Você está na página 1de 29

Planejamento e Implantação

de Sistemas de Informação
Prof. Wagner J. Dizeró
wagner@unilins.edu.br

Lins,, 2010
Lins

Enterprise Resource Planning (ERP)

 Um ERP, em termos gerais, é uma


plataforma de software desenvolvida para
integrar os diversos departamentos de uma
empresa, possibilitando a automatização e
armazenamento de todas as informações de
negócios.

1
Minha empresa precisa de um ERP?
 Com a automação dos processos e na velocidade do
mundo globalizado é praticamente impossível, para
as médias e grandes empresas administrarem seus
negócios sem a implantação de um eficiente sistema
de gestão integrado (ERP).

 E, ao contrário do que é muitas vezes difundido no


mercado, a solução de ERP não é uma exclusividade
das grandes corporações. Ela é acessível também a
empresas de médio e pequeno porte. O segredo
consiste em saber escolher o software indicado às
suas atividades e optar por um fornecedor preparado
para garantir uma implantação sem traumas e a
manutenção contínua do sistema.

Algumas questões:

 Por onde começar?

 O que perguntar?

 O que avaliar?

 O que medir?

 O custo é alto?

2
Primícias básicas:
 Não se trata de um projeto
tecnológico, mas, sim, de um
projeto empresarial.
 Fatores críticos para o sucesso:
 Mapear e revisar todos os processos
de negócio da empresa
 Ter pleno envolvimento da equipe do
projeto e apoio da alta direção
 Fase de implantação do projeto como
marco para ser bem sucedido.

Interdependência entre
organizações e ERP

Equipamentos

Estratégia
Empresarial
Banco de
Software
Dados
Regras
Processos
Interdependência

Telecomu-
nicações

Organização Sistema de Informação

3
Fases de Desenvolvimento de um SI

Modelo Cascata Modelo Espiral (Boehm, 1988)

Determinar Analisar
ANÁLISE Objetivos Riscos

PROJETO
Revisão
do cliente
DESENVOL-
VIMENTO

TESTES

IMPLAN-
TAÇÃO

MANUTENÇÃO Projetar e
Reavaliar Desenvolver

Exemplo:
Projeto para Controle de Vendas

Modelar um sistema para controle de vendas realizadas por


clientes , registrando-se a data da realização e os produtos
solicitados por cada cliente.

Um cliente pode realizar diversas vendas; cada venda pertence


a um único cliente; numa mesma venda é possível solicitar um
ou mais produtos; cada produto pode ser inserido em
diferentes vendas.

4
Lista de eventos

N° Descrição Ator
1 Cadastrar produtos Gerente
2 Cadastrar clientes Vendedor
3 Cadastrar pedidos de vendas Vendedor
4 Relatório de produtos Vendedor
5 Relatório de vendas por cliente Gerente
6 Relatório de vendas por produto Gerente

UML / Diagrama de Classes

0..N 1..1 0..N 0..N


CLIENTE VENDA PRODUTO
Cod_Cli Cod_Vend Cod_Prod
Nome Data Descrição
Endereço ITENS Preço
Cidade Qtde
Telefone

5
Estrutura no Banco de Dados

CLIENT E VENDA
Cod_Cli Nome ... Cod_Vend Cod_Cli Data
001 Renan Correia 1 001 15/6/2004
002 Fernando Sinicatto 2 004 15/6/2004
004 Mariana Bedoni 3 001 16/6/2004
008 Ricardo Gerdes 5 008 18/6/2004
012 Fabiana Pires
ITENS
Cod_Vend Cod_Prod Qtde
1 AA 5
PRODUTO 1 BB 2
Cod_Prod Descrição Preço 1 FF 1
AA Caneta R$ 1,50 2 AA 1
BB Lápis R$ 0,80 2 DD 8
DD Disquete R$ 1,20 3 AA 3
FF Impressora R$ 180,00 5 FF 2

6
Scripts SQL para criar as tabelas
Create Table Cliente ( Create Table Produto (
cod_cli integer not null, cod_prod integer not null,
nome varchar(30), descricao varchar(30),
endereco varchar(40), preco numeric(6,2),
cidade varchar(30), PRIMARY KEY(cod_prod)
telefone varchar(15), );
PRIMARY KEY(cod_cli)
);
Create Table Itens (
cod_vend integer not null,
Create Table Venda ( cod_prod integer not null,
cod_vend integer not null, qtde integer,
cod_cli integer, PRIMARY KEY(num_ven,cod_prod),
data date, FOREIGN KEY(num_ven)
PRIMARY KEY(cod_ped), REFERENCES Venda,
FOREIGN KEY(cod_cli) FOREIGN KEY(cod_prod)
REFERENCES Cliente REFERENCES Produto
); );

Evolução do modelo para controle de vendas


0..N 1..1 0..N 1..1
DEPARTAMENTO FUNCIONARIO HIST_SALARIO
Cod_Depto Cod_Func Data
Nome Nome Valor
Sobrenome Data_Admissao
Ramal Cargo
Salário

0..N

1..1
0..N 1..1 0..N 0..N
CLIENTE VENDA PRODUTO
Cod_Cli Cod_Vend Cod_Prod
Nome Data Descricao
TipoPessoa Qtde_Parcelas Preco
Valor_Total ITENS
Sexo Estoque
EstadoCivil Qtde
1..N
Endereco 1..1
Cidade 1..1
Telefone 0..N
CONTAS_RECEBER
Num_Parcela CATEGORIA
Data_Vencimento Cod_Cat
Valor_Parcela Descricao
Situacao

7
Evolução dos S.I. nas empresas

Criar valor
Automatizar para os Influenciar
processos clientes na forma de
rotineiros e
fazer
repetitivos
negócios

Antes Hoje

Alinhamento Estratégico

Uso Estratégico Obtenção de


dos S.I. Vantagens
Competitivas

8
Sistemas de Informação - Definição

 Sistemas de Informação são sistemas que permitem a coleta, o


armazenamento, o processamento, a recuperação e a disseminação de
informações para dar suporte à decisão, coordenação,
controle, análise e visualização de uma organização.

 Os sistemas de informação estão difundidos por todas as


funções organizacionais.
 Eles são usados por áreas como contabilidade, finanças, vendas,
produção e assim por diante.
 Em conseqüência, esse uso generalizado aumenta a necessidade
por novos sistemas cada vez mais complexos e por profissionais
com conhecimento no seu desenvolvimento e gerenciamento.

Estrutura de um SI
AMBIENTE EXTERNO
Fornecedores Clientes
ORGANIZAÇÃO
SISTEMA DE INFORMAÇÃO

PROCESSAR
CLASSIFICAR
ENTRADA SAÍDA
ORGANIZAR
CALCULAR

FEEDBACK

Agências Acionistas Concorrentes


Reguladoras

9
Sistemas e seus Elementos

Elementos
Sistema Meta
Entrada Processo Saída
Fabricante de Bicicletas de Armação, Solda, Bicicletas
Bicicletas Qualidade melhor Trabalho, Pintura, construídas
Suprimento Montagem
Universidade Aquisição de Estudantes, Ensino, Estudantes
conhecimento Professores, Pesquisa, cultos
Livros, Serviço
Laboratórios
Serviço de Serviço de Médicos, Diagnósticos, Pacientes
Saúde Melhor qualidade Pacientes, Cirurgias, saudáveis
Enfermeiros, Medicamentos
Equipamentos

Dados, Informação e Conhecimento

 Dados são os componentes básicos a partir dos quais a


informação é criada.

 Informação são dados com significado, inseridos em um


contexto.

 Conhecimento é o que orienta as pessoas no uso da informação


para que possam trabalhar.

CONHECIMENTO Dados: notas fiscais, contratos, notícias,


ofícios, memorandos, etc

INFORMAÇÃO Informação: planilhas, tabelas de BD,


relatórios, etc

DADOS Conhecimento: dados sumarizados,


classificados, armazenados, analisados e
interpretados, etc.

10
Dados, Informação e Conhecimento

335 Detergente Brisas 1.39 Região de Vendas: Centro-Oeste


563 Café Morro Grande 4.69 Loja: Filial de Lins
193 Chocolate Garoto 0.89
335 Detergente Brisas 1.39 Nº ITEM DESCRIÇÃO VENDAS
267 Sabonete OX 1.15 335 Detergente Brisas 8.512
335 Detergente Brisas 1.39
. . . TOTAL DE VENDAS NO ANO:
$ 12.789,33

DADOS INFORMAÇÃO

Relatório Sumarizado de Vendas por Região

11
Criatividade e INFRA-ESTRUTURA
INFRA-
TECNOLOGIA Redes Inovação ORGANIZACIONAL

Data Modelos Aprendizagem


Warehouse mentais
Visão
holística
ERP
Empresa da Era
do Conhecimento
Cultura CRM
Estrutura

Compartilhamento
Intuição

BI
Internet
Estilo gerencial
PESSOAS

Composição dos Sist. Informação

 Administração
Sistemas de
 Tecnologia Informação

 Organização

Administração

12
Gestão através de um S.I.
• Desenvolver Desafios para as Empresas
estratégia de
crescimento
• Concorrência
• Monitorar
• Processos ineficientes
custos e
mercado • Margem de lucro
Administração exíguas

• Software ERP
• Sites Web
• Software de
planejamento
colaborativo
Tecnologia Sistema de Soluções para
Informação a Empresa
• Clientes • Personalizar produtos • Aumentar serviço de
atendimento ao cliente
• Fornecedores • Interagir com clientes
• Aumentar receita
• Funcionários • Coordenar cadeia de
suprimentos • Reduzir custos
• Processos de
Negócios • Integrar produção com
Organização vendas
* adaptado de Laudon, 2004

Sistemas de Informação Gerenciais

Nível Estratégico
Planejamento
Estratégico

Nível Gerencial
Apoio à Decisão

Nível de Conhecimento
Controle e Elaboração de Projetos

Nível Operacional
Sistema Transacional

* adaptado de Laudon, 2004

13
Detalhamento das Informações
RELATÓRIO DE RESPONSABILIDADE
PRESIDENTE

REAL ORÇADO
PRESIDENTE 5.125 5.000
GERENTE DE PRODUÇÃO 15.623 15.000
PRESIDENTE
GERENTE DE VENDAS 4.814 5.000
ENGENHEIRO-CHEFE 5.175 5.000
CONTROLLER 2.945 5.000
33.682 35.000
MÃO-DE-OBRA DIRETA 25.704 25.000

RELATÓRIO DE RESPONSABILIDADE
GERENTE DE PRODUÇÃO
REAL ORÇADO
GERENTE DE GERENTE DE PRODUÇÃO 1.985 2.000
PRODUÇÃO ENCARREGADO DE MONTAGEM 6.751 6.800
ENCARREGADO DE FABRICAÇÃO 4.872 4.800
ENCARREGADO DE SERVIÇOS 2.015 1.400
15.623 15.000
MÃO-DE-OBRA DIRETA 25.704 25.000

RELATÓRIO DE RESPONSABILIDADE
ENCARREGADO DE FABRICAÇÃO

REAL ORÇADO
ENCARREGADO SUPERVISÃO 725 725
DE FÁBRICA MÃO-DE-OBRA INDIRETA 1.407 1.407
ENCARGOS SOCIAIS 600 600
MATERIAIS 2.140 2.075
4.872 4.800
MÃO-DE-OBRA DIRETA 8.157 7.985

Principais Funções Empresariais

Vendas e
Produção
Marketing

PRODUTO OU
SERVIÇO

Recursos Finanças e
Humanos Contabilidade

14
Principais Funções Empresariais
 Produção  Vendas e Marketing
 Controle de maquinário
 Acompanhamento de pedidos
 Programação industrial
 Campanhas publicitárias
 Controle de movimentação de
 Análise de vendas por região
materiais
 Definição do perfil de clientes
 Controle de estoque
 Previsão da tendência de vendas
 Programação da produção

 Recursos Humanos  Finanças e Contabilidade


 Recrutamento e seleção
 Gerenciamento de caixa
 Remuneração
 Folha de pagamento
 Treinamento
 Contas a pagar/receber
 Análise de realocação
 Análise de Custos
 Análise de contratos
 Orçamento Anual
 Planejamento de pessoal

Exemplos de Sistemas de Informação


Sistemas de Nível Estratégico

Sistema de Apoio Plano Operacional Previsão Qüinqüenal da Previsão Qüinqüenal de Planejamento de


Executivo (SAEs) Qüinqüenal Tendência de Vendas Orçamento Pessoal
Planejamento de Lucros

Sistemas de Nível Gerencial


Sistemas de Informações Controle de Estoque Gerenciamento de Orçamento Anual Análise de Realocação
Gerenciais (SIGs) Vendas
Programação da Análise de Custo Análise de Custo de
Produção Análise das Vendas Contratos
Sistemas de Apoio à por Região Análise de Investimento
Decisão (SADs) Análise de Lucratividade

Sistemas de Nível do Conhecimento


Sistemas de Trabalhadores Estações de Trabalho Estações de Trabalho Estações de Trabalho
do Conhecimento (STCs) de Engenharia Gráficas Administrativas

Sistemas de Automação Digitalização de


Edição de Texto Agendas Eletrônicas
de Escritório Documentos

Sistemas de Nível Operacional


Controle de Maquinário Acompanhamento Negociação de Seguros Remuneração
Sistemas de Programação Industrial de Pedidos Gerenciamento de Caixa Treinamento e
Processamento de Processamento Desenvolvimento
Transações (SPTs) Controle de Folha de Pagamento
Movimentação de de Pedidos Manutenção do registro
materiais Contas a Pagar e de Funcionários
Receber

Produção Vendas e Marketing Finanças e Contabilidade Recursos Humanos

* adaptado de Laudon, 2004

15
Sistemas de Produção
Perspectiva Funcional

Principais funções:
 Estabelecimento de metas de produção, compras, expedição,
recepção, engenharia, operações.

Principais aplicações:
 Sistemas de planejamento de recursos, Sistemas de controle
de pedidos de compra, sistemas de engenharia, sistemas de
controle de qualidade.

SISTEMA DESCRIÇÃO NÍVEL ORGANIZACIONAL


CONTROLE DE
CONTROLE DE EQUIPAMENTOS OPERACIONAL
MAQUINÁRIO
PROJETO ASSISTIDO POR
PROJETO DE NOVOS PRODUTOS CONHECIMENTO
COMPUTADOR (CAD)
PLANEJAMENTO DE DECIDIR QUANTIDADE E PROGRAMAR
GERÊNCIA
PRODUÇÃO PRODUÇÃO DE PRODUTOS
LOCALIZAÇÃO DE
DECISÃO DE ONDE INSTALAR FÁBRICAS ESTRATÉGICO
INSTALAÇÕES

Sistemas de Vendas e Marketing


Perspectiva Funcional

Principais funções:
 Gestão de vendas, pesquisa de mercado, promoção, definição
de preços, novos produtos.

Principais aplicações:
 Sistemas de acompanhamento de pedidos, sistema de
pesquisa de mercado, sistema de estabelecimento de preços.

SISTEMA DESCRIÇÃO NÍVEL ORGANIZACIONAL


PROCESSAMENTO DE REGISTRAR, PROCESSAR E ACOMPANHAR
OPERACIONAL
PEDIDOS PEDIDOS

ANÁLISE DE MERCADO IDENTIFICAR CLIENTES E MERCADOS CONHECIMENTO

ANÁLISE DE PREÇOS DETERMINAR PREÇOS GERÊNCIA

TENDÊNCIAS DE VENDA PREPARAR PREVISÕES QÜINQÜENAIS ESTRATÉGICO

16
Sistemas Financeiros e Contábeis
Perspectiva Funcional

Principais funções:
 Orçamento, livro-caixa, cobrança, contabilidade de custos.

Principais aplicações:
 Livro-caixa, contas a receber, contas a pagar, orçamento,
sistemas de gestão financeira.

SISTEMA DESCRIÇÃO NÍVEL ORGANIZACIONAL

CONTAS A RECEBER ACOMPANHAR AS CONTAS A RECEBER OPERACIONAL

PROJETAR CARTEIRA DE INVESTIMENTOS


ANÁLISE DE CARTEIRA CONHECIMENTO
DA EMPRESA
PREPARAR ORÇAMENTOS DE CURTO
ORÇAMENTO GERÊNCIA
PRAZO
PLANEJAMENTO DE
PLANEJAR LUCROS DE LONGO PRAZO ESTRATÉGICO
LUCROS

Sistemas de Recursos Humanos


Perspectiva Funcional

Principais funções:
 Registros de pessoal, benefícios, remuneração, relações
trabalhistas, treinamento.

Principais aplicações:
 Folha de pagamentos, registros de funcionários, sistemas de
benefícios, sistemas de planos de carreira, sistemas de
treinamento de pessoal.

SISTEMA DESCRIÇÃO NÍVEL ORGANIZACIONAL


TRAINING & ACOMPANHAR TREINAMENTO,
OPERACIONAL
DEVELOPMENT HABILIDADES E AVALIAÇÕES

PLANO DE CARREIRA ELABORAR PLANOS DE CARREIRA CONHECIMENTO

ANÁLISE DE MONITORA COMISSÕES, SALÁRIOS E


GERÊNCIA
REMUNERAÇÃO BENEFÍCIOS
PLANEJAMENTO DE PLANEJAR A NECESSIDADE DE LONGO
ESTRATÉGICO
RECURSOS HUMANOS PRAZO DA FORÇA DE TRABALHO

17
Visão sobre Processo de negócio:
Processamento do pedido

Gerar Apresentar
Vendas Pedido Pedido

Verificar Aprovar Emitir


Contabilidade Crédito Crédito Fatura

Separar Expedir
Produção Produto Produto

* adaptado de Laudon, 2004

Ciclo de Operações

18
SIGA EDI Movimento
Banco
fornecedor de Títulos
Fornecedor

Lançamentos
Pedido LA Depreciação
Automáticos
de Compra LA Folha
Recebim. de Ativo Fixo
mercadoria

Contas Lançamento
Importação Cotação Controle de a Pagar Simulação
Qualidade Financeira

Fluxo de
Folha de Ponto
Solicitação
Estoque Caixa Pagamento Eletrônico
Compras
MP / MC Simulação
Preços de
Venda
Orçamento
Contrato de Projeção Ordens de
Requisições
Fornecimento de Estoque Produção
Apropriações
Contabilidade
Manutenção
Previsão
de Vendas
Carga Máquina
Controle de
Industrial Custos
Produção
Centros LA de Rateios
Improdutivos

Coletor
Previsão Livros
Eletrônico
Produção LA de movimentos

de Vendas Fiscais
Demonstração de L&P
Razão
Estoque Faturamento Mensal Acumulado Balancete
Produto CMV orçado real orçado real Diário
Consulta
Clientes Acabado + Margem Bruta Faturamento - CMV
Banco de
Informação LA faturamento LA Contas a Receber

NF DP Financeiro PCP
Pedidos Liberação Liberação Contas a Movimento
Faturamento Banco Contabilidade Folha e Ponto
de Vendas de crédito de Estoque Receber de Títulos
Estoque Custo
Faturamento Compras
Livros Fiscais Man.Industrial
SIGA EDI - Cliente Importação Ativo Fixo

Perguntas que você poderia fazer:


 Quais são as filiais e regiões de vendas que
apresentam melhor desempenho?

 Quais são os produtos que vendem


melhor?

 Quais lojas e regiões de vendas são mais


fortes para quais produtos?

 Quais são os melhores e os piores períodos


de vendas? Para quais lojas de venda?
Para quais de produtos?

19
ERP: Módulos Fundamentais

 Uma PME deve começar com os


módulos Financeiro, de Faturamento,
Compras e Gestão de Materiais.
 Com esse núcleo básico, as operações
se organizarão, e darão condições
para que os usuários partam para
outros módulos de outras áreas, bem
como módulos mais gerenciais e
estratégicos

ERP: Benefícios à empresa

 1° grande benefício: sobrevivência


 Padronização e automatização de
processos
 Ter uma base de dados gerenciais,
que permita a obtenção de
indicadores de desempenho
 Facilitar a tomada de decisão de
forma mais rápida e precisa

20
Tecnologias e Termos Relacionados
Sistemas de Informação Valor Agregado

TI (Tecnologia da Informação) Diferencial Competitivo

ERP (Enterprise Resource Planning) Planejamento Estratégico

CRM (Customer Relationship Management) ROI (Return On Investment)

BI (Business Intelligence) Cadeia de Valor (Value Chain)

BSC (Balanced Scorecard) PDI (Plano Diretor de Informática)

Workflow Alinhamento Estratégico

Data Warehouse Consolidação de Resultados

Atividade (em grupo)


 Definir uma empresa para ser
implantado um ERP
(de preferência uma empresa real).

 Elaborar uma lista de eventos com os


campos: número do evento, descrição
do evento, ator/usuário, módulo
administrativo e nível hierárquico.

 Apontar os benefícios que serão


obtidos com o sistema.

21
Etapas para implantação de ERP
1. Definição da equipe responsável
2. Mapeamento e otimização dos processos atuais
3. Seleção do sistema ERP
4. Revisão e adequação dos processos ao sistema
5. Implantação e treinamento
6. Manutenção e suporte

 A etapa mais crítica é a implantação, porque


depende de mudanças na cultura organizacional e
da quantidade e complexidade dos módulos que
serão implantados (Salgueiro, 2005).

1. Definição da Equipe

 Fator crítico de sucesso


 Comprometimento da alta diretoria
 Autonomia para mudar, eliminar ou
criar processos na organização
 Profissionais com o conhecimento:
 dos principais processos de negócio
 dos resultados esperados pela empresa
 de tecnologia da informação (TI)

22
2. Mapear e otimizar processos

 Caberá a equipe do projeto definir as


atividades essenciais dos principais
processos existentes na organização.
 Atenção especial aos processos
relacionados ao negócio da empresa.
 Identificar as funções estratégicas e
operacionais.

3. Seleção do sistema ERP

 Selecionar de 3 a 5 fornecedores.
 Elaborar um questionário para
identificar qual sistema é mais
adequado a empresa.
 Analisar funcionalidades,
customização e tecnologias utilizadas.
 Verificar tempo de implantação e
custo.

23
Critérios importantes na seleção
 Funcionais
 Fortalecer a competitividade
 Redução de custos, aumento de ganhos
 Facilitador do trabalho, imposição externa
 Técnicos
 Uso de tecnologias modernas
 Integração com outros sistemas/tecnologias
 Mercadológicos
 Relação duradoura com o fornecedor
 Não se troca de ERP com se troca de camisa

4. Revisão e adequação ao ERP


 Preparar os setores para as
mudanças necessárias no dia-a-dia.
 Adequar processos para que o
sistema seja devidamente
alimentado.
 Apontar os benefícios que as
mudanças trarão.
 O sistema deve ser visto como um
aliado.

24
5. Implantação e Treinamento

 A fase mais importante


 Não planeje implantar tudo de uma vez
 Planeje a migração das aplicações
antigas para o ERP com cuidado
 Estime o tempo de projeto, implantação
e treinamento
 Preveja alguns meses para ajustes,
correções e refinamentos.

Check List antes da Implantação


a) Todos envolvidos no projeto estão de acordo quanto aos
objetivos e propostas do ERP?
b) Estão de acordo com o ROI e resultados de negócios
propostos?
c) A alta administração está consciente dos benefícios e dos
riscos de um projeto dessa natureza?
d) Estão de acordo com o sistema selecionado e os critérios de
seleção adotados?
e) O orçamento e cronograma estão bem dimensionados?
Existem cláusulas de proteção?
f) As limitações do sistema foram bem compreendidas e as
estratégias alternativas estão plenamente acordadas?
g) As referências da consultoria foram checadas adequadamente?
h) Foi previsto o treinamento adequado de todos os
colaboradores?

25
6. Manutenção e Suporte

 A manutenção não acaba nunca


 Melhorias
 Novas funcionalidades
 Eventuais correções
 Analise quais são as garantias de
suporte e de help-desk
 Acompanhe as mudanças tecnológicas

Principais causas de fracasso:

 Falta de comprometimento da alta direção


 Má definição dos objetivos do sistema de
gestão
 Gerenciamento inadequado do projeto de
implantação
 Mau dimensionamento do hardware
 Ineficiente gestão de mudanças das pessoas
envolvidas
 Treinamento insuficiente para a utilização do
software

26
Dicas para não se esquecer:
 Envolva sua equipe na escolha do ERP
 Implantação sem milagres
 Não se iludir com promessas de implantação
mais rápida e barata
 Relação Custo X Benefício
 Não se compra uma escavadeira para plantar
uma semente
 Nem uma pá para escavar um poço de petróleo
 Exija um cronograma do fornecedor
 Verifique as funcionalidades e aderência do
produto com sua empresa

Dicas para não se esquecer (cont.)

 Se já possui um sistema, primeiro converse


com seu fornecedor para ver se ele é capaz
de atender suas necessidades.
 Tenha garantia de atualizações
 Padrões de tecnologia
 Fuja de tecnologias fechadas (hw e sw)
 Certifique-se se o produto está adaptado à
legislação fiscal, tributária e trabalhista.
 Condições de rastreamento dos usuários
para garantir segurança às operações
 Ambiente Windows, Linux e Internet

27
Dicas para não se esquecer (cont.)

 Senhas e níveis de acesso


 Prever falhas em caso de falta de energia
(integridade de dados)
 Acelere o ROI
 Comece implantando os módulos que darão mais
retorno
 Conheça outros clientes que adotaram a
solução.
 Conheça seu negócio e planeje o
crescimento a médio e longo prazos

Atividade (em grupo)


 Elaborar um questionário para
avaliação de sistemas ERP.
 Definir pesos e critérios para a
seleção.
 Comparar 3 fornecedores de ERPs.
 Montar um cronograma de
implantação
 Detalhar as etapas e módulos a serem
implantados.

28
Sistemas de Informação
Leituras Recomendadas

 LAUDON, KENNETH C.; LAUDON, JANE P. Sistemas de


Informação Gerenciais. Ed. Prentice-Hall. 5ª edição. 2004.
 PORTER, MICHAEL E. Estratégia Competitiva: Técnicas para
Análise de Indústrias e da Concorrência. Ed. Elsevier. 1ª
edição. 2004.
 DAVENPORT, T.H. Putting the enterprise into the enterprise
system. Harvard Business Review. Julho-Agosto de 1998,
p.121-131. (t: 827).
 HABERCORN, ERNESTO. Gestão Empresarial com ERP. Ed.
Microsiga Software. 2ª edição. 2004.
 LAURINDO, FERNANDO J. B. Tecnologia da Informação:
Eficácia na Organizações. Ed. Futura. 1ª edição. 2002.
 BOOCH G.; RUMBAUGH J.; e JACOBSON, I., UML: Guia do
Usuário. Ed. Campus. 1ª edição. 2000.

29