Você está na página 1de 2

: “O NOVO NASCIMENTO”

Texto: João 3.3.

1. O HOMEM FOI CRIADO COM LIBERDADE DE ESCOLHA

  “MAS DA ÁRVORE DO CONHECIMENTO DOBEM E DO MAL, DESSA NÃO COMERÁS; PORQUE NO DIA EM
QUE DELA COMERES, CERTAMENTE MORRERÁS” (Gn 2.17).

Em Sua infinita sabedoria, Deus, o Criador do universo, desejou que tudo fosse governado por leis, tanto no reino
espiritual como no reino natural. Por isso, ao dar forma e vida ao homem, condicionou sua liberdade à exclusiva
obediência à Sua Palavra. Apesar de ter sido muito generoso com o primeiro casal, dando-lhes todas as coisas em
abundância, Deus estabeleceu um limite que eles não deveriam ultrapassar. O Senhor não queria que o homem lhe
obedecesse mecanicamente, como um robô; Ele desejava que o homem o fizesse por vontade própria, utilizando a
plena liberdade de escolha que lhe concedera.

2. O NOVO NASCIMENTO É PARA TODOS

Nicodemos era um homem muito respeitado em sua época, dedicado a ensinar a lei tanto a líderes religiosos como
ao povo em geral. Além do mais, era um grande moralista; jejuava duas vezes por semana, orava durante duas horas
diárias e zelava diligentemente pela doutrina.

No entanto, certa noite Nicodemos procurou Jesus, dizendo: “Rabi, sabemos que és mestre, vindo de Deus; pois
ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não estiver com ele”  (João 3.2), ao que Jesus respondeu:

“EM  VERDADE, EM   VERDADE TE DIGO QUE AQUELE QUE NÃO NASCER DE NOVO, NÃO PODE VER O
REINO DE DEUS” (JOÃO 3.3).

Se o Senhor tivesse dito isso a Zaqueu, que era cobrador de impostos, ou a Maria Madalena, que havia cometido
adultério, ou talvez ao ladrão que estava pendurado ao Seu lado na cruz, é muito provável que nossa capacidade
humana e finita conseguisse compreendê-lo. Notemos, porém, que Jesus disse isso a uma autoridade espiritual entre
os judeus, o que significa que todos nós, sem importar nossa condição social, precisamos nascer de novo.

3. O NOVO NASCIMENTO NOS PERMITE VER O REINO DE DEUS

Assim como viemos ao mundo através de um nascimento físico, do mesmo modo precisamos experimentar também
um nascimento espiritual a fim de que possamos entrar no mundo celestial. O novo nascimento só acontece quando
aceitamos a Jesus em nosso coração, como único Senhor e Salvador.

Este novo nascimento é produzido diretamente pelo Espírito Santo que, através da fé, concebe o espírito de vida do
novo homem. Somos seres espirituais que vivemos em corpos físicos e, por meio dos sentidos, nos tornamos
conscientes da realidade desta terra. O nascimento físico é apenas um passo que deve nos conduzir ao seguinte, ou
seja, o nascimento da nossa natureza espiritual. Quando isso acontece, adquirimos o direito de sermos feitos e
chamados filhos de Deus. Neste instante, nossos olhos espirituais se abrem e podemos discernir claramente o reino
dos céus.

4. DEUS DESEJA O NOSSO NOVO NASCIMENTO

“SE O GRÃO DE TRIGO CAINDA NATERRA NÃO MORRER, FICA ELE SÓ; MAS SE MORRER, DÁ MUITO
FRUTO” (JOÃO 12.24).

O apóstolo Tiago escreveu: “Segundo a sua própria vontade, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que
fôssemos como que primícias das suas criaturas” (Tiago 1.18).

Deus deixou a porta aberta para que todo aquele que queira possa renascer na vida espiritual. Jesus disse que o
novo nascimento implica um desprendimento desta natureza afetada pelo pecado, para que o espírito possa frutificar
no reino espiritual.

- Você pode ter um novo coração

O Senhor disse por meio do profeta Ezequiel: “Também vos darei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito
novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. Ainda porei dentro de vós o meu
Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis as minhas ordenanças, e as observeis”  (Ezequiel 36.26-
27).

Ninguém neste mundo poderá, jamais, ter dois corações ao mesmo tempo; ninguém pode inclinar-se um pouco para
Deus e um pouco para o pecado. Quem está do lado de Deus, aborrece o pecado, e quem gosta de pecar, não
segue a Deus. A promessa de Deus é: “coração novo, espírito novo”. Quando isso acontece, Deus remove de nós o
coração duro e também o espírito rebelde. O espírito que recebemos é o Espírito do próprio Deus.
Paulo compreendeu esse princípio quando disse: “Não sabeis vós que sois santuário de Deus, e que o espírito de
Deus habita em vós?” (1Coríntios 3:16).

“O Espírito de Deus é o único que nos ajuda a entender a Bíblia, o que nos dá força para obedecê-la e o que prepara
o ambiente para que as suas promessas se cumpram”.

- Nascerá para uma vida de santidade

Para alguns, é bastante difícil compreender plenamente como se dá o novo nascimento. Foi o que aconteceu com a
virgem Maria, quando um anjo lhe disse que ela iria conceber o Salvador do mundo. Maria perguntou: “ Como se fará
isso, uma vez que não conheço varão?”. A resposta do anjo foi: “Virá sobre ti o Espírito Santos, e o poder do
Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso o que há de nascer será chamado santo, Filho de Deus”   (Lucas
1.35).

O Espírito Santo se faz presente em nós quando decidimos fazer parte de Deus. Ele é um cavalheiro e jamais tentará
forçar as coisas nem entrará na vida de alguém sem ser convidado. O Espírito Santo atuará somente através da
nossa fé na Palavra de Deus. Dessa maneira, pelo simples fato de crermos nas Escrituras e desejarmos que suas
palavras se cumpram em nós, o Espírito Santo nos cobrirá com a Sua sombra e conceberá um ser santo, que
nascerá em nossas vidas. Ou seja, Ele nos dará o direito legal de sermos também filhos de Deus.

- Cada crente deve buscar sua própria experiência

O Senhor disse a Nicodemos: “O vento sopra onde quer, e ouves a sua voz; mas não sabes donde vem, nem para
onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito”  (João 3.8).

Algumas vezes, o vento é forte, impetuoso e devastador; mas, outras vezes, é suave e agradável. O mesmo
acontece com o Espírito Santo: às vezes, as conversões vêm acompanhadas de fortes emoções e, em outras
ocasiões, as pessoas sequer se dão conta de quando ocorreu o novo nascimento.

O novo nascimento significa quer receber uma nova vida no momento em que aceitamos a Cristo em nosso coração,
como nosso Senhor e Salvador pessoal.

Jesus disse: ”Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”  (João 10.10).

O Espírito Santo é a garantia da formação do novo homem

O Espírito Santo semeia em nós, a vida de Cristo quando nascemos de novo. Essa semente germina e se
desenvolve, manifestando-se progressivamente em nós. O novo nascimento recebe a confirmação do Espírito Santo,
por isso não pode ser invalidado nem revogado. “O qual também nos selou e nos deu como penhor o Espírito em
nossos corações”  (2Coríntios 1.22). O próprio Deus sela com seu Espírito a cada novo crente, garantindo-lhe a vida
a eterna e a herança celestial, que serão completas quando formos para o Pai. É por essa razão que devemos evitar
entristecer o Espírito Santo.

“E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção” (Efésios 4:30).

CONCLUSÃO

Quando nascemos para uma vida nova em Cristo, recebemos o selo do Espírito Santo. É por isso que nossas
prioridades mudam e tudo adquire um sentido diferente.

Devemos nos esforçar a cada dia por manter essa paixão pela santidade, a fim de que o Espírito Santo nos revista
com o Seu poder.

PRINCÍPIOS-CHAVE PARA RECORDAR      

- Deus criou o homem com a oportunidade de escolha (Gênesis 2.17).

- O novo nascimento é para todos (João 3.2-3).

- O novo nascimento nos permite ver o Reino de Deus.

- Deus deseja ver, em cada um de nós, um nascimento espiritual genuíno (Tiago 1.18; João 12.24).

DINÂMICA:

Material: 01 copo d’agua e 01 sonrisal

O líder deve falar dos benefícios do novo nascimento e em seguida pegar o copo, não cheio, e colocar nele o
sonrisal, mostrado que o amor de Deus transforma nossas vidas, assim como, a água do copo tornou-se
efervescente.

Você também pode gostar