Você está na página 1de 12

SEL-487E

RELÉ DE PROTEÇÃO DE TRANSFORMADOR


PROTEÇÃO
DIFERENCIAL
DE ALTA
VELOCIDADE

2
APLICAÇÕES CARACTERÍSTICAS
Proteção Multienrolamento Detecção Sensível de Faltas
Configure o Relé de Proteção de Entre Espiras
Transformador SEL-487E para Evite falhas catastróficas do
proteção diferencial de transformador transformador. Detecte faltas entre
em aplicações de transformadores espiras que envolvam apenas 2% do
que utilizem até cinco correntes de total do enrolamento com o elemento
restrição. Isso inclui transformadores diferencial de sequência-negativa
simples com enrolamentos terciários. patenteado.
Use três elementos independentes de
falta à terra restrita (REF: “Restricted Proteção do Transformador Elevador
Earth Fault”) para proteção de do Gerador
enrolamentos em estrela aterrada. Proteja os transformadores elevadores
dos geradores (GSU: “Generator Step-
Monitoramento Avançado de Ativos Up”) e use a medição de temperatura
Rastreie o desgaste do transformador incorporada (requer o Módulo de
através do monitoramento térmico RTD SEL-2600) para monitorar
e de faltas passantes. Reduza as simultaneamente as temperaturas
manutenções ineficientes e caras dos dos enrolamentos do gerador e do
disjuntores com o monitoramento transformador. Use o elemento volts/
avançado do disjuntor. Monitore hertz para proteção de sobre-excitação
os sistemas de alimentação cc da em condições de operação do gerador
subestação para verificar níveis de sendo carregado e descarregado.
tensão fora da faixa de tolerância ou Ajuste os elementos direcionais de
oscilação (“ripple”) de tensão excessiva. potência para detectar condições
de fluxo de potência para a frente e
Proteção de Retaguarda Confiável reverso para monitorar e proteger o
Forneça proteção de retaguarda com transformador GSU em aplicações de:
cinco elementos de sobrecorrente de potência principal (“prime power”);
fase, sequência-negativa e sequência- espera (“standby”); carga base; e
zero e dez elementos de sobrecorrente cortes por demanda de pico (“peak
temporizados configuráveis. Ajuste a shaving”). Verifique a sincronização
proteção contra falha de disjuntor com dos disjuntores do gerador com os
detecção de decaimento (“subsidence”) elementos de check de sincronismo
para detectar rapidamente falha do incorporados.
disjuntor e minimizar os tempos de
coordenação do sistema. Unidade de Medição Fasorial (PMU)
da Subestação
Proteção Diferencial Adaptativa de Melhore a qualidade do sistema
Alta Velocidade de potência com sincrofasores
Implemente uma inclinação (“slope”) (IEEE C37.118) da SEL em todos os
de dois estágios que se adapta 24 canais analógicos (6 fontes de
automaticamente às condições de tensão e 18 de corrente) do seu relé.
faltas internas ou externas, mesmo Use sincrofasores via comunicações
com saturação do TC e formas de onda serial ou Ethernet para detectar
altamente distorcidas, para obter uma facilmente fluxos em loop de reativo
proteção diferencial rápida, sensível, (“reactive loop flows”), transformar
confiável e segura. O elemento as estimações de estado em medição
diferencial adaptativo responde às de estado, e antecipar alertas de
condições de faltas internas em menos possível instabilidade do sistema.
de 1.5 ciclo. Implemente o controle em tempo real
com o recebimento de mensagens dos
Diversas Aplicações
sincrofasores provenientes de duas
Para Transformadores
PMUs (“Phasor Measurement Unit”),
Proteja os transformadores e
e efetue as ações necessárias com
autotransformadores de grande porte
base nas mensagens locais e remotas.
com configurações do tipo disjuntor e
meio nos lados de alta e baixa. Além
disso, configure para uma aplicação
típica de transformador com dois
enrolamentos, e use as demais
entradas de corrente trifásica para
fornecer proteção de retaguarda do
alimentador.
3
DIAGRAMA FUNCIONAL SIMPLIFICADO
Barra NÚMEROS ANSI/ACRÔNIMOS E FUNÇÕES
SEL-487E
16 SEC Segurança de Acesso (Serial, Ethernet)
50BF 24 Volts/Hertz
3
25 Check de Sincronismo
27 Subtensão
P 32 Direcional de Potência
51GQ
46 Desequilíbrio de Corrente
49 Térmico
50BF Sobrecorrente de Falha do Disjuntor
50BF 50N Sobrecorrente de Neutro
3 50 (P,G,Q) Sobrecorrente (Fase, Terra, Sequência-Negativa)
51N Sobrecorrente Temporizado de Neutro
51 (P,G,Q) Sobrecorrente Temporizado
(Fase, Terra, Sequência-Negativa)
59 Sobretensão
1
67 (P,G,Q) Sobrecorrente Direcional
Entrada de U
Neutro REF 50N 51N 87 RQ (Fase, Terra, Sequência-Negativa)
Disponível 81 (O,U) Sobre/Subfrequência
85 RIO Comunicações SEL Mirrored Bits®
1 87 (U,R,Q) Diferencial do Transformador
(Sem Restrição, Com Restrição, Seq. Negativa)
3 DFR Relatórios de Evento
27 59 81 OU
ENV SEL-2600
3 HMI Interface do Operador (IHM)
24 32 LGC Equações de Controle SELogic® Expandidas
MET Medição de Alta Precisão
PMU Sincrofasores
3 P P P REF Falta à Terra Restrita
50 GQ 51GQ 50BF 46 67 GQ RTU Unidade Terminal Remota (UTR)
SER Registrador Sequencial de Eventos
3

3 FUNÇÕES ADICIONAIS
BRM Monitor de Desgaste do Disjuntor
BRM DFR IHM LGC MET LDP Perfil dos Dados de Carga
SBM Monitor das Baterias da Subestação
PMU RTU SBM SER TRM TRM Monitor do Transformador

1
Cobre ou Fibra Ótica
85 *Recurso Opcional
RIO 25

Modelo Térmico 16SE C


SEL-2800 49 IEEE C57.91
SEL-2600 ENV
1 4 2
Até 12
Elementos de
Temperatura IRIG-B EIA-232 Ethernet*1

ENTRADAS NOMINAIS DO TRANSFORMADOR DE


AT BT
CORRENTE (TC) 800/1
2000/5

Selecione a Sua Combinação Ideal de TC Nominal de 5 A/1 A


O SEL-487E permite encomendar qualquer combinação de 3 3
entradas nominais do TC de 5 A e 1 A para cada enrolamento 800/5
(REF)
do transformador, incluindo os seguintes exemplos:
·· TCs de alta tensão de 1 A, de baixa tensão de 5 A
·· TCs de alta tensão de 1 A, de baixa tensão de 5 A, e
terciários de 1 A

Suporta uma diferença de relação (“ratio mismatch”) do TC


de até 35:1 sem perda de desempenho. As aplicações possí-
SEL- 487E
veis incluem:
·· Instalação do tipo disjuntor e meio
·· Proteção de barramento para até cinco terminais
suportando diferença de relação (“mismatch”) de TCs

4
PROTEÇÃO
PROTEÇÃO DIFERENCIAL DE TRANSFORMADORES
COM MÚLTIPLOS ENROLAMENTOS
Proporcione proteção diferencial de corrente para até cinco
terminais trifásicos com uma restrição porcentual de slope
3
adaptativo para transformadores de usinas, subestações de 3
transmissão, subestações de distribuição e plantas indus-
triais. O elemento diferencial adaptativo inclui dois ajustes
de slope. Durante condições normais de operação, o Slope 1 3
é usado para proporcionar uma resposta rápida para faltas SEL- 487E
internas. Para faltas externas, o relé comuta de Slope 1
3 3 3
para Slope 2 para propiciar um modo de alta segurança e
evitar uma operação indevida provocada por saturação do
TC. Quando as grandezas de operação excedem a caracte-
rística de slope diferencial e caem na região de operação, o
elemento diferencial filtrado é habilitado. Use as entradas
de corrente trifásicas restantes para proteção de retaguarda
do alimentador.
Combine as funções de bloqueio e restrição por harmônicos
em paralelo para propiciar uma operação segura e
velocidade de operação ideal durante condições de inrush.
O bloqueio por segundo e quarto harmônicos proporciona
segurança durante a energização, enquanto o bloqueio por
quinto harmônico proporciona segurança em condições de
sobre-excitação. A supervisão rápida da detecção de faltas
externas em subciclo adiciona segurança durante faltas
externas com saturação do TC.
Use o método de detecção de inrush baseado em formas
de onda para reforçar as funções de bloqueio e restrição
por harmônicos visando evitar a operação do elemento
diferencial durante uma condição de inrush com baixo
conteúdo de segundo harmônico. O baixo conteúdo de
harmônicos é típico em transformadores mais novos
com núcleos constituídos por um tipo de núcleo de ferro
aprimorado, que tem uma característica B-H diferente
(linear para valores elevados da intensidade de campo)
dos transformadores tradicionais. Além do algoritmo de
detecção de inrush, o método baseado em formas de onda
também tem um esquema de sobrecorrente diferencial
bidirecional que é usado para diferenciar entre falta interna
e condição de inrush.

ELEMENTOS DE SOBRECORRENTE TEMPORIZADOS Curva inversa U.S.: U2


6000 (5000)
SELECIONÁVEIS
100
90
80
70
60
Implemente Variáveis Matemáticas SELogic como Entradas 50 3000 (2500)
40
para os Níveis de Pickup e Temporização 30
1500 (1250)
Elimine a necessidade de alterar os grupos de ajustes para 20

acomodar diferentes ajustes do pickup de sobrecorrente


temporizado e do dial de tempo. Os níveis programáveis de 10
9
8
600 (500)

pickup e da temporização d​os elementos de sobrecorrente


7
6
300 (250)
Tempo em Ciclos de 60 Hz (50 Hz)

5
temporizados selecionáveis ​​permitem a alteração dos 4

ajustes de pickup e temporização instantaneamente, sem 3


Tempo em Segundos

15,00
150 (125)
12,00
necessidade de comutar os grupos de ajustes. Escolha entre 2
10,00
8,00
dez curvas de sobrecorrente temporizadas. 6,00
1
5,00 60 (50)
0,9
A programação dos níveis de pickup e temporização como 0,8
0,7 4,00

variáveis matemáticas permite mudar o valor numérico dos


0,6
3,00
0,5 30 (25)

ajustes de pickup e temporização de acordo com qualquer


0,4
2,00
0,3

número de condições, sem o pequeno atraso que ocorre 0,2


15 (12,5)
1,00
quando se tem que alterar os grupos de ajustes do relé.
Por exemplo, altere dinamicamente os ajustes de pickup e 0,1
0,50 6 (5)
0,09
temporização em uma aplicação de transformadores em 0,08
0,07
0,06
paralelo com base nas configurações de transformadores 0,05 3 (2,5)

simples ou em paralelo. Outro exemplo seria a alteração


0,04

0,03

dos tempos de coordenação e do pickup do elemento de 0,02

sobrecorrente temporizado do alimentador com base


na geração distribuída a ser conectada a jusante de um 0,01
0,5 0,6 0,70,80,91 2 3 4 5 6 7 8 9
80
40

60

90
50
30
20

70
10

100

transformador. Múltiplos do Pickup

5
ELEMENTOS DE CONTROLE DO SOBRECORRENTE
DIRECIONAL
Proteção de Retaguarda Flexível
Quando as entradas de tensão são conectadas ao Transformador 487E
SEL-
Protegido
SEL-487E, os elementos direcionais podem ser
habilitados para supervisionar os elementos de
sobrecorrente de fase e terra em cada enrolamento.
Use os elementos de sobrecorrente de fase e terra LV
controlados direcionalmente para proporcionar proteção
de retaguarda do relé diferencial do transformador ou
do relé de sobrecorrente do alimentador. Os elementos
direcionais polarizados por tensão supervisionam as
correntes que estão do mesmo lado do transformador
assim como as tensões de polarização selecionadas. Alimentadores
Protegidos

COMUNICAÇÕES FLEXÍVEIS BT AT

A opção de uma placa Ethernet fornece duas portas de


cobre ou fibra ótica para redundância.
Os protocolos de comunicação Ethernet disponíveis
incluem FTP, Telnet, Simple Network Time Protocol
(SNTP), DNP3 LAN/WAN, IEC 61850, IEEE C37.118 para
sincrofasores e o Protocolo de Redundância Paralela 2440
SEL-
(PRP: “Parallel Redundancy Protocol”).
Todas as quatro portas seriais EIA-232 independentes
suportam SEL Fast Messages, SEL ASCII, Compressed
SEL-487E
ASCII, SEL Fast Operate, SEL Fast Meter, SEL Fast SER, Comunicações
MIRRORED BITS
Comunicações SEL Mirrored Bits avançadas, DNP3 Level
2 Outstation mais discagem de saída, Virtual Terminal, e
comunicações com o Módulo de RTD SEL-2600 (requer o
conversor serial para fibra SEL-2800).

6
GERENCIAMENTO DE ATIVOS DA SUBESTAÇÃO
Fonte Disjuntor
AT
Transformador Disjuntor
BT
MONITORAMENTO DE FALTAS PASSANTES
TC AT TC BT
Rastreie o desgaste do transformador através do monito-
ramento de faltas passantes. Reúna os níveis de corrente,
a duração da falta passante, e a data/hora de cada falta
Falta passante através do monitoramento de faltas passantes
pelo transformador. As correntes de faltas passantes podem
causar o deslocamento dos enrolamentos do transformador,
levando a danos mecânicos e maior desgaste térmico
do transformador. Programe uma manutenção pró-ativa
baseada na função cumulativa de faltas passantes.

MONITORAMENTO TÉRMICO
O SEL-487E fornece o modelo térmico IEEE C57.91 para
RTD de Temperatura
Ambiente monitorar a resposta térmica das temperaturas do topo
do óleo (“top oil”) e de pontos quentes (“hotspot”). Use o
SEL-2600 elemento térmico para ativar uma ação de controle ou emitir
um alarme quando o transformador estiver em perigo de
SEL-2800 SEL- 487E envelhecimento excessivo da isolação ou perda de vida
Temperatura do Topo
do Óleo (RTD) util. Três alarmes de perda da vida útil do isolamento são
Transformador de
Subestação
fornecidos, incluindo a perda de vida útil por dia, perda total
da vida útil e o fator de envelhecimento do isolamento.

Excesso de Desgaste MONITOR DO DISJUNTOR


do Contato do Disjuntor
O SEL-487E fornece monitoramento
Excesso de Tempo de
Operação Mecânica avançado dos disjuntores. O relé
Excesso de Tempo de processa as correntes de fase, os
Operação Elétrica
contatos auxiliares dos disjuntores e as
Excesso de Tempo de tensões cc das baterias da subestação
Inatividade do Disjuntor
para detectar parâmetros que estejam
Correntes de fase Monitor de
Excesso de Tempo de
Operação do Motor
fora da tolerância e que indiquem
Disjuntor que o disjuntor atingiu sua vida útil
Entradas de Contato Aux. Excesso de kA
do Relé
Interrompida máxima. Esses parâmetros incluem
SEL-487E
Tensões das Baterias
da Subestação a corrente interrompida, tempos de
Desvios nas Tensões das
Baterias da Subestação operação e desgaste dos contatos.
Com o monitoramento do SEL-487E,
as equipes de manutenção podem
determinar a extensão de um problema
que está evoluindo no disjuntor e
selecionar uma resposta adequada
para correção do mesmo.

7
VISÃO GERAL DO PAINEL FRONTAL

1 2 3 4

6 5

1 O chassi é disponibilizado em um 5 Use os botões de pressão default ou


pacote de hardware para montagem programe suas próprias ações nos
em painel ou montagem em rack botões de pressão com etiquetas
nas posições vertical (somente 5U) configuráveis pelo usuário.
ou horizontal (a figura mostra a 6 Selecione sua própria configuração
montagem em rack na horizontal).
dos bays do sistema, e controle
2 A SEL fornece garantia mundial de até 5 disjuntores e 20 chaves
dez anos do produto e uma faixa da seccionadoras usando os diagramas
temperatura de operação de –40°C mímicos incorporados. Inclua
a + 85°C (–40°F a +185°F). Por até oito grandezas analógicas
favor, observe: O contraste do LCD programáveis para leituras, como
é prejudicado para temperaturas mostrado nos diagramas de alta e
abaixo de –20°C (–4°F) e acima de baixa tensão.
+70°C (+158°F).
3 O teclado de fácil utilização
simplifica a navegação e a
parametrização dos ajustes.
4 Os LEDs do painel frontal podem
ser programados para indicar
alarmes personalizados e fornecer
informações rápidas e simples para
ajudar os despachantes e as equipes
de linha.

8
VISÃO GERAL DO PAINEL TRASEIRO

1 2 3 4

6 5

1 As opções de tamanho do chassi 5U, 5 Seis canais de tensão (duas entradas 6 Há um total de 18 canais de corrente
6U ou 7U permitem encomendar até de tensão trifásica) fornecidos (cinco entradas de corrente de
duas placas de I/O (a figura mostra o de fábrica com o SEL-487E. Faça restrição trifásicas e três entradas
chassi 7U com duas placas de I/O). o pedido com blocos terminais de corrente para REF, opções de
padrão (mostrado), configuração entrada de TC de 5A/1A). Faça o
2 Entrada de tempo preciso IRIG-B
de hardware Connectorized®, pedido com blocos terminais padrão
demodulada.
ou o novo conector Euro com (mostrado) ou na configuração de
3 Três portas seriais EIA-232 no painel entradas de tensão analógicas de hardware Connectorized.
traseiro e uma no painel frontal. baixa energia (LEA: “Low Energy
Analog”). A interface de medição de
4 Opções de portas Ethernet de cobre tensão LEA IEEE C37.92-2005 pode
dual, fibra ótica dual ou fibra e cobre ser combinada com sensores de
mistas (a figura mostra portas de tensão de linha e transformadores
fibra ótica dual). de potencial óticos que produzem
saídas analógicas de baixo nível de
energia. Isto elimina a necessidade
de dispositivos eletrônicos de
amplificação redundantes entre
o sensor de tensão da linha e
o relé, reduzindo os custos e
simplificando o sistema.

9
SINCROFASORES
OS SINCROFASORES MEDEM TODOS OS
CANAIS DOS TCS E TPS
·· Melhore a qualidade do sistema de potência e economize
dinheiro com sincrofasores da SEL disponíveis
simultaneamente em todos os 24 canais analógicos
(6 fontes de tensão e 18 de corrente).
·· Use sincrofasores via comunicações serial ou Ethernet
para detectar facilmente fluxos em loop de reativo
(“reactive loop flows”), transformar a estimação de
estado em medição de estado, e antecipar alertas de
possível instabilidade do sistema.
·· Simplifique a arquitetura do sistema e melhore as
operações do sistema com dados de sincrofasores UDP
multicast. Fluxos de dados configuráveis ​​permitem ao
usuário selecionar informações analógicas e binárias
para até cinco fluxos de dados independentes padrão
IEEE C37.118 sobre Ethernet.
O SEL-487E supera a norma IEEE C37.118 com até
50 mensagens por segundo em 50 Hz ou até 60 mensagens
por segundo em 60 Hz.

CONTROLE EM TEMPO REAL


Melhore a estabilidade do sistema e reduza as
necessidades de controle remoto. Aplique medições
remotas para controle local utilizando comunicação direta SEL-487E

relé-para-relé com valores dos sincrofasores. Use valores PMU


em tempo real a partir das extremidades de transmissão
remotas para controlar disjuntores, compensadores
VAR estáticos (SVCs: “Static VAR Compensators”)
e estabilizadores do sistema de potência. Controle
dispositivos com base nas magnitudes da tensão ou SEL-487E
corrente e do ângulo de fase, potência ativa ou reativa, ou PMU
na taxa de variação das grandezas de entrada.

Compartilhe os dados dos sincrofasores entre dois ou três Link serial


Relés SEL-487E para esquemas de proteção especiais
ou lógicas personalizadas. As medições remotas estão
disponíveis nas equações de controle SELogic para
proteção ou automação.

APLICAÇÃO DE SINCROFASORES
EM TODA A SUBESTAÇÃO
O SEL-487E é também um sistema de registros e medição
através de sincrofasores em toda a subestação. Com
120 segundos de registros de dados de sincrofasores G
binários padrão IEEE C37.118 para todos os 24 canais
analógicos, ele atua como uma PMU central em qualquer
subestação ou instalação de geração de energia. Meça
as magnitudes da tensão e as relações do ângulo de fase
da corrente em geradores e transformadores, que são
nós de fontes importantes para estudos de estabilidade e
medições do ângulo de carga.
SEL-487E

10
SOFTWARE
SOFTWARE ASSISTENTE DO COMISSIONAMENTO
Economize Tempo e Elimine Erros Dispendiosos Com o Software Assistente de Comissionamento da SEL
Descubra o primeiro software para relés que recomenda ajustes para a matriz de compensação depois de identificar
automaticamente erros na fiação de campo e nas configurações do TC, tais como polaridades incorretas do TC, relações
inconsistentes do TC, ou fases cruzadas.

VISUALIZE OS AJUSTES
DE COMPENSAÇÃO
RECOMENDADOS
DEFINA O SISTEMA ESPECIFIQUE OS TCs VALIDE O SISTEMA

Use o Assistente de Comissionamento


em Quatro Etapas Fáceis
1. Defina o diagrama unifilar do sistema.
2. Escolha quaisquer dois enrolamentos para realizar
um teste.
3. Valide o fluxo de corrente, as relações do TC e a
polaridade antes de iniciar o teste.
4. Imprima e implemente a matriz de compensação correta
recomendada para a aplicação do transformador.

EDITOR GRÁFICO DE LÓGICAS (GLE)


Simplifique o Processo de Configuração do SEL-487E com
o Editor Gráfico de Lógicas (GLE: “Graphical Logic Editor”)
O GLE permite visualizar suas equações de controle
SELogic graficamente, de forma que os arquivos de ajustes
possam ser documentados para facilitar a validação e o
comissionamento. Converta as equações de controle SELogic
existentes em diagramas de fácil leitura e salve-os com os
ajustes do Software acSEL erator QuickSet® SEL-5030.
Com o recurso do GLE no QuickSet, crie novas equações
de controle SELogic usando a ferramenta conveniente de
navegação em diagramas, a interface do tipo arrastar e
soltar, os diagramas de blocos de função e a função de
layout automático. Gerencie seus diagramas de controle
com uma paleta completa de elementos. O GLE ajuda
a reduzir os erros de projeto, bem como o tempo e as
despesas no comissionamento dos relés.

ac SEL erator® Graphical Logic Editor (GLE).

11
ESPECIFICAÇÕES
ESPECIFICAÇÕES GERAIS
Entradas de Tensão CA (6 no total) 300 V L-N contínuos, 600 Vca por 10 segundos
Burden ≤0.1 VA @ 125 V

Entradas de Corrente CA (18 no total) 5 A nominal


20 A @ +55°C, 15 A @ +85°C contínuos, 500 A por 1 segundo, linear até 100 A simétricos, 1250 A por 1 ciclo
Burden ≤0.5 VA @ 5 A
1 A nominal
4 A @ +55°C, 3 A @ +85°C contínuos, 100 A por 1 segundo, linear até 20 A simétricos, 250 A por 1 ciclo
Burden ≤0.1 VA @ 1 A
Entradas de Tensão LEA 0-8 V L-N contínuos, 300 Vca por 10 segundos
Impedância de entrada 1 MΩ
Capacidade Nominal dos Contatos de Saída 30 A fechamento (“make”) @ 250 Vcc conforme IEEE C37.90-2005; 6 A condução contínua; protegido por MOV
(modelo padrão) Contatos opcionais disponíveis para interrupção de alta corrente em alta velocidade (10 A @ L/R = 40 ms)
Entrada/Saída Padrão 3 saídas para interrupção de corrente elevada; 2 saídas Tipo A com velocidade padrão;
3 saídas Tipo C com velocidade padrão;
5 entradas digitais isoladas opticamente com detecção de nível, com entradas comuns independentes;
2 entradas digitais isoladas opticamente com detecção de nível, com entradas comuns compartilhadas simples
Porta de Comunicação Serial Três portas seriais EIA-232 no painel traseiro e uma no painel frontal, comandos SEL ASCII, SEL Fast
Messages, DNP3, IEEE C37.118 para sincrofasores
Taxa de dados 300–57600 bps
Opções de Comunicação Ethernet Fornece protocolos IEC 61850, IEEE C37.118 para sincrofasores, DNP3 LAN/WAN, FTP, SNTP, PRP e Telnet,
e recursos de servidor web
Escolha duas opções de mídia na lista a seguir:
Rede de par trançado 10/100BASE-T
Rede de fibra ótica 100BASE-FX
Entrada de Tempo Preciso Entrada de tempo T do IRIG-B demodulada @ 5 Vcc nominal
Distância entre relés: 90 m (295 pés) para cabo de cobre com capacitância de 28 pF/pé
Sincrofasores Norma IEEE C37.118
Até 50 mensagens por segundo (sistema de 50 Hz)
Até 60 mensagens por segundo (sistema de 60 Hz)
Capacidade UDP Multicast
Protocolo SEL Fast Message
Até 20 mensagens por segundo
Capacidades Nominais 125/250 Vcc ou 120/240 Vca
Faixa 85–300 Vcc ou 85–264 Vca
da Fonte de Alimentação
48/125 Vcc ou 120 Vca
Faixa 38–140 Vcc ou 85–140 Vca
24/48 Vcc
Faixa 18–60 Vcc
Temperatura de Operação –40° a +85°C (–40° a +185°F)
Nota: O contraste do LCD é prejudicado com temperaturas abaixo de –20°C (–4°F) e acima de +70°C (+158°F).

ESPECIFICAÇÕES DE PROCESSAMENTO
Entradas de Tensão e Corrente CA 8000 amostras por segundo, 2 entradas de tensão trifásicas, 5 entradas de corrente trifásicas,
3 entradas de corrente monofásicas (REF)
Processamento de Proteção e Controle 4, 8 e 32 vezes por ciclo do sistema de potência
Pontos de Controle 32 bits remotos, 32 bits de controle locais, 32 bits de selo na lógica de proteção,
32 bits de selo na lógica de automação

TORNANDO A ENERGIA ELÉTRICA MAIS SEGURA,


MAIS CONFIÁVEL E MAIS ECONÔMICA

SCHWEITZER ENGINEERING LABORATORIES, INC.


Telefone: +55 19 3515-2000
E-mail: atendimento@selinc.com
Web: www.selinc.com

RANT

10
A
IA
G

© 2007–2014 por Schweitzer Engineering Laboratories, Inc. anos


L
M

U
PF00417 · 20160518 N D IA

Você também pode gostar