 - Check list inspeção veicular_ Portarias-contratadas e Vale (mobilizados)

CAMINHÃO BAÚ

Contratante: Nome do Gestor do contrato/Supervisor: Matrícula:


Contratada: Gerência de área:
Local: Diretoria departamento:
N° do contrato: Data de inicio do contrato: Data de término do contrato:
Mobilização( ) Troca de veículo( ) Entrega de materias e/ou produtos( ) Renovação( ) Desmoblização( )
Data da validade do acesso:
INFORMAÇÕES DO VEÍCULO
Placa: Renavam: Ano/Modelo: Licenciamento: Tipo/espécie:
Capacidade de carga: Tacografo/Horímetro: Marca/modelo/cor:
INFORMAÇÕES DO CONDUTOR
Validade do RAC3: Nome: Matricula: CPF:
N° CNH: UF: Categoria: Data da 1° habilitação: Data do vencimento da habilitação:

Assinatura do operador/motorista:
Responsável pela verificação: Data da vistoria:

C: Signica "conforme" ou seja o equipamento está em condições de uso


NC: Signifa "não conforme, ou seja o equipamento não está em condições de uso
NA: Significa "Não Aplicável", ou seja, o item não atende mais a realidade do equipamento.
Aprovado Reprovado
Referência(legislação) Itens Itens a serem verificados C NC NA Observação/Medidas
1 Documentação
CONTRAN Nº 776 DE 13/06/2019 1.1 CRLV(impresso ou eletrônico) do Veículo/Equipamento dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 684 DE 25/07/2017 1.2 Habilitação(impressa ou eletrônica) do condutor/operador dentro do prazo de vencimento
RAC 3 1.3 treinamento em RAC 3 dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 1.4 Certificado de verificação e calibração do tacógrafo dentro do prazo de vencimento

PRO025209 Verificar formulário de fumaça negra – max padrão nº 2 – Escala Ringelmann ou digital
PRO023480
IBAMA nº 85 de 17/10/1996
1.5 (avaliação feita a cada 6 meses pela equipe de meio ambiente para todos os veículos movidos
CONAMA 261/99 a diesel)

Documento com Plano de manutenção preventiva do Caminhão assinado sob


responsabilidade de profissional habilitado credenciado ao CREA com ART.(Anotação de
PRO 25209 1.6 responsabilidade técnica) Considerando todos os dispostivos de segurança do implemento e
Etiqueta de manutenção fixada em local visível; os mesmos sinalizando a data/km/hr da útima
e próxima manutenção

PRO 25209 1.7 Condições do Rotograma do trajeto e Plano de Trânsito atualizado.


2 Sistema de iluminação/sinalização
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017
2.1
Condições dos faróis principais (faroletes, farol baixo, farol alto e neblina, luz de freio e luz de
RAC03 alerta de marcha à ré )

CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.2


Condições das lanternas delimitadoras dianteiras na cor branca(luzes de posição) e traseira na
cor vermelha(luzes de posição)
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017
RAC 3
2.3 Condições das lanternas de posição, freio e luz de alerta de marcha à ré
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.4 Condições das lanternas indicadoras de direção, lateral e pisca alerta na cor laranja
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.5 Condições dos retrorefletores laterais na cor amarela e traseiros na cor vermelha
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 2.6 Condições da buzina
RAC 3
CONTRAN Nº 137 DE 07/06/2013
2.7 Condições do sonorizador de marcha-a-ré
3 Cabine do veículo e suplementar
Condições gerais: limpeza Interna, assoalho, escada de acesso, forro da cabine, para-brisa,
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 para-sol, bancos com encosto de cabeça, portas, janelas e tampas(capô), lavadores e
CONTRAN Nº 758, DE 20-12-2018
PRO025209
3.1 limpadores de pára-brisa, espelhos retrovisores, painel de instrumento (velocímetro, luzes de
RAC 3 indicação, medidor de pressão ou indicador de pressão de ar), latarias externa e iluminação da
cabine

CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 3.2


Condições do tacografo sem lacre do INMETRO rompido e perfeito estado de conservação e
uso.
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
RAC 3
3.3 Condições dos cintos de segurança (3 pontos para todos os ocupantes)
RAC 3 3.4 Condições do ar-Condicionado (prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 3.5 Condições do sistemas de monitoramento de localização e velocidade (telemetria).
RAC 3 3.6
Verificar se os vidros frontais do equipamento são tipo laminados (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)

Condições de visibilidade das película escura em veículos leves dentro da área industrial
desde que esteja em conformidade com o estabelecido no código de trânsito brasileiro. (Nos
CONTRAN Nº 254/2007
3.7
vidros que constituem os para-brisa do veículo, o nível de transparência deve alcançar 75%.
PRO025209 Para os vidros laterais dianteiros, o nível de transparência deve ser de, no mínimo, 70%.
Vidros que ocupam outras áreas do veículo podem apresentar um nível menor de
transparência. Para estes, a transparência mínima exigida é de 28%.), exceto no interior das
minas.
Condições dos adesivos de logotipo da empresa fixado nas portas dianteiras (30cm de
PRO025209 3.8 comprimento por 10cm de altura) exceções devem ter aprovação formalizada da Segurança
Empresarial e Segurança Ocupacional.
Condições do Sleep Alarm (alerta de fadiga) ou outra tecnologia que alerte ou controle a fadiga
PRO25209 3.9 dos empregados que conduzem veículos ao longo da EFC. Se houver detector de
sonolência considerar este item NA.
4 Instalação elétrica
CTB art. 230 4.1 Condições da chave geral
CTB art. 230 4.2 Condições da fiação elétrica
CONTRAN nº 776/93 4.3 Condições da bateria elétrica/ há caixa de proteção
5 Auxiliares
CONTRAN Nº 686 DE 15-08-2017 Condições do triângulo refletivo, macaco, chave de roda, extintor de incêndio e bacia de
CONTRAN 556/2015 5.1
PTP839 contenção e cones, bombonas ou pontaletes.
6 Material rodante
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
6.1
Condições de desgaste e avarias dos pneus (TWI mínimo de 1,6mm), rodas e aros (inclui
CTB art. 230 estepe). Verificar data de fabricação dos pneus (DOT não pode ser superior a 5 anos)
CONTRAN Nº 558/80
Nota Técnica INMETRO Número: 007
6.2
Condições iguais dos pneus no mesmo eixo em simetria, desenho da banda de rodagem e
– 22/06/2015 capacidade de carga
PRO025209

PRO025209 6.3 Condições das trava porca de roda ou sinalizador de torque

PRO025209
INMETRO Portaria n.º 554, de 29 de 6.4
Pneus recapados somente no eixo traseiro com certificação INMETRO(Verificar selo da
outubro de 2015/ PRO 25209 renovadora fixado na lateral do pneu.)

Condições dos calços de rodas duplos na cor amarela(interligados através de cordas ou


corrente) com pega compatíveis com as dimensões dos pneus dos equipamentos móveis e
PRO025209
RAC 3
6.5 seus implementos e em número suficiente para bloquear seu movimento (Dispensa-se a
utilização de calços quando o equipamento estiver patolado ou com o implemento abaixado no
nível do solo, de modo a impedir sua movimentação voluntária

Fica proibido uso de pneus renovados/recapados. Este item aplica-se imediatamente para
PRO025209 6.6
veículos e equipamentos móveis (outros caminhões) de novos contratos; para os contratos
existentes, a adequação dar-se-á em 18 (dezoito) meses a contar da data de publicação deste
documento. Fim do prazo de adequação 12.11.2021
7 Sistema de freio
RES. CONTRAN 380/2011 7.1
Condições do sistema ABS (luz amarela ABS permanece desligada no painel com veículo
funcionando) - apenas veículos fabricados a partir de 01/01/2014
CTB art. 230 7.2 Condições gerais do sitema de freio: sem avarias e vazamentos
CTB art. 230 7.3 Condições das lonas/disco e pastilha de freio (verificar indicador de limite de desgaste)
CTB art. 230 7.4 Condições do freio de mão (levantar e travar)
Condições do Sistema retardador de velocidade do tipo primário (freio motor) e secundário
(elétrico ou hidráulico)".
RAC 3 7.5
O sistema retardador de velocidade do tipo secundário é mandatório para equipamentos com
peso bruto total maior ou igual a 30 toneladas e seu uso em declives acentuados (Prazo de
adequação 20.12.2020 novo RAC).
8 Sistema de direção
CTB art. 230 8.1
Condições da caixa de direção, reservatório de óleo da caixa de direção e servo-direção
hidráulica (bomba hidráulica) sem vazamentos e avarias
CTB art. 230 8.2 Condições da barra e coluna de direção e terminais sem avarias, folgas e deformações
CTB art. 230 8.3 Condições do volante sem folgas excessiva e avarias.
9 Eixos e sistema de suspensão
CTB art. 230 9.1 Condições dos amortecedores sem folgas, vazamentos e avarias
CTB art. 230 9.2 Condições dos elementos limitadores (batentes no feixo de mola) sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.3 Condições do embuchamento da Barra estabilizadora sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.4 Condições dos feixes de molas (grampos, pinos de centro e abraçadeiras) sem avarias
CTB art. 230 9.5 Condições das manga de Eixo L.E e L.D sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.6 Condições das bolsas de suspensão a ar sem avarias
CTB art. 230 9.7 Condições dos terminais e buchas do tirante da suspensão traseira sem folgas e avarias
10 Sistema Hidráulico, transmissão e Motor
RAC 3 10.1
Condições da caixa de marcha/câmbio sem vazamentos - caixa de câmbio sincronizada
(proibido caixa seca)
CTB art. 230 10.2
Condições do motor do Sistema de arrefecimento sem vazamentos e avarias (caminhão fora
de estrada)

CTB art. 230 10.3


Condições das cruzetas do eixo cardan, luvas do pião do diferencial, luva da caixa de marcha
e luva da arvore de trasnmissão sem folgas e avarias
CTB art. 230 10.4 Condições dos rolamentos de centro do eixo cardan(arvore de transmissão)
CTB art. 230
NR12 e NR31 10.5 Condições das cinta de segurança anti-queda do eixo cardan(arvore de transmissão)
INMETRO 457/08

CTB art. 230 10.6 Condições da alavanca de marcha e sinalização das marchas(indicador de marchas)
CTB art. 230
10.7
Condições dos componentes hidráulicos (vedações, mangueiras, fixações, cilindros, tubos)
RAC5 sem vazamentos e avarias
11 Sistema de exaustão de gases(escapamento)
CTB art. 230 11.1 Condições do catalizador, tubulações e silenciador de ruído do escapamento
12 Sistema de alimentação de combustível
CTB art. 230 12.1 Condições dos tubos e mangueiras de combustível
CTB art. 230 12.2 Condições do tanque de combustível e suas vedações
13 Sistema de arrefecimento
CTB art. 230 13.1 Condições do radiador, tubos, mangueiras e conexões
CTB art. 230 13.2 Condições do reservatório de líquido de arrefecimento
CTB art. 230 13.3 Condições do ventilador do radiador
14 Chassi/estrutura/Implemento

Condições da plaqueta de identificação de Tara, Lotação, Peso Bruto Total, Razão social,
CONTRAN 290/08
CTB art. 230 e 231 14.1
CNPJ e endereço do fabricante ou importador, modelo do chassi, número de
série(identificação) e ano de fabricação. Elas indicam a capacidade de carga de caminhão e
ônibus. A Etiqueta é obrIgatória para Chassi e Implemento(carroceria montada sobre o chassi).

CTB art. 230 14.2


Condições gerais dos implementos no chassi: sem trincas, corrosão acentuada e deformação
que ofereça risco a operação e condução.

Resolução 552/2015 - Contran 14.3


Condições dos grampos de fixação do chassi na carroceria (sem corrosão, trincas e
deformações)
Res. 323/2009 CONTRAN
PRO25209
14.4 Condições da proteção lateral (veículos e implementos fabricados a partir de 01/01/2011)

CTB art. 230


14.5
Condições da fixação placa dianteira e traseira (selo do DETRAN e iluminação da placa
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 traseira)
RES. CONTRAN 762/18 14.6 Condições do sistema antispray (para-barro, paralamas e saias laterais)

RAC 3 14.7
Pontos de articulação, onde haja risco de esmagamento ou prensamento, com sinalização
clara e visível desse perigo
CTB art. 230 14.8 Condições das portas do baú, acesso(escada) e sem corrosão e deformação
Condições das faixas retrorefletivas nas laterais, traseira e para-choque do implemento (deve
RAC 3
14.9
constar o registro "APROVADO DENATRAN"). Cobrir 33% da extensão das laterais e 80% da
DENATRAN 1164/2010 traseira. Obs. Para mais informações sobre a forma correta de aplicação das das faixas,
consultar o DENATRAN com base na referência citada.
15 Veículos de lavra
RAC 3 15.1
Condições do Sistema de detecção de sonolência do condutor (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 15.2 Teste do tração em no mínimo dois eixos quando possuir 3 ou mais eixos
RAC 3 15.3 Teste do rádio de comunicação bidirecional.
RAC 3 15.4 Teste do sistema de alerta de proximidade entre equipamentos
Inspeção Veicular de Portaria Corredor Norte
PRO-025946, Rev.: 01-11/11/2020 - Classificação: Uso Interno - Pág. 1- 5 - Arquivo 10 -14

Diretoria Emitente: Diretoria Corredor Norte


Anexo 06 - Check list inspeção veicular_ Portarias-contratadas e Vale (mobilizados)

CAMINHÃO VASSOURA

Contratante: Nome do Gestor do contrato/Supervisor: Matrícula:


Contratada: Gerência de área:
Local: Diretoria departamento:
N° do contrato: Data de inicio do contrato: Data de término do contrato:
Mobilização( ) Troca de veículo( ) Entrega de materias e/ou produtos( ) Renovação( ) Desmoblização( )
Data da validade do acesso:
INFORMAÇÕES DO VEÍCULO
Placa: Renavam: Ano/Modelo: Licenciamento: Tipo/espécie:
Capacidade de carga: Tacografo/Horímetro: Marca/modelo/cor:
INFORMAÇÕES DO CONDUTOR
Validade do RAC3: Nome: Matricula: CPF:
N° CNH: UF: Categoria: Data da 1° habilitação: Data do vencimento da habilitação:

Assinatura do operador/motorista:
Responsável pela verificação: Data da vistoria:

C: Signica "conforme" ou seja o equipamento está em condições de uso


NC: Signifa "não conforme, ou seja o equipamento não está em condições de uso
NA: Significa "Não Aplicável", ou seja, o item não atende mais a realidade do equipamento.
Aprovado Reprovado
Referência(legislação) Itens Itens a serem verificados C NC NA Observação/Medidas
1 Documentação
CONTRAN Nº 776 DE 13/06/2019 1.1 CRLV(impresso ou eletrônico) do Veículo/Equipamento dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 684 DE 25/07/2017 1.2 Habilitação(impressa ou eletrônica) do condutor/operador dentro do prazo de vencimento
RAC 3 1.3 treinamento em RAC 3 dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 1.4 Certificado de verificação e calibração do tacógrafo dentro do prazo de vencimento

PRO025209 Verificar formulário de fumaça negra – max padrão nº 2 – Escala Ringelmann ou digital
PRO023480
IBAMA nº 85 de 17/10/1996
1.5 (avaliação feita a cada 6 meses pela equipe de meio ambiente para todos os veículos movidos
CONAMA 261/99 a diesel)

Documento com Plano de manutenção preventiva do Caminhão assinado sob


responsabilidade de profissional habilitado credenciado ao CREA com ART.(Anotação de
PRO 25209 1.6 responsabilidade técnica) Considerando todos os dispostivos de segurança do implemento e
Etiqueta de manutenção fixada em local visível; os mesmos sinalizando a data/km/hr da útima
e próxima manutenção

PRO 25209 1.7 Condições do Rotograma do trajeto e Plano de Trânsito atualizado.


2 Sistema de iluminação/sinalização
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017
2.1
Condições dos faróis principais (faroletes, farol baixo, farol alto e neblina, luz de freio e luz de
RAC03 alerta de marcha à ré )
Condições das lanternas delimitadoras dianteiras na cor branca(luzes de posição) e traseira na
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.2
cor vermelha(luzes de posição)
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.3 Condições das lanternas indicadoras de direção, lateral e pisca alerta na cor laranja
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.4 Condições dos retrorefletores laterais na cor amarela e traseiros na cor vermelha
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 2.5 Condições da buzina
RAC 3
CONTRAN Nº 137 DE 07/06/2013
2.6 Condições do sonorizador de marcha-a-ré

3 Cabine do veículo e suplementar


Condições gerais: limpeza Interna, assoalho, escada de acesso, forro da cabine, para-brisa,
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 para-sol, bancos com encosto de cabeça, portas, janelas e tampas(capô), lavadores e
CONTRAN Nº 758, DE 20-12-2018
PRO025209
3.1 limpadores de pára-brisa, espelhos retrovisores, painel de instrumento (velocímetro, luzes de
RAC 3 indicação, medidor de pressão ou indicador de pressão de ar), latarias externa e iluminação da
cabine

CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 3.2


Condições do tacografo sem lacre do INMETRO rompido e perfeito estado de conservação e
uso.
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
RAC 3
3.3 Condições dos cintos de segurança (3 pontos para todos os ocupantes)
RAC 3 3.4 Condições do ar-Condicionado (prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 3.5 Condições do sistemas de monitoramento de localização e velocidade (telemetria).
RAC 3 3.6
Verificar se os vidros frontais do equipamento são tipo laminados (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)

Condições de visibilidade das película escura em veículos leves dentro da área industrial
desde que esteja em conformidade com o estabelecido no código de trânsito brasileiro. (Nos
CONTRAN Nº 254/2007
3.7
vidros que constituem os para-brisa do veículo, o nível de transparência deve alcançar 75%.
PRO025209 Para os vidros laterais dianteiros, o nível de transparência deve ser de, no mínimo, 70%.
Vidros que ocupam outras áreas do veículo podem apresentar um nível menor de
transparência. Para estes, a transparência mínima exigida é de 28%.), exceto no interior das
minas.
Condições dos adesivos de logotipo da empresa fixado nas portas dianteiras (30cm de
PRO025209 3.8 comprimento por 10cm de altura) exceções devem ter aprovação formalizada da Segurança
Empresarial e Segurança Ocupacional.
Condições da identificação do plano de manutenção preventiva do veículo(selo de
PRO 25209 3.9 manutenção) fixado em local visível; o mesmo sinalizando a data/km/hr da útima e próxima
mantunção com a assinatura do técnico responsável.
4 Instalação elétrica
CTB art. 230 4.1 Condições da chave geral
CTB art. 230 4.2 Condições da fiação elétrica
CONTRAN nº 776/93 4.3 Condições da bateria elétrica/ há caixa de proteção
5 Auxiliares
CONTRAN Nº 686 DE 15-08-2017 Condições do triângulo refletivo, macaco, chave de roda, extintor de incêndio e bacia de
CONTRAN 556/2015 5.1
PTP839 contenção e cones, bombonas ou pontaletes.
6 Material rodante
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
6.1
Condições de desgaste e avarias dos pneus (TWI mínimo de 1,6mm), rodas e aros (inclui
CTB art. 230 estepe). Verificar data de fabricação dos pneus (DOT não pode ser superior a 5 anos)
CONTRAN Nº 558/80
Nota Técnica INMETRO Número: 007
6.2
Condições iguais dos pneus no mesmo eixo em simetria, desenho da banda de rodagem e
– 22/06/2015 capacidade de carga
PRO025209

PRO025209 6.3 Condições das trava porca de roda ou sinalizador de torque

PRO025209 Pneus recapados somente no eixo traseiro com certificação INMETRO(Verificar selo da
INMETRO Portaria n.º 554, de 29 de 6.4
outubro de 2015/ PRO 25209 renovadora fixado na lateral do pneu.)

Condições dos calços de rodas duplos na cor amarela(interligados através de cordas ou


corrente) com pega compatíveis com as dimensões dos pneus dos equipamentos móveis e
PRO025209
RAC 3
6.5 seus implementos e em número suficiente para bloquear seu movimento (Dispensa-se a
utilização de calços quando o equipamento estiver patolado ou com o implemento abaixado no
nível do solo, de modo a impedir sua movimentação voluntária

Fica proibido uso de pneus renovados/recapados. Este item aplica-se imediatamente para
PRO025209 6.6
veículos e equipamentos móveis (outros caminhões) de novos contratos; para os contratos
existentes, a adequação dar-se-á em 18 (dezoito) meses a contar da data de publicação deste
documento. Fim do prazo de adequação 12.11.2021
7 Sistema de freio
RES. CONTRAN 380/2011 7.1
Condições do sistema ABS (luz amarela ABS permanece desligada no painel com veículo
funcionando) - apenas veículos fabricados a partir de 01/01/2014
CTB art. 230 7.2 Condições gerais do sitema de freio: sem avarias e vazamentos
CTB art. 230 7.3 Condições das lonas/disco e pastilha de freio (verificar indicador de limite de desgaste)
CTB art. 230 7.4 Condições do freio de mão (levantar e travar)
Condições do Sistema retardador de velocidade do tipo primário (freio motor) e secundário
(elétrico ou hidráulico)".
RAC 3 7.5
O sistema retardador de velocidade do tipo secundário é mandatório para equipamentos com
peso bruto total maior ou igual a 30 toneladas e seu uso em declives acentuados (Prazo de
adequação 20.12.2020 novo RAC).
8 Sistema de direção
CTB art. 230 8.1
Condições da caixa de direção, reservatório de óleo da caixa de direção e servo-direção
hidráulica (bomba hidráulica) sem vazamentos e avarias
CTB art. 230 8.2 Condições da barra e coluna de direção e terminais sem avarias, folgas e deformações
CTB art. 230 8.3 Condições do volante sem folgas excessiva e avarias.
9 Eixos e sistema de suspensão
CTB art. 230 9.1 Condições dos amortecedores sem folgas, vazamentos e avarias
CTB art. 230 9.2 Condições dos elementos limitadores (batentes no feixo de mola) sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.3 Condições do embuchamento da Barra estabilizadora sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.4 Condições dos feixes de molas (grampos, pinos de centro e abraçadeiras) sem avarias
CTB art. 230 9.5 Condições das manga de Eixo L.E e L.D sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.6 Condições das bolsas de suspensão a ar sem avarias
CTB art. 230 9.7 Condições dos terminais e buchas do tirante da suspensão traseira sem folgas e avarias
10 Sistema Hidráulico, transmissão e Motor
RAC 3 10.1
Condições da caixa de marcha/câmbio sem vazamentos - caixa de câmbio sincronizada
(proibido caixa seca)
CTB art. 230 10.2
Condições do motor do Sistema de arrefecimento sem vazamentos e avarias (caminhão fora
de estrada)

CTB art. 230 10.3


Condições das cruzetas do eixo cardan, luvas do pião do diferencial, luva da caixa de marcha
e luva da arvore de trasnmissão sem folgas e avarias
CTB art. 230 10.4 Condições dos rolamentos de centro do eixo cardan(arvore de transmissão)
CTB art. 230
NR12 e NR31 10.5 Condições das cinta de segurança anti-queda do eixo cardan(arvore de transmissão)
INMETRO 457/08

CTB art. 230 10.6 Condições da alavanca de marcha e sinalização das marchas(indicador de marchas)
CTB art. 230
10.7
Condições dos componentes hidráulicos (vedações, mangueiras, fixações, cilindros, tubos)
RAC5 sem vazamentos e avarias
11 Sistema de exaustão de gases(escapamento)
CTB art. 230 11.1 Condições do catalizador, tubulações e silenciador de ruído do escapamento
12 Sistema de alimentação de combustível
CTB art. 230 12.1 Condições dos tubos e mangueiras de combustível
CTB art. 230 12.2 Condições do tanque de combustível e suas vedações
13 Sistema de arrefecimento
CTB art. 230 13.1 Condições do radiador, tubos, mangueiras e conexões
CTB art. 230 13.2 Condições do reservatório de líquido de arrefecimento
CTB art. 230 13.3 Condições do ventilador do radiador
14 Chassi/estrutura/Implemento

Condições da plaqueta de identificação de Tara, Lotação, Peso Bruto Total, Razão social,
CONTRAN 290/08
CTB art. 230 e 231 14.1
CNPJ e endereço do fabricante ou importador, modelo do chassi, número de
série(identificação) e ano de fabricação. Elas indicam a capacidade de carga de caminhão e
ônibus. A Etiqueta é obrIgatória para Chassi e Implemento(carroceria montada sobre o chassi).

CTB art. 230 14.2


Condições gerais dos implementos no chassi: sem trincas, corrosão acentuada e deformação
que ofereça risco a operação e condução.

Resolução 552/2015 - Contran 14.3


Condições dos grampos de fixação do chassi na carroceria (sem corrosão, trincas e
deformações)
Res. 323/2009 CONTRAN
PRO25209
14.4 Condições da proteção lateral (veículos e implementos fabricados a partir de 01/01/2011)

CTB art. 230


14.5
Condições da fixação placa dianteira e traseira (selo do DETRAN e iluminação da placa
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 traseira)
RES. CONTRAN 762/18 14.6 Condições do sistema antispray (para-barro, paralamas e saias laterais)

RAC 3 14.7
Pontos de articulação, onde haja risco de esmagamento ou prensamento, com sinalização
clara e visível desse perigo
CTB art. 230 14.8 Condições do extintores do equipamento com fácil acesso
Condições das faixas retrorefletivas nas laterais, traseira e para-choque do implemento (deve
RAC 3
14.9
constar o registro "APROVADO DENATRAN"). Cobrir 33% da extensão das laterais e 80% da
DENATRAN 1164/2010 traseira. Obs. Para mais informações sobre a forma correta de aplicação das das faixas,
consultar o DENATRAN com base na referência citada.
PRO025209
CONTRAN nº 290/2008
14.10 Condições da identificação da capacidade de carga/volume visível a distancia
RAC 3 Condições do indicador de posição de báscula elevada/alta (visual e sonoro no painel) e
14.11
CONTRAN Nº 563 DE 25/11/2015 Inclinômentro
15 Veículos de lavra
RAC 3 15.1
Condições do Sistema de detecção de sonolência do condutor (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 15.2 Teste do tração em no mínimo dois eixos quando possuir 3 ou mais eixos
RAC 3 15.3 Teste do rádio de comunicação bidirecional.
RAC 3 15.4 Teste do sistema de alerta de proximidade entre equipamentos
Inspeção Veicular de Portaria Corredor Norte
PRO-025946, Rev.: 01-11/11/2020 - Classificação: Uso Interno - Pág. 1- 6 - Arquivo 11 -14

Diretoria Emitente: Diretoria Corredor Norte


Anexo 06 - Check list inspeção veicular_ Portarias-contratadas e Vale (mobilizados)

CAMINHÃO SKY MUNCK-CESTA AÉREA

Contratante: Nome do Gestor do contrato/Supervisor: Matrícula:


Contratada: Gerência de área:
Local: Diretoria departamento:
N° do contrato: Data de inicio do contrato: Data de término do contrato:
Mobilização( ) Troca de veículo( ) Entrega de materias e/ou produtos( ) Renovação( ) Desmoblização( )
Data da validade do acesso:
INFORMAÇÕES DO VEÍCULO
Placa: Renavam: Ano/Modelo: Licenciamento: Tipo/espécie:
Capacidade de carga: Tacografo/Horímetro: Marca/modelo/cor:
INFORMAÇÕES DO CONDUTOR
Validade do RAC3: Nome: Matricula: CPF:
N° CNH: UF: Categoria: Data da 1° habilitação: Data do vencimento da habilitação:

Assinatura do operador/motorista:
Responsável pela verificação: Data da vistoria:

C: Signica "conforme" ou seja o equipamento está em condições de uso


NC: Signifa "não conforme, ou seja o equipamento não está em condições de uso
NA: Significa "Não Aplicável", ou seja, o item não atende mais a realidade do equipamento.
Aprovado Reprovado
Referência(legislação) Itens Itens a serem verificados C NC NA Observação/Medidas
1 Documentação
CONTRAN Nº 776 DE 13/06/2019 1.1 CRLV(impresso ou eletrônico) do Veículo/Equipamento dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 684 DE 25/07/2017 1.2 Habilitação(impressa ou eletrônica) do condutor/operador dentro do prazo de vencimento
RAC 3 1.3 treinamento em RAC 3 dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 1.4 Certificado de verificação e calibração do tacógrafo dentro do prazo de vencimento
PRO025209 Verificar formulário de fumaça negra – max padrão nº 2 – Escala Ringelmann ou digital
PRO023480
IBAMA nº 85 de 17/10/1996
1.5 (avaliação feita a cada 6 meses pela equipe de meio ambiente para todos os veículos movidos
CONAMA 261/99 a diesel)

Documento com Plano de manutenção preventiva do Caminhão assinado sob


responsabilidade de profissional habilitado credenciado ao CREA com ART.(Anotação de
PRO 25209 1.6 responsabilidade técnica) Considerando todos os dispostivos de segurança do implemento e
Etiqueta de manutenção fixada em local visível; os mesmos sinalizando a data/km/hr da útima
e próxima manutenção

PRO 25209 1.7 Condições do Rotograma do trajeto e Plano de Trânsito atualizado.


2 Sistema de iluminação/sinalização
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017
2.1
Condições dos faróis principais (faroletes, farol baixo, farol alto e neblina, luz de freio e luz de
RAC03 alerta de marcha à ré )

CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.2


Condições das lanternas delimitadoras dianteiras na cor branca(luzes de posição) e traseira na
cor vermelha(luzes de posição)
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.3 Condições das lanternas indicadoras de direção, lateral e pisca alerta na cor laranja
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.4 Condições dos retrorefletores laterais na cor amarela e traseiros na cor vermelha
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 2.5 Condições da buzina
RAC 3
CONTRAN Nº 137 DE 07/06/2013
2.6 Condições do sonorizador de marcha-a-ré
3 Cabine do veículo e suplementar
Condições gerais: limpeza Interna, assoalho, escada de acesso, forro da cabine, para-brisa,
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 para-sol, bancos com encosto de cabeça, portas, janelas e tampas(capô), lavadores e
CONTRAN Nº 758, DE 20-12-2018
PRO025209
3.1 limpadores de pára-brisa, espelhos retrovisores, painel de instrumento (velocímetro, luzes de
RAC 3 indicação, medidor de pressão ou indicador de pressão de ar), latarias externa e iluminação da
cabine

CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 3.2


Condições do tacografo sem lacre do INMETRO rompido e perfeito estado de conservação e
uso.
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
RAC 3
3.3 Condições dos cintos de segurança (3 pontos para todos os ocupantes)
RAC 3 3.4 Condições do ar-Condicionado (prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 3.5 Condições do sistemas de monitoramento de localização e velocidade (telemetria).
RAC 3 3.6
Verificar se os vidros frontais do equipamento são tipo laminados (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)

Condições de visibilidade das película escura em veículos leves dentro da área industrial
desde que esteja em conformidade com o estabelecido no código de trânsito brasileiro. (Nos
CONTRAN Nº 254/2007
3.7 vidros que constituem os para-brisa do veículo, o nível de transparência deve alcançar 75%.
PRO025209 Para os vidros laterais dianteiros, o nível de transparência deve ser de, no mínimo, 70%.
Vidros que ocupam outras áreas do veículo podem apresentar um nível menor de
transparência. Para estes, a transparência mínima exigida é de 28%.), exceto no interior das
minas.
Condições dos adesivos de logotipo da empresa fixado nas portas dianteiras (30cm de
PRO025209 3.8 comprimento por 10cm de altura) exceções devem ter aprovação formalizada da Segurança
Empresarial e Segurança Ocupacional.
Condições do Sleep Alarm (alerta de fadiga) ou outra tecnologia que alerte ou controle a fadiga
PRO25209 3.9 dos empregados que conduzem veículos ao longo da EFC. Se houver detector de
sonolência considerar este item NA.
4 Instalação elétrica
CTB art. 230 4.1 Condições da chave geral
CTB art. 230 4.2 Condições da fiação elétrica
CONTRAN nº 776/93 4.3 Condições da bateria elétrica/ há caixa de proteção
5 Auxiliares
CONTRAN Nº 686 DE 15-08-2017
CONTRAN 556/2015 5.1
Condições do triângulo refletivo, macaco, chave de roda, extintor de incêndio e bacia de
PTP839 contenção e cones, bombonas ou pontaletes.
6 Material rodante
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
6.1
Condições de desgaste e avarias dos pneus (TWI mínimo de 1,6mm), rodas e aros (inclui
CTB art. 230 estepe). Verificar data de fabricação dos pneus (DOT não pode ser superior a 5 anos)
CONTRAN Nº 558/80
Nota Técnica INMETRO Número: 007
6.2
Condições iguais dos pneus no mesmo eixo em simetria, desenho da banda de rodagem e
– 22/06/2015 capacidade de carga
PRO025209

PRO025209 6.3 Condições das trava porca de roda ou sinalizador de torque

PRO025209
INMETRO Portaria n.º 554, de 29 de 6.4
Pneus recapados somente no eixo traseiro com certificação INMETRO(Verificar selo da
outubro de 2015/ PRO 25209 renovadora fixado na lateral do pneu.)

Condições dos calços de rodas duplos na cor amarela(interligados através de cordas ou


corrente) com pega compatíveis com as dimensões dos pneus dos equipamentos móveis e
PRO025209
RAC 3
6.5 seus implementos e em número suficiente para bloquear seu movimento (Dispensa-se a
utilização de calços quando o equipamento estiver patolado ou com o implemento abaixado no
nível do solo, de modo a impedir sua movimentação voluntária

Fica proibido uso de pneus renovados/recapados. Este item aplica-se imediatamente para
PRO025209 6.6
veículos e equipamentos móveis (outros caminhões) de novos contratos; para os contratos
existentes, a adequação dar-se-á em 18 (dezoito) meses a contar da data de publicação deste
documento. Fim do prazo de adequação 12.11.2021
7 Sistema de freio
RES. CONTRAN 380/2011 7.1
Condições do sistema ABS (luz amarela ABS permanece desligada no painel com veículo
funcionando) - apenas veículos fabricados a partir de 01/01/2014
CTB art. 230 7.2 Condições gerais do sitema de freio: sem avarias e vazamentos
CTB art. 230 7.3 Condições das lonas/disco e pastilha de freio (verificar indicador de limite de desgaste)
CTB art. 230 7.4 Condições do freio de mão (levantar e travar)
Condições do Sistema retardador de velocidade do tipo primário (freio motor) e secundário
(elétrico ou hidráulico)".
RAC 3 7.5 O sistema retardador de velocidade do tipo secundário é mandatório para equipamentos com
peso bruto total maior ou igual a 30 toneladas e seu uso em declives acentuados (Prazo de
adequação 20.12.2020 novo RAC).
8 Sistema de direção
CTB art. 230 8.1
Condições da caixa de direção, reservatório de óleo da caixa de direção e servo-direção
hidráulica (bomba hidráulica) sem vazamentos e avarias
CTB art. 230 8.2 Condições da barra e coluna de direção e terminais sem avarias, folgas e deformações
CTB art. 230 8.3 Condições do volante sem folgas excessiva e avarias.
9 Eixos e sistema de suspensão
CTB art. 230 9.1 Condições dos amortecedores sem folgas, vazamentos e avarias
CTB art. 230 9.2 Condições dos elementos limitadores (batentes no feixo de mola) sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.3 Condições do embuchamento da Barra estabilizadora sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.4 Condições dos feixes de molas (grampos, pinos de centro e abraçadeiras) sem avarias
CTB art. 230 9.5 Condições das manga de Eixo L.E e L.D sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.6 Condições das bolsas de suspensão a ar sem avarias
CTB art. 230 9.7 Condições dos terminais e buchas do tirante da suspensão traseira sem folgas e avarias
10 Sistema Hidráulico, transmissão e Motor
RAC 3 10.1
Condições da caixa de marcha/câmbio sem vazamentos - caixa de câmbio sincronizada
(proibido caixa seca)
CTB art. 230 10.2
Condições do motor do Sistema de arrefecimento sem vazamentos e avarias (caminhão fora
de estrada)

CTB art. 230 10.3


Condições das cruzetas do eixo cardan, luvas do pião do diferencial, luva da caixa de marcha
e luva da arvore de trasnmissão sem folgas e avarias
CTB art. 230 10.4 Condições dos rolamentos de centro do eixo cardan(arvore de transmissão)
CTB art. 230
NR12 e NR31 10.5 Condições das cinta de segurança anti-queda do eixo cardan(arvore de transmissão)
INMETRO 457/08

CTB art. 230 10.6 Condições da alavanca de marcha e sinalização das marchas(indicador de marchas)
CTB art. 230
10.7
Condições dos componentes hidráulicos (vedações, mangueiras, fixações, cilindros, tubos)
RAC5 sem vazamentos e avarias
11 Sistema de exaustão de gases(escapamento)
CTB art. 230 11.1 Condições do catalizador, tubulações e silenciador de ruído do escapamento
12 Sistema de alimentação de combustível
CTB art. 230 12.1 Condições dos tubos e mangueiras de combustível
CTB art. 230 12.2 Condições do tanque de combustível e suas vedações
13 Sistema de arrefecimento
CTB art. 230 13.1 Condições do radiador, tubos, mangueiras e conexões
CTB art. 230 13.2 Condições do reservatório de líquido de arrefecimento
CTB art. 230 13.3 Condições do ventilador do radiador
14 Chassi/estrutura/Implemento

Condições da plaqueta de identificação de Tara, Lotação, Peso Bruto Total, Razão social,
CONTRAN 290/08 CNPJ e endereço do fabricante ou importador, modelo do chassi, número de
CTB art. 230 e 231 14.1
série(identificação) e ano de fabricação. Elas indicam a capacidade de carga de caminhão e
ônibus. A Etiqueta é obrIgatória para Chassi e Implemento(carroceria montada sobre o chassi).

CTB art. 230 14.2


Condições gerais dos implementos no chassi: sem trincas, corrosão acentuada e deformação
que ofereça risco a operação e condução.
Res. 323/2009 CONTRAN
PRO25209
14.3 Condições da proteção lateral (veículos e implementos fabricados a partir de 01/01/2011)

CTB art. 230


14.4
Condições da fixação placa dianteira e traseira (selo do DETRAN e iluminação da placa
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 traseira)
RES. CONTRAN 762/18 14.5 Condições do sistema antispray (para-barro, paralamas e saias laterais)

Todos os caminhões carroceria, guindauto veicular articulado, traçado, articulado, tanque,


comboio e toco devem possuir sistema de proteção contra quedas adequado, escadas e
PRO025511 14.6
guarda corpos instalados ao longo da carroceria, para evitar quedas das pessoas por diferença
de nível.
Estas proteções devem possuir projeto e memória de cálculo da estrutura elaborado por
profissional legalmente habilitado

art. 4º As carroçarias de madeira deverão obedecer aos seguintes requisitos:


I - As carroçarias novas deverão ser construídas com madeira de alta
densidade e alta resistência, ter obrigatoriamente fixadores metálicos de perfil U que
comprovadamente resistam às forças solicitadas, conforme estabelecido no item 3.3 do
Anexo desta Resolução, não podendo ser considerados pontos de fixação as guardas
RES. CONTRAN 631/16 14.7 laterais e piso, se estes pontos de amarração não estiverem em contato com travessas
ou o chassi.
II - Para os veículos em circulação, deverão ser adicionados aos
dispositivos de amarração perfis metálicos em “L” ou “U” nos pontos de fixação,
fixados nas travessas da estrutura por parafusos, de modo a permitir a soldagem do
gancho nesse perfil e a garantir a resistência necessária."

RAC 3 14.8
Pontos de articulação, onde haja risco de esmagamento ou prensamento, com sinalização
clara e visível desse perigo
RAC1 14.9 Condições do ponto de ancoragem para cinturão de segurança
RAC1 14.10 Condições e de funcionamento da movimentação da plataforma ou cesto na parte inferior
RAC1 14.11 Condições do sistema estabilizador com indicador de inclinação
14.12 Condições do Sistema de bloqueio para inclinação inadequada
RAC1 14.13 Condições do sistema de travamento/frenagem das rodas (Quando não patolado)

RAC1
14.14
Condições do dispositivo de parada de emergência no painel de comando inferior e sistema de
NR12 emergência que permita a movimentação dos braços e rotação da torre em caso de pane

RAC1 14.15 Condições do sistema que permita o nivelamento do cesto e impeça seu basculamento
Condições do Sistema que impeça a operação das sapatas estabilizadoras sem o prévio
RAC1 14.16
recolhimento do braço móvel.
Condições das faixas retrorefletivas nas laterais, traseira e para-choque do implemento (deve
RAC 3
14.17
constar o registro "APROVADO DENATRAN"). Cobrir 33% da extensão das laterais e 80% da
DENATRAN 1164/2010 traseira. Obs. Para mais informações sobre a forma correta de aplicação das das faixas,
consultar o DENATRAN com base na referência citada.
PRO025209
CONTRAN nº 290/2008
14.18 Condições da identificação da capacidade de carga/volume visível a distancia
15 Veículos de lavra
RAC 3 15.1
Condições do Sistema de detecção de sonolência do condutor (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 15.2 Teste do tração em no mínimo dois eixos quando possuir 3 ou mais eixos
RAC 3 15.3 Teste do rádio de comunicação bidirecional.
RAC 3 15.4 Teste do sistema de alerta de proximidade entre equipamentos
Inspeção Veicular de Portaria Corredor Norte
PRO-025946, Rev.: 01-11/11/2020 - Classificação: Uso Interno - Pág. 1- 6 - Arquivo 12 -14

Diretoria Emitente: Diretoria Corredor Norte


Anexo 06 - Check list inspeção veicular_ Portarias-contratadas e Vale (mobilizados)

CAMINHÃO COM DOLLY E REBOQUE/CARROCINHA

Contratante: Nome do Gestor do contrato/Supervisor: Matrícula:


Contratada: Gerência de área:
Local: Diretoria departamento:
N° do contrato: Data de inicio do contrato: Data de término do contrato:
Mobilização( ) Troca de veículo( ) Entrega de materias e/ou produtos( ) Renovação( ) Desmoblização( )
Data da validade do acesso:
INFORMAÇÕES DO VEÍCULO
Placa: Renavam: Ano/Modelo: Licenciamento: Tipo/espécie:
Capacidade de carga: Tacografo/Horímetro: Marca/modelo/cor:
INFORMAÇÕES DO CONDUTOR
Validade do RAC3: Nome: Matricula: CPF:
N° CNH: UF: Categoria: Data da 1° habilitação: Data do vencimento da habilitação:

Assinatura do operador/motorista:
Responsável pela verificação: Data da vistoria:

C: Signica "conforme" ou seja o equipamento está em condições de uso


NC: Signifa "não conforme, ou seja o equipamento não está em condições de uso
NA: Significa "Não Aplicável", ou seja, o item não atende mais a realidade do equipamento.
Aprovado Reprovado
Referência(legislação) Itens Itens a serem verificados C NC NA Observação/Medidas
1 Documentação
CONTRAN Nº 776 DE 13/06/2019 1.1 CRLV(impresso ou eletrônico) do Veículo/Equipamento dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 684 DE 25/07/2017 1.2 Habilitação(impressa ou eletrônica) do condutor/operador dentro do prazo de vencimento
RAC 3 1.3 treinamento em RAC 3 dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 1.4 Certificado de verificação e calibração do tacógrafo dentro do prazo de vencimento

PRO025209 Verificar formulário de fumaça negra – max padrão nº 2 – Escala Ringelmann ou digital
PRO023480
IBAMA nº 85 de 17/10/1996
1.5 (avaliação feita a cada 6 meses pela equipe de meio ambiente para todos os veículos movidos
CONAMA 261/99 a diesel)

Documento com Plano de manutenção preventiva do Caminhão assinado sob


responsabilidade de profissional habilitado credenciado ao CREA com ART.(Anotação de
PRO 25209 1.6 responsabilidade técnica) Considerando todos os dispostivos de segurança do implemento e
Etiqueta de manutenção fixada em local visível; os mesmos sinalizando a data/km/hr da útima
e próxima manutenção

PRO 25209 1.7 Condições do Rotograma do trajeto e Plano de Trânsito atualizado.


2 Sistema de iluminação/sinalização
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017
2.1
Condições dos faróis principais (faroletes, farol baixo, farol alto e neblina, luz de freio e luz de
RAC03 alerta de marcha à ré )

CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.2


Condições das lanternas delimitadoras dianteiras na cor branca(luzes de posição) e traseira na
cor vermelha(luzes de posição)
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.3 Condições das lanternas indicadoras de direção, lateral e pisca alerta na cor laranja
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.4 Condições dos retrorefletores laterais na cor amarela e traseiros na cor vermelha
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 2.5 Condições da buzina
RAC 3
CONTRAN Nº 137 DE 07/06/2013
2.6 Condições do sonorizador de marcha-a-ré

3 Cabine do veículo e suplementar


Condições gerais: limpeza Interna, assoalho, escada de acesso, forro da cabine, para-brisa,
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 para-sol, bancos com encosto de cabeça, portas, janelas e tampas(capô), lavadores e
CONTRAN Nº 758, DE 20-12-2018
PRO025209
3.1 limpadores de pára-brisa, espelhos retrovisores, painel de instrumento (velocímetro, luzes de
RAC 3 indicação, medidor de pressão ou indicador de pressão de ar), latarias externa e iluminação da
cabine

CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 3.2


Condições do tacografo sem lacre do INMETRO rompido e perfeito estado de conservação e
uso.
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
RAC 3
3.3 Condições dos cintos de segurança (3 pontos para todos os ocupantes)
RAC 3 3.4 Condições do ar-Condicionado (prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 3.5 Condições do sistemas de monitoramento de localização e velocidade (telemetria).
RAC 3 3.6
Verificar se os vidros frontais do equipamento são tipo laminados (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)

Condições de visibilidade das película escura em veículos leves dentro da área industrial
desde que esteja em conformidade com o estabelecido no código de trânsito brasileiro. (Nos
CONTRAN Nº 254/2007
3.7
vidros que constituem os para-brisa do veículo, o nível de transparência deve alcançar 75%.
PRO025209 Para os vidros laterais dianteiros, o nível de transparência deve ser de, no mínimo, 70%.
Vidros que ocupam outras áreas do veículo podem apresentar um nível menor de
transparência. Para estes, a transparência mínima exigida é de 28%.), exceto no interior das
minas.
Condições dos adesivos de logotipo da empresa fixado nas portas dianteiras (30cm de
PRO025209 3.8 comprimento por 10cm de altura) exceções devem ter aprovação formalizada da Segurança
Empresarial e Segurança Ocupacional.
Condições do Sleep Alarm (alerta de fadiga) ou outra tecnologia que alerte ou controle a fadiga
PRO25209 3.9 dos empregados que conduzem veículos ao longo da EFC. Se houver detector de
sonolência considerar este item NA.
4 Instalação elétrica
CTB art. 230 4.1 Condições da chave geral
CTB art. 230 4.2 Condições da fiação elétrica
CONTRAN nº 776/93 4.3 Condições da bateria elétrica/ há caixa de proteção
5 Auxiliares
CONTRAN Nº 686 DE 15-08-2017
CONTRAN 556/2015 5.1
Condições do triângulo refletivo, macaco, chave de roda, extintor de incêndio e bacia de
PTP839 contenção e cones, bombonas ou pontaletes.
6 Material rodante
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
6.1
Condições de desgaste e avarias dos pneus (TWI mínimo de 1,6mm), rodas e aros (inclui
CTB art. 230 estepe). Verificar data de fabricação dos pneus (DOT não pode ser superior a 5 anos)
CONTRAN Nº 558/80
Nota Técnica INMETRO Número: 007
6.2
Condições iguais dos pneus no mesmo eixo em simetria, desenho da banda de rodagem e
– 22/06/2015 capacidade de carga
PRO025209

PRO025209 6.3 Condições das trava porca de roda ou sinalizador de torque

PRO025209
INMETRO Portaria n.º 554, de 29 de 6.4
Pneus recapados somente no eixo traseiro com certificação INMETRO(Verificar selo da
outubro de 2015/ PRO 25209 renovadora fixado na lateral do pneu.)

Condições dos calços de rodas duplos na cor amarela(interligados através de cordas ou


corrente) com pega compatíveis com as dimensões dos pneus dos equipamentos móveis e
PRO025209
RAC 3
6.5 seus implementos e em número suficiente para bloquear seu movimento (Dispensa-se a
utilização de calços quando o equipamento estiver patolado ou com o implemento abaixado no
nível do solo, de modo a impedir sua movimentação voluntária

Fica proibido uso de pneus renovados/recapados. Este item aplica-se imediatamente para
PRO025209 6.6
veículos e equipamentos móveis (outros caminhões) de novos contratos; para os contratos
existentes, a adequação dar-se-á em 18 (dezoito) meses a contar da data de publicação deste
documento. Fim do prazo de adequação 12.11.2021
7 Sistema de freio
RES. CONTRAN 380/2011 7.1
Condições do sistema ABS (luz amarela ABS permanece desligada no painel com veículo
funcionando) - apenas veículos fabricados a partir de 01/01/2014
CTB art. 230 7.2 Condições gerais do sitema de freio: sem avarias e vazamentos
CTB art. 230 7.3 Condições das lonas/disco e pastilha de freio (verificar indicador de limite de desgaste)
CTB art. 230 7.4 Condições do freio de mão (levantar e travar)
Condições do Sistema retardador de velocidade do tipo primário (freio motor) e secundário
(elétrico ou hidráulico)".
RAC 3 7.5
O sistema retardador de velocidade do tipo secundário é mandatório para equipamentos com
peso bruto total maior ou igual a 30 toneladas e seu uso em declives acentuados (Prazo de
adequação 20.12.2020 novo RAC).
8 Sistema de direção
CTB art. 230 8.1
Condições da caixa de direção, reservatório de óleo da caixa de direção e servo-direção
hidráulica (bomba hidráulica) sem vazamentos e avarias
CTB art. 230 8.2 Condições da barra e coluna de direção e terminais sem avarias, folgas e deformações
CTB art. 230 8.3 Condições do volante sem folgas excessiva e avarias.
9 Eixos e sistema de suspensão
CTB art. 230 9.1 Condições dos amortecedores sem folgas, vazamentos e avarias
CTB art. 230 9.2 Condições dos elementos limitadores (batentes no feixo de mola) sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.3 Condições do embuchamento da Barra estabilizadora sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.4 Condições dos feixes de molas (grampos, pinos de centro e abraçadeiras) sem avarias
CTB art. 230 9.5 Condições das manga de Eixo L.E e L.D sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.6 Condições das bolsas de suspensão a ar sem avarias
CTB art. 230 9.7 Condições dos terminais e buchas do tirante da suspensão traseira sem folgas e avarias
10 Sistema Hidráulico, transmissão e Motor
RAC 3 10.1
Condições da caixa de marcha/câmbio sem vazamentos - caixa de câmbio sincronizada
(proibido caixa seca)
CTB art. 230 10.2
Condições do motor do Sistema de arrefecimento sem vazamentos e avarias (caminhão fora
de estrada)

CTB art. 230 10.3


Condições das cruzetas do eixo cardan, luvas do pião do diferencial, luva da caixa de marcha
e luva da arvore de trasnmissão sem folgas e avarias
CTB art. 230 10.4 Condições dos rolamentos de centro do eixo cardan(arvore de transmissão)
CTB art. 230
NR12 e NR31 10.5 Condições das cinta de segurança anti-queda do eixo cardan(arvore de transmissão)
INMETRO 457/08

CTB art. 230 10.6 Condições da alavanca de marcha e sinalização das marchas(indicador de marchas)
CTB art. 230
10.7
Condições dos componentes hidráulicos (vedações, mangueiras, fixações, cilindros, tubos)
RAC5 sem vazamentos e avarias
11 Sistema de exaustão de gases(escapamento)
CTB art. 230 11.1 Condições do catalizador, tubulações e silenciador de ruído do escapamento
12 Sistema de alimentação de combustível
CTB art. 230 12.1 Condições dos tubos e mangueiras de combustível
CTB art. 230 12.2 Condições do tanque de combustível e suas vedações
13 Sistema de arrefecimento
CTB art. 230 13.1 Condições do radiador, tubos, mangueiras e conexões
CTB art. 230 13.2 Condições do reservatório de líquido de arrefecimento
CTB art. 230 13.3 Condições do ventilador do radiador
14 Chassi/estrutura/carroceria/Sistemas e componentes do DOLLY (reboque)

Condições da plaqueta de identificação de Tara, Lotação, Peso Bruto Total, Razão social,
CONTRAN 290/08
CTB art. 230 e 231 14.1
CNPJ e endereço do fabricante ou importador, modelo do chassi, número de
série(identificação) e ano de fabricação. Elas indicam a capacidade de carga de caminhão e
ônibus. A Etiqueta é obrIgatória para Chassi e Implemento(carroceria montada sobre o chassi).

CTB art. 230 14.2


Condições gerais dos implementos no chassi: sem trincas, corrosão acentuada e deformação
que ofereça risco a operação e condução.
Res. 323/2009 CONTRAN
PRO25209
14.3 Condições da proteção lateral (veículos e implementos fabricados a partir de 01/01/2011)

CTB art. 230


14.4
Condições da fixação placa dianteira e traseira (selo do DETRAN e iluminação da placa
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 traseira)
RES. CONTRAN 762/18 14.5 Condições do sistema antispray (para-barro, paralamas e saias laterais)

art. 4º As carroçarias de madeira deverão obedecer aos seguintes requisitos:


I - As carroçarias novas deverão ser construídas com madeira de alta
densidade e alta resistência, ter obrigatoriamente fixadores metálicos de perfil U que
comprovadamente resistam às forças solicitadas, conforme estabelecido no item 3.3 do
Anexo desta Resolução, não podendo ser considerados pontos de fixação as guardas
RES. CONTRAN 631/16 14.6 laterais e piso, se estes pontos de amarração não estiverem em contato com travessas
ou o chassi.
II - Para os veículos em circulação, deverão ser adicionados aos
dispositivos de amarração perfis metálicos em “L” ou “U” nos pontos de fixação,
fixados nas travessas da estrutura por parafusos, de modo a permitir a soldagem do
gancho nesse perfil e a garantir a resistência necessária."

CONTRAN Nº 735 DE 05/06/2018


NR12
14.7 Condições do acomplamento automático da quinta-roda fácil e seguro

CONTRAN Nº 735 DE 05/06/2018 14.8 Condições dos pinos e buchas de fixação e articulação
CONTRAN Nº 735 DE 05/06/2018
NR12
14.9 Condiçoes da trava de segurança impede desacoplamento acidental
CONTRAN Nº 735 DE 05/06/2018 14.10 Condições da mesa do pino-rei
CONTRAN nº 197 de 25/07/2006 14.11 Condições da esfera maciça apropriada ao tracionamento de reboque ou trailler
CONTRAN nº 197 de 25/07/2006 14.12 Condições da tomada e instalação apropriada para conexão ao veículo rebocado
CONTRAN nº 197 de 25/07/2006 14.13 Condições do dispositivo para fixação da corrente de segurança do reboque
CONTRAN nº 197 de 25/07/2006 14.14 Ausência de superfícies cortantes ou cantos vivos na haste de fixação da esfera
Condições das faixas retrorefletivas nas laterais, traseira e para-choque do implemento (deve
RAC 3
14.15
constar o registro "APROVADO DENATRAN"). Cobrir 33% da extensão das laterais e 80% da
DENATRAN 1164/2010 traseira. Obs. Para mais informações sobre a forma correta de aplicação das das faixas,
consultar o DENATRAN com base na referência citada.

RAC 3 14.16
Condições das rampas de acesso das carretas pranchas com sistema eletro-hidráulico de
movimentação (prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
PRO025209
CONTRAN nº 290/2008
14.17 Condições da identificação da capacidade de carga/volume visível a distancia

RAC 3 14.18
Pontos de articulação, onde haja risco de esmagamento ou prensamento, com sinalização
clara e visível desse perigo
15 Veículos de lavra
RAC 3 15.1
Condições do Sistema de detecção de sonolência do condutor (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 15.2 Teste do tração em no mínimo dois eixos quando possuir 3 ou mais eixos
RAC 3 15.3 Teste do rádio de comunicação bidirecional.
RAC 3 15.4 Teste do sistema de alerta de proximidade entre equipamentos
Inspeção Veicular de Portaria Corredor Norte
PRO-025946, Rev.: 01-11/11/2020- Classificação: Uso Interno - Pág. 1- 6 - Arquivo 13 -14

Diretoria Emitente: Diretoria Corredor Norte


Anexo 06 - Check list inspeção veicular_ Portarias-contratadas e Vale (mobilizados)

CAMINHÃO PRANCHA-REBOQUE

Contratante: Nome do Gestor do contrato/Supervisor: Matrícula:


Contratada: Gerência de área:
Local: Diretoria departamento:
N° do contrato: Data de inicio do contrato: Data de término do contrato:
Mobilização( ) Troca de veículo( ) Entrega de materias e/ou produtos( ) Renovação( ) Desmoblização( )
Data da validade do acesso:
INFORMAÇÕES DO VEÍCULO
Placa: Renavam: Ano/Modelo: Licenciamento: Tipo/espécie:
Capacidade de carga: Tacografo/Horímetro: Marca/modelo/cor:
INFORMAÇÕES DO CONDUTOR
Validade do RAC3: Nome: Matricula: CPF:
N° CNH: UF: Categoria: Data da 1° habilitação: Data do vencimento da habilitação:

Assinatura do operador/motorista:
Responsável pela verificação: Data da vistoria:

C: Signica "conforme" ou seja o equipamento está em condições de uso


NC: Signifa "não conforme, ou seja o equipamento não está em condições de uso
NA: Significa "Não Aplicável", ou seja, o item não atende mais a realidade do equipamento.
Aprovado Reprovado
Referência(legislação) Itens Itens a serem verificados C NC NA Observação/Medidas
1 Documentação
CONTRAN Nº 776 DE 13/06/2019 1.1 CRLV(impresso ou eletrônico) do Veículo/Equipamento dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 684 DE 25/07/2017 1.2 Habilitação(impressa ou eletrônica) do condutor/operador dentro do prazo de vencimento
RAC 3 1.3 treinamento em RAC 3 dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 1.4 Certificado de verificação e calibração INMETRO dentro do prazo de vencimento

PRO025209 Verificar formulário de fumaça negra – max padrão nº 2 – Escala Ringelmann ou digital
PRO023480
IBAMA nº 85 de 17/10/1996
1.5 (avaliação feita a cada 6 meses pela equipe de meio ambiente para todos os veículos movidos
CONAMA 261/99 a diesel)

Documento com Plano de manutenção preventiva do Caminhão assinado sob


responsabilidade de profissional habilitado credenciado ao CREA com ART.(Anotação de
PRO 25209 1.6 responsabilidade técnica) Considerando todos os dispostivos de segurança do implemento e
Etiqueta de manutenção fixada em local visível; os mesmos sinalizando a data/km/hr da útima
e próxima manutenção
PRO 25209 1.7 Condições do Rotograma do trajeto e Plano de Trânsito atualizado.
2 Sistema de iluminação/sinalização
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017
2.1
Condições dos faróis principais (faroletes, farol baixo, farol alto e neblina, luz de freio e luz de
RAC03 alerta de marcha à ré )

CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.2


Condições das lanternas delimitadoras dianteiras na cor branca(luzes de posição) e traseira na
cor vermelha(luzes de posição)
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.3 Condições das lanternas indicadoras de direção, lateral e pisca alerta na cor laranja
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.4 Condições dos retrorefletores laterais na cor amarela e traseiros na cor vermelha
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 2.5 Condições da buzina
RAC 3
CONTRAN Nº 137 DE 07/06/2013
2.6 Condições do sonorizador de marcha-a-ré
3 Cabine do veículo e suplementar
Condições gerais: limpeza Interna, assoalho, escada de acesso, forro da cabine, para-brisa,
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 para-sol, bancos com encosto de cabeça, portas, janelas e tampas(capô), lavadores e
CONTRAN Nº 758, DE 20-12-2018
PRO025209
3.1 limpadores de pára-brisa, espelhos retrovisores, painel de instrumento (velocímetro, luzes de
RAC 3 indicação, medidor de pressão ou indicador de pressão de ar), latarias externa e iluminação da
cabine

CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 3.2


Condições do tacografo sem lacre do INMETRO rompido e perfeito estado de conservação e
uso.
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
RAC 3
3.3 Condições dos cintos de segurança (3 pontos para todos os ocupantes)
RAC 3 3.4 Condições do ar-Condicionado (prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 3.5 Condições do sistemas de monitoramento de localização e velocidade (telemetria).
RAC 3 3.6
Verificar se os vidros frontais do equipamento são tipo laminados (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)

Condições de visibilidade das película escura em veículos leves dentro da área industrial
desde que esteja em conformidade com o estabelecido no código de trânsito brasileiro. (Nos
CONTRAN Nº 254/2007 vidros que constituem os para-brisa do veículo, o nível de transparência deve alcançar 75%.
3.7
PRO025209 Para os vidros laterais dianteiros, o nível de transparência deve ser de, no mínimo, 70%.
Vidros que ocupam outras áreas do veículo podem apresentar um nível menor de
transparência. Para estes, a transparência mínima exigida é de 28%.), exceto no interior das
minas.
Condições dos adesivos de logotipo da empresa fixado nas portas dianteiras (30cm de
PRO025209 3.8 comprimento por 10cm de altura) exceções devem ter aprovação formalizada da Segurança
Empresarial e Segurança Ocupacional.
Condições do Sleep Alarm (alerta de fadiga) ou outra tecnologia que alerte ou controle a fadiga
PRO25209 3.9 dos empregados que conduzem veículos ao longo da EFC. Se houver detector de
sonolência considerar este item NA.
4 Instalação elétrica
CTB art. 230 4.1 Condições da chave geral
CTB art. 230 4.2 Condições da fiação elétrica
CONTRAN nº 776/93 4.3 Condições da bateria elétrica/ há caixa de proteção
5 Auxiliares
CONTRAN Nº 686 DE 15-08-2017
CONTRAN 556/2015 5.1
Condições do triângulo refletivo, macaco, chave de roda, extintor de incêndio e bacia de
PTP839 contenção e cones, bombonas ou pontaletes.
6 Material rodante
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
6.1
Condições de desgaste e avarias dos pneus (TWI mínimo de 1,6mm), rodas e aros (inclui
CTB art. 230 estepe). Verificar data de fabricação dos pneus (DOT não pode ser superior a 5 anos)

CONTRAN Nº 558/80
Nota Técnica INMETRO Número: 007
6.2
Condições iguais dos pneus no mesmo eixo em simetria, desenho da banda de rodagem e
– 22/06/2015 capacidade de carga
PRO025209

PRO025209 6.3 Condições das trava porca de roda ou sinalizador de torque

PRO025209
INMETRO Portaria n.º 554, de 29 de 6.4
Pneus recapados somente no eixo traseiro com certificação INMETRO(Verificar selo da
outubro de 2015/ PRO 25209 renovadora fixado na lateral do pneu.)

Condições dos calços de rodas duplos na cor amarela(interligados através de cordas ou


corrente) com pega compatíveis com as dimensões dos pneus dos equipamentos móveis e
PRO025209
RAC 3
6.5 seus implementos e em número suficiente para bloquear seu movimento (Dispensa-se a
utilização de calços quando o equipamento estiver patolado ou com o implemento abaixado no
nível do solo, de modo a impedir sua movimentação voluntária

Fica proibido uso de pneus renovados/recapados. Este item aplica-se imediatamente para
PRO025209 6.6
veículos e equipamentos móveis (outros caminhões) de novos contratos; para os contratos
existentes, a adequação dar-se-á em 18 (dezoito) meses a contar da data de publicação deste
documento. Fim do prazo de adequação 12.11.2021
7 Sistema de freio
RES. CONTRAN 380/2011 7.1
Condições do sistema ABS (luz amarela ABS permanece desligada no painel com veículo
funcionando) - apenas veículos fabricados a partir de 01/01/2014
CTB art. 230 7.2 Condições gerais do sitema de freio: sem avarias e vazamentos
CTB art. 230 7.3 Condições das lonas/disco e pastilha de freio (verificar indicador de limite de desgaste)
CTB art. 230 7.4 Condições do freio de mão (levantar e travar)
Condições do Sistema retardador de velocidade do tipo primário (freio motor) e secundário
(elétrico ou hidráulico)".
RAC 3 7.5
O sistema retardador de velocidade do tipo secundário é mandatório para equipamentos com
peso bruto total maior ou igual a 30 toneladas e seu uso em declives acentuados (Prazo de
adequação 20.12.2020 novo RAC).

8 Sistema de direção
CTB art. 230 8.1
Condições da caixa de direção, reservatório de óleo da caixa de direção e servo-direção
hidráulica (bomba hidráulica) sem vazamentos e avarias
CTB art. 230 8.2 Condições da barra e coluna de direção e terminais sem avarias, folgas e deformações
CTB art. 230 8.3 Condições do volante sem folgas excessiva e avarias.
9 Eixos e sistema de suspensão
CTB art. 230 9.1 Condições dos amortecedores sem folgas, vazamentos e avarias
CTB art. 230 9.2 Condições dos elementos limitadores (batentes no feixo de mola) sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.3 Condições do embuchamento da Barra estabilizadora sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.4 Condições dos feixes de molas (grampos, pinos de centro e abraçadeiras) sem avarias
CTB art. 230 9.5 Condições das manga de Eixo L.E e L.D sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.6 Condições das bolsas de suspensão a ar sem avarias
CTB art. 230 9.7 Condições dos terminais e buchas do tirante da suspensão traseira sem folgas e avarias
10 Sistema Hidráulico, transmissão e Motor
RAC 3 10.1
Condições da caixa de marcha/câmbio sem vazamentos - caixa de câmbio sincronizada
(proibido caixa seca)
CTB art. 230 10.2
Condições do motor do Sistema de arrefecimento sem vazamentos e avarias (caminhão fora
de estrada)

CTB art. 230 10.3


Condições das cruzetas do eixo cardan, luvas do pião do diferencial, luva da caixa de marcha
e luva da arvore de trasnmissão sem folgas e avarias
CTB art. 230 10.4 Condições dos rolamentos de centro do eixo cardan(arvore de transmissão)
CTB art. 230
NR12 e NR31 10.5 Condições das cinta de segurança anti-queda do eixo cardan(arvore de transmissão)
INMETRO 457/08

CTB art. 230 10.6 Condições da alavanca de marcha e sinalização das marchas(indicador de marchas)
CTB art. 230
10.7
Condições dos componentes hidráulicos (vedações, mangueiras, fixações, cilindros, tubos)
RAC5 sem vazamentos e avarias
11 Sistema de exaustão de gases(escapamento)
CTB art. 230 11.1 Condições do catalizador, tubulações e silenciador de ruído do escapamento
12 Sistema de alimentação de combustível
CTB art. 230 12.1 Condições dos tubos e mangueiras de combustível
CTB art. 230 12.2 Condições do tanque de combustível e suas vedações
13 Sistema de arrefecimento
CTB art. 230 13.1 Condições do radiador, tubos, mangueiras e conexões
CTB art. 230 13.2 Condições do reservatório de líquido de arrefecimento
CTB art. 230 13.3 Condições do ventilador do radiador
14 Chassi/estrutura/Implemento

Condições da plaqueta de identificação de Tara, Lotação, Peso Bruto Total, Razão social,
CONTRAN 290/08 CNPJ e endereço do fabricante ou importador, modelo do chassi, número de
CTB art. 230 e 231 14.1
série(identificação) e ano de fabricação. Elas indicam a capacidade de carga de caminhão e
ônibus. A Etiqueta é obrIgatória para Chassi e Implemento(carroceria montada sobre o chassi).

CTB art. 230 14.2


Condições gerais dos implementos no chassi: sem trincas, corrosão acentuada e deformação
que ofereça risco a operação e condução.
Res. 323/2009 CONTRAN
PRO25209
14.3 Condições da proteção lateral (veículos e implementos fabricados a partir de 01/01/2011)

CTB art. 230


14.4
Condições da fixação placa dianteira e traseira (selo do DETRAN e iluminação da placa
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 traseira)
RES. CONTRAN 762/18 14.5 Condições do sistema antispray (para-barro, paralamas e saias laterais)

art. 4º As carroçarias de madeira deverão obedecer aos seguintes requisitos:


I - As carroçarias novas deverão ser construídas com madeira de alta
densidade e alta resistência, ter obrigatoriamente fixadores metálicos de perfil U que
comprovadamente resistam às forças solicitadas, conforme estabelecido no item 3.3 do
Anexo desta Resolução, não podendo ser considerados pontos de fixação as guardas
RES. CONTRAN 631/16 14.6 laterais e piso, se estes pontos de amarração não estiverem em contato com travessas
ou o chassi.
II - Para os veículos em circulação, deverão ser adicionados aos
dispositivos de amarração perfis metálicos em “L” ou “U” nos pontos de fixação,
fixados nas travessas da estrutura por parafusos, de modo a permitir a soldagem do
gancho nesse perfil e a garantir a resistência necessária."

RAC 3 14.7
Pontos de articulação, onde haja risco de esmagamento ou prensamento, com sinalização
clara e visível desse perigo

RAC 3 14.8
Condições das rampas de acesso das carretas pranchas com sistema eletro-hidráulico de
movimentação (prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
Condições das faixas retrorefletivas nas laterais, traseira e para-choque do implemento (deve
RAC 3
14.9
constar o registro "APROVADO DENATRAN"). Cobrir 33% da extensão das laterais e 80% da
DENATRAN 1164/2010 traseira. Obs. Para mais informações sobre a forma correta de aplicação das das faixas,
consultar o DENATRAN com base na referência citada.
15 Veículos de lavra
RAC 3 15.1
Condições do Sistema de detecção de sonolência do condutor (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 15.2 Teste do tração em no mínimo dois eixos quando possuir 3 ou mais eixos
RAC 3 15.3 Teste do rádio de comunicação bidirecional.
Inspeção Veicular de Portaria Corredor Norte
PRO-025946, Rev.: 01-11/11/2020 - Classificação: Uso Interno - Pág. 1- 5 - Arquivo 14 -14

Diretoria Emitente: Diretoria Corredor Norte


Anexo 06 - Check list inspeção veicular_ Portarias-contratadas e Vale (mobilizados)

OUTROS CAMINHÕES

Contratante: Nome do Gestor do contrato/Supervisor: Matrícula:


Contratada: Gerência de área:
Local: Diretoria departamento:
N° do contrato: Data de inicio do contrato: Data de término do contrato:
Mobilização( ) Troca de veículo( ) Entrega de materias e/ou produtos( ) Renovação( ) Desmoblização( )
Data da validade do acesso:
INFORMAÇÕES DO VEÍCULO
Placa: Renavam: Ano/Modelo: Licenciamento: Tipo/espécie:
Capacidade de carga: Tacografo/Horímetro: Marca/modelo/cor:
INFORMAÇÕES DO CONDUTOR
Validade do RAC3: Nome: Matricula: CPF:
N° CNH: UF: Categoria: Data da 1° habilitação: Data do vencimento da habilitação:

Assinatura do operador/motorista:
Responsável pela verificação: Data da vistoria:

C: Signica "conforme" ou seja o equipamento está em condições de uso


NC: Signifa "não conforme, ou seja o equipamento não está em condições de uso
NA: Significa "Não Aplicável", ou seja, o item não atende mais a realidade do equipamento.
Aprovado Reprovado
Referência(legislação) Itens Itens a serem verificados C NC NA Observação/Medidas
1 Documentação
CONTRAN Nº 776 DE 13/06/2019 1.1 CRLV(impresso ou eletrônico) do Veículo/Equipamento dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 684 DE 25/07/2017 1.2 Habilitação(impressa ou eletrônica) do condutor/operador dentro do prazo de vencimento
RAC 3 1.3 treinamento em RAC 3 dentro do prazo de vencimento
CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 1.4 Certificado de verificação e calibração do tacógrafo dentro do prazo de vencimento
PRO025209 Verificar formulário de fumaça negra – max padrão nº 2 – Escala Ringelmann ou digital
PRO023480
IBAMA nº 85 de 17/10/1996
1.5 (avaliação feita a cada 6 meses pela equipe de meio ambiente para todos os veículos movidos
CONAMA 261/99 a diesel)

Documento com Plano de manutenção preventiva do Caminhão assinado sob


responsabilidade de profissional habilitado credenciado ao CREA com ART.(Anotação de
PRO 25209 1.6 responsabilidade técnica) Considerando todos os dispostivos de segurança do implemento e
Etiqueta de manutenção fixada em local visível; os mesmos sinalizando a data/km/hr da útima
e próxima manutenção

PRO 25209 1.7 Condições do Rotograma do trajeto e Plano de Trânsito atualizado.


2 Sistema de iluminação/sinalização
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017
2.1
Condições dos faróis principais (faroletes, farol baixo, farol alto e neblina, luz de freio e luz de
RAC03 alerta de marcha à ré )

CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.2


Condições das lanternas delimitadoras dianteiras na cor branca(luzes de posição) e traseira na
cor vermelha(luzes de posição)
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.3 Condições das lanternas indicadoras de direção, lateral e pisca alerta na cor laranja
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 2.4 Condições dos retrorefletores laterais na cor amarela e traseiros na cor vermelha
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 2.5 Condições da buzina
art. 29, VII do CTB 2.6 Condições do alerta luminoso de emergência(somente para veículo de emergência)
RAC 3
CONTRAN Nº 137 DE 07/06/2013
2.7 Condições do sonorizador de marcha-a-ré

art. 29, VII do CTB 2.8 Condições do alerta sonoro de emergência(somente para veículo de emergência)
3 Cabine do veículo e suplementar
Condições gerais: limpeza Interna, assoalho, escada de acesso, forro da cabine, para-brisa,
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017 para-sol, bancos com encosto de cabeça, portas, janelas e tampas(capô), lavadores e
CONTRAN Nº 758, DE 20-12-2018
PRO025209
3.1 limpadores de pára-brisa, espelhos retrovisores, painel de instrumento (velocímetro, luzes de
RAC 3 indicação, medidor de pressão ou indicador de pressão de ar), latarias externa e iluminação da
cabine

CONTRAN Nº 406, DE 12-06-2012 3.2


Condições do tacografo sem lacre do INMETRO rompido e perfeito estado de conservação e
uso.
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
RAC 3
3.3 Condições dos cintos de segurança (3 pontos para todos os ocupantes)
RAC 3 3.4 Condições do ar-Condicionado (prazo de adequação 20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 3.5 Condições do sistemas de monitoramento de localização e velocidade (telemetria).
RAC 3 3.6
Verificar se os vidros frontais do equipamento são tipo laminados (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)

Condições de visibilidade das película escura em veículos leves dentro da área industrial
desde que esteja em conformidade com o estabelecido no código de trânsito brasileiro. (Nos
CONTRAN Nº 254/2007 vidros que constituem os para-brisa do veículo, o nível de transparência deve alcançar 75%.
3.7
PRO025209 Para os vidros laterais dianteiros, o nível de transparência deve ser de, no mínimo, 70%.
Vidros que ocupam outras áreas do veículo podem apresentar um nível menor de
transparência. Para estes, a transparência mínima exigida é de 28%.), exceto no interior das
minas.
Condições dos adesivos de logotipo da empresa fixado nas portas dianteiras (30cm de
PRO025209 3.8 comprimento por 10cm de altura) exceções devem ter aprovação formalizada da Segurança
Empresarial e Segurança Ocupacional.
Condições do Sleep Alarm (alerta de fadiga) ou outra tecnologia que alerte ou controle a fadiga
PRO25209 3.9 dos empregados que conduzem veículos ao longo da EFC. Se houver detector de
sonolência considerar este item NA.
4 Instalação elétrica
CTB art. 230 4.1 Condições da chave geral
CTB art. 230 4.2 Condições da fiação elétrica
CONTRAN nº 776/93 4.3 Condições da bateria elétrica/ há caixa de proteção
5 Auxiliares
CONTRAN Nº 686 DE 15-08-2017 Condições do triângulo refletivo, macaco, chave de roda, extintor de incêndio e bacia de
CONTRAN 556/2015 5.1
PTP839 contenção e cones, bombonas ou pontaletes.
6 Material rodante
CONTRAN Nº 686, DE 15-08-2017
6.1
Condições de desgaste e avarias dos pneus (TWI mínimo de 1,6mm), rodas e aros (inclui
CTB art. 230 estepe). Verificar data de fabricação dos pneus (DOT não pode ser superior a 5 anos)
CONTRAN Nº 558/80
Nota Técnica INMETRO Número: 007
6.2
Condições iguais dos pneus no mesmo eixo em simetria, desenho da banda de rodagem e
– 22/06/2015 capacidade de carga
PRO025209

PRO025209 6.3 Condições das trava porca de roda ou sinalizador de torque

PRO025209
INMETRO Portaria n.º 554, de 29 de 6.4
Pneus recapados somente no eixo traseiro com certificação INMETRO(Verificar selo da
outubro de 2015/ PRO 25209 renovadora fixado na lateral do pneu.)

Condições dos calços de rodas duplos na cor amarela(interligados através de cordas ou


corrente) com pega compatíveis com as dimensões dos pneus dos equipamentos móveis e
PRO025209
RAC 3
6.5 seus implementos e em número suficiente para bloquear seu movimento (Dispensa-se a
utilização de calços quando o equipamento estiver patolado ou com o implemento abaixado no
nível do solo, de modo a impedir sua movimentação voluntária

Fica proibido uso de pneus renovados/recapados. Este item aplica-se imediatamente para
PRO025209 6.6
veículos e equipamentos móveis (outros caminhões) de novos contratos; para os contratos
existentes, a adequação dar-se-á em 18 (dezoito) meses a contar da data de publicação deste
documento. Fim do prazo de adequação 12.11.2021
7 Sistema de freio
RES. CONTRAN 380/2011 7.1
Condições do sistema ABS (luz amarela ABS permanece desligada no painel com veículo
funcionando) - apenas veículos fabricados a partir de 01/01/2014
CTB art. 230 7.2 Condições gerais do sitema de freio: sem avarias e vazamentos
CTB art. 230 7.3 Condições das lonas/disco e pastilha de freio (verificar indicador de limite de desgaste)
CTB art. 230 7.4 Condições do freio de mão (levantar e travar)
Condições do Sistema retardador de velocidade do tipo primário (freio motor) e secundário
(elétrico ou hidráulico)".
RAC 3 7.5
O sistema retardador de velocidade do tipo secundário é mandatório para equipamentos com
peso bruto total maior ou igual a 30 toneladas e seu uso em declives acentuados (Prazo de
adequação 20.12.2020 novo RAC).
8 Sistema de direção
CTB art. 230 8.1
Condições da caixa de direção, reservatório de óleo da caixa de direção e servo-direção
hidráulica (bomba hidráulica) sem vazamentos e avarias
CTB art. 230 8.2 Condições da barra e coluna de direção e terminais sem avarias, folgas e deformações
CTB art. 230 8.3 Condições do volante sem folgas excessiva e avarias.
9 Eixos e sistema de suspensão
CTB art. 230 9.1 Condições dos amortecedores sem folgas, vazamentos e avarias
CTB art. 230 9.2 Condições dos elementos limitadores (batentes no feixo de mola) sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.3 Condições do embuchamento da Barra estabilizadora sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.4 Condições dos feixes de molas (grampos, pinos de centro e abraçadeiras) sem avarias
CTB art. 230 9.5 Condições das manga de Eixo L.E e L.D sem folgas e avarias
CTB art. 230 9.6 Condições das bolsas de suspensão a ar sem avarias
CTB art. 230 9.7 Condições dos terminais e buchas do tirante da suspensão traseira sem folgas e avarias
10 Sistema Hidráulico, transmissão e Motor
RAC 3 10.1
Condições da caixa de marcha/câmbio sem vazamentos - caixa de câmbio sincronizada
(proibido caixa seca)
CTB art. 230 10.2
Condições do motor do Sistema de arrefecimento sem vazamentos e avarias (caminhão fora
de estrada)

CTB art. 230 10.3


Condições das cruzetas do eixo cardan, luvas do pião do diferencial, luva da caixa de marcha
e luva da arvore de trasnmissão sem folgas e avarias
CTB art. 230 10.4 Condições dos rolamentos de centro do eixo cardan(arvore de transmissão)
CTB art. 230
NR12 e NR31 10.5 Condições das cinta de segurança anti-queda do eixo cardan(arvore de transmissão)
INMETRO 457/08

CTB art. 230 10.6 Condições da alavanca de marcha e sinalização das marchas(indicador de marchas)
CTB art. 230
10.7
Condições dos componentes hidráulicos (vedações, mangueiras, fixações, cilindros, tubos)
RAC5 sem vazamentos e avarias
11 Sistema de exaustão de gases(escapamento)
CTB art. 230 11.1 Condições do catalizador, tubulações e silenciador de ruído do escapamento
12 Sistema de alimentação de combustível
CTB art. 230 12.1 Condições dos tubos e mangueiras de combustível
CTB art. 230 12.2 Condições do tanque de combustível e suas vedações
13 Sistema de arrefecimento
CTB art. 230 13.1 Condições do radiador, tubos, mangueiras e conexões
CTB art. 230 13.2 Condições do reservatório de líquido de arrefecimento
CTB art. 230 13.3 Condições do ventilador do radiador
14 Chassi/estrutura/Implemento

Condições da plaqueta de identificação de Tara, Lotação, Peso Bruto Total, Razão social,
CONTRAN 290/08
CTB art. 230 e 231 14.1
CNPJ e endereço do fabricante ou importador, modelo do chassi, número de
série(identificação) e ano de fabricação. Elas indicam a capacidade de carga de caminhão e
ônibus. A Etiqueta é obrIgatória para Chassi e Implemento(carroceria montada sobre o chassi).

CTB art. 230 14.2


Condições gerais dos implementos no chassi: sem trincas, corrosão acentuada e deformação
que ofereça risco a operação e condução.
Res. 323/2009 CONTRAN
PRO25209
14.3 Condições da proteção lateral (veículos e implementos fabricados a partir de 01/01/2011)

CTB art. 230


14.4
Condições da fixação placa dianteira e traseira (selo do DETRAN e iluminação da placa
CONTRAN Nº 667 DE 18/05/2017 traseira)
RES. CONTRAN 762/18 14.5 Condições do sistema antispray (para-barro, paralamas e saias laterais)

Todos os caminhões carroceria, guindauto veicular articulado, traçado, articulado, tanque,


comboio e toco devem possuir sistema de proteção contra quedas adequado, escadas e
PRO025511 14.6
guarda corpos instalados ao longo da carroceria, para evitar quedas das pessoas por diferença
de nível.
Estas proteções devem possuir projeto e memória de cálculo da estrutura elaborado por
profissional legalmente habilitado

art. 4º As carroçarias de madeira deverão obedecer aos seguintes requisitos:


I - As carroçarias novas deverão ser construídas com madeira de alta
densidade e alta resistência, ter obrigatoriamente fixadores metálicos de perfil U que
comprovadamente resistam às forças solicitadas, conforme estabelecido no item 3.3 do
Anexo desta Resolução, não podendo ser considerados pontos de fixação as guardas
RES. CONTRAN 631/16 14.7 laterais e piso, se estes pontos de amarração não estiverem em contato com travessas
ou o chassi.
II - Para os veículos em circulação, deverão ser adicionados aos
dispositivos de amarração perfis metálicos em “L” ou “U” nos pontos de fixação,
fixados nas travessas da estrutura por parafusos, de modo a permitir a soldagem do
gancho nesse perfil e a garantir a resistência necessária."

RAC 3 14.8
Pontos de articulação, onde haja risco de esmagamento ou prensamento, com sinalização
clara e visível desse perigo
Devem atender o RAC a ele atribuído de modo que não ofereça risco a pessoas e ao meio
PRO25209 14.9 ambiente. Levando em consideração que será avaliado pela vistoria/Segurança operacional
para adentrar a área.
Condições das faixas retrorefletivas nas laterais, traseira e para-choque do implemento (deve
RAC 3
14.10
constar o registro "APROVADO DENATRAN"). Cobrir 33% da extensão das laterais e 80% da
DENATRAN 1164/2010 traseira. Obs. Para mais informações sobre a forma correta de aplicação das das faixas,
consultar o DENATRAN com base na referência citada.
RAC 3
14.11
Condições do indicador de posição de báscula elevada/alta (visual e sonoro no painel) e
CONTRAN Nº 563 DE 25/11/2015 Inclinômentro para caçamba, prancha, vácuo, dentre outros.
Condições do limitador de velocidade de deslocamento do equipamento na condição báscula
RAC 3
CONTRAN Nº 563 DE 25/11/2015
15.10 levantada para caçamba, prancha, vácuo, dentre outros (prazo de adequação 20.12.2020
novo RAC) - máximo de 10km/h conforme CONTRAN
15 Veículos de lavra
RAC 3 15.1
Condições do Sistema de detecção de sonolência do condutor (prazo de adequação
20.12.2020 novo RAC)
RAC 3 15.2 Teste do tração em no mínimo dois eixos quando possuir 3 ou mais eixos
RAC 3 15.3 Teste do rádio de comunicação bidirecional.
RAC 3 15.4 Teste do sistema de alerta de proximidade entre equipamentos
INSTRUÇÃO DE PREENCHIMENTO

CRITÉRIOS PARA PREENCHIMENTO

TODAS AS INFORMAÇÕES NO CABEÇALHO DO CHECKLIST SÃO FUNDAMENTAIS PARA O CADASTRO, MAPEAMENTO E


RASTREIO DE INFORMAÇÕES

TODOS OS CAMPOS DEVERÃO SER PREENCHIDOS;


PREENCHER AS INFORMAÇÕES EM CAIXA ALTAS;
NÃO UTILIZAR PONTOS E TRAÇOS;
SIGA O PROCEDIMENTO;
NÃO SERÁ ACEITO USO DE SIGRAS PARA PREENHER OS DADOS SOLICITADOS;
OS VEÍCULOS/EQUIPAMENTO DEVE IR ATÉ A INSPEÇÃO LAVADO;

INFORMAR O PRAZO DA VALIDADE DE ACESSO DO VEÍCULO SUBSTITUTO OU DE ALUGUEL DE BALCÃO PARA O EMAIL
VISTORIA.OPERACAO JUNTO COM A PLANILHA VOLANTE; A VALIDADE NÃO DEVE SER SUPERIOR A 90 DE ACORDO COM
PLANO DE TRÂNSITO CORREDOR NORTE. OBS. NÃO ACESSAR ÁREAS OPERACIONAIS(MINA, USINA, FERROVIA E PORTO).

NÃO SERÁ REALIZADO A VISTORIA EM VEÍCULOS/EQUIPAMENTOS SEM O DEVIDO OPERADOR OU CONDUTOR COM
CERTIFICAÇÃO TÉCNICA PARA TAL FINALIDADE, OS MESMOS SERÃO SUJEITOS A TESTE DOS ITENS DE SEGURANÇA.

NAS PORTARIAS DA VALE EM SÃO LUIS ATUALMENTE O CADASTRO REALIZADO NA ALPR, DESTA FORMA NÃO HAVERÁ
EMISSÃO DE BENGALA. ORIENTAMOS CONTROLAR A DATA DA SUA VISTORIA E GARANTIR O RETORNO ANTES DO
VENCIMENTO.

DATA DA DIVULGAÇÃO DO CHECKLIST:

Você também pode gostar