Você está na página 1de 12

E fiELETRODINÂMICA

1. INTRODUÇÃO À CORRENTE ELÉTRICA

A partir de agora passaremos a estudar o movimento da carga elétrica. Veremos desde os


Princípios Básicos até como todo processo de produção de energia elétrica é realizado.

2. CONDUTORES E ISOLANTES
Condutor elétrico é todo corpo que permite a movimentação de carga no seu interior. Caso
não seja possível essa movimentação, então o corpo é chamado de isolante elétrico.

A seguir mostramos numa tabela alguns condutores e alguns isolantes:

BONS CONDUTORES BONS ISOLANTES


metais em geral vidro
grafite cera
cerâmica borracha
água seda

Os condutores elétricos mais comuns são os metais, que caracterizam-se por possuírem
grande quantidade de elétrons-livres, por exemplo: o alumínio possui 2 elétrons na última
camada, já o ferro possui 2 e o cobre possui 1. Esses elétrons possuem uma ligação fraca com
o núcleo, tendo certa liberdade de movimentação, o que confere condutibilidade aos metais.

Normalmente, o movimento o movimento dos elétrons livres no metal é caótico e


imprevisível. No entanto, em certas condições, esse movimento torna-se ordenado,
constituindo o que chamamos de corrente elétrica.

IMPORTANTE:

CORRENTE ELÉTRICA É O MOVIMENTO ORDENADO DE


CARGAS ELÉTRICAS.

Embora a corrente elétrica nos metais seja constituída de elétrons em movimento ordenado,
por convenção, tradicionalmente aceita, admite-se que o sentido da corrente elétrica é oposto
ao movimento dos elétrons.

Portanto de agora em diante iremos utilizar o sentido convencional, para indicar o sentido da
corrente elétrica.
3. INTENSIDADE DE CORRENTE ELÉTRICA
Definimos intensidade de corrente elétrica como sendo a quantidade de carga que passa numa
seção transversal de um condutor durante um certo intervalo de tempo.

É importante dizer que seção transversal é um corte feito no fio para medir, como num
pedágio, quantos elétrons passa por ali num intervalo de tempo.
Portanto, podemos escrever que:
Q
i=
∆t

UNIDADES NO SI:

Q → carga elétrica ⇒ Coulomb (C)


∆ t → intervalo de tempo ⇒ segundo (s)
i → intensidade de corrente elétrica ⇒ Coulomb por segundo
(C/s) = Ampere (A)

IMPORTANTE:
 FREQÜENTEMENTE UTILIZAMOS SUBMÚLTIPLOS DO AMPERE.
1 mA = 10-3 A (miliampere)
1 µ A = 10-6 A (microampere)
 Quando a corrente elétrica mantém sentido invariável ela é denominada
corrente contínua (C.C.). Caso o sentido da corrente elétrica se modifique no
decorrer do tempo, ela é denominada corrente alternada (C.A.)

EXERCÍCIOS

2. Através de uma seção transversal de um fio condutor passaram 2,5 x 1021 elétrons num
intervalo de tempo de 200 s. Qual o valor da intensidade de corrente elétrica através desse
condutor?

3. Determine o número de elétrons recebidos por um corpo carregado com a carga – 64


mC.

4. O gráfico anexo representa a intensidade da


corrente que percorre um condutor em função do
tempo. Sendo a carga elementar e = 1,6 x 10-19 C,
determine:
(a) a carga elétrica que atravessa a seção transversal do
condutor em 6 s;

(b) o número de elétrons que nesse intervalo de tempo


atravessou a seção;
(c) a intensidade média de corrente elétrica entre 0 e 6 s.

4. TENSÃO ELÉTRICA OU DIFERENÇA DE POTENCIAL (d.d.p)


Normalmente as cargas elétricas livres de um condutor metálico isolado estão em movimento
desordenado, caótico. Falamos anteriormente que em certas condições podemos transformar
este movimento desordenado em movimento ordenado, basta ligarmos as extremidades do
condutor aos terminais de um dispositivo chamado gerador. A função do gerador é fornecer às
cargas elétricas energia elétrica, evidentemente à custa de outra forma de energia. Resumindo,
um gerador é o dispositivo elétrico que transforma um tipo qualquer de energia em energia
elétrica.
São exemplos de geradores as pilhas, as baterias de relógio e as baterias de automóvel.

A medida que as cargas se movimentam elas se chocam com os átomos que constituem a rede
cristalina do condutor, havendo uma conversão de energia elétrica em energia térmica. Assim,
as cargas elétricas irão “perdendo” a energia elétrica que receberam do gerador. Portanto,
considerando o condutor representado na figura 5 na extremidade B cada carga elementar
possui uma energia elétrica EB menor que a energia elétrica na extremidade A EA (EB < EA).

A relação entre energia elétrica que a partícula possui num determinado ponto do condutor e a
sua carga elétrica (carga elementar) define uma grandeza física chamada de potencial elétrico
(V).
EA EB
VA = VB =
e e
e

Entre esses pontos haverá uma diferença de potencial elétrico (d.d.p.) ou tensão elétrica (U),
dada por:
U =VA −VB
onde VA > VB

UNIDADES NO SI:

E → energia ⇒ Joule (J)


e → carga elementar ⇒ Coulomb (C)
V → potencial elétrico ⇒ Joule por Coulomb = Volt (V)
U → d.d.p. ⇒ Joule por Coulomb = Volt (V)

EXERCÍCIOS

5. Ao se deslocar entre dois pontos de um condutor, uma carga elementar perde 3,2 x
10-16 Joules de energia elétrica. Determine a d.d.p. entre os dois pontos considerados. A
carga elementar é igual a 1,6 x 10-19 C.
5. RESISTÊNCIA ELÉTRICA - 1a Lei de Ohm
O resistor possui uma característica de dificultar a passagem de corrente elétrica através do
condutor. Essa característica é chamada de resistência elétrica.
O físico George S. Ohm verificou, experimentalmente, no século XIX, que alguns condutores
possuíam um comportamento similar.
Ao alterar a tensão (figura 11) para valores U1, U2, U3, ...,UN, a intensidade de corrente no
condutor também se altera, mas de uma maneira sempre igual.
De tal forma que ao dividirmos as tensões pelas respectivas intensidades de corrente elétrica,
para um mesmo condutor, a divisão será uma constante, esta constante é a resistência elétrica.
U1 U U U
= 2 = 3 = ... = N = R
i1 i2 i3 iN

Figura: Consideremos um resistor, submetido a uma d.d.p. U e atravessado por uma


corrente elétrica i.
Os condutores que possuem este comportamento são chamados de condutores
ôhmicos e para eles vale a seguinte relação:
U =R .i

UNIDADES NO SI:
U → d.d.p entre os pontos A e B ou tensão elétrica ⇒ Volt (V)
i → intensidade de corrente elétrica ⇒ Ampere (A)
R → resistência elétrica ⇒ Ohm (Ω )

Graficamente um condutor ôhmico é representado como na figura a, já a figura b mostra o


comportamento de algum condutor que não respeita a lei de Ohm. Este condutor é chamado
de não-ôhmico.

Figura a Figura b

EXERCÍCIOS
6. Um resistor ôhmico é percorrido por uma corrente elétrica de intensidade 5 A, quando
submetido a uma d.d.p. de 100 V. Determine:
(a) a resistência elétrica do resistor;

(b) a intensidade de corrente que percorre o resistor quando submetido a uma d.d.p. de 250 V;

(c) a d.d.p. a que deve ser submetido para que a corrente que o percorre tenha intensidade de
2 A.

7. Variando-se a d.d.p. U nos terminais de um


resistor ôhmico; a intensidade da corrente i que
percorre varia de acordo com o gráfico da figura.
Determine:
(a) a resistência elétrica do resistor;

(b) a intensidade de corrente que atravessa o resistor


quando a d.d.p. em seus terminais for 100 V;

(c) a d.d.p. que deve ser estabelecida nos terminais


desse resistor para que ele seja percorrido por
corrente de intensidade 6 A.

8. O gráfico da figura mostra como varia a d.d.p. U


nos terminais de um resistor não ôhmico em função
da intensidade de corrente que o atravessa.
Determine:
(a) a resistência elétrica desse resistor quando a
corrente que o percorre tem intensidade 0,5 A;

(b) a resistência elétrica desse resistor quando a d.d.p


nos seus terminais vale 4 V;

(c) comente os resultados encontrados anteriormente.

9. Para certo dispositivo foi representada a curva


corrente x tensão e foram feitas três afirmações.

I. O dispositivo obedece à lei de Ohm.


II. Quando os terminais do dispositivo estão
submetidos a 100 V, sua resistência é de
5,0 · 103 Ω.
III. Quando submetido a 300 V, a potência dissipada
no dispositivo é de 30 W.

Pode-se afirmar que SOMENTE


a) I é correta. e) III é correta.
b) I e II são corretas.
c) II é correta.
d) II e III são corretas.
6. RESISTIVIDADE – 2A LEI DE OHM
É importante salientar que o título 2a Lei de Ohm é apenas didático. Na História da Física temos
apenas o conhecimento da Lei de Ohm e não 1a e 2a , mas para fins de uma melhor organização
do conteúdo faremos essa separação.

Um aspecto importante, levantado por Ohm, foi a descoberta de fatores que influem no valor da
resistência elétrica de um resistor, são eles:

 a dimensão do resistor (área e comprimento);


 o material que constitui este resistor.

No caso da energia elétrica e do condutor o comportamento é mantido o mesmo:

 a resistência elétrica é diretamente proporcional ao comprimento do fio, ou seja,


quanto maior o comprimento do fio maior é a dificuldade de movimentação dos
elétrons.

 A resistência elétrica é inversamente proporcional ao valor da área da seção


transversal do fio, ou seja, quanto maior a área mais fácil é a movimentação dos
elétrons, portanto a resistência elétrica diminui.
L
R=ρ
A
Logo podemos escrever que:

UNIDADES NO SI:

R → resistência elétrica ⇒ Ohm (Ω )


L → comprimento do fio ⇒ metro (m)
A → área da seção transversal ⇒ metro quadrado (m2)
ρ → resistividade ⇒ Ohm . metro (Ω . m)

EXERCÍCIOS

10. Um fio metálico é feito de um material cuja resistividade é 0,20 Ω . mm2/m e tem seção
transversal de área 0,10 mm2. Determine a resistência elétrica desse fio por metro de
comprimento.

11. Um fio metálico é esticado de modo que seu comprimento triplique. O seu volume não
varia no processo. Como se modifica a resistência elétrica do fio ? E a intensidade de corrente
elétrica que percorre para uma mesma d.d.p. ?

12. Um reostato de cursor tem resistência elétrica igual a 20 Ω , quando o fio que o constitui
tem comprimento igual a 25 cm. Qual a resistência elétrica do reostato para um comprimento
de fio de 2,0 m ?

13. A resistência elétrica de um resistor de fio metálico é de 60 Ω . Cortando-se um pedaço de


3 m de fio, verifica-se que a resistência do resistor passa a ser 15 Ω . Calcule o comprimento
do fio.
Potência e Energia Elétrica
Nós sabemos que a energia não se perde, ela se transforma de uma modalidade em outra ou em
trabalho.
Em eletrodinâmica, a quantidade de energia elétrica transformada em outra modalidade de
energia, por unidade de tempo, é denominada potencia elétrica.

Cálculo da potência elétrica (P)

Sabe-se que o trabalho da força elétrica em cada portador de carga (q) é obtido do produto entre a
d.d.p. (U) e a carga (q), ou seja:

Sabe-se também que ao atravessar um trecho do circuito, num intervalo de tempo, a carga (q)
pode ser calculada pela relação: q=i .t. Logo, o trabalho da força elétrica pode ser colocado na
forma de:

Como a potência elétrica corresponde ao trabalho realizado pela força elétrica na unidade de
tempo, temos:

Como toda grandeza física, a potência elétrica tem a sua unidade que, no SI, é o watt (W). Então:
1W = 1V . 1A

Nos terminais de um resistor ôhmico, aquele que obedece às leis de ohm, sabemos que a d.d.p.
(U) é calculada pela relação U = R.i. Então, a potência elétrica pode ser colocada na forma de:

A quantidade de energia elétrica dissipada (consumida) no resistor, durante certo intervalo de


tempo t, vale:
E=P t
Uma unidade de energia muito utilizada é o quilowatt-hora (kWh). Um kWh é a quantidade de
energia com potência de 1kW que é transformada, no intervalo de 1h.
Relação entre o kWh e o J: 1 kWh = 1 000W . 3600s = 3,6 . 106J

EXERCÍCIOS

14. Um resistor de 12 Ω é percorrido por uma corrente de 3 A durante 3 minutos.


a) Qual a potência do resistor?

b) Calcule a quantidade de energia elétrica transformada em energia térmica nos 3 minutos.


EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES
15. Suponha que uma pessoa em Brasília, na época da seca, aproxime sua mão de um carro
cuja carroceria apresenta uma diferença de potencial de 10000 V com relação ao solo. No
instante em que a mão estiver suficientemente próxima ao carro, fluirá uma corrente que
passará pelo ar, pelo corpo da pessoa e, através do seu pé, atingirá o solo. Sabendo que
a resistência do corpo da pessoa, no percurso da corrente elétrica, é de 2000 Ω e que
uma corrente de 300 mA causará a sua morte, calcule, em kΩ, a resistência mínima que o
ar deve ter para que a descarga não mate essa pessoa. Despreze a parte fracionária de
seu resultado, caso exista.

16. Uma residência de classe média, onde residem 7 pessoas, é equipada com um chuveiro
elétrico cujas especificações nominais são 220 V –5400 W. Nessa casa são tomados, por
dia, em média, 10 banhos de 15 minutos cada. Observando a conta de energia elétrica do
mês de novembro, verifica-se que o valor médio do quilowatt-hora (kWh) é de R$ 0,20 e
que o total da conta foi R$ 145,90. Calcule, em porcentagem, a parcela dessa conta
correspondente apenas à utilização do chuveiro elétrico, levando em conta os valores
informados. Despreze a parte fracionária da resposta, caso exista.

17. Suponha que o feixe de elétrons em um tubo de imagens de televisão tenha um fluxo de
8,1 x 1015 elétrons por segundo. Qual a corrente do feixe em unidades de 10–4?
a) 13
b) 19
c) 15
d) 23
e) 17
18. Ao verificar que o seu chuveiro não mais funcionava, um estudante de eletrotécnica
resolveu desmontá-lo. Constatou que apenas metade da resistência estava danificada.
Resolveu, então, remover a metade danificada da resistência, conectando a metade
intacta novamente, pois assim o chuveiro ainda poderia continuar a funcionar com metade
da resistência original. A respeito, julgue os itens.
(01) A potência dissipada pelo chuveiro se tornou maior.
(02) A corrente elétrica através da resistência do chuveiro se tornou menor.
(04) A diferença de potencial na resistência se tornou maior.
(08) A energia consumida pelo chuveiro se tornou menor.
(16) A corrente elétrica não varia ao longo de um fio e nem se altera ao passar por um resistor.
Assim sendo, não há perda de energia no processo da passagem da corrente elétrica por fios e
resistores.
(32) Quilowatt-hora é unidade de potência.
(64) O chuveiro elétrico é uma aplicação do efeito Joule.

19. Pássaros são comumente vistos pousados em fios de alta tensão desencapados, sem que
nada lhes aconteça. Sobre este fato e usando os conceitos da eletricidade, é correto
afirmar:
(01) Supondo que a resistência do fio entre os pés do pássaro seja muito menor que a
resistência de seu corpo, a corrente que passa pelo corpo do pássaro será desprezível.
(02) A resistência do fio entre os pés do pássaro será maior se o diâmetro do fio for menor.
(04) A resistência equivalente do conjunto pássaro e fio, no trecho em que o pássaro está
pousado, é a soma das resistências do pássaro e do pedaço de fio entre seus pés.
(08) Supondo que uma corrente contínua de intensidade 1 x 10-5 A passe pelo corpo do pássaro
e que ele permaneça pousado no fio por 1 minuto, a quantidade de carga que passa pelo
pássaro é igual a 6 x 10-4 C.
(16) A energia dissipada no corpo do pássaro em um intervalo de tempo t é igual ao
produto da diferença de potencial entre seus pés pelo intervalo t.
(32) A resistência de um condutor é inversamente proporcional ao seu comprimento.
(64) O resistor é um dispositivo capaz de transformar energia elétrica em calor.

20. Uma instalação residencial que opera sob tensão de 220 V é protegida por um fusível de
18 A. Num certo instante, estão em pleno funcionamento os seguintes elementos:
1 liqüidificador 220 V – 200 W; 1 chuveiro elétrico 220 V – 2400 W;
8 lâmpadas 220 V – 60 W cada uma; 1 máquina de lavar 220 V – 600 W;
2 televisões 220 V – 90 W cada uma.
Com base nos dados fornecidos acima, julgue os itens a seguir como verdadeiros ou falsos.
(01) Os elementos citados no enunciado, para funcionar com potência máxima, devem ser
ligados em série, pois assim, todos eles são percorridos pela mesma intensidade de corrente
elétrica.
(02) Se todos esses aparelhos ficam ligados em média quatro horas por dia e sabendo que
cada 1 kWh de energia custa R$ 0,15, o custo mensal de energia elétrica nesta residência,
devido exclusivamente a esses aparelhos, é superior a R$ 60,00.
(04) A intensidade de corrente elétrica que atravessa a máquina de lavar é inferior a 3,0 A.
(08) A resistência elétrica do chuveiro é superior a resistência elétrica de uma lâmpada.
(16) O fusível instalado nesta residência não protege o circuito, pois permite a passagem de
corrente com intensidade superior a intensidade máxima da corrente do circuito.

21. Um fio de cobre, cuja área da secção transversal é igual a 2mm2, quando submetido a
uma tensão de 34V, é percorrido por uma corrente elétrica de intensidade 4A. Supondo-se
constante e igual a 1,7 · 10–2 Ωmm2/m a resistividade do cobre, o comprimento do fio, em
metros, é igual a

22. Num detector de mentiras, uma tensão de 6 V é aplicada entre os dedos de uma pessoa.
Ao responder a uma pergunta, a resistência entre os seus dedos caiu de 400 kΩ para 300
kΩ. Nesse caso, a corrente no detector apresentou variação, em μA, de:
a) 5
b) 15
c) 10
d) 20
e) NRA

23. Beatriz, uma mãe que gosta muito de eletrodomésticos, ganhou de seu marido um forno
elétrico para sua cozinha. As especificações do fabricante do forno eram: potência 1800 W
e voltagem 110 V. Entre os valores abaixo, o que melhor representa a resistência elétrica
do aparelho, trabalhando nas condições fornecidas pelo fabricante, é
a) 0,76 Ω.
b) 16,4 Ω.
c) 1,98 Ω.
d) 6,7 Ω.
e) 12,4 Ω.

24. Numa casa, cuja voltagem da rede é 220V, havia apenas lâmpadas de 60W, fabricadas
para serem utilizadas em 110V. O dono da casa teve, então, a idéia de associar em série
duas lâmpadas idênticas entre aquelas que possuíam. Considerando tal situação, analise
as proposições:
I. Feita a associação, a ddp em cada uma das lâmpadas será de 110V.
II. A corrente elétrica que passa pelas duas lâmpadas associadas é a mesma.
III. Considerando as lâmpadas resistores ôhmicos, a corrente elétrica, que passa por
elas, é igual à corrente que passaria por cada uma, se a associação tivesse sido
feita em paralelo.
Podemos afirmar que está(ão) incorreta(s).
a) nenhuma delas.
b) apenas I.
c) apenas III.
d) apenas II.
e) todas.

25. Um material de resistividade ρ é utilizado para construir um dispositivo resistivo cilíndrico


de comprimento L e secção reta transversal A. Com base nestes dados, é correto afirmar:
a) A resistência do dispositivo é dada pela relação R = ρ A/L.
b) A resistência elétrica do dispositivo é independente do comprimento L.
c) A resistência elétrica do dispositivo será dada pela relação R = ρ L/A, se o dispositivo for
conectado ao circuito através de contatos situados nas duas extremidades do dispositivo.
d) A resistência do dispositivo independe de sua forma.
e) Se o dispositivo for conectado ao circuito através de contatos situados na superfície lateral e
diametralmente opostos, a resistência elétrica será dada por R = ρ A/L.

26. A resistividade de um certo material é igual a 20 . 10-8 Ω . m , a uma determinada


temperatura. Qual será a resistência de um fio desse material com 50 m de comprimento
e 10 cm2 de área da secção reta?

27. Considerando que em uma casa estejam funcionando, simultaneamente, 5 lâmpadas de


60 W, um chuveiro de 2200 W (posição: verão), uma TV de 60 W e ainda um ferro elétrico
de 800 W e que a tensão na rede de distribuição de energia elétrica é de 110 V.
Assinale a alternativa CORRETA:
a) Caso, todos os elementos elétricos da casa estejam ligados, durante 15 min, isto
corresponderá a um consumo de energia elétrica de 0,84 kWh.
b) No padrão de energia no interior da casa é suficiente, para a proteção do circuito elétrico, a
colocação de dois disjuntores de 10 A, um ligado ao chuveiro e o outro aos demais elementos
elétricos.
c) Se todos os elementos resistivos estiverem ligados em série, a resistência equivalente dos
mesmos é de 3,7 Ω.
d) Como todos os elementos resistivos em uma casa são sempre ligados em série, o valor da
resistência equivalente dos mesmos é de, aproximadamente, 1 kΩ.
e) A TV ligada durante 4h consome mais energia que o chuveiro ligado 15 min

28. Para obter uma iluminação pouco intensa, pode-se utilizar uma lâmpada de 220 V ligando-
a em 110 V, em vez de usar uma lâmpada de baixa potência, mas de mesma tensão que
a da rede elétrica. A principal vantagem desta opção é a de aumentar a vida útil da
lâmpada que, em condições nominais, é projetada para uma vida útil de 1000 horas.
Ligando uma lâmpada de 40 W - 220 V numa rede elétrica de 110 V e considerando que a
resistência elétrica da lâmpada não varia com a temperatura, a potência dissipada por
esta lâmpada será de
a) 5 W.
b) 7 W.
c) 10 W.
d) 20 W.
e) 40 W.

29. Um determinado circuito elétrico de uma residência, cuja tensão elétrica é de 120 V, é
constituída por cinco tomadas de corrente onde eventualmente são ligados algun tipos de
aparelhos abaixo relacionados. O circuito é protegido por um disjuntor (fusível) de 15,0 A.
1. Máquina de lavar - potência de 480 W. 2. Aquecedor elétrico - potência de 1200 W.
3. Enceradeira - potência de 360 W. 4. Aspirador de pó - potência de 720 W.
5. Televisão - potência de 240 W.
O circuito será interrompido pelo disjuntor (fusível), ao se ligarem simultaneamente:
a) máquina de lavar roupa e aquecedor.
b) máquina de lavar roupa, enceradeira e televisão.
c) enceradeira, aspirador de pó e televisão.
d) aquecedor e aspirador de pó.
e) em nenhum dos casos apresentados o circuito será interrompido.
30. Numa residência, existem possibilidades para dois tipos de tensões, a de 110 V e a de
220 V. No mercado, encontram-se chuveiros de 2200 W idênticos, exceto pelas tensões
de operação, 110 V ou 220 V. Podemos afirmar que, para o mesmo fluxo de água:
a) o de 220 V gasta a metade da energia elétrica, para obter a metade do aquecimento do de
110 V.
b) o de 220 V gasta o dobro da energia elétrica, para obter a metade do aquecimento do de
110 V.
c) o de 220 V gasta o dobro da energia elétrica, para obter o dobro do aquecimento do de 110
V.
d) o de 220 V gasta a metade da energia elétrica, para obter o dobro do aquecimento do de
110 V.
e) o consumo de energia elétrica e o aquecimento obtido são os mesmos nos dois chuveiros.

31. Um receptor de rádio, quando em funcionamento, requer de sua bateria uma corrente
I=1,6x10-2A. Cada vez que dois elétrons saem do cátodo reage quimicamente com o
eletrólito, dando origem a uma molécula de nova substância. Quantas dessas moléculas
serão formadas em uma hora de funcionamento do rádio? A carga do elétron vale 1,6x10-
19
C.

32. Uma das alternativas usadas pelas companhias de eletricidade para reduzir o consumo de
energia elétrica nos períodos de grande demanda é reduzir os valores da tensão
estabelecida nas residências. Suponha uma torradeira cujos dados nominais são 120V-
1200W e que será utilizada em determinado mês (30 dias) na tensão de 108V. Sabendo-
se que a torradeira é utilizada diariamente por 10 minutos, determine a economia
energética obtida.

33. Numa residência estão ligadas 3 lâmpadas de 100W, 1 ferro elétrico de 500W e 1
geladeira que consome 300W. A diferença de potencial na rede é de 110V. Calcule a
corrente total que está sendo fornecida a essa casa.
a) 9,1A d) 11,1A
b) 10,0A e) 0,91A
c) 11,0A

34. Um ferro elétrico, de resistência 22 Ω é ligado a uma tomada de 110 V. Num intervalo de
30 s, a quantidade de calor dissipado, em joules, é de
a) 1,65 d) 1,65 x103
b) 16,5 e) 1,65 · 104
c) 165

35. O físico alemão Georg Simon Ohm (1787-1854) constatou que a intensidade da corrente
elétrica que percorre um fio condutor é diretamente proporcional à ddp V que a ocasionou,
ou seja, V = R i , onde esta constante de proporcionalidade R é chamada resistência
elétrica do condutor. Entretanto, para vários condutores, a resistência varia com a
temperatura, como em uma lâmpada de filamento, ou em um gás ionizado. Esses
condutores são ditos não-lineares ou não-ôhmicos. Embora a razão entre a ddp e a
intensidade da corrente não seja constante para os condutores não-lineares, usa-se,
assim mesmo, o termo resistência para essa razão. Para estes materiais, a variação da
resistência com a temperatura, dentro de uma larga faixa de temperaturas, é dada por R =
R0[1 +  (T − T0 )], onde R é a resistência à temperatura T, R0 a resistência à temperatura
T0 , e  o coeficiente de variação térmica da resistência.Uma lâmpada de filamento é
constituída de um bulbo de vidro, no interior do qual existe vácuo ou gás inerte, e de um
fio fino, quase sempre de tungstênio, que se aquece ao ser percorrido por uma corrente
elétrica. A lâmpada de uma lanterna alimentada por uma bateria de 3 V tem um filamento
de tungstênio (= 4,5 × 10−3 °C-1 ), cuja resistência à temperatura ambiente (20°C) é de
1,0 Ω . Se, quando acesa, a corrente for de 0,3 A, determine a temperatura do filamento.

36. Com um condutor cilíndrico de determinada liga metálica que tem 125,6 cm de
comprimento e 0,4 mm de diâmetro é feito um resistor. Estabelecendo-se uma ddp de 30
V(CC) entre os extremos desse condutor, verifica-se a passagem de uma corrente elétrica
de 3 A pelo mesmo. Sobre este evento, assinale o que for correto: (Adote π = 3,14; 1 cal
= 4,186 J; calor específico da água = 1 cal/gºC)
(01) A resistividade do material que constitui o condutor é 1 µ Ω m.
(02) Os aparelhos usados para fazer as medidas são o voltímetro, que é ligado em série ao
condutor, e o amperímetro, que é ligado em paralelo ao condutor.
(04) Em torno do condutor forma-se um campo magnético.
(08) Se o resistor for imerso totalmente, por 2 minutos, em 1 kg de água a 20ºC, contida em um
recipiente adiabático e de capacidade térmica desprezível, a temperatura final da água será
22,58ºC.
(16) O fenômeno elétrico produzido – aquecimento do fio – é chamado efeito Peltier.

37. O quadro abaixo apresenta os equipamentos elétricos de maior utilização em uma certa
residência e os respectivos tempos médios de uso/funcionamento diário, por unidade de
equipamento. Todos os equipamentos estão ligados em uma única rede elétrica
alimentada com a voltagem de 110 V. Para proteção da instalação elétrica da residência,
ela está ligada a um disjuntor, isto é, uma chave que abre, interrompendo o circuito,
quando a corrente ultrapassa um certo valor. Calcule a energia elétrica consumida por
esta casa no período de um mês e Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S):

Aparelho Potência tempo energia


3 Lâmpadas 20W 2h
2 Lâmpadas 60W 1h
1Televisão 50W 4h
1 Geladeira 200W 12h
1 Aparelho de som 100W 3h
1 Liquidificador 150W 15min
1 Ferro elétrico 1000W 30min
(01) Somente os dois chuveiros elétricos consomem 195 kWh em trinta dias.
(02) Considerando os equipamentos relacionados, o consumo total de energia elétrica em 30
dias é igual a 396 kWh.
(04) É possível economizar 32,5 kWh em trinta dias, diminuindo em 5 minutos o uso diário de
cada chuveiro.
(08) Se os dois chuveiros forem usados simultaneamente, estando ligados em uma mesma
rede e com um único disjuntor, este teria que suportar correntes até 40 A.
(16) Em 30 dias, o consumo de energia das lâmpadas é menor do que o consumo da geladeira.
(32) Em 30 dias, o consumo de energia da geladeira é menor do que o consumo total dos dois
televisores.
(64) Em trinta dias, se o kWh custa R$ 0,20, a despesa correspondente apenas ao consumo
das lâmpadas, é R$ 16,32.