Você está na página 1de 10

GUIA DOS DIREITOS HUMANOS

CONDUTA ÉTICA, TÉCNICA E LEGAL


PARA INSTITUIÇÕES POLICIAIS MILITARES

O PAPEL DO PROFISSIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA


NO ENFRENTAMENTO À HOMOFOBIA
SENASP – MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

GRUPOS QUE MERECEM ATENÇÃO ESPECIAL


GAYS, LÉSBICAS, BISSEXUAIS, TRAVESTIS E TRANSEXUAIS – GLBT

A orientação sexual das pessoas não pode ser motivo de discriminação.

• A população GLBT tem os mesmos direitos que todas as pessoas e não deve
ser desrespeitada, violada ou humilhada.
• Respeite a orientação sexual de cada um e não faça gracejos ou críticas.
• Todas as denúncias de pessoas que aleguem ser vítima de crime devem ser
registradas, independentemente de sua orientação sexual.
• A busca pessoal em homossexual masculino será realizada da mesma forma
que se realiza em homens.
• Pergunte à pessoa abordada como deseja ser chamada.
• Não constranja ou humilhe o travesti ou transexual lendo em voz alta o seu
nome constante da carteira de identidade.
• Ao referir-se a travestis e transexuais, utilize pronomes femininos.

Fonte: Curso de Direitos Humanos do SENAS/MJ

QUESTIONÁRIO PARA PROVA

Este questionário reúne diversas informações e reflexões destinadas à


articulação e ao desenvolvimento de estratégias visando o enfrentamento à
discriminação e à violência contra a comunidade GLBT (gays, lésbicas, bissexuais,
travestis e transexuais) promovendo o respeito à diversidade, pautado nos princípios
dos Direitos Humanos.
O questionário em questão criará condições para que você tenha acesso a
informações sobre os diferentes grupos sociais, suas necessidades e anseios, para
poder exercer, em sua atividade profissional, a defesa e promoção da cidadania a
todos, sem distinção de cor, gênero, orientação sexual, classe social, religião ou
etnia.

Th Dr. José Gualberto Muniz, 1º Ten PM


Prof/Instrutor de SST/APMCV

1. A orientação sexual das pessoas não pode ser motivo de discriminação.

• A população GLBT tem os mesmos direitos que todas as


pessoas e não deve ser desrespeitada, violada ou humilhada.
• Respeite a orientação sexual de cada um e não faça gracejos
ou críticas.
• Todas as denúncias de pessoas que aleguem ser vítima de
crime devem ser registradas, independentemente de sua orientação
sexual.
• A busca pessoal em homossexual masculino será realizada da
mesma forma que se realiza em homens.
• Pergunte à pessoa abordada como deseja ser chamada.
• Não constranja ou humilhe o travesti ou transexual lendo em
voz alta o seu nome constante da carteira de identidade.
• Ao referir-se a travestis e transexuais, utilize pronomes
femininos.

2. Intersexualismo:
a) Indivíduos que desde o nascimento apresentam fisicamente órgãos
sexuais ambíguos, porém sempre com predominância de um pólo sexual que vai
ajudar na definição sobre o sexo. Poderá haver necessidade de cirurgia corretora
com posterior amparo psicológico e educacional.

3. Transexualismo:
a) Seres absolutamente normais em suas funções sexuais de periferia
(órgãos sexuais externos), mas que apresentam manifestações psicológicas do sexo
oposto. O arcabouço psicológico não corresponde à realidade física.

4. Homossexualismo:
a) Casos típicos de desvios patológicos, em que os indivíduos procurariam
atender às solicitações sexuais com parceiro do mesmo sexo, em atitudes ativas ou
passivas.

5. No Sexo e seu Desenvolvimento os pais intelectuais da sexologia afirmam


que:

a) Todos os seres humanos têm sexo e desfruta dos prazeres da alma.

6. O amor:
É expressão dos sentimentos que se expande, irradiando harmonia e paz,
terminando por gerar plenitude e renovação íntima. Igualmente se manifesta através
das necessidades de intercâmbio afetivo, no qual os indivíduos se completam,
permutando hormônios que relaxam o corpo e dinamizam as fontes de inspiração da
alma, impulsionando para o progresso.

7. O sexo se apresenta então com duas funções fundamentais:


a) Reprodução: perpetuação da espécie no planeta;
b) Troca de valores afetivos

8. Qual a diferença entre sexo e sexualidade?

Atualmente a palavra “sexo” é usada em dois sentidos diferentes: um refere-se


ao gênero e define como a pessoa é ao ser considerada como sendo do sexo
masculino ou feminino; e o outro se refere à parte física da relação sexual.
Sexualidade transcende os limites do ato sexual e inclui sentimentos, fantasias,
desejos, sensações e interpretações.

9. O que é identidade sexual?

É o conjunto de características sexuais que diferenciam cada pessoa das


demais e que se expressam pelas preferências sexuais, sentimentos ou atitudes em
relação ao sexo. A identidade sexual é o sentimento de masculinidade ou
feminilidade que acompanha a pessoa ao longo da vida. Nem sempre está de
acordo com o sexo biológico ou com a genitália da pessoa.

10. O que é orientação sexual?

Orientação sexual é a atração afetiva e/ou sexual que uma pessoa sente pela
outra. A orientação sexual existe num continuum que varia desde a
homossexualidade exclusiva até a heterossexualidade exclusiva, passando pelas
diversas formas de bissexualidade. Embora tenhamos a possibilidade de escolher se
vamos demonstrar, ou não, os nossos sentimentos, os psicólogos não consideram
que a orientação sexual seja uma opção consciente que possa ser modificada por
um ato da vontade.

11. O que é homossexualidade?

A homossexualidade é a atração afetiva e sexual por uma pessoa do mesmo


sexo. Da mesma forma que a heterossexualidade (atração por uma pessoa do sexo
oposto) não tem explicação, a homossexualidade também não tem. Depende da
orientação sexual de cada pessoa. Por esse motivo, a Classificação Internacional de
Doenças (CID) não inclui a homossexualidade como doença desde 1993. Brasil Sem
Homofobia

12. HSH:
Sigla da expressão “Homens que fazem Sexo com Homens” utilizada
principalmente por profissionais da saúde, na área da epidemiologia, para referirem-
se a homens que mantêm relações sexuais com outros homens, independente
destes terem identidade sexual homossexual.

13. Homossexuais:
São aqueles indivíduos que têm orientação sexual e afetiva por pessoas do
mesmo sexo.

14. Gays:
São indivíduos que, além de se relacionarem afetiva e sexualmente com
pessoas do mesmo sexo, têm um estilo de vida de acordo com essa sua
preferência, vivendo abertamente sua sexualidade.

15. Bissexuais:
São indivíduos que se relacionam sexual e/ou afetivamente com qualquer
dos sexos. Alguns assumem as facetas de sua sexualidade abertamente, enquanto
outros vivem suas condutas sexuais de forma fechada.

16. Lésbicas:
Terminologia utilizada para designar a homossexualidade feminina.

17. Transgêneros:
Terminologia utilizada que engloba tanto as travestis quanto as transexuais.
É um homem no sentido fisiológico, mas se relaciona com o mundo como mulher.

18. Transexuais:
São pessoas que não aceitam o sexo que ostentam anatomicamente.
Sendo o fato psicológico predominante na transexualidade, o indivíduo identifica-se
com o sexo oposto, embora dotado de genitália externa e interna de um único sexo.

19. A SEXUALIDADE É "Uma energia que nos motiva na procura do amor,


contacto, ternura e intimidade que se integra no modo de nos sentirmos,
movermos, tocarmos e sermos tocados. É sermos sensuais e ao mesmo
tempo sexuais. Influencia comportamentos, sentimentos, ações e interações.
Influencia a nossa saúde física e mental." ONU.

20. QUANDO TEMOS RELAÇÕES SEXUAIS PELA 1ª VEZ, O QUE SE DEVE


FAZER?
Em primeiro lugar deve pensar se é isso mesmo que quer fazer e se a pessoa
em questão é a pessoa certa para iniciar a sua vida sexual. Se é, então deve dirigir-
se ao seu médico de família, para ele esclarecê-la e para lhe receitar o método
contraceptivo adequado ao seu organismo.

21. QUAL A IDADE MAIS INDICADA PARA FALAR SOBRE A SEXUALIDADE


AOS NOSSOS FILHOS?
Geralmente, devemos falar sobre a sexualidade aos nossos filhos a partir dos
8/10 anos, porque, principalmente as raparigas, começam a sentir modificações no
seu corpo. Falar com os jovens na devida altura permite que eles encarem com
naturalidade este delicado assunto. Além disso, passam a ter necessidade de se
informarem.

22. HÁ INFORMAÇÃO SUFICIENTE PARA OS JOVENS EM RELAÇÃO À


SEXUALIDADE E AOS SEUS PERIGOS?
Sim, mas para isso os jovens devem procurar as informações junto dos pais,
amigos ou através de livros sobre a sexualidade em geral.
23. A JUVENTUDE TEM QUE TOMAR CERTOS CUIDADOS E INFORMAR-SE
SOBRE OS RISCOS QUE CORRE AO TER RELAÇÕES SEXUAIS?
Todas as pessoas, e a juventude em particular, devem ter cuidado ao terem
relações sexuais, prevenindo-se com o uso de métodos contraceptivos para
evitarem doenças sexualmente transmissíveis ou uma gravidez indesejada.

24. PORQUE É QUE OS JOVENS HOJE EM DIA COMEÇAM A SUA VIDA


SEXUAL TÃO CEDO?
Os jovens hoje em dia começam a vida sexual mais cedo, porque muitas das
vezes não têm o devido acompanhamento dos pais, para lhes falar abertamente
sobre a sexualidade. Também são influenciados pelos meios de comunicação social
e pelos colegas nas escolas. É natural a vontade dos jovens terem conhecimento de
causa e sem tomarem as devidas precauções.

25. QUANTAS SÃO E QUAIS SÃO AS DOENÇAS SEXUALMENTE


TRANSMISSÍVEIS?
As doenças de transmissão sexual são quase sempre graves, aliás, como
qualquer infecção, se não se tratar a tempo. É importante sabermos quais são os
primeiros sintomas de algumas dessas doenças para serem detectadas logo que
apareçam.
A sífilis manifesta-se no princípio por uma pequena ferida situada nos órgãos
genitais ou na mucosa da boca. Não é dolorosa e desaparece por si, sem que, no
entanto, a doença esteja curada. Ao fim de umas semanas aparece então uma
mancha cor-de-rosa alaranjada.
A gonorréia manifesta-se por uma infecção dolorosa e purulenta (com pus) na
uretra do homem e na vagina da mulher.
O herpes manifesta-se através de ferida nos órgãos sexuais ou à volta destes.
Estas feridas podem ser muito dolorosas com a sensação de ardor. Por vezes o
herpes é acompanhado de febre.
A SIDA, síndrome de imunodeficiência adquirida é a designação para várias
doenças que anulam ou modificam a defesa imunológica da pessoa, isto é, ao
contrair uma ou mais dessas doenças o organismo perde a capacidade de
recuperação.

Como se chamam os parasitas conhecidos como “chatos”? E como se


propagam?
A “Pediculose Púbica” é uma doença transmitida por um tipo de piolho
específico, popularmente conhecido como “chatos”, passam de pessoa para pessoa
por contacto sexual. Também podem ser transmitidos quando se usa roupa de
cama, toalhas ou vestuário da pessoa infectada.

Quando se vai à casa de banho deve-se puxar o autoclismo para não contrair
infecções urinárias ou isso não evita que se contraiam as infecções?
As infecções urinárias são provocadas por bactérias que passam através da vagina
e se instalam na bexiga provocando a infecção urinária. Esta infecção também pode
aparecer nos homens através da colocação da algália (sonda oca para extração de
urina).
26. SINTOMAS – Dores de barriga, ardência ao urinar, dores de cabeça e
sensação de bexiga sempre cheia.
27. TRATAMENTO – Consultar o médico, que geralmente receita um antibiótico,
e ter uma boa higiene.
Estas infecções podem ser contraídas em sanitários públicas, se a pessoa
infectada deixar resíduos de urina no rebordo do sanitário. A descarga do autoclismo
não destrói as bactérias que ficam instaladas na tampa ou rebordo do sanitário.

28. PORQUE É QUE NÃO SE PODEM TER RELAÇÕES SEXUAIS APÓS O


PARTO?
Depois do parto a zona da vagina está traumatizada e, como tal, muito
sensível. É necessário certo tempo para recuperar. Os próprios médicos
aconselham a que o casal se abstenha durante algum tempo.

29. QUEM É QUE NÃO GOSTA DE SEXO?


Pode haver pessoas que não gostem de ter relações sexuais por diversos
motivos. Calcula-se que uma em cada duas mulheres com vida sexual ativa já
tenha tido episódios dolorosos (dores durante o ato sexual), mas este é também um
problema dos homens. Daí que possam existir pessoas que sentem dificuldades em
ultrapassar este problema.

30. SERÁ QUE A FALTA DE APETITE SEXUAL ESTÁ RELACIONADA COM A


IDADE?
A falta de apetite sexual não está relacionada com a idade, mas sim com
problemas pessoais e psicológicos, que ocorrem na vida de cada um de nós,
problemas esses que poderão ser ultrapassados ou diminuídos se houver diálogo,
carinho e compreensão entre os casais.

31. MANTER RELAÇÕES SEXUAIS FAZ REJUVENESCER?


Está provado que manter relações sexuais faz bem à pele, as pessoas são
mais felizes e sentem-se mais jovens, além do mais queima muitas calorias, cerca
de 100 calorias por sessão de sexo, ou seja, é mais ou menos o que gastará ao fim
de 15 minutos a andar de bicicleta.

32. O SEXO FAZ MAIS FALTA AO HOMEM OU À MULHER?


Qualquer ser humano necessita de manter relações sexuais,
independentemente de ser homem ou mulher, embora os homens demonstrem mais
essa necessidade, porque são menos discretos que as mulheres. Essa
predisposição para o sexo é uma questão de cultura.

33. SE A MULHER TIVER PROBLEMAS NO ÚTERO PODE ENGRAVIDAR?


Ter um problema no útero não significa que não se possa engravidar tudo
depende do tipo de problema. Se tiver um tumor ou um quisto no útero à mulher
pode engravidar, mas se o tumor ou quisto se desenvolver vai provocar um aborto e
a gravidez não será levada até ao fim.

34. ATÉ QUE IDADE UM HOMEM PODE TER RELAÇÕES SEXUAIS?


Se a produção de testosterona se reduzir, os impulsos e o desempenho sexual
do homem diminuirão. Isto pode acontecer em caso de doença ou atrofia dos
testículos devido à idade. Em vez de se reproduzirem, a partir dos 40 anos, as
células dos testículos que produzem as hormonas começam a diminuir de número, o
que leva a uma produção inferior de testosterona. No entanto, não impede que um
homem de 60 ou 70 anos tenha relações sexuais, pois pode sentir-se ainda
sexualmente ativo.

35. PODERÁ UM HOMEM TROCAR A ESPOSA SE ELA SE RECUSAR A


PRATICAR SEXO ANAL?
O sexo anal aparece como uma variante possível que não significa
exclusivamente penetração. Os jogos eróticos podem e devem surgir entre o homem
e a mulher na base do amor e do entendimento. Neste contexto, todas as formas de
sexo serão permissíveis e saudáveis e, portanto, “naturais”.

36. QUANTOS ORGASMOS PODEM TER UMA MULHER EM CADA RELAÇÃO


SEXUAL?
Ao contrário do homem, a mulher pode ter vários orgasmos numa sessão de
sexo. A quantidade varia de mulher para mulher.

37. DEPOIS DA MENOPAUSA UMA MULHER DEIXA DE TER APETITE


SEXUAL?
A partir de certa idade, os níveis hormonais da mulher começam a transformar-
se. Há uma diminuição da lubrificação vaginal, fazendo com que a relação sexual se
torne eventualmente dolorosa, mas a perda do apetite sexual são muitas vezes
psicológica e associada ao fato de as mulheres não estarem preparadas para
envelhecer.

38. A MULHER TEM MAIS PRAZER NO SEXO VAGINAL OU NO SEXO ANAL?


Ter relações sexuais é um ato íntimo de união, é comunicar. Como tal, o prazer
numa relação depende de cada pessoa, dos seus gostos, das suas fantasias e,
acima de tudo, do consentimento de ambos os parceiros.

39. COM QUE IDADE O SEXO DEIXA DE TER IMPORTÂNCIA?


O sexo nunca deixa de ter importância independentemente da idade que se
tenha. Tudo depende do entendimento e cumplicidade existente entre os parceiro.

40. QUANDO UMA MULHER TEM DORES DURANTE O ACTO SEXUAL


(MESMO NÃO SENDO A PRIMEIRA VEZ) PODE TER ALGUMA DOENÇA?
É possível que essas dores sejam causadas por algum tipo de disfunção, por
isso é melhor aconselhar-se com o seu médico.

41. QUAIS AS MELHORES POSIÇÕES PARA TER RELAÇÕES SEXUAIS?


Tudo depende dos gostos, do apetite sexual e do à vontade de cada um.

42. UMA PESSOA TRANSEXUAL CONSEGUE TER OS MESMOS


SENTIMENTOS E PRAZERES QUE UMA PESSOA “NORMAL”?
Uma pessoa transexual é, acima de tudo, uma pessoa “normal” que não se
identifica com o seu corpo (corpo de homem mente de mulher e vice versa ). Como
tal, muitos deles sujeitam-se a uma intervenção cirúrgica dolorosa para mudar de
sexo. Os sentimentos e o prazer dependem da formação ética e moral da pessoa
43. COMO SE DISTINGUE UM HOMOSSEXUAL DE OUTRO HOMEM
”NORMAL”?
Não há distinção entre um homossexual e um dito homem “normal”. Um
homem sente atração pelo indivíduo do mesmo sexo gostando das suas
características, assim como um heterossexual sente atração pelo sexo oposto.

44. A HOMOSSEXUALIDADE É UMA DOENÇA OU UMA TENDÊNCIA?


A homossexualidade não é uma doença, é uma orientação sexual de uma
pessoa. Estudos feitos provam que a homossexualidade não se enquadra nos
critérios utilizados na categorização de doenças mentais. A homossexualidade é
uma variante sexual normal.

45. COMO É QUE OS HOMOSSEXUAIS REAGEM À RELAÇÃO SEXUAL E


COMO ATINGEM O ORGASMO?
Os homossexuais reagem à situação da mesma maneira que reagem os outros
casais, têm os preliminares, como sendo carícias e beijos, atingem o orgasmo como
outro homem qualquer, a única diferença é que o sexo é anal.

46. PORQUE É QUE UM HOMOSSEXUAL GOSTA DE OUTRO HOMEM?


Um homossexual gosta de outro por amor e por companheirismo, não só por
sexo. É uma tendência natural.

47. É “NORMAL” UMA PESSOA HETEROSSEXUAL TER TENDÊNCIAS


HOMOSSEXUAIS?
É “normal” uma pessoa heterossexual ter tendências homossexuais, tudo
depende da mentalidade e das fantasias sexuais de cada um.

48. QUAL SERÁ A RAZÃO DE DUAS MULHERES SE ATRAÍREM UMA PELA


OUTRA?
A homossexualidade não se trata, na realidade, só de homens e só de sexo.
Existem também mulheres que são homossexuais, denominam-se lésbicas.
Independentemente do sexo por que cada pessoa se interessa, existe uma
capacidade para amar. Por amor não queremos dizer só sexo, mas também o
desejo de intimidade, afetividade e companheirismo.

49. NUMA RELAÇÃO HOMOSSEXUAL COMO SE DEFINE QUAL DOS DOIS É


O ACTIVO E O PASSIVO?
Numa relação homossexual os parceiros conversam entre si para definirem
qual o ativo e o passivo. É uma questão de entendimento entre ambos.

50. PORQUE SERÁ QUE ALGUMAS MULHERES SÃO LÉSBICAS?


Algumas mulheres são lésbicas porque sentem atração uma pela outra. Essa
atração transforma-se em amor, companheirismo, afetividade e partilha das suas
vidas.

51. QUAIS OS MOTIVOS QUE LEVAM UM SER HUMANO A PRATICAR


ACTOS DE PEDOFILIA?
O motivo que leva um ser humano a praticar atos de pedofilia pode ter origem
no princípio da sua vida, pois pode ter sido abusado sexualmente na infância e no
desenvolver da sua vida pode ter-se tornado abusador de menores. Por outro lado
também pode ser derivado a um mau funcionamento do cérebro.

52. QUAIS OS MÉTODOS MAIS EFICAZES PARA NÃO ENGRAVIDAR, SEM


SER A PÍLULA?
Há vários métodos contraceptivos, tais como o preservativo, o anel vaginal, o
implante contraceptivo, o autocolante, o “Diu” – Dispositivo Intra-uterino, entre
outros. Informe-se no seu médico de família.

53. SERÁ VERDADE QUE A PÍLULA TIRA O PRAZER SEXUAL?


Em algumas situações a pílula poderá diminuir o desejo sexual, no entanto é
preferível não correr riscos. Efetivamente, a pílula é dos métodos contraceptivos
mais eficazes.
Quando se toma a pílula e faz-se a pausa para a vinda do período, estamos 7
dias sem a tomar, mas quando começamos a tomá-la novamente poderemos ter
logo relações sexuais sem o perigo de engravidar, ou temos de ter cuidado?
Sim, pode ter relações sexuais sem o perigo de engravidar, se ao fim dos 7
dias iniciar novamente a toma da pílula sem interrupções, mas também há certos
medicamentos que podem cortar o efeito da pílula, como por exemplo os
“Antibióticos”.

54. UMA MULHER PODE ENGRAVIDAR SEM TER RELAÇÕES SEXUAIS?


Uma gravidez pode ocorrer através:

• Da penetração;
• Da inseminação artificial;
• Da ejaculação próxima da vagina.

55. PODE-SE ENGRAVIDAR ANTES DO APARECIMENTO DO PERÍODO


MENSTRUAL?
Não, visto que não tendo o período menstrual, não há o período fértil.

56. DEPOIS DA MENOPAUSA PODE-SE ENGRAVIDAR?


Não, porque depois da menopausa deixa de existir o período menstrual e o
período fértil.

57. É IMPORTANTE O TAMANHO DO PÊNIS?


• Em relação a esta pergunta existem muitas idéias que
provocam angústias desnecessárias.
• Há pessoas que pensam que quanto maior é o pênis mais se
sente. Isto não é totalmente verdade, fundamentalmente por duas razões:
• As diferenças entre os pênis tendem a desaparecer quando
estão em ereção, isto é os grandes e os pequenos ficam praticamente do
mesmo tamanho.
• No coito a vagina adapta-se aos vários tamanhos porque tem
uma abertura e dimensão flexíveis.
• Não existe, portanto, relação entre o tamanho do pénis e o
prazer feminino e masculino. Não nos devemos preocupar minimamente
com este aspecto.
58. SERÁ QUE AO ENTRAR NA MENOPAUSA SE PODE TER RELAÇÕES
SEXUAIS? HAVERÁ POSSIBILIDADE DE ENGRAVIDAR?
Sim, pode ter relações sexuais, mas também há a possibilidade de engravidar,
porque durante os 2/3 anos após a entrada na menopausa o organismo da mulher
encontra-se em desequilíbrio hormonal,ou seja, o período menstrual pode vir este
mês e estar 3/4 meses sem voltar e nesse intervalo de tempo pode engravidar.

59. QUANDO UM HOMEM PRETENDE PRATICAR SEXO ANAL COM A


MULHER SERÁ QUE GOSTA DE OUTROS HOMENS?
Quando um homem pede à mulher para praticar sexo anal não significa que
tenha tendências homossexuais, pode só ter curiosidade de experimentar algo novo.

60. QUEM TOMA A PÍLULA PODE ENGRAVIDAR?


Sim, existe essa possibilidade porque a pílula não é um método contraceptivo
100% eficaz. Aliás, nenhum método contraceptivo é 100% seguro.

61. QUAL A MELHOR ALTURA PARA ENGRAVIDAR? É ANTES OU DEPOIS


DO PERÍODO MENSTRUAL?
A melhor altura para engravidar é entre o 12º e o 16º dias após o período
menstrual, que é chamado o período fértil.

62. UMA MULHER COM LAQUEAÇÃO DE TROMPAS PODE ENGRAVIDAR?


Não, não pode engravidar.

Se todos buscam o prazer, é sinal de que ele é o melhor dos bens.


(Aristóteles).

Th Dr. José Gualberto Muniz, 1º Ten QOCPM


Prof/Instrutor de SST/APMCV