Você está na página 1de 3

Variações Sexuais

Não existe uma fórmula padrão para o ato sexual, cada pessoa tem a
sua maneira peculiar para transar. No caso das mulheres, muitas gostam de
praticar de uma maneira caliente; como dizem alguns: O sexo apimentado,
desenrolado com fantasias, dedicação e de certa forma selvagem.
Em outros casos pode ser encontrada aquelas que são mais
reservadas, e sufocam os seus desejos e sentimentos eróticos; preferindo
suprimir a lubricidade, e mesmo com as entranhas abrasadas de tesão,
guardam as emoções eróticas, atitude que pode refletir negativamente no
futuro. Com isso não quer dizer que elas tenham que ser vulgar; mas, a
sexualidade excede os limites do comportamento humano, tornando uma
pessoa totalmente diferente da rotina diária.
Tudo se desenrola com impulso profundo, desejo e cumplicidade;
uma ação prazerosa que somente deve ser processada durante o coito com
o companheiro. Todavia, quando a mulher deixa de exercer a sua liberdade
de expressão durante a transa sexual, com o passar do tempo acontece um
esfriamento no relacionamento, que pode acarretar um turbilhão de males,
que seja na saúde física, emocional e na intimidade do casal; o que tem
sucedido em um dos fatores que os cônjuges sentem-se tentados a buscar
um relacionamento proibido, que é uma ação destrutiva ao longo do
tempo.
Temos um grande agravante que assola muitos casais; é quando
acontece o silêncio absoluto acompanhado da velha tradição: “Papai e
mamãe”, tendo em vista os tabus herdados da velha doutrina do pecado
original que impetra toda a culpa e falhas nas mulheres. Motivo pelo qual
muitas temem em pecar (Segundo a doutrina errônea de santo Agostinho);
e chegam a comprometer o relacionamento. E para piorar a descriminação
contra as mulheres, as que são que fingem calmaria e rotulam as
apimentadas como prostitutas.
Quanto aos homens, por sua vez, adoram as mulheres que se
excedem durante o ato sexual, e em meio a gemidos e muito frenetismo,
comportamento o leva os seus parceiros ao delírio total. Essas são aquelas
que quebram os obstáculos imposto pelos falsos puritanos; fechado todas
a portas e possibilidades dos seus cônjuges buscarem um sexo extra
conjugal.
Sabendo que o comportamento de alguns homens procurarem
emoções sexuais fora do matrimonio não se justifica; mas, explica, que para
os que gostam de um sexo sem imposições e mandamentos de religiosos
hipócritas que criam regras para mostrarem uma falsa santidade e
esconderem as suas impotências sexuais, chegam a prejudicar muitos
casais no campo sentimental.
Perceptivelmente, nos últimos 20 (vinte) anos, está crescendo o
número de infidelidade conjugal por ambos os sexos; sendo que no caso
das mulheres, elas afirmam que os seus companheiros não honram o
compromisso matrimonial.
Também é denunciado o comportamento grotesco de muitos
homens durante o sexo, e até nos vários casos, eles gozam rápido e viram
para o outro lado da cama, ignorando os sentimentos e desejos das suas
esposas.
Quando acontece esse comportamento, vem a tendência das
mulheres serem seduzidas por outros homens que as faz sentir-se viva e
com os desejos femininos a flor da pele, ao ponto de não resistirem às novas
emoções de darem e receberem um orgasmo de tirar o fôlego, e faz
sentirem-se renovadas e amadas por algo que no final pode levá-las a
ruínas.
No âmbito sexual, os homens tem muitas coisas que devem ser
mudadas, tendo em vista que por serem o alfa, pensam que são os senhores
e proprietários das suas mulheres, quando na realidade existem um grande
números de queixas por parte das meninas, afirmando que os seus
companheiros são invasivos durante o ato sexual, negligenciam as
preliminares, não escutam o que elas querem falar o até mesmo as
fantasiar, criando uma barreira com intolerância, imaginando que a sua
companheira não tem sentimentos. Quando na verdade as mulheres como
ser humano sente-se tentadas e atraídas por outros braços, como acontece
com os homens, e em uma esfera de hipocrisia religiosa, os tais escondem
no mais profundo e obscuro lugar das mentes, e são consumidos
diariamente por essas fantasias nefastas; esquecendo-se que as mulheres
foram criadas a partir da costela do homem; que não considera o que a
Palavra de Deus cita:
I Pedro 3:7
Igualmente vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando
honra à mulher como o vaso mais fraco; como sendo de vós os seus co-
herdeiros da graça da vida; para que não seja impedida as vossas orações.
Sexualmente, as mulheres são mais frágeis que os homens; não
quero dizer que sejam vadias e sem confiança; mas como uma frágil rosa
que precisa de toda a atenção e carinho para não murchar e perder a sua
beleza.
Toda infidelidade é errada; mas somos humanos e a força vital
chama-se libido. Devemos ter cuidado para não abrirmos precedentes em
nosso relacionamento conjugal, e ter o final de uma linda história de amor,
em outros braços.
E que Deus nos ajude para não cairmos nas ciladas do pecado.

Pr. Robson Colaço de Lucena


CASA – Compulsivos por Amos e Sexo Anônimo

Para fazer avaliação acesse


https://forms.gle/NhG5RiTUoBqzmHoAA

Você também pode gostar